Anda di halaman 1dari 3

PROVA EXAME DE ORDEM - CIVIL

TÚLIO celebrou com CAIO contrato de compra e venda de bem


imóvel situado em área rural da cidade de Teodoro Sampaio/SP,
medindo 300 alqueires, com destinação agrícola e pecuária. A
área da posse entregue a Túlio correspondia àquela que constava
da escritura de compra e venda. Ocorre que, conforme constava
no contrato, feito o trabalho de georreferenciamento do imóvel
rural em questão, descobriu-se que no interior do seu perímetro,
havia terras devolutas pertencentes ao Estado de São Paulo.
Insatisfeito com o negócio, TÚLIO pretende ingressar com ação
judicial buscando defender seus interesses.

QUESTÃO: Como advogado de Túlio, elabore a petição inicial


da ação cabível.

QUESTÃO PRÁTICA: JOÃO, doou seus imóveis a JÚLIO, com


obrigação de seu uso para fins educacionais e para crianças com
necessidades especiais. Ocorre que JÚLIO passa a utilizar os
imóveis para fins comerciais – lanchonete. Como advogado de
JOÃO, que não concorda com esta situação, qual a medida
judicial cabível.
PROVA EXAME DE ORDEM CIVIL

A Agência Nacional de Saúde, insatisfeita com o plano de


trabalho e financeiro apresentado por operadora de plano de saúde
JK, decide impor alienação compulsória de carteira de clientes da
empresa, no prazo de 15 dias, sob pena de liquidação
extrajudicial. Inconformada, a operadora de plano de saúde JK
ingressa com ação judicial com resultado favorável, mas que é
reformada em pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Contra tal
acórdão, fora interposto Recursos Especial e Extraordinário. É
necessário obter a suspensão dos efeitos do acórdão do TJ, até
julgamento dos recursos especiais.

QUESTÃO: Escolha a providência adequada para os efeitos


pretendidos pela operadora.

QUESTÃO PRÁTICA: ASDRÚBAL, passando por dificuldades


financeiras, celebra contrato de mútuo com HERÁCLITO, com a
incidência da correção pela taxa SELIC, mais juros de 2,5% ao
mês sobre o saldo devedor acumulado, e multa de 50% do valor
mutuado, em caso de inadimplência. Não conseguindo honrar
suas obrigações, Asdrúbal ingressa em juízo buscando a revisão
contratual. Quais os argumentos jurídicos a serem utilizados?
PROBLEMA -PRÁTICA JURÍDICA CIVIL;

TÍCIO, empresário, e BENEDITA, do lar, vivem em união


estável desde maio de 2005, possuindo dois filhos menores de
idade e um único imóvel residencial em Salto/SP, onde
estabeleceram a morada do casal. A partir de outubro de 2007,
TÍCIO passou a mudar de comportamento, retornando ao lar altas
horas da noite, sempre ofendendo moralmente a sua convivente
com palavras e gestos, chegando a ocasionalmente agredí-la
fisicamente. Desde então estes fatos vem se repetindo de modo
freqüente, com o conhecimento de vizinhos e da família de
Benedita, chegando ao ponto de TÍCIO deixar de fazer as
compras do supermercado, ficando BENEDITA dependente de
seus pais. No último dia 05 de março de 2008, BENEDITA
registrou boletim de ocorrência devido ao fato de sofrer agressões
físicas e ameaça de morte por parte de seu convivente, que
deixaram seqüelas (lesão corporal), fato presenciado pela sua
prima ALZIRA.
QUESTÃO: Como advogado de BENEDITA, nomeado pela
Assistência Judiciária Gratuita, propor a ação cabível em face da
situação de urgência.