Anda di halaman 1dari 5

Consagração do Selo Santo

Por K.G.Gomes

Preparação do Templo: altar a posto, em direção ao Oriente, sobre o qual


deverão estar todos os instrumentos adequados a consecução da operação.

Do ponto mais Ocidental, o magi bate três vezes palmas ou o sino e clama:
“Níiso, Níiso, Babalonê! Fora daqui o profano!”

De frente para o Oriente, o magi executa o Ritual Menor do Pentagrama de


Banimento, circuambulando em sentido horário com incenso, do qual, ao final, deverá
se dirigir ao Austral e recitar: ​“E após o desvanecer dos espíritos caídos, ruge o
Fogo Santo e sem forma, que cintila e relampeia até os confins do
Universo. Ouví, então, a Voz do Fogo!”

Circulando em sentido horário até o Oriente, o magi novamente executa o


Ritual Menor do Pentagrama de Invocação para, em seguida, circuambular em sentido
horário até o Ocidente, aspergindo água e recitar: ​“Como Sacerdote do Altíssimo
que realiza as obras do Fogo, asperjo as Águas Lustrais do Mar
Ressonante e Poderoso. Tornai este solo Sagrado e Santo para a
realização de Obra Celeste, nos tornando puros e mais brancos que a
neve”

Circulando em sentido horário até o Oriente, o magi perfaz a análise da Palavra


Sagrada L.V.X. e o Ritual Menor de Hexagrama de Invocação, procedendo com a
recitação de uma prece de uso pessoal a referida consagração, da qual demonstramos
um exemplo adaptado:

Prece ao Sinal da Verdade de Deus

Ó Senhor do Universo, a quem nada, a não ser o silêncio pode expressar; Tu


que te manifestas de mil formas dentro os povos da terra; Tu que não tens genealogia;
Deus entre os deuses, o que regula a existência de todos os seres, ouça minha prece:

Peço a vós que me auxilie no desejo sincero de obter o conhecimento das coisas
sagradas e da própria natureza de universo. Que tua mão me conduza entre os
mistérios e me faça conhecê-los e dominá-los.
Que pelos teus anjos protetores do Santo Selo, que são reflexo de tua existência
e retidão, eu ____________, venha a conhecer e a obter a visão e a conversação com
teus anjos, de todas as esferas de poder, do mais alto ao mais baixo. E que assim, possa
contar com o auxílio deles.

Que meu chamado seja abençoado por tua energia e bondade, que doravante
meu corpo seja puro e forte, e que minha palavra seja confiável e reta, para que teus
servos também atendam a meus chamados prontamente, como se tua ordem fosse.

Assim, que os quatro protetores dos quatro quadrantes, Raphael, Gabriel,


Michael e Uriel, protejam meu corpo e espírito de ataques de quaisquer naturezas,
físicas ou espirituais, e que teus servos, os Sete Guardiões do Selo Santo, os Sete Anjos
ante o Trono e os súditos e servos que lhes são obedientes, tenham em mim, um reflexo
de tua Imagem e Poder.

Deposito em Ti a minha confiança, e que o Poder a mim entregue, seja usado


no engrandecimento da Grande Obra Angélica, por minhas mãos, sem qualquer
reserva mental ou espiritual.

Assim seja.

De frente para o Oriente, com as mãos abertas em prece, o magi recita:

“Em nome dos estandartes das tribos Manassés, Rubeão e Asher,


sob os quais preside o Poderoso Arcanjo Raphael, chamo o Rei do Oriente,
TAHAOELOG, para que se manifeste no Selo da Verdade, pelas virtudes do
Santo Nome de Deus ORO IBAH AOZPI!”

O magi traça os pentagramas Ativo do Espírito e de Invocação do Ar.

Seguindo para o Meridião, com as mãos abertas em prece, o magi recita:

“Em nome dos estandartes das tribos Gad, Judá e Benjamin, sob os
quais preside o Poderoso Arcanjo Michael, chamo o Rei do Meridião,
OHOOOHAATAN, para que se manifeste no Selo da Verdade, pelas
virtudes do Santo nome de Deus OIP TEAA PDOCE!”

O magi traça os pentagramas Ativo do Espírito e de Invocação do Fogo.


Seguindo para o Ocidente, com as mãos abertas em prece, o magi recita:

“Em nome dos estandartes das tribos Issachar, Dan e Simeão, sob
os quais preside o Poderoso Arcanjo Gabriel, chamo o Rei do Ocidente,
THAHEBYOBEAATANUN, para que se manifeste no Selo da Verdade, pelas
virtudes do Santo nome de Deus MPH ARSL GAIOL!”

O magi traça os pentagramas Passivo do Espírito e de Invocação da Água.

Seguindo para o Setentrião, com as mãos abertas em prece, o magi recita:

“Em nome dos estandartes das tribos Efraim, Naftali e Zebulon, sob
os quais preside o Poderoso Arcanjo Uriel, chamo o Rei THAHAAOTHE,
para que se manifeste no Selo da Verdade, pelas virtudes do Santo nome
de Deus MOR DIAL HCTGA!”

O magi traça os pentagramas Passivo do Espírito e de Invocação da Terra.

Novamente diante do Oriente, com as mãos abertas em prece e olhando para o


ponto mais alto, o magi recita: ​“EXARP, BITOM, NANTA, HCOMA. Pelos Santos
Nomes da Tábua da União vos invoco, forças divinas do Espírito da Vida”​.

Levantando as mãos ao mais alto e abaixando conforme desce a força de luz


sobre si, o magi faz o sinal de abertura do véu, sob o qual recita: ​“Eu vos invoco,
anjos das esferas celestiais; vós que sois os guardiães dos Portais do
Universo, sejam também os Guardiões desta presente Esfera Mística. Peço
que mantenham afastados desta esfera tudo o que for destrutivo a ela, e
mantenham todo o equilíbrio e alegria. Que esta esfera seja pura e santa
para que os poderes do Santo Selo da Verdade possam fluir em paz e
harmonia dentro desta humilde esfera”

Sobre o Selo Santo, o magi recita: ​“Sete descansam em sete e os sete


vivem pelos sete. Os sete governam sete, todo o governo que há. Eu agora
vos invoco, Santos Senhores dos Planetas cujos sigilos estão no Selo da
Verdade”
Traçando o Hexagrama da Lua* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:
“Agora eu convido a Ti, nobre anjo GALAS, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Saturno* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:


“Agora eu convido a Ti, nobre anjo GETHOG, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Mercúrio* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:


“Agora eu convido a Ti, nobre anjo THAOTH, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Júpiter* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:


“Agora eu convido a Ti, nobre anjo HORLON, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Marte* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:


“Agora eu convido a Ti, nobre anjo INNON, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Sol* sobre o Selo da Verdade, o magi recita: ​“Agora


eu convido a Ti, nobre anjo AAOTH, para que envie a sua Luz através do
Santo Selo da Verdade”

Traçando o Hexagrama de Vênus* sobre o Selo da Verdade, o magi recita:


“Agora eu convido a Ti, nobre anjo GALETHOG, para que envie a sua Luz
através do Santo Selo da Verdade”

Deste momento o magi permanece em silêncio solene, sob o qual sente a


presença das forças chamadas, dizendo em seguida: ​“Grandes Anjos regentes das
Esferas Celestiais, vós que sois sagrados, humildemente rogamos a vós:
Sabathiel, Zadekiel, Madimiel, Semeliel, Nogahiel, Korabiel e Levanael. Ó
Poderosos, enviem vossos poderes e vossas bençãos através do Santo Selo
da Verdade, para que possa me beneficiar de vossas virtudes e participar
da Luz Divina”

Novamente em silêncio solene, o magi, comungando com as Forças da Luz,


recita: ​“Ó Grande Selo da Verdade e do Mistério, envia e Tua corrente de
poder através das forças angélicas que Tu representas. Em nome de Deus
consagro este telesma para que possa me guardar como uma esfera,
protegendo-me contra o mal e as forças desequilibradas, para que não
possam penetrar no Templo dos Mistérios. Inspira-me, santifica-me para
que eu possa direcionar o seu vórtex de energia”

Ritual de Encerramento

Ao final da cerimônia, proceder com o Ritual Menor do Hexagrama de


Banimento, a análise da palavra santa L.V.X., o Ritual Menor do Pentagrama de
Banimento.

Circuambula em sentido horário ao templo para o final, no Oriente, recitar a


prece de Graças, para, ao fim, proferir: ​“Pelo que foi dito e feito, a cerimônia está
encerrada”