Anda di halaman 1dari 3

IPR de Jaraguá, quarta 27/02/2018 – 2018 EDIFICAÇÃO

Culto de Quarta – Quarta Renovada – Consagração pela Família

TEXTO:
Efésios 4:1-5
1Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam.
2Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor.
3Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. 4Há um só corpo e
um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só; 5há um só
Senhor, uma só fé, um só batismo, 6um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de
todos e em todos.

25Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois
todos somos membros de um mesmo corpo. 26“Quando vocês ficarem irados, não pequem”.
Apazigúem a sua ira antes que o sol se ponha 27e não deem lugar ao Diabo. 28O que furtava não
furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com
quem estiver em necessidade.
29Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros,
conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. 30Não entristeçam o Espírito
Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção

INTRODUÇÃO:

TRANSIÇÃO:
 Cap 4:1-5 – diz que devemos andar de acordo (em nossos relacionamentos) com o que
fomos chamados. Esforçando para conservar a unidade.
 O Espírito Santo fala a partir do 5.22 as esposas, depois aos maridos, depois aos filhos,
depois aos pais e depois a relação comercial, funcionário e patrão.
 Dessa forma ELE fala sobre a forma correta de lhe dar com as relações básicas diárias de
todos os homens.
 A questão central do relacionamento esta no verso 25 – “abandonar a mentira e falar a
verdade ao seu próximo, por estarmos ligados no mesmo corpo”

Tema:
COMO MELHORAR A COMUNICAÇÃO NO LAR

I. Mantenha os canais abertos, sinceros e verdadeiros, para comunicação de forma


transparente em todas as áreas. Vs 25
Ilustração: Um casal de missionário volta do exterior, a esposa com grande depressão, resolvem
procurar um psiquiatra, que os atende separadamente, primeiro ele, depois ela, não vendo progresso
reúne os dois, ela então confessa, “meu problema é que, quando me casei com você eu não o amava,
desde então nunca o amei, e ainda não o amo, mas nunca contei esta verdade a ninguém”
a. Imagina a vida desta mulher? Quando contou a verdade pode ser ajudada, liberta e
seu relacionamento conjugal foi reconstruído!
Ilustração: Outro casal foi procurar ajuda, a mulher cheia de amargura e acusações disse ao
conselheiro, “tenho certeza que meu marido esta me enganando, ele esta desviando o dinheiro que ganha
nas horas extras de trabalho, quero saber o que ele faz com o dinheiro”
O conselheiro pergunta ao marido onde esta aplicando o dinheiro, o marido tira a carteira e abre um
compartimento revelando um bolo de dinheiro, e diz, “Eu estava economizando para comprar um
presente especial para ela em nosso aniversário de casamento”
b. Este é o nosso maior erro, julgar as coisas, acreditar nas nossas imaginações e
suposições sobre as pessoas, ao invés de simplesmente, confessar, perguntar,
conversar.
Aplicação:
 Qual o nível de comunicação e confiança com o seu cônjuge?
Há cinco níveis de comunicação:
Nível 5 – conversa superficial (Compartilhando informação): Esse tipo de comunicação é muito
seguro. Usamos palavras como: “como vai você”, “como vai sua família”, “gostou do jogo de
domingo”, “será que vai chover hoje”. Cada pessoa permanece segura através da sua máscara.

Nível 4 – relatando fatos sobre os outros (Compartilhando fatos): Neste tipo de comunicação
estamos contentes em relatar o que outra pessoa tem dito, mas não oferecemos um comentário
especial sobre os fatos. Nós fofocamos e narramos, mas não abrimos a nós mesmos a respeito do
que sentimos.

Nível 3 – minhas idéias e julgamentos (Compartilhando opiniões e crenças): Neste nível há uma
comunicação real. A comunicação real Começa. A pessoa está disposta a sair fora do seu recluso
solitário e tomar o risco de comunicar algumas idéias e soluções próprias.

Nível 2 – meus sentimentos e emoções (Compartilhando sentimentos e emoções): Agora nós


compartilhamos o que achamos ou sentimos sobre os fatos, idéias ou julgamentos. Os sentimentos,
nestas áreas são revelados.

Nível 1 – uma comunicação verdadeira, pessoal e emocional (Compartilhando necessidades,


preocupações íntimas, esperanças e medos): Todos os relacionamentos profundos, Especialmente o
casamento, precisa ser baseado na honestidade e abertura total. É difícil conseguir tal
comunicação porque envolve um risco: o de ser rejeitado. Mas é vital no casamento.

II. Tome cuidado com a ira vs 26 e 27


a. A ira pode ser mal orientada de 2 maneiras – EXPLODINDO ou ENGOLINDO
b. Paulo diz para não guardarmos ressentimentos para o dia seguinte.
Ilustração: Outro casal foi buscar aconselhamento, a esposa bastante contrariada foi convencida pelo
médico. No início da sessão tirou umas 100 páginas datilografadas frente e verso, jogou na mesa e disse
“esse é o motivo que estou com úlceras”. O conselheiro folheou superficialmente, ali estava anotado 13
anos de ofensas e atitudes erradas do marido. O conselheiro olhou para esposa e disse, “é a primeira vez
que eu conheço uma pessoa tão cheia de ressentimentos”. Isso não é apenas o registro do que seu marido
fez, mas também a sua reação a esta situação.
c. Para combatermos a ira, antes precisamos FALAR A VERDADE CONOSCO.
i. Tirar a trave do nosso olho – Mateus 7:3-5
ii. Parar de atacar um ao outro e atacar o problema
iii. Primeiro limpando nossa lixeira, depois ajudar a limpar a lixeira do outro
iv. O problema não é o problema – ou seja, ficar gritando, ressentindo e mau
tratando um ao outro não irá resolver o problema.
Aplicação:
 Como fazer os ataques serem direcionados para o problema? Simples se comunicando
 Compreendendo a natureza do problema. Onde ele reside de fato.
 Não deixe o sol se pôr, resolva isso logo, antes que se acumule
 Não dê lugar para Satanás encher sua cabeça de raiva e julgamentos

III. Tome cuidado com as ofensas vs. 29-30


a. Cristãos falam palavras que edificam, que abençoam
b. É sensíveis e cuidadosos ao falar
c. Vigie seus lábios
Coloca, Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta de meus lábios. Sl 141:3
Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando. Pv 13:3

Ilustração: Um casal relutante ligou para um conselheiro indicado por uma pessoa, mas com medo do
conselheiro tomar parte por um dos 2, no aconselhamento descobriu-se que não estavam vivendo juntos por causa
das ofensas. O conselheiro pediu para que vontassem a conviver e serem educados um com os outros, no final já
tinha esquecido o problema.
d. A razão de conseguir lhe dar com o problema foi a comunicação

Conclusão:
 Vc não é perfeito, não exija perfeição do outro
 Algo no outro te incomoda? Algo em você incomoda o outro!
 Você quer fechar as brechas para o diabo hoje? Então abra sua boca, o Espírito Santo quer
conduzir suas palavras.
 Receba sabedoria de Deus
 Receba a sensibilidade do Espírito