Anda di halaman 1dari 52

PANIFICADORA CONDE LTDA.

PERÍODO: Fevereiro 2013 à Fevereiro de 2014.


PANIFICADORA CONDE LTDA
RUA: MARTIN AFONSO N° 589 CJ DOM PEDRO I
Bairro: ALVORADA - MANAUS \ AM
Fone: ( 92 ) ( - )

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS

PPRA

Período : 02/2013 Até 02/2014

Responsável Técnico
REGINALDO BESERRA ALVES
CREA: 5.907 - D/PB

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


PANIFICADORA CONDE LTDA

CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA

IDENTIFICAÇÃO

Empresa : PANIFICADORA CONDE LTDA


CNPJ/CEI : 04.486.759/0001-87

Atividade da Empresa : Comércio varejista de produtos de padaria, laticínio, doces, balas e


semelhantes
Grau de Risco : 02
CNAE : 47.21-1

Endereço : RUA: MARTIN AFONSO N° 589 CJ DOM PEDRO I


Bairro : ALVORADA
Cidade : MANAUS U.F.: AM
CEP: 69040-690
Telefone : 92 - 3656-2888 / -

NÚMERO ATUAL DE FUNCIONÁRIOS

Mulheres Maiores : 58
Mulheres Menores : 6
Homens Maiores : 76
Homens Menores : 7

Total : 147

PERÍODOS DE TRABALHO

05:00 h. às 15:30h.
15:30 h. às 21:30h.

CIPA (Nº Cipeiros)

Efetivos: 0
Suplentes: 0

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Sumário
01.0 INTRODUÇÃO

02.0 OBJETIVO

03.0 CONSTITUIÇÃO DA CIPA

04.0 CONCEITOS BÁSICOS

04.1 ESTRUTURA DO PROGRAMA

05.0 PLANEJAMENTO ANUAL

05.1 ESTRATÉGIAS E METODOLOGIA DE AÇÃO

05.2 REGISTRO E INFORMES LEGAIS

06.0 DESENVOLVIMENTO DO PPRA

06.1 ANTECIPAÇÃO DOS RISCOS - AVALIAÇÃO QUALITATIVA

06.2 RECONHECIMENTO DOS RISCOS - AVALIAÇÃO QUALITATIVA

06.3 AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DOS RISCOS

06.4 MEDIDAS DE CONTROLE

07.0 RECURSOS NECESSÁRIOS

07.1 RECURSOS HUMANOS

07.2 RECURSOS MATERIAIS

08.0 DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES DO PPRA

08.1 ESTABELECIMENTO DE METAS DE AVALIAÇÃO E CONTROLE

08.2 AVALIAÇÃO DOS RISCOS E DA EXPOSIÇÃO DOS TRABALHADO

08.4 NUMERO DE AVALIAÇÕES

09.0 MEDIDAS DE CONTROLE E AVALIAÇÃO DE SUA EFICÁCIA

09.1 MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVA

09.2 UTILIZAÇÃO DE EPI

09.3 TIPO DE AVALIAÇÃO

10 MONITORAMENTO

11 REGISTRO E DIVULGAÇÃO DE DADOS

12 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

12.1 SÃO RESPONSABILIDADES DA DIREÇÃO DA EMPRESA

12.2 SÃO RESPONSABILIDADES DO COORDENADOR DO SESMT

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Sumário

12.3 SÃO RESPONSABILIDADES DOS FUNCIONÁRIOS

12.4 SÃO RESPONSABILIDADES DOS PRESTADORES DE SERVIÇOS

13 DISPOSIÇÕES FINAIS

14 DAS RESPONSABILIDADES

15 ANEXOS

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 1 dos Tópicos do PPRA.

01.0 - INTRODUÇÃO
O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas
da Empresa no campo de preservação, da saúde e da integridade físico dos trabalhadores, devendo estar articulado
com as demais normas de Segurança e Medicina do Trabalho, em particular com o Programa de Controle Médico da
Saúde Ocupacional - PCMSO. Este programa foi elaborado de acordo com as diretrizes da Norma Regulamentadora
- NR 09, Portaria - 3214 de 08/06/1978 do MTE.

02.0 - OBJETIVO
a) Garantir um ambiente de trabalho saudável e seguro para seus colaboradores, fornecendo parâmetros legais e
técnicos considerando a preservação da saúde e da integridade física dos trabalhadores através da antecipação ,
reconhecimento, avaliação e conseqüente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a
existir no ambiente de trabalho.

b) Promover a melhoria permanente dos ambientes de trabalho, visando criar condições mais favoráveis ao
desempenho das atividades profissionais, pavimentando o caminho para atingir a excelência em qualidade e
produtividade.

c) Difundir a mentalidade Prevencionista entre todos os níveis hierárquicos da empresa, gerando o


comprometimento das pessoas envolvidas, com a aplicação, manutenção e melhoria das medidas de controle dos
agentes ambientais.
Em consonância, o PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional - deverá estar baseado nas
informações contidas no PPRA, ou seja, o reconhecimento e avaliação dos riscos servirão de base para a
reavaliação e implantação de novas ações no PCMSO.

03.0 - CONSTITUIÇÃO DA CIPA


De acordo com o “quadro I” da NR- 05, que vem tratar do dimensionamento da CIPA, feito de acordo com a
quantidade de funcionários, CNAE e grau de risco, conclui-se que, a empresa tem a obrigatoriedade de constituir a
CIPA, sendo 02 (dois) efetivos e 02 (dois) suplentes indicados pelo empregador, e 02 (dois) efetivos e 02 (dois)
suplentes eleitos pelos empregados.

04.0 - CONCEITOS BÁSICOS


Para melhor compreensão do conteúdo do PPRA, estão definidos, a seguir, alguns conceitos básicos:

Agentes Físicos:
Diversas formas de energias a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como: ruído, vibrações, pressões
anormais, temperaturas extremas, radiações não ionizantes, radiações ionizantes, infra-som e ultra-som.

Agentes Químicos:
Substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo pela via respiratória, nas formas de poeira ,
fumos, neblinas, gases ou vapores, ou que, pela natureza da atividade de exposição, possam ter contato ou ser
absorvidos pelo organismo através da pele ou por ingestão.

Agentes Biológicos:
Bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros.

Risco Potencial:
Probabilidade de ocorrências de algum evento indesejado, no caso, dano à saúde. Não há evidências concretas de
que o problema esteja ocorrendo.

Risco Evidente:
Apesar de ainda não ter sido realizada avaliação quantitativa, há fortes indício e evidências de que o dano esteja
ocorrendo.

04.1 - ESTRUTURA DO PROGRAMA


A Estrutura do PPRA é mostrada a seguir:

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 2 dos Tópicos do PPRA.

05.0 - PLANEJAMENTO ANUAL


METAS:

Organizar e manter em Funcionamento Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA

PRIORIDADE: A
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Realizar Treinamentos / Cursos:
- Palestras de Saúde;
- Doenças sexualmente transmissíveis;
- Primeiros socorros;
- Prevenção de combate a incêndios;
- Segurança na utilização de ferramentas;
- Palestra de EPI;
- Palestra Ergonomia;

PRIORIDADE: B
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Reuniões para apresentação do PPRA

PRIORIDADE: Imediatamente após a aprovação da gerência


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Avaliação do PPRA

PRIORIDADE: C
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
PRIORIDADES:

A - Medidas executadas em prazo inferior a 03 (três) meses.


B - Medidas executadas com prazo entre 02 (dois) a 06 (seis) meses.
C - Medidas executadas no período de 01 (um) ano.

05.1 - ESTRATÉGIAS E METODOLOGIA DE AÇÃO


Para a implantação e desenvolvimento do PPRA serão adotadas as seguintes atividades :

a) Conhecimento das atividades desenvolvidas e processos de trabalho;


b) Definição de Estratégia de amostragem e metodologia a ser aplicada para avaliação de cada um dos agentes
identificados;

A Implementação do PPRA deverá ser acompanhada de divulgação e disposição de informações .

05.2 - REGISTRO E INFORMES LEGAIS


Avaliações, qualitativas e quantitativas, realizadas no período de vigência do PPRA serão devidamente registradas
no anexo B respectivamente.

06.0 - DESENVOLVIMENTO DO PPRA

06.1 - ANTECIPAÇÃO DOS RISCOS - AVALIAÇÃO QUALITATIVA


Todos os projetos de novas instalações, métodos ou processos de trabalho, ou de modificações nos processos já
existentes, deverão ser analisados conjuntamente pelas áreas envolvidas e pelo SESMT - Serviços Especializados
em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, visando identificar os riscos potenciais e introduzir medidas
de proteção para a sua redução ou eliminação.

06.2 - RECONHECIMENTO DOS RISCOS - AVALIAÇÃO QUALITATIVA


O Reconhecimento dos riscos ambientais contém os seguintes itens:
a) Identificação dos Riscos;

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 3 dos Tópicos do PPRA.

b) Determinação e localização das possíveis fontes geradoras;


c) Identificação das funções e determinação do numero de Trabalhadores expostos ;
d) Caracterização das atividades e do tipo de exposição;
e) Obtenção de dados existentes na empresa, indicativos de comprometimento da saúde decorrente do trabalho;
f) Determinação dos possíveis danos à saúde relacionados aos riscos identificados, disponíveis na literatura técnica;
g) Descrição das medidas de controle existentes.
O Resultado do Reconhecimento dos Riscos - Avaliação Qualitativa é apresentado conforme anexo B

06.3 - AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DOS RISCOS


A Avaliação Quantitativa será realizada sempre que necessária para :

a) Comprovar o controle da exposição ou a inexistência dos riscos identificados na etapa de reconhecimento;


b) Dimensionar a exposição dos trabalhadores;
c) Subsidiar o equipamento das medidas de controle;

06.4 - MEDIDAS DE CONTROLE


As medidas de controle serão adotadas para minimização ou controle dos riscos ambientais sempre que forem
verificadas uma ou mais das seguintes situações:
a) Identificação, na fase de antecipação, de risco potencial à saúde ou ao meio ambiente;
b) Constatação, na fase de reconhecimento, de risco evidente à saúde
c) Quando os resultados das avaliações quantitativas da exposição dos trabalhadores excederem os valores dos
limites previstos na ACGIH - American Conference of Governmnetal Industrial Hygiene, ou aqueles que venham a
ser estabelecidos em negociação coletiva de trabalho, desde que mais rígidos que os anteriormente citados;
d) Quando, através do controle médico da saúde, ficar caracterizado o nexo causal entre danos observados na
saúde dos trabalhadores e a situação de trabalho a que eles ficam expostos.

07.0 - RECURSOS NECESSÁRIOS

07.1 - RECURSOS HUMANOS


- Encarregadoria de Atividade de Saúde e Segurança do Trabalho

Atividades Previstas

· Definição de diretrizes que irão nortear o Programa;


· Análise e aprovação preliminar do programa e suas conseqüentes necessidades e revisão e ajustes ,
promovendo encaminhamento do mesmo para aprovação definitiva em nível da gerência.
· Decisões de natureza especial que, por força da avaliação ou do desenvolvimento do programa, imponham
decisão em caráter mais imediato.
· Coordenação das atividades;
· Verificação da aplicação correta das metodologias e estratégias de amostragem ;
· Comunicação entre os diversos setores da empresa, contato com fornecedores de equipamento e acessórios;
· Contato com consultores externos e laboratórios

- Consultoria Especializada

Atividades Previstas

· Avaliações dos diversos agentes de riscos


· Orientações de caráter geral
· Definição de metodologias, análise de casos, treinamentos e demais atividades em apoio ao programa

07.2 - RECURSOS MATERIAIS


1. Decíbelimetro Digital: Mod.Dec 460 Instrutherm certificado de calibração nº. 2402/09

Atividades Previstas: Equipamento para medição de ruído no ambiente de trabalho.

2. Luxímetro Digital: Mod. MLM 1010 Minipa certificado de calibração nº. 030903718
Programa de Prevenção de Riscos Ambientais
Página 4 dos Tópicos do PPRA.

Atividades Previstas: Equipamento para medição de Iluminação no ambiente de trabalho.

3. Termômetro de Globo: Mod. TGD 200 Instruderm certificado de calibração nº. 2400/08

Atividades Previstas: Equipamento para avaliação da temperatura no ambiente de trabalho.

08.0 - DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES DO PPRA


O PPRA, após as etapas de antecipação e avaliação dos riscos, deverá incluir as seguintes etapas:
a) Implantação de medidas de controle e avaliação da sua eficácia;
b) Monitoramento da exposição aos riscos;
c) Registro e divulgação dos dados.

08.1 - ESTABELECIMENTO DE METAS DE AVALIAÇÃO E CONTROLE


As prioridades serão definidas com base nos efeitos tóxicos / danosos dos agentes de risco, na freqüência de
exposição e na quantidade de trabalhadores expostos, conforme quantitativos e qualitativos.

08.2 - AVALIAÇÃO DOS RISCOS E DA EXPOSIÇÃO DOS TRABALHADO


Para a realização das avaliações quantitativas serão utilizadas metodologias reconhecimento nacional ou
internacional
Para a avaliação dos agentes físicos, serão usadas metodologias específicas definidas pela Fundacentro (NHO) e
NR-15 da Portaria 3214/78 do MTE. Para os agentes químicos, devido à inexistência de metodologias nacionais ,
serão usadas as do NIOSH - National Institute for Occupactional Safety and Health.

08.4 - NUMERO DE AVALIAÇÕES


As amostragens STEL serão realizadas para as atividades mais críticas. O numero varia de acordo com a
quantidade e atividades específicas para cada agente químico.
A quantidade de avaliações TWA será definida por grupos homogêneos .

09.0 - MEDIDAS DE CONTROLE E AVALIAÇÃO DE SUA EFICÁCIA


O resultado, desenvolvimento e implantação das medidas de proteção coletiva deverão obedecer à seguinte
hierarquia:
a) Medidas que eliminem ou reduzam a utilização ou formação de agentes prejudiciais à
saúde;
b) Medidas que previnam a liberação ou disseminação desses agentes no ambiente de trabalho.
c) Medidas que reduzam os níveis ou a concentração desses agentes no ambiente de trabalho.

A Implantação das medidas de controle coletiva deverá ser acompanhada de treinamentos dos trabalhadores quanto
aos procedimentos que assegurem a sua eficiência e informação sobre as eventuais limitações de proteção que
ofereçam.

09.1 - MEDIDAS DE PROTEÇÃO COLETIVA


Quando comprovado a inviabilidade técnica da adoção de medidas de proteção coletiva ou quando estas não forem
suficientes ou encontrar-se em fase de estudo, planejamento ou implantação, ou ainda em caráter complementar ou
emergencial, deverão ser adotados, obedecendo à seguinte hierarquia.

a) Medidas de caráter administrativo ou de organização de trabalho;


b) Utilização de equipamento de proteção Individual _ EPI;

09.2 - UTILIZAÇÃO DE EPI


A utilização do EPI deve envolver, no mínimo:

a) Seleção do EPI adequado tecnicamente ao risco a que o trabalhador está exposto e a


Atividade exercida, considerando-se a eficiência necessária para o controle da exposição e o conforto segundo
avaliação do trabalhador usuário;
b) Programa de treinamento dos trabalhadores quanto a sua correta utilização e orientação sobre as limitações de

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 5 dos Tópicos do PPRA.

proteção que o EPI oferece;


c) Estabelecimento de normas ou procedimento para promover o fornecimento, o uso, a
guarda, a higienização, a conservação, a manutenção e a reposição do EPI, visando
garantir as condições de proteção originalmente estabelecidas.
d) Caracterização das funções ou atividades dos trabalhadores, com a respectiva
identificação dos EPI utilizados para os riscos ambientais.

09.3 - TIPO DE AVALIAÇÃO


As Avaliações serão individuais e/ou ambientais. Como o PPRA visa à prevenção de danos a saúde dos
trabalhadores será utilizada, preferencialmente, a avaliação individual.
As Avaliações Individuais serão do tipo STEL (Short Term Exposure Limit, ou seja Limite para exposição de curta
duração) para atividades específicas, e TLV-TWA (média ponderada no tempo).

10 - MONITORAMENTO
Para o monitoramento da exposição dos trabalhadores e das medidas de controle, deve ser realizada uma avaliação
sistemática e repetitiva da exposição a um dado risco, visando à introdução ou modificação das medidas de
controle, sempre que necessário. A periodicidade destas avaliações dependerá de fatores como :

11 - REGISTRO E DIVULGAÇÃO DE DADOS


Será Mantido um registro de dados, estruturado de forma a constituir um arquivo técnico e administrativo do
desenvolvimento do PPRA. Os dados serão mantidos por um período mínimo de 20 anos. O registro de dados
estará sempre disponível aos trabalhadores interessados ou seus representantes e para as autoridades
competentes.

12 - ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

12.1 - SÃO RESPONSABILIDADES DA DIREÇÃO DA EMPRESA


· Assegurar o cumprimento do PPRA com atividade permanente;
· Desenvolvimento do PPRA;
· Garantir a elaboração e efetiva implementação do PPRA, bem como zelar pela sua eficiência;
· Custear, sem ônus para os funcionários, todos os procedimentos relacionados neste programa - PPRA;
· Solicitar o PPRA dos subcontratados ou incluir os subcontratados no PPRA da empresa ;
· Verificar, assinar e por em prática o PPRA elaborado;

12.2 - SÃO RESPONSABILIDADES DO COORDENADOR DO SESMT


· Proceder ao reconhecimento dos riscos, análise qualitativa dos agentes agressivos, definições dos níveis de
exposição aceitáveis, preparação de ações mitigadoras;
· Estabelecer, programar, operacionalizar e assegurar o cumprimento e monitoramento permanente do PPRA;
· Seguir o cronograma de implantação e execução do PPRA;
· Reportar à gerência da empresa / gerência de QMSS, todas as não-conformidades do presente programa;
· Estabelecer prioridades de ações a serem desenvolvidas em cada área, em função dos riscos presentes;
· Manter cópias atualizadas do programa para vistoria dos órgãos fiscalizadores;
· Desenvolver e executar os programas de treinamento dos trabalhadores, competente à área de Segurança do
Trabalho;
· Divulgar o programa na empresa.

12.3 - SÃO RESPONSABILIDADES DOS FUNCIONÁRIOS


· Colaborar e participar na Implementação e execução do PPRA;
· Seguir as normas de Segurança e Saúde no Trabalho, bem como as determinações sobre prevenção de
acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais;
· Usar nos casos indicados no PPRA os Equipamentos de Proteção Individual - EPI's os quais são fornecidos
gratuitamente pelo Empregador;
· Seguir as orientações recebidas nos treinamentos oferecidos dentro do PPRA;
· Informar ao seu superior hierárquico direto, ocorrências que a seu julgamento, possam implicar em riscos à sua
saúde e/ou integridade física;

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 6 dos Tópicos do PPRA.

· Colaborar com o empregador na aplicação das demais normas regulamentadoras;


· Submeter-se às regras de disciplina do empreendimento.

12.4 - SÃO RESPONSABILIDADES DOS PRESTADORES DE SERVIÇOS


· Implementar junto a seus funcionários os padrões definidos neste Programa;
· Considerando-se a responsabilidade da empresa frente aos funcionários das empresas por ela contratadas ,
estas devem apresentar cópias dos seus respectivos PPRA's;
· Submeter-se às regras de disciplina do empreendimento;
· Estabelecer as Diretrizes de Segurança e Saúde Ocupacional da Empresa para projetos e obras visando
atender aos requisitos legais, manter a integridade física das pessoas e especialmente padronizar as ações durante
todos os projetos e obras;
· Documentos referenciados;
· Política de Segurança da Empresa;
· Permissão para Trabalhos de Risco - PTR, Bloqueio de Energia, Exigências mínimas de Segurança para
prestadores de Serviços, Segurança do Trabalho no Controle de Produtos Químico, Segurança na Montagem, uso e
Liberação de Andaimes, Registro e Análise de Acidentes do Trabalho - Unidades Remotas;
· Plano de Ação Emergencial - Terceiros
· Dossiê de Segurança com todas as fichas funcionais dos Prestadores de Serviços Terceirizados ;

13 - DISPOSIÇÕES FINAIS
Este programa fornecerá estratégia para maximizar as ações de melhoria das condições de trabalho, uma vez que
contemplam estudos, levantamentos, avaliações qualitativas e quantitativas tendo como diretriz a Norma
Regulamentadora - NR 09.

14 - DAS RESPONSABILIDADES
A SASMET - Serviço de Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho é responsável pelo levantamento /
avaliações dos riscos ambientais determinados pela NR-09 da Portaria 3214 do MTE da empresa.

A minimização e / ou eliminação dos riscos, bem como demais recomendações registradas neste Programa de
Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA são de responsabilidade, além da EMPRESA, de sua CIPA e SESMT ,
quando houver e Direção.

_______________________________________________
Representante Legal da Empresa

_______________________________________________
Letícia Amorim da Costa
Eng. de Seg. do Trabalho
CAU A59111-4

_______________________________________________
Coordenador Técnico do PPRA
Reginaldo Beserra Alves
Eng° Seg. do Trabalho
CREA 5907-D/PB

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


Página 7 dos Tópicos do PPRA.

15 - ANEXOS

ANEXO A: RELAÇÃO SETOR X FUNÇÃO.

ANEXO B: MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS.

ANEXO C: CRONOGRAMA DE MELHORIAS.

ANEXO D: EPIs RECOMENDADOS POR UNIDADE X FUNÇÃO.

ANEXO E: CERTIFICADO DE CALIBRAÇÃO DOS INSTRUMENTOS.

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


PANIFICADORA CONDE LTDA Página 1 do anexo A

ANEXO A - RELAÇÃO SETOR X FUNÇÃO

SETOR FUNÇÃO
AÇOUGUE
Açougueiro
ÁREA DE FORNO
Forneiro
CAIXA
Operador de Caixa
CONFEITARIA
Encarregado de Confeitaria
Auxiliar de Produção
Confeiteiro
CONFEITARIA SALGADO
Confeiteiro
COZINHA GERAL
Cozinheiro (a)
Auxiliar de Produção
COZINHA MEZANINO
Cozinheiro (a)
DEPÓSITO
Encarregado de Depósito
Auxiliar de Produção
ENCOMENDA
Encarregado
EXPEDIÇÃO
Encarregado de Expedição
FINANCEIRO
Auxiliar Administrativo
Auxiliar de Escritório
INDUSTRIA PADARIA
Auxiliar de Produção
Encarregado de Produção
Auxiliar de Produção
LANCHE
Atendente
MANUTENÇÃO
Encarregado de Manutenção
RH
ANALISTA DE RH
SALÃO BUFFET - BALCÃO FRIOS
Atendente
SALAÕ DE BUFFET
Enc. Balconista
Atendente
Serviços Gerais
Encarregado
Gerente
SEGURANÇA
Vigia
SETOR CONGELADOS
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 2 do anexo A

ANEXO A - RELAÇÃO SETOR X FUNÇÃO

SETOR FUNÇÃO
Auxiliar de Produção
TI
Analista de Informática
TRANSPORTE
Motorista
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 1 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Unidade: AÇOUGUE

Função: Açougueiro

Desc. Atividades: Preparam carnes para comercialização desossando, identificando tipos, marcando, fatiando, pesando
e cortando. Realizam tratamentos especiais em carnes, salgando, secando, prensando e adicionando
conservantes. Acondicionam carnes em embalagens individuais, manualmente ou com o auxílio de
máquinas de embalagem a vácuo.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 773 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 62,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: ÁREA DE FORNO

Função: Forneiro
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 2 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Desc. Atividades: Produzem massas alimentícias, doces, salgados, achocolatados e chocolates. Preparam massas
alimentícias e recheios e controlam processos e linhas de produção. Efetuam testes e inspeções em
produtos e embalagens. Preparam utensílios, máquinas e equipamentos para produção e realizam
manutenção produtiva das máquinas e equipamentos. Trabalham seguindo normas de higiene,
segurança no trabalho, qualidade e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, cobertura em concreto armado (laje), sem forro e iluminação
artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 58,4 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 68,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 28,8 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
Insalubridade: Existente Grau: Médio
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliação acima dos Limites de Tolerância. Providenciar medidas técnicas a
ponto de
eliminar ou minimizar a temperatura existente. Fazer revezamento de
funcionários.
Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: CAIXA
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 3 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Função: Operador de Caixa

Desc. Atividades: Recebem valores de vendas de produtos e serviços; controlam numerários e valores; atendem o
público em agência postal na recepção e entregam objetos postais; recebem contas e tributos e
processam remessa e pagamento de numerários por meio postal.
Local Trabalho: Localiza-se no térreo do prédio. Paredes com fechamento de alvenaria, piso cerâmico, teto em forro de
gesso, iluminação natural e artificial, ambiente climatizado.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 627 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 60,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: CONFEITARIA

Função: Auxiliar de Produção

Desc. Atividades: Os trabalhadores auxiliares nos serviços de alimentação auxiliam outros profissionais da área no
pré-preparo, preparo e processamento de alimentos, na montagem de pratos. Verificam a qualidade
dos gêneros alimentícios, minimizando riscos de contaminação. Trabalham em conformidade a normas
e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene e saúde.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 4 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura de telhas e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 143 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 27,9 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
Insalubridade: Existente Grau: Médio
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliação acima dos Limites de Tolerância. Providenciar medidas técnicas a
ponto de
eliminar ou minimizar a temperatura existente. Fazer revezamento de
funcionários.
Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 65,4 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.

Função: Confeiteiro

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura de telhas e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 5 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Iluminação
Intensidade/Concentração: 143 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 65,4 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 27,9 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.

Função: Encarregado de Confeitaria

Desc. Atividades: Planejam, coordenam e controlam processos de produção de alimentos, bebidas e fumo.
Supervisionam e treinam equipes de trabalho diretamente envolvidas com a produção (trabalhadores
de chão de fábrica). Elaboram documentação técnica (relatórios e planilhas com dados da produção,
manuais de procedimentos operacionais, escalas de serviços e outras) e promovem melhorias no
processo de produção. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de
qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura de telhas e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 143 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 6 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 65,4 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 27,9 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: CONFEITARIA SALGADO

Função: Confeiteiro

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura em concreto armado (laje) e iluminação
artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 371 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 7 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Possíveis danos à saúde: Fadiga física


Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 25,9 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Condições Ambientais de Temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 70,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: COZINHA GERAL

Função: Auxiliar de Produção

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura de telhas e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 36 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 8 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Ruídos
Intensidade/Concentração: 71,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 28,2 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
Insalubridade: Existente Grau: Médio
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliação acima dos Limites de Tolerância. Providenciar medidas técnicas a
ponto de
eliminar ou minimizar a temperatura existente. Fazer revezamento de
funcionários.
Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.

Função: Cozinheiro (a)

Desc. Atividades: Organizam e supervisionam serviços de cozinha em hotéis, restaurantes, hospitais, residências e
outros locais de refeiçoes, planejando cardápios e elaborando o pré-preparo, o preparo e a
finalizaçao de alimentos, observando métodos de cocçao e padroes de qualidade dos alimentos.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura de telhas e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 609 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 28,2 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 9 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Insalubridade: Existente Grau: Médio


Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliação acima dos Limites de Tolerância. Providenciar medidas técnicas a
ponto de
eliminar ou minimizar a temperatura existente. Fazer revezamento de
funcionários.
Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 71,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: COZINHA MEZANINO

Função: Cozinheiro (a)

Desc. Atividades: Organizam e supervisionam serviços de cozinha em hotéis, restaurantes, hospitais, residências e
outros locais de refeiçoes, planejando cardápios e elaborando o pré-preparo, o preparo e a
finalizaçao de alimentos, observando métodos de cocçao e padroes de qualidade dos alimentos.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, forro em gesso, piso com revestimento em madeirite e iluminação natural e
artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 143 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 57,5 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 22,30 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 10 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: DEPÓSITO

Função: Auxiliar de Produção

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenária, piso em corodur, sem forro, teto em concreto armado (laje) e iluminação natural
e artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 558 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 70,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 26,0 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 11 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Possíveis danos à saúde: Não Informado


Causa Fonte: Condições Ambientais de Temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Frio
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Eventual
Observações: Exposição eventual
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Câmaras frigoríficas
Técnica Utilizada: Avaliação visual qualitativa

Função: Encarregado de Depósito

Desc. Atividades: Recepcionam, conferem e armazenam produtos e materiais em almoxarifados, armazéns, silos e
depósitos. Fazem os lançamentos da movimentação de entradas e saídas e controlam os estoques.
Distribuem produtos e materiais a serem expedidos. Organizam o almoxarifado para facilitar a
movimentação dos itens armazenados e a armazenar.
Local Trabalho: Paredes em alvenária, piso em corodur, sem forro, teto em concreto armado (laje) e iluminação natural
e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 558 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 70,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
Intensidade/Concentração: 26,0 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Condições Ambientais de Temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: ENCOMENDA
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 12 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Função: Encarregado

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria com revestimento, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 173 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,4 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: EXPEDIÇÃO
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 13 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Função: Encarregado de Expedição

Desc. Atividades: Recepcionam, conferem e armazenam produtos e materiais em almoxarifados, armazéns, silos e
depósitos. Fazem os lançamentos da movimentação de entradas e saídas e controlam os estoques.
Distribuem produtos e materiais a serem expedidos. Organizam o almoxarifado para facilitar a
movimentação dos itens armazenados e a armazenar.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria com revestimento cerâmico, piso em corodur, cobertura em concreto armado
(laje) e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 24,3 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 24,3 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 68,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: FINANCEIRO

Função: Auxiliar Administrativo

Desc. Atividades: Executam serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administraçao, finanças e logística;
atendem fornecedores e clientes, fornecendo e recebendo informaçoes sobre produtos e serviços;
tratam de documentos variados, cumprindo todo o procedimento nessessário referente aos mesmos;
preparam relatórios e planilhas; executam serviços gerais de escritórios.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em pvc e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 468 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 14 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 55,1 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.

Função: Auxiliar de Escritório

Desc. Atividades: Executam serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística;
atendem fornecedores e clientes, fornecendo e recebendo informações sobre produtos e serviços;
tratam de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessário referente aos mesmos.
Atuam na concessão de microcrédito a microempresários, atendendo clientes em campo e nas
agências, prospectando clientes nas comunidades.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em pvc e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 468 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 55,1 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 15 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.


Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: INDUSTRIA PADARIA

Função: Auxiliar de Produção

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, teto em concreto armado (laje) e iluminação
artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 58,9 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 19,5 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 16 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Insalubridade: N.A. Grau: N.A.


Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 88,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Já existem meios de controle sobre as exposições ocupacionais. Uso de
Protetor Auditivo
adotado na empresa.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Frio
Intensidade/Concentração: 19,50 ºC Limite: 10 ºC
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente climatizado, a temperatura pode ser alterada de acordo com as
condições
de conforto do trabalhador.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 88,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Já existem meios de controle sobre as exposições ocupacionais. Uso de
Protetor Auditivo
adotado na empresa.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.

Função: Encarregado de Produção


PANIFICADORA CONDE LTDA Página 17 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Desc. Atividades: Planejam a produçao e preparam massas de pao, macarrao e similares. Fazem paes, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrao. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisiçao de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produçao. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservaçao ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, teto em concreto armado (laje) e iluminação
artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 58,9 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminação não atende os padrões exigidos conforme NBR 5413.
Providenciar
melhorias para ajuste de iluminação para atender as normas.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação inadequada
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 88,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Já existem meios de controle sobre as exposições ocupacionais. Uso de
Protetor Auditivo
adotado na empresa.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: LANCHE

Função: Atendente

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria com revestimento em azulejo, piso com revestimento em madeirite, forro em
gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 265 LUX Limite: 200 LUX
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 18 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Insalubridade: N.A. Grau: N.A.


Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Avaliar ergonomicamente as atividades desenvolvidas.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Atividade de movimentação contínua nas mãos e braços.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 26,1 ºC Limite: Contínuo = 26,7ºC | 45min/1h = 26,8 à
28,0ºC | 30min/1h = 28,1 à 29,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquinas, condições ambientais de temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 79,3 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: MANUTENÇÃO

Função: Encarregado de Manutenção

Desc. Atividades: Planejam atividades do trabalho, elaboram estudos e projetos, participam no desenvolvimento de
processos, realizam projetos, operam sistemas elétricos e executam manutenção. Atuam na área
comercial, gerenciam e treinam pessoas, asseguram a qualidade de produtos e serviços e aplicam
normas e procedimentos de segurança no trabalho.
Local Trabalho: Localiza-se no térreo do prédio. Teto lajeado, pido em cimento, ambiente aberto.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 355 LUX Limite: 300 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 19 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.


Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 67,7 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: RH

Função: ANALISTA DE RH

Desc. Atividades: Executam serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administraçao, finanças e logística;
atendem fornecedores e clientes, fornecendo e recebendo informaçoes sobre produtos e serviços;
tratam de documentos variados, cumprindo todo o procedimento nessessário referente aos mesmos;
preparam relatórios e planilhas; executam serviços gerais de escritórios.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em pvc e iluminação natural e artificial
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 575 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 20 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Riscos Físicos
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 55,1 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: SALÃO BUFFET - BALCÃO FRIOS

Função: Atendente

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 220 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 71,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 21 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: SALAÕ DE BUFFET

Função: Atendente

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 403 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 22 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Função: Enc. Balconista

Desc. Atividades: Os trabalhadores nos serviços de coleta de resíduos, de limpeza e conservaçao de áreas públicas
coletam resíduos domiciliares, resíduos sólidos de serviços de saúde e resíduos coletados nos
serviços de limpeza e conservaçao de áreas públicas. Preservam as vias públicas, varrendo calçadas,
sarjetas e calçadoes, acondicionando o lixo para que seja coletado e encaminhado para o aterro
sanitário. Conservam as áreas públicas lavando-as, pintando guias, postes, viadutos, muretas e etc.
Zelam pela segurança das pessoas sinalizando e isolando áreas de risco e de trabalho. Trabalham
com segurança, utilizando equipamento de proteçao individual e promovendo a segurança individual e
da equipe.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 403 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.

Função: Encarregado

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e atificial.
Riscos Ergonômicos
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 23 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Iluminação
Intensidade/Concentração: 403 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.

Função: Gerente

Desc. Atividades: Vendem mercadorias em estabelecimentos do comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes
na escolha. Registram entrada e saída de mercadorias. Promovem a venda de mercadorias,
demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as para degustaçao ou distribuindo amostras das
mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens de aquisiçao. Expoem mercadorias de forma
atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes,
tais como: troca de mercadorias; abastecimento de veículos; aplicaçao de injeçao e outros serviços
correlatos. Fazem inventário de mercadorias para reposiçao. Elaboram relatórios de vendas, de
promoçoes, de demonstraçoes e de pesquisa de preços.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 403 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 24 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.

Função: Serviços Gerais

Desc. Atividades: Executar trabalhos de limpeza e conservação em geral nas


dependências internas e externas da empresa, utilizando os
materiais e instrumentos adequados e rotinas previamente
definidas. Efetuar a limpeza e conservação de utensílios, móveis e
equipamentos em geral, para mantê-los em condições de uso.
Auxiliar na remoção de móveis e equipamentos.
Reabastecer os banheiros com papel higiênico, toalhas e
sabonetes. Executar outras atividades de apoio operacional ou correlata. Desenvolver suas atividades
utilizando normas e procedimentos
de biossegurança e/ou segurança do trabalho. Zelar pela guarda, conservação, manutenção e limpeza
dos equipamentos, instrumentos e materiais utilizados, bem como do local de trabalho.Executar outras
tarefas correlatas, conforme necessidade ou a critério de seu superior.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em gesso e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 403 LUX Limite: 150 LUX
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 25 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 64,6 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Unidade: SEGURANÇA

Função: Vigia

Desc. Atividades: Fiscalizam a guarda do patrimônio e exercem a observação de fábricas, armazéns, residências,
estacionamentos, edifícios públicos, privados e outros estabelecimentos, percorrendo-os
sistematicamente e inspecionando suas dependências, para evitar incêndios, entrada de pessoas
estranhas e outras anormalidades; controlam fluxo de pessoas, identificando, orientando e
encaminhando-as para os lugares desejados; recebem hóspedes em hotéis; acompanham pessoas e
mercadorias; fazem manutenções simples nos locais de trabalho.
Local Trabalho: Não Informado
Riscos Físicos
Calor
Intensidade/Concentração: 20,4 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à
30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Condições Ambientais de Temperatura.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
Ruídos
Intensidade/Concentração: 50,8 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Unidade: SETOR CONGELADOS

Função: Auxiliar de Produção


PANIFICADORA CONDE LTDA Página 26 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Desc. Atividades: Planejam a produção e preparam massas de pão, macarrão e similares. Fazem pães, bolachas e
biscoitos e fabricam macarrão. Elaboram caldas de sorvete e produzem compotas. Confeitam doces,
preparam recheios e confeccionam salgados. Redigem documentos tais como requisição de materiais
registros de saída de materiais e relatórios de produção. Trabalham em conformidade a normas e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.
Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso em corodur, sem forro, cobertura em concreto armado (laje) e iluminação
artificial.
Riscos Ergonômicos
Postura
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Providenciar meios de controle sobre as exposições ocupacionais.
Possíveis danos à saúde: Fadiga física
Causa Fonte: Postura de trabalho, exigência de postura inadequada.
Técnica Utilizada: Avaliação qualitativa.
Iluminação
Intensidade/Concentração: 300 LUX Limite: 200 LUX
Insalubridade: Inexistente Grau: Inexistente
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 61,2 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Máquina, ruído de fundo. Produção.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Frio
Intensidade/Concentração: Qualitativo Limite: N.A.
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O colaborador Ultiliza EPI´s.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Câmara frigorífica instalada dentro do setor.
Técnica Utilizada: Avalização visual qualitativa.
Unidade: TI

Função: Analista de Informática

Desc. Atividades: Disponibilizam informaçao em qualquer suporte; gerenciam unidades como bibliotecas, centros de
documentaçao, centros de informaçao e correlatos, além de redes e sistemas de informaçao. Tratam
tecnicamente e desenvolvem recursos informacionais; disseminam informaçao com o objetivo de
facilitar o acesso e geraçao do conhecimento; desenvolvem estudos e pesquisas; realizam difusao
cultural; desenvolvem açoes educativas. Podem prestar serviços de assessoria e consultoria.
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 27 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Local Trabalho: Paredes em alvenaria, piso cerâmico, forro em pvc e iluminação natural e artificial.
Riscos Ergonômicos
Iluminação
Intensidade/Concentração: 624 LUX Limite: 500 LUX
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O nível de iluminância atende os padrões exigidos conforme a NBR 5413.
Manter a
iluminação dentro das exigências.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Iluminação dentro dos padrões exigidos.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Iluminação, Luxímetro digital, Modelo MLM 1011.
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 55,1 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Ambiente Climatizado
Intensidade/Concentração: 20,00 IBUTG
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Ambiente Climatizado.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Unidade: TRANSPORTE

Função: Motorista

Desc. Atividades: Dirigem e manobram veículos e transportam pessoas, cargas ou valores. Realizam verificações e
manutenções básicas do veículo e utilizam equipamentos e dispositivos especiais tais como
sinalização sonora e luminosa, software de navegação e outros. Efetuam pagamentos e recebimentos
e, no desempenho das atividades, utilizam-se de capacidades comunicativas. Trabalham seguindo
normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.
Local Trabalho: Veículos
Riscos Físicos
Ruídos
Intensidade/Concentração: 69,8 dB(A) Limite: 85 dB(A)
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: O Nível de Pressão Sonora está dentro dos limites de tolerância conforme a
NR-15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Ambiente, processo de trabalho, vozes humanas.
Técnica Utilizada: Aparelho de Medição de Pressão Sonora, Decibelímetro digital Modelo DC - 460.
Calor
PANIFICADORA CONDE LTDA Página 28 do Anexo B

ANEXO B - MONITORAMENTO DE RISCOS AMBIENTAIS

Intensidade/Concentração: 25,3 ºC Limite: Contínuo = 30,0ºC | 45min/1h = 30,1 à


30,6ºC | 30min/1h = 30,7 à 31,4ºC |
Insalubridade: N.A. Grau: N.A.
Neutralização: Não Informado
Exposição: Permanente
Observações: Temperatura dentro dos Limites de Tolerância. Conforme NR - 15.
Possíveis danos à saúde: Não Informado
Causa Fonte: Não há fonte geradora de calor.
Técnica Utilizada: Aparelho de medição de calor. Termômetro de Globo digital, Modelo TGD 200.
ANEXO C - CRONOGRAMA DE MELHORIAS
PANIFICADORA CONDE LTDA.
SASMET
SAS SASMET CRONOGRAMA DE MELHORIAS

2013 2014
ITENS
Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev

Disponibilizar Equipamentos de Proteção Individual - EPI adequados ao


riscos, como também realizar treinamento para uso adequado, guarda e
conservação dos mesmos.

Adequar o nível de Iluminância de acordo com a NBR 5413 nos Setores de


ÁREA DE FORNO, CONFEITARIA, COZINHA GERAL, COZINHA
MEZANINO, ENCOMENDA, EXPEDIÇÃO SALA, FINANCEIRO e
INDÚSTRIA PADARIA.

Realizar Treinamento de prevênção e combate à Incêndio conforme NR 23.

Realizar Inspeção periódica nos equipamentos de Combate à Incêndio.

Elaborar Plano de Emergência PAE.


Sinalizar todos os Equipamentos de Combate à Incêndio, conforme NR 23 e
26.
Realizar palestra de Proteção Respiratória para o Setor de INDÚSTRIA
PADARIA.

Realizar a troca das luminárias queimadas no setor de COZINHA GERAL.

Implantar sistema de exautão no setor de CONGELADOS.

Realizar sinalização de Piso do extitor, alocado na COZINHA GERAL e


CONFEITARIA SALGADO.

Disponibolizar e exigir o uso de protetor auricular na área das batedeiras e


nas proximidades, quando estiverem em uso.

Identificar quadro elétrico alocado no DEPÓSITO.

Disponibolizar e exigir o uso de máscara semi facial para poeiras PFF2 no


setor de PADARIA.

Disponibolizar e exigir o uso de luvas de malha de aço para os setores de


COZINHA GERAL, COZINHA MEZANINO, AÇOUGUE e para demais
setores com atividade de cortes.

Avaliação das ações do PPRA.

Renovação do PPRA.

Manaus, fevereiro de 2013. Programado Realizado


Responsável legal da empresa
Página 1 do anexo D

ANEXO D - EPIs Recomendados por Unidade x Função

Unidade : AÇOUGUE
Função : Açougueiro

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


LUVA DE AÇO X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : CONFEITARIA
Função : Auxiliar de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


PROTETOR AURICULAR X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Função : Confeiteiro

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


PROTETOR AURICULAR X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Função : Encarregado de Confeitaria

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


PROTETOR AURICULAR X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : CONFEITARIA SALGADO
Função : Confeiteiro

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : COZINHA GERAL
Função : Auxiliar de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


LUVA DE AÇO X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Função : Cozinheiro (a)

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


LUVA DE AÇO X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : COZINHA MEZANINO
Função : Cozinheiro (a)

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


LUVA DE AÇO X
ANEXO D - EPIs Recomendados por Unidade x Função

AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : DEPÓSITO
Função : Auxiliar de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
CAPA DE FRIO (JAPONA) X
Função : Encarregado de Depósito

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
CAPA DE FRIO (JAPONA) X
Unidade : EXPEDIÇÃO
Função : Encarregado de Expedição

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
Unidade : INDUSTRIA PADARIA
Função : Auxiliar de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


CAPA DE FRIO (JAPONA) X
ABAFADOR X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Função : Encarregado de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


ABAFADOR X
AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : LANCHE
Função : Atendente

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


AVENTAL DE PANO X
BOTINA DE COURO X
Unidade : MANUTENÇÃO
Função : Encarregado de Manutenção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


LUVA ANTIESTATICA X
BOTINA DE COURO X
Unidade : SALÃO BUFFET - BALCÃO FRIOS
Função : Atendente

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


AVENTAL DE PANO X
BOTINA DE COURO X
Unidade : SALAÕ DE BUFFET
Função : Atendente
ANEXO D - EPIs Recomendados por Unidade x Função

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


AVENTAL DE PANO X
BOTINA DE COURO X
Função : Enc. Balconista

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
Função : Encarregado

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
Função : Gerente

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
Função : Serviços Gerais

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


AVENTAL DE PVC X
BOTINA DE COURO X
Unidade : SEGURANÇA
Função : Vigia

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
Unidade : SETOR CONGELADOS
Função : Auxiliar de Produção

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


BOTINA DE COURO X
CAPA DE FRIO (JAPONA) X
Unidade : TRANSPORTE
Função : Motorista

Equipamento de Proteção Individual Existente A Adotar


PROTETOR AURICULAR X
BOTINA DE COURO X