Anda di halaman 1dari 25

Contabilidade Básica - Noções Iniciais

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa


Aula Extra - Única

AULA DE CONTABILIDADE PARA INICIANTES

Caros alunos,

Sejam bem-vindos!

Antes de qualquer coisa, gostaríamos de agradecer toda a confiança


que vocês têm depositado em nosso trabalho. Sabemos que, para
muitos (e nós já passamos diversas vezes por isso), adquirir um
curso ou um livro para concurso implica às vezes abrir mão de levar o
filho para passear, deixar de sair para jantar com a esposa,
namorada(o), ou até mesmo de apreciar uma saborosa "cervejinha",
para quem gosta.

Assim, tenham a plena convicção de que envidamos todo o esforço


possível para que vocês sintam que o investimento valeu a pena,
logrando êxito no certame desejado.

Os cursos em PDF certamente representam umas das ferramentas


mais poderosas, eficientes e eficazes para os concurseiros.
Dificilmente se lê o depoimento de algum aprovado que não tenha
usado estas apostilas virtuais.

Contudo, na contabilidade, temos, talvez, o que pode ser um


pequeno entrave. Uma vez que os concursos em que ministramos
aulas não exigem, em sua maioria, formação específica, lecionamos
para as mais diversas graduações possíveis, sejam músicos,
engenheiros, administradores, médicos, contadores, entre outros.

Assim, certamente um contador, economista ou administrador terá


mais facilidade no entendimento da matéria que alguém com outra
formação ao ler sobre débitos e créditos pela primeira vez.

Há, pois, algumas vezes, a diferença do nivelamento por conta da


própria formação.

Para sanar e nivelar todos os nossos alunos, elaboramos este


material para iniciantes. Com efeito, quem nunca estudou
contabilidade, ao ler este material, deverá ter uma facilidade maior
para entender o teor do curso.

Esperamos ajuda-los e, se gostarem, por favor, deem um feedback.

Grande abraço.

Gabriel Rabelo/Luciano Rosa.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 1


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

O MATERIAL

Reunimos aqui as dúvidas mais básicas de quem começa a estudar


contabilidade. O nosso objetivo é que, ao ler esta aula, você entenda:

- Mecanismo de débito e crédito


- Método das partidas dobradas
- Noções de Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado e
Demonstração dos Fluxos de Caixa.

Isso é necessário para o acompanhamento das aulas normais do


curso. Mas o conteúdo desta aula extra é realmente básico. Se você
já estudou contabilidade e já conhece essas noções básicas, não
tirará tanto proveito deste conteúdo.

Se for o seu primeiro contato (ou se você tem dúvidas sobre isso),
esperamos que seja útil e facilite o seu estudo.

Naturalmente, estamos à disposição para eventuais dúvidas.

Vamos aos trabalhos!

ATIVO, PASSIVO E PATRIMÔNIO

O ativo compreende os bens e direitos da empresa.

Exemplo de contas do ativo: caixa, bancos, duplicatas a receber,


estoque, imóveis, veículos, investimentos, etc.

O passivo compreende as dívidas da empresa, ou seja, o que ela


deve pagar a alguém.

Exemplo de contas: contas a pagar, duplicatas a pagar, impostos a


recolher, empréstimos a pagar, salários a pagar, etc.

Finalmente, o patrimônio líquido representa o dinheiro dos sócios


investido na empresa.

Principais contas do patrimônio líquido: Capital Social, Reservas de


Capital, Reservas de Lucros, Ajuste de Avaliação Patrimonial.

Observação: Há outras definições de Ativo, Passivo e Patrimônio


Líquido no pronunciamento técnico CPC 00. Vamos estudá-la
posteriormente. Por enquanto, para efeito de classificação contábil,
vamos usar as definições acima.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 2


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

RAZONETE, LANÇAMENTOS A DÉBITO E LANÇAMENTOS A


CRÉDITO.

O Razonete é uma figura usada para auxiliar na contabilização. A


seguir apresentamos um modelo de razonete.

Nome da Conta
Lado do débito Lado do crédito

As contas pertencentes ao ativo possuem natureza devedora. Isto


significa que o seu saldo aumenta com lançamentos a débito e
diminui com lançamentos a crédito.

Por outro lado, as contas do passivo e do patrimônio líquido


possuem natureza credora. Assim, o saldo dessas contas aumenta
com lançamentos a crédito e diminui com lançamentos a débito.

Ativo ^ natureza devedora ^ aumenta com lançamentos a


débito e diminui com lançamentos a crédito.
Passivo e PL ^ natureza credora ^ aumenta com lançamentos
a crédito e diminui com lançamentos a débito.

Mas o que são os lançamentos a débito e a crédito? Como podemos


fazer um ou mais lançamentos?

O lançamento é um registro no razonete. Por exemplo, vamos


considerar o seguinte razonete imicial:

Caixa
Lado do débito Lado do crédito
1.000,00

Trata-se da conta Caixa (conta de Ativo, que representa o dinheiro


que a empresa possui em Caixa), com saldo inicial de R$ 1.000,00.
Repare que o saldo é devedor, o que significa que os valores a
débito são maiores que os valores a crédito, nesta conta.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 3


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Vamos supor que a empresa recebeu R$ 400,00 em dinheiro, os


quais entraram no caixa. Com isso, o saldo da conta Caixa deve
aumentar. Lembra que contas do Ativo tem natureza devedora, e por
isso o saldo aumenta com lançamentos a débito?

Pois bem, vamos efetuar um lançamento a débito no razonete da


conta Caixa, no valor de R$ 400,00:

Caixa
Lado do débito Lado do crédito
1.000,00
400,00

Repare que já havia um saldo de R$ 1.000,00 na conta Caixa. Entrou


mais R$ 400,00 (o que é representado pelo lançamento a débito),
restando nessa conta o saldo final de R$ 1.400,00.

Continuando com esse exemplo, vamos supor que a empresa pagou,


em dinheiro, uma conta de R$ 600,00. Houve uma saída de caixa, a
qual diminui o saldo da conta, e que será representada por um
lançamento a crédito:

Caixa
Lado do débito Lado do crédito
1.000,00
400,00 600,00

Com esse lançamento, o saldo da conta caixa passa a ser de


R$800,00. No razonete, isso é demonstrado pela soma dos
lançamentos a débito menos os lançamentos a crédito (1000 + 400
- 600).

Esse sistema de lançamentos a débito e a crédito constitui a base da


elaboração da contabilidade. Todos os fatos contábeis são
registrados nas contas adequadas através dos lançamentos.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 4


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

MÉTODO DAS PARTIDAS DOBRADAS

E agora chegamos ao importante método das partidas dobradas.


É muito simples:

Para um ou mais lançamentos a débitos corresponde um ou


mais lançamentos a créditos de igual valor.

Assim, quando lançamos o valor de R$ 400,00 a débito da conta


Caixa, precisaríamos obrigatoriamente lançar o mesmo valor a crédito
de uma ou mais contas.

Da mesma forma, o lançamento de R$ 600,00 a crédito da conta


caixa deve corresponder a um ou mais lançamentos a débito, do
mesmo valor.

Atenção: É só convenção!

Ao se deparar com o método das partidas dobradas, tal como é usado


pela contabilidade atualmente, algumas pessoas tentam encontrar
razões lógicas para o método. Porque o débito fica desse lado, e não
do outro, porque as contas de passivo aumentam através de
lançamentos a crédito e diminuem com lançamentos a débito, e
assim por diante.

Há algumas teorias que procuram mostrar razões lógicas para o


método contábil.

Bem, se havia tal razões, já foram há muito esquecidas. Para


concurso, entenda que o método contábil é apenas convenção.

O ativo aumenta através de débito porque os antigos contadores


estabeleceram assim.

Poderia ser o contrário? Sim, perfeitamente. Mas é assim que é feito,


por convenção, embora pudesse ter sido diferente.

Quanto antes você aceitar isso e seguir em frente, mais rápido será o
seu progresso.

Importantíssimo: Os lançamentos a débito e os lançamentos a


crédito não devem ser confundidos com as expressões "débito e
crédito".

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 5


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Por exemplo, dizer que a empresa X tem um débito de R$ 1.000.000


com o banco W não significa que a empresa X realizou um
lançamento a débito.

Falar que a empresa X tem um débito de 1.000.000 com o banco W


significa que a empresa X deve 1.000.000 para o banco.

Da mesma forma, dizer que a empresa Y tem um crédito de R$ 2.000


com a empresa Beta significa que a empresa Y tem este valor a
receber de Beta.

A contabilização deve ser entendida como realizada pelo terceiro. Por


exemplo, se eu digo que tenho um crédito de 3.000 com o banco W,
isso quer dizer que o banco W me deve 3.000. Nesse caso, ele, banco
W, vai realizar na sua contabilidade um lançamento a crédito, no
passivo:

C - Contas a pagar - Sr. Luciano (Passivo) 3.000

O lançamento acima significa que eu, Luciano, tenho um crédito com


o Banco W. Ou seja, eu tenho que receber dinheiro do banco.

Por outro lado, se eu tenho um débito de 2.000 com a empresa X, eu


devo pagar dinheiro para ela. O que estará lançado na contabilidade
da empresa X?

D - Contas a receber - Sr. Luciano 2.000

Assim, não vamos confundir ter um débito (dever algo) ou ter


um crédito (ter o direito de receber algo) com lançamentos a
débito e lançamentos a crédito.

Devemos, pois, fazer discernir, assim, a linguagem contábil da


linguagem jurídica. A questão deverá sempre dar uma indicação
neste sentido.

Agora, vamos efetuar alguns lançamentos, para treinar?

Lançamento 1. A empresa KLS foi constituída com a integralização


do Capital Social no valor de R$ 10.000,00 em dinheiro.

Lançamentos:

D - Caixa (Ativo) 10.000


C - Capital Social (PL) 10.000

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 6


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Observação: esta é outra forma de indicar um lançamento. Há um


débito na conta Caixa, do Ativo, e um crédito na conta Capital Social,
do PL, no valor de R$10.000,00.

Usando razonetes, fica assim:

Caixa (Ativo) Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)

O número (1) indica que este é o lançamento referente à primeira


operação. No caso de questões com vários lançamentos, com valores
repetidos, essa técnica ajuda na hora de conferir.

Lançamento 2. Comprou mercadorias no valor de R$3.000,00,


pagando à vista, sem incidência de impostos.

D - Estoque de Mercadorias (Ativo) 3.000


C - Caixa (Ativo) 3.000

Caixa (Ativo)_________ _______ Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)


3.000 (2)

Estoque de Mercadorias (Ativo)

(2) 3.000

Lançamento 3. Vendeu metade da mercadoria em estoque a prazo,


por R$ 2.000,00, sem a incidência de impostos.

Agora temos algumas novidades. Vamos lá:

As contas dividem-se em contas patrimoniais e contas de


resultado.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 7


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

As contas patrimoniais são as contas do ativo, passivo e patrimônio


líquido.

Já as contas de resultado são as que irão compor a Demonstração do


Resultado do Exercício. São as contas de receita e as de despesa.

São elas: Receita de vendas, Custo da Mercadoria Vendida, Despesas


de Vendas, Despesas Administrativas, Receitas Financeiras, enfim,
todas as contas que afetam o resultado (lucro ou prejuízo) da
empresa.

As contas de receita têm natureza credora (aumentam por


lançamentos a crédito e diminuem por lançamentos a débito) e as
contas de despesa têm natureza devedora (aumentam por
lançamentos a débito e diminuem através de lançamentos a crédito).

As contas do Resultado são classificadas no PL (Patrimônio Líquido) e


fazem parte do balanço. Se as contas do resultado não forem
consideradas, os valores totais a débito e a crédito não batem.

Vamos examinar mais detidamente a operação de venda. A empresa


vendeu a prazo mercadorias por R$ 2.000,00. Devemos registrar o
fato nas contas Receita de Vendas (resultado) e Duplicatas a Receber
(ativo).

Mas essa venda diminuiu o estoque da empresa. Assim, devemos


também dar baixa da mercadoria vendida, e contabilizar o seu custo,
pelo valor de R$1.500,00 (metade do estoque). Fica assim:

3 - Registro da venda:

D - Duplicatas a Receber (Ativo) 2.000


C - Receita de Vendas (Resultado) 2.000

4 - Pela baixa do estoque:

D - Custo da Mercadoria Vendida (Resultado) 1.500


C - Estoque (Ativo) 1.500

Caixa (Ativo)_________ _______ Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)


3.000 (2)

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 8


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Custo das Mercadorias Vendidas


Estoque de Mercadorias (Ativo) _________ (Resultado)________

(2) 3.000 (4) 1.500


1.500 (4)

Duplicatas a Receber (Ativo) Receita de Vendas (Resultado)

(3) 2.000 2.000 (3)

Some as contas de saldos devedores e as com saldos credores,


incluindo as contas de resultado. Devemos encontrar o seguinte:

Saldos devedores: 7000 + 1500 + 1500 + 2000 = 12.000


Saldos credores: 1000 + 2000 = 12.000

O total dos saldos devedores bateu com o total dos saldos credores, o
que demonstra que o método das partidas dobradas foi aplicado
corretamente.

Observação: Pode haver lançamentos em conta errada. Mas para


cada lançamento a débito foi realizado um ou mais lançamentos a
crédito no mesmo valor.

Agora, vamos encerrar e elaborar o Balanço Patrimonial e a


Demonstração do Resultado do Exercício. Mas, antes, uma breve
explicação: O Balanço Patrimonial é a demonstração que evidencia o
Ativo, o Passivo e o Patrimônio Líquido da empresa. Sua elaboração é
relativamente simples, basta listar as contas de ativo de um lado, e
do Passivo e PL do outro.

Falemos agora sobre a demonstração do resultado do exercício...

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 9


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

Em termos simples, a DRE consiste do seguinte:

Receita de Vendas
(-) Custo da mercadoria vendida
(=) Resultado Bruto ( ou Lucro Bruto)
(-) Despesas
--- de vendas
— administrativas
— financeiras
— Outras Despesas
= Lucro antes do Imposto de Renda e Participações
(-) Provisão para Imposto de Renda
Lucro antes das Participações
(-) Participações
(=) Lucro Líquido___________________________

importante memorizar essa estrutura simplificada


é da DRE.
Veremos, durante o curso, a estrutura completa.

As contas de Resultado pertencem ao Patrimônio Líquido. Assim,


depois do enceramento do exercício, o valor apurado é transferido
para uma conta do PL, chamada Lucros Acumulados (ou prejuízos
Acumulados, a depender da situação da empresa).

5 - Vamos ao encerramento do Balanço:

D - Receita de Venda (Resultado) 2.000


C - Resultado do Exercício (resultado) 2.000

D - Resultado do Exercício (resultado) 1.500


C - Custo da Mercadoria Vendida (Resultado) 1.500

Caixa (Ativo) ______________ Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)


3.000 (2)

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 10


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Custo das Mercadorias Vendidas


Estoque de Mercadorias (Ativo) (Resultado) ______________

(2) 3.000 (4) 1.500 1.500 (5)


1.500 (4)

Duplicatas a Receber (Ativo) Receita de Vendas (Resultado)

(3) 2.000 2.000 (3)


(5) 2.000

Resultado do Exercício (Resultado)

(5) 1.500
2.000 (5)

Agora, podemos elaborar a Demonstração do Resultado do Exercício:

Receita de vendas 2.000


(-) Custo da Mercadoria Vendida (1.500)
(=) Lucro Bruto 500
(-) despesas ---xx—
(=) Lucro Líquido 500

6 - Vamos transferir o Resultado do Exercício para a conta Lucros


Acumulados, no PL:

Resultado do Exercício (Resultado) Lucros Acumulado (PL)

(5) 1.500
2.000 (5)
500 (6)
(6) 500

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 11


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Com o lançamento (6), acima, zeramos a conta Resultado do


Exercício (repare que o saldo é zero, pois a soma dos lançamentos a
débito é igual à soma dos lançamentos a crédito)

E agora, podemos elaborar o Balanço Patrimonial:

Ativo

Caixa 7.000
Duplicatas a Receber 2.000
Estoque 1.500
Total do Ativo 10.500

Patrimônio líquido
Capital Social 10.000
Lucros Acumulados 500
Total Passivo + PL 10.500

Muito bem.

Vejamos, agora, a dos fluxos de caixa, que é uma demonstração em


que os candidatos apresentam um grau elevado de dificuldade...

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA.

Para isso, vamos aproveitar os primeiros lançamentos do exemplo


anterior.

1. A empresa KLS foi constituída com a integralização do


Capital Social no valor de R$ 10.000,00 em dinheiro.

D - Caixa (Ativo) 10.000


C - Capital Social (PL) 10.000

2. Comprou mercadorias no valor de R$3.000,00, pagando à


vista, sem incidência de impostos.

D - Estoque de Mercadorias (Ativo) 3.000


C - Caixa (Ativo) 3.000

3. Vendeu metade da mercadoria em estoque a prazo, por


R$2.000,00, sem a incidência de impostos.

3. Registro da venda:

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 12


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

D - Duplicatas a Receber (Ativo) 2.000


C - Receita de Vendas (Resultado) 2.000

4. Pela baixa do estoque:

D - Custo da Mercadoria Vendida (Resultado) 1.500


C - Estoque (Ativo) 1.500

Após esses lançamentos, os razonetes devem ficar assim:

Caixa (Ativo) ______________ Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)


3.000 (2)

Custo das Mercadorias Vendidas


Estoque de Mercadorias (Ativo) _________ (Resultado)________

(2) 3.000 (4) 1.500


1.500 (4)

Duplicatas a Receber (Ativo) Receita de Vendas (Resultado)

(3) 2.000 2.000 (3)

Até aqui, só repetimos os primeiros lançamentos que já vimos


anteriormente. Agora começam as "novidades". Realizemos novos
lançamentos:

5. Compra de uma máquina à vista, no valor de 6.000.

D - Máquinas e equipamento (Ativo Imobilizado) 6.000


C - Caixa (Ativo) 6.000

6. Lançamento da depreciação referente ao primeiro mês da


máquina adquirida no lançamento anterior. A máquina será
depreciada em 10 anos.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 13


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

O que é depreciação?

Segundo a Lei 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações):

Art. 183, § 2o A diminuição do valor dos elementos dos ativos


imobilizado e intangível será registrada periodicamente nas contas
de: (Redação dada pela Lei n° 11.941, de 2009)

a) depreciação, quando corresponder à perda do valor dos direitos


que têm por objeto bens físicos sujeitos a desgaste ou perda de
utilidade por uso, ação da natureza ou obsolescência;_____________

A depreciação reconhece a perda de valor pelo desgaste, perda de


utilidade ou obsolescência dos bens físicos. No nosso exemplo, temos
uma máquina de R$ 6.000 que irá durar 10 anos. Portanto a
depreciação mensal pode ser calculada assim:

$ 6.000 / 120 meses = R$ 50,00

6 - Contabilização da depreciação:

D - Despesa de depreciação (Resultado) 50


C - Depreciação Acumulada (Retificadora do Ativo) 50

A conta depreciação acumulada é uma conta retificadora do ativo.


Ou seja, é uma conta de saldo credor, embora fique no ativo. A
máquina, com a depreciação acumulada, aparece assim na
contabilidade:

Máquina (Ativo) 6.000


Depreciação Acumulada (Ret. Ativo) (50)
Valor contábil 5.950

Mês a mês, o valor da Depreciação Acumulada vai aumentando, até


zerar o valor contábil do ativo.

Até o momento, estamos assim:

Caixa (Ativo)_________ _______ Capital Social (PL)

(1) 10.000 10.000 (1)


3.000 (2)
6.000 (5)

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 14


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Custo das Mercadorias Vendidas


Estoque de Mercadorias (Ativo) _________ (Resultado)________

(2) 3.000 (4) 1.500


1.500 (4)

Duplicatas a Receber (Ativo) Receita de Vendas (Resultado)

(3) 2.000 2.000 (3)

Máquinas (Ativo Imobilizado)

(5) 6.000

Despesa de depreciação Depreciação Acumulada


_____(Resultado)_____ (Retificadora do Ativo)

(6) 50 50 (6)

A partir dos lançamentos acima, podemos elaborar a Demonstração


de Resultado:

Demonstração do resultado do exercício

Receita de vendas 2.000


(-) Custo da Mercadoria Vendida (1.500)
(=) Lucro Bruto 500
(-) despesas de depreciação (50)
(=) Lucro Líquido 450

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 15


Estratégia
ii i; <;
n Nn Cr U Rb S OnS
rC O * *
Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

E o Balanço Patrimonial:

Balanço patrimonial

Ativo
Caixa 1.000
Duplicatas a Receber 2.000
Estoque 1.500
Imobilizado 6.000
Depreciação acumulada (50)
Total do Ativo 10.450

Patrimônio líquido
Capital Social 10.000
Lucro do Exercício 450
Total Passivo + PL 10.450

A demonstração do fluxo de caixa explica a variação ocorrida


no caixa da empresa.

A conta Caixa começou com Zero e terminou com R$ 1.000 (veja o


saldo no Balanço Patrimonial).

A Demonstração do Fluxo de Caixa é dividida em três tipos de


atividade: fluxo de caixa das atividades operacionais, atividade
de investimentos e atividades de financiamento.

Ela pode ser elaborada pelo método direto ou pelo método indireto.

Então vamos começar pelo Método Indireto:

Fluxo de Atividades Operacionais - Método Indireto.

Lucro Líquido 450


(+) Depreciação 50
Lucro Ajustado 500

A despesa de depreciação de R$ 50 diminuiu o Lucro Líquido. Mas a


Depreciação não é paga a ninguém. Não resulta em saída de caixa.
Assim, devemos somar ao Lucro Líquido a despesa de depreciação e
as outras despesas que diminuíram o Lucro, mas não são saídas de
caixa, como amortização, exaustão, despesas financeiras, perda no
método da equivalência patrimonial, etc.

Da mesma forma, as receitas que aumentaram o lucro, mas não


resultaram em entradas de caixa devem ser ajustadas no Lucro

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 16


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Líquido (receita de equivalência patrimonial, receita financeira não


recebida, e outras).

Se todas as operações da empresa fossem realizadas à vista, o Lucro


Ajustado já seria equivalente à movimentação do Caixa.

Mas é comum que as empresas realizem operações à prazo. Portanto,


devemos eliminar o efeito das vendas e compras a prazo do caixa.

Fazemos isso ajustando o saldo das contas patrimoniais. Vamos


examinar caso a caso:

Duplicatas a Receber:
Saldo inicial zero; saldo final 2.000. Aumento de 2000.

O aumento no saldo de Duplicatas a Receber significa que parte das


entradas de Vendas ficou retida nessa conta. Como partimos do Lucro
Líquido, estamos considerando que o valor total das vendas entrou no
Caixa. Veja novamente a DRE:

Receita de vendas 2.000


(-) Custo da Mercadoria Vendida (1.500)
(=) Lucro Bruto 500
(-) despesas de depreciação (50)
(=) Lucro Líquido 450

Quando iniciamos o fluxo de caixa indireto pelo Lucro Líquido de 450,


a premissa inicial é que todo o valor das vendas (2.000) entrou no
caixa. Da mesma forma, consideramos que todo o custo da
Mercadoria Vendida representa efetiva saída de dinheiro do Caixa.
Afinal, começamos o fluxo de caixa somando o Lucro Líquido com a
Depreciação.

Mas existem as operações a prazo e operações que resultam em


saídas de caixa, mas não afetam o resultado (por exemplo, a
aquisição de estoque à vista).

Para eliminar tais efeitos do caixa, usamos a variação das contas


patrimoniais. Como a conta Duplicatas a Receber aumentou (o que
significa que parte do dinheiro das vendas lá ficou represado), vamos
diminuir $2.000 na Demonstração do Fluxo de Caixa:

Lucro Líquido 450


(+) Depreciação 50
Lucro Ajustado 500

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 17


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

(-) aumento Duplicatas a Receber (2.000)

Estoques:

A conta Estoques aumentou $1.500. É similar à conta Duplicatas a


Receber. O aumento do Estoque deve diminuir o caixa. Afinal, a
empresa comprou estoque e pagou com caixa. E se comprou a prazo?
Nesse caso, a conta fornecedor, do Passivo, irá aumentar e
compensar o ajuste do aumento de Estoque.

Lucro Líquido 450


(+) Depreciação 50
Lucro Ajustado 500
(-) aumento Duplicatas a Receber (2.000)
(-) aumento Estoque (1.500)

Fluxo de Caixa operacional: (3.000)

Cada fluxo pode gerar caixa ou consumir caixa. O valor de R$ 3.000


negativos indica que o Fluxo de Caixa Operacional consumiu (gastou)
$3.000 de Caixa.

Fluxo de Investimentos: Houve apenas a compra da Máquina, por


$6.000, no Fluxo das atividades se Investimentos.

(-) Compra de máquina (6.000)

Fluxo de Financiamentos: é composto pelo dinheiro dos sócios


(aumento de capital) e de terceiros (empréstimos). Nesse exemplo,
só houve a integralização do Capital dos sócios, no valor de $10.000.

(+) integralização do Capital 10.000

Vamos somar o Caixa consumido ou gerado pelos fluxos:

Caixa consumido pelo fluxo Operacional: (3.000)


Caixa Consumido pelo fluxo de Investimento: (6.000)
Caixa gerado pelas atividades de Financiamentos: 10.000

Total de caixa gerado: 1.000

Confira a movimentação da conta Caixa (saldo final menos o saldo


inicial).

Fluxo de Caixa - método Direto: Pelo método Indireto, usamos o


Lucro Líquido e a variação do saldo das contas patrimoniais.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 18


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

No método Direto, usamos as contas patrimoniais e ajustamos pelas


contas de Resultado. Ou seja, usamos as mesmas informações, mas
a forma de cálculo muda.

Fica bem simples se usarmos a Fórmula Universal, para o método


Direto:

Saldo Inicial + Entradas - Saídas = Saldo Final

O saldo inicial e final de cada conta vem do Balanço Patrimonial. E as


contas de Resultado representam as Entradas ou as Saídas,
dependendo da conta.

Vamos iniciar com a conta duplicatas a receber:

Saldo inicial = zero


Entradas (é o total das vendas que aparece na DRE): 2.000
Saídas: ?

As saídas representam a entrada de dinheiro, e é o que vamos


calcular.

(=) Saldo Final = 2.000

Resolvendo, temos:

Zero + 2000 - saídas = 2.000

Saídas = Zero. (ou seja, não houve recebimento de clientes no


período).

Conta estoque:

Saldo inicial = zero


Entradas (são as compras de estoque): ?
Saídas : (É o CMV que aparece na DRE) 1.500

(=) Saldo Final = 1.500

Resolvendo:

Zero + entradas - $ 1500 = $ 1500

Entradas = $ 3.000

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 19


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

A entrada no estoque é também entrada na conta fornecedores.

Vamos calcular a saída da conta fornecedores, que é o pagamento


efetuado no período.

Conta fornecedores:

Saldo inicial = zero


Entradas (é o total das vendas que aparece na DRE): 3.000
Saídas: ?

As saídas representam a saída de dinheiro, e é o que vamos calcular.

(=) Saldo Final = zero

Resolvendo, temos:

Zero + $3.000 - saídas = zero


Saídas = $3.000

Fluxo de Caixa Das Atividades Operacionais - Método Direto:

Recebimento de clientes = zero


Pagamento a Fornecedores = (3.000)
Fluxo de caixa Consumido nas atividades Operacionais =
3.000

Entre o método indireto ou direto só há diferença no fluxo das


atividades Operacionais. Os fluxos das atividades de Investimento e
Financiamento são iguais nos dois métodos.

Meus amigos, era isso que tínhamos a passar.

Esperamos que tenham gostado!

Grande abraço.

Gabriel Rabelo/Luciano Rosa.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 20


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

PLANO DE CONTA COMPLETO ATUALIZADO DE ACORDO COM O


MANUAL DE CONTABILIDADE SOCIETÁRIA APLICÁVEL A
TODAS AS SOCIEDADES - FIPECAFI

CONTAS PATRIMONIAIS

______________________ ATIVO____________
_________________ ATIVO CIRCULANTE_______
1. DISPONÍVEL____________________________
Caixa________________________________________
Equivalentes de caixa - aplicações de liquidez imediata
2. CLIENTES______________________________
Duplicatas a receber____________________________
(-) Perdas estimadas em créditos de liquidação duvidosa
(-) Ajuste a valor presente________________________
3. OUTROS CRÉDITOS_______________________
Títulos a receber_______________________________
Dividendos a receber____________________________
Bancos - conta vinculada_________________________
Juros a receber________________________________
Adiantamentos a terceiros________________________
Créditos de funcionários__________________________
Antecipação de salários, empréstimos a funcionários
Tributos a compensar e recuperar__________________
(-) Perdas estimadas em créditos de liquidação duvidosa
(-) Ajuste a valor presente_______________________
4. INVESTIMENTOS TEMPORÁRIOS____________
Aplicação temporária em ouro_____________________
Títulos e valores mobiliários_______________________
(-) Perda estimada para redução ao valor recuperável
(-) Perda estimada______________________________
5. ESTOQUES_____________________________
Produtos acabados______________________________
Mercadorias para revenda________________________
Produtos em elaboração__________________________
Adiantamento a fornecedores_____________________
(-) Perda estimada para redução ao valor recuperável
(-) Ajuste a valor presente^_______________________
6. DESPESAS DO EXERCÍCIO SEGUINTE PAGAS
ANTECIPADAMENTE________________________
Prêmios de seguros a apropriar____________________
Encargos financeiros a apropriar___________________
Assinaturas e anuidades a apropriar________________

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 21


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Comissões e prêmios pagos antecipadamente__________________


Aluguéis pagos antecipadamente____________________________
_______________ ATIVO NÃO CIRCULANTE_____________
REALIZÁVEL A LONGO PRAZO_________________________
1. CRÉDITOS E VALORES_____________________________
Clientes________________________________________________
Títulos a receber_________________________________________
Créditos de acionistas - transações não recorrentes_____________
Créditos de diretores - transações não recorrentes______________
Crédito de coligadas e controladas - transações não recorrentes
Adiantamentos a terceiros_________________________________
(-) Perdas estimadas em créditos de liquidação duvidosa_________
Aplicações financeiras de longo prazo_________________________
(-) Ajuste a valor presente_________________________________
2. INVESTIMENTOS TEMPORÁRIOS A LONGO PRAZO_______
Aplicações em instrumentos patrimoniais de outras sociedades____
(-) Perdas estimadas para redução ao valor recuperável__________
INVESTIMENTOS___________________________________
1. PARTICIPAÇÕES PERMANENTES EM OUTRAS SOCIEDADES
Avaliadas por equivalência patrimonial________________________
Avaliadas pelo valor justo__________________________________
Avaliadas pelo custo______________________________________
IMOBILIZADO_____________________________________
1. BENS EM OPERAÇÃO______________________________
Terrenos_______________________________________________
Obras preliminares e complementares________________________
Instalações_____________________________________________
Máquinas, aparelhos e equipamentos_________________________
Equipamentos de processamento eletrônico de dados____________
Sistemas aplicativos (software)_____________________________
Móveis e utensílios |
Veículos________________________________________________
Ferramentas____________________________________________
Peças e conjuntos de reposição_____________________________
2. (-) DEPRECIAÇÃO, AMORTIZAÇÃO, EXAUSTÃO, PERDA POR
REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL____________________
3. IMOBILIZADO ARRENDADO_________________________
INTANGÍVEL______________________________________
Marcas_________________________________________________
Patentes_______________________________________________
Concessões_____________________________________________
Direitos autorais_________________________________________
Direitos sobre recursos minerais

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 22


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Pesquisa e desenvolvimento________________________________
(-) Amortização acumulada e perdas estimadas por redução ao valor
recuperável_____________________________________________

______________________PASSIVO_________
____________________ CIRCULANTE_______
1. SALÁRIOS E ENCARGOS SOCIAIS__________
Ordenados e salários a pagar___________________
13o a pagar_________________________________
Férias a pagar_______________________________
INSS a pagar________________________________
FGTS a recolher______________________________
Participações no resultado a pagar_______________
Fornecedores________________________________
(-) Ajuste a valor presente_____________________
Credores por financiamentos____________________
Títulos a pagar_______________________________
(-) Encargos financeiros a transcorrer_____________
(-) Custo de transação a apropriar_______________
Juros a pagar de empréstimos e financiamento_____
Adiantamento de clientes______________________
Contas a pagar______________________________
Arrendamento operacional a pagar_______________
Provisões fiscias, previdenciárias, trabalhistas e cíveis
Provisão para benefícios a empregados___________
__________________ NÃO CIRCULANTE_____
Empréstimos e financiamentos__________________
Debêntures e outros títulos de dívida_____________
________________ PATRIMÔNIO LÍQUIDO
1. CAPITAL SOCIAL |
Capitual subscrito____________________________
Capital autorizado____________________________
(-) Capital a subscrever________________________
(-) Capital a integralizar_______________________
(-) Gastos na emissão de ações_________________
2. RESERVAS DE CAPITAL______________________
Ágio na emissão de ações______________________
Alienação de bônus de subscrição________________
3. RESERVAS DE LUCROS______________________
Reserva legal________________________________
Reservas estatutárias_________________________
Reservas para contingências____________________

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 23


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Reservas de lucros a realizar___________________________


Reservas de lucros a apropriar__________________________
Reservas de lucros para expansão_______________________
Reservas de incentivos fiscais___________________________
Reserva especial para dividendo obrigatório não distribuído
5. LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (não é mais posível a
retenção de lucros injustificados)________________________
6. (-) AÇÕES EM TESOURARIA__________________________
7. AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL_________________

Vocês não têm a obrigação de conhecer agora todos esses grupos e


onde fica cada uma das contas apresentadas. Estamos apenas
ilustrando cada um dos grupos patrimoniais de forma completa.

Agora, exporemos um plano de contas para as contas de resultado.

ESTRUTURA DA DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO


EXERCÍCIO

Faturamento bruto (venda bruta + IPI sobre faturamento)


(-) IPI sobre faturamento bruto_______________________________
Vendas brutas/Receita bruta de vendas/Receita operacional bruta
(-) Deduções da receita bruta
Devoluções e cancelamento de vendas
Abatimentos sobre vendas
Descontos incondicionais concedidos/descontos comerciais
Impostos e contribuições sobre vendas e serviços (ICMS, ISS,
PIS, COFINS)
____ Ajuste a valor presente sobre clientes_____________________
Vendas líquidas/Receita líquida de vendas/Receita operacional líquida
(-) Custo da mercadoria vendida (CMV = Est. inicial + Compras líq. -
Est. final)________________________________________________
Lucro bruto/Resultado operacional bruto/Resultado com mercadorias
(-) Despesas operacionais
Com vendas
Administrativas
Gerais
Financeiras líquidas (despesas financeiras - receitas
financeiras)
Outras despesas operacionais
____ + Outras receitas operacionais___________________________
Resultado operacional líquido/Lucro ou prejuízo operacional líquido
(-) Outras despesas (antigas despesas não operacionais)
+ Outras receitas (antigas receitas não operacionais)
(-) Despesa com provisão para CSLL

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 24


Contabilidade Básica - Noções Iniciais
Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa
Aula Extra - Única

Resultado antes do Imposto de Renda


(-) Despesa com provisão para Imposto de Renda________________
Resultado após o Imposto de Renda e antes das participações
(-) Participações estatutárias sobre o lucro
Debenturistas
Empregados
Administradores
Partes beneficiárias
____ Fundo de assistência/previdência a empregados_____________
Lucro ou prejuízo líquido do exercício

Bem, é só por enquanto.

Esperamos que a aula acima ajude a entender Contabilidade, e nos


colocamos à disposição para eventuais dúvidas ou esclarecimentos.

Profs. Gabriel Rabelo e Luciano Rosa www.estrategiaconcursos.com.br 25