Anda di halaman 1dari 76

SEXO

OU HOMICÍDIO?
SAIBA FAZER A SUA ESCOLHA!

1º EDIÇÃO

SAMUEL ALVES DA SILVA


“Dedico esta obra a todos os
Casais que,
com coragem e temor, impõe
seus limites,
no namoro e no seu
casamento,
para viver uma vida de
felicidade
em Cristo Jesus.
ÍNDICE
CAPÍTULO I
O marido pague a mulher

CAPÍTULO II
Refreie a sua língua

CAPÍTULO III
Da carne ceifará a corrupção

CAPÍTULO IV
O “não” de Deus é indispensável

CAPÍTULO V
Bactérias, vírus, protozoários e fungos

CAPÍTULO VI
Doenças transmissíveis e perigosas
CAPÍTULO VII
Detalhes desagradáveis e fulminantes

CAPÍTULO VIII
Era da inversão

CAPÍTULO IX
O homem e o sexo anal

CAPÍTULO X
Toda ação tem uma reação

CAPÍTULO XI
Fazer escolha
PREFÁCIO

Sexo ou Homicídio? Este título parece


ser um contraste. Sexo ou homicídio, mas de
acordo com que você for lendo sem duvida en-
tenderá, o POR QUÊ?
Sabemos que existe homicídio culposo
e doloso, porém; tanto um quanto outro alguém
perde a vida. Na concepção de algumas pesso-
as talvez seja desnecessário escrever sobre este
assunto, mas nos dias atuais, julgo ser de suma
importância.
Fiquei indignado com a matéria editada
pela revista veja na edição 1.633 – 26/01/2000.
Com o titulo: hora de começar o sexo. Os pais
estão confusos. A matéria deixou claro que
existe doutores, professores e tutores, que que-
rem fazer do Brasil pior prostíbulo do mundo.
Incentivando adolescentes experimentar vários
parceiros sem nenhum vinculo sério. A bíblia
ordena o sexo somente após o casamento. De-
dique-se a estas obra com muito temor.
Boa Leitura.
Capítulo I

O marido pague
a mulher
“O marido pague a mulher a devida benevolên-
cia, e da mesma sorte a mulher, ao marido. A
mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo,
mas tem-no o marido; e também, da mesma
maneira, o marido não tem poder sobre o seu
próprio corpo,mas tem-no a mulher”
1º Coríntios 7.3-4
1º Cor. 7.3-4. “O marido pa-
gue a mulher a devida benevolência,
e da mesma sorte a mulher, ao ma-
rido. A mulher não tem poder sobre
o seu próprio corpo, mas tem-no o
marido; e também, da mesma manei-
ra, o marido não tem poder sobre o
seu próprio corpo, mas tem-no a mu-
lher”.

Existe um equivoco muito


grande na interpretação desses versí-
culos, alguns interpretam mal por não
ter temor a Deus, outros por não co-
nhecer a gramática portuguesa. Veja
bem o que diz o v.3 o marido pague à
mulher a devida benevolência; a pala-
vra benevolência significa vontade de
fazer o bem; não violência. Em 1ª Pe-
dro 3.7 Igualmente vós, maridos, coa-
bitai com ela com entendimento, dan-
do honra á mulher, como vaso mais
fraco; como sendo vós os seus co-her-
deiros da graça da vida; para que não
sejam impedidas as vossas orações.
A palavra coabite significa vi-
ver em comum, “comum” que a bíblia
diz é aquilo que é ordinário, normal.
É por isso que o apostolo Paulo disse
em 1ª coríntios 10.23 “todas as coisas
me são lícitas, mas nem todas as coi-
sas convêm; todas as coisas me são
lícitas, mas nem todas as coisas edi-
ficam”.
Quero dar um exemplo bem
simples: Se qualquer um de nós en-
contrar uma senhora em lugar publi-
co amamentar seu filhinho no peito é
comum é normal, mesmo que esteja
com o peito exposto; mas se encon-
trarmos uma senhora andando com o
peito exposto sem está amamentando
não é normal, nem ordinário. (entra-
remos em mais detalhes a frente).
Capítulo iI

Refreie a língua
do mal
“Porque quem quer amar a vida e ver os dias
bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios
não falem engano.”
1º Pedro 3.10
1º Pedro 3.10. Porque quem
quer amar a vida e ver os dias bons,
refreie a sua língua do mal, e os seus
lábios não falem engano.
Refreie a sua língua do mal, não
esta dizendo que devemos tão somente
parar de falar nojeira; refrear a língua
do mal é não fazer nojeira com a lín-
gua. Na parte “c” do versículo diz que
não devemos falar bobeira ou nojeira,
“e os seus lábios não falem engano”.
Com isso você aprenderá se o sexo oral
é legal ou ilegal.
É bom saber os por menores. Na
boca do ser humano possuem milhões
de animalzinho microscópico, mais ou
menos setecentos espécies, sendo que
são milhões de cada espécies. Na va-
gina da mulher são apenas 12 espécies
sendo milhões de cada espécies. O sexo
oral entre heterossexual ou homossexu-
al é suicídio e forçar alguém é homi-
cídio. Permutar fluído e microrganismo
em outra cavidade causam transtornos.
Capítulo iIi

Da carne ceifará
corrupção
“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer;
porque tudo o que o homem semear, isso também
ceifará. Porque o que semeia na sua carne da
carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no
Espírito do Espírito ceifará a vida eterna.”
Gálatas 6.7-8
É por isso que está escrito em
Gálatas 6.7-8. Não erreis: Deus não
se deixa escarnecer; porque tudo o
que o homem semear, isso também
ceifará. Porque o que semeia na sua
carne da carne ceifará a corrupção;
mas o que semeia no Espírito do Es-
pírito ceifará a vida eterna.
Portanto quando coloca a boca
na vagina da mulher está semeando
fluído e microrganismo, com certeza
colhendo também fluído e microrga-
nismo para boca, muitas dessas bacté-
rias nocivas fica assintomática por um
período em cada individuo conforme a
imunidade física de cada um, sempre
aguardando o momento de realçar.
Com Deus não se brinca, a coi-
sa é sim, sim ou não, não.
Temos como exemplo os cas-
tigos de Israel quando pecava contra
o Deus Jeová, Deus enviava praga so-
bre a nação, lemos isso em Joel 2.25
E restituir-vos-ei os anos que comeu
o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a
lagarta, o meu grande exército que en-
viei contra vós. Deus possui exército
para cada ocasião, esses insetos cor-
tadores e migra-dor fora enviado ex-
clusive para corromper ervas, aquilo
que era verde transformou em palhas
secas e as palhas em deserto.
Lá no Egito Deus usou exér-
cito diversificado, tais como: pulga,
piolho, rãs e até exército espacial cau-
sando eclipse, grande trevas sobre o
Egito. Está claro que Deus não criou
nada novo para formar um exército
apenas usou o que havia criado. Ago-
ra podemos então meditar no que esta
escrito em Gálatas 6.7,8 Não erreis:
Deus não se deixa escarnecer; porque
tudo o que o homem semear, isso tam-
bém ceifará. Porque o que semeia na
sua carne da carne ceifará a corrup-
ção; a pratica do sexo oral é cem por
cento arriscados, pois está semeando
fluído e microrganismo, com certeza
colhendo também fluído e microrga-
nismo para a boca, nessa colheita ha-
verá um desequilíbrio das bactérias
devido a permuta de cavidade causan-
do doenças sexualmente transmissível
(DST): herpes, hpv, sífilis, gonorréia,
cancro, candidíase, e até HIV (Aids).
Aqueles animaizinhos microscópicos
chamados bactéria são hospedeiros de
outro ser milhares de vezes menores
(vírus) que precisa de sua célula para
proliferar transformando em germes
mutantes.
Capítulo iv

O não de Deus é
indispensável
“Pai, se queres, passa de mim este cálice”
Lucas 22.42a
Eu descobri através da bíblia
que a plenitude revelada do amor de
Deus para com o ser humano, não esta
na resposta positiva, está na negativa.
O sim de Deus é ótimo, mas o
não de Deus é indispensável. Quando
Deus diz; não põe sua língua em lugar
indivíduo. Não permita que saia pala-
vras enganosas de seus lábios; nesse
momento Deus está nos advertindo por
amor a cada um de nós. Veja quanto o
não é importante, no evangelho de Lu-
cas 22.42 Disse Jesus: Pai, se queres,
passa de mim este cálice; imagine se
Deus dissesse sim, o que seria de nós.
É claro que Deus sabe dar um
não carinhoso observe o versículo 43,
e apareceu-lhe um anjo do céu, que o
confortava. Por certo dizia, só falta um
poucochinho Tu és o vencedor, se Deus
mudar esta ação a reação será esmaga-
dora: então Prossegue Jesus, “todavia,
não se faça a minha vontade, mas a
tua”.
Na verdade nós sabemos que,
não está explicito; não coloque a boca
na vagina da mulher ou não coloque
a boca no pênis do homem, mas está
implícito, só não entende os hedion-
dos homicidas, aqueles que tem prazer
em matar. Note que não está explicito
no capitulo 22 do evangelho de Lucas
versículo 43, o não de Deus para Jesus,
mas esta implícita. ”E apareceu-lhe um
anjo do céu, que o confortava”. Esse
“confortava” não quer dizer que o anjo
tinha que convencer Jesus a receber o
não, porém acredito que o anjo apoia-
va dizendo Tu és o único competente
para resgatar a humanidade não há ou-
tro, por isso beba esse cálice; aí está o
não de Deus. O exército que Deus usou
para corromper as erva foram quatro
espécies; gafanhoto, locusta, pulgão e
a lagarta e o exército que Deus usa para
corromper a carne humana são quatro
espécies; bactéria, protozoário, fungos
e vírus.
Capítulo v

Bactérias, vírus,
protozoários e
fungos
Falaremos um pouco sobre
cada espécie desses animaizinhos.
Bactérias: As bactérias são se-
res unicelulares aclorofilados, micros-
cópicos, que se produzem por divisão
binária. Elas são células esféricas ou
em forma de bastonetes curtos com
tamanhos variados, alcançando às ve-
zes micrômetros linearmente.
Vírus: Quase mil vezes me-
nores que as bactérias, não tem meta-
bolismo próprio usam as células dos
organismos que invadem para repro-
duzir.
Protozoários: são unicelulares
como as bactérias, alguns são visíveis,
de até dois milímetros, outras mil ve-
zes menores.
Fungos: existem seres uni-
celulares como pluricelulares algum
deles para atacar o homem causando
micose, outros serve até para fazer ali-
mento ou remédio.
Existe varias maneira de ser
contagiado por esses seres invisível
ao olho nu; Na cadeira da escola, no
ônibus, avião até nos assentos da igre-
ja, como esta escrito em Levítico 15.4
“Toda cama em que se deitar o que
tiver fluxo será imunda; e toda coisa
sobre o que se assentar será imundo”.
Isto prova que através dos assentos
podemos ser contagiados e a ciência
confirma o que esta escrita na bíblia.
Muitas das vezes as pessoas estão
contaminadas e não sabem, as bac-
térias ficam assintomática, isto é não
apresenta sintomas.
Quando alguém esta com imu-
nidade boa, esses animalzinho podem
ficar acomodado muitos dias até me-
ses aguardando qualquer desequilíbrio
anatômico ou patológico para poder
manifestar. É ai que mora o perigo,
talvez o parceiro sexual que não esta
contaminado pode primeiro realçar o
sintoma devido a baixa imunidade.
Gálatas 6.8 “Porque o que se-
meia na sua carne da carne ceifará
corrupção”.
O Significado da palavra cor-
rupção é: alteração, modificação na
forma ou na qualidade. Nós sabemos
que a ordem dos fatores não altera o
produto. Porém todo produto alterado
é porque ouve desordem nos fatores e
se ouve desordem não é comum nem
ordinário, sendo assim foge do que
está escrito em 1ª Pedro 3.7 Igualmen-
te vós maridos, coabitai com ela com
entendimento.
Não esquecendo que o significado
da palavra coabite é: “viver em comum,
aquilo que é normal, ordinário”. Pois tudo
que é normal ou ordinário é comum, mas
nem tudo que é comum para alguém é or-
dinário ou normal. Salmos 111.10 o temor
do Senhor é o princípio da sabedoria; bom
entendimento tem todos os que lhe obede-
cem; o seu louvor permanece para sempre.
Alguém diz que só chega ao
orgasmo através do sexo oral, vá ao
medico isso é artimanha do diabo, se
existe alguma anomalia a medicina re-
solve. Se a medicina não resolver Je-
sus com certeza resolve, você precisa
viver e Jesus precisa de você, porém
se você desprezar o amor de Jesus, Je-
sus põe outro em seu lugar, não pe-
queis.
Capítulo vi

Doenças
transmissíveis e
perigosas
A sífilis é uma doença trans-
missível e perigosa contagia-se atra-
vés de contatos e sexo oral. Veja esta
foto de sífilis na boca.

Para alguns homens o impor-


tante é chegar ao orgasmo, ou seja, o
finalmente. Mas não é assim; o im-
portante é os entre tantos a caricia
agradável sem contaminar, observe o
que diz o sábio e experiente Salomão
que possuiu centenas de mulheres.
Cantares 4.11 favos de mel mana dos
teus lábios, minha esposa! Mel e leite
estão debaixo da tua língua. No cap.
7.1-4 Que formosos são os teus pés
nos sapatos, as voltas de tuas coxas
são como jóias, trabalhadas por mãos
de artista. Ele prossegue dizendo: O
teu umbigo, como uma taça redonda,
os teus dois peitos, como dois filhos
gêmeos da gazela. O teu pescoço,
como a torre de marfim, no versícu-
lo 6, ele diz:Quão formosa e quão
aprazível és, ó amor em delícias!
Acompanhando os passos de
Salomão, observamos que ele era um
homem carinhoso e cauteloso e que
sabia fazer carícia, uma carícia nor-
mal e agradável. O que passar disso
poderá causar doença infecciosa e
muito desagradável. É menos prejudi-
cial lamber o vão do dedo dos pés de
alguém do que o órgão sexual da mul-
her ou vice-verso, por motivo de troca
de fluidos e microrganismo. Cuidado
com o micro exército de Deus, na ver-
dade o exercito é micro, porém a sua
reação é macro.
O efeito desagradável, do-
loroso e vergonhoso do cancro na
boca é muito preocupante; confira
esta foto.

Apocalipse 22.15 diz assim,


ficarão de fora os cães; portanto colo-
car a boca no órgão sexual de alguém
é pratica de cães. Os cachorros que
tem esse costume de lamber o órgão
reprodutor de outro.
Cuidado, Ezequiel 33.5: “Ele
ouviu o som da trombeta e não se deu
por avisado; o seu sangue será sobre a
sua cabeça”.
A prática do sexo oral torna-
se tudo possível, inclusive a grande
possibilidade de contrair a bactéria
neisséria gonorrohoeae, causadora da
gonorréia. Hoje, os casos da gonorréia
têm aumentado e o seu tratamento vem
se tornando cada vez mais difícil devi-
do ao surgimento de novas cepas do
gonococo resistentes aos antibióticos
existentes. Observe na foto a gonor-
réia na garganta, prática de cães.
O herpes pode manifestar-se
em qualquer parte do corpo é mais
freqüente nos lábios e na zona genital.
A doença desenvolve-se em um perío-
do de três a seis dias, começa forman-
do-se pequenas
bolhas, conforme
as bolhas vão cre-
scendo as partes
infectadas ficam
doloridas e aver-
melhadas com o
tempo as bolhas podem estourar for-
mando feridas com crostas.
Por favor, não seja uma pessoa suicida
ou homicida, pois; nenhuma dessas herdará o
céu.
Capítulo vii

Detalhes
desagradáveis e
fulminantes
“Quando também um homem se deitar com
outro homem como com mulher, ambos fize-
ram abominação; certamente morrerão;
o seu sangue é sobre eles”.
Levítico 20.13
Entraremos em outros deta-
lhes: desagradáveis, humilhantes, do-
lorosos e fulminantes. O sexo anal.
A bíblia nos manda desaliar a alian-
ça com essa pratica. No velho testa-
mento mandava matar quem pratica-
va sexo anal, Levítico 20.13 “Quando
também um homem se deitar com ou-
tro homem como com mulher, ambos
fizeram abominação; certamente mor-
rerão; o seu sangue é sobre eles”.
Alguns metidos a espertinhos
podem dizer: veja, o pecado é só ho-
mem com homem, mulher com homem
não tem nada escrito que não pode. Esta
claro que não havia necessidade de es-
crever, pois a única cavidade que existe
no homem que tem uma leve semelhan-
ça com a vagina da mulher é cavida-
de anal. Perdoa-me por esta sátira chu-
lo; tem homens que parece carro velho
com defeito, só consegue andar se esti-
ver engatado na traseira do outro.
Mas a frente entrará nos de-
talhes do funcionamento do aparelho
digestivo, então você entenderá, o
porquê da palavra fulminante.
Efésios 5.23 “Porque o marido é
a cabeça da mulher, como também Cris-
to é a cabeça da igreja, sendo ele próprio
o salvador do corpo. A bíblia manda o
marido ser o salvador do corpo e não
desassisar o corpo da mulher”.
Bem diz a bíblia em eclesiastes
7.29 “Vede, isto tão-somente achei:
que Deus fez ao homem reto, mas ele
buscou muitas invenções”. Deus não
fez o homem para praticar o sexo anal,
o ânus não é entrada é saída. Este ori-
fício foi feito projetado para evacuar
matérias fecais, (fezes ).
Tudo aquilo que não tem aprovei-
to e lançado fora por esse orifício imagine
a quantidades de animaizinhos microscó-
picos ferozes existentes nesse local.
Esse lugar não pode ferir qual-
quer pequeno ferimento poderá causar
grandes danos, todo cuidado é pouco.
Provérbios 22.3 “O avisado vê o mal
e esconde-se. Mas os simples passam
e sofrem a pena”. Não remova os li-
mites antigos.
Capítulo viii

Funções do
aparelho
digestivo
O funcionamento do aparelho
digestivo do homem quanto da mulher
é o mesmo. O sistema digestivo é pro-
jetado para absorção de alimentos in-
geridos. O estômago humano produz
naturalmente um liquido ácido, que
ativa, enzimas digestivas e que tritu-
ra os alimentos consumidos por nós.
Se colocarmos a nossa mão sem luva
no estômago de alguém corre o risco
de perder a mão com queimadura in-
tensa, o ácido estomacal é altamente
corrosivo. Veja na página seguinte, um desenho
fotográfico do aparelho digestivo.
Após o trabalho do estomago, o
alimento vai para o intestino, que possui o
muco seroso para proteger do ácido estoma-
cal e aumenta o atrito. A parede do intestino
é altamente vascularizada, os nutrientes são
absorvidos pelas vilosidades, os vasos san-
guíneos se encarregam de transportar para
todas as células do corpo para construir e
fornecer energia ao organismo.
A substância sem aproveito é
enviada para o reto, este é responsável
por fazer a comunicação do organismo
com o ambiente externo ligado pelos
ânus, que possui músculo esfíncter
que o rodeia em forma de anel e que
tem a capacidade de reter ou liberar o
excremento.
Capítulo ix

Era da
inversão
O século que estamos viven-
do é a era da pirataria, do paralelo, da
imitação, da educação terceirizada,
muitos pais é obrigado a calar diante
do agressivo comportamento do filho,
os marginais que fazem as leis; era de
inversão de valores. Antigamente gato
comia rato, hoje querem fazer rato
come gato.
O homem sem ética sem moral
e criminoso faz a inversão, troca o le-
gal pelo ilegal, o certo pelo errado, a
saúde pela doença.
Deus fez a mulher com o lugar
projetado para o sexo. A vagina possui
dezesseis camada celular, muco aquo-
so para diminuir atrito, pois o sexo é
feito com atrito; na vagina existe uma
peça nervosa chamada clitóris, locali-
zada na parte superior do lábio menor
onde mulher senti o prazer.
Observe a imagem:

E porque fazer sexo anal com


a mulher sendo que ela possui o lu-
gar projetado para o sexo, o sexo anal
com a mulher é masoquismo. Na mu-
lher não existe nenhuma célula nervo-
sa agregado ao reto para que ela possa
sentir o prazer ou chegar ao orgasmo,
portanto a pratica é desagradável, hu-
milhante, dolorosa, vergonhosa e ful-
minante.
Capítulo x

O homem
e o sexo anal
Então o que leva o homem a de-
sejar a relação sexual através do ânus.
Vamos agora para a desculpa esfarra-
pada, homicida e suicida do homem.
O homem possui uma peça nervosa
chamada próstata, que fica próximo a
parede exterior do reto que é ligado ao
ânus, no momento suicida da penetra-
ção do pênis no reto agride a próstata
por trás. observe bem a imagem.
Já falamos antes, sexo é feito
com atrito a insistência da penetra-
ção do pênis no anus gera hiperplasia
(crescimento exagerado da próstata).
Com o crescimento da próstata ela
fica fácil de ser tocada e sensível para
ejaculação. Essa reação é o resultado
das pancadas que recebeu por trás, a
próstata não foi projetada para rece-
ber pancada por trás. Ela tem que ser
atingida pela frente através do tecido
erétil sem causar danos, com ajuda da
córnea da próstata.
O crescimento também cha-
mado displasia que combina com neo-
plasia (tumor), é freqüente no homem
que pratica o sexo anal, se ele for re-
cheado de sorte esse tumor poderá ser
benigno, mesmo assim gera transtorno
no funcionamento de vários órgãos.
Quando maligno, não pode
remediar tem que fazer uma cirurgia
com quimioterapia, o tratamento com
o produto químico não é agradável a
raiz capilar, a queda do cabelo é ine-
vitável, isso quando não cai o corpo
todo em uma sepultura.
Provérbios 24.11 “Livra os
que estão destinados à morte e salvo
os que são levados para a matança, se
os puderes retirar”.
Capítulo xi

Toda ação tem


uma reação
Suponhamos que não danifi-
cou a próstata, mas para toda ação tem
uma reação, sabemos que sexo é feito
com atrito e sabemos também que no
reto só existe uma camada celular. A
parede do reto é projetada com resis-
tência para saída do excremento, não
há nem uma resistência para penetra-
ção do pênis a ruptura do reto é certa,
facilitando as passagens das bactérias
nos complexos sanguíneos. Com isso
as bactérias são conduzidas através da
veia ao coração causando a coloniza-
ção e seus efeitos; falta de ar, cansaço
e morte. Todos aidético homossexu-
al tem endocardite bacteriana devido
a pratica do sexo anal. A endocardite
bacteriana não vem com a AIDS é re-
sultado do sexo anal.
A bíblia fala da maldade dos ho-
mens de Sodoma em gênesis 19.5 os ho-
mens de Sodoma eram viciados na prati-
ca de sexo anal Ló sabia disso, os homens
pediram a Ló que entregassem a eles seus
hospedes; não sabendo que eram anjos,
Ló tenta negociar com eles oferecendo
suas duas filhas virgens, porem os ho-
mens sente-se trapaceado e ofendido com
a proposta e parte com agressão para cima
de Ló dizendo: o abuso que faremos com
você será pior do que com eles.
Os anjos livram Ló e fere os sodo-
mitas com cegueira, depois mete fogo em
Sodoma. Isto prova que a pratica do sexo
anal não é viável e trás prejuízo generali-
zado, não pequeis.
Confundir ou enganar pode ser re-
sultado da ilusão de ótica, porém a troca
de um produto por outro, ou a compra de
um produto é o poder da escolha em satis-
fazer o ego. Aqui fica um alerta cuidado
com o que ouve e vê na mídia, cuidado
também com o poder da escolha. A sín-
drome da ganância deixa o olhar compul-
sivo a falhar, também o poder de escolha
vulnerável a erros.
Capítulo xii

Fazer escolha
O ser humano é ruim para fazer
escolha não é difícil provar isso, a bí-
blia relata varias passagem. Eu quero
citar apenas uma, Pilatos expôs Jesus
e Barrabás diante do povo para que
escolhesse qual dos dois seria livre.
As escolhas do povo não fo-
ram boas, escolheram Barrabás, sinô-
nimo de homicídio, roubo, adultério
e sexo pervertido etc. muitas pessoas
nos dias chamadas hoje continuam es-
colhendo Barrabás preferem o errado,
ao certo. Os homens de boas índoles
além de fazer o certo carregam consi-
go um dever conforme este escrito em
Judas, versículo 23: “e salvai alguns,
arrebatando-os do fogo”.
A bíblia relata um prejuízo in-
calculável de uma guerra civil entre as
tribos de Israel, provocada pelos se-
xos maníacos obcecado por sexo anal.
Juízes capitulo 19 e 20, um homem
levita estando em viagem com sua
mulher temeu repousar na cidade de
Jebus por ser estrangeiro, preferiu an-
dar mas alguns quilômetros para che-
gar em uma cidade dos filhos de Israel
da tribo de Benjamim em Gibeá.
Pensava ele que ali estaria se-
guro no meio de seu povo, pois fa-
lavam a mesma língua e serviam o
mesmo Deus. Um homem de Efraim
que estava habitando em Gibeá viu o
levita assentado na praça lhe ofereceu
hospedagem em sua casa.
Estando eles alegrando o seu
coração, eis que os homens daque-
la cidade cercaram a casa, batendo à
porta; e falaram ao velho, senhor da
casa, dizendo: Tira para fora o homem
que entrou em tua casa, para que o co-
nheçamos.
E o homem, senhor da casa,
saiu a eles e disse-lhes: Não, irmãos
meus! Ora, não façais semelhantes
mal; já que este homem entrou em mi-
nha casa, não façais tal loucura.
Eis que a minha filha virgem e
a mulher dele, tirarei para fora; humi-
lhai-as a elas e fazei delas o que pa-
recer bem aos vossos olhos; porém a
este homem não façais loucura seme-
lhante.
Os compulsivos sexos manía-
cos queriam o viajante levita de qual-
quer maneira.
Até que ponto chegou alguns
israelitas dos filhos de Benjamim,
tornaram-se homossexuais, estupra-
dores e assassinos semelhante aos so-
domitas. As escrituras consideram os
homossexuais e o lesbianismo, como
uma das últimas conseqüências da
rejeição por Deus de uma pessoa ou
povo moralmente decaído.
O resultado da desobediência
dos filhos de benjamim em abandonar
a palavra de Deus resultou na aposta-
sia total.
Porém, foi tirado para fora a
mulher do levita. Eles abusaram da
mulher toda a noite até pela manhã, e,
subindo a alva, a deixaram. Levantan-
do cedo seu esposo a encontra com as
mãos no limiar da porta e morta.
Os maníacos obcecados por
sexo anal fizeram sexo com ela à noi-
te toda até matar. A revolta foi mui-
to grande aponto do levita tomar um
cutelo e despedaçou-a em doze partes
e enviou para as dozes tribos de Israel.
E as tribos de Israel enviaram homens
por toda a tribo de Benjamim, dizen-
do: Que maldade é esta que se fez en-
tre nós? Dai-nos, pois, agora, aqueles
homens filhos de Belial, que estão em
Gibeá, para que os matemos e tiremos
de Israel o mal; porém os filhos de
Benjamim não quiseram ouvir a voz
de seus irmãos, os filhos de Israel.
Começaram a pelejar. Grande
foi o prejuízo; milhares de pessoas
morreram, culpados e inocentes per-
deram a vida. Quase foi extinta uma
tribo de Israel.
Se a tribo de Benjamim permi-
tisse o castigo dos maníacos conforme
a lei dos filhos de Israel, com certeza o
prejuízo seria bem menor. Porem pre-
feriu tolerar o pecado e desvalorizar a
moral e a lealdade á lei de Deus.
A tolerância do pecado é a for-
ça generalizada da total destruição.
Bem provável que, ainda hoje existe
em nosso meio filhos de Belial, ho-
mens que pratica esse crime chamado
sexo anal, mas ainda há tempo de se
arrepender e pedir perdão...
Provérbios 28.13-14 “O que
encobre as suas transgressões nunca
prosperará; mas o que as confessa e
deixa alcançará misericórdia. Bem-
aventurado o homem que continua-
mente teme; mas o que endurece o
seu coração virá a cair no mal”.
Com temor ao Senhor Deus,
jejum e oração escrevi este assunto na
intenção de poder ajudar a você leitor,
e você ajudar alguém.
A bíblia diz assim: Salmos
37. 27-28 “Aparta-te do mal e faze
o bem; e terás morada para sempre.
Porque o Senhor ama o juízo e não
desampara os seus santos; eles são
preservados para sempre; mas a des-
cendência dos ímpios será desarrai-
gada”.

Que Deus em Cristo abençõe a


sua vida, e te livre das abominações
que o príncipe deste século vem im-
plantando em nosso meio.

Pastor Samuel Alves da Silva


Pastor Presidente da Igreja Evangélica Assem-
bléia de Deus em Salto do Céu - MT.
BIBLIOGRAFIA

www.google.com.br

www.ciênciaempauta.am.gov.br

www.especialista24.com

www.infoescola.com

www.enq.ufsc.br

Bíblia de Estudo Pentecostal

Bíblia de Estudo Genebra