Anda di halaman 1dari 4

Aula 1 A Geografia: da Natureza à Sociedade

Por que estudar geografia?


Você certamente já teve curiosidade sobre coisas que cercam sua vida, não? Gosta de
observar, fazer perguntas. E isso é muito bom! Pois

1
a curiosidade é muito importante para entender
como tudo funciona, como os fenômenos da
natureza acontecem, como a humanidade evoluiu
até os dias de hoje.

Estudar geografia pode ser ao mesmo tempo,


muito instrutivo e divertido, pois ela o ajudará, em
grande parte, a encontrar respostas à várias dessas
perguntas sobre o mundo que nos cerca. E ainda
mais importante, vai despertar sua curiosidade, sua
“A curiosidade é mais
vontade de descobrir cada vez mais sobre outros importante que o
lugares e outros povos deste planeta. conhecimento.”
(Albert Einstein)
Quando você olha ao seu redor, o que pode ver?

Pessoas, animais, construções, objetos entre outras coisas. E todo esse conjunto não
está parado, estático. As pessoas andam, a pé, de carro, ônibus, metrô, bicicleta.

Alguns animais estão dentro das casas das pessoas, outros estão soltos pela cidade,
pelo campo. As construções
2

podem ser modernas,


antigas, grandes, pequenas
etc.

Todo esse grande grupo de


fenômenos e interação de
pessoas, animais e objetos,
são estudados pela
geografia. Ela nos ajuda a
desvendar a maravilhosa
trama que compõe o nosso
planeta Terra.
Pedestres em rua de Hong Kong - China
A geografia estuda, desde o lugar onde você vive (como ele é, como se organiza) até
outros países, pelos quatro cantos do mundo. Ela também estuda como é a natureza

3
Vegetação de savana na Tanzânia.

em diferentes lugares, como as


pessoas se relacionam com essa
natureza, que significados dão a
ela, como tiram dela seu
sustento. A relação entre as
pessoas também é
bastante estudada pela
geografia. Como elas se
organizam, onde vivem,
como ganham a vida. A
geografia, portanto, vai ajudá-
lo a descobrir como a
humanidade se distribui pela Terra e
como usufrui desse planeta que nos
abriga.
Para isso, a geografia acaba contando com a colaboração de várias outras ciências,
como a história, biologia, sociologia, economia etc.

Mas vale a pena sempre lembrar, que a observação do mundo que nos cerca é uma
das mais importantes ferramentas da geografia!

Atividade de Aprofundamento

O “Terror dos Mares”


Depois que Dona Benta concluiu a história do mundo, contada à moda dela, os meninos
pediram mais.
- Mais, quê? - perguntou a boa avó - Poderei contar muitas histórias assim.
- Conte a história da Geografia pediu Pedrinho, que andava sonhando com viagens pelos
países estrangeiros.
E Dona Benta contou a “Geografia”.
- Era uma vez uma grande bola - começou ela, - mas ninguém sabia que essa grande bola
fosse bola. Todos julgavam que fosse uma coisa chata. Essa grande bola é a nossa Terra ou o
planeta em que moramos. Quando nas noites límpidas a gente olha para o céu, vê lá uma
infinidade de estrelinhas.
E depois de contar sobre o Universo, o bailado das estrelas no espaço e sobre a Terra...
No dia seguinte Emília teve uma idéia.
- Vamos estudar Geografia de outro jeito - propôs - Tomamos um navio e saímos pelo mundo
afora vendo o que há. Muito mais interessante.
- Mas onde está o navio, boba? - indagou Narizinho.
- Um navio faz-de-conta.
- Acho ótima a lembrança, Emília - disse Dona Benta - E eu sigo no comando desse navio. Que
nome vai ter?
Quindim, o Visconde - todos, menos o Rabicó.
O “Terror dos Mares” ia partir às duas horas em ponto.
- Para onde querem ir - gritou Emília com a mão na roda do leme.
Dona Benta, vestida de “lobo-do-mar” e com a luneta de ver ao longe em punho, gritou uma
ordem:
- Rumo norte! Vamos seguir pela beirada do Brasil acima. Estamos no fim do Brasil, no
começo da costa do Rio Grande do Sul.
Todos olharam e viram uma linha branca de praia. Quem está em mar alto só vê a costa das
terras - uma faixa no horizonte.
Aí começa o Brasil, a contar do sul para o norte - disse o capitão. Estamos defronte do Estado
do Rio Grande do Sul, a terra dos gaúchos.
- Que quer dizer gaúcho, vovó, digo Capitão?
- É o nome popular dos homens que vivem nos Pampas a zona de planícies sem florestas, só
de campos, que começa na Argentina e vem até cá, o Rio Grande. A vida dos homens, em
qualquer parte do mundo, depende da terra e como aqui a terra é, sobretudo composta
desses campos, ótimos para a criação do gado, a vida dos homens que habitam o Rio Grande,
e o Uruguai e a Argentina gira em torno da criação de gado.

Geografia de Dona Benta, Monteiro Lobato, Ed. Brasiliense, 1996.


Sobre o texto anterior, responda às seguintes perguntas:

1. Por que Pedrinho queria que sua avó contasse a “Geografia”?


2. Como Dona Benta descreveu a Terra?
3. Emília propôs uma outra forma de estudar Geografia. Qual?
4. Por onde começariam a viagem e que direção tomariam?
5. O que são Pampas e onde ocorrem?