Anda di halaman 1dari 41

III Encontro de Laboratórios – Goiânia/Setembro de 2009

FRACIONAMENTO DA
MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

Jader Galba Busato


UENF/LSOL/NUDIBA
ABORDAGEM

Componentes e formação da matéria orgânica do solo

Interação da matéria orgânica com algumas propriedades dos solos

Fracionamento físico da matéria orgânica

Fracionamento químico da matéria orgânica

Avaliações espectroscópicas e testes com plantas


Desenvolvimento do pensamento científico !!!!
INTEGRAÇÃO DE DIFERENTES COMPARTIMENTOS AMBIENTAIS

SOLO

Solo como função de clima, organismos, material de origem, relevo e tempo


Materiais minerais Materiais orgânicos

5
MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
RESERVATÓRIOS GLOBAIS DE CARBONO E FLUXO DE
GASES PARA ATMOSFERA

GEOLÓGICO
5000 Pg 6 Pg/
ano
4000 Pg carvão
500 Pg óleo ATMOSFÉRICO

500 Pg gás 750 Pg

3,3 Pg/ano
no
g/a
P
2,3

2
P
g/
/ ano
Pg

an
2,6

o
BIOTA
560 Pg

CARBONO SOLO OCEANO


1P 0,4 Pg/ ano
g/ 38000 Pg
an 2300 Pg
o
1550 Pg C-org
750 Pg C-inorg

1 Pg = 109 Mg
O sol fornece
energia para a
fotossíntese
Emissão antropogênica
(Combustão)

Gás carbônico

Respiração

Compostos de carbono nas


plantas
Respiração

Oxidação
Resíduos vegetais Resíduos animais

Estabilização de
compostos (SH)

Reservas fósseis
Decompositores
Microrganismos Fungos e
(60-80%) Bactérias
MO VIVA
Raramente > Protozoários
4% do C Microfauna Nematóides
orgânico Macrorganismos
(15-30%) Mesofauna Ácaros

Minhocas
Macrofauna Termitas

Raízes (5-10%)
MOS
MOS

Matéria Resíduos em diferentes


Macrorgânica estágios de decomposição
(10-30%)
- Lipídeos
Substâncias - Ácidos orgânicos < PM
Não-Húmicas - Carboidratos
MO MORTA (30%) - Proteínas
> 95 % do C Húmus
orgânico (70-90%)
Substâncias -Ácidos húmicos
Húmicas -Ácidos fúlvicos
(70%) -Huminas

10
COMPONENTES DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
Características químicas
Dinâmica de cargas
elétricas/disponibilização de
nutrientes...

Características
Características físicas
biológicas
Matéria Agregação de
Atividade
orgânica partículas/retenção
microbiana/fixação
de água...
biológica...

Efeitos fisiológicos Substâncias Seqüestro de Carbono


sobre as plantas húmicas
Características químicas PCZ, fornecimento de nutrientes...

Conclusões

1 - Houve correlação entre o PZC e a


percentagem de carbono das amostras dos
solos estudados;

2 – O grau de contribuição da matéria


orgânica para a variação do PZC dependeu
do grau de intemperismo do solo;

3 – A matéria orgânica contribuiu para maior


abaixamento do PCZ nos solos mais
intemperizados
Características químicas PCZ, fornecimento de nutrientes...

R. Bras. Ci. Solo, 27:935-944, 2003.


Características físicas Agregação de partículas, retenção de água...
Influência da matéria orgânica sobre o desenvolvimento de plantas

Canellas et al. (2006) Efeitos Fisiológicos de Substâncias Húmicas – o estímulo às H+-ATPases.


In: Nutrição Mineral de Plantas, pp. 175–200. Ed. M.S. Fernandes. Viçosa, Brazil: Sociedade
Brasileira de Ciência do Solo.
15
FRACIONAMENTO FÍSICO DA
MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

Tem se mostrado promissor e bastante difundido em estudos


envolvendo a distribuição do carbono do solo, principalmente
quando as avaliações envolvem o manejo do solo e culturas.

Três frações da matéria orgânica do solo são obtidas por métodos


de fracionamento físico:

Fração Leve Livre (FLL)

Fração Leve Intra-agregado (FLI)

Fração Pesada

Christensen (1992)
FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

Fração Leve Livre (FLL)

Fração transitória entre o material depositado e as


frações estabilizadas;

Apresenta relação C/N maior que a do solo;

A conversão de sistemas naturais em agrícolas


normalmente reduz a participação desta fração.

Sistemas conservacionistas preservam a FLL.


FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

Fração Leve Intra-agregado (FLI)

Obtida após aplicação de ultrassom;

Apresenta maior tempo de residência no solo;

Fisicamente protegido no interior dos agregados.


FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

Fração Pesada (Feller e Beare, 1997)

Pode ser dividida em três sub-frações

Fração associada a COMPLEXO ORGANO-SILTOSO COMPLEXO ORGANO-ARGILOSO

partículas > 50 µm e Fração associada a partículas entre 2 e 50 Fração associada a


C/N ≈ 20 µm; resíduos vegetais e fúngicos
partículas < 2 µm;
humificados ligados a microagregados
C/N ≈ 10
estáveis; C/N ≈ 15

20
Tempo médio de resistência da matéria orgânica (anos) –
Modelo de Jenkinson apresentado por Piccolo (1996)
Material de planta prontamente degradável 0,2

Material de planta resistente 3,3

Biomassa microbiana 2,4

Matéria orgânica protegida fisicamente 71

Matéria orgânica estabilizada quimicamente 2900


FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

A metodologia “ideal” consiste em separar fisicamente a fração


humificada da matéria orgânica dos demais compostos implicados
complexo organo-mineral (restos vegetais e animais não
decompostos e biomassa).

1 - Diferença de densidade

Os métodos de extração entre os constituintes;

física utilizam

dois princípios básicos: 2 - Diferença de tamanho entre


os constituintes.
FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

1 – Métodos densimétricos

Utilizam líquidos com densidade entre 1,6 a 3,0 g.cm-3 para separar
restos vegetais de outros materiais mais resistentes à decomposição.

Líquidos utilizados:

BROMOFÓRMIO (CHBr3) – densidade 2,88 g.cm-3

TETRABROMOETANO (C2H2Br4) – densidade 2,96 g.cm-3

IODETO DE SÓDIO (NaI)

BROMETO DE ZINCO (ZnBr)

MISTURA BROMOFÓRMIO – ÁLCOOL ETÍLICO


FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

1 – Métodos densimétricos Duchaufour e Jacquin (1966)

Amostra de 10 gramas de solo previamente tamisado (2 mm)

Adicionar à amostra, com agitação manual, 100 mL de uma mistura de


bromofórmio e álcool etílico (mistura com densidade de 1,8)

Após agitação, centrifugar o material (960 g, 30 min)

Formação de duas fases distintas

Filtrar o sobrenadante

Repetir as operações outras duas vezes

Lavar e secar (105 oC)

Pesar, moer e dosar carbono, nitrogênio...


Amostra de solo + solução

Agitação manual

Fração Leve
Centrifugação
Livre

Resto de solo com fração


organo-mineral 400 J.mL-1, em
banho de gelo

Ultrassom

Fração Leve Intra-


Centrifugação Agregado ou Oclusa

Fração Pesada
Sohi et al., 1998
25
FRACIONAMENTO FÍSICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

2 – Métodos granulométricos Bruckert (1979)

Amostra de 35 gramas de solo (TFSA) previamente tamisado (2 mm)

Acondicionar em frasco cilíndrico de 250 mL; adicionar 200 mL de água


destilada e 5 bolas de vidro;

Agitar (50 rpm) por 15 horas;

Após, separar utilizando o material (tamis) de 0,10 e 0,05 mm:

Uma fração entre 2,00 e 0,10 mm;

Uma fração entre 0,09 e 0,05 mm;

Uma fração menor que 0,05 mm (centrifugar e coletar).

Recolher cada fração, secar (45oC) e obter teores.


Principais características das frações isoladas:

2,00 – 0,10 mm: partículas de areia livre, restos de vegetais não


humificados, micélios de fungos.

0,09 – 0,05 mm: fração heterogênea, que contém agregados, partículas


minerais livres e alguns restos orgânicos livres.

Menor que 0,05 mm: microagregados qpresentando constituintes


orgânicos humificados e partículas minerais livres.
FRACIONAMENTO QUÍMICO DA
MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
FRACIONAMENTO QUÍMICO DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

EXTRAÇÃO E PURIFICAÇÃO DAS SUBSTÂNCIAS HUMIFICADAS DO SOLO

29
Reagentes empregados na extração da matéria orgânica do solo.

CONSTITUINTE EXTRATOR SUBSTÂNCIA


ORGÂNICA EXTRAÍDA
(%)
SUBSTÂNCIAS HÚMICAS BASE FORTE
NaOH Até 80%
Na2CO3 Até 30%

SAL NEUTRO Até 30%


Na4P2O7

NaF
QUELATO ORGÂNICO Até 30%
Acetilacetona
COMPOSTOS HCl 6 M 25 – 45%
HIDROLISÁVEIS H2SO4 1 M 5 – 25%
AMINOÁCIDOS
CARBOIDRATOS
COMPOSTOS HF 5 – 10%
BIOQUÍMICOS LIGADOS
À FRAÇÃO ARGILOSA
COMPOSTOS H2O, álcool 80%, 1%
BIOQUÍMICOS LIVRES acetato de amônio

Graxas, ceras e resinas Solventes orgânicos 2 – 6%

Adaptado de Stevenson , F. J. Humus chemistry, Willey, 1994.


INTERNATIONAL HUMIC SUBSTANCE SOCIETY - IHSS

RECOMENDA COMO EXTRATOR PADRÃO O NaOH 0,1 OU 0,5 mol. L-1

A METODOLOGIA ENCONTRA-SE DESCRITA NO ENDEREÇO


ELETRÔNICO www.ihss.gated.edu
ÁCIDOS
FÚLVICOS

ÁCIDOS
HÚMICOS

Fração solúvel
Acidificação
(SH)

Extração inicial do NaOH 0,1 mol. L-1


solo com HCl 0,1 (1:10 m/v) Decantação
mol. L-1 (1:10 m/v) atmosfera inerte N2

Centrifugação
baixa rotação
Lavar com água; secar em
Fração insolúvel
baixa temperatura; triturar e
(huminas)
dosar carbono.

32
Sobrenadante
redissolvidos descartado
KOH 0,1 mol. L-1
KCl 3 mol. L-1

ÁCIDOS Acidificados
HÚMICOS

Lavar AH com
HCl 0,1 mol. L-1 e HF 0,3 mol. L-1
HCl 0,01 mol L-1

Decantação

ÁCIDOS
FÚLVICOS

repetir se necessário
(cinzas >1%)
POR QUAL MOTIVO FRACIONAR?

INDICADOR DA QUALIDADE DO SOLO (CAH/CAF)

UTILIZAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS ESPECTROSCÓPICAS DA MOS NA


AVALIAÇÃO DA MANEJO DO SOLO

TESTES COM PLANTAS (ESTIMULANTES DO CRESCIMENTO VEGETAL)


Latossolo

Latossolo

Latossolo

T TF VC

35
Latossolo

Latossolo

Latossolo

T TF VC
Teoria Supramolecular

Interações hidrofóbicas e pontes de


H+ são responsáveis pelo aparente
elevado tamanho molecular das SH

Hidrofobicidade

Piccolo et al. (1996); Piccolo (2002)


Avaliação com plantas
Av. Alberto Lamego, 2000, Parque Califórnia 28013-602. Campos dos Goytacazes
Rio de Janeiro – Brasil. Tel (22) 27397301. nudiba@uenf.br

Jader Galba Busato


Engenheiro Agrônomo
Dr. Solos e Nutrição de Plantas
jbusato@uenf.br