Anda di halaman 1dari 52

101Q432042

Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Na construção da estrutura de embarcações, é comum empregar ligas de alumínio em substituição às ligas de aço. Esse
fato ocorre, principalmente, porque as ligas de alumínio, em relação às ligas de aço, possuem
a)
melhor soldabilidade
b)
menor peso específico
c)
menor resistência à corrosão
d)
maior limite de resistência ao escoamento
e)
maior resistência à fadiga
102Q432043
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Quais elementos estruturais contribuem significativamente para a resistência longitudinal da estrutura do casco de um
navio?
a)
Quilha e sicordas
b)
Quilha e cavernas
c)
Cavernas e sicordas
d)
Cavernas e vaus
e)
Sicordas e vaus
103Q432044
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere a curva tensão (s) versus deformação (e) para um corpo de prova de aço-carbono dúctil, ilustrada no
gráfico abaixo, para responder
a questão.
Se o ponto M representa o limite de proporcionalidade, a declividade da curva (θ) define para o aço-carbono a(o) sua(seu)
a)
dureza Brinell
b)
dureza Rockwell
c)
coeficiente de Poisson
d)
módulo de resiliência
e)
módulo de Young
104Q432045
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A fase de estricção do material (diminuição do diâmetro do corpo de prova) ocorre na região da curva localizada entre os
pontos
a)
MeN
b)
NeO
c)
OeP
d)
PeQ
e)
QeR
105Q432046
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Os prumos são elementos estruturais utilizados para aumentar a rigidez do chapeamento
a)
das anteparas
b)
do fundo
c)
do teto do duplo fundo
d)
do costado
e)
dos conveses
106Q432047
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em um projeto da estrutura de um navio, estão presentes as seguintes situações.
• As unidades de chapeamento do fundo principal possuem comprimento na direção longitudinal cinco vezes maior que
seu comprimento da direção transversal.
• As unidades de chapeamento do convés possuem comprimento na direção transversal cinco vezes maior que seu
comprimento da direção longitudinal.
Analisando-se essas situações, constata-se que os sistemas de cavernamento desse navio para o fundo e para o convés são,
respectivamente,
a)
longitudinal e transversal
b)
longitudinal e misto
c)
misto e transversal
d)
misto e longitudinal
e)
transversal e longitudinal
107Q432048
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As chapas de aço recebidas no estaleiro, antes de irem para a oficina de pré-fabricação, passam pelo processo
esquematizado na figura abaixo.

Esse processo tem por objetivo


a)
ajustar a espessura das chapas
b)
ajustar o comprimento e a largura das chapas
c)
promover o desempeno das chapas
d)
preparar a superfície para pintura
e)
remover eventuais carepas de laminação
108Q432049
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Deseja-se cortar para a fabricação da estrutura de um navio 15 peças que totalizam 21,6 m² . A chapa utilizada nesse
processo tem 36 m² . Se a eficiência da operação de nesting é igual a 75%, qual a sobra útil da chapa em m² ?
a)
4,0
b)
4,8
c)
5,5
d)
6,4
e)
7,2
109Q432050
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A data chave que marca o início da construção de um navio, no dique ou na carreira, denomina-se
a)
batimento de quilha
b)
lançamento
c)
docagem
d)
entrega
e)
desdocagem
110Q432051
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O corte das chapas de aço e de alumínio num estaleiro pode ser realizado por processos mecânicos e térmicos. Para o
corte mecânico, utilizam-se normalmente quais máquinas?
a)
Calandra e prensa
b)
Calandra e guilhotina
c)
Prensa e guilhotina
d)
Serra e calandra
e)
Serra e guilhotina
111Q432052
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Dentro das oficinas de estruturas navais dos estaleiros, é comum realizar a movimentação e elevação de pesos através de
equipamentos que requerem suporte em ambos os lados, ao longo de todo comprimento a ser percorrido na oficina.
Esse equipamento denomina-se
a)
guindaste
b)
guincho
c)
pórtico
d)
ponte rolante
e)
mesa com roldanas
112Q432053
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A pilha eletrolítica formada pelos eletrodos Fe2+ + 2e- → Fe e Cu2+ + 2e- → Cu, com potenciais de redução
respectivamente iguais a – 0,44 V e + 0,34 V, tem força eletromotriz, em V, igual a
a)
+ 0,78
b)
+ 0,39
c)
+ 0,34
d)
– 0,44
e)
– 0,88
113Q432054
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O componente das tintas, responsável direto pela continuidade e formação da película, é denominado
a)
aditivo
b)
solvente
c)
pigmento
d)
veículo volátil
e)
veículo não volátil
114Q432055
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O semáforo apresentado na figura abaixo tem massa igual a 20 kg.

O tubo AB está em balanço (engastado em A e livre em B) e possui massa igual a 2 kg/m distribuída uniformemente ao
longo do seu comprimento. Se a aceleração da gravidade no local é g = 10 m/s² , qual o valor, em N.m, do máximo
momento fletor atuante no tubo AB?
a)
1.000
b)
1.100
c)
1.250
d)
1.500
e)
1.600
115Q432056
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A barra circular maciça, ilustrada na figura abaixo, tem os trechos AB e BC fabricados em aço.

São aplicadas forças axiais nas seções transversais A, B e C. Se a tensão normal admissível para o aço for 120 MPa, o
valor do menor diâmetro permissível da barra, em mm, é igual a
a)

b)

c)

d)

e)

116Q432057
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As figuras abaixo ilustram duas seções em corte de chapas de aço.

Utilizam-se, respectivamente, em (I) e (II), como cama de revestimento e proteção contra a corrosão, o zinco e o estanho.
Se, em ambas as situações, houver um risco nas camadas de proteção e revestimento, de modo a expor o aço a um
ambiente corrosivo, tem-se corrosão do aço em
a)
I, apenas, pois a camada de zinco atua como anodo.
b)
I, apenas, pois a camada de zinco atua como catodo.
c)
II, apenas, pois a camada de estanho atua como anodo.
d)
II, apenas, pois a camada de estanho atua como catodo.
e)
I e II, pois ambas as camadas atuam como catodo.
117Q432058
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Na utilização do método de construção por seções de um navio, deve-se considerar que esse método
a)
diminui o grau de acabamento dos blocos em oficina.
b)
inviabiliza a edificação dos blocos do navio na carreira.
c)
minimiza o tempo de construção do navio no dique.
d)
impossibilita que a instalação de redes seja feita dentro das oficinas.
e)
independe da capacidade de manobra de peso existente na carreira.
118Q432059
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Num desenho de estruturas navais, a simbologia utilizada para indicar a posição da espessura de peças estruturais, em
relação à linha moldada, é
a)

b)

c)
d)

e)

119Q432060
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As seções de chapeamento e de elementos estruturais não visíveis numa correspondente vista de um desenho de estruturas
navais são representadas por linhas do tipo
a)
contínua
b)
tracejada
c)
traço ponto
d)
traço dois pontos
e)
ruptura
120Q432061
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Num desenho com o programa AutoCAD, deseja-se remover o trecho BC da reta AC, ilustrada na figura abaixo.

Para tanto, traça-se a reta auxiliar DE passando pelo ponto B. Em seguida, realiza-se a operação desejada: Comando >
Seleção da reta DE > Remoção do trecho BC. O comando descrito para essa operação denomina-se
a)
chamfer
b)
extend
c)
offset
d)
regen
e)
trim
Respostas 101: 102: 103: 104: 105: 106: 107: 108: 109: 110: 111: 1
12: 113: 114: 115: 116: 117: 118: 119: 120:
BETA

121Q432062
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Qual a denominação dada à parte do casco de um navio localizada acima do seu plano de flutuação q uando ele se encontra
em condição de plena carga?
a)
Bojo
b)
Linha d’água
c)
Obras mortas
d)
Popa
e)
Proa
122Q432063
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O ensaio de tração de uma liga de aço-carbono permite determinar algumas propriedades mecânicas desse
metal,EXCETO a(o)
a)
dureza
b)
resiliência
c)
limite de escoamento
d)
limite de resistência
e)
módulo de elasticidade
123Q432064
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação à influência da distância e à posição da fonte de radiação, peça e filme num ensaio por raio X, analise as
afirmativas a seguir.
I - A imagem da peça no filme torna-se maior que a própria peça, à medida que aumenta a distância entre a peça e o
filme.
II - A distorção lateral da peça no filme diminui, à medida que se posiciona a fonte geradora de radiação o mais
perpendicular possível em relação à base da peça e ao filme.
III - A distorção da imagem da peça no filme diminui, à medida que se aumentam as dimensões da fonte geradora de
radiação.
Está correto o que se afirma em
a)
II, apenas.
b)
I e II, apenas.
c)
I e III, apenas.
d)
II e III, apenas.
e)
I, II e III.
124Q432065
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Nos eletrodos revestidos, o dióxido de titânio e o óxido de ferro são, respectivamente, os principais componentes de quais
revestimentos?
a)
Ácido e básico
b)
Ácido e celulósico
c)
Celulósico e básico
d)
Rutílico e básico
e)
Rutílico e ácido
125Q432066
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere a simbologia de soldagem intermitente apresentada a seguir.

Nesse caso, o comprimento entre centros de soldas é igual a


a)
50
b)
100
c)
150
d)
200
e)
250
126Q432067
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
De acordo com a classificação adotada pela norma AWS (American Welding Society), o eletrodo E7018 possui limite de
resistência à tração mínimo do metal de solda, em ksi, igual a
a)
18
b)
52
c)
70
d)
79
e)
88
127Q432068
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As figuras abaixo apresentam as geometrias de três corpos de prova utilizados em ensaios Charpy.

Correspondem, respectivamente, aos tipos de entalhe A, B e C desse ensaio os corpos de prova


a)
I, II e III
b)
I, III e II
c)
II, I e III
d)
II, III e I
e)
III, II e I
128Q432069
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais

A figura abaixo apresenta duas graduações correspondentes de um mesmo escalímetro.

Se a graduação (I) é equivalente a uma escala de redução 1/100, qual a escala correspondente à graduação (II)?
a)
1/20
b)
1/25
c)
1/50
d)
1/75
e)
1/125
129Q432070
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em Metrologia, são consideradas unidades de base do Sistema Internacional de Medidas:
a)
área, aceleração e quilograma
b)
área, segundo e aceleração
c)
aceleração, quilograma e metro
d)
metro, quilograma e segundo
e)
metro, área e segundo
130Q432071
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A seção mestra de um navio é determinada, no seu casco, por meio de um plano
a)
transversal na seção da proa
b)
transversal na seção de meia nau
c)
transversal na seção da popa
d)
longitudinal na seção de meia nau
e)
longitudinal na seção da proa
131Q432072
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Uma balsa com a geometria de um paralelepípedo tem 80 m de comprimento e 25 m de boca moldada. Se ela flutua com
calado uniforme igual a 3,5 m, qual o valor do seu coeficiente prismático longitudinal?
a)
0,80
b)
0,85
c)
0,90
d)
0,95
e)
1,00
132Q432073
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No custo da qualidade de um produto, compõem os custos de prevenção:
a)
aferição e calibração de equipamentos de medição
b)
avaliação de mudanças no processo
c)
emissão de procedimentos de auditoria e inspeção
d)
planejamento de atividade de avaliação
e)
correção de peças defeituosas
133Q432074
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A figura abaixo ilustra o processo de construção de um polígono regular inscrito numa circunferência.

Nesse processo, traçam-se o diâmetro AB e o raio OC, que lhe é perpendicular, e divide-se OB pela metade em D.
Tomando D como centro e com um raio DC, traça-se o arco CE que intercepta AB em E. Tomando C como centro e com
um raio CE, traça-se o arco EF, que intercepta a circunferência em F. A qual polígono regular inscrito na circunferência
pertence o segmento de reta CF?
a)
Pentágono
b)
Hexágono
c)
Heptágono
d)
Octógono
e)
Eneágono
134Q432075
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A NR 34 (Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval) estabelece as medidas
de proteção de ordem geral e as específicas, aplicáveis às atividades inerentes ao trabalho a quente. Segundo essa norma,
considera-se uma medida de ordem geral, EXCETO
a)
controle de fumos e contaminantes decorrentes dos trabalhos a quente.
b)
proteção contra incêndio nos locais onde se realiza o trabalho a quente.
c)
utilização de gases nos trabalhos a quente.
d)
inspeção preliminar nos locais onde se realiza o trabalho a quente.
e)
sinalização e isolamento da área onde se realiza o trabalho a quente.
135Q432076
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A figura abaixo ilustra um micrômetro de resolução centesimal utilizado na medição da espessura (D) de uma peça.

Qual o valor, em mm, da espessura (D) indicada pelo micrômetro?


a)
13,30
b)
13,80
c)
14,00
d)
14,30
e)
14,80
136Q432077
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A figura abaixo ilustra uma ferramenta de qualidade utili- zada para o levantamento de dados sobre o número de
ocorrências na produção de peças estruturais.

Essa ferramenta denomina-se


a)
histograma
b)
diagrama de causa e efeito
c)
diagrama de dispersão
d)
lista de verificação
e)
estratificação
137Q234043
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O elemento estrutural que concorre, primariamente, para a resistência aos esforços longitudinais da viga navio é a
a)
borboleta
b)
caverna
c)
hastilha
d)
longarina
e)
vau
138Q234044
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação ao emprego dos pés-de-carneiro, analise as afirmativas a seguir.

I - Os pés-de-carneiro aumentam os pontos de apoio dos vaus e sicordas.

II - Os pés-de-carneiro subdividem o espaço interno do navio em compartimentos.

III - Os pés-de-carneiro suportam cargas concentradas sobre os conveses.

IV - Os pés-de-carneiro suportam cargas dinâmicas causadas por motores propulsores.

Está correto o que se afirma em


a)
I e III, apenas.
b)
II e IV, apenas.
c)
I, II e III, apenas.
d)
II, III e IV, apenas.
e)
I, II, III e IV
139Q234045
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A fiada de chapas do trincaniz é um componente da estrutura de um navio pertencente à(ao)
a)
antepara
b)
bojo
c)
convés
d)
costado
e)
fundo
140Q234046
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O processo de conformação mecânica, no qual o metal é forçado a passar entre dois cilindros, girando em sentidos
opostos, com a mesma velocidade superficial, distanciados entre si a uma distância menor que o valor da espessura da
peça a ser deformada, é denominado
a)
estampagem
b)
forjamento
c)
fundição
d)
laminação
e)
repuxamento
Respostas 121: 122: 123: 124: 125: 126: 127: 128: 129: 130: 131: 13
2: 133: 134: 135: 136: 137: 138: 139: 140:
BETA

141Q234047
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere o diagrama tensão-deformação para os dois tipos de aços apresentados na figura abaixo.
Se, na fase elástica, a área sob a curva tensão-deformação para o aço 1 (alto carbono) é maior que para o aço 2 (baixo
carbono), conclui-se que o aço 1, em relação ao aço 2, é
a)
menos tenaz
b)
menos resiliente
c)
mais ductil
d)
mais tenaz
e)
mais resiliente
142Q234048
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O bronze é uma importante liga metálica, com aplicações especiais na construção naval, que tem como base a mistura de
a)
cobre e estanho
b)
cobre e zinco
c)
estanho e chumbo
d)
manganês e chumbo
e)
manganês e zinco
143Q234049
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A resistência longitudinal em navios com cavernamento transversal é garantida pelo chapeamento do costado, do fundo e
do teto do duplo fundo, dos conveses, e por reforçadores longitudinais pesados, EXCETO

a)
a quilha localizada no fundo
b)
as longarinas localizadas no fundo
c)
as escoas localizadas no costado
d)
as sicordas localizadas no convés
e)
os vaus localizados no convés
144Q234050
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação ao projeto estrutural de embarcações, considere as afirmativas a seguir.

I - As unidades de chapeamento são porções do chapeamento delimitadas por perfis adjacentes, apresentando para o
sistema de cavernamento longitudinal, o lado longo na direção transversal da embarcação.

II - O sistema de cavernamento misto representa uma evolução do projeto estrutural de embarcações que se aproveita de
dois sistemas de cavernamento: o cavernamento transversal e o cavernamento longitudinal.

III - Os perfis leves, separados por menor espaçamento, agem como suporte para o chapeamento, e os perfis pesados,
separados por maiores espaçamentos, suportam o chapeamento e os perfis leves que neles se apoiam.
Está correto o que se afirma em

a)
II, apenas.
b)
I e II, apenas.
c)
I e III, apenas.
d)
II e III, apenas
e)
I, II e III
145Q234051
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere as etapas de fabricação da estrutura do casco de uma embarcação apresentadas a seguir

1 - Equipagem
2 - Submontagem
3 - Tratamento de chapas e perfis
4 - Fabricação de componentes
5 - Edificação
6 - Montagem

A ordem sequencial correta, da primeira para a última etapa da fabricação, é:


a)
1,2,5,3,6e4
b)
1,3,2,4,5e6
c)
3,2,4,6,1e5
d)
3,4,2,6,5e1
e)
5,3,4,1,2e6
146Q234052
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O plano que esquematiza de forma simplificada todas as chapas que compõem o casco de uma embarcação denomina-se
plano de
a)
linhas
b)
arranjo geral
c)
seção mestra
d)
perfil estrutural
e)
expansão do chapeamento
147Q234053
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
É uma tarefa específica atribuída à oficina de fabricação do casco de uma embarcação:
a)
corte de chapas e cavernas
b)
instalação de dutos de ar condicionado
c)
instalação de máquinas principais e auxiliares
d)
montagem e instalação de tubulações
e)
pintura de acabamento
148Q234054
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No sistema de construção em blocos de um navio, o método de construção por pirâmide caracteriza-se por posicionar,
primeiramente, no dique ou na carreira, os blocos
a)
da superestruturade
b)
de popa
c)
de proa
d)
mais altos
e)
próximos da quilha
149Q234055
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O método de construção de navios por seções, quando comparado ao método de construção por blocos, tem como
característica a
a)
menor precisão na fabricação das peças estruturais
b)
utilização de técnicas menos sofisticadas de soldagem
c)
necessidade de sistemas de movimentação de carga de menor capacidade
d)
realização da equipagem das seções dentro das oficinas
e)
realização da união dos blocos estruturais na carreira ou no dique
150Q234056
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A pré-equipagem de um bloco estrutural tem como resultado a(o)
a)
diminuição do seu peso, somente.
b)
diminuição dos seus peso e grau de acabamento.
c)
diminuição do seu peso e aumento do seu grau de acabamento.
d)
aumento do seu peso, somente.
e)
aumento dos seus peso e grau de acabamento.
151Q234057
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No sistema de cavernamento transversal, as cavernas são dispostas em espaçamentos curtos e têm como finalidade
suportar o chapeamento do
a)
bojo
b)
convés
c)
costado
d)
duplo fundo
e)
fundo
152Q234058
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere a viga de aço maciça (E aço = 200GPa) com seção transversal circular constante engastada numa extremidade e
livre na outra.

Os valores do comprimento (L) e do diâmetro (d) da viga são, respectivamente, 4 m e 80 mm.


Qual a carga axial de compressão máxima (P), em newtons, que poderá ser aplicada à viga, admitindo -se um fator de
segurança igual a 2?
a)
500 π3
b)
1.000 π3
c)
1.500 π3
d)
2.000 π3
e)
2.500 π3
153Q234059
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Uma viga em balanço de seção transversal constante é submetida a um carregamento linear uniforme Q, ao longo do seu
comprimento L.
O valor do momento fletor máximo atuante nessa viga é dado pela expressão
a)
2 QL2
b)
QL2
c)
QL2 /2
d)
QL2 /3
e)
QL2 /4
154Q234060
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Quais materiais são utilizados como anodos de sacrifício para a proteção de estruturas metálicas em aço de navios e
plataformas submersas na água do mar?
a)
Alumínio e cobre
b)
Alumínio e zinco
c)
Magnésio e cobre
d)
Magnésio e ferro fundido
e)
Zinco e ferro fundido
155Q234061
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em atmosferas marinhas de elevada agressividade, recomenda-se a utilização de tintas que exerçam um mecanismo de
proteção anticorrosiva.
Nesse contexto, esse mecanismo deve estar presente na tinta
a)
intermediária, somente
b)
de acabamento, somente
c)
de fundo, somente
d)
de fundo e de acabamento
e)
intermediária e de acabamento
156Q234062
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Duas placas de cobre de 5 m 2 de área cada são justapostas e unidas por 40 rebites de aço de 10 mm de diâmetro.
Considerando que esse conjunto está imerso na água do mar, tem-se, para os rebites, uma taxa de corrosão
a)
baixa, pois a área anódica é maior que a área catódica.
b)
baixa, pois a área anódica é menor que a área catódica.
c)
baixa, pois a área anódica é igual a área catódica.
d)
alta, pois a área anódica é maior que e área catódica.
e)
alta, pois a área anódica é menor que a área catódica.
157Q234063
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais

As figuras I, II e III acima indicam três tipos de elementos estruturais constantes de um desenho naval.
São eles, respectivamente:
a)
cantoneira, perfil tipo T e perfil tipo bulbo
b)
perfil tipo bulbo, cantoneira e perfil tipo T
c)
perfil tipo bulbo, perfil tipo T e cantoneira
d)
perfil tipo T, cantoneira e perfil tipo bulbo
e)
perfil tipo T, perfil tipo bulbo e cantoneira
158Q234064
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais

A representação gráfica apresentada na figura acima indica, em um desenho de estrutura naval, a simbologia de uma
a)
emenda de bloco
b)
linha de base
c)
mudança de plano
d)
peça passante
e)
posição de espessura
159Q234065
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Num desenho de estruturas navais com o programa AutoCAD, deseja-se construir uma matriz de objetos com 5 linhas e 3
colunas a partir de um único objeto que, nesse caso, é uma cantoneira de abas iguais.
Nesse contexto, o comando adequado a esse fim é o
a)
arc
b)
array
c)
explode
d)
move
e)
trim
160Q234066
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A parte da carena do navio, formada pelo contorno de transição entre a sua parte quase horizontal e sua parte quase
vertical, é denominada
a)
alheta
b)
bochecha
c)
bojo
d)
cintado
e)
costado
Respostas 141: 142: 143: 144: 145: 146: 147: 148: 149: 150: 151: 1
52: 153: 154: 155: 156: 157: 158: 159: 160:
BETA

161Q234067
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O ensaio por líquido penetrante tem por objetivo detectar descontinuidades superficiais que estejam abertas na superfície
de uma peça. Para esse ensaio, considere as etapas a seguir.

1 – Inspeção da peça
2 – Remoção do excesso de penetrante
3 – Preparação e limpeza da superfície
4 – Aplicação do líquido penetrante
5 – Aplicação do revelador

A ordem sequêncial correta de execução desse ensaio, da primeira para a última etapa, é:
a)
1,2,3,5e4
b)
2,4,3,1e5
c)
2,5,4,3e1
d)
3,2,5,1e4
e)
3,4,2,5e1
162Q234068
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O ensaio de impacto consiste em medir a quantidade de energia absorvida por uma amostra do material, quando
submetida à ação de um esforço de choque de valor conhecido.
São exemplos desse tipo de ensaio:
a)
Brinell e Rockwell
b)
Brinell e Vickers
c)
Charpy e Izod
d)
Charpy e Rockwell
e)
Vickers e Izod
163Q234069
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O ensaio por partícula magnética é um tipo de ensaio não destrutivo aplicável ao
a)
alumínio
b)
aço carbono
c)
cobre
d)
chumbo
e)
zinco
164Q234070
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere a solda de filete intermitente apresentada na figura abaixo.

A simbologia correspondente a essa aplicação é dada por


a)

b)

c)

d)

e)

165Q234071
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A posição da peça a ser soldada e do eixo da solda deter-minam as posições de soldagem que são designadas por um
dígito seguido de uma letra
Para a figura acima, as peças I, II e III correspondem, respectivamente, as posições
a)
1F, 2F e 3F
b)
3F, 2F e 1F
c)
3F, 4F e 1F
d)
4F, 1F e 2F
e)
4F, 3F e 2F
166Q234072
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação ao processo de soldagem com eletrodo revestido, considere as afirmativas a seguir.

I - O revestimento tem o objetivo de reduzir o nível de respingos e fumos.

II - O revestimento é responsável pela formação da camada de escória protetora.

III - O revestimento tem o objetivo de diminuir a velocida-de de resfriamento da solda.

IV - O revestimento fornece metal de adição para enchimento da junta.

Está correto o que se afirma em


a)
I e IV, apenas.
b)
II e III, apenas.
c)
I, II e III, apenas.
d)
II, III e IV, apenas.
e)
I, II, III e IV.
167Q234073
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Qual a relação correta entre os tamanhos de formatos de papel para a execução de desenhos técnicos, recomendados pela
norma ABNT?
a)
A4 = A5 + 3 x A3
b)
A3 = A4 + 2 x A5
c)
A2 = A3/2 + A4 +A5
d)
A1 = A2 + A3 + 3 x A4
e)
A0 = A1 + A2/2 + A3
168Q234074
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A projeção ortográfica de um círculo cujo plano não é nem paralelo nem ortogonal ao plano de projeção será um(a)
a)
elipse
b)
círculo
c)
ponto
d)
segmento circular
e)
segmento de reta
169Q234075
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Um perfil do tipo T possui alma com altura igual a 4 polegadas por 3/8 de polegadas de espessura e flange com largura
igual a 2 polegadas por 1/2 polegada de espessura. Convertendo essas dimensões para o Sistema Internacional de
Unidades, temos
a)
altura da alma igual a 50,8 mm
b)
altura da alma igual a 76,2 mm.
c)
espessura da alma igual a 9,525 mm.
d)
espessura do flange igual a 6,35 mm.
e)
largura do flange igual a 76,2 mm.
170Q234076
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A distância medida verticalmente, de cima para baixo, a meia nau, da parte superior da linha do convés até a superfície da
água é denominada
a)
boca
b)
borda livre
c)
calado
d)
linha de flutuação
e)
pontal
171Q234077
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere o paquímetro abaixo utilizado para medir uma peça.
Levando-se em conta as leituras indicadas na escala fixa e no nônio, qual o valor, em mm, da medida da peça?
a)
21,60
b)
22,00
c)
22,50
d)
22,65
e)
23,00
172Q234078
Engenharia Naval
Ano: 2012
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Uma embarcação possui comprimento entre perpendiculares e boca moldada, respectivamente, iguais a 120 m e 20 m.
Se o coeficiente de bloco é de 0,85 e o deslocamento em água doce igual a 10.200 toneladas, qual o valor do calado, em
metros, da embarcação para essa condição?
a)
5,00
b)
5,25
c)
5,80
d)
6,25
e)
6,50
173Q431582
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O chapeamento das anteparas estruturais de um navio é reforçado através da colocação de perfis dispostos verticalmente,
denominados
a)
borboletas
b)
escoas
c)
prumos
d)
travessas
e)
vaus
174Q431583
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Para amortecer a amplitude do movimento de balanço de um navio, são utilizadas, perpendicularmente ao seu casco, na
altura da curva do bojo, no sentido longitudinal e em ambos os bordos, peças estruturais denominadas
a)
bolinas
b)
buchas
c)
vigias
d)
verdugos
e)
pés de galinha
175Q431584
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Um dos tratamentos térmicos mais importantes, utilizados em ligas de aço, é a têmpera. Esse tratamento tem como
inconveniente a geração de tensões internas no material, em grande intensidade, que exigem um outro tratamento térmico
corretivo posterior, que é a(o)
a)
austêmpera
b)
normalização
c)
endurecimento
d)
recozimento
e)
revenido
176Q431585
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O projeto de uma embarcação prevê a substituição do aço empregado na construção do convoo e da superestrutura por
uma liga de alumínio naval. Essa medida visa, essencialmente, a
a)
aumentar o peso e a reduzir a posição vertical do centro de gravidade da estrutura.
b)
aumentar o peso e a aumentar a posição vertical do centro de gravidade da estrutura.
c)
reduzir o peso e a reduzir a posição vertical do centro de gravidade da estrutura.
d)
reduzir o peso e a aumentar a posição vertical do centro de gravidade da estrutura.
e)
reduzir o peso e a manter a posição vertical do centro de gravidade da estrutura.
177Q431586
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A propriedade segundo a qual um metal acumula energia quando sofre deformação elástica, retornando à sua forma
original após aliviar-se dessa energia, é denominada
a)
ductilidade
b)
dureza
c)
fluência
d)
resiliência
e)
tenacidade
178Q431587
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O sistema de construção transversal de um navio é caracterizado por apresentar muitos reforçadores
a)
leves, dispostos na direção longitudinal, sendo suportados por poucos reforçadores pesados na direção longitudinal.
b)
leves, dispostos na direção transversal, sendo suportados por poucos reforçadores pesados na direção longitudinal.
c)
leves, dispostos na direção transversal, sendo suportados por poucos reforçadores pesados na direção transversal.
d)
pesados, dispostos na direção transversal, sendo suportados por poucos reforçadores leves na direção longitudinal.
e)
pesados, dispostos na direção longitudinal, sendo suportados por poucos reforçadores leves na direção transversal.
179Q431588
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No sistema de construção longitudinal, diversos elementos estruturais são responsáveis por proporcionarem resistência
longitudinal da viga navio. Um elemento que contribui para essa resistência é a(o)
a)
caverna
b)
escoa
c)
hastilha
d)
quilha
e)
vau
180Q431589
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No processo de fabricação da estrutura de um navio, são utilizados diferentes tipos de desenhos. Aquele que apresenta, de
forma simplificada, todas as chapas que compõem o casco do navio é denominado plano de
a)
arranjo geral
b)
capacidade
c)
expansão do chapeamento
d)
perfil estrutural
e)
seção mestra
Respostas 161: 162: 163: 164: 165: 166: 167: 168: 169: 170: 171: 17
2: 173: 174: 175: 176: 177: 178: 179: 180:
BETA

181Q431590
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A figura abaixo apresenta quatro tipos de perfis utilizados como reforços no chapeamento de um navio.

Correspondem a uma barra chata e a um perfil tipo bulbo, respectivamente, os perfis


a)
1e2
b)
1e3
c)
3e2
d)
4e2
e)
4e3
182Q431591
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Numa oficina de fabricação de estruturas navais, o equipamento empregado para fabricação de curvaturas cônicas ou
cilíndricas em chapas de aço é a(o)
a)
calandra
b)
guilhotina
c)
mandrilhadeira
d)
prensa
e)
torno
183Q431592
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Sobre edificação de estruturas navais em carreiras e diques, analise as afirmativas a seguir.
I - O método de construção por seções, quando comparado aos demais métodos, minimiza o tempo de utilização da
carreira ou do dique.
II - Os diques são amplamente utilizados na construção de grandes embarcações e plataformas de petróleo, dada a
facilidade do seu terreno plano.
III - A carreira deve ter uma inclinação acentuada a ?m de fazer o navio deslizar com velocidade su?ciente para vencer a
resistência imposta pela água.
Está correto o que se afirma em
a)
I, apenas.
b)
I e II, apenas.
c)
I e III, apenas.
d)
II e III, apenas.
e)
I, II e III.
184Q431593
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O nesting é a operação de dispor as peças a serem fabricadas em um determinado arranjo, visando ao melhor
aproveitamento de corte da chapa.
Nesse sentido, considere 5 peças a serem fabricadas que totalizam 15 m² . Para a fabricação, é utilizada uma chapa de aço
de 30 m² .
Sabendo que a sobra útil da chapa totalizou 5 m² , qual a eficiência da operação de nesting?
a)
30%
b)
40%
c)
50%
d)
60%
e)
70%
185Q431594
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A pré-equipagem, na construção por blocos de um navio, tem como propósito diminuir
a)
o tempo de utilização da carreira ou do dique
b)
o tempo de trabalho na oficina de fabricação
c)
a utilização dos equipamentos das oficinas
d)
os níveis de tolerâncias dimensionais dos blocos
e)
as dimensões e o peso dos blocos
186Q431595
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Uma barra de aço (E = 200GPa), com seção transversal quadrada de dimensões 100 mm x 100 mm, tem comprimento
igual a 1 m e está sujeita a uma força axial de tração de 100 kN. Qual o valor, em milímetros, do alongamento axial da
barra?
a)
0,05
b)
0,10
c)
0,15
d)
0,20
e)
0,25
187Q431596
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
No estudo da corrosão, as pilhas têm como característica fundamental a diferença de potencial existente entre os eletrodos.
Para as pilhas eletrolíticas, essa diferença é proveniente
a)
da diferença de temperatura existente entre os eletrodos
b)
de eletrodos constituídos de diferentes substâncias
c)
de uma fonte de energia externa aplicada aos eletrodos
d)
dos níveis diferentes de concentração do eletrólito
e)
dos teores diferentes de gases dissolvidos no eletrólito
188Q431597
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Uma viga biapoiada com 9 metros de comprimento é submetida a um carregamento que varia linearmente de 0 a 100 kN,
conforme a figura abaixo.
Quais os valores, em kN, das reações nos apoios X e Y, respectivamente?
a)
150 e 300
b)
175 e 275
c)
200 e 250
d)
225 e 225
e)
250 e 200
189Q431598
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Considere a junta rebitada submetida a uma carga F aplicada, conforme a figura abaixo.

Se os rebites possuem seção transversal circular de diâmetro igual a D, o valor da tensão de cisalhamento vale
a)

b)
c)

d)

e)

190Q431599
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação aos sistemas de proteção catódica, analise as afirmações a seguir.
I - O sistema por corrente impressa pode ser aplicado a estruturas em contatos com eletrólitos de baixa, média e alta
resistividade elétrica.
II - O sistema de proteção catódica galvânica caracteriza-se pelo ?uxo de corrente entre o metal a proteger e outro de
potencial mais negativo, que atua como anodo.
III - A escolha do sistema para a proteção catódica é função tanto dos aspectos técnicos (características da estrutura a
proteger e do meio onde for construída) quanto dos econômicos.
Está correto o que se afirma em
a)
I, apenas.
b)
I e II, apenas.
c)
I e III, apenas.
d)
II e III, apenas.
e)
I, II e III.
191Q431600
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O procedimento que especifica todos os detalhes técnicos envolvidos na aplicação de um revestimento à base de tintas nas
obras vivas de um navio constitui um(a)
a)
esquema de pintura
b)
aspersão simples
c)
pintura arquitetônica
d)
inspeção de pintura
e)
preparação da superfície
192Q431601
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As peças estruturais colocadas de proa a popa num convés ou numa coberta de um navio, ligando os vaus entre si, são
denominadas
a)
anteparas
b)
cavernas
c)
hastihas
d)
longarinas
e)
sicordas
193Q431602
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A figura abaixo representa o desenho naval de parte da estrutura de uma embarcação.

As simbologias (1) e (2) indicadas correspondem, respectivamente, a


a)
mudança de plano e emenda de chapa
b)
mudança de plano e peça passante
c)
peça não passante e emenda de chapa
d)
peça passante e peça não passante
e)
peça passante e mudança de plano
194Q431603
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Nos desenhos de estruturas navais, os contornos dos elementos não pertencentes ao desenho são do tipo
a)
contínua fina
b)
contínua grossa
c)
tracejado grossa
d)
traço ponto
e)
traço dois pontos
195Q431604
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Em relação aos desenhos assistidos por computador, analise as afirmativas a seguir.
I - A modelagem de desenhos tridimensionais é um recurso que possibilita o aumento da produtividade do projetista,
melhora a qualidade do projeto e a qualidade de comunicação.
II - Os objetos de mesmas características podem ser dispostos numa mesma camada (layer), pois assim é possível
modi?cá-los de uma só vez, em vez de alterar cada objeto individualmente.
III - Em modelos paramétricos, alterando-se o valor de um parâmetro, as demais dimensões correspondentes do modelo se
ajustam.
Está correto o que se afirma em
a)
I, apenas.
b)
I e II, apenas.
c)
I e III, apenas.
d)
II e III, apenas.
e)
I, II e III.
196Q431605
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
As partes curvas do costado localizadas em ambos os bordos de um navio, junto à sua roda de proa, são denominadas
a)
bochechas
b)
bojos
c)
través
d)
obras mortas
e)
obras vivas
197Q431606
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A medição de espessura da chapa de aço do costado de um navio pode ser realizada através de um ensaio não destrutivo
por ultrassom. Nesse contexto, o transdutor mais indicado para esse procedimento é o
a)
angular
b)
duplo-cristal
c)
monocristal
d)
normal
e)
reto
198Q431607
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
O ensaio não destrutivo por líquido penetrante tem por finalidade detectar descontinuidades abertas na superfície de
materiais sólidos.
Esse tipo de ensaio NÃO se aplica a
a)
aços inoxidáveis
b)
cerâmicas vitrificadas
c)
ligas alumínicas
d)
materiais magnéticos
e)
materiais porosos
199Q431608
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
A soldagem oxigás é o processo em que a união dos metais é obtida pelo aquecimento desses, com uma chama, até a
fusão. Nesse processo, utiliza-se normalmente como combustível o gás
a)
acetileno
b)
argônio
c)
hélio
d)
nitrogênio
e)
oxigênio
200Q431609
Engenharia Naval
Ano: 2011
Banca: CESGRANRIO
Órgão: Petrobras
Prova: Técnico de Projetos, Construção e Montagem Júnior - Estruturas Navais
Numa junta soldada, a descontinuidade planar caracterizada por uma ponta aguda e uma alta razão comprimento por
largura é denominada
a)
falta de penetração
b)
inclusão de escória
c)
mordedura
d)
porosidade
e)
trinca
Respostas 181: 182: 183: 184: 185: 186: 187: 188: 189: 190: 191: 1
92: 193: 194: 195: 196: 197: 198: 199: 200: