Anda di halaman 1dari 2

PROJETO INCLUSÃO DIGITAL PARA IDOSOS

Eixo da experiência: Capacitação

Tema: Inclusão Digital para Idosos


Clientela: Professores e funcionários aposentados - Idosos da comunidade interessados
Local: Núcleo de Tecnologia Educacional- Cruz Alta
Autora do Projeto: Mara Regina Rosa Radaelli
Número de alunos: -10 alunos turno da manhã
- 10 alunos turno da tarde
Tipos de Recursos Multimídias utilizados: TV, DVD, Computador, Data show, câmera de
vídeo, microfone, Internet.

Objetivos:
 Possibilitar a inclusão digital para pessoas idosas;
 Proporcionar noções básicas de informática;
 Oportunizar melhores condições de realizar atividades que envolvam as tecnologias
no cotidiano;
 Possibilitar o acesso à internet como meio de pesquisa, interação e lazer;

Justificativa:
Sendo que a cada dia as tecnologias estão mais presentes no cotidiano das pessoas,
como no uso de caixas eletrônicos, aparelhos domésticos com tecnologias cada vez mais
avançadas, o uso da comunicação síncrona e assíncrona via internet entre as pessoas amigas
e familiares que residem em cidades, estados e até paises diferentes, justifica-se o presente
projeto para incluir idosos no uso das TICs, através do curso básico de iniciação a
informática com internet.

Metodologia:
 Oficina de editor de texto;
 Dinâmicas de interação do grupo
 Oficina de internet:
 Noções básicas;
 Orientações a pesquisa;
 Sites públicos e governamentais;
 Sites de entretenimentos online ex: revistas, jornais, documentários, TVs, etc.
 Oficina de chat;

Resultados Alcançados:
Entre os resultados alcançados ficam as competências adquiridas, pelos idosos
participantes do curso, em participar com maior entendimento e conhecimento do acesso das
tecnologias de informação e comunicação presentes no seu cotidiano, o que sem dúvida
nenhuma reverteu em uma melhoria de auto-estima e valorização no meio social.
O mais surpreendente foi perceber a realização dos objetivos pessoais de cada um,
foi escutar os depoimentos emocionados no decorrer do curso, a felicidade de perceber que
mesmo com setenta e poucos anos ainda estavam aprendendo. Desenvolver um projeto com
benefícios para a comunidade é sempre gratificante, mas para esse público de Idosos, foi
comprovar que não existe a melhor idade para aprender e sim que estamos em constante
aprendizado o qual só se realiza com a troca de experiências e a interação entre as pessoas,
neste caso mediados pelas tecnologias de comunicação e informação.