Anda di halaman 1dari 17

SIMBOLOGIA

DE SOLDAGEM
INTERPRETAÇÃO
E APLICAÇÃO

Escola SENAI “Nadir Dias de Figueiredo”


APOSTILA - SIMBOLOGIA DE SOLDAGEM
MÓDULO I - INTERPRETAÇÃO E APLICAÇÃO

© SENAI-SP, 2004

Trabalho elaborado, editorado e revisado pela Escola SENAI “Nadir Dias de Figueiredo

Coordenação geral Professor:. Antônio José da Silva Ortiz


Revisão Instrutor Docente: Walter da Silva Diniz
Digitação Factor “Luiz Henrique Afonso”
Ilustração Factor “Luiz Henrique Afonso”
Desenho técnico Factor “Luiz Henrique Afonso”
Montagem de arte-final Factor “Luiz Henrique Afonso”

02
Sumario

Capítulo 01
Fundamentos de desenho mecânico....................................................04
Corte .....................................................................................................06
Hachuras...............................................................................................07
Escala ...................................................................................................08
Conjuntos soldados ..............................................................................09

Capítulo 02
Os simbolos básicos .............................................................................10

Capítulo 03
Composição dos simbolos ....................................................................12

03
Capítulo 01 - Três vistas de uma peça

Fundamentalmente o desenho se resume em três vistas, ou seja, a peça é


mostrada em três posições diferentes visando a interpretação de seu todo.
As três vistas fundamentais, recebem o nome de: Planta, Elevação e Lateral.
Quando lemos um desenho, temos que mentalmente agrupar estas três vistas e
desta união imaginária, definir a peça em seu todo.
O desenho das três posições ou vistas da peça, possuem regras que devem ser
obedecidas, pois além de facilitarem a confecção do desenho, facilitam também a
sua interpretação.
Como exemplo vamos desenhar uma caixa de fósforos.

Elevação Vista Lateral

Planta

Vista de cima
(Planta)

Do lado esquerdo
(Vista lateral)

De Frente
(Vista de elevação)

Observação:
No Brasil o giro da peça é no sentido horário, partindo da vista de cima (3º
Diedro).
Em alguns paises fazem o giro no sentido ante-horário, partindo da vista de
cima. (4º Diedro).

04
Exemplos:

Vista lateral
Perspectiva

Elevação

Planta

Complete as três vistas e corte de acordo com a peça ao lado.

25 50 25
15
40

100

Complete as três vistas e corte de acordo peça ao lado.

25 50 25
15
40

100

05
CORTE

O corte em desenho significa:


A) Demonstração de partes internas da peça.
B) Rompimento de uma seção da peça, visando a diminuição do desenho.

A A

Perspectiva

Corte Visando redução do desenho.

Complete as três vistas sendo a lateral em corte AA e cote de acordo com a


peça ao lado.

Corte AA

25 50 25
A A
15
40

100

06
HACHURAS

Para identificação do material empregado em uma construção, usando as


hachuras, que são símbolos convencionais respectivos para cada material.

Ferro Fundido Madeira de Face

Ferro Batido Aço Madeira de Topo

Bronze
Latão Concreto
Cobre

Alumínio Pedra

Metal Branco

Exercício:

Faça as hachuras de acordo com o material, seguindo o exemplo:

Exemplo:
Material Aço Material Alumínio

Solda super dimensionada

Material Ferro Fundido Material Cobre

07
ESCALA

Para a construção de uma peça ou de um objeto representamos em um


desenho, este deve conter todas as informações necessárias para a sua
interpretação perfeita. Alem do formato que deve conter toda a semelhança da
peça a ser construída, as medidas obedecem a uma normalização para a sua
forma de apresentação.
As medidas de um desenho são apresentadas em escala; isto é, quando o
desenho é de uma peça de tamanhos grandes, usa-se uma escala de redução.
Quando o desenho é de uma peça pequena usa-as uma escala de ampliação com
finalidade de esclarecer detalhes que devido ao tamanho da peça, exigem
aplicação para perfeita interpretação.
Além das escalas de redução e ampliação, temos ainda a escala natural, que
seria o desenho da peça com as suas próprias medidas, isto é representado pela
notação 1:1.
Como no Brasil usamos como medida padrão o milímetro podemos dizer que na
escala natural, cada milímetro do desenho, representa cada milímetro da peça.
O mesmo não acontece quando se trata de uma escala de redução que é
quando vemos a notação 1:10, significando então que para cada milímetro do
desenho temos representado dez milímetros do desenho temos representado um
milímetro da peça.

Faça a planta desta peça em escala 1:10

40
50

130

Exemplo 1000 x 1 : 10 = 100

Faça a planta desta peça em escala 2:1

25

Exemplo: 25 x 2 : = 50

08
Construção de pequenos conjuntos soldados

Duas chapas soldadas em ângulo:

09
Capítulo 02 - Os símbolos básicos

Simbologia da Soldagem

O objetivo de se adotar a simbologia de soldagem tornou-se imperiosa a


necessidade de convencionar-se símbolos de soldas e de soldagem que
representassem os vários tipos de solda que poderiam ser empregados na
execução de uma junta soldada e esses símbolos devem ser interpretados tanto
pelos desenhistas como pelos soldadores, caldeireiros e montadores, isto é
ambos devem falar a mesma língua.

Existem vários tipos de simbologia de soldagem elaborada por códigos ou


normas porem o mais conhecido e usado no Brasil é a “AWS” Associação
Americana de Soldagem.

Neste trabalho vamos usar a norma “AWS” A2.1 e A2.4.

Definições
Símbolos de solda:
Indica graficamente a configuração da solda, sem incluir a preparação:

Ponto ou
Localização Em ângulo Costura Suporte Revestimento
Projeção

Lado da seta

Lado oposto

Ambos
Não usado Não usado Não usado Não usado
os lados
Sem indicação
Não usado Não usado Não usado
de lado

Símbolo de soldagem:
E a representação do conjunto dos elementos esta incluída a preparação da
junta.

Reto ou Chanfro Chanfro Chanfro Chanfro em Chanfro


Localização
sem chanfro em V em ½ V em U K ou duplo ½ V em J

Lado da seta Não usado

Lado oposto Não usado

Ambos
os lados
Sem indicação
Não usado Não usado Não usado Não usado Não usado
de lado

10
Fechamento ou aresta
Encaixe para Tampão Entre peças curvas Entre uma peça curva,
Localização Com faces Com ½ face ou flangeadas flageada e uma plana
arredondadas arredondada junta brasada ou fenda

Lado da seta

Lado oposto

Ambos
Não usado Não usado Não usado
os lados
Sem indicação
Não usado Não usado Não usado Não usado Não usado Não usado
de lado

Nota:
Símbolos de soldas em ângulo, solda em chanfro meio V, em K, em J, duplo J e
com uma face redonda, de aresta entre uma peça curva ou flangeada e uma peça
plana, são sempre indicados com uma perna perpendicular (linha vertical) à
esquerda do símbolo.

Símbolos Auxiliares:

Solda no Solda em Projeção de


Cobre junta Espaçador
Campo todo contorno lado oposto

Símbolo de Perfil (contorno do material depositado) e Acabamento (método


utilizado).
Serve para identificar o tipo de acabamento final da solda, ele é usado sempre
em conjunto com outro símbolo.

Tipo de perfil (contorno do material depositado) Método de acabamento


Esmerilhamento Usinagem Martelamento
Nivelado Convexo Côncavo (grinding) machining) (hammering)
G M H

H
G

G M H

11
3ª Parte Composição do Símbolo

Linha de referencia:

É uma linha colocada sempre na horizontal (medindo 25mm) onde serão


colocados todos os símbolos de soldagem.
Linha de referência

O símbolo de soldagem a executar do lado da seta, é desenhado do lado inferior


da linha de referência. Assim um símbolo de soldagem desenhado na parte
superior da linha de referência, significa que a soldagem deve ser executada no
outro lado da junta. Soldas envolvendo operações em ambos os lados da uma
junta possuem símbolos nos dois lados da linha de referência.

Lado oposto

Lado da seta

Escreva na linha de referência, nos desenhos abaixo, “lado oposto” e lado da


seta”.

Seta:

Liga a linha de referência ao local da soldagem na junta. (não levar em


consideração o comprimento). Podendo ser usada mais que uma, podendo ter
quebras desde que essas tenham um ângulo mínimo de 30º.
Seta
Sem limite de Todas as setas
comprimento devem ter
mínimo 30º
Setas duplas

Setas múltiplas

12
Complete o desenho abaixo colocando a seta na linha de referência.

Uso de mais de uma seta

Exemplos:

Solda nos Símbolo


três lados

Na parte de
baixo não
vai solda

Solda nos
três lados

Coloque as setas

Os dois lados iguais

13
Seta quebrada:

Quando a seta tem uma quebra brusca, próximo do local a ser soldado, significa
que a mesma aponta para um membro específico da junta, que deverá ser
chanfro.

14
Faça as setas apontarem para o membro chanfrado da junta:

Cauda:

Usado para indicar alguma referência sobre a soldagem indicada pela seta.
Pode ser omitida quando não se usar nenhuma referência.

Cauda Cauda

Ver EPS 241

“Ver EPS 241”


Significa que antes de soldar deveconsultar o
procedimento de soldagem para esta soldagem.

Coloque as referências para essa soldagem

1- Esta solda só pode ser feita pelo processo ER.

2- Usar eletrodos AWS E 7018-G para esta solda.

3- Antes de fazer esta soldagem ver procedimento de soldagem EPS 511.

1 2 3

15
Linhas de referência Múltiplas

Em um mesmo símbolo pode existir mais que uma linha de referência.


A mais próxima da seta indica a primeira operação a executar.

Quarta operação

Terceira operação
2ª “A”
Segunda operação

Primeira operação

“A” Ordem de operação de com a simbologia

1ª - Fazer uma solda de suporte do lado oposto onde toca a seta.


2ª - Encher o chanfro em meio V do lado da seta.
3ª - Fazer a solda de ângulo do lado oposto da seta.
4ª - Fazer a solda de ângulo do lado da seta. 3º

3º 2º

2º 1º

1º 3º

Coloque o símbolo dando a seqüência de soldagem para esta peça:

1- Faça uma soldagem de chanfro em “V” do lado da seta.


2- Grafite do lado oposto em forma de “U” e faça a soldagem deste.
3- De um acabamento em nível esmerilhado, em ambos os lados.

16
Coloque a simbologia no desenho ao lado:

1- Faça o chanfro no vergalhão redondo, em forma de V


2- Faça uma solda em ângulo a volta toda.
Pino

Iniciais em Inglês Significado em português

C = Chipping Calafete
G = Grindig Esmerilhamento
M = Machining Usinagem
R = Rolling Laminação
H = Hammering Martelamento

Coloque as linhas de referência e setas, de acordo com o desenho da peça em


perspectiva, na vista de elevação abaixo.
Esta solda é maior
Os dois lados iguais
Esta solda é menor

17