Anda di halaman 1dari 11

Reduto do Bucaneiro

O Covil dos Reinos de Ferro

Search here...

CONTATO SOBRE NÓS REINOS DE FERRO RPG WARMACHINE HORDES

MAIS JOGOS ENCONTRE UM GRUPO

Aventura – Selvageria em
Khador

Author: Capitão Bucaneiro Junho 4, 2011 9 Comments

Aventuras, Khador

O conceito de aventura apresentado neste material adicional tende a dar ganchos de


criação e interpretação para narradores. Se você está lendo este material,
possivelmente já tenha tido algum contato com aventuras prontas e por isso entende
seu conceito. Entretanto visualizamos que na maioria dos casos, o narradorTranslate
modifica »
boa parte da aventura e segue seus próprios planos.

Muitos podem não gostar da forma como esta aventura foi concebida, mas isso era algo esperado desde
o início. O que será apresentado se encaixa muito melhor em “Sementes de Aventura” do que no
conceito estabelecido das já conhecidas “Aventuras Prontas. Visamos a liberdade e talvez ela seja
melhor alcançada nesse formato de aventura, tanto que, jogadores e narradores podem lê-la sem
prejudicar a diversão pois, o curso dos eventos é totalmente mutável ao gosto do narrador.

Pensando nisso, iremos utilizar como base uma Aventura Aberta onde os ganchos
inicias, intermediários e finais serão apresentados, assim como possíveis
complicações. Leia, visualize, monte e jogue, simples assim.
A leitura das matérias Escritos Sobrenaturais – Lobisomem (E-zine #2) e Cenário
– Bruegzikov são extremamente aconselhadas para melhor compreensão do texto.
Selvageria em Khador

Longe das terras civilizadas e esquecidas pelo avanço tecnológico, as terras ao noroeste de Koss ainda
estão permeadas da mais profunda bruxaria, misticismo e selvageria. As florestas ainda são tão escuras
e perigosas quanto há mil anos, os rios ainda escondem segredos obscuros e superstições são
definitivamente mais fortes que a lógica cientifica.

Há tempo demais para ser catalogado, um Druida Trajado em Negro do Círculo de


Orboros afastou-se das amarras e intrigas de seu meio e rumou sozinho para as
terras selvagens da Floresta da Cicatriz para tentar encontrar as antigas formulas
que lhe permitirias criar novamente os Lobos Aberrantes originais. (Mais sobre
Lobos Aberrantes no Monstronomicon)
Sua busca levou décadas e se mostrou infrutífera até que Laris sorriu para ele.
Obs.: É preciso que o grupo decida se os eventos a seguir jáAconteceram, estão
Acontecendo ou irão Acontecer.
Gancho Principal

1. Por anos os moradores dos assentamentos de Bruegzikov sofreram com ataques e


escaramuçadas de um grupo de saqueadores destemidos e sanguinários que tomavam o ouro e o
sangue de quem lhes importunasse. A situação se mostrava cada vez pior e o que lhes restava não
permitia uma vida digna. Foi assim, que no pior inverno da década, após sofrerem mais uma vez,
resolveram dar um fim nisso.
Após inúmeras tentativas fracassadas, como
se algum espião informasse os saqueadores,
os Estilhaçadores conseguiram capturar um
bom numero de bandidos, sobre a ordem do
Senescal os homens receberam suas
punições sem direito a confissão ou
julgamento. Agraciados com a vitória sobre os
inimigos, a população, incendiada por
Thyamor, resolveram arremessar os
sobreviventes nas antigas minas abandonadas
ao extremo norte, garantindo que morreriam
por privação.
2 . Por anos e anos o Senescal de
Bruegzikov planejou seu golpe de poder, sua
mente girava em torno disso dia e noite e suas
ambições lhe roubavam o sono. O atual Regente destas terras não tinha o pulso
firme e ambição suficiente para comandar e tomar o que lhe era de direito.
Seus planos corriam de acordo o desejado, entretanto, ele sabia que precisava de
uma arma poderosa o suficiente para desequilibrar a luta ou seria derrotado pelos
guerreiros fieis ao Regente. Seu desejo de poder foi tão intenso que atraiu a
presença misteriosa de um Trajado em Negro que lhe fez uma oferta irrecusável.
Gancho Secundário

1.A) Embrenhados no meio das cavernas escuras e úmidas, as chances de sobrevivência diminuía a
cada dia. O fogo era escasso, a comida quase inexistente, o frio queimava a carne e ossos, tudo isso
agravado pela presença de criaturas selvagens sedentas de carne. Poucos entre as dezenas de
reclusos sobreviveram, porem ela não foi alcançada de maneira agradável. Após todas as medidas
terem sido tentadas e o fracasso ser presente a cada minuto, o canibalismo mostrou-se como a única
maneira de adiar a morte por mais alguns dias. A carne crua e o sangue quente proporcionaram muito
mais que simples satisfação à carne. Este ato desumano e profano foi observado por Laris, exatamente
na Noite Aberrante. O brilho da lua culpou aqueles que devoraram seus iguais com bestialidade,
insanidade, selvageria e fome insaciável.

Eles seriam para sempre escravos da sua condição. Verdadeiras ferramentas


mortais amaldiçoadas pela Licantropia.
1.B) Após entregar toda sua dedicação à encontrar as formulas de transmutar o
homem em uma besta frenética à serviço do Círculo, o Druida finalmente condensou
os compostos alquímicos que realmente precisava. Entretanto, após refugiar-se por
anos nas minas ao noroeste de Bruegzikov (consequentemente dando-lhe o legado
de “amaldiçoada” e obrigando a sua desativação), ele descobriu, ao custo da perda
de inúmeras cobaias, que o processo não era apenas alquímico, existia a
necessidade da entrega pura e verdadeira: O homem teria que dar lugar à fera.
O destino lhe entregou àquilo que precisava de mãos beijadas: pessoas realmente
dispostas a se entregar às forças que lhes dariam a oportunidade de se vingar de
seus carrascos. O plano iria finalmente se iniciar.
2) Em meio seu planejamento cego de poder, o Senescal recebeu a visita misteriosa
do Trajado em Negro e o pacto foi formado. Através do poder obscuro e primitivo o
domínio local foi tomado. Foi desta maneira que, conchavado com mercenários e
bandidos outrora presos ou expulsos do vilarejo, o senescal iniciou sua tomada ao
poder. Cabeças rolaram pela escada do Castelo, sangue manchou a neves em
todas as ruas e os corvos se banquetearam por vários dias sem cessar. Como
recompensa por lealdade e furor, alguns dos seus melhores homens receberam a
mesma recompensa e na atual conjuntura das coisas, eles não podem ser parados
por ninguém.

Adicionando os Jogadores
Dias atrás, Ushka estava investigando estranhos casos de Licantropia no noroeste de Koss. Com o
auxilio de mercenários e do renomado professor de Estudo de Ciências Sobre Humanas, Dr. Fausto
Goethe, ele rumou para as mais profundas terras da Floresta da Cicatriz e adentrou nos arredores de
Bruegzikov. Verdadeiramente, Ushka acreditava que daria inicio ao descobrimento de sua vida, mal
sabia ele que sair vivo desta incursão seria uma recompensa mais que satisfatória.

Após ser deixado para morrer nas mãos de um Licantropo pelo Professor Fausto,
Ushka não teve outra saída senão fugir e procurar abrigo nos arredores daquelas
terras.
Os personagens podem usar os respectivos ganchos para colocá-los no jogo:
• Após avistar um casebre em meio a floresta escura, Ushka viu nela sua única
esperança de sobrevivência. Correndo por entre a floresta e sendo perseguido por
algo tão grande que derrubava arvores com ombradas, ele chegou a casa e alí
refugiou-se. O dono da casa revolve ajudá-lo à salvar os pertences deixados para
trás em troca de dinheiro
• Correndo por entre a floresta, Ushka é pegou por uma armadilha. As dezenas de
latas rimbombaram em sons estridentes acordaram o caçador que dormia perto dali.
Após as apresentações, Ushka constata que foi pego não por um caçador comum.
• Quando Ushka, Fausto e os mercenários engajarem o combate contra o
Lobisomem, Fausto fugiu e homens morreram. Ao custo da vida de toda companhia
apenas um dentre eles sobreviveu e agora está definitivamente motivado a continuar
a cruzada de vingança, até porque agora não terá que dividir o pagamento com
ninguém
• Quando chegou a Ohk, muito distante de Bruegzikov, Professor Fausto
desprendeu-se de boa parte de seus recursos para contratar alguns poucos homens
especialistas e discretos, verdadeiros mercenários solitários que seguiriam em
direção à localização de Ushka com o objetivo de garantir sua sobrevivência, além
de espionar e possivelmente roubar futuras descobertas.
• Enviado pelos próprios Potentes do Círculo, o druida tem o dever de impedir que
o Trajado em Negro acumule poder suficiente para ser uma ameaça à organização.
Continuidade à História

2)A cidade é liderada pelo Senescal animalesco e seus vassalos bestiais. Nada nem ninguém fazem jus
ao seu poder e nenhuma forma conhecida pode pará-los. O senescal ainda recebe visitas secretas do
Trajado em Negro e os dois maquinam planos secretos que envolvem domínio e morte. Juntos eles
cortam o contato com os Kayazy e com a Assembléia Khadorana. Cobradores de impostos foram
mortos assim como as primeiras milícias de Guardas do Inverno que tentaram intervir.

Membros da família do antigo regente conseguiram fugir e organizaram-se como


caçadores e guerreiros aptos e serem os únicos capazes de enfrentar e derrubar
aqueles que lhes tomaram o que lhes era de direito.
1.A) Os portões da cidade não podem para a força primitiva que concede poder e
ódio aos habitantes que outrora foram jogados ao acaso da sua própria sorte. Hoje,
estes homens estão decididos a isolar os habitantes de Bruegzikov e condená-los à
mesma clausura e privação a que foram submetidos. Eles agem pura e unicamente
impulsionados pela selvageria. Não existe qualquer sombra de planejamento ou
lógica humana em seus planos. Eles apenas querem tomar aquilo que lhes foi
tirado.
1.B) Quando aqueles que foram condenados à reclusão e morte confrontaram-se
com o Trajado em Negro e este lhe fez uma proposta, isto lhes parecia ser a única
esperança possível naquele momento. Como verdadeiros filhos eles foram adotados
pelo druida. Para a fome veio o alimento, para o frio veio o calor e para a sede veio
água pura, eles tinham novamente um lar. Hoje, eles seguem os mandamentos do
druida e nada abaixo dos céus tem mais autoridade sobre suas vidas que ele.
Seu objetivo tomar o poder do local e utilizar as minas como um “campo de
treinamento” para futuros recrutas metamorfos, criando um exercito de lobos
aberrantes que estejam prontos a lhes servir em seus planos de poder dentro do
Círculo.
Possiveis Complicações Futuras
• Utilizando contatos entre os mercenários e contrabandistas o druida tem disseminado mentiras sobre
a mina, espalhando promessas de tesouro, artefatos e grande sorte. Entretanto, aqueles que seguem
suas falsas verdades não encontram nada além de dor e sangue, somente poucos entre estes podem
ser confinados ao estado bestial que a licantropia impõe

• Obviamente muitas mentiras são faladas no processo de aceitação ao dom


licantropo e da mesma maneira, a maioria destes que aceitam se arrependem de
suas escolhas. Muitos esquecem suas angustias entregando-se em atos profanos e
violentos, porem poucos dentre eles desejam que seu tormento acabe. Indo além,
existem aqueles que desejam o fim não apenas à sua condição transmorfa, mas sim
de todos os outros que se encontram na mesma condição.
• Uma lenda esquecida fala sobre uma Lobo Aberrante Puro Sangue que seria
capaz de destroçar metamorfos com o mínimo esforço e ele poderia ser encontrado
no inteior de Floresta da Cicatriz.
Considerações Finais
Esta é uma aventura que visa o terror, violência, privação e vulnerabilidade. Caso o narrador se sinta a
vontade, eu aconselho que use mecânicas de medição de tempo ON/OFF equivalente ao Shotgun
Diaries, deixando claro que a cada dia que se passa seu inimigo se fortalece e suas forças são minadas.

De maneira sistêmica aconselhamos que essa seja uma aventura narrada entre os
níveis 5º a 9º. Poções de cura devem ser restritas ou possivelmente proibidas.
Acumuladores possivelmente estarão ser carga, ou seja, sem a presença de um
Mekânico Arcano os jogadores terão que contar com armas e equipamentos sem
melhorias mekânicas.
Reforços são inviáveis e Gigantes não conseguem chegar a estas terras.

Esta é uma terra de ninguém.

Por Rafão Araujo

Compartilhe
isto:

Facebook Twitter Google Email Imprimir

Gostar disto:

Gosto
Be the first to like this.

Relacionado
← Previous post Next post →

9 Comments

RafaelKain Junho 5, 2011 at 12:25 pm

Mais material adicional,

Nos demora não falha!!!

Até mais!
Reply ↓

Dmitri Gadelha Junho 5, 2011 at 2:26 pm

Ótima aventura bucaneiros!

Curti o lance de dar apenas o “esqueleto” da aventura. Isso abre espaço para os mestres introduzirem
as próprias subtramas.

Avante, Reduto!
Reply ↓

Kairo Abade Junho 5, 2011 at 4:58 pm

Parabéns!Muito legal!

Vou usar o esquema de sua aventura para tentar criar uma. Não tenho esse dom!

abraço
Reply ↓

RafaelKain Junho 5, 2011 at 6:15 pm

Dmitri Gadelha …

Não consigo criar uma aventura “padrão”, e me inspirei um pouco no L5R.


Fiko feliz por ter agradado!!

Kairo…

Acho que nesse “esquema” vc conseguira se expor melhor


Reply ↓

Leonam Junho 6, 2011 at 5:52 pm

rafão, hehehe fala serio, quando vc me mandou o material aquela vez para dar uma olhada para a
publicação na e-zine hehehe e falamos desta possibilidade e que vc ja estava dando continuidade, não
pensei que seria tão bem tramada assim, e bem elaborada.

meus parabens novamente.


Reply ↓

RafaelKain Junho 6, 2011 at 11:26 pm

Leonam…

Serio mano? Minha impressão sobre esse material adicional era de que ele nao agradaria e seria fraco.
Mas fico feliz, espero que algume narre usando essa ideia…

Minha inspiração inicial foi Um Lobisomem Americano em Paris…rs


Reply ↓

Leonam Junho 7, 2011 at 1:33 am

ainda bem que foi ele, pois o resto não presta heheehhe.

bem tem um, chamado lua negra, que o lobsomem volta para a familia em busca de cura, pois acredita
que so o amor verdadeiro da familia pode cura-lo.
Reply ↓

Pel Junho 17, 2011 at 9:31 pm

Parabéns aí pelo material Rafael.Gosto desse tipo de aventura pq com o esboço inicial vc molda a idéia
apresentada com a sua aventura!Não dê o peixe,ensine a pescar!

Abração Rafael,to sumido mas tamo junto!


Reply ↓

RafaelKain Junho 18, 2011 at 1:29 am

Leonam…
Opa, deve ser legal, vou procurar.

Pel…

Na verdade, me sinto totalmente incapaz de fazer uma aventura nos moldes “tradicionais”.

Obrigado pela sua reaparição!


Reply ↓

Deixar uma resposta


Escreva o seu comentário aqui...

Curta Nossa Página


Reduto do Bucaneiro
1.292 gostos

Gostar da Página Partilhar

Sê o primeiro dos teus amigos a gostar disto

Siga-nos no Twitter
Tweets Seguir

Reduto do Bucaneiro 29 jul


@redutobucaneiro
Máquinas de Guerra: Kraken (Cryx)
redutodobucaneiro.com.br/maquinas-de-gu…
pic.twitter.com/JAaH7hDmYS

Tweetar para @redutobucaneiro

Comentários recentes
Jean Servolo em Customização de Armas de Fogo e Armas Corporais

Jean Servolo em Velocidade de Viajem e Combate de Veículos (Regras Resumidas)

Jean Servolo em Micro Conto Oficial – Lying in Wait

Jean Servolo em Adicionando Magia Orgoth ao Jogo

Jean Servolo em Micro Contro Oficial – Spread Thin

Arquivo
Arquivo

Seleccionar mês

Categorias
Categorias

Seleccionar categoria

Thank you for using this plugin. Please Add your locations or set plugin Settings.