Anda di halaman 1dari 28

O que vamos ver hoje?

• Legislação
g ç do Orçamento
ç
• Classificação Orçamentária da
Despesa
• Orçamento
O t Descentralizado
D t li d –
os Fundos Especiais
p
O que vamos ver hoje?
• Execução Orçamentária:
etapas das
d Despesas e
Alterações Orçamentárias
• A LOA e o Poder Legislativo:
a importância das audiências
públicas
Interação
LDO LOA Execução
orçamentária
PPA 2010 2010 e financeira
2010 – 2013
LDO LOA Execução
orçamentária
2011 2011 e financeira

LDO LOA Execução


orçamentária
2012 2012 e financeira

LDO LOA Execução


orçamentária
PPA 2013 2013 e financeira

2010 – 2013
Legislação

• Constituição Federal
• Lei 4.320/64
• Lei
L i 101/2000 (LRF)
• Portarias da STN
Legislação
• Portarias da SOF/MPOG
- Portaria 42/1999
- Portaria 163/2001
• Leis
L i Orgânicas
O â i d Municípios
dos M i í i
• Manuais do TCE/SP
Classificação
Orçamentária da Despesa
Despesa Orçamentária

Classificação Classificação Classificação Classificação


por Fonte Institucional Funcional por Natureza
Programática da Despesa

Fonte de Órgãos Funções subfunções


Recursos Unidades programas
Orçamentárias • Projetos
• Atividades
• Op.
Op Especiais

• Categoria Econômica
• Grupo de Despesa
• Modalidade
M d lid d d de A
Aplicação
li ã
• Elemento Despesa
Exemplo
p de Classificação
ç
Institucional
st tuc o a Funcional- Nat
at Desp.
esp Fonte
Programática
02.03.01 10.301.0001.2.116 3.1.90.11 01
01 – Tesouro
11 – Vencimentos e vantagens
Fixas - Pessoal
90 – Aplicação direta
1 – Pessoal e encargos sociais
3 – Despesas correntes
116 – Implementação do Programa de Saúde
da Família
2 – Atividade
0001 – Saúde Integral ao seu Alcance

301 – Atenção Básica

10 – Saúde

01 – Secretaria Municipal de Saúde/Fundo Municipal de Saúde


03 – Secretaria Municipal de Saúde/Fundo Municipal de Saúde
02 – Prefeitura Municipal
Fundos Especiais
Embasamento Legal:
• artigos 71 a 74 da Lei Federal
4.320/64;
Conceituação de Fundos
Especiais:
•pproduto de receita específica
p
vinculada a determinado fim;
Características
C t í ti básicas:
bá i
mecanismo de gestão dos
recursos;
Previsão Orçamentária:
Mesmo nível
M í l da
d unidade
id d que
gerencia a área ((Ex: SMS/FMS).
g / )
Fundos Especiais
Movimentação ã Financeira:
• Separados do Caixa Geral
(inciso I, art. 50, LRF); Conta
vinculada ao Fundo
Ordenador de Despesa
• Secretário de Saúde/ / Assist.
Social/ de Educação
Ordem Cronológica
ó dos
Pagamentos
Programação própria de
d
desembolsos
b l – fonte
f t
diferenciada dos recursos (art.
(
5, Lei 8.666/93)
Processamento da Despesa
integra a contabilidade geral,
mas com relatórios individuais
para demonstração
d t ã da
d origem
i e
a aplicação
p ç dos dinheiros
movimentados pelo Fundo.
Execução Orçamentária
Reserva
de
Orçamento Recursos
Aprovado

Fornecimento
Serviço/Obra
Ex. Licitação

Fixação das
Cotas Empenho da
Despesa

Liquidação
da
Distribuição dos Recursos
Despesa

Pagamento
da
Despesa
Regras orçamentárias

• A LOA deverá ter “reserva


reserva de
contingência”, cuja forma de
utilização e proporção foi
definida na LDO, com base na
receita corrente líquida,...
Regras orçamentárias

• ...sendo
d ddestinada
ti d ao
pagamento
p g de p
passivos
contingentes e outros riscos
fiscais imprevistos.
imprevistos
Regras orçamentárias
Não poderão ser consignadas na
LOA:
• as dotações para investimento com
d
duração
ã superior
i a um exercício
í i
financeiro se não estiverem
previstas no PPA ou em lei que
autorize a sua inclusão; e
Regras orçamentárias

• os créditos com finalidade


imprecisa ou com dotação
ilimitada.
Alterações orçamentárias
á
a)) as antecipações
i õ d de quotas
ç
mensais e a liberação total ou
parcial de dotação
contingenciada;
b) os remanejamentos internos de
recursos; e
c) as suplementações (créditos
adicionais).
Antecipações de quotas e
as liberações de dotação
contingenciada
• Mecanismos
i utilizados
ili d pelos
l
g
órgãos,, mas que
q dependem
p de
autorização da Secretaria de
Finanças;
• Alteram o momento do gasto e
mantêm constante o montante da
dotação
dotação.
Remanejamentos

• Ações que são internas aos


órgãos e que os possibilitam
ajustar
j t e facilitar
f ilit o
cumprimento
p de suas
programações orçamentárias.
Remanejamentos

É possível:
• remanejar recursos entre
elementos do mesmo grupo
despesa,
despesa
Remanejamentos
• dentro do mesmo órgão e na
mesma categoria
i de
d
programação e, ainda,
• entre atividades e projetos de
um mesmo programa.
Suplementação
Orçamentária:
ç Créditos
Adicionais

• créditos suplementares
p
• créditos especiais
• créditos extraordinários
Concessão de Créditos
é
Adicionais

• Quando o órgão tenha


esgotado todas as
possibilidades de ajustes
internos de seus recursos
orçamentários;
Concessão de Créditos
é
Adicionais
• Deverá
D á conter
t justificativas
j tifi ti
que demonstrem e comprovem
q p
a necessidade de recursos e a
impossibilidade de
remanejamentos internos.
Concessão de Créditos
Adi i
Adicionais
i

• Verificar a margem
g
orçamentária;
• Compatibilidade com o PPA e a
LDO.