Anda di halaman 1dari 6

Exercícios de Resistência dos Materiais

1) Duas peças de madeira de seção retangular 80mm x 140mm são coladas uma à outra em um entalhe inclinado, conforme mostra a figura. Calcular as tensões na cola para P = 16 kN e para:

  • a) θ = 30º ; b) θ = 45º ; c) θ = 60º

Exercícios de Resistência dos Materiais 1) Duas peças de madeira de seção retangular 80mm x 140mm

Resolução:

Exercícios de Resistência dos Materiais 1) Duas peças de madeira de seção retangular 80mm x 140mm
  • a) θ = 30º e x = 0,16 => A = 0,0224m²

cos30º = Ft/F => Ft = 13,856 kN

sen30º = Fn/F => Fn = 8 kN

σ = Fn/A = 357,142 kPa τ = Ft/A = 618,59 kPa

  • b) θ = 45º e x = 0,11313

=> A = 0,0158

cos45º = Ft/F => Ft = 11.31 kN

sen45º = Fn/F => Fn = 11.31 kN

σ = Fn/A = 716,05 kPa τ = Ft/A = 716,05 kPa

  • c) θ = 60º e x = 0,0923 => A = 0,0129

cos60º = Ft/F => Ft = 0,11313 kN

sen60º = Fn/F => Fn = 13,85 kN

σ = Fn/A = 1074,14 kPa τ = Ft/A = 620,155 kPa

Obs: os valores são aproximados, dependem da simplificação das casas decimais nos cálculos.

2) Calcular o comprimento total 2L da ligação de duas peças de madeira, conforme a figura, e a altura h necessária. Dados P =50 kN, b= 250mm, tensão admissível ao corte na madeira 0,8MPa e à compressão 6,5 MPa.

Obs: os valores são aproximados, dependem da simplificação das casas decimais nos cálculos. 2) Calcular o

Resolução:

Obs: os valores são aproximados, dependem da simplificação das casas decimais nos cálculos. 2) Calcular o

Tensão de cisalhamento:

b = 0,25 m

τ = Ft/A = 50kN/L.b = 0,8MPa

50000/L.0,25 = 800000 => L = 0,25m = 250mm

2L = 500mm

Tensão Normal

σ = Fn/A = 50kN/b.h = 6,5MPa

50000/0,25.h = 6500000 => h = 0,03076m = 30,7mm

h = 31mm

3) Duas placas são unidas por 4 parafusos cujos diâmetros valem d= 20mm, conforme mostra a figura abaixo. Determine a maior carga P que pode será plicada ao conjunto. As tensões de cisalhamento, de tração e de esmagamento são limitadas a 80, 100 e a 140 MPa, respectivamente.

Cisalhamento Cálculo da tensão de cisalhamento no parafuso. τ : tensão de cisalhamento d: diâmetro do

Cisalhamento

Cálculo da tensão de cisalhamento no parafuso.

Cisalhamento Cálculo da tensão de cisalhamento no parafuso. τ : tensão de cisalhamento d: diâmetro do

τ c: : tensão de cisalhamento d: diâmetro do parafuso A: área de cisalhamento = π.(d/2)² = 3,14.100 = 314mm² = 3,14.10 -4 m² (de um parafuso) τ c = F/4.A (para quatro parafusos) τ c = F/4.3,14.10 -4 m² = 80.10 6 Pa => F = 100,48KN

Pressão de Esmagamento ou de Contato em Juntas Rebitadas, Parafusadas, Chavetas

No dimensionamento das juntas rebitadas, parafusadas, chavetas torna-se necessária a verificação da pressão de contato entre o elemento e a parede do furo na chapa (nas juntas). A carga de cisalhamento além da tendência de corte do elemento de junção cria esforço de compressão ou esmagamento entre o elemento (p. ex. parafuso parafuso ou rebite) rebite) e a parede do furo. Essa pressão pressão é definida definida através da relação entre a carga de compressão atuante e a área da secção longitudinal do elemento, que é projetada na parede do furo.

τ : tensão de esmagamento t: espessura da chapa d: diâmetro do furo A: área de

τ e : tensão de esmagamento t: espessura da chapa d: diâmetro do furo A: área de esmagamento = t.d

τ e = F/A = F/d.t

A1 = 15.20mm² .4 = 12.10 -4 m² (área correspondente a chapa superior para quato furos) A2 = 10.20mm² .4 = 8.10 -4 m² (área correspondente a chapa inferior para quatro furos) τ e = F/8.10 -4 m² = 140.10 6 Pa => F = 112kN

Obs: Perceba que a área a ser utilizada para o cálculo para uma mesma tensão de compressão é a menor afim de achar a correspondente força suportada pela mesma que também será a menor, se utilizar a área maior a forçar também será maior consequentemente a placa de menor área será esmagada.

Tensão de Tração

Apenas a chapa está sujeita a tração que pode produzir a ruptura. Cada secção da chapa sofre um esforça provocado pela carga aplicada, a secção dos furos é a mais crítica. A figura abaixo representa a secção da chapa mais estreita, há duas secções, a de menor área está mais sujeita a ruptura.

τ : tensão de esmagamento t: espessura da chapa d: diâmetro do furo A: área de

d = 20mm τ n : tensão de tração t: espessura da chapa A: área da chapa (a menor) Chapa inferior:

L = 120mm e t = 10mm A = 120.10 - 2.10.20 = 800mm² = 8.10 -4 m² Chapa superior:

L1 = 100mm, L2 = 80mm e t = 15mm A1 = 80.15 -20.15 = 900mm² = 9.10 -4

e

A2 = 100.15 -2.20.15 = 900mm²

= 9.10 -4

τ n = F/A = F/8.10 -4 = 100.10 6 Pa => F = 80kN

Obs: Perceba que a área a ser utilizada para o cálculo para uma mesma tensão de ração é a menor afim de achar a correspondente força suportada pela mesma que também será a menor, se utilizar a área maior a forçar também será maior consequentemente a placa de menor área será rompida.

Resposta: 80kN

Tipo de Deformações

(a) Aplicação de Rebite

(a)

Aplicação

de

Rebite

  • (b) Flexão

das

Peças

Ligadas

  • (c) Corte

 

do

Rebite

  • (d) Rotura

das

Peças

Ligadas

  • (e) Esmagamento

do

Rebite

ou

da

Peça

Ligada

  • (f) Corte

da

Bainha

  • (g) Rasgão da Bainha

Resumo de Fórmulas

Tensão

Fórmula

 

Tração

τn=Fn/A=F/d.t

A1=L1.t-

2.d.t

A2=L2.t-

d.t

Fn:força

normal

Esmagamento

τe=Fe/n.A=F/n.d.t

A = d.t

ou

Compressão

n: nº de furos

Fe: força

compressão

Cisalhamento

τc=Fc/n.A=F/n.d.t

A = t.d

n: nº

de rebites

ou

parafusos

Fc: força

cortante

Figura

Tensão Fórmula Tração τ n =Fn/A=F/d.t A1=L1.t- 2.d.t A2=L2.t- d.t Fn:força normal Esmagamento τe=Fe/n.A=F/n.d.t A =
Tensão Fórmula Tração τ n =Fn/A=F/d.t A1=L1.t- 2.d.t A2=L2.t- d.t Fn:força normal Esmagamento τe=Fe/n.A=F/n.d.t A =

Obs: Existem normas e padrões (tabelas) com as distâncias entres os furos para cada tipo de material.