Anda di halaman 1dari 4

A Dinâmica da Santidade

Texto: Fp 2.12-16

Introdução - Visões erradas:


- “A graça barata é o inimigo mortal da igreja.” Dietrich Bonhoeffer.
- “Deus já fez tudo por você, agora você tem que se esforçar.”

Objetivo: É dizer e levar os Filipenses a caminharem na e crescerem em


santidade e mostrar que, dentro da santidade há uma dinâmica gloriosa
de Deus agindo no homem e o homem agindo conforme a vontade de
Deus e influenciando um todo da vida, quer fora da igreja, quer dentro.

1 – Uma santidade Reverente v. 12-13;


A) Santidade produzida pela cruz;
“Assim” se refere a obra de Cristo citada nos versículos 5-11
B) Santidade temerosa;
“Ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor”

Russel Shedd:
“O original diz que é para desenvolvê-la de tal modo que não haja
erosão ao chegarem as tempestades da vida, e soprarem os ventos
sobre a “casa” de sua salvação. Esta salvação é desenvolvida com o
aprofundamento das raízes, com a colocação de alicerces de pedra, tão
fortes que nenhum terremoto possa sacudir ou remover.”
C) Santidade Gloriosamente realizada por Deus.
John Piper:
“Trema! O Deus todo poderoso, Criador do universo, seu Pai, seu
Redentor, seu Provedor está em você, querendo e trabalhando! Trema!
O seu agir é agir dEle!”
Texto: 1 Co 15.10
Texto: 2 pe 1.3-11

Observação: Creio eu que, este texto que Paulo está exortando está
totalmente interligado com uma palavra que está no v.5 deste capitulo.
A palavra: Frônesis.

2 – Uma santidade visível v. 14-16


A) Sem murmuração e contenda, antes, de louvor e gratidão;
B) Para que se tornem puros e irrepreensíveis, filhos de Deus
inculpáveis;

Shedd:
Irrepreensíveis (...) Inculpáveis: “Irrepreensíveis” trata de como
viver a vida cristã no mundo. Quando os incrédulos não podem,
com justiça, acusar uma pessoa de pecados efaltas, ela é
“irrepreensível”. Naturalmente, o homem não está sem pecado,
mas o mundo não enxerga falha nenhuma nele.”

Puros: são pessoas sem segundas intenções, sem malicia;

C) Em meio a uma geração corrompida e perversa.


- Os dias que vivemos sem padrão de pessoas corretas;
Politica, escola, família, amigos, trabalhos e etc.

D) Mantendo e preservando a Palavra para sermos santos.


Russel Shedd:
“Resplandecendo no mundo, os filipenses irão “preservar” a palavra
da vida (v. 16), A palavra grega original (epechontes) tem tanto o
sentido de “manter alto” como o de “manter firme.” “Manter firme”
sugere segurança, para que não se desfizessem da Palavra. O outro
sentido, de “manter alto”, é o de erguer como se faz com uma placa ou
cartaz de propaganda, para atrair atenção de perto e de longe. O que
eles, e nós, precisamos manter firme e alto é a mensagem que dá vida
aos ouvintes que nela crêem.”

3 – Uma santidade que produz alegria e esperança v.16.


A) - Dá esperança no líder de não ter se esforçado em vão pelo povo;
“Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me
esforçado inutilmente.”

Soren Kierkegaard:
“Muitas vezes, as pessoas adotam a postura do teatro em sua vida
eclesiástica, imaginam que o pregador é um ator e que elas são seus
críticos, elogiando ou condenando sua apresentação. Na verdade, as
pessoas são os atores no palco da vida. O pregador é apenas aquele
que sopra aos autores as falas que estes mesmos se esquecem.”

A palavra ESFORÇADO (kopian) contém duas possíveis descrições.


(a) Pode descrever graficamente o esforço mais duro e exaustivo.
Kopian é o trabalho ao extremo de suar e ficar esgotados; descreve o
tipo de trabalho em que o homem gasta suas últimas energias.
(b) Kopian pode descrever o esforço do treinamento atlético; e o
que Paulo diz é que ora para que toda a disciplina do treinamento
que se impôs a si mesmo e a carreira que correu não tenham sido em
vão.
- William Barclay.

Texto: Hb 5.11-14;
Aplicação do Texto:
1- Aos que lutam e batalham pela santidade e contra o pecado;
2- Aos Homens e mulheres, maridos e esposas, mães e pais
(Masculinidade e Feminilidade);
3- Aos líderes;
4- Aos não regenerados.

Conclusão:
Uma vida de santidade é produto da graça constante de Deus, produto
da Cruz. Devemos desenvolver nossa salvação com confiança grande
de que Deus está agindo em nós e que com isso venceremos os nossos
pecados. O reflexo disso é sermos o que o mundo não é e sermos luz,
confirmando e dando esperança aos líderes de não terem corrido em
vão. Deus nos deu tudo que precisamos.

Efraim Mesquita
Soli Deo Glória