Anda di halaman 1dari 8

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO. LICITAÇÃO.

O ALUNO DEVERÁ RESPONDER ÀS


QUESTÕES E VERIFICAR AS RESPOSTAS NO GABARITO. EVENTUAIS
DÚVIDAS DEVERÃO SER ESCLARECIDAS EM SALA DE AULA. PROF.
CARLOS DE OLIVEIRA VIANNA – P R O V A.....................................................

1) (OAB/SP/121, Pires, 140,1) Em licitação, em que todos os licitantes têm suas


propostas técnicas desclassificadas, o ente licitador:

(a) pode revogar a licitação, considerando-a deserta.


(b) Pode fixar prazo para que os proponentes reapresentem suas propostas
escoimadas dos motivos que ensejaram a desclassificação;
(c) Não pode anular a licitação, ainda que os vícios das propostas sejam decorrentes
de erros insertos no edital.
(d) Não pode admitir o conserto das propostas, sob pena de ferir o princípio do
sigilo delas.

2) (TJ-SP, Costa, 138,166) Segundo a Lei 8.666, de 1993, as licitações destinam-


se a garantir:

(a) o princípio da isonomia e a seleção da proposta mais vantajosa para a


administração;
(b) o princípio da moralidade administrativa e a seleção da proposta
economicamente mais barata para a administração;
(c) o princípio da publicidade dos atos administrativos e a seleção da proposta
financeiramente mais econômica.
(d) O princípio da eficiência administrativa e a seleção preferencial de bens e
serviços produzidos no país.

3) (DP/SP, Costa, 140, 171) Ocorrendo calamidade pública, eventual licitação para
os contratos relacionados com o evento deverá ser considerada, por lei como:

(a) vedada;
(b) dispensada;
(c) inexigível;
(d) dispensável.

4) (MP/MG, Costa, 141,172) Em matéria de licitações públicas, é certo que:

(a) A Administração Pública cabe ajuizar, a cada caso, da conveniência e


oportunidade da dispensa, quando se tratar de licitação considerada dispensada;
(b) Na licitação dispensável ou inexigível, dentro das hipóteses cabíveis, a exclusão
da obrigação de licitar exige um prévio ato da Administração Pública;
(c) A circunstância de fato encontrada na pessoa com quem se quer contratar, que
impede o certame, caracteriza a licitação denominada dispensável;
(d) A licitação, cuja hipótese recebe as denominações de dispensada, dispensável e
inexigível, tem o mesmo significado e procedimento, produzindo os mesmos
efeitos;
(e) A desnecessidade de ato prévio da Administração Pública para licitar caracteriza
a licitação inexigível, porque a obrigação de licitar vem excluída por força de
lei.
5) (DP/SP, Costa, 146, 184) Quando não acudirem interessado à licitação anterior
e esta, justificadamente não puder ser repetida sem prejuízo para a
administração, mantidas, neste caso, todas as condições preestabelecidas, fala-se
em licitação:

(a) deserta;
(b) fracassada;
(c) imprópria;
(d) reservada.

6) (DP/SP, Costa, 146, 185) Constitui modalidade de licitação que não exige
publicação do edital a (o):

(a) concorrência;
(b) convite;
(c) tomada de preços;
(d) leilão.

7) (OAB-MT, Pires, 141, 6) Homologado o resultado da licitação:

(a) A administração não pode deixar de realizar o contrato com o licitante vencedor;
(b) A administração pode revogar contrato que tenha sido celebrado sem obediência
da ordem de classificação da licitação;
(c) A Administração pode anular a licitação desde que haja interesse público;
(d) A Administração pode deixar de realizar o contrato havendo interesse público
decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, caso em que pode
revogar a licitação.

8) (OAB/SP, Exord, 17,54) Em um pregão realizado pela União para a aquisição


de impressoras para computadores, a licitante que nos lances deu o segundo
menor preço foi contratada, apesar de haver uma licitante que teria dado um
preço menor. Esse procedimento...

(a) não está correto, porque essa modalidade necessariamente determina a


contratação do menor preço;
(b) está correto, desde que a licitante com o menor preço venha a ser inabilitada;
(c) está correto, porque essa modalidade é para aquisição de bens e serviços comuns
e, como se trata de aquisição de bens não comuns, não se aplica o critério de
julgamento do menor preço;
(d) não está correto, porque a desclassificação da proposta de preço só pode ocorrer
entre licitantes já devidamente habilitados.

9) (OAB/SP, Exord, 17,58) Um município realizou procedimento de pregão


(presencial) para contratar fornecimento de bens comuns. Não tendo a licitante
sagrada vencedora celebrado o contrato, pode o município contratar a licitante
classificada em segundo lugar?

(a) sim, desde que ela venha a ser devidamente habilitada;


(b) sim, desde que a segunda classificada concorde com o preço apresentado na
proposta da licitante classificada em primeiro lugar;
(c) não, a não ser que se trata da modalidade de concorrência;
(d) sim, após reabrir prazo para apresentação de novos lances para todas as licitantes
classificadas.

10) (OAB-SP, Exord, 18,60) O Departamento Nacional de Estradas de Rodagem


(DNER), autarquia federal, objetivando a contratação de empresa de engenharia
para elaboração de estudos conclusivos sobre a incidência de acidentes com
veículos, ocorridos nas vizinhanças dos postos de pedágio, em estradas federais
privatizadas:

(a) não precisará realizar licitação, pois se trata de estradas privatizadas, sujeitas a
um regime de direito privado;
(b) deverá realizar licitação prévia, visto tratar-se de estradas dadas em concessão;
(c) poderá contratar, sem prévia licitação, desde que demonstre se tratar de
contratação de empresa de notória especialização para realizar serviço singular;
(d) deverá sempre selecionar empresa a ser contratada, obrigatoriamente, mediante
prévia licitação, visto tratar-se de pessoa jurídica de direito público.

11) (OAB-SP, Gabriel, 575, 144) As empresas públicas e sociedades de economia


mista podem contratar sem o procedimento licitatório previsto na lei 8666/93?

(a) não, com exceção das que explorarem atividade econômica;


(b) sim, desde que o objeto do contrato diga respeito à sua atividade-fim;
(c) sim, desde que o objeto do contrato diga respeito à sua atividade-meio;
(d) não, a não ser que estejam sujeitas ao regime de Direito Privado.

12) (Procurador do Estado-GO, Celso, 96,4) Sobre licitação, é correto afirmar:

(a) possui como objetivo exclusivo proporcionar à Administração Pública o negócio


mais vantajoso;
(b) a competência para legislar sobre a matéria é privativa da União;
(c) o princípio da vinculação ao edital aplica-se apenas aos licitantes;
(d) pressuposto lógico da licitação é a existência de pluralidade de objetos e de
ofertantes.

13) (Procurador do Estado-GO, Celso, 97,8) Relativamente às modalidades de


licitação, não se pode afirmar:

(a) a concorrência destina-se aos contratos de maior vulto, podendo dela participar
quaisquer interessados;
(b) O leilão é utilizado para a venda de bens móveis inservíveis, legalmente
apreendidos ou penhorados e, excepcionalmente, para a venda de bens imóveis;
(c) O convite visa à escolha de trabalhos técnicos, científicos ou artísticos, com
instituição prévia de prêmio ou remuneração;
(d) A tomada de preços destina-se a transações de valor médio e é realizada entre
interessados previamente cadastrados ou que apresentem a documentação
exigida para o cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento
das propostas, se qualificados.
14) (Procurador do Município SP, Celso, 98,11) A Administração pode contratar
diretamente, sem licitação, quando:

(a) outorgar uma concessão de serviço público;


(b) houver muitos interessados na celebração do contrato;
(c) existirem sobras de recursos orçamentários;
(d) a lei especificamente facultar;
(e) receber uma excelente proposta para a contratação.

15) (Procurador do Município-SP, Celso, 98, 12) Para que uma licitação seja
revogada, é necessário:

(a) que seja comprovada uma ilegalidade no procedimento;


(b) que uma lei específica autorize a revogação;
(c) que o licitante vencedor desista da proposta;
(d) que a Administração publique um novo edital de licitação após a revogação;
(e) que ocorra um fato superveniente justificador da revogação.

16) (OAB/RS-2005.3, Mazza 107/2) Um Estado da Federação decidiu contratar


serviços especializados de consultoria na área de recursos humanos, a fim de
avaliar os serviços públicos estaduais e, com isso, subsidiar a adoção de
diretrizes de uma política de qualidade e produtividade dos serviços prestados. O
edital do certame fixou, dentre outras, as condições de qualificação dos
licitantes. Posteriormente à publicação do edital, a Administração decidiu, por
comunicado interno aos licitantes que apresentaram documentos de habilitação e
propostas, estabelecer novas exigências para habilitação, abrindo prazo para
complementação de documentos. Alegou que as exigências originalmente
estabelecidas não eram suficientes para a assegurar a qualificação técnica
exigida para que os licitantes se habilitassem a disputar o certame. Com base
nesse relato, assinale a alternativa correta:

(a) Houve violação dos princípios da vinculação ao edital e da publicidade, dado


que a modificação não foi publicada pela mesma forma do texto original;

(b) A exigência é licita, poios foi devidamente motivada, encontrando-se


abrigada pelo poder discricionário da Administração, sendo irrelevante a
questão formal;

(c) A fixação de novas exigências para habilitação não é lícita, porque, uma vez
publicado o edital, não se poderia mais modifica-lo no sentido de agravar a
situação dos licitantes;

(d) É lícita a modificação, pois o interesse público promovido pela


Administração goza, em qualquer circunstância, de supremacia sobre os
interesses privados dos licitantes.

17 ) (Ministério Público-MA, Celso, 102,22) De acordo com a Lei 8666/93, o registro


ou inscrição do interessado em participar de processo licitatório, na entidade
profissional competente está relacionado a:
(a) habilitação jurídica;
(b) qualificação técnica;
(c) qualificação econômica;
(d) qualificação financeira;
(e) regularidade fiscal.

18 (Procurador TCE-MG-2007,Celso, 5/311) A modalidade de licitação do pregão é


utilizada para a aquisição de bens e serviços comuns, assim definidos aqueles:

(a) que podem ser substituídos por outros da mesma espécie, qualidade e
quantidade.
(b) Que são livremente comercializados no mercado;
(c) Cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos
no edital;
(d) objeto de padronização de acordo com normas técnicas regulamentadas pelo
mercado;
(e) De pequeno valor e destinados ao consumo do ente licitante.

19) (Procurador do Estado-PR- 2002, Celso, 23/218) Em relação à licitação, é


correto afirmar:

(a) possui como objetivo exclusivo proporcionar à Administração Pública, o


negócio mais vantajoso;
(b) somente a União pode legislar sobre a matéria;
(c) o princípio da vinculação ao edital aplica-se apenas aos licitantes;
(d) o leilão é utilizado exclusivamente para venda de bens móveis inserviveis,
legalmente apreendidos ou penhorados, a quem oferecer o maior lance, desde
que igual ou superior à avaliação;
(e) as hipóteses de inexigibilidade de licitação, previstas em lei, são meramente
exemplificativas, sendo, no entanto, exaustivas as que contemplam sua dispensa.

20) (Procurador do INSS – 1988 – CESPE/UNB, Knoplock, 339) Julgue o seguinte


item:

1) Obras, compras e serviços podem ser contratados pela administração pública sob
diferentes modalidades de licitação: concorrência, tomada de preços ou convite.
Quando, porém, em face do valor estimado da contratação, o objeto licitado for
enquadrável em uma dessas modalidades, a administração não poderá realizar a
licitação por meio de qualquer uma das outras.
A afirmação está:

(a) correta;
(b) errada.

21) (Knopllock, 351) Para a contratação de uma obra no valor máximo de R$


1.000.000,00, a secretaria municipal de obras deverá promover licitação de qual
tipo?
(a) obrigatoriamente tomada de preços;
(b) obrigatoriamente concorrência;
(c) tomada de preços ou concorrência;
(d) convite;
(e) menor preço.

22) (ESAF/CGU/Correição 2006, Alexandrino 125/5) A licitação, regulada pela Lei


nº 8666/93, destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da
isonomia e a selecionar propostas de preços mais baratos, para a Administração
contratar compras, obras e serviços, devendo ser processada e julgada com
observância da impessoalidade. Igualdade e publicidade, entre outros:

(a) correta assertiva.


(b) Incorreta, porque o sigilo da licitação afasta a observância do princípio da
publicidade;
(c) Incorreta a assertiva, porque a licitação destina-se a selecionar proposta mais
vantajosa para Administração, ainda que eventualmente não seja a mais barata;
(d) Incorreta, porque a exigência de habilitação prévia afasta a observância do
princípio da impessoalidade;
(e) Incorreta, porque a exigência de condições passíveis de valorar propostas afasta
a incidência do princípio da igualdade.

23) (ESAF/AFRF/2001,Alexandrino 130/52) Para se dar a revogação do


procedimento licitatório, deve haver:

(a) vício no edital;


(b) recurso provido de licitante;
(c) fato superveniente e motivação;
(d) conveniência e interesse público;
(e) ilegalidade em qualquer fase do procedimento.

24) (CESPE/TÈCNICO JUDICIÁRIO/STM/99, Alexandrino, 133/66) Objetivando


a criação de uma coleção de selos comemorativos do aniversário de 500 anos da
chegada dos portugueses ao Brasil, a Empresa Brasileira de Correios e
Telégrafos (ECT) deliberou realizar licitação para a seleção dos trabalhos
artísticos a serem estampados. O edital do certame definiu a premiação dos vinte
melhores trabalhos. A modalidade de licitação adequada à seleção pretendida
pela ECT será o (a)

(a) tomada de preço;


(b) leilão;
(c) concorrência;
(d) concurso;
(e) convite.

25) (ESAF/PFN/2004, Alexandrino, 135/73) Sobre as modalidades de licitação,


assinale a opção correta:
(a) O pregão, por ser modalidade que não está inserida entre as previstas na Lei
8.666 de 1993 (que estabelece normas gerais sobre licitações e contratos
administrativos no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e
Municípios), somente pode ser utilizado, na sistemática atual, pela União;
(b) Nos casos em que couber a concorrência, a Administração sempre poderá
utilizar a tomada de preços; a reciproca, contudo, não é verdadeira;
(c) A Lei nº 8666, de 1993 ao disciplinar a modalidade concurso, estabelece normas
gerais a serem observadas nos concursos públicos para a seleção de candidatos à
ocupação de cargos e empregos públicos;
(d) O convite é modalidade de licitação da qual somente podem participar licitantes
previamente cadastrados pela Administração;
(e) A Lei nº 8666/93, veda a criação de outras modalidades de licitação ou a
combinação das modalidades nela referidas.

26) (ESAF/PFN/2004, Alexandrino, 135/74) Especificamente quanto à modalidade


de licitação denominada Pregão, assinale a opção incorreta:

(a) Tal modalidade somente é cabível para aquisição de bens ou contratação de


serviços considerados comuns.
(b) É possível, em tal modalidade, a realização de licitação por meio eletrônico,
conforme regulamentação específica;
(c) Em tal modalidade de licitação, é possível apresentação não apenas de propostas
escritas, mas também de lances verbais;
(d) Em tal modalidade de licitação, primeiro se promove o exame dos requisitos de
habilitação dos licitantes, para somente após passar à fase de avaliação das
propostas de preços.
(e) Aplicam-se apenas subsidiariamente, para a modalidade Pregão, as normas da
Lei nº 8666, de 1993.

27) (OAB/SP 127, MAZZA, 109/6) Um prefeito, iniciando seu mandato, decidiu
revogar uma licitação que havia sido vencida por uma empresa que apoiara um
candidato de outro partido politico, e que se encontrava em fase de adjudicação.
Pode o novo prefeito fazer isso?

(a) Não, porque isso seria sempre considerado desvio de poder;

(b) Não, porque a licitação já se encontrava em fase de adjudicação;

(c) Sim, desde que comprove ilegalidade no procedimento da licitação;

(d) Sim, desde que haja fatos supervenientes que comprovem que a contratação
objeto da licitação não é conveniente e nem oportuna.

28) (0AB/SP 130, Mazza, 110/8) Em uma concorrência pública, todas as licitantes
habilitadas tiveram suas propostas técnicas desclassificadas, porque nelas não
incluíram a realização de algumas obras, conforme exigido pelo edital. A
Comissão de Licitação concedeu o prazo de oito dias para que todas as licitantes
habilitadas apresentassem novas propostas técnicas, escoimadas dos vícios. Está
correto este procedimento?
(a) Sim, desde que a Comissão permita que os licitantes alterem também suas
propostas comerciais, em face da inclusão das novas obras, sob pena de os
licitantes poderem apresentar preços inexequíveis;

(b) Não, a não ser que a Comissão reabra o prazo também para que as licitantes
anteriormente inabilitadas apresentem nova documentação, sem os vícios que as
inabilitaram;

(c) Sim, desde que o edital contenha tal previsão e haja solicitação dos licitantes
desclassificados;

(d) não, porque, com esse proceder, a Comissão estará ferindo o princípio da
vinculação ao instrumento convocatório;

29) (OAB/RS, Mazza 115/24) Um Município do interior do Estado decidiu


abrir processo licitatório para a aquisição de equipamentos de
informática. O edital foi publicado pelo secretário competente, em jornal
de circulação no município. Um cidadão, filiado a um partido de
oposição ao do prefeito, tomou conhecimento do edital e não se
conformou com irregularidades que entendia estarem nele contidas.
Diante disso, é correto afirmar que:

(a) Por não existir, na lei de licitações e contratos administrativos, instrumento


específico por meio do qual o licitante possa manifestar sua conformidade,
deverá ele exercer o direito de petição, instrumento constitucional adequado
não só para defender direito próprio, como para se contrapor à ilegalidade ou
abuso de poder;

(b) Deverá ele interpor recurso administrativo dirigido à autoridade superior,


para que ela conheça as irregularidades e providencie seu saneamento;

(c) A via adequada para manifestar a inconformidade é a impugnação,


instrumento acessível, na esfera administrativa, não apenas aos licitantes,
mas a qualquer cidadão;

(d) Ciente da inexistência de instrumento específico, na esfera administrativa,


para sanear as irregularidades, resta-lhe apenas o ajuizamento de ação
judicial adequada.

30) (OAB/MT, MAZZA 117/28) Tipo de licitação utilizada exclusivamente para


serviço de natureza predominantemente intelectual:

(a) Menor preço;

(b) Maior lance;

(c) Melhor técnica;

(d) Registro de preços.