Anda di halaman 1dari 15

1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ


CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA
FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA
POLÓ UNIVERSITÁRIO DE TOMÉ-AÇU
CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA
Rosiane Miguel Da Silva

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL DESEMBARGADOR WILSON


DE JESUS MARQUES DA SILVA
ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

TOMÉ-AÇU/PA
2015
2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ


CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ABAETETUBA
FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA
POLÓ UNIVERSITÁRIO DE TOMÉ-AÇU
CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA
Rosiane Miguel Da Silva

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL DESEMBARGADOR WILSON


DE JESUS MARQUES DA SILVA
ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

Relatório apresentado a Universidade


Federal do Pará como critério de
avaliação da Disciplina Estágio
Supervisionado I, ministrado pelo Prof.º
Me. Raimundo das Graças Carvalho de
Almeida.

TOMÉ-AÇU/PA
2015
3

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO ............................................................................................................ 4

A IMPORTÂNCIA DO ESTAGIO NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR ......................... 5

CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O ESTAGIO.......... 6

ATIVIDADES REALIZADAS NO PERIODO DE ESTÁGIO ......................................... 7

I SEMANA DAS LICENCIATURAS .......................................................................... 10

AUTO-AVALIAÇÃO ................................................................................................... 10

CONCLUSÃO............................................................................................................ 11

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .......................................................................... 12

ANEXOS
4

INTRODUÇÃO

O Estágio Supervisionado I tem como finalidade proporcionar ao estagiário


oportunidades para estabelecer o contato direto com a realidade sociocultural.
Assim, buscar informações sobre o ambiente escolar, passando a reconhecer as
metodologias da escola, suas dificuldades e propostas para melhoria do ensino
aprendizado. Deste modo, promover ao educando, acesso ao conhecimento
sistematizado e, a partir deste, a produção de novos conhecimentos e preocupar-se
com a formação de um cidadão consciente e participativo na sociedade em que está
inserido.
A realização das atividades propostas no Estágio Curricular foi desenvolvida
no período 18 a 30 de Maio de 2015 e 08 a 13 de Junho de 2015, na Escola
Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Wilson de Jesus Marques da
Silva. A disciplina de estágio curricular totaliza uma carga horária de 90 horas.
No decorrer do estágio no ambiente escolar, são desenvolvidas algumas
atividades, por exemplo: observação, entrevista com diretor, coordenador, professor,
aluno e responsável do aluno. Além disso, participação de reuniões e eventos. E no
período 01 a 03 de Julho de 2015 foi realizado o Encontro das Licenciaturas, com
apresentação em banner o diagnóstico da escola observada.
As atividades ocorreram de maneira organizada, respeitando cada norma da
instituição escolar, e seguindo as orientações do professor Ma. Raimundo das
Graças Carvalho de Almeida, assim trabalhando de forma socializada para que a
escola pudesse atenderas necessidades.
Com a realização desse trabalho, conclui-se que a educação apresenta
varias estratégias para o melhoramento no processo de ensino, visando
primeiramente os alunos e estimulando-os no seu caminho da sua vida escolar.
5

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO PARA FORMAÇÃO DO EDUCADOR

O estágio visa ao aprendizado de competências próprias da atividade


profissional e à contextualização curricular, objetivando o desenvolvimento do
educando para a vida cidadã e para o trabalho. Portanto é finalidade do estágio
curricular supervisionado a integração do aluno com o mercado de trabalho,
propiciando o seu desenvolvimento profissional e acadêmico.
Para Cunha (2003,p.10), ao estudar o estágio como eixo articulador dos
cursos de formação de professores, considera que a metodologia de investigação-
ação seja para construção da identidade docente. A vivência concreta na escola, o
contato com as incertezas, as alegrias, os conflitos e sonhos se traduzem em maior
integração entre professores e alunos.
Portanto as atividades desenvolvidas no estagio não é uma prestação de
serviços, mas a aquisição de experiência no exercício da profissão, objeto de curso
frequentado pelo discente. Ele é um complemento do aprendizado, por isso, é de
suma importância o educando passar por esse processo de aprendizagem.
Segundo Pimenta Gonçalves (1990) considera que a finalidade do estágio é
propiciar ao aluno uma aproximação à realidade na qual atuará.
Portanto estágio visa à preparação para o trabalho produtivo, propiciando ao
estagiário os aprendizados socias, profissionais e culturais, tendo como resultado
uma reflexão real e futurista dos novos cenários socio-econômicos. Sendo de suma
relevância para qualquer profissional, pois é através dessa prática a ser
desenvolvida que podermos futuramente enfrentar alguns atropelos que passam
surgir em nossos caminhos.
O docente tem que está num processo de aquisição de saberes contínuo,por
isso, faz-se necessário ter uma visão de estágio como uma oportunidade para
adquirir novos conhecimentos, e não apenas um cumprimento do currículo
obrigatório realizado sem nenhum objetivo. Como ressalta Favero (1992,p.65):

O estágio curricular não pode ser pensado como mero cumprimento de uma
exigência legal, desvinculado de um contexto social, mas, sobretudo, tendo-
se presente a “função social da universidade”, que é uma função de
engajamento com a sociedade numa perspectiva de transformação.
6

CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O ESTAGIO

A Escola Municipal de Ensino Fundamental “Desembargador Wilson de


Jesus Marques da Silva”, situada na Avenida Dionísio Bentes Km 12 s/n em frente
ao posto Ipiranga, núcleo urbano de Quatro - Bocas Tomé-Açu Pará. Ela foi fundada
no ano de 1992 pelo senhor José Mª. De Paiva. Iniciando suas atividades
educacionais no dia 17 de Abril de 1995 com 08 salas de aula, funcionando apenas
em dois turnos para atender alunos de 1ª a 4ª série.
Em 2000, foi ampliada em mais uma sala de aula para atender os
universitários da UFPA sendo duas turmas totalizando em 98 alunos.
O nome da escola Desembargador foi escolhido para homenagear o juiz e
professor Dr. Wilson de Jesus Marques da Silva, que foi diretor da primeira escola
de 2º grau de Tomé-Açu.
Atualmente possui as seguintes dependências: 15 salas de aulas amplas
com boa ventilação, quadros magnéticos, carteiras suficientes ao número de alunos,
uma quadra de esporte coberta, sala de direção, sala da secretaria, sala dos
professores, cozinha, refeitório, biblioteca, sala de vídeo, sala de informática,
banheiros com adaptações para alunos com necessidade especiais e em seu
arredor área verde.
A instituição escolar é composta por 60 funcionários, distribuídos em
professores, serventes, auxiliares administrativos, zeladores, um diretor e dois vices
e duas coordenadoras.
A merenda escolar é de boa qualidade e suficiente para atender a todos os
educandos.
A escola funciona nos três turnos do 6º ao 9º Ano, oferecendo aos
professores matérias que servem de suporte para o desenvolvimento de uma boa
prática educativa e possui Projeto Político Pedagógico que foi elaborado com a
participação do corpo docente, sua filosofia é “Educar cidadão transformadores de
sua própria história”, realiza com frequência reunião com os responsáveis dos
alunos e professores.
A instituição oferece os seguintes equipamentos: televisão, DVD,
computadores, Data Show e outros. O ambiente é propicio ao processo de ensino
aprendizagem.
7

ATIVIDADES REALIZADAS NO PERIODO DE ESTÁGIO

No dia 19 de Maio de 2015 o professor responsável pela disciplina Estágio


Supervisionado I Me. Raimundo das Graças Carvalho de Almeida juntamente com a
coordenadora Ma. Suellen Cristina Queiroz Arruda realizaram a organização dos
alunos nas respectivas escolas dividindo a turma em oito grupos. Em seguida foi
realizada as leituras complementares.
No dia 20 de Maio de 2015 pela manhã o responsável pela disciplina fez a
entrega do ofício, da ficha de identificação e a entrega do material de estágio.
Após,foi realizada a apresentação oficialmente do estagiário na Escola Municipal de
Ensino Fundamental desembargador Wilson de Jesus Marques da Silva, aonde
aconteceu o Estágio Supervisionado I. No período da tarde incidiu com a Reunião
Pedagógica, com isso, foi aproveitado para realizar a sexta atividade administrada
pela Coordenadora da escola Eliane Gaspar Nascimento com participação do corpo
administrativo e docente. Nesse período de estagio ocorreu somente essa reunião
pedagógica, onde foram tratados diversos assuntos. Ela deu inicio às 14h com
térmico às 17h40min.
No dia 21 de Maio do ano corrente pela manhã foi realizada a observação
das condições de materiais de trabalho, com a finalidade de averiguar todo espaço
físico da escola, localização do terreno e sua condição de acesso. Além disso,
analisando o seu estado geral de manutenção, conservação das instalações,
segurança, suas dependências e seus equipamentos como impressoras, DVDs,
TVs, projetores, caixas amplificadas, computadores e materiais diversos para
educação física e outras atividades educacionais, assim verificando seu estado em
funcionamento.
No dia 22 de Maio de 2015, para analisar a estrutura organizacional, que
segmentos a escola atende, conhecendo o trabalho desenvolvido nos seguintes
setores: Direção, secretaria, coordenação, laboratório de informática e Biblioteca.
No dia 25 de Maio de 2015 foi realizada a terceira atividade, que consistiu na
pesquisa sobre os profissionais que trabalham na escola, tanto do corpo
administrativo quanto ao corpo docente e apoio, buscando dados quantitativos de
forma geral. Em relação aos professores analisamos o seguinte: sexo, faixa etária,
formação acadêmica, tempo de serviço e sua localização da residência se fica
próxima ou longe do seu ambiente de trabalho.
8

No dia 26 de Maio de 2015 ocorreu a quarta atividade da escola que foi


realizada uma investigação sobre a clientela da escola, coletando dados gerais
quantitativos, tanto o número de alunos atendidos pela instituição, quanto o número
de turmas. Além disso, colhendo informações sobre as condições socias das
famílias, suas principais ocupações profissionais, e também adquirindo dados gerais
sobre o a vida escolar dos discentes.
No dia 27 de Maio foi realizada a pesquisa sobre o currículo da escola, e o
documento que o retrata, se o currículo privilegia os aspectos culturais se oferece
atividades extracurriculares para livre escolha do aluno e também se há adaptação
curricular para os alunos com necessidades educacionais especiais. A mesma
possui o PPP (Projeto Político Pedagógico), que foi solicitado, mas a direção não o
forneceu.
A sétima atividade consistia na observação de eventos ou atividades, no dia
28 de maio de 2015, foram observadas as turmas 6º Ano “C” e 7º Ano “A”, 8º Ano
“D” e 9º Ano “B”. Com objetivo de ter uma visão geral da sala de aula, se está lotada,
se o numero de cadeira é suficiente ao numero de aluno e também se o ambiente é
propicio a aprendizagem e analisando o comportamento de ambas as partes tanto
do educador quanto dos alunos. E no dia 07 de Junho de 2015, com duração de 3
horas, que foi a festa junina da escola que deu inicio as 16 horas com varias
apresentações de grupos de danças, vendas de comidas típicas, brincadeiras de
arraial e finalizando com o bingo. O intuito da realização da festa foi a arrecadação
de verba para supri algumas necessidades da escola.
A oitava atividade consistiu na realização das seguintes entrevistas:
 A primeira entrevista ocorreu no dia 25 de Maio de 2015 no ambiente escolar
com a coordenadora Eliane Gaspar Nascimento, licenciada em Pedagogia, pós-
graduada em Psicopedagogia. A mesma trabalha há oito anos na escola, seu
trabalho é diretamente com os alunos e professores.
 A segunda entrevista foi no dia 25 de Maio de 2015 no ambiente escolar com
a professora Elinete Martins de Oliveira, formada em Licenciatura Plena em
Matemática pela UFPA, pós-graduada em Matemática e Estatística pela ISPEF. A
mesma trabalha no turno da manhã, no momento não esta em sala de aula,
somente dando aula de reforço e às vezes ajudando na secretaria escolar.
 No dia 26 de Maio de 2015, foi entrevistada a professora Nheylli Christine
Igreja Matos no ambiente escolar, licenciada em Matemática pela UFPA, pós-
9

graduada em Matemática e Estatística pela ISPEF. A mesma ministra as turmas de


8º e 9º ano no período da manhã e tarde. Ela enfatiza que os alunos tem dificuldade
nas quatro operações fundamentais.
 No dia 27 de Maio de 2015, foi entrevistada a professora Carmillen Raiara
Almeida Dias, que está cursando Licenciatura Plena em Matemática na UFPA,
trabalha há três meses na escola, nos turnos manhã e tarde. A mesma informou que
as dificuldades apresentadas pelos alunos são nas quatro operações fundamentais
e no jogo de sinal.
 No dia 28 de Maio foi entrevistado no ambiente escolar o professor Silvio de
Araújo da Silva, licenciado em Matemática, pós-graduada em Matemática e
Estatística pela ISPEF e está cursando Licenciatura em Computação pela UFRA. O
mesmo trabalha há dez anos na escola nos turnos manhã, tarde e a noite com o
EJA. Ele relata que o papel do educador e desenvolver as potencialidades dos
alunos e transformá-los em cidadãos, e que o aprendizado na sala de aula não se
dar de forma uniforme, e sim cada um tem seu ritmo suas necessidades e
dificuldades. E citou também que a maior dificuldade dos alunos são as quatro
operações fundamentais. Ele como educador procura técnicas diversificadas para
tornar a aula interessante e produtiva, planejando suas atividades e procurando
executar com prazer.
 No dia 08 de Junho de 2015 foi entrevistado o responsável do aluno João
Paulo Miguel da Silva na sua residência, escolaridade Ensino Médio completo,
trabalha na CAMTA (Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu). O mesmo informou
que é presente na vida escolar de seus filhos, quando não participa das reuniões
que acontece na escola manda sua esposa. Ele relata que o ambiente escolar não é
propicio aos alunos, porque as salas não são adequadas. Para ele a educação
precisa melhorar em vários fatores principalmente no conforto e segurança.
 No dia 08 de Junho de 2015 foi entrevistado o gestor escolar Jose Erivaldo da
Silva, formado em Licenciatura Plena em Matemática e Estatística pela ISPEF, e
ocupa um cargo de pastor na Igreja Assembléia de Deus. O mesmo trabalha na
escola há sete anos, e assumiu a direção da escola há um ano. Ele informou que a
educação no município está boa, entretanto precisa de alguns reajustes.
 No dia 08 de junho de 2015 foi entrevistado o aluno Robbye Willyan de
Oliveira da Silva, tem 12 anos, esta cursando o 7º Ano no turno da tarde. O mesmo
informou que gosta de estudar, ler, brincar vídeo game desenhar. Ele relata que sua
10

dificuldade em relação à disciplina de Matemática é na resolução em divisão de


fração. E comenta também que os professores teriam que utilizar técnicas variadas
para ensinar. Para ele o perfil do professor que gostaria ter seria um educador
inteligente, divertido e inovador nas suas aulas.

I SEMANA DAS LINCENCIATURAS

No dia 10 de Junho de 2015 deu início a preparação elaboração para o


encontro da I Semana das Licenciaturas, sob a orientação do professor responsável
da disciplina de estágio.
No dia 11 de Junho de 2015 foi realizado a confecção do Banner para ser
apresentado no dia do evento, assim planejando o Estágio em Forma de Projetos e
sistematização das experiências.
A realização do Encontro da I Semana das licenciaturas do Pólo
Universitário de Tomé-Açu ocorreu no período do dia 01 a 03 de junho de 2015 na
Escola Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Wilson de Jesus Marques
da Silva, organizado pela coordenação do campus de Abaetetuba, coordenadora
acadêmica, faculdade de Educação e Ciências Sociais, Faculdade de Ciências
Exatas e Tecnologias e a Coordenação do Pólo Universitário de Tomé-Açu. E com
o apoio da Pró-retoria de Extensão da UFPA e Secretaria de Educação de Tomé-
açu.
No dia 01 de Julho de 2015 a partir das 08 horas iniciou a I Semana das
Licenciaturas, com credenciamento e café da manhã, mesa de abertura, palestra de
abertura e mini-cursos.
No dia 02 de Julho de 2015 houve palestras pela manhã e a tarde mini-
cursos.
No dia 03 de Julho 2015 a atividade deu inicio com a palestra, após teve
apresentações de jogos matemáticos, trabalhos acadêmicos, e em seguida, foi
realizado apresentação do diagnóstico da escola em banner pelos estagiários, os
mesmos foram avaliados por alguns profissionais.
11

AUTO-AVALIAÇÃO

O aprender, por sua vez, é um processo essencialmente dinâmico, que


requer do educando a criatividade, habilidade e a mobilização de suas atividades
mentais para compreender a realidade que o cerca, Analisá-la e agir, modificando-a.
A atuação do educador não é o único fator que contribui ou pode contribuir para
a melhoria da Educação. Há outros fatores intra-extra escolar que podem interferir
na prática dos educadores.
Considerando o estágio realizado na Escola de Ensino Fundamental
“Desembargador Wilson de Jesus Marques da Silva”, a mesma necessita se
adequar em vários requisitos para poder oferecer um ensino de qualidade.
Primeiramente se organizar estruturalmente, oferecer um acompanhamento mais
aprofundado nos alunos problemáticos, buscar práticas pedagógicas que promovam
um ensino realmente eficiente, com significado e sentido para os educandos, que
contribui para transformação social.
Essa etapa de observação foi de suma relevância, porque o estagiário passa
a perceber e analisar o processo de ensino aprendizagem onde futuramente estará
inserido. Além disso, entra em contato com a gestão, coordenação, professor titular
e alunos. Esse período é de reflexão, onde o estagiário passa a conhecer como a
escola está organizada de forma em geral, quais são seus métodos de trabalho para
oferecer um ensino significativo.
Ao concluir o Estágio Supervisionado I pode-se constatar que o objetivo
proposto foi alcançando, sendo proveitoso e determinante como futura profissional
que procura alcançar um alvo.
12

CONCLUSÃO

O ser humano é prendado de capacidade continua, onde a transformação é


possível deste que este queira buscar ser um inovador no processo de ensino
aprendizado. Portanto como a educação está em constantes mudanças, o educador
tem que aplaudir essas transformações desde que seja para melhora dos seus
alunos, para serem inseridos numa sociedade onde têm direitos e deveres em que o
professor é cobrado a todo o momento em responsabilidade, compromisso,
dedicação e participação.
Sem dúvida de que o estágio foi proveitoso através das atividades
realizadas, é de suma importância para formação de qualquer profissional que está
se preparando para entrar no mercado de trabalho, porque através dele são
adquiridos novos conhecimentos tornando capaz de refletir criticamente as
diferentes questões que surgem no âmbito de trabalho. Além disso, compreender
que sua formação profissional é um processo continuo, autônomo e permanente,
Desde o primeiro encontro da disciplina de estágio até o térmico da
realização de todas as atividades foi gratificante apesar das dificuldades que ocorreu
durante o período do estágio, como por exemplo: a falta de atenção de alguns
funcionários da escola investigada para informação de dados, o material do estágio
é extenso e o tempo insuficiente para realização da entrega de todo o trabalho. Além
disso, os encontros deveriam ser com frequência porque no momento da elaboração
e preenchimento das fichas de atividades surgiram dúvidas. Mas, embora essas
dificuldades que surgiram o trabalho posso dizer que foi para meu aperfeiçoamento.
Assim como o professor e o aluno estão sujeito a vivenciar várias situações
no decorrer de sua caminhada, então cabe cada um buscar novas estratégias, e se
aprimorar para não desanimar e sim seguir em frente porque os atropelos são pra
ser vencido.
A educação é indispensável para formação de qualquer ser humano, pois
permitirá ao mesmo viver todas as suas informações, construções e vivências.
13

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FREIRE, Paulo, Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa.


Paz e Terra – (coleção leitura), 13ª edição, São Paulo. 1996.
MAIA, Christiane Martinatti; SCHEIBEL, Maria Fani. Didática: organização do
trabalho Pedagógico – Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2006.
OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno, Filosofia da educação: reflexões e debates. Editora:
Vozes,Petrópolis. 2006.
LIBÂNO, Jose Carlos, Organização e gestão da escola – Teoria e prática. Editora
Alternativa, 5ª edição, Goiânia.2004.
PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e Docência. São
Paulo: Cortez, 2004 (Coleção docência em formação Série saberes pedagógicos,
IV).
14

ANEXOS
(ORGONOGRAMA, FICHAS DE FREGUENCIA, PLANILHAS, ATIVIDADES (01 A 08), OFICIOS E FOTOS).
OBS. PPP SÓ EM CASO A ESCOLA FORNECER.
15