Anda di halaman 1dari 4

7.

Importância

Segundo Lucinda (2010), fluxogramas integram a documentação dos processos e


são empregados tanto para o estudo de processos atuais quanto para o projeto de novos
processos. Silva e Peso (2001) acrescentam que fluxogramas representam fontes de
oportunidades de melhorias dos processos, porque tornam possível uma compreensão
global do fluxo produtivo e de suas falhas e gargalos. De acordo com Lins (1993), a
montagem de fluxogramas também pode ser útil para a identificação de variações que
ocorrem no processo quando executado por pessoas (ou equipes) distintas.
Peinado e Graeml (2007) destacam a facilidade de visualizar e compreender o
funcionamento de um processo a partir de seu mapeamento em forma de fluxograma.
Consequentemente, a análise dessa representação permite se busque uma maneira mais
simples, prática e segura de executar o processo. Segundo Paladini (2012), a utilização
de fluxogramas possibilita a identificação de pontos em que diversos fluxos se cruzam
(que podem, consequentemente, constituir pontos de congestionamento) e de situações
em que atividades desenvolvidas paralelamente poderiam ser compactadas. Além disso,
o emprego dessas ferramentas permite que sejam localizados pontos que correspondem a
operações cruciais e podem, portanto, necessitar de controle mais rigoroso ou de alguma
forma particular de monitoramento.
Oakland (1994) acrescenta que a elaboração de fluxogramas é um método eficaz
de superar a dificuldade associada ao registro exato de um processo muito longo, cuja
descrição seria muito extensa. A própria construção de um fluxograma aprimora o
conhecimento do processo em questão e pode realçar a existência de movimentações
desnecessárias de pessoas e materiais, além de contribuir para a elaboração de sugestões
para a eliminação de desperdícios.
8. Exemplos

O fluxograma a seguir descreve o controle de produtos que não se encontram em


conformidade com os padrões desejados e foi baseado no procedimento adotado por uma
grande empresa brasileira fabricante de produtos eletrodomésticos.

Figura 1 – Fluxograma do procedimento de controle de produtos não conformes por


uma fabricante de eletrodomésticos

Fonte: PEINADO, J.; GRAEML, A. R. Administração da produção: operações industriais e de serviços.


Curitiba: UnicenP, 2007.
O fluxograma abaixo se refere ao pagamento de uma compra em um
supermercado por meio de um cartão de débito.

Figura 2 – Fluxograma do pagamento de uma compra em um supermercado

Fonte: LUCINDA, M. A. Qualidade: fundamentos e práticas para cursos de graduação. Rio de Janeiro:
Brasport, 2010.
Obs.: Referências bibliográficas:

LINS, B. F. E. (1993) Ferramentas básicas da qualidade. Ciência da Informação, 22(2),


p. 181-185.
LUCINDA, M. A. Qualidade: fundamentos e práticas para cursos de graduação. Rio de
Janeiro: Brasport, 2010.
OAKLAND, J. S. Gerenciamento da qualidade total. São Paulo: Nobel, 1994.
PALADINI, E. P. Ferramentas para a gestão da qualidade. In: CARVALHO, M. M.;
PALADINI, E. P. (Org). Gestão da qualidade - teoria e casos. 2ª ed. Rio de Janeiro:
Elsevier: ABEPRO, 2012. p. 351-414.
PEINADO, J.; GRAEML, A. R. Administração da produção: operações industriais e de
serviços. Curitiba: UnicenP, 2007.
SILVA, P. R. S. da; PESO, R. C. Qualidade total. In: BALLESTERO-ALVAREZ, M. E.
(Org). Administração da qualidade e da produtividade: abordagens do processo
administrativo. 1ª ed. São Paulo: Atlas, 2001. p. 165-231.