Anda di halaman 1dari 10

HÁ FIM DE

APLACAR
AS NOSSAS
SOL Y DÕES
tradução de quê?

tradução de uma fala sem palavras (ar) ti coladas,

tradução de um murmúrio, acolhedora

em relação a essa passagem do sopro divinu

(ainda a vida, a respiração, a animação, a psyque),

um sopro quase inaudível

a palavra viva e a inscrição do rastro

< uma voz defino silêncio >

tradução consagrada no seu uso

literário

na vizinhança de um

< murmúrio suave y leve >

< ou são uma brisa l-éve >

um silêncio

sutil
cruzar a fronteira das nossas sensiveispabilidade

atravessa a sensação

a febre do sertão é o desejo


o meu olhar

é o que vi dentro de mim


o

viroerê reviro

estou inteir(ar)
nu é ter nu était
mar foi a verdade

que conseguiu dizer tudo ao

marynheiro

a tal da tua austera Y dade

< saber calar a voz é um sentimento de verdade >

mas velá-la ou vandalizá-la

< é outra sapi em siah- da cabala >

nasci de novo, do de dentro

da terra

( não mais o ovo ou o resvalo )

mas eu mesma me vinha com minha própria cavalaria, apenas

ouvindo os meus sinais

>>>

E põe-lhe, o nome Bucéfallus, ao domínio

do instante, para júbilo distante,

daquele: o sol próprio pai

<<<

Me dê, seu moço, meia dúzia de medusas

pois elas serão

os meus escudos principais


vamos chegando baixinho, pá mois de ser

escutado. O silêncio é um segredo sa-

grado. Circundar o eixo em terra, sagra-

do, que lá do alto do ver se diz:

" obliterado "


E cancioneiro, mudo ele

aprendeu a mudar, muito cedo, digo

que já costurahva nas máquinas

logo cedo, então foi que aprendeu

a riscar