Anda di halaman 1dari 66

Apêndices

ƒƒ Apêndice 1 | Fórmulas de Nutrição


Enteral para Crianças com
Doenças Renais, 3

ƒƒ Apêndice 2 | Procedimentos
Operacionais Padronizados, 19

ƒƒ Apêndice 3 | Suplementos
Nutricionais, 45
Apêndice 1
Fórmulas de Nutrição Enteral
para Crianças com
Doenças Renais

JJ Dietas enterais industrializadas disponíveis, 4


JJ Fórmulas lácteas para pacientes pediátricos, 4
JJ Dietas enterais poliméricas, 10
JJ Dietas enterais hidrolisadas, 14
JJ Módulos de nutrientes, 17
4 Nutrição e o Rim

CC Dietas enterais industrializadas disponíveis


Apêndice A1.1  ■  Fortificante de leite humano FM85®.
FM85® Em 100 g de pó Com 5 g de FM85® + 100 ml de leite materno
Energia kcal 345 85,2
Lipídios g 0,38 3,82
Proteínas g 20 2,5
Carboidratos g 65,5 10,3
Lactose g – 7
Maltodextrina g 64 3,2
Sódio mg 400 60
Potássio mg 640 102,5
Cloreto mg 340 77
Cálcio mg 1.500 100
Fósforo mg 900 59
Magnésio mg 48 5,4
Ferro mg 26 1,38
Zinco mg 16 1,1
Cobre mg 0,8 0,08
Iodo mg 300 23
Selênio mg 30 3,5
Vitamina A mgER 3.000 240
UI 10.000 800
Vitamina D  mg 50 2,53
UI 2.000 101,3
Vitamina E  mgER 40 2,3
UI 60 3,4
Vitamina K ug 80 4,3
Vitamina C mg 200 16,7
Vitamina B1 mg 1,0 0,06
Vitamina B2 mg 2,0 0,13
Niacina (PP) mg 16 1
Vitamina B6 mg 1,0 0,056
Ácido fólico mg 800 43
Vitamina B12 mg 2 0,12
Biotina mg 60 3,5
Osmolaridade (mOsm/l) 176  –  –
Fonte: fabricante: Nestlé, Munchen, Germany.

CC Fórmulas lácteas para pacientes pediátricos


Apêndice A1.2  ■  Fórmulas lácteas para prematuros e recém-nascidos de baixo peso.
Dieta Similac® Neocare Pré NAN® Aptamil® Pré Enfamil® Prematuro
Fabricante Abbott Nestlé Support Mead Jonhson
Embalagem Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 400 g
1 medida: 4,4 g = 29,5 ml 1 medida: 4,8 g = 30 ml 1 medida: 5,0 g = 30 ml 1 medida: 4,3 g = 30 ml
Quilocalorias/100 ml 81,3 80 80 81
Distribuição calórica (P:C:L) 8:43:49 9:45:46 12:39:49 12:43:45
Proteínas (g/100 ml) 2,0 2,3 2,4 2,4
Carboidratos (g/100 ml) 7,3 8,6 7,7 8,9
Lipídios (g/100 ml) 3,7 4,2 4,3 4,1
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 5

Apêndice A1.2  ■  Fórmulas lácteas para prematuros e recém-nascidos de baixo peso. (continuação)
Dieta Similac® Neocare Pré NAN® Aptamil® Pré Enfamil® Prematuro
Fósforo (mg/100 ml) 81,3 54 53 44
Sódio (mg/100 ml) 34,95 29 40 27
Potássio (mg/100 ml) 104,87 86 90 85
Ferro (mg/100 ml) 1,8 1,2 0,9 1,8
Cálcio/Fósforo 1,8:1 1,5:1 2:1 2:1
Vitamina A (UI/100 ml) 1.016 280 361 260
Nutrientes condicionalmente Taurina e carnitina Taurina e carnitina Taurina, carnitina, inositol e Taurina
essenciais colina

Apêndice A1.3  ■  Fórmulas lácteas de partida para pediatria – 0 a 5 meses.


Dieta Aptamil® 1 Bebelac® 1 NAN® 1 Pró Nestogeno® 1 Nestogeno® Plus
Fabricante Support Support Nestlé Nestlé Nestlé
Embalagem Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 454 g Lata de 454 g Lata de 454 g
Lata de 900 g 1 medida: 4,9 g = 30 ml 1 medida: 4,4 g = 30 ml 1 medida: 4,4 g = 30 ml 1 medida: 4,6 g = 30 ml
1 medida: 4,3 g =
30 ml
Quilocalorias/100 ml 66 67 67 67 67
Distribuição calórica (P:C:L) 9:46:45 10:48:42 9:45:46 16:54:30 14:49:35
Proteínas (g/100 ml) 1,5 1,4 1,2 1,7 1,9
Carboidratos (g/100 ml) 7,5 7,5 7,5 7,4 7,9
Lipídios (g/100 ml) 3,3 3,5 3,6 3,4 3,1
Fonte de proteínas Soro do leite (60%) Soro concentrado do leite Soro concentrado do leite Soro do leite (23%) Caseína (77%)
Caseína (40%) (60%) (70%) Caseína (77%) Proteínas solúveis (23%)
Caseína (40%) Caseína (30%)
Fonte de carboidratos Lactose (100%) Lactose (100%) Lactose (100%) Lactose (34,6%) Lactose (36%)
    Maltodextrina (66%) Maltodextrina (30%)
  Sacarose (19%)
Amido (15%)
Fonte de lipídios Óleos vegetais (98%) Óleos vegetais (80%) Oleína de palma (44%) Gordura láctea (80%) Gordura láctea (0,5%)
Gordura animal (2%) Gordura láctea (20%) Óleo de palmiste (21,7%) Gordura de milho (20%) Óleo de milho (10%)
Óleo de canola (18,5%) Óleo de canola (21%)
Óleo de milho (10,9%) Óleo de palmiste (21%)
Gordura láctea (2,8%) Oleína de palma (48%)
Óleo de peixe (0,9%)
Lecitina de soja (0,7%)
Óleo vegetal (0,5%)
Fósforo (mg/100 ml) 28 33 21 55 58
Sódio (mg/100 ml) 18 25 15 25 28
Potássio (mg/100 ml) 61 65 59 81 90
Ferro (mg/100 ml) 0,7 0,79 0,8 1,19 1,19
Cálcio/Fósforo 2:1 1,6:1 2:1 1,2:1 1,3:1
Vitamina A (UI/100 ml) 205 280 70 µgRE 230 71 µgRE
Nutrientes Taurina, Taurina e carnitina Taurina, colina, inositol e Taurina Carnitina, Lactococcus lactis,
condicionalmente L-carnitina, colina, carnitina inositol, taurina
essenciais inositol
6 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.4  ■  Fórmulas lácteas de sequência para pediatria – 6 a 12 meses.


Dieta Similac® Advance 2 Aptamil® 2 Bebelac® 2 Nestogeno® 2 Nestogeno® Plus NAN® 2 Pró
Fabricante Abbott Support Support Nestlé Nestlé Nestlé
Embalagem Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 454 g Lata de 454 g Lata de 454 g
1 medida: 4,4 g = Lata de 900 g 1 medida: 5,0 g = 1 medida: 4,7 g = 1 medida: 4,6 g = 1 medida: 4,4 g = 30 ml
30 ml 1 medida: 5,0 g 30 ml 30 ml 30 ml
= 30 ml
Quilocalorias/100 ml 68 71 68 67 64 67
Distribuição calórica 9:42:49 16:48:36 12:50:38 18:50:40 14:51:34 9:45:46
(P:C:L)
Proteínas (g/100 ml) 2,2 2,4 2,0 2,8 2,3 1,2
Carboidratos (g/100 ml) 7,1 8,6 7,9 7,2 8,1 7,5
Lipídios (g/100 ml) 3,7 3,0 3,1 3,0 2,4 3,6
Fonte de proteínas Leite concentrado Caseína (80%) Caseína (50%) Caseína (77%) Leite de vaca Caseína (60%)
desnatado (64%) Soro do leite Soro do leite (50%) Soro do leite (23%) parcialmente Soro concentrado do leite
Soro concentrado (20%) desnatado (40%)
(36%)  
Fonte de carboidratos Lactose (100%) Maltodextrina Lactose (84%) Maltodextrina (44%) Lactose (36%) Lactose (100%)
(50%) Maltodextrina Lactose (56%) Maltodextrina (30%)
Lactose (50%) (16%) Sacarose (19%)
    Amido (15%)
Ácido láctico (3%)
Fonte de lipídios Óleo de açafrão Gordura láctea Óleos vegetais Gordura láctea Gordura láctea Oleína de palma (44%)
(42%) (71%) (62%) (0,5%) (70%) Óleo de palmiste (21,7%)
Óleo de soja (28%) Óleos vegetais Gordura láctea Óleo de milho (10%) Óleo de milho (15%) Óleo de canola (18,5%)
Óleo de coco (30%) (29%) (38%) Óleo de palmiste Óleo de soja (15%) Óleo de milho (10,9%)
(21%) Gordura láctea (2,8%)
Óleo de canola Óleo de peixe (0,9%)
(21%)
Lecitina de soja (0,7%)
Oleína de palma
(48%) Óleo vegetal (0,5%)
Fósforo (mg/100 ml) 27,88 63 48 82 65 21
Sódio (mg/100 ml) 16,32 42 34 39 34 15
Potássio (mg/100 ml) 70,72 120 90 130 105 59
Ferro (mg/100 ml) 1,8 1,2 1,2 1,7 1,19 0,8
Cálcio/Fósforo 1,9:1 1,5:1 1,6:1 1,2:1 1,3:1  
Vitamina A (UI/100ml) 203,32 280 230 270 192 70 µgRE
Nutrientes Taurina e nucleotídios Colina Colina 0 Carnitina e Taurina, colina, inositol e
condicionalmente Lactococcus lactis carnitina
essenciais

Apêndice A1.5  ■  Fórmula láctea isenta de lactose para pediatria.


Dieta NAN® sem lactose
Fabricante Nestlé
Embalagem Lata de 454 g
1 medida: 4,8 g = 30 ml
Quilocalorias/100 ml 67
Distribuição calórica (P:C:L) 142:50:36
Proteínas (g/100 ml) 2,4
Carboidratos (g/100 ml) 8,4
Lipídios (g/100 ml) 2,7
Fonte de proteínas Soro do leite (60%)
Caseína (40%)
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 7

Apêndice A1.5  ■  Fórmula láctea isenta de lactose para pediatria. (continuação)


Dieta NAN® sem lactose
Fonte de carboidratos Maltodextrina (100%)
Fonte de lipídios Oleína de palma (47%)
Óleo de milho (11%)
Óleo de coco (17%)
Óleo de canola (17%)
Lecitina de soja (6,0%)
Gordura láctea (2,0%)
Fósforo (mg/100 ml) 33
Sódio (mg/100 ml) 23
Potássio (mg/100 ml) 80
Ferro (mg/100 ml) 0,4
Cálcio/Fósforo 1,7:1
Vitamina A (UI/100 ml) 70 µgRE
Nutrientes condicionalmente essenciais Taurina, L-carnitina, colina e inositol

Apêndice A1.6  ■  Fórmulas à base de soja para pacientes pediátricos.


Dieta NAN® Soy Aptamil® Soja 1 Aptamil® Soja 2
Fabricante Nestlé Support Support
Embalagem Lata de 454 g Lata de 400 g Lata de 400 g
1 medida: 4,8 g = 30 ml 1 medida: 4,3 g = 30 ml 1 medida: 5,0 g = 30 ml
Quilocalorias/100 ml 67 66 72
Distribuição calórica (P:C:L) 142:50:36 9:46:45 16:48:36
Proteínas (g/100 ml) 21,8 1,8 2,2
Carboidratos (g/100 ml) 87,4 6,7 7,6
Lipídios (g/100 ml) 3,4 3,6 3,6
Fonte de proteínas Isolado de soja Isolado de soja + metionina Isolado de soja + metionina
L-metionina
Fonte de carboidratos Maltodextrina (100%) Maltodextrina (100%) Maltodextrina (100%)
Fonte de lipídios Oleína de palma (37%) Óleos vegetais (100%) Óleos vegetais (100%)
Gordura láctea (23%)
Óleo de coco (26%)
Óleo de girassol (6%)
Lecitina de soja (4%)
Fósforo (mg/100 ml) 42 27 63
Sódio (mg/100 ml) 24 18 34
Potássio (mg/100 ml) 47 65 100
Ferro (mg/100ml) 0,92 0,8 1,2
Cálcio/Fósforo 1,64:1 2:1 1,5:1
Vitamina A (UI/100 ml) 67 µgRE 205 280
Nutrientes condicionalmente essenciais Taurina, L-carnitina, colina e inositol Taurina, L-carnitina, colina e inositol L-metionina
8 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.7  ■  Suplementos via oral – acima de 4 anos.


Sustain® Nutridrink®
Dieta Nutridrink® Júnior Nutridrink® Protein Multifiber Calogen® Cubitan® Diasip®
Fabricante Support Support Support Support Support Support Support
Embalagem Embalagem Lata de 350 g Embalagem plástica Embalagem Embalagem Embalagem Embalagem plástica
plástica de 200 ml 1 medida: 40 g = de 200 ml plástica de 200 plástica de 200 plástica de 200 ml de 200 ml
200 ml de água ml ml
Quilocalorias/ml 1,5 1,5/porção 1,5 1,5 4,5 a 4,7 1,25 1,0
Distribuição calórica 16:49:35 66:13:21 26,7:41,3:32 16:49:35 0:0:100 30:45:25 19:47:34
(P:C:L)
Proteínas (g/100 ml) 6,0 2,2/porção 10,0 6,0 0 10,0 4,9
Carboidratos (g/100 ml) 17,9 36/porção 15,6 18,5 4,3 14,0 11,7
Lipídios (g/100 ml) 6,4 – 5,3 6,0 50 3,5 3,8
Fonte de proteínas Caseinato (100%) Leite em pó Concentrado proteico Caseinato de Isento Concentrado Proteína isolada de
desnatado do leite (100%) sódio (100%) proteico de leite soja (50%)
Leite em pó (85%) Proteína do soro do
integral Arginina (15%) leite (50%)
 
Fonte de carboidratos Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina (77%) Maltodextrina Sacarose Maltodextrina Carboidratos de
(67%) Sacarose Sacarose (23%) (67%) (apenas no sabor (53%) absorção lenta
Sacarose (33%) Sacarose (33%) morango) Sacarose (35%) (27%)
Lactose (12%) Lactose (31%)
Isomaltulose (50%)
Fonte de lipídios Óleo de canola – Óleo de canola (60%) Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola
(60%) Óleo de girassol (60%) (56%) (56%) (54%)
Óleo de girassol (40%) Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol
(40%) (40%) (44%) (44%) (43%)
    Óleo de peixe   Óleo de peixe (3%)
(44,1%)
Osmolaridade (mOsm/l) 455 – 470 455 0 mOsm/l (sem 500 365
sabor) e 150
mOsm/l (sabor
morango)
Fósforo (mg/100 ml) 78 2,0 /porção 195 86 Isento 182 72
Sódio (mg/100 ml) 9,0 42/porção 50 89,0 7,0 50 55
Potássio (mg/100 ml) 159 99/porção 200 159,0 Isento 150 100
Ferro (mg/100 ml) 2,5 4/porção 2,1 2,5 Isento 2,5 1,61
Cálcio/Fósforo 1,23:1 1,3/porção 1,43:1 1,23:1 Isento 1,23:1 1,1:1
Vitamina A (µgRE/ 123 150 /porção 188 123 Isento 123 82
100 ml)
Nutrientes Colina Colina Colina Colina e mix de – Colina e mix de Colina e mix de
condicionalmente carotenoides carotenoides carotenoides
essenciais

Frebini Original Frebini Energy Frebini Energy


Dieta Forticare® Sustacal® Energyzip® Renalmax ® Drink® Drink® Fibre Drink®
Fabricante Support Nestlé Prodiet Prodiet Fresenius Kabi Fresenius Kabi Fresenius Kabi
Embalagem Tetra Pak de Lata de 400 g = Tetra Pak de 200 ml Tetra Pak de Tetra Pak de Tetra Pak de Tetra Pak de 200 ml
125 ml 1.476 cal 200 ml 200 ml 200 ml
1 medida rasa
(12,26 g) + 33
ml leite integral
+ 15 ml água
= 60 ml (60
kcal)
Quilocalorias/ml 1,6 1,0 1,5 1,5 1,0 1,5 1,5
Distribuição calórica 22,5:47,7: 29,8 25.5:73:1,5 15:55:30 18:54:28 15:55:30 10:50:40 10:50:40
(P:C:L)
Proteínas (g/100 ml) 5,5 5,9 5,63 6,7 3,75 3,75 3,75
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 9

Apêndice A1.7  ■  Suplementos via oral – acima de 4 anos. (continuação)


Frebini Original Frebini Energy Frebini Energy
Dieta Forticare® Sustacal® Energyzip® Renalmax® Drink® Drink® Fibre Drink®
Carboidratos (g/100 ml) 12 17 20,7 20,2 18,8 18,8 18,8
Lipídios (g/100 ml) 3,5 1,3 4,95 4,7 6,65 6,65 6,65
Fonte de proteínas Caseinato (68%) Caseinato Caseinato de calcio Caseinato de Caseinato (88%) Caseinato (80%) Caseinato (77%)
Lactoalbumina Proteína da soja (49%) cálcio (50%) Proteina de soja Soro do leite (20%) Soro do leite (20%)
(24,5%) Isolado de soja (27%) Isolado proteico (12%) Proteína do cacau
Soro do leite (24%) de soja (50%) (2%)
Proteína da soja
(1%)
Fonte de carboidratos Xarope de glicose Xarope de milho Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina (66 Maltodextrina (81 Maltodextrina
(75,5%) Sacarose (100%) (100%) a 78%) a 84%) (83%)
Sacarose (24,5%) Sacarose (22 a Sacarose (16%) Sacarose (17%)
29%)
Fonte de lipídios Óleo de canola Óleo de soja Óleo de canola (59%) Óleo de canola Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol
(60%) Óleo de milho (34%) (58%) (25%) (49%) (49%)
Óleo de girassol Lecitina de soja (7%) TCM (19%) Óleo de canola Óleo de soja (25%) Óleo de soja (25%)
(40%) Óleo de milho (75%) TCM (20%) TCM (20%)
  (15%)   Óleo de linhaça Óleo de linhaça (6%)
Lecitina de soja (6%)
(8%)
Osmolaridade (mOsm/l) 730 – 749 mOsm/kg 490 mOsm/kg 330 330 330
Fósforo (mg/100 ml) 120  –  – 79  –  –  –
Sódio (mg/100 ml) 109,6  – 154,6 113,5 75 75 75
Potássio (mg/100 ml) 215,2 88,9 199,9 36 125 150 150
Ferro (mg/100 ml) 1,92 261,9  – 0,5  –  –  –
Cálcio/Fósforo 1,41:1 1,16:1  – 1:1,44  –  –  –
Vitamina A (µgRE/100 129,6 –  – 21,48  –  –  –
ml)
Nutrientes Colina, carnitina, –  – Carnitina, colina e Colina L-carnitina, taurina L-carnitina, taurina
condicionalmente taurina e taurina e inositol e inositol
essenciais carotenoides

Dieta Fresubin Protein Energy Drink® Nutren Active® Baunilha Nutren 2.0®
Fabricante Fresenius Kabi Nestlé Nestlé
Embalagem Tetra Pak de 200 ml Lata de 400 g Tetra Pak de 200 ml
1 medida (31,5 g) + 180 ml leite integral
Quilocalorias/ml 1,5 1,3 1,2
Distribuição calórica (P:C:L) 27:33:40 27:65:8 18:43:39
Proteínas (g/100 ml) 10,0 7,7 8,8
Carboidratos (g/100 ml) 12,4 15 22,0
Lipídios (g/100 ml) 6,7 4,3 8,8
Fonte de proteínas Proteina do leite (100%) Leite desnatado Caseinato (100%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (44 a 50%) Maltodextrina Maltodextrina
Sacarose (48 58%) FOS Sacarose
Fonte de lipídios Óleo de canola, óleo de girassol de alto teor oleico Gordura láctea Óleo de canola
TCM
Osmolaridade (mOsm/l) 380 597 mOsm/kg 790 mOsm/kg
Fósforo (mg/100 ml)  – 78 106
Sódio (mg/100 ml) 50 111 1,9
Potássio (mg/100 ml) 150 370 152
Ferro (mg/100 ml)  – 3,5 106
Cálcio/Fósforo  – 316/220 1:1,32
Vitamina A (µgRE/100 ml)  – 157 120
Nutrientes condicionalmente essenciais  – Colina e inositol Colina
10 Nutrição e o Rim

CC Dietas enterais poliméricas


Apêndice A1.8  ■  Dieta enteral polimérica para pediatria – 0 a 12 meses.
Dieta Infatrini®
Fabricante Support
Embalagem Garrafa de 200 ml
Quilocalorias/100 ml 100
Proteínas (g/100 ml) 2,6
Carboidratos (g/100 ml) 10,3
Lipídios (g/100 ml) 5,4
Fonte de proteínas Caseína (38,4%)
Soro do leite (61,5%)
Fonte de carboidratos Lactose (50%)
Maltodextrina (50%)
Fonte de lipídios Ácido linoleico (743 mg)
Ácido linolênico (132 mg)
Ácido araquidônico (17,4 mg)
Ácido docosa-hexaenoico (10,3 mg)
Fósforo (mg/100 ml) 40
Sódio (mg/100 ml) 25
Potássio (mg/100 ml) 93
Ferro (mg/100 ml) 1,0
Cálcio/Fósforo 2:1
Vitamina A (µgRE/100 ml) 81
Nutrientes condicionalmente essenciais Carnitina, taurina, colina, inositol

Apêndice A1.9  ■  Dietas enterais poliméricas – 1 a 13 anos. 


Nutrini® Nutrini® Nutrini® Energy Fortini®
Dieta Pediasure® Standard Multifiber Multifiber Nutrini® Max MF Fortini® Multifiber
Fabricante Abbott Support Support Support Support Support Support
Embalagem Lata de 400 g de pó Frasco de 200 ml Frasco de 200 ml Frasco de 200 ml Frasco de 200 ml Lata de 400 g Embalagem
Bolsa de 500 ml Bolsa de 500 ml Bolsa de 500 ml   plástica de
200 ml
Quilocalorias/ml 1,0 1,0 1,0 1,5 1,0 1,5 1,5
Distribuição calórica 12:44:44 11:49:40 11:49:40 11:49:40 13:49:38 9:50:41 9:50:41
(P:C:L)
Proteínas (g/100 ml) 3,0 2,5 2,7 4,1 3,2 3,4 3,5
Carboidratos (g/100 ml) 11,0 12,0 12,0 18,0 12,0 19,0 19,0
Lipídios (g/100 ml) 5,0 4,4 4,5 6,7 4,2 6,9 7,0
Fonte de proteínas Caseinato (82%) Soro de leite Soro de leite (40%) Soro de leite (40%) Soro de leite (40%) Caseína de Caseína de cálcio
Soro do leite (18%) (40%) Caseína (60%) Caseína (60%) Caseína (60%) cálcio (100%) e sódio (100%)
Caseína (60%)          
 
Fonte de carboidratos Xarope de milho Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina
hidrolisado (70%) (100%) (100%) (100%) (100%) (75%) (84%)
Sacarose (30%) Sacarose (16%) Sacarose (16%)
Outros (9%)  
Fonte de lipídios Óleo de açafrão Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleos vegetais Óleo de canola
(50%) (86,9%) (86,9%) (86,9%) (86,9%) (100%) (56%)
Óleo de soja (30%) Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de girassol
TCM (20%) (10%) (10%) (10%) (10%) (44%)
Óleo de peixe Óleo de peixe (3,1%) Óleo de peixe Óleo de peixe  
(3,1%) (3,1%) (3,1%)
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 11

Apêndice A1.9  ■  Dietas enterais poliméricas – 1 a 13 anos.  (continuação)


Nutrini® Nutrini® Nutrini® Energy Fortini®
Dieta Pediasure® Standard Multifiber Multifiber Nutrini® Max MF Fortini® Multifiber
Osmolaridade (mOsm/l) 299 200 205 315 230 505 mOsm/kg 390
Fósforo (mg/100 ml) 16,5 mEq/l 50 50 75 60 74 150
Sódio (mg/100 ml) 50 60 60 90 80 67 134
Potássio (mg/100 ml) 13 110 110 165 130 150 280
Ferro (mg/100 ml) – 1,0 1,0 2,0 1,0 1,5 3,0
Cálcio/Fósforo – 60/50 60/50 90/75 70/60 84/74 158/150
Vitamina A (µgRE/100 – 41 41 61 61 69 122
ml)
Nutrientes Taurina e carnitina Colina, carnitina e Colina, carnitina e Colina, carnitina e Colina, carnitina e Colina, carnitina Colina, carnitina e
condicionalmente taurina taurina taurina taurina e taurina taurina
essenciais
Nutricomp® Nutren Junior® Nutren Junior® Total Nutrition®
Dieta Nutri® infant ADN Pediátrico Pó Líquido Pediátrico Tentrini® Multifiber
Fabricante Nutrimed B Braun Nestlé Nestlé Nuteral Support
Embalagem Envelope de 92 g Envelope de 65 g Lata de 400 g Lata de 250 ml Envelope = 90 g Frasco de 200 ml
= 400 ml = 300 ml 1 medida: 55 g =   1 medida (90 g) = Bolsa de 500 ml
Pote 400 g 250 ml 370 ml
Quilocalorias/ml 1,0 0,98 1,0 1,0 1,2 1,0
Distribuição calórica 12:63:25 11:48:41  – –  13:43:44 13:49:38
(P:C:L)
Proteínas (g/100 ml) 33 2,9 3,0 3,0 4,0 3,2
Carboidratos 17 12,8 13 11 14 12
(g/100 ml)
Lipídios (g/100 ml) 3,0 4,9 3,9 5,0 6,0 4,2
Fonte de proteínas Caseinato (100%) Caseinato Caseínato de potássio Leite de vaca (63%) Caseínato (60%) Caseinato (100%)
(100%) (50%) Soro do leite (37%) Hidrolisado proteico  
Soro do leite (50%) (40%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina (66%) Maltodextrina (57%) Maltodextrina (70%) Maltodextrina (100%)
(55%) (100%) Sacarose (34%) Sacarose (33%) Sacarose (30%)
Sacarose (31%) Outras (9%)  
Frutose (14%)
Fonte de lipídios Óleo de canola Óleo de coco Óleo de canola (25%) Óleo de soja (46.7%) Óleo de girassol (40%) Óleo de girassol (44%)
(40%) (37%) Óleo de girassol (41%) Óleo de canola (25%) Óleo de canola (40%) Óleo de canola (56%)
Óleo de girassol Óleo de girassol TCM (20%) TCM (21%) TCM (19,2%)
(30%) (20%) Lecitina de milho (7%) Gordura láctea (2,3%) Gordura láctea (2.3%)
TCM (30%) Gordura láctea Lacitina de soja (5%) Lecitina de soja Lecitina de soja (0,8%)
(17%) (2,3%)
Gordura láctea (2%)
TCM (25%)
Osmolaridade 382 mOsm/kg 280 306 350 376 (mOsm/KgH2O) 235
(mOsm/l)
Fósforo (mg/100 ml) 1123 mg/l 75,1 61 80 100 60
Sódio (mg/100 ml) 1310 mg/l 42,9 48 46 100 80
Potássio (mg/100 ml) – 13 107 131 170 130
Ferro (mg/100 ml) – – 1,0 1,4 1,0 1,3
Cálcio/Fósforo – 1,28:1 1,5:1 1,25:1 1,0:1 1,16:1
Vitamina A (mgRE/ – – 45 71 49 61
100 ml)
Nutrientes Carnitina e – Colina e L-carnitina Colina e L-carnitina L-carnitina, taurina e Colina e carnitina
condicionalmente taurina glutamina peptídio
essenciais
12 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.10  ■  Dietas enterais poliméricas – acima de 13 anos.


Trophic® Basic ISO Source®
 Dieta Trophic® Basic Pó Trophic® Bio Trophic® Fiber Nutren® 1.0 Standard Ensure®
Fabricante Prodiet Prodiet Prodiet Prodiet Nestlé Nestlé Abbott
Embalagem Tetra Pak de Lata de 400 g Lata de 400 g Tetra Pak de Lata 250 ml Lata de 250 ml Lata de 237 ml
1.000 ml (pó) 1.000 ml Bolsa 1.000 ml Frasco de
Lata (pó) 400 g 1.000 ml
Quilocalorias/ml 1,2 1,0 a 1,5 1,0 1,2 1,0 1,2 1,06
Distribuição calórica (P:C:L) 15:55:30 15:55:30 15:55:30 15:55:30 16:51:33 14:56:30 14:54:32
Proteínas (g/100 ml) 4,56 3,8 3,75 3,8 4 4,3 4
Carboidratos (g/100 ml) 5,5 13,7 13,8 13,7 13 17 16
Lipídios (g/100 ml) 3,0 3,35 3,38 3,35 3,8 4,1 2,9
Fonte de proteínas Caseinato (49%) Caseinato de Caseinato de Caseinato de cálcio Líquido: caseinato Caseinato Caseinato (63%)
Isolado de soja cálcio (37%) cálcio (33%) (48%) (100%) (87,7%) Isolado proteico de
(27%) Isolado de soja Isolado de soja Isolado de soja Pó: soro do leite Isolado proteico soja (19,6%)
Soro do leite (24%) (26%) (33%) (28%) (50%) e caseinato de soja (12,3%) Soro do leite
Soro do leite Soro do leite Soro do leite (24%) (50%) (17,4%)
(37%) (34%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Amido de milho Amido de milho
(100%) (100%) (100%) (100%) (100%) hidrolisado hidrolisado (41%)
        Sacarose (lata (100%) Maltodextrina
líquido: 25%; pó: (34,8%)
18%) Sacarose (24,2%)
Fonte de lipídios Óleo de canola (58%) Óleo de soja Óleo de soja Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de milho
Óleo de milho (35%) (100%) (100%) (59%) (53%) (50%) (21,4%)
Lecitina de soja (7%) Óleo de milho Óleo de milho (17%) TCM (50%) Óleo de açafrão
(34%) TCM (25%) (39,3%)
Lecitina de soja Lecitina de soja (5%) Óleo de canola
(7%) (39,3%)
Osmolaridade 432 mOsm/kg 366 mOsm/kg 498 mOsm/kg 473 mOsm/kg Lata: 315 360 mOsm/kg 379
Bolsa: 270
Pó: 300
Fósforo (mg/100 ml)  – –   – –  67 67 117
Sódio (mg/l00 ml) 125,2 104,0 113,7 135,0 88 120 105
Potássio (mg/l00 ml) 161,8 135,0 147,0 174,0 125 170 160
Ferro (mg/100 ml)  – –  –  –  1,2 1,2 1,6
Vitamina A (µgRE/100 ml)  –  –  – –  Lata: 120 330 UI 160
Bolsa: 90
Pó: 90
Nutrientes condicionalmente  – –  –   – Colina, carnitina e Colina Taurina e carnitina
essenciais taurina

Nutrison® Nutrison®
Nutrison® Nutrison® Advanced Nutrison® Nutrison® Soya
Dieta Standard 1.0 Multifiber 1.0 Cubison Protein Plus MF Soya Multifiber Nutricomp® ADN
Fabricante Support Support Support Support Support Support B Braun
Embalagem Vidro de 500 ml Vidro de 500 ml Vidro de 500 ml Vidro de 500 ml Lata de 800 g Lata de 800 g Envelope de 87 g
Bolsa de 1.000 ml Bolsa de Bolsa de 1.000 ml Bolsa de 1.000 ml = 300 ml
1.000 ml Pote de 400 e
1.000 g
Quilocalorias/ml 1,0 1,0 1,0 1,25 1,01 1,04 1,02
Distribuição calórica (P:C:L) 16:49:35 16:49:35 20,4:49,6:30 20:45:35 14:56:30 14:55:31 14:35:51
Proteínas (g/100 ml) 4 4 5,5 6,3 3,5 3,6 3,5
Carboidratos (g/100 ml) 12 12,3 12 14 14 14 13
Lipídios (g/100 ml) 3,9 3,9 3,3 4,9 3,4 3,6 3,9
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 13

Apêndice A1.10  ■  Dietas enterais poliméricas – acima de 13 anos. (continuação)


Nutrison® Nutrison®
Nutrison® Nutrison® Advanced Nutrison® Nutrison® Soya
Dieta Standard 1.0 Multifiber 1.0 Cubison Protein Plus MF Soya Multifiber Nutricomp® ADN
Fonte de proteínas Caseinato (100%) Caseinato de Caseinato de Caseinato de sódio Proteína isolada de Proteína isolada Caseinato (100%)
sódio (100%) cálcio e sódio e cálcio (100%) soja (73%) de soja (75%)
(100%) Caseinato de cálcio Caseinato de
Arginina (8,5 g/l) (27%) cálcio (25%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina
(100%) (100%) (100%) (100%) (100%) (100%) (100%)
Fonte de lipídios Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol e Óleo de girassol Óleo de canola Óleo de canola Óleo de soja (80%)
(40%) (40%) canola (76%) (40%) (60%) (59%) TCM (21%)
Óleo de canola (60%) Óleo de canola TCM (24%) Óleo de canola Óleo de milho (25%) Óleo de milho Óleo de coco
(60%)   (60%) TCM (15%) (26%) (20%)
TCM (15%)
Osmolaridade 265 mOsm/l 210 mOsm/l 315 mOsm/l 280 mOsm/l 237 mOsm/l 237 mOsm/l 278 mOsm/kg
Fósforo (mg/100 ml) 72 72 72 90 56 56 60,5
Sódio (mg/100 ml) 100 100 100 111 40 40 66
Potássio (mg/100 ml) 150 150 150 168 144 144 125,4
Ferro (mg/100 ml) 1,6 1,6 1,6 2 1,1 1,1  –
Vitamina A (mgRE/100 ml) 82 82 82 102 64 64  –
Nutrientes condicionalmente Colina Colina Colina Colina Carnitina, colina e Carnitina, colina Taurina,
essenciais taurina e taurina L-carnitina
Total® Nutrition Total® Nutrition
Hipossódico Total® Nutrition Soy Hipossódico Total® Nutrition Fresubin®
Dieta Total® Nutrition sem sacarose Soy sem sacarose Fiber Reabilit® Original
Fabricante Nuteral Nuteral Nuteral Nuteral Nuteral Nuteral Fresenius Kabi
Embalagem Envelope de 90 g Envelope de 90 g Envelope de 90 g Envelope de 90 g Envelope de 90 g Lata de 445 g Easy Bag de
1.000 ml
Frasco de 500 ml
Quilocalorias/ml 1,1 1,1 1,1 1,0 1,2 1,2 1,0
Distribuição calórica (P:C:L) 21:51:28 20:40:40 14:58:28 14:58:28 18:43:39 15:55:30 15:55:30
Proteínas (g/100 ml) 7 13 4 4 5 4 3,5
Carboidratos (g/100 ml) 14 3 16 16 13 14 13,8
Lipídios (g/100 ml) 3 7 3 3 5 3 3,0
Fonte de proteínas Caseinato (100%) Caseinato (100%) Proteína isolada Proteína isolada da Caseinato de cálcio Caseinato de Caseinato (88%)
da soja (40%) soja (70%) (100%) cálcio (50%) Proteína de soja
Caseinato de sódio Caseinato de cálcio Caseinato de (12%)
(30%) (30%) sódio (50%)
Caseinato de
cálcio (30%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (80%) Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina
Sacarose (20%) (100%) (80%) (100%) (100%) (100%) (100%)
  Sacarose (20%)        
Fonte de lipídios Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de girassol Óleo de canola
(34,2%) (49%) (34,6%) (29%) (37%) (34,5%) (73%)
Óleo de canola (34%) Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de canola Óleo de girassol
TCM (30%) (49,2%) (35%) (29%) (37%) (34,5%) (24%)
Lecitina de soja Lecitina de soja TCM (28,8%) TCM (40,2%) TCM (25%) TCM (29,4%) Óleo de peixe (3%)
(1,8%) (1,8%) Lecitina de soja Lecitina de soja PUFA ômega-3 (1%) PUFA ômega-3
(1,6%) (1,8%) (1,7%)
Osmolaridade 323 mOsm/kg 286 mOsm/kg 370 mOsm/kg 276 mOsm/kg 330 mOsm/kg 330 mOsm/kg 250 mOsm/l
Fósforo (mg/100 ml) 55 30 50 52 150 150  
Sódio (mg/100 ml) 100 5 80 47 60 60 75
Potássio (mg/100 ml) 138   120 128 1 1 125
Ferro (mg/100 ml) 1 35 1 1 15 15  
Vitamina A (µgRE/100 ml) 200 25 25 240 200 200  
Nutrientes condicionalmente L-arginina Taurina, Taurina, Taurina, Taurina, L-carnitina Taurina, Colina
essenciais L-carnitina L-carnitina L-carnitina L-carnitina
14 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.10  ■  Dietas enterais poliméricas – acima de 13 anos. (continuação)


Dieta Fresubin® Original Fibre Nutri Fiber® Nutri Enteral®
Fabricante Fresenius Kabi Nutrimed Nutrimed
Embalagem Easy Bag de 1.000 ml Tetra Pak de 200 ml e 1.000 ml Tetra Pak de 200 ml e 1.000 ml
Frasco de 500 ml
Quilocalorias/ml 1,0 1,2 1,2
Distribuição calórica (P:C:L) 15:55:30 16,6:58,4:25 17:58:25
Proteínas (g/100 ml) 3,8 5,0 5,1
Carboidratos (g/100 ml) 13,8 17,5 17,4
Lipídios (g/100 ml) 3,4 3,3 3,3
Fonte de proteínas Caseinato (81%) Caseinato de cálcio (50%) Caseinato de cálcio (45%)
Proteína de soja (19%) Caseinato de sódio (50%) Caseinato de sódio (45%)
Proteína de soja (10%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (100%) Maltodextrina (90,3%) Maltodextrina (80%)
  Fibras (9,7%) Frutose (20%)
Fonte de lipídios Óleo de canola (73%) Óleo de canola (62%) Óleo de canola (62%)
Óleo de girassol (24%) Óleo de girassol (22%) Óleo de girassol (22%)
Óleo de peixe (3%) TCM (16%) TCM (16%)
Osmolaridade 250 mOsm/l 348 mOsm/kg 340 mOsm/kg
Fósforo (mg/100 ml)  – –   –
Sódio (mg/100 ml) 133,3 90 90
Potássio (mg/100 ml) 155,5 170 170
Ferro (mg/100 ml)  –  –  –
Vitamina A (µgRE/100 ml)  – –  –
Nutrientes condicionalmente essenciais Colina Colina Colina

CC Dietas enterais hidrolisadas


Apêndice A1.11  ■  Fórmulas nutricionais elementares para pediatria. 
Dieta Neocate® Vivonex® pediatric Aminomed®
Fabricante Support Nestlé CMW Saúde
Embalagem Lata de 400 g Envelopes de 48,5 g Lata de 400 g
1 medida: 5,0 g = 30 ml 1 medida: 48,5 g = 250 ml 1 medida:15,0 g = 90 ml
475 kcal = 100 g
Quilocalorias/100 ml 71 80 73
Distribuição calórica (P:C:L) 11:45:44 12:63:25 11:44:45
Proteínas (g/100 ml) 2,0 2,4 2,03
Carboidratos (g/100 ml) 8,1 12,6 7,9
Lipídios (g/100 ml) 3,5 2,3 3,7
Fonte de proteínas Aminoácidos livres (100%) Aminoácidos livres (100%) Aminoácidos livres (100%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (100%) Maltodextrina (100%) Maltodextrina (100%)
Fonte de lipídios Óleo vegetais (100%) TCM (68%) Óleos vegetais
Óleo de soja (32%) LCPufas
Osmolaridade (mOsm/l) 325 360 mOsm/kg 290-300
Sódio (mg/100 ml) 18 40 18
Potássio (mg/100 ml) 63 120 77
Ferro (mg/100 ml) 1,05 1.0 0,87
Cálcio/Fósforo 1,4:1 1,2:1 1,85:1
Vitamina A (µgRE) 79 µg RE 250 UI 0,12 mg/100 ml
Nutrientes condicionalmente essenciais Taurina, L-carnitina, colina e inositol Taurina, L-carnitina, colina e inositol Taurina, L-carnitina e inositol
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 15

Apêndice A1.12  ■  Dietas enterais hidrolisadas – 0 a 12 meses.


Dieta Alfaré® Pregomin® Alergomed®
Fabricante Nestlé Support CMW Saúde
Embalagem Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 400 g
1 medida: 5,0 g = 30 ml 1 medida: 5,0 g = 30 ml 1 medida: 5,0 g = 34 ml
488 kcal = 100 g 499 kcal = 100 g 495 kcal = 100 g
Quilocalorias/100 ml 70 75 74
Distribuição calórica (P:C:L) 15:43:45 11:45:44 11:44:45
Proteínas (g/100 ml) 2,1 2,0 2,0
Carboidratos (g/100 ml) 7,7 8,6 8,1
Lipídios (g/100 ml) 3,6 3,6 3,7
Fonte de proteínas Soro do leite hidrolisado Hidrolisado de soja (40%) Proteina da soja (40%)
Peptídeos (80%) Hidrolisado de colágeno (40%) Colageno (40%)
Aminoácidos livres (20%)   Aminoácidos livres (20%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (88%) Maltodextrina (84%) Maltodextrina (83%)
Amido (12%) Amido pré-gelatinizado (16%) Amido pré-gelatinizado (17%)
Fonte de lipídios TCM (40%) Gordura vegetal (100%) Óleo de palma
Oleína de palma (20%) Óleo de canola
Óleo de girassol (21,2%) Óleo de girassol
Óleo de semente de cassis (2,9%)
Óleo de peixe (0,55%)
Gordura lactea (0,25%)
Fósforo (mg/100 ml) 34 37 40
Sódio (mg/100 ml) 35 33 20
Potássio (mg/100 ml) 88 78 78
Ferro (mg/100 ml) 0,88 1,0 0,87
Cálcio/Fósforo 1,47:1 1,7:1 73
Vitamina A (µgRE/100 ml) 87 – 120
Nutrientes condicionalmente essenciais Taurina, carnitina, inositol e colina Taurina, L- carnitina, inositol e colina Taurina, L- carnitina, inositol e colina

Apêndice A1.13  ■  Dietas enterais hidrolisadas – 1 a 13 anos.


 Dieta Peptamen® Junior Pó Peptamen® Junior Líquido
Fabricante Nestlé  Nestlé
Embalagem Lata de 400 g Lata de 250 ml
1 medida: 55 g = 250 ml  
Quilocalorias/100 ml 100 100
Proteínas (g/100 ml) 3,0 3,0
Carboidratos (g/100 ml) 14 14
Lipídios (g/100 ml) 3,9 3,8
Fonte de proteínas Soro do leite (100%) Soro do leite hidrolisado (100%)
Fonte de carboidratos Polissacarídios (77%) Maltodextrina (78%)
Sacarose (22,3%)  
Amido de milho de milho (11,8%)
Outras (2,3%)
Fonte de lipídios TCM (60%) TCM (60%)
Óleo de soja (24%) Óleo de soja (24%)
Óleo de girassol (7%) Óleo de canola (13.3%)
Lecitina de soja (6%) Gordura láctea (5%)
Gordura láctea (3%) Lecitina de soja (4,8%)
Fósforo (mg/100 ml) 61 80
Sódio (mg/100 ml) 66 46
16 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.13  ■  Dietas enterais hidrolisadas – 1 a 13 anos. (continuação)


 Dieta Peptamen® Junior Pó Peptamen® Junior Líquido
Potássio (mg/100 ml) 135 132
Ferro (mg/100 ml) 1,0 1,4
Cálcio/Fósforo 1,5:1 1,25:1
Vitamina A (µgRE/100 ml) 45 72
Nutrientes condicionalmente essenciais Colina e L-carnitina Colina e L-carnitina

Apêndice A1.14  ■  Dietas enterais hidrolisadas – acima de 13 anos. 


Nutrison
Advanced Nutrison
Dieta Peptamen® Peptamen® Prebio Peptamen® 1.5 Peptamen® UTI Peptisorb® Advanced Oligo®
Fabricante Nestlé Nestlé Nestlé Nestlé Support Support
Embalagem Lata de 400 g pó Lata de 250 ml Lata de 250 ml Lata de 250 ml Garrafa de Envelope de 90 g
1 medida: 54 g = Bolsa de 1.000 ml Bolsa de 1.000 ml Bolsa de 1.000 ml 500 ml
250 ml Bolsa de
1.000 ml
Quilocalorias/ml 1,0 1,0 1,5 1,5 1,0 1,2
Proteínas (g/100 ml) 4,0 4,0 6,8 9,4 4,0 4,0
Carboidratos (g/100 ml) 12 12 19 13 18 22
Lipídios (g/100 ml) 3,9 3,9 3,9 6,8 1,7 1,9
Fonte de proteínas Soro do leite Soro do leite Soro do leite Caseína hidrolisada Hidrolisado de Lactoalbumina
hidrolisado (100%) hidrolisado (100%) hidrolisado (100%) (87%) lactoalbumina hidrolisada (21%)
L-arginina (13%) (80%) Aminoácidos
Aminoácidos livres (79%)
livres (20%) Glutamina
(4,63%)
Fonte de carboidratos Polissacarídios Maltodextrina (81,5%) Maltodextrina (91%) Maltodextrina (80,3%) Maltodextrina Maltodextrina
(75%) Amido de milho (4,3%) Amido de milho Amido de milho (100%) (100%)
Sacarose (25%) (5,9%) (12,3%)
Outras (3,1%) Outras (7,4%)
Fonte de lipídios TCM (70%) TCM (68,7%) TCM (71,7%) TCM (50,1%) Óleo de soja Óleo de milho
Óleo de soja (20%) Óleo de soja (19,8%) Óleo de soja (15,2%) Óleo de soja (18%) (50%) (50%)
Lecitina de soja (5%) Gordura láctea (6,5%) Gordura láctea (7,9%) Gordura láctea (1,4%) TCM (50%) TCM (50%)
Gordura láctea (5%) Lecitina de soja (,5%) Lecitina de soja (5,1%) Óleo marinho (25%)
Lecitina de soja (5,5%)
Osmolaridade (mOsm/l) 375 270 550 490 455 400
Fósforo (mg/100 ml) 70 70 100 100 72 78,4
Sódio (mg/100 ml) 78 56 103 116 100 26
Potássio (mg/100 ml) 125 151 187 188 150 234
Ferro (mg/100 ml) 1,2 1,8 2,7 1,8 1,6 1,2
Vitamina A (µgRE/100 ml) 120 94 140 181 82 73,3
Nutrientes condicionalmente L-carnitina, colina, L-carnitina, colina, L-carnitina, colina, L-carnitina, colina, Taurina, colina Taurina, carnitina,
essenciais taurina taurina taurina taurina colina
Dieta Survimed OPD® Alitraq®
Fabricante Fresenius Kabi Abbott
Embalagem Easy Bag 500 ml Envelope de 76 g
Vidro de 500 ml 1 medida = 250 ml
Quilocalorias/ml 1,0 1,0
Proteínas (g/100 ml) 4,5 5,2
Carboidratos (g/100 ml) 15 16,4
Apêndice 1  |  Fórmulas de Nutrição Enteral para Crianças com Doenças Renais 17

Apêndice A1.14  ■  Dietas enterais hidrolisadas – acima de 13 anos. (continuação)


Dieta Survimed OPD® Alitraq®
Lipídios (g/100 ml) 2,4 1,5
Fonte de proteínas Hidrolisado de lactoalbumina (100%) Hidrolisado de soja (42%)
Lactoalbumina (47%)
Aminoácidos livres (47%)
Soro do leite (11%)
Fonte de carboidratos Maltodextrina (85%) Amido de milho hidrolisado (85%)
Amido (15%) Sacarose (10%)
Frutose (5%)
Fonte de lipídios TCM (54%) Óleo de açafrão (47%)
Óleo de soja (38%) TCM (53%)
Óleo de peixe (5%)
Óleo de linhaça (3%)
Osmolaridade (mOsm/l) 350 280
Fósforo (mg/100 ml)  – 73
Sódio (mg/100 ml) 133 100
Potássio (mg/100 ml) 155 120
Ferro (mg/100 ml)  – 1,5
Vitamina A (µgRE/100 ml)  – 120
Nutrientes condicionalmente essenciais Colina Taurina, carnitina

CC Módulos de nutrientes
Apêndice A1.15  ■  Módulos de carboidratos.
MC –
Resource® Nutri Módulo de
Módulo Polycose® Oligossac® Nidex® Dextrosol® Dextrol Maxijoule® Dextrin® Carboch® carboidratos
Fabricante Abbott Support Nestlé Refinações de Nestlé Nuteral Nutrimed Prodiet B Braun
Milho Brasil
Embalagem Lata de 350 g Lata de 450 g Lata de 454 g Lata de 400 g Lata de Lata de 400 g Pote de 400 g Lata de 400 g Pote de 450 g
400 g
Quilocalorias/g 3,8 4 3,8 3,6 4 4 4 4 3,8
Carboidratos 94 97 95 90 95 100 100 100 94,4
(g%)
Fonte de Polímeros de Polímeros de Maltodextrina D-glicose  – Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina Maltodextrina
carboidratos glicose glicose (80%) (100%) (100%) (100%) (100%) (100%)
Sacarose
(20%)
Osmolaridade 900 71  –  –  – 90 90 101 132
(mOsm/kg)
Sódio < 4,8 mEq% 60 mg/100 g QNS*  – – 46 mg/100 g 0  –  –
Potássio < 0,3 mEq% 20 mg/100 g  –  –  – 5 mg/100 g  – –  –
*Quantidade não significativa.
18 Nutrição e o Rim

Apêndice A1.16  ■  Módulos de lipídios.


Trigliceril® Trigliceril® Resource® Resource® TCM Age Nutri Nutri TCM
Módulo CM CM COM Age TCM TCM Age TCM Nuteral® Nuteral® Maxifat® TCM® Age®
Fabricante Support Support Nestlé Nestlé Nuteral Nuteral Nuteral Nutrimed Nutrimed
Embalagem Frasco de Frasco de Frasco de Frasco de Frasco de Frasco de Lata de 300 g Frasco de Frasco de
250 ml 250 ml 250 ml 250 ml 250 ml 250 ml 250 ml 250 ml
Quilocalorias/100 ml 830 850 830 900 900 900 669 (kcal/100 830 850
g)
Lipídios (g%) 100 100 100 100 100 100 56 100 100
Fonte de lipídios TCM (99,8%) TCM (70%) TCM (99,5%) TCM (67,5%) TCM (92,2%) TCM (70%) Concentrado TCM TCM (70%)
Óleo de milho Ácidos graxos Ácido caprílico Óleo de dietético Óleo de
(30%) essenciais (55,35%) milho (30%) de gordura milho (30%)
Lecitina de (32,5%) Ácido cáprico em pó
soja (1%) (36,88%)

Apêndice A1.17  ■  Módulo de aminoácidos e de proteínas.


CC –
Caseinato Aminoácidos Aminoácidos Resource® Resource® Nutri Protein
Dieta Caseical® de cálcio Glutamin® essenciais ramificados Protein Glutamina Maxipro® Protein® PT®
Fabricante Support B Braun Support Support Support Nestlé Nestlé Nuteral Nutrimed Prodiet
Embalagem Lata de Pote de Lata de Lata de 300 g Lata de 300 g Lata de Lata de 500 g e Lata de Pote de Lata de
250 g 250 g 350 g 240 g caixa de 100 g 230 g 250 g 150 g
com envelopes
de 5 g cada
Proteínas (g%) 90 91.9 100 100 100 90,3 98 90 95,6 90
Carboidratos 0 0 0 0 0 0.2 0 0,2 0,3 0
(g%)
Lipídios (g%) 0 1 0 0 0 1 0 1 4,1 0
Fonte de proteínas Caseinato Caseinato de L-glutamina 0 0 Caseinato L-glutamina Caseinato Caseinato Caseinato
de cálcio cálcio de cálcio de cálcio de cálcio de cálcio
Osmolaridade 23 82 338 326 390 120 340 120 120 29
(mOsm/kg)
Sódio (mg%) 45 30 0 0 0 0 0 10 10 mg/l 45
Potássio (mg%) 70 – 0 0 0 0 0 10 1390 70
mg/l

Apêndice A1.18  ■  Módulos de fibras.


Módulo Neofiber 7® MF 6® Enterfiber® Fibermais®
Fabricante Nuteral Support Prodiet Nestlé
Embalagem Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 400 g Lata de 460 g
Fontes de fibras FOS, inulina, polissacarídio de soja, goma- FOS, inulina, goma-arábica, polissacarídio Polidextrose e Goma-guar
guar, goma-arábica, fibra isolada da aveia e da soja, amido resistente e celulose polissacarídio da soja Inulina
amido resistente
Fibras solúveis (g%) 60 60 65 40
Fibras insolúveis (g%) 40 40 35 60
Apêndice 2
Procedimentos Operacionais
Padronizados
20 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.1  ■  Avaliação nutricional | História do paciente.


Nome: ______________________________________________________________________
Data: ____/____/____
Tratamento anterior: ( ) Pré-diálise ( ) HD ( ) DP (tipo):______ ( ) Tx
Se transferido, qual a Unidade anterior e tempo de tratamento? ________________________
Orientação prévia de dieta especial? Sim ou Não? Descrição: ________________________________
Presença de comorbidades? Sim ou Não? Quais? _________________________________________
Uso de medicamentos (relacionados à nutrição):
Tipo Frequência
   
   
   
   
Apetite atual: ( ) Excelente ( ) Bom ( ) Regular ( ) Ruim
Mudanças recentes no apetite? Sim ou Não? c T Tempo: ____________ Causa: ________________
Peso usual: ______ Em casoc T de peso nos últimos 6 meses, qual foi a causa? __________
Problemas gástricos/mastigação/deglutição? Sim ou Não? Descrição ____________________________________________________________________
DP: Sensação de plenitude gástrica? Sim ou Não? Saciedade precoce? Sim ou Não?
Função intestinal: _ _________________________________________________________________________________________________
Alergia/Intolerância alimentar: _ _________________________________________________________________________________________
Com quem mora? _ _________________________________________________________________________________________________
Quem prepara as refeições em casa? _ ______________________________________________________________________________________
Realiza refeições fora de casa? Sim ou Não? Descrição: _____________________________________________________________________________
Alimentação usual (dias com HD, DP ou tratamento conservador)_ _____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________________________
Desjejum: _ ______________________________________________________________________________________________________
Colação: _ _______________________________________________________________________________________________________
Almoço: _ _______________________________________________________________________________________________________
Merenda: _ ______________________________________________________________________________________________________
Jantar: _________________________________________________________________________________________________________
Ceia: _ _________________________________________________________________________________________________________
E no final de semana? ________________________________________________________________________________________________
Preferências alimentares: ______________________________________________________________________________________________
Usa sal? Sim ou Não? Qual? _______ Quanto? Muito ( ) Pouco ( ) Normal ( )
Quando? Durante a cocção? Sim ou Não? Adicional à mesa? Sim ou Não
Usa outros temperos e ervas? Sim ou Não? Qual(is)? ____________________________
Toma bebida alcoólica? Sim ou Não? Qual(is)?__________________ Frequência: _______________
Informações nutricionais adicionais: _______________________________________________________________________________________

Apêndice A2.2  ■  Avaliação nutricional | História de qualidade de vida | Questionário SF-36.


Nome: ______________________________________________________________________
Data: ____/____/____
Instruções: Este conjunto de questões explora o seu ponto de vista sobre sua saúde. Estas informações o ajudarão a manter o foco de como você se sente e de que forma é capaz de
realizar suas atividades de rotina. Responda a cada pergunta como indicado. Caso você não tenha certeza em como responder a uma pergunta, dê a melhor resposta que puder.
Em geral, você diria que sua saúde está: (Marque apenas uma opção)
Excelente 
Muito boa 
Boa 
Regular 
Ruim 
1. Comparado a um ano atrás, como você avalia sua saúde geral neste momento? (Marque apenas uma opção)
Muito melhor do que há um ano atrás 
Um pouco melhor agora do que há um ano atrás 
Quase a mesma coisa que há um ano atrás 
Um pouco pior do que há um ano atrás 
Muito pior do que há um ano atrás 
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 21

Apêndice A2.2  ■  Avaliação nutricional | História de qualidade de vida | Questionário SF-36. (continuação)
2. As perguntas seguintes são sobre atividades que você poderia fazer durante um dia comum. A sua saúde lhe causa limitações nestas atividades? Se sim, quanto? (Circule apenas
um número em cada linha)
Não tenho
Atividades Sim, limita muito Sim, limita um pouco limitações
Atividades vigorosas, como corridas, carregamento de objetos pesados, participação em esportes 1 2 3
extenuantes
Atividades moderadas, como mover uma mesa, passar aspirador de pó no tapete, jogar boliche ou golfe 1 2 3
Levantar ou transportar sacolas de compras 1 2 3
Subir vários lances de escadas 1 2 3
Subir um lance de escadas 1 2 3
Encurvar-se, ajoelhar-se ou abaixar-se 1 2 3
Caminhar mais de um quilômetro 1 2 3
Caminhar várias quadras 1 2 3
Caminhar uma quadra 1 2 3
Tomar banho e se vestir 1 2 3
3. Durante as últimas 4 semanas, você sentiu algum dos seguintes problemas em seu trabalho ou em outras atividades diárias regulares, como resultado de sua saúde física?
(Circule apenas um número em cada linha)
  Sim Não
Diminuiu a quantidade de tempo despendido em seu trabalho ou em outras atividades 1 2
Realizou menos do que gostaria 1 2
Ficou limitado em um tipo de trabalho ou em outras atividades 1 2
Teve dificuldade de realizar o trabalho ou outras atividades (por exemplo, realizou com necessidade de esforço extra) 1 2
4. Durante as últimas 4 semanas, você sentiu algum dos seguintes problemas no seu trabalho ou em outras atividades diárias regulares, como resultado de algum problema
emocional (por exemplo, depressão ou ansiedade)? (Circule apenas um número em cada linha)
  Sim Não
Diminuiu a quantidade de tempo despendido em seu trabalho ou outras atividades 1 2
Realizou menos do que gostaria 1 2
Não realizou seu trabalho, ou outras atividades, tão cuidadosamente quanto o usual 1 2
5. Durante as últimas 4 semanas, em quanto seus problemas de saúde física ou emocional interferiram com suas atividades sociais normais com a família, amigos, vizinhos ou
grupos? (Marque apenas uma opção)
Em nada 
Suavemente 
Moderadamente 
Inteiramente 
Extremamente 
6. Quanta dor física você sentiu nas últimas 4 semanas? (Marque apenas uma opção)
Nenhuma 
Muito leve 
Leve 
Moderada 
Grave 
Muito grave 
7. Durante as últimas 4 semanas, em quanto a dor interferiu em seu trabalho normal (incluindo o trabalho fora e dentro de casa)? (Marque apenas uma opção)
Em nada 
Um pouco 
Moderadamente 
Muito 
Extremamente 
8. Estas questões são sobre como se sente e como se tem passado durante as últimas 4 semanas. Por favor, dê a resposta que mais chegar perto de como você tem se sentido para
cada item. (Circule apenas um número em cada linha)
Grande parte Boa parte do Um pouco do
 
Todo o tempo do tempo tempo Algumas vezes tempo Nenhuma vez
Você se sentiu cheio da vida? 1 2 3 4 5 6
Você tem estado muito nervoso? 1 2 3 4 5 6
Você se sentiu tão deprimido que nada poderia animá-lo? 1 2 3 4 5 6
Você se sentiu calmo e em paz? 1 2 3 4 5 6
Você teve muita energia? 1 2 3 4 5 6
22 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.2  ■  Avaliação nutricional | História de qualidade de vida | Questionário SF-36. (continuação)
Você se sentiu abatido e triste? 1 2 3 4 5 6
Você se sentiu exausto? 1 2 3 4 5 6
Você tem sido uma pessoa feliz? 1 2 3 4 5 6
Você se sentiu cansado? 1 2 3 4 5 6
9. Durante as últimas 4 semanas, quantas vezes seus problemas de saúde física ou emocional interferiram as suas atividades sociais (por exemplo, visitar seus amigos, parentes
etc.)? (Marque apenas uma opção).
Todo o tempo 
A maior parte do tempo 
Algumas vezes 
Poucas vezes 
Nenhuma vez 
10. Para você, quanto é VERDADEIRO ou FALSO cada uma das afirmações a seguir? (Circule apenas um número em cada linha)
Definitivamente Definitivamente
 
verdadeiro Muito verdadeiro Não sei Muito falso falso
Eu observei que fiquei doente um pouco mais facilmente do 1 2 3 4 5
que outras pessoas
Eu sou tão saudável quanto qualquer outra pessoa que conheço 1 2 3 4 5
Eu acho que minha saúde vai piorar 1 2 3 4 5
Minha saúde é excelente 1 2 3 4 5
Fonte: Medical Outcome Trust, Inc; Whare JJ, Sherbourne CD: The MOS 36-item short-form health survey (SF-36). I. Conceptual framework and item selection. Medical Care 30:473-483, 1992.

Apêndice A2.3  ■  Avaliação nutricional | Exame físico nutricional global.


I. Exame geral
______ Alerta
______ Orientado (____ pessoa, ____ local, ____ tempo)
______ Letárgico
II. Cabeça/Pescoço
Cabelos: Olhos:
______ Normais/sem problemas ______ Normais/sem problemas
______ Finos, ralos ______ Fundos
______ Facilmente arrancáveis ______ Conjuntiva pálida
______ Quebradiços ______ Sem brilho
______ Secos ______ Manchas de Bitot na esclera
______ Despigmentados ______ Visão noturna deficiente
Lábios: Língua:
______ Normais/sem problemas ______ Normal/sem problemas
______ Lesões/ulcerações ______ Papilas atróficas
______ Vermelhos, inchados ______ Edemaciada
______ Fissuras angulares ______ Placas brancas (candidíase)
______ Secos, rachados ______ Vermelha, edemaciada
______ Saliva
______ Disgeusia, hipogeusia
Gengivas: Dentes:
______ Normais/sem problemas ______ Normais/sem problemas
______ Esponjosas/sangrantes ______ Ausentes
______ Retraídas ______ Manchados
______ Com lesões ______ Careados
______ Mal-ocluídos
______ Prótese _____ Total _____ Superior _____ Inferior
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 23

Apêndice A2.3  ■  Avaliação nutricional | Exame físico nutricional global. (continuação)


III. Pele/Unhas
Pele: Unhas:
______ Normal/sem problemas ______ Normais/sem problemas
______ Com lesões: ______ localização ______ Pálidas
______ Pálida ______ Sem brilho
______ Fina ______ Finas
______ Seca/Quebradiça ______ Formato anormal
______ Petéquia ______ Descoladas
______ Cicatrização retardada de ferida ______ Com listras hemorrágicas
______ Úlceras de decúbito: ______ (localização)
______ Hematomas excessivos
IV. Abdome
______ Normal/sem problemas ______ Diarreia
______ Obeso ______ Com dor
______ Distendido ______ Obstipado
______ Ascite
V. Neurológico
______ Normal/sem problemas
______ Fraqueza motora
______ Tremores, parestesia
______ Reflexos diminuídos: _______________________
______ Movimentos diminuídos de: _________________
______ Extremidades superiores: ______________
______ Extremidades inferiores: _______________
______ Confusão mental
VI. Presença de edema
_____ Grau 1 _____ Grau 2 _____ Grau 3_____ Grau 4 _____ Muscular
Fonte: Adaptado de Dietitians in Nutrition Support: Nutrition-focused physical assessment skills for dietitians. 2 ed. Chicago, American Dietetic Association, 2000.

Apêndice A2.4  ■  Avaliação nutricional | Exame físico de força muscular | Escala de Lovett.
Objetivo: Medir a força muscular.
Método: Aplicação dos testes de avaliação do grau da força muscular, descritos no Manual de Procedimentos. O paciente é classificado em escala de 0 a 5. O zero representa
“nenhuma”, e o 5 reflete o “máximo” de força.
Escala de Lovett para determinação da força muscular
Classificação Resultado Descrição
5 Normal Completa o movimento com resistência total
4 Bom Completa o movimento com boa resistência
3 Regular Completa o movimento com resistência regular, na presença da gravidade
2 Ruim Completar o movimento somente sem a presença da gravidade
1 Traços Não completa nenhum movimento das articulações; evidência leve de contratibilidade muscular
0 Zero Nenhuma evidência de contratibilidade muscular
Fonte: Ignatavicius DD. Assessment of the musculoskeletal system. In: Ignatavicius DD, Workman ML, Mishler MA (eds). Medical-surgical nursing: a nursing process approach. Philadelphia: W.B. Saunders
Company, 1995; p. 1042.

Apêndice A2.5  ■  Avaliação e acompanhamento nutricional. 


Dados/Data            
Estatura (metros)            
Peso atual (kg)            
% mudança de peso (mensal)            
Peso seco (kg)            
IMC (kg/m2)            
Peso ideal (kg)            
GPID (kg) (HD)            
24 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.5  ■  Avaliação e acompanhamento nutricional. (continuação)


Dados/Data            
BIA: %AC/kgAC            
Alteração do peso seco            
CB (cm)            
Percentil da CB            
% adequação da CB            
PA (mmHg)            
Grau de edema            
Escala de Lovett            
MIS            
Estimativa absorção de glicose (kcal/dia)            
Medida absorção de glicose (kcal/dia)            
Ingestão calórica (kcal/dia)            
Ingestão calórica (kcal/kg/dia)            
Ingestão proteica (g/dia)            
Ingestão proteica (g/kg/dia)            
Ingestão de carboidratos (% das kcal)            
Ingestão de lipídios (% das kcal)            
Ingestão de fósforo (mg/dia)            
Ingestão de potássio (mg/dia)            
Diagnósticos nutricionais             
Necessidades calóricas (kcal/dia)            
Necessidades calóricas (kcal/kg/dia)            
Necessidades proteicas (g/dia)            
Necessidades proteicas (g/kg/dia)            
Número de porções da pirâmide            

Apêndice A2.6  ■  Referência para circunferência do braço de homens e mulheres.


Percentuais para circunferência do braço (CB) em cm

Idade 5 10 25 50 75 90 95 5 10 25 50 75 90 95
(anos) Homens Mulheres
1-1,9 14,2 14,6 15,0 15,9 17,0 17,6 18,3 13,8 14,2 14,8 15,6 16,4 17,2 17,7
2-2,9 14,1 14,5 15,3 16,2 17,0 17,8 18,5 14,2 14,5 15,2 16,0 16,7 17,6 18,4
3-3,9 15,0 15,3 16,0 16,7 17,5 18,4 19,0 14,3 15,0 15,8 16,7 17,5 18,3 18,9
4-4,9 14,9 15,4 16,2 17,1 18,0 18,6 19,2 14,9 15,4 16,0 16,9 17,7 18,4 19,1
5-5,9 15,3 16,0 16,7 17,5 18,5 19,5 20,4 15,3 15,7 16,5 17,5 18,5 20,3 21,1
6-6,9 15,5 15,9 16,7 17,9 18,8 20,9 22,8 15,6 16,2 17,0 17,6 18,7 20,4 21,1
7-7,9 16,2 16,7 17,7 18,7 20,1 22,3 23,0 16,4 16,7 17,4 18,3 19,9 21,6 23,1
8-8,9 16,2 17,0 17,7 19,0 20,2 22,0 24,5 16,8 17,2 18,3 19,5 21,4 24,7 26,1
9-9,9 17,5 17,8 18,7 20,0 21,7 24,9 25,7 17,8 18,2 19,4 21,1 22,4 25,1 26,0
10-10,9 18,1 18,4 19,6 21,0 23,1 26,2 27,4 17,4 18,2 19,3 21,0 22,8 25,1 26,5
11-11,9 18,6 19,0 20,2 22,3 24,4 26,1 28,0 18,5 19,4 20,8 22,4 24,8 27,6 30,3
12-12,9 19,3 20,0 21,4 23,2 25,4 28,2 30,3 19,4 20,3 21,6 23,7 25,6 28,2 29,4
13-13,9 19,4 21,1 22,8 24,7 26,3 28,6 30,1 20,2 21,1 22,3 24,3 27,1 30,1 33,8
14-14,9 22,0 22,6 23,7 25,3 28,3 30,3 32,2 21,4 22,3 23,7 25,2 27,2 30,4 32,2
15-15,9 22,2 22,9 24,4 26,4 28,4 31,1 32,0 20,8 22,1 23,9 25,4 27,9 30,0 32,2
16-16,9 24,4 24,8 26,2 27,8 30,3 32,4 34,3 21,8 22,4 24,1 25,8 28,3 31,3 33,4
17-17,9 24,6 25,3 26,7 28,5 30,8 33,6 34,7 22,0 22,7 24,1 26,4 29,5 32,4 35,0
18-18,9 24,5 26,0 27,6 29,7 32,1 35,3 37,9 22,2 22,7 24,1 25,8 28,1 31,2 32,5
19-24,9 26,2 27,2 28,8 30,8 33,1 35,5 37,2 22,1 23,0 24,7 26,5 29,0 31,9 34,5
25-34,9 27,1 28,2 30,0 31,9 34,2 36,2 37,5 23,3 24,0 25,6 27,7 30,4 34,2 36,8
35-44,9 27,8 28,7 30,5 32,6 34,5 36,3 37,4 24,1 25,1 26,7 29,0 31,7 35,6 37,8
45-54,9 26,7 28,1 30,1 32,2 34,2 36,2 37,6 24,2 25,6 27,4 29,9 32,8 36,2 38,4
55-64,9 25,8 27,3 29,6 31,7 33,6 35,5 36,9 24,3 25,7 28,0 30,3 33,5 36,7 38,5
65-74,9 24,8 26,3 28,5 30,7 32,5 34,4 35,5 24,0 25,2 27,4 29,9 32,6 35,6 37,3

Fonte: Frisancho AR. New norms of upper limb fat and muscle areas for assessment of nutritional status. Am J Clin Nutr, 1981; 34:2540-2545. Dados da NHANES II, 1976-1980, National Center for Health Statistics,
Centers for Disease Control and Prevention, U.S. Department of Health and Human Services.
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 25

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais.


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Ácido ascórbico 0,6-2,0 mg/dl Envolvido na conversão do tropocolágeno para colágeno, na esteroidogênese e no metabolismo da
(vitamina C) (cromatografia líquida de alta pressão) tirosina e do ácido fólico
­c: na litíase por oxalato, elevação do ácido úrico, redução da absorção da vitamina B12
T: na anemia, alcoolismo, doença inflamatória crônica, tabagismo, estresse, uso de contraceptivos
orais, escorbuto, ingestão excessiva de ácido acetilsalicílico, redução da absorção de Fe, úlcera duodenal,
pós-parto
Ácido fólico Eritrocitário: 55-1.100 ng/ml A concentração de folato nas hemácias retrata melhor a condição nutricional do indivíduo do que sua
(folato) (quimioluminescência) concentração sérica
T: nas anemias megaloblástica e hemolítica, desnutrição, uso de fármacos antagonistas do folato (p.
ex., anticonvulsivantes, metotrexato, contraceptivos orais), má absorção (p. ex., espru/doença celíaca),
doença hepática alcoólica, hipertireoidismo, deficiência de vitamina C, diálise, febre, gestação, câncer
Ácido ≤ 0,40 mmol/l Produzido na degradação de certos aminoácidos, do colesterol, de alguns ácido graxos e de pirimidinas
metilmalônico (cromatografia gasosa e espectrometria de massa) c­: na deficiênciada vitamina B12, acidemia metilmalônica
Ácido úrico M: 3,4-7,0 mg/dl Sua excreção é por via urinária e o nível sérico depende do equilíbrio entre ingestão, síntese endógena,
F: 2,4-6,0 mg/dl filtração glomerular e manuseio tubular, que apresenta sistemas complexos de reabsorção e excreção.
Associa-se a hiperlipidemia, obesidade, diabetes, ingestão de álcool, acromegalia, sarcoidose e
(colorimétrico, química seca)
hipertensão
c­: na gota, insuficiência renal, anorexia, leucemias, doença infecciosa aguda, câncer metastático,
eclâmpsia grave, choque, cetose diabética, acidose metabólica, intoxicação por chumbo, estresse,
alcoolismo, exercício vigoroso, policitemia, psoríase, hiperuricemia assintomática
T: com uso de fármacos antigota (p. ex., alopurinol, probenecida), doença de Wilson, câncer. Adultos
saudáveis estão frequentemente abaixo dos valores de referência
Ácido úrico, urina 0,25-0,75 g/dia Hiperuricosúria, isolada ou associada a outros distúrbios metabólicos, ocorre em cerca de 15% dos
(enzimático, automatizado) pacientes com calculose. Não há correlação entre níveis séricos e urinários de ácido úrico
c­: em pacientes com cálculos urinários compostos de ácido úrico, oxalato de cálcio ou mistos
Albumina ≥ 4,0 g/dl Útil na avaliação do estado nutricional e capacidade de síntese hepática. Na HD, deve ser medida pré-
(Colorimétrico) diálise. Deve ser avaliada em conjunto com marcadores inflamatórios. Vida-média: em torno de 21 dias
  c­: na desidratação
T: em sobrecarga hídrica, doença hepática crônica, má abs, diarreia, queimaduras, eclâmpsia,
inflamação crônica, desnutrição, estresse, câncer, gestação, idosos, síndrome nefrótica, acidose
metabólica
Depleção proteica: leve = 3,0-3,9 g/dl; moderada = 2,1- 2,9 g/dl; grave = < 2,1 g/dl
Alumínio < 60 mg/l c­(60-200 mg/l): provável intoxicação por alumínio
Bicarbonato 20-22 mmol/l pré-HD Útil na avaliação do equilíbrio acidobásico. Em situações normais, a proporção base:ácido é de 20:1. Em
(HCO3) (potenciométrico indireto) HD: avaliado pré-diálise, no meio da semana
  c­: na alcalose metabólica (T ácidos e c HCO3 no líquido extracelular), acidose/depressão respiratória,
enfisema, vômito, aldosteronismo
T: na acidose metabólica, insuficiência renal, cetoacidose diabética, acidose lática, diarreia, alcalose/
estímulo respiratório (hiperventilação, histeria, falta de O2, febre, salicilatos), hiperparatireoidismo
primário, privação alimentar prolongada, hipercatabolismo proteico, ingestão proteica excessiva
Bilirrubinas Total: 0,2-1,0 mg/dl Principal produto do catabolismo da hemoglobina. Útil na avaliação de hepatopatias e de quadros
(Bil) Direta: 0,1-0,4 mg/dl hemolíticos, em particular, na avaliação da icterícia do recém-nascido
Indireta: 0,1-0,6 mg/dl c­: no dano hepatocelular (inflamatório, tóxico, neoplásico), obstrução biliar (tumor, inflamação,
cálculos, cicatriz ou trauma cirúrgico), toxicidade por fármaco, anemia hemolítica, jejum prolongado,
(colorimétrico, automatizado)
icterícia fisiológica neonatal, hipotireoidismo, síndrome de Dubin-Johnson, síndrome de Crigler-Najjar,
  síndrome de Hotor, síndrome de Gilbert, sepse, transfusão de sangue em grandes volumes, resolução
de grande hematoma, anemias perniciosa, falciforme e hemolítica. Uso dos fármacos: alopurinol, ácido
ascórbico, antibióticos, ácido nicotínico (grandes doses), antimalárico, azatioprina, clorpropamida,
codeína, colinérgicos, contraceptivos orais, dextrana, diuréticos, epinefrina, esteroides, fenotiazina,
inibidores da MAO, meperidina, metildopa, metotrexato, morfina, quinidina, rifanpina, salicilatos,
sulfonamidas, teofilina, vitamina A
Bilirrubina direta: mede a bilirrubina conjugada ou pós-hepática: c em obstrução biliar
Bilirrubina indireta: mede a bilirrubina não conjugada: c no dano hepático e anemia hemolítica
T: uso dos fármacos: barbituratos, cafeína, penicilina, salicilatos (grandes doses)
26 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Cálcio total (Ca) Estágio 3 (30-59 ml/min) Atua na força muscular e transmissões nervosa, mineralização de ossos e dentes, e secreção hormonal.
~50% ligado às Estágio 4 (15-29 ml/min) Regulador metabólico intracelular. Participa da coagulação sanguínea e é responsável pelo transporte
proteínas séricas, da vitamina B12 no trato gastrintestinal. É útil no diagnóstico e acompanhamento de distúrbios do
8,4-9,5 mg/dl
principalmente metabolismo de cálcio e fósforo, incluindo doenças ósseas, nefrológicas e neoplásicas
Estágio 5 (< 15 ml/min ou diálise)
à albumina e à c­(hipercalcemia): no câncer, hiperparatireoidismo, insuficiência adrenal, hipertireoidismo, doença óssea
globulina 8,4-9,5 mg/dl de Paget, imobilização prolongada, ingestão excessiva de vitamina D ou cálcio, uso em longo prazo de
~ 48% ionizado (colorimétrico, química seca) diuréticos tiazídicos, acidose respiratória, DRC, doenças granulomatosas
1-2% complexado T(hipocalcemia): na hipoalbuminemia, deficiência de vitamina D, uremia, fósforo elevado, alcalose,
com ácidos diarreia, hipoparatireoidismo, espru, osteomalacia, má absorção, pancreatite aguda, hipomagnesemia,
orgânicos privação alimentar prolongada, uso de esteroides
Correção de cálcio para os níveis de albumina sérica:
Ca corrigido (mg/dl) = [4,0 – albumina do paciente (g/dl)] × 0,8 + Ca medido (mg/dl)
Cálcio, urina Crianças até 12 anos: Útil na avaliação de cálculo renal e no acompanhamento do hiperparatireoidismo, lesões ósseas
até 4 mg/kg de peso corporal/dia. metastáticas, intoxicações por vitamina D, acidose tubular renal, tirotoxicose, doença de Paget e
Adultos: 55-220 mg/dia (colorimétrico) sarcoidose
c­: no hiperparatireoidismo, metástase óssea osteolítica (carcinoma, sarcoma), mieloma, osteoporose
(especialmente após mobilização), excesso de vitamina D, hipercalciúria idiopática, doença de Paget,
síndrome de Falconi
T: no hipoparatireoidismo, raquitismo, osteomalacia, todos os casos em que o cálcio sérico está baixo
(exceto na doença renal), esteatorreia, doença celíaca, neoplasia óssea
Capacidade total 250-400 mg/dl Utilizada para derivar níveis de transferrina sérica
de fixação do ferro (guanidina/ferrozina, automatizado) c­: na anemia ferropriva, gestação, deficiência de ferro
(TIBC) T: em estados inflamatórios crônicos, sobrecarga de ferro e hemocromatose
CHCM 32-37 g/dl (g Hb/dl de hemácias) c­: usualmente indica esferocitose
(concentração (cálculo automatizado) T: nas anemias ferropriva e macrocítica, talassemia, perda crônica de sangue, anemia responsiva à
de hemoglobina piridoxina
corpuscular
média)
Clearance de Crianças: Mede o ritmo de filtração glomerular. Influenciado pela ingestão de proteínas, principalmente de carnes
creatinina 70-130 ml/min/1,73 m2 c­: na fase inicial do diabetes, hipertireoidismo, acromegalia, exercício físico, gestação, síndromes
M: 85-125 ml/min/1,73 m2 de débito cardíaco alto. Uso dos fármacos: aminoglicosídeos, gentamicina, cimetidina, agentes
F: 75-115 ml/min/1,73 m2 quimioterápicos com metal pesado (cisplatina), cimetidina, medicações nefrotóxicas (cefalosporinas,
cefoxitina)
(determinações de creatinina no soro e urina)
T: na insuficiência renal, aterosclerose da artéria renal, desidratação, choque, ICC, cirrose com ascite
Clearance de Pelo menos 60 l/sem/1,73 m2 para alto e médio- Avalia a eficiência dialítica
creatinina em alto transportadores, e 50 ml/sem/1,73 m2 para T: dose de diálise inadequada para paciente
diálise peritoneal baixo e baixo-médio transportadores
(determinações de soro, dialisato e urina, quando
ainda existente)
Clearance de ureia Volume urinário < 2,0 ml/min: 41-68 ml/min Útil na avaliação da força renal. Em pacientes renais crônicos, com ritmo de filtração glomerular
Volume urinário > 2,0 ml/min: 64-99 ml/min abaixo de 20 ml/min, a média aritmética dos clearances de creatinina e ureia corresponde, com boa
aproximação, à depuração de inulina, medindo mais adequadamente o ritmo de filtração glomerular
(determinações da ureia no soro e na urina por
método enzimático) ­c: na desidratação
Em diálise, ver Kt/V T: na insuficiência renal
 
Cloreto 97-106 mEq/l Essencial para a manutenção do equilíbrio acidobásico
(Cl) (potenciométrico, química seca) c­: na desidratação, eclâmpsia, anemia, hiperventilação, descompensação cardíaca, insuficiência renal,
toxicidade por ácido acetilsalicílico, diarreia, diabetes insípido, síndrome de Cushing, acidose metabólica
associada a diarreia prolongada, alcalose respiratória, pneumonia, nefrite
T: na acidose diabética, febre, infecções agudas, alcalose metabólica associada a depleção de potássio,
vômitos prolongados ou sucção gástrica, deficiência de potássio, acidose respiratória crônica, SSIHAD
Cobre M: 70-140 mg/dl c­: em anemias megaloblástica e aplástica, leucemia, infecção, cirrose biliar, gestação, uso de
(Cu) F: 80-155 mg/dl estrogênios, hipo/hipertireoidismo, hemocromatose
(espectrometria de absorção atômica com forno T: na doença de Wilson, síndrome de Menkes, deficiência grave de cobre, nefrose, kwashiorkor
de grafite)  
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 27

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Colesterol total Adultos: Usado, frequentemente, na avaliação de risco de doença coronariana. Na população sem problemas
(Col) Desejável ≥ 160 e < 200 mg/dl renais, os níveis elevados têm sido implicados em processos ateroscleróticos. Entretanto, em pacientes
Limite: 200-239 mg/dl em diálise, níveis baixos de colesterol estão associados a maior mortalidade. É provável que seja devido
ao efeito da inflamação sistêmica e da desnutrição
Elevado: ≥ 240 mg/dl
c­: na hiperlipidemia, icterícia obstrutiva, cirrose biliar, diabetes melito não controlado, hipotireoidismo,
(química seca, enzimático, colorimétrico) obesidade, dieta rica em gordura, estresse, xantomatose, infarto de miocárdio, aterosclerose, doença
cardiovascular, síndrome nefrótica, DRC, gestação, uso de álcool. Uso dos fármacos: ACTH, esteroides
anabólicos, betabloqueadores, corticosteroides, epinefrina, contraceptivos orais, difenil-hidantoína,
sulfonamidas, diuréticos tiazídicos, vitamina D, ciclosporina
T: na má absorção, desnutrição, doença hepática, estresse, anemia, sepse, hipertireoidismo, anemias
hemolítica e perniciosa, infarto agudo de miocárdio, dieta pobre em gordura, AIDS. Uso dos fármacos:
alopurinol, andrógenos, quelantes de sais biliares, captopril, clorpropamida, clofibrato, colchicina,
eritromicina, citomel, mevacor, neomicina, niacina, colestipol, inibidores da MAO, nitratos
Contagem de 20-50% c­(linfocitose) em hepatite viral, infecção por citomegalovírus, toxoplasmose, rubéola, infecção aguda
Linfócitos Totais 1.500-5.000 cél./mm3 por HIV, leucemia linfocítica crônica e aguda
(contagem eletrônica em contador automático) T (linfocitopenia) em infecções e enfermidades agudas, deficiência no sistema imunológico, depleção de
  proteínas viscerais (não muito preciso), doença de Hodgkin, lúpus, anemia aplástica, insuficiência renal,
AIDS, carcinoma terminal
Depleção nutricional leve: 1.200-1.499/mm3; moderada: 800-1.199/mm3; grave < 800/mm3
Creatinina Transplante: 0,6-1,2 mg/dl Útil na avaliação da força renal. Aumenta na medida em que diminui o ritmo de filtração glomerular.
(Creat) Diálise: 7-11 mg/dl (de acordo com a massa Diminui com o aumento da filtração. Sofre menos influência da dieta do que a ureia e, neste aspecto, é
muscular e força renal residual) melhor índice de força renal do que a última. Reflete a soma da ingestão de alimentos ricos em creatina
e em creatinina (p. ex., carnes) e produção endógena de creatinina (músculo esquelético)
Sem força renal: 10-11mg/dl
c­: na DRA e DRC, obstrução do trato urinário, dano muscular agudo, hipertireoidismo, com aumento
(enzimático, química seca)
da massa muscular, privação alimentar prolongada, acidose diabética, ingestão excessiva de carne,
gigantismo, acromegalia, desidratação, choque, trauma, cirurgia, ICC, rabdomiólise. Uso dos fármacos:
cimetidina, aminoglicosídeos, cefalosporinas, agentes quimioterápicos com metal pesado
T: na gestação, distrofia muscular, debilitação física, com redução da massa muscular
Dióxido de 19-24 mmol/l Mede acidez/alcalinidade sanguínea. Ver Bicarbonato (HCO3)
carbono (CO2) (calculado) c­: na acidose metabólica, alcalose metabólica, aldosteronismo, enfisema, insuficiência renal, vômitos
graves
T: na diarreia grave, jejum prolongado
Eritrócitos M: 4,3-5,9 milhões/mm3 c­: na policitemia, desidratação, diarreia grave
(hemácias) F: 3,5-5,5 milhões/mm3 T: em anemia, hemorragia, deficiência de ferro, doença sistêmica (Hodgkin, leucemia, lúpus)
(contagem eletrônica em contador automático)
Ferritina M: 36-262 ng/ml c­: nas doenças inflamatórias, DRC, malignidade, hepatite, sobrecarga de ferro, hemocromatose
F: 10-155 ng/ml T: na anemia por deficiência de ferro
(imunoflurométrico)
Ferro (Fe) 50-150 mg/dl Componente essencial de enzimas, hemoglobina, mioglobina, metaloenzimas de funções respiratórias
(química seca) c­: na ingestão excessiva de ferro, anemias hemolíticas, doença hepática, uso de estrogênio,
hemocromatose
T: na anemia microcítica, doenças crônicas (p. ex., lúpus, artrite reumatoide), hemorragia, hemólise,
hemoglobinúria, desnutrição, acloridria, infecções, doença hepática,cirurgia, infarto do miocárdio,
doenças ou ressecções duodenal ou jejunal, uso de antiácidos
Fosfatase alcalina Recém-nascidos: Como prova de força hepática, só é confiável quando interpretada juntamente com outro(s)
(Fosf alc) 150-600 U/l parâmetro(s), pois é produzida principalmente no fígado e ossos. Indicador mais sensível de doença
6 meses a 9 anos: óssea
250-950 U/l c­: significativo na doença hepática ou metástase hepática ou óssea, doença óssea de Paget.;
c: moderado na hipercalcemia (indica possível hiperparatireoidismo), pancreatite, hepatite, icterícia
10-18 anos: obstrutiva, cirrose biliar, sarcoma osteogênico. Tambémc no crescimento ósseo (criança e adolescentes/
75-970 U/l gestação), deficiência de vitamina D, raquitismo, osteomalacia, cicatrização de fratura óssea, osteolite,
acima de 18 anos: artrite reumatoide, sarcoidose, isquemia ou infarto intestinal, infecção ativa de AIDS. Uso dos fármacos:
50-250 U/l alopurinol, antibióticos, azatioprina, colchicina, indometacina, contraceptivos orais, metotrexato,
(cinético, química seca) metildopa, ácido nicotínico, fenotiazina, probenecida, tetraciclina, verapamil
T: na hipofosfatemia, desnutrição calórico-proteica, doença celíaca, cretinismo, hipotireoidismo, anemia
perniciosa, deficiência de vitamina C/escorbuto, deficiência de zinco, excesso de vitamina D, síndrome
leite-álcali. Uso dos fármacos: arsênicos, cianidas, fluoretos, nitrofurantoína, oxalatos, sais de zinco
28 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Fósforo Estágio 3 (30-59 ml/min) e Importante para a mineralização e estrutura óssea, síntese do colágeno e homeostase do cálcio. É retido
(inorgânico) (P) Estágio 4 (15-29 ml/min): no sangue na DRC
Fosfato (PO4) 2,7-4,6 mg/dl ­c: na DRC devido a: Tforça renal residual, ingestão alimentar de fósforo, hipervitaminose D
(administrada), hipocalcemia, diálise insuficiente, tumores ósseos, doença de Addison, acromegalia,
Estágio 5 (< 15 ml/min ou diálise):
anemia falciforme, infecção, trauma, uso de glicocorticoide ou tetraciclina
3,5-5,5 mg/dl
T: em hiperparatireoidismo (com c de cálcio), excesso de quelantes de fósforo, alcoolismo,
(colorimétrico, química seca) hipovitaminose D, raquitismo ou osteomalacia, início da realimentação em desnutridos,
hiperinsulinismo, gota aguda, síndrome de Cushing, intoxicação por salicilatos, diabetes melito
Fósforo, urina 400-1.300 mg/24 h Útil na avaliação do balanço cálcio/fósforo do organismo
(colorimétrico, enzimático, automatizado) c­: hiperparatireoidismo, acidose tubular renal, uso de diuréticos, síndrome de Fanconi
T: hipoparatireoidismo e pseudo-hipoparatireodismo
Glicose (jejum) 70-110 mg/dl Para diagnóstico de diabetes melito: valor > 125 mg/dl na amostra de jejum, em pelo menos duas
(colorimétrico, química seca) oportunidades. Em gestantes, valores > 105 mg/dl já são suspeitos, merecendo maior investigação. O
diagnóstico de hipoglicemia se estabelece com valores < 50 mg/dl no adulto e < 40 mg/dl no recém-
nascido
c­: no diabetes melito, síndrome de Cushing, deficiência de tiamina, acromegalia, gigantismo, doença
hepática crônica, infecções graves, trauma, hipertireoidismo, pancreatite aguda, inatividade física
prolongada, desnutrição crônica, deficiência de potássio, desidratação, AVC, anestesia geral, adenoma de
pituitária ou de pâncreas, hemocromatose, infarto de miocárdio, feocromocitoma, glucagonemia, DRA,
uso de cafeína, álcool. Uso dos fármacos: corticosteroides, doses altas de anti-hipertensivos, ciclosporina,
glucagon, antidepressivos, bloqueadores beta-adrenérgicos, dextrotiroxina, diazocida, diuréticos,
epinefrina, estrogênios, isoniazida, lítio, infusões endovenosas de glicose, fenotiazinas, fenitoína,
triantereno
T: com dose excessiva de insulina, carcinoma de pâncreas, sepse bacteriana, hipotireoidismo,
hipopituitarismo, doença de Addison, doença hepática (hepatite, cirrose, envenenamento, tumor
metastático), doença de reserva de glicogênio, deficiência de glucagon, carcinoma de ilhotas,
insulinoma, abuso de álcool, privação alimentar prolongada, exercício extenuante, pancreatite,
hipoglicemiantes orais, interrupção abrupta da infusão de NPT (principalmente) ou NS, especialmente
em pacientes recebendo hipoglicemiantes orais ou insulina, doença de von Gierke, galactosemia,
alcaptonúria, intolerância à frutose, sobrecarga hídrica. Uso dos fármacos: acetaminofeno, esteroides
anabólicos, clofibrato, disopiramida, genfibrozila, insulina, inibidores da MAO, pentamidina, proprandol,
tolazamida, tolbutamida
Glicose 0-50 anos: < 140 mg/dl c­: no diabetes melito, diabetes gestacional, estresse agudo, terapia com corticosteroide, terapia
(pós-prandial) 50-60 anos: < 150 mg/dl com diurético, síndrome de Cushing, doença hepática grave, DRC, glucagonoma, hipertireoidismo,
desnutrição, feocromocitoma, acromegalia, tabagismo
60 anos: < 160mg/dl
T: com dose excessiva de insulina, insulinoma, hipopituitarismo, hipotireoidismo, má absorção
Triagem de glicose de 1 hora para diabetes
gestacional: < 140 mg/dl
(colorimétrico, química seca)
Glicose (teste de Jejum: 70-115 mg/dl c­: no diabetes melito, diabetes gestacional, estresse agudo, infecção, síndrome de Cushing, mixedema,
tolerância) 30 minutos: < 200 mg/dl câncer pancreático, gastrectomia posterior, hipoglicemia reativa, resposta à hipoglicemia de Somogyi,
feocromocitoma, acromegalia, tabagismo. Uso dos fármacos: anti-hipertensivos, anti-inflamatórios,
1 hora: < 200 mg/dl
ácido acetilsalicílico, betabloqueadores, furosemida, contraceptivos orais, fármacos psiquiátricos,
2 horas: < 140 mg/dl esteroides, diuréticos tiazídicos
3 horas: 70-115 mg/dl
4 horas: 70-115 mg/dl
(colorimétrico, química seca)
Glicose (urina) Amostra aleatória: 0 (zero) Glicemias >180 mg/dl geralmente provocam glicosúria, porém em pacientes diabéticos, o limiar renal
Amostra de 24 h: < 0,5 g pode variar de 50 a 400 mg/dl. Crianças com menos de um ano e gestantes podem apresentar glicosúria
(enzimático, com glicose-oxidase) por diminuição do limiar renal
c­: no diabetes melito, estresse grave (trauma, infecção), gestação, síndrome de Cushing. Uso dos
fármacos: ácido aminosalicílico, cefalosporinas, cloridrato, cloranfenicol, dextrotiroxina, diazóxido,
diuréticos de alça e tiazídicos, estrógenos, infusões de glicose, isoniazida, levodopa, lítio, nafcilina, ácido
nalidixico, ácido nicotínico (grandes doses)
Globulina 2,3-3,5 mg/dl c­: na infecção, desidratação, doença de Hodgkin, lúpus, mieloma múltiplo, alcoolismo crônico, choque,
(colorimetria) tuberculose, leucemia
T: na desnutrição
Hematócrito 33-36% Em HD, o sangue para medir o hematócrito deve ser colhido pré-diálise
(contagem eletrônica em contador automático) c­: na desidratação, policitemia, choque
T: anemia (< 30%), perda sanguínea, hemólise, leucemia, hipertireoidismo, cirrose, hiper-hidratação
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 29

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
HDL-colesterol Desejável: > 60 mg/dl c­ : no exercício excessivo e regular, terapia com estrogênio ou insulina, consumo moderado de álcool,
(lipoproteína de Limite: 35-60 mg/dl doença hepática
alta densidade) T: no jejum prolongado, obesidade, doença hepática, diabetes melito, hipertireoidismo, tabagismo,
Baixo: < 35 mg/dl (enzimático)
AIDS, lipoproteinemia familiar de baixa HDL, hipoproteinemia: síndrome nefrótica, desnutrição
Hemoglobina 11-12 g/dl Em HD, o sangue para medir a Hg deve ser colhido pré-diálise. A hemoglobina é superior ao hematócrito
(colorimétrico, automatizado) para avaliar a anemia da DRC
c­: em queimaduras graves, policitemia, insuficiência cardíaca, talassemia, doença pulmonar obstrutiva
crônica, desidratação
T: na anemia, hipertireoidismo, cirrose, várias doenças sistêmicas (leucemia, lúpus, doença de Hodgkin)
Hemoglobina 3,6-<7% Avalia o controle glicêmico de diabéticos em longo prazo. Bom controle: < 7,0%; controle moderado:
glicada (ou (cromatografia líquida de alta pressão) 7,0-8,0%; controle ruim: > 8,0%
glicosilada)   Reflete a média das glicemias durante os últimos dois meses. É um teste menos sensível que a curva
(HbA1c) glicêmica para o diagnóstico do diabetes melito
c­: no diabetes mal controlado ou recentemente diagnosticado (hiperglicemia), talassemia,
gestação, hemodiálise, estresse, síndrome de Cushing, feocromocitoma, glucagonoma, acromegalia,
esplenectomia. Uso dos fármacos: corticosteroides
T: na anemia falciforme, outras anemias hemolíticas, DRC, suplementação com vitamina E, deficiência de Fe
Hemoglobina 26-34 pg/hemácias A anemia da DRC é geralmente normocítica e normocrômica. Anemia microcítica pode refletir deficiência
corpuscular média (cálculo, automatizado) de ferro, excesso de alumínio ou certas hemoglobinopatias. A anemia macrocítica pode estar associada
(HCM)   a deficiência de vitamina B12 ou folato. Pode, também, estar associada ao excesso de ferro e terapia com
eritropoietina
c­: na anemia macrocítica, falso aumento em hiperlipidemia
T: na anemia microcítica
Hormônio do 0-2,5 mg/l c­: na agromegalia, gigantismo
crescimento (GH) (imunofluorométrico) T: em lesões do hipotálamo ou pituitária, hipotireoidismo
Hormônio Adultos c­: no hipotireoidismo primário
tireotrófico (TSH)/ 21 a 54 anos: 0,4-4,2 mU/l T: no hipertireoidismo, hipotireoidismo secundário, terapia com hormônio da tireoide
Hormônio 55-67 anos: 0,5-8,9 mU/l  
tireoestimulante (imunoquimioluminométrico)
Índice de 20-50% % de saturação da transferrina = (ferro sérico × 100) ÷ TIBC
saturação da (guanidina/ferrosina automatizada) Em conjunto com a ferritina, é utilizado para monitorar as reservas de ferro
transferrina (ISTr) c­: na ingestão excessiva de ferro, anemias hemolíticas, doença hepática
(%)
T: na anemia por deficiência de ferro, hemorragia, hemólise, hemoglobinúria
Kt/Vureia Hemodiálise: objetivo de 1,4/diálise 3 vezes/ Avalia eficiência da dose de diálise recebida pelo paciente. Inclui diálise e força renal residual, se houver
(K = clearance da semana (mínimo de 1,2) (urina > 100 ml/dia)
ureia, t = tempo Diálise peritoneal: média de 2,0/sem (mínimo de Em DP, para aqueles com baixa força renal residual, o Kt/Vureia deve ser medido dentro do primeiro
e V = volume de 1,7/sem, em anúria) mês de diálise e, pelo menos, a cada 4 meses. Para aqueles com volume urinário > 100 ml/dia,
distribuição da determinações devem ser obtidas a, no mínimo, cada 2 meses
ureia) Em DP, é baseado na coleta da urina de 24 h (quando > 100 ml/dia) e coleta do efluente da diálise
LDL-colesterol Desejável: < 130 mg/dl c­: na hiperlipidemia, dieta rica em lipídios, hipotireoidismo, doença hepática crônica, hepatoma,
(lipoproteína de Limite: 130-159 mg/dl trauma agudo, diabetes melito, gestação, síndrome de Cushing, síndrome nefrótica, alcoolismo,
baixa densidade) mieloma múltiplo, doença de armazenamento do glicogênio. Uso dos fármacos: ácido acetilsalicílico,
Alto: ≥160 mg/dl
contraceptivos orais, fenotiazinas, esteroides, sulfonamidas
Para pessoas com diabetes e DRC estágios
T: na AIDS, desnutrição, hipolipoproteinemia familiar, hipertireodismo
1-4: < 100 mg/dl, sendo < 70 mg/dl, uma
opção terapêutica (enzimático, química seca, Valor calculado (fórmula de Friedwald): LDL = Col total – HDL – (TG/5)
automatizado)
Leucócitos 4,5-11 × 103 células/mm3 (ml) c­(leucitose): na leucemia, infecção bacteriana, hemorragia, trauma ou injúria tissular, câncer
(contagem eletrônica em contador automático) T (leucopenia): em algumas infecções virais, quimioterapia, radiação, depressão na medula óssea
Magnésio 1,9-2,5 mg/dl Força muscular e nervosa, regula sistemas enzimáticos que controlam o metabolismo dos carboidratos,
(Mg) (colorimétrico, química seca) lipídios, eletrólitos e proteínas
c­: na insuficiência renal, acidose diabética, hipotireoidismo, doença de Addison, desidratação, excesso
de uso de suplemento de magnésio ou antiácido
T: na diarreia crônica, alcoolismo, pancreatite, doença renal, cirrose hepática, toxemia gestacional,
hipertireoidismo, má absorção, colite ulcerativa, diuréticos depletores de potássio, desnutrição, uso dos
fármacos cisplatina e ciclosporina
30 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Paratormônio Estágio 3 (30-59 ml/min) e Regula os níveis de cálcio, juntamente com a vitamina D e a calcitonina
(PTH) Estágio 4 (15-29 ml/min): 35-110 pg/ml c­: na hipocalcemia, hiperfosfatemia
Estágio 5 (< 15 ml/min ou diálise): 150-300 pg/ml T: no excesso de administração de vitamina D, hipercalcemia, doença óssea adinâmica, após
(imunoquimioluminométrico) paratireidectomia, DRC diabética, níveis elevados de alumínio
PET (teste Classificação: baixo, médio-baixo, médio-alto ou Avalia a característica de transporte/força da membrana peritoneal. Auxilia na prescrição da diálise.
de equilibrio alto transportador Mede taxa de concentração de solutos no dialisato (D) para o plasma (P): creatinina D/P. É recomendado
peritoneal) que seja obtido quando o paciente está clinicamente estável e, pelo menos, 1 mês após a resolução de
um episódio de peritonite (pode alterar as características da membrana peritoneal)
Plaquetas 150.000- 450.000/mm3 c­(trombocitose): em malignidade (leucemia, linfoma, tumor sólido), policitemia vera,
(automatizado, por impedância) pós-esplenectomia, artrite reumatoide, anemia ferropriva
T(trombocitopenia): em anemia hemolítica ou perniciosa, quimioterapia, infecção, leucemias,
trombocitopenia hereditária, hiperesplenismo, hemorragia, lúpus, coagulação intravascular disseminada
pH Arterial: 7,35-7,45 Reflete o equilíbrio acidobásico
(equilíbrio Venoso: 7,33-7,43 c­: na alcalose respiratória ou metabólica, vômitos, redução do potássio ou cloro séricos (uso de
acidobásico) (potenciométrico) diuréticos, sucção gástrica), febre alta, hiperventilação, anoxia, hemorragia cerebral
T: na acidose respiratória ou metabólica, cetoacidose diabética, insuficiência renal, diarreia, insuficiência
respiratória, obstrução das vias respiratórias, choque, ICC
PNA (taxa de > 0,9 g/kg/dia (PNAn) Estimada por meio da cinética da ureia. Reflete a ingestão proteica de pacientes renais. Só é válida
aparecimento para pacientes estáveis. Utiliza coleta de urina e de dialisato de 24 h. Para propósitos de comparação, é
do nitrogênio recomendado que a PNA seja normalizada (PNAn) para o volume de distribuição da ureia
equivalente à c­: no aumento da ingestão proteica, catabolismo acentuado, uso de glicocorticoides
proteína) T: na redução da ingestão proteica, desnutrição
Potássio 3,5-5,5 mEq/l Principal cátion intracelular. Essencial para o metabolismo de carboidratos, transmissão nervosa e força
(K) (potenciométrico, química seca) renal
c­(hipercalemia): na insuficiência renal, diálise inadequada, obstipação crônica no paciente renal, dano
tissular (queimaduras, cirurgia, injúria de esmagamento, quimioterapia), acidose, doença de Addison,
diabetes não controlado, hemorragia interna, hemólise, infecção, AIDS, desidratação. Uso dos fármacos:
diuréticos inibidores da aldosterona e poupadores de potássio, succinilcolina, ácido aminocaproico,
antibióticos, antineoplásicos, captopril, epinefrina, heparina, histamina, lítio, manitol, suplementos de
potássio, sulfato poliestireno de sódio
T(hipocalemia): na perda gastrintestinal (p. ex., drenagem nasogástrica, vômito excessivo, diarreia),
administração de líquidos endovenosos sem suplementação de potássio, abuso de álcool, má absorção,
desnutrição calórico-proteica, estresse crônico ou febre, doença hepática com ascite, insuficiência renal,
acidose tubular renal, síndrome de Cushing, estenose da artéria renal, fibrose cística, trauma, cirurgia.
Uso dos fármacos: diurético depletor de potássio, esteroides, estrogênios, abuso crônico de laxantes,
acetazolamida, ácido aminosalicílico, anfotericina B, carbenicilina, insulina, ácido acetilsalicílico,
cisplatina, infusões de glicose, carbonato de lítio, penicilina G sódica, fenotiazinas
Produto cálcio × Estágio 3 (30-59 ml/min) e Níveis > 70 refletem alta probabilidade de deposição do fosfato de cálcio (calcificação) nos tecidos moles
fósforo Estágio 4 (15-29 ml/min): ≤ 55 mg2/dl2 do corpo (pele, pulmões, olhos, coração, articulações e vasos sanguíneos)
  Estágio 5 (< 15 ml/min ou diálise): c­: no hiperparatireoidismo, excesso de quelante de fósforo à base de cálcio, excesso de reposição de
vitamina D
≤ 55 mg2/dl2
Proteína (total) 6,0-8,0 g/dl c­: na desidratação e doenças que aumentam a globulina
(PT) (biureto, colorimétrico, química seca) T: na deficiência proteica, doença hepática grave, desnutrição, diarreia, queimaduras graves ou infecção,
edema, síndrome nefrótica
Proteína, urina Adultos Microalbuminúria: 30-300 mg/dia; macroalbuminúria: > 300 mg/dia
Proteínas totais: c­: na síndrome nefrótica, trombose de veia renal, terapia com fármaco nefrotóxico, envenenamento
50-80 mg/24 h em repouso; por metal pesado, nefropatia diabética, mieloma múltiplo, síndrome de Falconi, sarcoidose, anemia
< 250 mg/dia após exercício intenso falciforme, neoplasia, inflamação do trato urinário, após exercício (os níveis variam com o tipo de exercício),
pré-eclâmpsia, ICC, hipertensão maligna, amiloidose, LES, síndrome de Goodpasture, galactosemia. Uso dos
Albumina: < 30 mg/dia fármacos: acetazolamida, aminoglicosídeos, anfotericina A, cefalosporinas, colestina, griseofulvina, lítio,
(colorimétrico, automatizado: pirogalol) meticilina, nafcilina, fármacos nefrotóxicos (arsênicos, sais de ouro), oxacilina, penicilamina, penicilina G,
fenazopiridina, polimixina B, salicilatos, sulfonamidas, tobutamina, viomicina
Proteína C reativa Inferior a 0,8 mg/dl Fator de risco para evento cardiovascular (infarto de miocárdio ou derrame)
(PCR) (imunonefelometria) c­: na inflamação arterial, infecções bacterianas (apendicite, otite média, pielonefrite, doença
inflamatória pélvica), câncer, doença de Crohn, infarto de miocárdio, pancreatite, febre reumática, artrite
reumatoide, obesidade
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 31

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
PRU (porcentagem Objetivo: 70% de redução para diálise 3 vezes/ Avaliação da eficiência da hemodiálise
de redução de semana (mínimo de 65%)
ureia, do início ao
final da sessão)
Sódio 137-145 mEq/l Principal cátion extracelular. Importante para a manutenção do equilíbrio acidobásico
(Na) (potenciométrico, química seca) c­(hipernatremia): na desidratação e ingestão hídrica baixa (crianças, idosos e enfermos), diabetes
insípido (diurese osmótica), síndrome de Cushing, coma, hiperaldosteronismo primário, sudorese
excessiva. Uso dos fármacos: esteroides anabólicos, antibióticos, clonidina, cortcosteroides, laxantes,
metildopa, contraceptivos orais, xaropes de tosse, carbenicilina, estrogênios
T(hiponatremia): em edema, cirrose com ascite, queimaduras graves, vômito/diarreia graves, diuréticos,
SSIHAD, intoxicação hídrica, doença de Addison, nefrite grave, DRC, ICC, privação alimentar prolongada,
hiperglicemia, má absorção, AIDS. Uso dos fármacos: inibidores da ACE, captopril, carbamazepina,
diuréticos, sulfonilureias, triantereno, vasopressina, haloperidol, heparina, antidepressivos tricíclicos
Tiroxina total (T4) > 12 anos: 4,5-12 mg/dl c­: no hipertireoidismo (doença de Graves, doença de Plummer, adenoma tóxico da tireoide), tireoidite
  (fluoroimunoensaio) aguda, hepatite, hiperproteinemia congênita, anorexia nervosa, hiperêmese gravídica. Uso das
substâncias: amiodarona, propranolol, estrogênios, metadona, contraceptivos orais, clofibrato, heroína
T: no hipotireoidismo (cretinismo, mixedema), pré-eclâmpsia, DRC, desnutrição proteica, insuficiência
da pituitária, insuficiência hipotalâmica, deficiência de iodo, síndrome de Cushing, cirrose. Uso dos
fármacos: esteroides anabólicos, androgênios, fenitoína, propranolol, lítio, propiltiouracil
Transaminase M: até 38 U/l Não é um bom parâmetro individual para teste de força hepática, porque, além do fígado, é encontrada
glutâmico- F: até 32 U/l no coração, músculo esquelético e células vermelhas do sangue
oxaloacética c­: na injúria/morte celular, infarto do miocárdio (4 a 10 vezes o normal; diminui para o basal em torno
(cinético, automatizado, química seca)
(TGO) ou do 4o dia), cateterização cardíaca, angioplastia, cirurgia cardíaca, cirrose aguda, hepatite, cirurgia
aspartato amino-  
hepática, pancreatite aguda, DRA, câncer, alcoolismo, queimaduras, trauma do músculo esquelético,
transferase (AST) distrofia muscular, gangrena, anemia hemolítica aguda, mononucleose infecciosa com hepatite. Uso
dos fármacos: ácido acetilsalicílico, anti-hipertensivos, agentes colinérgicos, anticoagulantes, digitálicos,
contraceptivos orais, eritromicina, isoniazida, metildopa, opiatos, verapamil
T: no diabetes não controlado (com cetoacidose), beribéri (deficiência de tiamina), gestação, diálise
crônica
Transaminase M: até 41 U/l Melhor parâmetro que a TGO como teste de força hepática. Encontrada predominantemente no fígado,
glutâmico- F: até 31 U/l com quantidades moderadas nos rins e somente pequenas quantidades no coração e no músculo
pirúvica (TGP) ou esquelético
(cinético, automatizado, química seca)
alanina amino- c­: na hepatite, colestase, icterícia, cirrose, câncer hepático, infarto do miocárdio, queimaduras
transferase (ALT)  
graves, trauma muscular, miosite, choque, mononucleose, pancreatite, obesidade. Uso dos
fármacos: acetaminofeno, alopurinol, ácido aminosalicílico, ampicilina, azatioprina, carbamazepina,
cefalosporinas, clordiazepoxida, clorpropamida, clofibrato, cloxacilina, codeína, dicumarol,
indometacina, metotrexato, metildopa, naficilina, ácido nalidixico, nitrofurantoína, contraceptivos orais,
oxacilina, fenotiazina, fenilbutazona, fenitoína, procainamida, propoxifeno, propranolol, quinidina,
tetraciclina, verapamil
Transferrina 200-400 mg/dl Proteína carreadora do ferro
(nefelometria) Vida-média de 8-10 dias, portanto mais sensível do que a albumina na avaliação nutricional
c­em reservas inadequadas de ferro, desidratação, anemia por deficiência de ferro, hepatite aguda,
policitemia, gestação, hipoxia, perda sanguínea crônica, uso de estrogênios
T em anemia perniciosa e falciforme, infecção, retenção hídrica, câncer, doença hepática, desnutrição,
síndrome nefrótica, talassemia, sobrecarga de ferro, enteropatias, queimaduras, uso de cortisona, e uso
de testosterona
Transferrina = 0,8 × TIBC – 43
TIBC = capacidade total de fixação de ferro
Depleção proteica: leve = 150-200 mg/dl; moderada = 100-149 mg/dl; grave = < 100 mg/dl
Triglicerídios Desejável: ≥ 100 e ≤ 150 mg/dl Importante na avaliação do metabolismo de lipídios. Administração endovenosa de emulsões lipídicas
(Tg) Limite: 150-199 mg/dl deve ser cautelosa em pacientes com níveis elevados de Tg
Alto: 200-499 mg/dl c­: nas hiperlipidemias, doença hepática, pancreatite, diabetes mal controlado, hipotireoidismo, infarto
do miocárdio, alcoolismo, cirrose hepática, ingestão excessiva de açúcar e/ou gordura, AIDS, doença
Muito alto: ≥ 500 mg/dl
do armazenamento de glicogênio, síndrome nefrótica, gestação. Uso dos fármacos: colestiramina,
(colorimétrico, enzimático, química seca) estrogênio, contraceptivos orais
T: na desnutrição, síndrome de má absorção, hipertireoidismo, DPOC. Uso dos fármacos: ácido ascórbico,
asparaginase, clofibrato, colestipol
32 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Tri-iodotironina Adultos: Sua concentração é cerca de 1/70 daquela do T4 e circula ligada à proteínas
total (T3) 20-50 anos: 70-200 ng/dl c­: na terapia com hormônio da tireoide (dose diária de T3 >25 mg ou T4 >300 mg), hipertireoidismo,
50-90 anos: 40-180 ng/dl tirotoxicose T3, tireoidite, adenoma tóxico da tireoide, doença de Graves, doença de Plummer, gestação,
(fluoroimunoensaio) hepatite, hiperproteinemia congênita. Uso dos fármacos: estrogênios, metadona, contraceptivos orais
Captação da T3: 24-34% T: nas doenças graves em geral, pós-operatório, jejum prolongado, hipotireoidismo, cretinismo,
mixedema, insuficiência da pituitária, insuficiência hipotalâmica, deficiência de iodo, insuficiência renal,
síndrome de Cushing, cirrose. Uso dos fármacos: propranolol, amiodarona, corticosteroides, androgênios,
fenitoína, reserpina, salicilatos (altas doses)
Ureia para força 10-45 mg/dl Reflete quebra proteica endógena (catabolisada) ou exógena (ingerida). Pode indicar estado de
renal normal (colorimétrico, química seca) hidratação. Sofre mais a influência do catabolismo proteico do que a creatinina
  c­: na insuficiência renal, obstrução do trato urinário, choque, trauma, sepse, desidratação, hipovolemia,
infecção, diabetes, gota crônica, ingestão/catabolismo proteico excessivo, hemorragias digestivas,
infarto do miocárdio, ICC. Uso dos fármacos: esteroides, alopurinol, aminoglicosídeos, ácido
acetilsalicílico, bacitracin, carbamazepina, cefalosporinas, furosemida, guanitidina, indometacina,
metotrexato, penicilamina, propranolol, espirinolactona, tetraciclina, rifampina
T: na insuficiênciahepática grave (medicamentos, envenenamento, hepatite), desnutrição (balanço
nitrogenado negativo), má absorção, hiper-hidratação (excesso de líquidos endovenosos), síntese
proteica aumentada (final da gestação, infância, acromegalia), diarreia, síndrome nefrótica, SSIHAD,
absorção alterada (doença celíaca), ingestão baixa de proteínas, ingestão elevada de CHO. Uso dos
fármacos: cloranfenicol, estreptomicina
Ureia em ≥ 130 e ≤ 200 mg/dl Reflete quebra proteica endógena (catabolisada) ou exógena (ingerida)
hemodiálise c­: diálise ineficiente; alta ingestão proteica
pré-sessão T: hiperfiltração durante a hemodiálise; baixa ingestão proteica
(“ureia 1”)
Ureia em diálise ≥ 100 e ≤ 150 mg/dl Reflete quebra proteica endógena (catabolisada) ou exógena (ingerida)
peritoneal c­: diálise ineficiente; alta ingestão proteica
T: hiperfiltração durante a diálise; baixa ingestão proteica
Ureia, urina Com força renal significativa: 12-34 g/dia, dieta Sintetizada no fígado a partir da amônia, como produto final do catabolismo das proteínas. É livremente
dependente filtrada pelos glomérulos renais e cerca de 40-50% são reabsorvidos no túbulo contornado proximal.
(enzimático, automatizado) Mede o ritmo de filtração glomerular. Influenciada pela ingestão de proteínas
T: na insuficiência renal
Vitamina A Retinol: 360-1.200 mg/l T: cirrose, deficiência de zinco, hiperqueratose, manchas de Bitot, xeroftalmia, ceratomalacia
(cromatografia líquida de alta pressão)
Vitamina B2 Normal: 3-15 mg/dl T: anemia normocítica e normocrômica, neuropatias compressivas, como a síndrome do túnel do carpo,
Limite: 2,0 mg/dl alcoolismo, infecções, neoplasias, pelagra, desnutrição, gestação, lactação
Diminuído: < 2,0 mg/dl
(cromatografia líquida de alta pressão)
Vitamina B6 5-30 ng/ml Cofator essencial para diversas enzimas (glicogênio-fosforilase, transaminases e descarboxilases de
(cromatografia líquida de alta pressão) aminoácidos
T: alcoolismo crônico, síndromes de má absorção, uso de medicamentos, como a isoniazida
Vitamina B12 190-900 ng/l Importante para a manutenção da hematopoiese e da mielina. Requer o fator intrínseco para sua
(quimioluminescência) absorção, e a transcobalamina para seu transporte
­c (> 1.100 ng/l): na doença hepática, algumas leucemias, câncer (especialmente com metástase
hepática), gestação, uso de contraceptivos orais
T (< 100 ng/ml): na anemia perniciosa, síndromes de má absorção, hipotireoidismo primário, redução
da mucosa gástrica (p. ex., gastrectomia ou câncer gástrico), dieta vegetariana, acloridria
Vitamina D (1,25 16-32 ng/ml Mede as reservas corporais da vitamina D. Níveis < 30 ng/ml indicam suplementação
di-hidroxivitamina (radiorreceptor) c­: excesso de suplementação de vitamina D
D)
T: na DRC, ingestão deficiente de vitamina D, não exposição à luz solar, cirrose
Vitamina E Adultos: 5,5-17,0 mg/l Contribui para a manutenção das membranas celulares, dos sistemas vascular e nervoso, e promove
Deficiência: <3,0 mg/l proteção antioxidante. O nível sérico, após 12-14 horas de jejum, reflete as reservas do organismo
Excesso: > 40 mg/l T: em hepatopatia crônica, síndrome de má absorção, desnutrição, abetalipoproteinemia
(cromatografia líquida de alta pressão)
Vitamina K 0,09-2,22 ng/ml Vitamina lipossolúvel cuja absorção depende da emulsificação das gorduras no tubo digestivo
(cromatografia líquida de alta pressão) T: má absorção intestinal de gorduras, bloqueio do fluxo biliar, antibioticoterapia, período neonatal
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 33

Apêndice A2.7  ■  Referência para avaliação de testes laboratoriais. (continuação)


Valores de referência
Exame (método analítico) Causa/Significado de valores anormais
Volume 87-103 mm3/eritrócitos c­: no abuso de álcool, anemia perniciosa macrocítica/megaloblástica, deficiência de vitamina B12 e/ou
corpuscular médio (cálculo, automatizado) folato
(VCM)  
VLDL-colesterol 25-50% do colesterol total Cálculo para estimativa da VLDL: triglicerídeos dividido por 5
(lipoproteína (enzimático, química seca, automatizado) c­: na hiperlipidemia, dieta rica em lipídios, hipotireoidismo, doença hepática crônica, hepatoma, trauma
de muito baixa   agudo, diabetes melito, gestação, síndrome de Cushing, síndrome nefrótica, alcoolismo, mieloma
densidade) múltiplo, doença de armazenamento do glicogênio
T: na AIDS, desnutrição, hipolipoproteinemia familiar, hipertireodismo
Zinco 0,66-1,1 mg/ml c­: na ICC, aterosclerose, osteosarcoma
(Zn) (espectrofotometria de abs atômica com chama) T: na desnutrição, diálise, enteropatia perdedora de proteína, doença inflamatória intestinal, síndrome
nefrótica, queimaduras ou trauma, NPT prolongada, alcoolismo, cirrose alcoólica ou pancreatite,
anorexia, anemia perniciosa ou falciforme, câncer com metástase hepática, tuberculose, talassemia,
hipoalbuminemia

Unidades dos Sistemas Convencional e Internacional (SI), com fatores de conversão


Unidade
Componente convencional Fator de conversão Unidade internacional Valores normais do SI
Amônia plasmática µg/dl 0,5909 µmol/l 47-65
Aspartato aminotransferase sérico U/l 0,0167 µkat/l 0-0,58
Bilirrubina sérica mg/dl 17,10 µmol/l 1,7-5,1
Bilirrubinas séricas totais mg/dl 17,10 µmol/l 5,1-17
Cloreto sérico mEq/l 1,00 mmol/l 89-106
Colesterol plasmático mg/dl 0,02586 mmol/l < 5,2
Creatinina sérica        
• Homens mg/dl 88,40 µmol/l 53-106
• Mulheres mg/dl 88,40 µmol/l 44-97
Creatinina urinária g/dia 8,840 mmol/l Variável
Desidrogenase láctica sérica U/l 1 U/l 100-190
Fosfatase alcalina sérica U/l 0,01667 µkat/l 0,5-2,0
Glicose plasmática mg/dl 0,05551 mmol/l 3,4-6,1
Lipoproteína de baixa densidade (LDL) mg/dl 0,02586 mmol/l < 2,59
Lipoproteína de alta densidade (HDL) mg/dl 0,02586 mmol/l >0,66 < 1,0
Osmolalidade plasmática mOsm/kg H2O 1,00 mmol/kg H2O 285-295
Osmolalidade urinária mOsm/kg 1,00 mmol/kg 50-1200
Sódio sérico mEq/l 1,00 mmol/l 136-145
Tiroxina T4        
• Homens µg/dl 12,87 nmol/l 51-154
• Mulheres µg/dl 12,87 nmol/l 64-154
Tri-iodotironina T3 ng/dl 0,01536 nmol/l 1,2-3,4
Triglicerídios plasmáticos mg/dl 0,0169 mmol/l < 1,69
Ureia sérica mg/dl 0,3570 mmol/l ureia 3,6-7,1
CHO = carboidrato; DRA = doença renal aguda; DRC = doença renal crônica; ICC = insuficiência cardíaca congestiva; NPT = nutrição parenteral total; SSIHAD = síndrome da secreção inapropriada do hormônio
34 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.8  ■  Avaliação nutricional | História e exame físico mensal.


Nome: ______________________________________________________________________________________________________
Data: ____/____/____
Intercorrências no mês? Sim ou Não? Quais? ________________________________________________________________________________
Uso adequado dos seguintes medicamentos:
Quelante de fósforo: ______________________________________________________________________________________________
Polivitamínico: _ ________________________________________________________________________________________________
Anti-hipertensivo: _ ______________________________________________________________________________________________
Outro: _ _____________________________________________________________________________________________________
Apetite atual: ( ) Excelente ( ) Bom ( ) Regular ( ) Ruim
Mudanças recentes no apetite? Sim ou Não? c T Tempo: ____________ Causa: _______________________________________________________
Problemas gástricos/mastigação/deglutição? Sim ou Não Descrição _ ________________________________________________________________
DP: Sensação de plenitude gástrica? Sim ou Não? Saciedade precoce? Sim ou Não?
Função intestinal: _ ______________________________________________________________________________________________
Usa sal comum? Sim ou Não ( ) c( ) 4 ( )T Quando: durante a cocção? Sim ou Não? Adicional à mesa? Sim ou Não?
Usa outros temperos e ervas? Sim ou Não? Qual(is)? ___________________________________________________________________________
Toma bebida alcoólica? Sim ou Não? Qual(is)?__________________ Frequência: _ ____________________________________________________
Capacidade funcional (condição física geral): ( ) Ruim ( ) Regular ( ) Boa _____ Piora _____Melhora

Apêndice A2.9  ■  Avaliação nutricional | Método integrado.


Escore de Desnutrição-Inflamação (Malnutrition-Inflammation Score – MIS)
(A) História relatada pelo paciente
Mudança no peso seco (mudança total nos últimos 3 a 6 meses):
0 1 2 3
Nenhuma mudança no peso seco ou perda Perda pequena de peso (≥ 0,5 kg mas < 1 kg) Perda de peso > 1 kg mas < 5% Perda de peso > 5%
de peso <0,5kg
Ingestão alimentar:
0 1 2 3
Bom apetite e sem deterioração do padrão Ingestão subótima de dieta sólida Diminuição moderada da dieta líquida total Líquida hipocalórica a jejum
de ingestão alimentar
Sintomas gastrintestinais (GI):
0 1 2 3
Sem sintomas, com bom apetite Sintomas leves, apetite ruim ou náuseas Vômito ocasional ou sintomas GI moderados Diarreia ou vômito frequente,
ocasionais ou anorexia grave
Capacidade funcional (alteração funcional relacionada com a nutrição):
0 1 2 3
Capacidade funcional normal para Dificuldade ocasional com a ambulação, ou Dificuldade com atividades anteriormente Confinado ao leito/cadeira, ou
melhorada, sente-se bem sente-se frequentemente cansado independentes (p. ex., ir ao banheiro) pouca para nenhuma atividade
física
Comorbidade, incluindo o número de anos em diálise:
0 1 2 3
Em diálise há menos de 1 ano, e saudável Em diálise há 1-4 anos, ou comorbidade leve Em diálise há > 4 anos, ou comorbidade Qualquer comorbidade
no restante (excluindo PCC*) moderada (incluindo PCC*) múltipla, grave (2 ou mais
PCC*)
(B) Exame físico (de acordo com os critérios da SGA)
Reservas diminuídas de gordura ou perda subcutânea (subocular, tríceps, bíceps e cintura)
0 1 2 3
Normal (sem mudança) Leve Moderado Grave
Sinais de perda muscular (têmporas, clavícula, ombros, escápula, costelas, adutor, quadríceps, joelho, panturrilha):
0 1 2 3
Normal (sem mudança) Leve Moderado Grave
(C) Índice de massa corporal
Índice de massa corporal: IMC = Peso (kg) ÷ altura2 (m)
0 1 2 3
2 2
IMC ≥ 20 kg/m IMC 18-19,99 kg/m IMC 16-17,99 kg/m2 IMC < 16 kg/m2
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 35

Apêndice A2.9  ■  Avaliação nutricional | Método integrado. (continuação)


(D) Parâmetros laboratoriais
Albumina sérica:
0 1 2 3
Albumina: ≥ 4,0 g/dl Albumina: 3,5-3,9 g/dl Albumina: 3,0-3,4 g/dl Albumina: < 3,0 g/dl
TIBC sérico (capacidade total de ligação do ferro)**
0 1 2 3
TIBC > 250 mg/dl TIBC = 200-249 mg/dl TIBC = 150-199 mg/dl TIBC < 150 mg/dl
Escore total = soma dos 10 componentes acima (0-30):_________________
*PCC = principais condições de comorbidade; incluem: insuficiência cardíaca congestiva classe III ou IV, AIDS totalmente desenvolvida, doença arteriocoronariana grave, doença pulmonar obstrutiva crônica
moderada a grave, grandes sequelas neurológicas, malignidades metastáticas ou condição pós-quimioterapia recente. **Aumentos equivalentes sugeridos para transferrina sérica são: > 200 mg/dl (0), 170-200
mg/dl (1), 140-170 mg/dl (2) e <140 mg/dl. Fonte: Kalantar-Zadek K, Kopple JD, Block G et al. A malnutrition-inflammation score is correlated with morbidity and mortality in maintenance hemodialysis.
Am J Kidney Dis, 2001; 38(6):1251-1263.

Critérios de intervenção nutricional para risco/desnutrição propostos pela MIS


MIS de 0 a 9 Acompanhar e estimular a alimentação adequada
MIS de 10 a 15 Reforçar a ingestão oral com alimentos normais
MIS de 16 a 20 Iniciar suplementos artesanais
MIS de 21 a 25 Iniciar suplementos industrializados
MIS de 26 a 30 Indicar a alimentação via sonda

Apêndice A2.10  ■  Avaliação Nutricional | História Alimentar | Recordatório de 24 horas.


Nome: ______________________________________________________________________
Data: ____/____/____
Instruções:
• Escreva tudo o que você (ou o paciente) comer e beber imediatamente após cada refeição ou lanche.
• Inclua tudo o que você (ou o paciente) comer e beber (inclusive água para remédio), em casa ou fora de casa durante o dia inteiro (da hora que levanta até a hora que vai para a
cama, a noite).
• Especifique o máximo possível as quantidades que você (ou o paciente) comer. Por exemplo: 1 colher de sopa cheia de arroz, 1 maçã pequena etc.
• Escreva se o alimento estava frito, cozido, assado, refogado etc.
• Não se esqueça de incluir tudo o que for adicionado aos alimentos, como açúcar do café, margarina do pão, mel etc.
• Escreva também o horário que você (ou o paciente) comeu, e onde comeu.
Horário Quantidade e alimento G H F L C O A
                 
               
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
                 
               
  Total              
G = grãos; H = hortaliças; F = frutas; L = leite; C = carnes; O = óleos; A = açúcar.
36 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.11  ■  Lista de substituição de alimentos para pacientes com doenças renais.
Grupo dos grãos (pães, cereais, arroz e massas)
Uma porção contém, em média, 2 g de proteína, 90 kcal, 80 mg de sódio, 35 mg de potássio, 35 mg de fósforo
• 1 fatia média de pão (forma, centeio, milho e outros)
• ½ unidade de pão francês, de leite, de cachorro-quente, de hambúrguer ou sírio (50 g)
• 1 pãozinho de leite, bolinho ou biscoito (cerca de 25 g cada)
• 1 a 2 torradas médias
• 1 fatia fina de bolo ou torta simples
• ½ sonho médio ou 1 pequeno (sem contar o recheio)
• ½ doce folhado médio
• 3 biscoitos cream-crackers médios
• 4 biscoitos cream-crackers pequenos
• 4 biscoitos doces
• 4 biscoitos waffer
• 1 panqueca pequena fina ou 1 média
• 2 tortilhas finas ou 1 média de milho
• 1 tapioca média
• 1 waffle pequeno
• 1 e ½ xícara (chá) de pipoca (estourada)
• 9 chips de tortilha
• ¾ de xícara (4 colheres de sopa cheias) de cereais instantâneos
• ½ xícara (5 colheres de sopa) de cereal cozido (p. ex., farinha de arroz, farinha de milho)
• 1/3 xícara (3 colheres de sopa) de aveia crua ou instantânea
• 2 colheres (sopa) cheias de farinha (arroz, milho, rosca, trigo)
• ½ xícara (4 colheres de sopa cheias) de arroz cozido (branco ou integral)
• ½ xícara (4 colheres de sopa cheias) de arroz ou macarrão cozido (noodles, espaguete, macarrão simples)
• 1/3 de xícara (3 colheres de sopa) de macarrão com ovos (ou outras massas, sem recheio)
• ½ xícara de gelatina comum
Evitar produtos integrais: eles são mais ricos em fósforo e em potássio
Grupo das hortaliças
Uma porção contém, em média, 1 g de proteína, 25 kcal, 15 mg de sódio, 20 mg de fósforo
Pobres em potássio (0-100 mg)
• ½ xícara de pepino descascado (1/2 unidade pequena)
• ½ xícara de escarola
• ½ xícara de agrião
• 1 xícara de alface (todos os tipos)
• ½ xícara de ervilha-torta
• ½ xícara de feijão-verde (4 colheres de sopa)
• ½ xícara ou 1 unidade média de pimentão
• ½ xícara de broto de feijão
• ½ xícara de repolho comum ou repolho-chinês cru
Médias em potássio (101-200 mg)
• ½ xícara de alcachofra
• 1 talo de aipo cru
• ½ xícara de almeirão
• ½ xícara de acelga
• ½ xícara de couve
• ½ xícara de espinafre cru
• ½ xícara de brócolis
• ½ xícara ou 2 unidades pequenas de cebola
• ½ xícara de folha de mostarda
• ½ xícara de repolho cozido
• 1 cenoura pequena
• ½ chuchu médio (4 colheres de sopa)
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 37

Apêndice A2.11  ■  Lista de substituição de alimentos para pacientes com doenças renais. (continuação)
• ½ xícara de couve-flor
• ½ xícara de milho ou ½ espiga (rico em fósforo)
• ½ xícara (4 colheres de sopa) de berinjela
• ½ xícara (4 colheres de sopa) de abobrinha
• 3 rabanetes médios
• ½ xícara (2 colheres de sopa) de champignon ou cogumelos frescos crus ou enlatados (rico em fósforo; pode ser rico em sódio)
• ½ xícara (3 colheres de sopa) de nabo
• ½ xícara de ervilha-verde (rica em fósforo)
• 3 jilós médios
• ½ xícara (4 colheres de sopa) de palmito (se em conserva, é rico em sódio)
Ricas em potássio (201-350 mg)
• 5 talos de aspargos (rico em fósforo)
• ½ xícara (3 colheres de sopa) de beterraba
• ½ xícara de couve-de-bruxelas (rica em fósforo)
• ½ xícara de aipo cozido
• ½ xícara de suco de hortaliça (misto)
• ½ xícara (2 colheres de sopa) de champignon ou cogumelos frescos cozidos (rico em fósforo)
• ½ xícara (3 colheres de sopa) de quiabo (rico em fósforo)
• 8 batatas fritas à francesa
• ½ xícara de abóbora-moranga
• ½ xícara ou ½ raiz pequena (3 colheres de sopa) de aipim (mandioca) cozida
• 1 batata-salsa (mandioquinha) pequena (3 colheres de sopa)
• 1 tomate médio
• 2 colheres (sopa) de purê de tomate
• 3 colheres (sopa) de molho de tomate
• ½ xícara (120 ml) de suco de tomate, sem sal
Muito ricas em potássio (> 350 mg)
• ½ batata média (3 colheres de sopa) cozida, assada ou purê
• 14 batatas chips (também rica em sódio)
• ½ batata-doce média (3 colheres de sopa) (rica em fósforo)
• ¼ de xícara de abóbora comum
• ½ xícara de broto de bambu cozido
• ½ xícara de repolho-chinês cozido
• ½ xícara de espinafre cozido (rico em fósforo)
• 2 colheres (sopa) de massa de tomate.
Grupo das frutas
Uma porção contém, em média, 0,5 g de proteínas, 70 kcal, 15 mg de fósforo
Pobres em potássio (0-100 mg)
• ½ limão grande
• ½ xícara de suco de uva
• ½ xícara de pera enlatada
• 1 banana-maçã média
• 1 caju pequeno
• 1 lima média
• 1 maracujá pequeno
• 22-23 unidades médias de jabuticaba
Médias em potássio (101-200 mg)
• ½ xícara ou 1 rodela média de abacaxi
• 1 maçã pequena
• ½ xícara de suco de maçã
• ½ xícara (1/2 unidade média) de manga
• ½ xícara de mamão (1 fatia fina)
• ½ xícara de pêssego ou figo enlatado
38 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.11  ■  Lista de substituição de alimentos para pacientes com doenças renais. (continuação)
• 1 ameixa fresca média
• 1 colher (sopa) de uva-passa
• 1 xícara ou 1 fatia média de melancia
• ½ xícara de morangos
• ½ xícara de suco de limão (puro)
• 15 bagos de uva pequenos
• 1 tangerina média
• ½ xícara de cereja
• 2 colheres (sopa) de abacate
• 1 pêssego fresco pequeno
• 1 figo fresco médio
• ½ xícara de framboesa, groselha ou amora
• 1 caqui pequeno
• 1 goiaba pequena
• 3 metades médias de goiaba em calda
Ricas em potássio (201-350 mg)
• 1 pera fresca média
• ½ pera cristalizada média
• 1 fatia média de melão
• 5 damascos secos
• 1 damasco fresco
• 1 kiwi pequeno
• 1 pêssego seco
• 2 figos secos
• 1 laranja pequena
• ½ xícara de suco de laranja
• 1 nectarina pequena
Muito ricas em potássio (> 350 mg)
• ½ banana-nanica (caturra) média fresca
• ½ banana-passa
• 5 ameixas secas ou enlatadas
• ½ xícara de suco de ameixa
Nota: as frutas secas, os sucos de fruta concentrados e a calda de compotas de frutas são muito ricos em potássio
Grupo do leite e substitutos
Uma porção contém, em média, 8 g de proteína, 240 kcal, 160 mg de sódio, 370 mg de potássio, 220 mg de fósforo
• 1 copo médio de leite fresco
• 1 copo grande de leite de soja
• 2 colheres (sopa) de leite em pó desnatado ou integral
• 1 copo médio de iogurte
• 8 colheres (sopa) de coalhada
• 7 colheres (sopa) de nata
• 6 colheres (sopa) de queijo cremoso
• 6 colheres (sopa) de requeijão cremoso
• 4 colheres (sopa) de queijo cottage
• 1 fatia média de ricota
• 2 fatias grossas de tofu
• 1 copo de sorvete com leite
• ½ xícara de leite condensado
Alimentos normalmente ricos em sal (evitar):
• 1 fatia média de queijo minas
• 2 fatias finas de queijo mussarela
• 2 fatias finas de queijo prato
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 39

Apêndice A2.11  ■  Lista de substituição de alimentos para pacientes com doenças renais. (continuação)
Grupo das carnes e substitutos (proteínas)
Uma porção contém, em média, 21 g de proteínas, 195 kcal, 75 mg de sódio, 300 mg de potássio, 195 mg de fósforo, considerado o alimento cozido, sem osso, pele ou concha (no
caso de frutos do mar) e preparado sem a adição de sal
• 2 unidades médias de almôndegas
• 4 colheres (sopa) de atum (enlatado sem sal)
• 1 bife médio
• 14-15 unidades médias de camarão
• 5 colheres (sopa) de carne moída
• 8 a 9 pedaços pequenos de dobradinha
• 1 bife médio de fígado de boi
• 4 unidades médias de fígado de galinha
• 2 coxas médias de frango
• ½ peito de frango médio
• 1 sobrecoxa grande de frango
• 5 colheres (sopa) médias de língua
• 7 a 8 ostras médias
• 2 filés médios de peixe
• 3 pedaços médios de posta de peixe
• 2 sardinhas frescas pequenas
• 5 colheres (sopa) de picadinho
• 1 costela grande de porco
• 1 fatia média de lombo de porco
• 1 fatia média de pernil de porco
• 1 bife grande de soja
• 1 xícara (10 colheres de sopa) de soja cozida
Ovos
• 3 ovos inteiros
• 6 claras ou gemas
Alimentos normalmente ricos em sal (evitar):
• 3 linguiças médias de porco
• 3 fatias médias de mortadela
• 3 e ½ fatias médias de presunto
• 3 salsichas
• 2 sardinhas médias enlatadas
Grupo alternativo: leguminosas (p. ex., feijão) e oleaginosas (p. ex., nozes)
Esta é uma lista alternativa de fontes proteicas. Os alimentos desta lista geralmente não são recomendados, porque são fontes de proteína de baixa qualidade e são ricos em fósforo
e potássio, sendo usados somente em caso de pacientes vegetarianos restritos (vegan)
Leguminosas
Uma porção contém, em média, 8 g de proteína, 110 kcal, 20 g de carboidratos, 0 de sódio, 340 mg de potássio, 130 mg de fósforo, considerado alimento cozido, preparado sem sal.
• ½ xícara (5 colheres de sopa) de ervilha seca
• ½ xícara (5 colheres de sopa) de feijão (qualquer variedade)
• ½ xícara (5 colheres de sopa) de grão-de-bico
• ½ xícara (5 colheres de sopa) de lentilha cozida
Oleaginosas
Uma porção contém, em média, 7 g de proteína, 200 kcal, 7 g de carboidratos, 0 de sódio, 250 mg de potássio, 140 mg de fósforo
• 1 colher (sopa) de amendoim ou amêndoas
• 2 colheres (sopa) de castanhas
• 3 colheres (sopa) de nozes
• 1 e ½ colher (sopa) de creme de amendoim
Grupo dos óleos
Uma porção contém, em média, traços de proteína, 45 kcal, 55 mg de sódio, 10 mg de potássio, 5 mg de fósforo
• 1 colher (chá) de margarina
• 1 colher (sopa) de margarina light
40 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.11  ■  Lista de substituição de alimentos para pacientes com doenças renais. (continuação)
• 1 colher (chá) de maionese
• 1 colher (sopa) de maionese light
• 1 colher (chá) de óleo (oliva, canola, soja, milho e outros de origem vegetal)
• 2 colheres (chá) de molho de salada comercial
• 2 colheres (sopa) de molho de salada comercial light
• 1 e ½ colher (chá) de molho tártaro
• 2 colheres (sopa) de gordura de coco
• 1 colher (chá) de manteiga
Doces e bebidas
Uma porção contém, em média, traços de proteína, 100 kcal, 15 mg de sódio, 20 mg de potássio, 5 mg de fósforo. As bebidas devem ser contadas dentro da recomendação de
líquidos
• 2 colheres (sopa) de açúcar (branco ou mascavo)
• 2 colheres (sopa) de mel
• 14 balas de fruta
• 15 drops de menta, hortelã e outras balas semelhantes
• 2 colheres (sopa) de geleia
• 2 colheres (sopa) de marmelada, goiabada e outros doces de fruta em pasta
• 2 colheres (sopa) de xarope de milho
• 10 balas de goma
• 1 copo de limonada
• 1 copo de refrigerante
• 1 copo de suco artificial (p. ex., Tang®)
• ½ xícara de sorvete de fruta ou 1 picolé
• ½ copo de vinho
Adaptado de: Martins C. Avaliação do estado nutricional e diagnóstico. Curitiba: Nutroclínica, 2008; p. 485; American Dietetic Association. National Renal Diet: Professional Guide, 2 ed. Chicago: American Dietetic
Association, 2002; p. 29; American Dietetic Association. National Renal Diet: A Healthy Food Guide for People with Chronic Kidney Disease, 2 ed. Chicago: American Dietetic Association, 2002; p. 32; American
Dietetic Association. National Renal Diet: A Healthy Food Guide for People on Dialysis, 2 ed. Chicago: American Dietetic Association, 2002; p. 42.

Apêndice A2.12  ■  Ficha para análise da dieta por equivalência.


Nome: ____________________________________________________
Data: _____ / ______/ _______

No de porções/Refeição
No de Prot Carb Lip Na K P Ca
Grupo alimentar porções kcal (g) (g) (g) (mg) (mg) (mg) (mg) D L A L J C
           
Leite e substitutos   240 8 24 12 160 370 220 220
           
Carnes e substitutos   195 21 – 12 75 300 195 9
Subtotal                              

           
Grãos   90 2 18 1 80 35 35 25
Hortaliças                 25            

• Pobre em K 25 1 5 – 15 70 20
• Média em K 25 1 5 – 15 150 20
• Rica em K 25 1 5 – 15 270 20
Frutas                 10            

• Pobre em K 70 0,5 17 – – 70 15
• Média em K 70 0,5 17 – – 150 15
• Rica em K 70 0,5 17 – – 270 15
Subtotal                              

           
Óleos   45 – – 5 55 10 5 –
           
Doces e bebidas   100 Varia 25 – 15 20 5 Varia
Total                              
Prot = proteínas; Carb = carboidratos; Lip = lipídios; Na = sódio; K = potássio; P = fósforo; Ca = cálcio; D = desjejum; L = lanche; A = almoço; J = jantar; C = ceia.
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 41

Apêndice A2.13  ■  História alimentar | Questionário de frequência alimentar.


Nome: _________________________________________________
Data: ____/____/____

2-3 vezes 1 vez 3-4 vezes 1 vez Raramente


 Alimento/Preparação ao dia ao dia na semana na semana ou nunca
Pães          
Cereais (cozidos ou instantâneos)          
Arroz          
Massas          
Hortaliças cruas          
Hortaliças cozidas          
Hortaliças folhosas          
Frutas frescas          
Frutas secas          
Suco de frutas          
Leite          
Queijo          
Iogurte          
Sobremesas e sorvetes à base de leite          
Carnes vermelhas, porco, hambúrguer          
Frios e embutidos (p. ex., presunto, mortadela, salame, salsicha)          
Aves          
Peixes          
Frutos do mar          
Ovos          
Soja, feijão, grão-de-bico e outras leguminosas          
Oleaginosas (p. ex., nozes, castanhas etc.)          
Pasta de amendoim          
Margarina, manteiga, banha, creme de leite, nata          
Frituras (p. ex., batata frita, sonho, milanesa)          
Doces em geral          
Refrigerantes e sucos artificiais com açúcar          
Café, chá, achocolatados          
Bebidas alcoólicas          
Água          

Apêndice A2.14  ■  Ficha de identificação de diagnósticos nutricionais.


Ingestão nutricional (IN)
Definida como “problemas atuais relacionados com ingestão de energia, nutrientes, líquidos, substâncias bioativas através da dieta oral ou de suporte nutricional”
Balanço energético (IN-1)
Definido como “mudanças atuais ou estimadas na energia (kcal)”
 Gasto energético aumentado IN-1.1
 Ingestão insuficiente de energia IN-1.2
 Ingestão excessiva de energia IN-1.3
 Ingestão oral ou suporte nutricional (IN-2)
Definida como “ingestão real ou estimada de alimento e bebida pela dieta oral ou suporte nutricional, comparada com o objetivo do paciente”
 Ingestão oral insuficiente de alimento/bebida IN-2.1
 Ingestão oral excessiva de alimento/bebida IN-2.2
 Ingestão insuficiente de nutrição enteral/parenteral IN-2.3
 Ingestão excessiva de nutrição enteral/parenteral IN-2.4
 Infusão inadequada de nutrição enteral/parenteral (uso com cautela) IN-2.5
42 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.14  ■  Ficha de identificação de diagnósticos nutricionais. (continuação)


 Ingestão de líquidos (IN-3)
Definida como “ingestão real ou estimada de líquidos, comparada com o objetivo do paciente”
 Ingestão insuficiente de líquidos IN-3.1
 Ingestão excessiva de líquidos IN-3.2
 Ingestão de substâncias bioativas (IN-4)
Definida como “ingestão real ou observada de substâncias bioativas, incluindo componentes únicos ou múltiplos de alimentos funcionais, ingredientes, suplementos dietéticos,
álcool”
 Ingestão insuficiente de substâncias bioativas IN-4.1
 Ingestão excessiva de substâncias bioativas IN-4.2
 Ingestão excessiva de álcool IN-4.3
 Balanço de nutrientes (IN-5)
Definido como “ingestão real ou estimada de grupos específicos de nutrientes ou nutriente único, comparada aos níveis desejados para o paciente”
 Necessidades aumentadas de nutrientes IN-5.1
(especificar): ___________________
 Desnutrição calórico-proteica evidente IN-5.2
 Ingestão insuficiente de energia e proteína IN-5.3
 Necessidades diminuídas de nutrientes IN-5.4
(especificar): ___________________
 Desequilíbrio de nutrientes IN-5.5
 Ingestão de lipídios e de colesterol (IN-5.1)
 Ingestão insuficiente de lipídios IN-5.1.1
 Ingestão excessiva de lipídios IN-5.1.2
 Ingestão inapropriada de alimentos ricos em gorduras IN-5.1.3
(especificar): ___________________
 Ingestão de proteínas (IN-5.2)
 Ingestão insuficiente de proteínas IN-5.2.1
 Ingestão excessiva de proteínas IN-5.2.2
 Ingestão inapropriada de aminoácidos IN-5.2.3
(especificar): ___________________
 Ingestão de carboidratos e fibras (IN-5.3)
 Ingestão insuficiente de carboidratos IN-5.3.1
 Ingestão excessiva de carboidratos IN-5.3.2
 Ingestão inapropriada de tipos de carboidratos IN-5.3.3
(especificar): ____________________
 Ingestão irregular de carboidratos IN-5.3.4
 Ingestão insuficiente de fibras IN-5.3.5
 Ingestão excessiva de fibras IN-5.3.6
 Ingestão de vitaminas (IN-5.4)
 Ingestão insuficiente de vitaminas IN-5.4.1
 (especificar): ____________________
 A (1)  Riboflavina (7)
 C (2)  Niacina (8)
 D (3)  Folato (9)
 E (4)  B6 (10)
 K (5)  B12 (11)
 Tiamina (6)  Outras (especificar):_________________ (12)
 Ingestão excessiva de vitaminas IN-5.4.2
(especificar): ___________________________
 A (1)  Riboflavina (7)
 C (2)  Niacina (8)
 D (3)  Folato (9)
 E (4)  B6 (10)
 K (5)  B12 (11)
 Tiamina (6)  Outras (especificar):_________________ (12)
Apêndice 2  |  Procedimentos Operacionais Padronizados 43

Apêndice A2.14  ■  Ficha de identificação de diagnósticos nutricionais. (continuação)


Ingestão de minerais (IN-5.5)
 Ingestão insuficiente de minerais IN-5.5.1
(especificar):______________
 Cálcio  Potássio
 Cloreto  Fósforo
 Ferro  Sódio
 Magnésio  Zinco
 Outro (especificar):_____________________
 Ingestão excessiva de minerais (especificar): IN-5.5.2
 Cálcio  Ferro
 Potássio  Zinco
 Outro (especificar): _______________________
Nutrição clínica (NC)
Definida como “achados/problemas nutricionais relacionados à condição clínica ou física”
Condição funcional (NC-1)
Definida como “mudança no funcionamento físico ou mecânico que interfere ou impede os resultados nutricionais desejados”
 Dificuldade na deglutição NC-1.1
 Dificuldade na mastigação NC-1.2
 Dificuldade na amamentação NC-1.3
 Alteração na função GI NC-1.4
 Condição bioquímica (NC-2)
Definido como “mudança na capacidade de metabolizar nutrientes devido ao uso de medicamentos ou cirurgia, ou indicado nos valores laboratoriais alterados”
 Alteração na utilização de nutrientes NC-2.1
 Alteração nos valores laboratoriais relacionados à nutrição NC-2.2
(especificar):____________________
 Interação fármaco-nutriente NC-2.3
Condição do peso (NC-3)
Definida como “história de peso ou mudanças recentes, comparada com o desejado ou usual”
 Baixo peso NC-3.1
 Perda de peso involuntária NC-3.2
 Sobrepeso/obesidade NC-3.3
 Ganho de peso involuntário NC-3.4
Comportamento nutricional (CN)
Definido como “achados/problemas nutricionais relacionados ao conhecimento, atitudes/crenças, ambiente físico ou acesso ao alimento e à segurança alimentar”
Conhecimento e crenças (CN-1)
Definido como “conhecimento e crenças atuais conforme relatado, observado ou documentado”
 Deficiência de conhecimento relacionado com os alimentos e com a nutrição CN-1.1
 Atitudes/crenças perigosas quanto aos alimentos ou tópicos relacionados com a nutrição (uso com CN-1.2
cautela)
 Despreparo para mudança na dieta/estilo de vida CN-1.3
 Deficiência no automonitoramento CN-1.4
 Distúrbio no padrão alimentar CN-1.5
 Aderência limitada às recomendações relacionadas à nutrição CN-1.6
 Escolhas alimentares indesejáveis CN-1.7
 Atividade física e função (CN-2)
Definida como “atividade física atual, problemas no autocuidado e na qualidade de vida, conforme relatado, observado ou documentado”
 Inatividade física CN-2.1
 Excesso de exercício CN-2.2
 Incapacidade ou falta de desejo para conduzir o autocuidado CN-2.3
 Alteração da capacidade de preparar alimentos e refeições CN-2.4
 Qualidade de vida e nutrição deficientes CN-2.5
 Dificuldade na autoalimentação CN-2.6
44 Nutrição e o Rim

Apêndice A2.14  ■  Ficha de identificação de diagnósticos nutricionais. (continuação)


 Segurança alimentar e acesso aos alimentos (CN-3)
Definido como “problemas atuais em relação à segurança alimentar ou ao acesso ao alimento”
 Ingestão de alimento não seguro CN-3.1
 Acesso limitado aos alimentos CN-3.2
 
Data de identificação: Data de resolução:
1. Problema_______________________________________________________________________________________
Etiologia_______________________________________________________________________________________
Indicadores_____________________________________________________________________________________
2. Problema_______________________________________________________________________________________
Etiologia_______________________________________________________________________________________
Indicadores_____________________________________________________________________________________
3. Problema_______________________________________________________________________________________
Etiologia_______________________________________________________________________________________
Indicadores_____________________________________________________________________________________
Adaptado de International Dietetics and Nutrition Terminology (IDNT) Reference Manual. Chicago, IL, American Dietetic Association, 2008.
Apêndice 3
Suplementos Nutricionais
46 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.1  ■  Suplementos nutricionais orais artesanais.


Definições:
• Pobre em potássio: ≤ 149 mg em 200 kcal; médio em potássio: 150 a 300 mg em 200 kcal; rico em potássio: > 300 mg em 200 kcal
• Pobre em proteínas: ≤ 5 g em 200 kcal; médio em proteína: 5,1 a 8 g em 200 kcal; rico em proteínas: > 8 g em 200 kcal

Receita/Ingredientes Características Composição


“Vitamina nutritiva” Líquido, 400 ml 0,9 kcal/ml
Suplemento pobre em potássio, normal em proteínas   Total da porção: 40 ml = 360 kcal
Leite integral: 1 copo (250 ml) Conteúdo de nutrientes por porção:
Açúcar: 3 colher de chá (15g) 12,8 g de proteínas
Farelo de trigo: 1 colher de sopa (9 g) 77,5 g de carboidratos
Clara de ovo: 1 unidade (30 g) 9,11 g de lipídios
Mamão: 1 fatia grande (290 g) 343 mg de sódio
549,2 mg de potássio
284,1 mg de fósforo
2,6 g de fibras
“Vitamina superenergética” Líquido, 360 ml 1,0 kcal/ml
Suplemento rico em potássio, rico em proteínas Total da porção: 360 ml = 360 kcal
Leite integral: 1 xícara (165 ml) Conteúdo de nutrientes por porção:
Gérmen de trigo: 1 colher de sopa (10 g) 17,7 g de proteínas
Farinha láctea®: 2 colheres de sopa (40 g) 62,7 g de carboidratos
Açúcar: 1 colher de chá (5 g) 11,16 g de lipídios
Abacate – 2 colheres de sopa (90 g) 332,3 mg de sódio
Clara de ovo: 1 unidade (30 g) 679,4 mg de potássio
  419 mg de fósforo
16,8 g de fibras
“Vitamina hiperenergética” Líquido, 225 ml 2,1 kcal/ml
Suplemento médio em potássio, rico em proteínas   Total da porção: 225 ml = 472 kcal
Farinha Láctea®: 2 colheres de sopa (40 g) Conteúdo de nutrientes por porção:
Morango: 5 unidades médias (60 g) 19,9 g de proteínas
Iogurte natural: 1 copo (200 ml) 73,4 g de carboidratos
Açúcar: 1 colher de chá (5g) 11 g de lipídios
Aveia: 3 colheres (45 g) 157,1 mg de sódio
  486,5 mg de potássio
429,35 mg de fósforo
5,56 g de fibras
“Sopa fortificada”  Pastoso, 330 g 1,5 kcal/ml
Suplemento rico em potássio, pobre em proteínas Total da porção: 330 ml = 521 kcal
Mandioca: 6 colheres de sopa (180 g) Conteúdo de nutrientes por porção:
Cenoura: 1 unidade grande (160 g) 11,3 g de proteínas
Leite integral: 1 xícara (16 ml) 78,53 g de carboidratos
Farinha de milho: 2 colheres de sopa (50 g) 23 g de lipídios
Óleo: 2 colheres de sopa (16 ml) 218,6 mg de sódio
  711,4 mg de potássio
331,74 mg de fósforo
5,09 g de fibras
“Sobremesa vitaminada” Pastoso, 130 g 2,4 kcal/ml
Suplemento pobre em potássio, normal em proteínas   Total da porção: 130 g = 313,4 kcal
Banana-maçã: 1 unidade média (65 g) Conteúdo de nutrientes por porção:
Mel: 3 colheres de sobremesa (27 g) 5,07 g de proteínas
Linhaça: 2 colheres de sopa (20 g) 58,1 g de carboidratos
Suspiro: 2 unidades médias (20 g) 6,8 g de lipídios
  39,6 mg de sódio
88,3 mg de potássio
120,6 mg de fósforo
5,5 g de fibras
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 47

Apêndice A3.1  ■  Suplementos nutricionais orais artesanais.


Receita/Ingredientes Características Composição
“Shake fortificado” Pastoso, 165 g 1,8 kcal/ml
Suplemento rico em potássio, rico em proteínas Total da porção: 165 g = 299,9 kcal
Farinha de aveia: 2 colheres de sobremesa (15 g) Conteúdo de nutrientes por porção:
Extrato de soja: 1 colher de sobremesa (10 g) 12,59 g de proteínas
Leite integral em pó: 7 colheres de sopa (90 g) 38,73 g de carboidratos
Óleo: 2 colheres de chá (4 ml) 11,0 g de lipídios
Gelatina em pó: 2 colheres de sopa (22 g) 296,15 mg de sódio
Maçã: 3 colheres de sopa (45g) 394,25 mg de potássio
170,78 mg de fósforo
2,38 g de fibras

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda.


Definições:
• Pobre em potássio: ≤ 149 mg em 200 kcal; médio em potássio: 150 a 300 mg em 200 kcal; rico em potássio: > 300 mg em 200 kcal
• Pobre em proteínas: ≤ 5 g em 200 kcal; médio em proteína: 5,1 a 8 g em 200 kcal; rico em proteínas: > 8 g em 200 kcal

Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas
Energyzip (Prodiet) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak 200 ml 5,6 g de proteína
154,6 mg de sódio
199,9 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Ensure (Abbott) Rico em potássio 1,06 kcal/ml
 Latas de 237 ml 4 g de proteína
  106 mg de sódio
160 mg de potássio
117 mg de fósforo
128 mg de cálcio
Ensure FOS (Abbott) Rico em potássio  1,0 kcal/ml
Pó: latas com 400 g e 1 kg* 3,7 g de proteína
 *Apenas sabor baunilha 84 mg de sódio
155 mg de potássio
53 mg de fósforo
65 mg de cálcio
FiberSource (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Square 1 l e Sistema Fechado 1 l 4,4 g de proteína
120 mg de sódio
164 mg de potássio
70 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Fresubin Energy (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Bolsa de 500 ml e 1 l 5,6 g de proteína
100 mg de sódio
207 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
48 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas (continuação)
Fresubin Energy Drink (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 5,6 g de proteína
80 a 85 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Energy Fibre (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Bolsa de 500 ml e 1 l 5,6 g de proteína
100 mg de sódio
207 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Energy Fibre Drink (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 5,6 g de proteína
80 a 85 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Original (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml e 1 l 3,8 g de proteína
112,5 mg de sódio
125 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Original Fibre (Fresenius Kabi) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml e 1 l 3,8 g de proteína
113 mg de sódio
155 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Pó (Fresenius Kabi) Pó: lata de 400 g 1,0 a 2,0 kcal/ml
Diluição padrão: 6 a 12 colheres medida e completar com água 3,4 g de proteína
até 250 ml 37 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Soya Fibre (Fresenius Kabi) Bolsa de 1 l 1,0 kcal/ml
3,8 g de proteína
100 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
IsoSource Soya (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Square 1 l 4,4 g de proteína
120 mg de sódio
164 mg de potássio
70 mg de fósforo
100 mg de cálcio
IsoSource Soya Fiber (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Square 1 l 4,4 g de proteína
85 mg de sódio
164 mg de potássio
70 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 49

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas (continuação)
IsoSource Standard (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Square 1 l e Sistema Fechado 1 l 4,4 g de proteína
120 mg de sódio
164 mg de potássio
70 mg de fósforo
100 mg de cálcio
IsoSource Standard em pó (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Pó: lata de 325 g 4,5 g de proteína
Diluição padrão = 3 e ½ colheres de sopa cheias (68 g) em 208 83 mg de sódio
ml de água (1,2 kcal/ml) 142 mg de potássio
66 mg de fósforo
66 mg de cálcio
Jevity (Abbott) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
 Sistema Fechado com 1 l e latas de 237 ml 4,0 g de proteína
93 mg de sódio
157 mg de potássio
72 g de fósforo
92 g de cálcio
Modulen IBD (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
 Pó: lata de 400 g 3,6 g de proteína
35 mg de sódio
122 mg de potássio
61 mg de fósforo
91 mg de cálcio
Novasource GI Control (Nestlé) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Slim 200 ml e Sistema Fechado 1 l 6,0 g de proteína
84 mg de sódio
136 mg de potássio
75 mg de fósforo
75 mg de cálcio
Nutren 1.0 – Pó (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: lata de 400 g 4,0 g de proteína
1,0 kcal/ml = 7 medidas (55 g) em 210 ml de água 87 mg de sódio
1,5 kcal/ml = 10 medidas (80 g) em 190mL de água 124 mg de potássio
2,0 kcal/ml = 14 medidas (110 g) em 175 ml de água 67 mg de fósforo
67 mg de cálcio
Nutren 1.5 (Nestlé) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Slim 200 ml 5,6 g de proteína
132 mg de sódio
192 mg de potássio
92 mg de fósforo
126 mg de cálcio
Nutren Diabetes (NovaSource GC, Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: lata 400 g 3,8 g de proteína
188 kcal = 5 medidas (42 g) em 215 ml de água 87 mg de sódio
250 kcal = 7 medidas (55 g) em 210 ml de água 126 mg de potássio
375 kcal = 10 medidas (85 g) em 430 ml de água 68 mg de fósforo
500 kcal = 13 medidas (110 g) em 425 ml de água 68 mg de cálcio
750 kcal = 21 medias (170 g) em 860 ml de água
1000 kcal = 27 medidas (220 g) em 850 ml de água
50 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas (continuação)
Nutri Diabetic (Nutrimed) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 4,8 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
100 mg de fósforo
105 mg de cálcio
Nutri Enteral Soya (Nutrimed) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 1.000 ml 4,8 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Enteral Soya Fiber (Nutrimed) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 1.000 ml 4,8 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
100 mg de fósforo
105 mg de cálcio
Nutridrink (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 6 g de proteína
90 mg de sódio
159 mg de potássio
78 mg de fósforo
91 mg de cálcio
Nutridrink Compact (Support) Médio em potássio 2,4 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 9,6 g de proteína
96 mg de sódio
236 mg de potássio
174 mg de fósforo
174 mg de cálcio
Nutridrink MF (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 6 g de proteína
89 mg de sódio
159 mg de potássio
77 mg de fósforo
91 mg de cálcio
Nutridrink Pó (Support) Rico em potássio 1,5 kcal/ml
Pó: lata de 325 g 4 g de proteína
Diluição padrão: 21,5 g de pó + 90 ml de água 100 mg de sódio
(1,5 kcal/ml – 100 ml) 151 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Pak de 500 ml e 1 l 4 g de proteína
100 mg de sódio
150 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison Advanced Oligo (Support) Rico em potássio 1,2 kcal/ml
Pó: envelope de 90 g 4,0 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + água = 350 ml 26 mg de sódio
234 mg de potássio
92 mg de fósforo
94 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 51

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas (continuação)
Nutrison Advanced Peptisorb (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 500 ml e Tetra Pak de 1 l 4,0 g de proteína
100 mg de sódio
150 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison MF (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Pak de 500 ml e 1 l 4 g de proteína
100 mg de sódio
150 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison Soya (Support) Médio em potássio 1,01 kcal/ml
Pó: lata de 800 g 3,6 g de proteína
Diluição padrão: 45 g do pó em 100 ml de água e completar 40 mg de sódio
200ml (1,01 kcal/ml) 144 mg de potássio
56 mg de fósforo
59 mg de cálcio
Nutrison Soya MF (Support) Médio em potássio 1,04 kcal/ml
Pó: lata de 800 g 3,6 g de proteína
Diluição padrão: 45 g do pó em 100 ml de água e completar 40 mg de sódio
190 ml (1,04 kcal/ml) 144 mg de potássio
56 mg de fósforo
59 mg de cálcio
Nutrovitamina Refresco (Nutrovitamina Embalagem com 20 sachês de 21 g cada 21 g de produto:
Laboratorio) 1 envelope (21 g) + 180 ml de água 60 kcal
14 g de proteína
41 mg de sódio
Potássio – ND
71 mg de fósforo
232 mg de cálcio
Osmolite HN (Abbott) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Sistema fechado com 1 l e latas de 237 ml 4,0 g de proteína
88 mg de sódio
148 mg de potássio
68 mg de fósforo
68 mg de cálcio
Peptamen Prebio (Nestlé) Pobre em potássio 1,01 kcal/ml
Lata de 250 ml e sistema fechado UltraPak 1l 4,0 g de proteína
Contém FOS 56 mg de sódio
  151 g de potássio
70 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Providextra Drink (Fresenius Kabi) Embalagem plástica de 200 ml 1,5 kcal/ml
4,0 g de proteína
97 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Resource Breeze (Nestlé) Tetra Brik 237 ml 1,07 kcal/ml
  3,8 g de proteína
34 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
52 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Normoproteicas (continuação)
Trophic 1.5 (Prodiet) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 1 l 5,6 g de proteína
156 mg de sódio
201,7 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Trophic Basic (Prodiet) Pobre em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 3,8 g de proteína
75 g de sódio
66 g de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Trophic Bio (Prodiet) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: lata 400 g 3,75 g de proteína
Diluição padrão: 63 g do produto + 210 ml água 113,7 mg de sódio
147,1 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Trophic Fiber (Prodiet) Pobre em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 3,8 g de proteína
75 mg de sódio
66 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Trophic Fiber (Prodiet) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 1 l 4,6 g de proteína
135 mg de sódio
174 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fórmulas padrão – Hiperproteicas
AlitraQ (Abbott) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: envelope de 76 g de pó 5,3 g de proteína
1 envelope + 250 ml de água = 300 ml 100 mg de sódio
120 mg de potássio
73 mg de fósforo
73 mg de cálcio
Complebyn Pó (Fresenius Kabi) Pó: lata de 454 g 90 kcal/porção
Diluição padrão: 2 colheres de sopa em 100 ml de água e 6 g/porção de proteína
completar até 200 ml 97,9 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Diamax (Prodiet) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml 4,35 g de proteína
110,3 mg de sódio
142,6 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Diasip (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 4,9 g de proteína
55 mg de sódio
100 mg de potássio
47 mg de fósforo
53 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 53

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
Ensure Plus (Abbott) Médio em potássio, rico em proteínas 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml 6,5 g de proteína
120 mg de sódio
200 mg de potássio
92 mg de fósforo
117 mg de cálcio
Ensure Plus HN RTH (Abbott) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Sistema fechado com 1 l 6,2 g de proteína
120 mg de sódio
180 mg de potássio
100 mg de fósforo
Cálcio – ND
Forticare (Support) Médio em potássio 1,6 kcal/ml
Tetra Pak de 125 ml 8,8 g de proteína
109,6 mg de sódio
215,2 mg de potássio
120 mg de fósforo
169,6 mg de cálcio
Fresubin 2 kcal Drink (Fresenius Kabi) Embalagem plástica de 200 ml 2,0 kcal/ml
10 g de proteína
60 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin 2 kcal Fibre Drink (Fresenius Kabi) Embalagem plástica de 200 ml 2,0 kcal/ml
10 g de proteína
60 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin HP Energy (Fresenius Kabi) Rico em potássio 1,5 kcal/ml
Bolsa de 500 ml e 1 l 7,5 g de proteína
120 mg de sódio
234 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Lipid (Fresenius Kabi) Rico em potássio 1,5 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 10 g de proteína
47,5 mg de sódio
240 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Lipid Drink (Fresenius Kabi) Embalagem plástica de 200 ml 1,5 kcal/ml
10 g de proteína
47,5 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fresubin Protein Energy Drink (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 10 g de proteína
50 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
54 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
Glucerna (Abbott) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Sistema fechado com 1 l e latas de 237 ml 4,2 g de proteína
93 mg de sódio
130 mg de potássio
65 mg de fósforo
70 mg de cálcio
Glucerna SR (Abbott) Rico em potássio 0,93 kcal/ml
Latas de 400 g e Tetra Pak de 230 ml 4,7 g de proteína
89 mg de sódio
156 mg de potássio
106 mg de fósforo
106 mg de cálcio
Impact (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Slim 200 ml e sistema fechado 1 l 5,6 g de proteína
160 mg de sódio
97 mg de potássio
80 mg de fósforo
61 mg de cálcio
IsoSource 1.5 Cal (Nestlé) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Square 1 l e sistema fechado 1 l 6,5 g de proteína
135 mg de sódio
214 mg de potássio
80 mg de fósforo
90 mg de cálcio
IsoSource HN (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Square 1 l e sistema fechado 1 l 5,3 g de proteína
120 mg de sódio
164 mg de potássio
70 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Jevity Plus (Abbott) Rico em potássio 1,2 kcal/ml
Sistema fechado de 1 l e latas de 237 ml 5,6 g de proteína
137 mg de sódio
186 mg de potássio
120 mg de fósforo
120 mg de cálcio
Nutren 2.0 (Nestlé) Médio em potássio 2,0 kcal/ml
Tetra Slim 200 ml 8,8 g de proteína
80 mg de sódio
152 mg de potássio
106 mg de fósforo
106 mg de cálcio
Nutren Active (Nestlé) Rico em potássio Porção de 31,5 g:
Pó: lata de 400 g 1,1 kcal/ml
Para adultos (+ de 11 anos) = 2 colheres cheias (31,5 g) + 7,6 g de proteína
180 ml de leite integral 113 mg de sódio
Para crianças (4 a 10 anos) = 2 colheres rasas (20 g) + 180 ml 378 mg de potássio
de leite integral 277 mg de fósforo
350 mg de cálcio
Nutri Enteral (Nutrimed) Pobre em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: pote de 400 g 4,3 g de proteína
Diluição padrão: 60 g do pó + 230 ml de água = 260 ml 71 mg de sódio
121 mg de potássio
230 mg de fósforo
290 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 55

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
Nutri Enteral (Nutrimed) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 5 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
100 mg de fósforo
105 mg de cálcio
Nutri Enteral 1.5 (Nutrimed) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Pó: pote de 400 g 6,3 g de proteína
Diluição padrão: 56 g do pó + 140 ml de água = 160 ml 108,5 mg de sódio
185,5 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Enteral 1.5 (Nutrimed) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 6,4 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Enteral Soya (Nutrimed) Médio em potássio 1,09 kcal/ml
Pó: pote de 400 g e 800 g 4,3 g de proteína
Diluição padrão: 48 g do pó + 170 ml de água = 200 ml 40 mg de sódio
116 mg de potássio
373 mg de fósforo
400 mg de cálcio
Nutri Fiber (Nutrimed) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 5 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
100 mg de fósforo
105 mg de cálcio
Nutri Fiber 1.5 (Nutrimed) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Pó: envelope de 100 g 6,4 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + 220 ml de água = 270 ml 116 mg de sódio
199,9 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Fiber 1.5 (Nutrimed) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 6,4 g de proteína
90 mg de sódio
170 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Fiber SF (Nutrimed) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: envelope de 98 g e pote de 400 g 4,2 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + 350 ml = 400 ml ou 63 g + 75 mg de sódio
220 ml = 250 ml 143,9 mg de potássio
350 mg de fósforo
350 mg de cálcio
Nutridrink Protein (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 10 g de proteína
50 mg de sódio
200 mg de potássio
195 mg de fósforo
280 mg de cálcio
56 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
Nutrison Advanced Cubison (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 500 ml e Tetra Pak de 1 l 5,5 g de proteína
100 mg de sódio
150 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison Advanced Diason (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 500 ml e Tetra Pak de 1 ml 4,3 g de proteína
100 mg de sódio
150 mg de potássio
72 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutrison Advanced Imuno (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: envelope de 90 g 4,4 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + água = 400 ml 81 mg de sódio
140 mg de potássio
56 mg de fósforo
54 mg de cálcio
Nutrison Energy (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 500 ml e 1 l 6 g de proteína
134 mg de sódio
201 mg de potássio
108 mg de fósforo
108 mg de cálcio
Nutrison Energy MF (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 500 ml e 1 l 6 g de proteína
134 mg de sódio
201 mg de potássio
108 mg de fósforo
108 mg de cálcio
Nutrison Protein Plus MF (Support) Médio em potássio 1,25 kcal/ml
Tetra Pak de 500 ml e 1 l 6,3 g de proteína
111 mg de sódio
168 mg de potássio
90 mg de fósforo
90 mg de cálcio
Nutrovitamina Gelatina (Nutrovitamina Embalagem com 20 sachês de 21 g cada 21 g de produto:
Laboratorio) 1 envelope (21 g) + 150 ml de água = 153 g de gelatina 56 kcal
12 g de proteína
28 mg de sódio
Potássio – ND
54 mg de fósforo
176 mg de cálcio
Nutrovitamina Shake (Nutrovitamina Pobre em potássio 45 g de produto:
Laboratório) Stand Up de 900 g 163 kcal
Diluição padrão: 4 colheres de sopa (45 g) + 160 ml de leite 17 g de proteína
integral 179 mg de sódio
Embalagem com 18 sachês de 45 g cada  Potássio – ND
70 mg de fósforo
230 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 57

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
Osmolite Plus HN (Abbott) Rico em potássio 1,2 kcal/ml
Sistema fechado de 1 l e latas de 237 ml 5,6 g de proteína
134 mg de sódio
181 mg de potássio
120 mg de fósforo
120 mg de cálcio
Peptamen (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: lata de 430 g 4,0 g de proteína
78 mg de sódio
125 mg de potássio
70 mg de fósforo
8 mg de cálcio
Peptamen 1.5 (Nestlé) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Lata 250 ml e Ultrapak 1 l 6,8 g de proteína
103 mg de sódio
187 mg de potássio
100 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Peptamen AF (Nestlé) Médio em potássio 1,2 kcal/ml
Sistema fechado Ultrapak 1 l 7,6 g de proteína
80 mg de sódio
160 mg de potássio
80 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Peptamen UTI (Nestlé) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
 Sistema fechado Ultrapak 1 l 9,4 g de proteína
117 mg de sódio
187 mg de potássio
100 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Peptimax (Prodiet) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: sachê de 60 g 4,21 g de proteína
100 mg de sódio
143,2 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Perative (Abbott) Médio em potássio 1,3 kcal/ml
Sistema fechado com 1 l e latas de 237 ml 6,7 g de proteína
104 mg de sódio
173 mg de potássio
87 mg de fósforo
87 mg de cálcio
Profort (Nestlé) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Sistema fechado de 1 l 6,3 g de proteína
100 mg de sódio
198 mg de potássio
120 mg de fósforo
120 mg de cálcio
58 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas padrão – Hiperproteicas (continuação)
ProSure (Abbott) Rico em potássio Para 24 ml:
Tetra Pak de 240 ml 295 kcal
Pó: lata de 380 g 16 g de proteína
360 mg de sódio
480 mg de potássio
252 mg de fósforo
355 mg de cálcio
Reconvan (Fresenius Kabi) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 5,5 g de proteína
138 mg de sódio
207 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Resource Diabetic (Nestlé) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Slim de 200 ml, Tetra Square de 1 l e sistema fechado 6,4 g de proteína
de 1 l 86 mg de sódio
177 mg de potássio
110 mg de fósforo
110 mg de cálcio
Survimed OPD (Fresenius Kabi) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 4,5 g de proteína
133 mg de sódio
155 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fórmulas especializadas para DRC – Hipoproteicas
Nutri Renal (Nutrimed) Pobre em potássio 2,0 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 3,3 g de proteína
60 mg de sódio
55 mg de potássio
65 mg de fósforo
65 mg de cálcio
Nutri Renal (Nutrimed) Médio em potássio 2,0 kcal/ml
Pó: envelope de 92 g 3,3 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + 170 ml de água = 220 ml 229,9 mg de sódio
176,3 mg de potássio
155 mg de fósforo
155 mg de cálcio
Nutrison Advanced Nefro (Support) Pobre em potássio 1,3 kcal/ml
Pó: envelope de 90 g 3,2 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + água = 300 ml 17 mg sódio
93 mg potássio
38 mg de fósforo
39 mg de cálcio
Nutrison Advanced TCM (Support) Rico em potássio 1,0 kcal/ml
Pó: envelope de 100 g 5,2 g de proteína
Diluição padrão: 1 envelope + água = 400 ml 42 mg de sódio
193 mg de potássio
52 mg de fósforo
70 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 59

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas especializadas para DRC – Hipoproteicas (continuação)
Replena sem diálise (Abbott) Pobre em potássio 2,0 kcal/ml
Pó: latas com 237 ml 3,0 g de proteína
  78 mg de sódio
112 mg de potássio
74 mg de fósforo
139 mg de cálcio
Fórmulas especializadas para DRC – Normoproteicas
Nefrodial (Abbott) Pobre em potássio 2,0 kcal/ml
Pó: latas com 237 ml 7,0 g de proteína
84 mg de sódio
105 mg de potássio
70 mg de fósforo
137 mg de cálcio
Novasource Renal (Nestlé) Pobre em potássio 2,0 kcal/ml
Sistema fechado de 1 l e Tetra Brik de 237 ml 7,4 g de proteína
160 mg de sódio
110 mg de potássio
65 mg de fósforo
130 mg de cálcio
Nutri Renal D (Nutrimed) Pobre em potássio 2,0 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 7,5 g de proteína
87 mg de sódio
103 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fórmulas especializadas para DRC – Hiperproteicas
Renalmax (Prodiet) Pobre em potássio 1,5 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml 6,7 g de proteína
113,9 mg de sódio
36,1 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Fórmulas pediátricas – Hipoproteicas
Fortini Multi Fiber (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 3,4 g de proteína
67 mg de sódio
140 mg de potássio
75 mg de fósforo
84 mg de cálcio
Fortini Pó (Support) Médio em potássio 1,0 a 1,5 kcal/ml
Pó: lata de 400 g 2,2 a 3,4 g de proteína
Diluição padrão: 42,7 g do pó + 180 ml de água = 210 ml 45 a 67 mg de sódio
(1,0 kcal/ml) ou 42,7 g do pó + 110 ml de água = 140 ml 100 a 150 mg de potássio
(1,5 kcal/ml)
50 a 74 mg de fósforo
56 a 84 mg de cálcio
Frebini Energy (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 3,8 g de proteína
86 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
60 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  | Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas pediátricas – Hipoproteicas (continuação)
Frebini Energy Drink (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 3,8 g de proteína
81 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Frebini Energy Fibre Drink (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Embalagem plástica de 200 ml 3,8 g de proteína
102 mg de sódio
150 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Frebini Original (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 2,5 g de proteína
54 mg de sódio
100 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Frebini Original Fibre (Fresenius Kabi) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Bolsa de 500 ml 2,5 g de proteína
54 mg de sódio
100 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutrini Multi Fiber (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 200 ml e Tetra Pak de 500 ml 2,5 g de proteína
60 mg de sódio
110 mg de potássio
50 mg de fósforo
60 mg de cálcio
Nutrini Standard (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 200 ml e Tetra Pak de 500 ml 2,5 g de proteína
60 mg de sódio
110 mg de potássio
50 mg de fósforo
60 mg de cálcio
Fórmulas pediátricas – Normoproteicas
Infantrini (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 100 ml 2,6 g de proteína
25 mg de sódio
93 mg de potássio
40 mg de fósforo
80 mg de cálcio
Nutren Junior (líquido) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Lata de 250 ml 3,0 g de proteína
46 mg de sódio
131 mg de potássio
80 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Nutren Junior pó (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Lata de 400 g 3,0 g de proteína
Diluição: 1 medida rasa de pó (7,8 g) para 30 ml de água 48 mg de sódio
107 mg de potássio
59 mg de fósforo
89 mg de cálcio
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 61

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Fórmulas pediátricas – Normoproteicas (continuação)
Nutri Infant (Nutrimed) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Tetra Pak de 200 ml e 1 l e sistema fechado de 250 ml e 1 l 3,2 g de proteína
40 mg de sódio
130 mg de potássio
81 mg de fósforo
69 mg de cálcio
Nutrini Energy Multi Fiber (Support) Médio em potássio 1,5 kcal/ml
Frasco de 200 ml e Tetra Pak de 500 ml 4,1 g de proteína
90 mg de sódio
165 mg de potássio
75 mg de fósforo
90 mg de cálcio
Nutrini Max Multi Fiber (Support) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Frasco de 500 ml 3,2 g de proteína
80 mg de sódio
138 mg de potássio
60 mg de fósforo
70 mg de cálcio
Peptamen Junior líquido (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Lata de 250 ml 3,0 g de proteína
46 mg de sódio
132 mg de potássio
80 mg de fósforo
100 mg de cálcio
Peptamen Junior pó (Nestlé) Médio em potássio 1,0 kcal/ml
Lata de 400 g 3,0 g de proteína
66 mg de sódio
135 mg de potássio
61 mg de fósforo
92 mg de cálcio
Módulos de carboidratos
Carboch (Prodiet) Maltodextrina 1 medida (7 g) contém:
  Pó: lata de 400 g 30 kcal
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Maxijoule (Nuteral) Maltodextrina 1 medida (5 g) contém:
Pó: lata de 400 g 20 kcal
2,3 mg de sódio
0,25 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Dextrin (Nutrimed) Maltodextrina 1 medida (8 g) contém:
Pó: pote de 400 g e 1 kg 32 kcal
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Oligossac (Support) Maltodextrina 1 medida (6 g) contém:
Pó: lata de 400 g 23 kcal
3,6 mg de sódio
1,2 mg de potássio
1,5 mg de fósforo
2,1 mg de cálcio
62 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Módulos de fibras e probióticos
Enterfiber (Prodiet) Fibras insolúveis: 35% 1 medida (7 g) contém:
Fibras solúveis: 65% kcal – ND
Pó: lata de 400 g 5 g de fibras
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio - ND
FiberFOS (SKL Pharma) Fibras solúveis: 100% 1 porção (6 g) contém:
Caixa com 10 ou 30 sachês de 6 g e pote de 250 g 9,5 kcal
5,5 g de fibras
0 g de sódio
FiberMais (Nestlé) 60% GGPH 4,3 g de fibras (porção de 5 g)
40% de inulina
Lata 260 g e display com 10 sachês de 5 g
FiberMais Flora (Nestlé) Lactobacillus reuteri 1 × 108 UFC 4,3 g de fibras (porção de 5 g)
60% goma-guar parcialmente hidrolisada
40% de inulina
Display com 6 sachês de 5g
Fosvita (Vitafor) Fibra solúvel: 100% 1 porção (7 g) contém:
Pote de 250 g 11 kcal
7 g de fibras
0 g de sódio
LactoFOS (SKL Pharma) Simbiótico 1 porção (6 g) contém:
Caixa com 10 ou 30 sachês de 6 g 9,5 kcal
5,5 g de fibras
6,0 g de FOS
L. paracasei, L. rhamnosus, L. acidophilus e B. lactis – 108 a
109 UFC de cada cepa
MF6 (Support) Fibras insolúveis: 40% 1 medida (5,6 g) contém:
Fibras solúveis: 60% 3,6 kcal
Pó: lata de 350 g 4,3 g de fibras
3,36 mg de sódio
22,96 mg de potássio
4,4 mg de fósforo
16,8 mg de cálcio
Nutri Fibra Fiber Mix (Nutrimed) Fibras insolúveis: 40% 1 medida (7 g) contém:
Fibras solúveis: 60% 5,1 kcal
Pó: pote de 400 g 6,4 g de fibras
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Fibra Sol (Nutrimed) Fibras solúveis: 100% 1 medida (10 g) contém:
Pó: pote de 250 g 12 kcal
8,9 g de fibras
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Simfort (Vitafor) Probiótico 1 porção (2 g) contém:
Caixa com 10 ou 30 sachês de 2 g 7 kcal
L. acidophilus, L. casei, L. lactis, B. lactis, B. bifidum -109 UFC
de cada cepa
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 63

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Módulos de proteínas
Albumina (Neo Nutri) Albumina e maltodextrina 1 colher de sopa (10 g) contém:
Pó: pacote de 500 g e 1 kg 36,3 kcal
4,5 g de proteina
4,5 g de carboidrato
72 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Caseical (Support) Caseinato de cálcio 1 medida (3 g) contém:
Pó: lata de 250 g 10,8 kcal
  2,64 g de proteína
0,3 mg de sódio
0,6 mg de potássio
22,5 mg de fósforo
43,5 mg de cálcio
Glutaflora (SKL Pharma) L-glutamina 1 porção (5 g) contém:
Caixa com 10 ou 30 sachês de 5 ou 10 g e pote de 250 g 20 kcal
5 g de proteína
Glutamax (Vitafor) L-glutamina 1 porção (5 g) contém:
Caixa com 20 sachês de 5 g ou 10 g e pote de 300 g e 400 g 20 kcal
5 g de proteína
0 g sódio
 Glutamin (Support) L-glutamina 1 envelope (10 g) contém:
Pó: caixa com 40 envelopes de 10 g 10 g de proteína
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Maxipro (Nuteral) Caseinato de cálcio 1 medida (7 g) contém:
Pó: lata de 230 g 25,9 kcal
6,3 g de proteína
0,7 mg de sódio
0,7 mg de potássio
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Glutamine (Nutrimed) L-glutamina 1 envelope (10 g) contém:
Pó: envelope de 10 g e pote de 350 g 40 kcal
10 g de proteína
0 mg de sódio
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri Protein (Nutrimed) Caseinato de cálcio 1 medida (7 g) contém:
Pó: pote de 250 g 26,8 kcal
6,7 g de proteína
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
64 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Módulos de proteínas (continuação)
Nutri Protein HWP (Nutrimed) Proteína do soro do leite hidrolisada 1 medida (6,5 g) contém:
Pó: pote de 250 g 25 kcal
5,3g de proteína
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Proteinpt (Prodiet) Caseinato de cálcio 1 medida (4 g) contém:
  Pó: lata de 150 g 14,5 kcal
    3,61 g de proteína
  Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Resource Glutamina (Nestlé) L-glutamina 400 kcal
Display com 20 sachês de 5 g cada 100 g de proteína
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Resource Protein (Nestlé) Caseinato de cálcio 370 kcal
Pó: lata 240 g 90 g de proteína
Sódio – ND
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Módulos de lipídios
Calogen (Support) Óleo de canola e óleo de girassol 1 embalagem (200 ml) contém:
Líquido: embalagem plástica de 200 ml 100 g de lipídios
14 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
MCT com AGE (Vitafor) Triglicerídios de cadeia média e óleo de milho 1 porção (9 ml) contém:
Líquido: frasco de 250 ml 81 kcal
9 g de lipídios
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri TCM - AGE (Nutrimed) Triglicerídios de cadeia média e óleo de milho 1 porção (2,5 ml) contém:
Líquido: Frasco de 250 ml 21,3 kcal
2,4 g de lipídios
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Nutri TCM (Nutrimed) Triglicerídios de cadeia média 1 porção (2,5 ml) contém:
Líquido: frasco de 250 ml 20,8 kcal
2,3 g de lipídios
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Apêndice 3  |  Suplementos Nutricionais 65

Apêndice A3.2  ■  Suplementos nutricionais orais industrializados e dietas via sonda. (continuação)
Densidade enérgica
Nome do produto/Fabricante Características Composição nutricional (em 100 ml)
Módulos de lipídios (continuação)
Trigliceril CM (Support) Triglicerídios de cadeia média 1 porção (5 ml) contém:
Líquido: frasco de 250 ml 43 kcal
4,7 g de lipídios
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
Trigliceril CM com AGE (Support) Triglicerídios de cadeia média e óleo de milho 1 porção (5 ml) contém:
Líquido: frasco de 250 ml 40 kcal
4,7 g de lipídios
0 mg de sódio
Potássio – ND
Fósforo – ND
Cálcio – ND
ND = não disponível pelo fabricante.

Apêndice A3.3  ■  Nutrição por sonda | Ficha de monitoramento.


Nome: ________________________________________________________________________________________________________
Diagnóstico/História clínica: _ __________________________________________________________________________________________
1. Indicação para a nutrição por sonda: _____________________________________________________________________________________
2. Rota/Acesso:  Nasogástrica  Nasoenteral  Gastrostomia: ___ Cirúrgica ___ PEG
Tipo/no sonda: ____________  Jejunostomia: ___ Cirúrgica ___ PEJ
3. Administração:  Intermitente: ___ Bolo ___ Gravidade ___ Bomba
 Contínua: ___ Gravidade ___ Bomba
Data            
Dia no            
Peso (kg)              
Avaliação nutricional

CB (cm)              

Escala de Lovett              

MIS              
Dieta              
Volume prescrito              
Volume recebido              
Administração

Densidade calórica              
Taxa de infusão              
Fracionamento              
kcal prescritas              
kcal recebidas              
kcal ingeridas via oral              
66 Nutrição e o Rim

Apêndice A3.3  ■  Nutrição por sonda | Ficha de monitoramento. (continuação)


Diarreia/Distensão abdominal              
Evacuação: número/consistência              
Náusea/Vômito              
Sonda: retirada              
Obstrução              
Estase/Resíduo gástrico              
Monitoramento

Broncoaspiração              
Albumina (g/d)              
Glicemia (mg/dl)              
Na+ K+              
Cl+ HCO3+
Ca/PO4/Mg (mg/dl)              
Ureia/creatinina (mg/dl)              
Bilirrubina total (mg/dl)              
Suspensão da nutrição por sonda: Data:___/___/___ Motivo:______________________________