Anda di halaman 1dari 2

SUMÁRIO: Human Kindness and the Smell of Warm Croissants

RUWEN OGIEN

OGIEN, Ruwen. Human Kindness and the Smell of Warm Croissants: An


Introduction to Ethics. Columbia University Press, 2015.

OGIEN, Ruwen. La influencia del olor de los cruasanes calientes sobre la bondad
humana. Y otras cuestiones sobre filosofía moral experimental. Aguillar, 2012.

OGIEN, Ruwen. L’Influence de l’odeur des croissants chauds sur la bonté


humaine et autres questions de philosophie morale expérimentale, Grasset, 2011

Human Kindness and the Smell of Warm Croissants torna a filosofia divertida, acessível
e popular. O pensamento moral é simples, argumenta Ruwen Ogien, e tão inerente quanto
os sentidos. Nas nossas experiências diárias, nas situações que enfrentamos e nas cenas
que testemunhamos, desenvolvemos um entendimento do certo e do errado, tão
sofisticado quanto a visão moral dos filósofos mais talentosos do mundo. Ao aproveitar
esse conhecimento para navegar nos problemas mais desconcertantes da vida, a ética se
torna uma segunda natureza. Ogien explora, através da filosofia experimental e de outros
métodos, as respostas provocadas por dezenove conflitos do mundo real. Uma vida curta
e medíocre é melhor do que nenhuma vida? É aceitável matar uma pessoa saudável para
que seus órgãos possam salvar outras cinco? Você trocaria uma vida “natural” cheia de
frustração, decepção e sucesso parcial para um mundo em que todas as suas necessidades
sejam atendidas, mas através de meios artificiais e mecânicos? Ogien não procura mostrar
o quão difícil é determinar o certo e o errado ou o quão fácil é para os humanos se
tornarem monstros ou reagir como santos. Ajudando-nos a aproveitar a sabedoria e o
sentimento que já possuímos em nossas “caixas de ferramentas” éticas, Ogien incentiva
os leitores a questionar pressuposições e regras morais; abraçar um senso intuitivo de
dignidade, virtude e justiça; e perseguir uma ética pluralista adequada aos princípios da
bondade humana.

Sumário
Preface: An Antimanual of Ethics
Introduction: What Is the Use of Thought Experiments?
Part I. Problems, Dilemmas, and Paradoxes: Nineteen Moral Puzzles
1. Emergencies
2. The Child Who Is Drowning in a Pond
3. A Transplant Gone Mad
4. Confronting a Furious Crowd
5. The Killer Trolley
6. Incest in All Innocence
7. The Amoralist
8. The Experience Machine
9. Is a Short and Mediocre Life Preferable to No Life at All?
10. I Would Have Preferred Never to Have Been Born
11. Must We Eliminate Animals in Order to Liberate Them?
12. The Utility Monster
13. A Violinist Has Been Plugged Into Your Back
14. Frankenstein, Minister of Health
15. Who Am I Without My Organs?
16. And If Sexuality Were Free?
17. It Is Harder to Do Good Intentionally Than It Is to Do Evil
18. We Are Free, Even If Everything Is Written in Advance
19. Monsters and Saints
Part II. The Ingredients of the Moral “Cuisine”
20. Intuitions and Rules
21. A Little Method!
22. What Remains of Our Moral Intuitions?
23. Where Has the Moral Instinct Gone?
24. A Philosopher Aware of the Limits of His Moral Intuitions Is Worth Two Others, Indeed More
25. Understand the Elementary Rules of Moral Reasoning
26. Dare to Criticize the Elementary Rules of Moral Argument
Conclusion