Anda di halaman 1dari 73

CINESIOLOGIA

Aula I

MSc. André Bonadias Gadelha


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

CINESIO LOGIA

Kínesis/Kinein Logos

 Definição genérica: Estudo do movimento


 Reúne campos de anatomia, fisiologia, física e geometria e os
relaciona com o movimento humano
 Utiliza princípios de:

Mecânica

Anatomia musculoesquelética

Fisiologia neuromuscular
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

 Os Princípios mecânicos que se relacionam diretamente com o


corpo são usados no estudo da BIOMECÂNICA

 Implica em relação com objetos adjacentes ao corpo humano. Ex


raquete de tênis, muletas e outros

Sistemas Estáticos (imóvel) e/ou Sistemas Dinâmicos (móvel)

 Os sistemas dinâmicos podem ser divididos em CINÉTICOS e


CINEMÁTICOS
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Cinéticos
 Forças que produzem movimento

 Ciência que lida com as forças que produzem, param ou modificam o


movimento dos corpos

Cinemáticos
 Aspectos de tempo, de espaço e de massa de um sistema de
movimento

 Ciência que estuda o movimento dos corpos (no espaço)


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

COMPONENTES A SEREM ESTUDADOS

Elementos do esqueleto;

Articulações;

Músculos.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Cinemática
Descreve posições e movimentos do corpo no espaço

 OSTEOCINEMÁTICA - Movimento dos ossos

 ARTROCINEMÁTICA - Movimento das superfícies articulares


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Terminologia Descritiva
 Posição de descrição anatômica
 Posição fundamental
 Posição inicial de um movimento
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Terminologia Descritiva
 Posição de descrição anatômica

Indivíduo em posição ereta, com a face voltada para a frente, o


olhar dirigido para o horizonte, membros superiores estendidos,
aplicados ao tronco e com as palmas voltadas para frente, membros
inferiores unidos, com as pontas dos pés dirigidas para frente.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Terminologia Descritiva
Posição padrão – posição de descrição anatômica
 Posição de descrição anatômica

Indivíduo em posição ereta, com a


face voltada para a frente, o olhar
dirigido para o horizonte, membros
superiores estendidos, aplicados ao
tronco e com as palmas voltadas
para frente, membros inferiores
unidos, com as pontas dos pés
dirigidas para frente.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Terminologia Descritiva
Posição padrão – posição fundamental
 Posição fundamental

Qual é a diferença?
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Terminologia Descritiva
 Posição inicial de um movimento

Depende do movimento!!!

Exemplo:
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Planos de delimitação e secção do corpo


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Planos de delimitação e secção do corpo

• Plano sagital ou mediano: plano vertical que divide


o corpo em duas metades iguais direita e esquerda.

O nome deriva do fato de que o plano


MEDIANO passa pela Sagitta (que significa
seta) do crânio fetal,
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Planos de delimitação e secção do corpo

Plano Coronal ou Frontal vertical que divide o


corpo em parte anterior e posterior.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Planos de delimitação e secção do corpo

Plano transversal - Divide o corpo em parte superior e inferior


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Planos de delimitação e secção do corpo


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Eixos do corpo

Eixo Sagital

Eixo Longitudinal

Eixo transversal
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Termos de comparação

Proximal
Próximo a raiz de implantação do membro

Distal
mais afastado da raiz de implantação do membro
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Termos de comparação

Superficial – mais próximo a superfície

Profundo – mais afastado da superfície


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Termos de comparação

Homolateral – do mesmo lado

Contra lateral – do lado oposto


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Termos de comparação

Medial
mais próximo da linha sagital mediana

Lateral
mais afastado da linha sagital mediana
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Termos de comparação
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Tipos de movimento
 Movimento linear
Movimento retilíneo
Movimento curvilíneo

 Movimento não-linear
Ângulos
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimento linear
 Também chamado movimento de translação
 Ocorre em uma linha “mais ou menos” reta a partir de uma localização
até a outra
 Todas as partes do objeto percorrem a mesma distância, na mesma
direção e ao mesmo tempo
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

 Se este movimento ocorre em linha reta = MOVIMENTO RETILÍNEO


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

 Se este movimento NÃO ocorre em linha reta, mas em uma trajetória


curva = MOVIMENTO CURVILÍNEO
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimento não-linear - Angular


 Movimento de um objeto com relação a um ponto fixo
 Todas as partes do objeto se movem através do mesmo ângulo, na
mesma direção e ao mesmo tempo
 Não percorrem a mesma distância
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimento linear e angular


 O corpo se move de forma linear, porém existem articulações que
fazem movimentos angulares para que isso ocorra
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos articulares

Antes disso...
o que é uma articulação?
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Articulação - Juntura

Para designar a conexão existente entre quaisquer partes


rígidas do esqueleto, quer sejam ossos, quer cartilagens,
empregamos os termos juntura ou articulação
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação
 Fibrosas

 Cartilaginosas

 Sinoviais

O critério de divisão é o da natureza do elemento


que se interpõe às peças que se articulam
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

As junturas nas quais o elemento que se interpões às peças que


se articulam é o tecido conjuntivo fibroso

A maioria está presente no crânio

Mobilidade reduzida

I) Suturas
II) Sindesmoses
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

São encontradas entre os ossos do crânio


A maneira pela qual as bordas dos ossos articulados entram em
contato é variável
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

Plana – união linear retilínea ou


aproximadamente retilínea
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

Escamosa – união em bisel


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

Serreadas – união em linha “denteada”


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

Crânio do feto
A quantidade de tecido conjuntivo
fibroso interposto é muito maior,
explicando a grande separação entre
os ossos e uma maior mobilidade

Permite redução pelo “cavalgamento”


dos ossos
Fontanelas ou fontículos (moleiras)
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Fibrosas

I) Suturas
II) Sindesmoses

O tecido interposto também é fibroso, mas não ocorre entre ossos do


crânio
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Cartilaginosas

O tecido que se interpõe é o cartilaginoso

Cartilagem hialina – sincondroses


Cartilagem fibrosa - sínfises

Mobilidade reduzida
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Cartilaginosas

Sincondrose esfeno-occipital
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Cartilaginosas

Sínfise púbica
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Sinoviais

A mobilidade exige livre deslizamento de uma superfície óssea


contra outra e isto é impossível quando entre elas interpõe-se um
meio de ligação, seja conjuntivo fibroso ou cartilagíneo.

O elemento que se interpõe às peças é um líquido denominado


sinóvia

O principal meio de união é representado pela cápsula articular


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Sinoviais
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Sinoviais

Superfícies articulares – entram em contato


numa determinada juntura

Revestidas por cartilagem hialina


(cartilagem articular) – representa a porção
do osso que não foi invadida pela
ossificação

A cartilagem articular é avascular e não


possui inervação
Nutrição Vs regeneração
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Sinoviais
Cápsula articular
Membrana externa (fibrosa)
Membrana interna (sinovial)
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Formações fibro-cartilagíneas
Serviriam à melhor adaptação das superfícies que se articulam
(tornando-as congruentes)
Seriam estruturas destinadas a receber violentas pressões, agindo
como amortecedores
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação funcional da articulação


 O movimento nas articulações depende, essencialmente, da forma das
superfícies que entram em contato e dos meios de união que podem limitá-
lo

a) Mono-axial
b) Bi-axial
c) Tri-axial
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Forma das superfícies articulares
 PLANA
 GÍNGLIMO
 TROCÓIDE
 CONDILAR
 EM SELA
 ESFERÓIDE
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Juntura - Plana

As superfícies articulares são planas ou ligeiramente curvas,


permitindo deslizamento em qualquer direção
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Juntura - Gínglimo

Também conhecido como dobradiça


Movimentos angulares
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Juntura - Condilar

Forma elípitica
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Juntura – Em sela

Forma de sela
Concavidade num sentido e convexidade em outro
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Classificação morfológica da articulação


 Juntura – Esferóide

Segmentos de esferas e se encaixam em receptáculos ocos


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Junturas sinoviais simples e composta


 Simples
Quando apenas dois ossos entram em contato numa juntura (ombro)

 Composta
Quando três ou mais ossos participam da juntura (cotovelo)
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Se você conhece os ossos, sabe o nome da articulação

Glenoumeral
Umero-ulnar
Radio-ulnar
Radiocarpal
Coxo-femoral
Fêmoro-tibial
Tíbio-fibular
Tíbio-társica
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos das superfícies articulares


 Artrocinemática - quando duas superfícies articulares se

movem, três tipos de movimento podem ocorrer:

Rolamento

Deslizamento

Rotação
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos das superfícies articulares


 ROLAMENTO
Novos pontos de uma superfície em movimento, entram em contato com
novos pontos de uma segunda superfície estacionária.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos das superfícies articulares


 DESLIZAMENTO
Mesmos pontos de uma superfície em movimento, entram em contato com
novos pontos de uma segunda superfície estacionária.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos das superfícies articulares


 ROTAÇÃO
Novos pontos de uma superfície em movimento, entram em contato com
os mesmos pontos de uma segunda superfície estacionária. Rotação ao
redor de um eixo mecânico estacionário longitudinal do próprio osso.
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Movimentos das superfícies articulares


Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

CARRO TÁ FÁCIL!!!
QUERO VER EXEMPLOS COM
OSSO...
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares

Em torno de um eixo – eixo de movimento


Direções: ântero-posterior (ventro-dorsal), látero-lateral (médio-
lateral) e longitudinal (crânio-caudal)
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares

a) Movimentos angulares (flexão e extensão)


Plano sagital – eixo latero-lateral
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares

a) Movimentos angulares (flexão e extensão)


Plano sagital – eixo latero-lateral

 Hiperextensão
A hiperxtensão é a continuação da extensão além da posição anatômica

 Flexão e extensão do punho podem ser chamadas de flexão e


dorsiflexão palmar, respectivamente

 O tornozelo não faz extensão, neste sentido, os movimentos desta


articulação são: flexão plantar e dorsiflexão
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares

b) Abdução e adução
Plano frontal – eixo antero-posterior
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares

b) Abdução e adução
Plano transverso – eixo longitudinal
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares


c) Rotação
É o movimento em que o segmento gira em torno de um eixo
longitudinal
Medial – face anterior gira em direção ao plano mediano do
corpo
Lateral – Movimento oposto
Plano horizontal – eixo vertical
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares


d) Circundução
movimento combinatório
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares


e) Protrusão e Retração
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

Principais movimentos articulares


e) Outros

Supinação Pronação

inversão Eversão

Inclinação lateral do Desvio radial da mão


tronco (direita ou Desvio Ulnar da mão
esquerda)
Cinesiologia
Prof essor: MSc. André Bonadias Gadelha

DÚVIDAS?
andrebonadias@gmail.com
andregadelha@unb.br