Anda di halaman 1dari 19

12/03/2018

Hidráulica – Aula 01
Prof Jhony

3/12/2018 1

O professor

 Engenheiro Civil – UFPR 2008.


 Esp. Docência do Ensino Superior (2011);
 Esp. Saneamento e Meio Ambiente (2014);
 Ms. Engenharia Ambiental – UFRJ (atual).

3/12/2018 2

1
12/03/2018

Ementa

 Tópicos de Hidrostática e Hidrodinâmica;


 Caracterização de descargas para elevação e abastecimento hídrico.
 Estudo de condutos forçados.
 Estudo de condutos livres.
 Estudo de máquinas elevadoras de água.
 Introdução à hidrologia.

3/12/2018 3

Tópicos da disciplina

 Unidade I: Hidrodinâmica
 1.1. Linhas de corrente e Princípio da continuidade.
 1.2. Equação de Bernoulli e suas aplicações.
 1.2.1 Experimentos de linha de energia e linha piezométrica
 Unidade II: Análise de condutos livres
 2.1. Análise e caracterização do escoamento em condutos livre.
 2.2. Medição e controle de vazão em condutos livres, como canais, por
exemplo.
 2.3. Dimensionamento de canais.

3/12/2018 4

2
12/03/2018

Tópicos da disciplina

 Unidade III: Análise de condutos forçados


 3.1. Apresentação dos tipos de escoamentos existentes e suas classificações
segundo o critério de Reynnolds.
 3.1.1 Experimento de Reynolds: fluxo laminar, intermediário e turbulento
 3.2. Perdas de carga ao longo de um conduto.
 3.2.1 Experimento de perda de carga distribuída e localizada
 3.3. Medição e controle de vazão em condutos forçados, como sifões e
orifícios
 3.3.1 Experimento de medição de vazão
 3.4. Dimensionamento de condutos forçados.

3/12/2018 5

Tópicos da disciplina

 Unidade IV: Máquinas elevadoras de água


 4.1. Estudo de bombas hidráulicas: apresentação de dados técnicos e
características de bombas hidráulicas
 4.2. Estudo da potência de bombas hidráulicas e projeto de alturas
manométricas.
 4.2.1. Experimento de potência de conjunto elevatório
 4.2.2. Experimento de altura de elevação e altura manométrica
 4.3. Apresentação de curvas características de bombas hidráulicas.
 4.3.1. Experimento de associação de bombas em série e em paralelo

3/12/2018 6

3
12/03/2018

Tópicos da disciplina

 Unidade V: Estruturas Hidráulicas


 5.1. Barragens: funções, classificações e estabilidade
 5.2. Vertedouros: livres de lâmina aderente, de canais laterais e em sifão

3/12/2018 7

Bibliografia Básica

 AZEVEDO NETTO, J. M. et al. Manual de Hidráulica. São Paulo: Edgard Blucher,


1999.
 BAPTISTA, Marcio; LARA, Marcia. Fundamentos de Engenharia Hidráulica. 3.
ed. Belo Horizonte: UFMG, 2010.
 Houghtalen, R. J., Hwang N H C, Akan, A.O. Engenharia Hidráulica. São Paulo:
Pearson, 2012.

3/12/2018 8

4
12/03/2018

Bibliografia complementar

 COUTO, L. M. M. Elementos da Hidráulica 1 ed, Brasília: UNB, 2012


 BRUNETTI, Franco. Mecânica dos Fluidos 2 ed. São Paulo: Pearson, 2008
 Çengel, Y. A. et al. Mecânica dos Fluidos: Fundamentos e Aplicações 1 ed.
AMGH, 2008.
 McDonald, A.T.-Introdução à Mecânica dos Fluidos: Fundamentos e Aplicações-
6 ed- Rio de Janeiro: LTC, 2006.
 FALCO Reinaldo de; Bombas Industriais. Rio de Janeiro: Interciência, 1998

3/12/2018 9

Histórico/Cap. 1 – Fund. Eng. Hidr.

 Origem: Hydros – água e aulos = condução


 Transporte de água de onde está disponível para onde é necessária.
 Início aos 4000 a.C. Egito, Suérios, Mesopotâmia
 Implantação próxima a cursos d’água
 Egito: controle de nível d’água, 1º sistema de previsão de cheias (3000 a.C.)
 Leonardo Da Vinci, sec. XVI, contribuiu com temas como conservação de massa,
atrito, ... Ondas...
 Sec. XVII, com grandes nomes (Newton, Pascal, Bernoulli, Euler, Clairaut e
D’Alembert...) surge a Hidrodinâmica com descrição matemática fina dos
fenômenos envolvidos
 Origem da MecFlu 1904 com Prandtl, com a teoria da camada limite e diferenças
entre o prático e teórico
3/12/2018 10

5
12/03/2018

Panorama atual

 MecFlu em captação, armazenamento, controle, transporte e uso da água.


 Sistemas Hidráulicos de geração de energia, canais, portos, hidrovias, ecluas,
etc...
 Saneamento: sistemas de água e esgoto, drenagem
 Eng. Amb: Habitats aquáticos, dispersão de poluentes, erosão e
assoreamento,...
 Eng. de Transportes: bueiros e pontes, portos, hidrovias, eclusas...
 Irrigação e drenagem agrícolas, processos industriais, sistemas e máquinas

3/12/2018 11

3/12/2018 12

6
12/03/2018

3/12/2018 13

Desafios e perspectivas

 Crescimento da população e desenvolvimento Econômico aumentam a


demanda (em quantidade e qualidade)
 Uso racional da água X desenvolvimento sustentável
 Tecnologia torna possível a simulação matemática de sistemas hidráulicos
complexos

3/12/2018 14

7
12/03/2018

A MecFlu na Hidráulica/ Cap. 2 Fund.


Eng. Hidr.
 Física trata de estudar a matéria (sólido, líquido e gasoso);
 MecFlu trata dos fluidos (líquidos e gases);
 Hidráulica (apenas LÍQUIDOS)
 Necessitamos, quase sempre de dados experimentais + Física clássica +
Empirismo (conhecimento que provém da experiência)

3/12/2018 15

ALFABETO GREGO

3/12/2018 16

8
12/03/2018

Sistemas de Unidades

(eta)

3/12/2018 17

Sistema técnico utm = unidade téc. de massa

3/12/2018 18

9
12/03/2018

Princípio da homogeneidade dimensional

 Desenvolver equações, e conversão de sistemas de unidades (técnica para SI


ou vice-versa).

3/12/2018 19

Princípio da homogeneidade dimensional

3/12/2018 20

10
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos

 Fluidos Newtonianos, obedecem à proporcionalidade entre tensão de


cisalhamento e velocidade de deformação. Ex. água e líquidos finos e gases
de maneira geral.
 Não Newtonianos = > lamas e lodos em geral. Não obedecem a
proporcionalidade.

3/12/2018 21

Massa específica (densidade absoluta)

(rô)

3/12/2018 22

11
12/03/2018

Densidade relativa

 É a densidade do líquido sobre a densidade da água (ρ0 = 1000 kg/m³), igual a


1 para a água.

3/12/2018 23

Peso específico – γ=9,81.10³N/m³

3/12/2018 24

12
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos

 PRESSÃO
SI => Pa (Pascal) = 1 Pa = 1 N/m²;
Lei de Pascal = a pressão em um ponto é igual em todos os pontos, num
fluido em equilíbrio. Px= Py= Pz;

3/12/2018 25

Propriedades Físicas dos Fluidos


 PRESSÃO DE VAPOR.
É a pressão correspondente em que o líquido passa do
estado líquido para o gasoso.
Na superfície do líquido: moléculas que escapam p/
atm. (evaporação).
Na superfície do líquido: moléculas que penetram no
líquido (condensação).
 Depende da temperatura e pressão local,
aumentando seu valor quanto mais é o aumento da
pressão e temperatura.
 Pv => P eT
 Quanto ocorre evaporação devido a pressão com T
cte, chama-se de cavitação. 3/12/2018 26

13
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos

 PRESSÃO DE VAPOR.
Na superfície do líquido =>
P externa = P vapor
É evaporação qdo ocorre por aumento da
Temperatura; (P = constante) Ex. água no bule;
É cavitação qdo isso ocorre por aumento da pressão.
(T = constante).Ex. Escoamentos sujeitos à baixas
pressões, vertedores,válvulas e sucção de bombas.
Ver valores na tabela. 3/12/2018 27

Propriedades Físicas dos Fluidos


 MÓDULO DE ELASTICIDADE VOLUMÉTRICO
É a relação entre o incremento de pressão (ΔP) à variação relativa de
volume (V/ ΔV)
K= - ΔP . V / ΔV (Demonstração do negativo)
K = módulo de elasticidade volumétrico do liq.
ΔP = incremento de pressão
V = volume do líquido
ΔV = variação de volume devido à ΔP.

3/12/2018 28

14
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos


 MÓDULO DE ELASTICIDADE VOLUMÉTRICO
Exemplos numéricos.
K= - ΔP . V / ΔV
ΔP = Pf – Pi (Ex. 1 )ou Pi – Pf (Ex. 2 )
ΔV = Vf – Vi (Ex. 1 ) ou Vi – Vf (Ex. 2 )
Ex1. Se Pf = 10; Pi = 8; Vi = 5; Vf = 4
K = - (10 – 8 ) . 5 / (4 – 5 ) = - 2 . 5 / - 1 = 10
Ex2. Pf = 10; Pi = 8; Vi = 5; Vf = 4
K = - ( 8 – 10 ) . 5 / (5 – 4) = - (-2) . 5 /1= 10

3/12/2018 29

Propriedades Físicas dos Fluidos


 MÓDULO DE ELASTICIDADE VOLUMÉTRICO
Em escoamento de líquidos ela pode ser desprazível. Pois ΔV com a ΔP é
irrelevante.
Mas são relevantes em transientes hidráulicos (golpe de aríete), pois, as
pressões são maiores afetando a velocidade de propagação das
perturbações no meio líquido.

3/12/2018 30

15
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos


 VISCOSIDADE
É a resistência do fluido à deformação, verifica-se com o escoamento
(devido à coesão intermolecular).

FLUIDEZ = > VISCOSIDADE


FLUIDEZ = > VISCOSIDADE

Ou ainda = > resistência ao cisalhamento


Ou ainda = > capacidade de transformar energia cinética em calor
Está relacionada às atrações intra-moleculares.
Varia muito com a temperatura e pouco com a pressão

3/12/2018 31

Propriedades Físicas dos Fluidos


 VISCOSIDADE

Tensão tangencial é
diretamente proporcional
ao gradiente de velocidade
(dv/dy).
32 μ – coef. de viscosidade 3/12/2018

dinâmica

16
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos


 VISCOSIDADE
τ = μ . dv/dy (Lei da viscosidade de Newton)
τ = > tensão tangencial, força (N)
μ = > coef. viscosidade dinâmica, viscosidade, viscosidade absoluta
(M/LT ou FT/L², ou seja, kg/m.s ou N.s/m²)
dv => variação da velocidade com a altura y
dy => variação da altura.

3/12/2018 33

Propriedades Físicas dos Fluidos


 VISCOSIDADE
1 Pl = 1 N.s/m² (Pouiseuille) SI
1 P = 0,1 N.s/m² (Poise)
100 centipoise = 1 P = 1 g/cm.s
Para água a 20º e 1 atm μ = 10-3 N.s/m² = 1 centipoise; ver tabela.

3/12/2018 34

17
12/03/2018

Propriedades Físicas dos Fluidos


 VISCOSIDADE CINEMÁTICA (ν)
É a relação entre a viscosidade dinâmica e a massa específica (ρ).
ν = μ/ ρ (m²/s)
Vantagem, pois, não é necessária a utilização da unidade de massa.

3/12/2018 35

Propriedades Físicas dos Fluidos

3/12/2018 36

18
12/03/2018

EXERCÍCIOS E
TRABALHO EM CLASSE

37 3/12/2018

19