Anda di halaman 1dari 18

— 140 —

12 Adjetivos
Adjetivo é a palavra que expressa qualida- ARGÉLIA argelino
ASSUNÇÃO assuncionenho
de ou propriedade ou estado do ser. ALASCA alasquenho, alasquiano
Consideremos estes exemplos: ALEMANHA alemão, germânico, tedesco
AMAPÁ amapaense
AMAZONAS amazonense, amazônico, baré
↓ AFEGANISTÃO afegane, afegão
«0 velho touro da fazenda saiu arrogante.» BAGDÁ bagdali
BATÁVIA batavo
(Raquel de Queirós) BAVIERA bávaro
BELGRADO belgradino
↓ BENGALA belemense, belemita
«Na ponta do chalé brilhava um grande ovo BÉLGICA belga
BELO HORIZONTE belo-horizontino
de louça azul.» BIZÂNCIO bizantino
↑ BOÊMIA boêmio
(Cecília Meireles) BOGOTÁ bogotano
Observe as diversas maneiras de carac- B OSTON bostoniano, bostoniense
BRASÍLIA brasiliano, brasiliense,
terizar os substantivos: candango
homem corajoso = homem de coragem = homem que BUENOS AIRES buenairense, portenho
BULGÁRIA búlgaro
tem coragem. CABO FRIO cabo-friense
atitude amorosa = atitude de amor = atitude de quem CABO VERDE cabo-verdiano
CAIRO cairota
↓ ↓ ama. CAMPINAS campineiro, campinense
CAMPOS campista
↓ CAPRI capriota
ADJ. LOC.ADJ. OR.SUB.ADJ. CARACAS caraquenho
CURITIBA curitibano, curitibense
CURITIBANOS (SC) curitibanense
Adjetivos pátrios ou CHAVES flaviense
CÓRSEGA corso
gentílicos COSTA RICA costa-riquenho
CUIABÁ cuiabano
CHINA chinês, chim, chino
Entre os adjetivos há os que se referem a CHIPRE cipriota, cíprio
continentes, países, regiões, estados, cidades EGITO egípcio
ENTRE RIOS entrerriano (MG), entrerriense
etc.: são os pátrios; e há os que se referem a (BA)
raças e povos: são os gentílicos. Assim, EQUADOR equatoriano
israelense é um adjetivo pátrio, mas israelita ESTOCOLMO estocolmenho
ETIÓPIA etíope
é um gentíIico. EL SALVADOR salvadorenho, salvatoriano
ESPÍRITO SANTO espírito-santense, capixaba
Principais adjetivos ESTADOS UNIDOS
DA AMÉRICA
norte-americano, estaduni-
dense, ianque
pátrios: FERNANDO DE
N ORONHA
noronhense

FILIPINAS filipino
ACRE acreano FINLÂNDIA finlandês
ANDALUZIA andaluz F LORENÇA florentino
ARACAJU aracajuano, aracajuense FLORIANÓPOLIS florianopolitano
— 141 —

F ORTALEZA fortalezense P ORTUGAL lusitano, lusoportuguês,


FOZ DO IGUAÇU iguaçuense portucalense
FLANDRES flamengo (antiga região dos QUITO quitenho
Países Baixos: Bélgica e RECIFE recifense
Holanda). RIBEIRÃO PRETO ribeirão-pretense,
GUIMARÃES vimaranense ribeirãopretano, riberopretano
GUINÉ guinéu RIO DE JANEIRO fluminense (estado), carioca
GOIANA (PE) goianense (cidade)
GOIÂNIA (GO) goianiense RIO BRANCO rio-branquense
GOIÁS goiano ROMÊNIA romeno
GRÃ-BRETANHA bretão RONDÔNIA rondoniense
GRÉCIA grego, helênico Rio Grande
GUARAQUEÇABA guaraqueçabense DO NORTE norte-rio-grandense, potiguar,
GUATEMALA gualtemateco rio-grandense-do-norte
HAVANA havanês SANTARÉM santarense
HONDURAS hondurenho SANTA CATARINA catarinense, catarineta, barriga-
HUNGRIA húngaro, magiar verde
ÍNDIA hindu, indiano Santa Rita do
INGLATERRA inglês, britânico PASSA QUATRO santa-ritense, passa-quatrense
JAPÃO japonês, nipo, nipônico SÃO LUÍS são-luisense, ludovicense
JERICÓ jericuntino SERGIPE sergipano
J ERUSALÉM. hierosolimita, hierosolimitano SALVADOR (BA) soteropolitano, salvadorense
JOÃO PESSOA pessoense SÃO DOMINGOS dominicano
JUIZ DE FORA juiz-forano, juiz-forense SÃO PAULO paulista (estado), paulistano
LA PAZ pacenho, pacense (cidade)
LIMA limenho SUÍÇA helvécio, helvético, suíço
LISBOA lisboeta, ulissiponense, TERRA DO FOGO fueguino
lisbonês, alfacinha (joc.) TÓQUIO toquiano
LONDRES londrino TRÊS CORAÇÕES tricordiano
LONDRINA londrinense TERESINA teresinense
MACAPÁ macapaense TOLEDO toledano
MADRI madrilenho, madrilense TRÍPOLI tripolitano
MACEIÓ maceioense UGANDA ugandense
M ADAGÁSCAR malgaxe, madagascarense VARSÓVIA varsoviano
MÁLAGA malaguenho, malaguês VENEZA veneziano
MARAJÓ marajoara VITÓRIA vitoriense
MARROCOS marroquino XAVANTES xavantino
MOÇAMBIQUE
MÔNACO
moçambicano
monegasco Pátrios compostos —
MONTEVIDÉU
MANAUS
montevideano
manauense formas reduzidas
MINHO minhoto
MOSCOU moscovita
NÁPOLES napolitano, partenopeu
África afro- Finlândia fino-
NATAL natalense, papajerimum
N ICARÁGUA nicaragüense, nicaraguano Alemanha germano- França galo-
NITERÓI niteroiense teuto- franco-
NOVA IORQUE nova-iorquino, noviorquino américo- Grécia greco-
América
NOVA ZELÂNDIA neozelandês ásio- Holanda holando-
Ásia
NOVA IGUAÇU iguaçuano australo- batavo-
Austrália
PAÍS DE GALES galês austro- Índia indo-
Áustria
PANAMÁ panamenho belgo- Inglaterra anglo-
Bélgica
PORTO ALEGRE porto-alegrense bolivo- Itália ítalo
Bolívia
PORTO RICO porto-riquenho brasilo- Japão nipo-
Brasil
PORTO VELHO porto-velhense sino- Polônia polono-
China
PALERMO panormitano dano- Portugal luso-
Dinamarca
PASSA-QUATRO passa-quatrense hispano- Síria siro-
Espanha
PIAUÍ piauiense euro- Suíça helveto
Europa
P INDAMONHAGABA pindense, pindamonhagabense
— 142 —

=> Observação: Ao procedermos à união,


de cabeça — cefálico
o primeiro adjetivo deve ser sempre o de menor de cabelo — capilar
extensão: sino-chileno, greco-hispânico, de cabra — caprino
greco-romano, cubano-soviético. de calor — térmico
de campo — campestre, rural, agreste
Se o número de sílabas for idêntico, preva- de carta — epistolar
lecerá ordem alfabética: anglo-francês, franco- de célula, cela — celular
de cera — céreo
grego. de chumbo — plúmbeo
de chuva — pluvial
de cinza — cinéreo
Locuções adjetivas de circo — circense
de cobra, serpente — columbrino, ofídico
de convento — conventual
Em lugar de um adjetivo pode aparecer uma de coração — cardíaco
locução adjetiva, ou seja, uma expressão com de corpo — somático, corpóreo, corporal
valor de adjetivo formada de preposição e subs- de correio — postal
de costas — dorsal
tantivo. Ex.: de dança, coreografia — coreográfico
de dedo — digital
nariz de águia (= aquilino)
de diamante — adamantino, diamantino
língua de víbora (= viperina) de dinheiro — pecuniário
de direito — jurídico
orelha de asno (= asinina) de ensino — didático
de enxofre — sulfúreo, sulfúrico, sulfuroso
homem de Vênus (= venusiano) de erva — herbóreo
de esposa — uxoriano
de estômago — estomacal, gástrico
⇒ Observação: Inúmeras locuções, po- de estrela — estelar
rém, não possuem adjetivos correspondentes. de éter — etéreo
de fábrica — fabril
Ex.: cavalo de pau, folha de papel, bolsa de de face — facial ou genal
pano. de fera — beluíno
de ferro — férreo, sidérico
de fígado — hepático
Quadro das locuções de fogo
de gado


ígneo
pecuário
adjetivas de gafanhoto
de garganta


acridiano, acrídio
gutural
de gato, onça — felino
Locucões Adjetivos de gelo — glacial
Adjetivas de guerra — bélico
de homem — viril
de açúcar — sacarino de Igreja — eclesiástico
de águia — aquilino de ilha — insular
de anjo — angelical de inverno — hibernal
de Alpes — alpino, alpestre de irmão — fraterno, fraternal (própria de)
de anel — anular de lago — lacustre
de asno — asinino de lágrima — lacrimal
de astro — sideral de leão — leonino
de aviação — aviatório de lebre — leporino
de bílis — biliar de leite — lácteo, láctico
de bispo — episcopal de limão, laranja — cítrico, cítreo
de boca — oral, bucal de lobo — lupino
de bode — hircino de Lua — lunar
de brejo — palustre de mãe — maternal (próprio de), materno
— 143 —

de macaco — simiesco de víbora — viperino


de madeira — lígneo, lenhoso de vidro — vítreo, hialino
de maçãs do rosto — malar, zigomático de vinagre — acético
de mar — marítimo, marinho, equóreo de violeta — violáceo
de marfim — ebúrneo, ebóreo de virilha — ingüinal
de memória — mnemônico, mnêmico de voz — vocal, fônico
de mestre — magistral de vasos, vasos
de moeda — numismático, monetário sanguíneos — vascular
de Moisés — mosaico
de monge, mosteiro — monacal, monástico
de
de
nariz
neve


nasal
níveo Flexões
de norte — setentrional, boreal
de olhos — ocular, oftálmico, ótico, óptico Os adjetivos flexionam-se em:
de ouvido — auricular, ótico
de ovelha — ovino 1 — Gênero
de paraíso — paradisíaco
2 — Número
de pedra — pétreo, litóide (com aspecto
de pedra) 3 — Grau
de pele, epiderme — cutâneo, epidérmico
de pesca — pesqueiro
de pomba
de porco


columbino
porcino, suíno  Uniformes
Gênero 
de prata
de prosa


argênteo, argentino, argírico
prosaico  Biformes
de pulmão — pulmonar
de raposa — vulpino O adjetivo flexiona-se em gênero e núme-
de rato — murino ro para concordar com o substantivo.
de rim — renal
de rio — potâmico, fluvial — aluno estudioso → alunos estudiosos
de rocha, rochedo — rupestre
de romance — romanesco — aluna estudiosa → alunas estudiosas
de seda — sérico
de selos, filatelia — filatélico
de sonho
de sono


onírico
sonífero
Adjetivos uniformes
de soro — seroso
de sul — austral, meridional ADJETIVOS UNIFORMES são os que têm uma só
sem cheiro — inodoro
sem movimento — inerte, imóvel
forma para indicar os dois gêneros. Em geral,
sem sabor — insípido, insosso são os que terminam por -a, -e, -I, -m, -r, -s ou -z
sem freio — desenfreado, infrene Ex.:
sem sal — insosso, insulso
de tarde — vespertino, crepuscular a mulher otimista o homem otimista
de tecido, tecelagem — têxtil a tarefa leve o trabalho leve
de terra — térreo, telúrico, terreno, a questão fácil o exercício fácil
terrestre a aluna jovem o aluno jovem
de terremoto — sísmico a posição superior o cargo superior
de tórax — torácico a senhora cortês o professor cortês
de touro — taurino a família feliz o pai feliz
de túmulo — tumular Exceções: espanhol → espanhola
de umbigo — umbilical
de universo — universal, ecumênico bom → boa
de urso — ursino andaluz → andaluza (de
de velho, velhice — senil Andaluzia —
de verão, estio — estival
Espanha)
— 144 —

Adjetivos biformes Plural dos adjetivos


ADJETIVOS BIFORMES são os que têm duas compostos
flexões, uma para o masculino, outra para o fe-
Regra geral
minino. Como acontece com o substantivo, o
masculino acaba, em geral, em -O e o feminino Como norma geral, só o último elemento
em -A. Ex.: belo, bela; estudioso, estudiosa; flexiona-se em número e gênero.
esperto, esperta etc. Há, entretanto, outras ter-
minações: Adjetivo + Adjetivo
Pal. invar. + Adjetivo
ES = ESA português, portuguesa; francês, escolas médico-cirúrgic as
francesa.
Exceção: cortês, descortês, montês, problemas luso-brasileir os
pedrês, que são invariáveis.
meninos mal-educad os
OR = ORA roedor, roedora; sofredor, sofredora;
motor, motora (motriz); gerador,
olhos castanho-clar os
geradora (geratriz). bIusas azul-escur as
Exceção: exterior, interior, incolor,
multicor, bicolor, tricolor, menor, maior, lenços amarelo-cIar os
melhor, pior, superior, inferior, que são
invariáveis meias verde-escur as

aldeão, aldeã; ancião, anciã; alemão,


tratados hispano-american os
ÃO = Ã
alemã; chão, chã; são, sã. cabelos castanho-escur os
ÃO = ONA amigão, amigona; brigão, brigona; Exceções:
cinqüentão, cinqüentona.
surdo-mudo: surd a -mud a
ÃO = OA beirão, beiroa; japão, japoa; vilão, viloa surd os -mud os
ateu, atéia; europeu, européia; hebreu, surd as -mud as
hebréia; pigmeu, pigméia; plebeu,
EU = ÉIA plebéia. azul-marinho, azul-celeste e ultravioleta
Exceção: réu, ré; ilhéu, ilhoa; tabaréu,
tabaroa; judeu, judia; sandeu, sandia. são invariáveis.
ternos azul-marinho
U = UA cru, crua; nu, nua. saias azul-celeste
Exceção: hindu, que é invariável.
raios ultravioleta
Atenção: tecidos furta-cor (ou furta-cores)
Número Particularidades

Quanto ao número, os adjetivos simples se- a) Se o último elemento for um substantivo,


nenhum elemento varia.
guem as mesmas flexões dos substantivos.
Entretanto, os adjetivos compostos modificam-se, Adjetivo + Substantivo
quanto ao gênero e quanto ao número, de modo
diverso dos substantivos compostos. Cor + de + Substantivo
— 145 —

persianas amarelo-canário Emprego do adjetivo


saias azul-pavão
gravatas verde-garrafa A anteposição ou a posposição de alguns
olhos verde-mar adjetivos aos substantivos implica mudança
gravatas amarelo-palha de significado. Vejamos os casos principais:
tecidos verde-oliva
Anteposição Significado
lenços branco-gelo
a) bela mulher mulher distinta
blusas vermelho-sangue b) bom rapaz rapaz ingênuo
vestidos cor-de-rosa c) caro amigo querido amigo
d) estranho clima clima anormal
olhos cor do mar e) grande homem homem eminente
f) novos homens homens recém-chegados
suéteres cor de café g) pobre rapaz rapaz infeliz
b) Também os substantivos simples, quan- h) puro ato mero ato
i) santo homem homem puro
do empregados em função adjetiva, permanecem j) simples questão mera questão
invariáveis. l) único caso caso exclusivo
m) velho amigo amigo de há muito
luvas pérola (= cor de pérola) n) verdadeiro homem de qualidades
homem morais
meias gelo (= cor de gelo)
lenços areia (= cor de areia)
Posposição Significado
blusas rosa (= cor-de-rosa)
sapatos caramelo (= cor de caramelo) a) mulher bela mulher bonita
b) rapaz bom rapaz virtuoso
bolsas prata (= cor da prata) c) amigo caro amigo oneroso
d) clima estranho clima estrangeiro
calças cinza (= cor da cinza) e) homem grande homem alto, corpulento
f) homens novos homens jovens
Macete: Nas indicações de cor, a palavra fi-
g) rapaz pobre rapaz sem recursos
cará invariável sempre que se subentenda a h) ato puro ato sincero
expressão cor de. i) homem santo homem miraculoso
j) questão simples questão fácil
Ex.: l) caso único caso ímpar
m) amigo velho amigo idoso
blusas (cor de) violeta n) homem verdadeiro homem sincero
meias (cor de) creme
Alguns nomes são pronomes adjetivos
Mas não se pode dizer quando antepostos aos substantivos e são ad-
calças (cor de) cinzento jetivos quando pospostos; nesses casos há
luvas (cor de) branco também mudanças de sentido.
certo homem = determinado homem
Portanto: vários homens = diversos homens
calças cinzentas homem certo = homem adequado
luvas brancas homens vários = homens diferentes
— 146 —

Alguns adjetivos são usados no masculi- i) dentes de marfim


no singular em substituição a advérbios: são i) .................................................................
os adjetivos adverbializados.
j) nariz de águia
Ex.:
j) .................................................................
As moças falavam claro (claramente) e
sério (seriamente). l) essência de rato
É comum usar-se o adjetivo com valor de l) .................................................................
substantivo. Para tanto, basta fazê-lo anteceder m) palavras da boca
um artigo.
m) ..............................................................
Ex.:
n) lábios de lebre
O brasileiro é um apaixonado pelo fute-
n) ................................................................
bol.
o) cirurgia da maçã do rosto
Gosto de contemplar o azul do céu.
o) ................................................................
Neste caso, diz-se que o adjetivo é
substantivado. p) objeto de madeira
p) ................................................................
Exercícios q) água com enxofre
q) ................................................................
1) Escreva, no espaço em branco, o adjeti-
vo correspondente à locução destacada: r) artesanatos em cobre
a) bênção de bispo r) .................................................................
a) ................................................................ s) soldadinhos de chumbo
b) problemas da cidade s) ................................................................
b) ................................................................ t) leite da mãe
c) comida sem sabor t) ................................................................
c) ................................................................ u) atitudes próprias de pai
d) pedra de fogo u) ................................................................
d) ................................................................ 2) Complete os espaços conforme a conve-
e) corpo sem sangue niência:
e) ................................................................ a) Nasceu em Lima é ..............................
f ) carreira sem freio b) Nasceu na Guatemala é .....................
f) ................................................................. c) Nasceu em ........................ é malgaxe
g) funcionário sem aptidão d) Nasceu em .................... é capixaba.
g) ................................................................ e) Nasceu em ..................... é catarineta.
h) afeição de irmão f) Nasceu em Três Corações é ............
h) ................................................................ g) Nasceu em ................. é ludovicense.
— 147 —

h) Nasceu em ...................... é pequinês. 8. o sem-vergonha do papagaio: ...........


i) Nasceu em ................ é soteropolitano. ...................................................................
j) Nasceu em ............................ é asteca. 9. calça azul-escura: ...............................
l) Nasceu em Pindamonhangaba é ....... ...................................................................
m) Nasceu em Londres é .......................
4) Faça a concordância:
n) Nasceu em .................. é londrinense.
1. nuvem rox .................. -escur ...........
o) Nasceu em Brasília é .........................
2. reflexos furt ................. -cor ...............
p) Nasceu em ....................... é portenho.
3. piteiras vermelh ......... -clar ..............
q) Nasceu em .................... é paulistano.
4. doenças psic .............. -somátic .......
r) Nasceu em ............... é ulissiponense.
5. lentes côncav ............. -convex .......
s) Nasceu em ................... é goianiense.
6. guerra sino-russ ......... -japones .......
t) Nasceu em .................. é hierosolimita.
7. capas amarel .............. -enxofre .......
u) Nasceu no Minho é ...........................
8. céus azu ..................... -cinzent ........
v) Nasceu no Acre é ...............................
9. meninas surd .............. -mud .............
x) Nasceu em .................. é noronhense.
10. alianças eur ..... -afr ..... -búlgar .........
z) Nasceu no Estado do Rio é ...............
11. olhos verde ............... -mar ...............
3) Flexione no plural: 12. olhos castant ............. -esverdead ...

1. guarda-chuva azul-marinho: .............. 5) Usando radicais latinos, substitua as


................................................................... expressões em destaque por um adjetivo
correspondente:
2. pára-quedas amarelo-claro: ...............
a) carne de boi: ......................................
...................................................................
b) soldado de chumbo: .........................
3. saia azul-pavão: ..................................
c) amor de irmão: ..................................
...................................................................
d) clima de inverno: ..............................
4. conflito sino-russo-japonês: ............
e) chuvas de verão: ...............................
...................................................................
f) navegação dos lagos: .......................
5. vestido cor-de-rosa: ......................
g) testemunha de vista: ..........................
...................................................................
h) punição de lei: ....................................
6. rapazinho mal-educado: .................
i) atitudes de criança: .............................
...................................................................
j) jornal da tarde: .....................................
7. rei todo-poderoso: ..............................
l) voz de prata: .......................................
...................................................................
m) carta do bispo: .................................
— 148 —

c) Será divulgada hoje a mensagem do


Questões discursivas bispo.
1. (FEI-SP) Siga o modelo: ( ................................................................. )
Modificação da paisagem: modificação pai- d) Quando criança, brincava com soldadi-
sagística: nhos de chumbo.( ........................................ )
a) água da chuva.
b) exageros da paixão. 5. (CEFET-PR) Se o plural de LIVRO é LI-
VROS, os de GUARDIÃO e JAQUETA COR-
c) atitudes de criança. DE-ROSA são:
d) soro contra veneno de serpente.
...................................................................
a) .............................................................
...................................................................
b) .............................................................
c ) ............................................................. Testes
d) .............................................................
1. (UFPR) Marque a alternativa formada de
2. (PUC-RS) Passe para o plural:
vocábulos compostos cujo último elemen-
a) borboleta azul-clara to é o único a flexionar-se:
................................................................... a) saca-rolha, surdo-mudo, azul-escuro.
b) borboleta cor de laranja b) guarda-florestal, pára-raio, abaixo-assi-
................................................................... nado.
c) beija-flor, segunda-feira, todo-poderoso.
3. (CEFET-PR) Indique, em cada caso, o
significado do adjetivo em destaque: d) guarda-civil, pró-reitor, agro-pastoril.
— Todos sabiam que era um homem e) guarda-roupa, anglo-americano, verde-
POBRE. claro.
POBRE = .................................................. 2. (UCS-RS) As colegiais usavam saias
...................., blusas ..........., sapatos e
— Tínhamos pena dele, pois era um PO-
meias .............
BRE homem.
a) verde-musgo — rosas — pérola
POBRE = ..................................................
b) verdes-musgo — rora — pérolas
4. (FEI-SP) Substitua a locução adjetiva c) verde-musgo — rosa — pérola
grifada pelo adjetivo correspondente:
d) verde-musgo — rosa — pérolas
— (Modelo: amor de mãe — amor materno)
e) verdes-musgo — rosas — pérolas
a) Esta é uma pedra de fogo.
( ................................................................. ) 3. (UEM-PR) Numere a segunda coluna de
acordo com a primeira, observando os vá-
b) Recebi o título de cidadão de Três Co- rios significados da preposição utilizada, e
rações. assinale a alternativa que indica a seqüência
( ................................................................. ) correta.
— 149 —

1ª Coluna 2ª Coluna 7. (FEI-SP) Corresponda o adjetivo com o


(1) Casa de Pedro ( ) Posse seu substantivo. Na alternativa a esco-
lher, todos os cinco pares devem estar
(2) Piano de cauda ( ) Classificação
corretos:
(3) Caixa de jóias ( ) Finalidade
1. chinês A. episcopal
(4) Copo de vidro ( ) Matéria
2. raposa B. argênteo
(5) Fatos da Irlanda ( ) Lugar
3. baço C. esplênico
a) 5 — 4 — 2 — 1 — 3
4. bispo D. sínico
b) 1 — 2 — 3 — 4 — 5
5. prata E. vulpino
c) 5 — 3 — 2 — 4 — 1
a) 1-E; 2-A; 3-C; 4-D; 5-B.
d) 5 — 3 — 2 — 1 — 4
b) 1-D; 2-B ; 3-E; 4-C; 5-A.
e) 1 — 2 — 4 — 3 — 5
c) 1-D; 2-E; 3-C; 4-A; 5-B.
4. (FMU-SP) Em que caso a palavra desta-
cada não tem valor de adjetivo? d) 1-B; 2-A; 3-E; 4-C; 5-D.
a) Um branco, velho, pedia esmolas. e) 1-B; 2-E; 3-C; 4-A; 5-D.
b) Um velho, branco, pedia esmolas. 8. (UFPR) Em qual dos casos o primeiro
c) Era um dia cinzento. elemento do adjetivo composto não corres-
ponde ao substantivo entre parênteses?
d) O sabão usado desbotou o verde da
camisa. a) Indo-europeu (Índia)
e) Os viajantes dormiam tranqüilos. b) Ítalo-brasileiro (Itália)
5. (FMU-SP) Quanto ao gênero, os adjeti- c) Luso-brasileiro (Portugal)
vos carioca, breve e só: d) Sino-árabe (Sião)
a) são todos comparativos. e) Anglo-americano (Inglaterra)
b) são todos uniformes.
9. (CTA/COMPUTAÇÃO-SP) As expressões
c) são uniformes os dois primeiros, e bifor- cabelo castanho-escuro e calça azul-marinho
me o último. ficarão corretas no plural:
d) são todos relativos. a) cabelos castanho-escuros e calças
e) são todos uniformes, assim como o azul-marinho.
adjetivo histórico. b) cabelos castanho-escuros e calças azul-
6. (CTA/COMPUTAÇÃO-SP) Assinale a marinhos.
alternativa que contém uma locução c) cabelos castanhos-escuros e calças
adjetiva: azul-marinho.
a) Esta é a torneira de água fria. d) cabelos castanhos-escuros e calças
b) Ele é um homem corajoso. azuis-marinho.
c) Este quadro é muito feio. e) Nenhuma das alternativas anteriores.
d) A bicicleta dela é inglesa. 10. (UFPR) As frases abaixo deverão ter suas
e) Achei um lápis azul. lacunas preenchidas conforme o modelo:
— 150 —

A Lua não é constante: é inconstante. III — Vestidos vermelhos e amarelo-laran-


Assim: ja foram os mais vendidos na exposição.
IV — As crianças surdo-mudas foram
Apresentou uma redação sem mácula: uma
encaminhadas à clínica para tratamento.
redação: ............................................................
V — Discutiu-se muito a respeito de ciên-
...................................................................
cias político-sociais na última assembléia dos
Um argumento sem defesa: um argu- professores.
mento ................................................................ VI — As sociedades luso-brasileira adqui-
Aquela casa não é habitada: é ............... riam novos livros de autores portugueses.
Meu amigo não tem habilidade: é .......... A opção que contém apenas períodos cor-
O rapaz não foi escrupuloso: foi ............ retos quanto à flexão de número dos adjetivos é:

Qual das alternativas abaixo contém as a) III, V, VI


palavras apropriadas? b) I, III, V
a) imaculada; indefensível; inabitável; ina- c) II, IV, VI
bilitado; desescrupuloso. d) III, IV, V
b) imaculável; indefensível; inabitável; ina- e) I, II, V
bilitado; desescrupuloso.
Para resolver questões 13 a 15, assinale
c) imaculada, indefensível; inabitada; inábil; as alternativas e some seus valores.
desescrupuloso.
13. (UFJF-MG) Assinale a(s) alternativa(s)
d) imaculável; indefensável; inabitável; iná-
em que todos os adjetivos compostos es-
bil; inescrupuloso.
tão flexionados corretamente no plural:
e) imaculada; indefensável; inabitada; iná-
1. problemas sócios-econômicos, confli-
bil; inescrupuloso.
tos sino-soviéticos.
11. (CESGRANRIO) Assinale a opção em
2. tratados luso-brasileiros, blusas azuis-
que ambos os termos não admitem flexão
marinho.
de gênero:
4. vestidos azul-celeste, crianças sur-
a) inglesa pálida. das-mudas.
b) jovem leitor. 8. olhos cor do céu, olhos castanhos-claros.
c) alguns mestres 16. olhos verde, bolsas gelo.
d) semelhante criatura. 32. faixas amarelo-laranja, meias verde-
e) moça ideal. musgo
12. (UFSC) Observe as proposições abaixo: 64. cachorrinhos recém-nascido, man-
I — Poucos autores escrevem poemas chas amarelo-sujo.
herói-cômicos. 14. (UFPR) A(s) alternativa(s) correta(s)
II — Os cabelos castanhos-escuros emol- quanto à locução adjetiva e o adjetivo
duravam-lhe o semblante juvenil. correspondente é (são):
— 151 —

1. de chuva — pluvial; No superlativo, enuncia-se a qualidade em


de terra — terrestre. grau elevado, qualidade de um ser não compa-
rado a outro.
2. de prata — argênteo;
DE IGUALDADE
sem piedade — impiedoso.
(Ex.: Pedro é tão
4. de paixão — apaixonado;
alto como João.)
de gelo — glacial.
DE SUPERIORIDADE
8. de verão — veranal;
Comparativo (Ex.: Pedro é mais
de fogo — ígneo. alto do que João.)
16. de criança — pueril; DE INFERIORIDADE
da cor do céu — cerúleo. (Ex.: Pedro é me-
32. do céu — celeste; nos alto do que
de chumbo — chúmbeo. João.)
64. de águia — aguinal; Note bem: igualdade: tão ........ como
sem cheiro — inodoro. tão ...... quanto
15. (UNAMA) A(s) alternativa(s) que está(ão) superioridade: mais .............. (do) que
incorreta(s) quanto ao adjetivo gentílico:
inferioridade: menos ............ (do) que
1) Montevidéu — montevideano; Natal —
(o “do” na conjunção “do que” é partícula
papa-jerimum.
expletiva — seu emprego é facultativo).
2) Londres — londrinense; Lisboa —
ulissiponense.
Comparativos irregulares
4) São Paulo (estado) — paulista; São
Paulo (cidade) — paulistano. Os adjetivos bom, mau, grande e pe-
8) Rio de Janeiro (estado) — fluminense; quenos possuem formas irregulares para o
Rio de Janeiro (cidade) — carioca. comparativo de superioridade:
32) Salvador — soteropolitano; El Salva- Grau Normal Comparativo
dor — salvadorense.
de Superioridade
64) Guatemala — guatemalco; Índia — hindu.
BOM MELHOR
Grau MAU PIOR
PEQUENO MENOR
Os adjetivos possuem dois graus:
GRANDE MAIOR
1. COMPARATIVO
2. SUPERLATIVO → Atenção:
No comparativo, confronta-se a mesma Excepcionalmente usam-se as formas
qualidade entre dois seres, ou duas qualidades analíticas desses adjetivos quando compa-
do mesmo ser. ram-se duas qualidades do mesmo ser:
— 152 —

— Aquele menino é mais bom do que → Obs: A forma mais pequeno ainda é
inteligente. usada e tida por correta. No entanto, são conde-
— Pedrinho é mais mau do que bom. nadas as formas mais grande, mais bom,
— Esta casa é mais grande do que pequena. mais mau, a não ser nos casos mencionados
anteriormente.

 ANALÍTICO


A estátua é muito bela.
A. A BSOLUTO


SINTÉTICO 
 A estátua é belíssima. 

2. S UPERLATIVO A NALÍTICO:
 A estátua é mais bela de todas.

  DE SUPERIORIDADE: S INTÉTICO:
A casa é a maior de todas.

 B. RELATIVO

 DE INFERIORIDADE: A estátua é a menos bela de todas

O superlativo absoluto expressa a qua-


lidade de um ser, no seu grau mais elevado,
Superlativos sintéticos
sem nenhuma comparação com outro ser. eruditos
Analítico → quando o superlativo contém -íssimo
amaríssimo (amargo) malevolentíssimo
duas palavras (advérbio de amicíssimo (amigo) (malévolo)
intensidade + sufixo): antiqüíssimo (antigo) minutíssimo (miúdo)
atrocíssimo (atroz) modicíssimo (módico)
A estátua é muito bela. audacíssimo (audaz) nobilíssimo (nobre)
belacíssimo (belicoso) notabilíssimo (notável)
Sintético → quando o superlativo con- belíssimo (belo) parcíssimo (parco)
tém uma só palavra (radical beneficentíssimo(benéfico) piíssimo (pio)
benevolentíssimo (benévolo) prodigalíssimo (pródigo)
do adjetivo + sufixo): boníssimo (bom) rapacíssimo (rapace)
claríssimo (claro) regularíssimo (regular)
A estátua é belíssima.
comuníssimo (comum) sacratíssimo (sagrado)
contumacíssimo (contumaz) saníssimo (são)
O superlativo absoluto analítico é expres- crudelíssimo (cruel) sapientíssimo (sapiente)
so por meio de advérbios: muito, extrema- cruíssimo (cru) seriíssimo (sério)
mente, assaz, bastante. eficacíssimo (eficaz) simplicíssimo (simples)
dulcíssimo (doce) singularíssimo(singular)
feracíssimo (feraz) superbíssimo (soberbo)
O superlativo absoluto sintético forma-se
felicíssimo (feliz) tenacíssimo (tenaz)
com os sufixos: ferocíssimo (feroz) terribilíssimo (terrível)
frigidíssimo (frio) trivialíssimo (trivial)
generalíssimo (geral) utilíssimo (útil)
- íssimo -imo - rimo
honoricentíssimo (honorífico) vaníssimo (vão)
Ioquacíssimo (loquaz) velocíssimo (veloz)
(rico - riquíssimo) (fácil - facílimo) (magro - legalíssimo (legal) voracíssimo (voraz)
macérrimo) magnificentíssimo (magnífico) vulgaríssimo (vulgar)
maledicentíssimo (maledicente)
— 153 —

-imo Exercícios
agílimo (ágil) fragílimo (frágil)
dificílimo (difícil) gracílimo (grácil) 1) Diga o grau dos adjetivos:
docílimo (dócil) humílimo (humilde)
ductílimo (dúctil) simílimo (semelhante) a) Minha vida é importante. .................
facílimo (fácil) verossimílimo (verossímil)
...................................................................
b) Minha vida é tão importante quanto a
-rimo sua. ...................................................................
acérrimo (acre) misérrimo (mísero) c) Minha vida não é mais importante do
aspérrimo (áspero) nigérrimo (negro)
celérrimo (célere) paupérrimo (pobre) que a sua. .......................................................
celebérrimo (célebre) pulquérrimo (pulcro)
integérrimo (íntegro) salubérrimo(salubre)
d) Minha vida não é menos importante
libérrimo (livre) tetérrimo (tetro) do que a sua. ...................................................
macérrimo (magro) ubérrimo (úbere)
e) Nossas vidas são verdadeiramente
importantes. ...................................................
O superlativo relativo ressalta, com vanta-
gem ou desvantagem, a qualidade de um ser com f) Nossas vidas hão de ser extraordinaria-
relação a outros seres que possuem essa mes- mente úteis à Pátria. ......................................
ma qualidade. g) Tua vida é importantíssima, ó jo-
O de superioridade forma-se com a vem. ..................................................................
intercalação do adjetivo nas formas: h) Naquele instante, a vida dela era a
o mais ... de mais importante de todas. .........................
Tenório é o mais esperto dos alunos da sala. i) Era o máximo, agradava a todos. ...
O de inferioridade forma-se com a intercala- j) A segunda resposta foi pior que a pri-
ção do adjetivo nas formas: meira. ................................................................
o menos ... de 2) Qual o normal dos superlativos erudi-
Valdevina é a menos alta das alunas da tos abaixo? Escreva-os na mesma linha
sala. pontilhada:
→ Nota: Há alguns adjetivos que, ao lado 1) voracíssimo .....................................
da forma regular, possuem outra forma, anô- 2) amicíssimo .......................................
mala (de raiz diversa), para o superlativo ab-
soluto sintético: 3) velocíssimo ......................................

Grau Forma regular de Forma irregular


4) vaníssimo .........................................
normal superlativo abso- de superlativo 5) saníssimo .........................................
luto sintético absoluto sintético
6) antiqüíssimo .....................................
BOM BONÍSSIMO ÓTIMO
MAU MALÍSSIMO PÉSSIMO 7) atrocíssimo .......................................
GRANDE GRANDÍSSIMO MÁXIMO
PEQUENO PEQUENÍSSIMO MÍNIMO
8) audacíssimo .....................................
ALTO ALTÍSSIMO SUPREMO ou 9) comuníssimo ....................................
SUMO
BAIXO BAIXÍSSIMO ÍNFIMO 10) notabilíssimo .....................................
— 154 —

3) Escreva o superlativo absolutivo sinté- — Não considero sua atitude nobre, mas
tico correspondente: ...........................................................................
1. O líquido tinha um gosto ...... (acre). 2. (FEI-SP) Dê a forma erudita do superla-
2. Passamos uma tarde....(agradável). tivo absoluto sintético dos adjetivos:
3. Encontramos um senhor ..... (amável). a) dócil: .....................................................
4. Prédio .................................. (antigo). b) negro: ....................................................
5. Ditador ................................... (cruel). 3. (SANTA CASA-SP) Dê o superlativo ab-
6. Torta ...................................... (doce). soluto sintético de:
7. Atitude ................................. (eficaz). a) branco: ..................................................
8. Administrador .................... (íntegro). b) humildade: ............................................
9. Moça ................................... (magra). 4. (FUVEST) “Cecília, és libérrima e exata
10. Nuvem ................................. (negra). como a concha.” (Manuel Bandeira)
11. Castelo ................................. (tétrico). Se libérrima corresponde a muito livre,
corresponda a:
12. Imagem ............................ (sagrada).
13. Palavra ................................... (livre). a) muito cruel: ..........................................
14. Atitudes ............................. (simples). b) muito doce: ..........................................
15. Cão ............................................ (fiel). c) muito bom: ...........................................
4) Assinale as frases incorretas: d) muito pobre: .........................................
1. ( ) Pedro é mais bom do que Antônio. e) muito soberba: .....................................
2. ( ) Este livro é mais bom do que o 5. (FAAP-SP) Indique o gênero, número e
outro. grau dos adjetivos desculpável e razoável
em «a mais desculpável, a mais razoável de
3. ( ) Este menino é mais bom do que o todas.»
mau.
...................................................................
4. ( ) Esta manhã é mais grande do que
aquela. ...................................................................

5. ( ) Esta mansão é mais grande do que


arejada. Testes
6. ( ) Pedro é mais bom do que mau.
1. (FEI-SP) Assinale o grau correto do adje-
7. ( ) Maria é mais pequena do que Lúcia.
tivo “completa” na frase: “... que me deu
8. ( ) Maria é mais pequena do que magra. ao corpo a mais completa imobilidade.”
a) superlativo absoluto sintético.
Questões discursivas b) comparativo de superioridade.
1. (CEFET-PR) Siga o exemplo: c) superlativo absoluto analítico.
— Não chamo a torre de alta, mas de d) superlativo relativo.
altíssima. e) Nenhuma das respostas anteriores.
— 155 —

2. (FMU-SP) Nas orações “Este livro é o c) um homem muito sábio e clima muito
melhor do que aquele” e “Este livro é salubre.
mais lindo que aquele” há os graus com- d) um homem sabidíssimo e clima salubri-
parativos: díssimo.
a) de superioridade, respectivamente sin- e) Nenhuma das alternativas acima.
tético e analítico.
6. (CTA/COMPUTAÇÃO-SP) Os superlati-
b) de superioridade, ambos analíticos. vos sintéticos eruditos de negro, veloz e
c) de superioridade, ambos sintéticos. bom são, respectivamente:
d) relativo. a) negríssimo, velocíssimo, ótimo.
e) superlativo. b) nigérrimo, velocíssimo, ótimo.
3. (FMU-SP) Assinale a única alternativa em c) nigérrimo, velocíssimo, boníssimo.
que se encontram as formas corretas do su- d) negríssimo, velocíssimo, boníssimo.
perlativo erudito dos adjetivos: soberbo, malé-
e) Nenhuma das alternativas anteriores.
volo e magro.
a) soberbíssimo, malevolíssimo, magérrimo. 7. (PUC-MG) Ponha no superlativo absolu-
to sintético erudito: magro, negro, sábio,
b) magríssimo, malevoléssimo, soberbílimo.
jovem, doce, acre.
c) soberbérrimo, magrílimo, macérrimo.
a) macérrimo, nigérrimo, sapientíssimo,
d) soberbérrimo, magrílimo, malevolen- juventíssimo, dulcíssimo, acérrimo.
térrimo.
b) macérrimo, negríssimo, sabíssimo, jo-
e) magérrimo, superbérrimo, malevolentí-
venzinho, docíssimo, acrérrimo.
limo.
c) macérrimo, nigérrimo, sapientíssimo,
4. (UFPb) joveníssimo, dulcíssimo, acérrimo.
— Em «A torre é muito alta», a expres- d) macérrimo, nigérrimo, sabidíssimo, jove-
são em negrito é: níssimo, dulcíssimo, acríssimo.
a) superlativo relativo de superioridade. e) n.d.a.
b) superlativo absoluto sintético.
8. (PUCCAMP-SP) Se a altíssimo corres-
c) comparativo de superioridade. ponde alto, a celebérrimo, libérrimo,
d) superlativo absoluto analítico. crudelíssimo, humílimo, paupérrimo,
e) comparativo relativo. respectivamente, há de corresponder:
5. (CTA/COMPUTAÇÃO-SP) As expressões: a) célebre, líbero, cruel, úmido, pobre.
um homem sábio e clima salubre ficarão b) célebre, livre, cru, úmido, pobre.
corretas com o adjetivo no superlativo ab- c) célebre, livre, cruel, humilde, pau.
soluto sintético erudito:
d) célebre, livre, cruel, humilde, pobre.
a) um homem sabidíssimo e clima
e) célebre, livre, cru, humilde, pobre.
salubríssimo.
b) um homem sapientíssimo e clima salu- 9. (FUVEST) Assinale a frase incorreta,
bérrimo. quanto à flexão do grau adjetivo:
— 156 —

a) Que tristezas são mais ruins que as nossas? 13. (FMU-SP) Assinale a(s) alternativa(s)
b) A proposta era mais boa do que má. que contenha(m) o adjetivo no grau com-
parativo de superioridade.
c) A proposta era mais má do que boa.
1. Sua atitude foi a mais adequada de todas.
d) Minha casa é mais grande do que pe-quena.
2. Ele é pior do que o irmão.
10. (UEM-PR) Quanto ao superlativo erudi-
to, há uma proposição errada em: 4. A sala é menor do que a copa.
a) Amargo dá amaríssimo, assim como 8. Este tipo de teste é melhor do que o
doce dá dulcíssimo. tradicional.
b) Feroz dá ferocíssimo, assim como frio 16. A sala é mais pequena do que grande.
dá frigidíssimo. 32. Esta música é o máximo.
c) Sagrado dá sagradíssimo, assim como 64. Não seja o mais ínfimo dos seres.
nobre dá nobilíssimo.
14. (UFBA) A(s) alternativa(s) incorreta(s),
d) Magro dá macérrimo, assim como dócil quanto ao absoluto sintético erudito:
dá docílimo.
1. maledicentíssimo — maledicente.
e) Sábio dá sapientíssimo, assim como hu-
milde dá humildíssimo. 2. macérrimo — magro.
11. (UEPG-PR) Assinale a alternativa em 4. sagradíssimo — sagrado.
que o superlativo entre parênteses não se 8. simílimo — semelhante.
refere ao adjetivo:
16. salubérrimo — salubre.
a) alto (supremo).
32. frigidíssimo — frio.
b) doce (dulcíssimo).
64. negríssimo — negro.
c) mau (péssimo).
d) pequeno (ínfimo). Descontraia!
e) n.d.a.
Para resolver as questões 12 a 14, assi- — CARTA (De Públio Lêntulo, governador
nale as alternativas e some seus valores. da Judéia, no reinado de Tibério, ao Senado
12. (UFMG) Assinale a(s) alternativa(s) que Romano.)
não contém(êm) a forma correta do adjetivo «Apareceu em nossos dias um homem de
no superlativo absoluto sintético erudito: grande virtude, chamado Jesus Cristo, o qual ain-
1. atrozíssimo (atroz), ferozíssimo (feroz). da vive entre nós. Os gentios o têm recebido como
um profeta de verdade; mas os seus discípulos lhe
2. libérrimo (livre), nigérrimo (negro). chamam o Filho de Deus. Ressuscita os mor-
4. nobilíssimo (nobre), paupérrimo (pobre). tos, e cura todo gênero de enfermidades.
8. sabientíssimo (sábio), humílimo (humilde). Sua estatura é mais que mediana; seu porte,
16. cruelsíssimo (cruel), aspérrimo (áspero). circunspecto; sua presença, venerável; de modo
que, quantos o vêem, o amam e o temem. Seu
32. agílimo (ágil), amaríssimo (amargo) cabelo é castanho, basto e liso até as orelhas;
64. fidelíssimo (fiel), generalíssimo (geral). delas para baixo é de cor mais loura e anelado,
— 157 —

caindo-lhe em ondas sobre os ombros, e no meio Quando condena, é terrível; quando re-
da testa se divide à maneira dos nazarenos. Tem preende ou admoesta, é cortês e moderado
a testa lisa e fina; em seu rosto não há mancha, nas expressões. Em sua conversação é agra-
sinal, nem ruga alguma, aformoseando-o uma dável e cheio de gravidade. Ninguém o viu
bela cor rosada; no nariz e na boca não se pode jamais rir; porém muitos o têm visto chorar.
encontrar defeito algum; sua barba é um pouco As proporções de seu corpo são excelen-
espessa, e da cor do cabelo, mas não é compri- tes; suas mãos e seus braços são os mais perfei-
da, e tem a forma de um garfo; sua fisionomia tos que se podem ver. Em seu falar é muito par-
respira inocência e sabedoria; e seus olhos são co, modesto e sensato. Homem de singular bele-
pardos, claros e vivos. za, que excede a todos os filhos dos homens.»

Respostas da unidade 12 — Adjetivos

Exercícios — pág. 146 Testes — pág. 148


1) a) episcopal b) urbanos c) insípida d) ígnea 1-e 6-a 11 - d
e) exangue f) desenfreada g) inapto h) fraterna i) ebúrneos 2-c 7-c 12 - b
j) aquilino I) murina m) orais n) leporinos o) malar p) lígneo 3-b 8-d 13 - 36
q) sulfúrea r) cúpricos s) plúmbeos t) materno u) paternais 4-d 9-a 14 - 23
2) limenho, guatemalteco, Madagáscar, Espírito San- 5-b 10 - e 15 -???
to, S. Catarina, tricordiano, S. Luís (MA), Pequim, Salvador
Exercícios — pág. 153
(BA), México, pindense, londrino, Londrina, brasiliense,
Buenos Aires, S. Paulo (capital), Lisboa, Goiânia (GO), 1) a) normal b) compar. iguald. c) compar. super.
Jerusalém, minhoto, acreano, Fernando de Noronha, d) compar. infer. e) superl. absol. analít. f) superl. absol.
fluminense. analít. g) superl. absol. sintét. h) superl. relat. super. i) superlat.
3) 1. guarda-chuvas azul-marinho 2. pára-quedas absol. sintét. j) compar. super.
amarelo-claros 3. saias azul-pavão 4. conflitos sino-rus- 2) 1) voraz 2) amigo 3) veloz 4) vão 5) são 6) antigo
so-japoneses 5. vestidos cor-de-rosa 6. rapazinhos mal- 7) atroz 8) audaz 9) comum 10) notável
3) 1. acérrimo 2. agradabilíssima 3. amabilíssimo
educados 7. reis todo-poderosos 8. os sem-vergonha dos
4. antiquíssimo 5. crudelíssimo 6. dulcíssima 7. eficacíssima
papagaios 9. calças azul-escuras.
8. integérrimo 9. macérrima 10. nigérrima 11. tetérrimo
4) 1. roxo-escura 2. furta-cor (cores) 3. vermelho-cla- 12. sacratíssima 13. libérrimas 14. simplicíssima 15. fidelíssimo
ras 4. psicossomáticas 5. côncavo-convexas 6. sino-rus- 4) 1, 2, 4, 7.
so-japonesa 7. amarelo-enxofre 8. azul-cinzentos 9. sur-
das-mudas 10. euro-afro-búlgaras 11. verde-mar 12. casta- Questões discursivas — pág. 154
nho-esverdeados. 1) nobilíssima.
5) a) bovina b) plúmbeo c) fraterno d) hibernal e) estivais 2) a) docílimo b) nigérrimo
f) lacustre g) ocular h) legal i) pueris j) vespertino l) argêntea 3) a) branquíssimo b) humílimo
m) episcopal 4) a) crudelíssimo b) dulcíssimo c) boníssimo/ótimo
d) paupérrimo e) superbíssimo
Questões discursivas — pág. 148 5) gênero: uniforme; número: sing.; grau: superl.
relat. de superioridade.
1) a) pluvial b) passionais c) pueris d)antiofídico
2) a) borboletas azul-claras b) borboletas cor de la- Testes — pág. 154
ranja 1-d 5-b 9-a 13 - 30
3) sem recursos; infeliz. 2-a 6-c 10 - e 14 - 68
4) a) ígnea b) tricordiano c) episcopal d) plúmbeos 3-c 7-a 11 - d
5) guardiães/ões, jaquetas cor-de-rosa. 4-d 8-d 12 - 25