Anda di halaman 1dari 2

FUNÇÕES SINTÁTICAS

A NÍVEL DA FRASE

SUJEITO - função sintática desempenhada habitualmente O sujeito pode ser substituído pelo pronome pessoal com função de sujeito ou,
por um grupo nominal; nalguns casos, pelo pronome demonstrativo (isto, isso, aquilo);
SIMPLES – constituído por um grupo nominal, um pronome ou mesmo uma
oração. O rapaz do boné riu-se. Eles riem-se. É possível que ele se ria.
COMPOSTO – composto por mais de um grupo nominal, um pronome ou mesmo
EXPRESSO
uma oração. O rapaz do gorro e o amigo riram-se. Ele e ela riram-se.
INDETERMINADO – não é possível saber quem é o sujeito. Diz-se que queres ir
TIPOS DE SUJEITO embora. Conta-se que em tempos…
SUBENTENDIDO – o sujeito não está explícito, mas é facilmente identificável pelo
contexto. Não vi o professor, mas sei que está na escola.
NULO EXPLETIVO – não há sujeito , porque as formas verbais se referem a fenómenos
da natureza. O mesmo acontece quando se utiliza o verbo haver com o sentido
de existir. Esta noite nevou. Há muito tempo que não te via.

PREDICADO - função sintática desempenhada pelo grupo verbal. O núcleo do grupo verbal é o verbo. Este pode apresentar uma só forma ou
ser um complexo verbal(verbo principal e verbos auxiliares). O bebé chorou. O bebé tem chorado.
Além do verbo, podem integrar o grupo verbal os elementos que a seguir se enunciam.

FUNÇÔES INTERNAS AO GRUPO VERBAL (GV)

COMPLEMENTO DIRETO– função sintática que pode ser desempenhada por O grupo nominal com função de complemento direto pode
um grupo nominal ou por uma oração. ser substituído pelo pronome pessoal(o, a, os, as) e a oração
Hoje fizemos um teste formativo. Diz-me que vais . por um pronome demonstrativo (o, isso) .
Hoje fizemo- lo. Diz-me isso.
COMPLEMENTO INDIRETO– função sintática desempenhada por um grupo O complemento indireto pode ser substituído pelo pronome
preposicional iniciado, geralmente, pela preposição a . pessoal(me, te, se, lhe, nos, vos, lhes).
Diz a verdade à tua amiga. Diz-lhe a verdade.
COMPLEMENTO OBLÍQUO– função sintática desempenhada por um grupo Se o complemento oblíquo for retirado, a frase fica incorreta
preposicional ou adverbial ou por ambos em coordenação. ou sem sentido.
Passeámos pelo parque. /Põe aqui o teu trabalho. Simpatizo com ele. / Gostei do livro/Sinto-me bem.
COMPLEMENTO AGENTE DA PASSIVA– função sintática desempenhada por
O verbo da oração está na forma passiva.
uma expressão iniciada pela preposição por. A frase foi sublinhada por mim.
PREDICATIVO DO SUJEITO– função sintática desempenhada por um um O predicativo do sujeito completa o sentido dos verbos
grupo nominal, preposicional ou adverbial que está associado ao sujeito. copulativos(ser, estar, ficar, parecer , permanecer, continuar ,
Nós somos estudantes. tornar-se e revelar-se. )
PREDICATIVO DO COMPLEMENTO DIRETO - função sintática desempenhada Completa o sentido dos verbos transitivo-predicativos (achar,
por um grupo nominal, adjetival ou preposicional, que está associado ao chamar, considerar, eleger, julgar, nomear, proclamar,
complemento direto. O João considera a Filipa muito interessante. tratar…)
MODIFICADOR DO GRUPO VERBAL - função sintática desempenhada por um O modificador transmite frequentemente noções de modo,
grupo preposicional ou adverbial. tempo, lugar, etc. .Se o modificador for eliminado, a frase
Ouvi o teu discurso até ao fim. perde essas noções, mas não perde correção ou coerência.

VOCATIVO - função sintática que representa o nome ou a entidade a que nos dirigimos. O vocativo surge em diferentes locais da frase,
isolado por vírgulas. Foste tu que espreitaste à janela, João?

MODIFICADOR DA FRASE – pode ser um grupo preposicional ou adverbial e incide sobre toda a frase.
Francamente, não acredito. Para alívio de todos, o exame foi fácil.
O modificador da frase pode ser uma oração (geralmente subordinada adverbial, condicional ou concessiva). Neste caso o modificador incide
sobre a oração subordinante. Se amanhã estiver sol, vou à praia.

FUNÇÕES INTERNAS AO GRUPO NOMINAL (GN)

COMPLEMENTO DO NOME – função sintática desempenhada por um grupo É opcional


preposicional (oracional ou não) ou, ocasionalmente, adjetival*. Tem valor *O adjetivo que desempenha esta função é derivado de um
restritivo. nome (baleia) e complementa um nome derivado de um
A oferta de livros às crianças é muito importante./ A construção do edifício verbo(pescar)
demorou anos/.A pesca baleeira. *

MODIFICADOR RESTRITIVO DO NOME – função sintática desempenhada por Limita ou restringe a referência do nome. É indispensável ao
um grupo adjetival, preposicional ou oração adjetiva relativa (restritiva). sentido da frase.
Aprecio amigos sinceros e leais. /José Saramago recebeu o Prémio Nobel da
Literatura.
MODIFICADOR APOSITIVO DO NOME – função sintática desempenhada por Acrescenta informação ao nome e surge sempre entre
um grupo nominal ou oração adjetiva relativa (explicativa). vírgulas. Tem carácter opcional.
A pintura, arte da cor, fascina-me.

FUNÇÕES INTERNAS AO GRUPO ADJETIVAL (GAdj)

COMPLEMENTO DO ADJETIVO - função sintática desempenhada por um


É opcional.
grupo preposicional (oracional ou não).
Ninguém ficou satisfeito com o acontecimento.