Anda di halaman 1dari 46

Escoramentos de

Escavações
Prof. Ennio Marques Palmeira
Universidade de Brasília
Escoramentos

Tipos de paredes:

• Concreto armado;
• Estacas de concreto justapostas;
• Pranchões de madeira;
• Placas de concreto;
• Perfís metálicos;
• Etc.
Escoramentos
Paredes com Pranchões ou Placas

perfil metálico

calço

placas (pranchas) de madeira ou


concreto
Escoramentos
Paredes com Pranchões de Madeira

Neste caso a estabilidade do


sistema é garantido pela ação de
tirantes
Escoramentos
Paredes Placas de Concreto
Brasília-Setor Bancário Sul

Neste caso a estabilidade do sistema é garantida


pela ação de tirantes
Escoramentos
Paredes em Estacas Justapostas

estaca de concreto
estaca de concreto

estronca
estronca

face de solo (espaçamento entre estacas deve


ser convenientemente dimensionado, para
funcionamento do arqueamento do solo)
Escoramentos
Paredes em Estacas Justapostas
Escoramentos

Perfís de aço
Escoramentos

Perfís de aço
Escoramentos Estroncados
Escoramentos Estroncados

Fukuoka, Japão (1996)


Escoramentos Estroncados

Londres (2008)
Ruptura de Talude Sobre
Escoramento Estroncado

Metrô-DF (Agosto, 2005)


Escoramentos Estroncados

Estroncamento de madeira – não raro ocorrem


acidentes!!
Escoramentos Estroncados

Execução de galeria de drenagem paralela


ao ICC-UnB

Estroncamento de madeira – não raro ocorrem acidentes!!


Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 102 em 17 de Novembro de 2006
Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 102 em 17 de Novembro de 2006
Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 102 em 17 de Novembro de 2006

Ruptura
Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 102 em 17 de Novembro de 2006
Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 215 em 20 de Março de 2008
Escoramentos Estroncados
Ruptura na SQN 215 em 20 de Março de 2008
Escoramentos
Paredes Diafragma

Parede moldada in situ

Fonte: Catálogo da Empresa Fundesp S.A.


Escoramentos
Paredes Diafragma

Parede pré-moldada
Fonte: Catálogo da Empresa Fundesp S.A.
Escoramentos
Paredes Diafragma
Parede pré-moldada

Fonte: Catálogo da Empresa Fundesp S.A.


Escoramentos
Paredes Diafragma - Escavadeiras

Boston, USA.

Fonte: Catálogo da Empresa Fundesp S.A.


Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço

parede rígida Características:


• Viável para pequenas alturas (< 5m);
• Deslocamentos podem causar danos a
estruturas vizinhas.
H
Hipóteses de cálculo:
• Parede é admitida como indeformável;
• Equilíbrio é garantido pelo comprimento
D
de ficha (D) e pelo equilíbrio entre tensões
ativas e passivas;
ficha do escoramento
• Fator de segurança é aplicado no valor de
D ou se efetuam os cálculos com o valor
de kp minorado (k*p = kp /FS).
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Metodologia de Cálculo Usual
parede rígida diagrama de tensões
admitido

deslocamento
hipotético

H H

D D

ficha do escoramento
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Caso sem Poropressão, Solo sem Coesão e sem Sobrecargas
'  0   (H  a)k  ak  0  a  Hk a
 hA a p
 (k p  k a )
'
 hB   (H  D)k p  Dk a   (H  y  a)k p  k a ( y  a)
Área = A 1
f Hk a
  f  y(k p  k a )
y a
H R 1 = A 1 = 0,5 Hk a (H+a)
 Fh  0  R1  R 2  R 3  A1  A 2  A 3  0
 Hk a Mas:
y1 Hka ( H + a)
A1 = R1 =
A a 2
R 2= A 2 A2 ( f +  hB
'
)z
A4 + A3 =
2
fy
A3 R =A y A4 + A2 =
y2 3 3 2
z ( f +  hB
A4 '
)z fy
Então: A3 - A 2 = -
2 2
y3
f B ' Assim:
hB
( f +  hB
'
)z fy fy - 2R1
A1 - A2 + A3 = R1+ - =0 z=
2 2 f + hB
'
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Caso sem Poropressão, Solo sem Coesão e sem Sobrecargas

 MB  0
Área = A 1
A 1( y  y 1 )  A 2 y 2  A 3 y 3  0
H R 1 = A 1 = 0,5 Hk a (H+a)
ou :
 Hk a '
fy y ( f   hB z
R 1( y  y 1 )   z 0
y1 2 3 2 3
A a
R 2= A 2 A2 f 2 ' z2
 y  R1y  [R1y 1  ( f   hB ) ]0y
6 6

A3 R =A y D projeto  FS(y  a)
y2 3 3
z
A4
com FS = 1,4, caso não se tenha
y3 minorado
f B '
hB o valor de kp
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Método Simplificado

parede rígida
tensões ativas

deslocamento
hipotético
H H

D D

ficha do escoramento tensões passivas


Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Método Simplificado
Abordagem Aproximada – Teng (1981)
Condições:

Obs:
pa =  ka
p’a = ’ ka
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Método Simplificado
Abordagem Aproximada – Teng (1981)
Gráficos para Dimensionamento Preliminar:
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Método Simplificado
Abordagem Aproximada – Teng (1981)
Exemplo de Utilização dos Gráficos para Dimensionamento Preliminar:
Escoramentos de Escavações
Escoramentos em Balanço
Gráfico de Pré-Dimensionamento do US Steel (1972)
Escoramentos Estroncados
parede largura da escavação

e
h

H e
v

solo

estroncas
Escoramentos Estroncados
Processo Executivo e Tensões Sobre a
Parede

Antes Instalação das paredes Escavação e instalação


ou estacas da ১a. linha de estroncas

Escavação e instalação Escavação e instalação


da ২a. linha de estroncas da ৩a. linha de estroncas

Etc...
Escoramentos Estroncados
Diagrama de Tensões Típicos
Areias Argilas
Su , 
১ ০,২ H ১
H
২ ২ No 
Su
৩ ৩
H ০,৬ H H
Ph B
n-১ n-১
n n
r A
০,২ H

'h h

'h = ০,৮k a 'Hcos


 = ângulo de atrito entre parede e solo

Para Argilas
২ < No < ৫ ৫ < No < ১০ ১০ < No < ২০ No > ২০
PH ০,৭৮Hh ০,৭৮Hh (২,১-০,০০৫৫No)Hh ০,৫Hh
H h (১ No )  H - ৪Su H-(৮-০,৪No)Su H
No   H- Su
Su ১,৫
A ০,১৫H ০,১৫H (৩-০,০১৫No)H ০
B ০,৫৫H ০,৫৫H (১,১-০,০৫৫No)H ০
r ০,৪৬H ০,৪৬H ০,৩৮H ০,৩৩H
Escoramentos Estroncados
Diagrama de Tensões Típicos
Várias Camadas de Solo
Marzionna et al. (১৯৯৮) - Fundações-Teoria e Prática, Capítulo ১৫, Editora PINI.

১ ১
২ Área = A ২ Área = A
৩ ৩
H H

n-১ n-১
n n

Diagrama de pressões Diagrama equivalente retificado

Casos Complexos  Importância da Instrumentação Geotécnica (células de


carga em estroncas, inclinômetros, células de pressão, etc).
Escoramentos Estroncados
Influência de Sobrecargas
q q

১ ১
২ ২
৩ ৩  h
H  h = k aq H

n-১ n-১ (Soluções elásticas,


n n numéricas, etc.)

contribuição da sobrecarga contribuição da sobrecarga

Sobrecarga Uniformemente Distribuída Sobrecarga Localizada

Atenção: somar a influência das sobrecargas às tensões efetivas


devido aos pesos das camadas de solo
Escoramentos Estroncados
Cálculo das Forças nas Estroncas
Forças por unidade de comprimento normal
ao plano do desenho (kN/m)
rótula
R১ R ২ = R ২s + R ২i

R ২s R ২i R ৩ = R ৩s + R ৩i

R ৩s R ৩i

R ৪s
Rn - ১
i
n-১
n Rn

Atenção: Força na estronca i : Fi = R i e h


Escoramentos Estroncados
Influência da Presença de Água
NA



H
h
u =  a ha a
n-১
n

impermeável

Situação sem fluxo


No trecho submerso: para o cálculo das tensões horizontais efetivas, calcular
as tensões verticais efetivas levando em conta a poropressão (' v= v- u) ou
utilizar o peso específico submerso do solo
Escoramentos Estroncados
Influência da Presença de Água
Condição de Fluxo Permanente
NA NA
Verificar possibilidade de
suspensão do solo por ação
da força de percolação
(gradiente crítico) H

impermeável impermeável

Considerar a redução do peso do solo pela


ação da força de percolação no cálculo da
resistência passiva.

Levar em conta a submersão do solo no cálculo das tensões horizontais efetivas.


Atenção: somar as poropressões às demais tensões atuantes
sobre a parede.
Escoramentos Estroncados
Ruptura de Fundo – Escavações em Argilas

q Fator de Segurança contra a


Ruptura de Fundo:

Nc S u
H + q FS   ১,৫
Argila H  q
, S
u
Nc = 5,14
(ver curso de Fundações)
Escoramentos
Monitoramento de Estruturas Vizinhas

Escavação

Boston, USA

Obras de responsabilidade  instrumentação geotécnica.


Escoramentos
Monitoramento de Estruturas Vizinhas
Escoramentos
Monitoramento de Estruturas Vizinhas
Ruptura de Escoramento – Cingapura, 2004.