Anda di halaman 1dari 3

Tempo de despertar os profetas

Objetivo: Promover um grande despertar no meio da igreja, removendo toda desculpa e


incentivando-a a avançar sobre os desafios que o Senhor a chama para viver.

Texto: Jeremias 1:4-10; 17-19

INTRODUÇÃO

Jeremias foi um grande profeta do Senhor, chamado para despertar o povo de Israel que vivia em
Jerusalém. Eles haviam esquecido os mandamentos do Senhor e se entregado a toda sorte de
pecados. Aquilo virou abominação aos olhos do nosso Deus e por isso veio tamanha condenação
sobre eles.

Não muito diferente, hoje temos visto as pessoas se entregando a todo tipo de pecado. Vivendo
como se não houvesse erro algum em fazer o que estão fazendo. Prostituição, drogas,
homossexualismo, desobediência, roubos... etc. Existe uma grande banalização do que é certo, e,
por isso, a Palavra de Deus tem sido duramente reprimida e questionada por muitas pessoas.
Aquilo que é errado virou “certo”.

Há uma frase popular que expressa uma grande mentira que diz que: “a vontade do povo é a
vontade de Deus”, ou “a verdade do homem é a verdade de Deus”. A única fonte de verdade é a
Palavra de Deus!

Se a verdade do homem não for uma verdade para Deus, então na verdade, a verdade do
homem, é uma grande mentira.

Cuidado porque existem muitas falsas verdades, que vão de encontro com a Palavra de Deus que
estão sendo pregadas a nossa geração hoje em dia. Mas, assim como foi com Jeremias, Deus tem
levantado seus profetas a fim de anunciarem as suas verdades, e chamar o povo para o
arrependimento e a sua salvação.

DESENVOLVIMENTO

Você precisa entender isso: é Deus quem nos chama/designa profeta (v.5) nessa geração. Você
não é chamado pelo seu líder, ou pastor, na verdade esses homens são apenas profetas de Deus
sobre a sua vida, mas as Palavras que te chamam e de designam profeta, vem do Senhor. Quando
seu líder lhe encorajar para participar de um evangelismo, ou abrir uma célula, uma equipe, ou
ainda, pastorear uma igreja, lembre, é Deus quem está lhe chamando para ser profeta sobre essa
nação.
Infelizmente, assim com Jeremias, muitos de nós temos respondido ao chamado de Deus com
desculpas. Jeremias alegou duas desculpas que são muito comuns no nosso meio hoje (v. 6,7) Ele
alegou ser jovem demais para assumir tamanha responsabilidade e, também, não ser eloquente no
seu falar. É comum vermos pessoas respondendo do mesmo jeito.

“Há Senhor eu sou tão jovem, tenho tanto para viver ainda, ninguém vai me ouvir,... deixa pra depois
quando eu for mais velho e mais experiente.”

“Há Senhor eu não sei falar como o meu bispo, ou meu pastor, eles são tão inteligentes e falam tão
bem, eu não tenho esse dom.”

“Há Senhor, agora não, não estou preparado, existem muitas coisas na minha vida que precisam ser
ajustadas primeiro, ... depois eu aceito esse chamado”

“Abrir uma célula? É muita responsabilidade, agora eu não dou conta disso não, me deixa terminar o
ensino médio/faculdade/casar/ter filho/trabalhar/ser avô/morrer que eu resolvo servir ao senhor”

Desculpas, e mais desculpas. Limites colocados por nós mesmos. Nós que colocamos os limites
diante do chamado de Deus para nossas vidas. Precisamos aprender que quando Deus nos
chama não existe limitações (idade, saber falar). Se Ele nos chamou é porque ele nos capacitou
para cumprir a missão.

Quando Deus chama, Ele nos prepara/capacita para atender o seu chamado.

Por isso que a primeira coisa que deve brotar em nosso coração quando somos chamados por
Deus é força e coragem (v. 8, 17,18). O coração de um servo do Altíssimo, do Deus todo Poderoso,
não deve se deixar vencer pelo medo (Lembrar do filme Rei Arthur). É preciso avançar com coragem
e força sobre os desafios que estão diante da missão. Uma grande verdade que nos ajuda a ser
forte e corajoso é: que é Deus quem promete a sua proteção (v.19, 8). Por quê ter medo quando
sei que é Deus quem garante a proteção sobre minha vida.

A segunda coisa que o filho de Deus precisa entender é que as ferramentas para realizar a missão
serão dadas por Deus. Jeremias não sabia o que falar, mas Deus diz que essa não deveria ser
uma preocupação sua, pois Ele o daria as suas Palavras (v.9). Portanto não devemos parar diante
da desculpa da falta de ferramentas, já temos tudo o que precisamos para realizar a obra de
Deus: a Sua Palavra.

Precisamos entender o poder que estar por traz da Palavra e valorizá-la mais. Conhecer a Palavra
de Deus, ter ela com nosso alimento diário, é o que precisamos para nos manter vivos e atuantes na
missão que Deus nos chamou. Se esquecermos da Palavra, nos veremos diante da missão sem a
ferramenta necessária para realiza-la.

Por fim a terceira coisa que precisamos entender quando Deus nos chama para avançar sobre a
sua missão, é que Ele nos dá da sua autoridade para destruir e edificar (v.10). Quando estamos
em missão, somos revestidos da autoridade de Deus para destruir tudo o que não está certo e
edificar os altares de adoração ao nosso Deus.

Assim como quando Jesus enviou seus discípulos e eles voltaram maravilhados com a autoridade
que tinha para libertar pessoas de demônios, curar enfermos e pregar as boas novas de Deus,
precisamos enfrentar os desafios que acompanham a nossa missão com a mesma autoridade. Se
entendermos isso, não nos curvaremos diante das desculpas, mas com autoridade tomaremos
posse do que Deus nos prometeu.

CONCLUSÃO (Ficar em pé)

Hoje a Palavra de Deus vem sobre nós para nos despertar para essas grandes verdades que
precisamos entender:
1. É Ele quem nos chama/designa profeta dessa geração;
2. Quando Deus nos chama não há limitações, ele nos capacita em tudo o que precisamos;
3. Meu coração deve ser cheio força e a coragem pra enfrentar os desafios, na certeza que que é
Deus quem me protege/guarda;
4. Palavra de Deus é a ferramenta necessária e poderosa que eu já tenho em minhas mãos para
realizar a sua obra em minha vida. Preciso valorizá-la mais;
5. Quando somos enviados por Deus, ele nos reveste de autoridade para cumprir com o seu
chamado para nossas vidas;

Desperta Igreja!!! Acorda! Cada dia mais, as mentiras de satanás têm sido pregadas e estão virando
“verdades” para nossos amigos e familiares. O que temos feito como igreja diante disso! Temos
usado de desculpa para nos calarmos? Ou temos nos posicionado como profetas da verdade do
Senhor e destruído todas as mentiras que tem sido ensinado e edificado a verdade de Deus?

(Lembra de falar da Conferência)