Anda di halaman 1dari 117

UNICAMP 2013 - 1.

Na discussão atual sobre a sustentabilidade do planeta, o termo “3R” tem sido usado para se referir a práticas - Reutilizar,
Reciclar e Reduzir - que podem ser adotadas para diminuir o consumo de materiais e energia na produção de objetos.
a) Tendo em vista a sustentabilidade do planeta, ordene os verbos “reutilizar”, “reciclar” e “reduzir”, colocando em primeiro
lugar a ação que levaria a uma diminuição mais significativa do consumo energético e material e, em último, a ação que
levaria a uma diminuição menos significativa.

a) Reduzir, reutilizar, reciclar.

b) Em um condomínio residencial há quatro grandes recipientes para receber, separadamente, metais, vidros, papéis e
plásticos. Seria importante que houvesse outro recipiente, que até poderia ser menor, para receber outro tipo de material.
Que material seria esse, sabendo-se que, do ponto de vista ambiental, ele é mais prejudicial que os outros mencionados?
Explique por que esse material é muito prejudicial ao ambiente, quando aí descartado.

b) O material seria constituído de pilhas e baterias. Esses dispositivos são constituídos, em parte, de metais pesados e
outras substâncias com alto potencial poluidor

UNICAMP 2013 - No decorrer de sua existência, a espécie humana tem sido uma das principais
responsáveis pelo
desaparecimento de muitos organismos de nosso planeta. Nos tempos mais remotos, a caça indiscriminada
de animais mais vulneráveis, como, por exemplo, aves não voadoras, era um dos principais motivos de
extinção de várias espécies. Atualmente o ser humano continua sendo o principal promotor da perda de
biodiversidade. Um conjunto de possíveis
causas de extinção de espécies nos tempos atuais é:

a) fragmentação de hábitat, uso de cobaias em pesquisas científicas e caça controlada.


b) fragmentação de hábitat, introdução de espécies exóticas e poluição.
c) poluição, introdução de espécies exóticas e reprodução de espécies em cativeiro.
d) poluição, reprodução de espécies em cativeiro e crendices populares.

FUVEST 2013 – 10 O fitoplâncton consiste em um conjunto de organismos microscópicos encontrados em certos


ambientes aquáticos. O desenvolvimento desses organismos requer luz e CO 2, para o processo de fotossíntese, e
requer também nutrientes contendo os elementos nitrogênio e fósforo. Considere a tabela que mostra dados de pH e
de concentrações de nitrato e de oxigênio dissolvidos na água, para amostras coletadas durante o dia, em dois
diferentes pontos (A e B) e em duas épocas do ano (maio e novembro), na represa Billings, em São Paulo.

Com base nas informações da tabela e em seus próprios conhecimentos sobre o processo de fotossíntese, um
pesquisador registrou três conclusões:
I. Nessas amostras, existe uma forte correlação entre as concentrações de nitrato e de oxigênio dissolvidos na água.
II. As amostras de água coletadas em novembro devem ter menos CO 2 dissolvido do que aquelas coletadas em maio.
III. Se as coletas tivessem sido feitas à noite, o pH das quatro amostras de água seria mais baixo do que o observado.
É correto o que o pesquisador concluiu em
a) I, apenas.
b) III, apenas.
c) I e II, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.
UERJ 2013 - O processo de eutrofização ocorrido em um determinado lago acarretou alterações
em diversos parâmetros medidos na água, dentre eles, as concentrações de nutrientes, de
oxigênio dissolvido, de organismos aeróbicos e de organismos anaeróbicos.

Observe os gráficos abaixo, que relacionam as concentrações desses parâmetros e o tempo no


processo citado.

O gráfico que representa o processo de eutrofização ocorrido na água desse lago está indicado
pela
seguinte letra:

(A) W
(B) X
(C) Y
(D) Z
UFF 2012 2ª. ETAPA Analise o esquema do ciclo do nitrogênio apresentado abaixo.

a) Preencha as lacunas a, b, c e d com o número correspondente a estes quatro compostos do ciclo do


nitrogênio: 1-Nitrato (NO3), 2- Amônia (NH3), 3- Nitrito (NO2) e 4- Gás Nitrogênio (N2).
Resposta: a = 4, b = 2, c = 3, d = 1
b) Qual a importância das bactérias X para esse ciclo e, consequentemente, para as práticas agrícolas?
Resposta: A bactéria X fixa o nitrogênio atmosférico no solo, o que contribui para o enriquecimento do
solo com sais nitrogenados que favorecem o crescimento das plantas.
c) Que reação química, ou biotransformação, ocorre com o nitrogênio na presença das bactérias Y?
Resposta: Desnitrificação do Nitrato para liberação do gás nitrogênio atmosférico.

UERJ 2012 2ª. ETAPA


Atualmente, existe um grande estímulo ao uso dos biocombustíveis, considerados menos
agressivos ao meio ambiente. No entanto, assim como os combustíveis derivados do petróleo,
eles também produzem CO2 quando queimados pelos motores.
Considerando o ciclo biogeoquímico do carbono, descreva a consequência positiva do uso
exclusivo de etanol para o equilíbrio da taxa de CO 2 atmosférica.
Cite, também, duas desvantagens relacionadas ao uso desse biocombustível.

Como o etanol é uma fonte renovável de energia, poderá haver um equilíbrio entre o CO 2 produzido por sua queima
e o captado pela planta do qual é extraído.
Duas das desvantagens:
 redução da biodiversidade
 redução na produção de outros alimentos
 aumento do consumo de fertilizantes nitrogenados
 grande quantidade de energia usada em sua produção
 aumento do consumo de água para irrigação das culturas
 contaminação de lençóis freáticos por nitritos e nitratos oriundos de fertilizantes

16. UEL 2012


A prática da queimada, utilizada por agricultores para facilitar o plantio, tem efeitos prejudiciais para o
solo. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o efeito da alta temperatura no solo durante a
queimada.
a) Incorporação do carbono em compostos orgânicos produzidos em altas temperaturas.
b) Perda de nitrogênio causada pela sua incorporação em compostos insolúveis, formados pelas
cinzas.
c) Aumento da concentração de íons hidrogênio, levando à acidez e à diminuição do oxigênio.
d) Eliminação de microrganismos responsáveis pelo processo de degradação da matéria orgânica.
e) Absorção de monóxido de carbono e compostos inorgânicos pelas bactérias nitrificantes, causando
baixa fertilidade do solo.

17. UEL 2012 Reconhecendo a importância da atmosfera para o equilíbrio térmico da Terra, é possível
prever que a modificação em sua composição pode acarretar um desequilíbrio na manutenção da vida.
Realizar amplos reflorestamentos no planeta é uma forma de reduzir o efeito estufa e conter o
aquecimento global.
Este procedimento baseia-se na hipótese de que o aumento de áreas de florestas promove
a) absorção de CFC, gás responsável pela destruição da camada de ozônio.
b) aumento do gás carbônico no solo, diminuindo a emissão de gás metano para a atmosfera,
causando resfriamento da superfície terrestre.
c) maior disponibilidade de combustíveis fósseis, diminuindo o fenômeno da inversão térmica.
d) redução da radiação ultravioleta causada pela liberação de gás oxigênio, resultante do processo
fotossintético dos vegetais.
e) retenção do carbono pelas árvores, com diminuição do gás carbônico atmosférico, o qual acentua o
efeito estufa.

UNICAMP 2012
O mapa abaixo mostra a distribuição global do fluxo de carbono. As regiões indicadas pelos números I,
II e III são, respectivamente, regiões de alta, média e baixa absorção de carbono.

Considerando-se as referidas regiões, pode-se afirmar que os respectivos tipos de vegetação


predominante são:

a) I-FlorestaTropical; II-Savana; III-Tundra e Taiga.


b) I-Floresta Amazônica; II-Plantações; III-Floresta Temperada.
c) I-Floresta Tropical; II-Deserto; III-Floresta Temperada.
d) I-Floresta Temperada; II-Savana; III-Tundra e Taiga.
FUVEST 2012

22 Uma das consequências do “efeito estufa” é o aquecimento dos oceanos. Esse aumento de
temperatura provoca
a) menor dissolução de CO2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de menor quantidade desse
gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.
b) menor dissolução de O2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade de CO2
pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
c) menor dissolução de CO2 e O2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade
de O2 pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
d) maior dissolução de CO2 nas águas oceânicas, o que leva ao consumo de maior quantidade desse
gás pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para a redução do efeito estufa global.
e) maior dissolução de O2 nas águas oceânicas, o que leva à liberação de maior quantidade de CO2
pelo fitoplâncton, contribuindo, assim, para o aumento do efeito estufa global.
FUVEST 2012
Q.13
A figura abaixo mostra alguns dos integrantes do ciclo do carbono e suas relações.

a) Complete a figura reproduzida na página de resposta, indicando com setas os sentidos das linhas
numeradas, de modo a representar a transferência de carbono entre os integrantes do ciclo.

b) Indique o(s) número(s) da(s) linha(s) cuja(s) seta(s) representa(m) a transferência de carbono na
forma de molécula orgânica.

GABARITO
UEM 2012 Sobre os ciclos do carbono, do oxigênio e da água, assinale a(s) alternativa(s) correta(s)

01) No ciclo do carbono, a forma inorgânica é transformada na forma orgânica pela fotossíntese.
02) No ciclo da água, além da passagem vapor-líquido e vice-versa, em função de fatores físicos,
ocorre também a interferência dos seres vivos, pois, durante a fotossíntese, ocorre o consumo e,
durante a respiração, ocorre a liberação de água.
04) O carbono é um elemento essencial na composição dos seres vivos e retorna à atmosfera sob
forma de gás carbônico, através da combustão, da transpiração e da oxidação.
08) O gás ozônio pode ser formado em baixas altitudes e é resultado do aumento de certos gases
poluentes, como óxidos de nitrogênio, hidrocarbonetos e peróxidos de hidrogênio.
16) Os seres autótrofos utilizam oxigênio livre para construir suas biomoléculas através da fotossíntese.

04. transpiração e oxidação não.


16. não, utilizam o oxigênio livre para a respiração celular, na composição da molécula de glicose eles
utilizam o CO2

UEM 2012 Vive-se hoje a “era dos descartáveis”. O descarte de objetos aumenta cada vez mais,
motivado pelo crescimento da sofisticação de embalagens, de computadores e de eletrodomésticos a
cada ano mais obsoletos e por propagandas que estimulam o consumismo. Assim, os lixões nas
cidades vão ficando cada vez mais cheios. A esse respeito, assinale o que for correto.

01) Queimar os detritos é a melhor alternativa para solucionar o problema do lixo, pois essa ação reduz
bastante o seu volume, destrói organismos causadores de doenças e diminui as áreas para aterro.
02) Os lixões a céu aberto favorecem a transmissão de doenças e a poluição.
04) Nos aterros sanitários, bactérias aeróbias decompõem a matéria orgânica, liberando o gás metano.
08) A coleta seletiva e a reciclagem dos materiais são alternativas que evitam a derrubada de milhares
de árvores, além de se constituírem em fonte de renda para muitas pessoas.
16) O biogás produzido no processo de incineração do lixo pode ser utilizado para geração de energia,
como combustível residencial, industrial ou de veículos motorizados, contribuindo para reduzir as
emissões de carbono para a atmosfera.

01. coleta seletiva e reciclagem, para os que não podem ser reaproveitado, aterros sanitários.
04. Bactérias anaeróbicas.
16. no processo de decomposição, incineração não! Incineração emite carbono para atmosfera.
UEM 2012 Com a revolução agrícola, o impacto sobre a natureza tem aumentado gradativamente
devido à derrubada de parte das florestas para a prática da agricultura e da pecuária. Como
consequência disso, é correto afirmar que

01) no Paraná a peroba, árvore mais característica da floresta de araucária, tem sido explorada para
obtenção de madeira para a construção de casas.
02) o surgimento das cidades, o acelerado crescimento demográfico e a exploração dos recursos
naturais causaram impactos ambientais desastrosos.
04) a doença de Chagas, causada pelo Trypanosoma cruzi, ocorre apenas no continente americano e é
transmitida pelo mosquito Lutzomia.
08) a região amazônica apresenta grande incidência de malária, favorecida pela extensa floresta
equatorial, maior bacia hidrográfica, pela presença do mosquito Anopheles e por estratégias federais de
colonização.
16) doenças como a leishmaniose, a malária e a doença de Chagas foram levadas das cidades para as
matas.

01. A árvore mais característica é a araucária.


04. transmitida pelas fezes do barbeiro
16. inverso

UEM 2012 Sobre os diferentes tipos de lixos, assinale o que for correto.

01) Os resíduos radioativos produzidos pelas usinas nucleares, como ácido sulfúrico, ácido fluorídrico,
ácido nítrico, ácido clorídrico, entre outros, são colocados em caixas lacradas que são enterradas ou
jogadas no mar. Essas caixas são extremamente protegidas, não havendo riscos de desastres nem por
corrosão e, muito menos, se elas forem, acidentalmente, desenterradas.
02) O lixo domiciliar é composto de resíduos orgânicos (papel, latas, vidros, plásticos, entre outros) e
inorgânicos (resto de alimentos, cascas de frutas, verduras, entre outros). Uma prática muito comum
atualmente é a reciclagem dos resíduos orgânicos a partir da coleta seletiva. Essa prática faz com que
o Brasil consiga reciclar por volta de 50% de todo esse lixo.
04) Alguns tipos de detritos merecem atenção especial antes de serem jogados no lixo, pois podem
prejudicar o meio ambiente e o homem. Entre eles, podem-se citar lâmpadas elétricas (mercúrio), pilhas
e tintas (metais pesados), além de outros. Para solucionar o problema de descarte de pilhas e de
baterias, por exemplo, muitas empresas fabricantes têm realizado a coleta desses produtos.
08) O lixo hospitalar é formado por rejeitos radioativos, resíduos potencialmente infectantes, resíduos
químicos, resíduos perfurocortantes, entre outros. No Brasil, existem regras para o seu descarte, com
os objetivos de evitar danos ao meio ambiente e de prevenir acidentes aos profissionais que trabalhem
diretamente nos processos de coleta, armazenamento, transporte, tratamento e destinação desse tipo
de lixo.
16) O lixo industrial, formado por resíduos de atividades industriais, é responsável por vários impactos
ambientais, principalmente em recursos hídricos. Dentre os produtos considerados como lixo industrial,
destaca-se o dióxido de enxofre, que é um dos principais responsáveis pelo fenômeno da chuva ácida.

01. resíduos radioativos de baixa e média radioatividade (macacões, botas, roupas contaminadas, peças de metal
do reator....) resíduos de alta radioatividade (subproduto), é o elemento combustível já irradiado dentro do reator.
02. invertido.
UFJF 2012 Questão 3 – A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) adquiriu, em 2009, uma
grande área de floresta urbana (Sítio Malícia – Mata do Krambeck) no município de Juiz de Fora, para
implantação de seu Jardim Botânico. Grande parte dessa área, que no passado (há pelo menos 50
anos) era cafezal e pasto bovino, está ocupada, hoje, por cerca de 800.000m2 de floresta nativa,
originada a partir do abandono dessas atividades agrícolas. Considerando a localização da área e os
processos ecológicos que atuaram na regeneração florestal, responda às questões:

a) Essa área está inserida em qual bioma brasileiro?


Floresta (ou Mata) Atlântica.

b) Qual o tipo de sucessão ecológica ocorreu na regeneração florestal da área? Justifique.


Sucessão secundária, pois é aquela que ocorre em regiões já povoadas anteriormente (terras agrícolas
abandonadas).

c) Considerando a grande pressão exercida pelo homem nas florestas naturais, especialmente
próximas a ambientes urbanos, cite DOIS aspectos que ressaltam a importância dessa área como
unidade de preservação.
Conservação da biodiversidade (fauna e flora), regulação climática, banco genético para
reflorestamento, educação (e/ou conscientização) ambiental.

UFPR 2012 58 - Considere o quadro abaixo, que apresenta dados sobre saneamento básico no ano de
2000 em duas cidades do Paraná:

A partir dos dados apresentados, é correto afirmar que, em relação à população dde Curitiba, a
população do

município de Adrianópolis está mais ex xposta a adquirir:

a) ascaridíase e sífilis.
b) cólera e cisticercose.
c) dengue e tétano.
d) esquistossomose e malária.
e) febre amarela e doença de Chagas.
UFRN 2012 Questão 27
“A Caatinga cobre aproximadamente 825.143km2 do Nordeste e parte do Vale do Jequitinhonha, em
Minas Gerais, apresentando planícies e chapadas baixas. A vegetação é composta de vegetais
lenhosos, misturados com grande número de cactos e bromélias. A secura ambiental, pelo clima semi-
árido, e sol inclemente impõem hábitos noturnos ou subterrâneos. Répteis e roedores predominam na
região. Entre as mais belas aves estão a arara-azul e o acauã, um gavião predador de serpentes.”
Disponível
em:<http://ambientes.ambientebrasil.com.br/ecoturismo/potencial_ecoturistico_brasileiro/potencial_ec
oturistico_brasileiro.html>. Acesso em 11 ago. 2011.

Sobre os aspectos ecológicos dos organismos citados no texto, pode-se afirmar que
A) o nicho ecológico do gavião está definido pelo seu papel de predador.
B) os vegetais lenhosos, cactos e as bromélias formam uma população.
C) os répteis e os roedores se alimentam de cactos e bromélias.
D) o nicho ecológico da arara-azul e do acauã é o mesmo nesse hábitat.

Comentário : Uma questão acessível ao bom aluno, nível médio. A descrição de um lindo Bioma, a
nossa bela Caatinga, referindo-se ao biótopo e a biocenose desse ecossistema. Os conceitos de
hábitat, nicho ecológico, polulação e comunidade são decisivos para a resolução da questão. O meio
ambiente constitui-se numa noção mais estática. Embora contenha elementos e condições necessárias
à vida, pode não haver estrutura que a condicione. Meio ambiente também difere de habitat, que já dá
uma conotação geográfica ou espacial. O habitat seria o ambiente nativo, o local. O Nicho ecológico é
conjunto de atividades que a espécie desempenha em seu habitat (modo de vida alimentar,
reprodutivo,etc). A população é o conjunto de seres da mesma espécie que habitam determinada
região geográfica. As comunidades biológicas (Biocenose) são os conjuntos de seres vivos de
diferentes espécies que coabitam uma mesma região. Os Gaviões formam grande família cosmopolita,
bem representada na América do Sul.As espécies brasileiras mostram nítida preferência por artrópodos
como gafanhotos, percevejos, formigas, vespas cupins e aranhas; caçam também répteis, anfíbios e
roedores.Essas espécies têm papel indispensável no equilíbrio da fauna como reguladores das
populações de forma seletiva, realizando em seu nicho a predação. Portanto, a resposta é a letra A

UFRN 2012
Sempre que apertamos a descarga ou lavamos alguma coisa na pia, produzimos esgoto. O necessário
tratamento do esgoto produzido pode ser privado (a fossa séptica), em que as próprias pessoas
instalam estações particulares de tratamento de esgoto, ou, dependendo da situação, é criado um
sistema de tratamento de esgoto urbano, quando há grande concentração de pessoas e muito mais
dejeto a ser tratado. Uma das razões que explicam a necessidade de tratamento do esgoto, antes de
ser despejado
em um ambiente aquático, é o fato de ele

A) aumentar o risco de doenças provocadas pelos coliformes totais e fecais.


B) ocasionar a morte de peixes, se houver grande consumo do oxigênio da água, por bactérias
aeróbicas.
C) favorecer a respiração anaeróbia das algas potencialmente patogênicas, impedindo a produção de
oxigênio.
D) proporcionar a baixa biodegradabilidade do fosfato e do nitrato presentes na água.
Comentário : Uma questão acessível ao excelente aluno, nível alto. Para responder o canditado precisava saber sobre a eutrofização. Essa é a
forma mais comum de poluição das águas, é causada, também, pelos esgotos dos humanos nos rios, lagos e mares, levando assim a um
aumento da quantidade de nutrientes disponíveis nesses ambientes. A eutrofização permite grande proliferação de bactérias aeróbicas que
consomem rapidamente todo o oxigénio existente na água. Consequentemente, a maioria das formas de vida acabam por morrer, inclusive as
próprias bactérias.
Devido a essa eutrofização por esgotos humanos, os rios que banham as grandes cidades do mundo viram a sua fauna e flora destruídas,
tornando-se esgotos a céu aberto. Estes esgotos nos rios, acarreta ainda a propagação de doenças causadas por vírus, bactérias, fungos e
vermes.Portanto, a resposta é a letra B
UFRN 2012 Questão 34
A ONU declarou 2011 o ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS, com a finalidade de chamar a
atenção para o manejo, a conservação e o desenvolvimento sustentável de todos os tipos de florestas
existentes.

Entre tantos papéis fundamentais das florestas do mundo inteiro, e de todos os elementos econômicos
e culturais que as envolvem, um aspecto biológico relevante para a escolha desse tema consiste no
fato de

A) processos quimiorganotróficos realizados pelas florestas contribuírem para o equilíbrio ambiental.


B) as florestas serem particularmente importantes na incorporação de carbono, por meio da produção
primária.
C) processos relacionados à fixação do nitrogênio dependerem da alta biodiversidade encontrada nas
florestas.
D) as florestas realizarem quimiossíntese, processo fundamental para a recomposição do oxigênio
ambiental.

Comentário : Uma questão pensante para aluno, nível médio. O candidato deveria diferenciar os
elementos conceituais presentes no texto e observara figura.Deve-se analisar a função ecológica das
florestas. Há uma relação muito íntima entre a floresta e a água. As árvores funcionam como esponjas
que abastecem as reservas subterrâneas. A carga de água dos rios está relacionada à existência de
florestas e aquela pode ficar comprometida se continuarmos no processo de devastação das áreas
verdes do planeta.A importância da floresta é enorme, pois suas raízes ajudam a evitar a erosão do
solo. Suas folhas que cobrem o solo também ajudam a evitar a erosão e ainda permitem que a água
das chuvas possa lentamente entrar no solo e ali permanecer por mais tempo, ao passo que a ausência
de vegetação favorece o processo chamado de lixiviação.As florestas também têm uma função
excelente de regular o clima, pois elas, pelo sistema da fotossíntese, absorvem o gás carbônico, que
eliminamos com a respiração e aquele decorrente de inúmeras atividades humanas, que foram
intensificadas no período pré-industrial e industrial.Portanto, o processo de eliminação das florestas
favorece consideravelmente ao acúmulo de gases de efeito estufa. Primeiro, porque ao eliminá-las
retiramos do planeta os seres vivos que têm como função ajudar a reduzir, ao menos temporariamente,
o gás carbono usado na fotossíntese.
Em segundo lugar, a devastação normalmente é feita em duas modalidades que por si só são
causadores do aumento desses gases. Ao derrubar árvores para utilização da madeira, apenas
algumas são armazenadas para venda ilegal com a finalidade de atender aos mercados consumidores.
Ocorre que no processo de derrubada, inúmeras árvores são atingidas por aquela maior e caem no
chão, que entram em processo de decomposição que também gera gases de efeito estufa. Portanto, a
resposta é a letra B
UFT 2012 Para discutir ecologia, a professora citou uma das estrofes do Hino da Campanha da
Fraternidade 2011, promovida pela Igreja Católica, cujo lema é Fraternidade e a Vida no Planeta:
(...)
Olha as florestas: pulmão verde e forte!
Sente esse ar que te entreguei tão puro...
Agora, gases disseminam a morte;
O aquecimento queima o teu futuro.
(...)
Sobre essa estrofe do hino, os alunos fizeram as
seguintes afirmações:
I. O primeiro verso é uma menção à função
fotossintética das florestas, estabelecendo uma
analogia entre essa função e a exercida pelo pulmão
dos vertebrados, pois cada uma dessas funções retira
da atmosfera e nela libera os mesmos gases.
II. O segundo verso é uma referência à atmosfera primitiva da Terra, a qual permitiu o aparecimento das
primeiras moléculas orgânicas e, posteriormente, dos primeiros organismos vivos.
III. O terceiro verso faz referência à poluição atmosférica. Gases tóxicos são liberados pela atividade
humana, comprometendo a saúde das populações e dos demais organismos.
IV. O quarto verso é referência direta às queimadas, que têm por objetivo a formação de pastos em
detrimento da conservação da mata nativa.
É correto o que se afirma em
(A) III, apenas.
(B) IV, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) III e IV, apenas.
(E) I, II, III e IV.

UNESP 2011 O gráfico apresenta a variação do


teor de oxigênio da água de um lago ao longo de
três dias.

Pode-se afirmar que:


(A) nesse lago não há peixes, pois caso
houvesse, o consumo de oxigênio seria constante
e a linha do gráfico seria uma reta.
(B) se, a partir do segundo dia, os dias fossem
frios e chuvosos, o pico das curvas estaria abaixo
de 12mg/L.
(C) se, a partir do segundo dia, os dias fossem
quentes e ensolarados, a linha ascendente se estabilizaria acima de 12mg/L e permaneceria como uma
reta.
(D) os picos máximos do teor de oxigênio acontecem a intervalos de 12 horas, coincidindo com as
horas mais iluminadas do dia.
(E) nesse lago, a concentração de micro-organismos anaeróbicos é alta durante a noite e baixa durante
o dia, indicando um processo de eutrofização.

Gabarito – B
UNICAMP 2011 TEXTO PARA AS QUESTÕES 1, 2 E 3
O vazamento de petróleo no Golfo do México, em abril de 2010, foi considerado o pior da história dos
EUA. O vazamento causou o aparecimento de uma extensa mancha de óleo na superfície do oceano,
ameaçando a fauna e a flora da região. Estima-se que o vazamento foi da ordem de 800 milhões de
litros de petróleo em cerca de 100 dias.
QUESTÃO 1
Os corais, espalhados por grande extensão de regiões tropicais dos oceanos e mares do globo
terrestre, formam os recifes ou bancos de corais e vivem em simbiose com alguns tipos de algas. No
caso do acidente no Golfo do México, o risco para os corais se deve
a) às substâncias presentes nesse vazamento, que matariam vários peixes que serviriam de alimento
para os corais.
b) ao branqueamento dos corais, causado pela quantidade de ácido clorídrico liberado juntamente
com o óleo.
c) à redução na entrada de luz no oceano, que diminuiria a taxa de fotossíntese de algas, reduzindo a
liberação de oxigênio e nutrientes que seriam usados pelos pólipos de corais.
d) à absorção de substância tóxica pelos pólipos dos cnidários, formados por colônias de protozoários
que se alimentam de matéria orgânica proveniente das algas.

QUESTÃO 2
Por ocasião do acidente, cogitou-se que todo o óleo vazado poderia ser queimado na superfície da
água. Se esse procedimento fosse adotado, o dano ambiental
a) não seria grave, pois o petróleo é formado somente por compostos de carbono e hidrogênio, que, na
queima, formariam CO2 e água.
b) seria mais grave ainda, já que a quantidade (em mols) de CO2 formada seria bem maior que a
quantidade (em mols) de carbono presente nas substâncias do petróleo queimado.
c) seria praticamente nulo, pois a diversidade de vida no ar atmosférico é muito pequena.
d) seria transferido da água do mar para o ar atmosférico.
UNICAMP 2011 Cerca de ¼ de todo o dióxido de carbono liberado pelo uso de combustíveis fósseis é
absorvido pelo oceano, o que leva a uma mudança em seu pH e no equilibrio do carbonato na água do
mar. Se não houver uma ação rápida para reduzir as emissões de dióxido de carbono, essas mudanças
podem levar a um impacto devastador em muitos organismos que possuem esqueletos, conchas e
revestimentos, como os corais, os moluscos, os que vivem no plâncton, e no ecossistema marinho
como um todo.

QUESTÃO 11
Levando em conta a capacidade da água de dissolver o dióxido de carbono, há uma proposta de se
bombear esse gás para dentro dos oceanos, em águas profundas. Considerando-se o exposto no texto
inicial e a proposta de bombeamento do dióxido de carbono nas águas profundas, pode-se concluir que
esse bombeamento
a) favoreceria os organismos que utilizariam o carbonato oriundo da dissolução do gás na água para
formar suas carapaças ou exoesqueletos, mas aumentaria o nível dos oceanos.
b) diminuiria o problema do efeito estufa, mas poderia comprometer a vida marinha.
c) diminuiria o problema do buraco da camada de ozônio, mas poderia comprometer a vida marinha.
d) favoreceria alguns organismos marinhos que possuem esqueletos e conchas, mas aumentaria o
problema do efeito estufa.

UNIOESTE 2011 12. Nos estudos de duas espécies hipotéticas (A e B), com reprodução sexuada,
foram observados os seguintes resultados:

Levando-se em consideração um índice de mortalidade igual a zero, analise as afirmativas abaixo e


assinale a alternativa correta.

I. A taxa de crescimento absoluto da espécie B é igual a 15.000 indivíduos/dias.


II. O potencial biótico da espécie B é maior que o da espécie A.
III. A taxa de crescimento relativo da espécie A é igual a 1,5 indivíduos/dia enquanto que na
espécie B é igual a 0,75 indivíduos/dia.
IV. As taxas de crescimento absoluto nos mostram que, no período considerado, o aumento da
população da espécie B foi 10 vezes maior que o da população da espécie A; entretanto, a espécie
B cresce em ritmo menos acelerado que a espécie A.
V. A taxa de crescimento absoluto da espécie A é igual a 2.500 indivíduos/dia.

A. Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.


B. Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
C. Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
D. Apenas as afirmativas IV e V estão corretas.
E. Apenas as afirmativas I, II e V estão corretas.
UFF 2011 Um aluno ao fazer uma pesquisa verificou que uma fêmea de mosca é capaz de pôr em
média cento e vinte ovos. Ele considerou que, se metade desses ovos desse origem a fêmeas e que,
se cada uma delas colocasse também cento e vinte ovos, após sete gerações, o número calculado de
moscas seria próximo de seis trilhões.
Na verdade, isso não acontece, pois a densidade populacional depende de alguns fatores.
Um fator que NÃO é determinante para a densidade populacional é a
(A) imigração.
(B) mortalidade.
(C) emigração.
(D) natalidade.
(E) sucessão ecológica.

Gabarito – E

UFRJ 2011 Em abril de 2010, o incêndio e posterior naufrágio da plataforma petrolífera Deepwater
Horizon causou o derramamento de milhões de litros de petróleo no Golfo do México. Estudos sobre a
degradação do petróleo no local mostraram que o uso de dispersantes químicos (capazes de fazer com
que o petróleo forme minúsculas gotículas) aumentou muito as populações de bactérias aeróbicas que
se alimentam do petróleo. Esse processo pode fazer com que o petróleo seja eliminado mais
rapidamente do que se espera. Por outro lado, embora não gere substâncias tóxicas, a intensa
atividade microbiana no local pode levar à formação das chamadas Zonas Mortas, nas quais a maior
parte dos seres vivos não sobrevive.

a) Explique como os dispersantes aumentam a efi ciência bacteriana na degradação do petróleo.


b) Explique de que modo a grande proliferação bacteriana pode levar à formação de Zonas Mortas.

a) O dispersante aumenta a superfície relativa do petróleo facilitando o acesso de grande número de bactérias a sua fonte de
alimentação, acelerando a degradação.
b) Com alimento abundante bactérias crescem exponencialmente, formando grandes populações cujo metabolismo requer
grande quantidade de oxigênio. Esse oxigênio será retirado da água gerando grandes áreas anóxicas ou Zonas Mortas.

UFRJ 2011 Os copépodes são pequenos


crustáceos marinhos, situados próximos à
base (primeiros níveis tróficos) das teias
alimentares marinhas. Esses animais
realizam um processo diário de migração
vertical na coluna de água, conforme
mostra a figura a seguir. O padrão vertical
e o horário em que esse processo
migratório ocorre são considerados
fundamentais para a sobrevivência e
proliferação dos copépodes, o que, por
sua vez, sustenta a vida de outros animais
de valor comercial elevado.

Explique a importância do padrão vertical e do horário da migração para a sobrevivência dos


copépodes.

A migração para zonas superficiais superiores permite que os copépodes se alimentem da abundante biomassa existente nessas
regiões, em especial de fitoplâncton e zooplâncton. A subida ao anoitecer e o retorno às regiões mais profundas permite que a
migração e a alimentação ocorram no escuro, protegendo-os de predadores.
UERJ 2011 A influência de fatores ambientais, como a disponibilidade de alimentos, sobre o
crescimento dos seres vivos pode ser avaliada experimentalmente. Considere, por exemplo, um inóculo
da bactéria E. coli que foi introduzido em um meio nutritivo adequado. O tempo de geração, ou seja,
o intervalo de tempo necessário para que uma célula se duplique, foi medido durante a fase de
crescimento exponencial e durante a fase estacionária.
Observe os gráficos abaixo:

O resultado desse experimento, em relação à influência de fatores ambientais no crescimento


bacteriano, está representado pelo gráfico de número:

(A) I
(B) II
(C) III
(D) IV

Gabarito – D

UERJ 2011 O nitrogênio é um dos principais gases que compõem o ar atmosférico. No


esquema abaixo, estão
resumidas algumas etapas do ciclo biogeoquímico desse gás na natureza.

O processo de nitrificação, composto de duas etapas, e o de desnitrificação, ambos


executados por
microrganismos, estão identificados, respectivamente, pelos seguintes números:
(A) 2 e 3; 4
(B) 1 e 5; 7
(C) 4 e 6; 8
(D) 2 e 5; 1
Gabarito - A
UERJ 2011 Em ambientes cujos fatores bióticos e abióticos não se modificam ao longo do tempo, a
seleção natural exerce uma função estabilizadora, equilibrando a tendência ao aumento da dispersão
das características de uma população. A dispersão do peso dos seres humanos ao nascer, por
exemplo, é influenciada pela seleção estabilizadora.
Observe o gráfico:

Identifique, a partir dos dados apresentados no gráfico, a influência da seleção estabilizadora na


dispersão do peso dos recém-nascidos humanos.
Cite, também, dois mecanismos evolutivos que contribuem para a ocorrência de diferenças genéticas
entre indivíduos de uma população.

A ocorrência de maiores porcentagens de mortalidade para indivíduos com peso fora da faixa média.
Recombinação gênica e mutação

FAVIP 2011 50. Uma série de gases poluentes causa danos à atmosfera. Sobre este assunto é correto
afirmar:
A) o gás carbônico e o nitrogênio são exemplos de gases tóxicos que causam danos à camada de
ozônio.
B) a utilização de carvão mineral é uma alternativa para diminuir a emissão de gases poluentes na
atmosfera.
C) são considerados combustíveis fósseis que eliminam gases tóxicos, o álcool e a gasolina
utilizados em carros bicombustíveis.
D) a utilização de biodiesel por ônibus e caminhões diminui a emissão de monóxido de carbono na
atmosfera.
E) as chuvas ácidas são fenômenos comuns em regiões rurais não industrializadas, cuja a
concentração de clorofluorcarbono é alta na atmosfera.
UFPR 2011 35 - Uma área de pesquisa da ecologia, considerada fundamental para a exploração
espacial, é a criação de ecossistemas controlados (biosferas artificiais) que possam prover alimentos,
ar e vários recursos fundamentais para a sobrevivência de futuros colonizadores espaciais. A tarefa,
certamente, não é nada fácil. A organização dos ecossistemas naturais resulta de um longo processo
de coevolução. Em um experimento de biosfera artificial hipotético, são recriados ambientes e habitats
dentro de um domo de material plástico completamente vedado, com a esperança de que, pelo menos
por um período, os ciclos biogeoquímicos se completem, regenerando recursos fundamentais à
manutenção da vida. Nessa biosfera foram criados rios artificiais que deságuam em um minioceano,
uma floresta, um minideserto e mesmo uma plantação de vegetais. Uma estação de tratamento impede
que o esgoto in natura seja liberado nos rios artificiais e no minioceano. Por 100 dias tudo correu bem,
até que foi detectado um desequilíbrio entre a concentração de oxigênio e gás carbônico na atmosfera
do local – a concentração de oxigênio ficou excessivamente elevada e a de gás carbônico baixou bem
mais do que era considerado ideal para o experimento. Quais das ações listadas abaixo devem ser
consideradas, pelos membros da equipe da biosfera artificial, para corrigir esse problema?

1. Aumentar a quantidade de nutrientes no minioceano para promover o aumento da produção de


fitoplâncton e algas.
2. Promover o aumento populacional de organismos herbívoros aquáticos e terrestres.
3. Desviar uma porção do efluente da estação de tratamento de esgotos, que era direcionado para o
minioceano, para o rio artificial.
4. Aumentar a concentração de organismos decompositores nos diversos sistemas da biosfera artificial.
5. Diminuir a intensidade de luz solar que chega ao interior da biosfera artificial.
Podem ajudar a solucionar o problema detectado nessa biosfera artificial:

a) as ações 1 e 2 apenas.
b) as ações 1, 2 e 3 apenas.
c) as ações 3 e 4 apenas.
d) as ações 2, 3 e 5 apenas.
e) as ações 1 e 5 apenas.
UEL 2011 Com as alterações ambientais provocadas pela espécie humana, tem-se verificado uma
redução nas populações de diversos anfíbios anuros no mundo todo. Esse fato, aliado ao pouco
conhecimento que se tem da história natural de muitas espécies, torna o problema ainda mais grave.
Levando em conta as características biológicas e ecológicas dos anuros, considere as afirmativas a
seguir.
I. Enquanto estão na forma larval, eles são afetados por águas poluídas porque respiram por meio de
pulmões.
II. O epitélio pouco queratinizado torna os adultos mais suscetíveis à desidratação quando a cobertura
vegetal é reduzida.
III. A poluição do ar prejudica os anuros porque eles possuem respiração cutânea mais desenvolvida
que a pulmonar.
IV. Por serem sensíveis à poluição, os anuros são considerados indicadores biológicos da qualidade
ambiental.
Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.


b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

UEL 2011 O vazamento de petróleo causado pela explosão da plataforma oceânica no Golfo do
México, em abril de 2010, provocou um desastre ambiental de grandes proporções. Com relação às
possíveis consequências das manchas de petróleo na superfície do oceano, considere as afirmativas a
seguir.
I. Interferem na passagem de luz, prejudicando a fotossíntese das algas.
II. Provocam a proliferação de dinoflagelados, causando o fenômeno da “maré vermelha”.
III. Modificam o pH da água do oceano, liberando gases que ocasionam o aumento do buraco na
camada de ozônio.
IV. Afetam a difusão do oxigênio da atmosfera para a água do oceano.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
UECE 2011 09. Freqüentemente a mídia divulga a mortalidade de peixes em várias lagoas de
Fortaleza, fenômeno relacionado a desequilíbrios ambientais que podem levar à eutrofização de
reservatórios existentes na cidade. A sequência que melhor explica a eutrofização dos lagos e lagoas é:

A) 1 - aumento da quantidade de matéria orgânica na água;


2 - multiplicação dos microorganismos anaeróbios;
3 - diminuição da concentração de oxigênio na água;
4 - proliferação de microorganismos aeróbios;
5 - mortalidade dos peixes.
B) 1 – multiplicação de microrganismos anaeróbios;
2 - diminuição da concentração de oxigênio na água;
3 - aumento da quantidade de matéria orgânica na água;
4 - proliferação de microorganismos aeróbios;
5 - mortalidade dos peixes.
C) 1 - mortalidade dos peixes;
2 - aumento da quantidade de matéria orgânica na água;
3 - proliferação de microorganismos aeróbios;
4 - diminuição da concentração de oxigênio na água aumento;
5 - proliferação de microrganismos anaeróbios.
D) 1 - aumento da quantidade de matéria orgânica na água;
2 - proliferação de microorganismos aeróbios;
3 - diminuição da concentração de oxigênio na água;
4 - mortalidade dos peixes;
5 - proliferação dos microorganismos anaeróbios.

Resposta – D

UEL 2011 Leia o texto a seguir.


As competições de vela na olimpíada brasileira serão disputadas na poluída Baía de Guanabara. Lars alertou que o
local não tem condições de receber as provas se não houver uma despoluição completa até 2016.
(CARDOSO, A. Lars Grael vê letargia na preparação da Rio-2016. Jornal de Londrina. esportes. 23 maio 2010. p.16.)
Com base nos conhecimentos sobre a urbanização e suas relações com a poluição de sistemas
costeiros, considere as afirmativas a seguir.
I. A presença de estágios avançados de eutrofização na Baía de Guanabara atrapalha a realização
de provas olímpicas, tanto pela possibilidade da presença de algas na superfície, como pelo
comprometimento da balneabilidade de suas águas.
II. Nas fases iniciais do processo de eutrofização, os níveis de concentração de compostos químicos
ricos em fósforo e nitrogênio diminuem, causando a redução da quantidade de fitoplâncton pela falta
desses nutrientes.
III. O despejo de esgotos não tratados de origem urbana é uma das causas da multiplicação de
cianobactérias, que aparecem nos estágios mais avançados do processo de eutrofização das águas
dos sistemas costeiros.
IV. A eutrofização da Baía de Guanabara é acentuada pelas dinâmicas climática e hidrográfica da
região, que contribuem para esse processo por meio de chuvas torrenciais e do carreamento de
substâncias eutrofizantes.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.
UECE 2011 03. A 10a Conferência das Partes (COP-10) da Convenção-Quadro das Nações Unidas
sobre Diversidade Biológica aconteceu recentemente em Nagoya, no Japão, e teve como objetivo
avaliar o que foi feito nos últimos 10 anos para salvar milhares de espécies que correm risco de
desaparecimento, além de fixar novas metas para a conservação da Biodiversidade. Infelizmente os
dados preliminares sobre o tema indicam que poucos compromissos assumidos pelos países há uma
década se transformaram em realidade, e que a natureza nunca esteve tão ameaçada. Com relação à
BIODIVERSIDADE, é correto afirmar que

A) ao longo do processo de sucessão ecológica, observa-se uma diminuição progressiva na diversidade


de espécies e na biomassa total do sistema.
B) a única forma de garantir a preservação da biodiversidade do planeta é a criação de áreas de
proteção integral para os diversos ecossistemas existentes.
C) ela é a base das atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras e florestais, sendo também, a fonte
para o desenvolvimento da biotecnologia.
D) iniciativas simplificadas como o reflorestamento, mesmo que através da utilização de espécies
vegetais exóticas, já são suficientes para a recomposição do equilíbrio original do meio ambiente
contribuindo para a manutenção da biodiversidade de áreas degradadas.

Resposta - C

UECE 2011 05. A qualidade da água disponível tem sido uma preocupação constante por parte de
diferentes setores da sociedade, uma vez que todos os organismos vivos dependem desse recurso
para sobreviver. Assim, a poluição é um dos fatores que fazem com que esta temática seja motivo de
ampla discussão no que diz respeito à existência da vida no planeta. Com relação à poluição das
águas, assinale a afirmação verdadeira.

A) Substâncias orgânicas biodegradáveis não podem ser consideradas poluentes, pois em qualquer
concentração, são degradadas por microrganismos existentes no meio aquático.
B) A temperatura é um poluente que pode causar a aceleração do metabolismo celular e alterações nos
ciclos reprodutivos de espécies aquáticas, além da diminuição da solubilidade dos gases dissolvidos e o
aumento da velocidade de reações que envolvem outros poluentes aquáticos.
C) Compostos recalcitrantes não oferecem maiores riscos à saúde humana, pois, ao longo da cadeia
alimentar, tendem a atingir níveis de concentração inofensivos.
D) A discussão sobre a poluição dos recursos hídricos é exagerada, uma vez que a água existente no
planeta é sistematicamente renovada através do ciclo hidrológico, que sempre garante o
reabastecimento dos reservatórios através da ocorrência regular de chuvas.

Resposta – B
Mackenzie 2011 Questão nº 45
Nos últimos anos, tem-se falado muito a respeito do aquecimento global, isto é, a alteração da
temperatura do planeta de uma maneira geral. A respeito desse aquecimento, considere as afirmações
abaixo.
I. Esse aquecimento se deve, com certeza, às atividades do homem, pois o planeta nunca passou por
períodos de temperatura elevada.
II. O aquecimento da superfície terrestre é provocado pelo aumento da concentração de certos gases
na atmosfera.
III. Esse aquecimento não influi nos seres aquáticos, porque a temperatura da água permanece
praticamente a mesma.
IV. Esse aquecimento pode provocar, em determinadas épocas, a inversão térmica.
Assinale
a) se somente I e II estiverem corretas.
b) se somente I e IV estiverem corretas.
c) se somente II e III estiverem corretas.
d) se somente II e IV estiverem corretas.
e) se somente III e IV estiverem corretas.

Resposta - D

FUVEST 2011 44 Em 1910, cerca de 50 indivíduos de uma espécie de mamíferos foram introduzidos
numa determinada região. O gráfico abaixo mostra quantos indivíduos dessa população foram
registrados a cada ano, desde 1910 até 1950.

Esse gráfico mostra que,


a) desde 1910 até 1940, a taxa de natalidade superou a de mortalidade em todos os anos.
b) a partir de 1938, a queda do número de indivíduos foi devida à emigração.
c) no período de 1920 a 1930, o número de nascimentos mais o de imigrantes foi equivalente ao
número de mortes mais o de emigrantes.
d) no período de 1935 a 1940, o número de nascimentos mais o de imigrantes superou o número de
mortes mais o de emigrantes.
e) no período de 1910 a 1950, o número de nascimentos mais o de imigrantes superou o número de
mortes mais o de emigrantes.

Resposta – D
UFBA 2011 Em artigo
recente (Nature 461,
472-475 — 24 set. 2009),
um grupo internacional
de cientistas liderados
por J. Rockström, diretor
executivo do Stockholm
Resilience Centre, na
Suécia, propôs o
conceito de “limites
planetários” (planetary
boundaries) como forma
de medir o nível de
estresse a que a Terra
está submetida. Entre os
mais importantes, três —
a perda de
biodiversidade, o ciclo do
nitrogênio e as
mudanças climáticas por
ação antrópica — já
ultrapassaram o limite
máximo aceitável. Na
ilustração que destaca
esse conceito, a área
sombreada interna
representa o espaço
operacional seguro
proposto para nove
processos ambientais, e
as áreas hachuradas apresentam uma estimativa para a posição atual de cada variável.

Antes do uso de fertilizantes químicos nitrogenados, as únicas entradas de nitrogênio via atmosfera nos
ecossistemas eram feitas pela fixação biológica de nitrogênio e, em menor escala, por descargas
elétricas atmosféricas. A humanidade consome atualmente cerca de 85 milhões de toneladas de
fertilizantes nitrogenados, com 65% desse total aplicados no cultivo de cereais, a maior fonte global de
alimentos. Acrescente-se ainda cerca de 30 milhões de toneladas de nitrogênio pelo cultivo de plantas
fixadoras e 45 milhões de toneladas pela queima de combustíveis fósseis. (BUSTAMANTE; NARDOTO;
PINTO, s/d, p. 81).

Com base nas informações da ilustração e dos textos, explique


• a implicação da ocorrência de elevadas taxas de nitrogênio sobre a integridade dos ecossistemas.

a) A vida se desenvolveu em sinergia com o meio, mantendo um equilíbrio dinâmico que envolve o ciclo do nitrogênio. As entradas
adicionais em larga escala do nitrogênio ultrapassando a capacidade de absorção do elemento pelo sistema vivo vem afetando a
integridade dos ecossistemas, contaminando lençóis freáticos, ambientes marinhos e os de água doce, aumentando a sua
concentração no solo, o que compromete as condições a que estão adaptadas as diferentes espécies da comunidade, repercutindo
na dinâmica do ecossistema, o que conduz à perda da biodiversidade.

• o modo como ocorre, nos ecossistemas, a entrada do nitrogênio atmosférico por ação biológica.

b) A entrada, por ação biológica, do nitrogênio atmosférico nos ecossistemas, ocorre pela fixação biológica desse elemento,
efetuada por determinadas espécies de micro-organismos, principalmente bactérias que vivem no solo e bactérias que vivem nos
nódulos das raízes da leguminosas e, também, pelas cianobactérias. Tais micro-organismos dispõem de um sistema enzimático
específico que fixa o nitrogênio, convertendo-o em forma útil à planta.
UNICAMP 2010 O gráfico abaixo mostra o crescimento da população de uma determinada bactéria in
vitro.

a) Compare as tendências de crescimento populacional nos


períodos A e C. Em qual desses períodos a
tendência de crescimento é maior? Dê uma explicação para o
fato de essas tendências serem diferentes nesses períodos.
b) O crescimento da população de bactérias ocorre por
reprodução assexuada, enquanto em eucariotos
ocorre, principalmente, por reprodução sexuada, que permite
maior variabilidade genética. Na meiose, além da separação
independente dos cromossomos, um outro evento celular
constitui importante fonte de variabilidade genética em espécies
com reprodução sexuada. Que evento é esse? Explique.

a) Em A a tendência de crescimento é maior do que em C. Em A havia uma população pequena e


bastante disponibilidade de alimentos e espaço, já em C a população era a maior e a quantidade
de alimentos e espaço era menor.
b) O evento celular que leva à variabilidade genética é a recombinação (ou crossing-over ou
permuta) entre cromossomos homólogos. Esse evento ocorre na meiose e consiste na troca de
partes entre cromossomos homólogos, resultando em cromossomos diferentes daqueles
parentais.

UNICAMP 2010 Os seres vivos têm níveis de organização acima do organismo, e a Ecologia é a área
da Biologia que estuda as relações entre os organismos e destes com o ambiente em que vivem.
Dentre os vários níveis de organização podem ser citados a População, a Comunidade e o
Ecossistema.
a) As figuras abaixo representam a biomassa de níveis tróficos em dois tipos de ecossistemas.
Relacione cada uma das figuras com um ecossistema. Justifique.
b) Explique como o dióxido de enxofre (SO2), liberado na atmosfera por diversas indústrias, pode afetar
as populações dos diferentes níveis tróficos da pirâmide A.

a) A: Ecossistemas terrestres (florestas, savanas, etc...) B: Ecossistemas marinhos.


Na maioria dos ecossistemas terrestres, a biomassa do nível inferior é sempre maior que a dos níveis superiores,
devido à perda de energia de um nível para o outro, causada pela respiração celular, que consome energia. Nos
ecossistemas marinhos, os produtores são algas unicelulares, que são organismos de reprodução muito mais
rápida e também com mais alta taxa de mortalidade do que os consumidores primários, os constituintes dos
zooplânctons. Desta forma, num dado momento, a biomassa do zooplâncton é normalmente maior do que a do
fitoplâncton.
b) O SO2 reage com o vapor d’água existente na atmosfera, produzindo H2 SO4, que se dissolve na água das nuves
e cai no solo juntamente com a chuva (chuva ácida). Dessa forma, há uma acidificação do solo, o que altera a
solubilidade de vários compostos nele presentes, prejudicando os produtores primário e afetando assim, toda a
cadeia alimentar do ecossistema.
UFMG 2010 O elemento fósforo possui alta
reatividade e, por isso, não é encontrado, na
natureza, na sua forma livre, mas apenas na forma
de fosfato.
No Brasil, adubos fosfatados são obtidos tanto de
rochas fosfáticas, abundantes na região de
Araxá/MG,quanto de guano, excremento de aves
marinhas, importado do Peru.
Analise esta figura em que está representado o ciclo
do fósforo:

1. Considerando as informações contidas nessa


figura e outros conhecimentos sobre o assunto,
FAÇA um esquema, mostrando os componentes da
cadeia alimentar que culmina na produção do guano.
alga _ microcrustáceo _ peixe menor_ peixe maior
_ ave

2. CITE uma ação antrópica relacionada ao ciclo do fósforo, que causa impacto negativo no
ecossistema.
JUSTIFIQUE sua resposta.
Ação: lançamento de esgotos domésticos em cursos d’água.
Justificativa: o fósforo, macronutriente abundante nos esgotos domésticos, desencadeia o
processo de eutrofização.

3. Considere estas informações científicas:


• Nos grãos e sementes de plantas, o fósforo encontra-se, principalmente, na forma de fitato.
• As aves não são capazes de digerir o fitato para absorver o fósforo contido em grãos e sementes.
• A enzima fitase é produzida pelo fungo Aspergillus e pode ser comprada em grandes quantidades.
Após ter conhecimento dessas informações, um avicultor decidiu testar a adição da enzima fitase na
ração das aves de sua granja.
Analise esta figura:
Com base nessas informações e em outros conhecimentos sobre
o assunto, EXPLIQUE, do ponto de vista nutricional e
econômico, as vantagens resultantes desse procedimento do
avicultor.

A adição de fitase na ração contribui para a absorção de


fosfato pelas aves. Em decorrência da absorção de fosfato há
aumento da biomassa dos animais, o que proporciona
aumento de lucratividade.
UFV 2010 O gráfico abaixo representa as curvas de
crescimento de duas populações de uma mesma
espécie de roedor com a interferência de inimigos
naturais (I, II, III, IV e V) e sem essa interferência (VI,
VII e VIII):
Após a análise do gráfico, cite:
a) o termo ecológico para a capacidade de
crescimento populacional representada pelo segmento
VI; e o nome dado ao conjunto de fatores que limitam
o crescimento exemplificado no segmento I:
(termo ecológico): _______________________
(nome): _________________________
b) o número de gerações que sobreviveram na
população sem interferência de inimigos naturais; e o
intervalo entre duas gerações no qual as populações atingem o mesmo número de indivíduos:
(número): _________________________ (intervalo): ________________________
c) o número de indivíduos que representa a diferença das taxas de crescimento populacional até as
duas populações atingirem 3,5 gerações: _________________________
Resolução:
a) Termo ecológico: Potencial biótico Nome: resistência ambiental
b) Número: 4 ou 4,5 Intervalo: Entre 3 e 4 gerações
c) 10
De acordo com o gráfico, uma das populações tinha inicialmente 10 indivíduos, enquanto a outra tinha 20. Logo, para que
atinjam o mesmo número de indivíduos em 3,5 gerações, uma tem que crescer 2 vezes mais que a outra, o que corresponde a 10
indivíduos (20 menos 10).

UFSC 2010 O uso doméstico dos recursos hídricos tem preocupado as autoridades ambientais de todo
o mundo, tanto no que diz respeito ao desperdício de água quanto à sua conservação. Um estudo
publicado recentemente na Revista Biotemas (www.biotemas.ufsc.br) dá conta de que é possível criar
peixes (tilápias) em lagoas de estabilização de efluentes domésticos tratados. Segundo o artigo: “O
sistema de criação de peixes melhorou a qualidade do efluente gerado, reduzindo as concentrações de
nitrogênio orgânico total e diminuindo os sólidos suspensos. As análises de coliformes fecais,
Salmonella sp. e Staphylococcus aureus dos efluentes e da carne dos peixes produzidos ficaram dentro
dos padrões exigidos pela OMS (Organização Mundial de Saúde)”.
A respeito do assunto, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. Quando uma quantidade excessiva de matéria orgânica é lançada nos rios e lagos pode haver um fenômeno
biológico conhecido como eutrofização.
02. O nitrogênio, sob qualquer forma que se apresente na natureza, não participa da composição química dos
seres vivos.
04. A análise quanto à variação e quantificação de coliformes fecais é um importante indicador do grau de
poluição da água por esgotos domésticos.
08. Salmonelas e estafilococos presentes nas águas são bactérias muito comuns, responsáveis pelo fenômeno
biológico conhecido como “maré vermelha”.
16. Existem bactérias capazes de fixar o nitrogênio atmosférico e transferi-lo para o solo e para algumas plantas,
como o feijão e a soja.
32. A água tratada dos efluentes domésticos das lagoas de estabilização citadas no texto acima, por ser tóxica
não pode ser usada para nenhuma finalidade humana.
36 06 X X X 21

PUCMG 2010 O gráfico representa uma possível evolução da composição relativa de alguns gases na
atmosfera terrestre ao longo de 4,6 bilhões de anos. Fatores bióticos e abióticos foram responsáveis
pelas alterações
na composição relativa e absoluta dos gases atmosféricos. (CICLOS BIOGEOQUÍMICOS)

Com base nas informações acima, é INCORRETO afirmar:


a) O metabolismo das cianobactérias contribuiu para o aumento da concentração de O 2 na atmosfera
terrestre.
b) A redução dos níveis de nitrogênio, após a colonização da crosta terrestre, pode estar ligada ao
aumento da fixação do nitrogênio e sua imobilização na biomassa.
c) O aumento na concentração de O2, após a colonização da crosta terrestre, pode ser creditado ao
aumento da taxa de fotólise da água.
d) Antes das cianobactérias, não existiam organismos autotróficos ou capazes de realizar processos
respiratórios.

Resposta – D
UNIFEI 2009 Questão 1 – Biologia (ECOLOGIA)

Estudos realizados nos principais reservatórios da região semi-árida do Rio Grande do Norte revelaram
sérios problemas de qualidade da água. Em função do intenso processo de acúmulo de nutrientes
ocorrem freqüentes proliferações de cianobactérias tóxicas em alguns desses reservatórios, o que
compromete o uso da água para o abastecimento humano. Com relação a esse assunto, é incorreto
afirmar:

A. Ao processo de acúmulo de nutrientes em corpos d´água dá-se o nome de eutrofização.


B. A proliferação de cianobactérias pode levar a mudanças na coloração e turbidez da água e à
liberação de cianotoxinas.
C. A baixa concentração de oxigênio nesses reservatórios ocorre em função da maior quantidade
de peixes, gerada pelo acúmulo de nutrientes.
D. Geralmente, o acúmulo de nutrientes é provocado pelo lançamento de efluentes domésticos,
industriais e agrícolas, ricos em material orgânico.

UNIFEI 2009 Questão 2 – Biologia (ECOLOGIA – SUCESSÃO ECOLÓGICA)

Em relação às tendências naturais de uma sucessão ecológica, observe as afirmativas abaixo e, em


seguida, assinale a alternativa correta:

08. Há um aumento nos nichos ecológicos, tornando a teia alimentar mais complexa.
09. A diversidade em espécies aumenta.
010. Há um aumento na biomassa total do ecossistema.
011. O ecossistema tende a uma maior estabilidade ao se aproximar do clímax.
012. O meio físico não é modificado nos diferentes estágios de sucessão.

A. Somente a alternativa V é incorreta.


B. Somente as alternativas I e II são corretas.
C. Todas são corretas.
D. Somente as alternativas III e V são incorretas.

UNIFEI 2009 Questão 3 – Biologia (ECOLOGIA)

A Escherichia coli é uma espécie bacteriana do grupo coliforme que pode ser utilizada como indicadora
de contaminação das águas. A alta densidade dessas bactérias na água pode torná-la imprópria ao
consumo pelo fato de tais bactérias:

A. possuírem alta atividade fotossintética e consumirem o oxigênio disponível.


B. serem, como todos os procariontes, agentes patogênicos.
C. formarem marés vermelhas.
D. indicarem a presença de contaminação fecal na água.

UERJ 2009 Uma pequena e isolada ilha tropical foi devastada por uma grande queimada, que destruiu
todos os seres vivos ali existentes. Quatro anos depois, o solo da ilha apresentava uma cobertura de
cianobactérias, briófitas, pteridófitas, além de algumas fanerógamas. Após dez anos, já existiam
diferentes representantes de artrópodes e, após sessenta anos, a ilha estava novamente coberta
por uma mata densa, abrigando um grande número de espécies animais, incluindo répteis, aves e
mamíferos.
Nomeie o fenômeno ecológico ocorrido na ilha ao longo desse período e explique a atuação dos
primeiros organismos surgidos, após a queimada, na recuperação da biodiversidade local.
sucessão ecológica
Os organismos pioneiros que colonizaram a ilha após a queimada condicionaram os novos padrões microclimáticos e químicos
do solo que permitiram o aparecimento de outras espécies mais desenvolvidas.

FURG 2010 38) Em sistemas aquáticos como rios, lagos e reservatórios que recebem grande
quantidade de esgotos domésticos, podem ocorrer seguidas mortandades de peixes. Assinale a
alternativa que melhor explica estas mortandades:
A) Aumento de bactérias aeróbicas e diminuição do fitoplâncton.
B) Aumento na quantidade de oxigênio dissolvido e diminuição de alimentos disponíveis.
C) Diminuição na qualidade de alimento para os peixes.
D) Diminuição da quantidade de oxigênio dissolvido, propiciando o desenvolvimento de bactérias
anaeróbicas.
E) Aumento de produtos em decomposição por atividade dos organismos do zooplâncton.

UFOP 2010 31. O beneficiamento do lixo urbano e o tratamento da água e do esgoto são medidas
essenciais com que todas as cidades devem se preocupar. Considerando essas medidas, ponha V
(verdadeira) ou F (falsa) em cada uma das alternativas a seguir.

( ) O beneficiamento do lixo urbano permite a obtenção de gases para a produção de energia e reduz o
número de organismos transmissores de doenças.
( ) O beneficiamento do lixo urbano permite o reaproveitamento de material não biodegradáve e, a partir
da matéria orgânica, a produção de adubos.
( ) Água e esgoto não tratados propiciam a elevação da incidência das hepatites A e B e da disenteria
amebiana, devido à presença de vírus e cistos, que saem nas fezes dos indivíduos contaminados.
( ) Água e esgoto não tratados propiciam o aparecimento da esquistossomose, que é causada por
vermes do gênero Schistosoma, cujos ovos, presentes nas fezes dos indivíduos doentes, são os
agentes infecciosos humanos.

A sequência correta é
A) V-F-F-F.
B) V-V-F-F.
C) F-F-V-F.
D) V-V-F-V.
UNICAMP 2010 4. Uma das definições de desenvolvimento sustentável é: o desenvolvimento capaz de
suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às necessidades
das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.
(Adaptado de http://www.wwf.org.br/informacoes/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/)
a) O solo é um recurso fundamental para a subsistência da população mundial. Que práticas de
conservação do solo podem garantir sua preservação para as gerações futuras?
b) Segundo o INPE, nos últimos meses de novembro, dezembro e janeiro, foram registrados, na
Amazônia Legal, 754 km² de desmatamentos por corte raso ou degradação progressiva. Indique o
principal objetivo desse desmatamento e as consequências ambientais dessa ação.

RESPOSTA .
a) Rotação de culturas, plantio em curvas de nível, terraceamento, plantio direto, adubação
orgânica, implementos agrícolas mais leves, redução das queimadas, redução no uso de
agrotóxico.
b) Atividade agropecuária, extração de madeira, áreas de produção mineral, infra-estrutura de
transporte e hidroelétricas. Consequências: redução biodiversidade, degradação do solo,
erosão, assoreamento de rios, modificações no microclima, alteração do ciclo hidrológico,
aquecimento global e emissão de CO2

UFRJ 2010 Um grande número de plantas produz certas substâncias, chamadas flavonóides, que são
lançadas no solo pelas raízes. No solo, os flavonóides atraem bactérias do gênero Rhizobium que
penetram no tecido das raízes. As raízes das plantas também se associam a fungos, formando as
micorrizas. Esse tipo de interação entre indivíduos que pertencem a espécies diferentes é chamado
mutualismo.

Apresente o benefício obtido pelas plantas nessas associações com bactérias e o benefício
obtido nas associações com fungos.

QUESTÃO 4
As bactérias do gênero Rhizobium fixam o nitrogênio atmosférico na forma de nitratos,
permitindo sua utilização pelas plantas. Os fungos ampliam a capacidade de captação de água e
sais minerais pelas raízes das plantas.

FURG 2010 36) O Carbono é o elemento vital na constituição da matéria orgânica e é reciclado na
biosfera através de vários processos. Sobre os caminhos do ciclo do carbono envolvendo diferentes
organismos na biosfera, é correto afirmar que:

A) Os decompositores utilizam o CO2 para sintetizar moléculas orgânicas complexas.


B) Os produtores quebram moléculas orgânicas complexas para disponibilizar CO2 para os
heterótrofos.
C) Os consumidores obtêm carbono orgânico sintetizado pelos produtores a partir do CO2.
D) As moléculas de CO2 são incorporadas pelos autótrofos no processo de respiração celular.
E) Através da fotossíntese, os produtores fixam o O2 para formar moléculas complexas de carbono.

C
FUVEST 2010 60 A cana-de-açúcar é importante matéria-prima para a produção de etanol. A energia
contida na molécula de etanol e liberada na sua combustão foi

a) captada da luz solar pela cana-de-açúcar, armazenada na molécula de glicose produzida por fungos
no processo de fermentação e, posteriormente, transferida para a molécula de etanol.
b) obtida por meio do processo de fermentação realizado pela cana-de-açúcar e, posteriormente,
incorporada à molécula de etanol na cadeia respiratória de fungos.
c) captada da luz solar pela cana-de-açúcar, por meio do processo de fotossíntese, e armazenada na
molécula de clorofila, que foi fermentada por fungos.
d) obtida na forma de ATP no processo de respiração celular da cana-de-açúcar e armazenada na
molécula de glicose, que foi, posteriormente, fermentada por fungos.
e) captada da luz solar por meio do processo de fotossíntese realizado pela cana-de-açúcar e
armazenada na molécula de glicose, que foi, posteriormente, fermentada por fungos.

UFC 2010 35. Um pesquisador interessado em descobrir se o fósforo representava o elemento químico
responsável pelo aumento da população de cianobactérias (bactérias aeróbicas) causadoras do
processo de eutrofização realizou o seguinte experimento: separou dois conjuntos de lagos e, em
metade deles (grupo 1), adicionou grandes quantidades de nitrogênio e carbono. Nos lagos
correspondentes à outra metade (grupo 2), ele adicionou grandes quantidades de nitrogênio, carbono e
fósforo. Se o fósforo realmente for o elemento responsável pelo aumento da população de
cianobactérias, qual deveria ser o resultado esperado depois de algumas semanas após o início deste
experimento?
A) Os lagos do grupo 2 deveriam apresentar maior abundância de peixes vivos que os lagos do grupo
1.
B) Os lagos de ambos os grupos deveriam se tornar turvos e apresentar menor disponibilidade de
oxigênio.
C) Nos lagos do grupo 2, diferentemente dos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de
peixes.
D) Nos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes, e os lagos do grupo 2 deveriam
permanecer inalterados.
E) Os peixes e os invertebrados deveriam morrer mais rapidamente nos lagos do grupo 1 se
comparados aos dos lagos do grupo 2.
Questão 35 – Alternativa C
O processo de eutrofização ocorre quando um corpo de água recebe grandes quantidades de nutrientes
(principalmente fósforo) que permitem que haja um grande aumento da população de cianobactérias. O aumento da
população de cianobactérias reduz a disponibilidade de oxigênio na água. Esta redução de oxigênio causa a morte
de uma série de vertebrados e invertebrados aquáticos. Portanto, uma das consequências da eutrofização é a alta
mortalidade de peixes. De acordo com o experimento descrito na questão, se o fósforo realmente for o elemento
responsável pelo aumento da população de cianobactérias, a sua deposição em lagos permitirá o aumento
populacional desses microrganismos. Este aumento populacional desencadeará o processo de eutrofização, que
culminará no aumento da mortalidade de peixes. Porém esse padrão não deverá ocorrer nos lagos do grupo 1, que
não receberam fósforo. Portanto, está correta a alternativa C.
UFAL 2010 Teoricamente, a espécie humana poderia viver em harmonia com o meio ambiente. A
natureza pode suportar a atividade exploradora do homem, desde que ela não ultrapasse certos limites.
Muitos ainda não se deram conta da gravidade e da extensão dos danos causados à natureza. Com
relação a esse assunto, assinale a alternativa incorreta.

A) As matas têm sido derrubadas, o que prejudica o solo, e queimadas, o que causa poluição
atmosférica.
B) Das espécies que o homem caça atualmente, muitas estão ameaçadas de extinção.
C) A extinção de espécies pode causar sérios distúrbios ao equilíbrio de um ecossistema.
D) Vários recursos naturais estão se esgotando, e os resíduos humanos acumulam-se no ambiente,
degradando-o.
E) Diferentemente dos países desenvolvidos, nos países ditos em desenvolvimento, o consumo de
energia e a produção de resíduos são muito mais elevados.

Resposta: E
Justificativa: O consumo de energia e a produção de resíduos são mais elevados nos países desenvolvidos.

UEMG 2009
Observe a seguinte ilustração:

Dentre as várias causas do problema em evidência nesta ilustração, só NÃO pode constar
A) a utilização de propelentes em produtos aerossóis.
B) a fusão das águas sólidas formadoras das grandes geleiras do planeta.
C) a frota crescente de veículos automotores a combustão.
D) a crescente pecuária que ocupa áreas onde existiam florestas.

B
UEMG 2009 QUESTÃO 42
Estratégias diferentes podem apresentar a mesma finalidade. Observe as imagens a seguir:

As plantas carnívoras capturam insetos em suas folhas e as leguminosas têm nas suas raízes
nódulos formados por bactérias Rhizobium.
As relações dessas plantas com outros seres são justificadas para a obtenção de

A) Glicose.
B) Nitrogênio.
C) Fosfatos.
D) Magnésio.

B
UFJF 2008 O risco de extinção de uma espécie está relacionado com seu potencial biótico, com sua
área de distribuição e com seu grau de especialização quanto ao habitat e aos hábitos alimentares.
Analise o quadro a seguir, que apresenta oito espécies que são caracterizadas pela combinação desses
fatores.
Com base nas características combinadas no quadro apresentado, pode-se afirmar que as espécies
que apresentam MAIOR e MENOR risco de extinção são, respectivamente, as de números:

a) 1e4
b) 2e5
c) 3e6
d) 7e8
e) 8e1

Resolução:
As espécies com maior risco de extinção são aquelas com potencial biótico baixo e habitat
específico e dieta restrita (espécie 1 e 3). Já as espécies com menor risco de extinção são
aquelas com alto potencial biotipico e habitats variados com dietas amplas.
Espécie 6 Alternativa: C
UERJ 2008 Análise da Feema revela: peixes das lagoas da Barra estão contaminados. Tilápias,
vendidas na Ceasa, têm toxina acima do recomendado para consumo. O lançamento de poluentes em
rios e lagoas pode proporcionar, quando as condições ambientais são favoráveis, um rápido
crescimento de organismos fitoplanctônicos na água. Recentemente, o complexo lagunar da Barra
da Tijuca, no Rio de Janeiro, apresentou uma dessas florações, com a presença de grandes
quantidades de cianobactérias. Dentre as espécies encontradas, algumas eram produtoras de potente
toxina, o que trouxe riscos à saúde da população.
O conjunto de substâncias presentes na água, cujo aumento de concentração favorece o rápido
crescimento de cianobactérias, é:
(A) sais minerais
(B) metais pesados
(C) matéria orgânica
(D) óxidos de enxofre

A (MATÉRIA INORGÂNICA) – CIANOBACTÉRIAS – FOTOSSINTETIZANTES

UNIOESTE 2009 5. Entre os impactos ambientais causados nos ecossistemas pelo homem, podemos
citar:

I. destruição da biodiversidade.
II. erosão e empobrecimento dos solos.
III. enchentes e assoreamento dos rios.
IV. desertificação.
V. proliferação de pragas e doenças.

A alternativa que melhor represente os impactos conseqüentes do desmatamento:

(A) apenas I está correta.


(B) apenas V está correta.
(C) apenas III, IV e V estão corretas.
(D) apenas I, II, III e V estão corretas.
(E) I, II, III, IV e V estão corretas.

E
UNIRIO 2009

UEPG 2009 28 – Sobre conceitos básicos de ecologia, assinale o que for correto.
01) Quando organismos de uma mesma espécie, sejam uni ou pluricelulares, habitam juntos
determinado espaço, no mesmo intervalo de tempo, eles constituem uma comunidade.
02) Normalmente existem várias populações distintas dividindo um mesmo espaço, ao mesmo tempo.
O conjunto dessas populações recebe o nome de comunidade ou biocenose.
04) O espaço ocupado por determinada comunidade, seja ele geográfico ou não, é denominado
sistema ecológico.
08) Ecossistema é o conjunto das relações que os componentes de uma comunidade estabelecem
entre si e com o espaço que ocupam.
16) A cadeia alimentar é formada por seres produtores, consumidores e decompositores. Todos eles
utilizam alimentos de origem orgânica.
( )

02+08

UEPG 2009 30 – Sobre poluição, assinale o que for correto.


01) A poluição resulta do ato de introduzir no meio ambiente fatores químicos ou físicos em níveis que
comprometem o equilíbrio dos ecossistemas.
02) Fosfatos, monóxido e dióxido de carbono, hidrocarbonetos e ozônio são poluentes do ar.
04) Há uma grande variedade de metais pesados cujo efeito é tóxico para os seres vivos. Entre eles
figuram o níquel, o cromo, o cádmio, o mercúrio e o chumbo. Todos eles são poluentes da água.
08) Óxidos de enxofre, nitratos, esgoto doméstico e defensivos agrícolas são poluentes da água.
16) O monóxido de carbono, conhecido como gás carbônico, é um dos produtos da respiração celular
aeróbia. Presente no ar atmosférico numa concentração de cerca de 0,03%, ele é necessário para o
processo da fotossíntese.
( )

01+04
UFOP 2009 27. Durante quatro décadas, pelo menos, o plástico petroquímico foi considerado um
produto ideal, desde o seu descobrimento. Mas, a partir da década de 40, o plástico passou a ser o
vilão ambiental. Seu principal problema ambiental é justamente a característica que já foi apontada
como sua maior vantagem: a resistência (fonte: Ferraz, P. Jornal da Tarde, 14 maio 1993, p. 14).
Esta resistência significa que o plástico é resistente:
A) à desinfecção.
B) à ação de agrotóxicos.
C) à biodegradação.
D) aos antibióticos .

PASUSP 2009 29 Durante a segunda metade do século XIX, como extensão das atividades dos
naturalistas, os ecólogos estudaram as necessidades ambientais exatas dos indivíduos
de uma dada espécie: sua tolerância ao clima, seu ciclo de vida, os recursos necessários
e os fatores que controlam a sobrevivência (inimigos, competidores, doenças). Eles
estudaram as adaptações que determinado indivíduo de uma espécie deve ter para viver
com sucesso no ambiente específico da espécie. Tais
adaptações incluem a hibernação, a migração, a atividade noturna e um conjunto de outros
mecanismos fisiológicos e comportamentais que permitem aos organismos sobreviver e se reproduzir
sob condições às vezes extremas, desde o Ártico até os desertos.
Ernst Mayr. Isto é Biologia: A ciência do mundo vivo, 2008.
Com base no texto acima, analise as afirmações:
I. Os ecólogos de hoje continuaram os estudos dos naturalistas.
II. A tolerância ao clima é uma das necessidades ambientais dos organismos.
III. Os recursos para a sobrevivência dos organismos dependem da capacidade de hibernação.
IV. As adaptações podem permitir a um organismo sobreviver em condições extremas.
São corretas as afirmações
a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I, II e IV, apenas.
d) II, III e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.

PASUSP 2009 28 No município de São Paulo, em uma região vizinha a cinco cidades em expansão e
próxima à rodovia Raposo Tavares, existe uma grande área de remanescentes originais da Mata
Atlântica. Essa região foi recentemente protegida por lei, com a criação de uma área de preservação
ambiental, o Parque Tizo. O parque abriga espécies ameaçadas de extinção, como a araponga, o pica-
pau rei e muitas espécies de plantas. Dentre os objetivos das políticas de preservação ambiental,
indique qual deles pode ser atendido com a criação do Parque Tizo.

a) Preservar a biodiversidade da região.


b) Diminuir as causas do efeito estufa .
c) Diminuir a contaminação ambiental.
d) Preservar a comunidade local.
e) Diminuir os efeitos do aquecimento global.

A
UNIFAl 2009 4. Considerando que muitas espécies de bactérias participam ativamente nos ciclos da
matéria na natureza, responda o que se pede.
a) Qual é a participação das bactérias nas cadeias alimentares?
b) Qual é a participação das bactérias no ciclo do nitrogênio?
c) Qual é o processo realizado pelas bactérias do Gênero Rhizobium?
d) No ciclo do nitrogênio, qual o papel das bactérias do gênero Pseudomonas?

RESPOSTA a): Nas cadeias alimentares, as bactérias participam do processo de decomposição.


RESPOSTA b): No ciclo do nitrogênio, as bactérias participam dos processos de fixação do N2, da
nitrificação/nitratação e da desnitrificação.
RESPOSTA c): Em associação com raízes de leguminosas as bactérias do Gênero Rhizobium realizam o
processo de fixação simbiótica do N2.
RESPOSTA d): Desnitrificação.
UNIFESP 2009 05. Observe o esquema, que mostra a distribuição de duas espécies de cracas, A e B,
em um costão rochoso.

Nesse costão, um pesquisador delimitou três áreas e as observou ao longo de um ano.


Área 1: os indivíduos de ambas as espécies foram mantidos intactos e os mesmos portaram-se como
no esquema apresentado.
Área 2: foram removidos os indivíduos da espécie A e, depois de um ano, a rocha continuava nua, sem
quaisquer indivíduos desta espécie recobrindo-a.
Área 3: foram removidos os indivíduos da espécie B e, depois de um ano, os indivíduos da espécie A
haviam se expandido, colonizando a rocha nua.
a) Qual espécie tem seu crescimento limitado por um fator abiótico e qual é ele?
b) Qual espécie tem seu crescimento limitado por um fator biótico e qual é ele?

a) A espécie B, sendo o fator abiótico necessário a essa espécie é a água, devido ao risco de
dessecação. Observando a localização dessa espécie é possível inferir que é mais sensível a
ausência de água.
b) A espécie A, sendo o fator biótico limitador de seu crescimento a presença da espécie B, já
que a espécie A estabeleceu uma relação de competição para ocupação do meio com a espécie
B. A espécie A ocupa grande parte do costão na ausência de B.

UFMG 2009 QUESTÃO 05


Chamam-se “produtos orgânicos” aqueles que são produzidos sem adição de agrotóxicos.
Considerando-se essas informações e outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar
que um dos benefícios da produção orgânica consiste na:

A) ampliação da biodiversidade dos ecossistemas naturais.


B) manutenção das condições físico-químicas do solo e da água.
C) oferta de alimentos mais saudáveis, com boa qualidade nutricional.
D) preservação da dinâmica ecológica das populações naturais.

A
UFEPEL 2009 17_
A mata Atlântica é uma floresta tropical que apresenta muitas características da floresta Amazônica. A
diferença mais expressiva entre ambas está provavelmente na topografia do terreno que ocupam: a
floresta Amazônica ocupa planícies e planaltos no interior do Brasil, enquanto a mata Atlântica ocorre
na região costeira, em planícies e montanhas como a serra do Mar. A mata Atlântica se estendia por
todo litoral brasileiro, do Rio Grande do Sul até o Piauí. Está reduzida a pouco mais de 7% da área
original exibindo, hoje, o título de uma das mais devastadas do mundo. Mesmo muito reduzida e
fragmentada, a mata Atlântica apresenta enorme importância socioambiental. Aproximadamente 62%
da população brasileira vivem em seu domínio, cerca de 110 milhões de pessoas.

Cobertura original e atual da mata Atlântica, segundo levantamento parcial realizado recentemente pela
organização não governamental (ONG) SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas
Espaciais (INPE).
Baseado no texto, em seus conhecimentos e na análise da figura é correto afirmar que
(a) a influência de El Niño nas variações climáticas tem influenciado na diminuição dessa mata na
região Nordeste.
(b) o avanço aleatório das culturas de cana-deaçúcar e arroz irrigado, principalmente nas últimas
décadas, tem reduzido a cobertura vegetal na faixa litorânea do Brasil.
(c) o extrativismo vegetal, aliado a atividades agrícolas, desde o período colonial, tem sido o principal
motivo da devastação da mata Atlântica.
(d) a atividade econômica do século XVIII foi dominada, de forma predatória, pelo cultivo do café com
os desmatamentos de encostas e drenagens de rios.
(e) o ciclo do soja também contribuiu, no século XX, para a diminuição da área de mata Atlântica. Para
cada hectar que se abriu para a lavoura, destruíram-se de 5 a 10 hectares pelo fogo descontrolado.

C
UFMG 2009 QUESTÃO 08
O tratamento de esgoto pode resultar na produção de fertilizantes ricos em nitrogênio e potássio. Para
testar, do ponto de vista sanitário, a eficiência de um determinado método de tratamento de esgoto, um
pesquisador contou o número de ovos por espécies de helmintos em duas amostras  uma colhida
antes do tratamento e outra, depois dele.
Analise, nestes gráficos, os dados obtidos nessa pesquisa:

A partir da análise desses dois gráficos e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é
CORRETO afirmar que:

A) a produção de fertilizantes favorece a diversidade de espécies de helmintos e a proporção de


eclosão de ovos.
B) a relação entre o número de ovos e o número de espécies de helmintos é menor antes do tratamento
do esgoto.
C) as espécies 1, 4 e 5 podem ser usadas como indicadores de qualidade ambiental, pois são mais
tolerantes a altas taxas de matéria orgânica.
D) as espécies 2, 3 e 6 são vulneráveis ao tratamento do esgoto, o que possibilita o uso de fertilizantes.

UFES 2009 QUESTÃO 19


A Floresta Amazônica representa uma comunidade clímax e, por isso, tem como características,
EXCETO

A) alta biomassa.
B) alta diversidade.
C) teias alimentares complexas.
D) alto nível de fertilidade do solo.
E) taxa de fotossíntese igual à taxa de respiração.

FUVEST 2009 58 Considere os átomos de carbono de uma molécula de amido armazenada na


semente de uma árvore. O carbono volta ao ambiente, na forma inorgânica, se o amido for
a) usado diretamente como substrato da respiração pelo embrião da planta ou por um herbívoro.
b) digerido e a glicose resultante for usada na respiração pelo embrião da planta ou por um herbívoro.
c) digerido pelo embrião da planta e a glicose resultante for usada como substrato da fotossíntese.
d) digerido por um herbívoro e a glicose resultante for usada na síntese de substâncias de reserva.
e) usado diretamente como substrato da fotossíntese pelo embrião da planta.

B
FUVEST 2009 60 A partir da contagem de indivíduos de uma população experimental de protozoários,
durante determinado tempo, obtiveram-se os pontos e a curva média registrados no gráfico abaixo. Tal
gráfico permite avaliar a capacidade limite do ambiente, ou seja, sua carga biótica máxima.

De acordo com o gráfico,


a) a capacidade limite do ambiente cresceu até o dia 6.
b) a capacidade limite do ambiente foi alcançada somente após o dia 20.
c) a taxa de mortalidade superou a de natalidade até o ponto em que a capacidade limite do ambiente
foi alcançada.
d) a capacidade limite do ambiente aumentou com o aumento da população.
e) o tamanho da população ficou próximo da capacidade limite do ambiente entre os dias 8 e 20.

E
UNIRIO 2009

a) produtividade primária bruta é a quantidade total de carbono orgânico produzida por organismos ou
populações (fotossíntese ou assimilação total); produtividade primária líquida é a quantidade de carbono
orgânico disponibilizada para outro nível trófico da cadeia/teia alimentar (fotossíntese menos respiração
ou assimilação parcial).
b) PPL

UNIRIO 2009
Na Ilha Pinzon é comum a presença de cactos mais altos, as tartarugas com carapaça em forma de sela
podem elevar o pescoço para se alimentarem.
Na Ilha Santa Cruz a vegetação rasteira é abundante. A carapaça em domo só permite que a tartaruga
coma a vegetação rasteira
UFSC 2009 Questão 03

Um pesquisador interessado em estudar dinâmica populacional monitorou, em uma


determinada área e por um período de tempo, as densidades populacionais de cobras e
ratos, obtendo como resultado o gráfico abaixo.

Com respeito ao gráfico e aos fatores que influenciam as densidades populacionais, assinale a(s)
proposição(ões) CORRETA(S).

01. O crescimento da população de ratos não influencia o crescimento da população de cobras.


02. As duas espécies ocupam o mesmo hábitat e nicho ecológico.
04. Se duas espécies ocupam o mesmo nicho ecológico, ocorre simbiose entre elas, o que pode
levar ao desaparecimento de uma delas da área.
08. As densidades populacionais representadas sofreram variações ao longo do tempo.
16. O parasitismo, os intemperismos, a disponibilidade de alimentos e espaço são fatores que
influenciam na densidade das populações.
32. Por serem autótrofas, não são observados mecanismos de controle da densidade
populacional nas espécies vegetais.
64. A territorialidade (estabelecimento de territórios) de algumas espécies animais é fator influente na
densidade populacional de uma área.

8+16+64 = 88
UFPR 2009 07 - A emissão de
determinados gases tem levado a
alterações na composição da
atmosfera, contribuindo para o
efeito estufa. Com relação a esse
tema, considere a figura ao lado:

Os raios solares são, em parte,


refletidos pela atmosfera de volta
ao espaço. Outra grande parte
penetra a atmosfera, podendo
chegar até o nível do solo,
mantendo o aquecimento no
planeta (1). É esse aquecimento
que mantém a temperatura mais
amena, possibilitando a
manutenção da vida. Parte do
calor gerado no solo e na
atmosfera é refletido de volta à
atmosfera, na forma de radiação
infravermelha (2). Parte dessa
radiação é então re-irradiada para
a terra, aumentando a retenção
de calor no planeta (3).

a) Que nome se dá ao desequilíbrio ambiental representado pela etapa 3?


b) Cite duas substâncias liberadas no meio ambiente pelo homem que interferem na etapa 3 do
processo descrito acima. Quais as principais fontes antrópicas dessas substâncias?
c) Cite as conseqüências desse desequilíbrio para o clima, para a saúde e para os ecossistemas
costeiros (indique pelo menos uma para cada item).

a) Efeito estufa
b) gás metano (CH4) e gás carbônico (CO2).
Gás metano: decomposição de matéria orgânica.
Gás carbônico: queima de combustíveis fósseis
c) Clima: aumento de tempestades, freqüência e intensidade de furacões, enchentes e/ou secas
fortes... Saúde: aumento de doenças respiratórias, aumento na mortalidade (principalmente
infantil) Ecossistemas costeiros: elevação do nível do mar com perda de áreas, causado pelo
degelo nos pólos.
FUVEST 2009 Q.03
Nos últimos anos, tem aumentado o número
de espécies de anfíbios em extinção, mesmo
quando esses animais habitam áreas pouco
exploradas, como as partes mais altas das
montanhas.
a) Ovos ou embriões de certos
anfíbios tornam-se inviáveis, quando o pH do
meio é igual ou inferior a 5 ou quando há
excesso de incidência de raios ultravioleta.
Cite dois eventos decorrentes da atividade
humana que contribuem diretamente para a
intensificação desses fatores ambientais que
determinam a mortalidade dos ovos e
embriões.
b) O aquecimento global tem
aumentado a incidência de uma doença de
pele causada por fungos (micose) em sapos
adultos.
 Que tipo de relação ecológica
ocorre entre o fungo causador da
micose e o sapo?
 Cite uma função vital diretamente
afetada pelo comprometimento da
pele do sapo.

Questão 3 COMENTÁRIO - Esta questão


discute um problema sério que
enfrentamos atualmente: a acentuada taxa
de extinção de anfíbios no mundo inteiro.
A primeira parte da questão pede ações
humanas que possam estar diminuindo o
pH das águas ou aumentando a incidência
de luz ultravioleta. As respostas mais
fáceis são: chuvas ácidas provocadas
pela poluição e o aumento do buraco da
camada de ozônio. A segunda parte
pergunta como o parasitismo de um
fungo que ataca a pele do sapo pode
prejudicar o animal. A resposta é fácil: a
pele de muitos sapos é a uma importante
mucosa de trocas gasosas dos animais.
Alguns sapos também têm respiração
pulmonar (alguns nem respiração cutânea
têm).
UFRJ 2009 A figura abaixo mostra a densidade da cobertura vegetal em duas áreas, antes e depois de
seu alagamento para a construção de represas. Uma das áreas está localizada em região temperada e
apresenta baixa densidade de cobertura vegetal, a outra está em uma região tropical com densa
cobertura vegetal.

Comparando as alterações climáticas nas áreas dos alagamentos, observou-se que houve elevação
das médias de umidade relativa do ar na região temperada e que na região tropical, ao contrário, o
clima ficou ligeiramente mais seco.
Explique esse contraste com base nas informações apresentadas no texto e na figura.

O alagamento da área da região temperada levou a um aumento da superfície de evaporação e,


conseqüentemente, a um aumento da umidade relativa do ar. Na área tropical, com maior
cobertura vegetal, a superfície de evapotranspiração foliar é superior à superfície de evaporação
das águas após o alagamento, com menor fluxo de água na forma de vapor para o ar.
8 UNICAMP 2009. Ao estudar os animais de uma mata, pesquisadores encontraram borboletas cuja
coloração se confundia com a dos troncos em que pousavam mais freqüentemente; louva-a-deus e
mariposas que se assemelhavam a folhas secas; e bichos–pau semelhantes a gravetos. Observaram
que muitas moscas e mariposas assemelhavam-se morfologicamente a vespas e a abelhas e notaram,
ainda, a existência de sapos, cobras e borboletas com coloração intensa, variando entre vermelho,
laranja e amarelo.
a) No relato dos pesquisadores estão descritos alguns exemplos de adaptações por eles caracterizadas
como mimetismo e camuflagem. Identifique no texto um exemplo de camuflagem. Explique uma
vantagem dessas adaptações para os animais.
b) No texto são citados vários animais, entre eles sapos e cobras. Esses animais pertencem a grupos
de vertebrados que apresentam diferenças relacionadas com a reprodução. Indique duas dessas
diferenças.

a) Exemplos de camuflagem que poderiam ser identificados no texto: borboletas cuja coloração se confundia com a dos troncos
em que pousavam mais freqüentemente; louva-a-deus e mariposas que se assemelhavam a folhas secas; bichos–pau
semelhantes a gravetos. Vantagens dessas adaptações: o mimetismo e a camuflagem são fenômenos que oferecem proteção
contra a predação, pois, mimetizando outro animal ou se confundindo com a paisagem (camuflagem), o organismo deixa de ser
facilmente percebido pelo predador. Ao se camuflarem no ambiente ou se assemelharem a outras espécies, os animais podem
ainda confundir a presa, passando despercebidos, e assim predarem mais facilmente.
b) Como diferenças entre a reprodução dos anfíbios, representados pelos sapos, e a dos répteis, representados pelas cobras,
podem ser citadas: Os anfíbios apresentam fecundação externa; dependem da água para reprodução; seus ovos não têm casca;
seus ovos são postos em meio aquático; apresentam fase larval (girinos); apresentam metamorfose; são anamniotas. Por sua
vez, os répteis apresentam fecundação interna; não dependem da água para reprodução; seus ovos têm casca porosa; não
apresentam fase larval nem metamorfose; são amniotas.

UFRJ 2008 Os gráficos a seguir mostram as variações na concentração de dióxido de carbono (CO2)
atmosférico (gráfico 1) e as variações no nível dos oceanos (gráfico 2) em décadas recentes. As
medições de CO2 anteriores a 1950 foram obtidas no gelo da calota polar e as demais, diretamente na
atmosfera.

a) Para cada gráfico, apresente uma causa das variações observadas.


b) Estabeleça a relação entre os fenômenos representados nos dois gráficos.

QUESTÃO 5
a) Para o gráfico 1: a queima de combustíveis fósseis / as queimadas de florestas. Para o gráfico 2: o derretimento das
calotas polares.
b) O aumento do CO2 na atmosfera aumenta a temperatura do ambiente (aquecimento global), causando
derretimento do gelo polar.
10ª questão UNIRIO 2006
Furnas Recupera Área Degradada na Linha Ouro Preto 2 / Vitória.
A Divisão de Meio Ambiente Natural em parceria com os Escritórios de Construção do Rio de Janeiro e
de Cachoeira Paulista vêm realizando, desde junho de 2005, um trabalho na área da Linha Ouro Preto
2/Vitória.
As ações do Programa de Recuperação de Áreas Degradadas (Prad) na linha Ouro Preto 2/Vitória têm
como objetivos principais reconstituir a vegetação, recompor a paisagem e controlar os processos
erosivos nos locais onde houve interferências para a construção de estradas de acesso, áreas de
manobras e de torres, praças de lançamento de cabos e áreas de empréstimo (locais de onde se retira
material para construção). Para isso, são combinadas medidas biológicas, como plantação de
gramíneas, leguminosas e arbóreas, com medidas físicas, construção de bueiros, canaletas e caixas de
sedimentação.

Justifique a inclusão de plantas leguminosas para a revegetação em programas de recuperação de


áreas degradadas.

Resposta: Enriquecimento do solo através dos mecanismos de fixação do nitrogênio atmosférico pelos
microorganismos que se associam às leguminosas.
32) UNIRIO 2006 BRASÍLIA. A partir de hoje, o Brasil terá o primeiro pregão de créditos de
carbono da América Latina.
Será lançado na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro o Banco de Projetos de Redução de Emissões do
mercado brasileiro de carbono. Este é o primeiro passo para a instalação do Mercado Brasileiro de
Redução de Emissões (MBRE) e representa uma oportunidade de o país capitalizar a área de negócios
ambientais, em que o Brasil é pioneiro. Projetos de reflorestamento, a exploração de biocombustíveis
como o etanol e fontes de energia renováveis e a redução bem-sucedida de resíduos em aterros
sanitários são exemplos conhecidos no mundo todo. O GLOBO, 2005.
A utilização de projetos de reflorestamento, ou mesmo de conservação de áreas verdes nativas, no
Mercado Brasileiro de Redução de Emissões (MBRE) diz respeito ao fato de que o CO2 (um dos gases
protagonistas do efeito estufa), emitido majoritariamente pelas indústrias de países desenvolvidos, pode
ser absorvido por seres vivos que habitam regiões menos poluídas e ser “convertido” por eles em
matéria orgânica a ser utilizada por outros organismos, bem como em seus próprios processos
biológicos. Em relação à conversão de CO2 podemos afirmar que:

a) apesar da capacidade de produção de matéria orgânica, por parte de algumas archaeobactérias em


ambientes ricos em H2S (utilizando os prótons oriundos do sulfeto de hidrogênio para a redução do
NADP), atualmente não há possibilidade de utilização desse processo para o desenvolvimento de
projetos de redução de emissão de CO2 em larga escala.
b) os programas de reflorestamento são importantes para o Banco de Projetos de Redução de
Emissões porque somente os organismos possuidores de cloroplasto, organela celular responsável
pela fotossíntese, podem fazer parte do conjunto de seres vivos capaz de interferir na regulação de
emissões de CO2
c) não há possibilidade de realização de projetos de redução de emissão de CO2 em que estejam
envolvidos organismos do grupo das cianobactérias, devido à constatação de que os referidos
microrganismos não possuem cloroplastos, não sendo capazes, portanto, de realizar fotossíntese.
d) a relação entre a diminuição das concentrações de CO2 oriundas de atividades como a da indústria,
e o aumento da atividade autotrófica depende exclusivamente da disponibilidade de luz para a
realização da fase inicial do processo de fotossíntese: a fotólise da água.
e) o processo biológico a ser aproveitado para o mercado brasileiro de carbono, ligado tanto à produção
de biocombustíveis quanto à redução de poluentes atmosféricos, é o da reação de combustão do GNV
(Gás Natural Veicular) que tem como resíduos CO e H O .

A
20) UNIRIO 2005 Milhares de peixes, de diferentes espécies, apareceram mortos no rio Lorotizinho, em
Lagoa da Confusão (203 km de Palmas, TO). (...) A mortandade decorreu de um "fenômeno natural".
Com as altas temperaturas, a vazão dos rios é reduzida e ocorre uma maior concentração de
elementos químicos em razão do excesso de matéria orgânica, o que provoca a multiplicação de algas
tóxicas. A tese foi reforçada (...) por declarações de moradores da região que informaram ter visto a
água do rio mudar de cor há poucos dias. "Eles disseram que a coloração ficou mais esverdeada,
provavelmente pela presença de algas, que podem ter sido ingeridas pelos peixes. Esse tipo de
contaminação demora de 24 a 48 horas para se manifestar".
www.ambientebrasil.com.br, 2004
De acordo com o texto, a morte dos peixes pode ser justificada:
I) Pela ingestão de algas tóxicas pelos peixes;
II) Pela coloração esverdeada da água, que impediu a passagem de luz solar pela água do rio;
III) Pela alta temperatura da água, que reduziu a concentração de O2 dissolvido no rio;
IV) Pelo aumento da concentração de substâncias tóxicas causado pela redução da vazão do rio;
V) Pela pesca predatória praticada na região.
São possíveis as justificativas:
a) I, II, III e IV
b) IV e V
c) I, II e IV
d) III e V
e) I e II

25) UNIRIO 2005 "Em primeiro lugar, devemos dizer que o conjunto de técnicas que possibilitam a
transgenicidade são mal-chamadas de engenharia genética. A engenharia fundamenta-se na física de
Newton e como tal suas técnicas têm precisão e previsibilidade de leis universais, o que não é o caso
das técnicas de transplante e inserção de genes. Mas, para inspirar respeito e segurança no mercado,
elas recebem a denominação errônea de engenharia genética. A qualidade nutricional dos alimentos da
engenharia genética pode ser Diminuída e sua absorção ou metabolismo no homem podem ser
modificados.
Novas proteínas que causam reações alérgicas podem entrar nos alimentos. As pessoas normalmente
sabem quais os produtos que as afetam. Entretanto, com a transferência dos alergênicos de um
produto para o outro, perde-se a identificação e a pessoa só vai descobrir o que lhe fez mal após a
ingestão do alimento perigoso. Cientistas usam genes antibiótico-resistentes para selecionar e marcar
os organismos modificados. Tais genes podem diminuir a efetividade de alguns antibióticos em seres
humanos e nos animais.
..., o debate mal começou, mas as empresas do setor já estão gastando bilhões de dólares em
tecnologia e recursos humanos, numa corrida para renovar a produção de milho, soja e outros
produtos, inclusive farmacêuticos”.
(Revista do CREA-RJ,2000)
No que se refere ao risco à biodiversidade, representado pelos transgênicos, o evento mais significativo
é:
a) esterilidade do híbrido.
b) fluxo gênico com variedades nativas.
c) disseminação descontrolada dos genes antibiótico-resistentes.
d) autofecundação, provocada pelo isolamento reprodutivo.
e) surgimento de inúmeros novos alergênicos.

B
30) UNIRIO 2005 Duas populações (A e B ) de uma determinada espécie, isoladas geograficamente,
estão submetidas a dois parâmetros ambientais idênticos: tamanho do alimento e temperatura. O
gráfico abaixo representa as dimensões do nicho ecológico de cada população em relação aos
referidos parâmetros. (ESPECIAÇÃO)

As diferenças dos limites dos nichos de A e B devem-se:


a) à menor tolerância de B a variações de temperatura.
b) à maior vantagem dos indivíduos de B para a aquisição de alimento, em relação aos indivíduos de A.
c) à capacidade de A de suportar maiores variações de temperatura para diminuir a competição com B.
d) à competição entre A e B por alimento de tamanhos iguais.
e) aos diferentes fenótipos de cada população.

18. UNICAMP 2004 Em florestas temperadas de coníferas, a serrapilheira (detritos vegetais


particulados no chão) constitui 20% do total da biomassa vegetal, enquanto nas florestas tropicais
úmidas constitui somente 1 a 2%. Há poucos nutrientes no solo das florestas tropicais úmidas em
comparação com as florestas temperadas. Diz-se, freqüentemente, que as queimadas e o
desmatamento nas florestas tropicais úmidas levarão ao empobrecimento total do solo fazendo com
que, em pouco tempo, as áreas assim desmatadas não sirvam nem para pastagem.

a) Como se explica o fato de haver poucos nutrientes no solo das florestas tropicais úmidas em
contraste com a exuberância dessas florestas?
b) Explique por que o desmatamento e as queimadas poderão provocar o empobrecimento total do solo
dessas áreas.

Resposta: a) Porque existem muitos microrganismos que decompõem rapidamente os detritos


orgânicos. Além disso, os nutrientes são rapidamente reaproveitados , já que a atividade dos seres
vivos é intensa, em função das condições de altas temperaturas e da umidade.
b) Porque a maior parte dos nutrientes é originado da cobertura vegetal que se deposita, desta forma
impedem que os nutrientes se acumulem no solo. Favorecem a lavagem (lixiviação) do solo pelas
chuvas.
09) UFSC 2007 Preste atenção nos seguintes dados forneci-dos pelo PNUMA (Programa das Nações
Unidas para o Meio Ambiente):
 Em 25 anos, metade da população mundial pode enfrentar problemas em obter água suficiente
para consumo e irrigação.
 Um terço do mundo é composto por áreas em que o consumo de água supera a oferta.
Não à toa as Nações Unidas declararam 2003 o Ano Internacional da Água Doce. Nas
últimas décadas, a escassez de água passou da esfera acadêmica para a cotidiana.
(05/06/2003 disponível em: www.folha.com.br)

Esses dados mostram que existe uma grande preocupação mundial com os recursos hídricos
potáveis.
Com respeito à água doce e suas fontes de obtenção é(são) CORRETA(S) a(s) proposi-ção(ões):

01. A obtenção de água doce potável, a partir da dessalinização da água do mar, é um processo rápido
e econômico.
02. Os lençóis freáticos, devido à sua profundidade, não são alcançados por contaminantes lançados no
solo.
04. A preservação das matas ciliares e das matas do fundo dos vales é medida importante para a
manutenção da qualidade da água dos rios.
08. Rios e lagos constituem-se na principal fonte de água doce para consumo das populações
humanas.
16. Muitos rios, de grandes cidades brasileiras, poderiam estar sendo usados como fonte de captação
de água potável. Isto, no entanto, não ocorre, devido ao lançamento direto de esgoto e lixo
doméstico nesses rios.
32. A distribuição de água doce no mundo é muito homogênea.
64. No Brasil, graças à fiscalização rigorosa e à observância das leis ambientais, não existem
problemas de contaminação dos rios por efluentes originados de indústrias têxteis, de papel e de
produtos químicos.

4+8+16 = 28

10)UFSC 2003 Na natureza, há um constante ciclo de elementos e compostos químicos que passam
dos seres vivos ao ambiente e deste aos seres vivos. Com relação ao cálcio e o seu ciclo, é
CORRETO afirmar que: (CICLOS BIOGEOQUÍMICOS)

01. nos seres vivos, o cálcio se apresenta, principalmente, na forma de carbonatos e fosfatos.
02. com a morte dos animais que possuem esse elemento em sua constituição, e com a decomposição
das estruturas dos mesmos, os sais de cálcio se dissolvem na água e no solo.
04. os sais de cálcio são encontrados na organização do corpo de esponjas e corais.
08. o cálcio integra as conchas de moluscos e os esqueletos de vertebrados.
16. ele é um elemento químico importante na constituição das moléculas orgânicas, como as proteínas
e os lipídeos.

1+2+4+8 = 15
11)UFSC 2003 “A produção, em larga escala, de lixo e dejetos sólidos é um traço característico da
civilização urbana e industrial. Em geral, quanto maior é o PIB per capita, tanto maior a quantidade
de lixo gerada pelas residências e indústrias. O lixo doméstico é um subproduto do consumo de
bens duráveis e não-duráveis. No Brasil, cada pessoa origina uma média diária de 0,6 kg de lixo
doméstico; nos Estados Unidos, essa média chega a 2,0 kg.”
(FAVARETTO, J. H.; MERCADANTE, C. Lixo e Civilização. In: Biologia. São Paulo: Moderna, 1.
ed. v. único, p. 73).
Em relação a essa temática, é CORRETO afirmar que:

01. um dos sérios problemas ambientais decorrentes da incineração do lixo é a poluição do ar, em
razão da liberação de monóxido e dióxido de carbono, entre outros poluentes.
02. os lixões são locais propícios à procriação de insetos, muitos dos quais transmissores de doenças
como a esquistossomose e a malária, que podem ser veiculadas por mosquitos e baratas.
04. em alguns aterros sanitários, o metano é coletado e canalizado, sendo empregado como
combustível domiciliar, o que beneficia o ambiente.
08. a compostagem, transformação do lixo orgânico (restos de alimentos, folhas, etc.) em adubo,
resulta da ação de minhocas, fungos e bactérias.
16. a reciclagem é importante pois, entre outras vantagens, poupa recursos naturais, economiza
energia e auxilia a reduzir a poluição atmosférica.

1+4+8+16 = 29

23 – UERJ 2008 Análise da Feema revela: peixes das lagoas da Barra estão contaminados.
Tilápias, vendidas na Ceasa, têm toxina acima do recomendado para consumo. O lançamento de
poluentes em rios e lagoas pode proporcionar, quando as condições ambientais são favoráveis, um
rápido crescimento de organismos fitoplanctônicos na água. Recentemente, o complexo lagunar da
Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, apresentou uma dessas florações, com a presença de grandes
quantidades de cianobactérias. Dentre as espécies encontradas, algumas eram produtoras de potente
toxina, o que trouxe riscos à saúde da população.

O conjunto de substâncias presentes na água, cujo aumento de concentração favorece o rápido


crescimento de cianobactérias, é:

(A) sais minerais


(B) metais pesados
(C) matéria orgânica
(D) óxidos de enxofre

A
18.PUCPR 2008 Não é difícil perceber que os modelos econômicos adotados pelo Brasil ao longo da
história têm provocado fortes concentrações de riqueza, com exclusão de expressivos segmentos
sociais. Dessa distribuição desigual resulta grande parte dos problemas que o país enfrenta. Ao mesmo
tempo em que degradam o homem, sua qualidade de vida e seu estado de saúde, esses padrões de
desenvolvimento vêm favorecendo a degradação ambiental por meio da exploração predatória de
recursos naturais e da poluição, as quais, por sua vez têm gerado impactos nas condições de saúde e
qualidade de vida da população.

Com relação a degradação ambiental, analise as seguintes afirmações:


A) Chuva com alto teor de acidez provocado pela emissão de óxidos de enxofre e óxidos de nitrogênio
provenientes de parques industriais, automóveis, metalúrgicas e siderúrgicas que quando lançados
para a atmosfera se combinam com o CO2 e o NO, gerando ácidos nítrico e sulfúrico.
B) A condição atmosférica em que o ar frio permanece próximo ao solo, preso sob camadas de ar mais
quente é conhecida como efeito estufa. Nessa condição os poluentes deixam de ser exauridos,
concentrando-se próxima a superfície, quecendo-a.
C) O desflorestamento por queimadas promove a redução da biodiversidade e libera toneladas de CO2
para a atmosfera, além de impedir que haja uma fixação de CO2 por parte das plantas destruídas,
aumentando a quantidade desse gás
na atmosfera contribuindo para o aumento da intensidade do efeito estufa.
D) A destruição da camada de ozônio leva a um aumento de raios infravermelhos que ao atingirem os
seres vivos na Terra, promovem a destruição de proteínas e do DNA, provocando câncer de pele,
catarata, alterações no sistema imunológico,
danos nas colheitas, nos peixes e no plâncton de que se alimentam.
E) Eutrofização hipereutrófica é um fenômeno que ocorre na água em virtude do aumento intenso da
concentração de fosfatos e nitratos originados por resíduos agrícolas ou esgotos promovendo uma
proliferação exagerada de algas que, apesar de alterar o sabor dessas águas, também promove um
aumento considerável da biodiversidade por aumentar a disponibilidade de alimento.
7 FUVEST 2008 A revista PESQUISA FAPESP, de setembro de 2007, publicou matéria com o título
“Memórias Póstumas”, que destaca a importância do conhecimento sobre a ecologia e o
desenvolvimento de diversas espécies de insetos, para se desvendarem mortes misteriosas.
a) Como a ocorrência de moscas e besouros, que se desenvolvem nos corpos em decomposição, pode
ser útil para estimar o tempo decorrido desde a morte?
b) Os cientistas entrevistados para tal matéria afirmam que os insetos podem revelar que, apesar de um
corpo ter sido encontrado no Rio de Janeiro, a morte não ocorreu nessa cidade. Como isso é possível?

Resolução
a) Conhecendo-se as diferentes espécies de moscas e besouros, bem como as fases de seu
desenvolvimento (ovo →larva →pupa →adulto), que ocorrem durante a sucessão destrutiva típica
de um cadáver humano.
b) Existem espécies de insetos que se desenvolvem em uma região e em outra, não.

9 FUVEST 2008 Em artigo publicado na revista Nature (27/9/2007), os cientistas James Lovelock e
Chris Rapley propõem, como ação contra o aquecimento global, a instalação de tubos nos oceanos a
fim de bombear, para a superfície, a água que está entre 100 e 200 metros de profundidade. A água
bombeada, rica em nutrientes, funcionaria como “fertilizante” na superfície oceânica.
a) De que maneira esta medida poderia colaborar para a redução do aquecimento global?
b) Espera-se também que a produtividade da pesca aumente nos locais em que a água do fundo for
bombeada para a superfície. Como esse procedimento poderia provocar o aumento na quantidade de
peixes?
Resolução
a) As águas profundas são ricas em nutrientes minerais. O bombeamento dessas águas para a
superfície provoca a eutroficação, permitindo a proliferação das algas planctônicas. A taxa de
fotossíntese será aumentada e, conseqüentemente, a quantidade absorvida do CO2 atmosférico
também será aumentada.
b) O acréscimo populacional dos produtores tem como conseqüência o aumento no número dos
consumidores das teias alimentares oceânicas, inclusive os peixes.

10 FUVEST 2008 O metano (CH4), o gás carbônico (CO2) e os clorofluorocarbonetos (CFC) estão
relacionados, direta ou indiretamente, à intensificação do efeito estufa e à destruição da camada de
ozônio.
a) Qual(quais) desses gases pode(m) resultar de processos biológicos?
b) A camada de ozônio filtra raios ultravioleta (UV) que atingem a atmosfera terrestre.A diminuição
dessa camada aumenta a exposição dos seres vivos a esses raios, que podem induzir mutações no
DNA.
Considere que os raios UV não penetram em nosso corpo além da pele.
1. Como a exposição aos raios UV pode, a longo prazo, afetar nossa saúde? Justifique.
2. Qual é a conseqüência de nossa exposição aos raios UV para a geração seguinte? Por quê?
Resolução
a) Metano (CH4 ) e dióxido de carbono (CO2 ).
b1) A exposição excessiva ao UV solar causa, na pele humana, o envelhecimento precoce, bem como
tumores malignos (câncer).
b2) Os danos provocados pela radiação UV à pele humana não são transmissíveis às gerações futuras,
por se tratar de alterações somáticas.
2 PUC-RJ 2003 O nitrogênio é elemento essencial à vida e à sobrevivência dos seres vivos. Indique a
opção que apresenta a afirmativa correta quanto a esse elemento. (CICLOS BIOGEOQUÍMICOS)
(A) Faz parte das proteínas e ácidos nucléicos.
(B) Faz parte dos principais açúcares consumidos na alimentação.
(C) Faz parte da reserva lipídica dos animais.
(D) Faz parte dos ácidos graxos da membrana plasmática.
(E) É absorvido diretamente sob a forma de N2 pelos animais e vegetais.
2- Resposta: (A) Faz parte das proteínas e ácidos nucléicos.
O nitrogênio é um elemento que faz parte dos aminoácidos que compõe as proteínas e das bases nitrogenadas dos ácidos
nucléicos.

2 PUC-RJ 2004 Um dos grandes problemas ambientais conhecidos é o excesso de descargas de


efluentes ricos em nutrientes, que influenciam o crescimento de algas, aumentando a demanda
bioquímica de oxigênio e causando mortandade de peixes e animais bentônicos. Esse fenômeno é
chamado de:
(A) nitrificação.
(B) eutrofização.
(C) magnificação trófica.
(D) carbonificação.
(E) respiração.
2- Resposta: (B) eutrofização.
A eutrofização é causada pelo lançamento de resíduos, aumentando a concentração de nutrientes disponíveis no ambiente. Isso
provoca a proliferação de microrganismos fotossintéticos que vivem próximos à superfície, formando uma camada que impede a
penetração de luz na água e a realização da fotossíntese nas camadas mais profundas. Assim a concentração de oxigênio
dissolvido na água decresce e como conseqüência cria-se um ambiente anóxido, causando morte de seres representativos de
toda a comunidade. Com a falta de oxigênio, a decomposição da matéria orgânica passa a ser anaeróbia, havendo produção de
gases tóxicos, como o gás sulfídrico.

5 PUC-RJ 2005
Em aterros sanitários, após determinado tempo, ocorre produção de gases como metano e gás
sulfídrico. Isso porque encontramos neste ambiente:
(A) anaerobiose e oxigênio em abundância.
(B) aerobiose e ausência de matéria orgânica.
(C) pouca quantidade de matéria orgânica e de oxigênio.
(D) abundância de matéria orgânica, água e oxigênio.
(E) anaerobiose e abundância de matéria orgânica. como função:

5 – Resposta E
Aterros sanitários são regiões que recebem principalmente lixo doméstico e hospitalar e, portanto onde encontramos grande
quantidade de matéria orgânica. Inicialmente ocorre degradação aeróbia que consome o oxigênio disponível e, como não há
reposição desse oxigênio, pela própria compactação do lixo, é criado um ambiente anaeróbio, onde são produzidos metano e
gás sulfídrico.

6 PUC-RJ 2005
O Pró-Álcool, programa de produção de combustível etanol no Brasil, baseia-se na obtenção de um
produto resultante de:
(A) respiração aeróbia do açúcar da cana-de-açúcar por bactérias.
(B) respiração anaeróbia do amido da cana de açúcar por protozoários.
(C) fermentação do açúcar da cana-de-açúcar por leveduras.
(D) acidificação do amido de sementes da cana-de-açúcar.
(E) oxidação completa do açúcar da cana-de-açúcar.

6 – Resposta C
O álcool etílico (etanol) é produzido a partir da quebra parcial (fermentação) de açúcares ou amido presentes em diferentes
produtos vegetais. No caso do Pro-Álcool brasileiro é utilizado o colmo da cana-de-açúcar, rico em açúcares e não as sementes.
A respiração é a oxidação completa dessa matéria orgânica tem como produtos finais CO2 e H2O.
8 PUC-RJ 2005
Extinção é um processo natural inclusive para a nossa espécie, mas o Homem tem interferido de forma
a acentuar e aumentar a velocidade desse processo. Nesse caso, a perda de grande número de
espécies na natureza pode acarretar diferentes processos à EXCEÇÃO de:
(A) desequilíbrio na cadeia alimentar.
(B) perda de patrimônio genético.
(C) diminuição da competição interespecífica.
(D) diminuição da camada de ozônio na estratosfera.
(E) substituição de nichos ecológicos por outras espécies.

8 – Resposta D
Dentre as opções listadas somente a camada de ozônio não será alterada pela a extinção de uma espécie de ser vivo. A
diminuição da camada estratosférica dessa molécula é ocasionada por fatores como a emissão de clorofluorcarbonatos (CFCs) e
óxidos de nitrogênio.

17) (UFMG-2005) Observe esta figura:

É CORRETO afirmar que a presença de


lagartas em espigas de milho se deve:
A) ao processo de geração espontânea
comum aos invertebrados.
B) à transformação dos grãos em lagartas.
C) ao desenvolvimento de ovos depositados
por borboletas.
D) ao apodrecimento do sabugo e dos grãos.

RESPOSTA - C

UNIFEI 2008 Questão 5 – Biologia

As queimadas da vegetação provocam danos diversos aos ecossistemas. Dados sugerem a ocorrência
de, em média, 200 mil focos de queimada por ano no país, a maioria deles na região amazônica.
Considere as seguintes afirmativas sobre as queimadas:

I. As altas temperaturas ocasionadas pelas queimadas promovem redução da matéria orgânica


e de muitos organismos do solo.
II. As queimadas facilitam processos erosivos por deixarem o solo exposto, sem cobertura
vegetal.
III. Embora condenáveis sob o ponto de vista ecológico, as queimadas constantes propiciam
melhor desenvolvimento vegetal.
IV. A nuvem de fumaça devolve a radiação solar para o espaço, restando menos energia para a
evaporação da água.
V. Em todos os países, as queimadas são consideradas a principal fonte emissora de gás
carbônico, um dos causadores do efeito estufa.

A. Todas estão corretas, exceto a III.


B. Estão corretas somente I, II e IV.
C. Estão incorretas somente III e IV.
D. Estão corretas somente I, II e V.
PUPT 2005 QUESTÃO 35
O saíra-sete-cores (Tangara seledon) é uma ave passariforme das florestas brasileiras, sendo
encontrada da Bahia à Santa Catarina. Caracterizada pela grande variedade de cores, tem a cabeça
verde, o peito azul, a nuca verde-amarela, o dorso negro e o abdome laranja. Sobre essa característica,
seguem-se as afirmativas:
I. A variedade de cores consiste num caráter adaptativo de camuflagem.
II. As cores vivas são aposemáticas, indicando perigo.
III. A coloração é importante para reconhecimento e atração sexual entre os indivíduos da espécie.
Estão corretas:
(A) I e II.
(B) I e III.
(C) II e III.
(D) Apenas a III.
(E) Todas as afirmativas.

Resposta: B

PUPT 2005 QUESTÃO 36


Um grupo de biólogos pretende avaliar a contaminação marinha por hidrocarbonetos policíclicos
aromáticos, substâncias lipossolúveis e, potencialmente, carcinogênicas. A alternativa que menciona os
animais a serem escolhidos, preferencialmente, como bioindicadores pelo grupo de biólogos, é:

a) mexilhão e peixes.
b) camarão e mexilhão.
c) camarão e algas.
d) zooplâncton e algas.
e) algas e peixes.

Resposta: A

PUPT 2005 QUESTÃO 37


Em laboratórios de pesquisa é comum realizar-se o cultivo de diferentes microorganismos, como
protozoários e bactérias.
Para tanto, em determinado laboratório preparou-se um meio de cultura estéril (livre de contaminantes),
contendo, inclusive, os fatores nutricionais adequados, os quais foram mantidos durante todo o
experimento. Qual dos períodos considerados no gráfico melhor representa o crescimento geral dessa
população?

a) A
b) B
c) C
d) D
e) E

Resposta: C
PUPT 2005 QUESTÃO 38
É comum na agricultura a realização de rodízio de culturas, sendo plantadas durante certo tempo
apenas leguminosas que enriquecem o solo com produtos nitrogenados. Feita a colheita, o agricultor
passa plantar cereais (arroz, trigo, milho) que se beneficiam destes produtos nitrogenados. Quando
estes começam a se esgotar, o agricultor volta a plantar leguminosas.
Este procedimento é justificado porque as leguminosas:
a) possuem, em suas raízes, fungos capazes de converter o nitrogênio do ar em nitritos.
b) fixam o nitrogênio do ar, utilizando-o para a síntese de aminoácidos.
c) estão associadas a bactérias capazes de converter o nitrogênio do ar em amônia.
d) transformam o nitrogênio do ar em nitratos.
e) possuem, em suas folhas, nódulos formados por bactérias nitrificantes.

Resposta: C

PUPT 2005 QUESTÃO 39


Os elementos químicos estão em constante ciclo na natureza. O ciclo carbono, por exemplo, apresenta,
na atualidade, uma série de questões de grande importância para todos os seres vivos, uma vez que se
percebe um desequilíbrio por acúmulo de gases à base de carbono na atmosfera. São conseqüências
desse desequilíbrio, exceto:
a) Aquecimento global.
b) Acidificação dos ambientes aquáticos.
c) Doenças respiratórias.
d) Efeito estufa.
e) Falta de nutrientes no solo.

Resposta: E

1 PUC-RJ 2002

Embora a continuidade da vida na Terra dependa substancialmente de todo o elenco de características


que definem os sistemas viventes, duas dessas características assumem maior importância para a
preservação da vida no planeta. São elas:
(A) composição química complexa e estado coloidal.
(B) elevado grau de organização e execução das funções vitais.
(C) manutenção da homeostase e alto nível de individualidade.
(D) consumo de energia e renovação contínua da matéria.
(E) capacidade de reprodução e hereditariedade.

Resposta
(E) capacidade de reprodução e hereditariedade.
Assunto: características dos seres vivos.
A reprodução promove, além da multiplicação dos seres vivos, a transmissão das características
desses seres para seus descendentes e possibilita e perpetuação da vida.
9 PUC-RJ 2002
A maior parte da energia usada hoje no planeta é proveniente da queima de combustíveis fósseis. O
protocolo de Kyoto, acordo internacional que inclui a redução da emissão de CO 2 e de outros gases,
demonstra a grande preocupação atual com o meio ambiente. O excesso de queima de combustíveis
fósseis pode ter como conseqüências:
(A) maior produção de chuvas ácidas e aumento da camada de ozônio.
(B) aumento do efeito estufa e dos níveis dos oceanos.
(C) maior resfriamento global e aumento dos níveis dos oceanos.
(D) destruição da camada de ozônio e diminuição do efeito estufa.
(E) maior resfriamento global e aumento da incidência de câncer de pele.

Resposta
(B) aumento do efeito estufa e dos níveis dos oceanos.
Assunto: ecologia - efeito estufa
A queima de combustíveis libera CO2, que, em excesso, pode provocar aumento do efeito estufa,
aumento da temperatura global e, como consequência, derretimento de geleiras e aumento dos níveis
dos oceanos.

10 PUC-RJ 2002
Um dos problemas para a utilização da luz solar como fonte alternativa de energia é a
dificuldade de seu armazenamento. Alguns grupos de seres vivos desenvolveram a
capacidade de armazenar essa energia em compostos orgânicos para utilização em seus
processos metabólicos. O processo de armazenamento dessa energia e exemplos de
grupos capazes de realizá-lo são, respectivamente:

Processos Grupos de seres vivos


(A) Fermentação vegetais e bactérias
(B) Quimiossíntese vegetais e fungos

(C) Fotossíntese bactérias fotossintéticas e fungos

(D) Fotossíntese cianobactérias e vegetais


(E) Respiração vegetais e animais

Resposta
(D) Fotossíntese / cianobactérias e vegetais
Assunto: obtenção de energia pelos seres vivos - fotossíntese
O armazenamento da energia da luz solar em compostos orgânicos, por seres vivos, é feito através do
processo de fotossíntese, e são capazes de realizá-la as cianobactérias, bactérias fotossintética,
protófitos e vegetais (talófitas, briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas).
Parte I: Introdução à Ecologia

1) (PUC-SP) O conjunto do ambiente físico e dos organismos que nele vivem é conhecido como:

a) biótopo
b) ecossistema
c) biomassa
d) bioma
e) comunidade

2) (MOGI) Ao conjunto de indivíduos de diferentes espécies habitando determinada área dá-se o nome
de:

a) ecossistema
b) comunidade
c) população
d) bioma
e) biosfera

3) Com relação aos conceitos de HABITAT e NICHO ECOLÓGICO, marque a opção correta relacionada
abaixo:

a) cobra e gavião ocupam o mesmo habitat.


b) preá e cobra estão no mesmo nicho ecológico.
c) gavião, cobra e preá estão no mesmo nicho ecológico.
d) cobras neste mesmo local ocupam o mesmo nicho ecológico.
e) preás podem ocupar o mesmo habitat, mas têm nichos ecológicos diferentes.

4) O ambiente descrito, com inúmeros animais e vegetais, à beira de um charco de água doce que,
durante o dia, sofre flutuações de temperatura, luminosidade, maior ou menor pH e até alterações de
salinidade, poderá ser classificado como um exemplo de:

a) biosfera
b) biótipo
c) biomassa
d) ecótone
e) ecossistema

5) Suponha que em um terreno coberto de capim gordura vivem saúvas, gafanhotos, pardais, preás e
ratos-do-campo. Nesta região estão presentes:

a) cinco populações.
b) seis populações.
c) duas comunidades.
d) seis comunidades.
e) dois ecossistemas.

6) Indivíduos de diversas espécies, que habitam determinada região, constituem:

a) um bioma.
b) uma sociedade.
c) uma população.
d) uma comunidade.
e) um ecossistema.

7) (UA-AM) A posição de uma espécie num ecossistema ao nível de desempenho funcional chama-se:

a) nicho ecológico d) produtividade primária


b) habitat preferencial e) territorialidade social
c) plasticidade ecológica

8) ( MED. SANTOS) Assinale a alternativa CORRETA:

a) Em Ecologia, a COMUNIDADE inclui grupos de indivíduos de uma mesma espécie de organismos.


b) Em Ecologia, a POPULAÇÃO inclui todos os indivíduos de uma mesma área, pertencentes ou não a
várias espécies.
c) Em Ecologia, o ECOSSISTEMA é a porção da terra biologicamente habitada.
d) Em Ecologia, a BIOSFERA é o conjunto formado pela comunidade de indivíduos vivos e o meio
ambiente inerente.
e) Nenhuma das anteriores.

9) (CESCEM) São ecossistemas todos os exemplos abaixo, EXCETO:

a) uma astronave.
b) uma lagoa.
c) um pasto.
d) uma colônia de corais.
e) o solo.

10) (MED. ABC) Suponha duas plantas pertencentes ao mesmo gênero e vivendo juntas na mesma
área. A espécie A tem raízes que se desenvolvem logo abaixo da superfície e a espécie B tem raízes
profundas. Sobre as duas plantas fazemos as seguintes afirmações:

I - A e B vivem no mesmo nicho ecológico.


II - A e B competem pela água.
III - A e B formam uma população.

Assinale:

a) Apenas I é correta.
b) Apenas II é correta.
c) Apenas III é correta.
d) I, II e III são corretas.
e) Nenhuma é correta.

11) (UERJ) Mergulhando em águas costeiras, encontramos em uma rocha algas, cracas, anêmonas,
estrelas-do-mar e ouriços-do-mar. As algas produzem seu próprio alimento. As cracas ingerem, com
água, seres microscópios que nela vivem. As anêmonas comem pequenos peixes que ficam presos
entre seus tentáculos. As estrelas-do-mar prendem seus “braços” os moluscos contra a rocha e sugam
o animal de dentro da rocha. Os ouriços do mar raspam a rocha com seus “dentes”, alimentando-se de
detritos. Em função do que foi descrito, pode-se afirmar que as algas e os animais citados apresentam
diferentes

a) nichos.
b) habitats.
c) mimetismos.
d) competições.
e) biomas.

12) (SANTA CASA) Os animais marinhos:


-que flutuam e são movidos passivamente pelos ventos, ondas e correntes;
-que nadam livremente por atividade própria;
-que são restritos ao fundo.

a) planctônicos, nectônicos e bentônicos.


b) planctônicos, bentônicos e nectônicos.
c) nectônicos, bentônicos e planctônicos.
d) nectônicos, planctônicos e bentônicos.
e) bentônicos, planctônicos e nectônicos.

Parte I – Introdução à
Ecologia
1- B 2- B 3- A 4- E 5- B 6- D 7- A 8- E 9- D 10- B
11- A 12- A
Parte IV: Dinâmica de Populações

1) (CESCEM) “Em dois hectares de terra, foram plantadas 3.600 mudas de eucalipto.” Qual das
expressões abaixo apresenta um conceito relacionado com essa afirmação?

a) Sucessão ecológica.
b) Competição intra-específica.
c) Densidade de população.
d) Nicho ecológico.
e) Homeostase de populações.

2) (PUC-SP) O tucunaré, peixe trazido da Amazônia para as lagoas de captação das usinas
estabelecidas ou em construção nos rios Paraná, Tietê e Grande, adaptou-se às condições locais e
serviu como elemento de controle das populações de piranhas que ameaçavam proliferar nos
reservatórios das usinas hidrelétricas de Minas Gerais e São Paulo. O mesmo tucunaré terá sua criação
incrementada na barragem de Itaipu, afastando o perigo do domínio das águas do Rio Paraná por
cardumes de piranhas. A relação tucunaré-piranha pode ser considerada como um método de controle
utilizado pelo homem para:

a) aumento de taxa de mortalidade


b) competição intra-específica.
c) variação de nicho ecológico.
d) alteração cíclica da população.
e) controle biológico por predatismo.

3) (CESGRANRIO) O desaparecimento dos morcegos certamente levaria ao desestabelecimento de um


número considerável de ecossistemas, já que esses animais apresentam comportamentos importantes
para a garantia desses sistemas ecológicos.
Como exemplo desse tipo de comportamento dos morcegos só NÃO se pode citar:

a) dispersão de sementes
b) dispersão de pólens
c) predação de fungos
d) predação de insetos
e) disseminação de frutas

4) (CESGRANRIO) “O aumento populacional e a taxa com que ele está ocorrendo fazem temer que,
cedo ou tarde, haverá falta de alimento”.

a) primário
b) secundário
c) onívoro
d) terciário
e) carnívoro

5) (FMU) Em uma comunidade biológica, consideremos:

I – PRODUTORES II – HERBÍVOROS III - CARNÍVOROS

É correto afirmar que:


a) se I e II aumentarem, III diminuirá.
b) se III aumentar, I e II diminuirão.
c) se II diminuir, I aumentará e III diminuirá.
d) se I diminuir, II e III aumentarão.
e) se III aumentar, I e II aumentarão.

6) (FCC) Considere uma cadeia alimentar constituída por fitoplâncton, peixes herbívoros e peixes
carnívoros. Qual das alternativas indica corretamente o que acontece com as outras populações
imediatamente após redução drástica dos peixes carnívoros?

FITOPLÂNCTON PEIXES HERBÍVOROS


a) crescimento crescimento
b) diminuição nenhuma alteração
c) crescimento diminuição
d) diminuição crescimento
e) nenhuma alteração diminuição

7) (UFRN) Entre os fatores que determinam a diminuição da densidade de uma população, podemos
citar:

a) mortalidade e longevidade.
b) imigração e emigração.
c) mortalidade e imigração.
d) imigração e natalidade.
e) emigração e mortalidade.

8) (FCC-BA) Para calcular a densidade de uma população é necessário conhecer o número de


indivíduos que a compõem e:

a) o espaço que ocupa.


b) a taxa de mortalidade.
c) a taxa de natalidade.
d) o número de indivíduos que migram.
e) o número de indivíduos de outras populações da mesma região.

9) (UC-BA) Considere o gráfico abaixo, que representa o crescimento de uma população. Em qual dos
períodos considerados a resistência do meio torna-se igual ao potencial biótico da população?

a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.
10) (FGV-SP) A tabela abaixo indica o que aconteceu com uma população cinco anos seguidos:

Ano Nº de Nº de Nº de Nº de
nascimentos imigrações mortes emigrações
1 200 – 150 80
2 160 10 130 60
3 150 20 100 50
4 140 10 80 30
5 130 10 70 40

0 gráfico que representa a variação do número de indivíduos dessa população é:

11) (Cesesp-PE) Leia com atenção as proposições abaixo:


I. Potencial biótico é a capacidade potencial que tem uma população de aumentar numericamente em
condições ambientais favoráveis.
II. Os fatores que chamamos de resistência do ambiente impedem as populações de crescerem de
acordo com seu potencial biótico.
III. A densidade de uma população independe das taxas de nascimento e mortes, assim como das taxas
de emigração e imigração.

Marque:

a) se todas forem corretas;


b) se nenhuma for correta;
c) se apenas as proposições I e II forem corretas;
d) se apenas as proposições II e III forem corretas;
e) se apenas as proposições I e III forem corretas.
12) (Univ. Fortaleza-CE) A figura seguinte mostra a curva de crescimento de uma população:

Com base nela, fizeram-se as seguintes afirmações:


I . Em A a natalidade e a imigração superam a mortalidade e a emigração.
lI. Em B a mortalidade e a emigração superam a natalidade e a imigração.
lIl. Em C a natalidade e a imigração equilibram a mortalidade e a emigração.

Dessas afirmações:

a) apenas I está correta.


b) apenas II está correta.
c) apenas III está correta.
d) apenas I e II estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.

13) (Cesgranrio-RJ) O gráfico representa as densidades, ao longo do tempo, de duas populações que
vivem em determinada área: uma população de coelhos e outra de gatos -do-mato. Os coelhos servem
de alimento para os gatos–do-mato.

O exame desse gráfico proporcionou três interpretações:


I. A semelhança entre os ciclos das duas populações indica que ambos ocupam o mesmo nicho
ecológico.
lI. A não-coincidência dos ciclos das duas populações mostra que a densidade da população de coelhos
não influencia a densidade da população de gatos-do-mato.
III. Oscilações de populações do tipo representado no gráfico são comuns na natureza, quando se trata
de espécies em que uma serve de presa e a outra é a predadora.

Assinale:

a) se somente I for correta;


b) se somente III for correta;
c) se somente I e III forem corretas;
d) se I, II e III forem corretas;
e) se somente II e III forem corretas.
Parte IV – Dinâmica de
Populações
1- C 2- E 3- C 4- A 5- C 6- D 7- E 8- A 9- E 10- E
11- C 12- E 13- B

Parte V: Ciclos Biogeoquímicos

1) Nos ambientes aquáticos o ciclo do carbono pode


ser esquematizado, simplificadamente, conforme
mostra o esquema abaixo. Estude-o com atenção e
assinale a opção que descreve a participação do
plâncton na(s) etapa(s) A e B:

a) o zooplâncton participa das etapas A e B.


b) o fitoplâncton participa das etapas A e B.
c) o zooplâncton só participa da etapa B.
d) o fitoplâncton só participa da etapa B.
e) o fitoplâncton só participa da etapa A.

2) (CESGRANRIO) Apesar de quase 4/5 da atmosfera serem constituídos de nitrogênio, apenas alguns
seres têm a capacidade de aproveitar o nitrogênio em forma elementar para o seu metabolismo.
Os seres com essa capacidade são classificados entre:

a) bactérias e algas cianofíceas;


b) bactérias e plantas verdes;
c) cianofíceas e protozoários;
d) fungos e protozoários
e) plantas verdes e fungos.

3) (CESGRANRIO) O diagrama a seguir representa etapas do ciclo do carbono num sistema terrestre.

Examinando-o, pode-se dizer que:

a) os vegetais participam apenas da etapa II;


b) os animais participam apenas da etapa I;
c) os vegetais participam apenas da etapa I;
d) os animais participam das etapas I e II;
e) os vegetais participam das etapas I e II.
4) (UFRJ) Uma forma natural de aumentar a quantidade de nitrogênio, disponível no solo sob a forma
de nitratos, é alterar o cultivo de plantas não leguminosas com leguminosas, pois as últimas
apresentam, nas suas raízes, módulos com bactérias capazes de fixar o nitrogênio atmosférico. Estas
bactérias são pertencentes ao grupo:

a) Rhizobium
b) Nitrosomonas
c) Nitrobacter
d) Nitrosococcus
e) Anabaena

5) Os agricultores costumam fazer rodízio de culturas, plantando durante certo tempo apenas
leguminosas que enriquecem o solo com produtos nitrogenados. Feita a colheita, o agricultor passa
plantar cereais (arroz, trigo, milho) que se beneficiam destes produtos nitrogenados. Quando estes
começam a se esgotar, o agricultor volta a plantar leguminosas. Este procedimento é justificado porque
as leguminosas:

a) transformam o nitrogênio do ar em nitratos.


b) fixam o nitrogênio do ar, utilizando-o para a síntese de aminoácidos.
c) são parasitadas por bactérias capazes de converter o nitrogênio do ar em amônia.
d) possuem, em suas raízes, fungos capazes de converter o nitrogênio do ar em amônia.
e) possuem, em suas raízes, nódulos formados por bactérias nitrificantes.

6) (PUC-SP) No ciclo do carbono, quais os processos metabólicos que ocorrem em 1 e 2 ?

a) respiração em 1 e fotossíntese em 2
b) respiração em 1 e decomposição em 2
c) decomposição em 1 e respiração em 2
d) decomposição em 1 e fotossíntese em 2
e) fotossíntese em 1 e decomposição em 2
7) (FCC) Considere o seguinte diagrama:

A importância das bactérias denitrificantes decorre principalmente de sua


ação em:

a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

8) (SÃO CARLOS) O plantio de leguminosas entre outras plantas de cultura e sua posterior
incorporação ao solo é importante porque:

I - diminui a erosão do solo.


II- permite a fixação do nitrogênio do ar.
III- contribui com nutrientes para o solo.

Pode-se afirmar quanto às alternativas acima que:

a) II e III são corretas, mas I é incorreta.


b) I é correta, mas II e III incorretas.
c) As três são corretas.
d) As três são incorretas.
e) II é correta, mas I e III incorretas.

9) (PUCC-SP) Observe o esquema abaixo e as afirmativas que se


seguem:

I. Os elementos químicos, ao contrário da energia, não se perdem


e são constantemente reciclados.
lI. Toda a energia captada pelos produtores volta para o meio físico
sob a forma de calor, e como este não pode ser usado na
fotossíntese, a energia segue em sentido único.
III. A biosfera é um sistema de relações entre os seres vivos e
entre a matéria e a energia que os circundam.
Assinale a alternativa correta:

a) todas estão erradas.


b) I e II estão corretas.
c) II e III estão corretas.
d) I e III estão corretas.
e) todas estão corretas.
10) (Unirio-RJ) As chamadas bactérias fixadoras das raízes de certas leguminosas são úteis à
agricultura porque atuam sobre o solo, contribuindo para:

a) aumentar a acidez.
b) facilitar o arejamento.
c) revolver a terra.
d) enriquecê-lo com sais nitrogenados.
e) eliminar o humo.

11) (Fuvest-SP) A associação de bactérias do gênero Rhizobium com raízes de plantas leguminosas
possibilita a:

a) fixação de nitrogênio.
b) transformação de amônia em nitritos.
c) eliminação de gás carbônico.
d) eliminação de nitrogênio.
e) decomposição de tecidos mortos.

12) (FCC) Geralmente, os fazendeiros não usam adubos nitrogenados nos campos em que cultivam
leguminosas porque estas:

a) não necessitam de nitrogênio para crescer.


b) associam-se a bactérias nitrificantes.
c) fixam amônia do ar.
d) fixam nitratos do solo.
e) transformam nitritos em nitratos.

13) (FCMSC-SP) Bactérias fixadoras de nitrogênio são encontradas em:

a) raizes de milho.
b) folhas de milho.
c) frutos de milho.
d) raízes de feijão.
e) folhas de feijão.

14) (Fuvest-SP) A figura abaixo é um esquema simplificado


do ciclo do carbono na natureza:

Nesse esquema:

a) I representa os seres vivos em geral e II, somente os


produtores.
b) I representa os consumidores e lI, os decompositores.
c) I representa os seres vivos em geral e II, apenas os
consumidores.
d) I representa os produtores e lI, os decompositores.
e) I representa os consumidores e lI, os seres vivos em
geral.
15) (F. Objetivo-SP) O desenho anexo representa, de
maneira simplificada, o ciclo do nitirogênio:

As bactérias dos gêneros Nitrosomonas e Nitrobacter


agem, respectivamente, em:

a) I e II. d) V e IV.
b) II e III. e) VI e VIl.
c) IV e III.

16) (UFES) É preocupação dos ecólogos o fato de que as calotas polares podem vir a sofrer um
processo de descongelamento, em virtude de um aquecimento da atmosfera terrestre. Esse
aquecimento, conseqüência de um desequilíbrio ecológico, decorre de:

a) depósitos de lixo atômico.


b) aumento da taxa de monóxido de carbono na atmosfera.
c) emanações de dióxido de enxofre para a atmosfera.
d) redução da taxa de oxigênio na atmosfera.
e) aumento da taxa de gás carbônico na atmosfera.

17) (UFMT) Baseando-se no esquema a seguir, que é uma


simplificação do ciclo do carbono, pode-se afirmar que A, B e C
representam, respectivamente:

a) respiração, respiração e fotossíntese.


b) respiração, fotossíntese e respiração.
c) fotossíntese, respiração e respiração.
d) respiração, fotossíntese e fotossíntese.
e) respiração, fotossíntese e transpiração.

18) (UFRS) 0 processo vital presente nos ciclos do oxigênio, do


carbono e da água é o de:

a) respiração. d) digestão.
b) transpiração. e) sudação.
c) excreção.

Parte V – Ciclos
Biogeoquímicos
1- B 2- A 3- E 4- A 5- C 6- A 7- D 8- C 9- D 10- D
11- A 12- B 13- D 14- A 15- C 16- E 17- B 18- A
Parte VI: Sucessão Ecológica

1) Suponhamos que o charco onde viva a preá e os outros seres vivos de nossa história, com o
decorrer dos tempos, vá lentamente se modificando. O espelho d’água diminua, pela progressiva
invasão de novas plantas, assoreamento e a instalação de plantas mais duradouras; pelo surgimento
de novos animais e desaparecimento de outros. O cenário se modifica. Esse fenômeno denomina-se:

a) comunidade clímax.
b) comunidade em equilíbrio dinâmico.
c) comunidade em equilíbrio estático.
d) sucessão ecótona.
e) sucessão ecológica.

2) (CESGRANRIO) “Existiu, em uma determinada região, uma lagoa com água límpida contendo
apenas plâncton. O acúmulo de matéria fornecida pelo plâncton permitiu que se formasse um fundo
capaz de sustentar plantas imersas. Surgiram depois, alguns animais que começaram a povoar a lagoa,
e o fundo acumulou detritos e nele se desenvolveram plantas emergentes. A lagoa ficou cada vez mais
rasa. Surgiram os juncos nas margens, que foram “fechando” a lagoa. Ela se transformou num brejo, e
a comunidade que o habitava já era bem diferente. Posteriormente, o terreno secou e surgiu um pasto
que poderá ser substituído, no futuro, por uma floresta”.
Este texto apresenta um exemplo de:

a) irradiação adaptativa
b) dispersão de espécies
c) sucessão ecológica
d) pioneirismo
e) domínio ecológico

3) (PUC-SP) Numa sucessão de comunidade ocorre:

a) constância de biomassa e de espécie.


b) diminuição de biomassa e menor diversificação de espécies.
c) diminuição de biomassa e maior diversificação de espécies.
d) aumento de biomassa e menor diversificação de espécies.
e) aumento de biomassa e maior diversificação de espécies.

4) (UFPA) Quando uma comunidade passa por mudanças gradativas, dando origem a outras mais
complexas, tem-se:

a) um sucessão.
b) um ecótono.
c) uma comunidade clímax.
d) um nicho ecológico.
e) um bioma.

5) (FCMSC-SP) Considere o seguinte processo: numa infusão, predominam primeiramente algas, em


seguida ciliados e finalmente rotíferos. O processo considerado é um caso de:

a) cadeia alimentar.
b) teia alimentar.
c) sucessão.
d) metamorfose.
e). pirâmide de números.

6) (Cesesp-PE) A zona limite entre duas comunidades é designada:

a) nicho ecológico.
b) comunidade clímax.
c) ecese.
d) potencial biótico.
e) ecótono.

7) (UFCE) Observe as frases abaixo, relativas às características de um ecossistema, à medida que a


sucessão caminha para o clímax:

(1) A diversidade em espécies vai aumentando.


(2) Há um aumento nos nichos ecológicos, tornando a teia alimentar mais complexa.
(4) Há um aumento na biomassa total do ecossistema.
(8) O ecossistema tende a uma maior estabilidade ao se aproximar do clímax.
(16) Não há modificação do meio físico do ecossistema nos diferentes estágios da sucessão.

Dê, como resposta, a soma dos números das alternativas corretas.

a) 3 d) 12
b) 4 e) 15
c) 8

8) (UC-MG) A sucessão, num ecossistema, pode ser descrita como uma evolução em direção:

a) ao aumento da produtividade líquida.


b) à diminuição da competição.
c) ao grande número de nichos ecológicos.
d) à redução do número de espécies.
e) à simplificação da teia alimentar.

9) (UMA) 0 gráfico abaixo registra as freqüências de


populações de protozoários cultivados numa infusão de
feno.

Esse gráfico exemplifica:

a) uma colônia.
b) uma associação.
c) uma sucessão.
d) uma migração.
e) um ecótone.
Parte VI – Sucessão
Ecológica
1- E 2- C 3- E 4- A 5- C 6- E 7- E 8- C 9- C

GABARITO

Parte I – Introdução à
Ecologia
1- B 2- B 3- A 4- E 5- B 6- D 7- A 8- E 9- D 10- B
11- A 12- A

Parte II – Cadeias
Alimentares
1- C 2- A 3- E 4- E 5- A 6- C 7- E 8- A

Parte III – Pirâmides


Ecológicas
1- B 2- B 3- C 4- A 5- B 6- B 7- D 8- C 9- A 10- D
11- B 12- C

Parte IV – Dinâmica de
Populações
1- C 2- E 3- C 4- A 5- C 6- D 7- E 8- A 9- E 10- E
11- C 12- E 13- B

Parte V – Ciclos
Biogeoquímicos
1- B 2- A 3- E 4- A 5- C 6- A 7- D 8- C 9- D 10- D
11- A 12- B 13- D 14- A 15- C 16- E 17- B 18- A

Parte VI – Sucessão
Ecológica
1- E 2- C 3- E 4- A 5- C 6- E 7- E 8- C 9- C

Parte VII – Simbioses


1- E 2- B 3- B 4- B 5- A 6- E 7- E 8- A 9- A 10- B
FUVEST 2002 O modo de nutrição das bactérias é muito diversificado: existem bactérias
fotossintetizantes, que obtêm energia da luz; bactérias quimiossintetizantes, que obtêm energia de
reações químicas inorgânicas; bactérias saprofágicas, que se alimentam de matéria orgânica morta;
bactérias parasitas, que se alimentam de hospedeiros vivos. Indique a alternativa que relaciona
corretamente cada um dos tipos de bactéria mencionados com sua posição na teia alimentar.

Resolução
E - As bactérias fotossintetizantes e as quimiossintetizantes são autótrofas e conseqüentemente
produtoras. As bactérias saprofágicas são decompositoras e as parasitas, consumidoras.

FUVEST 2003 O cogumelo shitake é cultivado em troncos, onde suas hifas nutrem-se das moléculas
orgânicas componentes da madeira. Uma pessoa, ao comer cogumelos shitake, está se comportando
como
a) produtor.
b) consumidor primário.
c) consumidor secundário.
d) consumidor terciário.
e) decompositor.
Resolução
C - Por se alimentar da madeira (produtor), o cogumelo é um consumidor primário. O organismo que se
alimentar do cogumelo vai desempenhar o papel de consumidor secundário.
UEPG 2004 18 – No esquema abaixo, que representa uma cadeia alimentar, substitua os números por
indivíduos, e então, com relação ao tipo de nutrição, assinale o que for correto.

01) O número I pode estar representando um produtor.


02) O número IV pode estar representando um carnívoro.
04) O número IV pode ser um onívoro.
08) Os números II e III provavelmente são herbívoros.
16) O número IV não pode ser um decompositor.
11

UEPG 2005 17 – Quanto às relações existentes entre os seres vivos e o meio ambiente em que vivem,
pode-se observar:
01) Enquanto as onças devoram a sua presa, os urubus esperam. As relações ecológicas envolvidas
nessa situação são: predador e parasita.
02) Muitos inseticidas como o DDT foram utilizados indiscriminadamente no controle dos insetos.
Posteriormente perderam muito da sua eficiência porque alguns insetos são portadores de variações
genéticas que condicionam resistência aos inseticidas e que podem ser transmitidos aos seus
descendentes.
04) Quando Alexander Fleming observou em 1927 que o mofo verde, cientificamente conhecido como
Penicillium notatum, impedia o desenvolvimento de colônia de bactérias nas proximidades do seu
micélio, estava diante de um caso de amensalismo chamado de antibiose.
08) Os animais nectônicos nadam livremente por atividade própria, como sucede com os peixes,
cetáceos e moluscos cefalópodes. Os seres bentônicos vivem fixos no fundo dos mares ou se
arrastando sobre ele, em conjunto, formando os bentos.
16) A relação entre abelhas e plantas, cujas flores polinizam, deve ser classificada como inquilinismo.
14

UEPG 2005 20 – A respeito da poluição das massas aquáticas, assinale o que for correto.
01) As bactérias coliformes são usadas como indicadoras de poluição aquática porque só se
desenvolvem em ambiente pouco oxigenado.
02) São medidas importantes para a recuperação dos rios poluídos: substituir detergentes sintéticos por
biodegradáveis, fiscalizar o uso abusivo de agrotóxicos e adubos sintéticos, bem como o lançamento de
resíduos industriais poluentes.
04) Após o lançamento de restos orgânicos na água dos rios, ocorre uma proliferação das algas das
camadas inferiores e rápida multiplicação de bactérias anaeróbias.
08) Quando o impacto poluidor não é muito profundo, o rio consegue recuperar-se graças à sua
capacidade de autodepuração. Em outras situações, é preciso esforço coletivo, envolvendo
comunidade e órgãos públicos, para a recuperação deum rio.
16) O lançamento de esgoto nos rios provoca a morte de muitos peixes por intoxicação e falta de
alimento.
11

QUESTÃO 19 QUESTÃO 28
Analise esta tabela, em que se relaciona a temperatura com a Analise estes gráficos, em que está representado o efeito da
quantidade de oxigênio dissolvido na água: pastagem de uma população
herbívora que se alimenta, preferencialmente, de gramíneas sobre
uma comunidade vegetal:
Os dados dessa tabela NÃO podem ser usados para explicar
A) o predomínio de fermentação anaeróbica em águas a 30º C.
B) a eutrofização rápida em temperaturas acima de 30º C.
C) a morte dos peixes em águas com temperaturas acima de 30º
C.
D) aumento de populações de algas em temperaturas abaixo de
5º C. Considerando-se as informações contidas nesses gráficos e outros
Assunto: Ecologia conhecimentos sobre o
Comentário: Se analisarmos a tabela veremos que a quantidade assunto, é CORRETO afirmar que a pastagem faz diminuir
de oxigênio dissolvida na água é A) os recursos disponíveis para outros herbívoros.
inversamente proporcional à temperatura. Quanto maior a B) a competição entre gramíneas e ervas.
temperatura menor a quantidade de C) a diversidade dessas espécies vegetais.
oxigênio dissolvido. Onde há menor quantidade de oxigênio D) a produtividade das ervas.
predomina a existência de organismos Assunto: Ecologia (Relações ecológicas)
anaeróbicos, pois obtêm energia na ausência de oxigênio. Em Comentário: Podemos observar com o gráfico que na região pastada
temperaturas acima de 30º C aumenta a diversidade de
faz com que a taxa de O2 diminua a níveis tão baixos que espécies de gramíneas e ervas, que a biomassa de gramíneas na
inviabiliza a vida de organismos região pastada permanece a
aeróbicos causando a morte destes. A eutrofização é o aumento mesma da não pastada aumentando a biomassa de erva, portanto
da matéria orgânica de um sua produtividade. Então a
ecossistema aquático, como conseqüência da proliferação de pastagem faz diminuir a competição por espaço, água e alimentos
bactérias aeróbicas, diminuindo o entre as duas espécies
nível de oxigênio. Posteriormente há formação de bactérias vegetais.
anaeróbicas. Resposta: Letra B
Resposta: Letra D
01. Um dos principais problemas causados pelo desmatamento 02. As atividades econômicas na região amazônica, particularmente
descontrolado da floresta amazônica é a pecuária e o cultivo de soja, são responsáveis pela
(A) o aumento acelerado da erosão dos solos da região em redução de enormes áreas de florestas. Que alternativa apresenta
conseqüência da eliminação da vegetação nativa. uma conseqüência irreversível decorrente da falta da
(B) a queda da temperatura local em virtude da abertura de floresta original?
grandes clareiras na floresta tropical. (A) Redução da biodiversidade, pois muitas espécies, ainda
(C) o aumento da concentração de CO2 na atmosfera em conseqüência do desconhecidas, desaparecerão.
aumento da atividade fotossintética. (B) Redução da vazão dos grandes rios da região, devido ao
(D) a queda nos preços da madeira para mobiliário em virtude acúmulo de madeira no seu curso.
do aumento da oferta de madeira cortada nas regiões invadidas pela soja. (C) Redução da erosão do solo, graças ao aumento da produtividade
(E) a diminuição dos níveis de poluição da água dos rios próximos às agrícola da região.
lavouras em conseqüência da substituição de espécies nativas por (D) Aumento do número de espécies na região, pois a pecuária
monoculturas. e a soja atraem novos seres vivos para a área.
(E) Aumento da intensidade das chuvas que caem na região,
1 -A gerando grandes alagamentos.
2 -A
03. O texto a seguir, escrito em 1993, faz um alerta para os perigos do 7. O tipo mais comum de poluição de um corpo hídrico é
desmatamento da Amazônia. causado por substâncias que são decompostas por organismos
O desmatamento na Amazônia brasileira já representa uma contribuição vivos que podem consumir o oxigênio dissolvido em suas águas
significativa ao efeito estufa, promovido por alguns gases presentes na (substâncias biodegradáveis). Por outro lado, existem
atmosfera, entre os quais destacam- se o dióxido de carbono (CO2), o substâncias que resistem à
metano (CH4) e o óxido nitroso (N2O), todos produzidos pelo biodegradação, mantendo-se inalteradas ao longo do processo
desmatamento. Cálculos do IPCC indicam que, se continuarem as de autodepuração. Sofrem diluição, depositamse e mantêm-se
tendências atuais de liberação desses gases, a população mundial ativas nos lodos do fundo dos rios. O esgoto doméstico
experimentará, no século XXI, fortes impactos implicando na morte de contribui significativamente na
milhões de pessoas em todos os continentes. degradação de um corpo hídrico, como o rio Tietê, hoje
O efeito estufa, citado no texto, é um processo que provoca considerado um esgoto a céu aberto na região da grande São
(A) o aumento da entrada de raios ultravioleta na atmosfera, o que Paulo. Pode-se então contribuir para amenizar o processo de
ocasionará uma alta incidência de câncer de pele na população. degradação desse rio,
(B) o aumento da temperatura média global, uma vez que as altas taxas (A) despejando mais substâncias biodegradáveis no
de alguns gases atmosféricos impedirão a saída de calor para o espaço. esgoto.
(C) o aumento da taxa de poluentes, que aumentará a taxa de doenças (B) esperando que a natureza se encarregue de limpar
respiratórias na população, devido à falta das grandes árvores que o rio.
formam a floresta. (C) diminuindo o consumo de produtos como xampu
(D) a diminuição do nível dos oceanos e dos grandes reservatórios e detergentes.
de água doce, o que aumentará a área dos desertos e regiões áridas já (D) despejando mais substâncias sintéticas no esgoto.
existentes. (E) esperando que o rio se recupere até a sua foz, por
(E) a diminuição das áreas agrícolas disponíveis para a produção de decantação.
alimentos, pois os solos serão contaminados com os resíduos produzidos
pelas constantes chuvas ácidas.
R–C
3-B

8. A morte de um rio pode ter várias causas como, por 9. Uma comunidade de uma determinada cidade resolveu
exemplo, os desmatamentos nas nascentes, o assoreamento adotar um rio para que ele continue sendo vital ao ecossistema
de suas margens e lançamentos de esgotos e efluentes. Para de sua região. Para identificar os passos a serem dados visando
evitá-la, muitos projetos para à elaboração de um plano de recuperação de um rio, é
a preservação de suas nascentes têm sido desenvolvidos no necessário verificar as seguintes possibilidades:
Brasil. I. Água Verde: pode significar algas demais na água; isso
Dentro das concepções de desenvolvimento sustentável, torna difícil a existência de qualquer outra vida no rio.
esses projetos II. Água Turva: terra demais na água; isso torna difícil a
(A) justificam-se, pois a devastação das matas nativas respiração dos peixes.
prejudica a capacidade de infiltração da água no solo, III. Cheiro de ovo podre: esgotos podem estar sendo
provocando erosões e assoreamentos. descarregados no rio.
(B) são fundamentais, pois a contaminação de uma IV. Camada laranja ou vermelha sobre a água: pode
nascente leva à contaminação de todo o rio. indicar que uma fábrica está despejando poluentes no rio.
(C) precisam obrigatoriamente ser documentados, V. Espumas ou bolhas na água: podem ser o sinal de um
pois as nascentes são patrimônio histórico e vazamento de sabão de residências ou fábricas.
cultural da humanidade. (Adaptado de: 50 pequenas coisas que você pode fazer para
(D) não devem ocorrer, quando houver prejuízo salvar a Terra, Rio de Janeiro: Record, s/d. p. 94)
financeiro para o país e seus empresários. Identifique a alternativa que apresenta uma proposta adequada
(E) podem impedir o desenvolvimento econômico e para melhorar a vida de um rio.
financeiro de uma região. (A) Para combater as algas mencionadas no item I, é preciso
derramar grande quantidade de óleo diesel a fim de eliminá-las.
8 -A (B) Para diminuir a quantidade de terra na água, conforme o
item II, torna-se importante plantar mais plantas nativas nas
margens a fim de evitar
a erosão.
(C) O problema descrito no item III pode ser facilmente
resolvido, colocando-se água sanitária nas margens do rio.
(D) O problema presente no item IV somente poderá ser
solucionado com uma proposta apresentada à Câmara
Municipal de retirar as indústrias da
cidade.
(E) Com o objetivo de resolver a situação presente no item V,
deve-se substituir o consumo de sabão por detergente líquido.
9-B
12. Para garantir que a água fornecida para a 13. Após o processo de clarificação, a água ainda não
população de uma cidade seja potável, é necessário está pronta para ser usada. Para garantir a qualidade da
que ela passe por um tratamento. água, é feita a cloração, acerto de pH e a fluoretação.
Esses processos têm como objetivos, respectivamente,
(A) desinfetar, melhorar o sabor e neutralizar a acidez
da água.
(B) melhorar o sabor, neutralizar a acidez e desinfetar
a água.
(C) melhorar a saúde bucal da população, desinfetar e
neutralizar a acidez da água.
(D) desinfetar, neutralizar a acidez da água e melhorar
a saúde bucal da população.
(E) melhorar o sabor e desinfetar a água e melhorar a
saúde bucal da população.

Sobre as etapas 1, 2 e 3 do tratamento da água, são 13 – D


feitas as seguintes afirmações:
I. No processo de floculação, por meio da adição 14. Estudos realizados em 1995 indicam que 12% dos peixes,
de sulfato de alumínio, ocorre formação de flocos de amostra proveniente da região do rio Tapajós, apresentam
onde as sujeiras vão se aglutinar. concentrações de mercúrio superiores ao valor–limite
II. Na decantação, os flocos com a sujeira são estabelecido pela Organização Mundial de Saúde.
depositados no fundo do decantador. Em comunidades ribeirinhas do Tapajós, pesquisas
III. Tanto a decantação como a floculação eliminam constataram a presença de mercúrio em níveis elevados, a
todos os flocos com as sujeiras aglutinadas. partir de amostras de cabelo dos habitantes que consomem
IV. Na filtração, a água passa por diversas camadas peixe. Em Minamata, no Japão, onde também ocorreu esse tipo
filtrantes, eliminando assim os flocos com as de contaminação, os estudiosos levantaram cinco estágios
sujeiras menores. desse processo:
V. As etapas de floculação, decantação e filtração, I. contaminação ambiental pelo vapor de mercúrio;
apenas clarificam a água. II. contaminação do solo;
São corretas apenas as afirmações III. origem de mercúrio orgânico - mercúrio que se incorpora às
(A) I, II e IV. cadeias carbônicas – formando compostos que se concentram
(B) I, II e V. na cadeia alimentar
(C) I, II, IV e V. aquática;
(D) I, II, III e V. IV. acúmulo do mercúrio no organismo humano devido à
(E) II, III, IV e V. ingestão de peixes;
saúde bucal da população. V. aparecimento de sinais e sintomas da doença.
<http://www.canalciencia.ibict.br/pesquisas/pesquisa.php?ref_pesquisa=168>
Acesso em: 10 ago. 2006.
12 - C A partir dessas informações, é possível concluir que, na região
do rio Tapajós, a contaminação máxima já pode ser verificada
por aspectos citados no estágio:
(A) I.
(B) II.
(C) III.
(D) IV.
(E) V.

14 – D
15. A produção de papel consome muita água e produz
resíduos que potencialmente podem contaminar um corpo
hídrico.
Por outro lado, na fabricação de uma tonelada de papel, a
partir de papel usado, o consumo de água é muitas vezes
menor e o consumo de energia é cerca da metade.
Sobre a reciclagem do papel pode-se afirmar que
I. não traz nenhum benefício social, pois diminui a
oferta de mão-de-obra.
II. diminui o consumo de matéria-prima, o que
significa menos árvores a serem cortadas.
III. diminui o consumo de água e também a produção
dos resíduos que podem poluir um corpo hídrico.
IV. não é considerável a economia de recursos
naturais, tanto de água como de matéria-prima.
São válidas as afirmações
(A) I e III, apenas. (D) II e IV, apenas.
(B) I e IV, apenas. (E) I, II, III e IV.
(C) II e III, apenas.
15 - C
1) (CEFET-2003) Em ecologia, as populações e comunidades estão em 5) (UFMG) Uma população de insetos apresentava distribuição fenotípica
equilíbrio, mas existem como mostra a figura I .
fatores que controlam o tamanho destes níveis ecológicos. Portanto é Após a introdução de um predador, essa população passou a apresentar a
correto afirmar que: distribuição mostrada na
A) O potencial biótico aumenta a densidade da população em condições figura II.
ambientais favoráveis
(reprodução e defesa).
B) As taxas de emigração e de mortalidade aumentam a densidade de uma
população.
C) A resistência ambiental e a taxa de imigração aumentam a densidade da
população.
D) A temperatura, a umidade do ar, as bactérias e a luminosidade são
fatores abióticos do
ecossistema.
2) A rêmora (ou peixe piloto) possui um apreensório dorsal que lhe permite
pegar carona em
tubarões. Assim, pode usufruir da proteção e dos restos de peixes deixados Com base nas informações e em seus conhecimentos, você pode afirmar
pelos mesmos. A relação que:
descrita acima é denominada: A) a pressão do predador favoreceu a diversidade fenotípica da população
A) mutualismo de insetos.
B) comensalismo B) a população de insetos tornou-se mais vulnerável às variações
C) amensalismo ambientais.
D) competição C) a pressão do predador causou um aumento na variabilidade genética da
3) (UFMG) Este gráfico representa o número de indivíduos por espécie população de insetos.
versus o número de D) a população de insetos mostrou capacidade adaptativa.
espécies em quatro áreas ( I, II, III e IV ) do mesmo tamanho, num 6) (UFMG) Uma semente de roseira plantada num vaso com 2 kg de terra se
ecossistema de cerrado. transforma, em dois
anos, em uma planta de 800g. Esse aumento de peso deve-se principalmente
à absorção de
A) matéria orgânica.
B) gás carbônico.
C) nitrogênio.
D) fósforo.
7) (UFMG) Observe a cadeia alimentar representada na figura.

Com base nos dados, todas as alternativas são corretas, EXCETO:


A) A área I apresenta maior número de indivíduos.
B) A área II pode estar em processo de sucessão.
C) A área III pode possuir espécies com risco de extinção.
D) A área IV apresenta maior biodiversidade. Todas as alternativas apresentam métodos que podem ser usados para
4) (UFMG) Observe os gráficos referentes às curvas de crescimento determinar essa cadeia alimentar, EXCETO:
populacional de duas espécies. A) Análise do conteúdo estomacal logo após a refeição.
O gráfico I representa o crescimento populacional dessas espécies criadas B) Observação direta da cadeia alimentar dos indivíduos de cada nível
isoladamente. O gráfico trófico.
II representa o crescimento populacional dessas espécies, reunidas numa C) Medida da biomassa de cada nível trófico.
mesma cultura. D) Uso de carbono radioativo como marcador de moléculas orgânicas.
8) (UFMG) O impacto ambiental resultante do turismo praticado em áreas
protegidas cria situações
cujas conseqüências são desastrosas para a natureza e, por isso mesmo,
devem ser controladas, a
fim de se evitar um mal maior. Todas as alternativas apresentam situações
desse tipo e suas conseqüências,
EXCETO:
A) Circulação de carros Compactação do solo e ruídos estressantes para
os animais.
B) Introdução de animais exóticos Competição com espécies nativas.
C) Coleção de animais, plantas e rochas Danificação de atrativos
Com base na comparação dos dois gráficos, pode-se afirmar que a provável naturais.
relação ecológica entre as duas espécies seria melhor definida como: D) Pesca com vara Extinção de espécies de peixes.
A) inquilinismo. 9) (CEFET-2005) Os seres vivos estão todos ligados entre si, sendo
B) competição. influenciados uns pelos outros.
C) protocooperação. Esses seres formam um (a):
D) comensalismo. A) bioma
B) população
C) comunidade
D) ecossistema
10) (CEFET-2002) Os inseticidas poluem o meio ambiente e matam 17) É CORRETO afirmar que a presença de lagartas em espigas de milho
também animais úteis. Em vez de inseticidas, os agricultores de se deve:
Pernambuco estão usando um fungo para combater um inseto, o moleque- A) ao processo de geração espontânea comum aos invertebrados
de-bananeira, que estava destruindo suas plantações de banana. O termo B) a transformação dos grãos em lagartas
que melhor traduz o expresso no texto acima é: C) ao desenvolvimento de ovos depositados por borboletas
A) relação ecológica D) ao apodrecimento do sabugo e dos grãos
B) nível ecológico 18) (UFMG) Com frequencia, agricultores tem utilizado queimadas como
C) controle biológico recurso na preparação do
D) nicho ecológico solo para o plantio. É CORRETO afirmar que o uso sistemático dessa
11) (CEFET-2003) Sobre a poluição ambiental, assinale a opção conduta não é indicado,
INCORRETA: principalmente porque:
A) Chuvas ácidas podem ser causadas pelo acúmulo de SO2 na atmosfera. A) retira a água do solo
B) O gás carbônico (CO2) e o gás metano (CH4) estão entre os principais B) destrói microorganismos do solo
gases causadores do efeito estufa. C) impermeabiliza o solo
C) O monóxido de carbono(CO) é o principal responsável pela destruição D) dificulta a aeração do solo.
da camada de ozônio. 19) (CEFET) A relação entre alguns mamíferos e certos pássaros que se
D) O despejo de esgotos em lagos, rios e mares podem levá-los a alimentam de carrapatos e
eutrofização. outro parasitas que vivem no dorso daqueles é denominada:
12) (UFMG) Leia atentamente o texto. A) mutualismo
O crescimento da raça humana alterou a biosfera de várias maneiras. B) parasitismo
Infelizmente essas mudanças geralmente foram para pior. Reduzimos a C) comensalismo
produtividade primária mundial, praticamente monopolizamos a cadeia D) protocooperação
alimentar, provocamos todos os tipos de extinção de espécies de plantas e 20) Biótopo é o conjunto:
animais. Influenciamos a maneira como as florestas regulam o ciclo da A) formado por fatores químicos e físicos de uma região na qual vivem
água, como as terras úmidas filtram os poluentes e como a camada de diversas populações em
ozônio filtra os raios ultravioletas. interação
Do ponto de vista biológico, esse texto contém várias incorreções quanto B) de regiões da Terra em que há seres vivos
aos conceitos apresentados. Considerando as seguintes afirmativas, todas C) de populações de diferentes espécies que convivem em determinada
retiradas do texto, assinale a única CORRETA. região
A) Influenciamos a maneira como as florestas regulam o ciclo da água... D) das interações alimentares em um determinado ecossistema.
B) O crescimento da raça humana alterou a biosfera... 21) (CFO – 2002) A “rocha nua” é um ambiente bastante árido porque logo
C) ...provocamos todos os tipos de extinção de espécies de plantas e a água da chuva se
animais. evapora ou dela escorre. A espécie pioneira de viver nesse habitat é o líquen.
D) Reduzimos a produtividade primária mundial... O líquen possui
13) (CEFET-2001) O DDT (dicloro-difenil-tricloroetano) é um inseticida grande capacidade de retenção de água o que lhe permite viver em
que se acumula nos organismos ao longo das cadeias alimentares. Na ambientes secos. Podemos
cadeia alimentar abaixo representada, marque a opção em que haverá maior afirmar que o líquen é resultante de uma relação ecológica citada abaixo:
concentração de DDT. A) Protocooperação.
B) Amensalismo.
C) Comensalismo.
A) Peixes D) Mutualismo.
B) Zooplâncton 22)(CFO – 2002) Entre uma Floresta e um Cerrado há uma região onde
C) Águias vivem várias espécies de
D) Fitoplâncton árvores e de mamíferos os quais fazem parte de um e de outro ambiente,
14) (CEFET-2002) No Brasil, algumas estimativas indicam que mais de respectivamente.A
duzentas espécies de animais estão seriamente ameaçadas de extinção. denominação correta para esta região é:
O homem NÃO interfere como agente causador na A) Ecótono.
A) caça indiscriminada B) Sucessão primária.
B) devastação de matas C) Ecese.
C) drenagem de pântanos D) Comunidade clímax.
D) seleção natural 23) (CFO – 2005) Considere as afirmações abaixo sobre os grupos das algas
15) Plantas parasitas e hemiparasitas caracterizam-se por: e dos liquens.
A) serem sempre aclorofiladas I- As algas planctônicas marinhas constituem a principal fonte alimentar
B) possuírem raízes que asfixiam a planta hospedeira para a maioria dos
C) tirarem seiva dos vasos condutores de outras plantas animais que habita as águas profundas.
D) possuírem raiz, caule e folhas. II- O fitoplâncton é responsável por grande parte do oxigênio produzido
16) (UFMG) Os nódulos formados nas raízes das leguminosas resultam da pelos vegetais.
colonização por III- As algas e liquens podem ser excelentes bioindicadores,
bactérias fixadoras de nitrogênio. Devido a presença desses nódulos nas respectivamente, da qualidade das
raízes, as sementes de leguminosas, águas e da qualidade do ar.
como a soja, por exemplo, são boas armazenadoras de: Quais estão CORRETAS?
A) amido A) Apenas II
B) carboidratos B) Apenas III
C) lipídios C) Apenas I e II
D) proteínas. D) Apenas II e III
24) (CFO – 2000) O Pantanal é a maior planície alagada do planeta e tem 30)(UEMG-2001) O uso abusivo de energia elétrica, no Brasil, tem
uma das maiores demandado cada vez mais o aumento de sua produção. Todas as alternativas
concentrações de animais e plantas, incluindo 656 espécies de aves abixo se configuram como impactos ambientais diretos, conseqüentes de
enquanto há 500 espécies na nossa principal forma de produção de energia elétrica, EXCETO:
América do Norte. Para evitar que todo esse fantástico ecossistema seja A) Inundações de áreas florestais ou agrícolas, que causam alterações
ameaçado é importante químicas e físicas no meio aquático.
evitar todos os processos abaixo, EXCETO: B) Aumento expressivo da diversidade de insetos da região.
A) garimpos e uso do mercúrio C) Proliferação de alguns insetos transmissores de doenças, em
B) pesca predatória conseqüência da formação de brejos.
C) desmatamento do planalto D) Modificações nos ecossistemas, que afetam as interações entre a flora e
D) aumento da biodiversidade fauna silvestre das regiões onde a energia é produzida.
25) (CFO – 2000) Quando você passa pelas ruas da cidade grande e não 31) (UFMG-2002) Analise este gráfico, em que está representada a
consegue encontrar líquens flutuação do número de indivíduos de determinada população característica
nos troncos das árvores, você conclui, EXCETO: da região do cerrado mineiro:
A) São parasitas de árvores e fazem associação com as mesmas.
B) A poluição mais acentuada está relacionada com SO2
C) São organismos sensíveis as substâncias tóxicas que absorvem.
D) Está havendo alto índice de poluição gasosa.
26) Um criador de peixe nunca coloca muita comida no aquário porque:
A) as bactérias consumirão o oxigênio
B) mata as algas produtoras de alimento
C) os peixes não podem crescer muito
D) turva a água e a visão dos peixes
27) (UEMG – 2003) Os corais verdadeiros são cnidários antozoários. Os
cnidários que formam os
recifes coralíneos, em sua maioria, podem ocupar diferentes níveis tróficos Da análise desse gráfico, pode-se concluir que se trata de uma população de:
na cadeia alimentar do A) ervas com fotoperíodo de dias curtos.
ecossistema a que estão integrados. Os corais podem alimentar-se das algas B) insetos cuja eclosão dos ovos depende de noites frias.
que vivem associadas a C) peixes que se reproduzem quando existem fortes correntezas.
eles, do zooplancton ou ainda das fezes de alguns peixes. Nos 3 exemplos D) répteis cujas crias dependem de ambiente seco.
de alimentação citados, 32) (UFMG-2002) Pesquisando algumas cavernas em Minas Gerais,
os corais ocupam, respectivamente, os seguintes níveis tróficos: biólogos observaram que a freqüência de peixes cegos – mutantes – era
A) Produtores, consumidores primários e consumidores secundários. muito maior dentro que fora delas. Esse fato explica-se, provavelmente,
B) Consumidores primários , consumidores secundários e detritívoros. porque :
C) Consumidores primários , consumidores terciários e decompositores. A) as mutações para a cegueira ocorrem com maior freqüência no interior
D) Produtores, consumidores primários e decompositores. das cavernas.
28)(UEMG – 2005) “Problemas atmosféricos são um mal que vem B) os peixes cegos são mais predados fora das cavernas que no interior
assolando a humanidade, como delas.
por exemplo, o buraco na camada de ozônio.” Só NÃO é conseqüência do C) os peixes mutantes perderam a capacidade de enxergar por viverem no
problema acima escuro.
representado: D) os peixes não-mutantes morrem mais freqüentemente no interior das
A) Inundação de cidades litorâneas. cavernas.
B) Aumento da incidência de câncer de pele. 33) (UFMG-2002) Observe esta figura, em que está representada a
C) Interrupção do processo fotossintético das plantas. longevidade média de vários animais:
D) Aumento do numero de casos de cataratas em humanos.
29)(UEMG-2000) Curiosa relação ecológica ocorre entre leões, zebras e
hienas. Os leões matam as
zebras e as devoram, enquanto as hienas ficam espreitando. Quando está
saciado, o bando de leões
sai, deixando os restos de sua presa, que são rapidamente devoradas pelas
hienas.
A opção que completa corretamente o quadro referente aos tipos de relações
ecológicas relatadas é:

Os animais de vida curta diferem dos de vida longa por todas as seguintes
características,
EXCETO:
A) Maior número de indivíduos nas populações
B) Menor número de células
C) Menor taxa metabólica
D) Menor tempo de gestação
34) (UFMG-2003) Para minimizar o uso de inseticidas sintéticos na 39)(UFMG-2005) No trajeto de um rio, localizou-se um ponto de despejo
fruticultura e atender às normas de segurança alimentar da FAO (Food and de esgoto doméstico,
Agriculture Organization), estão sendo implantadas biofábricas. de controle como mostrado nesta figura:
de pragas no Nordeste do Brasil. Essas biofábricas podem adotar todas as
seguintes tecnologias, EXCETO:
A) Produção de parasitas das pragas
B) Extração de inseticidas naturais
C) Criação de comensais das pragas
D) Produção de machos estéreis das pragas
35) (UFMG-2003)Em todas as alternativas, diferentes tipos de radiação
estão corretamente associados a fenômenos biológicos, EXCETO em:
A) Radiação ultravioleta participa do bronzeamento e da produção de Para avaliar-se a extensão das conseqüências desse despejo, foram feitas a
vitamina D na pele. medição do oxigênio
B) Ondas de rádio orientam as rotas de aves migradoras. dissolvido e a contagem das bactérias encontradas em amostras de água
C) Luz visível desencadeia o processo de crescimento das plantas. coletadas nos pontos I, II,
D) Radiação infravermelha emitida pela presa é percebida por órgãos III e IV. Considerando-se essa situação, é CORRETO afirmar que, entre as
sensoriais das cobras. seguintes previsões, a
36) (UFMG-2003) Muitos agricultores têm abandonado o plantio nas mais provável é a de que:
encostas das serras devido à dificuldade de máquinas agrícolas modernas A) o número de bactérias será igual nos pontos I e II.
trabalharem em terras íngremes. Observa-se, em vários desses locais, a B) a taxa de oxigênio no ponto III será menor que no ponto II.
recuperação de florestas, inclusive de trechos de Mata Atlântica, graças ao C) o número de bactérias no ponto IV será maior que no ponto II.
processo representado nesta figura: D) a taxa de oxigênio será semelhante nos pontos I e IV.
40)(UFMG-2005) Observe este mapa, em que estão demarcados alguns dos
tipos de biomas do
Brasil:

Considerando-se o processo de recuperação dessas áreas, é CORRETO


afirmar que:
A) os ciclos do carbono e do nitrogênio são mais demorados no final desse
processo.
B) esse processo começa com espécies pioneiras que produzem poucas
sementes.
C) a biomassa e a taxa de respiração, no início da recuperação, são maiores
que no final.
D) o tempo necessário para a recuperação da floresta é de,
aproximadamente, cinco anos.
37) (UFMG-2004) Todas as alternativas apresentam situações em que
morcegos, golfinhos e algumas aves utilizam o sistema acústico de
orientação espacial por ressonância, EXCETO:
A) Capturar presas. Cada um dos biomas demarcados apresenta vegetação característica,
B) Escapar de ambientes iluminados. relacionada com o ambiente
C) Evitar ataque de predadores. onde é encontrada. Considerando-se essas informações, é CORRETO
D) Impedir colisões afirmar que a vegetação
38)(UFMG-2004) Observe esta seqüência de ambientes numerados de I a característica de grande parte dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso e
IV: Goiás consiste em:
A) árvores muito espaçadas; ervas com caules subterrâneos, raízes
superficiais e folhas estreitas.
B) árvores baixas, espaçadas e com raízes profundas; arbustos com raízes
armazenadoras e folhas
grandes e duras.
C) árvores em número reduzido, com caules lenhosos e grossos; arbustos
suculentos, com folhas
reduzidas.
D) árvores com troncos finos e pouco ramificados; e outras com raízes
suporte e folhas grandes, de
pontas afiladas.
41)(UFMG-2005) Com freqüência, agricultores têm utilizado queimadas
como recurso na
preparação do solo para o plantio.É CORRETO afirmar que o uso
Considerando-se as características desses ambientes, é CORRETO afirmar sistemático dessa conduta não é
que o parâmetro que indicado, principalmente porque:
aumenta na seqüência indicada é a: A) retira a água do solo.
A) concentração de CO 2 atmosférico. B) destrói microorganismos do solo.
B) diversidade de nichos ecológicos. C) impermeabiliza o solo.
C) temperatura média anual. D) dificulta a aeração do solo.
D) velocidade de evaporação da água de chuva.
5. O esquema representa o ciclo do elemento nitrogênio.

a) Explique de que maneira os animais obtêm nitrogênio para a fabricação


de suas substâncias orgânicas.
b) Em quais dos processos indicados por letras (A, B, C, D e E) participam
bactérias?
c) Qual a importância do processo E para a continuidade da vida?
Resolução
a) Os animais obtêm nitrogênio para a fabricação de substâncias
orgânicas por intermédio da nutrição.
b) Em todos os processos observados, tem-se a participação de bactérias.

c) No processo E, observa-se a realização da decomposição da matéria


orgânica, fenômeno responsável pela reciclagem da matéria na natureza.
da célula.
6.A tabela a seguir mostra medidas, em massa seca por metro quadrado 03 As crescentes emissões de dióxido de carbono (CO2), metano (CH4),
(g/m2), dos componentes de diversos níveis tróficos em um dado óxido nitroso (N2O), entre outros, têm causado sérios problemas
ecossistema. ambientais, como, por exemplo, a intensificação do efeito estufa. Estima-se
que, dos 6,7 bilhões de toneladas de carbono emitidas anualmente pelas
atividades humanas, cerca de 3,3 bilhões acumulam-se na atmosfera, sendo
os oceanos responsáveis pela absorção de 1,5 bilhão de toneladas,
enquanto quase 2 bilhões de toneladas são seqüestradas pelas formações
vegetais.
Assim, entre as ações que contribuem para a redução do CO2 da atmosfera,
estão a preservação de matas nativas, a implantação de reflorestamentos e
de sistemas agroflorestais e a recuperação de áreas de matas degradadas.
O papel da vegetação, no seqüestro de carbono da atmosfera, é:
a) diminuir a respiração celular dos vegetais devido à grande
a) Por que se usa a massa seca por unidade de área (g/m2), e não a massa disponibilidade de O2 nas florestas tropicais.
fresca, para comparar os organismos encontrados nos diversos níveis b) fixar o CO2 da atmosfera por meio de bactérias decompositoras do solo e
tróficos? absorver o carbono livre por meio das raízes das plantas.
b) Explique por que a massa seca diminui progressivamente em cada nível c) converter o CO2 da atmosfera em matéria orgânica, utilizando a energia
trófico. da luz solar.
c) Nesse ecossistema, identifique os níveis tróficos ocupados por cobras, d) reter o CO2 da atmosfera na forma de compostos inorgânicos, a partir de
gafanhotos, musgos e sapos. reações de oxidação em condições anaeróbicas.
Resolução e) transferir o CO2 atmosférico para as moléculas de ATP, fonte de energia
a) A massa fresca representa a massa dos indivíduos hidratados. A para o metabolismo vegetal.
quantidade de água pode sofrer grandes variações, enquanto a massa seca
não sofre alterações.
b) A massa seca representa, principalmente, a matéria orgânica, que R-C
diminui, progressivamente, dos produtores para os consumidores.
c) Musgos: produtores. Gafanhotos: consumidores primários.
Sapos: consumidores secundários.
Cobras: consumidores terciários.
81 “Para compor um tratado sobre passarinhos é preciso por primeiro que
haja um rio com árvores e palmeiras nas margens.
E dentro dos quintais das casas que haja pelo menos goiabeiras.
E que haja por perto brejos e iguarias de brejos.
É preciso que haja insetos para os passarinhos.
Insetos de pau sobretudo que são os mais palatáveis.
A presença de libélulas seria uma boa.
O azul é importante na vida dos passarinhos porque os passarinhos
precisam antes de ser belos ser eternos. Eternos que nem uma fuga de
Bach.”
De passarinhos. Manoel de Barros
No texto, o conjunto de elementos, descrito de forma poética em relação
aos passarinhos, pode ser associado, sob o ponto de vista biológico, ao
conceito de:
53- As geleiras da foto acima podem ser utilizadas a) bioma.
como indicadores da tendência de aumento das b) nicho ecológico.
temperaturas globais, pois c) competição.
a) o maior aporte de sedimentos nas partes baixas das geleiras representa d) protocooperação.
aumento da precipitação pluvial em detrimento da precipitação nival e) sucessão ecológica.
(niveal).
b) o maior aporte de água doce no mar interfere nas temperaturas e pode ser
calculado a partir da retração dos lagos glaciais. R–B
c) a área de recuo do gelo indica aumento de temperatura e pode ser
identificada pela maior exposição dos depósitos glaciais típicos.
d) a maior precipitação nival (niveal) representa desequilíbrio nas
temperaturas globais e pode ser identificada pelo aumento dos icebergs.
e) a ampliação de escavação dos vales glaciais pode ser precisamente
medida, indicando desequilíbrio nas temperaturas globais.

R-C
82 As bactérias diferem quanto à fonte primária de energia para seus 83 Considerando os grandes grupos de organismos vivos no planeta –
processos metabólicos. Por exemplo: bactérias, protistas, fungos, animais e plantas –, em quantos deles existem
I. Chlorobium sp. utiliza energia luminosa. seres clorofilados e fotossintetizantes?
II. Beggiatoa sp. utiliza energia gerada pela oxidação de compostos a) um.
inorgânicos. b) dois.
III. Mycobacterium sp. utiliza energia gerada pela degradação de compostos c) três.
orgânicos componentes do organismo hospedeiro. d) quatro.
Com base nessas informações, indique a alternativa que relaciona e) cinco.
corretamente essas bactérias com seu papel nas cadeias alimentares de que
participam. R–C

R-E
TEXTO 01 38) Organismos que desempenham um papel na
“Do ponto de vista ambiental, as hidrelétricas sempre foram consideradas efetivação dos ciclos da matéria têm excepcional
um modelo de geração de energia limpa, enquanto as termoelétricas lideram
o grupo de usinas mais poluentes. Um trabalho realizado recentemente no capacidade de dispersão. Matéria orgânica usada
país demonstra que nem sempre isso é verdade. Depois de analisarem o como substrato, umidade e ausência ou baixa
impacto ambiental de algumas hidrelétricas brasileiras, os especialistas intensidade de luz são as
responsáveis pelo estudo chegaram à conclusão de que 40% delas emitam condições requeridas para um bom desenvolvimento da maioria das
uma quantidade maior de poluentes na atmosfera do que a média registrada espécies. Muitos têm importância industrial, médica, farmacológica ou na
entre as termoelétricas. Os maiores problemasestão relacionados à pesquisa biológica.
construção de barragens em áreas muito extensas e rasas. Isso propicia o O texto acima refere-se às (aos):
acúmulo na superfície de lixos e algas, responsável pela emissão de gás (A) xerófitas
carbônico no meio ambiente. A tabela mostra os principais resultados do (B) algas
estudo”. (C) liquens
35) Com relação às espécies que podem existir nos lagos formados pelas (D) fungos
barragens artificiais, citadas no texto 01 da prova de Geografia, pode-se
afirmar que:
(A) as algas existentes na massa d’água são organismos que, entre outros,
compõem o nécton. R 38 – D
(B) a ampulária é um molusco gastrópodo muito presente em lagos naturais
e artificiais do Nordeste.
(C) Entre os peixes da classe dos osteichthyes encontramse as arraias de
água doce.
(D) as garças regulam a temperatura do seu corpo de acordo com a
temperatura do ambiente.
(D) fungos

R 35 - C
A FIGURA A SEGUIR REPRESENTA UM ECOSSITEMA FIFURA AO LADO
DULCÍCOLA TOMANDO-A COMO BASE, RESPONDA AS
QUESTÕES
DE NÚMERO 33 A 36. 35) Dentre os grupos de organismos existentes, é verdadeiro dizer que:
(A) o efluente lançado continuamente favorece a criação de peixes.
(B) metais pesados somente se acumulam nos animais que vivem no fundo
da lagoa.
(C) os moluscos gastrópodes são univalvos que estão na região bentônica.
(D) as plantas aquáticas não são afetadas pela poluição causada pelo
efluente.
(D) 1500

36) Em um processo de seleção natural, o que se esperaria acontecer se não


Houvesse a interrupção dos lançamentos dos efluentes domésticos na
lagoa ?
(A) Espécies melhor adaptadas às condições de anaerobiose ocupariam a
33) Quanto aos aspectos ecológicos do sistema, pode-se afirmar que: lagoa.
(A) o fluxo de energia é sempre unidirecional e se desenvolve na seguinte (B) Somente as algas fotossintetizantes permaneceriam.
direção: micróbio, peixes, zooplâncton e fitoplâncton. (C) Devido ao seu tamanho microscópico os organismos do zooplâncton
(B) a medida em que a temperatura aumenta, as condições de aerobiose sobreviveriam.
tornam-se melhores. (D) Haveria um aumento da variabilidade das espécies.
(C) o CO2 necessário para a fotossíntese provém exclusivamente do ar
circundante na lagoa.
(D) ocorre um acentuado decréscimo da quantidade de energia durante as R 35 – C 36 – A
transferências de um nível trófico a outro, porque os organismos a utilizam
para o metabolismo.

34) Com a ocupação desordenada e ilegal da área, o efluente lançado das


residências, sem tratamento nessa lagoa, provocará:
(A) Poligotrofização
(B) Eutrofização
(C) Metatrofização
(D) Atrofização

R 33 – D 34 – B
Em reportagem publicada na revista ÉPOCA, 21 A recente descoberta de uma vasta região de mar descongelado no Pólo
Norte é um exemplo dos efeitos do aquecimento global pelo qual passa o
datada de 25/02/2002, o jornalista Marceu Vieira planeta. Alarmados com a situação, alguns países industrializados
faz as seguintes considerações: elaboraram uma carta de intenções em que se comprometem a promover
“Com o poder de vitimar pobres e ricos, famosos e anônimos, a dengue amplos reflorestamentos, como uma estratégia para reduzir o efeito estufa e
avança pelo país e ganha ares de flagelo nacional. No Rio de Janeiro, conter o aquecimento global. Tal estratégia baseia-se na hipótese
epicentro da epidemia, notificam-se em média 745 novos casos da doença de que o aumento das áreas de floresta promoverá maior
por dia, desde 1º de janeiro. Para ter uma idéia do poder do mosquito a) liberação de gás oxigênio, com aumento da camada de ozônio e redução
Aedes aegypti, o transmissor da dengue, os hospitais registraram 15 óbitos, da radiação ultravioleta.
sendo 11 na capital. Dos 39.502 contaminados no Estado até sextafeira, b) retenção do carbono na matéria orgânica das árvores, com diminuição do
646 desenvolveram a forma hemorrágica – que pode ser letal – da doença. gás carbônico atmosférico responsável pelo efeito estufa.
“Vivemos uma calamidade”, diz Maurício Andrade, sucessor do sociólogo c) disponibilidade de combustíveis renováveis e, onseqüentemente,
Hebert de Souza, o Betinho, na coordenação do comitê da Ação Cidadania menor queima de combustíveis fósseis, que liberam CFC
Contra Fome, a Miséria e Pela Vida. O comitê vai entrar na luta contra a (clorofluorcarbono).
dengue que terá o reforço de 5 mil bombeiros e 1.500 homens do Exército e d) absorção de CFC, gás responsável pela destruição da camada de ozônio.
Aeronáutica.” Com base no texto anterior, responda às questões de 25 a 28: e) sombreamento do solo, com resfriamento da superfície terrestre.

25) Do ponto de vista trófico, em uma cadeia alimentar formada por R 21 – B


vegetais da alimentação humana, o transmissor da doença, o causador da
doença e o hospedeiro definitivo, pode-se afirmar que:
(A) o causador é um consumidor primário. 01
(B) o hospedeiro definitivo pode ser consumidor primário ou secundário.
(C) o transmissor macho ou fêmea é consumidor terciário.
(D) o transmissor é um inseto hematófago e consumidor secundário.
(E) os vegetais são dispensáveis na cadeia.

26) A respeito da relação existente entre mosquito, vírus e homem pode-se


dizer que
(A) uma espécie, geralmente menor, alimenta-se de outra, porém, na
maioria das vezes, sem matá-la.
(B) uma espécie se alimenta dos restos de comida de outra.
(C) uma espécie inibe o crescimento de outra.
(D) uma espécie se aproveita do trabalho de outra. a) O esquema mostra, de maneira simplificada, o
(E) uma espécie mata a outra para se alimentar. ciclo de que elemento químico?
b) Que informação, dada pelo esquema, permite identificar esse elemento
27) A respeito dos grupos de organismos citados químico?
no texto, direta ou indiretamente, é verdadeiro dizer c) Cite duas classes de macromoléculas presentes nos seres vivos, que
contenham esse elemento químico.
que Resolução
(A) os insetos do grupo do mosquito são dípteros que apresentam dois pares a) O esquema mostra o ciclo do elemento químico nitrogênio (N).
de asas. b) O elemento químico nitrogênio é fixado biologicamente por
(B) o mosquito da espécie Aedes aegypti é um artrópode que também pode bactérias e cianobactérias.
transmitir a febre amarela. c) Proteínas e ácidos nucléicos (DNA e RNA) são macromoléculas
(C) os vírus são organismos pluricelulares que apresentam DNA ou RNA orgânicas que contêm nitrogênio em sua composição química.
em sua composição.
(D) o vírus é o principal agente transmissor da doença.
(E) o homem é o representante mais evoluído da ordem dos mamíferos.

R 25 – D 26 – A 27 - B
Num ambiente aquático, vivem algas do
fitoplâncton, moluscos filtradores, peixes carnívoros
e microrganismos decompositores.
Considerando um átomo de carbono, desde sua captura como substância
inorgânica até sua liberação na mesma forma, depois de passar por forma
orgânica, indique:
a) a substância inorgânica que é capturada do ambiente, a maior seqüência
de organismos nessa comunidade, pela qual esse átomo passa e a substância
inorgânica que é liberada no ambiente;
b) os processos que um único ser vivo, dessa comunidade, pode realizar
para capturar e eliminar esse átomo.
Resolução
a) A substância inorgânica capturada do ambiente é o CO2 (dióxido de
carbono); a maior seqüência de organismos será: fitoplâncton ®
moluscos filtradores ® peixes carnívoros ® decompositores; e a
substância liberada será o CO2 (dióxido de carbono).
b) Os processos da fotossíntese e da respiração celular são responsáveis,
respectivamente, pela captura e eliminação do CO2 (dióxido de
carbono). Os únicos seres capazes de realizar os dois processos são os
componentes do fitoplâncton.
1) Os indivíduos das diferentes espécies de uma comunidade biológica 3) Um estudo divulgado indica que não haverá praticamente mais nada para
interagem entre si e com o biótopo. Essas interações são denominadas pescar nos oceanos até 2048, caso a atual taxa de mortalidade das espécies
interações ecológicas. marinhas continue do jeito que está.
As interações podem ocorrer tanto com indivíduos de mesma espécie De acordo com o levantamento feito por uma equipe internacional de
(interações intra-específicas) como com indivíduos de espécie distinta cientistas e publicado na revista científica Science, os estoques de pesca já
(interações interespecíficas). caíram cerca de 33% e a taxa de eliminação da biodiversidade marinha
Essas interações (intra e inter) podem ser classificadas em harmônicas, continua aumentando. No entanto, os cientistas ainda acreditam que é
quando trazem vantagem a pelo menos um dos indivíduos que interagem, possível reverter a previsão. http://www.bbc.co.uk
sem prejuízo da outra parte, e desarmônicas, quando implicam prejuízo para A maior parte dos estoques pesqueiros está esgotada e sem capacidade de
algum dos indivíduos que interagem. aumento. A pesca tem que ser explorada com extremo cuidado. Uma das
http://www.rainhadapaz.g12.br formas que a ciência sugere para evitar o fim do estoque de pescado é a
A espécie de pássaro Zarhynchus wagleri, vulgarmente conhecida como manipulação artificial das principais espécies pesqueiras. Técnicas
“papa-figos”, é muito agressiva com as aves Scaphidura oryzivora, que aplicadas para espécies dulcícolas, como a truta-do-rio (Odum, 1988),
colocam seus ovos no ninho do papa-figos. podem ser aplicadas para organismos marinhos.
Num determinado experimento, foram feitas as seguintes observações: Fonte: Ecologia,1988.
a) Em áreas com abelhas, 98% dos ninhos de papa-figos não tinham ovos de Sabendo-se que a truta-do-rio tem seu período reprodutivo influenciado
S. oryzivora, enquanto, em áreas sem abelhas, 94% dos ninhos de papa- pelo fotoperíodo e tomando como base o gráfico de controle da época de
figos tinham ovos de S. oryzivora. reprodução da truta-do-riacho em que a área cinza representa o período da
b) Em áreas sem abelhas, os filhotes de papa-figos são freqüentemente desova, identifique:
infestados por larvas de “mosca-pica-boi”, fato que pode acarretar a morte a) que curva (contínua ou pontilhada) indica a população manipulada
destes filhotes. Entretanto, quando estes ninhos têm filhotes de S. oryzivora artificialmente. Justifique sua resposta.
a porcentagem de larvas de “mosca-pica-boi” decai fortemente, porque estas b) qual é a variável ambiental representada no eixo y.
larvas podem ser comidas pelos filhotes de S. oryzivora.
c) Em áreas com abelhas, 96,7% dos ninhos de papa-figos não tinham seus Resposta:
filhotes infestados pelas larvas da “mosca-picaboi”. 3a- Curva Contínua.– Justificativa: Antecipação da
Considerando as diversas formas de interação entre os seres vivos e desova produzindo mais ciclos de
observando que não se trata de classificar as interações em harmônicas e desova, o que acarretaria em um aumento da
desarmônicas, mas de estabelecer o tipo de interação, identifique, produção pesqueira.
nominalmente, quais são as interações entre 3b-Fotoperíodo
a) filhote de S. oryzivora e larvas de “mosca-pica-boi”.
b) S. oryzivora adultos e “papa-figos” adultos.

Resposta
1a- Predatismo
1b- Parasitismo de ninhada – considerando também competição
Num campo, vivem gafanhotos que se alimentam de plantas e servem de 34) UNIRIO 2008 Em certas ocasiões, devido a condições
alimento para passarinhos. Estes são predados por gaviões. Essas quatro favoráveis, alguns microorganismos aquáticos podem se multiplicar
populações se mantiveram em números estáveis nas últimas gerações. e crescer em número rapidamente
a) Qual é o nível trófico de cada uma dessas populações? (floração). Os primeiros fenômenos descritos, cientificamente,
b) Explique de que modo a população de plantas poderá ser afetada se ocorreram com organismos de coloração vermelha, como o ciliado
muitos gaviões imigrarem para esse campo. autotrófico
c) Qual é a trajetória dos átomos de carbono que constituem as proteínas Mesodinium rubrum, e a água apresentava esta coloração. Desde
dos gaviões desde sua origem inorgânica? então este fenômeno ficou conhecido como maré vermelha, mesmo
d) Qual é o papel das bactérias na introdução do nitrogênio nessa cadeia quando os
alimentar? organismos não possuem esta cor. As florações causadas por
Resolução dinoflagelados como o Alexandrium tamarense e o Gyrodinium
a) Planta – nível dos produtores. Gafanhoto – nível dos consumidores aureolum, em geral não
primários (herbívoros). Passarinhos – nível dos consumidores são tóxicas a humanos, mas podem provocar intoxicação, dano ou
secundários oclusão do sistema respiratório de organismos marinhos como
(carnívoros). Gaviões – nível dos consumidores terciários (carnívoros). moluscos e
b) A imigração de gaviões provoca aumento na população desses peixes.
carnívoros, o que levará à redução no tamanho populacional de O tipo de interação biológica que ocorre entre as espécies de
passarinhos, fato que acarretará o aumento da população de dinoflagelados e os organismos marinhos mencionados é
gafanhotos e a identificado como
conseqüente redução populacional das plantas. a) amensalismo.
b) predação.
c) mutualismo.
d) comensalismo.
e) competição interespecífica.

d) As bactérias atuam na – decomposição de matéria nitrogenada A


morta até a formação de amônia, que será oxidada para dar origem a
nitratos que, por sua vez, serão absorvidos pelas raízes das plantas. –
fixação do nitrogênio da atmosfera, transformando o em nitratos
aproveitados pelos vegetais.
QUESTÃO 27 Devido ao aparecimento de uma barreira
Analise este gráfico, em que está representado o geográfica, duas populações de uma mesma
efeito de duas aplicações de inseticida em uma espécie ficaram isoladas por milhares de anos,
plantação de cana-de-açúcar infestada de tornando-se morfologicamente distintas.
cigarrinhas: a) Explique sucintamente como as duas populações podem ter-se tornado
morfologicamente distintas no decorrer do tempo.
b) No caso de as duas populações voltarem a entrar em contato, pelo
desaparecimento da barreira geográfica, o que indicaria que houve
especiação?
Resolução
a) As diferenças morfológicas observadas nas populações isoladas
geograficamente devem-se à seleção natural diferencial atuando sobre
as variações produzidas por mutações e recombinações gênicas.
b) A formação de novas espécies é determinada pelo isolamento
reprodutivo, fenômeno que interrompe o fluxo gênico entre as
populações.
Com base nas informações desse gráfico e em outros conhecimentos sobre o
assunto, é INCORRETO afirmar que,
A) para ocorrer uma nova redução da população, é necessário mudar o tipo
de inseticida ou a forma de controle de cigarrinha.
B) após a primeira aplicação do inseticida, se evidencia a eficiência deste
pela queda acentuada no número de cigarrinhas ocorrido nesse período.
C) depois da segunda aplicação do inseticida, os organismos resistentes se
tornam mais numerosos que os sensíveis.
D) feita a primeira aplicação do inseticida, ocorre alteração no genótipo dos
insetos sensíveis, o que resulta no decrescimento da população.
Assunto: Seleção Natural
Comentário: Nenhuma aplicação de inseticidas ou antibióticos provoca
mutações nos indivíduos, nem mesmo eles se acostumam com o produto
químico. Ocorrerá a seleção dos indivíduos mais resistentes. Para atingi-los
será necessário aplicação de uma dose mais forte ou mudança de produto,
pois não serão mais afetados pelo mesmo, já que sofreram seleção.
Resposta: Letra D
pergunta:Assinale a opção que indica a Relação Ecológica ilustrada nos seguintes exemplos:
I) Um cavalo está cheio de carrapatos, fixos a sua pele, sugando seu sangue.
II) A tênia é um platelminto que vive no intestino de mamíferos.
III) Os afídeos (pulgões) são insetos que retiram seiva elaborada de certas plantas.

(A) Parasitismo.
(B) Competição.
(C) Mutualismo.
(D) Sociedade.
(E) Canibalismo.

resposta:(A) Parasitismo.
O parasitismo se caracteriza por uma relação entre dois indivíduos: um hospedeiro e um parasita. É
uma relação desarmônica na qual somente uma das partes leva vantagem, o parasita que obtém do
hospedeiro abrigo e alimento. O hospedeiro leva desvantagem.

pergunta:O que é biodiversidade e por quê é importante preserva-lá?

resposta:E a riqueza de espécies vegetais e animais de uma determinada área. Ela é importante pois,
podemos descobrir inúmeras substâncias que podem ser utilizadas pelo homem, como: remédio,
cosméticos, etc.

pergunta:Com relação a camada de ozônio, é correto afirmar:


a) O ozônio é um gás encontrado na exosfera.
b) O ozônio forma uma camada natural que impede a passagem dos raios ultravioletas.
c) As embalagens do tipo aerossóis usam o gás CFC, sendo este muito bom para a camada de
ozônio.
d) O ozônio é um gás usado na respiração dos organismos.

resposta:B.
pergunta:A mata ciliar é importante, pois:
a) Ajuda a assorear os rios.
b) Aumenta o número de enchentes.
c) Protege os rios, funcionando como uma esponja que absorve sujeira e terra.
d) Causa enchentes na época das chuvas.

resposta:C.

pergunta:Assinale (V) verdadeiro ou (F) falso (em relação ao cerrado).


( ) O solo de é seco, ácido e pobre em nutrientes.
( ) As árvores apresentam troncos tortuosos e casca grossa rica em cortiça.
( ) O fogo não é importante para o ecossistema do Cerrado.

resposta:V, V, F
pergunta:As cadeias alimentares podem ser representadas graficamente por pirâmides ecológicas nas
quais cada degrau representa um nível trófico. As pirâmides podem representar o número de
indivíduos, a biomassa ou a energia em cada nível da cadeia, e a extensão de cada degrau depende
dos componentes do nível. Uma pirâmide invertida, com a base menor e o topo maior, poderia
representar

a)a energia ou a biomassa, mas não o número de indivíduos.


b)a energia, mas não a biomassa ou o número de indivíduos.
c)o número de indivíduos ou a biomassa, mas não a energia.
d)o número de indivíduos ou a energia, mas não a biomassa.
e)o número de indivíduos, a biomassa ou a energia.

resposta: C

pergunta:Moradores dizem que há risco de queda de árvores na zona norte.

(...) Um dos moradores reclama de duas árvores cheias de cupim, que ficam em frente à sua casa: " -
Quero ver quando a árvore cair sobre um carro e matar alguém, o que a prefeitura vai dizer."(...) (Folha
de S.Paulo, 12.01.2005.)

Embora se alimentem da madeira, os cupins são incapazes de digerir a celulose, o que é feito por
certos protozoários que vivem em seu intestino. As relações inter-específicas cupim-árvore e cupim-
protozoário podem ser classificadas, respectivamente, como casos de

a) predação e comensalismo.
b) comensalismo e parasitismo.
c) parasitismo e competição.
d) parasitismo e mutualismo.
e) inquilinismo e mutualismo.

resposta: D

pergunta:(UECE 2005 CG) Considere as seguintes definições


I. Conjunto de todos os indivíduos de uma mesma espécie, vivendo em uma mesma área em
um mesmo intervalo de tempo;
II. Conjunto de todas as populações que ocorrem em uma determinada área;
III. Conjunto de todos os ecossistemas terrestres.
Assinale a opção que corresponde, respectivamente, aos conceitos definidos acima:
A. População, comunidade e bioma;
B. Raça, biocenose e biosfera;
C. Tribo, ecossistema e biocenose;
D. População, comunidade e biosfera.

resposta:D
pergunta:(UNIFOR 2005) Comunidade é o conjunto de
(A) espécies que têm o mesmo hábitat e constituem uma população.
(B) organismos que habitam o mesmo ambiente e interagem uns com os outros.
(C) interações de seres vivos com o ambiente físico, formando uma teia alimentar.
(D) indivíduos de uma espécie que podem viver em determinado ecossistema. (E)
consumidores que têm como alimento o mesmo tipo de produtor com o qual
formam cadeias alimentares.

resposta:B

pergunta:
I. A comunidade de São Januário, localizada no médio São Francisco, é formada basicamente
por mulheres de todas as idades, por meninos e homens velhos.
II. Próximo à nascente do rio, existem somente peixes detritívoros (alimentam-se de detritos). À
medida que o rio se alarga, podem ser vistos peixes que se alimentam de algas, plantas,
artrópodes e até de outros peixes.
III. As cercárias, larvas da esquistossomose, alojam-se nos tecidos de alguns caramujos. Esses
tecidos abrigam grande quantidade de cercárias, por possuírem fibras musculares menos
justapostas.
Três importantes conceitos em Ecologia estão presentes nas afirmações apresentadas. Tais conceitos
podem ser identificados em I, II e III, respectivamente, como:
(A) migração, habitat e comensalismo.
(B) população, sucessão e nicho ecológico.
(C) população, nicho ecológico e habitat.
(D) comunidade, predação e nicho ecológico.
(E) comunidade, teia alimentar e parasitismo.

resposta:C
pergunta:) (MACK-SP) - O grupo de seres vivos que possui representantes que podem ocupar, numa
teia alimentar, as posições de produtor e de decompositor é o:
a) das algas.
b) das bactérias.
c) dos fungos.
d) dos vegetais.
e) dos protozoários.

resposta:B

pergunta:O conjunto do ambiente físico e dos organismos que nele vivem é conhecido como:

a) biótopo
b) ecossistema
c) biomassa
d) bioma
e) comunidade

resposta:B
pergunta:Ao conjunto de indivíduos de diferentes espécies habitando determinada área dá-se o nome
de:

a) ecossistema
b) comunidade
c) população
d) bioma
e) biosfera

resposta:B

pergunta:Com relação aos conceitos de HABITAT e NICHO ECOLÓGICO, marque a opção correta
relacionada abaixo:

a) cobra e gavião ocupam o mesmo habitat.


b) preá e cobra estão no mesmo nicho ecológico.
c) gavião, cobra e preá estão no mesmo nicho ecológico.
d) cobras neste mesmo local ocupam o mesmo nicho ecológico.
e) preás podem ocupar o mesmo habitat, mas têm nichos ecológicos diferentes.

resposta:A

pergunta:O ambiente descrito, com inúmeros animais e vegetais, à beira de um charco de água doce
que, durante o dia, sofre flutuações de temperatura, luminosidade, maior ou menor pH e até alterações
de salinidade, poderá ser classificado como um exemplo de:

a) biosfera
b) biótipo
c) biomassa
d) ecótone
e) ecossistema

resposta:E

pergunta:Suponha que em um terreno coberto de capim gordura vivem saúvas, gafanhotos, pardais,
preás e ratos-do-campo. Nesta região estão presentes:

a) cinco populações.
b) seis populações.
c) duas comunidades.
d) seis comunidades.
e) dois ecossistemas.

resposta:B
pergunta:Indivíduos de diversas espécies, que habitam determinada região, constituem:

a) um bioma.
b) uma sociedade.
c) uma população.
d) uma comunidade.
e) um ecossistema.

resposta:D

pergunta:A posição de uma espécie num ecossistema ao nível de desempenho funcional chama-se:

a) nicho ecológico
b) habitat preferencial
c) plasticidade ecológica
d) produtividade primária
e) territorialidade social

resposta:A

pergunta:Assinale a alternativa CORRETA:

a) Em Ecologia, a COMUNIDADE inclui grupos de indivíduos de uma mesma espécie de organismos.


b) Em Ecologia, a POPULAÇÃO inclui todos os indivíduos de uma mesma área, pertencentes ou não a
várias espécies.
c) Em Ecologia, o ECOSSISTEMA é a porção da terra biologicamente habitada.
d) Em Ecologia, a BIOSFERA é o conjunto formado pela comunidade de indivíduos vivos e o meio
ambiente inerente.
e) Nenhuma das anteriores.

resposta:E

pergunta:(CESCEM) São ecossistemas todos os exemplos abaixo, EXCETO:

a) uma astronave.
b) uma lagoa.
c) um pasto.
d) uma colônia de corais.
e) o solo.

resposta:D
pergunta:Suponha duas plantas pertencentes ao mesmo gênero e vivendo juntas na mesma área. A
espécie A tem raízes que se desenvolvem logo abaixo da superfície e a espécie B tem raízes
profundas. Sobre as duas plantas fazemos as seguintes afirmações:

I - A e B vivem no mesmo nicho ecológico.


II - A e B competem pela água.
III - A e B formam uma população.

Assinale:

a) Apenas I é correta.
b) Apenas II é correta.
c) Apenas III é correta.
d) I, II e III são corretas.
e) Nenhuma é correta.

resposta:B

pergunta:Mergulhando em águas costeiras, encontramos em uma rocha algas, cracas, anêmonas,


estrelas-do-mar e ouriços-do-mar. As algas produzem seu próprio alimento. As cracas ingerem, com
água, seres microscópios que nela vivem. As anêmonas comem pequenos peixes que ficam presos
entre seus tentáculos. As estrelas-do-mar prendem seus “braços” os moluscos contra a rocha e sugam
o animal de dentro da rocha. Os ouriços do mar raspam a rocha com seus “dentes”, alimentando-se de
detritos. Em função do que foi descrito, pode-se afirmar que as algas e os animais citados apresentam
diferentes

a) nichos.
b) habitats.
c) mimetismos.
d) competições.
e) biomas.

resposta:A

pergunta:Os animais marinhos:

-que flutuam e são movidos passivamente pelos ventos, ondas e correntes;


-que nadam livremente por atividade própria;
-que são restritos ao fundo.

a) planctônicos, nectônicos e bentônicos.


b) planctônicos, bentônicos e nectônicos.
c) nectônicos, bentônicos e planctônicos.
d) nectônicos, planctônicos e bentônicos.
e) bentônicos, planctônicos e nectônicos.

resposta:A
pergunta:Os principais produtores da cadeia biológica marinha são:

a) protozoários e copépodes;
b) medusas e corais;
c) diatomáceas e dinoflagelados;
d) organismos da fauna planctônica;
e) organismos da fauna bentônica.

resposta:C

pergunta:As espécies de capim que crescem nos campos da Austrália podem ser diferentes das que
existem na América ou na África, mas todas têm a mesma função: são produtores dos ecossistemas de
campo. Nos campos da Austrália vivem cangurus, nos da África há zebras e na América do Norte há
bisões. Todos esses animais exercem em seus ecossistemas a função de:

a) consumidores primários
b) consumidores secundários
c) consumidores terciários
d) decompositores
e) parasitas

resposta:A

pergunta:Tendo em vista os conceitos de CADEIA e TEIA alimentar, bem como de POPULAÇÃO e


COMUNIDADE, podemos afirmar que:

a) A preá, a cobra e o gavião representam uma população e um exemplo de uma cadeia alimentar.
b) O conjunto de preás da região formam uma população e os consumidores, entredevorando-se,
formam uma teia alimentar.
c) Preás e cobras do charco formam uma população e, para as cobras, as preás são produtoras de
alimento.
d) Preás, cobras e gaviões formam uma comunidade; as cobras são consumidores primários e os
gaviões consumidores secundários.
e) O conceito de produtor está associado ao fornecimento de alimento e, de consumidor, àqueles que o
utilizam.

resposta:A

pergunta:Com referência à cadeia alimentar, marque a alternativa correta:

a) a energia contida no produtor diminui gradualmente, ao passar de consumidor a consumidor.


b) a energia do produtor aumenta gradualmente nos diferentes elementos da cadeia alimentar.
c) o potencial energético do produtor não sofre nenhuma alteração nos diferentes segmentos da cadeia
alimentar.
d) na cadeia alimentar, como os animais são de tamanho diferentes , a quantidade energética do
produtor sofre oscilações.
e) a complexidade da teia alimentar não interfere com a quantidade de energia transferida, que
permanece inalterada.

resposta:A
pergunta:Qual das alternativas a seguir responde corretamente a seguinte questão: “Que resultaria se
desaparecesse do mar o fitoplâncton ?”

a) o equilíbrio ecológico desse ecossistema não sofreria alteração, visto que o fitoplâncton é constituído
por seres apenas microscópios.
b) o zooplâncton ocuparia o seu lugar na cadeia alimentar, mantendo assim o equilíbrio ecológico do
ecossistema.
c) a cadeia alimentar do ecossistema perderia o elo principal, pois do fitoplâncton depende
praticamente toda a matéria orgânica necessária aos demais componentes bióticos.
d) o ecossistema não seria afetado visto que o plâncton é apenas um consumidor na cadeia alimentar.
e) o equilíbrio ecológico não seria alterado visto que nem todos os organismos marinhos se alimentam
do fitoplâncton.

resposta:C

pergunta:O aproveitamento das algas pelo homem torna-se cada vez mais acentuado. Em certos
países asiáticos, as algas já fazem parte da dieta humana. Neste caso o homem comporta-se como:

a) consumidor primário.
b) consumidor secundário.
c) consumidor terciário.
d) produtor.
e) decompositor.

resposta:A

pergunta:Em várias regiões do mundo, a dieta das populações humanas é predominantemente


vegetariana.
O aumento da quantidade e qualidade das proteínas vegetais é um dos objetivos das pesquisas
agrícolas e muitas se dedicam, por exemplo, ao estudo de microorganismos que vivem associados às
raízes de plantas leguminosas.
O interesse nesses microorganismos justifica-se porque eles
a) sintetizam proteínas a partir do N2 atmosférico, disponibilizando- as para as plantas.
b) fixam NO2 na forma de nitratos, que podem ser utilizados no metabolismo de proteínas.
c) fixam o N2 atmosférico na forma de cátions amônio, que podem ser utilizados pelas plantas para a
síntese de proteínas.
d) sintetizam N2 na forma de nitritos, que podem ser utilizados para a síntese de proteínas.
e) fixam NO2 e NO3 na forma de cátions amônio, que podem ser utilizados no metabolismo das
proteínas.

resposta:Nas raízes de plantas leguminosas (feijão, fava, soja, grão-de-bico, ervilha.) desenvolvem
bactérias do gênero Rhizobium que promovem a fixação do N2.
Essa fixação é importante para o enriquecimento do solo com compostos nitrogenados que são
absorvidos pelas plantas.
Resp. C
pergunta:No exemplo de cadeia alimentar da ilustração, supondo que o peixe abocanhado pelo jaburu
se alimente de plantas aquáticas,

podemos considerar que

a) a maior quantidade de energia disponível está no nível trófico do peixe.


b) o nível trófico do jaburu apresenta menor quantidade de energia disponível que o do jacaré.
c) a menor quantidade de energia disponível está no nível trófico do jaburu.
d) a quantidade de energia disponível nos níveis tróficos do peixe e do jacaré são equivalentes.
e) a quantidade de energia disponível no nível trófico do peixe é maior que no nível trófico do jaburu.

resposta:Numa cadeia alimentar, a energia diminui no sentido produtores consumidores (sempre).


No exemplo acima temos a seguinte cadeia: Planta peixe jaburu jacaré Assim, a quantidade de
energia no nível trófico do peixe é maior que no nível do jaburu.
Resp.
:E

pergunta:Na região Norte do Paraná muitas áreas estão sendo ocupadas por culturas de milho e de
trigo.
Essas culturas têm provocado desgaste do solo.
Para evitar esse desgaste, os agricultores adotam o rodízio de culturas, prática na qual se alterna o
plantio do milho e do trigo com o da soja.
Essa prática agrícola pode incorporar nutrientes ao solo porque a soja possui em suas raízes bactérias
fixadoras de: a) Oxigênio.
b) Carbono c) Fósforo.
d) Cálcio.
e) Nitrogênio.

resposta:E
pergunta:Corujas usam esterco como isca Corujas-buraqueiras (Athene cunicularia) são comuns em
pastos e áreas abertas.
Próximo a suas tocas, normalmente há pilhas de esterco de animais, tais como cavalos ou gado, que as
corujas costumam buscar no campo e trazer para próximo de suas tocas.
Uma equipe de pesquisadores descobriu pelo menos uma razão para esse hábito:
o esterco serve como isca para os besouros conhecidos vulgarmente como “rola-bostas”.
Os pesquisadores descobriram que as corujas, deliberadamente, utilizam o esterco animal como isca
para atrair os besouros, enriquecendo suas dietas com um número considerável desses insetos.
Os besouros depositam seus ovos no esterco, e por isso, são atraídos à isca.
Em um experimento, pesquisadores retiraram esterco de todas as tocas de coruja de uma dada área e
colocaram esterco fresco somente em algumas.
Eles descobriram que as corujas com iscas próximas às suas tocas comem 10 vezes mais besouros
que as sem isca.
(LEVEY, D. J.; DUNCAN, R. S.; LEVINS, C. F. Animal behaviour: use of dung as a tool by burrowing
owls. Nature, n. 431, p. 39, 2004. Adaptado.)
a) Explique a relação ecológica entre a coruja e o besouro.
b) Todo organismo tem uma estrutura de sustentação do corpo que serve também como local onde se
insere a musculatura, permitindo sua movimentação.
Compare a estrutura de sustentação da coruja com a do inseto.
c) Explique o ciclo de vida do besouro por meio de um esquema.

resposta:a) Predatismo
b) O besouro é um artrópodo, possui um exoesqueleto quitinoso que recobre a superfície externa do
corpo e necessita de mudas periódicas para permitir o seu crescimento. Já a coruja é uma ave e possui
um endoesqueleto composto de uma matriz de tecido conjuntivo rico em fibras de colágeno e elásticas
e impregnados de sais de cálcio, principalmente a hidroxiapatita, uma forma cristalina do fosfato de
cálcio.
c) Holometábolo ® ovos no esterco enterrado -> larva no esterco ->Pupa -> adulto ->
pergunta:O esquema abaixo representa as principais relações alimentares entre espécies que vivem
num lago de uma região equatorial.

a) Indique os consumidores primários.


b) Dentre os consumidores, indique quais ocupam um único nível trófico.
c) Explique como o aumento das populações das aves pode impactar as populações de
mosquitos.

resposta:a) Os animais herbívoros (consumidores primários) são:


peixe 1 e zooplâncton.
b) Os consumidores que ocupam um único nível trófico são:
zooplâncton (consumidor primário), larva de mosquito (consumidor secundário), peixe 1
(consumidor primário), peixes 2, 3 e 4 (consumidores terciários), peixe 5 (consumidor
quaternário) e aves 1 e 3 (consumidores quaternários).
c) O aumento das populações de aves promove a redução das populações de peixes e, em
conseqüência, aumento na de larvas de mosquito.
pergunta:Num ambiente aquático, vivem algas do fitoplâncton, moluscos filtradores, peixes carnívoros
e microrganismos decompositores.
Considerando um átomo de carbono, desde sua captura como substância inorgânica até sua liberação
na mesma forma, depois de passar por forma orgânica, indique:
a) a substância inorgânica que é capturada do ambiente, a maior seqüência de organismos nessa
comunidade, pela qual esse átomo passa e a substância inorgânica que é liberada no ambiente;
b) os processos que um único ser vivo, dessa comunidade, pode realizar para capturar e eliminar esse
átomo.

resposta:a) A substância inorgânica capturada do ambiente é o CO2 (dióxido de carbono); a maior


seqüência de organismos será: fitoplâncton ® moluscos filtradores ® peixes carnívoros ®
decompositores; e a substância liberada será o CO2 (dióxido de carbono).
b) Os processos da fotossíntese e da respiração celular são responsáveis, respectivamente, pela
captura e eliminação do CO2 (dióxido de carbono). Os únicos seres capazes de realizar os dois
processos são os componentes do fitoplâncton.
01. Quais são os níveis de organização especificamente estudados em
ecologia?
a) Comunidade, ecossistema e biosfera.
b) População, ecossistema e biosfera.
c) População, comunidade, ecossistema e biosfera.
d) População, comunidade e biosfera.
e) n.d.a

02. Qual dos termos abaixo refere-se aos fatores bióticos e abióticos que
interagem em determinada área?
a) ecossistema
b) nicho ecológico
c) comunidade
d) população
e) habitat

03. Quando relacionamos o meio abiótico estamos estudando:


a) uma comunidade
b) uma população
c) um habitat
d) um nicho ecológico
e) um ecossistema

04. O conjunto de seres vivos que habita uma determinada região constitui:
a) sua comunidade
b) sua população
c) seu biótopo
d) seu ecossistema
e) seu habitat

05. Qual é conceito de ecossistema?


a) Biosfera + biocenose.
b) Biótico + biocenose.
c) Biótico + comunidade.
d) Biosfera + comunidade.
e) n.d.a.

06. Relacione a 2ª coluna de acordo com a 1ª e indique a seqüência correta:


1ª COLUNA 2ª COLUNA
(1) População ( ) Comunidade associada às condições físicas e químicas
de uma região geográfica.
(2) Comunidade ( ) Populações existentes numa determinada área.
(3) Biosfera ( ) Grupos de indivíduos de uma determinada espécie
cupando determinada área.
(4) Ecossistema ( ) Ambiente habitável pelos seres vivos.
a) 4 - 2 - 3 - 1
b) 4 - 2 - 1 - 3
c) 3 - 2 - 4 - 1
d) 4 - 3 - 1 - 2
e) n.d.a.

07. Distinguimos em ecologia três grandes subdivisões: a auto-ecologia, a


sinecologia e a demoecologia. Qual é o objeto de estudo de cada uma delas?

a) Auto-ecologia: estudo das populações. Sinecologia: estuda as relações de


uma única espécie com seu meio.. Demoecologia: estuda as relações entre
as diversas espécies e seu meio.
b) Auto-ecologia: estuda as relações de uma única espécie com seu meio.
Sinecologia: estuda as relações entre as diversas espécies e seu meio.
Demoecologia: estudo das populações.
c) Auto-ecologia: estuda as relações de uma única espécie com seu meio.
Sinecologia: estuda as relações entre as diversas espécies e seu meio.
Demoecologia: estudo das populações.
d) n.d.a.

08. Define os seguintes termos: a) População b) Comunidade


a) a) Organismo de várias espécie, no mesmo espaço e na mesma unidade
de tempo b) Populações independentes.
b) a) Organismo da mesma espécie, em espaços diferentes e na mesma
unidade de tempo b) Populações independentes.
c) a) Organismo da mesma espécie, no mesmo espaço e no mesmo tempo
b) Populações inter-dependentes.
d) a) Organismo da mesma espécie, no mesmo espaço e na mesma unidade
de tempo b) Populações independentes.

09. (CESGRANRIO) Um ecossistema tanto terrestre como aquático se


define:
a) exclusivamente por todas as associações de seres vivos;
b) pelos fatores ambientais, especialmente climáticos;
c) pela interação de todos os seres vivos;
d) pela interação dos fatores físicos e químicos;
e) pela interação dos fatores abióticos e bióticos.

10. Os diversos níveis de organização biológica são:


(1) ecossistema (2) célula (3) indivíduo (4) sistema (5) tecido (6) comunidade
(7) órgão (8) população

A seqüência correta é:
a) 7 – 5 – 6 – 3 – 4 – 8 – 1 – 2
b) 5 – 7 – 2 – 4 – 3 – 6 – 8 – 1
c) 2 – 5 – 7 – 4 – 8 – 3 – 1 – 6
d) 2 – 5 – 7 – 4 – 3 – 8 – 6 – 1
e) 2 – 5 – 7 – 4 – 3 – 6 – 8 – 1

01 - C 02 - A 03 - E 04 - A 05 - B

06 - B 07 - C 08 - D 09 - E 10 - D

FUVEST 2002 Um importante poluente atmosférico das grandes cidades, emitidos principalmente por
automóveis, tem a propriedade de se combinar com a hemoglobina do sangue, inutilizando-a
permanentemente para o transporte de gás oxigênio. Esse poluente é o:
a) dióxido de carbono.
b) dióxido de enxofre.
c) metano.
d) monóxido de carbono.
e) ozônio.
Resolução
D - O monóxido de carbono (CO) combina com a hemoglobina, impedindo que ela transporte o
oxigênio.
UFRN Questão 1:
Originário da Europa, o pardal se espalhou por todo o mundo, graças a sua grande capacidade de
adaptação ao ambiente urbano. A importação dessa espécie para o Brasil trouxe conseqüências
negativas para o meio ambiente, pois o rápido crescimento da população de pardais prejudicou a
agricultura e contribuiu para a redução do número de aves nativas, como o tico-tico. Forneça duas
explicações plausíveis para o fato de ter ocorrido o crescimento acelerado do número de pardais e, em
conseqüência disso, a redução do número de tico-ticos.

Crescimento acelerado – ausência de predadores, boa oferta de alimentos... e quanto a redução


do número de aves nativas, se deu devido a competição inter-específica prevalecendo os
pardais devido ao processo acelerado de urbanização e a sua grande capacidade de adaptação
a este ambiente.

UFRN As figuras abaixo representam a seqüência de eventos associados a uma queimada.

Analisando a seqüência de eventos acima, responda às questões.


A) Em que figuras estão intensificados o consumo e a produção de oxigênio e de gás carbônico? Por
que isso ocorre?
B) Considerando que, na figura 2, todos os microrganismos do solo foram extintos, explique de que
forma o ciclo do nitrogênio fica prejudicado.
C) Comparando as figuras 3 e 4, explique em qual delas se encontra a maior diversidade de animais.

A) Figura 1 – ocorre o aumento do consumo de O2 por causa da combustão e a intensificação da


produção de CO2, em função desse mesmo processo. Figura 4 – ocorre intensificação do
consumo de CO2 e aumento na produção de O2, pois naqueles eventos há intenso processo
fotossintético, o qual exige o consumo de CO2 e acaba por liberar O2.
B) Sabendo que apenas alguns grupos de microrganismos são capazes de fixar o N2
atmosférico reduzindo-o a formas absorvíveis pelos demais organismos, a eliminação das
bactérias (e fungos) fixadoras, nitrificantes e desnitrificantes, que são responsáveis por essas
atividades, impede o andamento do ciclo do N2.
C) A figura 4. Nela o aumento da possibilidade de habitats e, conseqüentemente, de abrigo e
alimento, permite a elevação da biodiversidade.
UFRN A vida no planeta Zbohrnya evoluiu de modo semelhante à da Terra. Embora as espécies
sejam diferentes, as pirâmides ecológicas daquele planeta apresentam os mesmos níveis tróficos das
pirâmides terráqueas. O clima de Zbohrnya é muito influenciado pela concentração de CO2 na
atmosfera. O gráfico a baixo apresenta a variação da razão , em que [CO2]Q corresponde à
concentração de gás carbônico na atmosfera em um momento qualquer e [CO2]A corresponde à
concentração de gás carbônico na atmosfera atual.
Analise o gráfico e responda às solicitações seguintes.

A) Proponha uma explicação biologicamente adequada


para a diminuição da concentração de CO2 durante o
período situado entre a e b.
B) Como seria o clima de Zbohrnya durante o período c
com relação ao período atual? Justifique.
C) E como seria o clima durante o período b em relação
ao período c? Justifique.

A) A diminuição na concentração de CO2 se deve ao surgimento de organismos


fotossintetizantes que promovem a fixação do carbono para a formação de compostos
orgânicos.
B) Provavelmente o mais frio ou semelhante ao atual, pois a menor concentração de CO 2 na
atmosfera favorece a reflexão do calor do solo para o espaço, ocasionando a redução do efeito
estufa.
C) Seria provavelmente mais quente, pois o aumento da concentração do CO 2 favorece o efeito
estufa e a conseqüente elevação da temperatura.

UFRN Grande parte do prejuízo


causado pelo homem à qualidade
da água decorre do despejo de
resíduos domésticos em rios e
córregos. Considere que, na figura
ao lado, o local indicado pela letra B
está situado no mesmo rio, cerca de
100 km após o local indicado pela
letra A.

Considerando os locais indicados


pelas letras A e B, explique as alterações ambientais que neles podem ocorrer e os efeitos produzidos
nos organismos aquáticos.

Na situação A, devido ao fenômeno da eutrofização, há uma proliferação generalizada de


microorganismos, levando a um decréscimo na entrada de luz na água e na disponibilidade de
oxigênio. Esse fato leva à proliferação de microorganismos anaeróbios, tendo como
conseqüência a morte dos organismos aeróbios.
Na situação B, a menor concentração da matéria orgânica aumenta a incidência da luz,
favorecendo a fotossíntese, aumentando o nível de oxigênio.
UFRN Para combater um inseto-praga que estava prejudicando a produção de frutas de um produtor,
um biólogo sugeriu duas alternativas de controle com predadores exóticos à região. A primeira
alternativa utiliza uma espécie de louva-a-deus, predador generalista; e a segunda, uma espécie de
vespa cuja larva se alimenta exclusivamente do corpo do inseto praga. As dúvidas do produtor estão
resumidas nas questões abaixo. Assuma o papel do biólogo e tire as dúvidas do produtor.
A) Por que não usar um inseticida?
B) Qual das duas alternativas de controle biológico seria a mais adequada? Por quê?

A) O uso do inseticida irá atingir todos os tipos de insetos da região, de forma indiscriminada,
trazendo desequilíbrio para o ecossistema dessa região. Além disso, o inseticida poderia
selecionar insetos com maior resistência e também provocar contaminação progressiva ao
longo das cadeias alimentares (magnificação trófica), atingindo, inclusive, até o homem.
B) A alternativa mais adequada é a vespa. Por atacar exclusivamente o inseto praga, a vespa
será mais eficiente e não requer um controle da sua população, uma vez que esse controle
depende da população do inseto praga. Além disso, a interferência da vespa no ecossistema
restringe-se a apenas uma espécie de praga. Essa exclusividade faz com que a população de
vespas acompanhe a do inseto praga, chegando a se extinguir se o inseto vier a desaparecer.

UFRN É muito conhecido o uso de lactobacilos vivos para o bom funcionamento do intestino, havendo
vários produtos disponíveis no mercado contendo esses organismos. Uma das principais vantagens
desses produtos é auxiliar no combate a infecções intestinais. Os produtos são preparados à base de
leite fermentado, contendo alto teor do microrganismo Lactobacillus acidophilus, uma das espécies
mais utilizadas industrialmente e benéficas à saúde do homem. A partir das informações do texto,
responda às solicitações a seguir.
A) Como os lactobacilos podem ajudar na prevenção de infecções intestinais e diarréias?
B) O que aconteceria se o intestino ficasse completamente livre de microrganismos?

A) No intestino humano, os lactobacilos competem, pelo alimento e espaço disponíveis, com


bactérias que podem provocar infecções intestinais e diarréias. Além disso, produzem
substâncias que inibem o desenvolvimento de outras espécies de bactérias.
B) Sem os microorganismos, o intestino ficaria mais suscetível a infecções provocadas por
agentes patógenos. Além disso, vários microorganismos presentes no intestino são
responsáveis pela produção de substâncias essenciais ao organismo humano, como, por
exemplo, as vitaminas.
UFRN Os gráficos I e II representam curvas de crescimento de duas espécies distintas de bactérias
mantidas em frascos separados, contendo, cada um deles, 100 mL de um mesmo meio de cultura.

O gráfico III corresponde às curvas de crescimento das duas espécies de bactérias quando colocadas
juntas num frasco contendo 100 mL de meio de cultura. Esse meio apresenta composição idêntica à do
meio utilizado nas experiências representadas nos gráficos I e II.

A partir da análise dos gráficos, responda às questões propostas.


A) Explique a alteração na curva de crescimento da espécie II na presença da espécie I.
B) Explique a alteração na curva de crescimento da espécie I quando esta cresce junto com a espécie
II.
C) Que tipos de relações ecológicas podem ser observadas quando as duas espécies de bactérias
crescem juntas? Justifique.

A) A atividade da espécie I promove uma alteração no meio de cultura 0 que favorece um maior
crescimento da espécie II. Essa alteração poderia ser a liberação, pela espécie I, de algum
metabólito essencial para o crescimento da espécie II.
B) O menor crescimento da espécie I pode ser conseqüência da competição, com a espécie II,
por espaço ou por alimento. A espécie II pode, ainda, liberar substância que inibe o crescimento
da espécie I.
C) Inicialmente, existe uma relação de comensalismo. Após esse momento, a relação passa a ser
de competição interespecífica. No comensalismo (uma relação harmônica), a espécie II é
beneficiada, mas não prejudica nem beneficia a espécie I. Na competição (uma relação
desarmônica), as duas espécies disputam espaço e nutrientes, pois estão ocupando o mesmo
nicho ecológico. Pode haver, ainda, amensalismo ou antibiose (relação desarmônica
interespecífica em que a espécie II produz substância tóxica que inibe o crescimento da espécie
I).
UFRN A beleza dos gramados de praças e jardins depende basicamente do tipo de grama utilizado, da
sua uniformidade e da freqüência do seu corte. A manutenção do gramado requer também a remoção
de plantas herbáceas que crescem entremeando a grama. Uma área gramada, quando não cuidada,
pode ser invadida por diversos tipos de vegetais no processo conhecido como sucessão ecológica.
A) Por que um gramado pode ser considerado uma população pioneira?
B) Explique por que as plantas intrusas conseguem invadir a área gramada.

A) As gramíneas são plantas que conseguem se estabelecer e se reproduzir em um ambiente


geralmente desfavorável para outras espécies, sendo assim as primeiras (ecese) a colonizar
uma determinada área. São de pequeno porte, fácil multiplicação e pouco exigentes. Por
apresentar tais características, o gramado pode ser considerado uma população pioneira.
B) As populações pioneiras criam condições para que outras comunidades (séries) se instalem,
pois melhoram a qualidade do solo em termos de nutrientes e umidade. Assim as plantas
“intrusas” têm a sua capacidade de dispersão, germinação e sobrevivência no ambiente
favorecidas pelas gramíneas. Estas, embora resistentes a condições adversas, acabam
perdendo na competição com as plantas intrusas, pois à medida que as herbáceas se
desenvolvem, as gramíneas vão sendo eliminadas. Gradualmente haverá um aumento da
biodiversidade e da biomassa, favorecendo uma maior complexidade (comunidade clímax).

UFRN Um açude, eutrofizado pelo excesso de nutrientes oriundos de agrofertilizantes e da piscicultura,


favoreceu a proliferação de cianobactérias, que formaram uma camada verde na superfície da água,
alterando o seu sabor e tornando-a imprópria ao consumo. Além disso, algumas dessas cianobactérias
também liberaram toxinas, que se acumularam na musculatura de camarões e peixes cultivados no
açude.
A partir dessa situação,
A) explique por que a multiplicação de cianobactérias pode comprometer o nível de oxigênio da
água e a fotossíntese das algas submersas;
B) em qual nível trófico, considerando-se a cadeia alimentar camarão ► peixe carnívoro ►
ave pescadora, a quantidade de cianotoxina deverá ser maior? Justifique sua resposta.

A) O excesso de nutrientes orgânicos favorece a multiplicação de microrganismos que


consomem rapidamente o oxigênio dissolvido na água. A camada verde formada pela
proliferação de cianobactérias dificulta a penetração de luz e compromete a fotossíntese das
algas submersas, reduzindo, assim, a produção de oxigênio.
B) Na ave pescadora, porque a cianotoxina é acumulada nos tecidos (bioacumulação) e sua
concentração vai aumentando ao longo da cadeia alimentar (magnificação trófica).
UNICAMP A poluição atmosférica de Cubatão continua provocando efeitos negativos na vegetação da
Serra do Mar, mesmo após a instalação de filtros nas indústrias na década de 80. Nos locais onde
houve destruição total, a mata está se recompondo, mas com uma vegetação diferente da mata
atlântica original .
a) Considerando que a mata está se recompondo através de um processo natural de sucessão
secundária, quais são as etapas esperadas neste processo?
b) Cite duas características típicas da mata atlântica.

a) Ervas (e/ou gramíneas), arbustos e árvores.


b) - Estratificação, com emergentes atingindo 40m (ou árvores de grande porte).
- Plantas adaptadas à alta pluviosidade (plantas higrófilas).
- Presença de epífitas e lianas.
- Plantas com:
• raízes tabulares
• raízes escoras
• raízes adventícias superficiais (geralmente com aborto da raiz axial)
• parte aérea muito mais desenvolvida que a subterrânea
• folhas com ponta afilada (ponta gotejante)
• presença frequente de hidatódios
• reprodução principalmente por sementes
- Ervas macrófilas e fetos arborescentes.
- Predominância de plantas sempre verdes (ou perenefolias).
- Grande biodiversidade (diversidade, variedade) de plantas.
QUESTÃO 06
Analise as figuras abaixo, que apresentam a distribuição espacial de fragmentos florestais (A, B, C, D e
E) com suas respectivas áreas e o número de espécies de pequenos mamíferos presentes em cada
fragmento.
a) Descreva a relação existente entre o número de espécies de pequenos mamíferos e os fragmentos
florestais representados.
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________

b) Considere que, em 1980, foram soltos 25 casais de uma espécie


de jaguatirica nos fragmentos florestais, conforme o quadro ao
lado. O quadro mostra, também, o tamanho das populações de
jaguatirica nos anos de 2001 e 2003. Analise o quadro e apresente
uma explicação para a variação no tamanho da população dessa
espécie nos fragmentos D e E, ao longo do período de 1980 a
2003.

Fragmento D:

___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________

Fragmento E:
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
c) Apresente três fatores que podem levar espécies à extinção.
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
Questão 06
a) Esperava-se o reconhecimento da relação de proporcionalidade direta entre o tamanho do fragmento
florestal e o número de espécies de pequenos mamíferos.
b) Fragmento D: esperava-se o reconhecimento do tamanho populacional reduzido no fragmento D, em
comparação aos B e C, explicado pelo isolamento reprodutivo, ausência de recursos ou degradação
ambiental.
Fragmento E: esperava-se o reconhecimento da ocorrência de migração a partir dos fragmentos B ou C.
c) como resposta, foram aceitos: fatores de degradação ambiental (queimada, desmatamento, poluição);
competição; desequilíbrios ecológicos (na cadeia alimentar, introdução de espécie exótica); mudanças
climáticas; baixa variabilidade genética.

UFRRJ2007 QUESTÃO 5
Atualmente o Aquecimento Global é apontado como uma das prováveis causas de uma série de
desastres ambientais recentes em diversos países. Durante muito tempo, falou-se que o
reflorestamento seria uma medida capaz de minimizar os efeitos do aquecimento generalizado do
planeta.
a)Qual o nome do processo metabólico realizado pelos vegetais que estaria envolvido neste
raciocínio?
b)Como este processo atuaria combatendo a elevação das temperaturas globais?

a) Este processo é a fotossíntese.


b) Através da fotossíntese os vegetais retiram da atmosfera o CO 2, que é o principal causador do efeito
estufa.