Anda di halaman 1dari 20

AULA

GERADORES DE
CORRENTE CONTÍNUA
GERADORES CC
▪ Equação da força eletromotriz (f.e.m)
− 𝑙. 𝑉
Princípio gerador: 𝐸 = 𝐵. 𝑙. 𝑉
−𝐵

− 𝑙. 𝑉 Área varrida em m² pelo condutor em 1 seg.

−𝐵 Densidade de fluxo em quantidade de linhas por m².

• Portanto o produto 𝐵. 𝑙. 𝑉 é o fluxo cortado por segundo:

𝐸 = fluxo cortado por segundo

Geradores de Corrente Contínua 2


GERADORES CC
▪ Equação da força eletromotriz (f.e.m)

• Seja Φ o número total de linhas de fluxo magnético por polo,


z o número total de condutores ativos e p o número de
percursos em paralelo:

− Fluxo cortado por 1


condutor em 1 rotação Φ.nº de polos

− Fluxo cortado por 1 𝐸 = Φ.nº de polos.


𝑟.𝑝.𝑚.
condutor por 1 segundo 60

− Nº de condutores que 𝑍
influenciam a d.d.p. 𝑝
Tensão 𝑍
𝐸𝑔 = . polos.
𝑟.𝑝.𝑚.
.Φ 𝐸𝑔 = 𝑘𝐸 . 𝑟𝑝𝑚. Φ
Gerada 𝑝 60

Geradores de Corrente Contínua 3


GERADORES CC
▪ Laminação do núcleo do induzido

• O núcleo de ferro do induzido também corta o fluxo


magnético, induzindo assim f.e.m.s no núcleo;

• Esta f.e.m. induzida no núcleo de ferro causa: Correntes


Parasitas

• As correntes parasitas ocasionam uma perda de energia


interna na máquina, dissipada na forma de calor.

Geradores de Corrente Contínua 4


GERADORES CC
▪ Laminação do núcleo do induzido

• O efeito destas corrente parasitas pode ser reduzido


fazendo o núcleo de ferro não condutor no sentido em que
tendem a circular estas correntes;

• Consegue-se construindo o núcleo de chapas finas de aço


laminado, sendo que as chapas são isoladas entre si:

Geradores de Corrente Contínua 5


GERADORES CC
▪ Teoria da Comutação

• Quando cada bobina passa por uma escova, a corrente se


inverte repentinamente;

• A ação de inverter a corrente em uma bobina do induzido,


por meio da escova e dos segmentos do coletor, se
denomina comutação.

Geradores de Corrente Contínua 6


GERADORES CC
▪ Teoria da Comutação

• Devido a extinção e a inversão da corrente, havendo


variação da corrente, será criada uma f.e.m. de auto-indução
que é inversamente proporcional ao tempo de inversão;

• Esta f.e.m. de auto-indução pode ser observada pela criação


de arcos elétricos (centelhas) que danificam o coletor.

Geradores de Corrente Contínua 7


GERADORES CC
▪ Teoria da Comutação

• Para sanar o problema,


coloca-se um polo
(chamado de interpolo
ou polo de comutação
entre dois polos.

• Este polo é produzido com a própria corrente que sai da


escova para a carga.

• O sentido do campo do interpolo é oposto ao polo que


antecede a este.

Geradores de Corrente Contínua 8


GERADORES CC
▪ Reação do Induzido

• Quando o gerador gera uma f.e.m. e passa corrente nos


enrolamentos do induzido há uma interação de campos
magnéticos

Fluxo magnético produzido Fluxo magnético produzido


pela corrente excitadora. pela corrente do induzido.

efeito magnético
transversal

Geradores de Corrente Contínua 9


GERADORES CC
▪ Reação do Induzido
Fluxo magnético produzido Fluxo magnético produzido
pela corrente excitadora. pela corrente do induzido.

efeito magnético
transversal

Fluxo magnético - O fluxo é reduzido nas


extremidades a e c.
resultante.

Geradores de Corrente Contínua 10


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Curva de Saturação sem Carga de um Gerador CC:
- Curva que mostra como varia a tensão nos terminas
do gerador (Et) com a corrente excitadora (If).

er é a tensão gerada
devido ao
magnetismo residual.

Geradores de Corrente Contínua 11


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Excitação Independente:

- A tensão entre os terminas do gerador (Et) diminui


quando a corrente fornecida pelo gerador (IL) aumenta.

a - Queda devido à reação


do induzido;
b – Queda Ia.Ra devido à
resistência do induzido (Ra).

Geradores de Corrente Contínua 12


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Shunt:
- Elevação da tensão (Et) quando se conecta em paralelo
os enrolamentos do induzido com as bobinas de campo:
y = a.x Et = Rf.If

Inicialmente uma tensão


de er será aplicada nas
bobinas de campo

Geradores de Corrente Contínua 13


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Shunt:
- Elevação da Tensão (Et):

Combinações de
Velocidades e Rf:

Geradores de Corrente Contínua 14


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Shunt:

- A tensão entre os terminas do gerador (Et) diminui


quando a corrente fornecida pelo gerador (IL) aumenta.

a - Queda devido à reação do


induzido;
b – Queda Ia.Ra devido à resistência
do induzido (Ra);
c - Queda devido à diminuição da
excitação If=Et/Rf.

Geradores de Corrente Contínua 15


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Compound:

- A redução na tensão com o aumento da carga não é


desejável.

- A tensão pode ser mantida com valor constante


colocando sobre os polos algumas espiras em série.

Aumentando a corrente
gerada (Ia), aumentará
também o campo interno

Geradores de Corrente Contínua 16


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Compound:

- Colocando sobre os polos algumas espiras em série.

Geradores de Corrente Contínua 17


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Série:

- A bobina série é a única bobina excitadora. Portanto


a corrente de carga é também a única corrente
excitadora.

- Quando não há carga a tensão nos terminais é


devido unicamente ao magnetismo residual.

Geradores de Corrente Contínua 18


GERADORES CC
▪ Características dos Geradores
• Característica da Tensão − Gerador Auto-Excitado Série:
- A tensão se eleva: corrente excitadora aumentar com
o aumento da carga.
- Depois se reduz: reação do induzido e a queda de
tensão interna.

Geradores de Corrente Contínua 19


GERADORES CC
▪ Referência Bibliográfica

▪ GRAY, A.; WALLACE, A. Eletrotécnica: princípios e


aplicações. Ed. Ao Livro Técnico SA., 1971
• Capítulo 14 – Teoria da Comutação;
• Capítulo 15 – Reação do Induzido;
• Capítulo 16 – Características dos Geradores de Corren-
te Contínua.

Geradores de Corrente Contínua 20