Anda di halaman 1dari 10

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONSTITUIÇÃO FEDERAL

LEIS

ATOS NORMATIVOS

CONSTITUIÇÃO FEDERAL NORMAS ORIGINÁRIAS VS EMENDAS

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

recepção VS revogação

constitucional VS inconstitucional

CF (CESPE/2009) As emendas constitucionais não podem ser objeto de controle de


constitucionalidade, pois introduzem no ordenamento normas de natureza constitucional. C

ONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/AGU/2010) É possível a declaração de inconstitucionalidade de norma constitucional


originária incompatível com os princípios constitucionais não escritos e os postulados da
justiça, considerando-se a adoção, pelo sistema constitucional brasileiro, da teoria alemã das
normas constitucionais inconstitucionais.

(CESPE/BACEN/2009) O ordenamento jurídico nacional admite o controle concentrado ou


difuso de constitucionalidade de normas produzidas tanto pelo poder constituinte originário,
quanto pelo derivado.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

PREVENTIVO LEI REPRESSIVO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

POLÍTICO EXECUTIVO LEGISLATIVO

JUDICIÁRIO JURÍDICO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE PREVENTIVO LEI REPRESSIVO POLÍTICO EXECUTIVO


LEGISLATIVO JURÍDICO JUDICIÁRIO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/TRE/2009) É inadmissível o controle jurisdicional de constitucionalidade de proposição


legislativa em trâmite, por ainda não existir lei ou ato normativo passível de controle de
constitucionalidade. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/AGU/2010) É admissível o controle de constitucionalidade de emenda constitucional


antes mesmo de ela ser votada, no caso de a proposta atentar contra cláusula pétrea, sendo o
referido controle feito por meio de mandado de segurança, que deve ser impetrado
exclusivamente por parlamentar federal. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE
(CESPE/2009) Embora o Poder Executivo possa negar-se a aplicar ato normativo
manifestamente inconstitucional, exercendo o controle de constitucionalidade repressivo, não
há previsão no ordenamento jurídico brasileiro para que exerça também o controle de
constitucionalidade preventivo. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/TRE/2009) O chefe do Poder Executivo não pode deixar de cumprir lei ou ato
normativo que entenda flagrantemente inconstitucional, sob pena de afronta à competência e
à atuação dos Poderes Legislativo e Judiciário.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

INCOSTITUCIONALIDADE

TOTAL VS PARCIAL

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

INCOSTITUCIONALIDADE

MATERIAL VS FORMAL

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

RESERVA DE PLENÁRIO -> MAIORIA ABSOLUTA

PLENÁRIO

ÓRGÃO ESPECIAL

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

RESERVA DE PLENÁRIO

JUIZ CONSTITUCIONALIDADE INCONSTITUCIONALIDADE

TRIBUNAL ORGÃO FRACIONÁRIO CONSTITUCIONALIDADE

INCONSTITUCIONALIDADE

PLENÁRIO CONSTITUCIONALIDADE

INCONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

RESERVA DE PLENÁRIO

ÓRGÃO FRACIONÁRIO CONSTITUCIONALIDADE

INCONSTITUCIONALIDADE PLENÁRIO TRIBUNAL

PLENÁRIO STF

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE
(CESPE/2009) Somente pelo voto da maioria absoluta de seus membros ou dos membros do
respectivo órgão especial, podem os tribunais declarar a inconstitucionalidade de lei ou ato
normativo do poder público.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONCRETO DIFUSO EFEITOS INTER PARTES

NÃO VINCULANTE

ABSTRATO CONCENTRADO EFEITOS ERGA OMNES

VINCULANTE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONCRETO DIFUSO EFEITOS INTER PARTES

NÃO VINCULANTE

STF

Ações Recursos

EFEITO VINCULANTE

Vincula Judiciário

Administração Pública

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/2009) A declaração de inconstitucionalidade na ação direta de inconstitucionalidade


produz eficácia contra todos e efeito vinculante relativamente aos demais órgãos dos Poderes
Legislativo, Executivo e Judiciário. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/AGU/2010) De acordo com entendimento do STF, a decisão declaratória de


inconstitucionalidade de determinada lei ou ato normativo não produzirá efeito vinculante em
relação ao Poder Legislativo, sob pena de afronta à relação de equilíbrio entre o tribunal
constitucional e o legislador. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/OAB) No controle difuso da constitucionalidade, somente os tribunais poderão


declarar a inconstitucionalidade das leis e atos normativos, pelo voto da maioria dos seus
membros.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONCRETO DIFUSO EFEITOS INTER PARTES NÃO VINCULANTE


STF STJ TST TSE STM TRF TRT TRE JF JT JE JM TJ JD STF SENADO SUSPENSÃO CONTROLE DE
CONSTITUCIONALIDADE

Art. 52. Compete privativamente ao Senado Federal X - suspender a execução, no todo ou em


parte, de lei declarada inconstitucional por decisão definitiva do Supremo Tribunal Federal;
CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/OAB) No controle difuso da constitucionalidade, somente os tribunais poderão


declarar a inconstitucionalidade das leis e atos normativos, pelo voto da maioria dos seus
membros. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE ABSTRATO CONCENTRADO STF
CONSTITUIÇÃO FEDERAL STF CONSTITUIÇÃO ESTADUAL TJ CONTROLE DE
CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/2009) Considerando que a lei orgânica seja equivalente, no município, à sua


Constituição, se uma lei ordinária municipal ferir o disposto na lei orgânica do município, então
essa lei ordinária estará sujeita ao sistema de controle de constitucionalidade.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ABSTRATO CONCENTRADO STF

CONSTITUIÇÃO FEDERAL STF

CONSTITUIÇÃO ESTADUAL TJ

(CESPE/TRE/2009) Compete ao STF processar e julgar originariamente a ação direta de


inconstitucionalidade tendo por objeto lei ou ato normativo municipal que contrarie previsões
expressas na constituição estadual, desde que constituam mera repetição de disposição
prevista na CF. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/TRT) Os tribunais estaduais e do Distrito Federal têm competência para julgar ação
direta de inconstitucionalidade de lei ou ato normativo estadual em face da CF.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ABSTRATO CONCENTRADO STF

TJ DECISÃO RECURSO EXTRAORDINÁRIO STF

CONSTITUIÇÃO ESTADUAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

ADC – AÇÃO DECLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE


ADO – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIADE POR OMISSÃO

ADPF – ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ABSTRATO CONCENTRADO LEGITIMADOS -> Art. 103

4 x Autoridades

4 x Mesas STF

4 x Entidades

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

Presidente da Republica

Procurador-Geral da República; 4 x Autoridades

Governador de Estado

Governador do Distrito Federal;

Mesa do Senado Federal

Mesa da Câmara dos Deputados;

Mesa de Assembleia Legislativa 4 x Mesas

Mesa da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Conselho Federal da Ordem dos Advogados

Partido político com representação no Congresso Nacional; 4 x Entidades

Confederação sindical

Entidade de classe de âmbito nacional.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

Presidente da Republica

Procurador-Geral da República; 4 x Autoridades

Governador de Estado

Governador do Distrito Federal;


Mesa do Senado Federal

Mesa da Câmara dos Deputados;

Mesa de Assembleia Legislativa 4 x Mesas

Mesa da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Conselho Federal da Ordem dos Advogados

Partido político com representação no Congresso Nacional; 4 x Entidades

Confederação sindical

Entidade de classe de âmbito nacional.

(CESPE/FINEP/2009) O Presidente da República não possui legitimidade para ajuizar ação


direta de inconstitucionalidade, haja vista poder exercer o seu poder de veto, na Constituição
Federal (CF).

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

Lei OU Federal OU

Ato normativo Estadual

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

INADIMISSIBILIDADE

LEI MUNICIPAL

LEI ANTERIOR À CONSTITUIÇÃO

NORMAS INFRALEGAIS

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

EFEITO DUPLICE = AMBIVALENTE

INCONSTITUCIONALIDADE COM REDUÇÃO DE TEXTO

INCONSTITUCIONALIDADE SEM REDUÇÃO DE TEXTO

INTERPRETAÇÃO CONFORME A CONSTITUIÇÃO

INCONSTITUCIONALIDADE DERIVADA

VS REFLEXA
CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

INCONSTITUCIONALIDADE DERIVADA

VS REFLEXA

LEI LEI

REGULAMENTO REGULAMENTO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/TRT) Caso julgue improcedente a declaração de inconstitucionalidade de uma lei


federal em face da CF, sob o argumento de que há uma interpretação na qual aquela lei está
em conformidade com a constituição, o STF aplicará a técnica de interpretação da declaração
parcial de inconstitucionalidade sem redução de texto.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/Juiz Federal/2009) Ocorre inconstitucionalidade por arrastamento quando a


declaração de inconstitucionalidade alcança outra norma constitucional que não tenha sido
impugnada inicialmente. Em tal situação, conforme entendimento do STF, diante do princípio
da demanda, o referido tribunal não pode apreciar a norma consequente caso ela não tenha
sido arrolada como inconstitucional pelo autor da ação direta de inconstitucionalidade.
CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

Lei ................................................... LEI ANTIGA

Ex nunc Decisão Liminar

Efeitos Modulação 2/3

Ex tunc Decisão Final

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/TRT) A concessão da medida cautelar, na ação direta de inconstitucionalidade, torna


aplicável a legislação anterior acaso existente, salvo expressa manifestação em sentido
contrário.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CESPE/AGU/2010) A declaração de inconstitucionalidade de uma norma pelo STF acarreta a


repristinação da norma anterior que por ela havia sido revogada, efeito que pode ser afastado,
total ou parcialmente, por decisão da maioria de 2/3 dos membros desse tribunal, em
decorrência de razões de segurança jurídica ou de excepcional interesse social.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE
(CESPE/AGU/2010) A decisão de mérito proferida pelo STF no âmbito de ação declaratória de
constitucionalidade produz, em regra, efeitos ex nunc e vinculantes para todos os órgãos do
Poder Executivo e demais órgãos do Poder Judiciário.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/AGU/2010) Segundo entendimento do STF, é possível a utilização da técnica da


modulação ou limitação temporal dos efeitos de decisão declaratória de inconstitucionalidade
no âmbito do controle difuso de constitucionalidade.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/OAB) A concessão de medida cautelar pelo STF, nas ações diretas de


inconstitucionalidade, é sempre dotada de efeito ex tunc.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/OAB) A concessão de medida cautelar pelo STF, nas ações diretas de


inconstitucionalidade, será dotada de eficácia erga omnes se houver expressa manifestação do
Tribunal nesse sentido.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE

MINISTÉRIO PÚBLICO

ADVOGADO GERAL DA UNIÃO

AMICUS CURIAE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE (

CESPE/AGU/2010) Quando o STF apreciar a inconstitucionalidade, em tese, de norma legal ou


ato normativo, compete ao AdvogadoGeral da União exercer a função de curador especial do
princípio da presunção de constitucionalidade da norma, razão pela qual não poderá, em
hipótese alguma, manifestar-se pela inconstitucionalidade do ato impugnado.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE (CESPE/Juiz Federal/2009) A norma constitucional que


impõe a citação prévia do advogado-geral da União para promover a defesa de ato ou texto
impugnado em ação direta de inconstitucionalidade é compreendida com moderação, pelo
STF, pois o advogado geral da União não está obrigado a defender tese jurídica se sobre a
inconstitucionalidade dela a Corte Suprema já fixou entendimento.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE (CESPE/TCE) Compete originariamente ao STF julgar a


ADI ajuizada em face de lei ou ato normativo do DF, praticado no exercício de sua competência
estadual ou municipal.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADC – AÇÃO DECLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE

Lei OU

Ato normativo Federal

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE
ADC – AÇÃO DECLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE

Lei OU Federal OU

Ato normativo Estadual

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADC – AÇÃO DECLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE

Presunção Relativa Presunção Absoluta

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/OAB) A ação declaratória de constitucionalidade não admite pedido de medida


cautelar, haja vista a presunção de constitucionalidade das leis e atos normativos.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADO – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIADE POR OMISSÃO

ABSTRATO CONCENTRADO STF

EFICÁCIA PLENA

CONTIDA

LIMITADA

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

(CESPE/PGE-AL) A omissão do poder público que justifica o ajuizamento da ADI por omissão é
aquela relativa às normas constitucionais de eficácia contida de caráter impositivo, em que a
CF investe o legislador na obrigação de expedir comandos normativos.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE (CESPE/PGE-AL) Em se tratando de reconhecimento de


omissão inconstitucional perpetrada por órgão administrativo, o STF, em sede de ADI por
omissão, está livre para fixar o prazo para que o órgão adote as providências necessárias para
sanar o vício, uma vez que a CF não prevê prazo específico.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADPF – ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL

ABSTRATO CONCENTRADO STF


CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

ADI – AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE ADPF – ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO

DE PRECEITO FUNDAMENTAL

LEI MUNICIPAL LEI MUNICIPAL

LEI ANTERIOR À CONSTITUIÇÃO LEI ANTERIOR À CONSTITUIÇÃO

PRECEITOS FUNDAMENTAIS

(CESPE/2009) A arguição de descumprimento de preceito fundamental tem precedência sobre


qualquer outro meio de controle de constitucionalidade cabível e apto a sanar a lesão a
preceito fundamental.

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE (CESPE/2009) Eventual impugnação em abstrato de lei


municipal em face da CF deve ser feita por meio da arguição de descumprimento de preceito
fundamental perante o tribunal de justiça