Anda di halaman 1dari 19

TRABALHO DE ESTATISTICA

1. Introdução
Neste trabalho abordamos acerca da análise da situação pedagógica dos estudantes da contabilidade e
auditoria I º ano, I º semestre de 2016.

Rendimento escolar (ou académico) refere- se a avaliação do conhecimento escolar ou universitário.


São considerados estudantes com bom rendimento escolar todos os alunos que obtenham
qualificações positivas nos exames que devem realizar ao longo do ano letivo. Por outras palavras, o
rendimento escolar é uma medida das capacidades do aluno, que expressa o que este tem aprendido
ao longo do processo formativo. Também abarca a capacidade do aluno em responder aos estímulos
educativos.

O rendimento escolar em Moçambique tem vindo abaixar progressivamente desde o ano 2007, não
obstante diversas medidas adotadas pelas autoridades de educação, nomeadamente a mudança de
currículos.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 1


TRABALHO DE ESTATISTICA

1.1- Objetivos

Divulgar informações da situação pedagógica do aproveitamento dos estudantes da contabilidade e


auditoria I º ano, I º semestre de 2016.

1.2 Justificativa
A escolha do tema convêm demonstrar a turma de contabilidade e auditoria 2016 como foi o seu
aproveitamento I semestre do ano em curso.

Os estudos são importantes, pois e com eles que adquirimos os conhecimentos, cultura e traçamos
objectivos da vida

1.3. Problema

O que nos inquieta é o fraco aproveitamento dos estudantes da contabilidade e auditoria do I º ano, I º
semestre de 2016.

1.4. Hipótese

1. 4.1. O estudo poderá minorar o fraco aproveitamento pedagógico dos estudantes do Iº semestre do
ano em curso.

1.4.2. Esperamos que o nosso trabalho possa contribuir na melhoria do aproveitamento pedagógico
dos estudantes da contabilidade e auditoria do I semestre do ano em curso e dos estudantes
vindouros.

2. Referencial teórico

Segundo DIAS at all (2008:123) o relatório de práticas pedagógicas, resulta de um trabalho científico
destinado a pesquisa de determinadas questões pedagógicas relacionadas com prática pedagógica
escolar.

De acordo com MARCONI e LAKATOS (2004:275) “ observação e uma técnica de coletas de dados
para conseguir informações utilizando os sentidos na obtenção de determinados aspectos da

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 2


TRABALHO DE ESTATISTICA

realidade. Não consiste apenas em ver e ouvir, mas também em examinar factos ou fenómenos que se
deseja estudar.”

3. Metodologia

Usamos o método estatístico para recolha de dados e para a discussão de resultados. O método
estatístico tem um papel de fornecer uma discussão quantitativa de dados como um todo organizados,
assim vai nos possibilitar analisar a veracidade de dados que serão obtidos na amostra.

A população estudada foi toda a turma da contabilidade e auditoria do I ano, I semestre do ano em
curso. Usamos o senso pois trabalhamos com toda a turma da contabilidade e auditoria do I ano.

Usou – se a técnica de entrevista para melhor compreensão e abordagem. É uma técnica flexível pois
permite a obtenção de grande riqueza informativa e intensiva por ser dotada de um estilo
especialmente aberto que se utiliza o questionamento.

4. Apresentação dos resultados


Médias de Inglês
xi f fr Fr% Fi Fr Fr%
1 7 1 0,02 2 7 1 0,02 2
2 8 1 0,02 2 8 2 0,04 4
3 9 1 0,02 2 9 3 0,07 7
4 10 5 0,12 12 50 8 0,19 19
5 11 8 0,19 19 88 16 0,39 39
6 12 8 0,19 19 96 24 0,58 58
7 13 3 0,07 7 39 27 0,65 65
8 14 5 0,12 12 70 32 0,78 78
9 15 6 0,14 14 90 38 0,92 92
10 16 3 0,07 7 48 41 1 100
T0tal 41 0,96 96 505

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 3


TRABALHO DE ESTATISTICA

main-title
45
40
35
30
25
20
15
10
5
0
xi 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Resultados

3 Estudantes reprovaram a cadeira; Em termos percentuais de 6% dos estudantes


reprovaram a cadeira.
3 Estudantes tiveram a Melhor Media 16; em termos percentuais 7% dos Estudardes tivera a melhor Media
na cadeira.
1 Estudante teve a pior media 7; Em termos percentuais 2% dos estudantes tiveram a pior media na cadeira.
Medidas de dispersão da cadeira de inglês

xi fi xi-x │xi-x │
1 7 1 7 -5,31 5,31 5,31 28,19 28,19
2 8 1 8 -4,31 4,31 4,31 18,57 18,57
3 9 1 9 3,31 3,31 3,31 10,95 10,95
4 10 5 50 -2,31 2,31 11,55 133,40 667
5 11 8 88 -1,31 1,31 10,48 10,8 878,4
6 12 8 96 -0,31 0,31 2,48 6,15 49,2
7 13 3 39 0,69 0,69 2,07 4,28 12,6
8 14 5 70 1,69 1,69 8,45 71,40 357
9 15 6 90 2,69 2,69 16,14 260,49 1562,2
10 16 3 48 3,69 3,69 11,07 122,54 367,2
total 41 505 3952,05

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 4


TRABALHO DE ESTATISTICA

505
−X= =12,31   D 75,17
41 M=
41
=1,83

3952,05 3952,05
S 2= = =98,                                                                                                                                                              S=√ 98,80=9,93
41−1 40

9,93
CV ¿ =0,80×100=80
12,31
x   ̅̅ −M o 12,31−11,03
As= = =0,13
s 9,93

9,93
S 9,93 = =1,55
x  ̅̅ =
√ 41
6,40

Médias de Meic

1 xi fi Fr fr% Fi Fr Fr%
2 10 4 0,09 9 4 0,09 9 40
3 11 7 0,017 17 11 0,26 26 77
4 12 10 0,24 24 21 0,51 51 120
5 13 8 0,19 19 29 0,70 70 104
6 14 8 0,19 19 37 0,90 90 112
7 15 2 0,04 4 39 0.95 95 30
8 16 2 0,04 4 41 1 100 32
Total 41 0,96 96 515
Resultados
Nenhum estudada reprovou a esta cadeira; Em termos percentuais 0% de reprovações
2 Estudantes tiveram Melhor media 16; em termos percentuais 4% dos estudantes tiveram a melhor media
na cadeira.
4 Estudantes tiveram a piores media 10; em termos percentuais 9% dos estudantes tiveram a pior media na
cadeira.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 5


TRABALHO DE ESTATISTICA

f
45
40
35
30
25
20
15
10
5
0
10 11 12 13 14 15 16 0

Medidas de dispersão da cadeira de Meic

xi−−x │x i−−x │ ( x i−−x )2


xi fi
10 4 40 -256, 2,56 10,24 6,55 26,4
11 7 77 -1,56 1,56 10,92 2,43 17,01
12 10 120 -0,56 0,56 5,6 0,31 3,1
13 8 104 0,44 0,44 3,52 0,19 1,52
14 8 112 1,44 1,44 11,52 2,07 16,56
15 2 30 2,44 2,44 4,88 5,95 11,9
16 2 32 3,44 3,44 6,88 11,83 23,66
41 515 53,56 100,15

100,15 100,15
A T =16−10=6 D 53,56
2
S =
41−1
=
40
=¿
2,503
M= =1,306
41 ¿

2,50 12,56−12
S−x = =0,19×100=19 AS= =0,22
12,56   2,50

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 6


TRABALHO DE ESTATISTICA

Médias da cadeira de informática

xi fi fr fr% Fi Fr Fr%
1 10 1 0,02 2 10 1 0,02 2
2 12 6 0,14 14 72 7 0,17 17
3 13 4 0,09 9 54 11 0,26 26
4 14 12 0,29 29 168 23 0,56 56
5 15 8 0,19 19 120 31 0,75 75
6 16 5 0,12 12 80 36 0,87 87
7 17 1 0,02 2 17 37 0,90 90
8 18 3 0,07 7 54 40 0,97 97
9 19 1 0,02 2 19 41 1 100
Total 41 594

Nenhum Estudada reprovou a cadeira; em termos percentuais 0% dos estudantes reprovaram a


cadeira.

1 Estudante teve a Melhor media 19; em termos percentuais 2% dos estudantes tiveram a melhor
media na cadeira.

1 Estudante teve a pior media na cadeira 10; em termos percentuais 2% dos estudantes tiveram a pior
media na cadeira.

f
45
40
35
30
25
20
15
10
5
0
10 12 13 14 15 16 17 18 19 0

xi f x-x │x i−−x │

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 7


TRABALHO DE ESTATISTICA

1 10 1 10 -4,48 4,48 4,48 20,07 20,07


2 12 6 72 -2,48 2,48 14,885,92 221,41 1328,46
3 13 4 54 -1,48 1,48 5,76 35,04 140,16
4 14 12 168 -0,48 0,48 4,16 33,17 398,08
5 15 8 120 0,52 0,52 7,6 17,30 138,4
6 16 5 80 1,52 1,52 2,52 57,76 288,8
7 17 1 17 2,52 2,52 10,56 6,35 6,35
8 18 3 54 3,52 3,52 4,52 111,51 334,55
9 19 1 19 4,52 4,52 60,4 20,43 20,43
Total 41 594 2675,28

60,4 267,28 2675,28


A T =19−10=9 DM = =1,47   S 2= = =66,882 S= √66,882 ¿
41 41−1 40

8,17

14,48−14 8,17 8,17


AS= =0,15                                                                                            S−x = =1,27
8,17 √ 41 6,40

Médias da cadeira de Microeconomia

xi fi fr fr% Fi Fr Fr%
1 6 3 0,07 7 18 3 0,07 7
2 7 2 0,04 4 14 5 0,12 12
3 8 2 0,04 4 16 7 0,17 17
4 9 2 0,04 4 18 9 0,21 21
5 10 18 0,43 43 180 27 0,65 65
6 11 5 0,12 12 55 32 0,78 78
7 12 7 0,17 17 84 39 0,95 95
8 14 2 0,04 4 28 41 1 100
Total 41 99 413
Resultados

9 Estudantes reprovaram a cadeira; em termos percentuais 21,7% dos estudantes que reprovaram a
cadeira

2 Estudantes tiveram a melhor media 14, em termos percentuais 4,8% dos estudantes tiveram a
melhor media.

1 Estudante teve a pior media 6; em termos percentuais 2% dos estudantes tiveram a pior media.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 8


TRABALHO DE ESTATISTICA

Object 24

Medidas de dispersão na cadeira de Microeconomia

xi f x-x │x-x │
1 6 3 18 -4,07 4,07 12,21 16,56 49,68
2 7 2 14 -3,07 3,07 6,14 9,42 18,84
3 8 2 16 -2,07 2,07 4,14 4,28 8,56
4 9 2 18 -1,07 1,07 2,14 1,14 2,28
5 10 18 180 -0,07 0,07 1,26 0,004 0,072
7 11 5 55 0,93 o,93 4,65 0,86 4,3
6 12 7 84 1,93 1,93 13,51 3,72 26,o4
7 14 2 28 3,93 3,93 7,86 15,44 30,88
Total 41 413 51,91 140,652

51,91 140,652 140,652


A T =14−6=4 DM = =1,26   S 2= = =3,51 S= √3,51 ¿ 1,87
41 41−1 40

1,87 1,87 413


S−x = =0,21   −X= =10,07
√ 41 6,40 41

10,07−10 1,87
AS= =0,06 CV ¿ =0,18×100=18
1,8 7 10,07

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 9


TRABALHO DE ESTATISTICA

Médias da cadeira de Matemática


xi fi fr fr% Fi Fr Fr%
1 8 2 0,04 4 16 2 0,04 4
2 9 1 0,02 2 9 3 0,07 7
3 10 11 0,26 26 110 14 0,34 34
4 11 7 0,17 17 77 21 0,51 51
5 12 10 0,24 24 120 31 0,75 75
6 13 5 0,12 12 65 36 0,87 87
7 14 5 0,12 12 70 41 1 100
Total 41 0,97 97 467
Resultados

3 Estudantes reprovaram a cadeira; em termos percentuais 6% dos estudantes reprovaram a cadeira.

5 Estudantes tiveram a melhor media a cadeira; em termos percentuais 12% dos estudantes
reprovaram a cadeira.

2 Estudantes tiveram a Pior media na cadeira 8; em termos percentuais 4% dos estudantes tiveram a
pior media na cadeira.

Object 34

Medidas de dispersão de matemática

xi fi x-x │x-x │

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 10


TRABALHO DE ESTATISTICA

1 8 2 16 -3,39 3, 39 6,78 11,49 22,98


2 9 1 9 -2,39 2,39 2,39 5,71 5,71
3 10 11 110 -,39 1,39 15,29 1,93 21,23
4 11 7 77 -0,39 0.39 2,73 0,15 1,05
5 12 10 120 0,61 0,61 6,1 0,37 3,7
6 13 5 65 1,61 1,61 8,05 2,59 12,95
7 14 5 70 2,61 2,61 13,05 6,81 34,05
total 41 467 54,39 82,67

54,39 2 82,67 82,67


A T =14−8=6 DM =
41
=1,32   S =
41−1
=
40
= 2,06 S= √2,0,6 ¿ 1,43

1,43 1,43 467 1,43


S−x = =0,22   −X= =11,39 CV ¿ =0,12×100=12
√41 6,40 41 11,39

11,39−10
AS= =0,97
1,43

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 11


TRABALHO DE ESTATISTICA

Resultados

7 Estudantes reprovaram a cadeira; em termos percentuais 16% dos estudantes reprovaram a cadeira

2 Estudantes tiveram melhor Media 15; em termos percentuais 4% dos estudantes tiveram a melhor
media na cadeira.

5 Estudantes tiveram a piores media 8; em termos percentuais 12% dos estudantes tiveram a pior
media na cadeira

Object 44

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 12


TRABALHO DE ESTATISTICA

Médias de Propedêutica Comercial

xi f fr fr% Fi Fr Fr%
1 8 5 0,12 12 5 0,12 12 40
2 9 2 0,04 4 7 0,17 17 18
3 10 6 0,14 14 13 0,31 31 60
4 11 11 0,26 26 24 0,58 58 121
5 12 8 0,19 19 32 0,78 78 96
6 13 4 0,09 9 36 0,87 87 52
7 14 3 0,07 7 39 0,95 95 42
8 15 2 0,04 4 41 1 100 30
total 41 95 459

Medidas de dispersão de Propedêutica Comercial

xi fi xi-fi x-x │x-x │


1 8 5 40 -3,19 3,19 15,95 10,17 50,85
2 9 2 18 -2,19 2,19 4,38 4,79 9,58
3 10 6 60 -1,19 1,19 7,14 1,41 8,46
4 11 11 121 0,19 0,19 2,09 0,03 0,33
5 12 8 96 0,81 0,81 6,48 0,65 5,2
6 13 4 52 1,81 1,81 7,24 3,37 13,08
7 14 3 42 2,81 2,81 6,63 7,89 23,67
8 15 2 30 3,81 3,81 7,62 14,51 29,02
Total 41 459 57,53 187,45

57,53 187,45
A T =15−8=7 DM = =1,40   S 2= =4,68 S= √ 4,68 ¿ 2,16
41 40

2,16 2,16 2,16


S−x = =0,33   −X=11,19 CV ¿ =0,19×100=19
√ 41 6,40 11,19

11,19−11
AS= =0,08
2,16

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 13


TRABALHO DE ESTATISTICA

6. Conclusão

Fim do trabalho concluímos que o aproveitamento pedagógico da turma da CAD do I ano, I


semestre do ano em curso foi baixa principalmente nas cadeiras de microeconomia e propedêutica
comercial.

São vários os fatores que incidem o rendimento escolar. Desde a faculdade própria de algumas
cadeiras até a grandes quantidades de exames que podem coincidir nas mesmas datas, passando pela
ampla extensão de certos programas educativos, são muitos os motivos que podem levar um aluno
apresentar um fraco rendimento académico.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 14


TRABALHO DE ESTATISTICA

7. Recomendação

Recomendamos aos estudantes de contabilidade e auditoria que se dediquem mais aos estudos, que
se empenhem mais nas aulas, nos trabalhos, nos testes, para do fim do curso saber fazer.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 15


TRABALHO DE ESTATISTICA

8. Referência bibliográfica

DIAS, at, all, Manual de práticas pedagógicas, Maputo, Editora Educar, 2008.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Maria de Andrade. Metodologia de trabalho científico,


procedimento Básico, pesquisa bibliográfica. São Paulo 2006.

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 16


TRABALHO DE ESTATISTICA

ELABORADO PELO GRUPO NUMERO 3 17


INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE GAZA

DIVISÃO DA ECONOMIA E GESTÃO

CONTABILDADE E AUDITORIA

NIVEL 1

Tema: Análise do aproveitamento pedagogico da turma da contabilidade e


auditoria 1º ano I semestre

Discentes: Códigos Participação

António Elias Mata...................................................2016303 100%

Elaisa Sara Ngovene.................................................2016311 100%

Fausto Eduardo Macuacua .......................................2016313 100%

Laila Nordino Rajá.....................................................2016322 100%

Docente: Tomé Chicombo

Lionde aos, 31 de outubro de 2016


Índice
1. Introdução...................................................................................................................................................... 1
1.1- Objectivos................................................................................................................................................... 2
1.2 Justificativa.................................................................................................................................................. 2
1.3. Problema..................................................................................................................................................... 2
1.4. Hipótese....................................................................................................................................................... 2
2. Referencial teórico......................................................................................................................................... 2
3. Metodologia................................................................................................................................................... 3
4. Apresentação dos resultados........................................................................................................................... 3
6. Conclusão..................................................................................................................................................... 13
7. Recomendação............................................................................................................................................. 13
8. Referência bibliográfica............................................................................................................................... 14