Anda di halaman 1dari 81

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS E PROJETOS

DPG / SPEG

DVEA / DVGA / DVPJ

VOLUME I – DIRETRIZES GERAIS

Julho / 2013

Arquivo: Volume I - Diretrizes Gerais.docx


COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE ESTUDOS E PROJETOS


DPG / SPEG
DVEA / DVGA / DVPJ

CONTRATO:
RESUMO:

As “Diretrizes para Elaboração de Estudos e Projetos” desenvolvidas pela DPG / SPEG têm como
objetivo específico fornecer, às empresas projetistas, as orientações e subsídios indispensáveis ao
desenvolvimento e apresentação dos estudos e projetos, de acordo com os critérios e padrões de qualidade
exigidos pela COPASA. Sua apresentação é feita em 9 (nove) volumes, cada um deles correspondendo um
tema específico, conforme indicado no Sumário em seqüência.

Tais Diretrizes foram desenvolvidas em conformidade com o Mapa Estratégico da empresa, visando
fortalecer a cultura da excelência empresarial, garantir a qualidade dos produtos e serviços, fortalecer a
imagem da COPASA e, consequentemente otimizar o resultado operacional e financeiro.

Este primeiro volume denominado “Diretrizes Gerais” refere-se às orientações gerais para elaboração e
edição de todos os documentos que compõem um projeto, definindo critérios para padronização da
documentação do projeto, nomenclatura de arquivos digitais, apresentação de textos (memoriais descritivos
e especificações) e de desenhos, apresentação de orçamentos, entre outros.

11 Jul/2013 B Alteração nos itens 2.2.7, 2.3.2 §4, 2.4.9, 2.5 e 8.3 DVEA, DVII, DVGM
Alteração nos itens 2.4.12, 3 (Data), 4 (Data) e 8.4, e
10 Jan/2013 B
inclusão dos Itens 5.12, 5.13, 5.14 e 5.15
DVPP

09 Set/2012 Alteração no Item 8 (assunto ART) DVPP - Neire


08 Mai/2012 Alteração no Item 8 - 4º parágrafo DVPP - Neire
07 Mar/2012 Inserção da Tabela “Grandes Sistemas” no Item 2.4.1 DVPP - Welington
06 Mai/2011 Alterações no Anexo IV, inclusão do Anexo V DVPP
05 Abr/2011 Tabelas, Leia-me, Entrega dos Projetos e outros DVPP
04 Jul/2010 Tabelas 1, 2, 3 e 4; Item 2.5; Item 8 e Item7 do Anexo IV DVPP
REV DATA TIPO DESCRIÇÃO POR VERIFICADO AUTORIZADO APROVADO
EMISSÕES
A - PARA APROVAÇÃO C - ORIGINAL
TIPOS
B – REVISÃO D - CÓPIA
PROJETISTA:

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS


Rua Mar de Espanha, 525 – Santo Antônio
30330-270 – Belo Horizonte – MG
Tel.: +31 3250.1133
EQUIPE TÉCNICA:
Engº Ana Paula Reis T. d’Ávila – DVPP/SPEG/DGC
Engª Neire Borges Malheiro – DVPP/SPEG/DPG
Engº Gizelda de Melo Machado – OeM Engenharia Ltda.
Engº José Alfredo Carneiro dos Santos – OeM Engenharia Ltda.
VOLUME:
VOLUME I – DIRETRIZES GERAIS
REFERÊNCIA:
Julho / 2013
Arquivo: Volume I - Diretrizes Gerais.docx
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

SUMÁRIO

O conjunto de “Diretrizes para Elaboração de Estudos e Projetos” desenvolvido pela DPG /


SPEG está composto por 9 (nove) volumes, distribuídos conforme especificado abaixo:

VOLUME I – DIRETRIZES GERAIS

VOLUME II – UTILIZAÇÃO DE PROJETOS PADRÕES

VOLUME III – LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS

VOLUME IV – LEVANTAMENTOS E PROJETOS GEOTÉCNICOS

VOLUME V – PROJETO BÁSICO

TOMO I – SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA - SAA

TOMO II – SISTEMAS DE ESGOSTOS SANITÁRIOS - SES

VOLUME VI – PROJETO ELÉTRICO

VOLUME VII – PROJETO ESTRUTURAL

VOLUME VIII – ORÇAMENTO

VOLUME IX – LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 2


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

INDICE
1 APRESENTAÇÃO ............................................................................................................................................... 5
2 DOCUMENTAÇÃO DE UM PROJETO ............................................................................................................... 6
2.1 INTRODUÇÃO ...................................................................................................................................................................6
2.2 ESTRUTURA DE MONTAGEM DE UM PROJETO ...........................................................................................................6
2.2.1 Volume I – Estudos Preliminares ao Projeto ............................................................................................................7
2.2.2 Volume II – Levantamentos Topográficos ................................................................................................................8
2.2.3 Volume III – Levantamentos e Estudos Geotécnicos, ..............................................................................................8
2.2.4 Volume IV – Projeto Básico do Sistema (SAA’s ou SES’s).......................................................................................8
2.2.5 Volume V – Especificações Técnicas de Obras, Materiais e Equipamentos.............................................................8
2.2.6 Volume VI – Orçamento...........................................................................................................................................8
2.2.7 Volume VII – Projeto Elétrico ...................................................................................................................................9
2.2.8 Volume VIII – Projeto Estrutural ...............................................................................................................................9
2.2.9 Volume IX – Resumo Técnico do Projeto .................................................................................................................9
2.3 DOCUMENTOS INTEGRANTES DE UM PROJETO .........................................................................................................9
2.3.1 Memória Técnica ................................................................................................................................................... 10
2.3.2 Desenhos do Projeto ............................................................................................................................................. 10
2.3.3 Especificações Técnicas e Orçamento .................................................................................................................. 11
2.3.4 Resumo Técnico do Projeto ................................................................................................................................... 13
2.4 NOMENCLATURA DE ARQUIVOS DIGITAIS ................................................................................................................. 13
2.4.1 Cidade ................................................................................................................................................................... 14
2.4.2 Contrato................................................................................................................................................................. 14
2.4.3 Sistema/Empreendimento ...................................................................................................................................... 15
2.4.4 Tipo ....................................................................................................................................................................... 15
2.4.5 Bloco ..................................................................................................................................................................... 16
2.4.6 Aplicação ............................................................................................................................................................... 17
2.4.7 Sub-Aplicação ....................................................................................................................................................... 21
2.4.8 Documento ............................................................................................................................................................ 21
2.4.9 Seqüência.............................................................................................................................................................. 23
2.4.10 Revisão ................................................................................................................................................................. 24
2.4.11 Empresa ................................................................................................................................................................ 24
2.4.12 Ano ........................................................................................................................................................................ 24
2.5 ARQUIVO LEIA-ME ......................................................................................................................................................... 25
2.5.1 Número da Máscara no SAP ............................................................................................................................... 25
2.5.2 Números de Máscaras Válidos ........................................................................................................................... 25
2.5.3 Nomeando um arquivo LEIA-ME ......................................................................................................................... 26
3 CAPA PARA APRESENTAÇÃO DOS VOLUMES ........................................................................................... 31
4 FOLHA DE ROSTO DOS VOLUMES DO PROJETO ....................................................................................... 33
5 FORMA DE APRESENTAÇÃO DE TEXTOS.................................................................................................... 35
5.1 LAYOUT DA PÁGINA – MARGENS ................................................................................................................................ 35
5.2 PARÁGRAFO DE TEXTO NORMAL ................................................................................................................................ 35
5.3 PARÁGRAFO DE LISTA DE PARÂMETROS .................................................................................................................. 35
5.4 TABULAÇÃO DA LISTA DE PARÂMETROS .................................................................................................................. 36
5.5 PARÁGRAFO DE ITEMIZAÇÃO ...................................................................................................................................... 36
5.6 TÍTULO 1 ......................................................................................................................................................................... 36
5.7 TÍTULO 2 ......................................................................................................................................................................... 37
5.8 TÍTULO 3 ......................................................................................................................................................................... 37
5.9 TÍTULO 4 ......................................................................................................................................................................... 37
5.10 CABEÇALHO ............................................................................................................................................................. 38
5.11 RODAPÉ .................................................................................................................................................................... 38
5.12 TÍTULO DE FIGURAS ................................................................................................................................................ 38
5.13 TÍTULO DE TABELAS ............................................................................................................................................... 39
5.14 FIGURAS .................................................................................................................................................................... 39
5.15 TABELAS ................................................................................................................................................................... 39
6 FORMA DE APRESENTAÇÃO DOS DESENHOS ........................................................................................... 41
7 FORMA DE APRESENTAÇÃO DE ORÇAMENTOS ........................................................................................ 44
8 FORMA DE ENTREGA DOS PROJETOS ........................................................................................................ 45
8.1 ART ................................................................................................................................................................................. 45
8.2 VOLUME COMPLETO ..................................................................................................................................................... 45
8.3 ASSINATURA DIGITAL ................................................................................................................................................... 46
8.4 CAPA DO CD/DVD .......................................................................................................................................................... 46
ANEXO I – CÓDIGO SISLOC ..................................................................................................................................... 48
ANEXO II – RELAÇÃO DE EMPRESAS PROJETISTAS .......................................................................................... 66
ANEXO III – PREENCHIMENTO DE LEGENDAS DE DESENHO ............................................................................. 70
ANEXO IV – RESUMO TÉCNICO DO PROJETO ...................................................................................................... 71
1. IDENTIFICAÇÃO ............................................................................................................................................... 71
2. CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PROJETO .................................................................................................. 71
3. DESCRITIVO TÉCNICO DO PROJETO............................................................................................................ 72

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 3


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
4. CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA ANUAL ................................................................................................. 72
5. ORÇAMENTO ................................................................................................................................................... 72
6. LAY-OUT DO SISTEMA EXISTENTE E PROJETADO – MAPA CHAVE (POR UNIDADE CONTRATADA,
COM INDICAÇÃO DE ETAPAS) ................................................................................................................................ 73
7. MONTAGEM DOS VOLUMES .......................................................................................................................... 73
ANEXO V – FICHA DE DADOS TÉCNICOS DO EMPREENDIMENTO..................................................................... 74
1. IDENTIFICAÇÃO ............................................................................................................................................... 74

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 4


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

1 APRESENTAÇÃO

O presente documento tem como objetivo fornecer as diretrizes gerais a serem observadas
pelas empresas projetistas na elaboração de estudos e projetos de engenharia para a
COPASA, de forma padronizada, atendendo aos critérios e padrões de qualidade exigidos pela
empresa. Abrange, portanto, a regulamentação das diretrizes de desenvolvimento e
apresentação dos diversos documentos componentes de um projeto de engenharia de Sistema
de Abastecimento de Água ou de Sistema de Esgotamento Sanitário, englobando:

- Estrutura de Montagem de um Projeto;


- Documentos Integrantes do Projeto;
- Nomenclatura dos Arquivos Digitais;
- Apresentação dos Volumes (capa e folha de rosto);
- Apresentação de Textos (memoriais descritivos e especificações técnicas);
- Apresentação de Desenhos;
- Apresentação de Orçamentos;
- Forma de Entrega do Projeto.

Todo o trabalho foi elaborado com base nas recomendações das Normas e Procedimentos
Técnicos da COPASA, bem como nas Normas Técnicas da ABNT aplicáveis ao assunto.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 5


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

2 DOCUMENTAÇÃO DE UM PROJETO

2.1 INTRODUÇÃO

Os estudos e projetos contratados e elaborados para a COPASA devem identificar-se por uma
adequada padronização gráfica e conteúdo de todos os seus documentos constitutivos,
apresentando organização e clareza das informações, tal que assegure confiabilidade na sua
utilização.

Para tal são apresentados, a partir da Estrutura de Montagem de um Projeto, os modelos de


formatação a serem observados na elaboração dos diversos documentos que o integram.

2.2 ESTRUTURA DE MONTAGEM DE UM PROJETO

Sempre que possível, a montagem de um projeto completo para Sistemas de Abastecimento


de Água e Sistemas de Esgotamento Sanitário deve conter os seguintes documentos:

- Estudos Preliminares ao Projeto,


- Levantamentos Topográficos (incluídas as descrições topográficas),
- Levantamentos e Estudos Geotécnicos,
- Projeto Básico do Sistema (SAA’s ou SES’s),
- Especificações Técnicas de Obras, Materiais e Equipamentos,
- Orçamento,
- Projeto Elétrico,
- Projeto Estrutural, e
- Resumo Técnico do Projeto.

Particularmente, quanto aos “Estudos Preliminares ao Projeto” foram identificadas diversas


situações, em função do porte e complexidade do projeto em questão, que implicam
diretamente na natureza do documento requerido nesta etapa dos trabalhos, a saber:

- Para situações de implantação, ampliação e melhorias de sistemas de pequeno porte e


baixa complexidade, em que a definição do escopo do projeto seja claramente identificável
sem a necessidade de avaliações complementares ou estudo de alternativas, deverá ser
elaborado um “Relatório de Diretrizes para Desenvolvimento do Projeto”, conforme
regulamentação específica;
- Para situações de implantação, ampliação e melhorias de sistemas em que a definição do
escopo do projeto seja identificável, mas apresente alternativas de solução devidas de uma
avaliação técnico-econômica, deverá ser elaborado, previamente ao desenvolvimento do

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 6


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

projeto, um “Estudo de Alternativas para Implantação, Ampliação e Melhorias de


Sistema”, conforme regulamentação específica; e,
- Para situações de implantação, ampliação e melhorias de sistemas de maior porte e
complexidade, em que sejam múltiplas as possibilidades de concepção, deverá ser
elaborado, previamente ao desenvolvimento do Projeto, um “Estudo de Concepção do
Sistema”, conforme regulamentação específica.

Cabe à contratada definir o tipo de estudo a ser elaborado, a partir do conhecimento prévio das
condições do trabalho requerido, em termos de porte, complexidade, etc., sob a supervisão do
Engenheiro Coordenador de Projeto da COPASA, a quem caberá a aprovação final sobre o
estudo requerido em cada caso.

Nos casos que requeiram a elaboração de Estudo de Alternativas ou Estudo de Concepção, o


mesmo será objeto de desenvolvimento previamente ao projeto, a partir de Ordem de Serviço
(OS) parcial específica, sendo suas conclusões destinadas à composição do escopo e
elaboração do projeto.

Caso já exista algum destes estudos (Estudo de Alternativas ou Estudo de Concepção), ainda
que antigo, o mesmo deverá ser tomado como referência e ser objeto de avaliação para
confirmação de sua validade atual. Deverão ser indicadas as atualizações necessárias e a
consolidação do escopo a ser projetado. Nessas situações, deverá ser verificada e
previamente aprovada pela Coordenação da COPASA, caso a caso, a necessidade de
elaboração do Relatório de Diretrizes para Desenvolvimento do Projeto, em função da condição
de atualização/validade do(s) estudo(s) disponível(eis). Todo e qualquer estudo que passar a
fazer parte dos documentos do projeto, ainda que antigo, deverá ser inserido no corpo do
volume que lhe corresponda ou deverá ser escaneado e nomeado conforme esta diretriz.

A partir destas considerações básicas para o desenvolvimento de um projeto completo, tem-se


que a montagem típica dos projetos deverá dispor, sempre que necessário, dos seguintes
volumes:

2.2.1 Volume I – Estudos Preliminares ao Projeto

O Volume I deverá conter:

- O Relatório de Diretrizes para o Desenvolvimento do Projeto, ou


- O Estudo de Alternativas para Implantação, Ampliação e Melhorias de Sistema, ou
- O Estudo de Concepção do Sistema.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 7


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Qualquer um destes documentos deverá ter sua abrangência e conteúdo atendendo ao


explicitado na respectiva Regulamentação de Serviço e/ou Norma Técnica da COPASA
específica sobre o item.

2.2.2 Volume II – Levantamentos Topográficos

O Volume II constará dos levantamentos topográficos realizados (levantamento planialtimétrico


e semicadastral de áreas urbanas ou rurais com respectivo mapa chave, levantamento de
faixas, levantamento de áreas especiais, entre outras); das Descrições Topográficas das áreas
de interesse, do descritivo da área, croquis e estimativa de custo de aquisição, conforme
padronização da COPASA.

2.2.3 Volume III – Levantamentos e Estudos Geotécnicos,

O Volume III constará do Plano de Sondagem considerado para o projeto, com apresentação
das plantas de locação dos furos de sondagem realizados e respectivos relatórios de
sondagem por furo; além dos estudos geotécnicos específicos que tenham sido realizados no
desenvolvimento do projeto.

2.2.4 Volume IV – Projeto Básico do Sistema (SAA’s ou SES’s)

O Volume IV será dividido em:

- Tomo I – Memória Descritiva e Justificativa e Memórias de Cálculo, constando da


apresentação da Memória Descritiva e Justificativa do projeto desenvolvido, com inclusão
das memórias de cálculo que subsidiaram as soluções e detalhamentos adotados.
- Tomo II – Desenhos do Projeto Básico, constando dos desenhos de projeto de ......./........
a ......./.........., com os formatos apresentados por unidade operacional, ordenados segundo
a sequência de unidades integrantes de um sistema (SAA ou SES), para facilitar a
consulta/entendimento e verificação.
- Tomo III – Anexos , quando forem necessários, podendo, por exemplo, estar constituídos
por projetos do legado da COPASA que auxiliem no desenvolvimento do novo projeto.

2.2.5 Volume V – Especificações Técnicas de Obras, Materiais e Equipamentos

O Volume V é constituído pelas Especificações Técnicas para Execução das Obras e para
Aquisição de Materiais e Equipamentos requeridos no projeto, em conformidade com as
Normas Técnicas da COPASA aplicáveis a cada caso.

2.2.6 Volume VI – Orçamento

O Volume VI constará da apresentação do Orçamento do Empreendimento, elaborado a partir


de software específico, conforme Regulamentação de Serviço, e deverá estar integrado ao
Volume I - Diretrizes Gerais.docx 8
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Resumo, Estrutura do Orçamento, Relatório do Orçamento (Planilhas de custos por unidade),


Composições de Custos e respectivas regulamentações; além das Relações de Materiais a
cargo da COPASA e do Empreiteiro, das memórias de cálculos dos quantitativos e das
consultas de preços realizadas. Estas últimas deverão ser escaneadas (quando for o caso)
e/ou copiadas, devendo ser inseridas no corpo do Volume VI.

2.2.7 Volume VII – Projeto Elétrico

O Volume VII constará das Memórias Descritiva e de Cálculo, Desenhos, Especificações


Técnicas e Orçamentos, conforme recomendado nas Diretrizes para Elaboração de Estudos e
Projetos da DPG/SPEG.

2.2.8 Volume VIII – Projeto Estrutural

O Volume VIII constará das Memórias de Cálculo e Desenhos de Detalhamento das Estruturas
(metálicas ou em concreto), acompanhado dos relatórios de sondagem utilizados no projeto,
com transcrição nas pranchas de fundações do perfil dos furos de sondagens referentes a cada
unidade projetada.

2.2.9 Volume IX – Resumo Técnico do Projeto

O Volume IX constará da apresentação do Resumo Técnico do Projeto, conforme modelo


padronizado pela COPASA e demonstrado no Anexo IV deste documento.

O sumário do Projeto deve informar, em sua totalidade, todos os volumes / documentos que
compõem o projeto em questão.

A forma de identificação, formatação e edição de todos os documentos integrantes do projeto


(memórias, desenhos, especificações, orçamento, etc.) deverá obedecer às diretrizes
apresentadas neste volume.

Se o projeto não possuir todos os volumes acima caracterizados, renumerar os mesmos


sem, entretanto, alterar a ordem de apresentação prevista. Projetos que requeiram
apresentação de mais de um volume por conteúdo deverão ser numerados por tomos
sequenciais, a exemplo do indicado para o projeto básico.

2.3 DOCUMENTOS INTEGRANTES DE UM PROJETO

Os estudos e projetos de qualquer natureza desenvolvidos para a COPASA deverão constituir-


se, quando cabível, dos seguintes documentos:

- Memória Técnica,

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 9


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

- Desenhos,
- Especificações Técnicas e Orçamento, e
- Resumo Técnico do Projeto.

Na elaboração da citada documentação observar, em termos de conteúdo, os requisitos


apresentados em seqüência.

2.3.1 Memória Técnica

O memorial descritivo e justificativo do projeto contemplará a caracterização da localidade e do


sistema existente em estudo, com a análise crítica de todas as suas unidades e
potencialidades de aproveitamento, e a definição dos elementos para o projeto (área,
população, alcance, critérios e parâmetros utilizados, etc.). Abrangerá ainda a apresentação da
concepção do sistema proposto com indicação das características das unidades projetadas,
etapas de implantação, descrição das particularidades do projeto e uma síntese do sistema
projetado.

A memória técnica do projeto deverá conter, além das descrições dos sistemas, existente e
proposto, as justificativas relativas à sua concepção e as memórias de dimensionamento das
diversas unidades componentes do sistema, com apresentação das planilhas de cálculo
(constituídas dos dados de entrada, seqüência de cálculo com formulário utilizado e resultados
finais obtidos), acompanhadas dos esquemas gráficos, eventualmente requeridos, bem como
dos estudos especiais desenvolvidos.

Deverá apresentar ainda, os estudos econômicos elaborados para o cotejo das alternativas de
projeto, sempre que houver dúvidas entre mais de uma solução tecnicamente possível,
envolvendo: a seleção de materiais e diâmetros das tubulações, a escolha do tipo de conjuntos
elevatórios, a definição dos processos de tratamento, a inclusão de elevatórias, o tempo de
funcionamento de unidades/sistemas, etc., entre outros.

2.3.2 Desenhos do Projeto

Os desenhos serão elaborados em meio digital de acordo com a legenda desenvolvida para
cada formato, o conjunto de normas técnicas e as especificações da COPASA.

Os desenhos serão apresentados, de forma clara e objetiva, contemplando todos os


detalhamentos requeridos para perfeita compreensão e execução das obras, com registro em
notas de quaisquer recomendações especiais relativas ao projeto.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 10


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

As escalas deverão ser determinadas, caso a caso, em função do porte e características da


unidade projetada, tal que permita a clara visualização do objeto detalhado, dentro de um
enfoque de otimização do uso do formato padrão e seguindo as diretrizes básicas
estabelecidas no Item 6 desta Diretriz – Forma de Apresentação de Desenhos.

Os desenhos de implantação de unidades deverão apresentar todos os elementos


significativos levantados em campo, além da indicação do norte verdadeiro, localização e
características dos marcos de coordenadas e RN’s geo-referenciados implantados, conforme
recomendado nas Diretrizes para Elaboração de Estudos e Projetos da DPG/SPEG.

Deverá ser apresentado, sempre que cabível, um mapa chave e esquema geral planialtimétrico
do sistema em projeto, contendo suas diversas unidades componentes, com identificação das
unidades existentes e propostas, acompanhadas de suas principais características (cotas,
dados de projeto, etc.).

A apresentação dos desenhos de um projeto deverá obedecer à sequência das unidades do


sistema projetado, sendo ordenados numericamente partindo dos desenhos gerais para os de
detalhamento.

Os desenhos de detalhamento de unidades deverão apresentar as plantas, cortes e detalhes


requeridos para a plena caracterização de cada unidade projetada, com a respectiva relação
de material (tubulações, válvulas, conexões, etc). Deverão conter ainda a perfeita identificação
dos equipamentos requeridos no projeto, em termos de características e forma de instalação, a
exemplo de: conjuntos motobomba, equipamentos para tratamento de água e/ou tratamento de
esgoto, equipamentos de movimentação de carga (talhas manuais ou elétricas, pontes
rolantes, etc.).

2.3.3 Especificações Técnicas e Orçamento

A elaboração das Especificações Técnicas deverá abranger a execução das obras e serviços e
o fornecimento de todos os materiais e equipamentos requeridos, seguindo as normas técnicas
e procedimentos estabelecidos pela COPASA, em particular a “Regulamentação de
Orçamento” relativa a este serviço, que é parte integrante do Edital de Licitação.

As Especificações Técnicas serão compostas pelos seguintes itens: especificações


particulares, especificações técnicas gerais de materiais e serviços e especificações técnicas
para aquisição de equipamentos, tais como: conjuntos moto-bomba, comportas, unidades de
tratamento pré-fabricadas, válvulas e equipamentos especiais, etc; com utilização, sempre que
disponível, das normas técnicas da COPASA.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 11


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

A elaboração dos orçamentos dos estudos e projetos contratados, envolvendo a execução das
obras e a aquisição dos materiais e equipamentos, deverá ser feita em conformidade com a
“Regulamentação de Orçamento de Obras” e com os “Procedimentos para Elaboração de
Planilha de Orçamento”, a partir da base de preços e insumos da COPASA.

Os orçamentos deverão ser separados por unidades do sistema projetado e desenvolvidos


com utilização de software compatível e migrável para o Sistema SAP, definido a critério da
COPASA.

A apresentação dos orçamentos deverá estar em consonância com a estrutura de elemento


PEP exigida pelo SAP, tanto no que diz respeito à parcela das obras e serviços, bem como
para o fornecimento de materiais e equipamentos a cargo da COPASA e do Empreiteiro.
Deverão ser consideradas, ainda, as obras e serviços que são objeto de rateio (canteiro de
obra e sua manutenção, estradas de acesso, placas de obra, etc.).

Os orçamentos dos estudos e projetos contratados serão compostos pelos seguintes itens:
memórias de quantitativos, planilhas de orçamento, composições de preços unitários – CPU’s
de serviços, curva ABC, regulamentações de orçamento específicas, cotações de preços de
insumos e serviços. Estas últimas deverão fazer parte do Volume de Orçamento, não devendo
vir como um arquivo independente. Quando pertinente, as cotações deverão ser escaneadas e
coladas dentro do referido volume.

Os memoriais de cálculo dos quantitativos das obras, por unidade, deverão ser completos e de
fácil entendimento / verificação.

Os preços deverão estar atualizados para o mês da entrega do orçamento, seguindo a Base de
Preços e Insumos disponibilizada pela COPASA.

Para os insumos e serviços não constantes da Base de Preços da COPASA, deverão ser
elaboradas as composições de custos específicas, com as respectivas regulamentações;
procedendo-se à montagem de um arquivo que deverá conter as consultas de preços
processadas com indicação do objeto consultado, relação dos fornecedores consultados (com
nome, endereço, telefone, e-mail), indicação de preço CIF ou FOB proposto, impostos
incidentes, seguros, embalagens, carga e descarga e data da consulta.

Para os insumos de maior representatividade financeira deverá ser apresentada cópia de


documento comprobatório da coleta de preços junto aos fornecedores (mínimo de três, se
houver) acompanhada das composições de custo e das respectivas especificações técnicas.
Conforme já mencionado, estes documentos comprobatórios deverão fazer parte do Volume de
Orçamento, devendo ser escaneados e colados no corpo do referido volume.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 12


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Para efeito de orçamento do Projeto Básico, os custos dos serviços relativos aos projetos
executivos (elétrico, automação e estrutural, entre outros) deverão ser estimados com base em
projetos similares elaborados pela Contratada, com apresentação das memórias que
expliquem a estimativa apresentada.

Após a elaboração dos respectivos projetos executivos, o orçamento do Projeto Básico deverá
ser revisado, de maneira a incorporar as informações mais precisas dos projetos elétricos, de
automação e estrutural, em um documento que se denominará “Orçamento do Projeto
Executivo”. A remuneração pela elaboração do orçamento decorrente do projeto executivo faz
parte do escopo do respectivo serviço, não sendo passível de remuneração em separado.

A folha resumo geral do orçamento deverá conter, além dos custos unitários dos serviços, o
valor estimado para a aquisição das áreas e edificações/benfeitorias nelas constantes,
necessários à implantação do empreendimento. Deverá conter, ainda, a estimativa de preços
para o prolongamento da rede de energia elétrica, eventualmente necessário para os locais
das unidades a implantar e/ou modificar, previstas no projeto.

2.3.4 Resumo Técnico do Projeto

O Resumo Técnico do Projeto deverá ser parte integrante da documentação, devendo ser
apresentado conforme modelo Anexo desta Diretriz. Sua remuneração está incluída no preço
do projeto (memória técnica).

2.4 NOMENCLATURA DE ARQUIVOS DIGITAIS

A Nomenclatura dos Arquivos Digitais apresentada em seqüência objetiva estabelecer os


parâmetros básicos de codificação para a identificação e arquivamento dos diversos
documentos de um projeto, em meio magnético, garantindo a confiabilidade da documentação
durante o seu desenvolvimento, em sua fase de utilização e posterior arquivamento.

A estrutura da nomenclatura a ser utilizada adota uma lista alfanumérica com campos fixos,
separados por delimitadores (hífens) para facilitar a legibilidade, conforme mostrado na Figura
seguinte (Figura 1).

Figura 1 – Estrutura: Nomes de Arquivos

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 13


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

A codificação dos documentos de um projeto deverá obedecer à descrição apresentada a


seguir, sendo que, em casos de dúvidas no preenchimento dos campos, deverá ser consultado
o Engenheiro Coordenador da COPASA, responsável pelo projeto.

2.4.1 Cidade

O campo “CIDADE” deverá ser preenchido com o código definido no SISLOC – Cadastro de
Localidades COPASA, objeto do Anexo I. Esta informação garante a unicidade de
denominação dos arquivos de uma mesma cidade / localidade.

Ex.: Araxá – Código SISLOC (44) 0 0 4 4

Por sua extensão e complexidade, a cidade de Belo Horizonte, os grandes sistemas produtores
de água e tratamento de esgotos, adotarão os códigos criados exclusivamente para este
propósito e abaixo discriminados:

Distritos de Belo Horizonte Código


Belo Horizonte – Distrito Leste/Concórdia - DTLE 9999
Belo Horizonte – Distrito Noroeste/Jardim Atlântico - DTNO 9998
Belo Horizonte – Distrito Norte/Santo André - DTNT 9997
Belo Horizonte - Distrito Oeste/Barroca - DTOE 9996
Belo Horizonte – Distrito Sudoeste/Barreiro - DTSO 9995
Belo Horizonte – Distrito Sul/Paraíso - DTSL 9994

Grandes Sistemas Código


ETE Arrudas 9000
ETE Onça 8000
Sistema Produtor Rio das Velhas 7000
Sistema Produtor Rio Manso 6000
Sistema Produtor Serra Azul 5000
Sistema Produtor Várzea das Flores 4000

Havendo mais de uma cidade dentro do mesmo contrato e/ou sistema, deve-se adotar, para
todos os arquivos gerados, aquele código correspondente à cidade que mais se sobreponha.
Entretanto, um ou mais arquivos “Leia-me” deverá ser gerado (Ver Item 2.5 desta Diretriz),
contendo o código da(s) outra(s) cidade(s)/localidade(s), devendo, no corpo do documento,
mencionar a existência e o nome do(s) arquivo(s) “Leia-me” das demais cidades.

2.4.2 Contrato

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 14


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

O campo “CONTRATO” deverá conter quatro dígitos correspondentes aos quatro últimos
algarismos do número do Contrato no SAP.

Ex.: Número do Contrato SAP: 460016853.


6 8 5 3

Seu objetivo é agrupar um mesmo projeto, de uma mesma empresa, num único bloco de
arquivos, para que haja uma sequência lógica de arquivamento, sobretudo quando se tratar de
desenhos.

Ainda que ocorra a repetição dos 4 (quatro) últimos algarismos do número do Contrato no SAP,
a nomenclatura de arquivos também estará vinculada ao ano e à empresa projetista, o que
impedirá a duplicidade de arquivos com mesma identificação.

No caso especifico de projetos para loteamento quando o projetista não tem contrato, ou se o
projeto estiver sendo desenvolvido internamente na COPASA, esse campo deverá ser
preenchido com zeros.

2.4.3 Sistema/Empreendimento

O campo “SISTEMA/EMPREENDIMENTO” refere-se à identificação do sistema ou


empreendimento em pauta, numa visão macro. Seu formato é fixado em dois caracteres,
conforme codificação apresentada na Tabela seguinte (Tabela 1).

Tabela 1 – Identificação do Sistema/Empreendimento

SISTEMA/EMPREENDIMENTO CÓDIGO
Barragem BA
Geração de Energia GE
Infraestrutura e Apoio IN
Parceria Público Privada – Rio Manso PM
Resíduos Sólidos RS
Semi-Cadastro SC
Sistema de Abastecimento de Água AA
Sistema de Drenagem Pluvial DP
Sistema de Esgotos Sanitários ES
Sistema Viário SV

2.4.4 Tipo

Este campo “Tipo” identifica a natureza do documento / produto integrante do projeto (estudo
ou caracterização particular do projeto em questão), podendo, em sua maioria, identificar o
Volume ao qual corresponde o documento. Seu formato é fixado em dois caracteres, conforme
codificação apresentada na tabela seguinte (Tabela 2).

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 15


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Tabela 2 – Tipo: Projetos e/ou Estudos e/ou Volumes

TIPO: PROJETOS e/ou ESTUDOS e/ou VOLUMES CÓDIGO


Arquivo Leia-me LE
As Built AB
Especificação Técnica EP
Orçamento OR
Outros OT
Processos de Padronização PP
Projeto Arquitetônico AR
Projeto Básico BS
Projeto de Ar Condicionado AC
Projeto de Aterramento AT
Projeto de Automação AU
Projeto de Cabeamento Estruturado CE
Projeto de Comunicação Visual CV
Projeto de Desodorização DE
Projeto de Distribuição de Sinais de Vídeo VI
Projeto de Drenagem DR
Projeto de Estabilização de Taludes TN
Projeto de Fundação FN
Projeto de Instalações Especiais IE
Projeto de Instalações Hidráulico Sanitárias HS
Projeto de Obras de Contenção OC
Projeto de Obras de Estabilização e Reforço de Solos ER
Projeto de Paisagismo PS
Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio CI
Projeto de Rebaixamento de Lençol Freático RL
Projeto de Telecomunicação TL
Projeto de Terraplenagem (Aterros e Cortes) TR
Projeto Elétrico EL
Projeto Elétrico Monofásico EM
Projeto Elétrico Trifásico ET
Projeto Estruturas em Concreto EC
Projeto Estruturas Metálicas ME
Projeto Executivo EX
Projeto Geológico PG
Projeto Geométrico GM
Projeto Geotécnico GT
Projeto Topográfico TP
Relatório de Análise de Conformidade RC
Relatórios Técnicos (*) RT
Resumo Técnico do Projeto RP
* Relatórios Técnicos compreendem Estudos Preliminares, Estudos de Concepção e Estudos Técnicos (Tabela 3)

2.4.5 Bloco

O campo “BLOCO” objetiva identificar, caso ocorram, os diferentes sistemas de água ou de


esgoto relativos a uma mesma cidade e incluídos dentro de um mesmo contrato, permitindo

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 16


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

agrupar os documentos referentes a cada sistema (memórias, desenhos, etc.), em separado.


Pode ser usado também para identificar/agrupar unidades e/ou trechos de adutoras e
interceptores dentro de um mesmo contrato e cidade, evitando duplicidade de nome de
arquivos, sempre com a concordância do coordenador.

É um campo composto por 2 (dois) caracteres numéricos, podendo assumir valores de 01 a 99


utilizados na seqüência de execução. Portanto, se uma empresa estiver elaborando estudos e
projetos de dois sistemas ou unidades iguais, para uma mesma localidade e dentro de um
mesmo contrato, deverá ser adotada a numeração 01, 02 e assim sucessivamente, na
identificação do bloco, evitando que arquivos de sistemas ou unidades diferentes se misturem.

2.4.6 Aplicação

O campo “APLICAÇÃO” deverá ser utilizado para identificar a unidade do sistema em


evidência. Sendo necessário, este campo também poderá assumir siglas que indiquem o tipo
de projeto ou estudo em questão. É um campo fixo com 3 (três) caracteres e deve ser
preenchido de acordo com a Tabela 3 apresentada em seqüência.

No caso especifico de elaboração de projetos para loteamento, a sigla LTM (Loteamento)


deverá ser utilizada nesse campo.

Ex.: Captação Superficial.


C S P

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 17


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Tabela 3 – Codificação de Aplicação e Sub-aplicação

Aplicação e Sub-aplicação Código Aplicação e Sub-aplicação Código


Abrigo para Painéis Elétricos APE Decantador DEC
Acesso ACE Decantador Dortmund DED
Adensador ADN Decantador Primário DEP
Adutora de Água ADA Decantador Secundário DES
Adutora de Água Bruta AAB Decantador Terciário DCT
Adutora de Água Tratada AAT Densidade DEN
Aerador AER Desarenador DAS
Almoxarifado AMX Descrição Topográfica DTP
Ampliação e/ou Melhoria AME Desodorização DSD
As Built ASB Detalhamento dos Nós da Rede NOS
Aterramento ATE Detalhes DET
Bacia de Contenção de Produtos Químicos BCQ Diagramas - Fluxogramas DIA
Bacias de Contribuição BAC Digestor DIG
Balsa BSA Disposição no Solo DPS
Barragem BAR Elevatória de Água Bruta EAB
Barragem de nível BAN Elevatória de Água de Processo EAP
Barragem de Regularização BRR Elevatória de Água Tratada EAT
Batimetria Fluvial BTF Elevatória de Escuma EES
Boca de Lobo BLO Elevatória de Esgoto Bruto EEB
Bueiro BUE Elevatória de Esgoto de Alteamento EAL
Cadastro CDO Elevatória de Esgoto Tratado EET
Cadastro de rede CRD Elevatória de Lodo ELO
Cadastros de PV’s e Caixas CPV Elevatória de Lodo Adensado ELA
Caderneta de Campo CDN Elevatória de Recirculação ERC
Caixa de areia CXA Elevatória Final de Esgotos EFI
Caixa Dissipadora CXD Elevatória Lodo Excedente (Retorno lodo) ELE
Caixa Distribuidora de Vazão CDV Elevatória tipo Booster BST
Caixas de Alimentação CAL Emissário EMS
Caixas de Descarga DSC Emissário Final EMF
Caixas de Proteção de Aparelhos CPA Emissário Intermediário EMI
Caixas de Ventosa VNT Escritório Administrativo EAD
Caixas e Acessórios CAC Escritório Distrital EDT
Calha Parshall PAR Escritório Local ELC
Canal de Drenagem CAN Estação de Tratamento de Água ETA
Canal de Entrada CEN Estação de Tratamento de Esgoto ETE
Captação Subterrânea CSB Estação Elevatória de Água EEA
Captação Superficial CSP Estação Elevatória de Esgoto EEE
Casa de Máquinas CMQ Estudo Altern. Impl., Ampl. Melhorias Sist.
ESE
Existentes
Casa de Química CQU Estudo Alternativas de Proc. Tratamento Esgoto EAE
Casa Elétrica CAE Estudo Ambiental EAM
Codificação Não Aplicável NAP Estudo de Autodepuração EAU
Conduto Forçado CFO Estudo de Concepção ECS

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 18


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Aplicação e Sub-aplicação Código Aplicação e Sub-aplicação Código


Estudo Geotécnico EGT Levantamento Geotécnico LGT
Estudo Hidrogeológico EHG Levantamento planialtimétrico LPA
Estudo Hidrológico EHD Levantamento Topográfico LTP
Estudo Populacional EPP Linha de Recalque LRE
Estudos Preliminares EPR Linha de Transmissão LTR
Estudos Técnicos ETC Locação LOC
ETA Abrandamento Fe/Mn AFM Locação de Furos de Sondagem LFS
ETA em Concreto ECO Locação e nivelamento de ruas (eixos) LNR
ETA Pré-Fabricada EPF Loteamento LTM
Faixa para implantação de adutora FXA Mapa Chave MAP
Faixa para implantação de interceptor FXI Medidor de Vazão MEV
Filtro Anaeróbio FAN Memória de Cálculo MCA
Filtro Ascendente FIA Memória Descritiva e Justificativa MDJ
Filtro Biológico Percolador FIB Memoriais MEM
Filtro Descendente FID Outros OUT
Filtro Lento FIL Padrão de Entrada PDE
Floco-Decantador FDC Peneira PEN
Floculador Hidráulico FLH Pequena Central Hidroelétrica PCH
Floculador Mecânico FLM Pequena Central Termoelétrica PCT
Flotador FLT Perfil de Sondagem PFS
Força e Controle FEC Perfil Hidráulico PFH
Galerias GAL Plano de Escoamento PES
Geração de Energia GEE Planta com Nós de Cálculo PNC
Gradeamento GRD Planta Construtiva PCN
Iluminação ILU Planta e Perfil PPF
Implantação IMP Poço Amazonas PAM
Implantação de marco MAR Poço profundo PPR
Infraestrutura e Apoio INA Poço de Visita de Setor PVS
Instalação de Gás Cloro IGC Posto de Cloração PCL
Instalação Predial de Água IPA Posto de Cloração e Fluoretação PCF
Instalação Predial de Esgoto IPE Posto de Fluoretação PFL
Instalações de Processo IPR Processos de Padronização PPD
Interceptor Isolado INI Projeto Arquitetônico ARQ
Interceptor Sistema Completo INC Projeto Básico BAS
Interceptores INT Projeto de Ar Condicionado ARC
Interligações ITL Projeto de Aterramento ATR
Laboratório LAB Projeto de Automação AUT
Lagoa de Estabilização Aerada LEA Projeto de Cabeamento Estruturado CBE
Lagoa de Estabilização Anaeróbia LEN Projeto de Comunicação Visual CMV
Lagoa de Estabilização Facultativa LEF Projeto de Desodorização PDD
Lagoa de Maturação LMA Projeto de Distribuição de Sinais de Vídeo PVI
Lagoa de Polimento LPO Projeto de Drenagem PDR
Layout LAY Projeto de Estabilização de Taludes EST
Leito de Secagem LSE Projeto de Fundação FUN
Levantamento de área especial AES Projeto de Instalações Especiais IES

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 19


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Aplicação e Sub-aplicação Código Aplicação e Sub-aplicação Código


Projeto de Instalações Hidráulico Sanitárias HIS Sifão SIF
Projeto de Obras de Contenção CTN Sistema de Abastecimento de Água SAA
Proj. de Obras de Estabilização e Reforço Solos ERS Sistema de Alcalinização SAL
Projeto de Paisagismo PAI Sist. de Ar Compr. (sopradores,aeradores,etc) SAC
Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio PCI Sistema de Biogás SBG
Projeto de Rebaixamento de Lençol Freático RLF Sistema de Coagulação COG
Projeto de Telecomunicação TEL Sistema de Desidratação Mecanizado DEM

Projeto de Terraplenagem (aterros e cortes) TER Sistema de Desinfecção (Outros Processos) SDF
Projeto Elétrico PEL Sistema de Desinfecção por Cloro CLO
Projeto Elétrico Monofásico PEM Sistema de Drenagem Pluvial DPL
Projeto Elétrico Trifásico PET Sistema de Esgoto Sanitário SES
Projeto Estruturas em Concreto PEC Sistema de Fluoretação FLU
Projeto Estruturas Metálicas PME Sistema Existente SEX
Projeto Executivo PEX Sistema Proposto SPP
Projeto Geológico PGL Sistema Viário SVI
Projeto Geométrico PGM Situação SIT
Projeto Geotécnico PGT Sub-Adutora de Água Tratada SAT
Reator Anaeróbio UASB RAN Subestação Elétrica SBE
Reator de Lodo Ativado RLA Tanque de Aeração TAE
Rede Alimentadora ALM Tanque de Amortecimento Bilateral TAB
Rede Coletora de Esgoto RCE Tanque de Amortecimento Unilateral TAU
Rede de Distribuição de Água RDA Tanque de Contato TQC
Rede de Dutos RDT Tanque de Equalização TEQ
Rede de Interligação RIT Tomada d’água TDA
Rede de Macro Drenagem MAD Topografia TOP
Rede de Micro Drenagem MID Transferência de Coordenadas TRC
Relatório Diretrizes p/ Desenvolv. Projetos DDP Tratamento Preliminar TPR
Relatório de Informações Básicas Gerenciais IBG Tratamento Preliminar Mecanizado TPM
Relatório de Informações Básicas Operacionais IBO Travessias TRV
Relatório de Sondagem RSD Trincheiras Drenantes TRD
Relatórios Técnicos RET Unidade de Apoio (vestuário, refeitório, etc) UAP
Reservatório Apoiado RAP Unidade de Desidratação de Lodo UDL
Reservatório de Água RES Unidade de Sistema de Drenagem USD
Reservatório de Água de Lavagem dos Filtros RAL Unidade de Sistema Elétrico USE
Reservatório Elevado REL Unidade de Tratamento de Resíduos da ETA UTR
Reservatório Enterrado REN Urbanização URB
Reservatório Semi-Enterrado RSE Usina Hidroelétrica UHE
Resíduos Sólidos RSO Valas de Infiltração VLI
Sarjeta SAJ Válvula Redutora de Pressão VRP
Secagem por Bags de Geocontenção BAG Zonas de Pressão/Setorização ZPR
Secagem Térmica do Lodo STL

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 20


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

2.4.7 Sub-Aplicação

O campo “SUB-APLICAÇÃO” será usado para identificar uma parte constitutiva ou um


elemento da unidade contemplada no campo APLICAÇÃO. É um campo fixo composto por 5
(cinco) caracteres, onde os 3 (três) primeiros deverão ser preenchidos, também, conforme a
Tabela 3 acima apresentada, e os 2 (dois) últimos numerados segundo a ordem de ocorrência
da sub-aplicação em questão ou segundo o nome da unidade já existente. Cabe ressaltar
que esta última opção é preponderante à primeira.

Na elaboração de um projeto de uma unidade, os Campos Aplicação e Sub-Aplicação poderão


adotar os mesmos caracteres da Tabela 3.

Ex.: Adutora de Água Bruta Nº 01. A A B 0 1

A Tabela 3 pode não cobrir todas as situações possíveis de ocorrência em um determinado


projeto, sendo passível a criação de novos códigos. Cabe à Divisão de Engenharia de Apoio –
DVEA a oficialização das inclusões, ocorrendo, sempre que necessárias, nos meses de janeiro
e julho de cada ano. Quando ocorrer alguma alteração deste documento, o campo revisão será
atualizado e os coordenadores de projeto deverão comunicar às empresas projetistas que uma
nova versão está em vigor.

2.4.8 Documento

O campo “DOCUMENTO” deverá ser usado para identificar o tipo de documento integrante do
projeto que compõe o arquivo em questão. É um campo fixo de dois caracteres, a ser
preenchido conforme Tabela 4.

Tabela 4 – Identificação do Documento

DOCUMENTO CÓDIGO
Anexo do Orçamento AO
Anotação de Responsabilidade Técnica - ART AR
Arquivo Fotográfico AF
Ata de Reunião RE
Capa para Volume de Desenhos * CA
Cópia Escaneada CP
Cronograma CR
Croqui CQ
Desenhos DS

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 21


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

DOCUMENTO CÓDIGO
Especificação Técnica de Equipamentos EQ
Especificação Técnica de Materiais MA
Especificação Técnica de Obra EO
Estimativa de Custos CT
Estudo Econômico EE
Fluxograma FX
Lista LI
Manual de Operação MO
Manual de Processos MP
Memória de Cálculo MC
Memória Descritiva e Justificativa MD
Norma Técnica NT
Orçamento OR
Texto TX
Volume Completo VC

* Entende-se como “Capa para Volume de Desenhos” (arquivos .doc, docx), o conjunto
composto pela capa propriamente dita, pela folha de rosto, pelo sumário e pelo índice referente
ao Volume específico. Esta capa deverá ser gerada SOMENTE para volumes de desenhos. Os
demais volumes terão suas capas integradas ao corpo do documento/arquivo digital.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 22


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

2.4.9 Seqüência

O campo “SEQUÊNCIA” deverá ser usado para ordenar e relacionar os diversos arquivos dentro de um mesmo tipo de documento. O campo
está composto por três caracteres numéricos, devendo ser iniciado pelo número 001.

No caso específico dos desenhos, este campo poderá indicar o número da prancha. Quando houver necessidade de colocar vários desenhos
num mesmo arquivo digital (ver exemplo a seguir), como nos detalhamentos de rede de água, todos esses desenhos receberão o nome do
arquivo digital. A identificação de cada desenho/prancha será no campo FOLHA da legenda, o que deve ficar claro no arquivo LEIA-ME.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 23


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Pode-se observar que o nome do arquivo digital é o mesmo em todas as pranchas, uma vez
que as três pertencem ao mesmo arquivo (00446853-AA-BS-01-XXX-XXX01-DS-001-0-COP-
2010.dwg). O arquivo Seqüencial correspondente à prancha de número 4 assumirá, portanto, o
seguinte nome: 00446853-AA-BS-01-XXX-XXX01-DS-002-0-COP-2010.dwg.

No caso específico dos Volumes Completos, este campo pode ser usado para identificar
Tomos diferentes de um Projeto.

2.4.10 Revisão

O campo “REVISÃO” deverá ser usado para indicar a versão do arquivo em questão. Seu
preenchimento poderá ter duas etapas distintas:

1ª Etapa) No decorrer do desenvolvimento e análise: nesta situação, o campo será preenchido


inicialmente pela letra A. Após análise da COPASA e sendo necessária uma correção e
alteração no projeto, o mesmo retornará ao projetista, que fará as devidas correções e
adequações, passando, após esta revisão, a receber a letra B que indicará uma nova versão
revisada e assim sucessiamente.

2ª Etapa) Após a aprovação da COPASA: nesta situação, o campo deverá ser numérico,
começando por 0 (zero), que indica a versão aprovada original. Este campo só será alterado
quando houver alguma revisão futura.

Obs.: No decorrer da análise (1ª Etapa), o campo REVISÃO poderá ser preenchido por letra
somente no nome do arquivo digital (no Explorer), evitando que, uma vez aprovado, haja a
necessidade de alterar este campo no interior dos documentos/projetos.

2.4.11 Empresa

O campo “EMPRESA” deverá ser usado para indicar o Contratado responsável pela
elaboração do projeto. O campo é composto por três caracteres previamente definidos pela
COPASA, conforme constante do Anexo II.

No caso especifico de elaboração de projetos para loteamento, mesmo a projetista não tendo
contrato com a COPASA, sua sigla poderá ser utilizada nesse campo. Porém, se o projeto for
elaborado por pessoa física, o campo poderá ser preenchido por COP, sigla de COPASA.

2.4.12 Ano

O campo “ANO” será usado para indicar o ano da primeira OS para elaboração do projeto. Se

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 24


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

houver mais de uma OS para o mesmo projeto (uma OS para Projeto Básico e outra para
Projeto Executivo), dentro do mesmo contrato, para a nomeação de arquivos digitais, o ano de
referência será o da primeira OS.

2.5 ARQUIVO LEIA-ME

Trata-se de um arquivo digital, de apresentação obrigatória, que orienta na estruturação e


montagem dos volumes componentes do projeto.

O arquivo Leia-me deverá ser elaborado no software Excel (extensão .xls ou .xlsx), permitindo
ao usuário do GED – Gerenciador Eletrônico de Documentos da COPASA, melhores condições
de busca de arquivos através da utilização da ferramenta de filtros.

Este documento deve conter:

- Nome da Empresa Projetista;


- Nome da Cidade;
- Objeto do Projeto;
- Data;
- Número do Contrato no SAP;
- Número da Máscara no SAP.

2.5.1 Número da Máscara no SAP

O Número da Máscara no SAP, que está no campo “Observações e Anexos” da ORDEM DE


SERVIÇO, deverá ocupar a célula G5 (coluna G, linha 5) do arquivo LEIA-ME. O único
conteúdo da célula será o número da máscara. Tal procedimento pode ser tratado como um
instrumento facilitador de pesquisa e tem como objetivo permitir ao usuário do GED maior
rapidez na localização dos arquivos.

Como o robô de carga dos arquivos encontra o Número da Máscara no SAP somente no
arquivo LEIA-ME sem assinatura digital, este arquivo deverá ser entregue em 3 (três)
modalidades: original, original assinado digitalmente e pdf assinado digitalmente. Esse assunto
pode ser melhor entendido no Item 8.3 deste volume.

2.5.2 Números de Máscaras Válidos

O número da máscara no SAP depende do tipo do empreendimento. Na COPASA existem 4


(quatro) tipos de empreendimentos, conforme descrito a seguir:

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 25


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

2.5.2.1 Empreendimentos controlados pelo SISGEM


- Número da Máscara.............................................................................................. X99999-Y
- Exemplo .............................................................................................................. ´A13001-1´
- Valor do X na máscara .......................................................................................... ´A´ ou ´E´
- Valor do nº 9 na máscara ...................................................................................... de 0 até 9
- Valor de Y na máscara ............................................................... de 0 até 9 ou de ´A´ até ´Z´
2.5.2.2 Empreendimentos não controlados pelo SISGEM
- Número da Máscara............................................................................................... XX99999
- Exemplo ...............................................................................................................´SA13001´
- Valor do X na máscara ..................................................................................... ´SA´ ou ´SE´
- Valor do nº 9 na máscara ...................................................................................... de 0 até 9
2.5.2.3 Empreendimentos Especiais
- Número da Máscara..................................................................................................... XX99
- Exemplo .................................................................................................................... ´DO01´
- Valor do XX na máscara ... ´DC´, ´DO´, ´DE´, ´SI´, ´PP´, ´OM´, ´MA´, ´DS´, ´PC´, ´AC´, ´PE´
- Valor do nº 9 na máscara ...................................................................................... de 0 até 9
2.5.2.4 Outros
- Número da Máscara...................................................................................... OUT99999999
- Exemplo ...................................................................................................... ´OUT12354678´
- Valor do OUT na máscara........................................................................................... ´OUT´
- Valor do nº 9 na máscara ...................................................................................... de 0 até 9

Poderão existir caracteres à direita da máscara base válida. Como exemplo, o número de
máscara SA13001/BO é válido, pois a máscara base pertence ao tipo descrito no item 2.5.2.2
Empreendimentos não controlados pelo SISGEM, e tem o sufixo “/BO”.

2.5.3 Nomeando um arquivo LEIA-ME

Apresentamos a seguir um exemplo de como nomear e estruturar o arquivo LEIA-ME.

Havendo mais de uma cidade dentro do mesmo contrato e/ou sistema, deve-se adotar, para
todos os arquivos gerados, aquele código correspondente à cidade que mais se
sobreponha. Deverão ser criados tantos arquivos “Leia-me” quantos forem os números de
cidades integrantes do sistema, devendo o código de cada arquivo Leia-me, adotar o código
SISLOC das diferentes cidades. O conteúdo do “Leia-me” será o mesmo para TODOS os
arquivos gerados, mas permitirá rastrear aquelas cidades/localidades menores cujos nomes
não aparecem na nomenclatura dos arquivos referentes ao projeto.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 26


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Exemplo de Nomeação:

- Sistema Integrado: Araxá (cidade preponderante)/ Santa Rosa da Serra


- Código SISLOC: Araxá = 0044 / Santa Rosa da Serra = 686
- Nome da Empresa executora do projeto: COPASA (código SISLOC = COP)
- Número do Contrato SAP: 460016853 (4 últimos dígitos do contrato do SAP)
- Objeto do projeto: “Projeto de Implantação do Sistema Integrado de Esgotamento Sanitário
de Araxá / Santa Rosa da Serra.”

Por tratar-se de um Sistema Integrado (2 cidades), serão gerados dois arquivos LEIA-ME,
nomeados conforme modelo a seguir:

00446853 - ES - LE - 01 - SES - SES01 - LI - 001 - 0 - COP - 2010 .xls (ou .xlsx)

06866853 - ES - LE - 01 - SES - SES01 - LI - 001 - 0 - COP - 2010 .xls (ou .xlsx)

Pode-se perceber que o nome destes arquivos só se diferencia pelo código SISLOC.

A estruturação no Excel, para os dois arquivos, deve apresentar-se como modelo a seguir.

Exemplo:Leia-me referente ao Projeto do Sistema Integrado Araxá - Santa Rosa da Serra

- Cidade Código SISLOC: 686 (Santa Rosa da Serra)


- Contrato: 6853
- Sistema: SES (Sistema de Esgoto Sanitário)
- Tipo: LE (Leia-me)
- Bloco: 01
- Aplicação e Sub-aplicação: SES (Sistema de Esgoto Sanitário)
- Documento: LI (Lista)
- Sequência: 001
- Revisão: 0
- Empresa: COP (Copasa)
- Ano: 2010

Nome do arquivo digital:

06866853 - ES - LE - 01 - SES - SES01 - LI - 001 - 0 - COP - 2010 .xls (ou .xlsx)

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 27


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Data: Junho/2010
MONTAGEM DO PROJETO EM VOLUMES
LOGOTIPO DA Nº Contrato SAP: 460016853
EMPRESA SISTEMA INTEGRADO ARAXA / SANTA ROSA DA SERRA NÚMERO DA MÁSCARA NO SAP (1)
PROJETISTA SE10123/B1
SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO
VOLUME I – ESTUDOS DE CONCEPÇÃO
NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-RT-01-SES-ECS01-TX-001-0- COP -2010.doc ESTUDO DE CONCEPÇÃO. A4 32 -
00446853-ES-RT-01-SES-LAY01-DS-001-0- COP -2010.dwg LAYOUT GERAL A1 01 01/01

VOLUME II – LEVANTAMENTOS TOPOGRÁFICOS


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-TP-01-SES-LTP01-DS-001-0- COP -2010.dwg LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO – SEMICADASTRAL A1 01 01/10 A 10/10
00446853-ES-TP-01-EEB-DTP01-TX-001-0- COP -2010.doc ELEVATÓRIA 01– DESCRIÇÃO TOPOGRÁFICA A4 02 -
00446853-ES-TP-01-EEB-DTP01-DS-001-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – DESCRIÇÃO TOPOGRÁFICA A4 01 01/01
00446853-ES-TP-01-EEB-LPA01-DS-001-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – LEVANTAMENTO PLANIALTIMÉTRICO A1 01 01/01
00446853-ES-TP-01-LTP-CDN01-TX-001-0- COP -2010.pdf CADERNETA DE CAMPO A4 01 -

VOLUME III – LEVANTAMENTOS ESTUDOS GEOTÉCNICOS


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-GT-01-EEB-RSD01-TX-001-0- COP -2010.doc ELEVATÓRIA 01 – RELATÓRIO DE SONDAGEM A4 8 -

VOLUME IV – PROJETO BÁSICO


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-BS-01-SES-SES01-MD-001-0- COP -2010.doc MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA A4 58 -
00446853-ES-BS-01-EEB-EEB01-DS-001-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – PROJETO BÁSICO – PLANTA A1 01 01/02
00446853-ES-BS-01-EEB-EEB01-DS-002-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – PROJETO BÁSICO – DETALHES E CORTES A1 01 02/02

VOLUME V – ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE OBRAS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-BS-01-SES-SES01-EO-001-0- COP -2010.doc ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE OBRAS A4 18 -
00446853-ES-BS-01-SES-SES01-MA-001-0- COP -2010.doc ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS A4 22 -
00446853-ES-BS-01-SES-SES01-EQ-001-0- COP -2010.doc ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE EQUIPAMENTOS A4 06 -

VOLUME VI – ORÇAMENTO

Volume I - Diretrizes Gerais.docx – Abril 2011 28


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Data: Junho/2010
MONTAGEM DO PROJETO EM VOLUMES
LOGOTIPO DA Nº Contrato SAP: 460016853
EMPRESA SISTEMA INTEGRADO ARAXA / SANTA ROSA DA SERRA NÚMERO DA MÁSCARA NO SAP (1)
PROJETISTA SE10123/B1
SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO
NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-BS-01-SES-SES01-OR-001-0- COP -2010.doc ORÇAMENTO A4 43 -
00446853-ES-BS-01-RCE-PCN01-OR-002-0- COP -2010.xls ORÇAMENTO A4 60 -

VOLUME VII – PROJETO ELÉTRICO


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-EL-01-EEB-EEB01-MD-001-0- COP -2010.doc ELEVATÓRIA 01 – PROJETO ELÉTRICO – MEMÓRIA DESCRITIVA A4 8 -
00446853-ES-EL-01-EEB-EEB01-DS-001-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01–PROJETO ELÉTRICO–PLANTA – DETALHES – ABRIGO PAINEIS A1 01 01/02
00446853-ES-EL-01-EEB-EEB01-DS-002-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – PROJETO ELÉTRICO – ATERRAMENTO e SPDA A1 01 02/02

VOLUME VIII – PROJETO ESTRUTURAL


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-EC-01-EEB-EEB01-MC-001-0- COP -2010.doc ELEVATÓRIA 01 – PROJETO ESTRUTURAL – MEMÓRIA DE CÁLCULO A4 10 -
00446853-ES-EC-01-EEB-EEB01-DS-001-0- COP -2010.dwg ELEVATÓRIA 01 – PROJETO ESTRUTURAL – FORMA E ARMAÇÃO A1 01 01/01

VOLUME IX – RESUMO TÉCNICO DO PROJETO


NOME DO ARQUIVO DESCRIÇÃO DO TÍTULO FORMATO Nº FOLHAS DES.Nº
00446853-ES-RP-01-SES-SES01-RP-001-0-COP-2010.doc RESUMO TÉCNICO DO PROJETO A4 9 -

OBS.: PARA COMPLEMENTAR ESTE ARQUIVO DEVE-SE CONSULTAR O SEGUINTE: 00446853-ES-LE-01-SES-SES01-LI-001-0-COP-2010.xls

Obs.: (1) O coordenador de projetos da COPASA deverá informar a máscara do empreendimento no SAP para que o projetista possa inseri-la no campo solicitado.

Os arquivos digitais complementares (a exemplo do 00446853-ES-LE-01-SES-SES01-LI-001-0-COP-2010.xls) deverão ser mencionados no campo observação.

Em outra planilha, porém no mesmo arquivo digital, deverá ser criada uma lista correspondente aos arquivos não editáveis (.pdf) referentes aos Volumes Completos do
Projeto. Veja o exemplo a seguir.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx – Abril 2011 29


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Nome do arquivo digital

SISLOC: 0686 - Santa Rosa da Serra

Planilha: Volumes Completos

SISLOC: 0044 - Araxá Planilha: Montagem dos Volumes

Volume I - Diretrizes Gerais.docx – Abril 2011 30


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

3 CAPA PARA APRESENTAÇÃO DOS VOLUMES

A capa dos volumes deverá possuir as seguintes informações:

- Logomarca da COPASA;
- Nome da Cidade;
- Sistema ao qual se aplica a unidade projetada;
- Identificação da(s) unidade(s) projetada(s);
- Número e identificação do volume;
- Mês e ano em que o documento foi entregue; (*)
- Nome do arquivo digital para reprodução do documento.

* A data da capa e da folha de rosto deve ser alterada sempre que houver revisão no
documento.

O modelo de capa apresentado a seguir, simula um nome de arquivo digital, para a cidade de
Araxá, cujo código do SISLOC é 44, e utiliza o número fictício 460016853 de contrato no SAP.

O projeto representa um Sistema de Abastecimento de Água – AA, Projeto Básico – BS de


uma ETA, sendo o documento em questão, uma Memória Descritiva e Justificativa – MD,
desenvolvido pela COPASA – COP, em junho de 2010.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 31


COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

ARAXÁ

SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA

Q = 50 L/S

VOLUME IV: Projeto Básico

TOMO I – Memória Descritiva e Justificativa

Junho/2010

Arquivo: 00446853-AA-BS-01-ETA-ECO01-MD-001-0-COP-2010.doc
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

4 FOLHA DE ROSTO DOS VOLUMES DO PROJETO

A folha de rosto deverá integrar cada volume do projeto e conter as seguintes informações:

- Logomarca e nome da COPASA;


- Nome da Cidade;
- Sistema ao qual se aplica a unidade projetada;
- Identificação da(s) unidade(s) projetada(s);
- Resumo descritivo do projeto;
- Campo de controle de revisões;
- Identificação da empresa projetista e da equipe técnica de engenheiros participantes do
desenvolvimento do projeto;
- Número e identificação do Volume e do Tomo;
- Mês e ano em que o documento foi entregue; (*)
- Nome do arquivo digital para reprodução do documento.

* A data da capa e da folha de rosto deve ser alterada sempre que houver revisão no
documento.

O modelo da folha de rosto baseia-se na simulação do mesmo projeto considerado para


exemplificar o modelo da capa e está apresentado em sequência.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 33


COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

ARAXÁ
SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA
Q = 50 L/S

CONTRATO: 460016853
RESUMO:

Memória Descritiva e Justificativa da Estação de Tratamento de Água, com capacidade nominal para Q = 50
l/s, projetada para implantação na cidade de Araxá.

A ETA é do tipo convencional, construída em concreto armado, com capacidade de 50 l/s.

0 06/07/09 A PARA APROVAÇÃO Nome Projet. Nome Nome Projetista COPASA


REV. DATA TIPO DESCRIÇÃO POR VERIFICADO AUTORIZADO APROVADO
EMISSÕES
A – PARA APROVAÇÃO C – ORIGINAL
TIPOS
B – REVISÃO D – CÓPIA
PROJETISTA:
COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS
Rua Mar de Espanha, 525 – Santo Antônio
30330-270 – Belo Horizonte – MG
Tel.: +31 3250.1133

EQUIPE TÉCNICA:
Engº Rodrigo Varella
Engº Paulo Roberto Rabelo

VOLUME:

VOLUME IV: PROJETO BÁSICO


TOMO I: Memória Descritiva e Justificativa
REFERÊNCIA:
Junho/2010
Arquivo: 00446853-AA-BS-01-ETA-ECO01-MD-001-0-COP-2010.doc
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

5 FORMA DE APRESENTAÇÃO DE TEXTOS

Os textos, abrangendo os relatórios, memoriais descritivos, especificações técnicas de obras,


materiais e equipamentos, etc., deverão ser gerados no programa WORD e apresentados no
formato A4 (largura 21,0 cm e altura 29,7 cm) e na forma de orientação “Retrato”. O cabeçalho
e o rodapé deverão possuir distância 1,25 cm da borda do formato. Cada volume deve constar
de capa, folha de rosto, sumário e índice, conforme modelos anteriormente apresentados. As
planilhas, quando necessárias, deverão ser geradas no programa EXCEL.

As configurações para todos os documentos deverão respeitar as especificações que se


seguem.

5.1 LAYOUT DA PÁGINA – MARGENS

- Margem esquerda ...................................................................................................... 2,5 cm


- Margem direita ............................................................................................................ 2,0 cm
- Margem superior ........................................................................................................ 1,0 cm
- Margem inferior .......................................................................................................... 1,0 cm
- Medianiz ..................................................................................................................... 0,0 cm
- Posição da medianiz .............................................................................................. esquerda

5.2 PARÁGRAFO DE TEXTO NORMAL

- Alinhamento ......................................................................................................... Justificado


- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ automático
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... automático
- Espaçamento entre linhas ............................................................................................... 1,5
- Fonte ............................................................................................................................. Arial
- Tamanho .......................................................................................................................... 11

5.3 PARÁGRAFO DE LISTA DE PARÂMETROS

- Alinhamento ......................................................................................................... Justificado


- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ automático
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... automático
- Espaçamento entre linhas ............................................................................................... 1,5
Volume I - Diretrizes Gerais.docx 35
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 11

5.4 TABULAÇÃO DA LISTA DE PARÂMETROS

- Parada de Tabulação ............................................................................................... 16,5 cm


- Alinhamento ............................................................................................................... Direito
- Preenchimento ........................................................................................................... 2 (.....)

5.5 PARÁGRAFO DE ITEMIZAÇÃO

- Alinhamento ......................................................................................................... Justificado


- Recuo esquerdo ....................................................................................................... 0,63 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Especial ...................................................................................... Deslocamento por 0,63 cm
- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ automático
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... automático
- Espaçamento entre linhas ............................................................................................... 1,5
- Fonte ............................................................................................................................. Arial
- Tamanho .......................................................................................................................... 11

5.6 TÍTULO 1

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 13
- Intensidade ................................................................................................................ Negrito
- Alinhamento ..........................................................................................................Justificada
- Tipo ...................................................................................................................... Maiúsculo
- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Especial ...................................................................................... Deslocamento por 0,80 cm
- Espaçamento antes do parágrafo ................................................................................ 24 pts
- Espaçamento depois do parágrafo .............................................................................. 12 pts
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim
- Quebrar página antes ...................................................................................................... sim
- Nível do Tópico.................................................................................................................... 1
- Numeração ................................................................................................................... 1,2,3

Exemplo:

1 TÍTULO

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 36


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

5.7 TÍTULO 2

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 12
- Intensidade ................................................................................................................ Negrito
- Alinhamento ........................................................................................................ à esquerda
- Tipo ...................................................................................................................... Maiúsculo
- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Especial ............................................................................................ Deslocamento 1,00 cm
- Espaçamento antes do parágrafo ................................................................................ 12 pts
- Espaçamento depois do parágrafo .............................................................................. 12 pts
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim
- Nível do Tópico.................................................................................................................... 2

Exemplo:

TÍTULO

5.8 TÍTULO 3

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 11
- Intensidade ................................................................................................................ Negrito
- Alinhamento ........................................................................................................ à esquerda
- Tipo ...................................................................................................................... Minúsculo
- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Especial ............................................................................................ Deslocamento 1,30 cm
- Espaçamento antes do parágrafo .................................................................................. 6 pts
- Espaçamento depois do parágrafo ................................................................................ 6 pts
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim
- Nível do Tópico.................................................................................................................... 3

Exemplo:

Título

5.9 TÍTULO 4

- Fonte ............................................................................................................................. Arial

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 37


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

- Tamanho .......................................................................................................................... 11
- Intensidade .................................................................................................................. Itálico
- Alinhamento ........................................................................................................ à esquerda
- Tipo ...................................................................................................................... Minúsculo
- Recuo esquerdo ......................................................................................................... 0,0 cm
- Recuo direito .............................................................................................................. 0,0 cm
- Especial ............................................................................................ Deslocamento 1,50 cm
- Espaçamento antes do parágrafo .................................................................................. 6 pts
- Espaçamento depois do parágrafo ................................................................................ 6 pts
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim
- Nível do Tópico.................................................................................................................... 4

Exemplo:

Título

5.10 CABEÇALHO

No cabeçalho do texto deverão sempre constar, justificado à esquerda do mesmo, o volume e


o nome da unidade projetada e sua capacidade (letra: Arial 8 maiúscula) e, justificado à direita,
a logomarca da EMPRESA PROJETISTA.

5.11 RODAPÉ

No rodapé do texto deverão sempre constar, justificado à esquerda do mesmo, o nome do


arquivo digital (letra: Arial 8) e, justificado à direita, a numeração da página.

5.12 TÍTULO DE FIGURAS

A identificação de qualquer figura aparece na parte inferior, precedida da palavra designativa,


seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, travessão e do respectivo título. Após
a identificação, indicar a fonte e/ou outras informações necessárias à sua compreensão (se
houver). A figura deve ser citada no texto e inserida o mais próximo possível do trecho a que se
refere.

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 10
- Intensidade ................................................................................................................ Negrito
- Alinhamento ..................................................................................................... Centralizado
- Tipo ...................................................................................................................... Minúsculo

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 38


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ Automático


- Espaçamento depois do parágrafo .............................................................................. 24 pts
- Manter linhas juntas........................................................................................................... sim
- Nível ............................................................................................................. Corpo de Texto

5.13 TÍTULO DE TABELAS

A identificação de qualquer tabela aparece na parte superior, precedida da palavra designativa,


seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, travessão e do respectivo título. Após
a identificação, indicar a fonte e/ou outras informações necessárias à sua compreensão (se
houver). A tabela deve ser citada no texto e inserida o mais próximo possível do trecho a que
se refere.

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 10
- Intensidade ................................................................................................................ Negrito
- Alinhamento ..................................................................................................... Centralizado
- Tipo ...................................................................................................................... Minúsculo
- Espaçamento antes do parágrafo .................................................................................24 pts
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... Automático
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim
- Manter linhas juntas........................................................................................................... sim
- Nível ............................................................................................................. Corpo de Texto

5.14 FIGURAS

Inclui gráficos, ilustrações, desenhos, fotos, esquema, fluxograma, mapa, organograma,


imagem e qualquer outro material que não seja classificado como quadro nem tabela. Pode ser
usado em qualquer ponto do trabalho. Podem ser digitalizadas (escaneadas), copiadas e
coladas, feita no powerpoint, no próprio Word, ou em outros softwares. Recomenda-se que não
sejam usadas figuras de altíssima resolução para não sobrecarregar muito o arquivo.

- Alinhamento ..................................................................................................... Centralizado


- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ Automático
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... Automático
- Manter com o próximo ..................................................................................................... sim

5.15 TABELAS

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 39


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Inclui tabelas e quadros. Uma tabela é formada apenas por linhas verticais, sendo, portanto
“aberta” e normalmente apresenta resultados quantitativos (números). Um quadro é formado
por linhas horizontais e verticais, sendo, portanto “fechado” e normalmente apresenta
resultados qualitativos (textos).

- Fonte ............................................................................................................................. Arial


- Tamanho .......................................................................................................................... 10
- Alinhamento ....................................................................................................... Centralizado
- Espaçamento antes do parágrafo ........................................................................ Automático
- Espaçamento depois do parágrafo ...................................................................... Automático
- Nível ............................................................................................................. Corpo de Texto

Esta configuração pode ser desconsiderada caso a tabela seja feita em um programa diferente
e depois inserida no arquivo do Word.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 40


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

6 FORMA DE APRESENTAÇÃO DOS DESENHOS

Os desenhos deverão desenvolvidos no programa AutoCad ou similar e apresentados de forma


clara e objetiva, contemplando todo e qualquer detalhamento que se faça necessário para a
perfeita execução da unidade projetada.

Quaisquer recomendações especiais relativas ao detalhamento do projeto ou à sua adequada


utilização deverão ser destacadas em notas e devidamente chamadas no corpo do desenho,
nos locais apropriados.

Todos os desenhos serão elaborados de acordo com as orientações contidas nesta diretriz. É
recomendável a utilização dos softwares NOR-COPASA (aplicativo do AutoCAD) e GNA
(gerenciador de nome de arquivo digital), ambos fornecidos ao projetista, pela COPASA. Os
desenhos devem ser desenvolvidos, obrigatoriamente, dentro do padrão de formato de legenda
da COPASA, objeto do Anexo III seguinte.

A escolha das escalas para apresentação dos desenhos integrantes de estudos ou projetos
básicos deverá atender o seguinte:

- Os desenhos gerais, compreendendo os mapas chaves, esquemas planialtimétricos, etc.


deverão ser apresentados em escalas 1:10.000, 1:5000 ou 1:2000, observada a condição
preferencial de ocuparem um único formato com bom nível de visualização;
- Os desenhos de planta e perfil deverão ser apresentados nas escalas H-1:2000 e V-1;200
no caso de adutoras e linhas de recalque, e nas escalas H-1:1000 e V-1:100 no caso de
emissários e interceptores;
- Os desenhos de redes de água e esgoto serão usualmente apresentados nas escalas de
H-1:2000 e V-1:200, sendo as redes de esgoto objeto de detalhamento complementar em
planta e perfil, por trecho, a ser feito nas mesmas escalas ou, eventualmente, nas escalas
de H-1:1000 e V-1:100;
- Os desenhos gerais de implantação de determinada unidade ou conjunto delas, envolvendo
locação, urbanização, terraplenagem, interligações e arranjo de tubulações, entre outros,
deverão ser editados na escala que melhor permitir a ocupação de todo o formato com
visualização de toda(s) a(s) unidade(s), sendo usuais as escalas de 1:500, 1:250 e 1:200;
- As unidades de maior porte, a exemplo de ETA’s e ETE’s, deverão ser desenhadas nas
escalas de 1:100, 1:75 e 1:50, também escolhida de forma a permitir a melhor ocupação do
formato com visualização de toda a unidade, a serem complementados por detalhamentos
complementares em escala maior;

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 41


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

- Nos detalhamentos destas unidades de maior porte, objetivando um melhor esclarecimento


de partes específicas e pontuais das unidades, deverão ser utilizadas as escalas usuais de
1:20 e 1:25;
- Pequenas unidades poderão ser desenhadas nas escalas de 1:25 e 1:20, quando todo o
projeto (plantas, cortes, detalhes e LM) ocuparem o mesmo formato;
- As escalas 1:10 ou 1:5 somente deverão ser utilizadas para detalhamentos parciais de
elementos do projeto, a exemplo de detalhes de fixação de esquadrias, montagem de
peças metálicas, entre outras;
- Os desenhos de diagramas, isométricos e de detalhamentos de redes não
necessariamente deverão ter escalas definidas, sendo ajustados à condição de clara
visualização do objeto pretendido e utilização racional do formato.

Para os desenhos de projetos elétricos deverá ser observada a seguinte linha:

- Os desenhos relativos às instalações de distribuição de energia em áreas e/ou edificações


deverão acompanhar a seleção de escalas indicadas para os respectivos projetos básicos;
- Os desenhos relativos aos diagramas de força e comando deverão ser apresentados sem
escalas em tamanho tal que permitam sua clara visualização com utilização racional do
formato; e
- Os desenhos de detalhamento de unidades, a exemplo de padrões de entrada,
subestações elétricas, etc., deverão seguir a mesma diretriz de escalas definidas para os
projetos básicos.

Os desenhos de projetos estruturais (formas e armações) deverão, sempre que possível,


acompanhar a seleção de escalas previstas nos projetos básicos, e serem apresentados
preferencialmente na mesma escala; prevendo-se, entretanto, a possibilidade eventual de que
as armações sejam apresentadas em escalas ampliadas de forma a permitir seu adequado
detalhamento.

No desenvolvimento de desenhos de unidades de maior porte pode ser considerada a


utilização de escalas menores para apresentação geral da unidade (em plantas e cortes), com
detalhamento complementar, em escala ampliada, de estruturas anexas, a exemplo de: caixas
de aparelhos, dispositivos internos de unidades, etc.

A apresentação dos desenhos deverá seguir a seqüência de ocorrência das unidades


projetadas e estar de acordo com a lógica do entendimento do mesmo, ou seja, as plantas
gerais de implantação das unidades, seguidas dos respectivos detalhamentos, mostrados em
plantas e cortes, e os detalhes complementares que se fizerem necessários.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 42


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Quando se tratar de uma unidade mais complexa, como uma ETA ou uma ETE deverá ser
apresentado, inicialmente, o desenho contendo a planta geral da unidade e o perfil hidráulico
que rege a altimetria do projeto. Na seqüência de montagem do volume, a apresentação das
unidades deverá estar disposta segundo o fluxo natural da água ou do efluente (exemplo:
Tratamento Preliminar, EEF, Reator, Filtro e Leito de Secagem).

Os projetos elétricos e estruturais deverão ser apresentados seguindo a mesma linha de


raciocínio indicada para os projetos básicos.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 43


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

7 FORMA DE APRESENTAÇÃO DE ORÇAMENTOS

Os orçamentos deverão atender às exigências dos Volumes I - Diretrizes Gerais e Volume VIII
– Orçamentos, das Diretrizes para Elaboração de Estudos e Projetos da COPASA. Os mesmos
deverão ser desenvolvidos no programa “Planilha de Custos” ou similar, desde que possua
interface com o SAP – software de controle e gestão de negócios, utilizado pela COPASA.

O Volume de Orçamento será constituído de:

- Resumo do Empreendimento;
- Memorial Descritivo;
- Relatório de Orçamento (Resumo, Estrutura, Lista de Composição de Custos e
Regulamentações);
- Mapa de Coleta de Preços;
- Memória de Cálculo de Quantitativos;
- Proposta Comercial/Anexo de Orçamento.

A apresentação de toda a documentação complementar do orçamento, que não é gerada pelo


programa “Planilha de Custo”, se fará em arquivos Word, Excel ou outro software específico
para o trabalho, conforme a natureza do respectivo documento.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 44


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

8 FORMA DE ENTREGA DOS PROJETOS

Quando solicitado pelo coordenador da COPASA, todos os projetos, para fins de análise,
deverão ser entregues em 1 (uma) via encadernada de cada volume. Os desenhos
desenvolvidos em formato diferente do A4, deverão ser devidamente dobrados.

Na entrega final dos trabalhos, após as eventuais revisões solicitadas pelo coordenador da
COPASA, a Contratada deverá apresentar o projeto conforme descrito a seguir:

- 01 (uma) cópia em meio magnético (CD/DVD) de toda a documentação componente do


projeto em referência, contendo todos os arquivos, incluindo o LEIA-ME e as Descrições
Topográficas em formato editável (extensão “.DOC”, “.DOCX”, “.XLS”, “.XLSX”, “.DWG”,
“.ORC”, etc.) e não editável (Volume Completo “.PDF”). Sempre que possível, utilizar
apenas 01 (um) CD/DVD para todos os arquivos, editáveis e não editáveis. Isto evitará
salvar arquivos com o mesmo nome. No CD/DVD não deve conter nenhuma pasta e só
pode conter arquivos com o mesmo número de no SAP;
- 01 (uma) via encadernada de cada volume;
- 01 (uma) cópia escaneada de cada Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) dos
responsáveis técnicos e da empresa contratada para elaborar o projeto.

8.1 ART

Os arquivos digitais de ART, gerados a partir das cópias escaneadas, devem ser relacionados
no “Leia-me” e nomeados de acordo com o item 2.4, recebendo no campo DOCUMENTO o
código AR, coforme o modelo a seguir:

XXXXXXXX - XX - XX - 01 - XXX - XXX01 - AR - 001 - 0 - XXX - 2012 .pdf

As letras “X” devem ser substituídas pelos códigos das tabelas deste volume. Cada arquivo de
ART, além de isolado, pode ser anexado no “Memorial Descritivo” ou no “Resumo do Projeto”,
como já é habitual.

8.2 VOLUME COMPLETO

Deverá ser gerado um único arquivo .PDF para cada volume. Caso haja a necessidade (ex:
arquivo muito extenso), o volume poderá ser dividido em Tomos ou Unidades, conforme
conveniência, ressaltando que todos os arquivos que irão compor o PDF único deverão estar
citados no Leia-me e possuir a mesma sequência mencionada neste referido documento. Caso
haja a necessidade de dividir o arquivo correspondente ao Volume Completo, utilizar o campo
sequência para indicar os diferentes Tomos.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 45


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

8.3 ASSINATURA DIGITAL

Todos os documentos do projeto entregues em meio digital, tanto as versões editáveis quanto
as não editáveis, deverão ser assinados utilizando-se software de assinatura e Certificação
Digital tipo A3, dentro do prazo de validade, não podendo estar revogado e em conformidade
com o ICP – Brasil (Infra-Estrutura de Chaves Públicas Brasileira).

A versão editável do arquivo LEIA-ME deve ser entregue, com e sem assinatura digital e a
versão não editável, com assinatura digital. É necessário que haja um arquivo editável sem
assinatura para que o robô de carga do GED (Gerenciador Eletrônico de Documentos) possa
fazer a leitura no Número de Máscara no SAP do empreendimento, facilitando a procura de
documentos.

8.4 CAPA DO CD/DVD

A capa do CD/DVD relativo à entrega final do projeto deverá conter, de forma clara, todas as
informações que facilitem o arquivamento do mesmo, tais como: identificação da empresa
projetista, número do contrato, data, localidade, quando for o caso e cidade, número seqüencial
do CD/DVD (caso seja necessário salvar o projeto em mais de um CD/DVD) e outras
informações consideradas significativas pela empresa projetista.

Apresentamos a seguir um modelo de capa de CD/DVD.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 46


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Contrato: Data da entrega:

Nº SAP DIA/MÊS/ANO

Nome da Empresa - Logo

LOCALIDADE/CIDADE
Sistema
Tipo de Projeto
Nº CD/Nº TOTAL

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Contrato: Data da entrega:

460016853 01/07/2010

Organizações Tabajara - Soluções em Saneamento Ltda

AREADO/PATOS DE MINAS
Sistema de Abastecimento de Água
Projeto básico
CD 01/01

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 47


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

ANEXO I – Código SISLOC

Desde 2003 foi instituído um grupo de trabalho com o objetivo de tratar a questão de
caracterização de uma localidade na COPASA e estabelecer um cadastro único, com fluxo de
informações e responsabilidades definidas. Deste trabalho resultou-se a criação do SISLOC,
Sistema de Cadastro Único de Localidades, cuja área gerenciadora é a DVIE. Esta tabela pode
ser encontrada na Intranet, no item Planejamento Estratégico (lado esquerdo da tela),
Informação Estratégica (barra de ferramentas), SISLOC. Cabe ressaltar que estes códigos não
serão alterados, podendo, entretanto, ser complementados, pelo que recomenda-se verificar as
últimas atualizações.

Tabela 5 - Código SISLOC

Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1 ABADIA DOS DOURADOS 1046 ALDEIA/CUPARAQUE
2 ABAETÉ 1039 ALEGRE/COROMANDEL
1527 ABAETÉ DE BAIXO/MATUTINA 1482 ALEGRIA/SIMONÉSIA
1400 ABAETÉ DOS MENDES/RIO PARANAÍBA 15 ALÉM PARAÍBA
1452 ABAETÉ DOS VENÂNCIOS/SÃO GOTARDO 1167 ALEXANDRITA/ITURAMA
1218 ABAÍBA/LEOPOLDINA 16 ALFENAS
3 ABRE-CAMPO 17 ALFREDO VASCONCELOS
874 ABREUS/ALTO RIO DOCE 1787 ALMEIDA/JABOTICATUBAS
4 ACAIACA 18 ALMENARA
1358 AÇARAÍ/POCRANE 19 ALPERCATA
1528 ACAUÃ/LEME DO PRADO 20 ALPINÓPOLIS
5 AÇUCENA 21 ALTEROSA
1148 ACURUÍ/ITABIRITO 925 ALTO BELO/BOCAIÚVA
938 ADÃO COLARES/BOTUMIRIM 22 ALTO CAPARAÓ
1681 AEROPORTO DE CONFINS/CONFINS 1105 ALTO DE SANTA HELENA/GOVERNADOR VALADARES
1529 AGRESTE/VERDELÂNDIA 860 ALTO DO CAPIM/AIMORÉS
6 ÁGUA BOA 23 ALTO JEQUITIBÁ
1013 ÁGUA BRANCA DE MINAS/COMERCINHO 1016 ALTO MARANHÃO/CONGONHAS
7 ÁGUA COMPRIDA 1719 ALTO PIÃO/SANTA RITA DO ITUETO
1492 ÁGUA SANTA DE MINAS/TOMBOS 24 ALTO RIO DOCE
1786 ÁGUA VIVA/ESTRELA DALVA 1485 ALTOLÂNDIA/TAPIRAÍ
8 AGUANIL 1028 ALVAÇÃO/CORAÇÃO DE JESUS
1015 ÁGUAS DE CONTENDAS/CONCEIÇÃO DO RIO VERDE 25 ALVARENGA
1469 ÁGUAS FÉRREAS/SÃO PEDRO DOS FERROS 26 ALVINÓPOLIS
9 ÁGUAS FORMOSAS 27 ALVORADA DE MINAS
10 ÁGUAS VERMELHAS 976 ALVORADA/CARANGOLA
11 AIMORÉS 898 AMANDA/BALDIM
1341 AIRÕES/PAULA CÂNDIDO 888 AMANHECE/ARAGUARI
12 AIURUOCA 1309 AMARANTINA/OURO PRETO
13 ALAGOA 1531 AMARGOSO/VERDELÂNDIA
1847 ALAGOAS/PATOS DE MINAS 28 AMPARO DA SERRA
14 ALBERTINA 1071 ANDIROBA/ESMERALDAS
1255 ALBERTO ISAACSON/MARTINHO CAMPOS 29 ANDRADAS
1094 ALBERTOS/FORMIGA 30 ANDRELÂNDIA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 48


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1494 ANDREQUICÉ/TRÊS MARIAS 1051 BABILÔNIA/DELFINÓPOLIS
1385 ANGATURAMA/RECREIO 1149 BAÇÃO/ITABIRITO
31 ANGELÂNDIA 54 BAEPENDI
940 ANGICOS DE MINAS/BRASÍLIA DE MINAS 1106 BAGUARI/GOVERNADOR VALADARES
1532 ANGICOS/VESPASIANO 1095 BAIÕES/FORMIGA
1047 ANGUERETÁ/CURVELO 1682 BAIRRO ÁGUAS SANTAS/TIRADENTES
868 ANGUSTURA/ALÉM PARAÍBA 1683 BAIRRO CÉSAR DE PINA/TIRADENTES
1728 ANO BOM/ITAJUBÁ 1684 BAIRRO CRISTINA/SANTA LUZIA
32 ANTÔNIO CARLOS 1685 BAIRRO DE MOREIRAS/NOVA SERRANA
33 ANTÔNIO DIAS 1686 BAIRRO DOS PEREIRAS/TOLEDO
956 ANTÔNIO DOS SANTOS/CAETÉ 1687 BAIRRO SERRA VERDE/ESMERALDAS
1100 ANTÔNIO FERREIRA/FRANCISCÓPOLIS 1537 BAIXA QUENTE/MINAS NOVAS
1310 ANTÔNIO PEREIRA/OURO PRETO 1718 BAIXA VERDE/DIONÍSIO
34 ANTÔNIO PRADO DE MINAS 1849 BAIXADINHA DOS GONÇALVES/PATOS DE MINAS
1133 ANTUNES/IGARATINGA 1504 BAIXA/UBERABA
1101 APARECIDA DE MINAS/FRUTAL 55 BALDIM
1276 APARECIDA DO MUNDO NOVO/MONTES CLAROS 56 BAMBUÍ
35 ARAÇAÍ 1538 BAMBUS/ESMERALDAS
1343 ARAÇAJI DE MINAS/PEDRA AZUL 57 BANDEIRA
1533 ARAÇÁS/CAPIM BRANCO 58 BANDEIRA DO SUL
998 ARACATI DE MINAS/CATAGUASES 1246 BANDEIRANTES/MARIANA
36 ARACITABA 59 BARÃO DE COCAIS
37 ARAÇUAÍ 60 BARÃO DO MONTE ALTO
38 ARAGUARI 61 BARBACENA
1845 ARAME/LAGOA DOURADA 1540 BARBOSA/CAPIM BRANCO
854 ARAMIRIM/AÇUCENA 1541 BARNABÉ/CONGONHAS
942 ARANHA/BRUMADINHO 1145 BARRA ALEGRE/IPATINGA
39 ARANTINA 1359 BARRA DA FIGUEIRA/POCRANE
40 ARAPONGA 1135 BARRA DE ALEGRIA/INDAIABIRA
41 ARAPORÃ 1542 BARRA DE SANTO ANTÔNIO/CONGONHAS
42 ARAPUÁ 1241 BARRA DO ARIRANHA/MANTENA
43 ARAÚJOS 1021 BARRA DO CUIETÉ/CONSELHEIRO PENA
1121 ARAÚNA/GUAPÉ 1737 BARRA DO MOSQUITO/ÁGUAS VERMELHAS
44 ARAXÁ 1042 BARRA DO SALINAS/CORONEL MURTA
1804 ARCÂNGELO/SÃO JOÃO DEL-REI 1414 BARRA FELIZ/SANTA BÁRBARA
45 ARCEBURGO 1265 BARRA GRANDE DE MESQUITA/MESQUITA
46 ARCOS 62 BARRA LONGA
47 AREADO 869 BARRANCO ALTO/ALFENAS
1534 AREADO/PATOS DE MINAS 1775 BARREIRO BRANCO/CATUTI
1536 AREIAS DE BAIXO/PEDRO LEOPOLDO 1174 BARREIRO DA RAIZ/JANAÚBA
1535 AREIAS/RIBEIRÃO DAS NEVES 916 BARREIRO/BELO HORIZONTE
1127 ARGENITA/IBIÁ 1844 BARREIRO/IPUIÚNA
48 ARGIRITA 1819 BARREIRO/MONTE AZUL
49 ARICANDUVA 1543 BARREIRO/PEDRO LEOPOLDO
50 ARINOS 1544 BARREIROS/BERIZAL
1029 ARISTIDES BATISTA/CORAÇÃO DE JESUS 877 BARRETOS DE ALVINÓPOLIS/ALVINÓPOLIS
1848 ARRAIAL DOS AFONSOS/PATOS DE MINAS 1232 BARRINHA/MAMONAS
1325 ASCENSÃO/PARÁ DE MINAS 1767 BARROCÃO/GRÃO-MOGOL
51 ASTOLFO DUTRA 63 BARROSO
52 ATALÉIA 1076 BAÚ/ESTRELA DO INDAIÁ
53 AUGUSTO DE LIMA 1545 BEIRA CÓRREGO/ESMERALDAS
1168 AVAÍ DO JACINTO/JACINTO 1826 BEIRA RIO/SÃO GONÇALO DO ABAETÉ
1258 AZURITA/MATEUS LEME 1546 BELA FAMA/NOVA LIMA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 49


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
64 BELA VISTA DE MINAS 1331 BOM SUCESSO DE PATOS/PATOS DE MINAS
1547 BELA VISTA/ESMERALDAS 1754 BOM SUCESSO/BRASÓPOLIS
1286 BELISÁRIO/MURIAÉ 1554 BOMBACA/CONGONHAS
65 BELMIRO BRAGA 1130 BONANÇA/IBIRACATU
66 BELO HORIZONTE 86 BONFIM
67 BELO ORIENTE 913 BONFIM DA BARRA/BARRA LONGA
68 BELO VALE 87 BONFINÓPOLIS DE MINAS
1035 BELTRÃO/CORINTO 88 BONITO DE MINAS
1501 BENTÓPOLIS DE MINAS/UBAÍ 1086 BORBA GATO/FERROS
69 BERILO 89 BORDA DA MATA
70 BERIZAL 90 BOTELHOS
1548 BERNARDAS/RIO MANSO 91 BOTUMIRIM
71 BERTÓPOLIS 92 BRÁS PIRES
72 BETIM 93 BRASILÂNDIA DE MINAS
73 BIAS FORTES 94 BRASÍLIA DE MINAS
74 BICAS 95 BRASÓPOLIS
1380 BICUÍBA/RAUL SOARES 96 BRAÚNAS
1855 BIGUATINGA/SÃO PEDRO DA UNIÃO 1776 BREJAÚBA/CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO
75 BIQUINHAS 1107 BREJAUBINHA/GOVERNADOR VALADARES
1185 BITURI/JECEABA 1555 BREJINHO/VARZELÂNDIA
76 BOA ESPERANÇA 1045 BREJO BONITO /CRUZEIRO DA FORTALEZA
1287 BOA FAMÍLIA/MURIAÉ 1422 BREJO DE MINAS/SANTA MARIA DO SUAÇUÍ
1750 BOA UNIÃO DE ITABIRINHA/ITABIRINHA 1177 BREJO DO AMPARO/JANUÁRIA
1202 BOA VISTA DA SERRA/JUATUBA 1516 BREJO DO MUTAMBAL/VARZELÂNDIA
1302 BOA VISTA DE MINAS/NOVA SERRANA 97 BRUMADINHO
1549 BOA VISTA/CAPIM BRANCO 1415 BRUMAL/SANTA BÁRBARA
1550 BOA VISTA/ESMERALDAS 1020 BUARQUE DE MACEDO/CONSELHEIRO LAFAIETE
1760 BOA VISTA/JABOTICATUBAS 98 BUENO BRANDÃO
1850 BOASSARA/PATOS DE MINAS 1022 BUENO/CONSELHEIRO PENA
77 BOCAINA DE MINAS 99 BUENÓPOLIS
78 BOCAIÚVA 100 BUGRE
79 BOM DESPACHO 1833 BURITI GRANDE/MARTINHO CAMPOS
80 BOM JARDIM DE MINAS 101 BURITIS
1738 BOM JARDIM/ÁGUAS VERMELHAS 102 BURITIZEIRO
1551 BOM JESUS DA BOA VISTA/VIRGINÓPOLIS 1195 CAATINGA/JOÃO PINHEIRO
1288 BOM JESUS DA CACHOEIRA/MURIAÉ 103 CABECEIRA GRANDE
BOM JESUS DA CANA-BRAVA/SÃO JOÃO 1824 CABELUDO/VAZANTE
1552 EVANGELISTA
104 CABO VERDE
81 BOM JESUS DA PENHA
1846 CABORGES/SERRANÓPOLIS DE MINAS
1129 BOM JESUS DA VEREDA/IBIAÍ
1497 CAÇARATIBA/TURMALINA
1514 BOM JESUS DE CARDOSOS/URUCÂNIA
1773 CAÇAREMA/CAPITÃO ENÉIAS
82 BOM JESUS DO AMPARO
1814 CACHOEIRA ALEGRE/BARÃO DO MONTE ALTO
918 BOM JESUS DO BAGRE/BELO ORIENTE
105 CACHOEIRA DA PRATA
1063 BOM JESUS DO DIVINO/DIVINO
1556 CACHOEIRA DE BAIXO/ESMERALDAS
83 BOM JESUS DO GALHO
106 CACHOEIRA DE MINAS
1092 BOM JESUS DO MADEIRA/FERVEDOURO
107 CACHOEIRA DE PAJEÚ
1136 BOM JESUS DO RIO PRETO/INHAPIM
1520 CACHOEIRA DE SANTA CRUZ/VIÇOSA
1553 BOM JESUS DO TABULEIRO/SÃO JOSÉ DO JACURI
BOM JESUS DO VERMELHO/SANTA RITA DE 1557 CACHOEIRA DO ARANÃ/FREI GASPAR
1796 IBITIPOCA 1247 CACHOEIRA DO BRUMADO/MARIANA
1388 BOM PASTOR/RESPLENDOR 1311 CACHOEIRA DO CAMPO/OURO PRETO
84 BOM REPOUSO 1558 CACHOEIRA DO CHORO/CURVELO
1793 BOM RETIRO/SANTA BÁRBARA DO TUGÚRIO 949 CACHOEIRA DO MANTEIGA/BURITIZEIRO
85 BOM SUCESSO 1005 CACHOEIRA DO NORTE/CHAPADA DO NORTE

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 50


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1490 CACHOEIRA DO VALE/TIMÓTEO 134 CAPELA NOVA
108 CACHOEIRA DOURADA 135 CAPELINHA
1748 CACHOEIRA/ITAJUBÁ 136 CAPETINGA
1044 CACHOEIRINHA/CÓRREGO DANTA 137 CAPIM BRANCO
1559 CACHOEIRINHA/ESMERALDAS 138 CAPINÓPOLIS
1751 CACHOEIRINHA/ITAJUBÁ 1270 CAPITÂNIA/MONTALVÂNIA
1186 CAETANO LOPES/JECEABA 139 CAPITÃO ANDRADE
109 CAETANÓPOLIS 140 CAPITÃO ENÉIAS
110 CAETÉ 141 CAPITÓLIO
1486 CAFÉ-MIRIM/TARUMIRIM 142 CAPUTIRA
111 CAIANA 1568 CARACÓIS DE BAIXO/ESMERALDAS
1355 CAIAPÓ/PIRAPETINGA 1569 CARACÓIS DE CIMA/ESMERALDAS
1716 CAIXA DÁGUA DA ESPERANÇA/TIRADENTES 143 CARAÍ
112 CAJURI 144 CARANAÍBA
113 CALDAS 145 CARANDAÍ
1389 CALISTO/RESPLENDOR 146 CARANGOLA
114 CAMACHO 147 CARATINGA
115 CAMANDUCAIA 148 CARBONITA
1248 CAMARGOS/MARIANA 149 CAREAÇU
116 CAMBUÍ 1326 CARIOCA/PARÁ DE MINAS
117 CAMBUQUIRA 1465 CARLOS ALVES/SÃO JOÃO NEPOMUCENO
118 CAMPANÁRIO 150 CARLOS CHAGAS
119 CAMPANHA 151 CARMÉSIA
120 CAMPESTRE 152 CARMO DA CACHOEIRA
1560 CAMPESTRE/CARANDAÍ 153 CARMO DA MATA
881 CAMPESTRINHO/ANDRADAS 154 CARMO DE MINAS
121 CAMPINA VERDE 155 CARMO DO CAJURU
1131 CAMPO ALEGRE DE MINAS/IBIRACATU 156 CARMO DO PARANAÍBA
1390 CAMPO ALEGRE DE MINAS/RESPLENDOR 157 CARMO DO RIO CLARO
1561 CAMPO ALEGRE/SANTA ROSA DA SERRA 158 CARMÓPOLIS DE MINAS
122 CAMPO AZUL 159 CARNEIRINHO
123 CAMPO BELO 160 CARRANCAS
1562 CAMPO DAS FLORES/CONGONHAS 1406 CARVALHO DE BRITO/SABARÁ
124 CAMPO DO MEIO 161 CARVALHÓPOLIS
125 CAMPO FLORIDO 162 CARVALHOS
1723 CAMPO NOVO/ÁGUAS VERMELHAS 1838 CASA BRANCA/BRUMADINHO
1517 CAMPO REDONDO/VARZELÂNDIA 1570 CASA DE PEDRA/CONGONHAS
1563 CAMPOLAR/BOM JESUS DO AMPARO 163 CASA GRANDE
126 CAMPOS ALTOS 164 CASCALHO RICO
127 CAMPOS GERAIS 165 CÁSSIA
128 CANA VERDE 1747 CASTRO/ENTRE-RIOS DE MINAS
129 CANAÃ 999 CATAGUARINO/CATAGUASES
1098 CANA-BRAVA/FRANCISCO SÁ 166 CATAGUASES
1196 CANA-BRAVA/JOÃO PINHEIRO 1800 CATAJÁS/SANTO ANTÔNIO DO JACINTO
130 CANÁPOLIS 167 CATAS ALTAS
1491 CANASTRÃO/TIROS 168 CATAS ALTAS DA NORUEGA
1566 CANCELINHA/ESMERALDAS 1476 CATIARA/SERRA DO SALITRE
131 CANDEIAS 169 CATUJI
1393 CANJAMBA/RESSAQUINHA 1493 CATUNÉ/TOMBOS
1449 CANOEIROS/SÃO GONÇALO DO ABAETÉ 1099 CATUNI/FRANCISCO SÁ
132 CANTAGALO 170 CATUTI
1567 CANTO DO ENGENHO/MONTES CLAROS 171 CAXAMBU
133 CAPARAÓ 172 CEDRO DO ABAETÉ

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 51


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1292 CENTENÁRIO/MUTUM CONDOMÍNIO EMPRESARIAL PARK SUL/SANTOS
1836 DUMONT
173 CENTRAL DE MINAS
1688 CONDOMÍNIO QUINTAS DA JANGADA II/IBIRITÉ
1064 CENTRAL DE SANTA HELENA/DIVINO DAS LARANJEIRAS
1689 CONDOMÍNIO RETIRO DAS PEDRAS/BRUMADINHO
174 CENTRALINA
1440 CÔNEGO JOÃO PIO/SÃO DOMINGOS DO PRATA
1856 CERRADO/SÃO PEDRO DA UNIÃO
197 CÔNEGO MARINHO
934 CERVO/BORDA DA MATA
198 CONFINS
175 CHÁCARA
199 CONGONHAL
176 CHALÉ
200 CONGONHAS
1077 CHAPADA DE MINAS/ESTRELA DO SUL
201 CONGONHAS DO NORTE
177 CHAPADA DO NORTE
202 CONQUISTA
178 CHAPADA GAÚCHA
203 CONSELHEIRO LAFAIETE
1571 CHARCO/ESPINOSA
1052 CONSELHEIRO MATA/DIAMANTINA
1428 CHAVESLÂNDIA/SANTA VITÓRIA
204 CONSELHEIRO PENA
179 CHIADOR
205 CONSOLAÇÃO
1332 CHUMBO/PATOS DE MINAS
206 CONTAGEM
180 CIPOTÂNEA
1152 CONTRATO/ITAMARANDIBA
1322 CISNEIROS/PALMA
1036 CONTRIA/CORINTO
181 CLARAVAL
207 COQUEIRAL
1518 CLARO DE MINAS/VAZANTE
208 CORAÇÃO DE JESUS
182 CLARO DOS POÇÕES
979 CORDEIRO DE MINAS/CARATINGA
183 CLÁUDIO
209 CORDISBURGO
1249 CLÁUDIO MANUEL/MARIANA
210 CORDISLÂNDIA
900 COCAIS/BARÃO DE COCAIS
1134 CORGUINHOS/IGUATAMA
1268 COCO/MOEDA
211 CORINTO
1574 COELHOS/CONGONHAS
212 COROACI
184 COIMBRA
213 COROMANDEL
1575 COLINA/RIBEIRÃO DAS NEVES
1842 CORONEL EURICO/BRUMADINHO
901 COLÔNIA RODRIGO SILVA/BARBACENA
214 CORONEL FABRICIANO
185 COLUNA
215 CORONEL MURTA
186 COMENDADOR GOMES
216 CORONEL PACHECO
187 COMERCINHO
217 CORONEL XAVIER CHAVES
188 CONCEIÇÃO DA APARECIDA
218 CÓRREGO DANTA
189 CONCEIÇÃO DA BARRA DE MINAS
1576 CÓRREGO DANTAS/SÃO PEDRO DO SUAÇUÍ
1386 CONCEIÇÃO DA BOA VISTA/RECREIO
1327 CÓRREGO DO BARRO/PARÁ DE MINAS
1104 CONCEIÇÃO DA BREJAÚBA/GONZAGA
219 CÓRREGO DO BOM JESUS
1223 CONCEIÇÃO DA IBITIPOCA/LIMA DUARTE
1839 CÓRREGO DO FEIJÃO/BRUMADINHO
190 CONCEIÇÃO DAS ALAGOAS
CONCEIÇÃO DAS LARANJEIRAS/SÃO GERALDO
969 CÓRREGO DO OURO/CAMPOS GERAIS
1720 DO BAIXO 220 CÓRREGO FUNDO
191 CONCEIÇÃO DAS PEDRAS 221 CÓRREGO NOVO
192 CONCEIÇÃO DE IPANEMA 1725 CÓRREGOS/CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO
943 CONCEIÇÃO DE ITAGUÁ/BRUMADINHO 902 CORREIA DE ALMEIDA/BARBACENA
1062 CONCEIÇÃO DE MINAS/DIONÍSIO 1117 CORRENTINHO/GUANHÃES
1402 CONCEIÇÃO DE PIRACICABA/RIO PIRACICABA 1777 COSTA SENA/CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO
1037 CONCEIÇÃO DE TRONQUEIRAS/COROACI 903 COSTAS DA MANTIQUEIRA/BARBACENA
861 CONCEIÇÃO DO CAPIM/AIMORÉS 1330 COSTAS/PARAISÓPOLIS
1436 CONCEIÇÃO DO FORMOSO/SANTOS DUMONT 222 COUTO DE MAGALHÃES DE MINAS
193 CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO 1307 CRISÓLIA/OURO FINO
194 CONCEIÇÃO DO PARÁ 223 CRISÓLITA
1416 CONCEIÇÃO DO RIO ACIMA/SANTA BÁRBARA 1811 CRISPIM JACQUES/TEÓFILO OTÔNI
195 CONCEIÇÃO DO RIO VERDE 224 CRISTAIS
196 CONCEIÇÃO DOS OUROS 225 CRISTÁLIA
1208 CONCÓRDIA DO MUCURI/LADAINHA 226 CRISTIANO OTÔNI
1457 CONDADO DO NORTE/SÃO JOÃO DA PONTE 227 CRISTINA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 52


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
228 CRUCILÂNDIA 1267 DORES DA VITÓRIA/MIRAÍ
1746 CRUZ VERA/BRASÓPOLIS 258 DORES DE CAMPOS
229 CRUZEIRO DA FORTALEZA 259 DORES DE GUANHÃES
1506 CRUZEIRO DOS PEIXOTOS/UBERLÂNDIA 260 DORES DO INDAIÁ
230 CRUZÍLIA 1437 DORES DO PARAIBUNA/SANTOS DUMONT
1577 CRUZINHA/MINAS NOVAS 261 DORES DO TURVO
1087 CUBAS/FERROS 262 DORESÓPOLIS
1023 CUIETÉ VELHO/CONSELHEIRO PENA 1228 DOURADINHO/MACHADO
231 CUPARAQUE 263 DOURADOQUARA
946 CURIMATAÍ/BUENÓPOLIS 1191 DOUTOR CAMPOLINA/JEQUITIBÁ
232 CURRAL DE DENTRO 1581 DOUTOR JOAQUIM MURTINHO/CONGONHAS
233 CURVELO 1344 DOUTOR LUND/PEDRO LEOPOLDO
234 DATAS 883 DOUTOR SÁ FORTES/ANTÔNIO CARLOS
235 DELFIM MOREIRA 264 DURANDÉ
236 DELFINÓPOLIS 1157 EDGARD MELO/ITANHOMI
237 DELTA 265 ELÓI MENDES
1477 DEPUTADO AUGUSTO CLEMENTINO/SERRO 1717 ELVAS/TIRADENTES
1108 DERRIBADINHA/GOVERNADOR VALADARES 1293 EMBIRUÇU/MUTUM
238 DESCOBERTO 1805 EMBOABAS/SÃO JOÃO DEL-REI
1053 DESEMBARGADOR OTÔNI/DIAMANTINA 1739 EMPEDRADO/ÁGUAS VERMELHAS
1411 DESEMBOQUE/SACRAMENTO 266 ENGENHEIRO CALDAS
239 DESTERRO DE ENTRE-RIOS 1312 ENGENHEIRO CORREIA/OURO PRETO
240 DESTERRO DO MELO 267 ENGENHEIRO NAVARRO
1498 DIAMANTE DE UBÁ/UBÁ 886 ENGENHEIRO SCHNOOR/ARAÇUAÍ
241 DIAMANTINA 927 ENGENHO DO RIBEIRO/BOM DESPACHO
1770 DIAS/BRASÓPOLIS 1243 ENGENHO NOVO/MAR DE ESPANHA
242 DIOGO DE VASCONCELOS 1745 ENGENHO/ÁGUAS VERMELHAS
243 DIONÍSIO 1583 ENGENHO/TAQUARAÇU DE MINAS
1690 DISTRITO INDUSTRIAL DE ITAJUBÁ/ITAJUBÁ 268 ENTRE-FOLHAS
DISTRITO INDUSTRIAL DE POUSO ALEGRE/POUSO 269 ENTRE-RIOS DE MINAS
1691 ALEGRE
989 EPAMINONDAS OTÔNI/CARLOS CHAGAS
244 DIVINÉSIA
1584 ERA NOVA/ALPERCATA
245 DIVINO
1277 ERMIDINHA/MONTES CLAROS
246 DIVINO DAS LARANJEIRAS
270 ERVÁLIA
1525 DIVINO DE VIRGOLÂNDIA/VIRGOLÂNDIA
1585 ESCOLA CAIO MARTINS/ESMERALDAS
1069 DIVINO DO TRAÍRA/ENGENHEIRO CALDAS
271 ESMERALDAS
872 DIVINO ESPÍRITO SANTO/ALTEROSA
1088 ESMERALDAS DE FERROS/FERROS
247 DIVINOLÂNDIA DE MINAS
1586 ESMERIL/CONGONHAS
248 DIVINÓPOLIS
272 ESPERA FELIZ
249 DIVISA ALEGRE
273 ESPINOSA
250 DIVISA NOVA
274 ESPÍRITO SANTO DO DOURADO
251 DIVISÓPOLIS
1227 ESTEIOS/LUZ
1324 DOIS DE ABRIL/PALMÓPOLIS
891 ESTÊVÃO DE ARAÚJO/ARAPONGA
1078 DOLEARINA/ESTRELA DO SUL
275 ESTIVA
252 DOM BOSCO
994 ESTRELA DA BARRA/CARNEIRINHO
1579 DOM CARLOTO/TARUMIRIM
1201 ESTRELA DE JORDÂNIA/JORDÂNIA
253 DOM CAVATI
276 ESTRELA DO INDAIÁ
1234 DOM CORREIA/MANHUAÇU
277 ESTRELA DO SUL
254 DOM JOAQUIM
278 ESTRELA-D’ALVA
980 DOM LARA/CARATINGA
279 EUGENÓPOLIS
981 DOM MODESTO/CARATINGA
1409 EUXENITA/SABINÓPOLIS
255 DOM SILVÉRIO
280 EWBANK DA CÂMARA
256 DOM VIÇOSO
862 EXPEDICIONÁRIO ALÍCIO/AIMORÉS
257 DONA EUZÉBIA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 53


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1054 EXTRAÇÃO/DIAMANTINA 1453 FUNCHAL/SÃO GOTARDO
281 EXTREMA 306 FUNILÂNDIA
282 FAMA 1591 FURADÃO SÃO VICENTE/VARZELÂNDIA
283 FARIA LEMOS 1740 FURADINHO/ÁGUAS VERMELHAS
904 FARIA/BARBACENA 1692 FURNAS/SÃO JOSÉ DA BARRA
1118 FARIAS/GUANHÃES 1250 FURQUIM/MARIANA
1587 FARINHEIROS/CONGONHAS 1592 GABRIEL PASSOS/NANUQUE
995 FÁTIMA DO PONTAL/CARNEIRINHO 1593 GAGÉ/CONSELHEIRO LAFAIETE
1430 FECHADOS/SANTANA DE PIRAPAMA 905 GALEGO/BARBACENA
855 FELICINA/AÇUCENA 1376 GALENA/PRESIDENTE OLEGÁRIO
284 FELÍCIO DOS SANTOS 307 GALILÉIA
285 FELISBURGO 856 GAMA/AÇUCENA
286 FELIXLÂNDIA 1693 GAMAS/NOVA SERRANA
287 FERNANDES TOURINHO 308 GAMELEIRAS
1588 FERNANDES/TOCOS DO MOJI 1510 GARAPUAVA/UNAÍ
941 FERNÃO DIAS/BRASÍLIA DE MINAS 1080 GAVIÃO/EUGENÓPOLIS
1589 FERREIRAS/PEDRO LEOPOLDO 1194 GIRU/JOAÍMA
1450 FERREIRAS/SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ 309 GLAUCILÂNDIA
1412 FERREIRÓPOLIS/SALINAS 1313 GLAURA/OURO PRETO
288 FERROS 1000 GLÓRIA DE CATAGUASES/CATAGUASES
1024 FERRUGINHA/CONSELHEIRO PENA 1423 GLUCÍNIO/SANTA MARIA DO SUAÇUÍ
289 FERVEDOURO 1109 GOIABAL/GOVERNADOR VALADARES
1345 FIDALGO/PEDRO LEOPOLDO 310 GOIABEIRA
896 FIDELÂNDIA/ATALÉIA 311 GOIANÁ
1125 FLOR DE MINAS/GURINHATÃ 970 GOIANASES/CAPETINGA
1830 FLOR DE MINAS/ITAOBIM 1594 GOIASMINAS/FORMOSO
1417 FLORÁLIA/SANTA BÁRBARA 312 GONÇALVES
1003 FLORESTA/CENTRAL DE MINAS 313 GONZAGA
290 FLORESTAL 1066 GORORÓS/DOM JOAQUIM
889 FLORESTINA/ARAGUARI 1364 GORUTUBA/PORTEIRINHA
878 FONSECA/ALVINÓPOLIS 314 GOUVEIA
291 FORMIGA 1595 GOUVEIA/LEME DO PRADO
292 FORMOSO 315 GOVERNADOR VALADARES
293 FORTALEZA DE MINAS 882 GRAMÍNEA/ANDRADAS
294 FORTUNA DE MINAS 1768 GRANADA/ABRE-CAMPO
1818 FRANCELINOS/JUATUBA 1006 GRANJAS DO NORTE/CHAPADA DO NORTE
997 FRANCESES/CARVALHOS 316 GRÃO-MOGOL
295 FRANCISCO BADARÓ 1187 GROTA/JEQUERI
296 FRANCISCO DUMONT 317 GRUPIARA
297 FRANCISCO SÁ 1515 GUAICUÍ/VÁRZEA DA PALMA
298 FRANCISCÓPOLIS 1329 GUAIPAVA/PARAGUAÇU
1027 FREI EUSTÁQUIO/COQUEIRAL 318 GUANHÃES
299 FREI GASPAR 319 GUAPÉ
300 FREI INOCÊNCIO 320 GUARACIABA
301 FREI LAGONEGRO 321 GUARACIAMA
1285 FREI ORLANDO/MORADA NOVA DE MINAS 322 GUARANÉSIA
1155 FREI SERAFIM/ITAMBACURI 323 GUARANI
1043 FREIRE CARDOSO/CORONEL MURTA 1192 GUARANILÂNDIA/JEQUITINHONHA
1590 FREITAIS/RIBEIRÃO DAS NEVES 324 GUARARÁ
302 FRONTEIRA 1156 GUARATAIA/ITAMBACURI
303 FRONTEIRA DOS VALES 1454 GUARDA DOS FERREIROS/SÃO GOTARDO
304 FRUTA-DE-LEITE 325 GUARDA-MOR
305 FRUTAL 1817 GUARDINHA/SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 54


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1018 GUAXIMA/CONQUISTA 1798 ITABOCA/SANTA RITA DO JACUTINGA
326 GUAXUPÉ 364 ITACAMBIRA
327 GUIDOVAL 365 ITACARAMBI
328 GUIMARÂNIA 993 ITACI/CARMO DO RIO CLARO
1055 GUINDA/DIAMANTINA 1778 ITACOLOMI/CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO
329 GUIRICEMA 366 ITAGUARA
330 GURINHATÃ 955 ITAIM/CACHOEIRA DE MINAS
331 HELIODORA 367 ITAIPÉ
885 HEMATITA/ANTÔNIO DIAS 368 ITAJUBÁ
974 HERMILO ALVES/CARANDAÍ 1137 ITAJUTIBA/INHAPIM
1596 HONÓRIO BICALHO/NOVA LIMA 369 ITAMARANDIBA
966 HONORÓPOLIS/CAMPINA VERDE 370 ITAMARATI DE MINAS
1851 HORIZONTE ALEGRE/PATOS DE MINAS 858 ITAMARATI/ÁGUAS VERMELHAS
1597 HORIZONTE DO GAMA/MATIAS CARDOSO 371 ITAMBACURI
332 IAPU 372 ITAMBÉ DO MATO DENTRO
333 IBERTIOGA 1074 ITAMIRIM/ESPINOSA
334 IBIÁ 373 ITAMOJI
335 IBIAÍ 374 ITAMONTE
336 IBIRACATU 1289 ITAMURI/MURIAÉ
337 IBIRACI 375 ITANHANDU
338 IBIRITÉ 376 ITANHOMI
1256 IBITIRA/MARTINHO CAMPOS 377 ITAOBIM
339 IBITIÚRA DE MINAS 378 ITAPAJIPE
340 IBITURUNA 880 ITAPANHOACANGA/ALVORADA DE MINAS
341 ICARAÍ DE MINAS 379 ITAPECERICA
342 IGARAPÉ 380 ITAPEVA
343 IGARATINGA 1323 ITAPIRUÇU/PALMA
344 IGUATAMA 1405 ITAPIRU/RUBIM
345 IJACI 381 ITATIAIUÇU
1441 ILHÉUS DO PRATA/SÃO DOMINGOS DO PRATA 382 ITAÚ DE MINAS
346 ILICÍNEA 383 ITAÚNA
347 IMBÉ DE MINAS 1421 ITAUNINHA/SANTA MARIA DE ITABIRA
348 INCONFIDENTES 384 ITAVERAVA
349 INDAIABIRA 1813 ITERERÊ/VENCESLAU BRÁS
1391 INDEPENDÊNCIA/RESPLENDOR 385 ITINGA
350 INDIANÓPOLIS 887 ITIRA/ARAÇUAÍ
351 INGAÍ 386 ITUETA
1056 INHAÍ/DIAMANTINA 1466 ITUÍ/SÃO JOÃO NEPOMUCENO
352 INHAPIM 387 ITUIUTABA
353 INHAÚMA 388 ITUMIRIM
354 INIMUTABA 389 ITURAMA
355 IPABA 390 ITUTINGA
356 IPANEMA 391 JABOTICATUBAS
357 IPATINGA 1387 JACARANDIRA/RESENDE COSTA
1598 IPÊ-AMARELO/ESMERALDAS 1164 JACARÉ/ITINGA
1694 IPÊ/NOVA LIMA 392 JACINTO
358 IPIAÇU 1103 JACU DAS PIRANHAS/GAMELEIRAS
1146 IPOEMA/ITABIRA 393 JACUÍ
359 IPUIÚNA 394 JACUTINGA
360 IRAÍ DE MINAS 395 JAGUARAÇU
361 ITABIRA 1169 JAGUARÃO/JACINTO
362 ITABIRINHA 1229 JAGUARITIRA/MALACACHETA
363 ITABIRITO 396 JAÍBA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 55


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1695 JAMBREIRO/NOVA LIMA 427 LAGOA DOURADA
397 JAMPRUCA 428 LAGOA FORMOSA
398 JANAÚBA 429 LAGOA GRANDE
399 JANUÁRIA 1606 LAGOA GRANDE DE MINAS NOVAS/MINAS NOVAS
1599 JAPÃO/SENHORA DOS REMÉDIOS 430 LAGOA SANTA
400 JAPARAÍBA 1602 LAGOA/ESMERALDAS
401 JAPONVAR 1213 LAGOINHA DE FORA/LAGOA SANTA
1697 JARDIM CANADÁ/NOVA LIMA 1607 LAGOINHA/FUNILÂNDIA
1698 JARDIM EUROPA/NOVA LIMA 1608 LAGOINHA/MONTES CLAROS
1696 JARDIM/PIEDADE DO RIO GRANDE 1609 LAJEDINHO/MATIAS CARDOSO
1374 JARDINÉSIA/PRATA 431 LAJINHA
1741 JATOBAZINHO/ÁGUAS VERMELHAS 432 LAMBARI
402 JECEABA 433 LAMIM
403 JENIPAPO DE MINAS 1159 LAMOUNIER/ITAPECERICA
404 JEQUERI 1852 LANHOSOS/PATOS DE MINAS
405 JEQUITAÍ 1445 LAPA DO ESPÍRITO SANTO/SÃO FRANCISCO
406 JEQUITIBÁ 1214 LAPINHA/LAGOA SANTA
407 JEQUITINHONHA 434 LARANJAL
1601 JERIBÁ/PALMÓPOLIS 961 LARANJEIRAS DE CALDAS/CALDAS
1138 JERUSALÉM/INHAPIM 435 LASSANCE
408 JESUÂNIA 436 LAVRAS
1048 J.K./CURVELO 437 LEANDRO FERREIRA
409 JOAÍMA 922 LELIVÉLDIA/BERILO
410 JOANÉSIA 438 LEME DO PRADO
411 JOÃO MONLEVADE 439 LEOPOLDINA
412 JOÃO PINHEIRO 1178 LEVINÓPOLIS/JANUÁRIA
413 JOAQUIM FELÍCIO 440 LIBERDADE
414 JORDÂNIA 441 LIMA DUARTE
415 JOSÉ GONÇALVES DE MINAS 1242 LIMEIRA DE MANTENA/MANTENA
416 JOSÉ RAYDAN 1211 LIMEIRA DE MINAS/LAGOA FORMOSA
1433 JOSELÂNDIA/SANTANA DOS MONTES 442 LIMEIRA DO OESTE
417 JOSENÓPOLIS 1610 LINÓPOLIS/DIVINO DAS LARANJEIRAS
418 JUATUBA 1017 LOBO LEITE/CONGONHAS
1019 JUBAÍ/CONQUISTA 1611 LOGRADOURO/ICARAÍ DE MINAS
1442 JUIRAÇU/SÃO DOMINGOS DO PRATA 443 LONTRA
419 JUIZ DE FORA 1151 LOURENÇO VELHO/ITAJUBÁ
1230 JUNCO DE MINAS/MALACACHETA 1303 LUFA/NOVO CRUZEIRO
420 JURAMENTO 1030 LUÍS PIRES DE MINAS/CORAÇÃO DE JESUS
1273 JURÉIA/MONTE BELO 444 LUISBURGO
421 JURUAIA 445 LUISLÂNDIA
1396 JURUMIRIM/RIO CASCA 1197 LUISLÂNDIA DO OESTE/JOÃO PINHEIRO
1395 JUSTINÓPOLIS/RIBEIRÃO DAS NEVES 446 LUMINÁRIAS
422 JUVENÍLIA 1771 LUMINOSA/BRASÓPOLIS
977 LACERDINHA/CARANGOLA 447 LUZ
423 LADAINHA 1612 MACACOS/ESMERALDAS
424 LAGAMAR 1139 MACADAME/INHAPIM
1034 LAGOA BONITA/CORDISBURGO 932 MACAIA/BOM SUCESSO
425 LAGOA DA PRATA 1613 MACEDÔNIA/DIVINO DAS LARANJEIRAS
1603 LAGOA DA ROMANA/ESPINOSA 448 MACHADO
1172 LAGOA DE PAU/JAGUARAÇU 859 MACHADO MINEIRO/ÁGUAS VERMELHAS
1604 LAGOA DE SANTO ANTÔNIO/PEDRO LEOPOLDO 1166 MACUCO DE MINAS/ITUMIRIM
1605 LAGOA DOS MARROÁS/ESPINOSA 449 MADRE DE DEUS DE MINAS
426 LAGOA DOS PATOS 1809 MÃE DOS HOMENS/SÃO SEBASTIÃO DO MARANHÃO

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 56


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
879 MAJOR EZEQUIEL/ALVINÓPOLIS 482 MESQUITA
1333 MAJOR PORTO/PATOS DE MINAS 1407 MESTRE CAETANO/SABARÁ
450 MALACACHETA 1314 MIGUEL BURNIER/OURO PRETO
451 MAMONAS 1275 MILAGRE/MONTE SANTO DE MINAS
452 MANGA 1478 MILHO VERDE/SERRO
453 MANHUAÇU 483 MINAS NOVAS
454 MANHUMIRIM 484 MINDURI
455 MANTENA 1621 MINEIRINHA/CONGONHAS
906 MANTIQUEIRA DO PALMITAL/BARBACENA 1622 MINGU/ESPINOSA
1438 MANTIQUEIRA/SANTOS DUMONT 485 MIRABELA
456 MAR DE ESPANHA 486 MIRADOURO
971 MARAMBAINHA/CARAÍ 1499 MIRAGAIA/UBÁ
972 MARANHÃO/CARAÍ 487 MIRAÍ
457 MARAVILHAS 1278 MIRALTA/MONTES CLAROS
1733 MARAVILHA/SÃO JOSÉ DA LAPA 1623 MIRANDÓPOLIS/TAIOBEIRAS
458 MARIA DA FÉ 924 MIRANTÃO/BOCAINA DE MINAS
459 MARIANA 1508 MIRAPORANGA/UBERLÂNDIA
460 MARILAC 488 MIRAVÂNIA
1160 MARILÂNDIA/ITAPECERICA 875 MISSIONÁRIO/ALTO RIO DOCE
1843 MARINHOS/BRUMADINHO 1263 MOCAMBEIRO/MATOZINHOS
461 MÁRIO CAMPOS 1365 MOCAMBINHO/PORTEIRINHA
462 MARIPÁ DE MINAS 1724 MOCÓ/ÁGUAS VERMELHAS
1616 MARISTELA/CURRAL DE DENTRO 489 MOEDA
463 MARLIÉRIA 490 MOEMA
464 MARMELÓPOLIS 1212 MONJOLINHO DE MINAS/LAGOA FORMOSA
1507 MARTINÉSIA/UBERLÂNDIA 491 MONJOLOS
465 MARTINHO CAMPOS 1624 MONJOLOS/CONGONHAS
1210 MARTINS GUIMARÃES/LAGOA DA PRATA 1251 MONSENHOR HORTA/MARIANA
466 MARTINS SOARES 1163 MONSENHOR ISIDRO/ITAVERAVA
467 MATA VERDE 1012 MONSENHOR JOÃO ALEXANDRE/CLÁUDIO
468 MATERLÂNDIA 492 MONSENHOR PAULO
469 MATEUS LEME 493 MONTALVÂNIA
470 MATIAS BARBOSA 494 MONTE ALEGRE DE MINAS
471 MATIAS CARDOSO 495 MONTE AZUL
472 MATIAS LOBATO 496 MONTE BELO
473 MATIPÓ 497 MONTE CARMELO
474 MATO VERDE 1448 MONTE CELESTE/SÃO GERALDO
1617 MATOS/CAPIM BRANCO 498 MONTE FORMOSO
1618 MATOS/PEDRO LEOPOLDO 1206 MONTE REI/JUVENÍLIA
475 MATOZINHOS 499 MONTE SANTO DE MINAS
476 MATUTINA 500 MONTE SIÃO
477 MAXACALIS 964 MONTE VERDE/CAMANDUCAIA
1619 MAYRINK/CARLOS CHAGAS 501 MONTES CLAROS
478 MEDEIROS 502 MONTEZUMA
1620 MEDEIROS/ESMERALDAS 503 MORADA NOVA DE MINAS
479 MEDINA 1625 MOREIRAS/CARANDAÍ
1840 MELO FRANCO/BRUMADINHO 1626 MORRINHOS/ICARAÍ DE MINAS
1072 MELO VIANA/ESMERALDAS 504 MORRO DA GARÇA
1057 MENDANHA/DIAMANTINA 1306 MORRO DO FERRO/OLIVEIRA
480 MENDES PIMENTEL 505 MORRO DO PILAR
1519 MENDONÇA/VEREDINHA 1742 MORRO QUEIMADO/ÁGUAS VERMELHAS
481 MERCÊS 957 MORRO VERMELHO/CAETÉ
1473 MERCÊS DE ÁGUA LIMPA/SÃO TIAGO 1446 MORRO/SÃO FRANCISCO

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 57


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1730 MUCAMBO/MONTE AZUL 534 OLIVEIRA FORTES
1755 MUCURI/TEÓFILO OTÔNI 535 ONÇA DE PITANGUI
1366 MULUNGU DE MINAS/PORTEIRINHA 536 ORATÓRIOS
863 MUNDO NOVO DE MINAS/AIMORÉS 537 ORIZÂNIA
506 MUNHOZ 538 OURO BRANCO
1266 MUQUÉM/MIRABELA 539 OURO FINO
507 MURIAÉ 540 OURO PRETO
508 MUTUM 1699 OURO VELHO MANSÕES/NOVA LIMA
509 MUZAMBINHO 541 OURO VERDE DE MINAS
510 NACIP RAYDAN 1367 PACIÊNCIA/PORTEIRINHA
511 NANUQUE 907 PADRE BRITO/BARBACENA
512 NAQUE 542 PADRE CARVALHO
857 NAQUE-NANUQUE/AÇUCENA 1769 PADRE FELISBERTO/AMPARO DA SERRA
513 NATALÂNDIA 1261 PADRE FIALHO/MATIPÓ
514 NATÉRCIA 1153 PADRE JOÃO AFONSO/ITAMARANDIBA
1298 NAZARÉ DE MINAS/NEPOMUCENO 1631 PADRE JOÃO/ESMERALDAS
515 NAZARENO 873 PADRE JÚLIO MARIA/ALTO JEQUITIBÁ
1463 NÉLSON DE SENA/SÃO JOÃO EVANGELISTA 543 PADRE PARAÍSO
1161 NEOLÂNDIA/ITAPECERICA 1403 PADRE PINTO/RIO PIRACICABA
516 NEPOMUCENO 1252 PADRE VIEGAS/MARIANA
1233 NHANDUTIBA/MANGA 544 PAI PEDRO
1392 NICOLÂNDIA/RESPLENDOR 545 PAINEIRAS
517 NINHEIRA 546 PAINS
1627 NOSSA FAZENDA/ESMERALDAS 1357 PAIOLINHO/POÇO FUNDO
1629 NOVA APARECIDA/ICARAÍ DE MINAS 547 PAIVA
1628 NOVA APARECIDA/NOVA UNIÃO 1731 PAJEÚ/MONTE AZUL
518 NOVA BELÉM 1841 PALHANO/BRUMADINHO
519 NOVA ERA 548 PALMA
1279 NOVA ESPERANÇA/MONTES CLAROS 936 PALMEIRAL/BOTELHOS
520 NOVA LIMA 1235 PALMEIRAS DO MANHUAÇU/MANHUAÇU
1413 NOVA MATRONA/SALINAS 1721 PALMEIRAS DO VALE/SETUBINHA
1184 NOVA MINDA/JAPONVAR 1511 PALMEIRINHA/UNAÍ
521 NOVA MÓDICA 952 PALMITAL DE MINAS/CABECEIRA GRANDE
522 NOVA PONTE 1633 PALMITAL DO CERVO/CARMO DA CACHOEIRA
523 NOVA PORTEIRINHA 1475 PALMITAL DOS CARVALHOS/SENHORA DOS
REMÉDIOS
524 NOVA RESENDE
1632 PALMITAL/BERILO
525 NOVA SERRANA
549 PALMÓPOLIS
526 NOVA UNIÃO
1179 PANDEIROS/JANUÁRIA
1304 NOVILHONA/NOVO CRUZEIRO
1280 PANORÂMICA/MONTES CLAROS
527 NOVO CRUZEIRO
1075 PÂNTANO/ESTIVA
1140 NOVO HORIZONTE DE INHAPIM/INHAPIM
550 PAPAGAIOS
897 NOVO HORIZONTE/ATALÉIA
551 PARÁ DE MINAS
528 NOVO ORIENTE DE MINAS
552 PARACATU
529 NOVORIZONTE
1743 PARAGUÁ/ÁGUAS VERMELHAS
1630 NÚCLEO JOÃO PINHEIRO/FUNILÂNDIA
553 PARAGUAÇU
1294 OCIDENTE/MUTUM
960 PARAGUAI/CAJURI
530 OLARIA
1349 PARAÍSO DA PIEDADE/PIEDADE DO RIO GRANDE
1354 OLEGÁRIO MACIEL/PIRANGUINHO
1797 PARAÍSO GARCIA/SANTA RITA DE IBITIPOCA
531 OLHOS-D’ÁGUA
554 PARAISÓPOLIS
1198 OLHOS-D’ÁGUA DO OESTE/JOÃO PINHEIRO
555 PARAOPEBA
1458 OLÍMPIO CAMPOS/SÃO JOÃO DA PONTE
950 PAREDÃO DE MINAS/BURITIZEIRO
532 OLÍMPIO NORONHA
1132 PARQUE DURVAL DE BARROS/IBIRITÉ
533 OLIVEIRA
1026 PARQUE INDUSTRIAL/CONTAGEM

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 58


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
559 PASSABÉM 585 PESCADOR
929 PASSA-DEZ/BOM JESUS DO GALHO 1301 PETÚNIA/NOVA RESENDE
1253 PASSAGEM DE MARIANA/MARIANA 1219 PIACATUBA/LEOPOLDINA
556 PASSA-QUATRO 1425 PIÃO/SANTA RITA DE CALDAS
557 PASSA-TEMPO 586 PIAU
558 PASSA-VINTE 892 PIC-SAGARANA/ARINOS
560 PASSOS 587 PIEDADE DE CARATINGA
561 PATIS 588 PIEDADE DE PONTE NOVA
562 PATOS DE MINAS 944 PIEDADE DO PARAOPEBA/BRUMADINHO
1375 PATRIMÔNIO/PRATA 589 PIEDADE DO RIO GRANDE
563 PATROCÍNIO 590 PIEDADE DOS GERAIS
982 PATROCÍNIO DE CARATINGA/CARATINGA 1334 PILAR/PATOS DE MINAS
564 PATROCÍNIO DO MURIAÉ 591 PIMENTA
565 PAULA CÂNDIDO 1335 PINDAÍBAS/PATOS DE MINAS
566 PAULISTAS 592 PINGO-D’ÁGUA
567 PAVÃO 1789 PINHEIRINHOS/PASSA-QUATRO
1788 PÉ DO MORRO/PASSA-QUATRO 1257 PINHEIRO DE MINAS/MARTINS SOARES
568 PEÇANHA 908 PINHEIRO GROSSO/BARBACENA
569 PEDRA AZUL 1352 PINHEIROS ALTOS/PIRANGA
570 PEDRA BONITA 1638 PINHEIROS/ITATIAIUÇU
1347 PEDRA CORRIDA/PERIQUITO 1081 PINHOTIBA/EUGENÓPOLIS
571 PEDRA DO ANTA 593 PINTÓPOLIS
572 PEDRA DO INDAIÁ 1245 PINTOS NEGREIROS/MARIA DA FÉ
975 PEDRA DO SINO/CARANDAÍ 890 PIRACAÍBA/ARAGUARI
573 PEDRA DOURADA 594 PIRACEMA
871 PEDRA GRANDE/ALMENARA 595 PIRAJUBA
1404 PEDRA MENINA/RIO VERMELHO 596 PIRANGA
574 PEDRALVA 597 PIRANGUÇU
575 PEDRAS DE MARIA DA CRUZ 598 PIRANGUINHO
576 PEDRINÓPOLIS 1397 PIRANGUITA/RIO ESPERA
577 PEDRO LEOPOLDO 1290 PIRAPANEMA/MURIAÉ
1479 PEDRO LESSA/SERRO 599 PIRAPETINGA
578 PEDRO TEIXEIRA 600 PIRAPORA
1757 PEDRO VERSIANI/TEÓFILO OTÔNI 601 PIRAÚBA
958 PENEDIA/CAETÉ 1639 PIRES/CONGONHAS
1154 PENHA DE FRANÇA/ITAMARANDIBA 1188 PISCAMBA/JEQUERI
864 PENHA DO CAPIM/AIMORÉS 602 PITANGUI
1110 PENHA DO CASSIANO/GOVERNADOR VALADARES 1271 PITARANA/MONTALVÂNIA
1025 PENHA DO NORTE/CONSELHEIRO PENA 603 PIUÍ
1010 PENHA LONGA/CHIADOR 1058 PLANALTO DE MINAS/DIAMANTINA
579 PEQUERI 604 PLANURA
1634 PEQUERI/CONGONHAS 1640 PLATAFORMA/CONGONHAS
580 PEQUI 1484 PLAUTINO SOARES/SOBRÁLIA
581 PERDIGÃO 1424 POAIA/SANTA MARIA DO SUAÇUÍ
1429 PERDILÂNDIA/SANTA VITÓRIA 605 POÇO FUNDO
582 PERDIZES 1320 POÇÕES DE PAINEIRAS/PAINEIRAS
583 PERDÕES 1641 POÇO/ESPINOSA
1782 PEREIRINHAS/DESTERRO DE ENTRE-RIOS 606 POÇOS DE CALDAS
PERÍMETRO IRRIGADO DO GORUTUBA/NOVA 607 POCRANE
1700 PORTEIRINHA
608 POMPÉU
1635 PERI-PERI/CAPIM BRANCO
1014 PONCIANOS/CONCEIÇÃO DAS ALAGOAS
584 PERIQUITO
1495 PONTALETE/TRÊS PONTAS
1636 PERNAMBUCO/ESPINOSA
978 PONTE ALTA DE MINAS/CARANGOLA
919 PERPÉTUO SOCORRO/BELO ORIENTE

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 59


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1505 PONTE ALTA/UBERABA 632 RESENDE COSTA
909 PONTE DO COSME/BARBACENA 1701 RESIDENCIAL SUL/NOVA LIMA
1236 PONTE DO SILVA/MANHUAÇU 633 RESPLENDOR
1031 PONTE DOS CIGANOS/CORAÇÃO DE JESUS 1643 RESPLENDOR/ÁGUA BOA
1377 PONTE FIRME/PRESIDENTE OLEGÁRIO 634 RESSAQUINHA
609 PONTE NOVA 1828 RETIRO DA SAUDADE/COMERCINHO
1474 PONTE SEGURA/SENADOR AMARAL 1644 RETIRO/SÃO FRANCISCO
1096 PONTEVILA/FORMIGA 931 REVÉS DO BELÉM/BOM JESUS DO GALHO
610 PONTO CHIQUE 635 RIACHINHO
910 PONTO CHIQUE DO MARTELO/BARBACENA 1180 RIACHO DA CRUZ/JANUÁRIA
973 PONTO DO MARAMBAIA/CARAÍ 636 RIACHO DOS MACHADOS
611 PONTO DOS VOLANTES 1645 RIACHO/ESMERALDAS
612 PORTEIRINHA 1470 RIBANCEIRA/SÃO ROMÃO
1207 PORTO AGRÁRIO/JUVENÍLIA 1722 RIBEIRÃO DA FOLHA/MINAS NOVAS
914 PORTO DAS FLORES/BELMIRO BRAGA 1646 RIBEIRÃO DA MATA/SANTA LUZIA
967 PORTO DOS MENDES/CAMPO BELO 637 RIBEIRÃO DAS NEVES
613 PORTO FIRME 1420 RIBEIRÃO DE SÃO DOMINGOS/SANTA MARGARIDA
1217 POSSES/LEME DO PRADO 638 RIBEIRÃO VERMELHO
614 POTÉ 1221 RIBEIRO JUNQUEIRA/LEOPOLDINA
1834 POTONZINHO/TEÓFILO OTÔNI 1451 RIBEIROS/SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ
615 POUSO ALEGRE 639 RIO ACIMA
1189 POUSO ALEGRE DA MATA/JEQUERI 640 RIO CASCA
616 POUSO ALTO 1806 RIO DAS MORTES/SÃO JOÃO DEL-REI
617 PRADOS 641 RIO DO PRADO
618 PRATA 642 RIO DOCE
1215 PRATA DE LAJINHA/LAJINHA 643 RIO ESPERA
619 PRATÁPOLIS 644 RIO MANSO
620 PRATINHA 1398 RIO MELO/RIO ESPERA
621 PRESIDENTE BERNARDES 645 RIO NOVO
622 PRESIDENTE JUSCELINO 646 RIO PARANAÍBA
623 PRESIDENTE KUBITSCHEK 647 RIO PARDO DE MINAS
624 PRESIDENTE OLEGÁRIO 648 RIO PIRACICABA
990 PRESIDENTE PENA/CARLOS CHAGAS 649 RIO POMBA
1004 PROFESSOR SPERBER/CHALÉ 1812 RIO PRETINHO/TEÓFILO OTÔNI
1220 PROVIDÊNCIA/LEOPOLDINA 650 RIO PRETO
625 PRUDENTE DE MORAIS 1260 RIO VERDE DE MINAS/MATIAS CARDOSO
1379 QUARTEL DE SÃO JOÃO/QUARTEL GERAL 651 RIO VERMELHO
930 QUARTEL DO SACRAMENTO/BOM JESUS DO GALHO 652 RITÁPOLIS
626 QUARTEL GERAL 1467 ROÇA GRANDE/SÃO JOÃO NEPOMUCENO
1165 QUATITUBA/ITUETA 959 ROÇAS NOVAS/CAETÉ
1082 QUEIROZES/EUGENÓPOLIS 653 ROCHEDO DE MINAS
1305 QUEIXADA/NOVO CRUZEIRO 1269 RODEADOR/MONJOLOS
627 QUELUZITO 654 RODEIRO
1175 QUEM-QUEM/JANAÚBA 1315 RODRIGO SILVA/OURO PRETO
1410 QUILOMBO/SABINÓPOLIS 655 ROMARIA
992 QUINTINOS/CARMO DO PARANAÍBA 656 ROSÁRIO DA LIMEIRA
628 RAPOSOS 1203 ROSÁRIO DE MINAS/JUIZ DE FORA
629 RAUL SOARES 1361 ROSÁRIO DO PONTAL/PONTE NOVA
1408 RAVENA/SABARÁ 1647 ROSÁRIO/ITUMIRIM
1237 REALEZA/MANHUAÇU 1295 ROSEIRAL/MUTUM
1732 REBENTÃO/MONTE AZUL 657 RUBELITA
630 RECREIO 658 RUBIM
631 REDUTO 1512 RURALMINAS/UNAÍ

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 60


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
659 SABARÁ 1254 SANTA RITA DURÃO/MARIANA
660 SABINÓPOLIS 686 SANTA ROSA DA SERRA
661 SACRAMENTO 1281 SANTA ROSA DE LIMA/MONTES CLAROS
662 SALINAS 1040 SANTA ROSA DOS DOURADOS/COROMANDEL
1337 SALITRE DE MINAS/PATROCÍNIO 1342 SANTA TERESA DO BONITO/PEÇANHA
663 SALTO DA DIVISA 1162 SANTA TERESINHA DE MINAS/ITATIAIUÇU
951 SAMBAÍBA DE MINAS/BURITIZEIRO 687 SANTA VITÓRIA
664 SANTA BÁRBARA 1774 SANTANA DA SERRA/CAPITÃO ENÉIAS
665 SANTA BÁRBARA DO LESTE 688 SANTANA DA VARGEM
666 SANTA BÁRBARA DO MONTE VERDE 962 SANTANA DE CALDAS/CALDAS
667 SANTA BÁRBARA DO TUGÚRIO 689 SANTANA DE CATAGUASES
1648 SANTA BÁRBARA/AUGUSTO DE LIMA 1654 SANTANA DE MINAS/SÃO FRANCISCO
1649 SANTA BÁRBARA/PIRANGUINHO 1336 SANTANA DE PATOS/PATOS DE MINAS
1274 SANTA CRUZ DA APARECIDA/MONTE BELO 690 SANTANA DE PIRAPAMA
939 SANTA CRUZ DE BOTUMIRIM/BOTUMIRIM 1443 SANTANA DO ALFIÉ/SÃO DOMINGOS DO PRATA
668 SANTA CRUZ DE MINAS 1363 SANTANA DO ARAÇUAÍ/PONTO DOS VOLANTES
669 SANTA CRUZ DE SALINAS 894 SANTANA DO CAMPESTRE/ASTOLFO DUTRA
670 SANTA CRUZ DO ESCALVADO 1373 SANTANA DO CAPIVARI/POUSO ALTO
1122 SANTA CRUZ DO PRATA/GUARANÉSIA 691 SANTANA DO DESERTO
1462 SANTA DA PEDRA/SÃO JOÃO DO PACUÍ 692 SANTANA DO GARAMBÉU
983 SANTA EFIGÊNIA DE CARATINGA/CARATINGA 693 SANTANA DO JACARÉ
671 SANTA EFIGÊNIA DE MINAS 694 SANTANA DO MANHUAÇU
672 SANTA FÉ DE MINAS 695 SANTANA DO PARAÍSO
1431 SANTA FILOMENA/SANTANA DO MANHUAÇU 921 SANTANA DO PARAOPEBA/BELO VALE
673 SANTA HELENA DE MINAS 696 SANTANA DO RIACHO
1447 SANTA ISABEL DE MINAS/SÃO FRANCISCO 1381 SANTANA DO TABULEIRO/RAUL SOARES
674 SANTA JULIANA 697 SANTANA DOS MONTES
675 SANTA LUZIA 1378 SANTIAGO DE MINAS/PRESIDENTE OLEGÁRIO
1199 SANTA LUZIA DA SERRA/JOÃO PINHEIRO 1656 SANTO ANTÔNIO DA BARRA/PEDRO LEOPOLDO
984 SANTA LUZIA DE CARATINGA/CARATINGA 1459 SANTO ANTÔNIO DA BOA VISTA/SÃO JOÃO DA PONTE
1651 SANTA LUZIA DO CARNEIRO/ITANHOMI 1090 SANTO ANTÔNIO DA FORTALEZA/FERROS
1338 SANTA LUZIA DOS BARROS/PATROCÍNIO 933 SANTO ANTÔNIO DA VARGEM ALEGRE/BONFIM
1650 SANTA LUZIA/CASCALHO RICO 1300 SANTO ANTÔNIO DE NOVA BELÉM/NOVA BELÉM
1820 SANTA LUZIA/CRISÓLITA 1141 SANTO ANTÔNIO DO ALEGRE/INHAPIM
676 SANTA MARGARIDA 698 SANTO ANTÔNIO DO AMPARO
677 SANTA MARIA DE ITABIRA 699 SANTO ANTÔNIO DO AVENTUREIRO
1461 SANTA MARIA DO BAIXIO/SÃO JOÃO DO ORIENTE 1513 SANTO ANTÔNIO DO BOQUEIRÃO/UNAÍ
678 SANTA MARIA DO SALTO 1299 SANTO ANTÔNIO DO CRUZEIRO/NEPOMUCENO
679 SANTA MARIA DO SUAÇUÍ 1523 SANTO ANTÔNIO DO GLÓRIA/VIEIRAS
1853 SANTA MARIA/PATOS DE MINAS 700 SANTO ANTÔNIO DO GRAMA
1652 SANTA MARTA/ESPINOSA 701 SANTO ANTÔNIO DO ITAMBÉ
1653 SANTA QUITÉRIA/CONGONHAS 702 SANTO ANTÔNIO DO JACINTO
1079 SANTA RITA DA ESTRELA/ESTRELA DO SUL 1317 SANTO ANTÔNIO DO LEITE/OURO PRETO
680 SANTA RITA DE CALDAS 985 SANTO ANTÔNIO DO MANHUAÇU/CARATINGA
681 SANTA RITA DE MINAS 703 SANTO ANTÔNIO DO MONTE
1316 SANTA RITA DE OURO PRETO/OURO PRETO 1231 SANTO ANTÔNIO DO MUCURI/MALACACHETA
1007 SANTA RITA DO ARAÇUAÍ/CHAPADA DO NORTE SANTO ANTÔNIO DO NORTE/CONCEIÇÃO DO
1779 MATO DENTRO
1049 SANTA RITA DO CEDRO/CURVELO
1353 SANTO ANTÔNIO DO PIRAPETINGA/PIRANGA
682 SANTA RITA DO IBITIPOCA
1111 SANTO ANTÔNIO DO PONTAL/GOV. VALADARES
683 SANTA RITA DO ITUETO
1350 STO ANTÔNIO DO PORTO/PIEDADE DO RIO GDE
684 SANTA RITA DO JACUTINGA
704 SANTO ANTÔNIO DO RETIRO
1089 SANTA RITA DO RIO DO PEIXE/FERROS
705 SANTO ANTÔNIO DO RIO ABAIXO
685 SANTA RITA DO SAPUCAÍ
865 SANTO ANTÔNIO DO RIO DOCE/AIMORÉS

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 61


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
1657 SANTO ANTÔNIO DO RIO PRETO/MIRAÍ 1216 SÃO JOÃO DA SAPUCAIA/LARANJAL
1318 SANTO ANTÔNIO DO SALTO/OURO PRETO 1339 SÃO JOÃO DA SERRA NEGRA/PATROCÍNIO
SANTO ANTÔNIO DOS ARAÚJOS/SÃO SEBASTIÃO 1439 SÃO JOÃO DA SERRA/SANTOS DUMONT
1810 DO MARANHÃO
1282 SÃO JOÃO DA VEREDA/MONTES CLAROS
1065 SANTO ANTÔNIO DOS CAMPOS/DIVINÓPOLIS
730 SÃO JOÃO DAS MISSÕES
1351 SANTO HILÁRIO/PIMENTA
731 SÃO JOÃO DEL-REI
706 SANTO HIPÓLITO
1262 SÃO JOÃO DO BONITO/MATO VERDE
1658 SANTO ISIDORO/BERILO
987 SÃO JOÃO DO JACUTINGA/CARATINGA
707 SANTOS DUMONT
732 SÃO JOÃO DO MANHUAÇU
953 SÃO BARTOLOMEU DE MINAS/CABO VERDE
733 SÃO JOÃO DO MANTENINHA
1319 SÃO BARTOLOMEU/OURO PRETO
734 SÃO JOÃO DO ORIENTE
1419 SÃO BENEDITO/SANTA LUZIA
735 SÃO JOÃO DO PACUÍ
708 SÃO BENTO ABADE
736 SÃO JOÃO DO PARAÍSO
1426 SÃO BENTO DE CALDAS/SANTA RITA DE CALDAS
1524 SÃO JOÃO DO VACARIA/VIRGEM DA LAPA
1209 SÃO BRÁS DE MINAS/LAGAMAR
737 SÃO JOÃO EVANGELISTA
709 SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ
738 SÃO JOÃO NEPOMUCENO
1781 SÃO CAETANO/CRISTIANO OTÔNI
1831 SÃO JOÃO/ITAOBIM
986 SÃO CÂNDIDO/CARATINGA
739 SÃO JOAQUIM DE BICAS
1224 SÃO DOMINGOS DA BOCAINA/LIMA DUARTE
1033 SÃO JOAQUIM/CORAÇÃO DE JESUS
710 SÃO DOMINGOS DAS DORES
1181 SÃO JOAQUIM/JANUÁRIA
711 SÃO DOMINGOS DO PRATA
740 SÃO JOSÉ DA BARRA
1825 SÃO DOMINGOS/IBIRACATU
1455 SÃO JOSÉ DA BELA VISTA/SÃO GOTARDO
1799 SÃO DOMINGOS/SANTO ANTÔNIO DO AVENTUREIRO
1068 SÃO JOSÉ DA FIGUEIRA/DURANDÉ
712 SÃO FÉLIX DE MINAS
741 SÃO JOSÉ DA LAPA
713 SÃO FRANCISCO
1073 SÃO JOSÉ DA PEDRA MENINA/ESPERA FELIZ
714 SÃO FRANCISCO DE PAULA
742 SÃO JOSÉ DA SAFIRA
715 SÃO FRANCISCO DE SALES
743 SÃO JOSÉ DA VARGINHA
716 SÃO FRANCISCO DO GLÓRIA SÃO JOSÉ DE POUSO ALEGRE/ALFREDO
1296 SÃO FRANCISCO DO HUMAITÁ/MUTUM 870 VASCONCELOS
1158 SÃO FRANCISCO DO JATAÍ/ITANHOMI 1070 SÃO JOSÉ DO ACÁCIO/ENGENHEIRO CALDAS
717 SÃO GERALDO 744 SÃO JOSÉ DO ALEGRE
718 SÃO GERALDO DA PIEDADE 1471 SÃO JOSÉ DO BARREIRO/SÃO ROQUE DE MINAS
1496 SÃO GERALDO DE TUMIRITINGA/TUMIRITINGA 1502 SÃO JOSÉ DO BATATAL/UBAPORANGA
1464 SÃO GERALDO DO BAGUARI/SÃO JOÃO EVANGELISTA 1084 SÃO JOSÉ DO BURITI/FELIXLÂNDIA
719 SÃO GERALDO DO BAIXIO 745 SÃO JOSÉ DO DIVINO
1083 SÃO GERALDO DO SALTO/FELIXLÂNDIA 746 SÃO JOSÉ DO GOIABAL
1032 SÃO GERALDO/CORAÇÃO DE JESUS SÃO JOSÉ DO ITAPINOÃ/GOVERNADOR
1112 VALADARES
937 SÃO GONÇALO DE BOTELHOS/BOTELHOS
1427 SÃO JOSÉ DO ITUETO/SANTA RITA DO ITUETO
720 SÃO GONÇALO DO ABAETÉ
747 SÃO JOSÉ DO JACURI
1807 SÃO GONÇALO DO AMARANTE/SÃO JOÃO DEL-REI
748 SÃO JOSÉ DO MANTIMENTO
1150 SÃO GONÇALO DO MONTE/ITABIRITO
1308 SÃO JOSÉ DO MATO DENTRO/OURO FINO
721 SÃO GONÇALO DO PARÁ
1372 SÃO JOSÉ DO PÂNTANO/POUSO ALEGRE
722 SÃO GONÇALO DO RIO ABAIXO
945 SÃO JOSÉ DO PARAOPEBA/BRUMADINHO
1480 SÃO GONÇALO DO RIO DAS PEDRAS/SERRO
1521 SÃO JOSÉ DO TRIUNFO/VIÇOSA
723 SÃO GONÇALO DO RIO PRETO
1225 SÃO JOSÉ DOS LOPES/LIMA DUARTE
724 SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ
991 SÃO JOSÉ DOS SALGADOS/CARMO DO CAJURU
725 SÃO GOTARDO
1659 SÃO JOSÉ/ESMERALDAS
968 SÃO JERÔNIMO DOS POÇÕES/CAMPOS ALTOS
749 SÃO LOURENÇO
726 SÃO JOÃO BATISTA DO GLÓRIA
1784 SÃO MANUEL DO GUAIAÇU/DONA EUZÉBIA
1059 SÃO JOÃO DA CHAPADA/DIAMANTINA
965 SÃO MATEUS DE MINAS/CAMANDUCAIA
1067 SÃO JOÃO DA FIGUEIRA/DURANDÉ
750 SÃO MIGUEL DO ANTA
727 SÃO JOÃO DA LAGOA
1283 SÃO PEDRO DA GARÇA/MONTES CLAROS
728 SÃO JOÃO DA MATA
751 SÃO PEDRO DA UNIÃO
729 SÃO JOÃO DA PONTE

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 62


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
SÃO PEDRO DAS TABOCAS/PEDRAS DE MARIA DA 1383 SÃO VICENTE DA ESTRELA/RAUL SOARES
1790 CRUZ
767 SÃO VICENTE DE MINAS
963 SÃO PEDRO DE CALDAS/CALDAS
1190 SÃO VICENTE DO GRAMA/JEQUERI
1238 SÃO PEDRO DO AVAÍ/MANHUAÇU
1487 SÃO VICENTE DO RIO DOCE/TARUMIRIM
1093 SÃO PEDRO DO GLÓRIA/FERVEDOURO
899 SÃO VICENTE/BALDIM
1193 SÃO PEDRO DO JEQUITINHONHA/JEQUITINHONHA
1113 SÃO VÍTOR/GOVERNADOR VALADARES
1660 SÃO PEDRO DO PAMPÃ/UMBURATIBA
1119 SAPUCAIA DE GUANHÃES/GUANHÃES
947 SÃO PEDRO DO PASSA-TRÊS/BURITIS
1102 SAPUCAIA DO NORTE/GALILÉIA
752 SÃO PEDRO DO SUAÇUÍ
988 SAPUCAIA/CARATINGA
753 SÃO PEDRO DOS FERROS
1171 SAPUCAÍ/JACUTINGA
1456 SÃO ROBERTO DE MINAS/SÃO JOÃO DA LAGOA
768 SAPUCAÍ-MIRIM
754 SÃO ROMÃO
1204 SARANDIRA/JUIZ DE FORA
755 SÃO ROQUE DE MINAS
769 SARDOÁ
1126 SÃO SEBASTIÃO DA BARRA/IAPU
770 SARZEDO
756 SÃO SEBASTIÃO DA BELA VISTA
1244 SAUDADE/MAR DE ESPANHA
1008 SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA/CHAPADA DO NORTE
SÃO SEBASTIÃO DA ESTRELA/SANTO ANTÔNIO 771 SEM-PEIXE
1816 DO AMPARO 772 SENADOR AMARAL
866 SÃO SEBASTIÃO DA VALA/AIMORÉS 773 SENADOR CORTES
757 SÃO SEBASTIÃO DA VARGEM ALEGRE 774 SENADOR FIRMINO
1808 SÃO SEBASTIÃO DA VITÓRIA/SÃO JOÃO DEL-REI 775 SENADOR JOSÉ BENTO
SÃO SEBASTIÃO DAS ÁGUAS CLARAS
1702 (MACACOS)/NOVA LIMA 1041 SENADOR MELO VIANA/CORONEL FABRICIANO

920 SÃO SEBASTIÃO DE BRAÚNAS/BELO ORIENTE 776 SENADOR MODESTINO GONÇALVES

884 SÃO SEBASTIÃO DE CAMPOLIDE/ANTÔNIO CARLOS


1060 SENADOR MOURÃO/DIAMANTINA

758 SÃO SEBASTIÃO DO ANTA 1434 SENHORA DA GLÓRIA/SANTO HIPÓLITO

1348 SÃO SEBASTIÃO DO BAIXIO/PERIQUITO 1085 SENHORA DA PENHA/FERNANDES TOURINHO


SÃO SEBASTIÃO DO BARREADO/SANTA BÁRBARA 912 SENHORA DAS DORES/BARBACENA
1792 DO MONTE VERDE 777 SENHORA DE OLIVEIRA
1173 SÃO SEBASTIÃO DO BARROSO/JAMPRUCA 1147 SENHORA DO CARMO/ITABIRA
1503 SÃO SEBASTIÃO DO BATATAL/UBAPORANGA 778 SENHORA DO PORTO
SÃO SEBASTIÃO DO BOM SUCESSO/CONCEIÇÃO
1780 DO MATO DENTRO 779 SENHORA DOS REMÉDIOS
1038 SÃO SEBASTIÃO DO BUGRE/COROACI 1001 SERENO/CATAGUASES
SÃO SEBASTIÃO DO GIL/DESTERRO DE ENTRE- 780 SERICITA
1783 RIOS
781 SERITINGA
1727 SÃO SEBASTIÃO DO ITABIRA/ITABIRINHA
782 SERRA AZUL DE MINAS
759 SÃO SEBASTIÃO DO MARANHÃO
1259 SERRA AZUL/MATEUS LEME
1382 SÃO SEBASTIÃO DO ÓCULO/RAUL SOARES
948 SERRA BONITA/BURITIS
760 SÃO SEBASTIÃO DO OESTE
1368 SERRA BRANCA DE MINAS/PORTEIRINHA
761 SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO
1472 SERRA DA CANASTRA/SÃO ROQUE DE MINAS
996 SÃO SEBASTIÃO DO PONTAL/CARNEIRINHO
783 SERRA DA SAUDADE
762 SÃO SEBASTIÃO DO RIO PRETO
1009 SERRA DAS ARARAS /CHAPADA GAÚCHA
763 SÃO SEBASTIÃO DO RIO VERDE
1785 SERRA DO CAMAPUÃ/ENTRE-RIOS DE MINAS
1239 SÃO SEBASTIÃO DO SACRAMENTO/MANHUAÇU
SÃO SEBASTIÃO DO SOBERBO/SANTA CRUZ DO 1822 SERRA DO CIPÓ/SANTANA DO RIACHO
1794 ESCALVADO 784 SERRA DO SALITRE
SÃO SEBASTIÃO DOS CABRESTOS/VARGEM 785 SERRA DOS AIMORÉS
1661 BONITA
954 SERRA DOS LEMES/CABO VERDE
1272 SÃO SEBASTIÃO DOS POÇÕES/MONTALVÂNIA
1401 SERRA NOVA/RIO PARDO DE MINAS
1170 SÃO SEBASTIÃO DOS ROBERTOS/JACUTINGA
786 SERRANIA
911 SÃO SEBASTIÃO DOS TORRES/BARBACENA
787 SERRANÓPOLIS DE MINAS
1483 SÃO SIMÃO DO RIO PRETO/SIMONÉSIA
788 SERRANOS
764 SÃO TIAGO
1662 SERRARIA/PERIQUITO
1703 SÃO TIAGO/SÃO JOÃO DO PARAÍSO
1663 SERRINHA/ESPINOSA
765 SÃO TOMÁS DE AQUINO
789 SERRO
766 SÃO TOMÉ DAS LETRAS
1664 SERTÃO DA BERNARDINA/TOCOS DO MOJI
1142 SÃO TOMÉ DE MINAS/INHAPIM

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 63


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
935 SERTÃOZINHO/BORDA DA MATA 1369 TOCANDIRA/PORTEIRINHA
1854 SERTÃOZINHO/PATOS DE MINAS 810 TOCANTINS
1091 SETE CACHOEIRAS/FERROS 1097 TOCOIÓS DE MINAS/FRANCISCO BADARÓ
790 SETE LAGOAS 811 TOCOS DO MOJI
791 SETUBINHA 812 TOLEDO
1360 SILVA CAMPOS/POMPÉU 1050 TOMÁS GONZAGA/CURVELO
1481 SILVA XAVIER/SETE LAGOAS 813 TOMBOS
1340 SILVANO/PATROCÍNIO 1756 TOPÁZIO/TEÓFILO OTÔNI
1815 SILVEIRA CARVALHO/BARÃO DO MONTE ALTO 1328 TORNEIROS/PARÁ DE MINAS
792 SILVEIRÂNIA 1205 TORREÕES/JUIZ DE FORA
1522 SILVESTRE/VIÇOSA 814 TRÊS CORAÇÕES
793 SILVIANÓPOLIS 915 TRÊS ILHAS/BELMIRO BRAGA
1460 SIMÃO CAMPOS/SÃO JOÃO DA PONTE 815 TRÊS MARIAS
794 SIMÃO PEREIRA 816 TRÊS PONTAS
1791 SIMÃO TAMM/RESSAQUINHA 1526 TRIMONTE/VOLTA GRANDE
795 SIMONÉSIA 1670 TROPEIROS/ESMERALDAS
1735 SOBRADINHO/SÃO THOMÉ DAS LETRAS 1123 TUIUTINGA/GUIRICEMA
895 SOBRAL PINTO/ASTOLFO DUTRA 817 TUMIRITINGA
1827 SOBRALADA/HELIODORA 818 TUPACIGUARA
796 SOBRÁLIA 1264 TUPARECÊ/MEDINA
797 SOLEDADE DE MINAS 819 TURMALINA
1061 SOPA/DIAMANTINA 820 TURVOLÂNDIA
1399 SOUSA/RIO MANSO 821 UBÁ
1370 SUCANGA/POTÉ 822 UBAÍ
1665 SUÇUARANA/ESPINOSA 823 UBAPORANGA
1143 TABAJARA/INHAPIM 1500 UBARI/UBÁ
867 TABAÚNA/AIMORÉS 824 UBERABA
928 TABUÃO/BOM JARDIM DE MINAS 825 UBERLÂNDIA
798 TABULEIRO 923 UMBURANINHA/BERTÓPOLIS
799 TAIOBEIRAS 826 UMBURATIBA
800 TAPARUBA 1226 UMBUZEIRO/LONTRA
1666 TAPERA/PEDRO LEOPOLDO 827 UNAÍ
801 TAPIRA 828 UNIÃO DE MINAS
802 TAPIRAÍ 829 URUANA DE MINAS
1509 TAPUIRAMA/UBERLÂNDIA 830 URUCÂNIA
1667 TAQUARAÇU DE BAIXO/SANTA LUZIA 831 URUCUIA
803 TAQUARAÇU DE MINAS 1671 URUCUIA/ESMERALDAS
1120 TAQUARAL DE GUANHÃES/GUANHÃES 1672 VAI LAVANDO/BERILO
1488 TARUAÇU DE MINAS/TARUMIRIM 1489 VAI-VOLTA/TARUMIRIM
1468 TARUAÇU/SÃO JOÃO NEPOMUCENO 1356 VALÃO QUENTE/PIRAPETINGA
804 TARUMIRIM 1371 VALÃO/POTÉ
1668 TAVARES/CONFINS 1749 VALE DO SOL/NOVA LIMA
1222 TEBAS/LEOPOLDINA 1144 VALE VERDE DE MINAS/IPABA
805 TEIXEIRAS 1435 VALO FUNDO/SANTO HIPÓLITO
1837 TEJUCO/BRUMADINHO 832 VARGEM ALEGRE
806 TEÓFILO OTÔNI 1673 VARGEM BENTO DA COSTA/ESMERALDAS
926 TERRA BRANCA/BOCAIÚVA 833 VARGEM BONITA
1669 TIJUCO/ESMERALDAS 1394 VARGEM DO AMARGOSO/RESSAQUINHA
1182 TIJUCO/JANUÁRIA 834 VARGEM GRANDE DO RIO PARDO
807 TIMÓTEO 1444 VARGEM LINDA/SÃO DOMINGOS DO PRATA
808 TIRADENTES 835 VARGINHA
809 TIROS 836 VARJÃO DE MINAS
1128 TOBATI/IBIÁ 1183 VÁRZEA BONITA/JANUÁRIA

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 64


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS
Código Código
local Nome localidade local Nome localidade
837 VÁRZEA DA PALMA 1284 VILA NOVA DE MINAS/MONTES CLAROS
838 VARZELÂNDIA 1176 VILA NOVA DOS POÇÕES/JANAÚBA
1362 VAU-AÇU/PONTE NOVA 1114 VILA NOVA FLORESTA/GOVERNADOR VALADARES
1823 VAZAMOR/VAZANTE 1706 VILA ODETE/NOVA LIMA
839 VAZANTE 1297 VILA PEREIRA/NANUQUE
1744 VAZANTE FUNDA/ÁGUAS VERMELHAS 1726 VILA VARDIERO/BARÃO DO MONTE ALTO
840 VENCESLAU BRÁS 1240 VILANOVA/MANHUAÇU
917 VENDA NOVA/BELO HORIZONTE 1124 VILAS BOAS/GUIRICEMA
1346 VERA CRUZ DE MINAS/PEDRO LEOPOLDO 1707 VILLE DE MONTAGNE/NOVA LIMA
841 VERDELÂNDIA 848 VIRGEM DA LAPA
1200 VEREDAS/JOÃO PINHEIRO 849 VIRGÍNIA
842 VEREDINHA 850 VIRGINÓPOLIS
843 VERÍSSIMO 851 VIRGOLÂNDIA
844 VERMELHO NOVO 852 VISCONDE DO RIO BRANCO
1384 VERMELHO VELHO/RAUL SOARES 1002 VISTA ALEGRE/CATAGUASES
1291 VERMELHO/MURIAÉ 1011 VISTA ALEGRE/CLARO DOS POÇÕES
845 VESPASIANO 876 VITORINOS/ALTO RIO DOCE
846 VIÇOSA 853 VOLTA GRANDE
847 VIEIRAS 1678 VOLTA/ESMERALDAS
1704 VILA APARECIDA OU JOSÉ DE ALMEIDA/NOVA LIMA 1116 XONIM DE BAIXO/GOVERNADOR VALADARES
893 VILA BOM JESUS/ARINOS 1115 XONIM/GOVERNADOR VALADARES
1734 VILA BRASILINA/SÃO JOSÉ DA LAPA 1418 ZELÂNDIA/SANTA JULIANA
1675 VILA CARDOSO/CONGONHAS 1795 ZITO SOARES/SANTA CRUZ DO ESCALVADO
1321 VILA COSTINA/PAINS 1680 ZONA RURAL/VERDELÂNDIA
1676 VILA DE PORTEIRAS/VÁRZEA DA PALMA 0000 P/ PROJETO CUJA LOCALIDADE NÃO É DEFINIDA
1705 VILA INDUSTRIAL/NOVA LIMA
1677 VILA JOSÉ MARQUES/CONGONHAS
1821 VILA MATIAS/CONGONHAS

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 65


ANEXO II – Relação de Empresas Projetistas

Relação das empresas prestadoras de serviço para a COPASA, incluídas as firmas projetistas.

Tabela 6 – Código das Empresas Projetistas

RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS


ACTA ACT C. FARIA CFA
ÁGUAS ENGENHARIAS AGE CLÁUDIO M. QUEIROZ CLQ
ALCEBIRDES RODRIGUES ALC CLIMATIZAR ENGENHARIA TÉRMICA CET
AGROMETAL IND. COM. LTDA. AGR CLR CLR
ALE ARQUITETURA E ENGENHARIA ALE CODEVASP COD
ALFA ALF COGERAÇÃO ARRUDA CGA
ALPES ALP COHAB COH
ALVES E NEVES ALN COLUNA COL
AMBIANT ENGENHARIA CONSULTORIA E CONCIC COC
AMB
ASSESSORIA LTDA
CONCREMAT CON
AMPLAMINAS AMP
CONSAG COG
ANA ( AGENCIA NACIONAL DE ÁGUA ) ANA
CONSOL COS
ANDRADE GUTIERREZ AGU
CONSOMAP CSM
ANDRADE VALADARES ANV
CONSOMINAS CSO
ÁPIA API
CONSÓRCIO ENGESOLO SERRA AZUL CEA
ÁQUA AQU
CONSPROJ – CONSULT. E PROJETOS LTDA CPR
AQUATRO AQT
CONSTRIG CTR
ARCOS ACS
CONSTRUSOLOS CTS
ARGON ARG
CONSTRUTORA LIDER CLI
ARH PROJETOS E CONSULTORIAS LTDA ARH
CONSTRUTORA ROCHA OLIVEIRA LTDA ROL
ARTEFACIL ART
CONSTRUTORA MODELO CMO
ASP ASP
CONSULTÉCNICA CNT
ATAG ATG
CONVERGÊNCIA CVG
BAUDUINO BAU
COPASA COP
BELBA BEL
COPENGE CPG
BH PROJETOS BHP
COPLASA CPS
BRASOTEC BRA
COUTO & PORTO CPO
CAB CAB
COWAN CWA
CADAR CAD
CPE CPE
CASTOR CAS
CPF CPF
CASTOR & SILVA CSI
CSE CSE
CBTU CBT
CTE CTE
CCB CCB
DAN DAN
CDI CDI
DELBONI ENGENHARIA DBN
CEL CIRCUITO CCI
DELGADO DEL
CELSO GONTIJO DE PAULA CGP
DEMAE DEM
CENTRAB CTB
DESPRO DES
CENT. DESENVOLV. TECNOLOGIA NUCLEAR CDT
DIEFRA DIE
CEPLAN CEP
DIPAWA DPW
CESB CES
DNOS DNO
CGP CONSULTORIA E PROJETOS CCP
DYNASOFT DYN
CLAP DESIGN LTDA CLA
VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS


ECA ECA GEMOVE GEM
ECAL ECL GENESIS GEN
ECOPLAN ECO GEOCAMPOS GCP
EDIFICA EDI GEOFAST TREINAM. E CONSULT. LTDA. GFT
EGP EGP GEOLABOR GLB
ELÉTRICA ELE GEOLINE GOL
EMBRATERRA EMB GEOMETRIA GOM
EMCCAMP RESIDENCIAL EMC GEOTECH GEO
EMITAQ EMI GEOTOP GTP
EMPLAN EMP GGV GGV
ENCIBRA ECB GILBERTO SCHEFFER GSC
ENGE RIO ENR GILMAR BALDOW GBA
ENGECROSS EGC GLR TOPOGRAFIA GLR
ENGEMAT EGM GMD SERVIÇOS DE ENG. E CONSULTORIA GMD
ENGEMETER EGT GOLDER ASSOCIATES GLA
ENGEMINAS EGI HD HD1
ENGENHART ENH HDC HDC
ENGENHO NOVE ENV HELMAR HEL
ENGESERV EGS HERMETO COSTA HER
ENGESOLO ENG HIDRASA HDS
ENGEVIX EGV HIDRATA HDT
ENSIWA ESW HIDRO ENGENHARIA HEN
EPC EPC HIDROLÓGICA HDL
ERG ERG HIDROSAN HDN
ESAN ESA HIDROS GERENC. PROJETOS E COM. LTDA HGP
ESC ESC HIDROSISTEMAS HSI
ESSE ESS HIDROVIA HDV
ESTEVÃO BICALHO PINTO EBP HIDROVIVAS ENGENHARIA E CONSULTORIA LTDA HDR
ETAL ETL HIDSANIT HSN
EVEREST EVE HOLOS HLS
EXACTA EXA IBIÁ IBA
EXCELLER EXC ICATU MEIO AMBIENTE LTDA ICA
FAFECA FAF ICK ICK
FAULHABER FAU IEC IEC
FAYAL FAY IESA IES
FCK FCK IGAN IGN
FEMOP FEM INOCOOP INP
FIGUEREIDO FERRAZ FIG INTERSAN INT
FMC TOPOGRAFIA FMC INTERSOLO INS
FOGUEREDO FERRAZ FFE J. BUENO JBU
FONNTES GEOTÉCNIA LTDA FOG J. LAGOA P. LAG
FORTMETAL FMT J. ROOSEVELT ROO
FSYTEM INFORMÁTICA FSY J. SEABRA ENGENHARIA LTDA JSE
FUNÇÃO FUN JATOBÁ JAT
FUNDEP-YKS FDP JOÃO B. CALIXTO CLX
FUNDAÇÃO CHRISTIANO OTTONI FCO JOÃO ROBERTO OLIVEIRA JRO
FUSO FUS JOÃO TORRES BRASCEP JTB
FY FY1 JOSÉ ALBERTO JAL
GALBAS ALMEIDA CONSTRUÇÕES LTDA GAL JOSÉ EUSTÁQUIO JEU

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 67


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS


JUELI C. JUE PIMENTA AV PIM
JUNQUEIRA JUN PIRÂMIDE PRD
JVJ ENGENHARIA E CONSULTORIA LTDA JVJ PLAMBEL PLB
JVP PROJETOS E CONSULTORIA LTDA JVP PLANEX PNX
L&E ENGENHARIA E CONSULTORIA LTDA LEE PLANIDRO PND
KARACOL IND. COM. TANQ E RESERV. MET. KRA PLENATOP PLT
LATIM CONSULT LCO PMM PMM

LEME LEM POENTE ENGENHARIA CONSULTORIA LTDA POE

LIDER TOPOGRAFIA LID PORTO REAL PRL

LINNEAR ENG MEC IND ESTRUTURAL LTDA LIN POTAMOS POT

LOCI LOC PROÁGUA PAG

LOTUS LOT PROCONSULT PRC

LÚCIO GOMIDE LGO PRODEMIG PROJ. E CONSULTORIA LTDA PDM

M. MENEZES MEN PRODESAN PDS


PROENCIS PRO
M. QUEIROS QUE
PROJCONSULT ENG. DE PROJETOS PEP
MAGAL CONSTRUTORA MAC
PROMARK PMK
MAGNA MGN
PROSSAN PSS
MAPA MAP
QUALITEC QLT
MARIA DO CARMO V. MCV
RECUPERAÇÃO REC
MARIA LÚCIA SOARES MLS
RELEVO REL
MÁRIO B. MAB
RESULTA RES
MAURO C. VAL VAL
RETECH SERVIÇOS ESPECIAIS DE ENG. LTDA RTC
MAXX IMÓVEIS MAX
REZENDE HORN ENGENHARIA LTDA RHE
MEKSOL MEK
RIBEIRO RIGUERIA ENG E CONSULTORIA RRE
MEMPHIS EMPREENDIMENTOS LTDA MPH
ROBERTO A. M RAM
MERCON METALURGICA MER
ROCHA ROC
METALÚRGICA RPL LTDA RPL
RODRIGUES DA CUNHA ROD
METIS MET
ROFER EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES ROF
MINAS SOLOS MSL
RONALDO DE AZEVEDO CHAVES ENGENHARIA RAC
MIRANTE TOPOGRAFIA MIR
ROOFWAY COBERTURAS METÁLICAS ROW
MM DIFERPAM IND COMÉRCIO FERRO LTDA MMD
ROTA ROT
MMS MARCOS MURTA SANTOS MMS
RUBENS M RBM
MOHR ENGENHARIA DE PROJETOS LTDA MOR
RUMO RUM
MONASA MNS
RURALMINAS RMN
MONTANDON MTD
SANAG SAN
MOVIM PRÓ MORADIA MPM
SANEHATEN SAH
MP MP1
SENIOR ENGENHARIA E SERVIÇOS LTDA SEN
NASCENTE NAS
SANEST SNT
NELSON C.R NCR
SANETEC SNC
NICHOLLS & FREITAS NEF
SANTA ROSA ENGENHARIA SRE
NOVO MEIO ENGENHARIA E CONSUL. LTDA NME
SAPHAIRA SPR
O3L ARQUITETURA LTDA O3L
SCHMIDT SCH
OLIVEIRA E MARQUES OEM
P2 ENGENHARIA SOLUÇÕES INTELIGENTES P2E SCRAVANI SCR

PAULO MELO F. JÚNIOR PMJ SEEBLA SEE

PAVISOLOS PAV SEL STELLA SST

PEDRO BATISTA PEB SENHA SNH

PENTÁGONO PTG SENIOR SNR

PFR TOPOGRAFIA PFR SERGENCO SGC

PILAR PIL SÉRGIO R SER

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 68


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS RELAÇÃO DAS FIRMAS PROJETISTAS


SERRA AZUL SAE TRAMAL TRA
SERVSAN SVS UFMG UFM
SESIL SSI ULTRALAB ENGENHARIA DIAGNÓSTICA ULB
SETES STS UNITECH ENGENHEIROS E CONSULTORES UNI
SIGMA SIG UPC UPC
SIMASA SMS URBANIZA UBN
SIMETRIA ENG. DE PROJETOS LTDA SEP URBE URB
SIQUEIRA E SANTOS ENGENHARIA LTDA SSE URBEL UBL
SINAL VERDE – SOLUÇÕES AMBIENT. LTDA SVE USA MOURA IND. COM. RESERV. METALIC. USA
SITRA STR USIMINAS USI
SOCIENGE SCG VANAZ VNZ
SONDENGE SDG VARTULI VTL
SONDOMINAS SDM VAZÃO VAZ
SONDONTÉCNICA SDT
VBA VBA
SONEL SNL
VARELLA BASTOS ENGENHARIA VBT
SOTEL STL
VETOR R&R VRR
SOWAN SWN
VETORIAL ENG. E CONSULT. DE PROJETOS LTDA VET
SRL SRL
VIABILE PLANEJAMENTO E PROJ. LTDA VBL
STAE STA
VIANNA VIA
STÁVEL STV
VLB VLB
STE STE
WAY CONSULT. ASSESSORIA ENGENHARIA LTDA WAY
STOP STO
WCAD WCA
SUDECAP SUD
WR TOPOGRAFIA LTDA WRT
SURFACE ENGENHARIA E TOPOGRAFIA SUR
YC YCE
SUSTENTÁVEL-PROJETOS E CONSULTORIA LTDA SUS
ZR ENGENHARIA ZRE
TALVEG TVG
TAMS TAM
TECISAN TCI
TECMINAS TEC
TECNOCERVICE TNV
TECNOSANE TECNOLOGIA EM
TNS
SANEAMENTO LTDA
TECSOL TCS
TENAP TNP
TENDA TND
TENPRO TÉCNICA ENG. PROJETO LTDA TTE
TEODORO A. LEMES TAL
TERRATOPP TTP
TESE NGENHARIA LTDA TSE
TESE TÉCNICA E SERVIÇOS DE ENG LTDA TTS
TOENGE TEN
TOPCON TPC
TOPCOTA TPT
TOPOENGE TPE
TOPORATES TPR
TOPOSAN TPS
TOPPUS TPU
TR TR1
TRADICIONAL TOPOGRAFIA E ENGENHARIA TRT

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 69


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

ANEXO III – Preenchimento de legendas de desenho

Todos os desenhos deverão ser elaborados utilizando-se os formatos padrões de legenda da


COPASA, apresentados no Software de Apoio às Diretrizes (NOR – Copasa).

Os campos referentes à “Aprovação e Vistos” pela COPASA deverão ser preenchidos com os
nomes Diretoria, Superintendência e Divisão/Distrito responsáveis pelos trabalhos e de seus
respectivos dirigentes, além do visto do Coordenador do Projeto, conforme indicado no modelo
abaixo:

Situação 1: Contratante – DPG/SPEG/DVEA

Aprovado Visto Visto Visto

Engº Marcos Antônio Teixeira Engº Rodrigo Varella Bastos Engª Juliana Cardoso Freire Nome do Coordenador
DPG – Diretoria de Planejamento e Gestão SPEG – Superintendência de Engenharia DVEA – Div. Engenharia de Apoio Coordenador

Situação 2: Contratante – DPG/SPEG/DVPJ

Aprovado Visto Visto Visto

Engº Marcos Antônio Teixeira Engº Rodrigo Varella Bastos Engº Túlio Antônio S. Monteiro Nome do Coordenador
DPG – Diretoria de Planejamento e Gestão SPEG – Superintendência de Engenharia DVPJ – Div. Desenvolv.Projetos. Eng. Coordenador

Situação 3: Contratante – DPG/SPEG/DVGA

Aprovado Visto Visto Visto

Engº Marcos Antônio Teixeira Engº Rodrigo Varella Bastos Engº Wagner Rodrigues Braga Nome do Coordenador
DPG – Diretoria de Planejamento e Gestão SPEG – Superintendência de Engenharia DVGA – Div. Gestão de Eng. Coordenador

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 70


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

ANEXO IV – Resumo Técnico do Projeto

1. IDENTIFICAÇÃO

O Resumo Técnico do Projeto deverá constar de todas as informações necessárias para uma
rápida e objetiva consulta sobre as características e conteúdo principal do objeto do contrato.

Será constituído primeiramente de uma identificação, devendo a mesma ser desenvolvida no


modelo a seguir.

Número do Contrato Jurídico:


Número do Contrato SAP:
Número da Máscara SAP:
Empresa Projetista:
NOME DO MUNICÍPIO/LOCALIDADE:
Demandante
(Diretoria/Departamento)
Modalidade (Sistema) Água Esgoto

Objeto do Contrato:

Unidades Contempladas (listar):

Data base do orçamento:

Tipo de Obra:
• Ampliação • Implantação • Melhorias

Estágio do Projeto:
• Básico: • Elétrico • Estrutural

Situação final do Projeto:


• Completo • Incompleto
Requisitos para Complementação (indicar):

Data de Encerramento do Projeto:

2. CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PROJETO

O item 2 refere-se aos critérios e parâmetros de projeto, devendo os mesmos abordar os temas
2.1 a 2.4 abaixo relacionados.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 71


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

2.1 PARÂMETROS UTILIZADOS

2.2 ALCANCE DE PROJETO

2.3 ÁREA DE ABRANGÊNCIA

2.4 EVOLUÇÃO POPULACIONAL E DE DEMANDA

3. DESCRITIVO TÉCNICO DO PROJETO

O item 3 deverá constar de uma análise sucinta do sistema existente, com registro de suas
condições de aproveitamento, e do sistema projetado com abordagem de suas respectivas
unidades.

3.1 ANÁLISE SUCINTA DO SISTEMA EXISTENTE

3.2 SISTEMA PROJETADO POR UNIDADE

3.2.1 Descrição da unidade projetada (quando for o caso – conforme as etapas de projeto)

 Dados para o projeto (vazões, critérios de dimensionamento, etc);

 Características hidrológicas e geológicas locais;

 Características gerais da unidade projetada (parâmetros, condições operacionais, etc);

 Características dimensionais da unidade projetada;

 Materiais empregados na construção;

 Outros dados que identificam o projeto elaborado.

3.2.2 Critérios de dimensionamento específicos

Fazer o dimensionamento por unidade do sistema projetado quando for o caso.

4. CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA ANUAL

Fazer a estimativa de consumo de energia, quando necessário.

5. ORÇAMENTO

Este item deverá constar da descrição dos custos de cada unidade considerada no projeto, das
áreas a serem adquiridas para implantação do projeto, extensão de energia elétrica requerida,
de rede de abastecimento de água e demais custos envolvidos para implantação das unidades
do projeto.

Exemplo:

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 72


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

SISTEMA PROJETADO - ETAPA


Discriminação das unidades Valor Total (R$)

TOTAL

6. LAY-OUT DO SISTEMA EXISTENTE E PROJETADO – MAPA CHAVE


(POR UNIDADE CONTRATADA, COM INDICAÇÃO DE ETAPAS)

O lay-out deverá apresentar um mapa chave com planta da localidade, identificando todas as
unidades componentes do sistema projetado, por etapas. Esta planta deverá conter as
coordenadas geográficas e informações básicas sobre as unidades indicadas.

7. MONTAGEM DOS VOLUMES

Para montagem e/ou impressão do projeto em questão, seguir as orientações explicitadas no


arquivo Leia-me, cujo nome é:

XXXXXXXX – XX – XX – XX – XXX – XXXXX – XX – XXX – X – XXX – XXXX

(Citar o nome do arquivo digital correspondente ao Leia-me)

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 73


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

ANEXO V – Ficha de Dados Técnicos do Empreendimento

1. IDENTIFICAÇÃO

A Ficha de Dados Técnicos do Empreendimento é um documento que será utilizado em outras


áreas da COPASA e deve seguir o modelo abaixo:

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 74


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

FICHA DE DADOS TÉCNICOS DE EMPREENDIMENTO

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO:

- Município/Localidade: _______________________________________________________
- Diretoria/Departamento:______________________________________________________
- Título do Projeto: ___________________________________________________________
- Firma executora: __________________________ Data do projeto: ____/____/______

SITUAÇÃO DOS REQUISITOS (CONDICIONANTES) RELATIVOS AO PROJETO

• Desapropriação de Áreas
Projeto requer desapropriação de áreas: Sim Não
Número das áreas requeridas:
- de Servidão (especificar quantidade por unidade do sistema):__________________________
____________________________________________________________________________
- de Pleno domínio (especificar quantidade por unidade do sistema): _____________________
____________________________________________________________________________
Existem descrições topográficas? Sim Não
Requer remoção ou reassentamento de famílias residentes? Não Sim
Particularidades para liberação das áreas (indicar situação de remoções, etc):
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

• Licenciamento Ambiental
Projeto requer licenciamento ambiental: Sim Não
Estudo(s) requerido(s) (especificar): _________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

• Outorgas requeridas
Projeto requer pedido(s) de outorga: Sim Não
Outorga(s) pretendida(s): __________________________________________________

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 75


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

_____________________________________________________________________
Estudo(s) requerido(s) - (especificar): _________________________________________
_____________________________________________________________________

• Fornecimento de Energia Elétrica


Projeto requer fornecimento de energia elétrica: Sim Não
Fornecimento destinado a: Novas unidades Ampliação de unidades
Unidades do sistema / cargas envolvidas (listar): ______________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
Concessionária de energia local_____________________________________________
Obras previstas para o fornecimento de energia (especificar); ________________________
_____________________________________________________________________
Custos envolvidos: R$ _____________________________ Data base: ___/____/______

LEVANTAMENTO DOS SISTEMAS EXISTENTES

Existe sistema existente de água? Não Sim Completo


Parcial
Unidades constitutivas do sistema existente (listar): _______________________________
_____________________________________________________________________
Gestor do sistema: COPASA Data limite da concessão: ____/____/_________
Outros Indicar: _____________________________

Existe sistema existente de esgoto? Não Sim Rede coletora


Interceptores
Elevatórias/LR’s
Tratamento
Gestor do sistema: COPASA Data limite da concessão: ____/___/_________
Outros Indicar: _____________________________

Indicadores dos sistemas existentes:


Fonte: ____________________ Data referência das informações: ____/____/________

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 76


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

População urbana: _____________________ hab


População atendida pelo: SAA ____________ hab SES ____________________ hab
Percentual de atendimento do: SAA _________ % SES ___________________ %

(Observação: Percentual corresponde a relação entre população urbana / atendida).


Área urbana coberta pelo: SAA ___________ hectares SES _________________ hectares

Número de ligações/economias por sistema e índice de hidrometração:


Tipo SAA SES % hidrometração SAA

Ligações prediais

Economias

Relação lig/econ

Capacidade do SAA: Identificada Valor em l/s: ______________________


Não identificada
Indicar a unidade referencial da capacidade do sistema: _______________________________

Capacidade do SES: Identificada Valor em l/s: _____________________


Não identificada
Indicar a unidade referencial da capacidade do sistema: _______________________________

Capacidades por unidades dos sistemas:

- produção (p/ SAA): _____________ (l/s) (Capacidade indicada no IBO/IBG-COPASA)


- produção (p/ SAA): _____________ (l/s) (Capacidade levantada no local)
- tratamento (p/ SAA); _____________ (l/s) – Indicar tipo: _____________________________
(p/ SES): ____________ (l/s) – Indicar tipo: ______________________________
- reservação (p/ SAA): ____________ (m3) – Indicar nº unidades: _______________________

Tempo de funcionamento médio diário do SAA: ______________horas/dia


Fator de utilização do SAA (relação tempo médio / 24 horas): ___________%
Extensões redes de água e esgotos: do SAA __________________ km (Indicada no IBO/IBG)
do SAA ___________________ km (Conforme cadastro)
do SES __________________ km (Indicada no IBO/IBG)
do SES ______________ km (Conforme cadastro)

Índices de cobertura das redes existentes:

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 77


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Índice (em m) SAA SES

- por habitante

- por hectare

Parâmetros apurados no SAA:


- taxas per-capita: - distribuído = _________ l/hab
micromedido = _________ l/hab.dia
- índice de perdas no sistema: ____________________ %
- atendimento do padrão de potabilidade: ____________ %
- consumo de energia: por economia __________ kwh/economia
mensal ________________ kwh/mês
- vazão média distribuída = ____________________ l/s
- intermitência no abastecimento: Não Sim Em toda área
Em área restrita
- indicar local(is) de intermitência:________________________________________________

Parâmetros apurados no SES:


- taxas de DBO: afluente = _________ mg/l .
efluente = _________ mg/l
índice de redução da DBO = ____________%
- volumes : coletado = _________ (m3/por unidade de tempo) .
tratado = ___________ (m3/por unidade de tempo)
percentual de volume tratado = ____________%
- atendimento aos padrões de lançamento: Sim Não
- consumo de energia: por economia __________ kwh/economia
mensal ___________ kwh/mês

Divergência de parâmetros apurados no SAA e/ou SES (apontar): _____________________


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

ELEMENTOS CONSIDERADOS PARA O PROJETO


Projeção populacional adotada: Fonte: ____________________________________________
Equação: __________________________________________
Taxas de crescimento: _______________________________
Comparação com projeção IPEAD/COPASA : Coerente Não coerente

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 78


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

Registrar conclusão sobre comparação projeção adotada x IPEAD: _____________________


___________________________________________________________________________

Parâmetros considerados no projeto:


- taxa per-capita = ____________________ l/hab.dia
- coeficientes: do dia de maior consumo (k1) = _____
da hora de maior consumo (k2) = _____
de retorno = ___________________ %
de infiltração = ____________________ (indicar unidade em l/s.km ou l/s.ha)
Consideração sobre os parâmetros utilizados (coerência com relatórios IBO e IBG da
COPASA, se disponíveis): ______________________________________________________
____________________________________________________________________________

Critérios considerados nos projetos:


- obediência de parâmetros indicados em normas: Sim Não
- limites da vazão de infiltração p/ SES (em 25% Q doméstica média):
Sim Não Não aplicável
- percentual do volume de reservação – reserva total ______________________________ %
em res. elevados ___________________________ %
- diâmetros mínimos indicados para as redes = de SAA _______________________________
de SES _______________________________
- etapalização sugerida para o sistema ou por unidade (indicar); ________________________
___________________________________________________________________________
- outros itens de relevância adotados no projeto: ____________________________________
___________________________________________________________________________
Dados finais apurados para o projeto:
- Pop. inicial: ________________________________hab. (Ano _____________)
- Pop. do projeto : ____________________________hab.
- alcance adotado para o projeto: Ano ____________
- coerência com período da concessão: Sim Não
- capacidade do sistema projetado: _____________ l/s
- tempo de operação do sistema no final de plano: _____________________horas/dia
- capacidade do sistema requerida no final da concessão: _________ l/s (ano _______)
- coerência com outorgas legalizadas: Sim Não
- incremento de população do projeto (futura – atual) = _________________ hab
- percentual de incremento da população atendida = ___________________ %

Avaliação do sistema existente objeto do projeto:

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 79


VOLUME I -– DIRETRIZES GERAIS

O sistema existente foi levantado? Sim De forma suficiente


De forma insuficiente
Suficiência parcial
Não
Foi elaborada avaliação do sistema existente? Sim Não
Listar deficiência relevante no levantamento do sistema: ____________________________
_________________________________________________________________________
Sistema existente apresenta condições de aproveitamento:
Sim Aproveitamento parcial Aproveitamento total
Não
O sistema existente requer ampliação? Sim Não
Suficiência estimada para o sistema atual: até ano ________________________________

Condições de aproveitamento identificadas por unidade (listar):


Unidade do sistema Ampliações e/ou melhorias requeridas

Ficha preenchida por: _______________________________________________________


Data: ____/____/_______.

Volume I - Diretrizes Gerais.docx 80