Anda di halaman 1dari 3

1.

A Revolução de 1930 pôs fim à Primeira República e fez o país avançar no sentido da modernização,
particularmente na economia, que começa a desenvolver uma indústria de base.

2.O Tenentismo foi um movimento militar que, nos anos 20 do século XX,levantou-se para sustentar os governos da
República Velha.

3.Vargas chegou ao poder,em 1930,ao vencer as eleições presidenciais diretas.

4.A Primeira República brasileira constitui-se no mais amplo domínio das Oligarquias, com eleições fraudulentas e
voto descoberto,o que facilitava a manipulação dos votos.

5. No Brasil, a Era Vargas (1930-1945) correspondeu ao mais democrático período da história republicana brasileira

6. Governos oligárquicos caracterizaram o Brasil da República Velha, sepultada pela Revolução de 1930.

7. A sociedade colonial brasileira era aberta, flexível e democrática.e

8. A eleição indireta do presidente Tancredo Neves assinalou o fim do regime militar.C


9. No século XVII, no atual território do estado de Alagoas, ocorreu a maior revolta de escravos realizada no Brasil e
que se tornou célebre pela capacidade de estruturar economicamente a comunidade de libertos e de resistir ao
cerco dos senhores e das autoridades. Esse importante fato histórico corresponde ao surgimento do Quilombo dos
Palmares, cujo líder foi Zumbi.

10. O Real foi o primeiro plano de estabilização econômica que o Brasil conheceu após o fim do regime militar.E
11. A Constituição de 1988 é o marco jurídico-político da nova fase democrática vivida pelo Brasil após o regime
autoritário instituído pelo golpe militar de 1964.C

12. As capitanias hereditárias, situadas no litoral nordestino, foram rapidamente substituídas por um mecanismo de
distribuição de terras aos camponeses que se dispusessem a plantar cana-de-açúcar E

13. O absolutismo, marcado pela concentração de poderes em mãos do rei, foi o regime político mais característico
da Europa feudal, ao longo da Idade Média.E

14. Inúmeros desafios, sobretudo de ordem material, levaram a Coroa portuguesa a interagir com particulares a fim
de assegurar a colonização do Brasil. A criação das capitanias hereditárias, insere-se nesse processo de convergência
entre os interesses estatais e os privados.

15. O governo de Tancredo Neves, cuja eleição direta selou o reencontro do Brasil com o poder civil e a democracia,
interrompido com sua morte, foi completado pelo vice-presidente, José Sarney.

16.Além dos Portugueses, estiveram também presentes no estado de Alagoas(Atualmente) os nativos, portugueses e
franceses.

17.Um dos motivos do massacre e extermínio dos índios Caetés foi episódio do bispo Dom Pero Fernandes Sardinha
que foi devorado pelos Caetés.

18.No ano de 1710 a única riqueza existente na comarca de Alagoas era o Açúcar.

19.Em 16 de Setembro de 1817 ,Alagoas se torna independente da Capitania de Pernambuco.

www.monsterconcursos.com.br pág. 2
20.Com respeito a economia do Estado de Alagoas,o surgimento dos engenhos e a crescente movimentação do
trabalho escravo de negros e índios transformaram esses engenhos em modernas usinas o que ocasionou em um
declínio econômico do Estado.

21.Foram 3 as fases de desenvolvimento do estado de Alagoas respectivemente


I Comarca
II Capitania
IIIProvíncia

22.Sobre a economia da comarca de Alagoas podemos destacar os engenhos de açúcar e a pecuária.

23. Com a criação das capitanias hereditárias, a Coroa portuguesa pretendia entregar a posse de terras a homens
ricos de Portugal e, dessa forma, garantir a ocupação e colonização da colônia portuguesa na América.

24. Tendo pertencido a Pernambuco na maior parte do período colonial brasileiro, Alagoas adquiriu autonomia em
1817, quando se transformou em província por decisão do governo central, sediado no Rio de Janeiro. Essa
emancipação política da região foi interpretada como represália do poder central à Insurreição Pernambucana de
1817.

25. O forte sentimento antilusitano, resultante do aumento dos impostos e dos grandes privilégios concedidos aos
comerciantes portugueses são causas da Revolução Pernambucana de 1817.

26. Os grupos oligárquicos que encabeçavam o sistema político da República Velha e eram alvos da crítica tenentista
estavam terminantemente vinculados à política econômica da cafeicultura, que determinava, na época, as diretrizes
políticas e econômicas do Brasil.

27.Na Bahia,a população , sob a liderança do médico Francisco Sabino,revoltou-se contra o recrutamento forçado
para a formação de tropas que deveriam lutar para o Rio Grande do Sul e instituiu a República Bahiense.

28.O período regencial, entre o fim do governo de D. Pedro I e a ascensão antecipada de D. Pedro II ao poder, foi
assinalado pela eclosão de revoltas armadas pelo país afora, o que, em larga medida, refletia a luta das províncias
contra o centralismo da Corte.

29. “Se um homem alugar um boi ou um asno, e se nos campos o leão matar o gado, é o proprietário do gado quem
sofrerá a perda. Se um homem bater em seu pai, terá as mãos cortadas. Se um homem furar o olho de um homem
livre, ser-lhe-á furado o olho”. Sendo um dos primeiros códigos de lei de que se tem conhecimento, este texto está
associado Ao Império Persa sob a dinastia de Talião.

30. A vitória de Fernando Collor conseguiu abrir espaços para a modernização da economia e criar expectativas de
mudanças em outras áreas. No entanto, o seu governo fracassou, pois foi impopular desde o início, por centralizar as
decisões do poder.

31. A eleição de Fernando Collor, para o cargo de Presidente da República, derrotando Luís Inácio Lula da Silva e o
Partido dos Trabalhadores, movimentou politicamente o Brasil. O governo de Fernando Collor surpreendeu pelo
equilíbrio do presidente como estadista bem informado pois prometeu amplas e renovadoras políticas de
modernização econômica.

www.monsterconcursos.com.br pág. 3