Anda di halaman 1dari 33

19:01-17

Edição 1 pb
programa 99

Instruções de instalação - Motores industriais

Sistema elétrico

N° de peça
1 588 788 ©
Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1
Programa 99

O CONTRATANTE DA INSTALAÇÃO É
RESPONSÁVEL POR UMA INSTALAÇÃO
OPERACIONAL SEGUNDO AS INSTRUÇÕES DE
INSTALAÇÃO DA SCANIA.

A APROVAÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO PODERÁ


DEPENDER DE REQUISITOS DE
CLASSIFICAÇÃO ESPECÍFICOS DO MERCADO.

As dúvidas deverão ser


encaminhadas a:
SCANIA CV AB
Industrial and Marine Engines
Marketing Support
S-151 87 Södertälje, Suécia
Tel. +46 8 553 810 00
Fax +46 8 553 831 80

Índice
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Equipamento elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Instalação de equipamento elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Cabos de bateria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Interruptor principal da bateria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Fiação elétrica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
Carga de dois grupos de baterias com o uso de um alternador . . . . . . . . . . . . . 13
Alternadores operando em paralelo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13
Função de bloqueio de partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
Função de parada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
Ajuste do solenóide de parada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
Conjunto de instrumentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
Monitores e sensores. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
Supressão de interferência de rádio para equipamento elétrico . . . . . . . . . . . . 23
Fusíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
Esquemas elétricos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24
Painel de instrumentos, caixa de controle remoto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
Sensores e caixa de alimentação principal para motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
Caixa de distribuição, cabo de extensão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

©
2 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Geral

Todos os motores são fornecidos com um A caixa de ligação, como os terminais dos cabos e
conjunto completo de instrumentos bipolares, dispositivos de conexão, é instalada com protetor
segundo o padrão. contra borrifos.
O equipamento completo consiste em monitores e O painel de instrumentos deve ser protegido
sensores fixados sobre o motor e conectados a contra borrifos d’água.
uma caixa de ligação. Os instrumentos são flexíveis e de fácil extensão
A caixa de ligação contém fusíveis automáticos através da adição de uma caixa de controle remoto
8A e 25A, os relés de partida e de parada e um e de um painel de instrumentos extra, por
relé que impede a operação do motor de partida exemplo.
com o motor já em funcionamento. O sistema de comando do motor DEC2 também
Um cabo de extensão com 8 m. é fornecido com a pode ser conectado aos instrumentos através de
caixa de ligação para a conexão com o painel de contatos de encaixe completo. Para obter uma
instrumentos. Os cabos de extensão estão descrição mais detalhada do DEC2, consulte o
disponíveis nos comprimentos padrão de 2, 5 ou módulo 19:01-18 e 19:01-19, Sistema de
8 m, se o painel de instrumentos estiver distante comando Scania DEC2.
do motor. As figuras a seguir mostram exemplos de várias
Não coloque a caixa de ligação diretamente sobre opções de equipamentos.
o motor. Coloque-a em local não suscetível de
vibração, p.ex. sobre a base do motor ou sobre o
anteparo no compartimento do motor.

Motor com todo o painel de instrumentos conectado

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 3
Programa 99

Motor com todo o painel de instrumentos e o sistema de comando DEC2 conectado

Motor com dois painéis de instrumentos, caixa de controle remoto e sistema de comando DEC2
conectado

©
4 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Equipamento elétrico

Os motores são instalados com dois tipos Os diagramas mostram a localização de


diferentes de equipamento elétrico: componentes e a conexão do painel de
- com componentes elétricos, monitores e instrumentos em motores D9, D12 e D14.
sensores fixados sobre o motor e com o
conjunto completo de instrumentos.
- componentes elétricos somente, com monitores
e sensores fixados sobre o motor.
No último caso, também não há fiação.

C3 Caixa de ligação T7 Monitor do nível do líquido de


C69 Conector arrefecimento
F1 Fusível automático T14 Sensor de temperatura
F2 Fusível automático T15 Sensor / monitor de pressão do óleo
F6 Fusível automático T23 Sensor / monitor de pressão do óleo
M1 Motor de partida V1 Solenóide de parada
P3 Alternador 16 Cabo de extensão (Máx. 24 m.)
T2 Sensor de temperatura 17 Painel de instrumentos
T4 Monitor de temperatura

Equipamento elétrico no motor D9 com o conjunto completo de instrumentos

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 5
Programa 99

Equipamento elétrico no motor D12 com o conjunto completo de instrumentos

Equipamento elétrico no motor D14 com o conjunto completo de instrumentos

©
6 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Instalação de equipamento elétrico


Os circuitos dos vários componentes elétricos são descritos nas páginas a seguir, com esquemas elétricos
parciais mostrados sob os cabeçalhos dos respectivos componentes.
Os componentes incluídos nestes diagramas parciais têm as mesmas designações dos esquemas elétricos
que aparecem no final deste manual.
As peças sem número de identificação são indicadas por um número de posição.

D7 Diodo T12 Sensor de rotações


F1 Fusível automático, 8A T23 Sensor / monitor, pressão do óleo
F2 Fusível automático, 8A lubrificante
F6 Fusível automático, 25A V1 Solenóide de parada
L1 Iluminação dos instrumentos V3 Válvula solenóide, corte de combustível
L2 Iluminação dos instrumentos W1 Luz-piloto de admissão, alternador 1
L3 Iluminação dos instrumentos W4 Luz-piloto, temperatura do líquido de
arrefecimento
L6 Iluminação dos instrumentos
W5 Luz-piloto, pressão do óleo
M1 Motor de partida
W7 Luz-piloto, nível do líquido de
N1 Cigarra arrefecimento
O1 Tacômetro com contador de horas W13 Luz-piloto de admissão, alternador 2
O2 Indicador de temperatura do líquido de 1 Diodo
arrefecimento
2 Interruptor eletromagnético principal da
O3 Indicador de pressão do óleo lubrificante bateria
P1 Bateria 3 Relé auxiliar
P3 Alternador 1 4 Isolador de bateria
P4 Alternador 2 5 Grupo de baterias adicionais
R2 Relé de parada 6 Cabo para parada automática (fornecido,
R3 Relé de partida mas não conectado)
R 21 Relé de bloqueio de partida 7 Contador de horas
S1 Interruptor de controle com chave 8 Monitor de pressão do óleo
S2 Interruptor da parada 9 Indicador mecânico de pressão do óleo
S3 Interruptor da partida / bloqueio
S6 Interruptor mecânico principal da bateria
T2 Sensor, temperatura do líquido de
arrefecimento
T4 Monitor, temperatura do líquido de
arrefecimento
T7 Monitor, nível do líquido de arrefecimento

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 7
Programa 99

Baterias
Devem ser usadas baterias de chumbo, do tipo Capacidade a Capacidade a
bateria de partida. Este tipo de bateria pode +20 °C -18 °C
proporcionar corrente alta mesmo a baixas
temperaturas, por tempo suficiente para a partida 100 % 50 %
do motor.
70 % 35 %
Conecte duas baterias de 12 volts em série para
obter voltagem no sistema de 24 volts. 40 % 25 %
É recomendável a seguinte capacidade de partida A amperagem da manivela a frio acima indica a
caso sejam usadas baterias de chumbo do tipo corrente mais alta com que uma bateria de
padrão: 12 volts pode ser descarregada a -18 °C para uma
voltagem terminal após 30 segundos de, no
Motores D12 e D14 mínimo, 8,4 volts e tempo de descarga para
6 volts não inferior a 120 segundos.
Mínimo de 160 Ah, à amperagem da manivela a
frio de 600 A.
Nota: Se o motor for instalado com
alternadores, os interruptores
Motor D9 principais da bateria não deverão
Mínimo de 135 Ah, à amperagem da manivela a ser desligados nem as baterias
frio de 500 A. desconectadas durante o
funcionamento do motor, pois os
Em climas quentes, em que poucas vezes a picos de voltagem poderão
temperatura cai abaixo de 0 °C, podem ser usadas danificar componentes do
baterias com capacidade mínima de 118 Ah e uma alternador e do regulador de tensão.
amperagem da manivela a frio de 490 A a 0 °C
para todos os tipos de motor. As baterias colocadas em unidades de emergência
A capacidade da bateria (capacidade de 20 horas) e de reserva devem ter o estado da carga e o nível
indica a corrente mais alta que pode ser usada para do fluido verificados e, se necessário, devem ser
descarregar a bateria em 20 horas à temperatura carregadas. As baterias podem ser carregadas
ambiente, ou seja, uma bateria de 100 Ah pode ser durante o teste de direção (uma vez ao mês) por
descarregada no máximo a 5 A em 20 horas. aproximadamente 1 hora, ou com o uso de um
A baixas temperaturas, a capacidade da bateria é carregador de baterias e de um temporizador.
consideravelmente reduzida, como mostra a A carga rápida e incompleta resulta em menor
tabela a seguir. vida útil da bateria.

©
8 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Cabos de bateria Conexão de baterias

Dimensão dos cabos entre a bateria e o motor de Nota: Conecte os cabos de bateria
partida conforme mostra o diagrama abaixo. Isso corretamente. Negativo (-) com o
indica a área mínima do cabo em diferentes parafuso terminal do motor de
comprimentos para os vários tipos de motor. partida “31”. Os diodos do
O comprimento do cabo no diagrama é relativo ao retificador do alternador serão
comprimento total dos cabos positivo e negativo. danificados se este cabo for
conectado incorretamente. Não
A área mínima do cabo permitida é 70 mm2. À desligue as conexões com o motor
temperatura ambiente que constantemente em funcionamento, pois isso
ultrapasse +10 °C, a área mínima do cabo poderá danificar o regulador de
permitida é 50 mm2. tensão.
Posicione os cabos de modo que eles não fiquem
sujeitos à abrasão ou a outros tipos de danos. - Remoção:
Desligue sempre o cabo negativo antes do
positivo.
- Instalação:
Fixe sempre o cabo positivo antes do negativo,
para que a ferramenta que você está usando
tenha menos possibilidades de causar um
curto-circuito.
- Limpe a caixa de bateria, as baterias e os
terminais dos cabos.
- Não bata nos terminais dos cabos.
As colunas terminais e as placas das células
soltam-se com facilidade.
- Lubrifique os terminais dos cabos e as colunas
terminais usando vaselina ou graxa.

X = área do cabo em mm2


Y = comprimento total do cabo, positivo e
negativo
Diagrama para o dimensionamento de cabos
do motor de partida. As linhas pontilhadas e
tracejadas aplicam-se a uma temperatura
ambiente superior a 10 °C. As linhas
contínuas aplicam-se a uma temperatura
ambiente de -20 °C.

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 9
Programa 99

Interruptor principal da bateria A queda de tensão não deverá exceder 0,5 V no


circuito de controle para o pino 86 no relé da
Um interruptor principal da bateria está bateria.
freqüentemente instalado entre o motor de partida
e as baterias. Ele deve ser posicionado o mais
próximo possível das baterias.
Pode ser usado um interruptor eletromagnético
principal da bateria (relé da bateria) no lugar do
interruptor principal da bateria do tipo mecânico.
Ele deve ser conectado e controlado através de um
relé de controle com o uso do interruptor dos
instrumentos, de modo que a bateria seja
desconectada quando o interruptor for colocado
na posição de desligado.

Conexão do interruptor mecânico principal da bateria

Conexão de relé de controle para o interruptor elétrico principal da bateria

©
10 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Fiação elétrica Cálculo da área do cabo


A fórmula a seguir pode ser usada para calcular a
Fiação área do cabo:
Quando um motor é fornecido com instrumentos,
a fiação do motor é completa. Todos os cabos de 0, 0175 × L onde
monitores e de pontos de controle são agrupados U f = I × ---------------------------
A
em uma caixa de ligação.
Cabos de extensão no comprimento padrão de
8 m. podem ser conectados entre a caixa de Uf = queda de tensão permitida, volts
ligação e o painel de instrumentos. I = consumo de força, amps.
O cabo de extensão é instalado com contatos de L = comprimento do cabo, m.
23 pinos em ambas as extremidades.
A = área do cabo, mm.2
Quando os motores são fornecidos sem
instrumentos, todos os cabos do motor, exceto os 0,0175 = resistividade do cobre a L = 1 m. e
cabos de partida e do alternador, devem ser A = 1 mm.2 a +15 °C.
reunidos em um bloco de junção ou em uma caixa A queda de tensão máxima permitida é de 2,5%
de ligação e, a seguir, ter continuidade com um (Uf) para cabos entre o alternador, o motor de
cabo de extensão até o painel ou caixa de partida e a bateria. A queda de tensão máxima
instrumentos. permitida para outros cabos é de 5.0%.
Não coloque a caixa de ligação ou o bloco de Cada ponto de conexão fornece uma queda de
junção diretamente sobre o motor pois isso a tensão equivalente a 0,1 volt em pontos de
exporá a vibração prejudicial. Proteja esse conexão e de 0,3 volt nas junções.
equipamento contra água, óleo, calor e danos
mecânicos. A queda de tensão máxima permitida em um cabo
em um sistema de 24 volts, desse modo, é:
Fixe os cabos de modo que eles não fiquem
sujeitos a desgaste mecânico nem fiquem muito 0,6 volt (2,5%) ou 1,2 volt (5,0%)
próximos das partes quentes do motor ou de respectivamente.
outras fontes de calor. De modo ideal, coloque os
cabos ao longo da parte inferior do motor, onde há
menos movimento.

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 11
Programa 99

Ao instalar um componente elétrico com uma A área mínima permitida para cabos no motor é de
carga (I, amps.) e localização conhecidas, o que 1,5 mm2 por motivos de força (desgaste, esforço
fornece o comprimento do cabo L, a área do cabo mecânico).
necessária é determinada por: A área do cabo mínima permitida para uma carga
específica também depende do tipo de cabo
0, 0175 × L elétrico usado.
A = I × ---------------------------
Uf É recomendável que seja usado RK do tipo
chumbo, elétrico, PVC 105 °C.
A queda de tensão para pontos de conexão e
junções é subtraída do máximo permitido Uf antes
do cálculo da área A.

Nota: Em um sistema de 2 pólos, os


cabos mais e menos devem ser
adicionados no comprimento total
do cabo.

Uf = 2,5 % = 0,6 V Uf = 5,0 % = 1,2 V


Área, mm2 Corrente, A 1
Comprimento, m. (máx.) 2 Comprimento, m. (máx.) 2
0,75 3 8 3,2 6,4
1,0 3 8 4,3 8,6
1,5 16 3,2 6,4
2,5 20 4,3 8,6
4,0 27 5,1 10,1
6,0 36 5,7 11,4
10,0 51 6,7 13,4
16,0 70 7,8 15,6
Corrente e comprimento do cabo máximos permitidos para cabos RK 105 °C, várias áreas,
Scania std 1802
1 Corrente máxima permitida sob carga contínua.
2 Caso os comprimentos dos cabos excedam esses valores, a queda de tensão máx. permitida (U )
f
determina a área.
3
A área mínima permitida é de 1,5 mm2 para cabos direcionados no motor.

©
12 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Carga de dois grupos de baterias


com o uso de um alternador
Às vezes é desejável carregar dois grupos de
baterias com o uso de um alternador. Um grupo
pode ser usado um grupo de baterias para
consumidores auxiliares de energia, enquanto o
outro pode ser usado para dar a partida no motor.
Conecte um isolador de bateria para que um grupo
de baterias não possa descarregar o outro.
Coloque o isolador de bateria o mais próximo
possível do grupo de baterias para evitar o uso de
cabos longos entre o alternador e o grupo de
baterias. Também ocorre geração de calor; assim,
não coloque a bateria em locais quentes. Conexão de dois grupos de baterias a um
alternador
Nota: A queda de tensão nos diodos 4 é
de 0,4 - 0,5 V. Isso afetará
negativamente a carga das baterias.

Alternadores operando em paralelo


Em unidades com vários motores, é comum aos
alternadores em dois ou mais motores carregarem
o mesmo grupo de baterias. Os alternadores com
regulador de tensão integral, fornecido como
padrão, podem ser conectados diretamente.
Conecte alternadores geminados ao mesmo motor
do mesmo modo.

Conexão de alternadores de carga operando


em paralelo

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 13
Programa 99

Função de bloqueio de partida


A função de partida deve ser conectada de modo
que o interruptor de controle / botão de partida
seja conectado ao motor de partida através de um
relé de partida.
Conectando o relé de partida ao alternador D+,
que é negativo durante a partida, o relé de partida
será desconectado quando o alternador começar a
carregar, e D+ torna-se um terminal positivo. Isso
resulta em proteção contra proteção contra
sobrevelocidade para o motor de partida, além de
impedir que o motor de partida seja atuado Conexão da função de bloqueio de partida
durante o funcionamento do motor. com proteção contra sobrevelocidade
No nosso conjunto de instrumentos, isso é
controlado a partir do painel de instrumentos pelo
alternador de carga D+ durante a partida.

Função de parada A bobina de retenção é dimensionada para


suportar corrente contínua e pode manter o pistão
em sua posição final até que a corrente seja
Solenóide de parada
interrompida. O consumo de força é de
O solenóide de parada é um solenóide que atua o aproximadamente 25 A na bobina de tração e de
braço de parada da bomba injetora através de uma 0,7 - 0,8 A na bobina de retenção.
alavanca. A localização em vários tipos de motor Se ocorrer falha no sistema elétrico, o solenóide
pode ser vista nos diagramas nas páginas 5 e 6. de parada pode ser operado manualmente através
Conecte o solenóide de parada de modo que ele de uma alavanca de parada manual.
receba corrente através de um relé capaz de fechar No caso de motores fornecidos com um solenóide
ao mín. de 20 A e interromper a 10 A. Proteja ele de parada sem cabos instalados, é importante
com um fusível, usando um fusível de 6,3A “ação assegurar-se de que o solenóide de parada seja
retardada” (fusível de vidro) ou usando um fusível conectado com a polaridade correta, pino 1 ou A
automático de 8A. Termofusíveis do tipo com +.
porcelana não são recomendados.
Selecione uma área do cabo não inferior a 4 mm2
O solenóide de parada tem uma bobina de tração e para comprimentos de até 5 m., e mantenha o
uma bobina de retenção. A corrente para a bobina número de junções em um mínimo, de modo a
de tração é quebrada quando o pistão completa minimizar a queda de tensão.
seu curso e está em sua posição final.
O solenóide de parada requer uma tensão mínima
de 20 volts para operar satisfatoriamente à
temperatura ambiente normal.

©
14 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

O solenóide de parada pode ser conectado de dois


modos, de acordo com as seguintes definições:
1. “Puxa para parar”
- O solenóide de parada não é ativado durante a
operação.
- Quando o interruptor da parada é pressionado,
o relé de parada puxa e envia corrente ao
solenóide de parada bobina de tração.
- O pistão do solenóide de parada com tirante é
puxado para sua posição final e move o braço
de parada na bomba injetora para a posição de
parada.

Nota: A função de bloqueio de partida não


é mostrada.
Conexão de função de parada: Solenóide de
parada “puxa para parar”

Nota: Conecte o solenóide de parada com


a polaridade correta, ou seja, pino 1
ou A ao sinal +.

2. “Puxado durante a operação”


- Durante a operação, o pistão do solenóide de
parada é puxado para sua posição final e retido
nessa posição enquanto a bobina de retenção é
ativada continuamente.
- Quando o interruptor da parada é pressionado,
a corrente para a bobina de retenção é
interrompida. Uma mola de retorno move o
pistão do solenóide de parada de volta à
posição “não-puxada” e move o braço de
parada da bomba injetora para a posição de
parada.
Se o solenóide de parada estiver conectado de
acordo com “Puxado durante a operação”, ele
estará ativo todo o tempo em que a tensão da
bateria estiver conectada. Neste caso, o sistema Conexão de função de parada: Solenóide de
elétrico deve ter um interruptor principal da parada “puxado durante a operação”
bateria.
Nota: Conecte o solenóide de parada com
Nota: As instalações com o solenóide de a polaridade correta, ou seja, pino 1
parada “Puxado durante a ou A com +.
operação” não devem ser usadas
em veículos que operem em vias
públicas ou no mar.

Nota: A função de bloqueio de partida não


é mostrada.

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 15
Programa 99

Parada automática em caso de falha


O solenóide de parada é freqüentemente
conectado de modo que receba um pulso
automático em caso de falha, resultando em baixa
pressão do óleo lubrificante, alta temperatura do
líquido de arrefecimento ou baixo nível do líquido
de arrefecimento, parando assim o motor.
Use a parada automática em caso de falha
juntamente com uma luz de alarme e uma cigarra
para estabelecer o motivo da parada do motor.
Esta função não deve ser usada em motores de
veículos operados em estradas ou no mar.
No momento da entrega, o conjunto completo de
instrumentos não é conectado para parar o motor
automaticamente em caso de falha. Esta função
pode ser conectada simplesmente conectando-se
um cabo 6 conforme mostra o diagrama.
Todas as funções de alarme do painel de
instrumentos são então conectadas para emitir um Função de parada com parada automática
alarme acústico e parar automaticamente o motor. em caso de falha, solenóide de parada “Puxa
A função de alarme que não parar o motor deverá para parar”
então ser desconectada. Observe que os alarmes
de baixa pressão do óleo lubrificante e alta Nota: Conecte o solenóide de parada com
temperatura do líquido de arrefecimento estão a polaridade correta, ou seja, pino 1
sempre conectados. ou A com +.
Nota: A função de bloqueio de partida não
é mostrada.

Função de parada com corte de


combustível
A função de parada com corte de combustível é
encontrada somente no motor 9. Conecte o corte
de combustível conforme mostra o diagrama.

Nota: A função de bloqueio de partida não


é mostrada.

Conexão de função de parada com corte de


combustível

©
16 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Ajuste do solenóide de parada


Quando o solenóide de parada tiver sido instalado,
os seguintes itens devem ser verificados:

Motores D9 e D12
Verificação da posição do braço de parada
O braço de parada deve apenas tocar a
extremidade final nas posições de funcionamento
e de parada.
Se necessário, ajuste a porca de ajuste do tirante.

D14 motor
Verificação da posição final do pistão
Verifique se o indicador de posição final, um
bujão plástico branco, está empurrado 1-2 mm
para fora quando o solenóide estiver na posição
totalmente puxada.
Se o bujão for movido em mais de 1 mm, há risco
de que o contato da bobina de tração não possa ser
interrompido, o que poderá causar dano ao
contato e à bobina de tração.
Se necessário, ajuste usando a porca de ajuste do
tirante ou a porca de ajuste auxiliar. 1 Indicação de posição final, bujão plástico
branco
A Medida de controle, 1-2 mm

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 17
Programa 99

Conjunto de instrumentos Instalação da caixa de ligação

O conjunto completo de instrumentos inclui um Nota: Não coloque a caixa de ligação


tacômetro e contador de horas, indicador de diretamente sobre o motor pois isso
temperatura do líquido de arrefecimento e a exporá à vibração prejudicial.
indicador de pressão do óleo. Coloque-a sobre o anteparo,
O painel de instrumentos e tampa traseira podem chassis, base do motor ou similar.
ser instalados recuados, p.ex. em uma mesa,
painel de instrumentos ou parede, ou ainda sobre A caixa de ligação para o conjunto completo de
uma parede ou quadro. instrumentos é feita de plástico e, assim, não deve
Também é possível recuar o painel de ser colocada em locais quentes. Posicione a caixa
instrumentos sem tampa traseira, pois a placa com a marca “TOP” voltada para cima: isso
dianteira tem 4 orifícios de fixação, diâmetro de permitirá o escoamento.
5 mm.
A tampa traseira tem 4 amortecedores de borracha
nas chapas terminais para eliminar vibrações.

Nota: Não coloque o painel de


instrumentos diretamente sobre o
motor, pois isso o exporá a vibração
prejudicial. Coloque-o sobre o
anteparo, chassis, base do motor
ou similar.

Para recuar o painel de instrumentos, você


precisará de um orifício de 138 x 308 mm. para
carcaça protetora, que tem 2 orifícios, diâmetro
5,5 mm., em cada chapa para instalação sem
amortecedores de vibrações.

Dimensões da tampa traseira do painel de


instrumentos

Nota: Coloque a frente do painel de


instrumentos entre a vertical e a
horizontal. As tolerâncias
especificadas para fins de exatidão
de exibição não se aplicam se o
painel estiver posicionado de modo
que tenha que ser lido de baixo para
cima. A segurança funcional
também será prejudicada.

Podem ser fornecidos instrumentos separados


além do conjunto completo de instrumentos.

©
18 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Painel de instrumentos

O1 Tacômetro com contador de horas


O2 Indicador de temperatura do líquido de arrefecimento
O3 Indicador de pressão do óleo
S1 Interruptor de controle com chave
S2 Interruptor da parada
S3 Interruptor de partida
S5 Iluminação dos instrumentos
W1 Luz-piloto de admissão, alternador 1
W4 Luz-piloto, temperatura do líquido de arrefecimento
W5 Luz-piloto, pressão do óleo
W6 Luz-piloto, pressão hidráulica
W7 Luz-piloto, nível do líquido de arrefecimento
W11 Luz-piloto, temperatura da água salgada
W13 Luz-piloto de admissão, alternador 2
W14 Luz-piloto, Diagnóstico DEC2
* Tampa

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19
Programa 99

Monitores e sensores No conjunto completo de instrumentos, os


instrumentos, monitores e sensores são
Todos os motores são instalados segundo o padrão conectados de acordo com os esquemas elétricos
com um sensor / monitor combinado para pressão nas páginas 29 e 31.
do óleo lubrificante. Os motores são normalmente Se for usado um monitor ou sensor adicional para
fornecidos com um sensor e um monitor para a pressão do óleo lubrificante, ele será instalado
temperatura do líquido de arrefecimento. no orifício adicional do distribuidor.
Instalando monitores geminados com limites de Este distribuidor também oferece uma opção para
alarme diferentes, é possível utilizar as funções a conexão com um indicador mecânico de pressão
“alarme” e “parada automática” se a temperatura do óleo. A rosca de conexão do distribuidor é
do líquido de arrefecimento for muito alta ou se a M14 x 1.5.
pressão do óleo for muito baixa.
Conecte instrumentos, monitores e sensores
Um monitor envia um sinal para a luz-piloto do separados conforme mostram as figuras nas
painel de instrumentos e um alarme acústico em páginas 28 - 31.
um local apropriado. O segundo monitor entra em
ação a uma temperatura mais alta do líquido de
arrefecimento ou a uma pressão mais baixa de
óleo e envia um pulso ao solenóide de parada de
modo que o motor seja interrompido
automaticamente.

Monitoramento do óleo lubrificante


O sensor / monitor combinado é conectado
conforme mostra o diagrama.
Consulte a página 16 para observar o acoplamento
da parada automática em caso de baixa pressão do
óleo.

Conexão de sensor / monitor para pressão


do óleo lubrificante

©
20 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Monitoramento da temperatura do líquido


de arrefecimento
Conecte o sensor e o monitor conforme mostra o
diagrama.
Consulte a página 16 para observar o acoplamento
da parada automática em caso de alta temperatura
do líquido de arrefecimento.

Conexão do sensor e do monitor para


temperatura do líquido de arrefecimento

Tacômetro - contador de horas


Preferivelmente, conecte o instrumento
combinado ao sensor de freqüência na
transmissão do motor conforme mostra o primeiro
diagrama.
Se o motor não for instalado com um sensor de
freqüência, conecte o instrumento combinado ao
alternador conforme mostra o segundo diagrama.
Conecte o contador de horas separado através do Conexão do alternador ao tacômetro com
soquete do alternador D+ ou do monitor de contador de horas
pressão do óleo para ruptura conforme mostra o
último diagrama.

Conexão do sensor de freqüência ao


tacômetro com contador de horas

Conexão do contador de horas separado ao


alternador ou ao monitor de ruptura

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 21
Programa 99

Sensor de nível
Um sensor de nível do líquido de arrefecimento
pode ser instalado em todos os tipos de motor.
Conecte conforme mostra o diagrama.

Nota: Se o monitor de temperatura tiver


um limite de alarme superior a Conexão de sensor de nível
100°C, um sensor de nível deverá
ser instalado.

Indicador mecânico de pressão do óleo


Conecte o monitor de pressão do óleo à luz-piloto
para o instrumento conforme mostra o diagrama.
Conecte o instrumento ao motor através de um
tubo (Ø 6 x 1) e de um mangueira flexível.
Não coloque o instrumento sobre o motor;
coloque-o onde não seja afetado pela vibração.
Conexão de indicador mecânico de pressão
do óleo

Indicador mecânico de temperatura do


líquido de arrefecimento
Conecte o monitor de temperatura do líquido de
arrefecimento ao instrumento conforme mostra o
diagrama.
A temperatura é medida através de um tubo Conexão do indicador mecânico de
capilar de 3 m de comprimento entre o temperatura do líquido de arrefecimento
instrumento e o motor.
Não coloque o instrumento sobre o motor;
coloque-o onde não seja afetado pela vibração.

©
22 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Supressão de interferência de rádio


para equipamento elétrico
O tipo de alternador usado nos motores Scania é
instalado como padrão com um ou dois
capacitores de supressão de interferência.
Normalmente, esta supressão de interferência de
rádio é suficiente.

Fusíveis
Se forem usados fusíveis principais, eles deverão
ser posicionados o mais próximo possível das
baterias.
Use fusíveis com conexões de parafuso para evitar
dano a unidades devido a sobrevoltagem causada
por filamentos soltos nos fusíveis.

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 23
Programa 99

Esquemas elétricos
O sistema elétrico é dividido em três esquemas elétricos, com uma chave comum para todos os
componentes incluídos. O diagrama de circuito básico abaixo mostra esses componentes.

©
24 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Chave para esquemas elétricos


Pos. Descrição Observações
C3 Caixa de ligação Motor da caixa de alimentação principal
C3-A Conector 8 pólos, conexão negativa
C28 Conector 2 pólos / 4 pólos
C31 Conector 2 pólos
C33 Conector 3 pólos
C34 Conector 2 pólos, dentro da caixa de ligação C3
C35 Junção
C50 Conector 4 pólos
C56 Conector 4 pólos
C57 Conector 7 pólos
C60 Caixa de ligação Caixa de distribuição para conjunto duplo de instrumentos
C60-1 a Split 4 pólos, dentro da caixa de ligação C60
C60-5
C60-12 a Split 2 pólos, dentro da caixa de ligação C60
C60-15
C61 Junção Dentro da caixa de ligação C3
C62 Junção Dentro da caixa de ligação C3
C64 Junção Dentro da caixa de ligação C60
C65 Junção Dentro da caixa de ligação C60
C68 Conector 2 pólos
C69 Conector 23 pólos
C69/A Conector 23 pólos
C69/B Conector 23 pólos
C71 Conector 6 pólos
C75 Conector 2 pólos
C76 Conector 7 pólos
C80 Junção Dentro da caixa de ligação C60
C81 Conector 2 pólos
C82 Conector 2 pólos
C85 Junção Dentro da caixa de ligação C3
C86 Junção Dentro da caixa de ligação C3
C155 Conector 2 pólos
D7 Diodo
D10, Unidade de diodo
D11,
D15,
D16,
D17,
D18, D19

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 25
Programa 99

Pos. Descrição Observações


F1 Fusível 8A, bateria +24 V
F2 Fusível 8A, bateria negativa
F6 Fusível 25A, bateria +24 V
L1 Iluminação dos Tacômetro / contador de horas
instrumentos
L2 Iluminação dos Indicador de temperatura
instrumentos
L3 Iluminação dos Indicador de pressão do óleo
instrumentos
L6 Iluminação dos Tacômetro / contador de horas
instrumentos
M1 Motor de partida
N1 Cigarra
O1 Instrumentos Tacômetro / contador de horas
O2 Instrumentos Indicador de temperatura
O3 Instrumentos Indicador de pressão do óleo
P1 Bateria 2 x 12 V
P3 Alternador
P4 Alternador Para alternadores geminados
R2 Relé Stop
R2/A Conector elétrico Com DEC2
R2/B Conector elétrico Sem DEC2
R3 Relé Partida
R21 Relé Bloqueio de partida
S1 Chave de ignição Desligado / ligado
S2 Interruptor Parada
S3 Interruptor Partida / bloqueio
S5 Reostato Iluminação dos instrumentos
S6 Interruptor Interruptor principal da bateria
S26 Chave seletora Controle local / remoto, na caixa de controle remoto
S27 Interruptor Partida, na caixa de controle remoto
S28 Interruptor Parada, na caixa de controle remoto
T2 Sensor Temperatura da água
T4 Monitor Temperatura da água
T6 Monitor Pressão hidráulica
T7 Monitor Nível do líquido de arrefecimento, com radiador / sem
radiador
T11 Monitor Temperatura da água salgada
T12 Sensor Velocidade do motor
T14 Sensor Temperatura da água, para conjunto duplo de
instrumentos
©
26 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

Pos. Descrição Observações


T15 Sensor / monitor Pressão do óleo, para conjunto duplo de instrumentos
T23 Sensor / monitor Pressão do óleo
V1 Solenóide Parada
V3 Solenóide Corte de combustível
W1 Luz-piloto Bateria carregando, alternador 1
W3 Painel de luzes de
advertência
W4 Luz-piloto Temperatura da água
W5 Luz-piloto Pressão do óleo
W6 Luz-piloto Pressão hidráulica
W7 Luz-piloto Nível da água de arrefecimento
W11 Luz-piloto Temperatura da água salgada
W13 Luz-piloto Bateria carregando, alternador 2
W14 Luz-piloto Diagnóstico DEC2

Código de cores para cabos elétricos

Código Cor
pt preto
mr marrom
vm vermelho
la laranja
am amarelo
vd verde
az azul
vi violeta
cz cinza
br branco
ro rosa

Exemplos de designações de cabos

15D.bn-1.5
significa:
15D rótulo do cabo
bn cor do cabo
1.5 área do cabo

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 27
Programa 99

Painel de instrumentos, caixa de controle remoto


A Ligação de identificação para conectar a parada automática em caso de falha: consulte também a
página 16.

©
28 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 29
Programa 99

Sensores e caixa de alimentação principal para motor


T14 Usado com painéis de instrumentos duplos
T15 Usado com painéis de instrumentos duplos
A Usado com radiador
B Usado sem radiador
C W não conectado
D Ligação da função do solenóide de parada
4 - Energizado para funcionar
5 - Energizado para parar
E Ao usar DEC2
F Sem DEC2
G Isolado e não utilizado
H Conexões com o sistema de comando do motor DEC2
I Conexão com a caixa de controle remoto. Nota: C57 conecta os pinos 6 e 7 quando a caixa de
controle remoto NÃO é usada.

©
30 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 31
Programa 99

Caixa de distribuição, cabo de extensão


A Isolado e não utilizado
B Conexão com o painel de instrumentos 2
C Conexão com o painel de instrumentos 1

©
32 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 19:01-17
Programa 99

©
19:01-17 Scania CV AB, Sweden, 2001-01:1 33