Anda di halaman 1dari 33

design

OFF ON

POR QUE AS MARCAS INVESTEM EM DESIGN?


nota do editor

André Cruz
O design agrega valor para
o seu produto ou serviço e
é uma arma poderosa na
gestão, planejamento e
construção estratégica do seu
Eduardo Araújo
negócio. Com certeza você já
ouviu isso em alguma reunião,
mas, muito provavelmente,
nunca entendeu exatamente
como o design pode realizar
esse trabalho.

Rhaissa Mendes Na verdade, há muitas formas


de usar o design no seu
negócio e todas elas resultam
em uma percepção de valor
maior para a sua marca

ESSA É A FUNÇÃO DO
Eric Duran
DESIGN!

Bruna Faim
design sumário
design

design
design
design 1.........................

design
Design design
Por que o mercado de produtos
e serviços deve investir em
soluções de design?

2.........................
design Design Visão do design como estrtáguia
ganha visibilidade no Brasil

Design
DESIGN
Design
3.........................
4 mitos e verdades sobre o
design e inovação

4.........................
O que é design emocional e
como ajuda a sua empresa?

5.........................

design
Como o design influência no
processo de decisão de compra?
Por que o mercado de
produtos e serviços deve
investir em soluções de
design?
1.................................... Por que o mercado de produtos e serviços deve investir
em soluções de design?

O design vem passando por


diversas transformações, deixando Esse novo olhar sobre o design, chamado
para trás o status de capricho e de Human Centered Design, ou Design
beleza para ser um elemento de Centrado no Usuário, já permeia as
conexão emocional com o cliente. mais diversas áreas do design e contribui
Quando você trabalha o design diretamente para que o mercado de
de maneira centrada no usuário, produtos e serviços dê um passo à frente
desenvolve empatia e cria um elo no que se refere à experiência do cliente,
que vai muito além da simples criando novas formas de interação e
atração pelo impulso: você coloca relacionamento que se destacam pela
o usuário no centro do processo de criatividade e inovação.
criação, o que faz com que todos os
elementos de design sejam soluções
desenvolvidas sob medida para
cada pessoa.

Design de produto
O produto centrado no cliente é
aquele desenvolvido a partir de
uma profunda compreensão das
necessidades do usuário.
Não basta pensar em uma televisão
qualquer, é preciso determinar como
será a experiência do usuário com essa
televisão, como ela pode facilitar e
transformar a relação do usuário com
a programação, gerando mais do que
satisfação: encantamento.
1.................................... Por que o mercado de produtos e serviços deve investir
em soluções de design?

Design de
embalagem
A embalagem é um elemento de
diferenciação para o produto, que
atrai os olhos do consumidor e faz com
que ele direcione suas expectativas
para o conteúdo da embalagem.
Nesse sentido, o mercado de produtos
deve investir em embalagens
significativas, que criem a aura necessária
para que o consumidor se encante e se
sinta conectado ao produto antes mesmo
de tê-lo em mãos. Web design
O web design centrado no ser
humano tem como principal objetivo
o desenvolvimento de ferramentas
e soluções que estabeleçam uma
interação positiva entre marca e
cliente no ambiente virtual.
É olhar para o cliente como motivo
fundamental para a criação do
site, afinal, o que você deseja com o
website é conectar-se com o cliente,
estimular o relacionamento e
despertar a fidelização através de uma
comunicação mais assertiva.
1.................................... Por que o mercado de produtos e serviços deve investir
em soluções de design?

Design estratégico
O design estratégico é focado para
o desenvolvimento de produtos e
soluções que superam as expectativas
do consumidor, que vão além da beleza
ou funcionalidade, e proporcionam
experiências únicas para o usuário.
Através do design estratégico a empresa
agrega valor ao que produz, ressaltando
para o consumidor mais do que
características físicas, ou seja, os benefícios,
Design gráfico vantagens, status e outros elementos que
compõem seus produtos e serviços e que os
As imagens têm um poder incrível tornam únicos no mercado.
de atrair, encantar e surpreender as
pessoas, o que coloca o design gráfico
como um dos seus maiores aliados
quando o assunto é criar conexões
emocionais com o seu público.
Seja um cartão de visitas inovador, uma
imagem compartilhada nas redes sociais,
o projeto de um novo produto que ainda
está no papel, o logotipo da sua empresa
ou qualquer outro elemento que tenha
como missão criar uma percepção positiva
da sua marca através de imagens, está lá o
design gráfico contribuindo para que você
destaque sua empresa no mercado e tenha
a capacidade de superar a concorrência de
maneira criativa e inovadora.
1.................................... Por que o mercado de produtos e serviços deve investir
em soluções de design?

Design de serviços
A prestação de serviços de alta qualidade
também requer um olhar inovador e
voltado para as necessidades do cliente,
por isso, o design de serviços contribui para
encontrar e priorizar pontos de melhoria em
seus serviços que levem a uma experiência
única do cliente com a sua marca, elevando a
satisfação pessoal e o engajamento.
Visão do design como
estratégia ganha
visibilidade no Brasil
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

O conceito de design é muito


amplo. É a idealização, criação,
desenvolvimento e configuração
de soluções, serviços, produtos,
experiências e até modelos de
negócios e novos processos internos
para empresas. As possibilidades
do design são infinitas e isso é o que Hoje, há milhares de empreendedores
tem feito essa área tão promissora abraçando essa ideia e levando o modo
para o desenvolvimento de empresas de pensar do design para dentro da
brasileiras. cultura organizacional das empresas, o
que reflete em um ganho de valor para o
Há uma tendência atual de usar o produto final.
design como estratégia para negócios. A escola do design é o cerne da verdadeira
O Design Thinking, por exemplo, ajuda inovação e é isso que as empresas
a desenhar, planejar e prototipar estão percebendo. Além de promover
novos negócios e ideias, minimizando o crescimento, ele também quebra
erros e falhas. paradigmas ao desconstruir a ideia de que
o crescimento e a inovação são lineares e,
muitas vezes, imprevisíveis. Mas esse é o só
o começo desse assunto que é tão amplo
quanto o próprio conceito do design.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

O design como um
fator econômico
O mercado brasileiro sofre muito com Quando empresas usam o design como
uma concorrência baseada apenas estratégia, o processo de desenvolvimento e
na disputa entre valores e ofertas melhoramento do produto ou serviço é visto
de mercado. A empresa que tem o sob uma nova luz. Não basta mais ter apenas
melhor preço e boa oferta, detém a qualidade, é preciso aperfeiçoar a experiência
maior parte do público consumidor. das pessoas ao adquirir aquele produto
No entanto, esse é um conceito muito ou serviço e, até mesmo, reestruturar o
rudimentar da economia. Há muito processo interno de fabricação e distribuição.
mais na livre concorrência para se O resultado disso é agregação de valor: o
aproveitar e o design é um exemplo. consumidor final não recebe apenas um
produto ou serviço de qualidade, mas uma
verdadeira experiência que pode significar
mais do que uma compra.

Esse tipo de pensamento influencia


diretamente na economia, tanto das
empresas quanto do próprio mercado,
pois cria níveis mais altos de qualidade e
um público consumidor mais exigente. E
acontece exatamente o que Charles Darwin
anunciou na Teoria da Evolução: a marca
mais adaptada sobrevive.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

Os três níveis de valores de


um produto ou serviço
O design, então, cria novas possibilidades de valor
para os produtos e serviços que normalmente
podem ser divididos em três percepções:

As pessoas são motivadas por esses aspectos


na hora da compra. Elas escolhem um
produto ou serviço porque ele é prático
e de qualidade, porque ele tem um
posicionamento social que elas admiram
ou porque ele vai trazer algum valor social
para a própria imagem dos consumidores
— vão parecer mais antenados e modernos,
por exemplo.
SOCIAL EMOCIONAL FUNCIONAL
O que o design faz? Integra todos esses
valores, entregando todos eles ao mesmo
tempo para o consumidor. Como? Através
de um processo de desenvolvimento que leva
em consideração a pesquisa para entender
profundamente o público, a prototipação
para testar resultados e o planejamento para
prever cada etapa e minimizar erros. Esse
processo tem sido muito usado em empresas
nacionais em diferentes processos e é
também conhecido como Design Thinking.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

Design Thinking
O Design Thinking é um processo
que usa o design como estratégia
para desenvolvimento de soluções,
produtos, serviços e até novos
modelos de negócios.
Foi desenvolvida por Tim Brown,
CEO da Ideo, que reparou que nem
sempre os produtos que ele desenhava
e desenvolvia realmente resolviam
um problema do cliente. Ele, então,
elaborou o Design Thinking como
forma de fechar esse gap entre a
inovação e o que as pessoas precisam.

O método do Design Thinking é dividido


em 5 etapas, que vamos explicar
melhor a seguir, e pode ser usado em
qualquer modelo de negócio, estratégia
ou necessidade do mundo. Pode ser
implementado para elaboração de um
novo produto da indústria, usada na
educação como forma de estruturar
pautas de ensino e até como forma de
criar um modelo de negócio do zero.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

Insight
Nesta etapa, deve haver um
rompimento com a forma
padrão de pensamento.
É preciso desconstruir os
caminhos já percorridos
através dos insights. Aqui
entra muita pesquisa e
entendimento do assunto.

Mapa Mental
Nesta fase, é preciso analisar o
pensamento convergente e o
divergente. São traçadas duas
linearidades de pensamento,
com diferentes soluções, e
o objetivo é confrontá-las
para criação de novas ideias,
suposições. Aqui acontece o
brainstorm.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

Prototipagem
Com uma ou várias soluções definidas,
é hora de testá-las. É preciso
prototipar as possibilidades para
colocá-las em prática e perceber se
elas realmente sobrevivem.

Pensamento
Integrativo
É o trabalho não linear de
desenvolvimento. Não é preciso
trabalhar apenas uma solução, o Pensamento
ideal é trabalhar paralelamente com
diferentes possibilidades e, quem Visual
sabe, integrar diferentes ideias
para ter um resultado melhor. Outro conceito usado no Design
Thinking é o pensamento visual.
O processo encoraja as pessoas
a usarem o máximo de recursos
visuais como canvas, post-its e
desenhos para uma abordagem
diferente e ampla de todo
pensamento. É um modo muito
eficaz de organizar o caos.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

Quem já usa o design como


estratégia no Brasil?
A resposta é simples: milhares de empresas. Na indústria, por
exemplo, o design vem sendo o catalisador de importantes
inovações capazes de levar o Brasil como forte competidor
no mercado mundial. As empresas estão percebendo que
apenas criar um produto é arriscado para os negócios, é preciso
desenvolver produtos mais completos, associados aos verdadeiros
problemas e necessidades do seu público.

Rolf Sitta, diretor do Departamento de


Tecnologia do Ciesp (Centro das Indústrias
de São Paulo), afirma que a questão do
design muda esse valor. Ele quebra esse
paradigma, no qual a verdade é que você
tem que oferecer um produto inovador,
com uma tecnologia muito interessante
para o seu público alinhando beleza e
funcionalidade a isso.
2........................................... Visão do design como estratégia ganha
visibilidade no Brasil

A pergunta agora é: e a sua


empresa? Será que ela está
preparada para sobreviver em
um mercado que valoriza o
design como estratégia?
Antes de responder a essa pergunta,
lembre-se de que uma pequena mudança
no design, seja nos processos, nos
produtos ou serviços, pode causar um
grande salto no seu valor econômico.
4 MITOS E VERDADES SOBRE
DESIGN E INOVAÇÃO
3............................................ 4 Mitos e verdades sobre design e inovação

Das últimas décadas para cá, o mercado do design passou


por inúmeras transformações. O que era considerado bonito,
inteligente e atraente em 1990, ou 2000, não tem a mesma
adesão do que é definido como um bom design hoje em
dia. Isso porque as tendências e inovações nessa área estão
constantemente mudando, agregando novidades e novas
formas de pensar. E os profissionais e empresas precisam
estar por dentro dessas mudanças se querem que seu produto
acompanhe as novas necessidades do mercado.

Hoje, qualquer um pode


fazer o trabalho de
um designer
Mito. Para atuar com produção em design, é preciso
conhecimento, habilidade e, sim, um bom talento para criar
peças relevantes. Essa mentira está voltando a ser bastante
difundida com a maior facilidade de acesso a programas de
edição e criação de imagem. De fato, as ferramentas para o
design estão mais acessíveis, mas isso não garante o sucesso
um produto.

VERDADE
MITO Antes de tudo, design é um estudo de mercado. Os bons
profissionais envolvidos na área não se propõem a fazer
somente uma apresentação “bonitinha”. Eles pensam no
consumidor, na concorrência, no destaque da marca, da
embalagem ou qualquer que seja o produto planejado. É
uma atividade de estratégia. Ou seja, o conhecimento no
setor é fundamental.
3............................................ 4 Mitos e verdades sobre design e inovação

Smartphones mudaram o jeito de


pensar design
Verdade. Essa, por outro lado, é uma Em contrapartida, dez anos atrás o símbolo
verdade que assusta muitas pessoas. da nuvem poderia ser entendido como o
Os celulares touchscreen e o mundo online que é: uma nuvem. Hoje, ela representa
estão muito mais presentes na vida das armazenamento de dados, backup
pessoas e precisamos nos acostumar com automático, servidores online, etc. Já o
os sinais retirados desse universo, aplicados touch é a linguagem fundamental por qual
ao nosso “mundo real”. muitas pessoas leem seus e-mails, notícias,
conversam, assistem a vídeos e programas.
Por exemplo: há algumas décadas, fazia E é por isso que, na hora de falar sobre
muito sentido usar o ícone de um disquete a rotina das pessoas, essas simbologias
para representar a função “salvar”. Hoje, precisam ser atualizadas.
muitos softwares ou peças gráficas (até
físicas) largaram essa referência, afinal, o
disquete não faz mais parte da vida dessa
nova geração — há um bom tempo.
3............................................ 4 Mitos e verdades sobre design e inovação

Não é possível aproximar a


indústria do artesanal
Mito. Uma grande mentira. Tanto os
empreendedores quanto os designers
e os próprios consumidores estão
cada vez mais preocupados em criar
e consumir produtos únicos. E tanto o
design quanto as novas tecnologias Um bom design
de produção industrial permitem isso,
seja gravando um detalhe único em
leva em conta
cada unidade ou usando embalagens
diferenciadas para um mesmo produto.
a interação
O importante é fazer com que a Verdade. Uma verdade fundamental para
experiência oferecida no design se sobreviver no mercado. A concorrência de qualidade
mostre única para o cliente. e diferenciação do produto e as constantes
necessidades do público consumidor exigem que os
designers inovem na hora de pensar a apresentação.
E uma das correntes que mais cresce no setor é o
design como forma de interação.

Pense nas latinhas da Coca-Cola que vêm com


nomes, por exemplo. É um design de produto servindo
uma função social, de divertimento, que causa um
pequeno, mas relevante impacto prazeroso na vida
de quem compra uma lata com seu nome — e que,
provavelmente, também vai compartilhar isso nas
redes sociais. Portanto, para ter um bom design é
preciso que ele seja funcional, que seja um produto
além do produto, e para isso funcionar, uma mente
criativa e experiente é essencial.
O que é design emocional
e como ele ajuda sua
empresa?
4................................................ O que é design emocional e como ele
ajuda sua empresa?

O ser humano é capaz de responder


a estímulos externos com mais de 64
emoções, dentre elas o amor, o medo,
a aceitação, a tristeza, a amizade, a
felicidade e a satisfação. E cada uma
dessas emoções desencadeia uma
forma de pensar e agir que influencia
diretamente a experiência ao seu redor.

É aqui que o design emocional entra,


como uma ferramenta capaz de
influenciar as emoções das pessoas
criando uma experiência única e
até levando-as a uma determinada
Design emocional?
ação. Em outras palavras, o design
emocional pode ajudar a sua empresa
O QUE é IssO?
a se conectar melhor com seu público. O design emocional foi concebido diante
da necessidade de humanizar objetos ao

?!?
nosso redor. Ou seja, de criar coisas capazes
de ativar algum tipo de emoção em nós. “As
pessoas estão procurando personalização,
humanização, produtos que atendam mais
seus próprios desejos do que diretamente a
funcionalidade. Elas buscam os produtos como
símbolo de status social.”
Edu Agni, UX Designer.

O design emocional é, portanto, uma


ferramenta utilizada como um fator
importante na decisão de compra, capaz de
desencadear um processo emocional levando
as pessoas a amarem um certo produto.
4................................................ O que é design emocional e como ele
ajuda sua empresa?

Como o design
emocional funciona?
Segundo Don Norman, diretor do Laboratório de
Design da Universidade da Califórnia, a emoção
afeta o modo como o cérebro funciona. O medo e
a ansiedade paralisam, incentivam o ser humano a
focar em uma única ação e mudam o jeito como ele
pensa. Já a felicidade e diversão incentivam uma Esse experimento comprovou que quando
outra forma de pensar, mais aberta a interrupções e você está ansioso, há um excesso de
ao pensamento livre, mais inclinado ao brainstorm. transmissores neurais no cérebro causando
mais foco na profundidade de um assunto,
Don Norman cita, em sua palestra no TEDx, um e quando você está alegre e se divertindo, a
exemplo de experimento realizado pela psicóloga dopamina domina o lobo frontal, o que faz
Alice Isen com seus estudantes. Ela pendurou você enxergar um problema de maneira
em lados opostos duas cordas em uma sala e mais ampla, aberta e imaginativa,
desafiou dois grupos a segurarem as duas pontas deixando você mais eficiente.
ao mesmo tempo, alegando que era um teste de
QI que determinaria o quanto cada um seria bem- Mas o que exatamente todo esse
sucedido na vida. O primeiro grupo foi tratado com experimento tem a ver com o design do
mais seriedade e caminhou ao fracasso. Ninguém seu produto ou do seu site, por exemplo?
conseguiu realizar a tarefa. Já o segundo recebeu Tudo! Ao oferecer uma experiência
uma caixa de doces antes de começar o teste e o alegre, divertida e até bonita aos seus
resultado foi uma relação mais aberta, que levou os usuários, você está deixando-os mais
participantes a resolverem o problema. confortáveis para que tenham uma
experiência mais aberta e predisposta a
se relacionar com você e sua marca.
A seguir vamos citar alguns exemplos
práticos disso.
4................................................ O que é design emocional e como ele
ajuda sua empresa?

Design emocional
na prática
O desafio do design emocional é desenvolver
produtos com um valor intangível agregado,
seja essa emoção diversão, status, alegria ou
satisfação. Você pode realizar essa missão
através do design de embalagem, seja ela bonita,
moderna ou criativa, ou até mesmo no design do
seu website.

Um exemplo simples é o do Google. Com uma simples


multiplicação de letras O no resultado da busca, eles
transformaram a tarefa de procurar algo em milhões
de páginas em algo divertido. Você pode até não
ter consciência da emoção ligada à imagem, mas,
com certeza, ela está ali. Esses detalhes criam uma
experiência única para o usuário, conectando-o ainda
mais com a marca.

Outro exemplo, ainda no Google, são os easter eggs


que eles escondem pela rede. São ações simples e
que geram momentos de muita diversão e surpresa
nas pessoas. Por exemplo, se você digitar “Do a barrel
roll” no campo de busca através do Chrome, a página
inteira gira 360º. Isso, além de gerar um grande buzz
na internet, cria uma conexão alegre da marca Google
com seus usuários.
Como o design influência
no processo de decisão
de compra?
5................................................ Como o design influencia mo processo
de decisão de compra?

O processo de decisão de compra é algo que


envolve diversos aspectos, em diferentes etapas,
em níveis conscientes e subconscientes.
A mecânica e a psicologia por trás dessa dinâmica é,
há muito tempo, objeto de estudo dos profissionais
de comunicação, marketing e design que buscam
a diferenciação das suas marcas em relação aos
concorrentes.

Para isso, são traçadas complexas estratégias de


comunicação, propaganda e relacionamento, com
o objetivo de levar o consumidor à decisão final da
compra do produto em questão. Todas as etapas
desse processo têm seu papel na decisão de compra.
Porém, quando se trata de varejo, no final das contas
é no ponto de venda que o consumidor vai fazer sua
escolha final e selecionar o produto que vai entrar no
seu carrinho.

Nesse curto intervalo de tempo, todo o


investimento em marketing feito naquele
consumidor tem seu papel na comparação
consciente e subconsciente que ele faz entre
as marcas, a poucos segundos da decisão
final de compra. E é nesses poucos e cruciais
segundos que um fator pode fazer toda a
diferença e decretar o sucesso ou fracasso da
estratégia como um todo: a embalagem.
5................................................ Como o design influencia mo processo
de decisão de compra?

A importância do
design de embalagens
na decisão de compra
De acordo com a pesquisa Packaging Matters, da MeadWestVaco
Corporation, a maioria dos consumidores no Brasil considera a
embalagem mais importante do que a própria marca do produto.
Nada menos que 60% dos entrevistados afirmou que a embalagem
tem importância preponderante nesse processo.

Aqui, temos a combinação entre a marca, que é um objeto do


design gráfico e branding, e a embalagem, que se enquadra como
uma simbiose entre design gráfico e design de produto. E números
como os revelados pela pesquisa acima justificam que não apenas
é importante o cuidado com o desenvolvimento da marca, mas que
a qualidade da embalagem também pode desempenhar um papel
importantíssimo na imagem da empresa junto ao consumidor.
5................................................ Como o design influencia mo processo
de decisão de compra?

A embalagem no
contexto do
autosserviço
No período pós-guerra, o modelo de
autosserviço se tornou predominante
em todo o comércio. Os supermercados
dominaram o varejo com suas prateleiras
e gôndolas lotadas de produtos e sem
vendedores para auxiliar os consumidores.

Nesse contexto, a embalagem se tornou


algo de suma importância. Ela deixou de ser
apenas um invólucro para as mercadorias,
passando a ser também material de extrema
utilidade e eficiência no sentido de divulgar
as características dos produtos e também de
atrair a atenção do consumidor no momento
crucial da decisão de compra, em que ele
está diante de uma vasta gama de opções
disponíveis.
5................................................ Como o design influencia mo processo
de decisão de compra?

A partir daí, as marcas passaram a investir A eficiência em termos de informação,


cada vez mais no desenvolvimento de suas coerência com o que a marca quer transmitir,
embalagens, tanto no aspecto informacional promoção e funcionalidade também são
quanto promocional e funcional. A junção essenciais, portanto, leve esses fatores
desses fatores passou a ser vista como um em consideração na hora de definir seus
poderoso recurso para aumento de vendas no investimentos no design da embalagem de
varejo. Os números da pesquisa confirmam seus produtos, pois este é um dos pontos
a coerência desse pensamento: 79% dos chave para melhorar seus resultados!
consumidores entrevistados afirmou já ter
experimentado um novo produto apenas
porque a embalagem chamou sua atenção
entre os concorrentes.

Além disso, 46% disse ter trocado de marca


devido a experiências negativas com uma
embalagem — daí a importância da
funcionalidade, citada acima como um dos
fatores relevantes nesse aspecto.

Num cenário de alta competitividade


entre as marcas, especialmente no ponto
de venda, onde o consumidor é exposto
a uma infinidade de opções de produtos
concorrentes, embalagens de qualidade
fazem a diferença. Por qualidade, entenda
muito mais do que beleza e estética.
CONCLUSÃO
• Design coloca o usuário no centro
do processo de criação, o que
faz com que todos os elementos
de design sejam soluções
desenvolvidas sob medida para
cada pessoa.

• O design vem sendo o catalisador


de importantes inovações capazes
de levar o Brasil como forte
competidor no mercado mundial.

• O desafio do design é desenvolver


produtos com um valor intangível
agregado.

ing
a nd
br

Aposte e invista
no design!
Gostou dESTE ebook?
Esperamos que este conteúdo
tenha te ajudado e esclarecido
suas dúvidas sobre Design.

Caso queira entender mais


sobre branding, marcas e
pessoas, acesse nosso blog: