Anda di halaman 1dari 9

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO

LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO


CONFIRA O SEU CADERNO
01. Este caderno de provas contém questões de múltipla escolha dispostas em ordem numérica, com apenas uma alternativa correta.
02. Confira seu caderno quando o Fiscal de Sala autorizar, pois não lhe será entregue outro, exceto no caso do item 3.
03. Se houver falhas: folhas em branco, páginas trocadas, falta de questão, má impressão, levante o braço. O Fiscal de Sala trocará
seu caderno.
04. Confira se o caderno de questões corresponde ao cargo para o qual se inscreveu.

INSTRUÇÕES E CUIDADOS NO PREENCHIMENTO DA FOLHA DE RESPOSTAS


Como preencher:
01. Confira cuidadosamente seus dados na Folha de Respostas, assine-a, e
comunique ao Fiscal de Sala em caso de alguma divergência, não faça qualquer
alteração em sua folha.
02. Use caneta esferográfica de tinta azul ou preta.
03. As Folhas de Respostas preenchidas a lápis, não serão aceitas.
04. Preencha todos os espaços corretamente, a Leitora Óptica é sensível a marcas
escuras.
05. Ao terminar, verifique se todas as respostas foram marcadas, mais de uma
resposta marcada ou rasurada, invalidará a questão.
06. Leia atentamente as instruções na Folha de Respostas.
07. Valem, exclusivamente, as respostas corretamente assinaladas na Folha de
Respostas.

ATENÇÃO:
01. Use para rascunho as partes em branco do caderno.
02. Não será permitido qualquer outro material sobre a carteira, que não seja o da prova.

PREENCHIMENTO OBRIGATÓRIO nº Insc. _____________

_______________________________________________________________________________________________
Nome por extenso

CARGO: PROFESSOR EDUCAÇÃO ESPECIAL


Este gabarito será destacado somente pelo Fiscal de Sala no momento da entrega da Prova

Os candidatos aprovados poderão obter o CERTIFICADO DE APROVAÇÃO deste concurso no site


www.consesp.com.br mediante pagamento de taxa. O envio será feito após a homologação do resultado.

www.pciconcursos.com.br
www.pciconcursos.com.br
PROFESSOR EDUCAÇÃO ESPECIAL 03. Segundo a obra “Educação Inclusiva”, de Maria Elisa
Caputo Ferreira e Marli Guimarães, constitui verdade
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS inquestionável o fato de que, a todo o momento, as
diferenças entre os homens, fazem-se presentes
01. Para Marcos Mazzotta, em sua obra “Educação Escolar - mostrando e demonstrando que existem grupos humanos
comum ou especial?”, para que a tendência de integrar os dotados de especificidade naturalmente irredutíveis.
alunos deficientes mentais educáveis no processo comum Diante dessa visão, assinale a alternativa correta.
de ensino encontre condições favoráveis à sua (A) A escola, como instituição voltada para a informação
concretização, serão necessárias reflexões e e a formação, poderia e deveria ser um espaço que
investigações aprofundadas sobre a conveniência ou não se preocupasse em tornar os alunos mais humanos,
de se definir uma organização curricular especial para este representando um lugar favorável para que todos que
aluno. Dessa forma, é correto afirmar que a procuram possam ser bem vindos para colaborar no
(A) quanto à terminologia e ao termo genérico, observa- trabalho realizado.
se a variação usada para designar o funcionamento (B) A sociedade está se tornando mais complexa a cada
intelectual abaixo da média como: debilidade mental dia, aumentando a diversidade de forma acelerada,
ou oligofrenia, deficiência mental, deficiência com isso, a forma de compreender o mundo e os
intelectual e retardamento mental, que comportam o próprios semelhantes está mudando, deixando de
mesmo significado, sem diferenças quanto ao grau de existir o paradigma antigo: “viver a igualdade na
retardamento. diferença” e “integrar na diversidade”, criando outro
(B) considerando a deficiência mental como um tipo de onde o diferente fica cada vez mais evidenciado.
retardamento mental, pesquisadores afirmam que (C) A partir da visão paradigmática sobre igualdade e
todas as expressões são adequadas como termo diferença, é importante refletir especificamente sobre
genérico; o termo “retardamento mental” é muito as concepções do sujeito, sem levar em conta as
utilizado pelos franceses e a expressão “deficiência concepções de educação e escola, pois deve nesse
intelectual” muito utilizada pelos americanos. momento, pensar na existência de “um outro” que se
(C) para a Associação Americana de Deficiência Mental apresenta como realidade, que se impõe no dia-a-dia,
(AAMD), o termo funcionamento intelectual geral um outro concreto, com identidade, com história, com
significa que o indivíduo foi avaliado por instrumento a constituição afetivo-emocional própria.
ou teste, cuja esfera é suficientemente para examinar (D) De acordo com a visão de modificabilidade cognitiva,
muitos braços mensuráveis da inteligência. o ser humano é aberto às mudanças, às renovações,
(D) a deficiência e um ou mais campos do ao aprendizado se tiver condições reais de aprender,
comportamento adaptativo, não indica, em nenhuma ou seja, se não apresentar nenhum déficit físico ou
hipótese, a necessidade de recorrer a serviços mental que interfira no seu processo de
especiais, pois cada indivíduo diagnosticado como aprendizagem.
mentalmente retardado revela certo grau de
diminuição nas áreas de maturação, aprendizagem e 04. Considerando as peculiaridades e semelhanças entre
ajustamento social à sua maneira. normais e deficientes, face aos processos de
desenvolvimento mental, presente na obra “Ser ou estar:
02. Considerando o atendimento educacional aos portadores eis a questão – explicando o déficit intelectual”, de Maria
de deficiência, presente na obra “Educação Especial no Teresa Eglér Mantoan, assinale a alternativa correta.
Brasil – história e políticas públicas”, de Marcos Mazzotta, (A) A similaridade estrutural se opõe à sequência das
analise as proposições a seguir. estruturas construídas aos deficientes,
I. No começo do século XIX iniciou o atendimento correspondendo desta forma, ao produto final da
educacional aos chamados “débeis” ou deficientes mesma, fato este, que estabelece conceitualmente a
mentais, em que o médico Jean Marc Itard mostrou a deficiência como uma condição intelectual igualada.
educabilidade de um “idiota”, o denominado (B) Causan, em seus estudos, verificou que nos casos de
“Selvagem de Aveyron”. sujeitos mais severamente prejudicados, as
II. Até o final do século XIX diversas expressões eram intervenções para estimular o desenvolvimento dos
utilizadas para se referir ao atendimento educacional esquemas motores não causam avanços cognitivos,
aos portadores de deficiência como: Pedagogia de mesmo quando se fazia o mais precocemente
Anormais, Pedagogia Teratológica, Pedagogia possível.
Curativa ou Terapêutica, Pedagogia da Assistência (C) É preciso considerar que sujeitos normais e
Social, Pedagogia Emendativa. deficientes mentais de mesmo nível cognitivo inicial,
III. Em relação aos portadores de deficiência física, ao serem expostos à aprendizagem de um dado
registra-se que, em 1832, teve início em Munique, conceito apresentam todos, resultados idênticos no
Alemanha, uma obra eficaz para a educação de final do processo.
deficientes físicos, com a fundação de uma instituição (D) Considerando-se os critérios a partir dos quais a
encarregada de educar “os coxos, os manetas, os teoria de Piaget explica a gênese das estruturas
paralíticos...”. mentais, as pessoas deficientes se distinguem das
IV. Maria Montessori contribuiu grandemente para a normais pela velocidade do ritmo de construção
evolução da educação especial, desenvolvendo um dessas estruturas e pelo nível final das operações.
programa para os alunos cegos e criando um código
para o meio de leitura e escrita, conhecido como 05. De acordo com “Parâmetros Curriculares Nacionais –
Sistema Braille. Adaptações Curriculares”, objetivando a uniformização
terminológica e conceitual, a Secretaria de Educação do
São corretas APENAS as proposições contidas em Ministério da Educação propõe características específicas
(A) I e II. às necessidades especiais dos alunos. A partir dessa
(B) I, II e III. visão, concluímos que
(C) II, III e IV. I. os alunos com superdotação têm um notável
(D) III e IV. desempenho e elevada potencialidade em sua
capacidade intelectual geral, aptidão acadêmica
específica, capacidade psicomotora, e outras.

www.pciconcursos.com.br
II. o indivíduo com deficiência física tem uma variedade (C) todo aluno, independente das dificuldades advindas
de condições não sensoriais que o afetam em termos de sua deficiência, poderá, ao seu modo e em seu
de mobilidade, de coordenação motora geral ou da tempo, beneficiar-se de programas educacionais,
fala, como decorrência de lesões neurológicas, desde que recebam oportunidades adequadas para
neuromusculares e ortopédicas, ou ainda, de que possa desenvolver o seu potencial de
malformações congênitas ou adquiridas. aprendizagem e consequentemente, integrar-se.
III. a deficiência mental caracteriza-se por registrar um (D) a sociedade em que vivemos, na qual pretendemos
funcionamento intelectual geral significativamente integrar a pessoa deficiente, opõe-se à filosofia
abaixo da média, oriundo do período de pragmática, a qual não estabelece valores que levam
desenvolvimento, concomitante com limitações o indivíduo a aumentar a sua capacidade produtiva
associadas a duas ou mais áreas de conduta global para competir com os demais indivíduos em
adaptativa ou da capacidade do indivíduo em termos de igualdade.
responder adequadamente às demandas da
sociedade. 08. Em “Educação Inclusiva”, de Maria Elisa Caputo Ferreira e
IV. deficiência múltipla é a associação no mesmo Marli Guimarães, a cada período histórico, surgem
indivíduo, de duas ou mais deficiências primárias variados obstáculos a serem vencidos pelo ser humano,
(mental/visual/auditiva/física), com comprometimentos ao lidar face com as dificuldades impostas por suas
que acarretam atrasos no desenvolvimento global e limitações físicas e/ou mentais. Considerando esta visão,
na capacidade adaptativa. assinale a alternativa correta.
Estão corretos os itens (A) A abordagem dinâmica qualitativa e multidisciplinar de
(A) I, II e III, somente. Vygotsky evidenciou o relevante papel do professor
(B) I, II e IV, somente. como possuidor de conhecimentos, com condições de
(C) I, III e IV, somente. ensinar os conteúdos predeterminados sem
(D) I, II, III e IV. interferência e mediação para que os alunos
adquiram novos conhecimentos e habilidades
06. Segundo a obra “Ser ou estar: eis a questão – explicando necessárias para aprendizagem.
o déficit intelectual”, Maria Teresa Eglér Mantoan, as (B) A partir da década de setenta, quando estudiosos
contribuições da Psicologia e Epistemologia Genética de passaram a conceber a ideia de modificabilidade
Piaget, possibilitaram uma nova leitura da deficiência cognitiva, acreditando na possibilidade e no potencial
mental e quebraram inúmeras barreiras discriminadoras de aprendizado da pessoa com deficiência, houve
que impediram de compreender as reais condições de profunda mudança de paradigma em direção à ideia
educabilidade dos deficientes. Dessa forma, assinale a de educação integrada, passando a acreditar que as
alternativa correta. escolas comuns pudessem aceitar alunos com
(A) As pesquisas de inspiração piagetiana que se necessidades especiais nas salas regulares.
seguiram às investigações de Inhelder atestam que (C) Sabe-se que a interação das pessoas com o meio
os deficientes mentais se distinguem dos normais constitui fator determinante para o aprendizado, por
pela velocidade do ritmo de construção das estruturas isso o professor não deve evidenciar a idade
do conhecimento e pelo nível final das operações, cronológica nem a idade mental do aluno,
conforme as particularidades de cada caso. interessando assim com o ambiente em que se
(B) A constatação empírica confirma que os esquemas de processa a educação.
assimilação são equivalentes aos normais de mesma (D) Uma modalidade de educação centrada na
idade em face da resolução de situação de necessidade do aluno deve desconsiderar os
problemas, ou seja, da colocação na prática de seus princípios pedagógicos da educação
instrumentos cognitivos. “socioconstrutivista”, que se opõe à cooperação, à
(C) Devido às paradas definitivas e a lentidão significativa autonomia intelectual e social, à aprendizagem ativa,
do progresso intelectual, a inteligência dos deficientes apostando no desenvolvimento do aluno através da
mentais perdem totalmente sua plasticidade diante de aprendizagem passiva.
uma solicitação do meio que vise à construção das
estruturas mentais. 09. Para Rosita Edler Carvalho em “Educação Inclusiva com
(D) Quanto à construção das estruturas do conhecimento os pingos nos ‘is’ ”, o aluno “aprisionado” em dificuldades
dos deficientes mentais, tem sido verificado pelos que a escola ainda não sabe bem como resolver, passa a
pesquisadores piagetianos que essas pessoas ser considerado como deficiente. Diante dessa visão,
mesmo conseguindo evoluir, não mantêm estáveis assinale a alternativa correta.
suas aquisições intelectuais, deixando de generalizá- (A) Para Sara Pain, a noção de não-aprendizagem é o
las para uma gama considerável de atividades. reverso de aprendizagem, pois esta não é uma
07. De acordo com a obra “A integração de pessoas com estrutura, e sim um efeito, um lugar de articulação de
deficiência: contribuições para uma reflexão sobre o esquema.
tema”, de Maria Teresa Eglér Mantoan, para o sujeito (B) Diferentemente de negar a possibilidade de acesso, a
poder se integrar, ou seja, assumir-se como indivíduo, negação da deficiência de inúmeras pessoas não é
conhecendo e aceitando as suas possibilidades e considerada perversa, pois evita a segregação de
dificuldades, deverá percorrer um longo caminho que pessoas em espaços restritivos, permitindo a remoção
dependerá da qualidade de relações estabelecidas entre a de barreiras para sua aprendizagem e participação.
criança e o seu grupo de referência. Portanto, podemos (C) Carvalho critica a inclusão educacional escolar
afirmar que sempre que representar o “desmonte” da educação
(A) a integração é um processo unilateral que pressupõe especial, desconsiderando-se todo o seu percurso e
a participação e ação conjunta da família, baseada na as históricas contribuições que os especialistas têm
conquista de espaço dos participantes pertencentes oferecido e que são necessárias.
ao chamado grupo minoritário da comunidade. (D) A inclusão educacional é defendida por Carvalho para
(B) falar sobre a questão da integração da pessoa com que as classes especiais continuem sendo criadas ou
deficiência mental, conclui-se que: se existe a mantidas para atender ao fracasso escolar, onde as
preocupação em relação à sua integração, clara está pessoas com deficiência sirvam de estímulo ao
a forte presença de seu apoio, o qual é chamado de resgate de valores humanos.
segregação.

www.pciconcursos.com.br
10. De acordo com a obra “Compreendendo a Deficiência III. As equipes dos centros de reabilitação devem estar
Mental – Novos Caminhos Educacionais”, de Maria Teresa especificamente preparadas para oferecer aos seus
Eglér Mantoan, o educador francês Célestin Freinet clientes diversas oportunidades para analisar e
pretendia fazer da educação um instrumento da luta de compreender com clareza e objetividade suas
classes de contestação social, a partir do exercício de um limitações, assimilando melhores níveis de
novo tipo de relações sociais vivenciado pela criança, na funcionamento global.
instituição escolar. Diante dessa perspectiva, assinale a IV. A preocupação com eventuais e necessárias
alternativa correta. mudanças de hábitos e atitudes por parte de algumas
(A) A ideia de Freinet de proporcionar às crianças uma pessoas com deficiência inscritas em centros de
educação natural, assume uma significação muito reabilitação deverá ser isolada e comandada de um
precisa e preciosa aos professores, definindo-a como só profissional, ou seja, daquele que atende a pessoa
o acompanhamento do desenvolvimento da criança com deficiência.
sem permitir qualquer intervenção externa.
(B) De acordo com as técnicas educacionais baseadas Estão corretas as assertivas contidas em
na noção de ensaio experimental de Freinet, o ser (A) I, II e IV, apenas.
cognoscente, através das sucessivas instruções (B) I e IV, apenas.
mecânicas recebidas do meio externo, adapta o (C) II e III, apenas.
indivíduo mais facilmente às perturbações sofridas (D) II, III e IV, apenas.
internamente, sem que descubra por si mesmo,
variados modos de adaptação. 13. Para Carolina R. Schirmer e Rita Bersch, segundo a obra
(C) Falar, ler e escrever representa, para Freinet, “Atendimento Educacional Especializado – Deficiência
conquistas humanas que seguem os mesmos Física”, desde o momento em que o ser humano diz suas
princípios de aquisição de qualquer outro tipo de primeiras palavras, a linguagem facilita o encontro de
conhecimento, sem que haja para essas desejos, necessidades, interação social, acesso às
competências, o ensaio experimental. informações e conhecimento sobre o complexo mundo em
(D) A comunicação entre escolares diminui as distâncias que vive. Diante dessa perspectiva, assinale a alternativa
físicas e sociais entre as escolas, propicia o contato correta.
com os novos modos de ser, viver e desenvolver a (A) A Comunicação Aumentativa e Alternativa é
compreensão mútua, pelo intercâmbio de ideias e considerada uma área da prática clínica educacional
conhecimentos. que se propõe a compensar (temporária ou
permanentemente), a incapacidade ou deficiência do
11. De acordo com “Construtivismo – de Piaget a Emília sujeito com distúrbio severo de comunicação.
Ferreiro”, de Maria da Graça Azenha, um dos primeiros (B) Pode-se dizer que a comunicação é aumentativa
problemas enfrentados pela criança, para desvendar a quando o sujeito utiliza vários meios de comunicação
escrita, é compreender o que as marcas sobre o papel para complementar as deficiências que a fala
representam e como se realiza esta representação. De apresenta, substituindo-a totalmente.
acordo com essa afirmação, podemos concluir que (C) O objetivo da Comunicação Aumentativa e Alternativa
(A) a reprodução de um modelo gráfico presente ou é tornar o sujeito com distúrbio de comunicação o
memorizado expõe problemas a serem resolvidos, mais independente e competente possível em suas
criando oportunidades para observar as concepções situações comunicativas, sem uso de uma abordagem
infantis sobre a escrita. multimodal, a qual impede diferentes modos de ação,
(B) as observações, de como os adultos interagem com a expressões faciais e auxílios necessários para a
escrita e a leitura, geram oportunidades para que a comunicação.
criança reflita sobre o seu significado para os adultos. (D) Em virtude da Comunicação Aumentativa e
(C) para Ferreiro e Teberosky, a criança que não sabe Alternativa ter seu foco dirigido às crianças com
ler, ainda não tem ideias precisas sobre critérios que distúrbios severos de comunicação, sua abordagem e
distinguem textos que servem para ler dos outros que materiais não podem ser modificados e utilizados com
não permitem a leitura. adolescentes e adultos, devido à incompatibilidade de
(D) para lidar com um objeto escuro e resistente à faixa etária específica do trabalho.
compreensão, a criança não consegue construir
nenhuma hipótese, eliminando qualquer possibilidade 14. Na obra “A integração de pessoas com deficiência:
de um esquema de assimilação. contribuições para uma reflexão sobre o tema”, de Maria
Teresa Eglér Mantoan, a integração de alunos com
12. De acordo com a obra “A integração de pessoas com necessidades especiais na escola regular, como caminho
deficiência: contribuições para uma reflexão sobre o fundamental para se atingir a integração social e a
tema”, de Maria Teresa Eglér Mantoan, todo ser humano normalização, constitui uma meta cada vez mais firme dos
sente necessidades que precisam ser satisfeitas, tem diferentes sistemas educativos. Dessa forma, assinale a
objetivos a serem atingidos, sonha com projetos a serem alternativa correta.
colocados em prática, qualquer que seja seu nível (A) Na medida em que a maioria dos países latino-
intelectual, seu tipo de personalidade, seu grau de cultura. americanos tem cumprido o objetivo primeiro do
Dessa forma, analise as assertivas propostas abaixo. Projeto Principal de educação, ou seja, o de
I. Devido ao reconhecimento da importância do trabalho assegurar acesso à Educação Básica, também tem
de ajustamento das pessoas com deficiência, a sido possível o acesso à escola de muitas das
própria definição e o objetivo de serviços, num centro crianças com deficiências, seja no próprio sistema
de reabilitação devem limitar-se às áreas de regular de educação seja em estabelecimentos de
condicionamentos físicos ou de ajustamento à vida de educação especial.
trabalho. (B) Dentro da região latino-americana, todos os países
II. O objetivo fundamental das atividades que buscam o contam com legislação pertinente à educação
ajustamento pessoal, social e profissional das especial, seja dentro da legislação geral em matéria
pessoas com deficiência é fazer com que elas de educação, ou independentemente desta, todos
possam sentir a sensação de estar bem. contemplam efetivamente a integração escolar.

www.pciconcursos.com.br
(C) A resposta às necessidades especiais dos alunos não São corretos os itens
pode ser buscada no currículo comum, os quais não (A) I, II e III.
são reajustados ou readaptados, como via básica, (B) I, II e IV.
impossibilitando assim, a igualdade de oportunidade (C) I, III e IV.
entre os diferentes alunos. (D) I, II, III e IV.
(D) É preciso avançar em direção em que haja currículos
diferenciados e não num único para toda a população 17. De acordo com Carolina R. Schirmer e Rita Bersch, na
escolar que não permita ajustes necessários que obra “Atendimento Educacional Especializado –
responda às diferenças contextuais e individuais do Deficiência Física”, a introdução da Comunicação
grupo. Aumentativa e Alternativa deve acontecer sempre que
houver um distanciamento entre a capacidade
15. De acordo com a obra “Diretrizes Nacionais para a compreensiva e expressiva de um sujeito, ou quando a
Educação Especial na Educação Básica”, classe especial possibilidade de se fazer entender é menor do que a de
é uma sala de ensino escolar, em espaço físico e seus pares, diminuindo, assim, as oportunidades de
modulação adequada. Diante desse breve conceito, é interação e relacionamento deste indivíduo. Analise as
correto afirmar que afirmações a seguir:
(A) nesse tipo de sala, o professor da educação especial I. o aluno com deficiência, usuário da Comunicação
utiliza métodos, técnicas, procedimentos e recursos Aumentativa e Alternativa, passa de uma situação de
pedagógicos iguais ao ensino comum, sem que haja a passividade para outra, a de ator ou de sujeito do seu
necessidade de equipamentos específicos para que processo de desenvolvimento.
todos tenham acesso ao Currículo da Base Nacional II. quando o indivíduo usa o auxílio de Comunicação
Comum. Aumentativa e Alternativa, sua fala torna-se mais
(B) a classe especial não pode ser composta por alunos relaxada e, por isso, melhor sucedida.
que apresentam dificuldades de aprendizagem não III. o usuário da Comunicação Aumentativa e Alternativa
vinculadas a uma causa orgânica, mas quando isto sinalizará a mensagem que deseja expressar,
ocorre, podem ser agrupados em turmas diferentes apontando para o recurso externo que será
da sua deficiência. organizado para ele, além de utilizar seus gestos,
(C) para os alunos cegos e surdos, recomenda-se o vocalizações e demais expressões particulares.
atendimento educacional em classe especial durante IV. a Comunicação Aumentativa e Alternativa é o uso
o processo de alfabetização, quando não forem integrado de todos os recursos de comunicação que
beneficiados com a educação infantil , abrangendo são organizados de forma personalizada.
para os cegos, o domínio do sistema Braille, e para os
surdos, a aquisição da língua de sinais e a São corretas as afirmações contidas em
aprendizagem da língua portuguesa. (A) I e III, apenas.
(D) o professor da educação especial, nessa classe, deve (B) I, III e IV, apenas.
desenvolver o currículo com a flexibilidade necessária (C) II, III e IV, apenas.
às condições dos alunos, realizando no mesmo (D) I, II, III e IV.
período atividades relacionadas à vida autônoma e
social, de orientação e mobilidade e, principalmente, 18. De acordo com a obra “Parâmetros Curriculares Nacionais
de informática. – Adaptações Curriculares”, alguns alunos com
necessidades educacionais especiais revelam não
16. Na obra “A integração de pessoas com deficiência: conseguir atingir os objetivos, conteúdos e componentes
contribuições para uma reflexão sobre o tema”, de Maria propostos no currículo regular ou alcançar os níveis mais
Teresa Eglér Mantoan, os problemas suscitados pela elementares da escolarização. Diante dessa perspectiva,
inclusão de deficientes mentais podem ser reunidos num assinale a alternativa correta.
conjunto de respostas pedagógicas buscadas para (A) Os currículos especiais são conhecidos como
desvendar essa competência, porque esses alunos têm o funcionais e ecológicos, tendo sua organização
direito de viver desafios para desenvolver suas focada na aprendizagem acadêmica que o aluno
capacidades e de conquistar autonomia social e revelar impossibilidade de alcançar, mesmo diante
intelectual, decidindo, escolhendo, tomando iniciativas em dos esforços persistentes, empreendidos pela escola.
função de suas necessidades e motivações. Dessa (B) Currículos adaptados ou elaborados de modo tão
maneira, concluímos que distinto dos regulares implicam adaptações
I. a inclusão escolar é incondicional e, portanto não significativas extremas, adotadas em situações de
admite qualquer forma de segregação, tendo como real impedimento do aluno para integrar-se aos
meta, não deixar nenhum aluno no exterior do ensino procedimentos e expectativas comuns de ensino, em
regular, desde o início da escolarização, face de suas condições pessoais identificadas.
questionando o papel do meio social no processo (C) Adaptações significativas no currículo podem
interativo de produção das incapacidades. prejudicar o atendimento dos alunos, principalmente
II. as políticas públicas de educação não são claras ao quando se fizer uso de conteúdos curriculares
se referirem à integração dos alunos com deficiência funcionais, levando em conta as características
mental no ensino regular e impedem uma ação mais individuais do grupo.
decisiva diante da integração. (D) As decisões sobre adaptações curriculares não
III. a formação de professores para a inclusão escolar de podem incluir nenhuma modalidade de apoio, devido
deficientes mentais não pode se restringir a fazê-los às suas ações ineficazes quanto à educação do aluno
conscientes das potencialidades dos alunos, mas com necessidades especiais, que impedem sua
também de suas próprias condições para desenvolver autonomia, produtividade, integração e funcionalidade
o processo de ensino inclusivo. no ambiente escolar.
IV. a adesão à inclusão, como uma possibilidade que se
abre para o aperfeiçoamento da educação escolar e
para o benefício de alunos com deficiência mental,
depende também da disponibilidade interna, que não
é comum a todos os professores. Vire à folha!

www.pciconcursos.com.br
19. Na obra de Eugênia Augusta Gonzaga Fávero, Luísa de 22. “Não ganhou a medalha, embora tenha se esforçado.”
Marillac P. Pantoja e Maria Teresa Eglér Mantoan À qual classe gramatical pertence o vocábulo destacado?
“Atendimento Educacional Especializado – Aspectos (A) Numeral.
Legais e Orientação Pedagógica”, cabe ao aluno (B) Interjeição.
individualizar a sua aprendizagem e isso ocorre quando o (C) Conjunção.
ambiente escolar e as atividades e intervenções do (D) Verbo.
professor o liberam, o emancipam, dando-lhe espaço para
pensar, decidir e realizar suas tarefas, segundo seus 23. “Desejo que tenhas sorte.”
interesses e possibilidades. Diante dessa visão, assinale a
A oração acima é subordinada
alternativa correta.
(A) objetiva indireta.
(A) É desejável e adequado que as intervenções do
(B) objetiva direta.
professor sejam direcionadas para desequilibrar,
(C) predicativa.
apresentar desafios e apoiar o aluno nas suas
(D) subjetiva.
descobertas, sem lhe retirar a condução do seu
próprio processo educativo. 24. Assinale a alternativa em que a palavra está
(B) O ensino individualizado, adaptado pelo professor é ortograficamente correta.
ideal e compatível à lógica emancipadora, implicando (A) Extensão.
em escolhas e intervenções, totalmente distantes das (B) Excessão.
ações que controlam de fora o processo de (C) Expontâneo.
aprendizagem. (D) Explendor.
(C) A inclusão prevê a utilização de práticas de ensino
escolar específica para todos os tipos de deficiência, 25. Segundo a norma-padrão da língua a concordância
independente de recursos, ferramentas, linguagens, nominal, indique a alternativa incorreta.
tecnologias que concorram para diminuir ou eliminar (A) A mãe e o irmão estavam desesperados.
as barreiras do processo de aprendizagem. (B) Muita riqueza e poder possuía ele.
(D) Os alunos aprendem até o limite em que conseguem (C) Os fatos falam por si só.
chegar, independente se o professor considerar ou (D) As casas eram meia subterrâneas.
não as possibilidades de desenvolvimento de cada
aluno, ou mesmo, se deixar de explorar sua 26. “Fique aqui ou se arrependerá.”
capacidade de aprender. O termo destacado na frase introduz, no contexto, a ideia
de
20. Em “Educação Inclusiva”, de Maria Elisa Caputo Ferreira e (A) adversidade.
Marli Guimarães, cada pessoa apresenta características (B) alternância.
específicas, porém é o grupo social que estabelece e (C) explicação.
valoriza o que é considerado “normal” ou “anormal”. Dessa (D) conclusão.
forma, conclui-se que
(A) detectada uma forte influência da corrente de 27. “É o terceiro aniversário que passo com você.”
pensamento onde se valoriza o que se convenciona A palavra em destaque é um numeral
como belo, eficiente, produtivo no campo das (A) ordinal.
relações humanas e sociais, e em meio a uma (B) fracionário.
sociedade com tanta insensibilidade, a deficiência (C) coletivo.
torna-se um problema totalmente insignificante e (D) multiplicativo.
despreocupante.
(B) o termo “estigma” tem sido utilizado, de forma 28. “Luana enviou-lhe um milhão de beijos.”
simbólica e não exclusiva, em referência a uma Indique a alternativa que contém a Figura de Linguagem
característica significativa, pois o atributo que presente na oração acima.
estigmatiza alguém confirma a normalidade de (A) Metáfora.
outrem. (B) Antítese.
(C) preconceitos e medidas discriminatórias existem (C) Hipérbole.
contra quase todos os tipos de “anormalidades”, pois (D) Comparação.
a maioria das pessoas tem contra os deficientes uma
espécie de preconceito muito maior que aquela que 29. Aponte a alternativa em que os sufixos -ez e -eza,
alimenta contra certos grupos religiosos, raciais ou respectivamente, acrescentados aos adjetivos contidos
desfavorecidos. nas alternativas, formam substantivos derivados dos
(D) é devido a toda uma carga negativa culturalmente adjetivos.
atribuída à deficiência congênita ou causada por (A) Bonito / Mole.
acidente ou doença e algumas situações (B) Lindo / Fácil.
constrangedoras dela decorrentes que a primeira (C) Suave / Quente.
reação da sociedade frente a seu aparecimento é (D) Macio / Nobre.
negá-la, passando depois à discriminação ou à
indiferença. 30. “Os garotos queixaram-se do mau atendimento.”
Na oração acima, o pronome se é
LÍNGUA PORTUGUESA (A) partícula integrante do verbo.
(B) partícula reflexiva sujeito de infinitivo.
21. Assinale a alternativa em que todas as palavras são (C) partícula de realce (expletiva).
escritas corretamente com a letra indicada entre os (D) índice de indeterminação do sujeito.
parênteses.
(A) Mago__ / Efetu__ / Atu__. (i) CONHECIMENTOS EDUCACIONAIS
(B) Lo__a / Via__ar / Paisa__em. (j)
(C) In__ado / Me__er / En__uto. (x) 31. Aponte a afirmativa correta.
(D) Barra__em / Reló__io / Está__io. (g) (A) O calendário escolar deverá ser único,
independentemente de peculiaridades locais,
climáticas ou econômicas.

www.pciconcursos.com.br
(B) A classificação em qualquer série ou etapa, exceto a III. Se ressignificada, é desnecessário tomar a noção de
primeira do ensino fundamental, pode ser feita por competência de forma subordinada ao conceito de
promoção, para alunos que cursaram, com qualificação como relação social.
aproveitamento, a série ou fase anterior, na própria IV. O conceito de qualificação como relação social, não
escola. situa a relação trabalho-educação no plano das
(C) A escola não poderá reclassificar os alunos, mesmo contradições engendradas pelas relações sociais de
se tratando de transferências entre estabelecimentos produção.
situados no País e no exterior. V. O conceito de qualificação como relação social
(D) A Educação Básica não poderá organizar-se em possibilita melhor compreender as condições
séries anuais, períodos semestrais, ciclos, ou com socioeconômicas da classe trabalhadora, o que é
alternância regular de períodos de estudos. essencial para se construir um projeto de formação
humana segundo a concepção histórico-social do
32. Segundo Lino de Macedo, o significado de “disciplina” é homem.
(A) a ação de fazer com que todos obedeçam suas
ordens e concordem com suas ideias para Estão corretas as afirmações contidas em
alcançarem objetivos comuns. (A) I, II e III, apenas.
(B) nada mais do que escravizar as pessoas com (B) III, IV e V, apenas.
pensamentos, ameaças e reflexões ditadoras. (C) I, II e V, apenas.
(C) o regulamento sobre a conduta dos diversos (D) II, III e V, apenas.
membros de uma coletividade imposto ou aceito
36. Marque a afirmativa incorreta.
democraticamente, visando o bem-estar e o bom
(A) O racionalismo ilustrado reforçava a centralidade da
andamento dos trabalhos.
educação e da racionalidade, como condição do
(D) o regulamento que convence qualquer pessoa sobre
homem histórico e político.
assuntos e ações boas, que levarão ao bem comum.
(B) A classe burguesa não se apoiava na concepção
33. É proibida a venda à criança ou ao adolescente de política que mantivesse a ilustração dos homens,
(A) armas, munições e explosivos. enquanto instrumento de transformação de uma
(B) bilhetes lotéricos. consciência que poderia modificar o mundo ou
(C) fogos de estampido e de artifício, exceto aqueles que construir uma nova ordem.
pelo seu reduzido potencial sejam incapazes de (C) A classe burguesa ignorava a conexão entre os
provocar qualquer dano físico em caso de utilização planos social, político e econômico para equacioná-
indevida. los devidamente a seu favor e construir a ordem
(D) todas as alternativas anteriores são corretas. capitalista.
(D) O projeto burguês passa pela transformação da
34. Avalie as afirmações a seguir. propriedade, pela libertação das forças produtivas e
I. Imposta pela abertura das fronteiras econômicas e pelo estabelecimento de formas de organização social
financeiras, impelidas por teorias do livre comércio, e política capazes de banir qualquer entrave ao
reforçada pelo desmembramento do bloco soviético, processo econômico.
instrumentalizada pelas novas tecnologias da
informação, a interdependência planetária não cessa 37. São assegurados os direitos trabalhistas e previdenciários
de aumentar no plano econômico, científico, cultural e ao adolescente aprendiz, maior de
político. (A) quatorze anos.
II. Sentida de maneira confusa para cada indivíduo, a (B) quinze anos.
interdependência planetária tornou-se para os (C) dezesseis anos.
dirigentes uma fonte de dificuldades. (D) dezoito anos.
III. Apesar das promessas que encerram a emergência
deste mundo novo, difícil de decifrar e, ainda mais, de 38. De acordo com Lino de Macedo, os estudos realizados
prever, cria um clima de incerteza e até de para descobrir como ensinar os que ensinam, aponte a
apreensão, que torna ainda mais hesitante a busca de correta.
uma solução dos problemas realmente em escala (A) Em se tratando de Educação, o percurso escolar não
mundial. pode ser feito de muitos modos, em várias
IV. O crescimento demográfico mundial é lento, não velocidades e com diversas condições, pois rumará
constituindo uma problemática para o futuro. para o fracasso, o ideal é a unificação imposta.
V. Devido a um ligeiro declínio da taxa de fecundidade, a (B) Pesquisas para se saber o que deveria ser feito para
população mundial parou de aumentar, em virtude do melhorar o ensino, nos levaram às seguintes
seu crescimento anterior. respostas: diminuir a oferta de capacitação
São verdadeiras as afirmações contidas em profissional, padronizando a já existente; melhorar os
(A) I, II e III, apenas. salários e os equipamentos pedagógicos é
(B) I, II e V, apenas. secundário.
(C) II, III e IV, apenas. (C) A década de 1980 culminou com as conquistas
(D) I, II e IV, apenas. sociais e políticas, muito importantes no campo da
educação, com a ideia de escola para todas as
35. Avalie as afirmações a seguir. crianças e uma escola inclusiva, foi a conquista mais
I. Existe um movimento simultâneo de reafirmação e importante que a educação teve nas últimas décadas:
negação do conceito de qualificação pela noção de Promoção Automática.
competência, que se processa como um (D) Ser contra a Progressão Continuada é ser contra o
deslocamento conceitual dinâmico e contraditório da direito das crianças a um percurso, é negar-lhes, na
qualificação à competência, na relação trabalho- prática, uma conquista social importante, é volta a
educação. uma prática que nunca deu certo (exclusão pela
II. É necessário demonstrar os limites da noção de repetência).
competência sob a perspectiva da formação humana,
indicando a necessidade de ressignificá-la 39. Segundo Lino de Macedo, com relação à Prática e
coerentemente com uma concepção de mundo que Reflexão, considere as afirmações a seguir.
tenha a transformação da realidade da classe I. Prática e Reflexão, historicamente, foram tratadas
trabalhadora como projeto. como adversárias.

www.pciconcursos.com.br
II. Prática e Reflexão devem ter uma relação de
cooperação ou reciprocidade, uma alimentando a
outra.
III. Hoje a prática reflexiva na escola moderna, se faz de
modo totalmente regulado porque não se trabalha
mais individualmente e sim coletivamente, alcançando
resultados louváveis.
IV. A prática reflexiva voltou-se para fora de si mesma,
pois só assim alcançou respostas práticas e imediatas
para os obstáculos surgidos ao longo da jornada.
V. A prática reflexiva implica valorizar a posição, o
pensamento, as hipóteses do sujeito que age
considerando-os importantes às produções dos
acontecimentos.
Estão corretas, APENAS, as afirmações contidas em
(A) I, II e IV.
(B) I, II e V.
(C) II, III e V.
(D) II, III e IV.

40. De acordo com a pedagogia das competências, considere


as proposições a seguir.
I. No século XIX, a emergência das profissões
modernas se constitui, em consequência da divisão
fabril e social do trabalho, hierarquizadas de acordo
com as classes sociais a que se destinam – operários
fabris ou técnicos, engenheiros, cientistas etc.
II. A divisão entre trabalho manual e intelectual se
verificava, no início da industrialização, tanto na
sociedade quanto no interior da fábrica.
III. Do ponto de vista da formação, as profissões passam
a ser classificadas de acordo com seu nível de
complexidade que, por sua vez, se relaciona com o
nível de escolaridade necessário para o
desenvolvimento de cada uma delas.
IV. A classificação dos processos de preparação da
força de trabalho é característica do modelo taylorista-
fordista de organização da produção no que se refere
ao modo de organizar o ensino, seja por via formal e
escolar (formação do técnico), seja por ações diretas
das empresas, realizadas normalmente por seus
centros de formação (formação dos operários
qualificados).
V. O uso mais corrente do termo “qualificação” se
relacionou aos métodos de análise ocupacional, que
visavam identificar as características do posto de
trabalho, e delas inferir o perfil ocupacional do
trabalhador apto a ocupá-lo.
São corretos os itens contidos em
(A) I, II e III, apenas.
(B) II, III e IV, apenas.
(C) III, IV e V, apenas.
(D) I, II, III, IV e V.

www.pciconcursos.com.br