Anda di halaman 1dari 1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL


ENG01022 TCNICAS ESPECIAIS APLICADAS A VIBRAES EM ESTRUTURAS
Joo Paulo Mrico 00229952
RELATRIO II: ESTIMATIVA DO FATOR DE AMORTECIMENTO
1. Descrio da estrutura
A estrutura escolhida foi o degrau da escada interna do NORIE. O comprimento do degrau de
120cm e a seo transversal varivel, sendo que no engaste com o pilar de sustentao de
14x21cm e na extremidade em balano a seo de 48x13cm (as medidas so aproximadas).
2. Configuraes do Acelermetro
O aplicativo utilizado foi o Accelerometer Analyser. Foi configurado para realizar as leituras com o
mnimo intervalo de tempo possvel, portando na configurao fastest, capturando na faixa de 99
- 101 fps (Frames per second). Dessa forma o intervalo entre capturas fica na faixa de 10
milissegundos.
3. Clculo do fator de amortecimento ():
Para clculo de foi utilizada a funo dos deslocamentos, calculada a partir da leitura das
aceleraes.

0,5000 u1=0,4126 mm
0,4000 t1=22,435 s
0,3000 u11=0,0544 mm
t11=22,973 s
Deslocamento (mm)

0,2000
0,1000
0,0000
-0,1000
-0,2000
-0,3000
-0,4000
-0,5000
22,4 22,6 22,8 23 23,2 23,4 23,6 23,8 24
Tempo (s)

Sabendo que o decremento logartmico da amplitude do deslocamento governado por


 =  exp
  cos     e tomando os valores nos picos de amplitude, tm-se
     #$

=     . Fazendo   = 11 1! = 10  e assumindo que  , (onde !
  %
e  so o perodo e a frequncia de vibrao amortecida, respectivamente), encontra-se que

= exp
10.2). Substituindo os valores de  e  destacados no grfico e resolvendo

,.#/
ln ,,0..1

= 2
10.2) temos 3 = 4, 45667 ou 3,225%. Assumindo este valor para o fator de

amortecimento, percebe-se que o erro em adotar  muito pequeno, pois  =


9 1
#  = 9 1 0,03225#  = 4, <<<=>?@.