Anda di halaman 1dari 14

CAMPO ELETRICO

MOD 3 . CAMPO ELETRICO


1. (Uea 2014) Duas cargas elétricas puntiformes, Q e q, sendo Q positiva e q negativa, são
mantidas a uma certa distância uma da outra, conforme mostra a figura.

A força elétrica F, que a carga negativa q sofre, e o campo elétrico E, presente no ponto onde
ela é fixada, estão corretamente representados por

a)
b)

c)
d)

e)

2. (Ufrgs 2013) Na figura abaixo, está mostrada uma série de quatro configurações de linhas
de campo elétrico.

Página 1 de 14
CAMPO ELETRICO

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas da sentença abaixo, na ordem


em que aparecem.

Nas figuras __________, as cargas são de mesmo sinal e, nas figuras __________, as cargas
têm magnitudes distintas.
a) 1 e 4 - 1 e 2
b) 1 e 4 - 2 e 3
c) 3 e 4 - 1 e 2
d) 3 e 4 - 2 e 3
e) 2 e 3 - 1 e 4

3. (Unesp 2013) Uma carga elétrica q > 0 de massa m penetra em uma região entre duas
grandes placas planas, paralelas e horizontais, eletrizadas com cargas de sinais opostos.
Nessa região, a carga percorre a trajetória representada na figura, sujeita apenas ao campo

elétrico uniforme E , representado por suas linhas de campo, e ao campo gravitacional terrestre

g.

Página 2 de 14
CAMPO ELETRICO

É correto afirmar que, enquanto se move na região indicada entre as placas, a carga fica
sujeita a uma força resultante de módulo
a) q ⋅ E + m ⋅ g.
b) q ⋅ (E − g) .
c) q ⋅ E − m ⋅ g.
d) m ⋅ q ⋅ (E − g) .
e) m ⋅ (E − g) .

4. (Unimontes 2011) Duas cargas puntiformes Q e q são separadas por uma distância d, no
vácuo (veja figura). Se, no ponto P, o campo elétrico tem módulo nulo, a relação entre Q e q é
igual a

Dado:
K0 = 9 x109 Nm2/C2

( x + d)
2

a) Q = −q .
d2
( x + d)
2

b) q = −Q .
x2
( x + d)
2

c) Q = −q .
x2
( x + d)
2

d) Q = −2q .
x2

5. (Ufsm 2011) A luz é uma onda eletromagnética, isto é, a propagação de uma perturbação
dos campos elétrico e magnético locais.
Analise as afirmações a seguir, que estão relacionadas com as propriedades do campo
elétrico.

I. O vetor campo elétrico é tangente às linhas de força.


II. Um campo elétrico uniforme se caracteriza por ter as linhas de força paralelas e igualmente
espaçadas.
III. O número de linhas de força por unidade de volume de um campo elétrico é proporcional à
quantidade de cargas do corpo.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas I e II.

Página 3 de 14
CAMPO ELETRICO

d) apenas III.
e) I, II e III.

6. (G1 - cftmg 2011) Em um campo elétrico uniforme, uma partícula carregada positivamente
com 20 μC está sujeita a uma forca elétrica de modulo 10 N. Reduzindo pela metade a carga
elétrica dessa partícula, a força, em newtons, que atuará sobre ela será igual a
a) 2,5.
b) 5,0.
c) 10.
d) 15.

7. (Fuvest 2009) Uma barra isolante possui quatro encaixes, nos quais são colocadas cargas
elétricas de mesmo módulo, sendo as positivas nos encaixes claros e as negativas nos
encaixes escuros. A certa distância da barra, a direção do campo elétrico está indicada na
figura 1. Uma armação foi construída com quatro dessas barras, formando um quadrado, como
representado na figura 2.
Se uma carga positiva for colocada no centro P da armação, a força elétrica que agirá sobre a
carga terá sua direção e sentido indicados por:

Desconsidere eventuais efeitos de cargas induzidas.

8. (Ita 2009) Uma partícula carregada negativamente está se movendo na direção +x quando
entra em um campo elétrico uniforme atuando nessa mesma direção e sentido. Considerando
que sua posição em t = 0 s é x = 0 m, qual gráfico representa melhor a posição da partícula
como função do tempo durante o primeiro segundo?

Página 4 de 14
CAMPO ELETRICO

9. (Fatec 2008) Um elétron é colocado em repouso entre duas placas paralelas carregadas
com cargas iguais e de sinais contrários. Considerando desprezível o peso do elétron, pode-se
afirmar que este:
a) Move-se na direção do vetor campo elétrico, mas em sentido oposto do vetor campo elétrico.
b) Move-se na direção e sentido do vetor campo elétrico.
c) Fica oscilando aleatoriamente entre as placas.
d) Move-se descrevendo uma parábola.
e) Fica em repouso.

10. (Unesp 2007) Um dispositivo para medir a carga elétrica de uma gota de óleo é constituído
de um capacitor polarizado no interior de um recipiente convenientemente vedado, como
ilustrado na figura.

A gota de óleo, com massa m, é abandonada a partir do repouso no interior do capacitor, onde
existe um campo elétrico uniforme E. Sob ação da gravidade e do campo elétrico, a gota inicia
um movimento de queda com aceleração 0,2 g, onde g é a aceleração da gravidade. O valor

Página 5 de 14
CAMPO ELETRICO

absoluto (módulo) da carga pode ser calculado através da expressão


a) Q = 0,8 mg/E.
b) Q = 1,2 E/mg.
c) Q = 1,2 m/gE.
d) Q = 1,2 mg/E.
e) Q = 0,8 E/mg.

11. (Fuvest 2006) Um pequeno objeto, com carga elétrica positiva, é largado da parte superior
de um plano inclinado, no ponto A, e desliza, sem ser desviado, até atingir o ponto P. Sobre o
plano, estão fixados 4 pequenos discos com cargas elétricas de mesmo módulo. As figuras
representam os discos e os sinais das cargas, vendo-se o plano de cima. Das configurações a
seguir, a única compatível com a trajetória retilínea do objeto é

12. (Ufrgs 2006) Entre 1909 e 1916, o físico norte-americano Robert Milikan (1868-1953)
realizou inúmeras repetições de seu famoso experimento da "gota de óleo", a fim de determinar
o valor da carga do elétron. O experimento, levado a efeito no interior de uma câmara a vácuo,
consiste em contrabalançar o peso de uma gotícula eletrizada de óleo pela aplicação de um
campo elétrico uniforme, de modo que a gotícula se movimente com velocidade constante.
O valor obtido por Milikan para a carga eletrônica foi de aproximadamente 1, 6 × 10-19 C.
Suponha que, numa repetição desse experimento, uma determinada gotícula de óleo tenha um
excesso de cinco elétrons, e que seu peso seja de 4, 0 × 10 -15 N. Nessas circunstâncias, para
que a referida gotícula se movimente com velocidade constante, a intensidade do campo
elétrico aplicado deve ser de aproximadamente
a) 5, 0 × 102 V/m.
b) 2, 5 × 103 V/m.
c) 5, 0 × 103 V/m.
d) 2, 5 × 104 V/m.
e) 5, 0 × 104 V/m.

13. (Pucsp 2005) Duas cargas pontuais Q1 e Q2, respectivamente iguais a +2,0ìC e - 4,0ìC,
estão fixas na reta representada na figura, separadas por uma distância d.

Página 6 de 14
CAMPO ELETRICO

Qual é o módulo de uma terceira carga pontual Q3, a ser fixada no ponto P de modo que o
campo elétrico resultante da interação das 3 cargas no ponto M seja nulo?
a) 2ìC
b) 3ìC
7
c)   ìC
9
7
d)   ìC
4

 14 
e)   ìC
 7 

14. (Ufes 2004) A massa da partícula alfa é quatro vezes a massa do próton, e sua carga é o
dobro da carga do próton. Considere-se que uma partícula alfa e um próton são submetidos a
influência de um mesmo campo elétrico externo. Os módulos das acelerações causadas pelo
campo elétrico externo na partícula alfa e no próton são, respectivamente, a(á) e a(p). A
relação que essas acelerações satisfazem é:
a) a(p) = a(á)/4
b) a(p) = a(á)/2
c) a(p) = a(á)
d) a(p) = 2 a(á)
e) a(p) = 4 a(á)

15. (Ufmg 2004) Em um experimento, o Professor Ladeira observa o movimento de uma gota
de óleo, eletricamente carregada, entre duas placas metálicas paralelas, posicionadas
horizontalmente. A placa superior tem carga positiva e a inferior, negativa, como representado
nesta figura:

Página 7 de 14
CAMPO ELETRICO

Considere que o campo elétrico entre as placas é uniforme e que a gota está apenas sob a
ação desse campo e da gravidade.
Para um certo valor do campo elétrico, o Professor Ladeira observa que a gota cai com
velocidade constante.
Com base nessa situação, é CORRETO afirmar que a carga da gota é
a) negativa e a resultante das forças sobre a gota não é nula.
b) positiva e a resultante das forças sobre a gota é nula.
c) negativa e a resultante das forças sobre a gota é nula.
d) positiva e a resultante das forças sobre a gota não é nula.

16. (Unesp 2004) Uma partícula de massa m, carregada com carga elétrica q e presa a um fio
leve e isolante de 5 cm de comprimento, encontra-se em equilíbrio, como mostra a figura,
numa região onde existe um campo elétrico uniforme de intensidade E, cuja direção, no plano
da figura, é perpendicular à do campo gravitacional de intensidade g.

Sabendo que a partícula está afastada 3 cm da vertical, podemos dizer que a razão q/m é igual
a
5
a)   g/E.
3
4
b)   g/E.
3
5
c)   g/E.
4
3
d)   g/E.
4

3
e)   g/E.
5

17. (Pucrs 2014) Uma pequena esfera de peso 6,0 ⋅ 10−3 N e carga elétrica 10,0 ⋅ 10−6 C
encontra-se suspensa verticalmente por um fio de seda, isolante elétrico e de massa des-
prezível. A esfera está no interior de um campo elétrico uniforme de 300 N / C, orientado na
vertical e para baixo. Considerando que a carga elétrica da esfera é, inicialmente, positiva e,
posteriormente, negativa, as forças de tração no fio são, respectivamente,
a) 3,5 ⋅ 10−3 N e 1,0 ⋅ 10−3 N
b) 4,0 ⋅ 10−3 N e 2,0 ⋅ 10−3 N
c) 5,0 ⋅ 10−3 N e 2,5 ⋅ 10−3 N
d) 9,0 ⋅ 10−3 N e 3,0 ⋅ 10−3 N

Página 8 de 14
CAMPO ELETRICO

e) 9,5 ⋅ 10−3 N e 4,0 ⋅ 10−3 N

18. (Pucrj 2013) Duas cargas =pontuais q1 3,0= μC e q2 6,0 μC são colocadas a uma
distância de 1,0 m entre si.
Calcule a distância, em metros, entre a carga q1 e a posição, situada entre as cargas, onde o
campo elétrico é nulo.

Considere kC = 9 × 109 Nm2/C2


a) 0,3
b) 0,4
c) 0,5
d) 0,6
e) 2,4

19. (Upf 2012) Uma pequena esfera de 1,6 g de massa é eletrizada retirando-se um número n
de elétrons. Dessa forma, quando a esfera é colocada em um campo elétrico uniforme de
1× 109 N C, na direção vertical para cima, a esfera fica flutuando no ar em equilíbrio.
Considerando que a aceleração gravitacional local g é 10 m/s2 e a carga de um elétron é
1,6 × 10−19 C, pode-se afirmar que o número de elétrons retirados da esfera é:
a) 1× 1019
b) 1× 1010
c) 1× 109
d) 1× 108
e) 1× 107

20. (Upe 2010) Um próton se desloca horizontalmente, da esquerda para a direita, a uma
velocidade de 4 . 105 m/s. O módulo do campo elétrico mais fraco capaz de trazer o próton
uniformemente para o repouso, após percorrer uma distância de 3 cm, vale em N/C:

Dados: massa do próton = 1,8 . 10-27 kg, carga do próton = 1,6 . 10-19 C
a) 4 . 103
b) 3 . 105
c) 6 . 104
d) 3 . 104
e) 7 . 103

Página 9 de 14
CAMPO ELETRICO

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[B]

Nota: o enunciado apresenta falhas, pois a força elétrica e o vetor campo elétrico deveriam ter
notação vetorial, como destacado abaixo:
 
“A força elétrica F, que a carga negativa q sofre, e o campo elétrico E, presente...”

As figuras das alternativas também ficariam melhores se fossem usadas notações vetoriais.

Sendo Q > 0, ela gera campo elétrico de afastamento; como q < 0, ela sofre força em sentido
oposto ao do campo, conforme ilustrado.

Resposta da questão 2:
[A]

Na figura 1 as linhas de força emergem das duas cargas, demonstrando que elas são positivas.
Observe que o número de linhas de força emergente da carga da direita é maior do que as que
“morrem” na carga da esquerda evidenciando que o módulo da carga da direita é maior

Na figura 2 as linhas de força emergem da carga da esquerda (positiva) e “morrem” na carga


da direita (negativa). Observe que o número de linhas de força “morrendo” na carga da direita é
maior do que as que emergem da carga da esquerda evidenciando que o módulo da carga da
direita é maior

Na figura 3 as linhas de força emergem da carga da esquerda (positiva) e “morrem” na carga


da direita (negativa). Observe que o número de linhas de força “morrendo” na carga da direita é
igual àquele do que as que emergem da carga da esquerda evidenciando que os módulos das
cargas são iguais.

Na figura 4 as linhas de força emergem de ambas as cargas evidenciando que elas são
positivas. Observe que o número de linhas de força que emergem das cargas é igual
evidenciando que os módulos das cargas são iguais.

Resposta da questão 3:
[C]

Na partícula agem a força peso e a força elétrica, como mostrado na figura.

Se ela desvia para cima, a intensidade da força elétrica é maior que a intensidade do peso.
Então, a resultante das forças é:
FR = FE − P ⇒ FR = q E − m g.

Página 10 de 14
CAMPO ELETRICO

Resposta da questão 4:
[C]

 
As cargas devem ter sinais contrários e E1 = E2

kQ kq (d + x)2 (d + x)2
= → Q = q →Q=−q
(d + x)2 x2 x2 x2

Resposta da questão 5:
[C]

I. Correta. O vetor campo elétrico é tangente às linhas de força.


II. Correta.
III. Incorreta. De acordo com a lei de Gauss, o número de linhas de força por unidade de área
de um campo elétrico é proporcional à quantidade de carga do corpo.

Resposta da questão 6:
[B]

O campo é uma propriedade do ponto e não muda pela presença de uma carga elétrica nele

 F
colocada. Mede-se a intensidade do campo pela expressão E = .
q
Como a intensidade do campo não muda, podemos escrever:
F1 F2 10 F2
= → = → F2 = 5,0N .
q1 q2 20 10

Resposta da questão 7:
[B]

Resolução
A carga positiva colocada em P será mais repelida pelo canto superior direito do que pelo canto
inferior esquerdo. Além disso, será mais atraída pelo canto superior esquerdo do que pelo
canto inferior direito. Assim a resultante deverá estar apontando para a esquerda.

Resposta da questão 8:
[E]

Se a partícula é carregada negativamente e está se movendo na direção e sentido do campo


elétrico existe uma força constante de sentido oposto atuando sobre a partícula. Desta forma a
partícula apresentará uma aceleração constante e negativa, o que está caracterizado no
diagrama de aparência parabólica de concavidade para baixo.

Resposta da questão 9:
[A]

Página 11 de 14
CAMPO ELETRICO

Resolução
Como o elétron possui carga negativa a força que atua sobre ele tem sentido oposto ao do
vetor campo elétrico.

Resposta da questão 10:


[A]

Resposta da questão 11:


[E]

Resposta da questão 12:


[C]

Resposta da questão 13:


[C]

Resposta da questão 14:


[D]

Resposta da questão 15:


[C]

Sobre a gota agem duas forças: o peso e a força elétrica. Como a velocidade é constante, a
resultante dessas forças é nula.

Para que haja equilíbrio, a partícula deve ser atraída pela placa positiva e repelida pela placa
negativa. Logo, sua carga deve ser negativa.

Equacionando:
mg mg.
|q| E =
mg ⇒ | q |= ⇒ q=

E E

Resposta da questão 16:


[D]

Resposta da questão 17:


[D]

As duas situações são de equilíbrio, sendo nula a força resultante na pequena esfera.

Inicialmente:

Página 12 de 14
CAMPO ELETRICO

T =P + Felé ⇒ T =P + q E ⇒
−3
T=
6 × 10 + 10 × 10−6 × 300 =
6 × 10−3 + 3 × 10−3 ⇒

T= 9 × 10−3 N.

Posteriormente:

T + Felé =P ⇒ T + q E =P ⇒
6 × 10−3 − 10 × 10−6 × 300 =
T= 6 × 10−3 − 3 × 10−3 ⇒

T= 3 × 10−3 N.

Resposta da questão 18:


[B]

Observe a figura abaixo.

 
Para que o campo elétrico no ponto assinalado seja nulo, E1 = E2 . Portanto:

kq1 kq2 3 6 1 2
= → = → =
2 2 2 2 2
x (1 − x) x (1 − x) x 1 − 2x + x 2

2x 2 = x 2 − 2x + 1 → x 2 + 2x − 1= 0

− 2 ± 2 2 − 4 x1x (−1) − 2 ± 8 − 2 + 2 2
x= = = = 2 − 1 ≅ 0,4m
2 2 2

Página 13 de 14
CAMPO ELETRICO

Resposta da questão 19:


[D]

g 1,6 × 10 –3 kg; =
Dados: m = 1,6 = e 1,6 × 10 –19 C; E = 1× 109 N C; g = 10 m/s2.

Como a esfera está em equilíbrio, a força eletrostática equilibra o peso:

mg
F= P ⇒ |q|E= m g ⇒ n eE= m g ⇒ n= ⇒
eE
1,6 × 10−3 × 10
n= 1 108.
⇒ n =×
1,6 × 10−19 × 109

Resposta da questão 20:


[D]

A figura mostra o próton sendo freado pelo campo elétrico.

Usando o Teorema do trabalho-energia cinétrica, temos:


1 1
WR =Ec − Eco → −Fd =0 − mV02 → → F × 3 × 10 −2 = × 1,8 × 10 −27 × (4 × 105 )2
2 2
1,8 × 10 −27 × 16 × 1010
=
F = 4,8 × 10 −15 N
2 × 3 × 10 −2

 F 4,8 × 10 −15
Mas como sabemos: E= →=E = 3,0 × 10 4 N / C
q 1,6 × 10 −19

Página 14 de 14