Anda di halaman 1dari 178

Excel - Fundamentos

TE 1593/2
Excel - Fundamentos
Créditos

Copyright © TechnoEdition Editora Ltda.

Todos os direitos autorais reservados. Este manual não pode ser copiado, fotocopiado,
reproduzido, traduzido ou convertido em qualquer forma eletrônica, ou legível por qualquer
meio, em parte ou no todo, sem a aprovação prévia, por escrito, da TechnoEdition Editora Ltda.,
estando o contrafator sujeito a responder por crime de Violação de Direito Autoral, conforme o
art.184 do Código Penal Brasileiro, além de responder por Perdas e Danos. Todos os logotipos
e marcas utilizados neste material pertencem às suas respectivas empresas.

“As marcas registradas e os nomes comerciais citados nesta obra, mesmo que não sejam assim identificados,
pertencem aos seus respectivos proprietários nos termos das leis, convenções e diretrizes nacionais e internacionais.”
Crédito das imagens: Banco de Imagens Digital Juice, Inc.

Excel - Fundamentos
Coordenação Geral Atualização
Marcia M. Rosa André Ricardo Stern

Coordenação Editorial Diagramação


Henrique Thomaz Bruscagin Shelida Letícia Lopes

Supervisão Editorial Equipe de Apoio


Simone Rocha Araújo Pereira Rodrigo Henrique Sobrinho

Edição nº 1 | Cód.: 1593/2


agosto/2013

Este material constitui uma nova obra e é uma derivação da seguinte obra original, produzida por TechnoEdition
Editora Ltda., em Set/2010:
Excel 2010 - Fundamentos
Autoria:
Hildebrando Rodrigues da Mota

4
Sumário

Informações sobre o treinamento...........................................................................................8

Capítulo 1 - Administração de arquivos................................................................................... 9


1.1.  Introdução............................................................................................. 10
1.2.  Sistema operacional, aplicativos e arquivos............................................ 10
1.2.1.  Sistema operacional............................................................................... 10
1.2.2.  Programa aplicativo................................................................................ 10
1.2.3.  Documentos........................................................................................... 11
1.3.  Organização de arquivos........................................................................ 12
1.4.  Criando uma pasta................................................................................. 13
1.5.  Movendo arquivos entre pastas.............................................................. 18
1.6.  Janelas................................................................................................... 22
1.6.1.  Os botões de controle............................................................................ 22
1.6.2.  Redimensionando a janela...................................................................... 24
1.6.3.  Fechando a janela.................................................................................. 26

Capítulo 2 - As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel............................... 29


2.1.  Introdução............................................................................................. 30
2.2.  Abrindo o arquivo pelo aplicativo Excel.................................................. 30
2.2.1.  Abrindo o Excel...................................................................................... 30
2.2.2.  Abrindo o arquivo pela lista de arquivos recentes................................... 34
2.2.3.  Abrindo o arquivo pelo comando Abrir................................................... 35
2.3.  Abrindo o arquivo pela lista de últimos utilizados.................................. 39
2.4.  Abrindo um modelo de pasta de trabalho............................................... 41
2.4.1.  Modelos disponíveis............................................................................... 43

Capítulo 3 - Trabalhando com planilhas................................................................................ 47


3.1.  Introdução............................................................................................. 48
3.2.  Dimensões de uma planilha................................................................... 48
3.3.  Navegando em uma planilha.................................................................. 50
3.4.  Selecionando células, linhas e colunas................................................... 58
3.4.1.  Selecionando todas as células................................................................ 58
3.4.2.  Selecionando uma única célula............................................................... 58
3.4.3.  Selecionando células sequenciais........................................................... 59
3.4.4.  Selecionando células intercaladas........................................................... 63
3.4.5.  Selecionando diversos intervalos de célula............................................. 65
3.4.6.  Selecionando uma única linha ou coluna................................................ 66
3.4.7.  Selecionando linhas ou colunas sequenciais........................................... 67
3.4.8.  Selecionando linhas ou colunas intercaladas.......................................... 69
3.5.  Manipulando dados................................................................................ 69

5
Excel - Fundamentos

3.5.1.  Inserindo dados nas células................................................................... 69


3.5.1.1. Preenchendo células automaticamente................................................... 71
3.5.2.  Confirmando dados................................................................................ 73
3.5.2.1. Modificando a seleção de célula após confirmação de dados ................. 76
3.5.3.  Cancelando dados.................................................................................. 76
3.5.4.  Editando o conteúdo de uma célula........................................................ 77
3.6.  Desfazendo e refazendo ações............................................................... 79
3.7.  Comandos da Área de Transferência...................................................... 79
3.7.1.  Ferramenta Copiar................................................................................. 79
3.7.2.  Ferramenta Recortar............................................................................... 81
3.8.  Ajustando a largura e altura das células................................................. 83
3.8.1.  Alterando a largura................................................................................ 84
3.8.1.1. Ajuste automático da coluna.................................................................. 89
3.8.2.  Alterando a altura.................................................................................. 91
3.8.2.1. Ajuste automático da linha..................................................................... 94
3.9.  Inserindo e excluindo células, linhas e colunas ...................................... 95
3.9.1.  Inserindo células.................................................................................... 95
3.9.2.  Excluindo células................................................................................... 96
3.9.3.  Inserindo linhas..................................................................................... 98
3.9.4.  Excluindo linhas................................................................................... 100
3.9.5.  Inserindo colunas................................................................................. 102
3.9.6.  Excluindo colunas................................................................................ 104
3.10.  Localizando e substituindo caracteres ou grupos de caracteres............ 105
3.11.  Trabalhando com janelas..................................................................... 108
3.12.  Congelamento e divisão de painéis...................................................... 110
3.13.  Manipulando planilhas......................................................................... 112
3.13.1.  Inserindo planilhas............................................................................... 113
3.13.2.  Selecionando planilhas......................................................................... 115
3.13.3.  Trocando o posicionamento das planilhas............................................ 117
3.13.4.  Excluindo planilhas.............................................................................. 118
3.13.5.  Ocultando e reexibindo planilhas......................................................... 119
3.14.  Controle de zoom................................................................................ 122
3.15.  Controlando o zoom pela barra de tarefas........................................... 122
3.16.  Controlando o zoom pelos comandos do grupo Zoom......................... 124

Capítulo 4 - Planejando e criando uma planilha...............................................................129


4.1.  Introdução........................................................................................... 130
4.2.  Planejando uma planilha...................................................................... 130
4.3.  Criando uma planilha........................................................................... 131
4.3.1.  Inserindo dados................................................................................... 131
4.3.2.  Formatando os dados........................................................................... 135
4.3.3.  Ajustando a largura da coluna.............................................................. 137
4.3.4.  Considerações adicionais..................................................................... 138
4.4.  Salvando uma pasta de trabalho........................................................... 139
4.5.  Fechando uma pasta de trabalho.......................................................... 144
4.6.  Abrindo uma pasta de trabalho salva................................................... 146

6
Sumário

Capítulo 5 - Trabalhando com fórmulas..............................................................................151


5.1.  Introdução........................................................................................... 152
5.2.  Definição de fórmulas.......................................................................... 152
5.2.1.  Constantes........................................................................................... 154
5.2.2.  Operadores.......................................................................................... 155
5.2.2.1. Tipos de operadores............................................................................ 155
5.2.2.2. Ordem de cálculo................................................................................. 157
5.2.3.  Funções............................................................................................... 159
5.3.  Aplicando fórmulas na planilha............................................................ 159
5.3.1.  Produzindo a planilha.......................................................................... 160
5.3.2.  Inserindo a fórmula.............................................................................. 165
5.3.3.  Fixando a leitura a uma célula.............................................................. 168
5.3.4.  Utilizando a função SOMA.................................................................... 171
5.3.5.  Inserindo a formatação à tabela........................................................... 173
5.3.6.  Renomeando a planilha........................................................................ 176

7
Informações sobre o treinamento

Não há pré-requisitos para este curso.


Administração de

1
arquivos

99 Sistema operacional, aplicativos e arquivos;


99 Organização de arquivos;
99 Criação de uma pasta;
99 Transferência de arquivos entre pastas;
99 Janelas (windows).
Excel - Fundamentos

1.1. Introdução
Em um ambiente de trabalho sem computadores (impensável hoje em dia),
os documentos gerados pelos profissionais são armazenados em pastas que
são guardadas em arquivos, fichários, armários, etc. Quando trabalhamos no
Excel, devemos pensar no mesmo tipo de organização para guardarmos as
nossas pastas de trabalho, nome oficial de um arquivo Excel. Neste capítulo,
abordaremos a organização dos arquivos.

1.2. Sistema operacional, aplicativos e arquivos


O computador trabalha basicamente com três tipos de arquivos: o sistema
operacional, os aplicativos e os arquivos.

1.2.1. Sistema operacional
O sistema operacional é o programa principal do computador. Ele é o responsável
por traduzir as instruções para o computador e vice-versa. É ele quem gerencia
todos os recursos da máquina, define que programa terá atenção do processador
e está constantemente vigiando e controlando todos os processos. É o primeiro
programa a ser inicializado ao ligar o computador, pois, sem ele, o computador
não funciona.

Embora existam vários sistemas operacionais no mercado, atualmente, a maioria


das máquinas trabalha com o sistema operacional Windows da Microsoft.

1.2.2. Programa aplicativo
O programa aplicativo, ou simplesmente aplicativo, é um programa de
computador focado em produzir trabalhos práticos para o usuário. No mercado
existe uma infinidade de aplicativos, desde jogos, aplicativos para edição de
fotos até aplicativos para geração de relatórios, textos, cálculos, etc. O Excel é
um tipo de aplicativo.

10
Administração de arquivos
1
1.2.3. Documentos
Os documentos são os trabalhos gerados pelos aplicativos. Um documento
possui nome e sobrenome. Enquanto o nome do documento é escolhido pelo
usuário, o sobrenome (extensão) é gerado automaticamente pelo aplicativo de
origem.

Suponhamos que um usuário crie um documento no Word e o nomeie de


Relatório de Entrega. O aplicativo Word definirá, automaticamente, a extensão
.docx. Caso o usuário nomeie de Relatório um documento produzido no Excel,
o aplicativo definirá automaticamente a extensão .xlsx. Sendo assim, o usuário
terá armazenado em seu computador dois arquivos com o mesmo nome, porém
com extensões diferentes.

A extensão determina a origem do documento, bem como informa ao sistema


operacional qual aplicativo deverá ser aberto quando o usuário aplicar um duplo-
clique sobre o ícone de identificação, exibido na figura a seguir:

Arquivo
Relatório.docx
produzido no Word

Arquivo
Relatório.xlsx
produzido no Excel

11
Excel - Fundamentos

1.3. Organização de arquivos
No nosso dia a dia no computador, com o tempo produzimos uma infinidade
de documentos. Entre planilhas, textos, apresentações, fotos e outros, se não
houver o mínimo de organização, documentos importantes acabam se perdendo.

Os documentos que produzimos em um aplicativo serão armazenados em


pastas, as quais serão armazenadas em outras pastas (conforme a necessidade)
e estas, por sua vez, serão armazenadas em uma unidade de armazenamento
interna ou externa. Observemos o esquema a seguir:

12
Administração de arquivos
1
1.4. Criando uma pasta
Existem diversas maneiras para criar pastas com a finalidade de armazenar
arquivos, porém, a mais simples e prática é posicionar o cursor no local desejado
e clicar com o botão direito do mouse para abrir o menu suspenso.

Neste exemplo, criaremos uma pasta no Desktop e algumas subpastas dentro


dela. O Desktop, ou Área de Trabalho, é a tela principal do sistema operacional
Windows. Caso haja um ou vários arquivos abertos, para acessarmos a Área
de Trabalho, devemos clicar no atalho Mostrar área de trabalho da barra de
tarefas, exibido a seguir:

Mostrar área de trabalho.

13
Excel - Fundamentos

Após essa ação, a Área de Trabalho será exibida, conforme figura a seguir:

14
Administração de arquivos
1
Para criarmos uma pasta, devemos clicar com o botão direito do mouse em
qualquer ponto vazio da Área de Trabalho, para que o menu suspenso seja
exibido, conforme a figura adiante:

Clicar com o botão direito do


mouse em qualquer local.

15
Excel - Fundamentos

Posicionar o cursor do mouse sobre o comando Novo do menu suspenso, para


que seja ativado o submenu, exibido a seguir:

Posicionar o cursor do
mouse no comando Novo.

16
Administração de arquivos
1
Clicar sobre o comando Pasta do submenu, para criar uma nova pasta no
Desktop.

Clicar no comando Pasta.

O resultado obtido é demonstrado a seguir:

A nova pasta é criada.

17
Excel - Fundamentos

Podemos observar que o título da pasta está selecionado e apresenta o texto


genérico Nova Pasta. Para alterá-lo, basta digitar o nome desejado.

Caso a pasta esteja desmarcada, basta selecioná-la e aplicar um clique simples


sobre sua caixa de texto. Então, ela ficará novamente marcada (em modo de
edição) e poderemos digitar o novo nome, como exibem as imagens a seguir.
Outra opção é clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta, clicar sobre o
comando Renomear e digitar o novo nome.

Para abrirmos a nova pasta, devemos aplicar um duplo-clique sobre a figura da


pasta. Para abrir uma pasta dentro dela, basta repetir o duplo-clique sobre a
subpasta.

1.5. Movendo arquivos entre pastas


Mover arquivos entre pastas é uma operação bastante simples. Podemos utilizar
o recurso de arrastar o ícone do arquivo ou simplesmente recortar o arquivo e
colá-lo no local desejado.

18
Administração de arquivos
1
•• Exemplo 1

Uma maneira de movermos arquivos localizados na Área de Trabalho para


uma pasta também situada na Área de Trabalho é selecionar os arquivos
desejados (manter a tecla CTRL pressionada e clicar nos ícones dos
arquivos desejados) e arrastá-los com o mouse (manter o botão do mouse
pressionado) para a pasta desejada. No exemplo a seguir, movemos os
arquivos Relatório.docx e Relatório.xlsx para a pasta Contabilidade:

Selecionar os arquivos.

Em seguida,
arrastá-los até a
pasta desejada.

19
Excel - Fundamentos

•• Exemplo 2

O procedimento a seguir descreve como mover um arquivo de uma pasta


para outra:

1. Abra a pasta onde está o arquivo a ser movido. Para isso, dê um duplo-
clique sobre o ícone da pasta;

Dê um duplo-clique na
pasta para abri-la.

20
Administração de arquivos
1
2. Em seguida, selecione o arquivo desejado na pasta aberta e arraste-o para o
ícone da pasta para a qual deseja movê-lo. Quando esse ícone mudar de cor,
solte o botão do mouse.

Em seguida, arraste-o
até a pasta desejada.

Selecione o arquivo.

Outra maneira para mover um arquivo é descrita a seguir:

1. Clique com o botão direito do mouse sobre a figura que o representa e, no


menu de contexto, selecione a opção Recortar;

2. Abra a pasta para onde o arquivo será movido;

3. Clique com o botão direito em uma área vazia da janela da pasta aberta e, a
partir do menu de contexto, selecione a opção Colar.

21
Excel - Fundamentos

1.6. Janelas
Uma janela, ou window, é uma moldura que envolve um aplicativo, um
documento ou uma pasta. Essa moldura, que dá nome ao sistema operacional
da Microsoft (Windows), possui uma série de funcionalidades que facilitam o
trabalho. Normalmente, utilizamos várias janelas abertas ao mesmo tempo e
saber operá-las pode agilizar a rotina.

1.6.1. Os botões de controle


Toda janela possui três botões de controle instalados em sua parte superior
direita. São os botões Minimizar, Restaurar/Maximizar e Fechar, exibidos a
seguir:

Fechar

Restaurar / Maximizar

Minimizar

22
Administração de arquivos
1
Ao clicar sobre o botão Minimizar, a janela será instalada na barra de tarefas. Para
restaurá-la, basta aplicar um clique simples sobre a figura da janela localizada
na barra.

Para retornar à janela,


aplique um clique simples
na figura da janela na
barra.

O botão Restaurar/Maximizar alterna entre tela cheia e redimensionável. No


primeiro caso, a janela ocupará a totalidade da tela do aplicativo, e não será
possível redimensioná-la.

Clique neste botão


para maximizar a
janela.

O mesmo efeito poderá


ser obtido aplicando um
duplo-clique na barra de
título da janela.

23
Excel - Fundamentos

Vejamos a seguir o resultado obtido quando maximizamos a janela:

A janela ocupará a
totalidade da tela e o
botão assumirá a forma de
um quadrado duplicado.

Para restaurar a janela e torná-la redimensionável, basta aplicar um duplo-


clique sobre a barra de títulos ou clicar novamente sobre o botão Restaurar/
Maximizar.

1.6.2. Redimensionando a janela
Para adequar a janela às necessidades de trabalho, é possível redimensioná-la,
ou seja, podemos alterar seu tamanho.

Para executar esse procedimento, a janela não poderá estar maximizada, isto é,
mesmo que a janela esteja ocupando a totalidade da tela do aplicativo, o botão
Restaurar/Maximizar deverá estar com uma figura de quadrado simples.

24
Administração de arquivos
1
Nessa condição, devemos encostar o cursor do mouse em qualquer borda da
janela e quando ele se transformar em uma seta dupla, devemos clicar e arrastar
na direção em que desejamos redimensionar, conforme exemplo a seguir:

Encoste o cursor na
borda.

Clique e arraste para


alterar a dimensão da
janela.

Esse mesmo procedimento poderá ser adotado para redimensionamentos


laterais e diagonais. Basta encostar o cursor em uma das bordas laterais ou nas
diagonais.

25
Excel - Fundamentos

1.6.3. Fechando a janela
Para fechar a janela, basta clicar sobre o botão Fechar, destacado a seguir:

Clique neste botão para


fechar a janela.

26
Administração de arquivos
1
Pontos principais
Atente para os tópicos a seguir. Eles devem ser estudados com muita
atenção, pois representam os pontos mais importantes do capítulo.

•• O sistema operacional é o principal programa do computador e inicia


automaticamente quando ele é ligado. É o responsável pelo gerenciamento
dos recursos e aplicativos instalados em seu computador, e sem ele o
computador não funciona;

•• Programa aplicativo, ou simplesmente aplicativo, é um sistema para


gerar trabalhos específicos. Existem aplicativos para processamento de
texto (como o Word), geração de planilhas (como o Excel), produção de
apresentações (como o PowerPoint), entre outros;

•• Arquivos, ou documentos, são trabalhos gerados por aplicativos. Os arquivos


gerados pelo Word são identificados pela extensão .docx, enquanto os
arquivos gerados pelo Excel são identificados pela extensão .xlsx;

•• Os arquivos ou documentos gerados pelos aplicativos, para melhor


organização no computador, devem ser armazenados em pastas de
documentos. Devemos preferir pastas organizadas por temas;

•• Mover arquivos entre pastas é uma operação simples. Podemos utilizar o


recurso de arrastar o ícone do arquivo ou simplesmente recortar o arquivo
e colá-lo no local desejado;

•• Uma janela, ou window, é uma moldura que envolve um aplicativo, um


documento ou uma pasta. Essa moldura, que dá nome ao sistema operacional
da Microsoft (Windows), apresenta diversas funcionalidades que facilitam o
trabalho. Normalmente, utilizamos várias janelas abertas ao mesmo tempo
e saber operá-las pode agilizar o trabalho.

27
As diversas maneiras

2
de abrir um
arquivo do Excel

99 Abrir o arquivo pelo aplicativo Excel;


99 Abrir o arquivo pela lista de últimos
utilizados;
99 Abrir um modelo de pasta de trabalho.
Excel - Fundamentos

2.1. Introdução
No ambiente Windows, desde as primeiras versões, existem várias maneiras de
inicializar um arquivo. É possível iniciá-lo clicando sobre o ícone que o representa
na Área de Trabalho ou em uma pasta, pelo comando Abrir do próprio aplicativo
em que ele foi gerado, por meio do menu Iniciar, através da lista de últimos
utilizados, etc. Neste capítulo iremos analisar as diversas maneiras de abrir um
arquivo do Microsoft Excel.

2.2. Abrindo o arquivo pelo aplicativo Excel


Para abrir um arquivo pelo programa Excel, devemos antes inicializar o aplicativo.
Assim como a abertura de um arquivo oferece várias opções, a abertura de
um aplicativo no ambiente Windows também oferece outras tantas opções. A
maneira mais prática de inicializar um programa é por meio do menu Iniciar.

2.2.1. Abrindo o Excel
Para abrir o Excel, uma das opções é clicar no botão Iniciar e, em seguida,
sobre o ícone do Excel 2013 no menu, como mostrado a seguir:

Clique no botão Iniciar.

Em seguida, clique sobre


o ícone do aplicativo no
menu.

30
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
O menu Iniciar é volátil. Ele apresenta os últimos aplicativos iniciados. Então,
caso o Excel não tenha sido utilizado ultimamente, devemos fazer o seguinte:

1. Clique no botão Iniciar e abra o menu Todos os Programas;

Clique no item Todos os


Programas.

31
Excel - Fundamentos

2. Clique na pasta Microsoft Office 2013;

Clique na opção Microsoft


Office 2013.

32
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
3. Clique no ícone Excel 2013.

Em seguida, clique sobre o


ícone do Excel 2013.

33
Excel - Fundamentos

2.2.2. Abrindo o arquivo pela lista de arquivos


recentes
Na versão 2013 do Excel, todo processo de operação com arquivos está separado
em uma guia própria para esse fim. Trata-se da guia Arquivo, que está localizada
na parte superior esquerda do aplicativo. É a primeira guia.

Guia para operações com


arquivos.

Para abrirmos um arquivo do Excel pela lista de itens recentes, inicialmente


clicamos na guia Arquivo para acessar os comandos de operação com arquivos
e selecionamos o item Abrir na faixa de comandos. A primeira opção que
aparecerá selecionada é Pastas de Trabalho Recente. No lado direito, ela
relaciona os últimos arquivos carregados no aplicativo.

34
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
Em seguida, para abrirmos o arquivo, basta clicarmos sobre seu nome na lista
do meio.

Clique sobre o ícone do


arquivo a ser aberto.

2.2.3. Abrindo o arquivo pelo comando Abrir


Outra maneira de abrir um arquivo no Excel é utilizar a opção Computador.
Para acessarmos esse comando, clicamos sobre o ícone que o representa na
faixa de comandos ao meio e, em seguida, clicamos no comando Procurar,
como ilustrado a seguir:

Clique sobre a opção


Computador.

Em seguida, clique no
comando Procurar.

35
Excel - Fundamentos

Então, a caixa de diálogo Abrir será exibida:

A janela de diálogo Abrir


será exibida.

36
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
Vamos supor que pretendemos abrir um arquivo denominado Relatório.xlsx,
que se encontra em uma pasta chamada Contabilidade, instalada na Área de
Trabalho. Para acessá-lo, aplicamos um duplo-clique sobre o ícone Área de
Trabalho. Após essa ação, a caixa de diálogo Abrir se ajustará para demonstrar
os itens do Desktop. Então, basta aplicar um duplo-clique sobre o ícone da
pasta para abri-la.

Aplique um duplo-clique
sobre o ícone da pasta.

37
Excel - Fundamentos

Neste ponto a pasta exibirá seu conteúdo. Para abrir o arquivo desejado, aplique
um duplo-clique sobre o ícone que o representa:

Aplique um duplo-clique
sobre o ícone do arquivo
Relatório.xlsx

38
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
2.3. Abrindo o arquivo pela lista de últimos
utilizados
Uma maneira rápida de abrir um arquivo do Excel é a partir da lista Recentes do
menu Iniciar. Para acessá-la, clique no menu Iniciar e selecione a seta ao lado
direito do ícone do Excel 2013.

Clique no menu Iniciar.

Em seguida, clique na
seta para abrir a lista de
arquivos recentes.

39
Excel - Fundamentos

Após esse procedimento, como pudemos observar na imagem anterior, será


apresentada a lista de arquivos recentemente utilizados. Para iniciar o arquivo
desejado, basta clicar sobre o ícone que o representa.

Clique sobre o ícone do


arquivo para abri-lo.

40
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2

2.4. Abrindo um modelo de pasta de trabalho


Outro recurso interessante do Excel é o modelo de pasta de trabalho. Às vezes,
o trabalho que pretendemos criar não precisa ser criado do zero, pois já existe
um modelo pronto. O Excel disponibiliza muitos modelos, os quais podem ser
acessados por meio do item Novo da guia Arquivo.

Item Novo.

41
Excel - Fundamentos

Ao clicarmos sobre esse item, a janela mostrará os modelos de pastas de


trabalho instalados no Excel do usuário e um campo de pesquisa para procurar
modelos disponíveis na Web.

42
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
2.4.1. Modelos disponíveis
Ao acessar o item Novo, o Excel relaciona os modelos instalados no Excel do
usuário. O primeiro é o modelo básico de pasta de trabalho. Toda vez que
iniciamos o Excel, utilizamos este modelo de pasta: a Pasta de Trabalho em
Branco.

A partir do segundo ícone, o Excel apresenta os modelos elaborados recentemente


no Excel do usuário. A criação de modelos de pasta de trabalho será abordada
no treinamento Excel 2013 - Módulo II.

43
Excel - Fundamentos

Para abrir o modelo escolhido, basta dar um clique simples sobre ele. A seguir,
temos o modelo escolhido aberto:

44
As diversas maneiras de abrir um arquivo do Excel
2
Pontos principais
Atente para os tópicos a seguir. Eles devem ser estudados com muita
atenção, pois representam os pontos mais importantes do capítulo.

•• No ambiente Windows, desde as primeiras versões, existem várias maneiras


de abrir um arquivo;

•• Podemos abrir um arquivo Excel clicando sobre o ícone que o representa na


Área de Trabalho, utilizando o menu Arquivo do aplicativo ou acessando a
lista de arquivos recentes;

•• Para agilizar nossos trabalhos, o Excel disponibiliza uma lista de modelos


de documentos.

45
Trabalhando com

3
planilhas

99 Dimensões de uma planilha;


99 Navegação em uma planilha;
99 Seleção de células, linhas e colunas;
99 Manipulação de dados;
99 Desfazer e refazer ações;
99 Comandos da Área de Transferência;
99 Ajuste da largura e altura das células;
99 Inserção e exclusão de Células, linhas e
colunas;
99 Localização e substituição de caracteres ou
grupos de caracteres;
99 Trabalho com janelas;
99 Congelamento e divisão de painéis;
99 Manipulação de planilhas;
99 Controle de zoom.
Excel - Fundamentos

3.1. Introdução
Trabalhar com planilhas eletrônicas é a principal função do Excel. Neste capítulo,
aprenderemos a trabalhar com os elementos que compõem uma planilha.
Veremos, também, aspectos como a forma que os dados devem ser tratados
nas planilhas, além de conhecer alguns recursos e comandos que facilitam o
trabalho com planilhas do Excel.

3.2. Dimensões de uma planilha


Uma planilha é formada, basicamente, por linhas e colunas. À esquerda da janela,
há o cabeçalho de linhas, responsável pela numeração das linhas, conforme
ilustra a figura a seguir:

Cabeçalho de linhas. Cabeçalho de colunas.


Inicia em 1 e termina em Inicia em A e termina em
1.048.576. XFD, totalizando 16.384
colunas.

Na parte superior da planilha, está o cabeçalho de colunas, onde estão dispostos


os nomes das colunas, as quais são identificadas por letras. A faixa de intervalo
vai de A até XFD. Então, após a coluna Z, uma letra é acrescentada ao nome
da célula, que passa a ser referenciada por duas letras, conforme exemplos a
seguir:

•• AA é a primeira coluna à direita de Z;

•• AB é a próxima coluna, e assim sucessivamente, até XFD.

48
Trabalhando com planilhas
3
Chamamos de célula a intersecção de uma linha com uma coluna. Cada célula
da planilha possui um endereço próprio para identificá-la. O endereço sempre é
formado pela referência da coluna (uma ou mais letras) mais o número da linha
em que está localizada.

Por exemplo, uma célula localizada na coluna E e na linha 5 é identificada por


E5. Uma planilha do Excel não aceita dois endereços iguais de célula. A figura a
seguir ilustra uma célula:

Esta seta indica uma


coluna, nesse caso a
coluna C.

Esta seta indica uma linha,


nesse caso a linha 4

O cruzamento dessa
coluna com essa linha
forma um célula, nesse
caso a célula C4.

A caixa de nome identifica


a célula selecionada.

49
Excel - Fundamentos

3.3. Navegando em uma planilha


A navegação em uma planilha pode ser feita de diversas maneiras, como
podemos conferir adiante:

•• Utilizando as barras de rolagem horizontal e vertical

Barra de rolagem vertical.

Barra de rolagem horizontal.

50
Trabalhando com planilhas
3
Podemos utilizar as barras de rolagem horizontal e vertical para navegar por
uma planilha. Basta clicarmos e arrastarmos a barra vertical ou horizontal
para ir para o ponto desejado da planilha. Também podemos clicar nas setas
localizadas nas extremidades das barras para avançar uma linha ou coluna por
vez.

•• Utilizando as teclas PAGE DOWN e PAGE UP

Para navegar por uma planilha, podemos também fazer uso das teclas PAGE
DOWN e PAGE UP, com as quais é possível visualizar as janelas localizadas
abaixo e acima, respectivamente, ou seja, essas teclas controlam o
deslocamento vertical pela planilha.

51
Excel - Fundamentos

Já o deslocamento horizontal é feito por meio das teclas ALT + PAGE DOWN
eALT + PAGE UP, responsáveis pela visualização da janela à direita e à
esquerda da janela atualmente exibida, respectivamente.

•• Comando Ir Para

Podemos nos deslocar diretamente para uma célula específica. Para isso,
dispomos do comando Ir Para, que pode ser acessado através de um dos
três modos descritos adiante:

•• Utilizando a Faixa de opções

Para acessarmos o comando Ir Para a partir da Faixa de Opções, devemos


proceder da seguinte maneira:

52
Trabalhando com planilhas
3
1. Clique na guia Página Inicial;

2. No grupo Edição, clique no comando Localizar e Selecionar, exibido a


seguir:

53
Excel - Fundamentos

3. Selecione o comando Ir Para, conforme ilustra a figura adiante:

A caixa de diálogo Ir Para é aberta:

54
Trabalhando com planilhas
3
4. Na caixa de texto Referência, digite, sem espaços, o nome da célula
desejada, conforme exemplo a seguir:

5. Clique em OK para ir diretamente para a célula especificada.

•• Utilizando teclas de atalho

Podemos utilizar tanto a tecla F5 como as teclas CTRL + G para acessar o


comando Ir Para.

55
Excel - Fundamentos

•• Utilizando teclas de acesso

Para acessarmos Ir Para utilizando teclas de acesso, devemos pressionar


sequencialmente as teclas ALT (ou F6 duas vezes), C, O, L e A.

•• Caixa de nome

Outro meio de selecionar uma célula específica é utilizando a Caixa de


nome, localizada à esquerda da Barra de Fórmulas. Basta clicar nessa caixa,
digitar o endereço da célula desejada e pressionar a tecla ENTER.

56
Trabalhando com planilhas
3
•• Selecionando a primeira célula da linha

Se a intenção for selecionar a primeira célula da linha, basta pressionar a


tecla HOME.

•• Selecionando a primeira célula de uma planilha

A combinação das teclas CTRL + HOME seleciona o início da planilha, ou


seja, a célula A1.

57
Excel - Fundamentos

3.4. Selecionando células, linhas e colunas


No Excel, há diversas formas para selecionarmos células, linhas e colunas. Os
subtópicos a seguir tratarão, em detalhes, de cada opção de seleção.

3.4.1. Selecionando todas as células


Podemos selecionar uma planilha inteira (todas as suas células, mesmo que
estejam vazias) por um dos seguintes meios:

•• Clicando no botão Selecionar Tudo, localizado no canto superior esquerdo,


acima do cabeçalho das linhas e à esquerda do cabeçalho das colunas, ou
seja, à esquerda da coluna A e acima da linha 1. Esse botão é exibido a
seguir:

•• Pressionando as teclas CTRL + T.

3.4.2. Selecionando uma única célula


Entre as várias formas de selecionar uma célula específica, temos as seguintes:

•• Utilizar as teclas de navegação (direcionais) do teclado;

•• Clicar na célula desejada, assim que o cursor assumir a forma de uma cruz
branca, ilustrada a seguir:

58
Trabalhando com planilhas
3
No momento em que a célula estiver selecionada, sua referência é exibida
na Caixa de nome, como mostra a figura anterior, na qual a célula D3 está
selecionada.

3.4.3. Selecionando células sequenciais


A seleção de células sequenciais pode ser feita por diversos métodos, descritos
adiante:

•• Método 1

1. Clique em uma célula, conforme mostra a figura a seguir:

2. Arraste o mouse pela planilha em qualquer direção, de acordo com a


figura adiante:

Podemos observar que, na área arrastada, as células apresentarão uma cor


de fundo escura, e o ponto inicial, isto é, a célula a partir da qual ocorreu
o arrasto, terá um fundo branco. Em uma seleção de múltiplas células, a
célula de fundo branco diz respeito à célula ativa.

59
Excel - Fundamentos

•• Método 2

1. Clique em uma célula;

2. Pressione a tecla SHIFT;

3. Clique na última célula a ser selecionada, para que todas as células


contidas na área entre elas sejam selecionadas.

A figura a seguir demonstra a localização das teclas SHIFT:

•• Método 3

1. Clique em uma célula;

2. Pressione a tecla SHIFT;

3. Selecione as células desejadas por meio das setas direcionais do teclado.

60
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 4

1. Clique em uma célula;

2. Pressione a tecla F8 para habilitar o modo Estender Seleção, exibido na


Barra de Status, ilustrado na figura a seguir:

A tecla F8 é exibida a seguir:

61
Excel - Fundamentos

3. Selecione outra célula qualquer. As células contidas na área entre esta


célula e a primeira escolhida serão selecionadas, como mostra a figura
adiante:

4. Pressione F8 para sair do modo Estender Seleção.

•• Método 5

O comando Ir Para pode ser utilizado para selecionar células sequenciais,


como descreve o procedimento a seguir:

1. Acesse a caixa de diálogo Ir para, utilizando um dos meios descritos


anteriormente;

2. Em Referência, digite dois endereços de célula separados por dois


pontos. Os dois pontos referem-se ao operador que determina a referência
do intervalo entre as células especificadas;

3. Clique em OK.

62
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 6

1. Clique na Caixa de nome;

2. Digite o intervalo de células, separando as referências por dois pontos,


conforme a figura adiante:

3. Pressione ENTER.

3.4.4. Selecionando células intercaladas


A seleção de células intercaladas pode ser feita por meio de um dos seguintes
métodos:

•• Método 1

1. Clique em uma célula;

2. Pressione a tecla CTRL e clique em outra célula. Dessa forma, tanto a


primeira quanto a segunda célula serão selecionadas;

3. Mantenha a tecla CTRL pressionada e clicar nas células desejadas, a fim


de selecioná-las.

63
Excel - Fundamentos

•• Método 2

1. Acesse a janela Ir Para;

2. Em Referência, digite os endereços separados por ponto e vírgula;

3. Clique em OK. Feito isso, temos a seleção das células referenciadas.

Podemos perceber que, para indicar referências alternadas, devemos sempre


utilizar o operador ponto e vírgula.

•• Método 3

1. Clique na Caixa de nome;

2. Digite as referências e separá-las por ponto e vírgula, conforme figura a


seguir:

3. Pressione ENTER.

•• Método 4

1. Clique em uma célula;

2. Pressione SHIFT + F8 para habilitar o modo Adicionar à Seleção, exibido


na Barra de Status, ilustrado na figura a seguir:

64
Trabalhando com planilhas
3
3. Clique nas células desejadas para selecioná-las;

4. Pressione novamente SHIFT + F8 para sair do modo Adicionar à Seleção.

3.4.5. Selecionando diversos intervalos de


célula
Podemos utilizar um dos seguintes métodos para selecionar mais de um intervalo
de células:

•• Método 1

1. Selecione um intervalo, ou seja, clique em uma célula e arrastar o mouse


até outra célula;

2. Pressione a tecla CTRL e selecione outro intervalo.

•• Método 2

1. Acesse a janela Ir Para;

2. Em Referência, digite os intervalos. Nas referências para as sequências,


utilize dois pontos e, para separar os intervalos, utilizar ponto e vírgula,
como mostra o exemplo a seguir:

65
Excel - Fundamentos

3. Clique em OK.

•• Método 3

1. Clique na Caixa de nome;

2. Digite as referências nesta caixa, conforme exemplo adiante:

3.4.6. Selecionando uma única linha ou coluna


Um método simples de selecionar uma única linha inteira é clicando no cabeçalho
da linha ou coluna que se deseja selecionar. A figura a seguir exibe uma linha
selecionada:

Outro método para selecionar todas as células de uma linha ou coluna é


selecionando a primeira célula e, em seguida, pressionando as teclas CTRL +
SHIFT + tecla direcional.

Para linhas, são utilizadas as teclas para direita e para esquerda, enquanto, para
colunas, são pressionadas as teclas para cima e para baixo. Porém, caso haja
dados na linha ou na coluna, a seleção será feita somente até a próxima célula
que contém dados.

Sendo assim, para selecionar a linha ou a coluna inteira, basta pressionar CTRL
+ SHIFT + tecla direcional após a seleção da última célula que contém dados.

66
Trabalhando com planilhas
3
3.4.7. Selecionando linhas ou colunas sequenciais
Para selecionar mais de uma linha ou coluna sequencial, basta clicar no cabeçalho
da linha ou coluna e arrastar o mouse até o ponto desejado.

A imagem seguinte exibe uma planilha com diversas linhas sequenciais


selecionadas:

A imagem seguinte exibe uma planilha com diversas colunas sequenciais


selecionadas:

67
Excel - Fundamentos

A seleção de linhas ou colunas sequenciais também pode ser feita clicando no


cabeçalho de uma linha ou coluna, pressionando a tecla SHIFT e clicando no
cabeçalho da última linha ou coluna a ser selecionada. Outra opção é clicar no
cabeçalho de uma linha ou coluna e, com a tecla SHIFT pressionada, utilizar as
teclas direcionais para fazer a seleção desejada.

Podemos, ainda, selecionar linhas ou colunas sequenciais por meio da Caixa de


nome ou da janela Ir Para. Para isso, devemos digitar as referências das linhas
ou colunas na Caixa de nome ou na caixa de texto Referência da janela Ir Para.
As referências devem ser separadas com dois pontos, por exemplo: 1:10, o que
significa que as linhas de 1 a 10 serão selecionadas.

A imagem a seguir ilustra a Caixa de nome com o exemplo de referência citado:

68
Trabalhando com planilhas
3
3.4.8. Selecionando linhas ou colunas intercaladas
Para selecionar linhas ou colunas intercaladas, ou seja, não sequenciais, faça o
seguinte:

1. Clique no cabeçalho da primeira linha ou coluna que quer selecionar;

2. Pressione a tecla CTRL e mantenha-a pressionada ao clicar nos cabeçalhos


das demais linhas ou colunas que quer selecionar.

3.5. Manipulando dados
Já aprendemos como lidar com as células vazias ou previamente preenchidas.
Nos subtópicos a seguir, veremos como inserir dados nas células, e a forma
que trabalhamos com os dados.

3.5.1. Inserindo dados nas células


Adiante, temos as diferentes formas de inserir dados em uma célula:

•• Inserção simples em uma única célula

Para inserir dados em uma célula, faça o seguinte:

1. Clique em uma célula e digite os dados nela, conforme a figura adiante:

69
Excel - Fundamentos

2. Pressione a tecla ENTER ou TAB para ir para a próxima célula.

Para inserir dados na linha de baixo de uma mesma


célula, basta pressionar as teclas ALT+ ENTER.

•• Inserção de dados sequenciais em diferentes células

Quando queremos inserir dados sequenciais, como datas ou números


progressivos, é possível criar um padrão que promova a inserção automática.
O exemplo a seguir demonstra como proceder para criar uma sequência
numérica comum (1, 2, 3, 4, ...):

1. Em uma célula, digite o valor inicial, que, nesse caso, será o número 1;

2. Na célula seguinte, digite o valor sequencial (número 2) para estabelecer


um padrão;

3. Selecione ambas as células e arraste a alça de preenchimento (destacada


na imagem a seguir) por toda a área que quer preencher com essa sequência:

O resultado é o seguinte:

70
Trabalhando com planilhas
3
Vale ressaltar que, para prosseguir com a sequência em ordem crescente,
basta arrastar a alça de preenchimento para o lado direito, mas se quisermos
que a sequência apresente ordem decrescente, basta arrastar a alça de
preenchimento para o lado esquerdo.

•• Inserindo os mesmos dados em diversas células

Há, ainda, a possibilidade de inserir os mesmos dados em diversas células.


Para tanto, basta seguir os passos adiante:

1. Selecione o intervalo que pretende preencher com os dados em questão;

2. Digite os dados e pressione as teclas CTRL + ENTER para confirmar a


inserção em todas as células selecionadas. Feito isso, todas as células
serão preenchidas com os mesmos dados, independentemente de serem
adjacentes ou alternadas.

A imagem a seguir mostra um mesmo valor inserido em diversas células


alternadas:

3.5.1.1. Preenchendo células automaticamente

Ao selecionarmos uma célula, poderemos notar que seu canto inferior direito
é distinto dos demais cantos. Essa área diferenciada é chamada de alça de
preenchimento, uma parte da célula dotada de recursos que tornam o trabalho
com planilhas uma tarefa bem mais fácil.

71
Excel - Fundamentos

A alça de preenchimento só poderá ser vista na célula ativa e sempre em uma


célula por vez.

Vejamos como utilizar a alça de preenchimento para preencher automaticamente


as células:

1. Selecione uma célula. Por exemplo: B5;

2. Digite um dado. Por exemplo: Impacta;

3. Posicione o cursor do mouse sobre a alça de preenchimento da célula. O


cursor assume a forma de uma cruz preta, como mostra a imagem adiante:

4. Clique e arraste o mouse até a célula B15;

72
Trabalhando com planilhas
3
5. Solte o botão do mouse. Toda a extensão do intervalo B5:B15 será preenchida
com a palavra Impacta, como mostra a figura a seguir:

3.5.2. Confirmando dados
Depois de digitarmos os dados na célula, devemos sempre confirmá-los. A
seguir, descrevemos as diversas maneiras para confirmar um dado:

•• Método 1

1. Selecione uma célula;

2. Digite um dado na célula selecionada. É possível observar que a barra de


fórmulas também contém o texto digitado e que, à esquerda, aparecerão
um e um . Também aparecerão na barra de fórmulas quando uma
célula estiver sendo editada, conforme mostra a figura a seguir:

73
Excel - Fundamentos

3. Clique no símbolo para conformar os dados digitados. Ao posicionarmos


o cursor do mouse sobre ele, sua cor muda para azul. Feito isso, os símbolos
ficarão desabilitados, o que indica que os dados foram confirmados na
célula.

Ao manter a célula selecionada, podemos perceber que a barra de fórmulas


exibe o dado que acabou de ser digitado e confirmado, conforme ilustra a
figura anterior. Dessa forma, sempre que precisarmos saber o conteúdo da
célula, basta selecioná-la e observar a barra de fórmulas.

•• Método 2

Trata-se do método mais prático para digitar dados em uma coluna:

1. Digite o dado na célula. (Digitar 171 na célula A5);

2. Pressionar ENTER para que o dado seja automaticamente confirmado.


Então, a célula logo abaixo (A6) é selecionada;

3. Digite o dado na célula que acabou de ser selecionada. (Digitar 13 na


célula A6);

4. Pressione ENTER;

5. Repita os dois primeiros passos para digitar e confirmar dados de outras


células na coluna.

•• Método 3

Esse método é utilizado para digitar dados em células de uma linha:

1. Digite o dado na célula. (Digitar Nome na célula C3);

74
Trabalhando com planilhas
3
2. Pressione TAB para confirmar o dado e passar a seleção para a célula da
direita (D3);

3. Repita os passos anteriores, isto é, digite um dado em D3, pressione TAB


para confirmar e ir para a próxima célula da linha e assim por diante.

•• Método 4

1. Digite o dado na célula;

2. Clique em outra célula qualquer. O dado digitado é confirmado


automaticamente e a seleção passa para a célula que acabou de ser clicada.

Na tabela adiante, é descrita a célula que será selecionada de acordo com a


tecla ou combinação de teclas pressionada:

Comando Célula selecionada


ENTER Abaixo
SHIFT + ENTER Acima
TAB Direita
SHIFT + TAB Esquerda

•• Método 5

1. Digite o dado na célula;

2. Pressione uma das teclas direcionais para selecionar a célula acima,


abaixo, à direita ou à esquerda da célula na qual o dado acabou de ser
digitado.

75
Excel - Fundamentos

3.5.2.1. Modificando a seleção de célula após confirmação


de dados

É possível modificar a direção da tecla ENTER para a confirmação dos dados.


Para isso, seguimos os passos adiante:

1. Clique na guia Arquivo;

2. Clique em Opções;

3. Na janela Opções do Excel, clique na opção Avançado;

4. No tópico Opções de Edição, certifique-se de que a caixa de seleção Depois


de pressionar Enter, mover seleção esteja marcada;

5. Selecione uma das opções existentes para configurar a tecla ENTER;

6. Clique em OK.

Depois de digitarmos os dados na célula, devemos sempre confirmá-los.


Saberemos que o dado ainda não foi confirmado se observarmos um X na barra
de fórmulas.

3.5.3. Cancelando dados
Antes de ter sido confirmado, um dado pode ser cancelado. Para isso, podemos
tanto clicar no X disposto na barra de fórmulas, como pressionar a tecla ESC.
Supondo que uma célula já tenha um dado anteriormente digitado, quando
digitarmos outro dado nesta célula e, em seguida, pressionarmos ESC, somente
o valor inicial será mantido.

76
Trabalhando com planilhas
3
3.5.4. Editando o conteúdo de uma célula
Para modificarmos os dados das células, dispomos dos seguintes métodos:

•• Excluindo o conteúdo das células

Para limpar o conteúdo das células, basta selecioná-las e pressionar a tecla


DELETE. Com isso, todo o conteúdo das células será excluído.

•• Substituindo o conteúdo das células

Em vez de limpar o conteúdo de uma célula, podemos alterá-lo. Para isso,


selecionamos a célula, digitamos o novo dado e, então, pressionamos ENTER
para confirmá-lo. Automaticamente, o novo dado substituirá o anterior.

•• Adicionando novo conteúdo a uma célula com dados

Para adicionarmos um novo conteúdo à célula, devemos selecioná-la e


utilizar um dos métodos a seguir:

•• Método 1

Para adicionarmos o conteúdo diretamente à célula, devemos fazer o


seguinte:

1. Selecione a célula. Por exemplo, a célula A3, que contém o dado Excel,
conforme a figura adiante:

77
Excel - Fundamentos

2. Pressione F2. Com isso, o cursor passa a pulsar no final da palavra Excel,
como mostra a imagem a seguir:

3. Digite o dado adicional. Por exemplo: 2013 - Fundamentos. Se necessário,


utilize as setas direcionais do teclado ou o mouse para posicionar o cursor
na posição desejada;

4. Pressione ENTER para confirmar o dado. O conteúdo da célula acabou de


ser alterado. Então, teremos Excel 2013 - Fundamentos:

•• Método 2

1. Aplique um duplo-clique na célula. O cursor passa a pulsar na célula,


indicando que ela está em modo de edição;

2. Edite o conteúdo conforme desejado;

78
Trabalhando com planilhas
3
3. Pressione ENTER para confirmar o dado. Em situações nas quais o
conteúdo de uma célula não é totalmente visível, podemos visualizá-lo na
barra de fórmulas, selecionando a célula em questão.

•• Método 3

1. Selecione a célula;

2. Clique na barra de fórmulas, especificamente na posição a ser modificada,


e edite a célula conforme desejado;

3. Pressione a tecla ENTER.

3.6. Desfazendo e refazendo ações


Para desfazermos uma ação, basta clicarmos na ferramenta Desfazer . A cada
clique, uma ação é desfeita. Assim que tivermos desfeito uma ação, a ferramenta
Refazer estará disponível. Então, com um clique nessa ferramenta, a ação
anteriormente desfeita (último comando desfeito) poderá ser refeita.

Enquanto estiver disponível, poderemos refazer as ações na mesma ordem


em que foram desfeitas.

3.7. Comandos da Área de Transferência


Normalmente, utilizamos os comandos da Área de Transferência para mover ou
repetir o conteúdo de uma ou diversas células para outras células.

A seguir, veremos como utilizar cada um desses comandos.

3.7.1. Ferramenta Copiar
Utilizamos o processo copiar/colar para copiar o conteúdo de uma célula para
outra, conforme veremos a seguir:

1. Selecione uma célula que contenha dados;

79
Excel - Fundamentos

2. Clique na ferramenta Copiar ou pressione CTRL + C;

3. Selecione a célula para onde os dados da célula anteriormente selecionada


serão copiados;

4. Clique na ferramenta Colar ou pressione CTRL + V para colar todas as


propriedades da célula copiada para a nova célula. Propriedade significa não
apenas o conteúdo, mas também a formatação, o comentário e outros atributos
da célula.

Após termos realizado os procedimentos anteriores, perceberemos que a célula


copiada apresenta um tracejado, o que indica que poderemos continuar a colá-
la em outras células. Se selecionarmos um intervalo e aplicarmos o comando
CTRL + V, a célula copiada surgirá em todas as células previamente selecionadas.

É permitido, ainda, copiar e colar uma área em outra parte da planilha, como
descrito nos passos do exemplo adiante:

1. Selecione o intervalo C5:C7;

2. Clique no comando Copiar ;

3. Selecione a célula D5;

4. Clique no comando Colar . O intervalo copiado será colado a partir de D5.

Aqui, em vez de selecionarmos somente uma célula para colar (procedimento


mais prático), podemos selecionar um intervalo de mesmo tamanho da região
copiada e, então, clicar na ferramenta Colar .

Outra opção é copiar seleções alternadas. Todavia, isso só é possível se as


seleções estiverem na mesma linha e na mesma altura.

Na operação de colar, é importante sabermos que o Excel não avisará sobre


a presença de dados nas células para onde os dados serão colados. Os dados
existentes nas células de destino serão sobrepostos pelas células copiadas.

80
Trabalhando com planilhas
3
3.7.2. Ferramenta Recortar
Utilizamos a ferramenta Recortar (CTRL + X) para mover uma célula de posição.
Sua utilização é feita da seguinte maneira:

1. Selecione a célula a ser movida;

2. Clique na ferramenta Recortar (CTRL + X);

3. Selecione a célula de destino;

4. Clique na ferramenta Colar (CTRL + V).

Outra opção é utilizar o mouse para mover a célula, como descrito no exemplo
adiante:

1. Selecione a célula C4;

2. Posicione o cursor sobre qualquer um dos quatro lados da célula. Uma seta
no formato de cruz surgirá, como mostra a figura a seguir:

3. Clique e arraste a célula para a posição de destino, no caso, a célula F3;

4. Solte o botão do mouse. Então, a célula selecionada é movida para a nova


posição.

81
Excel - Fundamentos

Se, ao movermos a célula selecionada, a célula de destino já possuir dados,


uma mensagem perguntará sobre a substituição dos dados já existentes pelos
novos dados.

Se confirmarmos a substituição, o conteúdo da célula selecionada irá sobrepor


o conteúdo da célula de destino. Caso não queiramos substituir os dados
anteriores, podemos cancelar a operação.

Com a exibição da mensagem de substituição de célula, podemos cancelar


operações inadequadas. Em consequência disso, é recomendável sempre exibi-
la. Para controlar a exibição da mensagem de substituição de célula, fazemos
o seguinte:

1. Clique na guia Arquivo;

2. Escolha Opções;

3. Na janela Opções do Excel, selecione a opção Avançado;

82
Trabalhando com planilhas
3
4. Em Opções de edição, marque ou desmarque a caixa de verificação Alertar
antes de sobrescrever células. Para exibir a mensagem, a caixa deve estar
marcada, caso contrário, a mensagem não será exibida.

Seja com a utilização das ferramentas Recortar e Colar ou por meio do mouse,
é possível mover diversas células simultaneamente. Para isso, selecionamos
as células a serem movidas e utilizamos um dos métodos de recorte descritos
anteriormente.

3.8. Ajustando a largura e altura das células


No Excel, é possível personalizar o tamanho das células ajustando a largura das
colunas e a altura das linhas. Os tópicos adiante apresentam todas as formas
existentes para realizar tais ajustes.

83
Excel - Fundamentos

3.8.1. Alterando a largura
A largura da coluna é comumente medida por caracteres, ou seja, o valor de
largura de uma coluna corresponde à quantidade média de caracteres que
cabem em suas células, considerando uma fonte padrão. Uma coluna apresenta
o tamanho padrão de 8,43 caracteres (64 pixels). Para alterarmos a largura de
uma ou mais colunas, selecionamos qualquer célula da(s) coluna(s) a ser(em)
alterada(s) e utilizamos um dos seguintes métodos:

•• Método 1

1. Selecione a guia Página Inicial;

2. No grupo Células, clique em Formatar;

3. Clique em Largura da coluna.... A seguinte caixa será aberta:

4. No campo Largura da coluna: digite a largura desejada da coluna;

5. Clique em OK.

84
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 2

1. Selecione a quantidade de colunas desejada. O exemplo a seguir mostra


uma única coluna selecionada:

2. Posicione o cursor do mouse sobre a divisão (cabeçalho) de qualquer


coluna selecionada. O cursor assumirá a forma de duas setas pretas, sendo
que uma aponta para a direita e a outra para a esquerda, como mostra a
seguinte imagem:

85
Excel - Fundamentos

3. Clique e arraste o mouse para a direita (para aumentar a largura) ou para


a esquerda (para reduzir a largura). Enquanto o botão do mouse estiver
pressionado, será exibida uma etiqueta que indica a largura atual da coluna;

4. Solte o botão do mouse quando a largura desejada for atingida. O


resultado é o seguinte:

Caso tenhamos selecionado mais de uma coluna, independentemente


dessas colunas apresentarem larguras diferentes umas das outras, elas
passarão a ter a mesma largura após realizarmos o ajuste que acabamos
de descrever.

86
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 3

Se quisermos alterar a largura de todas as colunas existentes na planilha,


devemos simplesmente clicar no botão Selecionar tudo (descrito
anteriormente) e arrastar a linha do cabeçalho de qualquer coluna até
alcançar a largura desejada.

•• Método 4

É possível, ainda, alterar a largura da coluna em uma só planilha ou em toda


a pasta de trabalho, como podemos conferir no procedimento adiante:

1. Para iniciar o procedimento, há duas opções:

•• Alterar a largura da coluna de uma planilha: Clique na guia da planilha


cuja largura de coluna você quer modificar. Neste caso, as demais
planilhas permanecerão sem alterações;

•• Alterar a largura da coluna em toda a pasta de trabalho: Para isso,


basta clicar com o botão direito do mouse na guia da planilha e, então,
clicar na opção Selecionar Todas as Planilhas, que se encontra no
menu de atalho.

87
Excel - Fundamentos

2. No grupo Células, localizado na guia Página Inicial, clique na opção


Formatar;

3. Em Tamanho da Célula, clique em Largura Padrão...;

4. Na caixa Largura padrão da coluna, digite a medida desejada.

5. Pressione ENTER ou clique em OK.

88
Trabalhando com planilhas
3
3.8.1.1. Ajuste automático da coluna

O ajuste automático da largura de colunas no Excel pode ser feito por um dos
seguintes meios:

•• Método 1

1. Posicione o cursor do mouse sobre a divisão de uma coluna com a


coluna localizada à direita. O cursor assumirá a forma de duas setas, como
mostrado a seguir:

2. Aplique um duplo-clique. A coluna é, então, ajustada automaticamente


pelo seu maior fluxo de texto.

Se, no autoajuste, tivermos diversas colunas inteiras selecionadas, cada


uma delas considerará seu próprio fluxo de texto para ser ajustada.

89
Excel - Fundamentos

•• Método 2

Podemos ajustar automaticamente a largura da coluna pelo fluxo de texto


de uma célula específica caso uma coluna tenha diversos dados. Isso é feito
da seguinte maneira:

1. Selecione a célula;

2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, selecione Formatar;

4. Selecione o comando AutoAjuste da Largura da Coluna.

90
Trabalhando com planilhas
3
A largura da coluna será ajustada de acordo com a célula selecionada.

3.8.2. Alterando a altura
O princípio para ajustar a altura das linhas é o mesmo utilizado para ajustar
colunas. Basta selecionarmos uma ou mais linhas e adotarmos um dos métodos
descritos adiante:

•• Método 1

1. Selecione a guia Página Inicial;

2. No grupo Células, selecione a opção Formatar;

91
Excel - Fundamentos

3. Clique em Altura da Linha...;

4. Na caixa de diálogo Altura da linha, especifique a altura da linha;

5. Clique em OK.

92
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 2

1. Selecione a quantidade desejada de linhas;

2. Posicione o cursor do mouse entre uma linha e outra (cabeçalho) já


selecionadas. O cursor assumirá o formato de duas setas, sendo que um
aponta para cima e a outra para baixo, como destacado a seguir:

3. Arraste o mouse até a altura desejada;

4. Solte o botão do mouse. O resultado é o seguinte:

Na alteração do tamanho de linhas ou colunas, podemos selecioná-las


alternadamente pressionando a tecla CTRL.

93
Excel - Fundamentos

3.8.2.1. Ajuste automático da linha

Podemos ajustar automaticamente a altura da linha com base na altura do maior


caractere existente na coluna. Isso pode ser feito da seguinte maneira:

1. Posicione o ponteiro do mouse sobre o cabeçalho, entre a divisão da linha a


ser alterada e a próxima;

2. Aplique um duplo-clique. O resultado é o seguinte:

Também podemos ajustar automaticamente a altura da linha pelo fluxo de texto


de uma célula específica, caso a linha contenha diversos dados. Isso é feito da
seguinte maneira:

1. Selecione a célula;

2. Clique na guia Página Inicial;

3. No grupo Células, selecione a opção Formatar;

4. Por fim, selecione o comando AutoAjuste da Altura da Linha para ajustar a


altura da linha na célula selecionada.

94
Trabalhando com planilhas
3
3.9. Inserindo e excluindo células, linhas e
colunas
Nos tópicos a seguir, aprenderemos como inserir e excluir células, linhas e
colunas. É importante salientar que, sempre que um endereço de célula for
afetado por uma exclusão ou inserção de linhas, colunas ou células, todas as
fórmulas que se baseiam neste endereço sofrerão alteração. Por esta razão,
estes três elementos devem ser inseridos ou excluídos com muita atenção.

Além disso, para que não haja necessidade de corrigir quaisquer fórmulas,
devemos verificar como elas são afetadas pelos comandos de inserção e exclusão.
Com isto, estaremos aptos a executá-los sempre com a precisão necessária.

3.9.1. Inserindo células
Além de linhas e colunas, também podemos inserir e excluir células individuais
na planilha.

O procedimento a seguir descreve como inserir células:

1. Selecione uma célula ou células onde deseja inserir as novas células;

2. Selecione a guia Página Inicial;

95
Excel - Fundamentos

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Inserir e


escolha Inserir Células.... A caixa de diálogo Inserir é aberta:

Ao escolher a opção Deslocar células para a direita, as células que estão


localizadas à esquerda da seleção serão deslocadas para a direita. Ao escolher
a opção Deslocar células para baixo, por sua vez, as células localizadas acima
da seleção serão movidas para baixo, como mostrado a seguir:

3.9.2. Excluindo células
Podemos ver, no procedimento adiante, que a maneira de excluir células é
semelhante à maneira de excluir linhas e colunas. Para isso, devemos seguir o
procedimento a seguir:

1. Selecione as células que serão excluídas;

96
Trabalhando com planilhas
3
2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Excluir e


selecione Excluir Células.... A caixa de diálogo Excluir é aberta:

Ao escolher a opção Deslocar células para a esquerda, as células que estão


localizadas à direita da seleção serão deslocadas para a esquerda, como mostra
a imagem adiante. Ao escolher a opção Deslocar células para cima, por sua
vez, as células localizadas abaixo da seleção serão movidas para cima.

Podemos sintetizar este assunto em dois itens:

•• Excluir células utilizando Deslocar células para esquerda desfaz a inserção


de células utilizando Deslocar células para direita;

•• Excluir células utilizando Deslocar células para cima desfaz a inserção de


células empregando Deslocar células para baixo.

97
Excel - Fundamentos

3.9.3. Inserindo linhas
Antes de aprendermos a inserir linhas, é importante compreendermos os
seguintes conceitos:

•• As novas linhas serão exibidas exatamente no local da seleção inicial;

•• Tanto as linhas selecionadas quanto as que estiverem abaixo delas serão


deslocadas para baixo;

•• A ação de inserir linhas não exclui dados da planilha;

•• Caso haja algum dado na última linha da planilha, não será possível inserir
linhas.

Para facilitar a compreensão acerca destes conceitos, consideremos o seguinte


exemplo: se selecionarmos a linha 8 de uma planilha e inserirmos uma nova
linha, esta nova linha ocupará a posição da linha 8, e a antiga linha 8 passará a
ser a linha 9.

A seguir, descrevemos três métodos que podem ser utilizados para inserir
linhas em uma planilha:

•• Método 1

1. Selecione a guia Página Inicial;

2. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Inserir


e clique em Inserir Linhas na Planilha.

98
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 2

1. Clique com o botão direito do mouse em qualquer célula já selecionada


para abrir o menu de atalho;

2. Em seguida, clique em Inserir... (CTRL + sinal de mais (+));

Com isso, a caixa Inserir será aberta:

3. Por fim, selecione a opção Linha inteira e clique em OK.

99
Excel - Fundamentos

•• Método 3

1. Selecione linhas inteiras e clique com o botão direito do mouse em uma


célula já selecionada;

2. Em seguida, clique no comando Inserir.

Vale ressaltar que a diferença existente entre esse método e o anterior é


que, neste caso, a caixa Inserir não será aberta, de forma que as novas
linhas serão inseridas automaticamente. Outro aspecto importante é que a
quantidade de linhas selecionadas é igual à quantidade de linhas que serão
inseridas. Por exemplo, se selecionarmos 5 linhas, serão inseridas 5 linhas.

3.9.4. Excluindo linhas
Para excluir linhas, também dispomos de três métodos diferentes, como
podemos ver adiante:

•• Método 1

1. Selecione a linha ou as linhas a serem excluídas;

2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Excluir


e clique na opção Excluir Linhas da Planilha.

100
Trabalhando com planilhas
3
•• Método 2

1. Clique com o botão direito do mouse em qualquer célula já selecionada


para abrir o menu de atalho;

2. Em seguida, clique em Excluir... (CTRL + sinal de menos (-));

Feito isso, a seguinte caixa é aberta:

3. Então, escolha Linha inteira e clicqueem OK.

101
Excel - Fundamentos

•• Método 3

1. Selecione linhas inteiras e clique com o botão direito do mouse em uma


célula já selecionada;

2. Em seguida, clique no comando Excluir. Diferentemente de como ocorre


no método anterior, neste caso, a caixa Excluir não será aberta e as novas
linhas serão excluídas de maneira automática.

Vale ressaltar que a quantidade de linhas selecionadas é igual à quantidade


de linhas que serão excluídas. Por exemplo, se selecionarmos 2 linhas,
serão excluídas 2 linhas.

3.9.5. Inserindo colunas
Primeiramente, é fundamental compreender alguns conceitos antes de
realizarmos a inserção de colunas:

•• As novas colunas serão exibidas na posição da seleção inicial;

•• Tanto as colunas previamente selecionadas quanto as que estiverem


localizadas à sua direita serão deslocadas para a direita;

•• A ação de inserir colunas não exclui dados da planilha;

•• Caso haja algum dado na última coluna da planilha, não será possível inserir
colunas.

Ou seja, se selecionarmos a coluna D de uma planilha, por exemplo, e inserirmos


uma nova coluna, esta nova coluna ocupará a posição da coluna D, e antiga D
passará a ser E.

Para inserir uma coluna, podemos utilizar os seguintes métodos:

•• Método 1

1. Selecionar a célula;

2. Selecione a guia Página Inicial;

102
Trabalhando com planilhas
3
3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Inserir
e, por fim, clique na opção Inserir Colunas na Planilha.

•• Método 2

1. Clique com o botão direito do mouse em uma célula previamente


selecionada para abrir o menu de atalho;

2. Clique em Inserir... (CTRL + sinal de mais (+)). Feito isso, a caixa Inserir
é aberta;

3. Por fim, escolha a opção Coluna inteira e clique em OK.

•• Método 3

1. Selecione as colunas inteiras na posição em que as novas colunas serão


inseridas;

2. Em seguida, clique com o botão direto do mouse e escolha Inserir.


Como a caixa Inserir não será exibida, as novas colunas serão inseridas
automaticamente.

Além de podermos inserir uma coluna por vez, também podemos inserir
colunas alternadas. Para realizar esta ação, basta selecionar as colunas
alternadamente e utilizar um dos métodos descritos anteriormente.

103
Excel - Fundamentos

3.9.6. Excluindo colunas
Para excluir colunas, podemos utilizar os seguintes métodos:

•• Método 1

1. Selecione a guia Página Inicial;

2. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Excluir


e clique em Excluir Colunas da Planilha.

•• Método 2

1. Clique com o botão direito do mouse em uma célula previamente


selecionada para abrir o menu de atalho;

2. Em seguida, clique em Excluir... (CTRL + sinal de menos (-)). Feito isso, a


caixa Excluir é aberta;

3. Por fim, escolha a opção Coluna inteira e clique em OK.

•• Método 3

Selecione colunas inteiras e clique com o botão direito do mouse em uma


célula já selecionada. Por fim, clique no comando Excluir.

104
Trabalhando com planilhas
3
3.10. Localizando e substituindo caracteres
ou grupos de caracteres
Podemos utilizar a caixa de diálogo Localizar e substituir, exibida a seguir,
para localizar caracteres ou grupos de caracteres, ou ainda para substituir um
caractere por outro (ou um conjunto de caracteres por outro):

Para abrirmos essa caixa de diálogo, podemos proceder de duas maneiras:

•• Clique na guia Página Inicial, em seguida no comando Localizar e Selecionar


do grupo Edição e, então, clique em Localizar... ou em Substituir...;

•• Utilize o atalho de teclado CTRL + L ou CTRL + U. O primeiro atalho abre a


caixa de diálogo com a guia Localizar selecionada. O segundo exibe a guia
Substituir.

Podemos optar entre localizar ou substituir caracteres em toda a planilha


ou apenas em uma área selecionada. No primeiro caso, basta clicarmos em
qualquer célula antes de abrirmos a caixa de diálogo Localizar e Substituir.
Para restringir a busca ou a substituição a um intervalo específico, devemos
selecionar esse intervalo antes de abrir a caixa de diálogo.

105
Excel - Fundamentos

A próxima tabela descreve as opções da guia Localizar da caixa de diálogo


Localizar e Substituir. A próxima imagem ilustra essa guia, já expandida por
meio de um clique no botão Opções:

Na tabela a seguir, estão descritas cada uma das opções existentes na guia
Localizar:

Opção Descrição
Neste campo, devemos digitar o texto que desejamos
Localizar
localizar.
Opções Exibe opções avançadas para a pesquisa.
Ao clicarmos neste botão, ou na opção Formatar (exibida
quando clicamos na seta localizada à direita do botão), é
aberta a caixa de diálogo Localizar formato, que permite
selecionar um formato ao qual o texto localizado deve
Formatar
corresponder. Podemos, ainda, clicar na seta localizada à
direita do botão Formatar, selecionar a opção Escolher
formato da célula e clicar em uma célula que contenha o
formato desejado.
Em Define onde a busca será realizada.
Permite que se selecione a direção em que a pesquisa
será feita. A opção Por linhas realiza a pesquisa da
Pesquisar
esquerda para a direita, enquanto a opção Por colunas
realiza a pesquisa de cima para baixo.
Define se a pesquisa será feita no texto exibido ao
Examinar usuário, na estrutura da fórmula ou nos comentários das
células.

106
Trabalhando com planilhas
3
Opção Descrição
Diferenciar
Ativa ou desativa a distinção de caracteres maiúsculos e
maiúsculas de
minúsculos durante a pesquisa.
minúsculas
Coincidir
Ativa ou desativa a busca de uma correspondência exata
conteúdo da
dos caracteres digitados na caixa Localizar.
célula inteira
Localiza todas as ocorrências que atendam aos critérios
Localizar tudo
especificados na caixa de diálogo.
Localizar Procura a próxima ocorrência, de acordo com as
próxima definições da caixa de diálogo.
Fechar Fecha a caixa de diálogo.

A guia Substituir, exibida adiante, apresenta as mesmas opções que a guia


Localizar, porém com três opções adicionais, que podemos ver na tabela a
seguir:

Opção Descrição
Define o texto que substituirá a sequência de
Substituir por
caracteres localizada.
Substitui todas as sequências de caracteres que
Substituir tudo
correspondam aos critérios definidos em Localizar.
Substituir Substitui a ocorrência atual e segue para a próxima.

107
Excel - Fundamentos

3.11. Trabalhando com janelas


Durante o trabalho no Excel, é comum nos depararmos com a necessidade
de utilizar várias planilhas de uma pasta de trabalho ou, ainda, várias pastas
de trabalho simultaneamente. Para facilitar a visualização e edição dos dados,
podemos organizar as janelas de diversas formas, por meio do grupo Janela,
localizado na guia Exibição, ilustrado a seguir:

A opção Nova Janela cria uma nova janela para a pasta de trabalho ativa, ou
seja, esta passa a ser exibida em duas janelas distintas. A barra de título das
janelas passam a exibir o nome da pasta de trabalho seguido por dois pontos e
por um número, por exemplo, Curso:1 e Curso:2.

Para selecionar uma forma de organização para as janelas, devemos clicar em


Organizar Tudo. A caixa de diálogo Organizar janelas, exibida a seguir, será
aberta:

Nessa caixa de diálogo, basta selecionarmos um dos modos de organização e,


em seguida, clicar em OK.

A opção Janelas da pasta de trabalho ativa, quando selecionada, considera


apenas as janelas da pasta de trabalho atual, ou seja, as janelas de outras pastas
de trabalho não são organizadas.

108
Trabalhando com planilhas
3
•• Exibição em tela inteira

A exibição em tela inteira maximiza a janela e oculta as barras de ferramentas,


a barra de fórmulas e a barra de status. Para exibir em tela inteira, basta
clicar em Opções de Exibição da Faixa de Opções, localizado ao lado
esquerdo dos botões de controle da janela, e clicar na opção Ocultar a
Faixa de Opções Automaticamente:

A seguir, temos a imagem de uma planilha exibida em tela inteira:

109
Excel - Fundamentos

•• Exibindo e ocultando itens específicos da janela

Podemos ativar ou desativar a exibição de alguns itens na janela, como a


barra de fórmulas ou as linhas de grade. Para isso, basta marcarmos ou
desmarcarmos os itens desejados no grupo Mostrar da guia Exibição:

3.12. Congelamento e divisão de painéis


O recurso de congelamento permite o bloqueio de linhas e colunas em uma
área, enquanto a divisão de painéis possibilita a visualização de duas áreas de
uma planilha ao mesmo tempo.

Quando queremos que determinadas linhas ou colunas permaneçam visíveis


durante a rolagem da planilha, aplicamos o congelamento. Por exemplo, ao
criamos uma planilha, geralmente utilizamos uma linha com o título para os
dados que seguem nas colunas. Neste caso, podemos aplicar o congelamento
na linha que contém os títulos para que os dados dispostos ao longo da coluna
possam ser visualizados sem perdermos a referência.

O procedimento a seguir descreve como congelar painéis:

1. Defina a área a ser congelada. Essa área pode ser formada por:

•• Linhas: Basta selecionar a linha abaixo da(s) qual(s) se deseja estabelecer a


divisão;

•• Colunas: Basta selecionar a coluna à direita da(s) qual(s) se deseja estabelecer


a divisão;

•• Linhas e colunas: Basta clicar na célula que estiver abaixo da linha e à


direita da coluna que se quer estabelecer a divisão.

110
Trabalhando com planilhas
3
2. Na guia Exibição, no grupo Janela, clique em Congelar Painéis;

3. Em seguida, clique em umas das três opções disponíveis, de acordo com o


que quer congelar. As opções são: Congelar Painéis, Congelar Linha Superior
e Congelar Primeira Coluna.

Ao aplicarmos o recurso de congelamento de painéis, a opção Congelar Painéis


é alterada para Descongelar Painéis. Desta forma, é possível reverter a ação de
congelamento das linhas e colunas.

Outra opção para facilitar a visualização de planilhas extensas é a divisão de


janelas. A vantagem, neste caso, é a possibilidade de navegação em todas
as partes resultantes da divisão. Podemos dividir uma janela horizontal e
verticalmente por meio da opção Dividir do grupo Janela da guia Exibição,
como podemos ver a seguir:

111
Excel - Fundamentos

Ao clicar na opção Dividir, a janela será dividida em quatro partes.

Quando quisermos remover a divisão, basta clicarmos duas vezes em qualquer


parte da barra que divide os painéis.

3.13. Manipulando planilhas
Até aqui, vimos como trabalhar com as partes de uma planilha. Daqui em diante,
veremos como lidar com a planilha como um todo, abordando diversos aspectos
relevantes do seu uso.

112
Trabalhando com planilhas
3
3.13.1. Inserindo planilhas
Quando inserimos uma nova planilha, ela é exibida à esquerda da planilha ativa.
Vejamos, a seguir, os passos necessários para inserir uma nova planilha em
uma pasta de trabalho:

1. Selecione uma planilha qualquer;

2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Inserir;

4. Selecione a opção Inserir Planilha (SHIFT + F11);

113
Excel - Fundamentos

Podemos perceber que uma nova planilha (Plan2) foi adicionada à pasta de
trabalho:

Há, ainda, um segundo método utilizado para inserir planilhas, que é o seguinte:

1. Clique com o botão direito do mouse na guia de uma planilha e selecione


Inserir...;

114
Trabalhando com planilhas
3
2. Em seguida, selecione Planilha e clique no botão OK para confirmar.

Vale salientar que a quantidade de planilhas selecionadas é igual à quantidade


de planilhas que serão inseridas.

3.13.2. Selecionando planilhas
Quando as planilhas estão selecionadas, podemos executar diferentes comandos
nelas, de maneira simultânea. Para selecionar uma planilha, basta clicar na guia
da planilha desejada, tornando-a ativa.

Há a possibilidade de o usuário não conseguir visualizar a guia da planilha. Se


isto ocorrer, ele deve utilizar o navegador de planilhas localizado à esquerda da
guia de planilhas:

Esse navegador é composto pelos seguintes botões:

•• : Este botão exibe a guia da planilha anterior à primeira planilha visível;

•• : Este botão exibe a guia da próxima planilha à direita da última planilha


visível.

115
Excel - Fundamentos

Outra forma de exibir a lista de planilhas existentes na pasta de trabalho é clicar


no navegador de planilhas com o botão direito do mouse e, na caixa Ativar,
clicar no nome da planilha a ser exibida e clicar em OK.

A seguir temos os procedimentos realizados para selecionar planilhas de


maneiras diferentes:

•• Selecionar mais de uma planilha alternadamente

1. Clique em uma das planilhas que devem fazer parte da seleção;

2. Mantenha a tecla CTRL pressionada;

3. Clique em quantas planilhas forem necessárias.

•• Selecionar planilhas sequenciais

1. Selecione a primeira planilha;

2. Pressione a tecla SHIFT;

3. Clique na última planilha que fará parte da seleção.

116
Trabalhando com planilhas
3
Neste caso, o processo pode ser invertido, ou seja, podemos selecionar a
última planilha e depois a primeira.

•• Selecionar todas as planilhas da pasta de trabalho

1. Com o botão direito do mouse, clique na guia de qualquer planilha;

2. No menu de atalho, escolha Selecionar todas as planilhas.

O processo para retirar a seleção atual é simples. Para realizá-lo, basta que
o usuário clique em uma planilha que não esteja selecionada. Para retirar a
seleção atual quando todas as planilhas estão selecionadas, basta clicar em
qualquer planilha.

3.13.3. Trocando o posicionamento das planilhas


A posição de uma planilha pode ser alterada na pasta de trabalho em meio
a outras planilhas existentes. Para efetuar a troca de posição, é necessário,
inicialmente, posicionar o mouse sobre a guia da planilha que será movida e,
então, clicar e arrastá-la para o local desejado.

É importante observar que, enquanto arrastamos o mouse, é exibido um


triângulo preto que mostra a posição que a guia da planilha ocupará depois
de soltarmos o botão do mouse, conforme pode ser visto na figura adiante.
Enquanto a planilha é arrastada, um ícone de folha é exibido junto ao cursor.

117
Excel - Fundamentos

3.13.4. Excluindo planilhas
Vejamos os passos a serem seguidos para excluir planilhas:

1. Selecione as planilhas que se deseja excluir;

2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Excluir e


escolha a opção Excluir Planilha;

4. Feito isso, o programa exibirá, automaticamente, um alerta informando que


as planilhas selecionadas serão excluídas permanentemente. A ação será, então,
confirmada, assim que o usuário clicar no botão OK.

Devido à necessidade da pasta de trabalho possuir ao menos uma planilha


visível, o programa exibirá uma mensagem de alerta sempre que o usuário tentar
excluir todas as planilhas. Essa mensagem enfatizará justamente tal requisito.

118
Trabalhando com planilhas
3
Há, ainda, uma técnica alternativa para excluir planilhas. Para utilizá-la, é
necessário:

1. Clique com o botão direito do mouse na guia de uma planilha já selecionada


para abrir o menu de atalho;

2. Em seguida, selecione a opção Excluir;

3. Por fim, clique no botão Excluir da mensagem de alerta.

3.13.5. Ocultando e reexibindo planilhas


Para auxiliar na organização da pasta de trabalho, podemos ocultar as planilhas
que não precisam ou não podem ser exibidas, tais como:

•• Planilhas utilizadas somente para armazenar dados para documentação;

•• Planilhas com informações sigilosas;

•• Planilhas criadas somente para servir como base para outras planilhas e
que não terão seus dados alterados.

Os passos a seguir mostram como devemos proceder para ocultar planilhas:

119
Excel - Fundamentos

1. Selecione as planilhas que ficarão ocultas;

2. Selecione a guia Página Inicial;

3. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Formatar;

4. Aponte para Ocultar e Reexibir;

5. Clique em Ocultar Planilha.

Na imagem a seguir, podemos perceber que as planilhas selecionadas já não


aparecem mais na pasta de trabalho:

120
Trabalhando com planilhas
3
Mesmo quando as planilhas estão ocultas, todas as fórmulas que se baseiam
nestas planilhas e as fórmulas nelas contidas têm seus valores atualizados sem
a necessidade de executar um outro comando.

Vejamos os passos necessários para reexibir uma planilha:

1. Selecione a guia Página Inicial;

2. No grupo Células, clique na seta drop-down localizada ao lado de Formatar;

3. Aponte para Ocultar e Reexibir e clique em Reexibir Planilha...;

121
Excel - Fundamentos

4. Na caixa de diálogo Reexibir, selecione o nome da planilha na lista:

5. Clique no botão OK.

3.14. Controle de zoom
A finalidade do controle de zoom é ampliar ou diminuir o foco em um determinado
ponto da tela ou alterar a amplitude de visão dela. Aumentar ou diminuir o
zoom significa aproximar ou afastar a tela do campo de visão do usuário. Esse
controle permite aumentar o campo de leitura sobre a planilha ou torná-la mais
legível aumentando os elementos editáveis na tela sem alterar o trabalho final
para impressão. O controle de zoom da planilha poderá ser efetuado tanto pela
barra de tarefas como pelos comandos do grupo Zoom da guia Exibição.

3.15. Controlando o zoom pela barra de tarefas


O aumento/redução do zoom via barra de tarefas é feito com a manipulação
dos controles destacados na ilustração seguinte:

122
Trabalhando com planilhas
3
Ao clicarmos sobre o sinal de adição (+), teremos um aumento do zoom da
planilha. Na imagem adiante, podemos perceber que as células estão ampliadas
em comparação à visualização das células na imagem anterior. Obtemos o
mesmo efeito de aumento arrastando o controle deslizante para a direita.

Para diminuirmos o zoom da planilha, clicamos sobre o sinal de subtração (-)


ou arrastamos o controle deslizante para a esquerda. Qualquer ajuste de zoom
que aplicarmos é representado percentualmente logo à esquerda do controle
deslizante de zoom.

123
Excel - Fundamentos

3.16. Controlando o zoom pelos comandos do


grupo Zoom
O zoom da planilha pode ser controlado por meio dos comandos do grupo
Zoom da guia Exibição:

O comando Zoom na Seleção permite ajustar o foco a uma área específica da


planilha. Vejamos como utilizá-lo:

1. Selecione a área desejada da planilha;

2. Clique em Zoom na Seleção.

124
Trabalhando com planilhas
3
Então, o zoom da planilha é ampliado para focar diretamente a área selecionada,
como mostra a imagem a seguir:

Outro comando do grupo Zoom é o 100%. Ao clicarmos nele, o zoom é ajustado


para 100% do tamanho original do documento.

125
Excel - Fundamentos

Já para realizarmos um controle de zoom personalizado, dispomos do comando


Zoom. Ao clicarmos nele, é aberta a caixa de diálogo Zoom, onde é possível
escolher uma das opções de de ampliação disponíveis ou digitar, no campo
Personalizar, o valor percentual de zoom desejado. Para aplicarmos o zoom,
basta clicarmos em OK.

126
Trabalhando com planilhas
3
Pontos principais
Atente para os tópicos a seguir. Eles devem ser estudados com muita
atenção, pois representam os pontos mais importantes do capítulo.

•• Uma planilha é formada basicamente por linhas e colunas. À esquerda da


janela, há o cabeçalho de linhas, responsável pela numeração das linhas.
Chamamos de célula a intersecção de uma linha com uma coluna. Cada
célula da planilha possui um endereço próprio para identificá-la. Esse
endereço sempre é formado pela referência da coluna (uma ou mais letras)
mais o número da linha em que está localizada;

•• A navegação em uma planilha pode ser feita de diversas maneiras, assim


como também há diversas formas de selecionarmos células, linhas e colunas;

•• A manipulação dos dados envolve fatores como: inserção, confirmação,


edição e cancelamento de dados nas células. Além disso, há certos comandos
que podem provocar a sobreposição dos dados;

•• Para tornar o trabalho com planilhas mais flexível, o Excel oferece ações
como Desfazer e Refazer, além das ferramentas da Área de Transferência
Copiar, Colar e Recortar;

•• No Excel, é possível personalizar o tamanho das células ajustando a largura


das colunas e a altura das linhas. Os tópicos adiante apresentam todas as
formas existentes para realizar tais ajustes;

•• No Excel é possível inserir e excluir células, linhas e colunas. É importante


salientar que, sempre que um endereço de célula for afetado por uma
exclusão ou inserção de linhas, colunas ou células, todas as fórmulas que
se baseiam nesse endereço sofrerão alteração. Por tal razão, esses três
elementos devem ser inseridos ou excluídos com muita atenção;

•• Podemos utilizar a caixa de diálogo Localizar e Substituir para localizarmos


caracteres ou grupos de caracteres, ou ainda para substituir um caractere
por outro (ou um conjunto de caracteres por outro);

127
Excel - Fundamentos

•• Durante o trabalho no Excel, é comum nos depararmos com a necessidade


de utilizar várias planilhas de uma pasta de trabalho ou, ainda, várias
pastas de trabalho simultaneamente. Para facilitar a visualização e edição
dos dados, podemos organizar as janelas de diversas formas, por meio do
grupo Janela, localizado na guia Exibição;

•• O recurso de congelamento permite o bloqueio de linhas e colunas em uma


área, enquanto a divisão de painéis possibilita a visualização de duas áreas
de uma planilha ao mesmo tempo. Quando queremos que determinadas
linhas ou colunas permaneçam visíveis durante a rolagem da planilha,
aplicamos o congelamento;

•• Há uma série de recursos para tratar as planilhas como um todo. É possível


inserir, excluir, selecionar, ocultar e reexibir as planilhas, além de trocá-las
de posicionamento na pasta de trabalho;

•• O controle de zoom é utilizado para ampliar ou diminuir o foco em um


determinado ponto da tela ou alterar a amplitude de visão dela. Esse controle
pode ser feito a partir de comandos específicos localizado no lado direito
da barra de tarefas ou por meio dos comandos do grupo Zoom da guia
Exibição.

128
Planejando e criando

4
uma planilha

99 Planejamento de uma planilha;


99 Criação de uma planilha;
99 Salvar uma pasta de trabalho;
99 Fechar uma pasta de trabalho;
99 Abertura de uma pasta de trabalho salva.
Excel - Fundamentos

4.1. Introdução
Quando pretendemos criar uma planilha, torna-se imprescindível planejá-la
previamente para alcançar os resultados esperados. Quando quisermos uma
planilha com um demonstrativo simples, contendo dados referentes a apenas
um assunto, é fácil realizar um planejamento.

Em contrapartida, tendo em vista que o Excel possui diversos recursos para


tornar as planilhas poderosas ferramentas de análise e armazenamento de dados,
torna-se necessário um planejamento mais cuidadoso quando pretendemos
lidar com tarefas de natureza mais complexa.

Considerando que o cenário mercadológico está bastante competitivo


atualmente, a obtenção rápida de informações precisas acaba sendo um grande
diferencial. Para nos destacarmos nesse cenário, conheceremos recursos que
permitem elaborar tanto planilhas simples como planilhas com grande riqueza
de detalhes.

4.2. Planejando uma planilha


Antes de criarmos a planilha, é importante planejá-la seguindo os passos adiante:

1. Defina o elemento a ser demonstrado, que pode ser, por exemplo, uma tabela
de preços, um demonstrativo de despesas com remuneração de funcionários,
um controle de cadastro de clientes, entre outros;

2. Defina a ordem das informações que serão exibidas na planilha.

Antes de criarmos planilhas, é importante termos alguns conceitos em mente:

•• Os dados são distribuídos na planilha em linhas e colunas. Na primeira


linha da área de dados, as colunas contêm o rótulo, também chamado de
nome do campo. Em uma planilha eletrônica, os campos são as colunas;

•• Logo abaixo do nome de um campo estão os dados que se referem


exclusivamente a esse campo. Por exemplo, uma coluna com o rótulo
Nome deverá conter apenas nomes e nenhum outro tipo de dado. O mesmo
ocorre com uma coluna cujo campo seja Quantidade, que conterá apenas
números. Os dados inseridos abaixo desses rótulos são os registros.

130
Planejando e criando uma planilha
4
Para facilitar a compreensão acerca desses conceitos, podemos resumi-los
dizendo que os campos são as colunas e os registros são as linhas, como
podemos conferir na figura a seguir:

4.3. Criando uma planilha


Inicialmente, devemos definir a ordem dos campos da planilha. Vale ressaltar
que essa ordem pode ser definida pela própria lógica.

Sugerimos digitar, primeiramente, todos os dados na planilha e deixar a


formatação para o final, pois, assim, torna-se mais fácil visualizar a planilha e
escolher o formato mais adequado.

4.3.1. Inserindo dados
A inserção de dados na planilha é mais simples quando realizada por colunas.
Isto quer dizer que devemos, primeiramente, digitar o nome do campo e seus
dados para, então, prosseguir para a coluna da direita, e assim por diante
até a última coluna. Agindo dessa maneira, a produção será melhor, já que
trabalharemos com dados semelhantes.

Considerando que o Excel já está aberto, vamos produzir uma planilha idêntica
ao exemplo da ilustração anterior, com os campos Nome, Preço e Qualidade,
e seus respectivos registros. Para isso, devemos:

131
Excel - Fundamentos

1. Posicione o cursor na célula A1 (dando um clique com o botão esquerdo do


mouse na célula);

2. Digite o título Nome e pressione a tecla ENTER.

Durante a digitação, a célula assume o modo de edição. Enquanto ela estiver


nesse modo, os botões de edição ficarão ativos. Para desfazer a digitação
durante o modo de edição, devemos clicar no ícone x. Para confirmar a digitação,
clicamos no ícone a, como mostra a ilustração a seguir:

132
Planejando e criando uma planilha
4
A maneira mais prática de confirmar a digitação é pressionar a tecla ENTER ao
final da digitação. Outra maneira de confirmar a inserção é pressionar a tecla
TAB ou uma das setas direcionais do teclado.

Ao pressionar ENTER, a célula abaixo daquela que acabamos de confirmar os


dados é selecionada:

133
Excel - Fundamentos

3. Como o movimento natural do cursor após o pressionar da tecla ENTER é


para baixo, repita o procedimento descrito anteriormente para inserir os demais
dados na coluna;

4. Repita o procedimento descrito nos passos anteriores para preencher as


duas próximas colunas.

134
Planejando e criando uma planilha
4
A forma mais produtiva de inserir dados numéricos e operadores matemáticos
em uma planilha do Excel é a partir da parte numérica localizada na esquerda
do teclado.

4.3.2. Formatando os dados
Após inserir os dados, falta apenas formatar o título para que a planilha fique
idêntica à do exemplo. Uma maneira de formatar rapidamente um grupo de
células é através do grupo Fonte, localizado na guia Página Inicial. Vejamos:

1. Selecione as células A1, B1 e C1;

2. Na guia Página Inicial, no grupo Fonte, clique na ferramenta Cor de


preenchimento;

135
Excel - Fundamentos

3. Selecione o tom desejado para o fundo das células (nesse caso, o cinza);

5. Sem desmarcar as células, clique no botão Negrito para alterar o estilo da


fonte;

136
Planejando e criando uma planilha
4
6. Clique no botão Centralizar para ajustar o texto no centro das células
marcadas.

4.3.3. Ajustando a largura da coluna


Podemos reparar que, após termos centralizado o texto, o título ficou
desproporcional ao tamanho da célula. Para resolver esse problema, será
necessário ajustar o tamanho das colunas.

Poderemos ajustar coluna a coluna manualmente, coluna a coluna


automaticamente ou automaticamente todas as colunas de uma vez.

Para ajustarmos todas as colunas de forma automática, primeiramente clicamos


no botão localizado no canto superior esquerdo da tabela, acima do número 1.
Todas as colunas serão selecionadas. Depois, encostamos o cursor na divisão
direita de qualquer coluna e aplicamos um duplo-clique.

137
Excel - Fundamentos

Para ajustarmos uma coluna manualmente, encostamos o cursor do mouse na


divisão direita da coluna. Quando o cursor virar uma seta preta dupla horizontal,
clicamos e arrastamos o mouse horizontalmente.

Para ajustarmos uma coluna automaticamente, encostamos o cursor do mouse


na divisão direita da coluna. Quando o cursor virar uma seta preta dupla
horizontal, damos um duplo-clique. A coluna se ajustará automaticamente à
maior largura de célula.

Após essa ação, a tabela estará concluída. Observemos que todas as colunas se
ajustam automaticamente à maior largura entre as células.

4.3.4. Considerações adicionais
Em uma célula não formatada, quando inserimos um texto, o Excel alinhará
esse dado automaticamente à esquerda da célula. Ao digitar números, o Excel
alinhará automaticamente à direita da célula. Essa é uma maneira rápida de
informar ao usuário se o dado digitado será componente de fórmula ou não.

Vejamos a ilustração a seguir: os dados vistos do lado esquerdo não poderão


ser utilizados em fórmulas, já os alinhados do lado direito são considerados
dados numéricos, e poderão, sim, ser utilizados em fórmulas.

138
Planejando e criando uma planilha
4
4.4. Salvando uma pasta de trabalho
Salvar uma pasta de trabalho é algo que deve ser feito não apenas ao final do
trabalho, mas no início e durante a criação da planilha.

Vejamos adiante o procedimento necessário para salvar uma pasta de trabalho


pela primeira vez:

1. Clique na guia Arquivo;

139
Excel - Fundamentos

2. Clique em Salvar como (caso o arquivo seja novo, ainda sem nome, clique
sobre o comando Salvar também abrirá a tela Salvar como);

Então, clique na opção Procurar e a caixa de diálogo a seguir é aberta:

140
Planejando e criando uma planilha
4
3. Na barra de endereço, escolha o local onde o arquivo será armazenado. Caso
seja necessário, clique em Nova pasta para criar uma nova pasta;

4. No campo Nome do arquivo, digite o nome desejado para o arquivo;

5. Na caixa Tipo, o tipo Pasta de Trabalho do Excel é o formato de arquivo


especificado por padrão. Para escolher outro formato, clique na seta localizada
na extremidade direita da caixa drop-down e selecione o formato desejado;

Ao utilizarmos a opção Pasta de Trabalho do Excel, o arquivo será salvo com


a extensão .xlsx. Para garantir a compatibilidade da pasta de trabalho do Excel
2013 com versões anteriores ao Excel 2007, devemos salvar o arquivo como
Pasta de Trabalho do Excel 97-2003, cuja extensão é .xls;

6. Clique em Salvar.

141
Excel - Fundamentos

Realizado esse procedimento, salvar a pasta de trabalho rapidamente se torna


uma tarefa simples. Para isso, podemos realizar um dos seguintes procedimentos:

•• Clique na guia Arquivo e, em seguida, em Salvar;

142
Planejando e criando uma planilha
4
•• Utilize o comando CTRL + B;

•• Clique no botão Salvar, localizado na Barra de Ferramentas de Acesso


Rápido.

143
Excel - Fundamentos

4.5. Fechando uma pasta de trabalho


Para fecharmos uma pasta de trabalho, temos as seguintes alternativas:

•• Clique na guia Arquivo e em Fechar;

144
Planejando e criando uma planilha
4
•• Digite CTRL + F4;

•• Clique no botão Fechar Janela da pasta de trabalho, ou seja, o X que está


localizado no canto superior direito.

145
Excel - Fundamentos

Caso haja alterações que não foram salvas, uma mensagem será exibida antes
de fecharmos o arquivo. Para salvarmos as alterações e fecharmos o arquivo,
devemos clicar em Salvar.

4.6. Abrindo uma pasta de trabalho salva


Vejamos o procedimento necessário para abrir uma pasta de trabalho salva
(arquivo):

1. Realize uma das seguintes ações:

•• Clique na guia Arquivo e, em seguida, em Abrir;

A opção Pastas de Trabalho Recentes relaciona os arquivos recentemente


abertos. Caso o arquivo que queiramos abrir esteja relacionado nessa área,
basta darmos um clique sobre o ícone dele.

146
Planejando e criando uma planilha
4

A opção Computador relaciona as pastas recentemente pesquisadas. Caso


o arquivo que desejamos esteja em uma dessas pastas, basta clicarmos
sobre o ícone da pasta que a caixa de diálogo Abrir aparecerá na tela.

147
Excel - Fundamentos

•• Digite CTRL + A.

A tela Abrir será aberta:

1. Clique em Computador e depois na opção Procurar, e a caixa de diálogo


Abrir será aberta;

148
Planejando e criando uma planilha
4
2. Na barra de endereço, escolha a pasta que contém o arquivo.

À medida que abrimos as pastas (diretórios), podemos voltar para as pastas


anteriores. Para isso, basta clicar no botão de seta para baixo, localizado logo à
esquerda da barra de endereço, e escolher para qual diretório desejamos voltar.
Depois desse botão, há um conjunto de botões. A tabela a seguir descreve cada
um deles:

Botão Descrição
Permite escolher um nível de diretório a ser
acessado, entre aqueles que já foram acessados. Ao
posicionarmos o cursor do mouse sobre este botão,
é exibido o nome do diretório acima do diretório
atualmente acessado. Se clicarmos na seta preta
para baixo, uma lista com os níveis de diretórios
atualmente acessados é exibida. A partir dessa
lista, podemos clicar em um nome de diretório para
acessá-lo.

Cria uma nova pasta no local especificado na barra


Criar nova
de endereço.
pasta
Altera o modo de visualização de pastas e arquivos.
As opções são as seguintes: Ícones Extra Grandes,
Modos de
Ícones Grandes, Ícones Médios, Ícones Pequenos,
exibição
Listas, Detalhes, Lado a Lado e Conteúdo.

3. Clique no nome do arquivo e, em seguida, no botão Abrir. Uma alternativa é


dar um duplo-clique no nome do arquivo.

É possível abrir mais de um arquivo simultaneamente. Para selecionar uma


sequência de arquivos, basta escolhermos o primeiro arquivo da sequência,
pressionar a tecla SHIFT, clicar no último arquivo da sequência e, depois, clicar
em Abrir. Para selecionar arquivos alternadamente, devemos clicar em um dos
arquivos a serem abertos, pressionar a tecla CTRL, clicar individualmente nos
arquivos desejados e, por fim, clicar em Abrir.

149
Excel - Fundamentos

Pontos principais
Atente para os tópicos a seguir. Eles devem ser estudados com muita atenção,
pois representam os pontos mais importantes do capítulo.

•• Antes de criarmos uma planilha, é importante planejá-la previamente.


Devemos definir o elemento a ser demonstrado, que pode ser, por exemplo,
uma tabela de preços, um demonstrativo de despesas com remuneração
de funcionários, um controle de cadastro de clientes, entre outros. Em
seguida, precisamos delinear a ordem das informações que serão exibidas
na planilha;

•• Para o início da criação de uma planilha, devemos definir a ordem dos


campos da planilha, ordem esta que pode ser definida pela própria lógica. A
inserção de dados na planilha é mais simples quando realizada por colunas,
ou seja, devemos digitar, primeiramente, o nome do campo e seus dados
para, então, prosseguir para a coluna da direita, e assim por diante, até a
última coluna;

•• Salvar uma pasta de trabalho é algo que deve ser feito não apenas ao final
do trabalho, mas no início e durante a criação da planilha. A guia Arquivo
fornece as opções para salvar pastas de trabalho. A partir do momento em
que uma pasta for salva, podemos utilizar atalhos como o botão ou as
teclas CTRL + B para salvar rapidamente;

•• Para fecharmos uma pasta de trabalho, temos as seguintes alternativas:


clicar na guia Arquivo e em Fechar; digitar CTRL + F4; clicar no botão
Fechar Janela (é o X que está no canto superior direito da janela da pasta
de trabalho);

•• Para abrirmos uma pasta de trabalho salva (arquivo), podemos clicar na


guia Arquivo e, em seguida, em Abrir, ou digitar CTRL + A, fazendo com
que a caixa de diálogo Abrir seja aberta. Então, na barra de endereço,
escolheremos a pasta que contém o arquivo.

150
Trabalhando com

5
fórmulas

99 Definição de fórmulas;
99 Aplicação de fórmulas.
Excel - Fundamentos

5.1. Introdução
Depois de aprender a inserir os dados na planilha, é importante compreender
como criar fórmulas no Excel para fazer com que a planilha se torne dinâmica
e prática.

Se o Excel fosse planejado para simplesmente criar tabelas que pudessem ser
formatadas e impressas para exibir dados de modo organizado, sua existência
seria dispensável. No entanto, por se tratar de um software de criação de planilhas
eletrônicas, o Excel apresenta um diferencial com relação a outros programas,
pois permite executar vários cálculos, sejam eles simples ou complexos, que
abrangem diversas variáveis.

5.2. Definição de fórmulas
As fórmulas do Excel funcionam como equações e são sempre iniciadas pelo sinal
de igual (=). A partir delas, é possível realizar cálculos, manipular o conteúdo
de outras células, estabelecer condições entre outras ações. O ideal é digitar
os valores em células e apontar as células nas fórmulas. Na ilustração a seguir,
temos um exemplo de cálculo valor * quantidade:

152
Trabalhando com fórmulas
5
Após confirmar a fórmula na célula C2, o Excel efetua o cálculo e apresenta o
resultado na mesma célula.

A seguir, temos uma relação de elementos que podem ser encontrados nas
fórmulas do Excel:

•• Operadores: Correspondem a símbolos ou sinais que especificam qual o


cálculo que deve ser executado na fórmula. Podem ser: aritméticos (+, -, /
ou *), de comparação (<, >, <= ou >=), de concatenação (&) ou de referência;

Nesta fórmula, foi utilizado


o operador aritmético de
multiplicação (*).

153
Excel - Fundamentos

•• Funções: Reduzem as fórmulas, simplificando-as. Geralmente, são usadas


para fórmulas que executam cálculos longos e mais complexos.

Para efetuar este cálculo, foi utilizada


a função financeira PGTO, que calcula
o pagamento dado um valor presente,
uma taxa e um prazo.

5.2.1. Constantes
As constantes correspondem a valores fixos que não são calculados. Podem ser
formadas tanto por letras quanto por números entre outros caracteres especiais.
Palavras e datas, por exemplo, são constantes, enquanto o resultado de uma
expressão e a própria expressão não o são, uma vez que são valores calculados
ou passíveis de cálculo.

As fórmulas utilizam a referência das células para se aplicarem a elas. Desta


forma, se quisermos utilizar uma fórmula para multiplicar os dados da célula A1
com os da célula A2, basta digitarmos o sinal de igual (=), as referências citadas
e, por fim, o sinal que indica multiplicação (*): =A1*A2. Caso, o valor de alguma
destas células seja alterado, o resultado também o será, automaticamente. Porém,
se, ao invés das referências, utilizarmos valores de constantes, o resultado não
sofrerá quaisquer alterações, a menos que modifiquemos a fórmula.

A fórmula produz o resultado


desejado. Porém, para definir outros
valores para o cálculo, será necessário
editar a fórmula.

154
Trabalhando com fórmulas
5
5.2.2. Operadores
Como vimos anteriormente, os operadores definem o tipo de cálculo a ser
executado na fórmula. Quando diversos operadores são utilizados, segue-se
uma ordem padrão para a aplicação de cada um deles aos elementos da fórmula.
É possível alterar a ordem utilizando os parênteses, pois, assim, as operações
que estiverem entre parênteses serão realizadas primeiramente.

5.2.2.1. Tipos de operadores

Há quatro opções de operadores disponíveis, conforme podemos conferir


adiante:

•• Operadores aritméticos: São utilizados para efetuar operações matemáticas


básicas, combinação de números e resultados numéricos. São eles:

•• Sinal de mais (+): Efetua operações de adição, por exemplo, =A1+B1;

•• Sinal de menos (-): É utilizado para efetuar operações de subtração


(exemplo: =A2-B2) e para indicar negação de um número (exemplo:
=-A3);

•• Asterisco (*): É utilizado para efetuar operações de multiplicação, por


exemplo, =A4*B4;

•• Divisão (/): É utilizado para efetuar operações de divisão, por exemplo,


=A5/B5;

•• Sinal de porcentagem (%): Indica que se trata de um valor percentual,


por exemplo, =A6%;

•• Acento circunflexo (^): É utilizado para efetuar operações de potenciação


(também conhecidas como de exponenciação), por exemplo, =A7^B7.

155
Excel - Fundamentos

•• Operadores de comparação: São utilizados para estabelecer uma


comparação entre dois valores e oferecem um resultado lógico que pode ser
VERDADEIRO ou FALSO. Para realizarmos a comparação, devemos utilizar
as referências das células que contém os valores que queremos comparar.
Dispomos dos seguintes operadores de comparação:

•• Sinal de igual (=): Estabelece uma comparação de igualdade, por


exemplo, =C1=D1;

•• Sinal de maior que (>): Indica superioridade numérica de um valor em


relação ao outro, por exemplo, =C2>D2;

•• Sinal de menor que (<): Indica inferioridade numérica de um valor em


relação ao outro, por exemplo, =C3<D3;

•• Sinal de maior ou igual a (>=): Determina se um valor é igual ou


superior ao outro, por exemplo, =C4>=D4;

•• Sinal de menor ou igual a (<=): Determina se um valor é igual ou


inferior ao outro, por exemplo, =A5<=B5;

•• Sinal de diferente de (<>): Indica se os valores são diferentes entre si,


por exemplo, =A6<>B6.

Vale ressaltar que a comparação estabelecida refere-se ao primeiro valor


informado em relação ao segundo. Consideremos que, por exemplo, a célula
A1 contém o valor 2 e a célula B1 contém o valor 3. Se utilizarmos a fórmula
=A1>B1, o resultado será FALSO, pois 2 não é maior que 3. No entanto, se
invertermos a ordem dos valores, ficando =B1>A1, teremos como resultado
VERDADEIRO, pois 3 de fato é maior que 2.

•• Operador de concatenação de texto: É utilizado para concatenar, ou seja,


associar sequências de caracteres de texto com o objetivo de produzir um
único texto. Este operador é o E comercial (&).

156
Trabalhando com fórmulas
5
Por exemplo: Consideremos que a célula A1 contém o texto Impacta, enquanto
a célula B1 contém o texto Tecnologia (começando com espaço). Ao aplicarmos
a fórmula =A1&B1, teremos Impacta Tecnologia.

•• Operadores de referência: Estes operadores promovem uma combinação


de intervalos de células para que sejam calculados. São eles:

•• Dois pontos (:): Indica um intervalo de células. Utiliza-se este operador


quando se quer calcular uma série de células sequenciais, sem que seja
necessário digitar a referência de cada uma delas. Vejamos o exemplo:

5.2.2.2. Ordem de cálculo

Os cálculos são efetuados de acordo com uma ordem padrão. Porém, às vezes a
ordem pode afetar o resultado que a fórmula gera para o cálculo. Sendo assim,
o entendimento de como a ordem é estabelecida e de que formas ela pode ser
alterada constitui um aspecto muito importante.

No Excel, as fórmulas são sempre iniciadas pelo sinal de igual, pois este é
responsável por indicar ao programa que os caracteres seguintes a ele constituem
uma fórmula. Logo após o sinal de igual, vêm os operandos, que são os elementos
a serem calculados, e os operadores. A fórmula é, então, calculada da esquerda
para a direita, seguindo a ordem de aplicação especificada para os operadores.

A seguir, temos a ordem de acordo com a qual o Excel executa as operações.


Caso haja, em uma mesma fórmula, dois ou mais operadores que ocupam a
mesma posição na escala da ordem, estes serão aplicados conforme ocorrerem
da esquerda para a direita.

157
Excel - Fundamentos

1. Operadores de referência: Dois pontos (:), espaço simples e vírgula (,);

2. Sinal de menos (-) indicando negação;

3. Sinal de porcentagem (%);

4. Acento circunflexo (^);

5. Sinal de multiplicação (*) e de divisão (/);

6. Sinal de adição (+) e de subtração (-);

7. Operador que realiza conexão entre sequências de texto (&);

8. Operadores de comparação: igual (=), maior que (>), menor que (<), maior ou
igual a (>=), menor ou igual a (<=), diferente de (<>).

•• Alterando a ordem de cálculo

Podemos utilizar parênteses para determinar qual parte da fórmula


queremos que seja calculada primeiramente. Por exemplo, na fórmula
=2+5*3, o resultado retornado pelo Excel é 17, pois a fórmula calcula
primeiro a operação de multiplicação, no caso 5 por 3, para então somar 2
ao resultado.

No entanto, se quisermos alterar a ordem das operações na fórmula citada,


de maneira que a adição seja calculada antes da multiplicação, basta
colocarmos a primeira operação entre parênteses: =(2+5)*3. Assim, o Excel
primeiro somará 2 e 5, para, então, multiplicar o resultado por 3, resultando
em 21.

É possível utilizar parênteses para priorizar mais de uma operação na


mesma fórmula. Por exemplo, na fórmula =(C3+18)/SOMA(F5:H5), ambos
os cálculos de adição que se encontram entre parênteses serão realizados
primeiramente, para que, então, seja calculada a divisão entre os resultados.

158
Trabalhando com fórmulas
5
5.2.3. Funções
Há uma série de fórmulas predefinidas utilizadas para executar tanto os cálculos
simples quanto os complexos. A essas fórmulas dá-se o nome de funções. As
funções realizam os cálculos utilizando argumentos, ou seja, valores específicos,
dispostos em uma determinada ordem ou estrutura.

5.3. Aplicando fórmulas na planilha


Para assimilar o recurso de fórmulas abordado neste capítulo, vamos criar uma
tabela que envolve boa parte dos conceitos apresentados neste e nos capítulos
anteriores. Ao final deste tópico, a tabela será idêntica à da ilustração adiante:

159
Excel - Fundamentos

5.3.1. Produzindo a planilha
1. Abra uma nova pasta de trabalho;

2. Inicie a digitação dos dados exatamente como é demonstrado na sequência


de imagens adiante.

Para digitar os títulos dos trimestres de 1 a 3, há uma maneira mais produtiva


do que digitar um a um: digitar somente o título da célula B1 (TRIMESTRE 1) e
arrastá-lo até a célula D1.

Ao soltar o botão do mouse, o Excel adiciona os outros títulos numerados


automaticamente.

160
Trabalhando com fórmulas
5
3. Após inserir os títulos, digite o restante dos dados conforme mostra a imagem
a seguir:

4. Selecione as células indicadas na ilustração a seguir:

Clique na célula A1,


pressione a tecla SHIFT e
clique na célula F1.
Solte a tecla SHIFT,
pressione a tecla CTRL e
clique sobre as células H1,
H3 e H5.

161
Excel - Fundamentos

5. Ative o menu Cor de Preenchimento e clique sobre a opção Preto para


alterar a cor de preenchimento das células selecionadas:

6. Ainda com as mesmas células selecionadas, ative o menu Cor da Fonte e


selecione a opção Branco para alterar a cor do texto contido nelas:

162
Trabalhando com fórmulas
5
7. Em seguida, aplique os estilos Negrito e Centralizar:

163
Excel - Fundamentos

8. Selecione toda a planilha clicando no botão disponível em seu canto superior


esquerdo;

9. Então, aplique um duplo-clique na linha divisória de qualquer coluna para


ajustar a largura delas. Por fim, clique em qualquer célula para desmarcar a
seleção.

164
Trabalhando com fórmulas
5
5.3.2. Inserindo a fórmula
O procedimento a seguir demonstra como inserir uma fórmula na tabela que
criamos:

1. Na célula E2, insira a fórmula para somar todos os valores da linha. Com isso,
a fórmula irá somar toda a produção de queijo dos trimestres 1 a 3. Para que a
célula E2 efetue essa soma, basta digitar =B2+C2+D2;

2. Como todas as células do intervalo de E2 até E8 terão o mesmo cálculo,


clique novamente sobre a célula E2 e arraste a seleção até a célula E8, conforme
demonstrado na imagem adiante:

165
Excel - Fundamentos

Ao soltarmos o botão do mouse, a coluna é preenchida com as fórmulas.

É possível observar que a fórmula constante na última célula da seleção (E8) se


adaptou à linha. Agora ela está somando as células B8, C8 e D8. O mesmo fato
pode ser observado nas demais células do intervalo:

3. As próximas fórmulas a serem inseridas são as da coluna MARGEM. Porém, é


necessário inserir antes o percentual de margem na célula H2. Para isso, basta
digitar o valor 2% nessa célula e pressionar a tecla ENTER;

166
Trabalhando com fórmulas
5
4. Limpe o formato da célula, clicando na opção Limpar Formatos;

Com isso, o número digitado em formato percentual aparecerá em sua forma


pura, ou seja, 0,02:

167
Excel - Fundamentos

5.3.3. Fixando a leitura a uma célula


O procedimento a seguir descreve como fixar a leitura dos resultados da fórmula
a uma célula:

1. Deixe o formato percentual na célula e insira a fórmula da margem na célula


F2. Essa fórmula irá calcular 2% sobre o total apresentado na célula E2 e assim
o fará para todos os valores da coluna até a célula E8;

Ao teclar ENTER, o programa faz o cálculo da fórmula e exibe o resultado na


mesma célula.

168
Trabalhando com fórmulas
5
Esse tipo de fórmula difere da anterior. Não é possível simplesmente arrastá-
la até a célula F8 para que ela calcule os demais resultados. Como o Excel
irá adaptar a leitura da célula os resultados apresentariam valores de erro ou
zerados:

Os erros foram gerados devido à adaptação que o programa efetua em cada


célula. No presente caso, a fórmula foi adaptada para calcular a multiplicação
entre uma célula com valor numérico (E3) e outra com valor não numérico (H3):

Para evitar essa adaptação, deve-se fixar a leitura da célula acrescentando um


cifrão à frente do elemento que se queira fixar. Para fixar a leitura à linha, deve-
se inserir um cifrão na frente do número. Para fixar a leitura à coluna, deve-se
inserir o cifrão na frente da letra.

169
Excel - Fundamentos

2. Como nesta fórmula está ocorrendo uma variação de linha, deve-se fixar
a leitura à linha. Portanto, na célula F2, altere a fórmula para =E2*H$2. Em
seguida, arraste até a célula E8 para que a fórmula seja calculada normalmente.

O resultado é o seguinte:

170
Trabalhando com fórmulas
5
Uma maneira rápida e eficiente de inserir os cifrões em uma referência é através
da tecla de função F4 do teclado. Basta selecionar a referência da célula e ir
pressionando essa tecla para alterar a posição dos cifrões.

5.3.4. Utilizando a função SOMA


Nesta planilha, o total geral representa a soma dos totais apresentados na
coluna E. Como são muitos dados para somar célula a célula, o ideal é utilizar a
função SOMA. Basta seguir o procedimento adiante para realizar esse cálculo:

1. Clique sobre a célula H4;

171
Excel - Fundamentos

2. No grupo Edição da guia Página Inicial, clique sobre o botão Soma. A função
SOMA será automaticamente inserida e tentará somar os valores das células
que estiverem acima:

3. Clique na célula E2 e arraste até a célula E8:

172
Trabalhando com fórmulas
5
4. Pressione a tecla ENTER. Com isso, o total da soma será inserido na célula
H4. Caso ocorra alteração em algum dos valores das células B2 a D8, todos os
totais e as margens serão recalculados;

5. Repita o procedimento para inserir o total geral da margem.

5.3.5. Inserindo a formatação à tabela


Para a nossa planilha, utilizaremos o formato numérico padrão, ou seja, duas
casas decimais e separador de milhar. Também, acrescentaremos linhas de
grade. Vejamos como isso é feito:

1. Selecione todos os dados que receberão o formato desejado;

173
Excel - Fundamentos

2. Clique no botão Separador de Milhares, disponível na caixa de grupo Edição


da guia Página Inicial;

2. Para inserir as linhas de grade, selecione as duas tabelas e, em seguida, ative


o menu Bordas e selecione o comando Todas as bordas, como exibem as
imagens adiante:

174
Trabalhando com fórmulas
5

3. Clique em qualquer célula para desmarcar a seleção. Após executar essa


tarefa a tabela estará pronta:

175
Excel - Fundamentos

5.3.6. Renomeando a planilha
Para concluir o processo, vamos alterar o nome da planilha, atualmente
denominada Plan1, para Vendas no Varejo, conforme proposto no modelo
inicial. Podemos executar esse procedimento dando, inicialmente, um duplo-
clique na guia da planilha:

176
Trabalhando com fórmulas
5
Em seguida, digitamos o novo título e clicamos em qualquer outra célula.

Feito isso, o trabalho estará concluído.

177
Excel - Fundamentos

Pontos principais
Atente para os tópicos a seguir. Eles devem ser estudados com muita
atenção, pois representam os pontos mais importantes do capítulo.

•• As fórmulas do Excel funcionam como equações e são sempre iniciadas


pelo sinal de igual (=). A partir delas, é possível realizar cálculos, manipular
o conteúdo de outras células, estabelecer condições entre outras ações;

•• As constantes correspondem a valores fixos que não são calculados. Podem


ser formadas tanto por letras quanto por números, entre outros caracteres
especiais. Palavras e datas, por exemplo, são constantes, enquanto o
resultado de uma expressão e a própria expressão não o são, uma vez que
são valores calculados ou passíveis de cálculo;

•• Os operadores definem o tipo de cálculo a ser executado na fórmula. Quando


diversos operadores são utilizados, segue-se uma ordem padrão para a
aplicação de cada um deles aos elementos da fórmula. É possível alterar
a ordem utilizando os parênteses, pois, assim, a operações que estiverem
entre parênteses serão realizadas primeiramente;

•• Os cálculos são efetuados de acordo com uma ordem padrão. Porém, às


vezes a ordem pode afetar o resultado que a fórmula gera para o cálculo.
Sendo assim, é muito importante entender como a ordem é estabelecida e
de que formas ela pode ser alterada;

•• Há uma série de fórmulas predefinidas utilizadas para executar tanto os


cálculos simples quanto os complexos. A essas fórmulas dá-se o nome de
funções. As funções realizam os cálculos utilizando argumentos, ou seja,
valores específicos, dispostos em uma determinada ordem ou estrutura.

178