Anda di halaman 1dari 2

MINERAIS QUELATOS

MINERAL DE ALTA ABSORO

Tambm chamados de minerais orgnicos, minerais quelatados ou mineral aminocido


quelato. So minerais ligados a um aminocido e que possuem maior capacidade de serem
absorvidos pelo organismo. Podem ser de trs tipos:

1. Mineral Aminocido Quelato: quando uma molcula de mineral est ligada a um


aminocido especfico. de fcil assimilao pelo organismo.

2. Mineral Aminocido Complexo: (especfico e inespecfico) quando uma molcula


de mineral est ligada a um aminocido complexo. menos absorvida que o
anterior.

3. Mineral Proteinato: quando uma molcula mineral est ligada a um complexo


polipeptdico. a menos absorvida dos trs tipos:
A diferena entre os trs tipos est no peso molecular, na constante de estabilidade das
ligaes e nos aminocidos utilizados.
Os minerais quelatados possuem a vantagem de serem melhor biodisponveis (at 90% de
absoro, contra 10 a 20% dos minerais inorgnicos), sem interferirem na absoro de
outros nutrientes, sem possurem efeitos colaterais, nem causarem doppig.

Para o calculo de correo de minerais quelatos deve-se levar em considerao a


prescrio mdica. Se o solicitado for apenas o mineral puro, o que chamamos de teor
elementar, deve-se aplicar o fator. Se o prescrito for quelato, no. Para se certificar no
momento da prescrio, o ideal avaliar pela dosagem prescrita, assim sabemos se
prescrito o elementar ou no.

COMPOSTO MINERAL DOSAGEM USUAL (MINERAL


ELEMENTAR)
Boro 1 a 5 mg
Clcio 500 a 1500 mg
Cobre 0,5 a 5 mg
Cromo 100 a 200 mcg
Ferro 10 a 60 mg
Fsforo 800 a 1200 mg
Magnsio 50 a 500 mg
Mangans 2 a 20 mg
Molibdnio 15 a 500 mcg
Potssio 50 a 100 mg
Selnio 50 a 200 mcg
Silcio 2 a 10 mg
Vandio 50 a 500 mcg
Zinco 10 a 60 mg
Uso: Interno

Fator de Correo: De acordo com o teor do laudo

Fator de Equivalncia: No se aplica

CLCIO QUELATO 20%


IMPORTANTE NA FORMAO E MANUTENO DE
OSSOS E DENTES SAUDVEIS, NA CONTRAO MUSCULAR,
NA COAGULAO SANGUNEA, TRANSMISSES NERVOSAS E
REGULAO DA PRESSO ARTERIAL

Recomendao de uso

Dose diria: as quantidades necessrias de ingesto de Clcio elementar: zero a 6 meses:


400mg; 6 meses a 1 ano: 600mg; 1 a 10 anos: 800mg; 11 a 24 anos: 1200mg; 25 anos
ou mais: 800mg; gravidez: 1200mg; lactao: 1200mg; ps-menopausa: 1500mg.
A deficincia de Clcio pode ter como conseqncia doenas como osteoporose,
hipertenso arterial, aumento de colesterol LDL, e cncer.

Referencias Bibliogrficas

1. BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulrio Mdico-Farmacutico. So


Paulo/SP:Tecnopress, 3 Ed. 2006.
2. FERREIRA, A.O. Guia Prtico da Farmcia Magistral. Juiz de Fora/MG:
Pharmabooks, 2 Ed. 2002.

ltima atualizao: 17/07/2017 BM.