Anda di halaman 1dari 8

I.E.E.

Carmela Dutra

Discentes:
Létícia Félix
fonte:www.assis.unesp.com.br Giovanni Victor
Mylena Menezes
Síndrome de Klinefelter Beatriz Ribeiro

Ano
3ºF
O que é Síndrome de Klinefelter?
É uma síndrome que gera infertilidade no indivíduo do sexo masculino, é a causa
mais frequente de hipogonadismo (onde os testículos não produzem quantidades
adequadas de hormônios sexuais, sendo elas a testosterona).
Qual a causa da síndrome?
Á causa da síndrome de Klinefelter, é a ocorrência de um cromossomo sexual
extra no indivíduo do sexo masculino, sendo ele o cromossomo X, ocorre na qual
chamamos de não disjunção, acontece quando os cromossomos sexuais não se
separam em sua formação. A mesma ocorre durante a formação do ovo ou
esperma, ou após a fecundação.
Quais os sinais e os sintomas característicos da
doença?
Os sintomas são característicos para cada fase de vida, mas em
alguns casos não podem apresentar nenhum sintoma até a vida
adulta.
Na infância podem apresentar músculos fracos, desenvolvimento motor lento, atraso
de fala e personalidade dócil e silenciosa.
Na adolescência podem gerar, estrutura maior que a média, puberdade ausente ou
incompleta, pênis pequeno, tecido alargado na mama e problemas de leitura.
Na fase adulta pode gerar, testículos e pênis pequenos, infertilidade, ausência ou
diminuição de pêlos no corpo e desenvolvimento na mama.
Como é feito o diagnóstico da doença?
Geralmente esse diagnóstico é feito por um exame físico na região genital do
indivíduo masculino ou pedir um cariograma para confirmar o diagnóstico da
doença.

fonte:www.farmaceuticacuriosa.com.br
Quais complicações possíveis?
A síndrome inclui várias complicações sendo elas:
° Puberdade ausente ou incompleta
°Infertilidade
°Osteoporose
°Déficit de atenção
°Problemas com função sexual
°Risco de varizes ou problemas á vasos sanguíneos
Há prevenção?
A síndrome de klinefelter é uma doença genética, então não há formas de

prevenção.
ENEM 2015- A cariotipagem é um método que analisa células de um indivíduo
para determinar seu padrão cromossômico. Essa técnica consiste na montagem
fotográfica , em que sequência, dos pares de cromossomos e permite identificar
um indivíduo normal (46, XX ou 46, XY) ou com alguma alteração cromossômica.
A investigação do cariótipo de uma criança de sexo masculino com alterações
morfológicas e comprometimento cognitivo verificou que ela apresentava fórmula
cariotípica 47, XY, +18. A alteração cromossômica da criança podem ser
classificadas como

a)estrutural, do tipo deleção.


b)numérica, do tipo euploidia.
c)numérica, do tipo poliploidia.
d)estrutural, do tipo duplicação.
e)numérica, do tipo aneuploidia