Anda di halaman 1dari 4

Ano 2 | Nº 5 | dezembro de 2016

POLINFORMADOS
O JORNAL DO ESTUDANTE DE ENGENHARIA

O GRANDE SALTO
por Tiago Granato

FOTO: ALEX MALHEIROS

A gremiação Politécnica da
UFG terá o ano de 2016
marcado em sua história. Ao criar
Antônio Henrique Dianin (Project
Company), de Luís Gustavo Vitti
(VP, Pessoas, Perfomance & TI na
importantes parcerias e realizar América Latina pela Kraft Heinz),
inúmeros eventos, a POLI buscou Seguindo o seu objetivo
construir caminhos para melhorar de preparar e capacitar os alu-
o preparo dos futuros engenheiros. nos de engenharia, a POLI trará
Nesse sentido a POLI rea- o maior congresso de Engenha-
lizou o seu evento mais espera- ria e Tecnologia do Centro-Oeste
do: a Semana de Mercado. Com
o apoio da Escola de Engenharia
Civil e Ambiental e da Escola
em 2017: o Congresso de Enge-
nharia e Tecnologia (CET). Será
a 5ª edição do Congresso, tendo
“A POLI trará o maior congres-
so de Engenharia e Tecnologia
de Engenharia Elétrica, Mecâni-
ca e de Computação, a Semana
de Mercado tornou-se o maior
as demais ocorrido entre 2011 e
2014, contando, em cada edição,
com a participação de aproxima-
do Centro-Oeste em 2017.

de exposições e palestras. Além



evento acadêmico da área no ano. damente 2 mil estudantes e gran- disso, o congresso contará com as
Parcerias com: Tropical Urbanis- des nomes como Ozires Silva, um maiores referências em pesquisa,
mo, GynTec, Fundação Estudar, dos fundadores da Embraer. tecnologia e inovação para que o
Editora Kelps, SENGE, ADIAL Com o intuito de divulgar evento aconteça em alto nível.
e FIEG, foram fundamentais a produção científica e a inova- O CET acontecerá em maio
para conectar mais de 230 con- ção tecnológica aos estudantes de de 2017 e será focado em 11 cur-
gressistas, mais de 35 empresas engenharia, o CET trará apresen- sos de engenharia de todas as uni-
participantes, mais de 25 pales- tações de trabalhos científicos, versidades do Centro-Oeste. Não
trantes. Contou com a presença de competições acadêmicas, feiras perca esta grande oportunidade!
FOTO: ALEX MALHEIROS

O LEGAGO DE UMA SEMANA


por Arthur Reymon

A Semana de Mercado foi um


marco na história da Escola
de Engenharias e para a Univer-
6º período, foi “trazer noções das
exigências de mercado” para com
o Engenheiro e das Engenharias
e eficiente possível de forma a de-
senvolver bens e resolver proble-
mas, completa Thiago.
sidade Federal de Goiás. Do dia em si. Para Marcos Vinícius, 19, A engenharia se tornou
17 a 20 de outubro os participan- Engenharia Ambiental e Sanitária muito mais interessante e praze-
tes puderam vivenciar momentos pela UFG, 4º período, foi um ins- rosa, uma vez que meu conhe-
únicos, alguns profissionais e ou- tante para adquirir conhecimento, cimento sobre a Engenharia au-
tros pessoais. A melhor manei- principalmente sobre “como devo mentou, percebi que posso sair
ra de saber sobre o evento é ter me comportar e o que esperar da- da “caixa”, afirma Pedro.
contato com a perspectiva dos qui pra frente na faculdade e no Depois da Semana de Mer-
congressistas. Portanto, confira campo de trabalho”. cado eu enxergo a Engenharia,
abaixo nossa entrevista com al- não como um curso, apenas, téc-
guns dos participantes. Qual a importância da SM para nico - mesmo com um viés muito
a Engenharia? grande - mas vejo a Engenharia
O que te fez interessar pela Se- Para Gabriel Henrique, 19, como um potencial gerador de
mana de Mercado? Engenharia Elétrica pela UFG, 4º oportunidades para outras áreas,
Para Thiago Alves, 21, es- período, foi “uma oportunidade complementa Rodrigo.
tudante de Engenharia de Com- de dar um choque de realidade Que a Engenharia possui
putação pela UFG, 6º período: nos alunos”. Já para Pedro Man- vários desafios, mas com muita
eu vi que poderia ter um maior sur, 19, Estudante de Engenha- dedicação e vontade, é possível
entendimento na relação da en- ria Civil pela UFG, 3º período, fazer com que algo difícil, como
genharia com o mercado e tirar a importância se refere a “fazer a engenharia, torne-se algo bom
dúvidas que sempre tive, mas que a ligação entre o mercado e a fa- de se realizar, conclui Marcos.
na sala de aula não conseguiria culdade, suprindo a carência dos Foi o “start” de um novo
tirar. alunos”. tempo para a Engenharia. Se to-
das as iniciativas e alunos traba-
O que adquiriu ao longo da Se- Qual a sua visão sobre Engenha- lharem juntos, o legado da Sema-
mana de Mercado? ria pós-Semana de Mercado? na de Mercado será duradouro,
Para Rodrigo Bessa, 21, A engenharia busca a sim- finaliza Gabriel.
Engenharia Mecânica pela UFG, plicidade e maneira mais objetiva
2
FOTO: GUSTAVO BASTOS

CONHEÇA O CARYOCAR BAJA


por Gustavo Bastos

O CaryoCAR Baja UFG faz


parte do projeto de extensão
“Implantando Sonhos: Desen-
futuros resultados foi e é neces-
sária a organização e divisão de
tarefas dentro da equipe.
lidade de tempo, gostem e se in-
teressem pelo projeto, podendo se
tornar membros oficiais pelo pro-
volvendo Engenharia”, aprovado Assim, para ser ter a har- cesso seletivo. A história, o pro-
pelo conselho diretor da EMC. monia do projeto é preciso uma cesso seletivo, a futura competi-
Como todo projeto, é necessário correlação de diversas áreas do ção Baja SAE estão esclarecidos
basear-se num protótipo inicial e conhecimento, como marketing em nossa página de facebook e no
neste quesito, o baja apresenta o para atrair patrocinadores, as fi- site oficial (facebook.com/caryo-
“Urutu P1”. nanças para controlar e prever carbajaufg e www.caryocar.wix.
O Urutu, por ser um projeto futuros gastos, recursos humanos com/bajaufg).
com orçamento restrito, está sen- e principalmente parte teórica da Portanto, essa equipe aju-
do composto por peças de auto- mecânica, elétrica e computação. da vocês, futuros engenheiros, a
móveis e motocicletas diferentes. Logo, a equipe se divide nessas enfrentar desafios, mas para que
No momento, a gaiola e o chassi áreas, mas a parte técnica do pro- esse projeto seja um sucesso, ain-
se encontram prontos e a corta jeto é responsabilidade de todos da é necessário muita dedicação
fogo está sendo finalizada, o pro- os participantes. e esforço. Assim, vá sujar suas
jeto da suspensão traseira e dian- A equipe conta também mãos de graxa e a cara de lama
teira está concluído, mas podem com auxílio de voluntários para com eles! A equipe CaryoCAR
passar por mudanças conforme o execução de algumas atividades, agradece o apoio e te espera para
andamento da parte prática deste. sendo esses voluntários quaisquer colocar também seu nome nessa
No entanto, para chegar a estes e estudantes que tenham disponibi- história de vitória.

Apresente esse jornal na Faculdade de


Tecnologia Senai de Desenvolvimento
Gerencial junto com o seu número de
matrícula e ganhe 10%
de desconto em cursos.
Não perca essa oportunidade!

3
TUDO FAZ SENTIDO QUANDO
SE ENXERGA O HORIZONTE
por Inara Fidelis
FOTO: INARA FIDELIS

A manhã (18 de agosto de


2016) começa mais um se-
mestre letivo na minha adorada
Haverá terrenos inóspitos
e ambientes insalubres dentro
dos ônibus lotados. Haverá uma
gerar energia! Ele me permitirá
projetar um veículo que polua
menos, que seja prático, que con-
Universidade. Mais uma vez, comida tenebrosa, chamada por suma pouco! Ele me guiará ao de-
é chegada a hora de preparar a guerreiros ancestrais de “Peixe senvolver métodos para melhorar
mochilinha, colocar dentro dela do RU”. Haverá testes de raciocí- a vida de outras pessoas, a criar
uma lapiseira, uma caneta e uma nio de fazer queimar os neurônios um mundo melhor para os meus
borracha, um bloco de fichário, tentando encontrar soluções para descendentes!
o passe estudantil e a carteirinha problemas “ditos” insolúveis. A engenharia fará de mim
do RU. Está, assim, preparado o Mas cada uma dessas bata- uma super­heroína. Ela será o sen-
meu arsenal para enfrentar esse lhas será um passo a mais na di- tido da minha vida. Minha ferra-
período. reção do sucesso. Cada um destes menta. Meu super­poder.
Sei que, como no passado, testes me levará mais perto do Mas isso não é pra qualquer
enfrentarei árduas batalhas para meu diploma. um. Não... Isso é pra mim! Isso
conquistar a tão almejada aprova- E de que adianta um diplo- é pra você! Isso é somente para
ção em cada uma das disciplinas. ma na gaveta? Não... Esse cami- aqueles que escolheram esse ca-
Haverá inimigos da mente (como nho tortuoso não é apenas rumo minho tão cheio de pedras e espi-
as pressões psicológicas da fa- à formatura. Ele me levará rumo nhos e que não desistem no meio
mília) perguntando “vai formar aos meus sonhos! Ele me tornará do caminho. Isso é para aqueles
quando?” ou então “e você não faz uma engenheira! Ele me dará o que são ou serão Engenheiros.
mais nada da vida? Só estuda?”. poder de construir caldeiras para
Presidente Equipe de Administração Janine de Oliveira
Engenharia da Computação
Credson Junior João Vitor Rezende
Engenharia Civil (Diretor)
Engenharia Elétrica Equipe de Projetos
Mentora do Jornal Davi Meneses Igor Fiuza (Diretor)
Engenharia Elétrica Engenharia Elétrica
Núbia Lôbo
Subchefe de redação na TV Heitor de Souza Brenno de Paula
Anhanguera Engenharia Elétrica Engenharia Elétrica Para mais informações
Leonardo Zanelati acesse:
Equipe de Financeiro Engenharia Civil
Equipe de Marketing
Marcelo Lange (Diretor) Tiago Granato (Diretor) poliufg.com.br
Engenharia Elétrica Engenharia Elétrica
Diagramação
Arthur Reymon Hamilton Mamedes Fº Agremiação Politécnica da UFG
Engenharia Mecânica Equipe de TI Engenharia CIvil
Alexandra Lapot Lucas Emílio Mendes poliufg@gmail.com
Engenharia Ambiental (Diretor)
Engenharia da Computação
Caio Ludovico
@semanademercado
Engenharia Civil Anderson Soares
Engenharia da Computação