Anda di halaman 1dari 2

Análise de conteúdo clássica

 É um método de análise de texto desenvolvido dentro das ciências sociais empíricas


 Faz uma ponte entre formalismo estatístico e a análise qualitativa dos materiais
 Técnica hibrida
 Técnica para produzir inferências de um texto focal para seu contexto social de
maneira objetivada

Objetivos

 Fonte – “Quem fala?”


 Público – “A quem se fala”

Dimensões principais

 Sintática e semântica
 As características semânticas e sintáticas de um corpus de texto permitem ao
pesquisador fazer conjunturas fundamentadas sobre fontes incertas, como por
exemplo, falsas reivindicações de autores.

Estratégias de pesquisa

 Construção de um corpus de texto aberto para verificar padrões de mudança


 Estudos comparativos
 Construção de índices

Organização de uma análise de conteúdo

 Considerações teóricas e textos


 Definição e amostragem de unidades de texto

 Categorias e codificação

Construção de um referencial de codificação


Um referencial de codificação é um modo sistemático de comparação

 Categorias e categorização

As unidades do texto devem se adequar a um código


Os códigos devem ser exclusivos e independentes

 Processo de codificação pode ser por papel e lápis ou computador

Qualidade na análise de conteúdo

 Coerência na construção de um referencial de codificação


Logos: argumentação
Pathos: atrair a atenção do ouvinte/leitor
Ethos: referência a quem fala/escreve
 Transparência
 Fidedignidade
Índices de fidedignidade- Phi, Kappa, Alpha
 Validação

Dilemas

 Amostragem e codificação
 Espaço de tempo e a complexidade da codificação
 Fidedignidade e a validade

Analise de conteúdo com auxílio do computador