Anda di halaman 1dari 83

Objetivo da aula:

Empregar as etapas do exame clínico para elaboração de diagnóstico


São processos patológicos básicos,
que aparecem clinicamente como
alterações morfológicas variadas ,
tanto na mucosa oral como na
pele. TOMMASI 2000
Conhecimento – importância diagnóstica

Composição do quadro clínico ou


sintomatológico das doenças
Cor

Tipo

Inserção

 Local

Superfície

Consistência
Alterações de cor: MÁCULA OU MANCHA

Formações sólidas: PÁPULA, NÓDULO,


TUMOR, PLACA

 Coleções líquidas: VESÍCULA, BOLHA.


HEMATOMA, ABSCESSO
Perdas teciduais:
-EROSÃO;

-ÚLCERA/ULCERAÇÃO;

-ATROFIA
ALTERAÇÕES DE COR
MANCHA OU MÁCULA
 – Alteração de cor da mucosa ou pele, com ausência de
relevo ou depressão.
 MANCHA HIPOCRÔMICA – diminuição de
pigmentação endógena (vitiligo, mancha anêmica ou
por agenesia vascular.
 MANCHA HIPERCRÔMICA – aumento de pigmento
endógeno (vásculo-sangüíneo, melânico), ou exógeno
(tatuagem por amálgama).

9
10
11
12
Síndrome de Peutz-
Jeghers
13
14
FORMAÇÕES SÓLIDAS
Aumentos teciduais que representam
desde as lesões proliferativas às
neoplásicas
Tamanho

Forma

Limite
PLACA
 Elevação superficial da mucosa, com dimensão
horizontal variável, bem delimitada, plana, coloração
branca ou cinza, superfície lisa ou rugosa, com ou sem
fissura e/ou úlcera, não sendo removida por raspagem.

17
Não é removida por raspagem

18
19
PÁPULA
 Elevação superficial circunscrita da pele ou mucosa,
com diâmetro menor que 5mm, com implantação
séssil ou pedicular, superfície lisa, rugosa ou verrucosa.
TOMMASI 2000

21
Lesão fibrosa com 5mm de diâmetro

22
NÓDULO OU TUBÉRCULO
 Lesão sólida, circunscrita, com dimensão entre 5mm e
2cm, implantação séssil ou pedicular, superficial ou
profunda.
TOMMASI 2000

24
26
Lesão fibrosa medindo 1 cm de diâmetro

27
TUMOR
 Aumento de volume dos tecidos, com consistência
sólida, firme com dimensão além de 2cm.
TOMMASI 2000

28
Lesão fibrosa medindo 3,5 cm de diâmetro

29
QUIZZ

32
4mm de diâmetro

33
Não é removida por raspagem
34
35
Lesão fibrosa medindo 1 cm de diâmetro

36
37
4cm de diâmetro

38
Coleções líquidas
 VESÍCULA – elevação circunscrita até 3mm, recoberta
por superfície fina, contendo líquido em seu interior
(soro, plasma, sangue), com apresentação sub ou
intra-epitelial.

39
40
41
Coleções líquidas
 BOLHA OU FLICTENA – semelhante à vesícula,
diferindo em tamanho, maior que 3mm, podendo
ocorrer da união de várias vesículas.

42
Lesão com conteúdo líquido em seu interior

43
Lesão com conteúdo sangüinolento em seu interior

44
Coleções líquidas
 PÚSTULAS – lesões semelhantes ás vesículas, com
conteúdo purulento.

45
Lesão com conteúdo purulento em seu interior

46
É um orifício elevado na superfície da mucosa
ou pele , acompanhado de um trajeto com saída
de coleção purulenta.
48
50
Coleção de pús dentro de uma cavidade
Quadro de Celsus
Perda de função local
Cavidade natural repleta de coleção purulenta.
PERDAS TECIDUAIS
EROSÃO OU EXULCERAÇÃO
 Perda parcial do epitélio, sem exposição do conjuntivo
subjacente, com coloração avermelhada e
sintomatologia dolorosa.

55
ULCERAÇÃO ou ÚLCERA
 Destruição do epitélio com exposição do conjuntivo, de
pequena ou grande dimensão, rasa ou profunda,
bordas planas ou elevadas, recoberta ou não por
pseudomembrana.

57
58
60
FISSURA
 Fenda observada em áreas com pregueamento
freqüente, envolve o epitélio e/ou o conjuntivo.

61
Alterações morfológicas descritivas

 Utilizadas para particularizar determinados aspectos


morfológicos

62
Acúmulo de sangue dentro dos
tecidos com aumento de volume.
CROSTA
 Formação resultante do ressecamento do soro, pus ou
sangue.

65
ESCAMA
 Levantamento destacável e visível da capa superficial
do epitélio, podendo resultar da inflamação do tecido
conjuntivo subjacente.

66
HIPERPLASIA
 Processo proliferativo não neoplásico, relacionado com
causa e efeito de agente físico.

67
 EQUIMOSE - extravasamento de sangue para os
interstícios com aspecto de mancha (negra, castanha,
azul, amarela) em nível de pele.

68
 PETÉQUIA - ponto hemorrágico que aparece na pele,
que não desaparece por pressão digital.

69
 CICATRIZ – neoformação de tecido conjuntivo
preenchendo áreas perdidas por agressões acidentais
ou cirúrgicas, com perda de substância.

70
 QUELÓIDE – cicatriz viciosa, em que os tecidos se
recompõem de forma exuberante.

71
 HIPERCERATOSE – aumento da camada de ceratina
em epitélio pavimentoso estratificado

72
 CERATOSE – presença de ceratina em epitélio
pavimentoso estratificado, não ceratinizado.

73
QUIZZ

74
75
Lesão com conteúdo líquido em seu interior medindo 1cm

77
78
79
80
Lesão fibrosa

81
3mm 82
83