Anda di halaman 1dari 43

Universidade Federal de Santa Maria

Centro de Ciências Rurais


Departamento de Solos
Disciplina de Biologia do Solo

VERMICOMPOSTAGEM

26/05/2009
Minhocultura
e
Vermicompostagem
Minhocultura
e Vermicompostagem

MATRIZES

Objetivo da criação;

Espécie mais adaptada;


- capacidade de reprodução
- permanência no cativeiro
Minhocultura
e Vermicompostagem

RESÍDUOS/ALIMENTAÇÃO

- Objetivo da criação;
- Disponibilidade;
- Adaptação da espécie de minhoca;

Resíduo de qualidade = vermicomposto de


qualidade
Minhocultura
e Vermicompostagem

INSTALAÇÕES

Comercial X Doméstica
Minhocultura
e Vermicompostagem

MÃO--DE
MÃO DE--OBRA

Basicamente:

- Alimentação constante;
- Manutenção temperatura e umidade.
COMPOSTAGEM

Processo biológico (microrganismos)


da decomposição de material orgânico de
origem animal ou vegetal.

Produto final: Composto orgânico


PROCESSO DE COMPOSTAGEM
Decomposição aeróbica de Materiais orgânicos

Métodos
Convencional: Aeração por revolvimento
Convencional:
periódica, tempo: 3 – 4 meses.

Acelerado:: Aeração é forçada por tubulações


Acelerado
- Reatores  4 dias
- Tempo: 2 – 3 meses
EVOLUÇÃO DA CURA DO COMPOSTO

Bioestabilização Humificação
Temperatura

Semicurado
60º- 70°
Termófila Curado
30°

Mesófila
20º
15 -30 dias 60 - 90 dias

Tempo de compostagem
VERMICOMPOSTAGEM

• Reorganização biológica das frações de


carbono dos materiais orgânicos, no qual a
minhoca participa de maneira física, química e
biológica, acelerando o processo por meio de
trituração, enzimas e hormônios
hormônios..

• Técnica de transformação (reciclagem) de


resíduos orgânicos em húmus de minhoca,
através do metabolismo de oligoquetas em
condições controladas ou não
não..
VERMICOMPOSTAGEM

É o resultado da combinação da ação de


minhocas e da microflora que habita seu trato
digestivo, dando origem ao vermicomposto.

+ =
VANTAGENS DA VERMICOMPOSTAGEM

• Aproveitamento agrícola de resíduos orgânicos;

• reciclagem de nutrientes para o solo;

• eliminação de patógenos;

• processo ambientalmente seguro;

• humificação mais rápida que a compostagem;

• redução em torno de 50% do lixo destinado ao


aterro.
CRIAÇÃO E INSTALAÇÕES

1°) Definir o objetivo da criação;

2°) Local apropriado;

3º) Instalações.
Produção doméstica
Caixa de plástico
Caixas empilhadas
Latas para minhocas
Minhobox
Caixa de fibrocimento
Produção comercial
• Compostagem de resíduos ou estercos
estercos;;
• Controle de temperatura e umidade
umidade;;
• Coleta mecânica das minhocas.
Caixas de concreto
Caixas de madeira
Foto: Gerusa Pauli Kist Steffen
Alimentos Vermitech/ Digestão de papel
Picador/misturador
Vermitech
Condições assépticas
Inoculação das Minhocas

5 a 6 mil minhocas.m-2

Inocular na superfície do
material, nas primeiras horas
da manhã.
Fugas durante a noite

Húmus pronto em 45
dias
Duplica o n°de
minhocas
Eisenia andrei x Eisenia fetida
Vermelha da california
Eudrilus eugeniae
Gigante africana
FATORES QUE INFLUENCIAM A
VERMICOMPOSTAGEM

Temperatura
Aeração

pH
Umidade: 50%- 60%

Alimento: relação C/N


Controle de umidade

A B C

A – MUITO SECO
B – MUITO ÚMIDO
C – UMIDADE IDEAL
ENRIQUECIMENTO DO COMPOSTO

Nitrogênio

Cinzas

Fósforo

Cálcio
AVALIAÇÃO DA MATURAÇÃO OU CURA DO
VERMICOMPOSTO

• Relação C/N: 18/1 curado;

• Teste da mão;

• Tempo do processo: 45 dias após a inoculação


das minhocas.
COLETA DO VERMICOMPOSTO

Peneiras

Foto: Ricardo B. Steffen


PROPRIEDADES DO VERMICOMPOSTO

• Nutriente para plantas;


• Características ideais para o estabelecimento das culturas;
• Contém milhões de bactéria e enzimas, biologicamente
ativos;
• Produto estável, não sujeito a
fermentações;
• Teor de úmidade em torno de
30 a 40%;
PROPRIEDADES DO VERMICOMPOSTO

• Os excrementos das minhocas contêm substâncias


com funções hormonais, as quais atuam de formas
diversas, influenciando a fisiologia das plantas,
regulando o desenvolvimento individual dos seus órgãos
vegetativos e promovendo a melhoria das colheitas;

- Pode apresentar 5 vezes mais “N” e 7 vezes mais “K”


do que o solo comum;

- Melhora as características físicas do solo


(CONDICIONADOR DO SOLO)
PREDADORES NOS
MINHOCÁRIOS
Predadores
Estratégias para evitar o ataque de predadores

1. Cobertura dos canteiros


Evita a entrada de animais maiores, como lagartos,
cobras, sapos, aves e ratos.

2. Limpeza das instalações e arredores


Dificulta a presença de cobras, lesmas, sapos e
formigas.

3. Construção de calhas ao redor do minhocário


Barreira à entrada de alguns predadores: formigas,
ratos.

4. Camada de cal, calcário ou cinza e


colocação de telas nos drenos
Evita a presença de sanguessugas.
COMERCIALIZAÇÃO

COMPOSTO ORGÂNICO - LEGISLAÇÃO

Parâmetro Valor Tolerância


pH Mínimo 6,0 Até 5,4
Umidade Máximo 40% Até 44%
Matéria orgânica Mínimo 40% Até 36%
Nitrogênio total Mínimo 1,0% Até 0,9%
Relação C/N Máximo 18/1 Até 21/1
ESPECIFICAÇÕES PARA GRANULOMETRIA

Granulometria Valor Tolerância


Farelado 100% peneira 4,8mm Até 85% em
peneira 4,8mm
90% peneira 2,8mm
Farelado grosso 100% peneira 38mm Não admite
90% peneira 25mm