Anda di halaman 1dari 15

CONDIÇÕES E CONJUNTOS

Conjunto A em extensão:
𝐴 = 𝑎1 ; 𝑎2 ; … ; 𝑎𝑛 , 𝑛 ∈ ℕ

Discriminar todos os elementos que o compõem.


Exemplo: 𝐴 = −3; 3 .

Conjunto A em compreensão: 𝐴 = 𝑥 ∈ 𝑈: 𝑝 𝑥
ou 𝐴 = 𝑥: 𝑝 𝑥

Determinar o conjunto por meio de uma CONDIÇÃO


Exemplo: 𝐴 ={𝑥 ∈ 𝐼𝑅: 𝑥 2 = 9}

Conjunto A em diagrama de Venn:


A
Exemplo:
• −3
• 3
Dados dois conjuntos 𝑨 e 𝑩,

𝑨=𝑩
é equivalente a

∀𝒙, 𝒙 ∈ 𝑨 ⟺ 𝒙 ∈ 𝑩
Duas CONDIÇÕES são EQUIVALENTES no mesmo
conjunto se e somente se definirem o mesmo conjunto em
U.

𝑝 𝑥 ⟺𝑞 𝑥 se e somente se 𝑥 ∈ 𝑈: 𝑝 𝑥 = {𝑥 ∈ 𝑈: 𝑞(𝑥)}

Exemplo:
Em IR, 𝑥 ≤ 1 ⟺ −1 ≤ 𝑥 ≤ 1
𝒑 𝒙 q 𝒙

(os conjuntos-solução das duas condições são iguais !)


A REUNIÃO de A com B
corresponde ao conjunto de
todos os elementos que
pertençam a pelo menos a
um dos conjuntos, A ou B

𝑨 ∪ 𝑩 = {𝒙: 𝒙 ∈ 𝑨 ∨ 𝒙 ∈ 𝑩}
Exemplo:
A União {𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 > 𝟐} ∪ {𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 > 𝟔} é
{𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 > 𝟐 ∨ 𝒙 > 𝟔} = 𝟐, +∞
A INTERSEÇÃO de A com B
corresponde ao conjunto de
todos os elementos que
pertencem simultaneamente
a A e a B.
𝑨 ∩ 𝑩 = {𝒙: 𝒙 ∈ 𝑨 ∧ 𝒙 ∈ 𝑩}
Exemplo:
A Interseção {𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 > 𝟏} ∩ {𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 < 𝟖} é
{𝒙 ∈ 𝑰𝑹: 𝒙 > 𝟏 ∧ 𝒙 < 𝟖} = 𝟏, 𝟖
Dados dois conjuntos A e B, diz-se :
 A está CONTIDO em B ou
 A é um SUBCONJUNTO de B ou
 A é uma PARTE de B,
quando todos os elementos de A
pertencem a B.
𝑨 ⊂ 𝑩 ⟺ ∀𝒙, 𝒙 ∈ 𝑨 ⟹ 𝒙 ∈ 𝑩

Exemplo:
Em IR, 𝒙 ∈ −𝟒, 𝟒 ⟹ 𝒙 ∈ −∞, 𝟒
Dados dois conjuntos, A e B,
chama-se DIFERENÇA entre
A e B (A\B) ao conjunto dos
elementos de A que não
pertencem a B:
𝑨\𝑩 = {𝒙 ∈ 𝑨: 𝒙 ∉ 𝑩} ou
𝑨\𝑩 = {𝒙: 𝒙 ∈ 𝑨 ∧ 𝒙 ∉ 𝑩}
Exemplo:
Em IR, 𝑰𝑹\ −𝟐, 𝟐 é −∞, −𝟐 ∪ 𝟐, +∞
Se B ⊂ 𝐴,
Chamamos a 𝐴\𝐵
o COMPLEMENTAR de B em A.
Pode ser representado por 𝑩
(quando esta notação não for
ambígua)

Exemplo:
Em IN, o complementar de B = 1,2,3 é o
conjunto 𝐵= 𝑥 ∈ 𝐼𝑁: 𝑥 > 3
Dadas as condições 𝑝(𝑥) e 𝑞 𝑥 ,

∀𝒙, 𝒑 𝒙 ⟺ 𝒒 𝒙

é equivalente a

∀𝒙, (𝒑 𝒙 ⇒ 𝒒 𝒙 ) ∧ (𝒒 𝒙 ⇒ 𝒑 𝒙 )
Dados conjuntos A e B,

𝑨=𝑩
se, e somente, se

𝑨⊂𝑩 ∧ 𝑩⊂𝑨
Dadas as condições 𝑝(𝑥) e 𝑞 𝑥 ,

∀𝒙, 𝒑 𝒙 ⟹ 𝒒 𝒙

é equivalente a

∀𝒙, ~𝒒(𝒙) ⟹ ~𝒑(𝒙)


Vamos demonstrar que em IR, se o cubo de um número é positivo
então esse número é positivo.
∀𝑥 ∈ 𝐼𝑅, 𝑥 3 > 0 ⇒ 𝑥 > 0
Recorrendo ao contrarrecíproco, temos:
∀𝑥 ∈ 𝐼𝑅, ~ 𝑥 > 0 ⇒ ~ 𝑥 3 > 0 ⇔ ∀𝑥 ∈ 𝐼𝑅, 𝑥 ≤ 0 ⇒ 𝑥 3 ≤ 0

𝑥 ≤ 0, tal que 𝑥 ∈ 𝐼𝑅
Seja
𝑥 3 = 𝑥. 𝑥. 𝑥

𝑆𝑒 𝑥 = 0 ⇒ 𝑥 3 = 0 × 0 × 0 = 0 𝑉
𝑆𝑒 𝑥 < 0 ⇒ 𝑥 3 = (−) × (−) × (−) < 0 𝑉
c.q.d.
Dadas as condições 𝑝(𝑥) e 𝑞 𝑥 ,

~ ∀𝒙, 𝒑(𝒙) ⟹ 𝒒(𝒙)

é equivalente a

∃𝒙: 𝒑 𝒙 ∧ ~𝒒(𝒙)
Proposições Conjuntos
equivalência ∀𝑥, 𝑝(𝑥) ⟺ 𝑞(𝑥) 𝑃 = 𝑄 igualdade

negação ∀𝑥, ~𝑝(𝑥) 𝑃 complementaridade

disjunção ∀𝑥, 𝑝(𝑥) ∨ 𝑞(𝑥) 𝑃 ∪ 𝑄 reunião

conjunção ∀𝑥, 𝑝(𝑥) ∧ 𝑞(𝑥) 𝑃 ∩ 𝑄 interseção

implicação ∀𝑥, 𝑝(𝑥) ⇒ 𝑞(𝑥) 𝑃 ⊂ 𝑄 inclusão