Anda di halaman 1dari 265

Aula 01

Raciocínio Lógico p/ TJ-PE (Com videoaulas)


Professores: Arthur Lima, Luiz Gonçalves
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

AULA 01: RACIOCÍNIO LÓGICO

SUMÁRIO PÁGINA
1. Introdução 01
2. Resolução de questões 02
3. Questões apresentadas na aula 189
4. Gabarito 264

Caro aluno,

Hoje entraremos no seguinte tópico do último edital:

Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos


fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições
usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Analisar as habilidades dos
candidatos para compreender e elaborar a lógica de uma situação, utilizando as
funções intelectuais: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial,
orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos.

Trata-se do Raciocínio Lógico propriamente dito. No próximo encontro


continuaremos a nos debruçar sobre este mesmo trecho do edital. Tenha uma boa
aula, e entre em contato comigo sempre que precisar!

1. INTRODUÇÃO
A melhor forma de tratar esses assuntos é através da resolução de vários
62895983097

exercícios. Sempre que houver necessidade, introduzirei alguns comentários antes


ou durante a resolução.
Por fins didáticos, separei as questões por “tipo”. A sua prova não virá dessa
maneira, portanto vá desenvolvendo a habilidade de detectar o “tipo” de questão
que você está diante!

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
2. RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
2.1 QUESTÕES DE ASSOCIAÇÕES LÓGICAS
Nas questões sobre associações você normalmente será apresentado a um
conjunto de pessoas e a uma série de informações com objetivo de associar à cada
pessoa algumas características (ex.: idade, profissão etc). Veja logo na primeira
questão abaixo a técnica básica para resolver esse tipo de questão. Ela consiste em
montar uma tabela, contendo todas as possíveis associações, para então analisar
as informações dadas no enunciado.

1. FCC – TRT/19ª – 2011) Ricardo, Mateus e Lucas são três amigos que cursam
faculdades de medicina, engenharia e direito. Cada um dos três usa um meio
diferente de transporte para chegar à faculdade: ônibus, automóvel e bicicleta. Para
descobrir o que cada um cursa e o meio de transporte que utilizam, temos o
seguinte:

− Mateus anda de bicicleta;

− Quem anda de ônibus não faz medicina;

− Ricardo não cursa engenharia e Lucas estuda direito.

Considerando as conclusões:

I. Lucas vai de ônibus para a faculdade de direito.

II. Mateus estuda medicina.

III. Ricardo vai de automóvel para a faculdade.

Está correto o que consta em

a) I, apenas.
62895983097

b) III, apenas.

c) II e III, apenas.

d) I e III, apenas.

e) I, II e III.

RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Temos 3 amigos (Ricardo, Mateus e Lucas), 3 cursos (medicina, engenharia
e direito) e 3 meios de transporte (ônibus, automóvel e bicicleta).

Gosto de resolver este tipo de questão montando a tabela abaixo, onde


coloco todas as possibilidades e então, analisando as informações dadas pelo
enunciado, vou “cortando” aquelas alternativas erradas:

Nome Curso Transporte

Ricardo Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Mateus Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Lucas Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Veja que já grifei “bicicleta” para Mateus e cortei os outros meios de


transporte dele. Também cortei a opção “bicicleta” dos outros 2 rapazes, uma vez
que ela já tem dono. Isso porque a primeira informação era “Mateus anda de
bicicleta”. Vejamos outra informação do enunciado:

− Ricardo não cursa engenharia e Lucas estuda direito.

Com isso, podemos cortar “engenharia” dos cursos de Ricardo, grifar “direito”
como sendo o curso de Lucas, e cortar “direito” de Ricardo e Mateus. Veja o que
sobra:

Nome Curso Transporte

Ricardo Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Mateus Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Lucas Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Veja que sobrou apenas Medicina para Ricardo. Conseqüentemente, o curso


62895983097

de Mateus é engenharia. Colocando isso na tabela, temos:

Nome Curso Transporte

Ricardo Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Mateus Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Lucas Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

A informação que ainda não analisamos é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
− Quem anda de ônibus não faz medicina;

Deixamos ela por último pois ela era a mais vaga. Sabemos que Ricardo faz
medicina, portanto essa informação nos diz que ele não anda de ônibus, sobrando
apenas automóvel para ele. Dessa forma, o meio de transporte de Lucas será o
ônibus. Temos o seguinte:

Nome Curso Transporte

Ricardo Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Mateus Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Lucas Medicina, engenharia, direito ônibus, automóvel e bicicleta

Vamos analisar agora as conclusões que o exercício apresentou:

I. Lucas vai de ônibus para a faculdade de direito.  verdadeiro

II. Mateus estuda medicina.  falso, ele estuda engenharia

III. Ricardo vai de automóvel para a faculdade.  verdadeiro.

Dessa forma, apenas as alternativas I e III estão corretas (letra D).

Resposta: D.

2. FGV – Polícia Civil/MA – 2012) Abelardo, Benito e Caetano conversam sobre


futebol em um bar. Dois deles são irmãos e o outro é filho único. O dono do bar
ouviu parte da conversa e ficou sabendo que um deles torce pelo Sampaio Corrêa,
outro pelo Maranhão e o outro pelo Moto Club. Prestando mais atenção percebeu
ainda que:

• Abelardo não torce pelo Sampaio Corrêa.62895983097

• Benito não torce pelo Maranhão.

• O irmão de Caetano torce pelo Moto Club.

• O que não tem irmão torce pelo Sampaio Corrêa.

Pode-se concluir que:

(A) Abelardo é irmão de Benito.

(B) Benito é irmão de Caetano.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) Benito torce pelo Moto Club.

(D) Caetano torce pelo Maranhão.

(E) Abelardo torce pelo Maranhão.

RESOLUÇÃO:

A tabela abaixo reflete as possibilidades de associação:

Nome Parentesco Time

Abelardo Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,


Maranhão ou Moto Club

Benito Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,


Maranhão ou Moto Club

Caetano Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,


Maranhão ou Moto Club

Vejamos o que fazer com as informações adicionais:

• Abelardo não torce pelo Sampaio Corrêa: podemos cortar esse time de Abelardo.

• Benito não torce pelo Maranhão: podemos cortar esse time de Benito.

• O irmão de Caetano torce pelo Moto Club: Caetano tem um irmão.

• O que não tem irmão torce pelo Sampaio Corrêa: Caetano não torce para esse
time, pois ele tem irmão.

Assim:
62895983097

Nome Parentesco Time

Abelardo Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,


Maranhão ou Moto Club

Benito Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,


Maranhão ou Moto Club

Caetano Irmão, irmão ou filho único Sampaio Corrêa,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Maranhão ou Moto Club

Note que apenas Benito pode torcer para o Sampaio Corrêa. E, como “o que
não tem irmão torce pelo Sampaio Corrêa”, Benito é filho único.

Com isso, temos:

Nome Parentesco Time

Abelardo Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


único Maranhão ou Moto Club

Benito Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


único Maranhão ou Moto Club

Caetano Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


único Maranhão ou Moto Club

Lembrando ainda que “O irmão de Caetano torce pelo Moto Club”, então
Abelardo torce para o Moto Club, sobrando o Maranhão para Caetano:

Nome Parentesco Time

Abelardo Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


único Maranhão ou Moto Club

Benito Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


único Maranhão ou Moto Club

Caetano Irmão, irmão ou filho Sampaio Corrêa,


62895983097
único Maranhão ou Moto Club

Julgando as alternativas, temos:

(A) Abelardo é irmão de Benito: ERRADO. Benito é filho único.

(B) Benito é irmão de Caetano: ERRADO, pois Benito é filho único.

(C) Benito torce pelo Moto Club: ERRADO, ele torce para o Sampaio Corrêa.

(D) Caetano torce pelo Maranhão: CORRETO.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) Abelardo torce pelo Maranhão: ERRADO, ele torce para o Moto Club.

Resposta: D

3. FGV – MEC – 2009) Abel, Gabriel e Daniel são amigos. Um deles mora em uma
casa branca, o outro, em uma casa azul e o terceiro, em uma casa amarela. Entre
eles, um é pintor, o outro, escultor e o terceiro, professor. Abel não mora na casa
azul. Gabriel é escultor e não mora na casa branca. O professor mora na casa azul.
A esse respeito, é correto afirmar que:
(A) Abel mora na casa amarela.
(B) Abel é pintor.
(C) Daniel não é professor.
(D) Daniel mora na casa branca.
(E) Gabriel mora na casa azul.
RESOLUÇÃO:
Temos 3 amigos, 3 casas e 3 profissões. A tabela abaixo permite relacionar
cada amigo às 3 opções de casa e de profissões que ele possui:
Amigo Casa Profissão
Pintor, escultor ou
Abel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Daniel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Gabriel Branca, azul ou amarela
professor
Podemos analisar as informações dadas pelo enunciado e ir anotando na
tabela as conclusões que chegarmos. Vamos começar pelas informações mais
62895983097

“diretas”:
Abel não mora na casa azul.
Podemos “cortar” a opção Casa Azul de Abel.
Gabriel é escultor e não mora na casa branca.
Podemos “cortar” a opção Casa Branca de Gabriel. Podemos também marcar
em negrito a opção Escultor para ele, cortando as demais opções de profissão. E
também é possível cortar a opção Escultor dos demais amigos.
Veja todas essas alterações na tabela abaixo:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Amigo Casa Profissão


Pintor, escultor ou
Abel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Daniel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Gabriel Branca, azul ou amarela
professor

O professor mora na casa azul.


Abel não pode ser o professor, pois já cortamos a opção Casa Azul para ele.
Gabriel também não pode ser o professor, pois já descobrimos que ele é Escultor.
Sobra apenas Daniel. Ele é professor e mora na casa azul. Podemos marcar em
negrito a sua casa e profissão, e cortar essa opção dos demais:
Amigo Casa Profissão
Pintor, escultor ou
Abel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Daniel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Gabriel Branca, azul ou amarela
professor

Veja que sobrou apenas a opção Casa Amarela para Gabriel. Esta será a sua
casa. Assim, sobra a casa Branca para Abel. E sobro apenas a profissão Pintor para
Abel. Com isso, temos:
Amigo 62895983097

Casa Profissão
Pintor, escultor ou
Abel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Daniel Branca, azul ou amarela
professor
Pintor, escultor ou
Gabriel Branca, azul ou amarela
professor

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Feito isso, fica fácil analisar as alternativas dadas. Como Abel é Pintor, a
alternativa B está correta.
Resposta: B

4. FCC – TCE/AP – 2012) O funcionário de uma pizzaria que fornece em domicílio


registrou os pedidos de três clientes regulares. Cada um pediu uma única pizza, de
um único sabor, sendo uma de massa fina, uma de massa média e uma de massa
grossa. Uma falha no computador, porém, apagou o registro dos pedidos e o
funcionário teve de usar o conhecimento que tinha do gosto dos clientes, além do
que se lembrava dos pedidos, para deduzir o que cada um solicitou.
− O Sr. Pedro não pode ter pedido a pizza com borda recheada, pois não aprecia
esse opcional.
− Um dos sabores pedidos, banana, só é feita com massa média.
− A única pizza que teve como opcional cobertura extra de queijo foi a de frango,
que não tinha borda recheada.
− O Sr. Jorge só pede pizza de massa fina e não gosta de cobertura extra de queijo.
− Apenas uma das pizzas pedidas não tinha qualquer opcional.
− A Sra. Estela não pediu a pizza de massa média.
Uma das pizzas pedidas foi de calabresa. Essa pizza foi pedida
(A) pelo Sr. Pedro e tinha borda recheada.
(B) pelo Sr. Pedro e não tinha qualquer opcional.
(C) pela Sra. Estela e não tinha qualquer opcional.
(D) pelo Sr. Jorge e tinha borda recheada.
(E) pelo Sr. Jorge e não tinha qualquer opcional.
RESOLUÇÃO:
Temos 3 tipos de massa (fina, média e grossa), 3 clientes (Pedro, Jorge e
62895983097

Estela), 3 sabores (frango, calabresa e banana) e 3 opcionais (queijo, borda e sem


opcional). A tabela abaixo resume todas as possibilidades existentes:

Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem
Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Estela Fina, média ou grossa
banana opcional

Vejamos as informações fornecidas, e o que fazer com elas. Começamos


pelas mais simples/diretas:
− O Sr. Pedro não pode ter pedido a pizza com borda recheada, pois não aprecia
esse opcional  cortar “borda” de Pedro
− A Sra. Estela não pediu a pizza de massa média  cortar “média” de Estela
− O Sr. Jorge só pede pizza de massa fina e não gosta de cobertura extra de queijo.
 marcar “fina” para Jorge e cortar “queijo” dele

Até aqui temos:


Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Estela Fina, média ou grossa
banana opcional

Veja que sobrou apenas a massa “grossa” para Estela. Com isso, a de Pedro
tem que ser “média”: 62895983097

Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Estela Fina, média ou grossa Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
banana opcional

− Um dos sabores pedidos, banana, só é feita com massa média  a pizza de


banana é de Pedro. Assim:
Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Estela Fina, média ou grossa
banana opcional

− A única pizza que teve como opcional cobertura extra de queijo foi a de frango,
que não tinha borda recheada.  como a pizza de Jorge não pode ter queijo, então
a de Estela é a pizza de frango com o opcional queijo.
Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Estela Fina, média ou grossa
banana opcional

62895983097

− Apenas uma das pizzas pedidas não tinha qualquer opcional.  a única opção
para a pizza de Pedro é ser “sem opcional”. Portanto, a de Jorge deve ter “borda”.
Assim, concluímos:

Cliente Massa Sabor Opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Pedro Fina, média ou grossa
banana opcional

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem
Jorge Fina, média ou grossa
banana opcional

Frango, calabresa, Queijo, borda ou sem


Estela Fina, média ou grossa
banana opcional

Portanto, a pizza de calabresa era de Jorge, e tinha borda recheada.


Resposta: D

5. FGV - CEAG/SP - 2011) Depois de uma aula na faculdade, seis colegas (Laís,
Marina, Henrique, Luana, Viviane e Luís) dirigiram-se a um restaurante. Cada um
pediu uma sobremesa dentre as seguintes opções: sorvete, fruta, chocolate, torta,
bolo e mousse. Considere as seguintes restrições ao analisar qual sobremesa cada
colega pediu:

I Um homem pediu mousse.

II Se Laís pediu sorvete, então Marina pediu fruta.

III Nem Henrique, nem Luís pediram bolo.

IV Apenas se Luana pediu chocolate, Viviane pediu torta.

Sabendo que Laís pediu sorvete, assinale a única alternativa verdadeira.

a) Luana pediu chocolate.

b) Luana não pediu chocolate. 62895983097

c) Com certeza Viviane pediu bolo.

d) Henrique não pediu torta.

e) Luís pediu mousse.

RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Temos 6 colegas e 6 sobremesas. A tabela abaixo nos dá todas as
combinações possíveis entre as pessoas e suas respectivas sobremesas:
Pessoa Sobremesa
Laís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Marina sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Henrique sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luana sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Viviane sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse

Agora vamos utilizar as informações adicionais fornecidas, começando pelas


mais “fáceis”:

I Um homem pediu mousse: logo, podemos “cortar” a opção mousse de todas as


mulheres.

III Nem Henrique, nem Luís pediram bolo: logo, podemos cortar a opção “bolo”
desses dois rapazes.

Laís pediu sorvete: logo, podemos deixar apenas essa opção para Laís, e “cortar” a
62895983097

opção “sorvete” de todos os demais.

II Se Laís pediu sorvete, então Marina pediu fruta: como sabemos que Laís pediu
sorvete, então podemos afirmar que Marina pediu fruta. Podemos deixar apenas
essa opção para Marina e cortar “fruta” de todos os demais.

Até aqui temos:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Pessoa Sobremesa
Laís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Marina sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Henrique sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luana sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Viviane sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse

Ainda não usamos a seguinte informação:

IV Apenas se Luana pediu chocolate, Viviane pediu torta.

Repare que para Henrique e Luís sobraram 3 opções: chocolate, torta ou


mousse. Sabemos que um deles escolheu o mousse, portanto o outro escolheu
chocolate ou torta. Agora observe a frase IV acima. Se Luana tiver escolhido
chocolate, Viviane ficou com a torta, e assim essas duas opções (chocolate e torta)
foram esgotadas, não sobrando opção para um dos rapazes. Como isso não pode
ocorrer (cada pessoa deve ficar com uma sobremesa), podemos afirmar que Luana
62895983097

não pediu chocolate, pois se ela tivesse feito isso não sobraria opção para um dos
rapazes.

Temos isto na alternativa B.

b) Luana não pediu chocolate.

Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

6. FGV - CEAG/SP - 2011) Com base no enunciado e nas mesmas restrições da


questão anterior, sabendo não só que Laís pediu sorvete, mas também que Viviane
pediu chocolate, então, certamente,

a) Luana pediu bolo.

b) Henrique pediu mousse.

c) Luís pediu torta.

d) Luana pediu bolo ou torta.

e) Marina não pediu fruta.

RESOLUÇÃO:

Vamos partir da nossa última tabela e acrescentar a informação “Viviane


pediu chocolate”. Com isso, podemos cortar a opção “chocolate” dos demais,
deixando apenas para Viviane. Assim, temos:
Pessoa Sobremesa
Laís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Marina sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Henrique sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luana 62895983097

sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou


mousse
Viviane sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse
Luís sorvete, fruta, chocolate, torta, bolo ou
mousse

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Note que para os rapazes (Henrique e Luís) sobraram apenas as opções
torta e mousse. Sabemos que um deles ficou com o mousse, de modo que o outro
certamente ficou com a torta. Cortando a opção “torta” de Luana, sobra apenas a
opção “bolo” para ela. Temos isso na alternativa A:

a) Luana pediu bolo.


Resposta: A

7. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Em uma empresa, as funções de diretor,


programador e gerente são ocupadas por Ciro, Dario, Éder, não necessariamente
nesta ordem. O programador, que é filho único, é o mais velho dos três. Éder, que
se casou com a irmã de Dario, é mais novo que o diretor. Pode-se concluir que

a) Éder é o programador.

b) Dario é o gerente.

c) Éder é o diretor.

d) Ciro é o diretor.

e) Ciro é o programador.

RESOLUÇÃO:

Podemos montar a tabela a seguir:

Nome Função

Ciro Diretor, programador ou gerente

Dario Diretor, programador ou gerente


62895983097

Eder Diretor, programador ou gerente

- O programador, que é filho único, é o mais velho dos três. Éder, que se casou com
a irmã de Dario, é mais novo que o diretor.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Repare que Éder é mais novo que o diretor. Logo, Éder NÃO é o diretor. Ele
também não é o programador, pois o programador é o mais velho dos três. Sobra
apenas a profissão Gerente para Éder:

Nome Função

Ciro Diretor, programador ou gerente

Dario Diretor, programador ou gerente

Eder Diretor, programador ou gerente

Veja ainda que o programador é filho único. Já Dario tem uma irmã, portanto
ele NÃO é o programador. Sobra apenas o cargo de Diretor para ele, ficando Ciro
com o cargo de Programador:

Nome Função

Ciro Diretor, programador ou gerente

Dario Diretor, programador ou gerente

Eder Diretor, programador ou gerente

Logo, Ciro é o programador.

RESPOSTA: E

62895983097

8. CESGRANRIO – BNDES – 2011) Míriam, Tereza e Vera possuem, cada uma,


um pássaro de estimação. Uma delas tem um canário, outra, um periquito, e outra,
um papagaio. Sabe-se que:
• o periquito não pertence a Míriam;
• Vera não possui o canário;
• Tereza não possui o periquito;
• o papagaio não pertence a Míriam.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Então, é verdade que
(A) Míriam possui o periquito.
(B) Tereza possui o canário.
(C) Vera possui o papagaio.
(D) Míriam não possui o canário.
(E) Tereza possui o papagaio.
RESOLUÇÃO:
Temos 3 mulheres e 3 animais. A tabela abaixo apresenta as combinações
possíveis:
Mulher Animal
Míriam Canário, Periquito ou Papagaio
Tereza Canário, Periquito ou Papagaio
Vera Canário, Periquito ou Papagaio

Vejamos as informações fornecidas:


• o periquito não pertence a Míriam;
• Vera não possui o canário;
• Tereza não possui o periquito;
• o papagaio não pertence a Míriam.
Podemos cortar as opções Periquito e Papagaio de Míriam, Canário de Vera
e Periquito de Tereza. Assim, temos:
Mulher Animal
Míriam Canário, Periquito ou Papagaio
Tereza Canário, Periquito ou Papagaio
Vera Canário, Periquito ou Papagaio
62895983097

Repare que a única opção restante para Míriam é o Canário. Devemos,


portanto, cortar essa opção de Tereza, para quem vai sobrar apenas o Papagaio.
Cortando a opção Papagaio de Vera, sobra apenas o Periquito:
Mulher Animal
Míriam Canário, Periquito ou Papagaio
Tereza Canário, Periquito ou Papagaio
Vera Canário, Periquito ou Papagaio

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Logo, Tereza possui o papagaio.


Resposta: E

2.2 QUESTÕES SOBRE VERDADES E MENTIRAS


Nas questões sobre verdades e mentiras, normalmente você será
apresentado a alguma situação onde é sabido que algumas pessoas mentem e
outras falam a verdade. O problema é que não sabemos quem mente, e nem quem
fala a verdade. Por isso, para resolvê-las nós precisamos considerar que o que foi
dito por cada pessoa pode ser uma verdade, mas também pode ser uma mentira. E
veja o seguinte: se alguém disse uma mentira, então o CONTRÁRIO do que aquela
pessoa afirmou é uma VERDADE! Por exemplo, se eu digo “está chovendo hoje”, e
você sabe que eu sou mentiroso, então você pode concluir que “NÃO está
chovendo hoje”, concorda?

Repare que eu uso bastante esse princípio na resolução das questões.

9. FCC – ISS/SP – 2012) Arlete e Salete são irmãs gêmeas idênticas, mas com uma
característica bem diferente: uma delas só fala a verdade e a outra sempre mente.
Certo dia, um rapaz que não sabia qual das duas era a mentirosa perguntou a uma
delas: “Arlete é mentirosa?”. A moça prontamente respondeu: “Sim”. Analisando
somente a resposta dada, o rapaz pôde concluir que havia se dirigido a:

a) Arlete, e que ela era a irmã mentirosa

b) Arlete, e que ela não era a irmã mentirosa

c) Arlete, mas não pôde decidir se ela era a irmã mentirosa


62895983097

d) Salete, e que ela não era a irmã mentirosa

e) Salete, mas não pôde decidir se ela era a irmã mentirosa

RESOLUÇÃO:

Vamos analisar como a pergunta “Arlete é mentirosa?” seria respondida nos


diferentes cenários possíveis:

1. Pergunta foi dirigida a Arlete, e ela é mentirosa:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Neste caso, a resposta dada por Arlete seria “Não”.

2. Pergunta foi dirigida a Arlete, e ela fala a verdade:


Aqui, a resposta de Arlete seria “Não”.

3. Pergunta foi dirigida a Salete, e ela é mentirosa:


Salete responderia “Sim”, pois apesar de Arlete falar a verdade, a resposta
dada por Salete deve ser uma mentira.

4. Pergunta foi dirigida a Salete, e ela fala a verdade:

Neste caso Salete responderia “Sim”.

Repare que as respostas possíveis para Arlete são “Não”, em qualquer caso,
e para Salete são “Sim”. Portanto, sabemos que a pergunta foi feita a Salete,
entretanto não podemos afirmar se ela fala a verdade ou não.

Resposta: E

10. FCC – ICMS/SP – 2006) Numa ilha dos mares do sul convivem três raças
distintas de ilhéus: os zel(s) só mentem, os del(s) só falam a verdade e os mel(s)
alternadamente falam verdades e mentiras – ou seja, uma verdade, uma mentira,
uma verdade, uma mentira - , mas não se sabe se começaram falando uma ou
outra.

Nos encontramos com três nativos, Sr. A, Sr. B, Sr. C, um de cada uma das três
raças.
62895983097

Observe bem o diálogo que travamos com o Sr. C

Nós: - Sr. C, o senhor é da raça zel, del ou mel?


Sr. C: - Eu sou mel. (1ª resposta)
Nós: - Sr. C, e o senhor A, de qual raça é?
Sr. C: - Ele é zel. (2ª resposta)

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Nós: - Mas então o Sr. B é del, não é isso, Sr. C?
Sr. C: - Claro, senhor! (3ª resposta)

Nessas condições, é verdade que os senhores A, B e C são, respectivamente,


a) zel, del, mel
b) zel, mel, del
c) del, zel, mel
d) del, mel, zel
e) mel, del, zel
RESOLUÇÃO:
Comece marcando as informações mais importantes do enunciado:
- os zel(s) só mentem
- os del(s) só falam a verdade
- os mel(s) alternadamente falam verdades e mentiras

Caso o Sr. C seja del, ele só fala a verdade. Mas logo na primeira resposta
ele afirmou ser mel, o que seria uma mentira! Portanto, ele NÃO pode ser del.
Podemos eliminar essa possibilidade.
Já caso o Sr. C seja zel, ele só mentiria. Assim, poderíamos concluir a partir
das respostas por ele dadas que o Sr. A NÃO é zel e o Sr. B NÃO é del.
Considerando que C é zel, sobra para B a opção de ser mel, restando para A a
opção del. Aqui foi possível associar uma raça a cada uma das pessoas.
Por fim, caso o Sr. C seja mel, ele alterna verdades e mentiras. Vê-se
claramente que a primeira resposta dada deve ser uma verdade (“eu sou mel”). A
próxima resposta (“A é zel”) é falsa, e portanto A NÃO é zel. E a última resposta é
verdadeira, de modo que B é del. Neste caso, C é mel, B é del, sobrando para A a
62895983097

opção de ser zel. Mas acabamos de ver que A não pode ser zel, o que invalida esta
argumentação.
Portanto, a única argumentação sem falhas é a segunda, ou seja, C é zel, B
é mel e A é del.
Resposta: D

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
11. ESAF – AFT – 2006) Ana encontra-se à frente de três salas cujas portas estão
pintadas de verde, azul e rosa. Em cada uma das três salas encontra-se uma e
somente uma pessoa – em uma delas encontra-se Luís; em outra, encontra-se
Carla; em outra, encontra-se Diana. Na porta de cada uma das salas existe uma
inscrição, a saber:

Sala verde: “Luís está na sala de porta rosa”


Sala azul: “Carla está na sala de porta verde”
Sala rosa: “Luís está aqui”

Ana sabe qua a inscrição na porta da sala onde Luís se encontra pode ser
verdadeira ou falsa. Sabe, ainda, que a inscrição na porta da sala onde Carla se
encontra é falsa, e que a inscrição na porta da sala em que Diana se encontra é
verdadeira. Com tais informações, Ana conclui corretamente que nas salas de
portas verde, azul e rosa encontram-se, respectivamente:
a) Diana, Luís, Carla
b) Luís, Diana, Carla
c) Diana, Carla, Luís
d) Carla, Diana, Luís
e) Luís, Carla, Diana
RESOLUÇÃO:
Nesse tipo de questão, uma forma de identificar qual é a porta verdadeira e
qual é a porta falsa é buscar possíveis contradições entre o que cada uma delas
tem escrito.
Repare que ambas as salas verde e rosa dizem a mesma coisa: Luís está na
rosa. Assim, não é possível que uma seja verdadeira e a outra falsa: ou ambas são
62895983097

verdadeiras, ou ambas são falsas.


Primeiramente, vamos testar a hipótese de que ambas são verdadeiras.
Neste caso, a informação falsa deve ser a da sala azul, de modo que Carla NÃO
está na sala verde. Como Luís está na rosa, sobra a sala azul para Carla, restando
assim a sala verde para Diana. Resumindo, teríamos:
Sala Informação da sala
Luís Rosa Verdadeira

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Carla Azul Falsa
Diana Verde Verdadeira

Agora, vamos testar a hipótese de que as salas verde e rosa tem


informações falsas. Neste caso, Luís NÃO está na sala rosa. E a informação da sala
azul deve ser verdadeira, ou seja, Carla ESTÁ na verde. Assim, sobra para Luís a
sala azul, e para Diana a sala rosa.
Sala Informação da sala
Luís Rosa Falsa
Carla Azul Verdadeira
Diana Verde Falsa

Das duas soluções encontradas acima, a que devemos escolher é a que


atende a seguinte condição do enunciado:
- a inscrição na porta da sala onde Luís se encontra pode ser verdadeira ou falsa.
- a inscrição na porta da sala onde Carla se encontra é falsa
- a inscrição na porta da sala em que Diana se encontra é verdadeira.
Veja que a segunda solução encontrada NÃO nos atende, pois a inscrição na
porta de Carla é verdadeira. Assim, devemos adotar a primeira solução.
Logo, Ana conclui corretamente que nas salas de portas verde, azul e rosa
encontram-se: Diana, Carla e Luís.
Resposta: C

12. VUNESP – Polícia Civil/SP – 2013) . Em uma ilha, as pessoas são divididas em
dois clãs. O clã dos cavaleiros que só falam a verdade e o clã dos cafajestes que só
falam mentiras (enunciados falsos). Nessas condições, assinale a alternativa que
62895983097

apresenta corretamente o enunciado que nenhum habitante da ilha pode proferir.

(A) A lua é feita de queijo suíço.

(B) Está nevando e não está nevando.

(C) Eu sou cafajeste.

(D) Dois mais dois é igual a quatro.

(E) Os cavaleiros só falam falsidades.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
RESOLUÇÃO:

Note que as frases das alternativas A e E são certamente falsas, de modo


que podem ser ditas pelos Cafajestes. O mesmo vale para a frase da alternativa B,
que é uma contradição em si mesma (não tem como estar chovendo e não estar
chovendo ao mesmo tempo – isso é falso). Já a frase da alternativa D é verdadeira,
podendo ser dita pelos Cavaleiros.

Repare que os cavaleiros não podem dizer a frase da alternativa C (“Eu sou
cafajeste”), pois eles só falam a verdade. E os cafajestes também não podem dizê-
la, pois eles só mentem. Esse é o nosso gabarito.

Resposta: C

13. FGV – BADESC – 2010) Certo dia, três amigos fizeram, cada um deles, uma
afirmação:

Aluísio: – Hoje não é terça-feira.

Benedito: – Ontem foi domingo.

Camilo: – Amanhã será quarta-feira.

Sabe-se que um deles mentiu e que os outros dois falaram a verdade.

Assinale a alternativa que indique corretamente o dia em que eles fizeram essas
afirmações.

(A) sábado.

(B) domingo.

(C) segunda-feira.
62895983097

(D) terça-feira.

(E) quarta-feira.

RESOLUÇÃO:

Observe as afirmações de Benedito e Camilo:

Benedito: – Ontem foi domingo.

Camilo: – Amanhã será quarta-feira.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Se Benedito tiver falado a verdade, então “hoje” é segunda. E se Camilo tiver
falado a verdade, então “hoje” é terça. Veja que essas informações são
contraditórias. Portanto, ou Benedito mentiu ou Camilo mentiu.

Agora compare o que Camilo disse com o que Aluísio disse:

Aluísio: – Hoje não é terça-feira.

Camilo: – Amanhã será quarta-feira.

Essas informações também são contraditórias, pois Camilo afirma que “hoje”
é terça, enquanto Aluísio diz que não.

Como a afirmação de Camilo contradiz tanto a de Benedito quanto a de


Aluísio, ele deve ser o mentiroso. Sendo ele o mentiroso, então a informação dos
demais é verdadeira. Como Benedito disse que ontem foi domingo, então “hoje” é
segunda-feira.

Resposta: C

14. FGV – Senado Federal – 2008) Um crime é cometido por uma pessoa e há
quatro suspeitos: André, Eduardo, Rafael e João. Interrogados, eles fazem as
seguintes declarações:

• André: Eduardo é o culpado.

• Eduardo: João é o culpado.

• Rafael: Eu não sou culpado.

• João: Eduardo mente quando diz que eu sou culpado.

Sabendo que apenas um dos quatro disse a verdade, o culpado:


62895983097

(A) é certamente André.

(B) é certamente Eduardo.

(C) é certamente Rafael.

(D) é certamente João.

(E) não pode ser determinado com essas informações.

RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Antes de começar a análise, veja que podemos trocar a frase de João para
“Eu não sou culpado”, sem prejuízo da lógica. Afinal, é isso que João quer dizer
quando afirma que Eduardo mente.

Se uma afirmação é mentirosa, então a sua negação é uma verdade.


Vejamos o que seria a negação de cada uma dessas informações:

• André: Eduardo é o culpado.  Eduardo NÃO é o culpado

• Eduardo: João é o culpado.  João NÃO é o culpado

• Rafael: Eu não sou culpado.  Eu sou o culpado

• João: Eu não sou culpado.  Eu sou o culpado.

Observe as frases de Rafael e João. Se eles dois tivessem mentido, a


negação de suas afirmações seria verdadeira. Porém é impossível que as duas
negações sejam verdadeiras, pois uma diz que Rafael é o culpado e a outra que
João é o culpado. Portanto, um dos dois – Rafael ou João – disse a verdade.

Vamos assumir que Rafael disse a verdade. Neste caso, André, João e
Eduardo mentiram, de modo que a negação de suas frases deve ser verdade:

• André: Eduardo NÃO é o culpado

• Eduardo: João NÃO é o culpado

• João: Eu sou o culpado.

Veja que não é possível que essas duas últimas frases sejam verdadeiras ao
mesmo tempo, pois uma diz que João não é culpado, e a outra diz que ele é
culpado. Portanto, não podemos assumir que Rafael disse a verdade.

Vamos então assumir que João disse a verdade. Neste caso, as negações
das frases dos demais também deve ser verdadeira:
62895983097

• André: Eduardo NÃO é o culpado

• Eduardo: João NÃO é o culpado

• Rafael: Eu sou o culpado

Veja que agora não caímos em nenhuma contradição. Rafael é o culpado, e


os demais não são. Letra C.

Resposta: C

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

15. FGV – SUDENE/PE – 2013)


Alberto, Bernardo e Camilo trabalham em uma obra. Um deles é eletricista, outro
é marceneiro e outro pintor, não necessariamente nessa ordem. Quando o
novo supervisor perguntou sobre suas qualificações eles disseram:
• Alberto: — Eu sou eletricista.
• Bernardo: — Alberto não é marceneiro.
• Camilo: — Bernardo não é pintor.
Sabe se que das três declarações acima, somente uma é verdadeira.
É correto concluir que
(A) Camilo é eletricista.
(B) Bernardo é marceneiro.
(C) Alberto é eletricista.
(D) Camilo é pintor.
(E) Bernardo disse a verdade.
RESOLUÇÃO:
Somente um falou a verdade. Inicialmente, vamos “chutar” que Alberto falou
a verdade (e os demais mentiram). Ou seja, Alberto seria de fato eletricista. Como
Bernardo mentiu, seria falso que “Alberto não é marceneiro”, ou seja, seria
verdadeiro que “Alberto é marceneiro”. Ora, não tem como Alberto ser eletricista e
marceneiro ao mesmo tempo. Chegamos a uma incoerência, o que elimina essa
possibilidade.
Agora vamos chutar que Bernardo falou a verdade. Portanto, Alberto não
seria marceneiro. Os demais mentiram. Pela frase de Alberto, concluímos que ele
NÃO é o eletricista. Se ele não é nem o marceneiro e nem o eletricista, só resta ele
ser o pintor. Mas, pela frase de Camilo, percebemos que Bernardo É pintor. Temos
62895983097

uma incoerência, pois tanto Alberto como Bernardo teriam a mesma profissão
(pintor).
Assumindo que Camilo falou a verdade, então Bernardo não seria pintor. Da
frase de Bernardo, que seria uma mentira, concluímos que Alberto É marceneiro. E
a frase de Alberto realmente seria uma mentira. Portanto, Alberto seria o
marceneiro, Bernardo o eletricista (pois ele não seria o pintor), e Camilo o pintor.
RESPOSTA: D

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

16. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Uma substância A, outra substância B e


uma terceira substância C estão, cada uma, dentro de gavetas diferenciadas
apenas pelas cores dos chaveiros de suas chaves. Não se sabe qual a substância
está em qual gaveta, assim como não é possível ver o interior de cada uma das
gavetas. Sabe-se, porém, que das três afirmações a seguir, apenas uma é
verdadeira:

I. Na gaveta com chaveiro azul está a substância A.

II. Na gaveta com chaveiro amarelo não está a substância B.

III. Na gaveta com chaveiro vermelho não está a substância A.

Com base nas informações, a ordem correta das cores dos chaveiros das chaves
das gavetas que contêm as substâncias A, B e C, nessa ordem, é

a) vermelho, azul e amarelo

b) amarelo, vermelho e azul

c) vermelho, amarelo e azul

d) azul, amarelo e vermelho

e) azul, vermelho e amarelo

RESOLUÇÃO:

Se assumirmos que a afirmação I é verdadeira, as duas outras são falsas.


Com isso, o chaveiro azul é o da substância A (afirmação I). E, como II e III são
falsas, o contrário delas é verdadeiro, ou seja: o chaveiro azul é o da substância B,
62895983097

e o chaveiro vermelho é o da substância A. Chegamos numa contradição, pois tanto


o chaveiro azul quanto o vermelho seriam associados à substância A.

Se assumirmos que a afirmação II é a verdadeira, as demais (I e III) são


falsas. Com isso, o chaveiro azul NÃO seria o da substância A; o amarelo NÃO
seria o da substância B; e o vermelho SERIA o da substância A. Assim, seria
necessário que o amarelo fosse o de C, e o azul fosse o de B. Ficaríamos com: A =
vermelho, B = azul, C = amarelo. Temos isso na alternativa A.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Se assumíssemos que a afirmação III é a verdadeira, diríamos que o
vermelho não é o de A (afirmação III), e que o azul também não é o de A (contrário
da afirmação I). Com isso, restaria apenas o amarelo para A. Mas o contrário da
afirmação II (que seria verdadeiro) nos diria que o amarelo é o chaveiro da
substância B, o que nos leva à duas substâncias (A e B) com o mesmo chaveiro.
Temos uma contradição.

RESPOSTA: A

17. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Em um reino distante, um homem


cometeu um crime e foi condenado à forca. Para que a sentença fosse executada, o
rei mandou que construíssem duas forcas e determinou que fossem denominadas
Forca da Verdade e Forca da Mentira. Além disso, ordenou que na hora da
execução o prisioneiro deveria proferir uma sentença assertiva qualquer. Se a
sentença fosse verdadeira, ele deveria ser enforcado na Forca da Verdade. Se, por
outro lado, a sentença fosse falsa, ele deveria ser enforcado na Forca da Mentira.
Assim, no momento da execução, foi solicitado que o prisioneiro proferisse a sua
asserção. Ao fazer isso, o carrasco ficou completamente sem saber o que fazer e a
execução foi cancelada!

Assinale qual das alternativas representa a asserção que o prisioneiro teria


proferido.

a) “Está chovendo forte”.

b) “O carrasco não vai me executar”.

c) “A soma dos ângulos de um triângulo é cento e oitenta graus”.


62895983097

d) “Dois mais dois é igual a cinco”.

e) “Serei enforcado na Forca da Mentira”.

RESOLUÇÃO:

A frase dita pelo condenado não pode ser uma verdade e nem uma mentira,
pois se fosse verdadeira ele teria sido enforcado na Forca da Verdade, e se fosse
mentira ele teria sido enforcado na Forca da Mentira.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Observe que a frase da alternativa A pode ser verdade ou mentira,
dependendo do clima do dia. Se fosse dita a frase B, ela seria uma mentira, pois o
carrasco iria executar. A frase C é uma verdade, e ele seria executado. A frase D é
uma mentira, e ele também seria executado. Resta apenas a alternativa E, que é o
gabarito. Mas vamos entendê-la melhor.

Ao dizer “Serei enforcado na Forca da Mentira”, temos o seguinte:

- se a frase dita for considerada verdadeira, então o condenado deveria ser


enforcado na Forca da Mentira. Mas, para ele ser enforcado na Forca da Mentira,
ele deveria ter mentido, e não dito a verdade!

- se o condenado fosse enforcado na Forca da Verdade após dizer essa frase,


também teríamos uma contradição, pois o condenado teria mentido (ele disse que
seria enforcado na Forca da Mentira) e, mesmo assim, estaria sendo executado na
Forca da Verdade.

Repare que a frase dita pelo condenado gerou uma contradição, e em


qualquer caso não seria possível enforca-lo de maneira coerente com as regras das
Forcas. Por isso ele não foi executado.

RESPOSTA: E

18. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Antonio, Bernardo e Caetano são três
amigos. Sempre que uma pergunta é feita a eles, dois falam a verdade e um mente.

Ao serem questionados sobre quem era o mais velho, responderam:

Antonio: Bernardo nasceu primeiro.


62895983097

Bernardo: Eu não sou o mais velho.

Caetano: Antonio é o mais velho.

O nome de quem mentiu ao responder essa pergunta e o nome do mais velho dos
amigos são, respectivamente,

a) Bernardo e Bernardo.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
b) Bernardo e Caetano.

c) Antonio e Antonio.

d) Caetano e Caetano.

e) Antonio e Bernardo.

RESOLUÇÃO:

Vamos assumir que Antônio mentiu. Portanto, Bernardo NÃO nasceu


primeiro. Os demais disseram a verdade: Bernardo não é o mais velho, e Antônio é
o mais velho. Não temos nenhuma contradição aí. Portanto, Antônio mentiu, e o
mais velho é Antônio também. O gabarito é C.

Se assumíssemos que Bernardo mentiu, por exemplo, então ele seria o mais
velho (pois o contrário da frase dele seria verdade). Mas a frase de Caetano seria
verdadeira, dizendo que Antonio que é o mais velho. Teríamos uma contradição.

Se assumíssemos que Caetano mentiu, então Antônio NÃO seria o mais


velho. Pela frase de Antônio, vemos que Bernardo seria o mais velho, mas pela
frase de Bernardo veríamos que ele NÃO é o mais velho. Outra contradição.

RESPOSTA: C

19. FCC – SEAD/PI – 2013) Dadá, Cazuza, Timbó, Birito e Piloto são cinco meninos
espertos que gostam de jogar futebol no gramado da casa de seu Nonô, um
simpático senhor. Certo dia, um chute dado por um dos meninos fez com que a bola
quebrasse o vidro de uma das janelas da casa, o que levou seu Nonô a chamar a
atenção dos garotos, perguntando a eles quem foi o responsável pelo estrago. Os
62895983097

meninos disseram o seguinte:


 Dadá: o responsável não é o Timbó.
 Cazuza: o responsável está mentindo.
 Timbó: o responsável não é o Dadá.
 Birito: o responsável é o Cazuza ou é o Dadá.
 Piloto: o responsável é o Birito ou o Timbó.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Também se sabe que o responsável sempre mente e os demais sempre falam a
verdade. Neste sentido, é possível afirmar que quem chutou a bola e quebrou a
vidraça foi
(A) Birito.
(B) Piloto.
(C) Dadá.
(D) Cazuza.
(E) Timbó.
RESOLUÇÃO:
Vamos “testar” se cada um é o responsável. Se Dadá é o responsável, então
ele mentiu e os demais falaram a verdade. Com isso:
 Dadá: o responsável não é o Timbó.  se isso fosse mentira, o responsável
seria o Timbó, e não o Dadá (como assumimos). Chegamos numa
contradição.

Se Cazuza for o responsável, então a frase dele seria uma mentira:


 Cazuza: o responsável está mentindo.  para isso ser uma mentira, era
preciso que o responsável estivesse falando a verdade. Mas o próprio
enunciado disse que o responsável mente. Chegamos numa contradição.

Se Timbó é o responsável:
 Timbó: o responsável não é o Dadá.  se isso fosse mentira, o responsável
seria Dadá, e não Timbó (como assumimos). Chegamos numa contradição.

Se Birito é o responsável, sua frase é mentira:


 Birito: o responsável é o Cazuza ou é o Dadá.  portanto, nem Cazuza nem
62895983097

Dadá são os responsáveis. Como eles não são responsáveis, eles falam a
verdade. A frase de Cazuza realmente é verdadeira, pois o responsável está
mentindo. Já a frase de Dadá nos mostra que Timbó também não é o
responsável, e a frase de Timbó mostra que Dadá também não é o
responsável. A frase de Piloto (o responsável é Birito ou Timbó) está ok, pois
de fato o responsável é Birito. Assim, não temos nenhuma contradição. O
responsável é, de fato, Birito.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Só por efeitos didáticos, vamos assumir que Piloto é o responsável. Neste caso,
sua frase seria uma mentira:
 Piloto: o responsável é o Birito ou o Timbó.  logo, nem Birito nem Timbó
são responsáveis, e as frases deles são verdades. Só que Birito disse que o
responsável é Cazuza ou Dadá, e não Piloto, como assumimos. Temos uma
contradição novamente.

Resposta: A

20. CESGRANRIO – BNDES – 2004) Em uma cidade há dois irmãos gêmeos,


Pedro e Paulo. Pedro sempre mente e Paulo sempre diz a verdade. Uma pessoa fez
duas perguntas a eles; um dos irmãos respondeu à primeira e o outro, à segunda.
As perguntas foram:
i) seu nome é Pedro?
ii) como seu irmão responderia à primeira pergunta?
Pode-se afirmar que:
(A) as respostas obtidas foram sim e sim.
(B) as respostas obtidas foram sim e não.
(C) as respostas obtidas foram não e sim.
(D) as respostas obtidas foram não e não.
(E) se a segunda resposta for sim, o interpelado é Pedro.
RESOLUÇÃO:
Vamos analisar as possíveis respostas para cada pergunta:
i) seu nome é Pedro?
Se esta pergunta foi feita à Pedro, a resposta foi NÃO, pois ele mente. Se ela
foi feita à Paulo, a resposta foi NÃO, pois ele de fato não é Pedro.
62895983097

ii) como seu irmão responderia à primeira pergunta?


Se esta pergunta foi feita à Pedro, a resposta foi SIM, pois ele fala o inverso
do que seria a resposta do irmão (que, como vimos acima, seria NÃO).
Se esta pergunta foi feita à Paulo, a resposta seria NÃO, pois ele fala
exatamente a resposta que seria dada por Pedro.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, repare que as respostas à primeira pergunta não são suficientes
para identificar o irmão que respondeu, pois ambos dão a mesma resposta. A
segunda pergunta permite identificar quem respondeu. Caso a resposta seja NÃO, o
interpelado é Paulo, e caso a resposta seja SIM, o interpelado é Pedro, como vemos
na alternativa E.
Resposta: E

2.3 QUESTÕES ENVOLVENDO CALENDÁRIO


Várias questões de Raciocínio Lógico exigem que você saiba utilizar o
calendário, calcular dias da semana, trabalhar com anos bissextos etc.

Para trabalhar com calendários, é importante lembrar que chamamos de


“semana” um conjunto formado por 7 dias consecutivos. Normalmente dizemos que
as semanas começam no domingo e terminam no sábado seguinte. Mas isso não é
obrigatório. Podemos considerar que a semana começa em qualquer dia. Por
exemplo, podemos ter semanas começando em uma quinta-feira e terminando na
quarta-feira seguinte. Ou começando numa terça-feira e terminando na segunda-
feira seguinte. E assim por diante.

Oos anos “normais” tem 365 dias, sendo que o mês de Fevereiro tem 28
dias. Nos anos bissextos, temos 29 dias em Fevereiro, o que resulta em 366 dias no
total. Os anos bissextos ocorrem de 4 em 4 anos, sempre nos anos que são
múltiplos de 4. Para saber se um determinado ano é múltiplo de 4, basta fazer o
seguinte: observe o número formado pelos 2 últimos dígitos (por exemplo, em 1983,
observe o 83 apenas). Se este número for múltiplo de 4, então o ano é bissexto
(neste caso, 83 não é múltiplo de 4, de modo que o ano 1983 não é bissexto).

Se dividirmos 365 por 7, obtemos quociente 52 e resto 1. Isto significa que


62895983097

um ano de 365 dias é composto por 52 semanas completas, de 7 dias cada uma, e
mais 1 dia. Portanto, se o dia 01 de Janeiro de um determinado ano é uma
segunda-feira, qual dia da semana será o próximo 01 de Janeiro? Basta lembrar
que, ao longo deste ano, teremos 52 semanas, todas elas começando numa
segunda-feira (assim como o primeiro dia do ano) e terminando no domingo
seguinte. Além disso, teremos mais 1 dia, que neste caso será uma segunda-feira.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, o último dia do ano é uma segunda-feira, de modo que o dia 01 de Janeiro
do ano seguinte é uma terça-feira.

Se dividirmos 366 por 7, obtemos quociente 52 e resto 2. Portanto, em um


ano bissexto temos 52 semanas completas e mais 2 dias. Assim, se este ano
bissexto começar numa quarta-feira, teremos 52 semanas começando na quarta e
terminando na terça seguinte, e mais 2 dias: quarta e quinta. Isto significa que este
ano terminará numa quinta-feira, de modo que o primeiro dia do ano seguinte será
uma sexta-feira.

Além do mês de Fevereiro, que pode ter 28 ou 29 dias, os demais meses do


ano tem 30 ou 31 dias. Ao longo do ano só temos um caso de dois meses seguidos
com 31 dias (julho e agosto). Nos demais casos temos uma alternância. Veja:

- Janeiro: 31

- Fevereiro: 28 ou 29 (se bissexto)

- Março: 31

- Abril: 30

- Maio: 31

- Junho: 30

- Julho: 31

- Agosto: 31

- Setembro: 30

- Outubro: 31

- Novembro: 30
62895983097

- Dezembro: 31.

O número 28 é um múltiplo de 7, pois 4 x 7 = 28. Assim, nos meses de 28


dias teremos 4 semanas completas. Esta semana não precisa necessariamente
começar num domingo. Se o dia 01 de Fevereiro for um sábado, por exemplo, então
os dias 08, 15 e 22 também serão sábados.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Os meses de 29 dias terão 4 semanas completas e mais 1 dia. Assim,
teremos 4 repetições de cada dia da semana (segunda, terça, quarta, quinta... etc) e
mais 1 dia, que será a repetição do primeiro dia do mês. Portanto, se um mês de
Fevereiro com 29 dias começar numa terça-feira, teremos 4 semanas completas
começando em terças-feiras e encerrando nas segundas-feiras seguintes, e mais 1
dia, que será outra terça-feira. Este mês terá, portanto, 4 repetições de cada dia da
semana (exceto terça), e 5 repetições da terça-feira.
Os meses de 30 dias tem 4 semanas completas e mais 2 dias (que são
repetições dos dois primeiros dias do mês). Assim, se um mês de 30 dias começa
na segunda-feira, teremos 4 semanas completas começando em segundas-feiras e
encerrando nos domingos seguintes, e mais dois dias: segunda e terça. Este mês
terá 5 segundas e 5 terças, e mais 4 repetições de cada um dos outros dias da
semana.
Por fim, nos meses de 31 dias temos 4 semanas e mais 3 dias, que são
repetições dos três primeiros dias do mês.
Uma última observação que pode facilitar a resolução de vários exercícios:
nos anos “normais” (365 dias), o primeiro e o último dia do ano são o mesmo dia da
semana (ex.: como 01/01/2014 foi quarta-feira, então certamente 31/12/2014 será
quarta-feira).

21. FCC – SEFAZ/SP – 2009) No período de 2010 a 2050, os anos bissextos (isto
é, aqueles com 366 dias) são todos aqueles divisíveis por 4. Sabendo que 2010 terá
53 sextas-feiras, o primeiro ano desse período em que o dia 1o de janeiro cairá
numa segunda-feira será
(A) 2013
(B) 2014 62895983097

(C) 2016
(D) 2018
(E) 2019
RESOLUÇÃO:
Como uma semana tem 7 dias, em um ano de 365 dias temos 52 semanas
inteiras e mais 1 dia (observe que 365 / 7 tem quociente 52 e resto 1). Se 2010 teve
53 sextas-feiras, isto significa que este ano teve 52 semanas, ou seja, 52 vezes

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
cada um dos dias da semana, e mais uma sexta-feira (que foi o último dia do ano).
Portanto, o dia 1º de janeiro de 2011 foi um sábado.
Observe ainda que 2012 é o primeiro ano do intervalo 2010-2050 que é
divisível por 4, ou seja, é bissexto. Nos anos normais, temos 52 semanas e mais 1
dia, de modo que, se 2011 começou num sábado, 2012 começará num domingo. Já
nos anos bissextos, temos 52 semanas e mais 2 dias, de modo que se 2012
começou em um domingo, 2013 começará em uma terça-feira. Assim, temos:
- 2011: começa no sábado
- 2012 : começa no domingo
- 2013: começa na terça, pois 2012 foi bissexto
- 2014: começa na quarta
- 2015: começa na quinta-feira
- 2016: começa na sexta-feira
- 2017: começa no domingo, pois 2016 foi bissexto.
- 2018: começa na segunda
Portanto, o próximo ano a começar em uma segunda-feira é 2018 (letra D).
Resposta: D

22. FGV – MEC – 2009) O ano de 2009 começou em uma quinta-feira. Sabendo-se
que os anos de 2012 e 2016 serão bissextos, ou seja, terão 366 dias cada um, é
correto afirmar que o ano voltará a começar em uma quinta-feira em:
(A) 2014
(B) 2015
(C) 2016
(D) 2017
(E) 2018 62895983097

RESOLUÇÃO:
Os anos de 365 dias possuem 52 semanas de 7 dias, sobrando ainda 1 dia
Devido a este dia excedente, se um ano começou na quinta-feira, o ano seguinte
começará na sexta-feira (há um avanço de 1 dia da semana), o próximo no sábado,
e assim por diante.
Ocorre que de 4 em 4 anos temos um ano bissexto. Nestes anos de 366 dias,
temos 52 semanas e sobram 2 dias. Portanto, quando o ano é bissexto teremos o

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
avanço, de um ano para o outro, de 2 dias da semana. Portanto, se um ano bissexto
começou na quinta-feira, o ano seguinte começará no sábado.
Com isso em mente, e sabendo que 2009 não é bissexto e começou na
quinta-feira, teremos:
- 2010: começou na sexta-feira, isto é, 1 dia da semana após 2009;
- 2011: começou no sábado;
- 2012: começou no domingo;
- 2013: começou na terça-feira, pois 2012 foi bissexto, assim houve um avanço de 2
dias da semana;
- 2014: começou na quarta-feira;
- 2015: começou na quinta-feira.
Portanto, apenas em 2015 voltaremos a ter um ano começando no mesmo
dia da semana que 2009.
Resposta: B

23. FCC – TRF/2ª – 2012) Suponha que, no dia 15 de janeiro de 2011, um sábado,
Raul recebeu o seguinte e-mail de um amigo:
“Este é um mês especial, pois tem 5 sábados, 5 domingos e 5 segundas-feiras e
isso só ocorrera novamente daqui a 823 anos. Repasse esta mensagem para mais
10 pessoas e, dentro de alguns dias, você receberá uma boa notícia.”
Tendo em vista que é aficionado em Matemática, Raul não repassou tal mensagem
pois, após alguns cálculos, constatou que a afirmação feita na mensagem era falsa.
Assim sendo, lembrando que anos bissextos são números múltiplos de 4, Raul pode
concluir corretamente que o próximo ano em que ocorrência de 5 sábados, 5
domingos e 5 segundas-feiras acontecerá no mês de janeiro será:
(A) 2022. 62895983097

(B) 2021.
(C) 2020.
(D) 2018.
(E) 2017.
RESOLUÇÃO:
Janeiro tem 31 dias. Dividindo por 7, temos quociente 4 e resto 3. Isto é,
temos 4 semanas inteiras e mais 3 dias. Portanto, cada dia da semana se repetirá 4
vezes, e, além disso, teremos mais 1 repetição de 3 dias da semana, totalizando 5

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
repetições para estes últimos. Para termos a 5ª repetição do sábado, domingo e
segunda, é preciso que o mês comece em um sábado. Por que? Pois iniciando
neste dia, nos primeiros 28 dias do mês teremos 4 semanas completas, iniciando
em sábados e terminando em sextas-feiras. Nos 3 últimos dias, teremos mais um
sábado, mais um domingo e mais uma segunda, totalizando as 5 repetições de cada
um desses dias.
Portanto, basta que janeiro comece em um sábado para que o mês seja
“especial”, como disse o enunciado. Como foi dito, isto ocorreu em 2011. Em que
dia da semana começará o mês de janeiro do ano seguinte (2012)? Ora, 2011 não é
bissexto, tendo 365 dias. Dividindo por 7, temos quociente 52 e resto 1, o que nos
indica que temos 52 semanas completas e mais 1 dia. Como janeiro de 2011
começou em um sábado, teremos 52 semanas começando em sábados e
terminando em sextas-feiras, e mais 1 dia – um sábado – de modo que o ano de
2012 começará em um domingo. Ou seja, de um ano para o outro, tivemos o
“avanço” de 1 dia da semana. Em que dia começará 2013? Uma segunda-feira?
Não, pois 2012 é bissexto (veja que 2012 é múltiplo de 4). Assim, 2012 tem 366
dias, ou seja, 52 semanas e mais 2 dias. Portanto, como este ano começou em um
domingo, teremos 52 semanas começando em domingos e terminando em sábados
e mais dois dias – um domingo e uma segunda – de modo que 2013 começará em
uma terça-feira. Prosseguindo, temos:
- 2014: começará em uma quarta-feira (avançamos 1 dia, pois 2013 não é bissexto)
- 2015: começará em uma quinta-feira (avançamos 1 dia, pois 2014 não é bissexto)
- 2016: começará em uma sexta-feira (avançamos 1 dia, pois 2015 não é bissexto)
- 2017: começará em um domingo (avançamos 2 dias, pois 2016 é bissexto!!!)
- 2018: começará em uma segunda-feira (avançamos 1 dia, pois 2017 não é
bissexto) 62895983097

- 2019: começará em uma terça-feira (avançamos 1 dia, pois 2018 não é bissexto)
- 2020: começará em uma quarta-feira (avançamos 1 dia, pois 2019 não é bissexto)
- 2021: começará em uma sexta-feira (avançamos 2 dias, pois 2020 é bissexto!!!)
- 2022: começará em um sábado (avançamos 1 dia, pois 2021 não é bissexto)

Portanto, veja que 2022 começará em um sábado, de modo que o mês de


janeiro terá 5 sábados, 5 domingos e 5 segundas.
Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

24. FCC – TRT/6ª – 2012 ) Em um determinado ano, o mês de abril, que possui um
total de 30 dias, teve mais domingos do que sábados. Nesse ano, o feriado de 1o de
maio ocorreu numa
(A) segunda-feira.
(B) terça-feira.
(C) quarta-feira.
(D) quinta-feira.
(E) sexta-feira.
RESOLUÇÃO:
Sabemos que uma semana tem 7 dias. Dividindo 30 dias por 7, saberemos
quantas semanas temos neste mês. Veja que essa divisão possui resultado
(quociente) igual a 4 e resto igual a 2. Isto significa que, em Abril, temos 4 conjuntos
de 7 dias (ou seja, 4 semanas completas), e restam 2 dias.
Desta forma, teremos pelo menos 4 segundas-feiras, 4 terças-feiras, e assim
por diante. O resto encontrado nos indica que teremos mais uma repetição de dois
dias da semana, que passarão a aparecer 5 vezes no mês de Abril.
Para que tenhamos mais domingos do que sábados, é preciso que o
domingo se repita 5 vezes e o sábado apenas 4. Isto só é possível se o mês
começar no domingo. Visualize isso abaixo:
1ª semana: Domingo, Segunda, Terça..., Sábado ( 7 dias até aqui)
2ª semana: Domingo, Segunda, Terça..., Sábado (14 dias até aqui)
3ª semana: Domingo, Segunda, Terça..., Sábado (21 dias até aqui)
4ª semana: Domingo, Segunda, Terça..., Sábado (28 dias até aqui)
5ª semana: Domingo, Segunda (30 dias – final do mês)

62895983097

Portanto, o último dia de Abril é uma segunda-feira, de modo que o 1º dia de


Maio será uma terça-feira.
Resposta: B

25. FCC – TRT/1ª – 2013) Em um planeta fictício X, um ano possui 133 dias de 24
horas cada, dividido em 7 meses de mesma duração. No mesmo período em que
um ano terrestre não bissexto é completado, terão sido transcorridos no planeta X,
exatamente,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 1 ano, 6 meses e 4 dias.
(B) 2 anos e 4 dias.
(C) 2 anos e 14 dias.
(D) 2 anos, 5 meses e 14 dias.
(E) 2 anos, 5 meses e 4 dias.
RESOLUÇÃO:
Observe que 1 ano do planeta X dura 133 dias, de modo que 2 anos duram
266 dias. Para completar 365 dias, faltam ainda 365 – 266 = 99 dias.
Veja ainda que o ano do planeta X é composto por 7 meses de 19 dias cada.
Assim, 5 meses contém 95 dias. Sobram ainda 4 dias.
Portanto, 365 dias terrestres equivalem a 2 anos, 5 meses e 4 dias do
planeta X.
Resposta: E

26. FGV – CAERN – 2010) Os anos bissextos tem 366 dias, um a mais do que
aqueles que não são bissextos. Esse dia a mais é colocado sempre no final do mês
de fevereiro, que, nesses casos, passa a terminar no dia 29. Se um ano bissexto
começa numa segunda-feira, o ano seguinte termina em um(a):

a) domingo

b) terça-feira

c) segunda-feira

d) quarta-feira

e) quinta-feira

RESOLUÇÃO:
62895983097

Se um ano é bissexto, ele tem 366 dias, e o ano seguinte (que não será
bissexto) tem 365 dias. Assim, entre o primeiro dia de um ano bissexto e o último
dia do ano seguinte temos 730 dias (366 + 365 – 1).

Uma semana inteira possui 7 dias. Dividindo 730 por 7 encontramos


quociente igual a 104 e resto igual a 2. Isso significa que entre o primeiro dia de um
ano bissexto e o último dia do ano seguinte temos 104 semanas inteiras e restam

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
ainda 2 dias. Assim se o primeiro ano começou em uma segunda feira, o ano
seguinte terminará 2 dias da semana depois, ou seja, numa quarta-feira.

Resposta: D

27. FCC – TRT/9ª – 2013) Em nosso calendário, há dois tipos de anos em relação à
sua duração: os bissextos, que duram 366 dias, e os não bissextos, que duram 365
dias. O texto abaixo descreve as duas únicas situações em que um ano é bissexto.
- Todos os anos múltiplos de 400 são bissextos − exemplos: 1600, 2000, 2400,
2800;
- Todos os anos múltiplos de 4, mas não múltiplos de 100, também são bissextos −
exemplos: 1996, 2004, 2008, 2012. Sendo n o total de dias transcorridos no período
que vai de 01 de janeiro de 1898 até 31 de dezembro de 2012, uma expressão
numérica cujo valor é igual a n é
(A) 29 + 365 x (2012 − 1898 + 1).
(B) 28 + 365 x (2012 − 1898).
(C) 28 + 365 x (2012 − 1898 + 1).
(D) 29 + 365 x (2012 − 1898).
(E) 30 + 365 x (2012 − 1898).
RESOLUÇÃO:
O número de anos entre 1898 e 2012, incluindo ambos, é dado por:
número de anos = 2012 – 1898 + 1

Repare que é preciso somar 1 unidade na expressão acima para garantir que
os extremos estão contemplados.
Se todos os anos tivessem 365 dias, o total de dias seria dado por:
365 x número de anos =
62895983097

365 x (2012 – 1898 + 1)

Precisamos agora saber quantos anos bissextos temos entre 1898 e 2012,
pois para cada ano bissexto precisamos incluir mais 1 dia. Note que 1898 não é
múltiplo de 4, porém 1900 é. Entretanto, 1900 é múltiplo de 100, mas não de 400,
portanto não é bissexto. Assim, o primeiro ano bissexto neste intervalo é 1904, e o

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
último é 2012 (que também é múltiplo de 4). Note que 2000 é bissexto, pois é
múltiplo de 400.
Neste intervalo, o número de anos bissextos é:
Anos bissextos = (2012 – 1904) / 4 + 1 = 28

Veja que novamente precisamos somar 1 unidade para contemplar os


extremos. Assim, o valor “n” será dado por:
n = 28 + 365 x (2012 – 1898 + 1)
Resposta: C

28. FCC – MPE/AM – 2013) No Brasil, entendemos como final de semana o período
da semana que compreende o sábado e o domingo. Em determinado ano, para que
o mês de setembro, que é composto por 30 dias, tenha 5 finais de semana
completos, o dia 7 de setembro deverá cair em
(A) um sábado.
(B) uma sexta-feira.
(C) uma quinta-feira.
(D) uma quarta-feira.
(E) uma terça-feira.
RESOLUÇÃO:
Observe que 30 dias correspondem a 4 semanas de 7 dias e mais 2 dias
“adicionais”. Ou seja, normalmente o mês de setembro já tem 4 finais de semana
(um em cada semana). Para garantir que ele tenha 5 finais de semana, é preciso
que os 2 dias “adicionais” também sejam um final de semana.
Para isso, o mês já precisa começar em um final de semana (dia 1 deve ser
um sábado). Deste modo, repare que os dias 8, 15, 22 e 29 também serão sábados,
62895983097

totalizando 5 sábados. E os dias 2, 9, 16, 23 e 30 serão domingos.


Como o dia 8 é um sábado, então o dia 7 de setembro é uma sexta-feira.
Resposta: B

29. FCC – TRT/BA – 2013) Um ano bissexto possui 366 dias, o que significa que
ele é composto por 52 semanas completas mais 2 dias. Se em um determinado ano
bissexto o dia 1o de janeiro caiu em um sábado, então o dia 31 de dezembro cairá
em

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) um sábado.

(B) um domingo.

(C) uma 2a feira.

(D) uma 3a feira.

(E) uma 4a feira.

RESOLUÇÃO:

Temos que percorrer 52 semanas e mais 2 dias para ir de 1º de janeiro a 31


de dezembro. Cada uma das 52 semanas começa num sábado (assim como 1º de
janeiro) e termina na sexta-feira seguinte. Após isso, temos mais dois dias: um
sábado e um DOMINGO. Este último é o dia 31 de dezembro.

RESPOSTA: B

30. FCC – TRT/BA – 2013) A “Guerra dos Mil Dias” foi uma guerra civil que ocorreu
na Colômbia, tendo começado no ano de 1899. Considerando que o conflito tenha
durado exatamente 1000 dias, é possível concluir, apenas com as informações
fornecidas, que seu término

(A) ocorreu, certamente, no ano de 1901.

(B) pode ter ocorrido no ano de 1901 ou de 1902.

(C) ocorreu, certamente, no ano de 1903.

(D) ocorreu, certamente, no ano de 1902.


62895983097

(E) pode ter ocorrido no ano de 1902 ou de 1903.

RESOLUÇÃO:

Dividindo 1000 por 365 (número de dias em um ano*), vemos que 1000 dias
correspondem a aproximadamente 2,73 anos. Ou seja, a guerra consumiu 2 anos
completos e mais parte de um terceiro ano.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Se a guerra começou no início de 1899, ela consumiu 2 anos completos
(1899 e 1900) e acabou em meados de 1901.

Já se a guerra começou próximo do final de 1899, ela consumiu dois anos


completos (1900 e 1901) e mais uma parte do ano seguinte, que é 1902.

Assim, o término da guerra ocorreu em 1901 ou 1902.

RESPOSTA: B

Obs.: (*) veja que, como estamos fazendo cálculos aproximados, não precisamos
nos preocupar se algum dos anos é bissexto, tendo 366 dias.

31. FGV – MPE/MS – 2013) Em certo ano, o 100º dia caiu em um domingo.
Então, nesse ano, o 200º dia foi uma:
a) segunda-feira.
b) terça-feira.
c) quarta-feira.
d) quinta-feira.
e) sexta-feira.
RESOLUÇÃO:
Do 100º ao 200º dia temos 100 dias. Dividindo por 7, vemos que 100 dias
correspondem a 14 semanas completas e mais 2 dias. Portanto, teremos 14
semanas que começam em uma segunda-feira (dia seguinte ao 100º dia) e
terminam no domingo seguinte. Além disso, devemos somar mais dois dias:
segunda, TERÇA. Esse é o 200º dia.
RESPOSTA: B
62895983097

32. FGV – SUDENE/PE – 2013)


Em certo ano, não bissexto, a terça feira de carnaval caiu no dia 1º de março.
Nesse ano, o dia 1º de janeiro caiu em
(A) um domingo.
(B) uma segunda feira.
(C) uma quinta feira.
(D) uma sexta feira.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) um sábado.
RESOLUÇÃO:
De 1º de janeiro a 1º de março temos os 31 dias de janeiro, os 28 de
fevereiro, e mais o dia 1º de março, totalizando 31 + 28 + 1 = 60 dias. Dividindo 60
por 7 você verá que esses 60 dias correspondem a 8 semanas completas e mais 4
dias.
Portanto, ao voltar de 1º de março para 1º de janeiro, precisamos retornar 8
semanas completas (todas elas começando numa terça-feira, assim como 1º de
março, e terminando na quarta-feira da semana anterior), e depois voltar mais 4
dias: terça, segunda, domingo, SÁBADO. Portanto, 1º de janeiro é um sábado.
RESPOSTA: E

33. FGV – FUNDAÇÃO PRÓ-SANGUE/SP – 2013) Carlos é doador voluntário e


regularmente faz doações de sangue. Em um determinado ano ele fez uma doação
de 450 mL de sangue no dia 12 de junho, uma quarta-feira.
De acordo com as regras para doação de sangue, Carlos teve que esperar pelo
menos 60 dias para fazer uma nova doação. Entretanto, Carlos só faz doações de
sangue às quartas-feiras, único dia da semana que ele tem livre. Na primeira quarta-
feira após os 60 dias Carlos fez outra doação.
Esta outra doação foi feita no dia
a) 11 de agosto.
b) 12 de agosto.
c) 13 de agosto.
d) 14 de agosto.
e) 15 de agosto.
RESOLUÇÃO: 62895983097

60 dias correspondem a 8 semanas e mais 4 dias. Portanto, avançando 60


dias após a primeira doação, devemos passar 8 semanas inteiras (que começam
numa quinta-feira e terminam na quarta-feira da semana seguinte), e mais 4 dias.
Cada uma das 8 semanas termina nos seguintes dias:
- 19 de junho
- 26 de junho
- 3 de julho
- 10 de julho

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- 17 de julho
- 24 de julho
- 31 de julho
- 7 de agosto

Assim, 7 de agosto é uma quarta-feira. Com mais os 4 dias, chegamos ao dia


11 de agosto, um domingo. Como ele só doa sangue na quarta-feira, devemos
avançar até a próxima quarta-feira, que é o dia 14 de agosto.
RESPOSTA: D

34. CESGRANRIO – BACEN – 2010) O mês de fevereiro de um ano bissexto só


terá cinco sábados se começar em um(a)
(A) sábado
(B) domingo
(C) quarta-feira
(D) quinta-feira
(E) sexta-feira
RESOLUÇÃO:
Em um ano bissexto, fevereiro tem 29 dias. Dividindo 29 dias por 7 (número
de dias em uma semana), obtemos quociente 4 e resto 1. Ou seja, este mês tem 4
semanas inteiras e mais 1 dia.
Como temos 4 semanas inteiras, sempre teremos pelo menos 4 repetições
de cada dia da semana (segunda, terça, ...). Além disso, temos mais 1 dia, que será
a 5ª repetição de algum dia da semana.
Note que, se o mês começar em um sábado, teremos 4 semanas inteiras que
começam em um sábado e terminam na sexta-feira seguinte. O dia restante será o
62895983097

5º sábado.
Resposta: A

2.4 QUESTÕES SOBRE PADRÕES LÓGICOS


Nesse bloco veremos questões onde são apresentados figuras cujas
características possuem algum padrão. A sua tarefa é identificar esse padrão, para
então solucionar o problema.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

35. FCC – BACEN – 2006) Observe com atenção a figura abaixo:

Dos desenhos seguintes, aquele que pode ser encontrado na figura dada é:

RESOLUÇÃO:

Veja que podemos encontrar o desenho da alternativa C na figura do


enunciado. Marquei em vermelho:
62895983097

Resposta: C.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
36. FCC – BACEN – 2006) No quadriculado seguinte os números foram colocados
nas células obedecendo a um determinado padrão.

Seguindo esse padrão, o número X deve ser tal que:

a) X > 100

b) 90 < X < 100

c) 80 < X < 90

d) 70 < X < 80

e) X < 70

RESOLUÇÃO:

Observe que, na primeira coluna, 16 + 13 = 29 (soma). Já na segunda


coluna, 34 – 19 = 15 (subtração). Na terceira, voltamos a ter uma soma: 27 + 28 =
55. Portanto, na quarta devemos ter uma subtração: X – 42 = 66. Com isso,

X = 66 + 42

X = 108

Isto é, X é um valor maior que 100.

Resposta: A.

37. FCC – BACEN – 2006) Em cada linha do quadro abaixo, as figuras foram
62895983097

desenhadas obedecendo a um mesmo padrão de construção.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Segundo esse padrão, a figura que deverá substituir corretamente o ponto de


interrogação é:

RESOLUÇÃO:

Observe que temos 3 tipos de cabeças (triângulo, quadrado e círculo), 3 tipos


de braços (na horizontal, para baixo e para cima), e 3 tipos de pernas (em 90 graus,
abaixadas e levantadas).
62895983097

Nas duas linhas anteriores foram usados os 3 tipos de cabeças, braços e


pernas. Na última linha, ainda não foi usada a cabeça quadrada, os braços para
baixo e as pernas abaixadas. Das alternativas do exercício, apenas a letra B possui
essas 3 características, sendo ela o gabarito.

Resposta: B.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
38. FCC – TJ/PE – 2007) Considere a sequência de figuras abaixo:

A figura que substitui corretamente a interrogação é:

RESOLUÇÃO:
Observe as duas primeiras colunas. Veja que em cada uma delas temos 1
figura com rosto triangular, outra com rosto quadrado e outra com rosto circular. Da
mesma forma, uma delas tem olhos quadrados, outra tem olhos circulares e outra
tem olhos retos (“fechados”). Quanto ao nariz, uma delas tem o nariz apontando
para a esquerda, outra tem o nariz apontando para a direita, e outra tem o nariz
apontando para a frente. 62895983097

Na coluna da direita, falta apenas uma figura com:


- rosto circular
- olhos retos (“fechados”)
- nariz apontando para a esquerda.
Esta figura está reproduzida na alternativa A.
Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
39. FCC – TCE-PB – 2006) Considere a figura abaixo:

Se fosse possível deslizar sobre esta folha de papel as figuras apresentadas nas
alternativas abaixo, aquela que coincidiria com a figura dada é:

RESOLUÇÃO:

Veja que se girarmos a figura da letra B 90º no sentido horário, ela fica
exatamente na mesma posição da figura do enunciado. Observe que seria
62895983097

necessário “levantar” a figura do papel e trocá-la de lado para chegar nos desenhos
presentes nas demais letras.

Resposta: B.

40. FCC – TCE-PB – 2006) Observe que com 10 moedas iguais é possível construir
um triângulo:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Movendo apenas três dessas moedas é possível fazer com que o triângulo acima
fique com a posição invertida, ou seja, a base para cima e o vértice oposto para
baixo. Para que isso aconteça, as moedas que devem ser movidas são as de
números:
a) 1, 2 e 3
b) 1, 8 e 9
c) 1, 7, e 10
d) 2, 3 e 5
e) 5, 7 e 10

RESOLUÇÃO:

Observe que basta:

- colocar a bola 7 à esquerda da bola 2;

- colocar a bola 10 à direita da bola 3;

- colocar a bola 1 logo abaixo das bolas 8 e 9;

Feito isso, teremos o triângulo invertido:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Resposta: C.

41. FCC – TRT/BA – 2013) Pretende-se pintar alguns dos 25 quadradinhos do


quadriculado 5 × 5 mostrado na figura a seguir.

O número máximo de quadradinhos que poderão ser pintados de modo que


quaisquer dois quadradinhos pintados nunca possuam um lado em comum é igual a

(A) 15.

(B) 13.

(C) 12.

(D) 10.

(E) 9.

RESOLUÇÃO:

Veja no desenho abaixo uma maneira de pintar os quadradinhos de acordo


com as regras do enunciado, ou seja, sem pintar quadrados que tenham lados em
62895983097

comum:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Repare que, ao todo, pintamos 13 quadradinhos.

RESPOSTA: B

42. FCC – TCE-PB – 2006) Sabendo que em qualquer dado a soma dos pontos
marcados em faces opostas é igual a 7, qual das figuras seguintes NÃO representa
a planificação de um dado?

RESOLUÇÃO:

Exercícios com dados também são bem comuns em provas da FCC. A


informação mais importante sobre os dados é justamente a que foi dada no
enunciado: a soma dos números de faces opostas é sempre igual a 7. Isto é, a face
6 é oposta à face 1; 5 é oposta a 2; 4 é oposta a 3.
62895983097

Neste exercício você precisa “montar mentalmente” o dado, verificando se


esta condição é obedecida por todas as faces. Repare que, ao montar o dado
abaixo, as faces opostas serão A e C; B e D; E e F:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

A B C D

Ao montar o dado abaixo, as faces opostas também serão A e C; B e D; E e


F:

E
A B C D

F
Observe o dado da letra D:

62895983097

Nele, as faces 4 e 2 são opostas, e não somam 7. Da mesma forma, as faces


3 e 5 também são opostas, e não somam 7. Portanto, ao montar esta figura não
encontraremos um Dado regular, também chamado de “não viciado” ou “honesto”.

Resposta: D.

43. FCC – TCE-SP – 2008) Sabe-se que, em um dado, a soma dos pontos de faces

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
opostas é sempre igual a 7. Um dado é colocado sobre a superfície plana de uma
mesa com a face “1” voltada para o leste, a “6” para o oeste, a “3” para o sul, a “4”
para o norte, a “2” para cima e a “5” para baixo, da forma como é mostrado na figura
seguinte.

Considere que esse dado é submetido a quatro movimentos sucessivos, cada um


dos quais consiste de uma rotação de 90° em torno de uma aresta que se apóia
sobre a mesa. Se após cada movimento as faces “1”, “3”, “5” e “6” passam a ficar,
sucessivamente, voltadas para baixo, então, ao fim do quarto movimento, a face “1”
estará voltada para:
a) baixo.
b) cima.
c) o norte.
d) o sul.
e) o oeste.

RESOLUÇÃO:

Podemos resolver esse exercício em 2 linhas:

- se ao final do movimento a face 6 estará para baixo, então a face 1 estará para
cima (pois é oposta à face 6).
62895983097

Entretanto, por fins didáticos, vamos reproduzir os 4 movimentos do dado,


sabendo que após o primeiro movimento a face 1 estará para baixo; depois a face 3
estará p/ baixo; a seguir a face 5 e por fim a face 6.

A posição original do dado é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Como as faces devem somar 7, o próprio enunciado já deixou claro que a


face 6 está para a esquerda (“oeste”), a 5 para baixo e a 4 está atrás (“norte”).
Fazendo o primeiro movimento, a face 1 deve ficar para baixo. Assim, teremos:

Repare que a face 3 permaneceu voltada para a frente (“sul”), e a 4 para trás.
A face 5 está voltada para a esquerda. Executando mais um movimento, devemos
agora colocar a face 3 para baixo:

Note que a face 5 está voltada para a esquerda, em oposição à face 2. O


próximo movimento consiste justamente em colocar a face 5 para baixo:

62895983097

Efetuando o movimento final, devemos colocar a face 6 para baixo:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Portanto, ao final dos movimentos a face 1 estará voltada para cima.

Resposta: B.

44. FCC – TCE/AP – 2012) Uma empresa fabrica enfeites de Natal com a forma de
esfera, todos de mesmo tamanho. Eles são acondicionados em embalagens
cúbicas, que comportam oito enfeites. Nessas embalagens, cada enfeite fica
encostado em outros três, além de tocar duas paredes e a tampa ou o fundo da
embalagem. Se as embalagens forem reduzidas, mantendo a forma de cubo, de
modo que cada aresta passe a medir metade do comprimento original, cada
embalagem passará a comportar, no máximo,
(A) um único enfeite.
(B) dois enfeites.
(C) três enfeites.
(D) quatro enfeites.
(E) seis enfeites.
RESOLUÇÃO:
Originalmente temos o seguinte esquema:

62895983097

Nesta figura estamos olhando a caixa por cima, de modo que vemos apenas
4 das 8 esferas. Logo abaixo delas existe uma outra “camada” formada pelas 4
esferas restantes. Repare que, de fato, cada esfera toca duas paredes laterais, além

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
de tocar o teto (ou o fundo) da caixa. Além disso, cada esfera toca outras duas em
uma mesma “camada”, além de tocar uma terceira esfera que se encontra logo
abaixo dela, na segunda “camada”.
Se reduzirmos em metade cada lado do cubo, teremos cubos como este
pontilhado:

Veja que neste cubo menor cabe apenas 1 esfera.


Resposta: A

45. VUNESP – TJM/SP – 2011) Em um parquinho de diversões, três amigos –


A(triângulo), B(círculo) e C(quadrado) – brincaram de tiro ao alvo. Cada um atirou
três dardos. O total de pontos obtidos pelos três amigos juntos foi de:

62895983097

a) -12
b) -14
c) -16
d) -18
e) -20
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Aqui basta somarmos os pontos obtidos, seguindo a escala mostrada na
figura. Quanto mais próximo ao centro, maior é a pontuação. E nos aros mais
externos, a pontuação é negativa.
Assim, temos a tabela:
Pontuação da região Número de acertos Pontuação nesta região
acertada
-9 2 -18
-6 1 -6
-4 1 -4
-2 1 -2
0 2 0
3 1 3
7 1 7
10 0 0

Somando os pontos na coluna da direita, temos -20.


Resposta: E

46. FCC – BACEN – 2006) Na figura abaixo, as letras foram dispostas em forma de
um triângulo segundo determinado critério.

62895983097

Considerando que as letras K, W e Y não fazem parte do alfabeto oficial, então, de


acordo com o critério estabelecido, a letra que deve substituir o ponto de
interrogação é:

a) P

b) Q

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
c) R

d) S

e) T

RESOLUÇÃO:

Note que temos 3 letras P, depois 3 letras Q e 3 letras R no sentido indicado


pelas setas abaixo:

Seguindo a mesma lógica, deveríamos ter 3 letras S e, finalmente, 3 letras T,


completando o triângulo:

P Q

P R S

Q R S T
62895983097

Q R S T T

Portanto, a letra que substitui o ponto de interrogação é o T.

Resposta: E.

47. FCC – TCE-SP – 2005) Considere que o cubo mostrado na figura foi montado a
partir de pequenos cubos avulsos, todos de mesmo tamanho.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O número de cubos que podem ser visualizados nessa figura é:


a) 9
b) 18
c) 27
d) 36
e) 48

RESOLUÇÃO:

Além dos 27 cubos menores que formam a figura, veja que podemos formar
cubos médios utilizando 4 cubos menores que sejam adjacentes. Neste caso, é
possível formar 8 cubos médios. E, por fim, temos 1 cubo grande, que é este que
você vê claramente na figura. Ao todo, temos 36 cubos (letra D).

Como o mais difícil nessa questão é visualizar os 8 cubos médios, marquei-


os nos desenhos abaixo em vermelho, para facilitar o seu entendimento:

1º)

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
2º)

3º)

4º)

5º) 62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
6º)

7º)

8º) Só é possível visualizá-lo girando a figura. Ele é o cubo formado pelos 4


cubinhos menores que não podem ser vistos nessa figura.

Resposta: D.

Obs.: note que, apesar do enunciado pedir apenas os cubos que podem ser
visualizados na figura, para chegar ao gabarito tivemos que contar inclusive com
aqueles cubos que só podem ser vistos se girarmos ou abrirmos esse cubo maior.

48. FGV – MEC – 2009) Nas bancas das feiras, os feirantes empilham laranjas de
tal forma que cada laranja sempre fica apoiada sobre outras quatro, como ilustrado
62895983097

abaixo, excetuando-se as que estão diretamente sobre a bancada.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A base do empilhamento tem sempre a forma de um retângulo (não se esqueça de
que quadrados são também retângulos). A quantidade de laranjas na base e a sua
disposição acabam por determinar a quantidade máxima de laranjas que podem ser
empilhadas. Na ilustração a seguir, há 6 laranjas na base dispostas de modo que
N=3 e P=2. A quantidade máxima de empilhamento é 8.

Com base nas informações acima e adotando-se como convenção que N não pode
ser menor do que P, assinale a alternativa correta.
(A) Com 8 laranjas na base, é possível um empilhamento máximo de 12 laranjas.
(B) Se N = 4 e P = 3, obtém-se empilhamento máximo de 18 laranjas.
(C) Há mais de uma disposição em que se obtém empilhamento máximo de 14
laranjas.
(D) Não é possível obter-se empilhamento máximo de 5 laranjas.
(E) Se P = 3, não é possível empilhar mais do que 20 laranjas.
RESOLUÇÃO:
Por fins didáticos, vamos passar rapidamente por cada alternativa:
(A) Com 8 laranjas na base, é possível um empilhamento máximo de 12 laranjas.
Falso. É possível empilhar apenas 11 laranjas:

62895983097

(B) Se N = 4 e P = 3, obtém-se empilhamento máximo de 18 laranjas.


Falso. Veja que é possível empilhar 18 laranjas nas 2 primeiras camadas:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Porém é possível colocar mais uma camada com 2 laranjas. Assim, o


empilhamento máximo é de 20 laranjas:

(C) Há mais de uma disposição em que se obtém empilhamento máximo de 14


laranjas.
Verdadeiro. Veja duas formas de se obter empilhamento máximo de 14
laranjas:

62895983097

(D) Não é possível obter-se empilhamento máximo de 5 laranjas.


Falso. Veja:

(E) Se P = 3, não é possível empilhar mais do que 20 laranjas.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Falso. Veja o empilhamento de mais de 20 laranjas com P = 3:

Resposta: C

49. FCC – TRT/6ª – 2006) Observe que no esquema seguinte a disposição das
figuras segue um determinado padrão.

De acordo com tal padrão, a figura que completa a série é

62895983097

RESOLUÇÃO:

Observe que cada círculo é formado por 3 anéis (externo, intermediário e


interno), que podem ser pretos ou brancos. Analisando a primeira coluna de círculos

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(veja-a abaixo), repare que o último círculo possui o anel externo do segundo círculo
e tanto o anel intermediário quanto o anel interno iguais ao do primeiro círculo:

Observe que o mesmo ocorre na segunda coluna: o terceiro círculo é


formado pelo anel externo do segundo círculo e os demais anéis do primeiro círculo:

Assim, o último círculo da terceira coluna será formado pelo anel externo do
segundo círculo, e pelos outros dois anéis do primeiro círculo. Esta imagem é
reproduzida na alternativa B.
Resposta: B.

50. FCC – TRT/6ª – 2006) A sequência de figuras abaixo foi construída obedecendo
a determinado padrão.
62895983097

Segundo esse padrão, a figura que completa a seqüência é

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

RESOLUÇÃO:
Observe que, da primeira figura para a próxima à direita, o coração “caminha”
na diagonal. E da segunda para a terceira figura, ele “caminha” novamente na
diagonal. Portanto, na próxima figura o coração deve estar na próxima posição da
diagonal, que é justamente a casa à esquerda e abaixo.
Já o símbolo de paus caminha, da primeira para a segunda figura, para a
direita e para cima. Já da segunda para a terceira, ele caminha para a direita e para
baixo. Portanto, da terceira para a quarta figura, ele deve caminhar para direita e
para cima novamente. 62895983097

Com isso, obtemos a figura da letra D.


Resposta: D

51. FCC – TRT/24ª – 2011) São dados cinco conjuntos, cada qual com quatro
palavras, três das quais têm uma relação entre si e uma única que nada tem a ver
com as outras:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Em X, Y, Z, T e U, as palavras que nada têm a ver com as demais são,


respectivamente:

a) galo, Canadá, chocolate, flauta e Alfredo

b) galo, Bolívia, abacaxi, guitarra e Alfredo

c) cão, Canadá, morango, flauta e Denise

d) cavalo, Argentina, chocolate, harpa e Aline

e) gato, Canadá, limão, guitarra e Maria

RESOLUÇÃO:

Nesta questão, o concurseiro precisa ser esperto. Ao invés de perder tempo


descobrindo o padrão presente em cada grupo, observe que os grupos Y e Z são os
muito fáceis de entender. Veja porque:

Y  somente o Canadá não pertence à América do Sul

Z  somente chocolate não é fruta

A única alternativa que cita Canadá e chocolate é a letra A, que deve ser o
gabarito.

Por fins didáticos,vamos avaliar os demais grupos:

X  somente o galo é uma ave


62895983097

T  Somente a flauta não é um instrumento de cordas

U  Somente Alfredo é homem

Resposta: A

52. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) A figura seguinte apresenta os seis


primeiros elementos de uma sequência:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Sendo a figura seguinte o último elemento dessa sequência, o total de elementos da


sequencia é

a) 29.

b) 31.

c) 32.

d) 30.

e) 28.

RESOLUÇÃO:

Observe que temos uma sequência de 1 e 2 quadradinhos pintados,


62895983097

alternadamente, deslocando-se da direita para a esquerda, e de cima para baixo.


Observe que para percorrer a primeira fileira inteira, até ficar com apenas o 3º
quadradinho pintado, foram necessárias 5 figuras:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Da mesma forma, serão necessárias mais 5 figuras para percorrer a 2ª linha,


a 3ª linha, a 4ª e a 5ª , totalizando 5 x 5 = 25 figuras. Além disso, é necessária uma
figura para “pular” da primeira para a segunda linha (a figura que não destaquei no
desenho acima). Também serão necessárias mais 3 figuras para saltar entre as
demais linhas. Assim, ao todo foram necessárias:

25 + 1 + 3 = 29 figuras

RESPOSTA: A

53. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Observe a sequência de triângulos a


seguir:

Admitindo que a regularidade dessa sequência se mantenha para os próximos


62895983097

triangulos, é correto afirmar que a 120ª figura será igual a

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

RESOLUÇÃO:

Observe que o ‘ciclo’ é formado por 6 figuras, pois devemos ir girando as


letras no sentido horário, e alternando os triângulos entre branco e cinza. Dividindo
120 por 6, temos quociente 20 e nenhum resto. Portanto, para chegar na 120ª
figura, devemos passar por exatamente 20 ciclos de 6 figuras, sendo que a 120ª
será a última figura do 20º ciclo. Ela será, portanto, igual à 6ª figura:
62895983097

RESPOSTA: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
54. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Observe a sequência de figuras.

A partir da figura 6, a sequência se repete na ordem apresentada, ou seja, a figura 6


é igual à figura 1, a figura 7 é igual à figura 2, a figura 8 é igual à 3, e assim por
diante.

Se essa sequência vai até a figura 211, então o número de vezes em que a
representação da figura 1 aparecerá é

a) 45

b) 43

c) 44

d) 42

e) 41

RESOLUÇÃO:

Observe que temos ciclos formados por 5 figuras consecutivas. Dividindo 211
por 5, temos quociente 42 e resto 1. Ou seja, para chegar na 211ª figura, devemos
passar por 42 ciclos completos (formados pelas figuras 1 a 5), e então por mais 1
62895983097

figura, que será igual à figura 1.

Ou seja, a figura 1 aparece 42 vezes (uma vez em cada ciclo), e depois mais
1 vez no final (pois ela é a figura da posição 211 também), totalizando 43 aparições
da figura 1.

RESPOSTA: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
55. FCC – TRT/24ª – 2011) A tabela abaixo apresenta os múltiplos de 3 dispostos
segundo determinado padrão:

Caso esse padrão seja mantido indefinidamente, com certeza o número 462
pertencerá à:

a) Primeira coluna

b) Segunda coluna

c) Terceira coluna

d) Quarta coluna

e) Quinta coluna

RESOLUÇÃO:

Caro aluno, você já deve ter percebido que em questões como essa você
precisa buscar um padrão. Observe o algarismo final dos números de cada coluna.
Percebeu que os números terminados com 3 e 8 estão apenas na primeira coluna?
E, da mesma forma, os números terminados em 2 e 7 estão apenas na quarta
coluna?
62895983097

Ora, se 462 termina em 2, ele com certeza estará na quarta coluna.

Resposta: D.

56. FCC – TRT/22ª – 2010) No esquema abaixo, considere a relação existente entre
o primeiro e o segundo grupos de letras, a contar da esquerda. A mesma relação
deve existir entre o terceiro grupo e o quarto, que está faltando.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A C E B : D F H E :: L N P M : ?

O grupo de letras que substitui corretamente o ponto de interrogação é:

a) N P R O

b) N Q S R

c) O Q S P

d) O R T P

e) P R T Q

RESOLUÇÃO:

Observe que, para transformar o primeiro grupo de letras (A C E B) no


segundo (D F H E), basta pegar, para cada letra do primeiro grupo, uma letra que
esteja 3 posições à frente na ordem alfabética:

- D é a terceira letra após A  A, B, C, D

- F é a terceira letra após C  C, D, E, F

- H é a terceira letra após E  E, F, G, H

- E é a terceira letra após B  B, C, D, E

Podemos montar o 4º grupo escolhendo, para cada letra do 3º grupo (L N P


M), a letra que fica 3 posições à frente na ordem alfabética:

LO

NQ

PS

MP 62895983097

Assim, o 4º conjunto de letras será O Q S P.

Resposta: C.

57. FGV – Senado Federal – 2008) Os números naturais são colocados em um


quadro, organizados como se mostra abaixo:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O número 2008 está na coluna:

(A) F.

(B) B.

(C) C.

(D) I.

(E) A.

RESOLUÇÃO:

Observe que na coluna A estão números que, divididos por 9, deixam resto
igual a 1. Na coluna B, os que deixam resto igual a 0. Na C, os que deixam resto
igual a 2, e na D os que deixam resto igual a 8. Analisando as demais colunas, você
verá que os números de cada coluna tem, em comum, o resto de sua divisão por 9.

Dividindo 2008 por 9, temos quociente 223 e resto igual a 1. Portanto, este
número deve estar na coluna A.

Resposta: E
62895983097

58. FGV – SEFAZ/RJ – 2011) São dadas cinco figuras:

A próxima figura na sequência é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

RESOLUÇÃO:

Observe que as 5 figuras do enunciado possuem mesma altura, e a largura é


crescente da esquerda para a direita. A figura da direita é a mais larga. A partir daí,
poderíamos pensar em algumas possibilidades:

- a próxima figura ser ainda mais larga (neste caso, não encontraríamos alternativa
de resposta);

- a largura das figuras começarem a reduzir novamente (neste caso, teríamos a letra
B).
62895983097

Resposta: B

Obs.: tenho minhas críticas a essa questão, pois também poderíamos pensar
que a sequência recomeçaria da figura mais estreita, representada na letra E.

2.5 QUESTÕES SOBRE SEQUÊNCIAS LÓGICAS

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Nas questões sobre sequências / raciocínio sequencial, você será
apresentado a um conjunto de dados dispostos de acordo com alguma “regra”
implícita, alguma lógica de formação. O desafio é justamente descobrir essa “regra”
para, com isso, encontrar outros termos daquela mesma sequência.
Esse tipo de questão é uma grande armadilha para o aluno desavisado. Isso
porque você pode encontrar a “regra” de formação da sequência em menos de 1
minuto, como pode também gastar preciosos minutos debruçado na questão para
resolvê-la – ou, pior ainda, não conseguir obter um resultado ainda assim. Assim,
gostaria de sugerir que você adote a seguinte tática: ao se deparar com uma
questão como essa, gaste uns poucos minutos (2 ou 3) tentando encontrar a lógica
da sequência. Caso não consiga, não hesite em seguir adiante, resolvendo a sua
prova e, caso sobre tempo no final, volte a essa questão. Lembre-se: gastar 10 ou
15 minutos com uma questão dessas (ainda que você a acerte) pode ser bem
menos proveitoso do que gastar esse mesmo tempo em questões de outras
disciplinas.
De qualquer forma, vamos trabalhar várias questões com diferentes tipos de
sequências para tornar o seu raciocínio mais “automático”, criando modelos mentais
que aumentem a chance de você conseguir resolver essa questão já nos primeiros
minutos.

59. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Considere que a sequência das vogais
seja repetida infinitamente, mantendo sempre a mesma lógica, conforme segue:

a, e, i, o, u, a, e, i, o, u, a, e, i, o, u, a, e, i, ...

Dessa forma por exemplo, o 1º elemento será a, o 2º elemento será e, e o 5º


elemento será u, e o 9º elemento será o. O 957º elemento dessa repetição, nesses
62895983097

caso, será

a) i.

b) o.

c) u.

d) e.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
e) a.

RESOLUÇÃO:

Observe que temos ciclos formados por 5 letras (a e i o u). Dividindo 957 por
5, temos quociente 191 e resto 2. Ou seja, até chegar na 957ª posição vamos
passar por 191 ciclos completos de 5 letras (aeiou), e mais 2 letras: uma letra “a” e
uma letra “e”, sendo esta a que ocupa a 957ª posição.

RESPOSTA: D

60. FGV – SEJAP/MA – 2013) Observe a sequência de números naturais a seguir:


1, 3, 5, 2, 4, 7, 9, 11, 6, 8, 13, 15, 17, 10, 12, 19, ...
O 87º termo dessa sequência é o número:
(A) 87.
(B) 99.
(C) 101.
(D) 103.
(E) 105.
RESOLUÇÃO:
A sequência que vemos no enunciado pode ser melhor entendida assim:
1, 3, 5, 2, 4, 7, 9, 11, 6, 8, 13, 15, 17, 10, 12, 19, ...

Observe o primeiro conjunto de 5 números (1, 3, 5, 2 , 4) e o segundo


conjunto de 5 números (7, 9, 11, 6, 8). Note que:
1+6=7
3+6=9
62895983097

5 + 6 = 11
2+4=6
4+4=8

Compare o segundo conjunto de 5 números (7, 9, 11, 6, 8) com o terceiro


(13, 15, 17, 10, 12), e você verá que novamente se repetem as somas de 6, 6, 6, 4 e
4.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Para sabermos qual é o termo da posição 87, vamos começar dividindo 87
pelo tamanho do ciclo, ou seja, por 5. Fazendo isso, temos quociente 17 e resto 2.
Portanto, para chegar no termo 87 devemos passar por 17 ciclos completos de 5
números, e mais 2 termos do 18º ciclo. O segundo termo do primeiro ciclo é 3, e a
partir daí devemos somar 6 unidades a cada ciclo. Do primeiro para o 18º ciclo
temos que somar 17 vezes o número 6, ou seja, somar 17 x 6 = 102 unidades ao
número 3, ficando com 102 + 3 = 105.
RESPOSTA: E

61. FGV – FUNDAÇÃO PRÓ-SAÚDE/SP – 2013)


Considere a sequência infinita de letras que mantém sempre o mesmo padrão de
repetição.
“D O E S A N G U E D O E S A N G U E D O E S A N G U E D O E S A N ...”
Nessa sequência, a posição 2013 é ocupada pela letra
a) S.
b) A.
c) N.
d) G.
e) U.
RESOLUÇÃO:
Observe que a sequência é formada por conjuntos de 9 letras que se
repetem: D O E S A N G U E. Dividindo 2013 por 9, temos quociente 223 e resto 6.
Portanto, para chegar na 2013ª posição precisamos passar por 223 ciclos de 9
letras, e depois por mais 6 letras: D, O, E, S, A, N. Essa última é a da posição 2013.
RESPOSTA: C
62895983097

62. FGV – SUDENE/PE – 2013) Considere a sequência infinita de letras:


SUDENENEDUSUDENENEDUSUDEN...
que se repetem segundo o mesmo padrão.
Quando a letra E for escrita pela 100ª vez ela ocupará nessa sequência a posição
(A) 304.
(B) 314.
(C) 324.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) 334.
(E) 344.
RESOLUÇÃO:
Observe que a sequência é formada por ciclos de 10 letras que se repetem:
SUDENENEDU. Em cada ciclo temos 3 letras E. Assim, após 33 ciclos teremos 33 x
3 = 99 letras E. Após esses mesmos 33 ciclos, teremos passado por 33 x 10 = 330
letras. Para chegar na próxima letra E, que será a 100ª, precisamos escrever ainda
mais um S, U, D, E. Portanto, somando essas 4 letras às 330 anteriores, chegamos
à posição 334, onde se encontra o centésimo E.
RESPOSTA: D

63. FGV – Senado Federal – 2012) Considere a sequência de letras a seguir: "
abczydefxwghiv...".Mantendo-se a mesma lei de formação,as duas próximas letras
na sequência serão
a) jk
b) uk
c) tj
d) tk
e) uj
RESOLUÇÃO:
Podemos separar as letras “convenientemente” assim:
abc zy def xw ghi v...

Note que temos duas sequências intercaladas:


- uma com as letras do alfabeto, em ordem crescente, em grupos de 3 letras
consecutivas: abc def ghi ... 62895983097

- uma com as letras do alfabeto, em ordem decrescente, em grupos de 2 letras


consecutivas: zy xw v...

Note que falta colocar uma letra da segunda sequência junto do “v”, formando
“vu”, e a seguir devemos colocar mais 3 letras consecutivas na primeira sequência,
que seriam “jkl”.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, a sequência seria:
abc zy def xw ghi vu jkl...

Portanto, a partir do “v” as duas próximas letras são u e j.


Resposta: E

64. FCC – TRT/8ª – 2010) Observe o padrão da sequência de contas:

Mantido o mesmo padrão, o número de algarismos 1 da conta 100 é:

a) 1

b) 50

c) 99

d) 100

e) 950

RESOLUÇÃO:

Observe que a primeira conta começa com um número formado por 1000
algarismos iguais a 1 e dele subtrai outro com 999 algarismos 1. Na conta 2, repete-
se o que foi feito na conta 1 e soma-se um número de 998 algarismos 1. Na conta 3,
62895983097

mantém-se o que já foi feito e subtrai-se um número de 997 algarismos 1. E assim


por diante, alternadamente, somando e subtraindo números com cada vez menos
algarismos 1.

Para você entender o que acontece, imagine números com menos


algarismos. Vamos começar com um número de 7 algarismos (ao invés de 1000,
como na conta 1 do enunciado), e dele subtrair um número com 6 algarismos 1 (ao
invés de 999):

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Conta 1: 1111111 – 111111 = 1000000  1 algarismo 1 no resultado

Agora, vamos somar um número com 5 algarismos 1 ao resultado da conta


acima:

Conta 2: 1000000 + 11111 = 1011111  6 algarismos 1 no resultado

A seguir, vamos subtrair um número com 4 algarismos 1 do resultado acima:

Conta 3: 1011111 – 1111 = 1010000  2 algarismos 1 no resultado

E então, podemos somar um número com 3 algarismos 1:

Conta 4: 1010000 + 111 = 1010111  5 algarismos 1 no resultado

E subtraindo um número com 2 algarismos 1:

Conta 5: 1010111 – 11 = 1010100  3 algarismos 1 no resultado

Somando um número com 1 algarismo 1:

Conta 6: 1010100 + 1 = 1010101  4 algarismos 1 no resultado

Observe somente as contas pares (azuis). Vemos que a quantidade de


algarismos 1 no resultado começa em 6 (isto é, 7 – 1), e vai diminuindo para 5 e 4.

A conta 100 é uma conta par. Logo, vamos analisar as contas pares do
enunciado. Já sabemos que o resultado da primeira conta par (conta 2) será um
número com 999 algarismos iguais a 1 (isto é, 1000 – 1, assim como ocorreu na
primeira conta par do nosso exemplo). Seguindo a lógica, a segunda conta par –
conta 4 – deverá ter um algarismo 1 a menos, isto é, 998, ou 1000 – 2 algarismos
iguais a 1. A conta 6 terá 1000 – 3, ou seja, 997 algarismos 1. E assim por diante.
Veja a tabela abaixo:

Conta 2 1ª conta par 1000 – 1 = 999 algarismos 1


62895983097

Conta 4 2ª conta par 999 – 1, ou 1000 – 2 = 998 algarismos 1

Conta 6 3ª conta par 1000 – 3 = 997 algarismos 1

Conta 8 4ª conta par 1000 – 4 = 996 algarismos 1

... ... ...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A conta 100 será a 50ª conta par. Portanto, o seu resultado deve ter um
número com 1000 – 50, ou seja, 950 algarismos 1.

Resposta: E.

65. FCC – TRT/24ª – 2011) Na sequência de operações seguinte, os produtos


obtidos obedecem a determinado padrão .

Assim sendo, é correto afirmar que, ao se efetuar 111 111 111 x 111 111 111,
obtém-se um número cuja soma dos algarismos está compreendida entre:

a) 85 e 100

b) 70 e 85

c) 55 e 70

d) 40 e 55

e) 25 e 40

RESOLUÇÃO:

Note que, ao multiplicar números com 2 algarismos 1 (11 x 11), o algarismo


62895983097

do meio do resultado é 2 (121). Ao multiplicar números com 3 algarismos 1 (111 x


111), o algarismo do meio do resultado é 3 (12321). E assim por diante. Portanto, ao
multiplicar números com 9 algarismos 1 (111 111 111 x 111 111 111), o algarismo
do meio do resultado será 9, ou seja, o resultado será 12345678987654321.
Somando os algarismos do resultado:

1+2+3+4+5+6+7+8+9+8+7+6+5+4+3+2+1 = 81

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Resposta: B.

66. CEPERJ – IPEM/RJ – 2010) O número N = 22222...22 possui 200 algarismos


iguais a 2. Quando N é dividido por 12, o 50º algarismo do quociente é:
a) 1
b) 2
c) 4
d) 6
e) 8
RESOLUÇÃO:
Como sabemos que esta é uma questão de sequências? Ora, porque seria
muito improvável que o exercício quisesse que você realmente fizesse a divisão de
um número de 200 algarismos por 12. Portanto, o mais provável é que exista algum
padrão, alguma lógica, alguma sequência escondida por trás dessa divisão.
Inicialmente, podemos simplificar a divisão da seguinte forma:
N 22222...22 11111...11
 
12 12 6
Vamos começar a efetuar a divisão e verificar o que encontramos:
11111...11 6
5 1
Marquei em vermelho os 2 primeiros algarismos (11) pois começamos a
divisão por eles. 11 dividido por 6 tem quociente 1 e deixa resto 5. Agora,
“pegamos” o próximo algarismo do dividendo (outro 1) e dividimos 51 por 6, que tem
quociente 8 e resto 3:
11111...11 6
51 18
3
62895983097

Efetuando mais um passo da divisão, temos:


11111...11 6
51 185
31
1
Observe que agora o resto foi 1. Ao pegarmos o próximo algarismo do
dividendo (outro 1), vamos dividir novamente 11 por 6, que tem quociente 1 e resto

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
5. Depois, dividiremos 51 por 6, com quociente 8 e resto 3. E então, 31 por 6, com
quociente 5 e resto 1. E assim por diante. Veja:
11111111...11 6
1 185185
Como você pode perceber, teremos no quociente uma repetição de 1, 8 e 5,
e no resto uma repetição de 5, 3 e 1. O exercício quer saber o 50º algarismo do
quociente. Devemos começar descobrindo quantos algarismos tem o quociente.
Observe que foi necessário usar os 2 algarismos da esquerda do dividendo
(11111...11) para efetuar a primeira divisão por 6, que levou ao primeiro 1 do
quociente que descobrimos. A partir daí, é preciso “pegar” um algarismo do
dividendo para obter cada algarismo novo do quociente. Como o dividendo ainda
tem 198 algarismos restantes (pois 2 já foram utilizados), teremos mais 198
algarismos no quociente. Somando o primeiro algarismo obtido, teremos 199
algarismos ao todo no quociente.
Estes algarismos estão ordenados numa sequência que se repete a cada
três: 185185185... Para descobrir quantos grupos completos de 3 números (185)
temos até o 50º algarismo, basta dividir 50 por 3, que tem quociente 16 e resto 2.
Isto significa que teremos 16 grupos completos de 3 números (185), totalizando 48
algarismos. O próximo algarismo seguirá a sequência, ou seja, será 1, e logo após
ele temos o algarismo 8 (que será o 50º).
Resposta: E.

67. FDC – FAETEC – 2010) Observe a sequência abaixo:

(18 , a,36 , b,54 , c,72 ,81 )


Ao identificar um padrão nessa sequência, você descobrirá os valores de a, b e c. A
soma a + b + c vale: 62895983097

a) 1361
b) 1362
c) 1364
d) 1365
e) 1368
RESOLUÇÃO:
Nesta questão, repare nos números em azul:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(18, a, 36, b, 54, c, 72, 81)
Percebeu que as bases das potências vão aumentando (1, 3, 5, 7) e os
expoentes vão diminuindo (8, 6, 4, 2)? Veja que o termo após 72 é 81, que segue a
mesma lógica. Portanto, podemos voltar e preencher os termos a = 27, b=45 e c=63:
(18, 27, 36, 45, 54, 63, 72, 81)
Vamos calcular a + b + c, conforme solicitou o enunciado:
a  b  c  27  45  63
a  b  c  128  1024  216
a  b  c  1368
Resposta: E

68. FDC – MAPA – 2010) A sequência de letras apresentada abaixo obedece a


certa regra lógica: B, O, E, K, H, G, K, ..., ... . Seguindo-se a sequência e mantendo-
se a mesma lógica, as duas próximas letras que a completam são, respectivamente:
a) D e L;
b) L e J;
c) C e J;
d) R e T;
e) C e N.
RESOLUÇÃO:
Esta é mais uma questão envolvendo raciocínio seqüencial. Aproveito para
relembrá-lo: se demorar a encontrar a lógica, siga resolvendo a prova!
Neste caso foi feita uma associação entre as letras e o número
correspondente à sua posição no alfabeto. Acompanhe:
Letra B O E K H G K
Posição 2 15 5 11
62895983097

8 7 11
Note que temos 2 sequências de números:
a) 15, 11, 7  o número seguinte é igual ao anterior – 4 unidades;
b) 2, 5, 8, 11  o número seguinte é igual ao anterior + 3 unidades;
Portanto, completando a primeira sequência numérica, temos o número 3 (=
7 – 4). E completando a segunda, temos o número 14 (11 + 3). Com isso, obtemos:
Letra B O E K H G K
Posição 2 15 5 11 8 7 11 3 14

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A letra do alfabeto correspondente à posição 3 é o C. E a correspondente à
posição 14 é o N. Portanto:
Letra B O E K H G K C N
Posição 2 15 5 11 8 7 11 3 14

Resposta: E

69. FCC - SEFAZ/SP - 2009) Considere a sequência:


(P, 3, S, 4, W, 5, B, 4, F, 3, ......)
De acordo com a lógica observada nos primeiros elementos da sequência, o
elemento, dentre os apresentados, que a completa corretamente é
(A) C
(B) G
(C) I
(D) 2
(E) 4
RESOLUÇÃO:
Nesta seqüência, observe que os números indicam qual a posição da
próxima letra em relação à anterior. Ex.: a letra S é a 3ª letra após o P (Q, R, S), por
isso temos o 3 entre P e S. Já o W é a 4ª letra após o S (T, U, V, W), por isso temos
o 4 entre S e W. E o B é a 5ª letra após o W, dando a “volta” no alfabeto (X, Y, Z, A,
B).
Desta forma, para completar a sequência precisamos da letra que está na 3ª
posição após o F, ou seja, o I (G, H, I).

Resposta: C 62895983097

***REVISÃO TEÓRICA: QUESTÕES ENVOLVENDO DOMINÓS

Um modelo de questão bem cobrado é aquele envolvendo pedras de dominó.


Você sabe que essas pedras possuem sempre 2 números, indo cada um deles de 0
a 6. Normalmente as questões apresentam pedras de dominó dispostas em uma
determinada ordem e solicitam que você descubra a lógica daquela ordenação para,
a seguir, indicar qual a próxima pedra da sequência.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A tabela abaixo apresenta os 6 valores possíveis em uma pedra de dominó, e
faz uma relação com os outros números que eles podem representar, seguindo a
ordem numérica decimal:

0 1 2 3 4 5 6

7 8 9 10 11 12 13

14 15 16 17 18 19 20

21 22 23 24 25 26 27

28 ...

Observe que o zero pode representar a si mesmo, ou a qualquer dos


números presentes em sua coluna: 7, 14, 21, 28 etc. Da mesma forma, o 1 pode
representar a si mesmo ou a qualquer dos números em sua coluna: 8, 15, 22, 29
etc. E assim por diante.

Outro instrumento que ajuda a analisar questões envolvendo dominós é


utilizar a sequência infinita abaixo:

...0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6...

Você entenderá melhor o uso dessas ferramentas ao longo dos 3 exercícios


seguintes.

******************

70. FCC – BACEN – 2006) As pedras de dominó mostradas abaixo foram dispostas
sucessivamente e no sentido horário, de modo que os pontos marcados obedeçam
a um determinado critério.

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Com base nesse critério, a pedra de dominó que completa corretamente a sucessão
é:

RESOLUÇÃO:

Observe que todas as pedras possuem o número 1, porém alternando entre a


parte de dentro e a parte de fora do círculo. Na pedra imediatamente anterior à que
buscamos (1, 0), o 1 se encontra na parte de fora. Assim, na pedra que buscamos,
62895983097

o 1 deve estar presente, e na parte de dentro.

Além disso, veja os demais números presentes em cada pedra: 3, 4, 5, 6, 0.


Observe-se que se trata simplesmente de seguir a sequência que vimos na revisão
teórica:

...0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Assim, após o 0, o próximo número deverá ser o 1. Ou seja, a pedra que
buscamos é formada por 2 números 1.

Se preferisse, você podia observar na tabela dada na revisão teórica que o 0


pode representar o 7, e o 1 pode representar o 8. Assim, teríamos a seguinte
sequencia: 3, 4, 5, 6, 7 (representado pelo 0) e 8 (representado pelo 1 na pedra que
buscamos).

Resposta: E.

71. FCC – TCE-SP – 2008) As pedras do jogo “dominó”, mostradas abaixo, foram
escolhidas e dispostas sucessivamente no sentido horário, obedecendo a
determinado critério.

Segundo esse critério, a pedra que substituiria corretamente aquela que tem os
pontos de interrogação corresponde a:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

RESOLUÇÃO:

Observe que, de uma pedra para a seguinte, a posição do 2 alterna entre a


parte de fora e de dentro do círculo. Na pedra imediatamente anterior (2, 5) à que
queremos descobrir, o 2 se encontra na parte de fora, portanto na nossa pedra ele
deve estar na parte de dentro.
62895983097

Veja os demais números presentes nas pedras: 4, 6, 1, 3, 5. Veja que de um


número dessa sequência para o próximo foi preciso saltar um número intermediário.
Ex.: do 4 para o 6, saltou-se o 5. Do 6 para o 1, saltou-se o 0. Como o último
número da sequencia é o 5, devemos saltar o 6 e pegar o próximo, que é o 0.

Outra forma de visualizar esta sequência é utilizar a tabela abaixo, onde


podemos encontrar uma relação interessante entre esses números:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
0 1 2 3 4 5 6

7 8 9 10 11 12 13

14 15 16 17 18 19 20

21 22 23 24 25 26 27

28 ...

4  representando o próprio 4

6  representando o próprio 6

1  representando o 8

3  representando o 10

5  representando o 12

A próxima pedra na sequência deve representar o 14. Recorrendo à tabela,


veja que quem representa o 14 é o 0.

Portanto, a pedra procurada por nós tem um 0 e um 2. Letra A.

Resposta: A.

72. FCC – TRT/22ª – 2010) Considere a seguinte sucessão de igualdades:

(1) 4 2  16

(2) 342  1156

(3) 334 2  111556

(4) 33342  11115556

Considerando que, em cada igualdade, os algarismos que compõem os números


62895983097

dados obedecem a determinado padrão, é correto afirmar que a soma dos


algarismos do número que apareceria no segundo membro da linha (15) é um
número:

a) Quadrado perfeito

b) Maior que 100

c) Divisível por 6

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
d) Par

e) Múltiplo de 7

RESOLUÇÃO:

Observe que o número de algarismos 1 dos números à direita da igualdade


(=) é igual ao número da linha: na primeira linha, temos o número 16 (com um
algarismo 1); na segunda linha, o número 1156 (com dois algarismos 1), na terceira
temos 111556 (com três algarismos 1), e assim por diante. Logo, na linha (15) o
número terá 15 algarismos iguais a 1.

Da mesma forma, veja que o número de algarismos 5 em cada linha é igual


ao número da linha menos 1. Na primeira linha não temos nenhum 5 (1 – 1 = 0), na
segunda linha temos um algarismo 5 (2 – 1 = 1), na terceira temos 2 algarismos 5
etc. Assim, na linha 15 teremos 14 algarismos iguais a 5.

Além disso, em cada linha temos um algarismo 6, e isso ocorrerá também na


linha 15, se o padrão se mantiver.

Portanto, o número da 15ª linha é: 111111111111111555555555555556. A


soma dos seus algarismos será igual a 15  1  14  5  1 6  91 .

O número 91 é múltiplo de 7, pois 7  13  91 , o que faz da alternativa E a


resposta correta.

Resposta: E.

73. FGV – CODESP – 2010) Observe a sequência numérica a seguir:


“13527911413151761921238...”. Mantida a lei de formação, os dois próximos
algarismos na sequência serão:
62895983097

a) 25

b) 37

c) 27

d) 15

e) 05

RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Observe os espaços que coloquei entre os termos da sequência abaixo:

1 3 5 2 7 9 11 4 13 15 17 6 19 21 23 8

Repare que temos uma sequência de 3 números ímpares intercalados por


um número par. No final da sequência temos o número 23 e em seguida o número
par 8. Assim o próximo número ímpar será o 25.

Resposta: A

74. FGV – CAERN – 2010) Considere a sequência de números definida abaixo:

- o primeiro termo vale 7

- o segundo termo vale 4

- do terceiro termo em diante, cada termo será a diferença entre os dois termos
anteriores, sendo essa diferença sempre expressa com sinal positivo.

O 8º termo dessa sequência vale:

a) 2

b) 3

c) 4

d) 1

e) 0

RESOLUÇÃO:

Vamos escrever a sequência proposta pelo enunciado. O terceiro termo será


a diferença entre os dois interiores, ou seja, 7 – 4 = 3. O quarto termo também será
a diferença entre os dois anteriores, 3 – 4 = 1 (veja que devemos pegar a diferença
62895983097

expressa com sinal positivo). Escrevendo o resto da sequência, temos:

{7, 4, 3, 1, 2, 1, 1, 0, 1...}

Veja que o oitavo termo é igual a 0.

Resposta: E

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
75. FGV – BADESC – 2010) Em uma fila, denominamos extremos o primeiro e o
último elementos e equidistantes os elementos que estão à mesma distância dos
extremos. A distância entre dois elementos consecutivos dessa fila é sempre a
mesma, quaisquer que sejam esses dois elementos. Sabendo que essa fila é
formada por 52 elementos, o 8º elemento é equidistante ao:

(A) 44º elemento.

(B) 45º elemento.

(C) 46º elemento.

(D) 47º elemento.

(E) 48º elemento.

RESOLUÇÃO:

Observe que os elementos 1º e 52º são equidistantes, assim como o 2º e o


51º, ou o 3º e o 50º. Repare que a soma das posições dos elementos equidistantes
é sempre igual a 53, portanto o elemento equidistante ao 8º é o:

8 + X = 53

X = 53 – 8 = 45

Resposta: B

76. FCC – TRT/BA – 2013) Observando os resultados das multiplicações indicadas


a seguir, pode-se identificar um padrão.

11 × 11 = 121 111 × 111 = 12321

101 × 101 = 10201 62895983097

10101 × 10101 = 102030201

1001 × 1001 = 1002001 1001001 × 1001001 = 1002003002001

De acordo com esse padrão, o resultado da multiplicação 1010101 × 1010101 é


igual a

(A) 1234321.

(B) 102343201.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 10023032001.

(D) 1020304030201.

(E) 1002003004003002001.

RESOLUÇÃO:

Das diversas multiplicações fornecidas, vamos separar aquelas mais


convenientes para a nossa análise:

101 × 101 = 10201

10101 × 10101 = 102030201

Note que separei essas pois os números multiplicados são formados pela
alternância de 0 e 1 (assim como o 1010101). Veja que, nas duas contas, temos um
padrão que se repete:

10201

102030201

Em relação ao número central, que pintei de amarelo, temos algo simétrico


para os dois lados: uma alternância entre um 0 e um número cada vez menor, até
chegar no 1.

Seguindo essa lógica temos:

1010101 × 1010101 = 1020304030201.


62895983097

RESPOSTA: D

2.6 OUTRAS QUESTÕES SOBRE ESTRUTURAS LÓGICAS


Em diversas questões você será apresentado a informações novas,
situações-problema, relações entre pessoas/lugares/objetos etc. A partir do que for
fornecido, você precisará “resolver” a situação, chegando a alguma conclusão. É

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
importante se ater apenas às informações fornecidas no enunciado, evitando
divagações que fogem do objetivo da questão. Trabalhando várias questões você
vai pegar um pouco da “malícia” necessária para resolver este tipo de problema.

77. FCC – TRT/BA – 2013) A diretoria de uma empresa decidiu realizar um torneio
de futebol anual com a participação de seus quatro departamentos. De acordo com
as regras, em cada edição do torneio, o departamento campeão receberá um troféu
de posse transitória que, no ano seguinte, voltará a ser colocado em disputa. O
primeiro departamento que vencer cinco edições do torneio ficará com a posse
definitiva do troféu, devendo ser confeccionado um novo troféu para o próximo ano.
O número de edições do torneio que serão disputadas até que um dos
departamentos fique com a posse definitiva do troféu será, no máximo, igual a

(A) 5.

(B) 16.

(C) 17.

(D) 20.

(E) 21.

RESOLUÇÃO:

Queremos saber o número de torneios que nos permitam garantir que pelo
menos um dos times ganhou 5 vezes. Esse é um tipo de questão muito comum em
provas como a sua!

É possível que um departamento seja bem melhor que os demais, e já ganhe


62895983097

logo os 5 primeiros torneios – ficando assim com o troféu. Mas para garantir o que o
enunciado pede, precisamos pensar em qual seria o “pior caso”. E qual seria ele?

Imagine que cada departamento ganhe exatamente 4 torneios (em qualquer


ordem). Neste caso, já teriam ocorrido 4 + 4 + 4 + 4 = 16 torneios e, mesmo assim,
nenhum departamento seria dono do troféu, pois nenhum teria ganho 5 vezes.
Ocorre que, no 17º torneio, um desses 4 departamentos tem que ganhar, e com isso
ele certamente chegará ao seu 5º título.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, mesmo “na pior das hipóteses”, com 17 torneios temos a certeza de
que um departamento ficará com o troféu.

RESPOSTA: C

78. FCC – SEFAZ/SP – 2009) Um torneio de futebol passará a ser disputado


anualmente por seis equipes. O troféu será de posse transitória, isto é, o campeão
de um ano fica com o troféu até a próxima edição do torneio, quando o passa para o
novo campeão. Uma equipe só ficará definitivamente com o troféu quando vencer
quatro edições consecutivas do torneio ou sete edições no total, o que acontecer
primeiro. Quando isso ocorrer, um novo troféu será confeccionado. Os números
mínimo e máximo de edições que deverão ocorrer até que uma equipe fique com a
posse definitiva do troféu valem, respectivamente,
(A) 4 e 7
(B) 4 e 37
(C) 4 e 43
(D) 6 e 36
(E) 6 e 42
RESOLUÇÃO:
Temos 6 equipes disputando o campeonato. A taça fica definitivamente com
a equipe que obtiver 4 vitórias consecutivas ou 7 ao todo.
O número mínimo de edições do torneio para que uma equipe fique
definitivamente com a taça é igual a 4, pois seria o caso de uma das equipes vencer
todas as 4 primeiras edições do torneio.
Já para obter o número máximo, vamos pensar no “pior caso”. Imagine que
todas as equipes já ganharam 6 torneios, porém nenhuma foi capaz de vencer 4
62895983097

vezes seguidas. Isto significa que, até esse momento, o troféu passou para o novo
campeão a cada ano. Até aqui foram necessários 36 torneios ( 6 equipes x 6 vitórias
de cada equipe). Quando ocorrer o próximo torneio, isto é, o 37º, a equipe
vencedora completará 7 vitórias, ficando definitivamente com a taça. Ou seja, o
número máximo de edições até uma equipe ficar definitivamente com a taça é igual
a 37. Letra B.
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

79. FCC – TRT/1ª – 2013) A rede de supermercados “Mais Barato” possui lojas em
10 estados brasileiros, havendo 20 lojas em cada um desses estados. Em cada loja,
há 5.000 clientes cadastrados, sendo que um mesmo cliente não pode ser
cadastrado em duas lojas diferentes. Os clientes cadastrados recebem um cartão
com seu nome, o nome da loja onde se cadastraram e o número “Cliente Mais
Barato”, que é uma sequência de quatro algarismos. Apenas com essas
informações, é correto concluir que, necessariamente,
(A) existe pelo menos um número “Cliente Mais Barato” que está associado a 100
ou mais clientes cadastrados.
(B) os números “Cliente Mais Barato” dos clientes cadastrados em uma mesma loja
variam de 0001 a 5000.
(C) não há dois clientes cadastrados em um mesmo estado que possuam o mesmo
número “Cliente Mais Barato”.
(D) existem 200 clientes cadastrados no Brasil que possuem 0001 como número
“Cliente Mais Barato”.
(E) não existe um número “Cliente Mais Barato” que esteja associado a apenas um
cliente cadastrado nessa rede de supermercados.
RESOLUÇÃO:
Vejamos cada alternativa:
(A) existe pelo menos um número “Cliente Mais Barato” que está associado a 100
ou mais clientes cadastrados.
Existem 10.000 possibilidades de número para o “Cliente mais Barato”, uma
vez que são números com 4 algarismos (de 0000 a 9999). Em cada uma das 200
lojas temos 5.000 clientes cadastrados, totalizando 200 x 5.000 = 1.000.000 de
clientes. 62895983097

Imagine que colocamos em fila os 1.000.000 clientes de todos os


supermercados, e fomos distribuindo a eles, sequencialmente, os 10.000 números
de cadastro disponíveis (de 0000 a 9999, e então recomeçando do 0000). Fazendo
isso, cada um dos 10.000 números seriam distribuídos exatamente 100 vezes, pois:
1.000.000 = 100 x 10.000

Assim, caso façamos a distribuição mais “perfeita” possível, cada número


seria usado exatamente 100 vezes. Caso façamos uma distribuição diferente desta

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(repetindo alguns números, omitindo outros etc) é possível que alguns números
sejam distribuídos menos de 100 vezes, mas neste caso outros números serão
distribuídos mais de 100 vezes, para cobrir os 1.000.000 de clientes. Portanto,
podemos garantir que pelo menos um número será distribuído 100 ou mais vezes.
ALTERNATIVA CORRETA.

(B) os números “Cliente Mais Barato” dos clientes cadastrados em uma mesma loja
variam de 0001 a 5000.
ERRADO. Nada impede que alguma loja use números fora de ordem,
escolhendo, por exemplo, números acima de 5000.

(C) não há dois clientes cadastrados em um mesmo estado que possuam o mesmo
número “Cliente Mais Barato”.
ERRADO. É possível que clientes de diferentes lojas, no mesmo estado,
possuam o mesmo número.

(D) existem 200 clientes cadastrados no Brasil que possuem 0001 como número
“Cliente Mais Barato”.
ERRADO. Isto até pode ser verdade, se em cada uma das 200 lojas o
número 0001 for utilizado para algum cliente. Mas nada obriga as lojas a usarem
este número, dado que elas tem 10.000 possibilidades de números para cadastro.

(E) não existe um número “Cliente Mais Barato” que esteja associado a apenas um
cliente cadastrado nessa rede de supermercados.
ERRADO. Pode ser que um número (ex.: 9999) seja usado em apenas uma
loja, para um único cliente, e não seja usado por nenhuma outra loja.
62895983097

Resposta: A

80. FCC – TRT/11a – 2012) Existem no mundo 7 bilhões de pessoas, nenhuma


delas com mais de 200.000 fios de cabelo em sua cabeça. Somente com essas
informações, conclui-se que existem no mundo, necessariamente,
(A) pessoas com 200.000 fios de cabelo em suas cabeças.
(B) mais do que 7 bilhões de fios de cabelo.
(C) pessoas com nenhum fio de cabelo em suas cabeças.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) duas pessoas com números diferentes de fios de cabelo em suas cabeças.
(E) duas pessoas com o mesmo número de fios de cabelo em suas cabeças.
RESOLUÇÃO:
(A) pessoas com 200.000 fios de cabelo em suas cabeças.
Falso. Foi afirmado que ninguém tem mais que 200.000 fios, mas nada
garante que alguém efetivamente tenha 200.000 fios. Pode ser que todas as
pessoas tenham 199.999 ou menos.

(B) mais do que 7 bilhões de fios de cabelo.


Falso. Pode ser que existam várias pessoas carecas no mundo, sem nenhum
fio de cabelo, de forma que, na média, haja menos que 1 fio de cabelo por pessoa,
ou seja, menos de 7 bilhões de fios de cabelo ao todo.

(C) pessoas com nenhum fio de cabelo em suas cabeças.


Falso. Da mesma forma que não podemos garantir que existe alguém com
200.000 fios, não podemos dizer que existem pessoas carecas com base nas
informações fornecidas pelo enunciado.

(D) duas pessoas com números diferentes de fios de cabelo em suas cabeças.
Falso. Pode ser que todas as pessoas do mundo tenham a mesma
quantidade de fios de cabelo!

(E) duas pessoas com o mesmo número de fios de cabelo em suas cabeças.
Verdadeiro. Temos apenas 200.001 “possibilidades” de quantidade de cabelo
por pessoa: ou 0 fios, ou 1 fio, ou 2, e assim por diante, até 200.000 fios. Se
precisamos distribuir 7 bilhões 62895983097
de pessoas nesses 200.001 grupos,
necessariamente um grupo terá mais de 1 pessoa. Ou seja, podemos dizer que 2
pessoas tem o mesmo número de fios de cabelo.
Resposta: E

81. VUNESP – Polícia Civil/SP – 2013) Um total de onze indivíduos moram


distribuídos em no máximo cinco casas. Considere que pode haver casas sem
indivíduos morando e que cada indivíduo mora apenas em uma única casa. Pode-se
afirmar necessariamente sobre essa situação que

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) todos moram em uma única casa.

(B) há uma casa em que ninguém mora.

(C) há uma casa com pelo menos três indivíduos morando.

(D) há uma casa com exatamente cinco indivíduos morando.

(E) há indivíduos morando em todas as casas.

RESOLUÇÃO:

Veja que, em um extremo, podemos ter todos os 11 indivíduos morando em


uma única casa, ficando todas as outras vazias. Isso não é obrigatório, porém pode
acontecer. Por outro lado, podemos começar espalhando 1 pessoa em cada casa, e
depois mais 1 pessoa em cada casa, ficando com 2 pessoas por casa. A 11ª pessoa
certamente iria ocupar uma casa que já teria pelo menos 2 pessoas. Assim,
certamente em pelo menos uma das casas há 3 indivíduos ou mais morando.

Analisando as alternativas, temos isso na letra C.

Resposta: C

82. FGV – CODESP – 2010) De um conjunto de dezoito cartas vermelhas (copas ou


ouros) de um baralho, sabe-se que:

- pelo menos uma carta é de copas

- dadas duas quaisquer dessas cartas, pelo menos uma delas é de ouros

Sobre esse conjunto de dezoito cartas tem-se que:

a) exatamente nove são de copas

b) exatamente doze são de ouros 62895983097

c) pelo menos onze são de copas

d) exatamente dezessete são de ouros

e) no máximo onze são de ouros

RESOLUÇÃO:

Se, dadas quaisquer duas cartas, pelo menos uma é de ouros, então pelo
menos 17 cartas devem ser de ouros. Caso contrário (ex.: se houvessem duas ou

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
mais cartas de copas), pode ser que um conjunto de duas cartas que pegássemos
não tivesse nenhuma carta de ouros.

Portanto, temos 17 cartas de ouros, além de uma carta de copas para


atender a premissa de que “pelo menos uma carta é de copas”.

Resposta: D

83. FGV - CODESP – 2010) Há três caixas A, B e C. Na caixa A há dez bolas


amarelas, na caixa B há dez bolas azuis e na caixa C há dez bolas vermelhas. São
retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa A e colocadas na caixa B. A seguir,
são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa B e colocadas na caixa C.
Finalmente, são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa C e colocadas na
caixa A. Ao final, tem-se que:

a) na caixa A há, no mínimo, seis bolas amarelas

b) na caixa B há, no máximo, cinco bolas azuis

c) na caixa C há, no mínimo, uma bola amarela

d) na caixa A há, no mínimo, uma bola vermelha

e) na caixa C há, no máximo, cinco bolas azuis

RESOLUÇÃO:

Vamos seguir os passos do enunciado:

1ª Etapa - São retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa A e colocadas na caixa


B.

Feito isso, a caixa A fica com 5 bolas amarelas e a B com 10 bolas azuis e 5
amarelas. 62895983097

2ª Etapa - A seguir, são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa B e colocadas


na caixa C.

Ao pegar 5 bolas da caixa B, podemos pegar apenas bolas azuis, ou apenas


bolas amarelas, ou uma mistura dessas duas cores, transferindo-as para a caixa C.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
3ª Etapa - Finalmente, são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa C e
colocadas na caixa A.

Ao retirar 5 bolas da caixa C, podemos pegar: 5 bolas amarelas, ou 5 bolas


azuis, ou uma mistura de bolas amarelas e azuis, ou 5 bolas vermelhas, ou uma
mistura de bolas vermelhas e outras cores.

Com isso em mãos vamos analisar as alternativas:

a) na caixa A há, no mínimo, seis bolas amarelas

FALSO. Retiramos inicialmente 5 bolas amarelas desta caixa, e não


podemos afirmar que alguma delas foi devolvida na última etapa.

b) na caixa B há, no máximo, cinco bolas azuis

FALSO. Na segunda etapa, pode ser que algumas das bolas retiradas de B
(ou todas) não sejam azuis, de modo que ela pode ter permanecido com mais de 5
bolas azuis.

c) na caixa C há, no mínimo, uma bola amarela

FALSO. Pode ser que na segunda etapa tenhamos pego apenas bolas azuis
da caixa B e colocado em C, de modo que ela ficou sem nenhuma bola amarela.

d) na caixa A há, no mínimo, uma bola vermelha

FALSO. Pode ser que as bolas transferidas para A na terceira etapa sejam
exatamente aquelas que passaram de B para C na segunda etapa. Com isso,
nenhuma bola vermelha de C foi parar em A.
62895983097

e) na caixa C há, no máximo, cinco bolas azuis

VERDADEIRO. Caso as bolas transferidas de B para C na segunda etapa


sejam todas azuis, a caixa C terá 5 bolas azuis. É impossível ela ter mais de 5 bolas
dessa cor.

Resposta: E

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
84. FGV – BADESC – 2010) Mariano distribuiu 3 lápis, 2 borrachas e 1 caneta pelas
3 gavetas de sua cômoda. Adriana, sua esposa, abriu uma das gavetas e
encontrou, dentro dela, 2 lápis e 1 caneta. Sabendo-se que nenhuma das 3 gavetas
está vazia, analise as afirmativas a seguir:

I. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se pelo


menos uma borracha.

II. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se um único
lápis.

III. É possível encontrar, em uma das gavetas, mais de uma borracha.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.

(D) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

RESOLUÇÃO:

Após a abertura da primeira gaveta, onde se encontravam 2 lápis e 1 caneta,


podemos dizer que restam nas demais gavetas 1 lápis e 2 borrachas. Sabemos
também que nenhuma gaveta está vazia. Com isso, vamos analisar as afirmativas:

I. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se pelo


menos uma borracha.
62895983097

Falso. Pode ser que seja aberta uma gaveta que contenha apenas 1 lápis.

II. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se um único
lápis.

Falso. Pode ser que seja aberta uma gaveta contendo apenas borrachas.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
III. É possível encontrar, em uma das gavetas, mais de uma borracha.

Verdadeiro. Talvez exista, em uma das gavetas não abertas, mais de uma
borracha (afinal ainda faltam encontrar 2 delas). Só não podemos garantir que será
encontrada mais de uma borracha em uma das gavetas.

Resposta: C

85. FGV – Senado Federal - 2012) Sobre uma mesa há três caixas alinhadas.Na
caixa da esquerda há seis bolas pretas, na caixa do meio há oito bolas brancas e na
caixa da direita há 10 bolas vermelhas.Inicialmente,retiram-se quatro bolas da caixa
esquerda,que são colocadas na caixa do meio.A seguir,retiram-se aleatoriamente
quatro bolas da caixa do meio,que são colocadas na caixa da direita.Finalmente,
retiram-se aleatoriamente seis bolas da caixa da direita,que são colocadas na caixa
da esquerda.Ao final,cada caixa tem oito bolas,sendo que:

a) na caixa da direita há, no máximo, três bolas brancas

b) na caixa da esquerda há,no mínimo, quatro bolas vermelhas

c) na caixa do meio há, no mínimo, duas bolas pretas

d) na caixa da esquerda há, no máximo, quatro bolas brancas

e) na caxa da direita há, no mínimo, uma bola preta

RESOLUÇÃO:

Designando por P, B e V as bolas pretas, brancas e vermelhas,


respectivamente, inicialmente nós temos:

6P na esquerda; 8B no meio; 10V na direita


62895983097

- 1º passo: retiram-se quatro bolas da caixa esquerda,que são colocadas na caixa


do meio. Assim, temos:

2P na esquerda; 4P+8B no meio; 10V na direita

- 2º passo: retiram-se aleatoriamente quatro bolas da caixa do meio,que são


colocadas na caixa da direita.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Essas 4 bolas retiradas da caixa do meio podem ser todas P, todas B ou
parte P e parte B.

- 3º passo: retiram-se aleatoriamente seis bolas da caixa da direita, que são


colocadas na caixa da esquerda.

Essas 6 bolas retiradas da caixa da direita podem ser todas V, parte P e


parte V, parte B e parte V, ou parte P parte B e parte V.

Analisando as alternativas, temos:

a) na caixa da direita há, no máximo, três bolas brancas

Falso. Pode ser que, das 4 bolas levadas da caixa do meio p/ a da direita,
todas sejam brancas, e nenhuma tenha sido levada para a caixa da esquerda no 3º
passo.

b) na caixa da esquerda há, no mínimo, quatro bolas vermelhas

Falso. Não podemos afirmar que, das 6 bolas levadas da caixa da direita
para a caixa da esquerda no 3º passo, pelo menos 4 eram vermelhas. Parte delas
podem ser bolas brancas ou pretas.

c) na caixa do meio há, no mínimo, duas bolas pretas

Falso. Pode ser que todas as bolas pretas levadas da caixa da esquerda para
a do meio (1º passo) tenham sido levadas para a caixa da direita no 2º passo.
62895983097

d) na caixa da esquerda há, no máximo, quatro bolas brancas

Verdadeiro. A única forma de chegarem bolas brancas (originalmente na


caixa do meio) até a caixa da esquerda é que 4 delas tenham sido levadas da caixa
do meio para a da direita (no 2º passo) e que todas elas tenham sido levadas para a
caixa da esquerda (no 3º passo).

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
e) na caxa da direita há, no mínimo, uma bola preta

Falso. Pode ser que as 4 bolas pretas que foram da caixa da esquerda para a
do meio no 1º passo tenham sido levadas para a caixa da direita no 2º passo.

Resposta: D

86. FGV – SUDENE/PE – 2013) Em uma empresa as salas A e B são vizinhas.


Inicialmente, na sala A há 8 homens e nenhuma mulher e na sala B há 6 mulheres e
nenhum homem. Três pessoas da sala A são sorteadas e transferidas para a sala B
e, em seguida, quatro pessoas que estão na sala B nesse momento, são sorteadas
e transferidas para a sala A. Depois dessas transferências é correto concluir que
(A) a sala A tem, no máximo, 6 homens.
(B) a sala B tem, no mínimo, 1 mulher.
(C) a sala A tem, no máximo, 3 mulheres.
(D) a sala B tem, no máximo, 2 homens.
(E) a sala A tem, no mínimo, 5 homens.
RESOLUÇÃO:
Três pessoas da sala A são sorteadas e transferidas para a sala B. Com isso,
a sala A fica com 5 homens, e a sala B fica com 6 mulheres e 3 homens.
Em seguida, quatro pessoas que estão na sala B nesse momento, são
sorteadas e transferidas para a sala A. Note que, nessa transferência, podem ter ido
4 mulheres, ou 3 mulheres e 1 homem, 2 mulheres e 2 homens, ou 1 mulher e 3
homens.
Com essas informações em mente, vamos analisar as alternativas:

(A) a sala A tem, no máximo, 6 homens.


ERRADO. Podem ter retornado 3 homens, e ela estar com 5 + 3 = 8 homens.
62895983097

(B) a sala B tem, no mínimo, 1 mulher.


ERRADO. Ainda que tenham sido transferidas 4 das 6 mulheres, restariam
no mínimo 2 mulheres na sala B.

(C) a sala A tem, no máximo, 3 mulheres.


ERRADO, pois podem ter sido levadas 4 mulheres para A.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

(D) a sala B tem, no máximo, 2 homens.


ERRADO, pois os 3 homens inicialmente transferidos podem ter permanecido
em B.

(E) a sala A tem, no mínimo, 5 homens.


CORRETO, pois ainda que não tenha retornado nenhum homem de B para
A, restam os 5 homens que já estavam em A.
RESPOSTA: E

87. FCC – SEFAZ/SP – 2009) O setor de fiscalização da secretaria de meio


ambiente de um município é composto por seis fiscais, sendo três biólogos e três
agrônomos. Para cada fiscalização, é designada uma equipe de quatro fiscais,
sendo dois biólogos e dois agrônomos. São dadas a seguir as equipes para as três
próximas fiscalizações que serão realizadas.

Sabendo que Pedro é biólogo, é correto afirmar que, necessariamente,


(A) Valéria é agrônoma.
62895983097

(B) Tânia é bióloga.


(C) Rafael é agrônomo.
(D) Celina é bióloga.
(E) Murilo é agrônomo.
RESOLUÇÃO:
Se Pedro é biólogo, podemos analisar a fiscalização 2 e ver que, dentre

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Tânia, Valéria e Murilo, temos necessariamente 2 agrônomos e 1 biólogo (não
sabemos qual deles).
Valéria e Murilo podem ser os 2 agrônomos, ou então 1 agrônomo e 1
biólogo. Assim:
- Se Valéria e Murilo forem agrônomos, então Celina e Rafael são ambos biólogos,
para que a equipe da Fiscalização 1 contenha 2 profissionais de cada tipo. E, com
isso, Murilo e Tânia devem ser ambos agrônomos, para que a equipe 3 contenha
também 2 profissionais de cada tipo. E, sendo Murilo e Tânia agrônomos, Valéria
deve ser bióloga, para completar corretamente a equipe 2. Mas havíamos assumido
que Valéria era agrônoma (assim como Murilo)! Chegamos a uma inconsistência.
Devemos, portanto, descartar essa hipótese.
- Se Valéria e Murilo forem 1 agrônomo e 1 biólogo, então Rafael e Celina são
também 1 agrônomo e 1 biólogo. Com isso, Murilo e Tânia precisam ser também 1
agrônomo e 1 biólogo, para que a equipe 3 contenha 2 profissionais de cada tipo.
Assim, Valéria precisa ser agrônoma, para completar a equipe 2. Sendo ela
agrônoma, Murilo é biólogo. Aqui não houve falha no raciocínio.

Analisando as alternativas, temos que apenas a letra A está correta, pois


Valéria é agrônoma.
Resposta: A

88. FCC – ISS/SP – 2012) Para a prova final de um concurso de televisão, serão
colocadas 20 caixas no palco, numeradas de 1 a 20. Em cada caixa, haverá uma
pista diferente, que ajudará a desvendar o enigma da noite. Um a um, os 20
concorrentes serão sorteados para ter acesso às pistas, de acordo com a seguinte
regra: 62895983097

- o 1º sorteado lerá as pistas das caixas 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14,
15, 16, 17, 18, 19 e 20;

- o 2º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 2, 4, 6, 8, 10, 12, 14, 16, 18 e 20

- o 3º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 3, 6, 9, 12, 15 e 18

- o 4º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 4, 8, 12, 16 e 20

- o 5º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 5, 10, 15 e 20

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- o 6º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 6, 12 e 18

E assim sucessivamente, até o 20º sorteado, que lerá só a pista da caixa 20.

Algumas pistas serão lidas por um número par de concorrentes e as demais serão
lidas por um número ímpar de concorrentes. A quantidade de pistas lidas por um
número ímpar de concorrentes é:

a) 4

b) 5

c) 7

d) 8

e) 10

RESOLUÇÃO:

Essa questão pode ser facilmente resolvida “no braço”, desde que você
perceba o seguinte: o 1º sorteado vê todas as pistas múltiplas de 1; o 2º vê todas
as múltiplas de 2; o 3º vê todas as múltiplas de 3, e assim por diante.

Assim, verão a pista 1 apenas os candidatos cuja posição seja um divisor de


1; verão a pista 2 os candidatos cuja posição seja um divisor de 2, e assim por
diante.

Verão a pista 1: apenas o 1  número ímpar de pessoas

Verão a pista 2: o 1 e o 2

Verão a pista 3: o 1 e o 3

Verão a pista 4: o 1, 2 e 4  número ímpar de pessoas


62895983097

...

Verão a pista 9: o 1, 3 e 9  número ímpar de pessoas

...

Verão a pista 16: o 1, 2, 4, 8 e 16  número ímpar de pessoas

...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(as reticências representam os demais números, cuja análise você mesmo pode
efetuar)

Assim, fica claro que apenas 4 pistas serão lidas por um número ímpar de
pessoas. Letra A.

Em uma solução mais elegante, veja que apenas as pistas cujo número é um
quadrado perfeito {1, 4, 9 e 16} serão vistas por um número ímpar de pessoas.

Resposta: A

89. FCC – TRT/1ª – 2013) Seis pessoas, dentre as quais está Elias, estão
aguardando em uma fila para serem atendidas pelo caixa de uma loja. Nesta fila,
Carlos está à frente de Daniel, que se encontra imediatamente atrás de Bruno.
Felipe não é o primeiro da fila, mas está mais próximo do primeiro lugar do que do
último. Sabendo que Ari será atendido antes do que Carlos e que Carlos não é o
quarto da fila, pode-se concluir que a pessoa que ocupa a quarta posição da fila
(A) certamente é Bruno.
(B) certamente é Daniel.
(C) certamente é Elias.
(D) pode ser Bruno ou Daniel.
(E) pode ser Bruno ou Elias.
RESOLUÇÃO:
Imagine que a fila seja representada pelas lacunas abaixo, onde a primeira
pessoa estaria à esquerda e a última à direita:
__ - __ - __ - __ - __ - __

Sabemos que Daniel se encontra imediatamente atrás de Bruno, ou seja, não


62895983097

há ninguém entre os dois. Sabemos ainda que Carlos está à frente de ambos.
Assim, podemos representá-los:
...Carlos ... Bruno – Daniel ...

Ari está à frente de Carlos, ou seja:


... Ari ...Carlos ... Bruno – Daniel ...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Felipe não é o primeiro da fila, mas está mais próximo do primeiro lugar do
que do último. Assim, ele deve ser o segundo ou o terceiro. Como Carlos não é o
quarto, vemos que Felipe e Elias não podem estar, ambos, à sua frente. Assim,
como Felipe já está entre os 3 primeiros, sobra para Elias a quarta ou a última
posições. Assim, temos 2 possibilidades para a quarta posição: Elias ou Bruno
(neste caso, com Elias na última posição).
Resposta: E

90. FCC – TRT/11ª – 2012) Uma avó deseja dividir uma laranja já descascada em
oito partes, para distribuir entre seus oito netos. Para isso, ela fará cortes planos na
fruta, todos eles passando pelo seu centro e atravessando-a totalmente. O número
mínimo de cortes que essa avó deverá fazer é igual a

(A) 3

(B) 4

(C) 5

(D) 6

(E) 8

RESOLUÇÃO:

Veja que é possível dividir a laranja em 8 partes iguais efetuando 3 cortes:

- um corte dividindo a laranja em 2 metades (em vermelho):

62895983097

- um segundo corte, similar ao primeiro, cortando cada metade ao meio, obtendo 4


partes (veja em amarelo):

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

- um terceiro corte, transversalmente, dividindo a laranja em 8 segmentos iguais (em


verde):

Resposta: A

91. FCC – MPE/PE – 2012) Em uma festa haviam apenas casais e seus respectivos
filhos naturais, que chamaremos de meninos e meninas. A respeito dessas pessoas
presentes na festa, sabe-se que:
− havia mais meninos do que meninas;
− não havia casais sem filhos;
− cada menino tem uma irmã. 62895983097

Apenas com os dados fornecidos, com relação às pessoas presentes na festa, é


necessariamente correto afirmar que há
(A) menos pais do que filhos.
(B) casais com dois filhos e uma filha.
(C) casais com apenas uma filha.
(D) o mesmo número de homens e mulheres.
(E) mais mulheres do que homens.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Com as informações dadas pelo enunciado em mente, vamos julgar as
alternativas:

(A) menos pais do que filhos.


CORRETO. Como todos os casais tem filhos, para cada casal temos pelo
menos 1 criança. Se houverem casais com apenas 1 criança, esta será uma menina
(pois se tivessem um menino, ele teria que ter uma irmã, não sendo filho único). E
como o número total de meninos é maior que o de meninas, os outros casais terão
meninos em quantidade suficiente para superar o número de meninas, de modo que
o total de crianças será maior do que o total de pais.

(B) casais com dois filhos e uma filha.


ERRADO. Se cada menino tem uma irmã, e o número de meninos é maior
que o de meninas, então alguns meninos devem ter a mesma irmã em comum. Mas
não necessariamente seriam 2 filhos e 1 filha (podem ser 3 filhos e 1 filha, por
exemplo).

(C) casais com apenas uma filha.


ERRADO. Não temos informações suficientes para afirmar que existem
casais com só 1 filha, embora isso seja possível.

(D) o mesmo número de homens e mulheres.


ERRADO. Como há mais meninos que meninas, e os pais são casais
(mesmo número de homens e mulheres), ao todo teremos mais pessoas do sexo
masculino.

62895983097

(E) mais mulheres do que homens.


ERRADO. Como afirmado acima, temos mais homens que mulheres.
Resposta: A

92. FCC – ICMS/SP – 2006) Repare que com um número de 5 algarismos,


respeitada a ordem dada, pode-se criar 4 números de dois algarismos. Por exemplo:
de 34712, pode-se criar o 34, o 47, o 71 e o 12. Procura-se um número de cinco

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
algarismos formado pelos algarismos 4, 5, 6, 7 e 8, sem repetição. Veja abaixo
alguns números desse tipo e ao lado de cada um deles a quantidade de números de
dois algarismos que esse número tem em comum com o número procurado.

O número procurado é:
a) 58746
b) 46875
c) 87456
d) 68745
e) 56874
RESOLUÇÃO:
Coloquei na primeira coluna da tabela abaixo os mesmos 4 números dados
na tabela do enunciado. E coloquei na primeira linha da tabela as 5 alternativas de
resposta deste exercício:
58746 46875 87456 68745 56874
48765
86547
87465
48675

Vamos agora preencher as células vazias com a quantidade de números de


dois algarismos em comum entre o número da linha e o número da coluna. Veja isso
abaixo. Para você entender melhor, coloquei entre parênteses quais seriam esses
62895983097

números de dois algarismos em comum:

58746 46875 87456 68745 56874


48765 1 (87) 1 (87) 1 (87) 1 (87) 1 (87)

86547 0 0 0 0 0

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
87465 3 (87, 74, 46) 2 (87,46) 2 (87, 74) 2 (87, 74) 2 (87, 74)

48675 0 1 (75) 0 0 0

Repare que o único caso onde temos 1, 0, 2 e 1 números de dois algarismos


em comum é aquele do número 46875 (alternativa B).
Resposta: B

93. FCC – TRT/6a – 2012) Em um torneio de futebol, as equipes ganham 3 pontos


por vitória, 1 ponto por empate e nenhum ponto em caso de derrota. Na 1a fase
desse torneio, as equipes são divididas em grupos de quatro, realizando um total de
seis jogos (dois contra cada um dos outros três times do grupo). Classificam-se para
a 2a fase as duas equipes com o maior número de pontos. Em caso de empate no
número de pontos entre duas equipes, prevalece aquela com o maior número de
vitórias.
A tabela resume o desempenho dos times de um dos grupos do torneio, após cada
um ter disputado cinco jogos.

Sabendo que, na última rodada desse grupo, serão realizados os jogos


Arranca Toco X Espanta Sapo e Bola Murcha X Canela Fina, avalie as afirmações a
seguir.
I. A equipe Arranca Toco já está classificada para a 2a fase, independentemente dos
resultados da última rodada. 62895983097

II. Para que a equipe Canela Fina se classifique para a 2a fase, é necessário que ela
vença sua partida, mas pode não ser suficiente.
III. Para que a equipe Espanta Sapo se classifique para a 2a fase, é necessário que
ela vença sua partida, mas pode não ser suficiente.
Está correto o que se afirma em
(A) I, II e III.
(B) I, apenas.
(C) I e II, apenas.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) II e III, apenas.
(E) I e III, apenas.
RESOLUÇÃO:
Para quem gosta de futebol, trata-se de uma regra de pontuação muito
parecida com a do campeonato brasileiro. Vamos começar calculando o número de
pontos de cada time ao final da 5ª rodada. Basta multiplicarmos por 3 o número de
vitórias (afinal cada vitória rende 3 pontos) e por 1 o número de empates, somando
ao final:
Arranca Toco  3 x 3 + 1 x 1 = 10 pontos
Bola Murcha  2 x 3 + 0 x 1 = 6 pontos
Canela Fina  1 x 3 + 3 x 1 = 6 pontos
Espanta Sapo  1 x 3 + 2 x 1 = 5 pontos

Repare que, apesar de as equipes Bola Murcha e Canela Fina possuírem a


mesma pontuação, a primeira encontra-se na frente pois possui maior número de
vitórias (2, ao invés de 1). Os próximos jogos são:
Arranca Toco X Espanta Sapo e Bola Murcha X Canela Fina

Vamos avaliar os itens:

I. A equipe Arranca Toco já está classificada para a 2a fase, independentemente dos


resultados da última rodada.
Essa equipe já tem 10 pontos. Mesmo que as equipes Bola Murcha ou
Canela Fina ganhem mais 3 pontos nesta última rodada, elas alcançarão apenas 9
pontos, ficando atrás da Arranca Toco. Item VERDADEIRO.

II. Para que a equipe Canela Fina se classifique para a 2a fase, é necessário que ela
62895983097

vença sua partida, mas pode não ser suficiente.


Já vimos que a equipe Arranca Toco será a primeira colocada, portanto resta
apenas 1 vaga para classificação à 2ª fase.
Se a equipe Canela Fina perder para a Bola Murcha, esta última se classifica
com 9 pontos (repare que a Espanta Sapo tem apenas 5 pontos, e pode chegar no
máximo a 8 pontos se vencer o seu jogo).

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Já se a Canela Fina empatar, ela também não se classificará, pois continuará
atrás da Bola Murcha (pois esta última tem maior número de vitórias, e ambas
chegarão a 7 pontos).
Portanto, é preciso que a Canela Fina vença a Bola Murcha, alcançando 9
pontos. Com isso, ela se classifica mesmo que a Espanta Sapo vença o seu jogo e
atinja 8 pontos. Isto significa que é suficiente para a Canela Fina vencer o seu jogo
(ela não depende do resultado do outro jogo). Item FALSO.

III. Para que a equipe Espanta Sapo se classifique para a 2a fase, é necessário que
ela vença sua partida, mas pode não ser suficiente.
A Espanta Sapo pode atingir no máximo 8 pontos. Mas se houver vencedor
no jogo Bola Murcha X Canela Fina, este vencedor atingirá 9 pontos, eliminando a
Espanta Sapo.
Assim, para esta equipe se classificar, ela precisa vencer o seu jogo
(chegando a 8 pontos), mas isso pode não ser suficiente. Ela ainda precisará torcer
para o empate entre Bola Murcha X Canela Fina, de modo que estas duas equipes
atinjam apenas 7 pontos. Item VERDADEIRO.
Resposta: E

94. FCC – ALRN – 2013) A respeito de seis pessoas com laços familiares, sabe-se
que:
 Maria é mãe de Ivan;
 Carmem é irmã de José;
 Carla é sogra de Nestor;
 Maria é filha única de Carla e José.
Nas condições descritas, e considerando as situações usuais de laços familiares,
62895983097

Carmem e Ivan são, respectivamente, de Maria e Nestor


(A) irmã e sobrinho.
(B) tia e primo.
(C) prima e filho.
(D) tia e filho.
(E) prima e sobrinho.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Para resolver essa questão, vamos simbolizar com uma linha horizontal o
parentesco na mesma geração (ex.: entre irmãos) e com uma linha vertical o
parentesco entre gerações (ex.: entre pai e filho). Usando as informações dadas:
 Maria é mãe de Ivan;

 Carmem é irmã de José;

 Maria é filha única de Carla e José: juntando essa informação aos desenhos,
anteriores, temos:

 Carla é sogra de Nestor: para Carla ser sogra de Nestor, é preciso que
Nestor seja casado com uma filha de Carla. Como a única filha de Carla é
Maria, então Nestor é casado com Maria. Temos o desenho final:

62895983097

Nas condições descritas, e considerando as situações usuais de laços familiares,


Carmem e Ivan são, respectivamente, de Maria e Nestor

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Nas condições descritas, Carmen é tia de Maria (pois é irmã de José, que é pai
de Maria), e Ivan é filho de Nestor (que é o marido de Maria, mãe de Nestor).
Resposta: D

95. FCC – TRT/BA – 2013) Para montar, com palitos de fósforo, o quadriculado 2 ×
2 mostrado na figura a seguir, foram usados, no total, 12 palitos.

Para montar um quadriculado 6 × 6 seguindo o mesmo padrão, deverão ser usados,


no total,

(A) 64 palitos.

(B) 72 palitos.

(C) 84 palitos.

(D) 96 palitos.

(E) 108 palitos.

RESOLUÇÃO:

Precisamos entender a lógica que permite calcular rapidamente o número de


palitos em cada figura. Repare que, no quadriculado 2 x 2 da figura, temos 3 linhas
verticais formadas por 2 palitos cada, e mais 3 linhas horizontais formadas por 2
62895983097

palitos cada. De fato, veja que ao todo temos 12 palitos, pois:

12 = 3 x 2 + 3 x 2

De maneira análoga, no quadriculado 6 x 6, nós teremos 7 linhas verticais


formadas por 6 palitos cada (totalizando 7 x 6 = 42 palitos) e mais 7 linhas
horizontais formadas por 6 palitos cada uma (totalizando mais 7 x 6 = 42 palitos).

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Ao todo, teremos:

Palitos = 7 x 6 + 7 x 6 = 84

RESPOSTA: C

96. FCC – TCE-SP – 2005) Ernesto é chefe de uma seção do Tribunal de Contas do
Estado de São Paulo, na qual trabalham outros quatro funcionários: Alicia, Benedito,
Cíntia e Décio. Ele deve preparar uma escala de plantões que devem ser cumpridos
por todos, ele inclusive, de segunda à sexta-feira. Para tal, ele anotou a
disponibilidade de cada um, com suas respectivas restrições:
− Alicia não pode cumprir plantões na segunda ou na quinta-feira, enquanto que
Benedito não pode cumpri-los na quarta-feira;
− Décio não dispõe da segunda ou da quinta-feira para fazer plantões;
− Cíntia está disponível para fazer plantões em qualquer dia da semana;
− Ernesto não pode fazer plantões pela manhã, enquanto que Alicia só pode cumpri-
los à noite;
− Ernesto não fará seu plantão na quarta-feira, se Cíntia fizer o dela na quinta-feira
e, reciprocamente.
Nessas condições, Alicia, Benedito e Décio poderão cumprir seus plantões
simultaneamente em uma:
a) terça-feira à noite.
b) terça-feira pela manhã.
c) quarta-feira à noite.
d) quarta-feira pela manhã.
e) sexta-feira pela manhã.
62895983097

RESOLUÇÃO:

Veja na tabela abaixo a disponibilidade de cada funcionário (coloquei apenas


a primeira letra do nome), de acordo com as informações dadas pelo enunciado

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta

A (noite) não não

B não

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
C sim sim sim sim Sim

D não não

E (tarde e noite)

A única informação que não se encontra nesta tabela é “Ernesto não fará seu
plantão na quarta-feira, se Cíntia fizer o dela na quinta-feira e, reciprocamente.” Veja
que A só pode dar plantões a noite, portanto os plantões simultâneos entre A, B e D
necessariamente são à noite. Veja ainda que na segunda e quinta-feira nem A nem
D estão disponíveis. E na quarta-feira, B não está disponível. Sobra apenas a terça-
feira ou sexta-feira, e somente à noite.
A letra A é o gabarito, pois menciona terça à noite.
Resposta: A.

97. FCC – TRT/9ª – 2013) Uma senha formada por três letras distintas de nosso
alfabeto possui exatamente duas letras em comum com cada uma das seguintes
palavras: ARI, RIO e RUA. Em nenhum dos três casos, porém, uma das letras em
comum ocupa a mesma posição na palavra e na senha. A primeira letra dessa
senha é
(A) R
(B) O
(C) L
(D) I
(E) A
RESOLUÇÃO:
Veja na tabela abaixo as possibilidades de letras que temos para cada
62895983097

posição da senha:
Primeira posição Segunda posição Terceira posição
A, I, O, U ou R A, I, O, U ou R A, I, O, U ou R

Pode até ser que esta senha possua outras letras (diferente daquelas
presentes em ARI, RIO ou RUA), mas o que o enunciado determina é que:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- a senha possui exatamente duas letras em comum com cada uma das seguintes
palavras: ARI, RIO e RUA;
- em nenhum dos três casos uma das letras em comum ocupa a mesma posição na
palavra e na senha.

Considerando esta última dica, podemos excluir letras de cada posição. Por
exemplo, a letra A está na primeira posição na palavra ARI, e portanto não pode
estar nesta posição na senha. Assim, podemos tirar o A da primeira posição da
senha. Da mesma forma, podemos tirar o R da primeira posição da senha. Da
segunda posição da senha podemos excluir o R, o I e o U. E da terceira posição
podemos excluir o I, O e A. Ficamos com:
Primeira posição Segunda posição Terceira posição
I, O ou U A ou O U ou R

Vamos trabalhar agora com a seguinte regra:


- a senha possui exatamente duas letras em comum com cada uma das seguintes
palavras: ARI, RIO e RUA;

Note que a letra R aparece nas 3 palavras, I e A aparecem em 2 palavras, e


U e O aparecem em apenas 1 palavra.
Vamos chutar que o R faz parte da senha (automaticamente deve ser na
terceira posição, conforme a tabela acima). Com isso já temos 1 letra em comum
com cada palavra:
__ __ R

Para as duas primeiras posições, precisamos de uma letra que esteja


62895983097

presente em 2 palavras (I ou A) e uma letra que esteja em apenas 1 palavra (U ou


O). Imagine que selecionamos a letra A para a segunda posição:
__ A R

Feito isso, já temos 2 letras em comum com as palavras ARI e RUA, falando
mais uma letra em comum com a palavra RIO. Para isso poderíamos colocar as
letras I ou O, ficando com:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
I A R
O A R

Entretanto, repare que a senha IAR não pode ser aceita, pois ela tem 3 letras
em comum com a palavra ARI (e não somente duas, como exige o enunciado). Já a
senha OAR obedece as duas regras:
- tem exatamente 2 letras em comum com cada palavra;
- nenhuma letra aparece na mesma posição que nas palavras.

Portanto, a primeira letra da senha é O.


Resposta: B

98. FCC – TRT/1ª – 2011) João escreveu uma mensagem para seu amigo Pedro

com a sequência , que foi decifrada


corretamente por ele como a palavra MATEMÁTICA. Em resposta à mensagem de
João, e usando os mesmos símbolos e a mesma lógica do amigo, Pedro escreveu a
palavra DECIFREI. Uma sequência que Pedro pode ter usado na escrita correta
dessa palavra é:

a)

b)

c)

d)

e) 62895983097

RESOLUÇÃO:

Observe que tem 10 letras, assim


como MATEMÁTICA. Provavelmente, cada letra de uma palavra deve corresponder
a uma letra da outra palavra:

- N deve corresponder ao M de matemática. Na ordem alfabética, N é 1 letra após


M. E há 1 seta para cima antes de N.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- C deve corresponder ao A de matemática. C está 2 letras após o A, e há 2 setas
para cima antes de C.

- S deve corresponder ao T de matemática. Veja que S é uma letra anterior ao T, e


há 1 seta para baixo antes do S.

Pelo que vemos acima, podemos concluir que:

antes de uma letra do código indica que, para chegar na letra da palavra original,

é preciso voltar 1 casa no alfabeto. Ex.: indica que devemos voltar 1 letra no
alfabeto em relação a N, ou seja, a letra correta é M.

antes de uma letra do código indica que, para obter a letra da palavra original, é

preciso caminhar para a próxima letra do alfabeto. Ex.: indica que devemos usar
a próxima letra do alfabeto em relação a F, ou seja, a letra correta é G.

Podemos deduzir ainda que o símbolo significa que a letra do código é a


mesma letra da palavra original. Basta ver que o código termina com , enquanto
a palavra matemática também termina com A.

Entendidas essas regras, vamos utilizá-las para escrever, em código, a


palavra DECIFREI. Observe as alternativas do exercício. Veja que:

- no código significa que, na palavra original, a letra correspondente seria a


anterior, ou seja, E. Como DECIFREI começa com D, já percebemos que a
alternativa A está errada.
62895983097

- no código significa que, na palavra original, a letra correspondente seria a


seguinte, G. Portanto, a alternativa B também está errada.

- indica que, na palavra original, a letra correspondente seria a “anterior da


anterior”, ou seja, aquela 2 posições antes de C: a letra A. Já podemos descartar a
alternativa C.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- de fato corresponde a D de DECIFREI, pois D encontra-se 2 posições após B.
Logo, estamos entre as alternativas D e E.

- corresponde à letra seguinte à D, ou seja, E. Até aqui, a alternativa D parece


estar correta.

- Veja que (segunda letra da alternativa E) corresponderia a uma letra 2


posições antes de E, ou seja, C. Porém a segunda letra da palavra DECIFREI seria
E, o que nos faz descartar a alternativa E.

Já sabemos que o gabarito é a letra D analisando só as duas primeiras letras

do código desta alternativa. Se quiséssemos, poderíamos verificar que

corresponde a C, corresponde à I, é o próprio F, significa R,

significa E e significa I, formando DECIFREI.

Resposta: D.

99. FCC – SEFAZ/SP – 2009) Seis pessoas, entre elas Marcos, irão se sentar ao
redor de uma mesa circular, nas posições indicadas pelas letras do esquema
abaixo. Nesse esquema, dizemos que a posição A está à frente da posição D, a
posição B está entre as posições A e C e a posição E está à esquerda da posição F.

62895983097

Sabe-se que:
 Pedro não se sentará à frente de Bruno.
 Bruno ficará à esquerda de André e à direita de Sérgio.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
 Luís irá se sentar à frente de Sérgio.
Nessas condições, é correto afirmar que
(A) Pedro ficará sentado à esquerda de Luís.
(B) Luís se sentará entre André e Marcos.
(C) Bruno ficará à frente de Luís.
(D) Pedro estará sentado à frente de Marcos.
(E) Marcos se sentará entre Pedro e Sérgio.
RESOLUÇÃO:
Vamos supor que Bruno se sentará na posição A. Com isso, Pedro não pode
estar na posição D, pois o enunciado diz que ele não se sentará à frente de Bruno.
Como Bruno está à esquerda de André, podemos concluir que André está na
posição B. E como Bruno está à direita de Sérgio, podemos concluir que Sérgio está
na posição F.
Luís se senta à frente de Sérgio, ou seja, na posição C. Com isso, sobram as
posições D e E para Marcos e Pedro. Com Pedro não pode se sentar em D, ele
ocupa a posição E, restando para Marcos a posição D.
Temos, com isso, a seguinte distribuição:

Bruno
André Sérgio

Luís Pedro

Marcos
62895983097

Portanto, a letra B está correta.


A título de exercício, tente supor inicialmente que Bruno está em outra
posição (na posição B, por exemplo). Você chegará a um diagrama muito parecido
com a figura acima, apenas “girado” levemente no sentido horário. A resposta será a
mesma.
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

100. FCC – TRT/24ª – 2011) Parte do material de limpeza usado em certa Unidade
do Tribunal Regional do Trabalho é armazenada em uma estante que tem cinco
prateleiras, sucessivamente numeradas de 1 a 5, no sentido de cima para baixo.
Sabe-se que:

− cada prateleira destina-se a um único tipo dos seguintes produtos: álcool,


detergente, sabão, cera e removedor;

− o sabão fica em uma prateleira acima da do removedor e imediatamente abaixo


da prateleira onde é guardada a cera;

− o detergente fica em uma prateleira acima da do álcool, mas não naquela colada à
dele;

− o álcool fica na prateleira imediatamente abaixo da do sabão.

Com base nas informações dadas, é correto afirmar que

a) o detergente é guardado na prateleira 1.

b) a cera é guardada na prateleira 5.

c) o álcool é guardado na prateleira 3.

d) o removedor é guardado na prateleira 4.

e) o sabão é guardado na prateleira 2.

RESOLUÇÃO:

Temos 5 prateleiras e 5 produtos (álcool, detergente, sabão, cera e


removedor). Vamos analisar as informações dadas.

− o álcool fica na prateleira imediatamente abaixo da do sabão.


62895983097

A palavra imediatamente nos diz que não há nenhuma prateleira entre a do


álcool e a do sabão. Portanto, estes dois produtos estão da seguinte forma:

Sabão

Álcool

− o sabão fica em uma prateleira acima da do removedor e imediatamente abaixo


da prateleira onde é guardada a cera;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Se o sabão está imediatamente abaixo da cera, temos:

Cera

Sabão

Álcool

Sabemos ainda que o removedor está abaixo do sabão (e abaixo da cera e


do álcool também, pois não há nada entre esses 3 produtos, eles estão
imediatamente acima ou abaixo um do outro).

− o detergente fica em uma prateleira acima da do álcool, mas não naquela colada à
dele;

Se o detergente está acima do álcool, está acima do sabão e da cera, pois já


vimos que não há nada entre esses 3 produtos.

Portanto, se o detergente está acima do grupo de 3 produtos, e o removedor


está abaixo deste grupo, completamos as 5 prateleiras, e podemos numerá-las de
cima para baixo como pede o enunciado:

1. Detergente

2. Cera

3. Sabão

4. Álcool

5. Removedor

Analisando as alternativas, vemos que o detergente está na primeira


prateleira.

Resposta: A 62895983097

101. FCC – TRT/1ª – 2011) Três das seis portas indicadas na figura têm um prêmio
quando abertas, e três não têm.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Sabe-se que:

- se todos os prêmios estão em portas de cor branca, não há portas adjacentes com
prêmio

- se uma das portas cinza contém prêmio, todos os prêmios encontram-se em


portas adjacentes;

- mais do que uma porta de número par têm prêmio.

É correto afirmar que:

a) A porta 5 não tem um prêmio

b) A porta 4 tem um prêmio

c) A porta 1 tem um prêmio

d) As únicas portas de número par que têm prêmio são 2 e 4

e) As três portas de número par têm prêmio.

RESOLUÇÃO:

Temos 3 condições que devem ser respeitadas. Vamos analisá-las e ver no


que elas implicam.

- se todos os prêmios estão em portas de cor branca, não há portas adjacentes com
62895983097

prêmio: neste caso poderíamos ter prêmios nas portas 1-3-6 ou 1-4-6.

- se uma das portas cinza contém prêmio, todos os prêmios encontram-se em


portas adjacentes: as possibilidades aqui seriam 1-2-3, 2-3-4, 3-4-5 ou 4-5-6.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- mais do que uma porta de número par têm prêmio: das opções que listamos
acima, as que possuem mais de uma porta de número par são 1-4-6, 2-3-4 e 4-5-6.

Portanto, as portas com prêmio seguem uma dessas combinações: 1-4-6, 2-


3-4 e 4-5-6. Só assim as 3 regras são respeitadas simultaneamente. Veja que nas
três combinações possíveis temos a porta 4 presente. Ou seja, certamente a porta 4
contém prêmio.

Resposta: B

102. FCC – ALRN – 2013) Uma circunferência contém 11 marcas, cada uma delas
nomeada com uma letra do alfabeto, em sequência, a partir da letra A. Dois
jogadores iniciam um jogo com as respectivas fichas sobre a marca da letra A. Cada
um deles, em sua jogada, sorteia um número em um dado comum (de 1 a 6), sendo
que se o número sorteado for par ele avança, no sentido horário, o número de
marcas indicada no dado, e se o número sorteado for ímpar ele avança, no sentido
anti horário, o número de marcas indicada no dado.

Nos seus sorteios, um dos jogadores sorteou os números:4, 3, 2, 3, 6 e 5. O outro


jogador sorteou os números 6, 6, 1, 4, 3 e 4. Após realizarem todos os movimentos
das fichas, o maior número de marcas que estão entre as duas fichas é igual a
62895983097

(A) 9.
(B) 6.
(C) 8.
(D) 7.
(E) 5.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Vamos utilizar números positivos para simbolizar os movimentos no sentido
horário (que são os valores pares), e números negativos para simbolizar os
movimentos no sentido anti horário (que são os valores ímpares).
Assim, a movimentação do primeiro jogador foi:
4-3+2-3+6-5=1

Ao final, repare que esse jogador terminou apenas a 1 casa de distância, no


sentido horário, do ponto inicial (A), ou seja, terminou em B.

A movimentação do outro jogador foi:


6 + 6 – 1 + 4 - 3 + 4 = 16

Ele executou 16 movimentos no sentido horário a partir do ponto inicial. Após


11 movimentos ele retorna à posição inicial (A), e ainda tem que andar mais 5,
chegando à posição F.
Após realizarem todos os movimentos das fichas, o maior número de marcas
que estão entre as duas fichas é igual a: G, H, I, J, K, A  6 marcas.
Resposta: B

103. FCC – TRT/BA – 2013) Em uma concessionária de automóveis, cinco carros


de cores diferentes (vermelho, azul, branco, preto e prata) foram expostos em fila,
em ordem decrescente de preço. O carro vermelho que foi exposto é mais caro do
que o prata, mas é mais barato do que o branco. Além disso, sabe-se que o carro
preto ficou imediatamente depois do carro prata na fila. Apenas com essas
informações, pode-se concluir que o carro mais barato do grupo

(A) pode ser o azul ou o preto. 62895983097

(B) certamente é o branco.

(C) pode ser o branco ou o azul.

(D) certamente é o preto.

(E) pode ser o branco ou o preto.

RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Vamos colocar os carros em fila decrescente de preços, deixando à esquerda
os mais caros e à direita os mais baratos.

O carro vermelho que foi exposto é mais caro do que o prata, mas é mais
barato do que o branco. Podemos representar isso assim:

... branco ... vermelho ... prata ...

As reticências (...) significam que não temos certeza se existem outros carros
naquelas posições, ok? Além disso, sabe-se que o carro preto ficou imediatamente
depois do carro prata na fila:

... branco ... vermelho ... prata-preto ...

Veja que usei o hífen entre o prata e o preto para simbolizar que não há
nenhum carro entre eles, pois um está IMEDIATAMENTE após o outro.

O carro azul pode estar em qualquer das posições onde colocamos as


reticências. Se ele estiver à esquerda do prata, o carro preto será o mais barato. Se
ele estiver à direita do carro preto, então o azul será o mais barato.

Assim sendo, podemos concluir que o carro mais barato do grupo pode ser o
preto ou o azul.

RESPOSTA: A

104. FCC – TRT/BA – 2013) Os amigos André, Felipe e Pedro estão disputando um
62895983097

jogo composto por 10 rodadas. Ao final de cada rodada do jogo, que não admite
empates, o vencedor da rodada recebe R$ 30,00 do 3o colocado e R$20,00 do 2o
colocado. Cada um dos amigos começou o jogo com R$ 300,00 e, ao final da oitava
rodada, André estava com R$ 410,00, Felipe com R$240,00 e Pedro com R$
250,00. Nessas condições, pode-se concluir que necessariamente, ao final da
décima rodada,

(A) Felipe será o jogador com menos dinheiro dentre os três.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) André e Pedro terão quantidades diferentes de dinheiro.

(C) cada um dos três jogadores terá, no mínimo, R$ 200,00.

(D) André ainda terá mais dinheiro do que Felipe.

(E) Felipe terá uma quantia menor ou igual a R$ 300,00.

RESOLUÇÃO:

Repare que faltam apenas 2 rodadas: a 9ª e a 10ª. A cada rodada um jogador


pode perder no máximo 30 reais (se ficar em terceiro), e ganhar no máximo 50 reais
(se ficar em primeiro). Também é possível perder 20 reais, se ficar em segundo.

Portanto, em 2 rodadas um jogador pode perder no máximo 60 reais (se ficar


em terceiro colocado nas duas), e ganhar no máximo 100 reais (se ficar em primeiro
nas duas). Com isso em mãos, vamos analisar cada alternativa:

(A) Felipe será o jogador com menos dinheiro dentre os três.

ERRADO. É possível (por exemplo) que Felipe ganhe as duas rodadas,


chegando a 240 + 100 = 340 reais, e Pedro seja o terceiro nas duas, ficando com
250 – 60 = 190 reais.

(B) André e Pedro terão quantidades diferentes de dinheiro.

ERRADO. É possível que André fique em terceiro nas duas rodadas, ficando
com 410 – 60 = 350 reais, e Pedro vença as duas, ficando com 250 + 100 = 350
62895983097

reais.

(C) cada um dos três jogadores terá, no mínimo, R$ 200,00.

ERRADO. Como vimos na alternativa A, é possível que Pedro fique com


menos de 200 reais. O mesmo vale para Felipe.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) André ainda terá mais dinheiro do que Felipe.

CORRETO. Repare que, mesmo se André perder as duas, ele ficará com 410
– 60 = 350 reais. E o máximo que Felipe pode chegar é 240 + 100 = 340 reais.

(E) Felipe terá uma quantia menor ou igual a R$ 300,00.

ERRADO. Como vimos na alternativa D, Felipe pode chegar a 340 reais se


vencer as duas rodadas.

RESPOSTA: D

105. FGV – POLÍCIA CIVIL/MA – 2012 ) Cinco pessoas, Luiz, Mário, Nilton, Otávio
e Pedro trabalham juntos e possuem idades diferentes. Luiz, Otávio e Pedro sabem
as idades de todos e fazem as seguintes afirmações:
• Luiz diz que é mais novo que Nilton e mais velho que Otávio.
• Pedro diz que só há uma pessoa mais velha que ele.
• Otávio diz que ele não é o mais novo.
Organizando uma fila com essas pessoas em ordem crescente de idade, ou seja, a
primeira é a mais nova e a última a mais velha, pode-se concluir que:
(A) Otávio é o terceiro da fila.
(B) Pedro está na frente de Luiz.
(C) Luiz não é o terceiro da fila.
(D) Mário é o segundo da fila.
(E) Nilton é o último da fila.
RESOLUÇÃO:
62895983097

Usando as informações dadas, podemos ordená-los do mais novo (à


esquerda) ao mais velho (à direita) assim:

• Luiz diz que é mais novo que Nilton e mais velho que Otávio.

... Otávio ... Luiz ... Nilton...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
• Otávio diz que ele não é o mais novo.  logo, é preciso que Pedro ou Mário sejam
mais novos que Otávio.

• Pedro diz que só há uma pessoa mais velha que ele.  logo, Pedro não é o mais
novo, de modo que Mário é o mais novo, e somente Nilton é mais velho que Pedro:

Mário-Otávio-Luiz-Pedro-Nilton

Repare que, em ordem crescente de idade, Nilton é o último da fila, pois ele é
o mais velho.
RESPOSTA: E

106. FGV – POLÍCIA CIVIL/MA – 2012 ) Para tornar uma mensagem secreta, uma
palavra foi codificada de acordo com as instruções a seguir:
I. Você deve substituir cada letra pelo número correspondente da tabela a seguir:
A 10 I 18 Q 26 Y 34
B 11 J 19 R 27 Z 35
C 12 K 20 S 28 36
D 13 L 21 T 29
E 14 M 22 U 30
F 15 N 23 V 31
G 16 O 24 W 32
H 17 P 25 X 33
II. Se o número for múltiplo de 3, você deve subtrair duas unidades dele. Se não for,
some uma unidade a ele;
III. Substitua cada novo número pela letra correspondente.
62895983097

Por exemplo, a palavra PAULO corresponde à sequência 25-10-30-21-24, que após


ser modificada será 26-11-28-19-22, formando a palavra codificada QBSJM.
A palavra EGJBO está codificada. Decodificando-a, você obtém
(A) DILAN.
(B) DENIS.
(C) CELSO.
(D) FHKCM.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) DFKCO.
RESOLUÇÃO:
Fazendo o caminho inverso, veja que EGJBO corresponde a 14-16-19-11-24.

Se o número é do tipo múltiplo de três mais um, então ele era múltiplo de 3 e
foram subtraídas duas unidades. Se o número for múltiplo de três ou do tipo múltiplo
de três mais dois, então foi somada uma unidade.
14 = 3.4 + 2, logo o número era 13
16 = 3.5 + 1, logo o número era 18
19 = 3.6 + 1, logo o número era 21
11 = 3.3 + 2, logo o número era 10
24 = 3.8, logo o número era 23

13-18-21-10-23 corresponde a DILAN


RESPOSTA: A

107. FGV – MPE/MS – 2013) Em uma antiga fazenda foi encontrada uma caixa com
15 moedas de aparência idêntica. As moedas eram dobrões portugueses do século
XVIII como o que se vê abaixo. Junto com as moedas havia um bilhete do antigo
fazendeiro dizendo que uma dessas moedas é falsa, pois todas as moedas
verdadeiras têm mesmo peso e a falsa tem peso um pouco menos.

Utilizando uma balança de dois pratos e sem depender da sorte, o numero mínimo
62895983097

de pesagens que permite identificar, com certeza, a moeda falsa é:


a) 3.
b) 5.
c) 6.
d) 7.
e) 9.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Podemos começar colocando 7 moedas em cada prato, e deixando 1 moeda
de fora. O prato que ficar mais leve (por ter a moeda falsa) irá subir. Descartamos
as demais moedas, e ficamos apenas com essas 7.
Na segunda pesagem, colocamos 3 moedas em cada prato, deixando 1 de
fora. O prato que subir tem a moeda falsa. Descartamos as demais e ficamos
apenas com essas 3.
Na terceira pesagem, colocamos 1 moeda em cada prato, e deixamos 1 de
fora. O prato que subir contém a moeda falsa. Se eles se equilibrarem, a falsa é a
moeda deixada de fora.
Portanto, em 3 pesagens é possível encontrar a moeda falsa com certeza.
RESPOSTA: A

108. CESGRANRIO – BACEN – 2010) Jonas possui 15 bolas visualmente


idênticas. Entretanto, uma delas é um pouco mais pesada do que as outras 14, que
têm todas o mesmo peso.

Utilizando uma balança de dois pratos, semelhante à da figura acima, o número


mínimo de pesagens que deverão ser feitas para que se possa garantir que a bola
que destoa quanto ao peso será identificada é
(A) 2
(B) 3
(C) 4
(D) 5
62895983097

(E) 6
RESOLUÇÃO:
- Pesagem 1: 7 bolas em cada prato e 1 bola sobrando.
Se os pratos ficarem equilibrados, a bola que ficou de fora é a mais pesada.
Caso contrário, o prato que abaixar é o que contém a bola mais pesada. Assim,
devemos eliminar as demais bolas e trabalhar apenas com as 7 que estavam neste
prato.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

- Pesagem 2: 3 bolas de cada lado e 1 bola sobrando.


Se os pratos ficarem equilibrados, a bola que ficou de fora é a mais pesada.
Caso contrário, o prato que abaixar é o que contém a bola mais pesada. Assim,
devemos eliminar as demais bolas e trabalhar apenas com as 3 que estavam neste
prato.

- Pesagem 3: 1 bola de cada lado e 1 bola sobrando.


Se os pratos ficarem equilibrados, a bola que ficou de fora é a mais pesada.
Caso contrário, o prato que abaixar é o que contém a bola mais pesada.
Assim, certamente identificaremos a bola mais pesada em 3 pesagens.
Resposta: B

109. FCC – TRF/3ª – 2014) Álvaro, Benedito, Cléber e outros dois amigos
participam de uma corrida. Se apenas os cinco participaram dessa corrida, o
número de possibilidades diferentes de maneira que Álvaro chegue antes que
Benedito e este, por sua vez, chegue antes de Cléber é igual a

(A) 22.

(B) 26.

(C) 20.

(D) 24.

(E) 18.

RESOLUÇÃO:
62895983097

Vamos representar abaixo a ordem de chegada dos amigos. Para que Álvaro
chegue antes que Benedito e este, por sua vez, chegue antes de Cléber,
precisamos de algo assim:

__ Álvaro __ Benedito __ Cléber __

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que as lacunas são as posições onde podemos colocar os demais
amigos (que vamos chamar de X e Y). Vamos enumerar as possibilidades que
temos para que X chegue à frente de Y:

- se X for o 1º, Y pode ser o 2º, 3º, 4º ou 5º  4 possibilidades

- se X for o 2º, Y pode ser o 3º, 4º ou 4º  3 possibilidades

- se X for o 3º, Y pode ser o 4º ou o 5º  2 possibilidades

- se X for o 4º, Y só pode ser o 5º  1 possibilidade

Ao todo temos 4 + 3 + 2 + 1 = 10 possibilidades de X chegar antes de Y,


mantendo a ordem dos demais. De maneira análoga, teremos 10 possibilidades de
Y chegar antes de X. Ao todo, temos 10 + 10 = 20 possibilidades para as posições
dos amigos restantes (X e Y), dado que Álvaro chegou antes de Benedito, e este
antes de Cléber.

RESPOSTA: C

110. FCC – TRF/3ª – 2014) Na sequência (1; A; 2; 3; B; 4; 5; 6; C; 7; 8; 9; 10; D; 11;


. . .) o terceiro termo que aparece após o aparecimento da letra J é

(A) 63.

(B) 69.

(C) 52.
62895983097

(D) K.

(E) 58.

RESOLUÇÃO:

Veja que antes da primeira letra temos 1 número, entre esta e a segunda
letra temos 2 números, entre esta e a terceira temos 3 números, entre esta e a
quarta letra temos 4 números, e assim por diante. Para chegar na letra J, que é a

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
10ª letra, teremos passado por 1 + 2 + 3 + 4 + 5 + 6 + 7 + 8 + 9 + 10 = 55 números.
Como começamos do número 1, teremos justamente o número 55 logo antes do J.
Após a letra J, os números seguem: 56, 57, 58, ...

Portanto, o 3º termo após o J é o número 58.

RESPOSTA: E

111. FCC – TRF/3ª – 2014) Valter é vigilante, trabalha das 7 horas até as 19 horas,
no regime de 5 dias trabalhados por um dia de folga. Kléber, amigo de Valter, é
plantonista de manutenção na mesma empresa que Valter trabalha, e trabalha de 2a
feira à Sábado e folga sempre aos Domingos. Em um dia 03 de julho, 6a feira, Valter
combina com Kléber de fazerem um churrasco em famílias, na próxima folga que os
dois tiverem no mesmo dia. Sabe-se que a próxima folga de Valter será no próximo
dia 04 de julho. Então, o churrasco combinado ocorrerá no próximo dia

(A) 16 de agosto.

(B) 09 de agosto.

(C) 02 de agosto.

(D) 01 de agosto.

(E) 26 de julho.

RESOLUÇÃO:

Veja que Valter folgou no dia 4 de julho, um sábado. Como ele folga a cada 6
dias, podemos marcar assim as próximas folgas dele: 10, 16, 22, 28, 03, 09, 15 etc.
62895983097

Aqui vale lembrar que o mês de julho tem 31 dias, por isso fomos do dia 28 de Julho
para o dia 03 de Agosto.

Kléber folga aos domingos. Como 4 de julho é sábado, a próxima folga de


Kléber é o dia 05 de julho, um domingo. Após isso, ele folga a cada 7 dias (uma
semana), ou seja, suas folgas são nos dias: 12, 19, 26, 02, 09, 16...

Compare as próximas folgas de Válter e Kléber, e repare que no dia 09 de


Agosto é a próxima coincidência das folgas de ambos.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
RESPOSTA: B

112. FCC – TRF/3ª – 2014) Partindo do ponto A, um automóvel percorreu 4,5 km no


sentido Leste; percorreu 2,7 km no sentido Sul; percorreu 7,1 km no sentido Leste;
percorreu 3,4 km no sentido Norte; percorreu 8,7 km no sentido Oeste; percorreu
4,8 km no sentido Norte; percorreu 5,4 km no sentido Oeste; percorreu 7,2 km no
sentido Sul, percorreu 0,7 km no sentido Leste; percorreu 5,9 km no sentido Sul;
percorreu 1,8 km no sentido Leste e parou. A distância entre o ponto em que o
automóvel parou e o ponto A, inicial, é igual a

(A) 7,6 km.

(B) 14,1 km.

(C) 13,4 km.

(D) 5,4 km.

(E) 0,4 km.

RESOLUÇÃO:

Na direção Norte-Sul, os movimentos foram:

Norte-Sul = – 2,7 + 3,4 + 4,8 – 7,2 – 5,9 = – 7 ,6

Veja que eu somei os movimentos no sentido Norte e subtraí os no sentido


Sul, uma vez que eles são opostos. O resultado foi negativo, ou seja, o automóvel
parou a 7,6km ao Sul do ponto de partida.
62895983097

De maneira análoga, no sentido Leste-Oeste temos:

Leste-Oeste = 4,5 + 7,1 – 8,7 – 5,4 + 0,7 + 1,8 = 0

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que o resultado foi zero, ou seja, na direção leste-oeste o movimento foi
nulo (o carro parou no mesmo ponto onde começou).
Assim, o carro parou a 7,6km ao sul do ponto de partida.
RESPOSTA: A

113. FCC – TRT/19ª – 2014) Gabriel descobriu pastas antigas arquivadas


cronologicamente, organizadas e etiquetadas na seguinte sequência:
07_55A; 07_55B; 08_55A; 09_55A; 09_55B; 09_55C;
09_55D; 09_55E; 10_55A; 10_55B; 11_55A; 12_55A;
12_55B; 12_55C; 01_56A; 01_56B; 02_56A; 02_56B;
03_56A; xx_xxx; yy_yyy; zz_zzz; 04_56B.
Sabendo-se que as etiquetas xx_xxx; yy_yyy; zz_zzz representam que o código foi
encoberto, a etiqueta com as letras yy_yyy deveria, para manter o mesmo padrão
das demais, conter o código
(A) 03_56C.
(B) 04_57C.
(C) 04_56C.
(D) 03_56B.
(E) 04_56A.
RESOLUÇÃO:
Observe que os dois primeiros dígitos de cada código seguem uma ordem
cronológica, que lembra os meses do ano. Eles começaram em 07 (julho), foram até
12 (dezembro), e em seguida recomeçaram do 01 (janeiro). Com essa “virada de
ano”, o número 55 passou a ser 56. E a letra final, presente em cada senha, segue
a ordem alfabética (A, B, C, D, E...), sendo usadas tantas letras quanto forem
necessárias em cada mês. 62895983097

Portanto, como o último código é 04_56B, o anterior a ele (zz_zzz) precisa


ser 04_56A. Este é o primeiro código do mês 04 (abril). Portanto, o código anterior a
este (yy_yyy) precisa começar com 03. Como temos 03_56A; xx_xxx; yy_yyy; resta
claro que:
xx_xxx = 03_56B
e
yy_yyy = 03_56C

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

RESPOSTA: A

114. FCC – TRT/19ª – 2014) Em uma sala um grupo de 21 pessoas criou um jogo
no qual, após um apito, uma das pessoas da sala coloca um chapéu e conta um
segredo para outras duas pessoas e sai da sala. Após o segundo apito, cada um
daqueles que ouviram o segredo coloca um chapéu e conta o segredo para duas
pessoas que estão sem chapéu, e saem da sala. O terceiro apito soa e cada um
daqueles que ouviram o segredo coloca um chapéu, conta para duas pessoas e sai
da sala. Após o quarto apito o mesmo procedimento acontece. Após o quinto e
último apito, o mesmo procedimento acontece e todos haviam ouvido o segredo
pelo menos uma vez e, no máximo, duas vezes, exceto a primeira pessoa. O
número daqueles que ouviram o segredo duas vezes é igual a
(A) 8.
(B) 10.
(C) 11.
(D) 12.
(E) 9.
RESOLUÇÃO:
Perceba a sutil diferença entre o que ocorre após o segundo apito e o que
ocorre após o terceiro:

- Após o segundo apito, cada um daqueles que ouviram o segredo coloca um


chapéu e conta o segredo para duas pessoas que estão sem chapéu, e saem
da sala.
- O terceiro apito soa e cada um daqueles que ouviram o segredo coloca um
62895983097

chapéu, conta para duas pessoas e sai

Veja que após o segundo apito era preciso contar o segredo para quem ainda
NÃO tinha ouvido (e estava sem chapéu). Essa condição não é mais necessária
após o terceiro apito! Ou seja, é permitido contar o segredo inclusive para quem
está de chapéu, e já o ouviu uma vez.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Vamos chamar as 21 pessoas pelas letras de A a U (considerando o K). Com
isso, vamos seguir os passos descritos no enunciado:

- após um apito, uma das pessoas da sala coloca um chapéu e conta um segredo
para outras duas pessoas e sai da sala: suponha que A colocou o chapéu, contou o
segredo para B e C, e saiu da sala.

- após o segundo apito, cada um daqueles que ouviram o segredo (B e C) coloca


um chapéu e conta o segredo para duas pessoas que estão sem chapéu, e saem da
sala: imagine que B contou para D e E, e que C contou para F e G. Após isso, B e C
sairam da sala.

- o terceiro apito soa e cada um daqueles que ouviram o segredo coloca um chapéu,
conta para duas pessoas e sai da sala: repare que agora não é necessário contar o
segredo para quem está sem o chapéu. É possível contar o segredo também para
quem tem o chapéu (que no momento são D, E, F e G). Assim, suponha que essas
4 pessoas contaram o segredo entre si. Por exemplo, D contou para E, E contou
para D, F contou para G e G contou para F. Além disso, eles precisam contar para
mais uma pessoa. Suponha que eles contaram para H, I, J e K também. Após isso,
D, E, F e G saem da sala.

- após o quarto apito o mesmo procedimento acontece: ou seja, vamos supor que H
contou para I, I contou para H, J contou para K, K contou para J. Além disso, eles
precisam contar para mais uma pessoa. Vamos supor que eles contaram,
respectivamente, para L, M, N e O. Feito isso, H, I, J e K saem da sala.

62895983097

- após o quinto e último apito, o mesmo procedimento acontece: neste momento


estão com o chapéu L, M, N e O. Temos ainda as pessoas P, Q, R, S, T e U, que
precisam ouvir o segredo pelo menos uma vez. Suponha que L contou para P e Q,
que M contou para R e S, que N contou para T e U. Por fim, suponha que O
também contou para T e U.

Deste modo, veja que as seguintes pessoas ouviram o segredo duas vezes:
D, E, F, G, H, I, J, K, T e U. E as seguintes pessoas ouviram o segredo apenas uma

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
vez: B, C, L, M, N, O, P, Q, R e S. A pessoa A contou o primeiro segredo, portanto
não ouviu nenhuma vez.
Assim, 10 pessoas ouviram o segredo duas vezes e outras 10 o ouviram uma
vez. Assim chegamos ao gabarito proposto pela FCC.
RESPOSTA: B
Obs.: se você tentasse “forçar” as pessoas a contarem segredo apenas para quem
ainda não o ouviu nenhuma vez, não seria possível que algumas pessoas tivessem
ouvido o segredo duas vezes (como manda o enunciado). E faltariam pessoas na
sala, pois elas vão saindo toda vez que contam o segredo.

115. FCC – TRT/19ª – 2014) Álvaro, Bianca, Cléber e Dalva responderam uma
prova de três perguntas, tendo que assinalar verdadeiro (V) ou falso (F) em cada
uma. A tabela indica as respostas de cada uma das quatro pessoas às três
perguntas.

Pergunta 1 Pergunta 2 Pergunta 3


Álvaro V V F
Bianca V F F
Cléber F F V
Dalva F V F
Dentre as quatro pessoas, sabe-se que apenas uma acertou todas as perguntas,
apenas uma errou todas as perguntas, e duas erraram apenas uma pergunta, não
necessariamente a mesma. Sendo assim, é correto afirmar que
(A) Bianca acertou todas as perguntas.
(B) Álvaro errou a pergunta 3.
(C) Cléber errou todas as perguntas. 62895983097

(D) Dalva acertou todas as perguntas.


(E) duas pessoas erraram a pergunta 3.
RESOLUÇÃO:
Observe que as respostas de Álvaro e Cleber foram opostas. Assim, podem
ter ocorrido duas coisas:
1- um deles acertou todas, e o outro errou todas

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
2- um deles errou uma e acertou as outras duas; e o outro errou duas e acertou
a restante.

O
N P
Á
C
Repare que, se Álvaro tiver acertado todas, então Bianca acertou duas (a 1 e
a 3), e Dalva acertou duas (a 2 e a 3), além de Cléber ter errado todas. Isto é
condizente com o enunciado, portanto nosso gabarito é a alternativa C.
Note que, se Cléber tivesse acertado todas, então a Bianca teria acertado só
uma (a 2), o que contraria o enunciado – pois ninguém acertou só uma.
RESPOSTA: C

116. FCC – TRT/19ª – 2014) P, Q, R, S, T e U são seis departamentos de uma


repartição pública, sendo que cada um ocupa exatamente um andar inteiro do
prédio de seis andares dessa repartição (os andares vão do 1o ao 6o). A respeito da
localização de cada departamento nos andares do prédio, sabe-se que:
− R está a “tantos andares” de Q como Q está de P;
− S está no andar logo abaixo de R;
− T e U não estão em andares adjacentes;
− T não está no 1o andar;
− U está em andar imediatamente acima de P.
Nas condições descritas, o segundo andar do prédio da repartição pública é
ocupado pelo departamento
(A) Q.
(B) T.
62895983097

(C) S.
(D) R.
(E) U.
RESOLUÇÃO:
Vamos avaliar as informações fornecidas, começando pelas mais fáceis:
− S está no andar logo abaixo de R;
− U está em andar imediatamente acima de P.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Com essas informações, podemos posicionar S e R, e U e P:
R U
S P

Agora vejamos a informação:


− R está a “tantos andares” de Q como Q está de P;

Veja que Q é um andar intermediário, e está entre esses blocos R-S e U-P.
Temos duas possibilidades:
... ...
R U
S P
... ...
Q Q
... ...
U R
P S
... ...

As reticências marcam posições que podem ser ocupadas pelo andar T, que
é o único restante. Foi dito que ele não está no primeiro andar. Portanto, ou ele está
em uma posição intermediária (entre Q e S, por exemplo), ou está em cima.
Repare que se T ficar numa posição intermediária (entre Q e S, por exemplo),
a distância de Q até R ficará diferente da distância de Q até P, descumprindo a
orientação do enunciado. Por isso, T precisa ficar em cima. Temos as opções:

62895983097

T T
R U
S P
Q Q
U R
P S

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Como foi dito que T e U não estão em andares adjacentes, devemos
descartar a opção da direita, ficando com a opção da esquerda. Nela, o segundo
andar é o da letra U.
RESPOSTA: E

ATENÇÃO: Utilize o texto a seguir para responder às duas próximas questões.

Em uma das versões do jogo de Canastra, muito popular em certos Estados


brasileiros, uma canastra é um jogo composto de sete cartas. Existem dois tipos de
canastras: a canastra real, formada por sete cartas normais iguais (por exemplo,
sete reis) e a canastra suja, formada por quatro, cinco ou seis cartas normais iguais
mais a quantidade de coringas necessária para completar as sete cartas. São
exemplos de canastras sujas: um conjunto de seis cartas “9” mais um coringa ou um
conjunto de quatro cartas “7” mais três coringas. As canastras reais e sujas valem,
respectivamente, 500 e 300 pontos, mais o valor das cartas que as compõem.
Dentre as cartas normais, cada carta “4”, “5”, “6” e “7” vale 5 pontos, cada “8”, “9”,
“10”, valete, dama e rei vale 10 pontos e cada ás vale 20 pontos. Já dentre os
coringas, existem dois tipos: o “2”, que vale 20 pontos cada, e o joker, que vale 50
pontos cada. Uma carta “3” não pode ser usada em uma canastra. A Canastra é
jogada com dois baralhos, o que resulta em oito cartas de cada tipo (“2”, “3”, “4”, ... ,
“10”, valete, dama, rei e ás) mais quatro coringas joker.

117. FCC – TRT/2ª – 2014) Ao fazer uma canastra do jogo de Canastra, um jogador
conseguirá uma quantidade de pontos, no mínimo, igual a
(A) 335.
(B) 350. 62895983097

(C) 365.
(D) 375.
(E) 380.
RESOLUÇÃO:
O mínimo de pontos é obtido naquela canastra suja, que vale 300 pontos.
Devemos somar o valor de cada carta. As cartas com menor valor são aquelas que
valem 5 pontos (“4”, “5”, “6” ou “7”). Para que a canastra seja suja, precisamos ter
pelo menos 1 coringa. O coringa que vale menos é o “2”, que vale 20 pontos.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, a canastra suja de menor valor é aquela formada por 6 cartas de baixo
valor (5 pontos) e mais um coringa “2”, que vale 20 pontos, totalizando:
300 + 6 x 5 + 20 = 350 pontos
Resposta: B

118. FCC – TRT/2ª – 2014) Ao fazer uma canastra do jogo de Canastra usando
apenas sete cartas, um jogador conseguirá uma quantidade de pontos, no máximo,
igual a
(A) 530.
(B) 535.
(C) 570.
(D) 615.
(E) 640.
RESOLUÇÃO:
Para conseguir o máximo de pontos, devemos fazer uma canastra real, com
7 cartas iguais. Essa canastra vale 500 pontos. Devemos somar ainda o valor de
cada carta. Para ter a maior pontuação possível, devemos formar uma canastra de
sete “ás”, pois cada um deles vale 20 pontos. Desta forma, totalizamos:
500 + 7 x 20 = 640 pontos
Resposta: E

119. FCC – TRT/2ª – 2014) O número A é composto por 2000 algarismos, todos
eles iguais a 1, e o número B é composto por 1000 algarismos, todos eles iguais a
3. Se o número C é igual à soma dos números A e B, então a soma de todos os
algarismos que compõem C é igual a
(A) 5000. 62895983097

(B) 4444.
(C) 4000.
(D) 3333.
(E) 3000.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Vamos utilizar um exemplo com menos algarismos para você visualizar.
Imagine que A é composto por 4 algarismos, todos eles iguais a 1, e B é composto
por 2 algarismos, todos eles iguais a 3. Assim, a soma de A e B é:
1111 + 33 = 1144

Note que a soma dos algarismos da resposta é igual a 1 + 1 + 4 + 4 = 10, ou


seja, 2 x 1 + 2 x 4 = 10.

De maneira análoga, ao somarmos os números A e B do enunciado, teremos


como resultado um número formado por 1000 algarismos iguais a 4 e 1000
algarismos iguais a 1, de modo que a soma dos algarismos será:
1000 x 4 + 1000 x 1 = 5000
Resposta: A

120. FCC – TRT/2ª – 2014) No próximo ano, uma enfermeira deverá estar de
plantão em 210 dos 365 dias do ano. No hospital em que ela trabalha, só se permite
que uma enfermeira fique de plantão por, no máximo, 3 dias consecutivos. Nessas
condições, combinando adequadamente os dias de plantão e de folga, o número
máximo de dias consecutivos que ela poderá tirar de folga nesse ano é igual a
(A) 78.
(B) 85.
(C) 87.
(D) 90.
(E) 155.
RESOLUÇÃO:
Dividindo os 210 plantões em grupos de 3 plantões consecutivos, podemos
62895983097

dizer que a enfermeira precisa dar 70 grupos de 3 plantões seguidos. Assim,


imagine que ela vá alternando um grupo de 3 plantões com 1 dia de folga. Desta
forma, teríamos 70 grupos de 3 plantões, intercalados por 69 dias de folga,
totalizando 70 x 3 + 69 = 279 dias, sobrando 365 – 279 = 86 dias de folga
consecutivos.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Ocorre que não temos essa alternativa de resposta, o que nos obriga a
buscar uma outra forma de combinar as folgas e plantões. Podemos esquematizar a
solução que encontramos até aqui assim:

3 plantões – 1 folga – 3 plantões – 1 folga - ... – 3 plantões – 86 folgas

Repare que não é obrigatório tirar os 86 dias de folga no final do ano. É


possível tirá-los logo após uma das folgas de 1 dia. Por exemplo:

3 plantões – 1 folga – 86 folgas – 3 plantões – 1 folga - ... – 3 plantões

Fazendo assim, podemos somar uma folga de 1 dia com os 86 dias de folga
que tinham sobrado, totalizando 87 dias consecutivos de folga.
Resposta: C

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
121. FCC – TRT/2ª – 2014) O procedimento de despacho de bagagens em voos
internacionais de certa companhia aérea está descrito no fluxograma abaixo.

Ao final do processo de despacho para um voo internacional, Pedro e Marina


tiveram de pagar R$ 105 e R$ 78, respectivamente. Dessa forma, pode-se concluir
que, necessariamente,
62895983097

(A) Pedro pode ter despachado uma, duas ou três bagagens e Marina despachou
duas.
(B) Pedro pode ter despachado uma, duas ou três bagagens e Marina despachou,
no máximo, duas.
(C) Pedro despachou três bagagens e Marina despachou duas.
(D) Pedro despachou três bagagens e Marina pode ter despachado uma ou duas.
(E) tanto Pedro, quanto Marina despacharam mais do que duas bagagens.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
RESOLUÇÃO:
Analisando o fluxograma, repare que devem ser pagos 96 reais para cada
bagagem que exceda as 2 permitidas, e mais 3 reais para cada quilograma que
exceda os 32kg permitidos em cada bagagem.
Como Marina pagou 78 reais, ela certamente não teve que pagar os 96 reais
que deveriam ser pagos caso ela levasse mais de 2 bagagens. Ou seja, ela
certamente está levando 2 ou menos bagagens. Além disso, esses 78 reais pagos
por ela referem-se ao peso que excedeu 32kg em cada bagagem. Como são pagos
3 reais por quilograma, e ela pagou 78 reais, então ela levou 78/3 = 26kg além dos
32kg de cada bagagem.

Pedro pagou 105 reais. Pode ser que ele tenha levado até 2 bagagens, mas
tenha pago um excesso de peso relativo a 105 / 3 = 35kg adicionais. Mas pode ser
que ele tenha levado 3 bagagens, e por isso tenha pago 96 reais pelo fato de ter 1
bagagem adicional. Já os 105 – 96 = 9 reais restantes seriam relativos a 3kg de
excesso que ele pagou.

Assim, vemos que:


- Pedro pode ter levado 1, 2 ou 3 bagagens
- Marina pode ter levado 1 ou 2 bagagens.
Resposta: B

122. FCC – TRT/2ª – 2014) Um jogo de vôlei entre duas equipes é ganho por
aquela que primeiro vencer três sets, podendo o placar terminar em 3 a 0, 3 a 1 ou 3
a 2. Cada set é ganho pela equipe que atingir 25 pontos, com uma diferença mínima
de dois pontos a seu favor. Em caso de igualdade 24 a 24, o jogo continua até haver
62895983097

uma diferença de dois pontos (26 a 24, 27 a 25, e assim por diante). Em caso de
igualdade de sets 2 a 2, o quinto e decisivo set é jogado até os 15 pontos, também
devendo haver uma diferença mínima de dois pontos. Dessa forma, uma equipe
pode perder um jogo de vôlei mesmo fazendo mais pontos do que a equipe
adversária, considerando-se a soma dos pontos de todos os sets da partida. O
número total de pontos da equipe derrotada pode superar o da equipe vencedora,
em até
(A) 44 pontos.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) 50 pontos.
(C) 19 pontos.
(D) 25 pontos.
(E) 47 pontos.
RESOLUÇÃO:
Pensando em um caso extremo, suponha que a equipe A ganhou os 2
primeiros sets da equipe B pela diferença mínima de pontos, que é de 2 pontos em
cada set. Até este momento, a equipe A fez 2 + 2 = 4 pontos a mais do que a equipe
B.
Suponha ainda que a equipe B ganhou os 2 sets seguintes pela diferença
MÁXIMA de pontos, ou seja, ela fez 25 a 0 nos dois sets, de modo que ela fez 50
pontos nos dois sets, enquanto a equipe A não fez nenhum.
No quinto e último set, suponha que a equipe A voltou a ganhar, novamente
pela diferença mínima de pontos (2).
Com isso, a equipe A fez 2 + 2 + 2 = 6 pontos a mais do que a equipe B nos
sets que ela venceu (primeiro, segundo e quinto), enquanto a equipe B fez 50
pontos a mais do que a equipe A nos sets que ela venceu (terceiro e quarto), de
modo que, ao todo, a equipe B fez 50 – 6 = 44 pontos a mais do que a equipe A e,
mesmo assim, o vencedor do jogo foi a equipe A (por 3 sets a 2).
Resposta: A

123. FCC – TRT/2ª – 2014) Em dezembro de 2013, a seleção brasileira feminina de


handebol sagrou-se campeã mundial pela primeira vez na história. O Brasil
enfrentou a Sérvia, país onde ocorreu o campeonato, em duas oportunidades, na
primeira fase e na grande final, tendo vencido os dois jogos. Com o título, o Brasil já
garantiu presença no próximo campeonato mundial, que será disputado em 2015 na
62895983097

Dinamarca. Na primeira fase desse campeonato, as 24 seleções participantes serão


divididas em quatro grupos de seis componentes, com cada equipe enfrentando
todas as outras de seu grupo uma única vez. Irão se classificar para a próxima fase
as quatro melhores de cada grupo. Os jogos programados para as fases a partir da
segunda são mostrados a seguir.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

De acordo com a tabela de jogos fornecida, o número máximo de equipes que o


Brasil poderá enfrentar em duas oportunidades durante o campeonato de 2015 é
igual a
(A) 3.
(B) 1.
(C) 2.
(D) 4.
(E) 0.
RESOLUÇÃO:
Suponha que o Brasil foi o 1o do grupo A na primeira fase. Neste caso, ele vai
fazer o jogo 6, jogando contra o 4o do grupo B. Se vencer, ele vai fazer o jogo 11,
contra o vencedor do jogo 5, que pode ser um time do grupo C ou D. Se vencer o
jogo 11, o Brasil faz o jogo 14 nas semifinais contra o vencedor do jogo 12, que é
composto pelos vencedores dos jogos 7 e 8. Repare que o jogo 7 tem um outro time
do mesmo grupo do Brasil (grupo A), ou seja, este time enfrentou o Brasil na
62895983097

primeira fase, e poderia enfrentá-lo novamente nas semifinais (caso esse time
vença o jogo 7 e depois o jogo 12, chegando ao jogo 14). Caso o Brasil vença as
semifinais, ele vai para a Final, jogando contra o vencedor do jogo 13, que por sua
vez é formado pelos vencedores dos jogos 9 e 10, que por sua vez são formados
pelos vencedores dos jogos 1, 2, 3 e 4. Repare que no jogo 1 tem outra equipe do
mesmo grupo do Brasil (Grupo A). Trata-se de outra equipe que o Brasil já enfrentou
na primeira fase, e pode enfrentar novamente na final.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Portanto, o Brasil pode enfrentar em duas oportunidades no máximo 2
equipes (aquela do jogo 1 e aquela do jogo 7, no exemplo que eu trabalhei).
Resposta: C

124. FCC – TRT/2ª – 2014) Em certo planeta de uma galáxia distante, existem
apenas dois partidos, o BEM e o MAL. Quando são perguntados sobre qualquer
assunto, os habitantes desse planeta sempre respondem com uma única dentre as
duas seguintes palavras: sim ou não. Porém, os integrantes do BEM sempre
respondem a verdade, enquanto que os integrantes do MAL necessariamente
mentem. Zip e seu irmão Zap são habitantes desse planeta, sendo o primeiro um
integrante do BEM e o segundo do MAL. Dentre as perguntas a seguir, qual é a
única que, se for feita tanto para Zip quanto para Zap, gerará respostas diferentes?
(A) Você é mentiroso?
(B) Você é o Zip?
(C) Zip é mentiroso?
(D) Seu irmão chama-se Zip?
(E) Seu irmão é mentiroso?
RESOLUÇÃO:
Sabemos que Zip sempre fala a verdade (pois é do BEM) e Zap sempre
mente (pois é do MAL). Vejamos como eles respondem a cada pergunta:

(A) Você é mentiroso?


Zip: não (pois esta é uma verdade)
Zap: não (pois esta é uma mentira)

(B) Você é o Zip? 62895983097

Zip: sim (pois esta é a verdade)


Zap: sim (pois esta é uma mentira)

(C) Zip é mentiroso?


Zip: não (que é a verdade)
Zap: sim (que é uma mentira)

(D) Seu irmão chama-se Zip?

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Zip: não (que é verdade)
Zap: não (que é mentira)

(E) Seu irmão é mentiroso?


Zip: sim (que é verdade)
Zap: sim (que é mentira)

Note que somente na pergunta C temos respostas distintas.


Resposta: C

125. FCC – TRT/2ª – 2014) Quatro amigos resolveram disputar uma corrida e, antes
de seu início, cada um fez uma previsão sobre o resultado.
I. Bruno será o vencedor.
II. Felipe ficará em 3o ou 4o lugar.
III. Nem Bruno nem João ficarão em 2o lugar.
IV. Danilo não será o 2o colocado.

Sabendo que não houve empate em nenhuma posição e que apenas uma das
previsões revelou-se correta, conclui-se que o vencedor da corrida
(A) certamente foi o Bruno.
(B) certamente foi o Danilo.
(C) pode ter sido o Danilo ou o Felipe.
(D) pode ter sido o Bruno ou o João.
(E) certamente foi o Felipe.
RESOLUÇÃO:
Veja na tabela abaixo o que acontece se cada uma das previsões não for
62895983097

correta:
Previsão Se não for correta, então
I. Bruno será o vencedor Bruno não será o vencedor
II. Felipe ficará em 3o ou 4o lugar Felipe ficará em 1o ou 2o lugar
III. Nem Bruno nem João ficarão em 2o lugar Bruno ou João ficará em 2o lugar
IV. Danilo não será o 2o colocado Danilo será o 2o colocado

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Note que se III e IV estiverem ambas erradas, teremos um conflito no 2o
colocado, que deveria ser Bruno ou João (linha 3) e, ao mesmo tempo Danilo (linha
4). Portanto, é preciso que uma delas esteja correta (III ou IV).
Suponha que III está correta. Deste modo, as demais estão erradas. As
frases corretas seriam essas em vermelho:
Previsão Se não for correta, então
I. Bruno será o vencedor Bruno não será o vencedor
II. Felipe ficará em 3o ou 4o lugar Felipe ficará em 1o ou 2o lugar
III. Nem Bruno nem João ficarão em 2o lugar Bruno ou João ficará em 2o lugar
IV. Danilo não será o 2o colocado Danilo será o 2o colocado

Portanto, na última linha vemos que Danilo é o 2o. Na segunda linha vemos
que Felipe é o 1o (pois o 2o já é Danilo). Deste modo, falta posicionar Bruno e João
nas posições restantes (3a e 4a), o que é possível fazer sem contrariar as demais
frases marcadas em vermelho. Entretanto, não temos mais elementos para fixar
qual dos dois rapazes é o 3o e qual deles é o 4o colocado.

Agora vamos supor IV é a frase correta. Assim, as frases certas seriam essas
em vermelho:
Previsão Se não for correta, então
I. Bruno será o vencedor Bruno não será o vencedor
II. Felipe ficará em 3o ou 4o lugar Felipe ficará em 1o ou 2o lugar
III. Nem Bruno nem João ficarão em 2o lugar Bruno ou João ficará em 2o lugar
IV. Danilo não será o 2o colocado Danilo será o 2o colocado

Analisando as frases das linhas 2 e 3 simultaneamente, vemos que Felipe


62895983097

deve ser o 1o pois a segunda posição será de Bruno ou João. Temos, portanto, que
colocar Bruno ou João na 2a posição, e as demais posições (3a e 4a) podem ser
preenchidas sem contrariar as demais frases em vermelho.

Repare que, em ambos os casos, Felipe ficou em 1o. Portanto, ele


certamente é o 1o colocado.
Resposta: E

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

126. FCC – TRT/2ª – 2014) No dia 21 de dezembro de 2013, o Atlético Mineiro


venceu a equipe chinesa do Guangzhou pelo placar de 3 a 2, conquistando a
terceira colocação do Campeonato Mundial de Clubes. O resumo dos gols
marcados na partida é dado a seguir.

Considerando que o primeiro tempo durou 46 minutos e que o segundo tempo durou
48 minutos, o total de minutos em que essa partida esteve empatada é igual a
(A) 55.
(B) 53.
(C) 54.
(D) 52.
(E) 56.
RESOLUÇÃO:
Veja que o Atlético fez 1x0 com 2 minutos de jogo. Portanto, nos 2 primeiros
minutos a partida estava empatada em 0x0. O Atlético continuou vencendo até os 8
minutos, quando o Guangzhou empatou. Então a partida ficou empatada em 1x1 até
os 15minutos, quando o Guangzhou fez mais um gol. Ou seja, ela ficou empatada
por mais 15 – 8 = 7 minutos. O Guangzhou permaneceu à frente no placar até os 45
minutos, quando o Atlético empatou em 2x2. Como o primeiro tempo teve 46
minutos, temos mais 1 minuto de empate no primeiro tempo. O próximo gol do
Atlético ocorreu apenas aos 45 minutos do 2o tempo, portanto devemos somar mais
62895983097

45 minutos de empate, totalizando:

Tempo de jogo empatado = 2 + 7 + 1 + 45 = 55 minutos

Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
127. FCC – TJAP – 2014) Um torneio de futebol foi disputado por dez times, entre
eles Grêmio, Bahia, Cruzeiro, Avaí e Goiás. Veja o que declararam quatro analistas
esportivos antes do início do torneio.
Analista 1: o Grêmio montou um excelente time e será o campeão.
Analista 2: o Bahia não será o campeão, pois tem enfrentado muitas dificuldades.
Analista 3: o Cruzeiro tem um time muito forte e, por isso, será o campeão.
Analista 4: como o Avaí não tem um bom elenco, não será o campeão.
Sabendo que apenas um dos quatro analistas acertou a previsão, é correto concluir
que, necessariamente, o campeão do torneio foi o
(A) Goiás.
(B) Bahia ou o Avaí.
(C) Grêmio ou o Bahia.
(D) Cruzeiro ou o Avaí.
(E) Grêmio ou o Cruzeiro.
RESOLUÇÃO:
Veja a tabela:
Analista Frase (resumo) Negação
1 Grêmio será campeão Grêmio não será campeão
2 Bahia não será campeão Bahia será campeão
3 Cruzeiro será campeão Cruzeiro não será campeão
4 Avaí não será campeão Avaí será campeão

Veja que apenas 1 dos analistas acertou. Isto significa que apenas 1 frase é
verdadeira, e as demais são falsas (de modo que suas respectivas negações devem
ser verdadeiras). Vamos assumir que um analista acertou e os demais erraram, e
ver se encontramos contradições. Começando pelo primeiro, veja que marquei em
62895983097

vermelho quais frases seriam verdadeiras:


Analista Frase (resumo) Negação
1 Grêmio será campeão Grêmio não será campeão
2 Bahia não será campeão Bahia será campeão
3 Cruzeiro será campeão Cruzeiro não será campeão
4 Avaí não será campeão Avaí será campeão

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Note que neste caso teríamos 3 campeões (Grêmio, Bahia e Avaí), o que é
impossível. Logo, o analista 1 não deve ter acertado. Vejamos o analista 2:
Analista Frase (resumo) Negação
1 Grêmio será campeão Grêmio não será campeão
2 Bahia não será campeão Bahia será campeão
3 Cruzeiro será campeão Cruzeiro não será campeão
4 Avaí não será campeão Avaí será campeão

Aqui temos apenas 1 campeão (Avaí), de modo que esta é uma possibilidade
factível.
Vejamos o analista 3:
Analista Frase (resumo) Negação
1 Grêmio será campeão Grêmio não será campeão
2 Bahia não será campeão Bahia será campeão
3 Cruzeiro será campeão Cruzeiro não será campeão
4 Avaí não será campeão Avaí será campeão

Aqui temos 3 campeões novamente, o que é impossível. Finalmente, vendo o


analista 4:
Analista Frase (resumo) Negação
1 Grêmio será campeão Grêmio não será campeão
2 Bahia não será campeão Bahia será campeão
3 Cruzeiro será campeão Cruzeiro não será campeão
4 Avaí não será campeão Avaí será campeão

Aqui somente o Bahia é campeão, o que é uma possibilidade factível.


62895983097

Deste modo, vemos que os times que podem ter sido campeões são o Bahia
ou o Avaí.
RESPOSTA: B

128. FCC – TJAP – 2014) Durante um jogo, Clara lançou um dado comum,
numerado de 1 a 6, seis vezes consecutivas. Em nenhuma delas, obteve o número

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
1 nem o número 5, tendo obtido todos os demais números no mínimo uma e, no
máximo, duas vezes.
Se Clara somar os números obtidos nos seis lançamentos, chegará a um resultado
que pode ser, no máximo,
(A) 27.
(B) 28.
(C) 26.
(D) 24.
(E) 25.
RESOLUÇÃO:
Seja que cada um dos outros números (2, 3, 4 e 6) foram obtidos pelo menos
1 e no máximo 2 vezes.
Podemos começar somando uma vez cada número, afinal temos pelo menos
1 lançamento onde cada número saiu: 2 + 3 + 4 + 6 = 15.
Temos ainda 2 outros lançamentos. Como queremos saber a maior soma
possível, devemos privilegiar os números maiores (6 e 4), de modo que estes
seriam os casos que tiveram dois lançamentos. Somando-os, temos:
15 + 6 + 4 = 25
RESPOSTA: E

129. FCC – TJAP – 2014) Bruno criou um código secreto para se comunicar por
escrito com seus amigos. A tabela mostra algumas palavras traduzidas para esse
código.
Palavra Tradução no código de Bruno
POTE QNUD
TERRA UDSQB
62895983097

CERA DDSZ
FOGUEIRA GNHTFHSZ

A palavra MEL, no código de Bruno, seria traduzida como


(A) LDK.
(B) NFM.
(C) LFK.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) NDM.
(E) OGN.
RESOLUÇÃO:
Observe a conversão POTE  QNUD. Veja que as consoantes de POTE
foram substituídas pela letra seguinte no alfabeto (PQ, e TU), já as vogais foram
substituídas pela letra anterior no alfabeto (ON, e ED).
Note que isto ocorre também nos demais casos. Assim, esta é a lógica que
devemos seguir. Em MEL, ficaríamos com:
M (consoante)  N (letra seguinte)
E (vogal)  D (letra anterior)
L (consoante)  M (letra seguinte)

Ou seja, MEL  NDM.


RESPOSTA: D

130. FCC – TJAP – 2014) Quatro senhoras trabalham em uma seção e seus nomes
são Marina, Cleuza, Lúcia e Débora. Cada uma está calçando um tipo de calçado
diferente e que são: tênis, sandália, sapato de salto alto e sapato baixo, não
necessariamente nessa ordem. Sabe-se que Marina não está calçando sandália e
que Débora só usa sapato de salto alto. Lúcia é amiga da senhora que está com
sapato baixo e nenhuma delas é amiga de Marina. Sendo assim, pode-se concluir
corretamente que
(A) Marina está com sapato baixo e Débora com sapato de salto alto.
(B) Lúcia está com tênis ou Cleuza está com sandália.
(C) Débora não está com sapato de salto alto ou Cleuza está com sapato baixo.
(D) Marina não está com sandália e Lúcia não está com sandália.
62895983097

(E) Ou Cleuza está com sapato de salto alto ou Débora está com tênis.
RESOLUÇÃO:
Veja essa tabela:
Senhora Calçado
Marina Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Cleuza Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Lúcia Tênis, sandália, salto alto, salto baixo

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Débora Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Vamos trabalhar com as demais informações:
- Marina não está calçando sandália
- Débora só usa sapato de salto alto

Com essas duas informações, podemos atualizar nossa tabela:


Senhora Calçado
Marina Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Cleuza Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Lúcia Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Débora Tênis, sandália, salto alto, salto baixo

Foi dito ainda que Lúcia é amiga da senhora com sapato baixo. Isto significa
que Lúcia NÃO é a pessoa com sapato baixo. Colocando isso na tabela:
Senhora Calçado
Marina Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Cleuza Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Lúcia Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Débora Tênis, sandália, salto alto, salto baixo

Vemos ainda que nem Lúcia nem a senhora de sapato baixo são amigas de
Marina. Em outras palavras, Marina NÃO é quem usa sapato baixo. Ficamos
apenas com a opção Tênis para Marina, e podemos cortar esta opção das demais
mulheres:
Senhora Calçado
Marina 62895983097

Tênis, sandália, salto alto, salto baixo


Cleuza Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Lúcia Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Débora Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Note que, com isso, sobrou apenas a sandália para Lúcia. Cortando esta
opção de Cleuza, sobra apenas o salto baixo para ela. Temos, ao final:
Senhora Calçado
Marina Tênis, sandália, salto alto, salto baixo

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Cleuza Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Lúcia Tênis, sandália, salto alto, salto baixo
Débora Tênis, sandália, salto alto, salto baixo

Vejamos as alternativas de resposta:


(A) Marina está com sapato baixo e Débora com sapato de salto alto.
(B) Lúcia está com tênis ou Cleuza está com sandália.
(C) Débora não está com sapato de salto alto ou Cleuza está com sapato baixo.
(D) Marina não está com sandália e Lúcia não está com sandália.
(E) Ou Cleuza está com sapato de salto alto ou Débora está com tênis.

Veja que eu cortei as informações erradas. A única proposição verdadeira é a


da alternativa C, que é uma disjunção (“ou”) e, portanto, pode ser verdadeira
quando apenas uma das proposições simples que a compõe seja verdadeira.
RESPOSTA: C

131. FCC – TJAP – 2014) Nove pessoas estão sentadas em volta de uma mesa
redonda. Essas pessoas serão nomeadas com as primeiras letras do alfabeto e
estão sentadas, considerando o sentido anti-horário e iniciando pela pessoa A, do
seguinte modo: A; B; C; D; E; F; G; H; I.
São realizadas quatro mudanças de lugar entre algumas dessas pessoas, nessa
ordem:
1ª mudança: as pessoas C e E trocam de lugar entre si; em seguida,
2ª mudança: as pessoas D e H trocam de lugar entre si; em seguida,
3ª mudança: as pessoas G e I trocam de lugar entre si; em seguida,
4ª mudança: as pessoas H e A trocam de lugar entre si.
62895983097

Após essas quatro mudanças, a disposição dessas pessoas em volta da mesa, no


sentido horário e iniciando pela pessoa A, é
(A) A; I; G; C; F; D; B; H; E.
(B) A; E; B; H; G; D; I; F; C.
(C) A; C; F; I; D; G; H; B; E.
(D) A; G; D; I; F; C; H; E; B.
(E) A; C; F; I; D; H; G; B; E.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
RESOLUÇÃO:
Vejamos o que ocorre em cada mudança:
1ª mudança: as pessoas C e E trocam de lugar entre si. Ficamos com:
A; B; E; D; C; F; G; H; I

2ª mudança: as pessoas D e H trocam de lugar entre si. Ficamos com:


A; B; E; H; C; F; G; D; I

3ª mudança: as pessoas G e I trocam de lugar entre si. Ficamos com:


A; B; E; H; C; F; I; D; G

4ª mudança: as pessoas H e A trocam de lugar entre si. Temos:


H; B; E; A; C; F; I; D; G

Esta é a disposição final. Veja que a questão nos forneceu as pessoas no


sentido anti-horário, de modo que para colocá-las no sentido horário, começando
pela pessoa A, devemos seguir a ordem das letras acima, partindo da A e voltando
para a esquerda (E, B, H) e, em seguida, retomando a partir da extremidade direita
(G, D, I, F, C), ficando com a ordem:
A, E, B, H, G, D, I, F, C
RESPOSTA: B

132. FCC – TJAP – 2014) Cada termo da sequência a seguir é formado por seis
vogais:
(AAAEEI; EEEIIO; IIIOOU; OOOUUA; UUUAAE; AAAEEI; EEEIIO; . . . )
Mantido o mesmo padrão de formação da sequência, se forem escritos os 12º, 24º,
62895983097

36º e 45º termos, o número de vezes que a vogal U será escrita nesses termos é
igual a
(A) 1.
(B) 6.
(C) 5.
(D) 2.
(E) 3.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Observe que a sequência é formada por 5 termos:
AAAEEI; EEEIIO; IIIOOU; OOOUUA; UUUAAE

Dividindo 12 por 5, temos quociente 2 e resto 2. Isto significa que, para


chegar no 12º termo, devemos percorrer 2 ciclos completos (formados por 5 termos
cada um) e mais 2 termos do 3º ciclo, chegando no EEEIIO. Este é o 12º termo.
De maneira análoga, dividindo 24 por 5 temos quociente 4 e resto 4, de modo
que o 24º termo é um OOOUUA.
Dividindo 36 por 5 temos quociente 7 e resto 1, de modo que o 36º termo é
um AAAEEI.
Dividindo 45 por 5, temos quociente 9 e resto 0, de modo que o 45º termo é o
último termo do 9º ciclo, ou seja, UUUAAE.
Somando a quantidade de U escritos, temos um total de 0+2+0+3 = 5.
RESPOSTA: C

133. FCC – TJAP – 2014) Três amigos exercem profissões diferentes e praticam
esportes diferentes. As profissões exercidas por eles são: advocacia, engenharia e
medicina. Os esportes praticados são: futebol, basquetebol e voleibol. Sabe-se que
Alberto não é médico e Carlos não é médico. Ou o Bruno pratica voleibol ou o Bruno
pratica basquetebol. Se o Bruno não pratica futebol, então Alberto não é advogado.
Carlos pratica voleibol. Com essas informações é possível determinar corretamente
que
(A) Bruno pratica voleibol e exerce a engenharia.
(B) Carlos exerce a advocacia e pratica voleibol.
(C) Alberto exerce a advocacia e pratica basquetebol.
(D) Bruno exerce a medicina e pratica futebol.
62895983097

(E) Alberto exerce a engenharia e pratica basquetebol.


RESOLUÇÃO:
Veja essa tabela:
Amigo Profissão Esporte
Alberto Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Bruno Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
medicina voleibol
Carlos Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol

Vejamos as demais informações fornecidas, começando pelas mais diretas:


- Alberto não é médico
- Carlos não é médico
- Carlos pratica voleibol
Com isso, temos:
Amigo Profissão Esporte
Alberto Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Bruno Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Carlos Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol

Note que a profissão “medicina” sobrou apenas para Bruno, devendo ser esta
a profissão exercida por ele. Veja ainda esta informação:
- Ou o Bruno pratica voleibol ou o Bruno pratica basquetebol.
Como Bruno não pratica voleibol (e sim Carlos), então ele logicamente
pratica basquetebol. Com isso, sobra apenas o esporte Futebol para Alberto.
Temos:
Amigo Profissão Esporte
Alberto Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina 62895983097

voleibol
Bruno Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Carlos Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol

Temos uma última informação:


- Se o Bruno não pratica futebol, então Alberto não é advogado.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Como “Bruno não pratica futebol” é V, precisamos que “Alberto não é


advogado” seja V. Assim sobra apenas a profissão Engenharia para Alberto,
restando Advocacia para Carlos:
Amigo Profissão Esporte
Alberto Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Bruno Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol
Carlos Advocacia, engenharia ou Futebol, basquetebol ou
medicina voleibol

Analisando as afirmações:
(A) Bruno pratica voleibol e exerce a engenharia.
(B) Carlos exerce a advocacia e pratica voleibol.
(C) Alberto exerce a advocacia e pratica basquetebol.
(D) Bruno exerce a medicina e pratica futebol.
(E) Alberto exerce a engenharia e pratica basquetebol.

Nosso gabarito é a alternativa B.


RESPOSTA: B

134. FCC – SAEB/BA – 2014) Observe a sequência: 6; 10; 18; 34; 66; . . . . Sabe-se
que o número 4098 é o 11º termo dessa sequência. A soma dos 9º e 10º termos é
igual a
(A) 5126 62895983097

(B) 2122
(C) 4098
(D) 3076
(E) 6186
RESOLUÇÃO:
Observe que do primeiro termo dessa sequência para o segundo termo nós
somamos 4 unidades. Do segundo para o terceiro nós somamos 8 unidades. Do

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
terceiro para o quarto, 16 unidades, e do quarto para o quinto, 32 unidades. Ou
seja, estamos sempre somando potências crescentes de 2. Podemos completar
essa sequência somando, nos próximos termos, os valores 64, 128, 256, 512,
1024, 2048, 4096, e assim por diante, ficando com a sequência:

6, 10, 18, 34, 66, 130, 258, 514, 1026, 2050, 4098, ...

Veja que os nono e décimo termos são, respectivamente, 1026 e 2050, cuja
soma é igual a 3076.
RESPOSTA: D

135. FCC – CETAM – 2014) Seguem os 13 primeiros termos de uma sequência


ilimitada que obedece a um padrão:
1; −2; −2; 2; −3; −6; 3; −4; −12; 4; −5; −20; 5.
Considere uma segunda sequência, também ilimitada, formada a partir dos termos
da primeira sequência com a seguinte composição: quociente entre o 6º termo e o
5º termo; quociente entre o 9º termo e o 8º termo; quociente entre o 12º termo e o
11º termo; quociente entre o 15º termo e o 14º termo; quociente entre o 18º termo e
o 17º termo; . . .
O 10º termo dessa segunda sequência é igual a
(A) 5.
(B) 11.
(C) −10.
(D) 7.
(E) 13.
RESOLUÇÃO: 62895983097

Veja que para resolvermos a segunda parte da questão é preciso


entendermos a lógica da primeira sequência. Note que esta primeira sequência é
formada na verdade por três sequências diferentes intercaladas:
1; −2; −2; 2; −3; −6; 3; −4; −12; 4; −5; −20; 5.

Assim, veja que a sequência preta é simplesmente formada por números


naturais em ordem crescente. A sequência vermelha começa no número -2, e os
próximos números são gerados simplesmente subtraindo uma unidade do anterior.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A sequência verde começa no -2 e, a partir daí, devemos começar subtraindo 4
unidades, depois 6 unidades, depois 8 unidades, e assim por diante.
A segunda sequência é formada a partir dos termos da primeira sequência
com a seguinte composição: quociente entre o 6º termo e o 5º termo; quociente
entre o 9º termo e o 8º termo; quociente entre o 12º termo e o 11º termo; quociente
entre o 15º termo e o 14º termo; quociente entre o 18º termo e o 17º termo; . . . Ou
seja
6º/5º, 9º/8º, 12º/11º, 15º/14º, 18º/17º, ...

Veja que a sequência que eu marquei em verde começa no número 6


continua sempre com a soma de três unidades. Já os números em preto começam
em 5 e continuam sempre com a soma de três unidades também. Assim,
continuando a escrever essa segunda sequência temos:
6º/5º, 9º/8º, 12º/11º, 15º/14º, 18º/17º, 21º/20º, 24º/23º, 27º/26º, 30º/29º,
33º/32º, 36º/35º

Portanto, para obter o décimo termo da segunda sequência devemos dividir


o 33º pelo 32º termos da primeira sequência. Voltando a esta sequência, podemos
escrever seus demais termos:
1; −2; −2; 2; −3; −6; 3; −4; −12; 4; −5; −20; 5; −6; −30; 6; −7; −42; 7; −8; −56; 8; −9;
−72; 9; −10; −90; 10; −11; −110; 11; −12; −132; 12; −13; −156;

Dividindo o 33º pelo 32º termos, temos: -132 / -12 = 11.


RESPOSTA: B

136. FCC – CETAM – 2014) As amigas são Catarina, Manuela e Vitória. As idades
62895983097

delas são 12, 13 e 14, não necessariamente nesta ordem. Os animais preferidos por
elas são o gato, o cão e o peixe, também não necessariamente nessa ordem. A
Catarina não tem 13 anos e gosta de cães. A apaixonada por peixe não é a
Manuela que tem 12 anos. A partir dessas informações é possível concluir que
(A) Manuela tem 12 anos e gosta de cães.
(B) Vitória tem 12 anos e é a apaixonada por peixe.
(C) A amiga que gosta de cães é a mais nova das três amigas.
(D) A mais velha e a mais nova certamente não preferem o peixe.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) Vitória tem 14 anos e gosta de gatos.
RESOLUÇÃO:
Podemos montar a seguinte tabela com as informações do enunciado. Veja
ela apresenta todas as possibilidades de combinação entre as amigas, suas idades
e seus animais:
Amiga Idade Animal
Catarina 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Manuela 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Vitória 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe

Agora podemos analisar as demais informações fornecidas:


- A Catarina não tem 13 anos e gosta de cães.
- A apaixonada por peixe não é a Manuela que tem 12 anos.

Colocando essas informações na nossa tabela, ficamos com:


Amiga Idade Animal
Catarina 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Manuela 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Vitória 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe

Veja que a única idade que sobrou para Catarina é 14 anos. Com isso,
sobra apenas a idade de 13 anos para Vitória. Por fim, sobra apenas a idade de 12
anos para Manuela. Veja ainda que o único animal que sobrou para Manuela é o
gato. Com isso, sobra apenas o peixe para Vitória. Ficamos então com a seguinte
tabela:
62895983097

Amiga Idade Animal


Catarina 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Manuela 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe
Vitória 12, 13 ou 14 Gato, cão ou peixe

Analisando as alternativas de resposta:


(A) Manuela tem 12 anos e gosta de cães.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) Vitória tem 12 anos e é a apaixonada por peixe.
(C) A amiga que gosta de cães é a mais nova das três amigas.
(D) A mais velha e a mais nova certamente não preferem o peixe.
(E) Vitória tem 14 anos e gosta de gatos.

Veja que somente a alternativa D apresenta informações totalmente corretas.


RESPOSTA: D

137. FCC – CETAM – 2014) Ana e Bruna estão em uma fila. Nessa fila, faltam
exatamente 8 pessoas para serem atendidas antes de Ana e há exatamente 7
pessoas para serem atendidas depois de Bruna. Nessa fila há exatamente 3
pessoas entre Ana e Bruna. Apenas com essas informações, é correto concluir que
existem duas possibilidades para o total de pessoas na fila que são
(A) 12 ou 20.
(B) 12 ou 18.
(C) 20 ou 21.
(D) 20 ou 22.
(E) 14 ou 21.
RESOLUÇÃO:
Veja que temos duas possibilidades para esta fila, pois não sabemos quem
das duas garotas citadas no texto está na frente.

Suponha que Ana está na frente de Bruna. Neste caso, teríamos seguinte
fila:
X X X X X X X X ANA X X X BRUNA X X X X X X X

62895983097

Veja que representei com uma letra X cada uma das outras pessoas. Note
que temos 8 pessoas antes de Ana, três pessoas entre Ana e Bruna, e mais 7
pessoas depois de Bruna, conforme nos orientou o enunciado. Temos um total de
20 pessoas nesta fila.
Agora vamos supor que bruna está na frente de Ana. Nesse caso podemos
montar a seguinte fila, atendendo às condições do enunciado:
X X X X BRUNA X X X ANA X X X

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que eu comecei colocando 3 pessoas entre Bruna e Ana. Em seguida,
lembrando que havia oito pessoas para serem atendidas antes de Ana, coloquei
mais 4 pessoas a esquerda de Bruna. Por fim, lembrando que haviam sete pessoas
para serem atendidas depois de Bruna, coloquei mais três pessoas à direita de Ana.
Nesta segunda configuração ficamos com um total de 12 pessoas. Assim,
as duas possibilidades que atendem o enunciado são filas com 12 ou 20 pessoas.
RESPOSTA: A

138. FCC – CETAM – 2014) A respeito de Manuel, Carlos e Érico sabe-se que dois
deles pesam 55 kg cada e ambos sempre mentem. O peso da terceira pessoa é 64
kg e ela sempre diz a verdade.
Se Carlos afirma que Manuel não pesa 55 kg, do ponto de vista lógico, pode-se
concluir corretamente que
(A) Carlos e Érico mentem.
(B) Manuel e Carlos pesam 119 kg juntos.
(C) Érico pesa 64 kg.
(D) Manuel sempre diz a verdade.
(E) Carlos não pesa 55 kg.
RESOLUÇÃO:
Veja que a afirmação feita por Carlos pode ser verdade ou mentira.
Se ela for verdade, isso significa que Carlos pesa 64 quilos (pois essa é a
pessoa que sempre diz a verdade). Isso também significa que Manuel não pesa
55kg, devendo pesar 64kg. Note que chegamos em uma inconsistência, pois
obtivemos duas pessoas com 64 quilos, enquanto o enunciado disse que apenas
uma pessoa tinha este peso.
Assim, devemos considerar que a afirmação de Carlos é uma mentira.
62895983097

Deste modo, podemos afirmar que Manuel pesa 55kg. Também podemos afirmar
que Carlos pesa 55kg, afinal ele é mentiroso. Dessa forma o peso de 64 quilos
sobra para Érico. Com base nas conclusões que sublinhei, a única alternativa de
resposta é a letra C.
RESPOSTA: C

139. FCC – CETAM – 2014) Maria está vendendo 200 rifas para um sorteio de
prêmios e afirma que 110 delas estão premiadas. Se Maria diz a verdade, o número

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
mínimo de rifas que uma pessoa deve comprar dela, para ter a certeza de que irá
ter ao menos uma rifa premiada, é igual a
(A) 91.
(B) 111.
(C) 90.
(D) 110.
(E) 109.
RESOLUÇÃO:
Temos 200 rifas ao todo, sendo 110 premiadas e 90 não premiadas.
Veja aqui você pode “dar o azar” de comprar 90 rifas e todas elas fazerem
parte do conjunto das que não são premiadas. Entretanto, mesmo neste caso mais
extremo, se você comprar mais uma rifa, ela certamente fará parte do conjunto das
110 que são premiadas.
Portanto, mesmo no caso mais extremo basta você comprar 91 rifas para ter
certeza de que pelo menos uma será premiada.
RESPOSTA: A

140. FCC – SABESP – 2014) As tarefas P, Q, R, S e T têm que ser realizadas uma
por dia de 2ª a 6ª feira de uma semana, não necessariamente na ordem dada.
Sabe-se que:
Q será executada depois de S;
R será executada dois dias depois de P;
S será executada quinta ou sexta-feira.
Sendo assim, a atividade que será executada na quarta-feira é
(A) T.
(B) Q. 62895983097

(C) R.
(D) S.
(E) P.
RESOLUÇÃO:
A atividade Q deve ser executada depois da atividade S, ou seja:
... S ... Q ...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que as reticências no esquema acima representam posições onde
podem ser inseridas as demais atividades. Também foi dito que a atividade S será
executada numa quinta ou sexta-feira. Veja que ela não pode ser realizada na
sexta, pois a atividade Q deve ocorrer após ela. Assim, fica claro que a atividade S
é realizada na quinta-feira e a atividade Q é realizada na sexta-feira. Atualizando
nosso esquema, temos:
... S Q

Veja que sobraram a segunda, terça e quarta-feira. Como a atividade R será


executada dois dias depois de P, a única possibilidade restante é que P ocorra na
segunda e R ocorra na quarta. Assim, sobra a terça-feira para a atividade T:
P-T-R-S-Q

Desse modo a atividade que será executada na quarta-feira é R.


RESPOSTA: C

141. FCC – SABESP – 2014) Alan, Beto, Caio e Décio são irmãos e foram
interrogados pela própria mãe para saber quem comeu, sem autorização, o
chocolate que estava no armário. Sabe-se que apenas um dos quatro comeu o
chocolate, e que os quatro irmãos sabem quem foi. A mãe perguntou para cada um
quem cometeu o ato, ao que recebeu as seguintes respostas:
Alan diz que foi Beto;
Beto diz que foi Caio;
Caio diz que Beto mente;
Décio diz que não foi ele.
O irmão que fala a verdade e o irmão que comeu o chocolate são, respectivamente,
62895983097

(A) Beto e Décio.


(B) Alan e Beto.
(C) Beto e Caio.
(D) Alan e Caio.
(E) Caio e Décio.
RESOLUÇÃO:
Como essa questão pergunta o nome do irmão que fala a verdade, podemos
assumir que apenas um deles fala a verdade, e os demais mentem. Veja na tabela

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
abaixo a frase dita por cada um dos irmãos, e também tem a frase que seria
verdadeira caso aquele irmão tenha mentido:
Frase que seria verdadeira caso tenha
Irmão Frase dita
mentido
Alan Foi Beto Não foi Beto
Beto Foi Caio Não foi Caio
Caio Beto mente Beto fala a verdade
Décio Não foi Décio Foi Décio

Agora vamos supor que quem falou a verdade foi Alan. Neste caso a frase
dita por ele é verdadeira, bem como as negações das frases ditas pelos demais
irmãos. Veja em vermelho essas frases:
Frase que seria verdadeira caso tenha
Irmão Frase dita
mentido
Alan Foi Beto Não foi Beto
Beto Foi Caio Não foi Caio
Caio Beto mente Beto fala a verdade
Décio Não foi Décio Foi Décio

Analisando as frases marcadas em vermelho veja que temos contradições, a


começar pelo fato de que temos dois culpados, Beto e Décio. Assim podemos
concluir que não foi alan quem disse a verdade.
Agora vamos assumir que Beto disse a verdade. Neste caso as frases
verdadeiras seriam essas em vermelho:

62895983097

Frase que seria verdadeira caso tenha


Irmão Frase dita
mentido
Alan Foi Beto Não foi Beto
Beto Foi Caio Não foi Caio
Caio Beto mente Beto fala a verdade
Décio Não foi Décio Foi Décio

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que temos uma contradição, pois aqui os culpados seriam Caio e Décio.
Podemos descartar essa opção e tentar outra.
Agora vamos assumir que Caio disse a verdade. Neste caso as frases
verdadeiras seriam essas em vermelho:
Frase que seria verdadeira caso tenha
Irmão Frase dita
mentido
Alan Foi Beto Não foi Beto
Beto Foi Caio Não foi Caio
Caio Beto mente Beto fala a verdade
Décio Não foi Décio Foi Décio

Veja que aqui não temos contradição. O culpado é apenas Décio, e quem
disse a verdade foi Caio. Este é o nosso gabarito.
Por questões didáticas vamos testar a última opção. Agora vamos assumir
que Décio disse a verdade. Neste caso as frases verdadeiras seriam essas em
vermelho:
Frase que seria verdadeira caso tenha
Irmão Frase dita
mentido
Alan Foi Beto Não foi Beto
Beto Foi Caio Não foi Caio
Caio Beto mente Beto fala a verdade
Décio Não foi Décio Foi Décio

Veja que aqui temos algumas contradições. Em primeiro lugar repare que
não temos nenhum culpado. Além disso, nós assumimos que Décio falava a
verdade, de modo que Beto mentia. Entretanto, veja que uma das frases que
62895983097

marcamos diz exatamente o oposto, ou seja, que Beto fala a verdade.


RESPOSTA: E

142. FCC – SABESP – 2014) A sequência: 2; 3; 5; 6; 11; 12; 23; 24; . . ., foi criada
com um padrão. A diferença entre os 14º e 11º termos é igual a
(A) 48.
(B) 97.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 65.
(D) 25.
(E) 19.
RESOLUÇÃO:
Observe que temos duas sequências intercaladas:
2; 3; 5; 6; 11; 12; 23; 24; . .

Veja que nas duas sequências a lógica de formação é a mesma: primeiro


somamos 3 unidades, depois 6, depois 12... seguindo esta lógica, devemos somar
24, 48, 96 e assim por diante. Escrevendo os próximos termos, temos:
2; 3; 5; 6; 11; 12; 23; 24; 47; 48; 95; 96; 191; 192 . .

Assim, o 14º termo é 192, e o 11º é 95, de modo que a diferença entre eles é
192 – 95 = 97.
RESPOSTA: B

143. FCC – SABESP – 2014) Minha avó, mãe da minha mãe, é sua tia, por parte da
sua mãe. A mãe dessa minha avó tem uma irmã. A filha da irmã da mãe dessa
minha avó é
(A) prima da sua mãe.
(B) sua neta.
(C) sua filha.
(D) minha mãe.
(E) você.
RESOLUÇÃO:
Podemos desenhar em um esquema a minha avó, a minha mãe e você
62895983097

também, o que é sobrinho desta minha avó. Veja:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Veja que até aqui cumprimos com a seguinte parte do enunciado: "Minha
avó, mãe da minha mãe, é sua tia, por parte da sua mãe". Agora vamos desenhar a
mãe da minha avó, bem como a irmã dessa mãe da minha avó:

Falta representar apenas a “a filha da irmã da mãe dessa minha avó”:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A filha da irmã da mãe dessa minha avó (marcada em vermelho) é prima da
sua mãe (marcada em verde), como podemos ver no diagrama.
RESPOSTA: A

144. FCC – SABESP – 2014) Oito veículos, nomeados por letras, disputam uma
corrida. A ordem inicial na corrida é: A; B; C; D; E; F; G; H. Sabe-se que
aconteceram as seguintes modificações, e na sequência dada: H avança uma
posição; A cai três posições; G avança duas posições; B cai duas posições; F
avança três posições; C cai uma posição. Após essas alterações, a 1ª, 3ª, 5ª e 7ª
posições estão ocupadas, respectivamente, pelos veículos
(A) C; B; A; F.
(B) B; D; E; H.
(C) D; A; E; F.
(D) D; B; A; G.
(E) C; B; E; G.
RESOLUÇÃO:
Vamos representar o que aconteceu em cada uma das modificações. Veja
que eu vou colocar a ordem dos participantes após cada uma dessas mudanças:
- H avança uma posição: A; B; C; D; E; F; H; G;
- A cai três posições: B; C; D; A; E; F; H; G;
- G avança duas posições: B; C; D; A; E; G; F; H;
- B cai duas posições: C; D; B; A; E; G; F; H;
- F avança três posições: C; D; B; F; A; E; G; H;
- C cai uma posição: D; C; B; F; A; E; G; H;

Após essas alterações, a 1ª, 3ª, 5ª e 7ª posições estão ocupadas,


62895983097

respectivamente, pelos veículos D, B, A e G.


RESPOSTA: D

145. FCC – METRÔ/SP – 2014) Em volta de uma mesa redonda há 17 cadeiras.


Duas pessoas estão sentadas, lado a lado, sem que haja nenhuma cadeira vazia
entre elas. Do ponto de vista das duas pessoas sentadas, aquela que está à
esquerda muda-se para a cadeira imediatamente ao seu lado esquerdo e repete
esse mesmo procedimento mais oito vezes. Simultaneamente, a pessoa que está à

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
direita muda-se para a 2ª cadeira que está à sua direita e também repete esse
procedimento mais oito vezes. Após essas mudanças, o menor número de cadeiras
vazias que estão entre essas duas pessoas é igual a
(A) 3.
(B) 0.
(C) 5.
(D) 4.
(E) 7.
RESOLUÇÃO:
Imagine que estamos olhando essa mesa de cima. Suponha que temos 17
cadeiras ao redor dessa mesa, numeradas de 1 a 17 no sentido horário (se preferir
você pode desenhar para facilitar o acompanhamento dessa resolução). Vamos
supor que as duas pessoas estão sentadas nas cadeiras 1 e 2. Assim, a pessoa
que está à esquerda é aquela da cadeira 2. Caso ela mude de cadeira 9 vezes no
sentido horário (para a sua esquerda), ela vai passar por:
2-->3-->4-->5-->6-->7-->8-->9-->10-->11

Assim, essa pessoa vai parar na cadeira de número 10. A pessoa que
estava na cadeira número 1 fez um procedimento similar, porém mudando 2
cadeiras de cada vez, e no outro sentido (anti-horário). Após 9 mudanças ela vai
passar por:
1-->16-->14-->12-->10-->8-->6-->4-->2-->17

Assim, o menor número de cadeiras vazias entre essas duas pessoas é igual
a 5:
12, 13 ,14, 15 e 16
62895983097

Atenção: veja que as pessoas mudaram de cadeira 9 vezes, e não somente


8, pois o enunciado diz que a pessoa movimenta-se uma vez e depois repete este
mesmo procedimento mais 8 vezes, totalizando 9 movimentações.
RESPOSTA: C
*****************************************
Fim de aula. Até o nosso próximo encontro!
Saudações,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Prof. Arthur Lima
www.facebook.com/ProfArthurLima
Periscope: @ARTHURRRL

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
3. QUESTÕES APRESENTADAS NA AULA
1. FCC – TRT/19ª – 2011) Ricardo, Mateus e Lucas são três amigos que cursam
faculdades de medicina, engenharia e direito. Cada um dos três usa um meio
diferente de transporte para chegar à faculdade: ônibus, automóvel e bicicleta. Para
descobrir o que cada um cursa e o meio de transporte que utilizam, temos o
seguinte:

− Mateus anda de bicicleta;

− Quem anda de ônibus não faz medicina;

− Ricardo não cursa engenharia e Lucas estuda direito.

Considerando as conclusões:

I. Lucas vai de ônibus para a faculdade de direito.

II. Mateus estuda medicina.

III. Ricardo vai de automóvel para a faculdade.

Está correto o que consta em

a) I, apenas.

b) III, apenas.

c) II e III, apenas.

d) I e III, apenas.

e) I, II e III.

2. FGV – Polícia Civil/MA – 2012) Abelardo, Benito e Caetano conversam sobre


futebol em um bar. Dois deles são irmãos e o outro é filho único. O dono do bar
62895983097

ouviu parte da conversa e ficou sabendo que um deles torce pelo Sampaio Corrêa,
outro pelo Maranhão e o outro pelo Moto Club. Prestando mais atenção percebeu
ainda que:

• Abelardo não torce pelo Sampaio Corrêa.

• Benito não torce pelo Maranhão.

• O irmão de Caetano torce pelo Moto Club.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
• O que não tem irmão torce pelo Sampaio Corrêa.

Pode-se concluir que:

(A) Abelardo é irmão de Benito.

(B) Benito é irmão de Caetano.

(C) Benito torce pelo Moto Club.

(D) Caetano torce pelo Maranhão.

(E) Abelardo torce pelo Maranhão.

3. FGV – MEC – 2009) Abel, Gabriel e Daniel são amigos. Um deles mora em uma
casa branca, o outro, em uma casa azul e o terceiro, em uma casa amarela. Entre
eles, um é pintor, o outro, escultor e o terceiro, professor. Abel não mora na casa
azul. Gabriel é escultor e não mora na casa branca. O professor mora na casa azul.
A esse respeito, é correto afirmar que:
(A) Abel mora na casa amarela.
(B) Abel é pintor.
(C) Daniel não é professor.
(D) Daniel mora na casa branca.
(E) Gabriel mora na casa azul.

4. FCC – TCE/AP – 2012) O funcionário de uma pizzaria que fornece em domicílio


registrou os pedidos de três clientes regulares. Cada um pediu uma única pizza, de
um único sabor, sendo uma de massa fina, uma de massa média e uma de massa
grossa. Uma falha no computador, porém, apagou o registro dos pedidos e o
funcionário teve de usar o conhecimento que tinha do gosto dos clientes, além do
62895983097

que se lembrava dos pedidos, para deduzir o que cada um solicitou.


− O Sr. Pedro não pode ter pedido a pizza com borda recheada, pois não aprecia
esse opcional.
− Um dos sabores pedidos, banana, só é feita com massa média.
− A única pizza que teve como opcional cobertura extra de queijo foi a de frango,
que não tinha borda recheada.
− O Sr. Jorge só pede pizza de massa fina e não gosta de cobertura extra de queijo.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
− Apenas uma das pizzas pedidas não tinha qualquer opcional.
− A Sra. Estela não pediu a pizza de massa média.
Uma das pizzas pedidas foi de calabresa. Essa pizza foi pedida
(A) pelo Sr. Pedro e tinha borda recheada.
(B) pelo Sr. Pedro e não tinha qualquer opcional.
(C) pela Sra. Estela e não tinha qualquer opcional.
(D) pelo Sr. Jorge e tinha borda recheada.
(E) pelo Sr. Jorge e não tinha qualquer opcional.

5. FGV - CEAG/SP - 2011) Depois de uma aula na faculdade, seis colegas (Laís,
Marina, Henrique, Luana, Viviane e Luís) dirigiram-se a um restaurante. Cada um
pediu uma sobremesa dentre as seguintes opções: sorvete, fruta, chocolate, torta,
bolo e mousse. Considere as seguintes restrições ao analisar qual sobremesa cada
colega pediu:

I Um homem pediu mousse.

II Se Laís pediu sorvete, então Marina pediu fruta.

III Nem Henrique, nem Luís pediram bolo.

IV Apenas se Luana pediu chocolate, Viviane pediu torta.

Sabendo que Laís pediu sorvete, assinale a única alternativa verdadeira.

a) Luana pediu chocolate.

b) Luana não pediu chocolate.


62895983097

c) Com certeza Viviane pediu bolo.

d) Henrique não pediu torta.

e) Luís pediu mousse.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
6. FGV - CEAG/SP - 2011) Com base no enunciado e nas mesmas restrições da
questão anterior, sabendo não só que Laís pediu sorvete, mas também que Viviane
pediu chocolate, então, certamente,

a) Luana pediu bolo.

b) Henrique pediu mousse.

c) Luís pediu torta.

d) Luana pediu bolo ou torta.

e) Marina não pediu fruta.

7. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Em uma empresa, as funções de diretor,


programador e gerente são ocupadas por Ciro, Dario, Éder, não necessariamente
nesta ordem. O programador, que é filho único, é o mais velho dos três. Éder, que
se casou com a irmã de Dario, é mais novo que o diretor. Pode-se concluir que

a) Éder é o programador.

b) Dario é o gerente.

c) Éder é o diretor.

d) Ciro é o diretor.

e) Ciro é o programador.

8. CESGRANRIO – BNDES – 2011) Míriam, Tereza e Vera possuem, cada uma,


62895983097

um pássaro de estimação. Uma delas tem um canário, outra, um periquito, e outra,


um papagaio. Sabe-se que:
• o periquito não pertence a Míriam;
• Vera não possui o canário;
• Tereza não possui o periquito;
• o papagaio não pertence a Míriam.
Então, é verdade que

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) Míriam possui o periquito.
(B) Tereza possui o canário.
(C) Vera possui o papagaio.
(D) Míriam não possui o canário.
(E) Tereza possui o papagaio.

9. FCC – ISS/SP – 2012) Arlete e Salete são irmãs gêmeas idênticas, mas com uma
característica bem diferente: uma delas só fala a verdade e a outra sempre mente.
Certo dia, um rapaz que não sabia qual das duas era a mentirosa perguntou a uma
delas: “Arlete é mentirosa?”. A moça prontamente respondeu: “Sim”. Analisando
somente a resposta dada, o rapaz pôde concluir que havia se dirigido a:

a) Arlete, e que ela era a irmã mentirosa

b) Arlete, e que ela não era a irmã mentirosa

c) Arlete, mas não pôde decidir se ela era a irmã mentirosa

d) Salete, e que ela não era a irmã mentirosa

e) Salete, mas não pôde decidir se ela era a irmã mentirosa

10. FCC – ICMS/SP – 2006) Numa ilha dos mares do sul convivem três raças
distintas de ilhéus: os zel(s) só mentem, os del(s) só falam a verdade e os mel(s)
alternadamente falam verdades e mentiras – ou seja, uma verdade, uma mentira,
uma verdade, uma mentira - , mas não se sabe se começaram falando uma ou
outra.

Nos encontramos com três nativos, Sr. A, Sr. B, Sr. C, um de cada uma das três
62895983097

raças.

Observe bem o diálogo que travamos com o Sr. C

Nós: - Sr. C, o senhor é da raça zel, del ou mel?


Sr. C: - Eu sou mel. (1ª resposta)
Nós: - Sr. C, e o senhor A, de qual raça é?

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Sr. C: - Ele é zel. (2ª resposta)
Nós: - Mas então o Sr. B é del, não é isso, Sr. C?
Sr. C: - Claro, senhor! (3ª resposta)

Nessas condições, é verdade que os senhores A, B e C são, respectivamente,


a) zel, del, mel
b) zel, mel, del
c) del, zel, mel
d) del, mel, zel
e) mel, del, zel

11. ESAF – AFT – 2006) Ana encontra-se à frente de três salas cujas portas estão
pintadas de verde, azul e rosa. Em cada uma das três salas encontra-se uma e
somente uma pessoa – em uma delas encontra-se Luís; em outra, encontra-se
Carla; em outra, encontra-se Diana. Na porta de cada uma das salas existe uma
inscrição, a saber:

Sala verde: “Luís está na sala de porta rosa”


Sala azul: “Carla está na sala de porta verde”
Sala rosa: “Luís está aqui”

Ana sabe qua a inscrição na porta da sala onde Luís se encontra pode ser
verdadeira ou falsa. Sabe, ainda, que a inscrição na porta da sala onde Carla se
encontra é falsa, e que a inscrição na porta da sala em que Diana se encontra é
verdadeira. Com tais informações, Ana conclui corretamente que nas salas de
portas verde, azul e rosa encontram-se, respectivamente:
62895983097

a) Diana, Luís, Carla


b) Luís, Diana, Carla
c) Diana, Carla, Luís
d) Carla, Diana, Luís
e) Luís, Carla, Diana

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
12. VUNESP – Polícia Civil/SP – 2013) . Em uma ilha, as pessoas são divididas em
dois clãs. O clã dos cavaleiros que só falam a verdade e o clã dos cafajestes que só
falam mentiras (enunciados falsos). Nessas condições, assinale a alternativa que
apresenta corretamente o enunciado que nenhum habitante da ilha pode proferir.

(A) A lua é feita de queijo suíço.

(B) Está nevando e não está nevando.

(C) Eu sou cafajeste.

(D) Dois mais dois é igual a quatro.

(E) Os cavaleiros só falam falsidades.

13. FGV – BADESC – 2010) Certo dia, três amigos fizeram, cada um deles, uma
afirmação:

Aluísio: – Hoje não é terça-feira.

Benedito: – Ontem foi domingo.

Camilo: – Amanhã será quarta-feira.

Sabe-se que um deles mentiu e que os outros dois falaram a verdade.

Assinale a alternativa que indique corretamente o dia em que eles fizeram essas
afirmações.

(A) sábado.

(B) domingo.

(C) segunda-feira.

(D) terça-feira.
62895983097

(E) quarta-feira.

14. FGV – Senado Federal – 2008) Um crime é cometido por uma pessoa e há
quatro suspeitos: André, Eduardo, Rafael e João. Interrogados, eles fazem as
seguintes declarações:

• André: Eduardo é o culpado.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
• Eduardo: João é o culpado.

• Rafael: Eu não sou culpado.

• João: Eduardo mente quando diz que eu sou culpado.

Sabendo que apenas um dos quatro disse a verdade, o culpado:

(A) é certamente André.

(B) é certamente Eduardo.

(C) é certamente Rafael.

(D) é certamente João.

(E) não pode ser determinado com essas informações.

15. FGV – SUDENE/PE – 2013)


Alberto, Bernardo e Camilo trabalham em uma obra. Um deles é eletricista, outro
é marceneiro e outro pintor, não necessariamente nessa ordem. Quando o
novo supervisor perguntou sobre suas qualificações eles disseram:
• Alberto: — Eu sou eletricista.
• Bernardo: — Alberto não é marceneiro.
• Camilo: — Bernardo não é pintor.
Sabe se que das três declarações acima, somente uma é verdadeira.
É correto concluir que
(A) Camilo é eletricista.
(B) Bernardo é marceneiro.
(C) Alberto é eletricista.
(D) Camilo é pintor.
62895983097

(E) Bernardo disse a verdade.

16. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Uma substância A, outra substância B e


uma terceira substância C estão, cada uma, dentro de gavetas diferenciadas
apenas pelas cores dos chaveiros de suas chaves. Não se sabe qual a substância
está em qual gaveta, assim como não é possível ver o interior de cada uma das
gavetas. Sabe-se, porém, que das três afirmações a seguir, apenas uma é
verdadeira:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
IV. Na gaveta com chaveiro azul está a substância A.

V. Na gaveta com chaveiro amarelo não está a substância B.

VI. Na gaveta com chaveiro vermelho não está a substância A.

Com base nas informações, a ordem correta das cores dos chaveiros das chaves
das gavetas que contêm as substâncias A, B e C, nessa ordem, é

a) vermelho, azul e amarelo

b) amarelo, vermelho e azul

c) vermelho, amarelo e azul

d) azul, amarelo e vermelho

e) azul, vermelho e amarelo

17. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Em um reino distante, um homem


cometeu um crime e foi condenado à forca. Para que a sentença fosse executada, o
rei mandou que construíssem duas forcas e determinou que fossem denominadas
Forca da Verdade e Forca da Mentira. Além disso, ordenou que na hora da
execução o prisioneiro deveria proferir uma sentença assertiva qualquer. Se a
sentença fosse verdadeira, ele deveria ser enforcado na Forca da Verdade. Se, por
outro lado, a sentença fosse falsa, ele deveria ser enforcado na Forca da Mentira.
Assim, no momento da execução, foi solicitado que o prisioneiro proferisse a sua
asserção. Ao fazer isso, o carrasco ficou completamente sem saber o que fazer e a
execução foi cancelada!
62895983097

Assinale qual das alternativas representa a asserção que o prisioneiro teria


proferido.

a) “Está chovendo forte”.

b) “O carrasco não vai me executar”.

c) “A soma dos ângulos de um triângulo é cento e oitenta graus”.

d) “Dois mais dois é igual a cinco”.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
e) “Serei enforcado na Forca da Mentira”.

18. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Antonio, Bernardo e Caetano são três
amigos. Sempre que uma pergunta é feita a eles, dois falam a verdade e um mente.

Ao serem questionados sobre quem era o mais velho, responderam:

Antonio: Bernardo nasceu primeiro.

Bernardo: Eu não sou o mais velho.

Caetano: Antonio é o mais velho.

O nome de quem mentiu ao responder essa pergunta e o nome do mais velho dos
amigos são, respectivamente,

a) Bernardo e Bernardo.

b) Bernardo e Caetano.

c) Antonio e Antonio.

d) Caetano e Caetano.

e) Antonio e Bernardo.

19. FCC – SEAD/PI – 2013) Dadá, Cazuza, Timbó, Birito e Piloto são cinco meninos
espertos que gostam de jogar futebol no gramado da casa de seu Nonô, um
simpático senhor. Certo dia, um chute dado por um dos meninos fez com que a bola
quebrasse o vidro de uma das janelas da casa, o que levou seu Nonô a chamar a
62895983097

atenção dos garotos, perguntando a eles quem foi o responsável pelo estrago. Os
meninos disseram o seguinte:
 Dadá: o responsável não é o Timbó.
 Cazuza: o responsável está mentindo.
 Timbó: o responsável não é o Dadá.
 Birito: o responsável é o Cazuza ou é o Dadá.
 Piloto: o responsável é o Birito ou o Timbó.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Também se sabe que o responsável sempre mente e os demais sempre falam a
verdade. Neste sentido, é possível afirmar que quem chutou a bola e quebrou a
vidraça foi
(A) Birito.
(B) Piloto.
(C) Dadá.
(D) Cazuza.
(E) Timbó.

20. CESGRANRIO – BNDES – 2004) Em uma cidade há dois irmãos gêmeos,


Pedro e Paulo. Pedro sempre mente e Paulo sempre diz a verdade. Uma pessoa fez
duas perguntas a eles; um dos irmãos respondeu à primeira e o outro, à segunda.
As perguntas foram:
i) seu nome é Pedro?
ii) como seu irmão responderia à primeira pergunta?
Pode-se afirmar que:
(A) as respostas obtidas foram sim e sim.
(B) as respostas obtidas foram sim e não.
(C) as respostas obtidas foram não e sim.
(D) as respostas obtidas foram não e não.
(E) se a segunda resposta for sim, o interpelado é Pedro.

21. FCC – SEFAZ/SP – 2009) No período de 2010 a 2050, os anos bissextos (isto
é, aqueles com 366 dias) são todos aqueles divisíveis por 4. Sabendo que 2010 terá
53 sextas-feiras, o primeiro ano desse período em que o dia 1o de janeiro cairá
numa segunda-feira será 62895983097

(A) 2013
(B) 2014
(C) 2016
(D) 2018
(E) 2019

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
22. FGV – MEC – 2009) O ano de 2009 começou em uma quinta-feira. Sabendo-se
que os anos de 2012 e 2016 serão bissextos, ou seja, terão 366 dias cada um, é
correto afirmar que o ano voltará a começar em uma quinta-feira em:
(A) 2014
(B) 2015
(C) 2016
(D) 2017
(E) 2018

23. FCC – TRF/2ª – 2012) Suponha que, no dia 15 de janeiro de 2011, um sábado,
Raul recebeu o seguinte e-mail de um amigo:
“Este é um mês especial, pois tem 5 sábados, 5 domingos e 5 segundas-feiras e
isso só ocorrera novamente daqui a 823 anos. Repasse esta mensagem para mais
10 pessoas e, dentro de alguns dias, você receberá uma boa notícia.”
Tendo em vista que é aficionado em Matemática, Raul não repassou tal mensagem
pois, após alguns cálculos, constatou que a afirmação feita na mensagem era falsa.
Assim sendo, lembrando que anos bissextos são números múltiplos de 4, Raul pode
concluir corretamente que o próximo ano em que ocorrência de 5 sábados, 5
domingos e 5 segundas-feiras acontecerá no mês de janeiro será:
(F) 2022.
(G) 2021.
(H) 2020.
(I) 2018.
(J) 2017.

24. FCC – TRT/6ª – 2012 ) Em um determinado ano, o mês de abril, que possui um
62895983097

total de 30 dias, teve mais domingos do que sábados. Nesse ano, o feriado de 1o de
maio ocorreu numa
(A) segunda-feira.
(B) terça-feira.
(C) quarta-feira.
(D) quinta-feira.
(E) sexta-feira.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
25. FCC – TRT/1ª – 2013) Em um planeta fictício X, um ano possui 133 dias de 24
horas cada, dividido em 7 meses de mesma duração. No mesmo período em que
um ano terrestre não bissexto é completado, terão sido transcorridos no planeta X,
exatamente,
(A) 1 ano, 6 meses e 4 dias.
(B) 2 anos e 4 dias.
(C) 2 anos e 14 dias.
(D) 2 anos, 5 meses e 14 dias.
(E) 2 anos, 5 meses e 4 dias.

26. FGV – CAERN – 2010) Os anos bissextos tem 366 dias, um a mais do que
aqueles que não são bissextos. Esse dia a mais é colocado sempre no final do mês
de fevereiro, que, nesses casos, passa a terminar no dia 29. Se um ano bissexto
começa numa segunda-feira, o ano seguinte termina em um(a):

a) domingo

b) terça-feira

c) segunda-feira

d) quarta-feira

e) quinta-feira

27. FCC – TRT/9ª – 2013) Em nosso calendário, há dois tipos de anos em relação à
sua duração: os bissextos, que duram 366 dias, e os não bissextos, que duram 365
dias. O texto abaixo descreve as duas únicas situações em que um ano é bissexto.
- Todos os anos múltiplos de 400 são bissextos − exemplos: 1600, 2000, 2400,
2800;
62895983097

- Todos os anos múltiplos de 4, mas não múltiplos de 100, também são bissextos −
exemplos: 1996, 2004, 2008, 2012. Sendo n o total de dias transcorridos no período
que vai de 01 de janeiro de 1898 até 31 de dezembro de 2012, uma expressão
numérica cujo valor é igual a n é
(A) 29 + 365 x (2012 − 1898 + 1).
(B) 28 + 365 x (2012 − 1898).
(C) 28 + 365 x (2012 − 1898 + 1).

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) 29 + 365 x (2012 − 1898).
(E) 30 + 365 x (2012 − 1898).

28. FCC – MPE/AM – 2013) No Brasil, entendemos como final de semana o período
da semana que compreende o sábado e o domingo. Em determinado ano, para que
o mês de setembro, que é composto por 30 dias, tenha 5 finais de semana
completos, o dia 7 de setembro deverá cair em
(A) um sábado.
(B) uma sexta-feira.
(C) uma quinta-feira.
(D) uma quarta-feira.
(E) uma terça-feira.

29. FCC – TRT/BA – 2013) Um ano bissexto possui 366 dias, o que significa que
ele é composto por 52 semanas completas mais 2 dias. Se em um determinado ano
bissexto o dia 1o de janeiro caiu em um sábado, então o dia 31 de dezembro cairá
em

(A) um sábado.

(B) um domingo.

(C) uma 2a feira.

(D) uma 3a feira.

(E) uma 4a feira.

62895983097

30. FCC – TRT/BA – 2013) A “Guerra dos Mil Dias” foi uma guerra civil que ocorreu
na Colômbia, tendo começado no ano de 1899. Considerando que o conflito tenha
durado exatamente 1000 dias, é possível concluir, apenas com as informações
fornecidas, que seu término

(A) ocorreu, certamente, no ano de 1901.

(B) pode ter ocorrido no ano de 1901 ou de 1902.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) ocorreu, certamente, no ano de 1903.

(D) ocorreu, certamente, no ano de 1902.

(E) pode ter ocorrido no ano de 1902 ou de 1903.

31. FGV – MPE/MS – 2013) Em certo ano, o 100º dia caiu em um domingo.
Então, nesse ano, o 200º dia foi uma:
a) segunda-feira.
b) terça-feira.
c) quarta-feira.
d) quinta-feira.
e) sexta-feira.

32. FGV – SUDENE/PE – 2013)


Em certo ano, não bissexto, a terça feira de carnaval caiu no dia 1º de março.
Nesse ano, o dia 1º de janeiro caiu em
(A) um domingo.
(B) uma segunda feira.
(C) uma quinta feira.
(D) uma sexta feira.
(E) um sábado.

33. FGV – FUNDAÇÃO PRÓ-SANGUE/SP – 2013) Carlos é doador voluntário e


regularmente faz doações de sangue. Em um determinado ano ele fez uma doação
de 450 mL de sangue no dia 12 de junho, uma quarta-feira.
62895983097

De acordo com as regras para doação de sangue, Carlos teve que esperar pelo
menos 60 dias para fazer uma nova doação. Entretanto, Carlos só faz doações de
sangue às quartas-feiras, único dia da semana que ele tem livre. Na primeira quarta-
feira após os 60 dias Carlos fez outra doação.
Esta outra doação foi feita no dia
a) 11 de agosto.
b) 12 de agosto.
c) 13 de agosto.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
d) 14 de agosto.
e) 15 de agosto.

34. CESGRANRIO – BACEN – 2010) O mês de fevereiro de um ano bissexto só


terá cinco sábados se começar em um(a)
(A) sábado
(B) domingo
(C) quarta-feira
(D) quinta-feira
(E) sexta-feira

35. FCC – BACEN – 2006) Observe com atenção a figura abaixo:

Dos desenhos seguintes, aquele que pode ser encontrado na figura dada é:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
36. FCC – BACEN – 2006) No quadriculado seguinte os números foram colocados
nas células obedecendo a um determinado padrão.

Seguindo esse padrão, o número X deve ser tal que:

a) X > 100

b) 90 < X < 100

c) 80 < X < 90

d) 70 < X < 80

e) X < 70

37. FCC – BACEN – 2006) Em cada linha do quadro abaixo, as figuras foram
desenhadas obedecendo a um mesmo padrão de construção.

62895983097

Segundo esse padrão, a figura que deverá substituir corretamente o ponto de


interrogação é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

38. FCC – TJ/PE – 2007) Considere a sequência de figuras abaixo:

A figura que substitui corretamente a interrogação é:

62895983097

39. FCC – TCE-PB – 2006) Considere a figura abaixo:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Se fosse possível deslizar sobre esta folha de papel as figuras apresentadas nas
alternativas abaixo, aquela que coincidiria com a figura dada é:

40. FCC – TCE-PB – 2006) Observe que com 10 moedas iguais é possível construir
um triângulo:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Movendo apenas três dessas moedas é possível fazer com que o triângulo acima
fique com a posição invertida, ou seja, a base para cima e o vértice oposto para
baixo. Para que isso aconteça, as moedas que devem ser movidas são as de
números:
a) 1, 2 e 3
b) 1, 8 e 9
c) 1, 7, e 10
d) 2, 3 e 5
e) 5, 7 e 10

41. FCC – TRT/BA – 2013) Pretende-se pintar alguns dos 25 quadradinhos do


quadriculado 5 × 5 mostrado na figura a seguir.

O número máximo de quadradinhos que poderão ser pintados de modo que


quaisquer dois quadradinhos pintados nunca possuam um lado em comum é igual a

(A) 15.

(B) 13.
62895983097

(C) 12.

(D) 10.

(E) 9.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
42. FCC – TCE-PB – 2006) Sabendo que em qualquer dado a soma dos pontos
marcados em faces opostas é igual a 7, qual das figuras seguintes NÃO representa
a planificação de um dado?

43. FCC – TCE-SP – 2008) Sabe-se que, em um dado, a soma dos pontos de faces
opostas é sempre igual a 7. Um dado é colocado sobre a superfície plana de uma
mesa com a face “1” voltada para o leste, a “6” para o oeste, a “3” para o sul, a “4”
para o norte, a “2” para cima e a “5” para baixo, da forma como é mostrado na figura
seguinte.

62895983097

Considere que esse dado é submetido a quatro movimentos sucessivos, cada um


dos quais consiste de uma rotação de 90° em torno de uma aresta que se apóia

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
sobre a mesa. Se após cada movimento as faces “1”, “3”, “5” e “6” passam a ficar,
sucessivamente, voltadas para baixo, então, ao fim do quarto movimento, a face “1”
estará voltada para:
a) baixo.
b) cima.
c) o norte.
d) o sul.
e) o oeste.

44. FCC – TCE/AP – 2012) Uma empresa fabrica enfeites de Natal com a forma de
esfera, todos de mesmo tamanho. Eles são acondicionados em embalagens
cúbicas, que comportam oito enfeites. Nessas embalagens, cada enfeite fica
encostado em outros três, além de tocar duas paredes e a tampa ou o fundo da
embalagem. Se as embalagens forem reduzidas, mantendo a forma de cubo, de
modo que cada aresta passe a medir metade do comprimento original, cada
embalagem passará a comportar, no máximo,
(A) um único enfeite.
(B) dois enfeites.
(C) três enfeites.
(D) quatro enfeites.
(E) seis enfeites.

45. VUNESP – TJM/SP – 2011) Em um parquinho de diversões, três amigos –


A(triângulo), B(círculo) e C(quadrado) – brincaram de tiro ao alvo. Cada um atirou
três dardos. O total de pontos obtidos pelos três amigos juntos foi de:
62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
a) -12
b) -14
c) -16
d) -18
e) -20

46. FCC – BACEN – 2006) Na figura abaixo, as letras foram dispostas em forma de
um triângulo segundo determinado critério.

Considerando que as letras K, W e Y não fazem parte do alfabeto oficial, então, de


acordo com o critério estabelecido, a letra que deve substituir o ponto de
interrogação é:

a) P

b) Q

c) R

d) S

e) T

62895983097

47. FCC – TCE-SP – 2005) Considere que o cubo mostrado na figura foi montado a
partir de pequenos cubos avulsos, todos de mesmo tamanho.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O número de cubos que podem ser visualizados nessa figura é:


a) 9
b) 18
c) 27
d) 36
e) 48

48. FGV – MEC – 2009) Nas bancas das feiras, os feirantes empilham laranjas de
tal forma que cada laranja sempre fica apoiada sobre outras quatro, como ilustrado
abaixo, excetuando-se as que estão diretamente sobre a bancada.

A base do empilhamento tem sempre a forma de um retângulo (não se esqueça de


que quadrados são também retângulos). A quantidade de laranjas na base e a sua
disposição acabam por determinar a quantidade máxima de laranjas que podem ser
62895983097

empilhadas. Na ilustração a seguir, há 6 laranjas na base dispostas de modo que


N=3 e P=2. A quantidade máxima de empilhamento é 8.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Com base nas informações acima e adotando-se como convenção que N não pode
ser menor do que P, assinale a alternativa correta.
(A) Com 8 laranjas na base, é possível um empilhamento máximo de 12 laranjas.
(B) Se N = 4 e P = 3, obtém-se empilhamento máximo de 18 laranjas.
(C) Há mais de uma disposição em que se obtém empilhamento máximo de 14
laranjas.
(D) Não é possível obter-se empilhamento máximo de 5 laranjas.
(E) Se P = 3, não é possível empilhar mais do que 20 laranjas.

49. FCC – TRT/6ª – 2006) Observe que no esquema seguinte a disposição das
figuras segue um determinado padrão.

62895983097

De acordo com tal padrão, a figura que completa a série é

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

50. FCC – TRT/6ª – 2006) A sequência de figuras abaixo foi construída obedecendo
a determinado padrão.

Segundo esse padrão, a figura que completa a seqüência é

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

51. FCC – TRT/24ª – 2011) São dados cinco conjuntos, cada qual com quatro
palavras, três das quais têm uma relação entre si e uma única que nada tem a ver
com as outras:

Em X, Y, Z, T e U, as palavras que nada têm a ver com as demais são,


respectivamente:

f) galo, Canadá, chocolate, flauta e Alfredo

g) galo, Bolívia, abacaxi, guitarra e Alfredo

h) cão, Canadá, morango, flauta e Denise

i) cavalo, Argentina, chocolate, harpa e Aline

j) gato, Canadá, limão, guitarra e Maria

52. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) A figura seguinte apresenta os seis


primeiros elementos de uma sequência:

62895983097

Sendo a figura seguinte o último elemento dessa sequência, o total de elementos da


sequencia é

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

a) 29.

b) 31.

c) 32.

d) 30.

e) 28.

53. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Observe a sequência de triângulos a


seguir:

Admitindo que a regularidade dessa sequência se mantenha para os próximos


triangulos, é correto afirmar que a 120ª figura será igual a

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

54. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Observe a sequência de figuras.

62895983097

A partir da figura 6, a sequência se repete na ordem apresentada, ou seja, a figura 6


é igual à figura 1, a figura 7 é igual à figura 2, a figura 8 é igual à 3, e assim por
diante.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Se essa sequência vai até a figura 211, então o número de vezes em que a
representação da figura 1 aparecerá é

a) 45

b) 43

c) 44

d) 42

e) 41

55. FCC – TRT/24ª – 2011) A tabela abaixo apresenta os múltiplos de 3 dispostos


segundo determinado padrão:

Caso esse padrão seja mantido indefinidamente, com certeza o número 462
pertencerá à:

f) Primeira coluna

g) Segunda coluna 62895983097

h) Terceira coluna

i) Quarta coluna

j) Quinta coluna

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
56. FCC – TRT/22ª – 2010) No esquema abaixo, considere a relação existente entre
o primeiro e o segundo grupos de letras, a contar da esquerda. A mesma relação
deve existir entre o terceiro grupo e o quarto, que está faltando.

A C E B : D F H E :: L N P M : ?

O grupo de letras que substitui corretamente o ponto de interrogação é:

f) N P R O

g) N Q S R

h) O Q S P

i) O R T P

j) P R T Q

57. FGV – Senado Federal – 2008) Os números naturais são colocados em um


quadro, organizados como se mostra abaixo:

O número 2008 está na coluna:


62895983097

(A) F.

(B) B.

(C) C.

(D) I.

(E) A.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
58. FGV – SEFAZ/RJ – 2011) São dadas cinco figuras:

A próxima figura na sequência é:

62895983097

59. VUNESP – POLÍCIA CIVIL/SP – 2013) Considere que a sequência das vogais
seja repetida infinitamente, mantendo sempre a mesma lógica, conforme segue:

a, e, i, o, u, a, e, i, o, u, a, e, i, o, u, a, e, i, ...

Dessa forma por exemplo, o 1º elemento será a, o 2º elemento será e, e o 5º


elemento será u, e o 9º elemento será o. O 957º elemento dessa repetição, nesses
caso, será

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
a) i.

b) o.

c) u.

d) e.

e) a.

60. FGV – SEJAP/MA – 2013) Observe a sequência de números naturais a seguir:


1, 3, 5, 2, 4, 7, 9, 11, 6, 8, 13, 15, 17, 10, 12, 19, ...
O 87º termo dessa sequência é o número:
(A) 87.
(B) 99.
(C) 101.
(D) 103.
(E) 105.

61. FGV – FUNDAÇÃO PRÓ-SAÚDE/SP – 2013)


Considere a sequência infinita de letras que mantém sempre o mesmo padrão de
repetição.
“D O E S A N G U E D O E S A N G U E D O E S A N G U E D O E S A N ...”
Nessa sequência, a posição 2013 é ocupada pela letra
a) S.
b) A.
c) N.
d) G.
62895983097

e) U.

62. FGV – SUDENE/PE – 2013) Considere a sequência infinita de letras:


SUDENENEDUSUDENENEDUSUDEN...
que se repetem segundo o mesmo padrão.
Quando a letra E for escrita pela 100ª vez ela ocupará nessa sequência a posição
(A) 304.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) 314.
(C) 324.
(D) 334.
(E) 344.

63. FGV – Senado Federal – 2012) Considere a sequência de letras a seguir: "
abczydefxwghiv...".Mantendo-se a mesma lei de formação,as duas próximas letras
na sequência serão
a) jk
b) uk
c) tj
d) tk
e) uj

64. FCC – TRT/8ª – 2010) Observe o padrão da sequência de contas:

Mantido o mesmo padrão, o número de algarismos 1 da conta 100 é:

f) 1

g) 50
62895983097

h) 99

i) 100

j) 950

65. FCC – TRT/24ª – 2011) Na sequência de operações seguinte, os produtos


obtidos obedecem a determinado padrão .

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Assim sendo, é correto afirmar que, ao se efetuar 111 111 111 x 111 111 111,
obtém-se um número cuja soma dos algarismos está compreendida entre:

f) 85 e 100

g) 70 e 85

h) 55 e 70

i) 40 e 55

j) 25 e 40

66. CEPERJ – IPEM/RJ – 2010) O número N = 22222...22 possui 200 algarismos


iguais a 2. Quando N é dividido por 12, o 50º algarismo do quociente é:
f) 1
g) 2
h) 4
i) 6
j) 8
62895983097

67. FDC – FAETEC – 2010) Observe a sequência abaixo:

(18 , a,36 , b,54 , c,72 ,81 )


Ao identificar um padrão nessa sequência, você descobrirá os valores de a, b e c. A
soma a + b + c vale:
a) 1361
b) 1362

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
c) 1364
d) 1365
e) 1368

68. FDC – MAPA – 2010) A sequência de letras apresentada abaixo obedece a


certa regra lógica: B, O, E, K, H, G, K, ..., ... . Seguindo-se a sequência e mantendo-
se a mesma lógica, as duas próximas letras que a completam são, respectivamente:
a) D e L;
b) L e J;
c) C e J;
d) R e T;
e) C e N.

69. FCC - SEFAZ/SP - 2009) Considere a sequência:


(P, 3, S, 4, W, 5, B, 4, F, 3, ......)
De acordo com a lógica observada nos primeiros elementos da sequência, o
elemento, dentre os apresentados, que a completa corretamente é
(A) C
(B) G
(C) I
(D) 2
(E) 4

70. FCC – BACEN – 2006) As pedras de dominó mostradas abaixo foram dispostas
sucessivamente e no sentido horário, de modo que os pontos marcados obedeçam
a um determinado critério. 62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Com base nesse critério, a pedra de dominó que completa corretamente a sucessão
é:

71. FCC – TCE-SP – 2008) As pedras do jogo “dominó”, mostradas abaixo, foram
escolhidas e dispostas sucessivamente no sentido horário, obedecendo a
determinado critério. 62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Segundo esse critério, a pedra que substituiria corretamente aquela que tem os
pontos de interrogação corresponde a:

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

72. FCC – TRT/22ª – 2010) Considere a seguinte sucessão de igualdades:

(5) 4 2  16

(6) 342  1156

(7) 334 2  111556

(8) 33342  11115556

Considerando que, em cada igualdade, os algarismos que compõem os números


dados obedecem a determinado padrão, é correto afirmar que a soma dos
algarismos do número que apareceria no segundo membro da linha (15) é um
número:

f) Quadrado perfeito

g) Maior que 100

h) Divisível por 6

i) Par

j) Múltiplo de 7

73. FGV – CODESP – 2010) Observe a sequência numérica a seguir:


62895983097

“13527911413151761921238...”. Mantida a lei de formação, os dois próximos


algarismos na sequência serão:

a) 25

b) 37

c) 27

d) 15

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
e) 05

74. FGV – CAERN – 2010) Considere a sequência de números definida abaixo:

- o primeiro termo vale 7

- o segundo termo vale 4

- do terceiro termo em diante, cada termo será a diferença entre os dois termos
anteriores, sendo essa diferença sempre expressa com sinal positivo.

O 8º termo dessa sequência vale:

a) 2

b) 3

c) 4

d) 1

e) 0

75. FGV – BADESC – 2010) Em uma fila, denominamos extremos o primeiro e o


último elementos e equidistantes os elementos que estão à mesma distância dos
extremos. A distância entre dois elementos consecutivos dessa fila é sempre a
mesma, quaisquer que sejam esses dois elementos. Sabendo que essa fila é
formada por 52 elementos, o 8º elemento é equidistante ao:

(A) 44º elemento.

(B) 45º elemento.

(C) 46º elemento. 62895983097

(D) 47º elemento.

(E) 48º elemento.

76. FCC – TRT/BA – 2013) Observando os resultados das multiplicações indicadas


a seguir, pode-se identificar um padrão.

11 × 11 = 121 111 × 111 = 12321

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
101 × 101 = 10201 10101 × 10101 = 102030201

1001 × 1001 = 1002001 1001001 × 1001001 = 1002003002001

De acordo com esse padrão, o resultado da multiplicação 1010101 × 1010101 é


igual a

(A) 1234321.

(B) 102343201.

(C) 10023032001.

(D) 1020304030201.

(E) 1002003004003002001.

77. FCC – TRT/BA – 2013) A diretoria de uma empresa decidiu realizar um torneio
de futebol anual com a participação de seus quatro departamentos. De acordo com
as regras, em cada edição do torneio, o departamento campeão receberá um troféu
de posse transitória que, no ano seguinte, voltará a ser colocado em disputa. O
primeiro departamento que vencer cinco edições do torneio ficará com a posse
definitiva do troféu, devendo ser confeccionado um novo troféu para o próximo ano.
O número de edições do torneio que serão disputadas até que um dos
departamentos fique com a posse definitiva do troféu será, no máximo, igual a

(A) 5.

(B) 16.

(C) 17. 62895983097

(D) 20.

(E) 21.

78. FCC – SEFAZ/SP – 2009) Um torneio de futebol passará a ser disputado


anualmente por seis equipes. O troféu será de posse transitória, isto é, o campeão

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
de um ano fica com o troféu até a próxima edição do torneio, quando o passa para o
novo campeão. Uma equipe só ficará definitivamente com o troféu quando vencer
quatro edições consecutivas do torneio ou sete edições no total, o que acontecer
primeiro. Quando isso ocorrer, um novo troféu será confeccionado. Os números
mínimo e máximo de edições que deverão ocorrer até que uma equipe fique com a
posse definitiva do troféu valem, respectivamente,
(A) 4 e 7
(B) 4 e 37
(C) 4 e 43
(D) 6 e 36
(E) 6 e 42

79. FCC – TRT/1ª – 2013) A rede de supermercados “Mais Barato” possui lojas em
10 estados brasileiros, havendo 20 lojas em cada um desses estados. Em cada loja,
há 5.000 clientes cadastrados, sendo que um mesmo cliente não pode ser
cadastrado em duas lojas diferentes. Os clientes cadastrados recebem um cartão
com seu nome, o nome da loja onde se cadastraram e o número “Cliente Mais
Barato”, que é uma sequência de quatro algarismos. Apenas com essas
informações, é correto concluir que, necessariamente,
(A) existe pelo menos um número “Cliente Mais Barato” que está associado a 100
ou mais clientes cadastrados.
(B) os números “Cliente Mais Barato” dos clientes cadastrados em uma mesma loja
variam de 0001 a 5000.
(C) não há dois clientes cadastrados em um mesmo estado que possuam o mesmo
número “Cliente Mais Barato”.
(D) existem 200 clientes cadastrados no Brasil que possuem 0001 como número
62895983097

“Cliente Mais Barato”.


(E) não existe um número “Cliente Mais Barato” que esteja associado a apenas um
cliente cadastrado nessa rede de supermercados.

80. FCC – TRT/11a – 2012) Existem no mundo 7 bilhões de pessoas, nenhuma


delas com mais de 200.000 fios de cabelo em sua cabeça. Somente com essas
informações, conclui-se que existem no mundo, necessariamente,
(A) pessoas com 200.000 fios de cabelo em suas cabeças.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) mais do que 7 bilhões de fios de cabelo.
(C) pessoas com nenhum fio de cabelo em suas cabeças.
(D) duas pessoas com números diferentes de fios de cabelo em suas cabeças.
(E) duas pessoas com o mesmo número de fios de cabelo em suas cabeças.

81. VUNESP – Polícia Civil/SP – 2013) Um total de onze indivíduos moram


distribuídos em no máximo cinco casas. Considere que pode haver casas sem
indivíduos morando e que cada indivíduo mora apenas em uma única casa. Pode-se
afirmar necessariamente sobre essa situação que

(A) todos moram em uma única casa.

(B) há uma casa em que ninguém mora.

(C) há uma casa com pelo menos três indivíduos morando.

(D) há uma casa com exatamente cinco indivíduos morando.

(E) há indivíduos morando em todas as casas.

82. FGV – CODESP – 2010) De um conjunto de dezoito cartas vermelhas (copas ou


ouros) de um baralho, sabe-se que:

- pelo menos uma carta é de copas

- dadas duas quaisquer dessas cartas, pelo menos uma delas é de ouros

Sobre esse conjunto de dezoito cartas tem-se que:

a) exatamente nove são de copas

b) exatamente doze são de ouros

c) pelo menos onze são de copas 62895983097

d) exatamente dezessete são de ouros

e) no máximo onze são de ouros

83. FGV - CODESP – 2010) Há três caixas A, B e C. Na caixa A há dez bolas


amarelas, na caixa B há dez bolas azuis e na caixa C há dez bolas vermelhas. São
retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa A e colocadas na caixa B. A seguir,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa B e colocadas na caixa C.
Finalmente, são retiradas aleatoriamente cinco bolas da caixa C e colocadas na
caixa A. Ao final, tem-se que:

a) na caixa A há, no mínimo, seis bolas amarelas

b) na caixa B há, no máximo, cinco bolas azuis

c) na caixa C há, no mínimo, uma bola amarela

d) na caixa A há, no mínimo, uma bola vermelha

e) na caixa C há, no máximo, cinco bolas azuis

84. FGV – BADESC – 2010) Mariano distribuiu 3 lápis, 2 borrachas e 1 caneta pelas
3 gavetas de sua cômoda. Adriana, sua esposa, abriu uma das gavetas e
encontrou, dentro dela, 2 lápis e 1 caneta. Sabendo-se que nenhuma das 3 gavetas
está vazia, analise as afirmativas a seguir:

I. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se pelo


menos uma borracha.

II. É possível garantir que, abrindo-se qualquer outra gaveta, encontra-se um único
lápis.

III. É possível encontrar, em uma das gavetas, mais de uma borracha.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.


62895983097

(D) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

85. FGV – Senado Federal - 2012) Sobre uma mesa há três caixas alinhadas.Na
caixa da esquerda há seis bolas pretas, na caixa do meio há oito bolas brancas e na
caixa da direita há 10 bolas vermelhas.Inicialmente,retiram-se quatro bolas da caixa

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
esquerda,que são colocadas na caixa do meio.A seguir,retiram-se aleatoriamente
quatro bolas da caixa do meio,que são colocadas na caixa da direita.Finalmente,
retiram-se aleatoriamente seis bolas da caixa da direita,que são colocadas na caixa
da esquerda.Ao final,cada caixa tem oito bolas,sendo que:

a) na caixa da direita há, no máximo, três bolas brancas

b) na caixa da esquerda há,no mínimo, quatro bolas vermelhas

c) na caixa do meio há, no mínimo, duas bolas pretas

d) na caixa da esquerda há, no máximo, quatro bolas brancas

e) na caxa da direita há, no mínimo, uma bola preta

86. FGV – SUDENE/PE – 2013) Em uma empresa as salas A e B são vizinhas.


Inicialmente, na sala A há 8 homens e nenhuma mulher e na sala B há 6 mulheres e
nenhum homem. Três pessoas da sala A são sorteadas e transferidas para a sala B
e, em seguida, quatro pessoas que estão na sala B nesse momento, são sorteadas
e transferidas para a sala A. Depois dessas transferências é correto concluir que
(A) a sala A tem, no máximo, 6 homens.
(B) a sala B tem, no mínimo, 1 mulher.
(C) a sala A tem, no máximo, 3 mulheres.
(D) a sala B tem, no máximo, 2 homens.
(E) a sala A tem, no mínimo, 5 homens.

87. FCC – SEFAZ/SP – 2009) O setor de fiscalização da secretaria de meio


ambiente de um município é composto por seis fiscais, sendo três biólogos e três
agrônomos. Para cada fiscalização, é designada uma equipe de quatro fiscais,
sendo dois biólogos e dois agrônomos. São dadas a seguir as equipes para as três
62895983097

próximas fiscalizações que serão realizadas.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Sabendo que Pedro é biólogo, é correto afirmar que, necessariamente,


(A) Valéria é agrônoma.
(B) Tânia é bióloga.
(C) Rafael é agrônomo.
(D) Celina é bióloga.
(E) Murilo é agrônomo.

88. FCC – ISS/SP – 2012) Para a prova final de um concurso de televisão, serão
colocadas 20 caixas no palco, numeradas de 1 a 20. Em cada caixa, haverá uma
pista diferente, que ajudará a desvendar o enigma da noite. Um a um, os 20
concorrentes serão sorteados para ter acesso às pistas, de acordo com a seguinte
regra:

- o 1º sorteado lerá as pistas das caixas 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14,
15, 16, 17, 18, 19 e 20;

- o 2º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 2, 4, 6, 8, 10, 12, 14, 16, 18 e 20

- o 3º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 3, 6, 9, 12, 15 e 18


62895983097

- o 4º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 4, 8, 12, 16 e 20

- o 5º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 5, 10, 15 e 20

- o 6º sorteado lerá apenas as pistas das caixas 6, 12 e 18

E assim sucessivamente, até o 20º sorteado, que lerá só a pista da caixa 20.

Algumas pistas serão lidas por um número par de concorrentes e as demais serão
lidas por um número ímpar de concorrentes. A quantidade de pistas lidas por um
número ímpar de concorrentes é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
a) 4

b) 5

c) 7

d) 8

e) 10

89. FCC – TRT/1ª – 2013) Seis pessoas, dentre as quais está Elias, estão
aguardando em uma fila para serem atendidas pelo caixa de uma loja. Nesta fila,
Carlos está à frente de Daniel, que se encontra imediatamente atrás de Bruno.
Felipe não é o primeiro da fila, mas está mais próximo do primeiro lugar do que do
último. Sabendo que Ari será atendido antes do que Carlos e que Carlos não é o
quarto da fila, pode-se concluir que a pessoa que ocupa a quarta posição da fila
(A) certamente é Bruno.
(B) certamente é Daniel.
(C) certamente é Elias.
(D) pode ser Bruno ou Daniel.
(E) pode ser Bruno ou Elias.

90. FCC – TRT/11ª – 2012) Uma avó deseja dividir uma laranja já descascada em
oito partes, para distribuir entre seus oito netos. Para isso, ela fará cortes planos na
fruta, todos eles passando pelo seu centro e atravessando-a totalmente. O número
mínimo de cortes que essa avó deverá fazer é igual a

(A) 3

(B) 4 62895983097

(C) 5

(D) 6

(E) 8

91. FCC – MPE/PE – 2012) Em uma festa haviam apenas casais e seus respectivos

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
filhos naturais, que chamaremos de meninos e meninas. A respeito dessas pessoas
presentes na festa, sabe-se que:
− havia mais meninos do que meninas;
− não havia casais sem filhos;
− cada menino tem uma irmã.
Apenas com os dados fornecidos, com relação às pessoas presentes na festa, é
necessariamente correto afirmar que há
(A) menos pais do que filhos.
(B) casais com dois filhos e uma filha.
(C) casais com apenas uma filha.
(D) o mesmo número de homens e mulheres.
(E) mais mulheres do que homens.

92. FCC – ICMS/SP – 2006) Repare que com um número de 5 algarismos,


respeitada a ordem dada, pode-se criar 4 números de dois algarismos. Por exemplo:
de 34712, pode-se criar o 34, o 47, o 71 e o 12. Procura-se um número de cinco
algarismos formado pelos algarismos 4, 5, 6, 7 e 8, sem repetição. Veja abaixo
alguns números desse tipo e ao lado de cada um deles a quantidade de números de
dois algarismos que esse número tem em comum com o número procurado.

O número procurado é:
a) 58746
62895983097

b) 46875
c) 87456
d) 68745
e) 56874

93. FCC – TRT/6a – 2012) Em um torneio de futebol, as equipes ganham 3 pontos


por vitória, 1 ponto por empate e nenhum ponto em caso de derrota. Na 1a fase
desse torneio, as equipes são divididas em grupos de quatro, realizando um total de

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
seis jogos (dois contra cada um dos outros três times do grupo). Classificam-se para
a 2a fase as duas equipes com o maior número de pontos. Em caso de empate no
número de pontos entre duas equipes, prevalece aquela com o maior número de
vitórias.
A tabela resume o desempenho dos times de um dos grupos do torneio, após cada
um ter disputado cinco jogos.

Sabendo que, na última rodada desse grupo, serão realizados os jogos


Arranca Toco X Espanta Sapo e Bola Murcha X Canela Fina, avalie as afirmações a
seguir.
I. A equipe Arranca Toco já está classificada para a 2a fase, independentemente dos
resultados da última rodada.
II. Para que a equipe Canela Fina se classifique para a 2a fase, é necessário que ela
vença sua partida, mas pode não ser suficiente.
III. Para que a equipe Espanta Sapo se classifique para a 2a fase, é necessário que
ela vença sua partida, mas pode não ser suficiente.
Está correto o que se afirma em
(A) I, II e III.
(B) I, apenas.
(C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) I e III, apenas.
62895983097

94. FCC – ALRN – 2013) A respeito de seis pessoas com laços familiares, sabe-se
que:
 Maria é mãe de Ivan;
 Carmem é irmã de José;
 Carla é sogra de Nestor;
 Maria é filha única de Carla e José.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Nas condições descritas, e considerando as situações usuais de laços familiares,
Carmem e Ivan são, respectivamente, de Maria e Nestor
(A) irmã e sobrinho.
(B) tia e primo.
(C) prima e filho.
(D) tia e filho.
(E) prima e sobrinho.

95. FCC – TRT/BA – 2013) Para montar, com palitos de fósforo, o quadriculado 2 ×
2 mostrado na figura a seguir, foram usados, no total, 12 palitos.

Para montar um quadriculado 6 × 6 seguindo o mesmo padrão, deverão ser usados,


no total,

(A) 64 palitos.

(B) 72 palitos.

(C) 84 palitos.

(D) 96 palitos.

(E) 108 palitos.

62895983097

96. FCC – TCE-SP – 2005) Ernesto é chefe de uma seção do Tribunal de Contas do
Estado de São Paulo, na qual trabalham outros quatro funcionários: Alicia, Benedito,
Cíntia e Décio. Ele deve preparar uma escala de plantões que devem ser cumpridos
por todos, ele inclusive, de segunda à sexta-feira. Para tal, ele anotou a
disponibilidade de cada um, com suas respectivas restrições:
− Alicia não pode cumprir plantões na segunda ou na quinta-feira, enquanto que
Benedito não pode cumpri-los na quarta-feira;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
− Décio não dispõe da segunda ou da quinta-feira para fazer plantões;
− Cíntia está disponível para fazer plantões em qualquer dia da semana;
− Ernesto não pode fazer plantões pela manhã, enquanto que Alicia só pode cumpri-
los à noite;
− Ernesto não fará seu plantão na quarta-feira, se Cíntia fizer o dela na quinta-feira
e, reciprocamente.
Nessas condições, Alicia, Benedito e Décio poderão cumprir seus plantões
simultaneamente em uma:
a) terça-feira à noite.
b) terça-feira pela manhã.
c) quarta-feira à noite.
d) quarta-feira pela manhã.
e) sexta-feira pela manhã.

97. FCC – TRT/9ª – 2013) Uma senha formada por três letras distintas de nosso
alfabeto possui exatamente duas letras em comum com cada uma das seguintes
palavras: ARI, RIO e RUA. Em nenhum dos três casos, porém, uma das letras em
comum ocupa a mesma posição na palavra e na senha. A primeira letra dessa
senha é
(A) R
(B) O
(C) L
(D) I
(E) A

98. FCC – TRT/1ª – 2011) João escreveu uma mensagem para seu amigo Pedro
62895983097

com a sequência , que foi decifrada


corretamente por ele como a palavra MATEMÁTICA. Em resposta à mensagem de
João, e usando os mesmos símbolos e a mesma lógica do amigo, Pedro escreveu a
palavra DECIFREI. Uma sequência que Pedro pode ter usado na escrita correta
dessa palavra é:

f)

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
g)

h)

i)

j)

99. FCC – SEFAZ/SP – 2009) Seis pessoas, entre elas Marcos, irão se sentar ao
redor de uma mesa circular, nas posições indicadas pelas letras do esquema
abaixo. Nesse esquema, dizemos que a posição A está à frente da posição D, a
posição B está entre as posições A e C e a posição E está à esquerda da posição F.

Sabe-se que:
 Pedro não se sentará à frente de Bruno.
 Bruno ficará à esquerda de André e à direita de Sérgio.
 Luís irá se sentar à frente de Sérgio.
62895983097

Nessas condições, é correto afirmar que


(A) Pedro ficará sentado à esquerda de Luís.
(B) Luís se sentará entre André e Marcos.
(C) Bruno ficará à frente de Luís.
(D) Pedro estará sentado à frente de Marcos.
(E) Marcos se sentará entre Pedro e Sérgio.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
100. FCC – TRT/24ª – 2011) Parte do material de limpeza usado em certa Unidade
do Tribunal Regional do Trabalho é armazenada em uma estante que tem cinco
prateleiras, sucessivamente numeradas de 1 a 5, no sentido de cima para baixo.
Sabe-se que:

− cada prateleira destina-se a um único tipo dos seguintes produtos: álcool,


detergente, sabão, cera e removedor;

− o sabão fica em uma prateleira acima da do removedor e imediatamente abaixo


da prateleira onde é guardada a cera;

− o detergente fica em uma prateleira acima da do álcool, mas não naquela colada à
dele;

− o álcool fica na prateleira imediatamente abaixo da do sabão.

Com base nas informações dadas, é correto afirmar que

a) o detergente é guardado na prateleira 1.

b) a cera é guardada na prateleira 5.

c) o álcool é guardado na prateleira 3.

d) o removedor é guardado na prateleira 4.

e) o sabão é guardado na prateleira 2.

101. FCC – TRT/1ª – 2011) Três das seis portas indicadas na figura têm um prêmio
quando abertas, e três não têm.

62895983097

Sabe-se que:

- se todos os prêmios estão em portas de cor branca, não há portas adjacentes com
prêmio

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
- se uma das portas cinza contém prêmio, todos os prêmios encontram-se em
portas adjacentes;

- mais do que uma porta de número par têm prêmio.

É correto afirmar que:

f) A porta 5 não tem um prêmio

g) A porta 4 tem um prêmio

h) A porta 1 tem um prêmio

i) As únicas portas de número par que têm prêmio são 2 e 4

j) As três portas de número par têm prêmio.

102. FCC – ALRN – 2013) Uma circunferência contém 11 marcas, cada uma delas
nomeada com uma letra do alfabeto, em sequência, a partir da letra A. Dois
jogadores iniciam um jogo com as respectivas fichas sobre a marca da letra A. Cada
um deles, em sua jogada, sorteia um número em um dado comum (de 1 a 6), sendo
que se o número sorteado for par ele avança, no sentido horário, o número de
marcas indicada no dado, e se o número sorteado for ímpar ele avança, no sentido
anti horário, o número de marcas indicada no dado.

Nos seus sorteios, um dos jogadores sorteou os números:4, 3, 2, 3, 6 e 5. O outro


62895983097

jogador sorteou os números 6, 6, 1, 4, 3 e 4. Após realizarem todos os movimentos


das fichas, o maior número de marcas que estão entre as duas fichas é igual a
(A) 9.
(B) 6.
(C) 8.
(D) 7.
(E) 5.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

103. FCC – TRT/BA – 2013) Em uma concessionária de automóveis, cinco carros


de cores diferentes (vermelho, azul, branco, preto e prata) foram expostos em fila,
em ordem decrescente de preço. O carro vermelho que foi exposto é mais caro do
que o prata, mas é mais barato do que o branco. Além disso, sabe-se que o carro
preto ficou imediatamente depois do carro prata na fila. Apenas com essas
informações, pode-se concluir que o carro mais barato do grupo

(A) pode ser o azul ou o preto.

(B) certamente é o branco.

(C) pode ser o branco ou o azul.

(D) certamente é o preto.

(E) pode ser o branco ou o preto.

104. FCC – TRT/BA – 2013) Os amigos André, Felipe e Pedro estão disputando um
jogo composto por 10 rodadas. Ao final de cada rodada do jogo, que não admite
empates, o vencedor da rodada recebe R$ 30,00 do 3o colocado e R$20,00 do 2o
colocado. Cada um dos amigos começou o jogo com R$ 300,00 e, ao final da oitava
rodada, André estava com R$ 410,00, Felipe com R$240,00 e Pedro com R$
250,00. Nessas condições, pode-se concluir que necessariamente, ao final da
décima rodada,

(A) Felipe será o jogador com menos dinheiro dentre os três.


62895983097

(B) André e Pedro terão quantidades diferentes de dinheiro.

(C) cada um dos três jogadores terá, no mínimo, R$ 200,00.

(D) André ainda terá mais dinheiro do que Felipe.

(E) Felipe terá uma quantia menor ou igual a R$ 300,00.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
105. FGV – POLÍCIA CIVIL/MA – 2012 ) Cinco pessoas, Luiz, Mário, Nilton, Otávio
e Pedro trabalham juntos e possuem idades diferentes. Luiz, Otávio e Pedro sabem
as idades de todos e fazem as seguintes afirmações:
• Luiz diz que é mais novo que Nilton e mais velho que Otávio.
• Pedro diz que só há uma pessoa mais velha que ele.
• Otávio diz que ele não é o mais novo.
Organizando uma fila com essas pessoas em ordem crescente de idade, ou seja, a
primeira é a mais nova e a última a mais velha, pode-se concluir que:
(A) Otávio é o terceiro da fila.
(B) Pedro está na frente de Luiz.
(C) Luiz não é o terceiro da fila.
(D) Mário é o segundo da fila.
(E) Nilton é o último da fila.

106. FGV – POLÍCIA CIVIL/MA – 2012 ) Para tornar uma mensagem secreta, uma
palavra foi codificada de acordo com as instruções a seguir:
I. Você deve substituir cada letra pelo número correspondente da tabela a seguir:
A 10 I 18 Q 26 Y 34
B 11 J 19 R 27 Z 35
C 12 K 20 S 28 36
D 13 L 21 T 29
E 14 M 22 U 30
F 15 N 23 V 31
G 16 O 24 W 32
H 17 P 25 X 33
II. Se o número for múltiplo de 3, você deve subtrair duas unidades dele. Se não for,
62895983097

some uma unidade a ele;


III. Substitua cada novo número pela letra correspondente.
Por exemplo, a palavra PAULO corresponde à sequência 25-10-30-21-24, que após
ser modificada será 26-11-28-19-22, formando a palavra codificada QBSJM.
A palavra EGJBO está codificada. Decodificando-a, você obtém
(A) DILAN.
(B) DENIS.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) CELSO.
(D) FHKCM.
(E) DFKCO.

107. FGV – MPE/MS – 2013) Em uma antiga fazenda foi encontrada uma caixa com
15 moedas de aparência idêntica. As moedas eram dobrões portugueses do século
XVIII como o que se vê abaixo. Junto com as moedas havia um bilhete do antigo
fazendeiro dizendo que uma dessas moedas é falsa, pois todas as moedas
verdadeiras têm mesmo peso e a falsa tem peso um pouco menos.

Utilizando uma balança de dois pratos e sem depender da sorte, o numero mínimo
de pesagens que permite identificar, com certeza, a moeda falsa é:
a) 3.
b) 5.
c) 6.
d) 7.
e) 9.

108. CESGRANRIO – BACEN – 2010) Jonas possui 15 bolas visualmente


idênticas. Entretanto, uma delas é um pouco mais pesada do que as outras 14, que
têm todas o mesmo peso.

62895983097

Utilizando uma balança de dois pratos, semelhante à da figura acima, o número


mínimo de pesagens que deverão ser feitas para que se possa garantir que a bola
que destoa quanto ao peso será identificada é
(A) 2
(B) 3

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 4
(D) 5
(E) 6

109. FCC – TRF/3ª – 2014) Álvaro, Benedito, Cléber e outros dois amigos
participam de uma corrida. Se apenas os cinco participaram dessa corrida, o
número de possibilidades diferentes de maneira que Álvaro chegue antes que
Benedito e este, por sua vez, chegue antes de Cléber é igual a

(A) 22.

(B) 26.

(C) 20.

(D) 24.

(E) 18.

110. FCC – TRF/3ª – 2014) Na sequência (1; A; 2; 3; B; 4; 5; 6; C; 7; 8; 9; 10; D; 11;


. . .) o terceiro termo que aparece após o aparecimento da letra J é

(A) 63.

(B) 69.

(C) 52.

(D) K.

(E) 58. 62895983097

111. FCC – TRF/3ª – 2014) Valter é vigilante, trabalha das 7 horas até as 19 horas,
no regime de 5 dias trabalhados por um dia de folga. Kléber, amigo de Valter, é
plantonista de manutenção na mesma empresa que Valter trabalha, e trabalha de 2a
feira à Sábado e folga sempre aos Domingos. Em um dia 03 de julho, 6a feira, Valter
combina com Kléber de fazerem um churrasco em famílias, na próxima folga que os

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
dois tiverem no mesmo dia. Sabe-se que a próxima folga de Valter será no próximo
dia 04 de julho. Então, o churrasco combinado ocorrerá no próximo dia

(A) 16 de agosto.

(B) 09 de agosto.

(C) 02 de agosto.

(D) 01 de agosto.

(E) 26 de julho.

112. FCC – TRF/3ª – 2014) Partindo do ponto A, um automóvel percorreu 4,5 km no


sentido Leste; percorreu 2,7 km no sentido Sul; percorreu 7,1 km no sentido Leste;
percorreu 3,4 km no sentido Norte; percorreu 8,7 km no sentido Oeste; percorreu
4,8 km no sentido Norte; percorreu 5,4 km no sentido Oeste; percorreu 7,2 km no
sentido Sul, percorreu 0,7 km no sentido Leste; percorreu 5,9 km no sentido Sul;
percorreu 1,8 km no sentido Leste e parou. A distância entre o ponto em que o
automóvel parou e o ponto A, inicial, é igual a

(A) 7,6 km.

(B) 14,1 km.

(C) 13,4 km.

(D) 5,4 km.

(E) 0,4 km.


62895983097

113. FCC – TRT/19ª – 2014) Gabriel descobriu pastas antigas arquivadas


cronologicamente, organizadas e etiquetadas na seguinte sequência:
07_55A; 07_55B; 08_55A; 09_55A; 09_55B; 09_55C;
09_55D; 09_55E; 10_55A; 10_55B; 11_55A; 12_55A;
12_55B; 12_55C; 01_56A; 01_56B; 02_56A; 02_56B;
03_56A; xx_xxx; yy_yyy; zz_zzz; 04_56B.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Sabendo-se que as etiquetas xx_xxx; yy_yyy; zz_zzz representam que o código foi
encoberto, a etiqueta com as letras yy_yyy deveria, para manter o mesmo padrão
das demais, conter o código
(A) 03_56C.
(B) 04_57C.
(C) 04_56C.
(D) 03_56B.
(E) 04_56A.

114. FCC – TRT/19ª – 2014) Em uma sala um grupo de 21 pessoas criou um jogo
no qual, após um apito, uma das pessoas da sala coloca um chapéu e conta um
segredo para outras duas pessoas e sai da sala. Após o segundo apito, cada um
daqueles que ouviram o segredo coloca um chapéu e conta o segredo para duas
pessoas que estão sem chapéu, e saem da sala. O terceiro apito soa e cada um
daqueles que ouviram o segredo coloca um chapéu, conta para duas pessoas e sai
da sala. Após o quarto apito o mesmo procedimento acontece. Após o quinto e
último apito, o mesmo procedimento acontece e todos haviam ouvido o segredo
pelo menos uma vez e, no máximo, duas vezes, exceto a primeira pessoa. O
número daqueles que ouviram o segredo duas vezes é igual a
(A) 8.
(B) 10.
(C) 11.
(D) 12.
(E) 9.

115. FCC – TRT/19ª – 2014) Álvaro, Bianca, Cléber e Dalva responderam uma
62895983097

prova de três perguntas, tendo que assinalar verdadeiro (V) ou falso (F) em cada
uma. A tabela indica as respostas de cada uma das quatro pessoas às três
perguntas.

Pergunta 1 Pergunta 2 Pergunta 3


Álvaro V V F
Bianca V F F

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Cléber F F V
Dalva F V F
Dentre as quatro pessoas, sabe-se que apenas uma acertou todas as perguntas,
apenas uma errou todas as perguntas, e duas erraram apenas uma pergunta, não
necessariamente a mesma. Sendo assim, é correto afirmar que
(A) Bianca acertou todas as perguntas.
(B) Álvaro errou a pergunta 3.
(C) Cléber errou todas as perguntas.
(D) Dalva acertou todas as perguntas.
(E) duas pessoas erraram a pergunta 3.

116. FCC – TRT/19ª – 2014) P, Q, R, S, T e U são seis departamentos de uma


repartição pública, sendo que cada um ocupa exatamente um andar inteiro do
prédio de seis andares dessa repartição (os andares vão do 1o ao 6o). A respeito da
localização de cada departamento nos andares do prédio, sabe-se que:
− R está a “tantos andares” de Q como Q está de P;
− S está no andar logo abaixo de R;
− T e U não estão em andares adjacentes;
− T não está no 1o andar;
− U está em andar imediatamente acima de P.
Nas condições descritas, o segundo andar do prédio da repartição pública é
ocupado pelo departamento
(A) Q.
(B) T.
(C) S.
(D) R. 62895983097

(E) U.

ATENÇÃO: Utilize o texto a seguir para responder às duas próximas questões.

Em uma das versões do jogo de Canastra, muito popular em certos Estados


brasileiros, uma canastra é um jogo composto de sete cartas. Existem dois tipos de
canastras: a canastra real, formada por sete cartas normais iguais (por exemplo,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
sete reis) e a canastra suja, formada por quatro, cinco ou seis cartas normais iguais
mais a quantidade de coringas necessária para completar as sete cartas. São
exemplos de canastras sujas: um conjunto de seis cartas “9” mais um coringa ou um
conjunto de quatro cartas “7” mais três coringas. As canastras reais e sujas valem,
respectivamente, 500 e 300 pontos, mais o valor das cartas que as compõem.
Dentre as cartas normais, cada carta “4”, “5”, “6” e “7” vale 5 pontos, cada “8”, “9”,
“10”, valete, dama e rei vale 10 pontos e cada ás vale 20 pontos. Já dentre os
coringas, existem dois tipos: o “2”, que vale 20 pontos cada, e o joker, que vale 50
pontos cada. Uma carta “3” não pode ser usada em uma canastra. A Canastra é
jogada com dois baralhos, o que resulta em oito cartas de cada tipo (“2”, “3”, “4”, ... ,
“10”, valete, dama, rei e ás) mais quatro coringas joker.

117. FCC – TRT/2ª – 2014) Ao fazer uma canastra do jogo de Canastra, um jogador
conseguirá uma quantidade de pontos, no mínimo, igual a
(A) 335.
(B) 350.
(C) 365.
(D) 375.
(E) 380.

118. FCC – TRT/2ª – 2014) Ao fazer uma canastra do jogo de Canastra usando
apenas sete cartas, um jogador conseguirá uma quantidade de pontos, no máximo,
igual a
(A) 530.
(B) 535.
(C) 570. 62895983097

(D) 615.
(E) 640.

119. FCC – TRT/2ª – 2014) O número A é composto por 2000 algarismos, todos
eles iguais a 1, e o número B é composto por 1000 algarismos, todos eles iguais a
3. Se o número C é igual à soma dos números A e B, então a soma de todos os
algarismos que compõem C é igual a

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 5000.
(B) 4444.
(C) 4000.
(D) 3333.
(E) 3000.

120. FCC – TRT/2ª – 2014) No próximo ano, uma enfermeira deverá estar de
plantão em 210 dos 365 dias do ano. No hospital em que ela trabalha, só se permite
que uma enfermeira fique de plantão por, no máximo, 3 dias consecutivos. Nessas
condições, combinando adequadamente os dias de plantão e de folga, o número
máximo de dias consecutivos que ela poderá tirar de folga nesse ano é igual a
(A) 78.
(B) 85.
(C) 87.
(D) 90.
(E) 155.

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
121. FCC – TRT/2ª – 2014) O procedimento de despacho de bagagens em voos
internacionais de certa companhia aérea está descrito no fluxograma abaixo.

Ao final do processo de despacho para um voo internacional, Pedro e Marina


tiveram de pagar R$ 105 e R$ 78, respectivamente. Dessa forma, pode-se concluir
que, necessariamente,
62895983097

(A) Pedro pode ter despachado uma, duas ou três bagagens e Marina despachou
duas.
(B) Pedro pode ter despachado uma, duas ou três bagagens e Marina despachou,
no máximo, duas.
(C) Pedro despachou três bagagens e Marina despachou duas.
(D) Pedro despachou três bagagens e Marina pode ter despachado uma ou duas.
(E) tanto Pedro, quanto Marina despacharam mais do que duas bagagens.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

122. FCC – TRT/2ª – 2014) Um jogo de vôlei entre duas equipes é ganho por
aquela que primeiro vencer três sets, podendo o placar terminar em 3 a 0, 3 a 1 ou 3
a 2. Cada set é ganho pela equipe que atingir 25 pontos, com uma diferença mínima
de dois pontos a seu favor. Em caso de igualdade 24 a 24, o jogo continua até haver
uma diferença de dois pontos (26 a 24, 27 a 25, e assim por diante). Em caso de
igualdade de sets 2 a 2, o quinto e decisivo set é jogado até os 15 pontos, também
devendo haver uma diferença mínima de dois pontos. Dessa forma, uma equipe
pode perder um jogo de vôlei mesmo fazendo mais pontos do que a equipe
adversária, considerando-se a soma dos pontos de todos os sets da partida. O
número total de pontos da equipe derrotada pode superar o da equipe vencedora,
em até
(A) 44 pontos.
(B) 50 pontos.
(C) 19 pontos.
(D) 25 pontos.
(E) 47 pontos.

123. FCC – TRT/2ª – 2014) Em dezembro de 2013, a seleção brasileira feminina de


handebol sagrou-se campeã mundial pela primeira vez na história. O Brasil
enfrentou a Sérvia, país onde ocorreu o campeonato, em duas oportunidades, na
primeira fase e na grande final, tendo vencido os dois jogos. Com o título, o Brasil já
garantiu presença no próximo campeonato mundial, que será disputado em 2015 na
Dinamarca. Na primeira fase desse campeonato, as 24 seleções participantes serão
divididas em quatro grupos de seis componentes, com cada equipe enfrentando
todas as outras de seu grupo uma única vez. Irão se classificar para a próxima fase
62895983097

as quatro melhores de cada grupo. Os jogos programados para as fases a partir da


segunda são mostrados a seguir.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

De acordo com a tabela de jogos fornecida, o número máximo de equipes que o


Brasil poderá enfrentar em duas oportunidades durante o campeonato de 2015 é
igual a
(A) 3.
(B) 1.
(C) 2.
(D) 4.
(E) 0.

124. FCC – TRT/2ª – 2014) Em certo planeta de uma galáxia distante, existem
apenas dois partidos, o BEM e o MAL. Quando são perguntados sobre qualquer
assunto, os habitantes desse planeta sempre respondem com uma única dentre as
duas seguintes palavras: sim ou não. Porém, os integrantes do BEM sempre
respondem a verdade, enquanto que os integrantes do MAL necessariamente
mentem. Zip e seu irmão Zap são habitantes desse planeta, sendo o primeiro um
62895983097

integrante do BEM e o segundo do MAL. Dentre as perguntas a seguir, qual é a


única que, se for feita tanto para Zip quanto para Zap, gerará respostas diferentes?
(A) Você é mentiroso?
(B) Você é o Zip?
(C) Zip é mentiroso?
(D) Seu irmão chama-se Zip?
(E) Seu irmão é mentiroso?

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

125. FCC – TRT/2ª – 2014) Quatro amigos resolveram disputar uma corrida e, antes
de seu início, cada um fez uma previsão sobre o resultado.
I. Bruno será o vencedor.
II. Felipe ficará em 3o ou 4o lugar.
III. Nem Bruno nem João ficarão em 2o lugar.
IV. Danilo não será o 2o colocado.

Sabendo que não houve empate em nenhuma posição e que apenas uma das
previsões revelou-se correta, conclui-se que o vencedor da corrida
(A) certamente foi o Bruno.
(B) certamente foi o Danilo.
(C) pode ter sido o Danilo ou o Felipe.
(D) pode ter sido o Bruno ou o João.
(E) certamente foi o Felipe.

126. FCC – TRT/2ª – 2014) No dia 21 de dezembro de 2013, o Atlético Mineiro


venceu a equipe chinesa do Guangzhou pelo placar de 3 a 2, conquistando a
terceira colocação do Campeonato Mundial de Clubes. O resumo dos gols
marcados na partida é dado a seguir.

Considerando que o primeiro tempo durou 46 minutos e que o segundo tempo durou
62895983097

48 minutos, o total de minutos em que essa partida esteve empatada é igual a


(A) 55.
(B) 53.
(C) 54.
(D) 52.
(E) 56.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
127. FCC – TJAP – 2014) Um torneio de futebol foi disputado por dez times, entre
eles Grêmio, Bahia, Cruzeiro, Avaí e Goiás. Veja o que declararam quatro analistas
esportivos antes do início do torneio.
Analista 1: o Grêmio montou um excelente time e será o campeão.
Analista 2: o Bahia não será o campeão, pois tem enfrentado muitas dificuldades.
Analista 3: o Cruzeiro tem um time muito forte e, por isso, será o campeão.
Analista 4: como o Avaí não tem um bom elenco, não será o campeão.
Sabendo que apenas um dos quatro analistas acertou a previsão, é correto concluir
que, necessariamente, o campeão do torneio foi o
(A) Goiás.
(B) Bahia ou o Avaí.
(C) Grêmio ou o Bahia.
(D) Cruzeiro ou o Avaí.
(E) Grêmio ou o Cruzeiro.

128. FCC – TJAP – 2014) Durante um jogo, Clara lançou um dado comum,
numerado de 1 a 6, seis vezes consecutivas. Em nenhuma delas, obteve o número
1 nem o número 5, tendo obtido todos os demais números no mínimo uma e, no
máximo, duas vezes.
Se Clara somar os números obtidos nos seis lançamentos, chegará a um resultado
que pode ser, no máximo,
(A) 27.
(B) 28.
(C) 26.
(D) 24.
(E) 25. 62895983097

129. FCC – TJAP – 2014) Bruno criou um código secreto para se comunicar por
escrito com seus amigos. A tabela mostra algumas palavras traduzidas para esse
código.
Palavra Tradução no código de Bruno
POTE QNUD
TERRA UDSQB

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
CERA DDSZ
FOGUEIRA GNHTFHSZ

A palavra MEL, no código de Bruno, seria traduzida como


(A) LDK.
(B) NFM.
(C) LFK.
(D) NDM.
(E) OGN.

130. FCC – TJAP – 2014) Quatro senhoras trabalham em uma seção e seus nomes
são Marina, Cleuza, Lúcia e Débora. Cada uma está calçando um tipo de calçado
diferente e que são: tênis, sandália, sapato de salto alto e sapato baixo, não
necessariamente nessa ordem. Sabe-se que Marina não está calçando sandália e
que Débora só usa sapato de salto alto. Lúcia é amiga da senhora que está com
sapato baixo e nenhuma delas é amiga de Marina. Sendo assim, pode-se concluir
corretamente que
(A) Marina está com sapato baixo e Débora com sapato de salto alto.
(B) Lúcia está com tênis ou Cleuza está com sandália.
(C) Débora não está com sapato de salto alto ou Cleuza está com sapato baixo.
(D) Marina não está com sandália e Lúcia não está com sandália.
(E) Ou Cleuza está com sapato de salto alto ou Débora está com tênis.

131. FCC – TJAP – 2014) Nove pessoas estão sentadas em volta de uma mesa
redonda. Essas pessoas serão nomeadas com as primeiras letras do alfabeto e
estão sentadas, considerando o sentido anti-horário e iniciando pela pessoa A, do
62895983097

seguinte modo: A; B; C; D; E; F; G; H; I.
São realizadas quatro mudanças de lugar entre algumas dessas pessoas, nessa
ordem:
1ª mudança: as pessoas C e E trocam de lugar entre si; em seguida,
2ª mudança: as pessoas D e H trocam de lugar entre si; em seguida,
3ª mudança: as pessoas G e I trocam de lugar entre si; em seguida,
4ª mudança: as pessoas H e A trocam de lugar entre si.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Após essas quatro mudanças, a disposição dessas pessoas em volta da mesa, no
sentido horário e iniciando pela pessoa A, é
(A) A; I; G; C; F; D; B; H; E.
(B) A; E; B; H; G; D; I; F; C.
(C) A; C; F; I; D; G; H; B; E.
(D) A; G; D; I; F; C; H; E; B.
(E) A; C; F; I; D; H; G; B; E.

132. FCC – TJAP – 2014) Cada termo da sequência a seguir é formado por seis
vogais:
(AAAEEI; EEEIIO; IIIOOU; OOOUUA; UUUAAE; AAAEEI; EEEIIO; . . . )
Mantido o mesmo padrão de formação da sequência, se forem escritos os 12º, 24º,
36º e 45º termos, o número de vezes que a vogal U será escrita nesses termos é
igual a
(A) 1.
(B) 6.
(C) 5.
(D) 2.
(E) 3.

133. FCC – TJAP – 2014) Três amigos exercem profissões diferentes e praticam
esportes diferentes. As profissões exercidas por eles são: advocacia, engenharia e
medicina. Os esportes praticados são: futebol, basquetebol e voleibol. Sabe-se que
Alberto não é médico e Carlos não é médico. Ou o Bruno pratica voleibol ou o Bruno
pratica basquetebol. Se o Bruno não pratica futebol, então Alberto não é advogado.
Carlos pratica voleibol. Com essas informações é possível determinar corretamente
62895983097

que
(A) Bruno pratica voleibol e exerce a engenharia.
(B) Carlos exerce a advocacia e pratica voleibol.
(C) Alberto exerce a advocacia e pratica basquetebol.
(D) Bruno exerce a medicina e pratica futebol.
(E) Alberto exerce a engenharia e pratica basquetebol.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
134. FCC – SAEB/BA – 2014) Observe a sequência: 6; 10; 18; 34; 66; . . . . Sabe-se
que o número 4098 é o 11º termo dessa sequência. A soma dos 9º e 10º termos é
igual a
(A) 5126
(B) 2122
(C) 4098
(D) 3076
(E) 6186

135. FCC – CETAM – 2014) Seguem os 13 primeiros termos de uma sequência


ilimitada que obedece a um padrão:
1; −2; −2; 2; −3; −6; 3; −4; −12; 4; −5; −20; 5.
Considere uma segunda sequência, também ilimitada, formada a partir dos termos
da primeira sequência com a seguinte composição: quociente entre o 6º termo e o
5º termo; quociente entre o 9º termo e o 8º termo; quociente entre o 12º termo e o
11º termo; quociente entre o 15º termo e o 14º termo; quociente entre o 18º termo e
o 17º termo; . . .
O 10º termo dessa segunda sequência é igual a
(A) 5.
(B) 11.
(C) −10.
(D) 7.
(E) 13.

136. FCC – CETAM – 2014) As amigas são Catarina, Manuela e Vitória. As idades
delas são 12, 13 e 14, não necessariamente nesta ordem. Os animais preferidos por
62895983097

elas são o gato, o cão e o peixe, também não necessariamente nessa ordem. A
Catarina não tem 13 anos e gosta de cães. A apaixonada por peixe não é a
Manuela que tem 12 anos. A partir dessas informações é possível concluir que
(A) Manuela tem 12 anos e gosta de cães.
(B) Vitória tem 12 anos e é a apaixonada por peixe.
(C) A amiga que gosta de cães é a mais nova das três amigas.
(D) A mais velha e a mais nova certamente não preferem o peixe.
(E) Vitória tem 14 anos e gosta de gatos.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

137. FCC – CETAM – 2014) Ana e Bruna estão em uma fila. Nessa fila, faltam
exatamente 8 pessoas para serem atendidas antes de Ana e há exatamente 7
pessoas para serem atendidas depois de Bruna. Nessa fila há exatamente 3
pessoas entre Ana e Bruna. Apenas com essas informações, é correto concluir que
existem duas possibilidades para o total de pessoas na fila que são
(A) 12 ou 20.
(B) 12 ou 18.
(C) 20 ou 21.
(D) 20 ou 22.
(E) 14 ou 21.

138. FCC – CETAM – 2014) A respeito de Manuel, Carlos e Érico sabe-se que dois
deles pesam 55 kg cada e ambos sempre mentem. O peso da terceira pessoa é 64
kg e ela sempre diz a verdade.
Se Carlos afirma que Manuel não pesa 55 kg, do ponto de vista lógico, pode-se
concluir corretamente que
(A) Carlos e Érico mentem.
(B) Manuel e Carlos pesam 119 kg juntos.
(C) Érico pesa 64 kg.
(D) Manuel sempre diz a verdade.
(E) Carlos não pesa 55 kg.

139. FCC – CETAM – 2014) Maria está vendendo 200 rifas para um sorteio de
prêmios e afirma que 110 delas estão premiadas. Se Maria diz a verdade, o número
mínimo de rifas que uma pessoa deve comprar dela, para ter a certeza de que irá
62895983097

ter ao menos uma rifa premiada, é igual a


(A) 91.
(B) 111.
(C) 90.
(D) 110.
(E) 109.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
140. FCC – SABESP – 2014) As tarefas P, Q, R, S e T têm que ser realizadas uma
por dia de 2ª a 6ª feira de uma semana, não necessariamente na ordem dada.
Sabe-se que:
Q será executada depois de S;
R será executada dois dias depois de P;
S será executada quinta ou sexta-feira.
Sendo assim, a atividade que será executada na quarta-feira é
(A) T.
(B) Q.
(C) R.
(D) S.
(E) P.

141. FCC – SABESP – 2014) Alan, Beto, Caio e Décio são irmãos e foram
interrogados pela própria mãe para saber quem comeu, sem autorização, o
chocolate que estava no armário. Sabe-se que apenas um dos quatro comeu o
chocolate, e que os quatro irmãos sabem quem foi. A mãe perguntou para cada um
quem cometeu o ato, ao que recebeu as seguintes respostas:
Alan diz que foi Beto;
Beto diz que foi Caio;
Caio diz que Beto mente;
Décio diz que não foi ele.
O irmão que fala a verdade e o irmão que comeu o chocolate são, respectivamente,
(A) Beto e Décio.
(B) Alan e Beto.
(C) Beto e Caio. 62895983097

(D) Alan e Caio.


(E) Caio e Décio.

142. FCC – SABESP – 2014) A sequência: 2; 3; 5; 6; 11; 12; 23; 24; . . ., foi criada
com um padrão. A diferença entre os 14º e 11º termos é igual a
(A) 48.
(B) 97.
(C) 65.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) 25.
(E) 19.

143. FCC – SABESP – 2014) Minha avó, mãe da minha mãe, é sua tia, por parte da
sua mãe. A mãe dessa minha avó tem uma irmã. A filha da irmã da mãe dessa
minha avó é
(A) prima da sua mãe.
(B) sua neta.
(C) sua filha.
(D) minha mãe.
(E) você.

144. FCC – SABESP – 2014) Oito veículos, nomeados por letras, disputam uma
corrida. A ordem inicial na corrida é: A; B; C; D; E; F; G; H. Sabe-se que
aconteceram as seguintes modificações, e na sequência dada: H avança uma
posição; A cai três posições; G avança duas posições; B cai duas posições; F
avança três posições; C cai uma posição. Após essas alterações, a 1ª, 3ª, 5ª e 7ª
posições estão ocupadas, respectivamente, pelos veículos
(A) C; B; A; F.
(B) B; D; E; H.
(C) D; A; E; F.
(D) D; B; A; G.
(E) C; B; E; G.

145. FCC – METRÔ/SP – 2014) Em volta de uma mesa redonda há 17 cadeiras.


Duas pessoas estão sentadas, lado a lado, sem que haja nenhuma cadeira vazia
62895983097

entre elas. Do ponto de vista das duas pessoas sentadas, aquela que está à
esquerda muda-se para a cadeira imediatamente ao seu lado esquerdo e repete
esse mesmo procedimento mais oito vezes. Simultaneamente, a pessoa que está à
direita muda-se para a 2ª cadeira que está à sua direita e também repete esse
procedimento mais oito vezes. Após essas mudanças, o menor número de cadeiras
vazias que estão entre essas duas pessoas é igual a
(A) 3.
(B) 0.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 5.
(D) 4.
(E) 7.

62895983097

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO P TJ PE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
4. GABARITO
1 D 2 D 3 B 4 D 5 B 6 A 7 E
8 E 9 E 10 D 11 C 12 C 13 C 14 C
15 D 16 A 17 E 18 C 19 A 20 E 21 D
22 B 23 A 24 B 25 E 26 D 27 C 28 B
29 B 30 B 31 B 32 E 33 D 34 A 35 C
36 A 37 B 38 A 39 B 40 C 41 B 42 D
43 B 44 A 45 E 46 E 47 D 48 C 49 B
50 D 51 A 52 A 53 A 54 B 55 D 56 C
57 E 58 B 59 D 60 E 61 C 62 D 63 E
64 E 65 B 66 E 67 E 68 E 69 C 70 E
71 A 72 E 73 A 74 E 75 B 76 D 77 C
78 B 79 A 80 E 81 C 82 D 83 E 84 C
85 D 86 E 87 A 88 A 89 E 90 A 91 A
92 B 93 E 94 D 95 C 96 A 97 B 98 D
99 B 100 A 101 B 102 B 103 A 104 D 105 E
106 A 107 A 108 B 109 C 110 E 111 B 112 A
113 A 114 B 115 C 116 E 117 B 118 E 119 A
120 C 121 B 122 A 123 C 124 C 125 E 126 A
127 B 128 E 129 D 130 C 131 B 132 C 133 B
134 D 135 B 136 D 137 A 138 C 139 A 140 C
141 E 142 B 143 A 144 D 145 C

62895983097

P A L