Anda di halaman 1dari 8

CONTRATO DE LOCAÇÃO COMERCIAL

Por este instrumento, mandado fazer e assinado, de um lado, aqui designada apenas por LOCADORA:
ACR – EMPREENDEDORA DE EVENTOS LTDA, com sede e foro nesta cidade e Comarca Mineira de Uberlândia,
na Rua José Rezende, n.º 4090, Bairro Custódio Pereira, CEP 38405-238, inscrita no CGC/MF sob o n.º
02.246.059/0001-90, representada aqui por seus sócios e/ou representantes legais estatutários, e de outro lado,
designado(a) LOCATÁRIO(S), conforme dados abaixo:

Nome :
CPF–RG
Cidade
Endereço
Bairro
Telefone

convencionam o seguinte:

Cláusula Primeira – DO CONTRATO ORIGINÁRIO:


A LOCADORA é titular da locação do imóvel situado nesta cidade, na Rua José Rezende n. 4.090, bairro Custódio
Pereira, conforme instrumento particular de contrato celebrado aos 05 de agosto de 1997, no qual ficou determinado
que o aludido imóvel é destinado para serviços de organização de feiras, exposições, congressos, espetáculos
artísticos, esportivos, eventos culturais, sociais, diversões, entretenimento, treinamento de pessoal, de ensino,
educação de qualquer natureza e grau, alimentação, hotelaria, turismo e comunicação. A locadora tem anuência
expressa para a locação ora efetiva.

Cláusula Segunda – DO OBJETO DO CONTRATO DE LOCAÇÃO:


Por força do presente instrumento e nos termos do permissivo contido no art. 48, da Lei n. 8.245/91, a LOCADORA
loca a(s) área(s): 01 – 02 e 03 do referido imóvel, conforme croquis anexo, ao LOCATÁRIO para a realização do(s)
evento(s), conforme quadro de data(s) e horário(s) abaixo:

Evento Data e Hora de Início Data e Hora de Término

Cláusula Terceira – DO PREÇO:


O preço global da locação para a data convencionada é de:

Valor R$
Valor por extenso

Parágrafo primeiro:
O valor da locação deverá ser pago da seguinte forma:

Especificar forma de Pagamento:

Parágrafo segundo:
O inadimplemento de quaisquer valores aqui consignados acarretará ao inadimplente o pagamento de 2% (dois por
cento) a título de multa, sobre o valor inadimplente, sem prejuízo das perdas e danos que serão devidos à parte
inocente.
Parágrafo terceiro:
Nos eventos abertos ao público, em que haja venda de camarotes e ingressos avulsos, o LOCATÁRIO se
compromete a conceder à LOCADORA 02 (duas) mesas de camarote e mais 30 (Trinta) ingressos avulsos.

1
Cláusula Quarta – DAS CONDIÇÕES DA LOCAÇÃO:
No evento aqui previsto admitir-se-á o ingresso no estabelecimento, de no máximo o numero de Convidados nas
datas relacionadas no Quadro abaixo, objeto do presente instrumento, seja na qualidade de convidados, seja na de
participantes:

Tipo do Evento Data Realização Número de Convidados

De acordo com as normas e procedimentos internos, a LOCADORA poderá, a seu exclusivo critério, por meio de
qualquer dos seus dirigentes, ou de preposto especialmente nomeado, durante a realização do evento, efetuar a
fiscalização pessoal da utilização das dependências cedidas a “ título de direito de uso ” previstas neste contrato, a
saber:

Parágrafo primeiro:
Fica o LOCATÁRIO ciente de que é exigência das autoridades de segurança a contratação de serviços de
emergências médicas para evento(s) com público estimado acima de 600 pessoas. Neste(s) caso(s) as despesas
com tal contratação ficam a cargo do LOCATÁRIO. A LOCADORA coloca à disposição do LOCATÁRIO tais
serviços, a preços subsidiados. Sendo que, tais despesas ( NÃO ) estão inclusas no valor da LOCAÇÃO.

Parágrafo segundo:
Não será admitida, em hipótese alguma, a instalação de aparelhagem de som em local diverso daquele que, pela
LOCADORA é destinado a este mister, conforme dispõe o croquis em anexo.

Parágrafo terceiro:
É expressamente proibida qualquer tipo de interferência na estrutura do imóvel objeto do presente contrato por parte
do LOCATÁRIO e/ou dos profissionais por ele contratados, tais como: serviços de eletricidade, encanamento, pintura,
jardinagem e outros, os quais somente poderão ser executados pela própria LOCADORA ou por profissionais por ela
contratados.

Parágrafo quarto:
A LOCADORA não se responsabiliza pela ocorrência de qualquer caso fortuito ou força maior (art.1.058 do atual
Código Civil e, a partir de 10.01.2003, art. 393 do Código Civil) que porventura venham a ocorrer durante a realização
do(s) evento(s) que impossibilitem o cumprimento de sua obrigação, tais como: queda de raio, interrupção do
fornecimento de energia, tempestade, vendaval, terremotos, acidentes, etc.

Parágrafo quinto:
A comercialização de bebidas e gêneros alimentícios durante a realização do(s) evento(s) será de exclusividade da
LOCADORA podendo, contudo, ser objeto de contrato em separado entre as partes contratantes.

Parágrafo sexto:

É vedada ao LOCATÁRIO a contratação de quaisquer serviços de buffet ou similar para o fornecimento de


alimentação e/ou bebidas a ser(em) servido(s) (as) sob a forma de jantar, porção, lanche, café, caldo e outros, uma
vez que estes serviços são de fornecimento único e exclusivo da LOCADORA. Não será permitido, de igual forma, a
entrada de alimentos de qualquer natureza, por parte do LOCATÁRIO e/ou convidados.

Parágrafo sétimo:

O BAR da LOCADORA fornecerá alimentação e bebidas, através de um cardápio padrão o qual poderá ser
modificado e negociado em comum acordo entre as partes. O preço do presente contrato de locação não envolve o
fornecimento da mencionada alimentação e bebidas.

Parágrafo oitavo:

O BAR da LOCADORA poderá disponibilizar garçons, para executar o serviço sendo que, caso o LOCATÁRIO
queira ampliar a quantidade de profissionais neste serviço, deverá, obrigatoriamente, solicitar à LOCADORA a
contratação de novos profissionais, às expensas do LOCATÁRIO que deverá anuir com o valor a ser acrescido.
2
Parágrafo nono:

Será de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO pagamento da Taxa de Direitos Autorais (taxa de ECAD que incide
em shows musicais e peças teatrais que veiculem música e textos de autoria de terceiros) que tiver como fato
gerador o(s) evento(s) realizado(s) no imóvel ora Locado. Sendo que esta taxa, NÃO está inclusa no valor da
LOCAÇÃO.

Parágrafo décimo:
Será de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO o pagamento dos tributos (tais como: ISS sobre ingressos vendidos)
que tiver como fato gerador o(s) evento(s) realizado(s) no imóvel ora locado.

Parágrafo décimo primeiro:

São de responsabilidade exclusiva do LOCATÁRIO os direitos e obrigações oriundas do(s) evento(s) por ela
promovido(s) ou realizado(s).

Parágrafo décimo segundo:

Todos os serviços prestados por terceiros, tais como: ensaios, decorações, montagem de som, tendas, entregas de
produtos e serviços diversos, e outros de quaisquer natureza, somente poderão ser executadas durante o horário
comercial de funcionamento da LOCADORA, definido aqui no período compreendido entre 08:00 às 18:00 horas.
Qualquer utilização da área locada, fora do horário estabelecido, obrigatoriamente deverá ser combinada com
antecedência entre as partes interessadas, de acordo com o calendário de eventos da LOCADORA.

Parágrafo décimo terceiro:

As dependências serão entregues ao LOCATÁRIO em perfeitas condições de uso, que após utilizadas deverão ser
devolvidas à LOCADORA nas mesmas condições.

Parágrafo décimo quarto:

A LOCADORA obriga-se a entregar a(s) área(s) prevista(s) na cláusula segunda deste contrato limpa(s) e
desimpedida(s), sendo também de sua única e exclusiva responsabilidade a manutenção da limpeza do salão, área
externa e banheiros, durante e após cada evento, ficando, contudo, à cargo do LOCATÁRIO, o pagamento de uma
taxa de serviço, no valor de R$300,00 (trezentos reais), por evento, no caso de pagamento ao instante da assinatura
do contrato. Posteriormente, tal valor será o vigente na data do efetivo pagamento, de acordo com tabela de valores
praticados no mercado pela LOCADORA. Sendo que esta taxa, esta inclusa no valor da LOCAÇÃO.

Parágrafo décimo quinto:

É de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO as boas condições de funcionamento dos equipamentos, utensílios,


instrumentos musicais, mobiliários utilizados para prestação de seus serviços, objeto deste contrato, evitando assim
curto circuito e outros danos, provenientes das más condições e uso e utilização de tais equipamentos. Para tanto,
informa a LOCADORA que todas as tomadas elétricas por ela disponibilizadas possuem voltagem de 220 volts, com
exceção do quadro de força que possui as tensões 110 e 220 volts.

Parágrafo décimo sexto:

O LOCATÁRIO deverá fornecer à LOCADORA uma relação com os nomes e documentos de identidade, para
confecção de credenciais, para os prestadores de serviço que estarão trabalhando no recinto da LOCADORA no(s)
evento(s) mencionado(s) na cláusula segunda deste contrato. Ditos prestadores de serviços deverão ser capacitados
e preparados para as atividades que irão desenvolver no recinto. Os integrantes das equipes de prestadores de
serviço contratadas pelo LOCATÁRIO deverão pautar sua conduta pela urbanidade, cordialidade e respeito no trato
uns com os outros a fim de manter a tranqüilidade do ambiente de trabalho.

Parágrafo décimo sétimo


É de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO o cumprimento da CLT e bem como do Estatuto da Criança e do
Adolescente quanto ao pessoal por ela contratado para a realização do(s) evento(s), não cabendo à LOCADORA
nenhuma responsabilidade.

Parágrafo décimo oitavo:

3
Fica terminantemente vedado ao LOCATÁRIO afixar qualquer tipo de material decorativo ou de divulgação que
danifiquem a pintura, as paredes, o reboco ou a estrutura física do imóvel ora locado, tais como: afixação de pregos,
parafusos, buchas, ganchos, etc. ou outros expedientes que possam danificar o bem.

Parágrafo décimo nono:

A LOCADORA não se responsabiliza por ocasionais danos, furtos ou roubos dos equipamentos mobiliários, banners,
utensílios, materiais decorativos ou de divulgação e instrumentos disponibilizados para a realização do(s) evento(s)
promovido(s) pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo vigésimo:

A LOCADORA e o LOCATÁRIO pactuam de comum acordo neste Contrato a livre utilização por ambos, de imagens
do(s) Evento(s) objeto deste Contrato, desde que não haja a divulgação de nome(s) e de imagem(ns) de pessoas que
dele participaram, e que tal(is) imagem(ns) se restrinja(m) à promoção e difusão do Evento sem o prejuízo à qualquer
das partes.

Parágrafo vigésimo primeiro:

É terminantemente proibido a realização de qualquer outro evento diferente do descrito na Cláusula Segunda
pactuada neste contrato, ficando as partes obrigadas a obedecerem rigorosamente os EVENTOS, DATAS e
HORÁRIOS estipulados na referida Cláusula.

Parágrafo vigésimo segundo:

É vedado ao LOCATÁRIO a SUB-LOCAÇÃO, EMPRÉSTIMO, ou qualquer outro tipo de CESSÃO DE DIREITO DE


USO do imóvel da LOCADORA nos dias e horários objetos desta LOCAÇÃO, independendo do motivo ou
justificativa elencado pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo vigésimo terceiro:

Será de total responsabilidade do LOCATÁRIO e de seus convidados na qualidade de pais e responsáveis, a


entrada de menores de idade no(s) evento(s) pactuados neste contrato, ficando os mesmos obrigados a seguirem
rigorosamente o definido no Estatuto da Criança e do Adolescente e na Constituição das Leis do Brasil.

Parágrafo vigésimo quarto:

Fica o LOCATÁRIO considerado ciente, à partir da assinatura deste contrato, da proibição de contratação de
profissionais e prestadores de serviços diferentes dos autorizados pela LOCADORA, para que a segurança e a
qualidade do evento estejam garantidos, sendo que a LOCATÁRIA deverá apresentar à LOCADORA, uma relação de
nomes dentro destes padrões, sob pena de não poder realizar o evento, perdendo o direito à LOCAÇÃO e à qualquer
restituição por parte da LOCADORA.

QUANTO ÀS NORMAS ESPECÍFICAS À UTILIZAÇÃO DE SOM:

Parágrafo vigésimo quinto:

A LOCADORA disponibiliza ao LOCATÁRIO quadro/sistema de força com equivalência para operar com voltagem de
até 120.000 watts, nas tensões de 110 e 220 volts, sendo de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO a contratação e
designação de profissionais capacitados e preparados para operar o referido quadro de força.

Parágrafo vigésimo sexto:

É obrigatório o uso de todos os equipamentos de segurança, tais como: luva, óculos, ferramentas adequadas e outros
afins, evitando assim danos e/ou acidentes, sendo de responsabilidade do LOCATÁRIO tal fiscalização.

Parágrafo vigésimo sétimo:

É obrigatório que o serviço de carga e descarga dos equipamentos de som, iluminação, decoração, e outros sejam
efetivados através dos portões de serviços de números 01, 02 e 03 conforme mapa de sinalização da LOCADORA.

4
Para realizar o trabalho de carga e descarga, fica o LOCATÀRIO obrigado a obedecer as normas de segurança da
LOCADORA.

QUANTO ÀS NORMAS ESPECÍFICAS AO BAR E CAMARIM:

Parágrafo vigésimo oitavo:

O LOCATÁRIO declara estar ciente e plenamente informado de que é de exclusividade da LOCADORA, a


comercialização, e o fornecimento de bebida(s) e alimento(s) comestível(is) no interior de suas dependências,
durante o(s) evento(s).

Parágrafo vigésimo nono:

O LOCATÁRIO declara estar ciente e plenamente informada de que é terminantemente proibido a qualquer pessoa,
indistintamente, na qualidade de participante e ou convidado, durante o evento(s), entrar no interior das
dependências da LOCADORA, portando qualquer tipo de bebida e ou alimento(s) comestível(is).

Parágrafo trigésimo:

A LOCADORA possui um contrato de manutenção sanitária com empresa especializada em engenharia de controle
e manejo integrado, visando garantir a boa higiene de todas as suas instalações. Todavia, não é de sua
responsabilidade atos que contrariem as normas de higiene da vigilância pública sanitária, que possam ser praticados
pelo LOCATÁRIO ou por terceiros por ela contratadas.

Parágrafo trigésimo primeiro:

A água disponível nas instalações ora locadas é fornecida pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) e
como tal é entregue para uso do locatário da mesma maneira e condições que o líquido chega ao prédio locado, sem
qualquer interferência, alteração ou uso da LOCADORA. Tal água é de utilização exclusiva para fins de higiene e
limpeza, não sendo recomendada para uso no preparo de alimentos e bebidas ou como água potável. É de inteira
responsabilidade do LOCATÁRIO a sua utilização para outros fins que não os recomendados. Não cabendo, contra a
LOCADORA, nenhuma reclamação, questionamento e atribuição de responsabilidades provenientes de seu mau uso
em eventos promovidos pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo trigésimo segundo:

São de responsabilidade do LOCATÁRIO as boas condições de uso e funcionamento dos equipamentos locados ou
de sua propriedade, utilizadas para a realização do(s) evento(s), tais como: freezer, caixa térmica, fogão,
liqüidificadores, batedeiras e assemelhados, evitando assim vazamentos, curto circuito e outros danos, provenientes
das más condições de utilização de tais equipamentos.
Parágrafo trigésimo terceiro:

O LOCATÁRIO declara estar ciente quanto às normas e procedimentos internos que se encontram afixadas na área
cedida para uso, bem como a obrigação de conscientização quanto ao rigoroso cumprimento por parte de seus
funcionários e colaboradores.

Parágrafo trigésimo quarto:

É de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO a qualificação e higiene pessoal de seus funcionários e colaboradores.

QUANTO ÀS RESPONSABILIDADES ATINENTES À BANDA:

Parágrafo trigésimo quinto:

É de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO o fornecimento de alimentação aos seus funcionários e colaboradores


durante a realização do(s) evento(s).
QUANTO À SEGURANÇA E ASSESSORIA EXECUTIVA:

Parágrafo trigésimo sexto:

Fica o LOCATÁRIO, ciente da obrigatoriedade determinada pelas autoridades de segurança pública do município a
contratação de serviços de Policiamento Militar preventivo nas cercanias da LOCADORA. A contratação será feita

5
pela LOCADORA em nome do LOCATÁRIO que arcará com todas as despesas para tal, sendo que estas NÃO estão
inclusas no valor da locação.

Parágrafo trigésimo sétimo:

O LOCATÁRIO deve, obrigatoriamente, contratar serviços de segurança do evento, na proporcionalidade de 01 (um)


para cada 100 (cem) pessoas, segundo recomendação das Autoridades de Segurança Pública. O LOCATÁRIO
declara neste ato, por si ou prepostos, estar devidamente habilitado a prestar serviços de segurança e assessoria
executiva, autorizada pela Polícia Federal, dispondo do pessoal especificamente treinado e instruído para tal fim,
estando ciente e informado quanto à obrigatoriedade da permanência da equipe de segurança no local do Evento
durante toda a apresentação/duração do mesmo , também, que quaisquer atos de seus funcionários, contratados,
clientes ou convidados no interior ou nas cercanias externas das dependências do imóvel da LOCADORA no tocante
a: envolvimento em rixas entre convidados e outros participantes do evento, porte ilegal de armas, má conduta e
inobservância na autorização de entrada de pessoas não convidadas a participar ou prestar serviços durante o
evento, serão de sua inteira responsabilidade.

Parágrafo trigésimo oitavo:

O LOCATÁRIO se compromete a designar um profissional para vigilância da entrada de serviço de acesso à área de
serviço das instalações da cozinha, palco e camarins, permanecendo no local até o término do evento, de acordo
com o quadro de datas e horários previstos na cláusula segunda.

Parágrafo trigésimo nono:

É de inteira responsabilidade do LOCATÁRIO ou de seu preposto, o fiel cumprimento de suas atividades, estando a
LOCADORA livre de qualquer reclamação e/ou notificação que venha a ocorrer em decorrência de tais atos.

Parágrafo quadragésimo:

No(s) evento(s) em que a LOCADORA é também a CONTRATADA para prestar algum serviço, no(s) evento(s)
objeto(s) deste contrato, através de Contrato de Prestação de Serviço pactuado à parte, automaticamente a
LOCADORA assume todas as responsabilidades atinentes ao bom uso do imóvel, ao pagamento de taxas, tributos e
impostos e à todos os deveres e procedimentos elencados nesta CLÁUSULA QUARTA, dentro dos limites dos
serviços contratados, eximindo o LOCATÁRIO -CONTRATANTE de quaisquer obrigações à este respeito.

Cláusula Quinta – DAS OBRIGAÇÕES DA LOCATÁRIA:

Obriga-se o LOCATÁRIO:

a) Comunicar antecipadamente à LOCADORA, ficando sujeita à disponibilidade na agenda, da necessidade de


uma data a mais para a preparação do evento que promove, ficando responsável pelo pagamento de um valor a
título de locação.
b) Restituir o imóvel totalmente liberado dentro de 03 (três) horas após o prazo previsto na cláusula segunda como
hora de término do evento, declarando neste ato que o recebe em perfeitas condições de conservação,
podendo, se quiser, vistoriar o local nas datas das Locações ajustadas, obrigando-se a responder por quaisquer
danos que eventualmente vierem a ocorrer nos períodos objeto deste contrato, tais como, quebra de vidros,
pichamento de paredes, pisoteamento de jardins e assemelhados, danos em aparelhos sanitários, quadros,
alfaias, etc;
c) Restituir o imóvel diretamente a um dos gerentes da LOCADORA, que após a vistoria efetuada, lhe fornecerá
documento hábil de liberação de encargos decorrentes de eventuais danos, após confrontadas as vistorias
iniciais, que dar-se-á na data da realização do evento (cuja cópia será entregue ao LOCATÁRIO, devidamente
formalizada) e ao final, realizada, após o término do(s) evento(s) previsto(s) neste contrato;
d) Providenciar, com antecedência prevista nas normas legais, a obtenção do respectivo alvará de licença para a
realização de eventos públicos, junto à Justiça competente e perante órgãos públicos, responsabilizando-se
ainda, pela vigilância e, bem assim pelo cumprimento das regras pertinentes à permanência de menores de
idade, especialmente no que é pertinente às proibições legais de ingestão de bebida alcoólica a eles imposta
pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. O LOCATÁRIO compromete-se a acatar qualquer multa ou
reclamação oriunda do Juizado de Menores ou outra autoridade competente, ainda que desta(s) conste como
infratora a LOCADORA, comprovado que no dia e hora marcados no documento o imóvel encontrava-se locado
para o LOCATÁRIO, sendo que tal cláusula é específica para os contratos em que o LOCATÁRIO é o
responsável pela distribuição de bebidas alcoólicas aos convidados;

6
e) Observar o cumprimento do disposto na Lei 3.857/60 e das Portarias números 3346 e 3347, ambas de
30.09.1986, do Ministério do Trabalho, que determinam a obrigatoriedade dos músicos estarem habilitados, em
dia com suas obrigações perante a Ordem dos Músicos do Brasil e cientes do obrigatório porte da carteira de
músico expedida por aquele órgão, para o exercício de sua atividade profissional. O LOCATÁRIO obriga-se
ainda a acatar qualquer multa ou reclamação vinda por parte da Ordem dos Músicos do Brasil, ainda que conste
do referido documento, na qualidade de infratora, a LOCADORA, desde que comprovado que no dia e hora
marcados no documento o imóvel encontrava-se locado para o LOCATÁRIO;
f) Não ceder, no todo ou em parte, os direitos e obrigações deste contrato;
g) É vedada a utilização pelo LOCATÁRIO ou por seu preposto nomeado ou por prestadores de serviços por ele
contratado(s) ou por seus convidados, de fogos de artifício, fogo frio, faísca, chama incandescente, conforme
normas estabelecidas pelas Autoridades de Segurança Pública competentes, sendo de total responsabilidade
do LOCATÀRIO as conseqüências e responsabilidades oriundas do desrespeito à esta norma;
h) Para os eventos públicos, tais como shows e festas com vendagem ou distribuição de ingressos, organizados
pelo LOCATÀRIO, caberá única e exclusivamente à este, a obrigatoriamente avisar à Divisão de Operações de
Tráfego da Secretária Municipal de Trânsito e Transportes da Prefeitura Municipal de Uberlândia ( Disk-Settran:
0800-9401215 / 3215-8066 – Avenida Rondon Pacheco, nº 3.801 – Bairro Cazeca ) sobre a existência do
evento, solicitando formalmente, por escrito e com visto e carimbo de protocolo, monitoramento dos Agentes de
Trânsito para o horário de pico do evento, e, se for o caso, pegar autorização formal e por escrito, junto à este
órgão para o fechamento da rua, de acordo com as normas de trânsito e posturas vigentes no município. O não
cumprimento desta norma legal e obrigatória poderá acarretar multas previstas pelas autoridades competentes e
serão inteiramente devidas e assumidas pelo LOCATÀRIO, ainda que por desconhecimento deste Contrato, tais
autoridades a destinem ao LOCADOR;
i) Seguir com todo o rigor o cumprimento da "Lei da Meia Entrada" para estudantes, isentando a LOCADORA de
quaisquer ônus ou responsabilidades oriundos do desrespeito parcial ou total desta referida Lei, se obrigando a
acatar qualquer multa, notificação ou reclamação oriunda da autoridade competente, ainda que nesta(s) conste
como infratora a LOCADORA, pois comprovado fica que no dia e hora marcados no documento, o imóvel
encontrava-se sob a posse, com direito de uso do LOCATÁRIO.

Cláusula Sexta – DA DESISTÊNCIA DO CONTRATO:

A desistência de realizar o evento ou a alteração de sua data deverá ser comunicada pelo LOCATÁRIO à
LOCADORA, através de notificação, no prazo máximo de 07 (sete) dias, contados da assinatura deste instrumento.

Parágrafo primeiro:

Caso a desistência ocorra num prazo superior ao previsto no caput o LOCATÁRIO não terá direito à restituição de
eventuais valores pagos, admitindo-se, no entanto, e sem nenhuma perda, a cessão dos direitos do LOCATÁRIO a
terceiro, desde que o evento seja da mesma natureza.

Parágrafo segundo:

Greves, revoltas, conturbações sociais que, porventura, venham a alterar ou prejudicar a data marcada para o
evento, não implica em direito do LOCATÁRIO de realizar o evento em data diversa da avençada.

Cláusula sétima – DO FORO:

Elegem as partes o foro da comarca de Uberlândia, Estado de Minas Gerais, para esclarecer e dirimir quaisquer
dúvidas e/ou litígios oriundos do presente contrato, com renúncia expressa a qualquer outro, por mais privilegiado
que seja.

Assim justos e avençados, firmam o presente contrato, em duas vias de igual teor e forma, na presença de duas
testemunhas que a tudo assistiram.

Uberlândia/MG, ___ de ________de 200_.

LOCADORA: ACR – Empreendedora de Eventos Ltda.

LOCATÁRIA:

TESTEMUNHAS:

7
4 0 .0

1.155 m

Rampa 17.45

67.5
RAMPA
1 3 .0

Rampa

1 .7 0
8.35

Mesanino

R A M PA
13.80
2 0 .8 5

A LM O X A R IFA D O
2 9 .3 0

2 9 .5 0
A N EXO

Secretaria
04 Salas de
Apoio
200 m2
13.70
Sanitários
Mesanino 10.0
20.23 510 m coberto 15.06