Anda di halaman 1dari 13

4/9/2010

Ecologia
Entre a ciência e a visão ambientalista
do mundo

Programa de Treinamento Interno


Eng. Antonio Fernando Navarro, M.Sc.
2006

1
4/9/2010

Introdução
A crença na perfeição do desígnio divino
precedeu e sustentou o conceito de cadeia
ecológica, o qual teve, inicialmente, forte
conotação conservacionista. No século XVIII,
a maior parte dos cientistas e teólogos
defendia que todas as espécies da criação
tinham um papel necessário a desempenhar na
economia da natureza (Thomas, 1989).

2
4/9/2010

A origem da ciência ecológica


O crescimento do interesse pela história
natural revelou (...) as conseqüências da
relação de exploração do homem com a
natureza. Isso levou inicialmente a um
movimento pela proteção da vida selvagem
(...) e a primeira influência sobre o movimento
ambientalista britânico (surgiu) do estudo da
história natural (McCormick, 1992).

3
4/9/2010

O pobre planeta Terra


Uma população mundial de mais de seis
bilhões de pessoas, em contínuo crescimento,
consiste, por sí só, num fator de preocupação.
Se considerarmos que cada um dos seis
bilhões anseia por melhor qualidade de vida,
aquele crescimento potencializa algum tipo de
colapso nos sistemas de manutenção da vida
que nos fornecem ar, água e solo para
sobreviver (Silva, PPL et al, 2002).

4
4/9/2010

A Ciência e o seu uso


A ciência e, sobretudo, seu uso técnico-
industrial pode tanto estar a serviço da
melhoria das condições ambientais e
conseqüentemente sociais, como ser utilizada
para fins não tão nobres.

5
4/9/2010

Hottois e a ciência
A ideologia do progresso valoriza o cientista e o
técnico sem os responsabilizar; quer dizer, sem
considerar a questão ética a propósito de suas
atividades.
A atividade científica (...) é julgada sempre boa (...)
pois ela é (o) progresso do conhecimento (...). O
risco de um mau uso da técnica, de uma má
aplicação da ciência, está relacionado aos decisores
políticos e sociais (...). (Hottois, 1994)

6
4/9/2010

Problemática ambiental
Diante da problemática ambiental vivenciada pelas
sociedades pós-industriais modernas, surge a
politização das questões incorporadas a partir dos
conceitos e representações da ecologia. Dessa forma,
o “ecologismo”, visto como movimento político,
surgiu, como sugerem Lago & Pádua, da “percepção
que a atual crise ecológica não se deve a ‘defeitos
setoriais e ocasionais no sistema dominante mas
conseqüência direta de um modelo de civilização
insustentável do ponto de vista ecológico e
socialmente injusto (Lago & Pádua, 1985).

7
4/9/2010

O colapso da Terra
Quando um estudo patrocinado pelo Clube de Roma
(1972) – Relatório Meadows, afirmou que o mundo
poderia entrar em colapso por volta de 2020, dadas
determinadas premissas, houve uma avalancha de
críticas, a grande maioria qualificando aquelas
previsões de fantasiosas e alarmistas. Hoje, passados
28 anos depois, a maioria dos pesquisadores
concorda que o problema da poluição e degradação
ambientais foi subestimado (Cunha & Guerra, 2002).

8
4/9/2010

Biodiversidade
Nunca a biodiversidade foi tão ameaçada como no
presente. Cem por cento das planícies selvagens dos
Estados Unidos estão hoje perdidas. Noventa por
cento também encontram-se perdidas na Nova
Zelândia. Oitenta por cento das savanas encontram-
se perdidas no Burundi e em Madagascar. Houve um
recuo de mais de 50% das zonas úmidas na
Alemanha, em sua parte oeste e nos Países Baixos
entre 1959 e 1980 (Cunha & Guerra, 2002).

9
4/9/2010

Biodiversidade
A biodiversidade tem se revelado um elemento
estratégico. Além das perdas na vida selvagem há
perdas consideráveis entre as variedades vegetais.
Das mais de 10.000 subespécies vegetais conhecidas
e cultivadas na história hoje plantam-se menos do
que uma centena. Nos Estados Unidos, 96% das
variedades classificadas no início do século não são
atualmente encontradas nos supermercados. (Cunha
& Guerra, 2002).

10
4/9/2010

Grandes Acidentes
Exxon Valdez (24/03/1989) – 40.000 toneladas de
óleo e mais de US$ 13 bilhões de perdas financeiras.
Union Carbide (03/12/1984) – 15.000 mortos e
500.000 prejudicados
Chernobyl (26/04/1986) – inutilização de 1.200 km²
de terras por 300 anos e prejuízos em mais de 25.000
km² de terras agriculturáveis.

11
4/9/2010

Ética e o movimento ecológico


A ética a qual havia regulamentado as
relações entre os humanos, e, em seguida,
aquelas entre o humano e as várias
instituições sociais, por fim abriu-se a uma
terceira relação envolvendo toda a biosfera,
intitulada “Ética da Terra” ( Aldo Leopoldo,
1949).

12
4/9/2010

Transitoriedade de conceitos
No contexto transitório atual, há uma enorme tarefa
para identificar corretamente os problemas (sem
reduzir a complexidade), a saber:
Integrar os esforços,
Superar os conflitos,
Tomar consciência de nossas responsabilidades para
que se possa agir conseqüentemente.
A tecnociência opera saltos cada vez mais rápidos e,
antes mesmo de ser absorvida, ela nos escapa. (da
Silva & Schramm).

13