Anda di halaman 1dari 3

E.M.

ALCINO FRANCISCO DA SILVA ( Avaliação – 1º Trimestre/2018)

DATA:_____/_____/_____

PROFª: Luciana Pires da C. R. dos Anjos TURMA:________

NOME:____________________________________________________

A disciplina do amor – Lygia Fagundes Telles

Foi na França, durante a Segunda Grande guerra: um jovem tinha um cachorro que todos os dias,
pontualmente, ia esperá-lo voltar do trabalho. Postava-se na esquina, um pouco antes das seis da tarde. Assim
que via o dono, ia correndo ao seu encontro e na maior alegria acompanhava-o com seu passinho saltitante de
volta à casa. A vila inteira já conhecia o cachorro e as pessoas que passavam faziam-lhe festinhas e ele
correspondia, chegava até a correr todo animado atrás dos mais íntimos. Para logo voltar atento ao seu posto
e ali ficar sentado até o momento em que seu dono apontava lá longe. Mas eu avisei que o tempo era de
guerra, o jovem foi convocado. Pensa que o cachorro deixou de esperá-lo? Continuou a ir diariamente até a
esquina, fixo o olhar naquele único ponto, a orelha em pé, atenta ao menor ruído que pudesse indicar a
presença do dono bem-amado. Assim que anoitecia, ele voltava para casa e levava sua vida normal de
cachorro, até chegar o dia seguinte. Então, disciplinadamente, como se tivesse um relógio preso à pata,
voltava ao posto de espera. O jovem morreu num bombardeio, mas no pequeno coração do cachorro não
morreu a esperança. Quiseram prendê-lo, distraí-lo. Tudo em vão. Quando ia chegando àquela hora ele
disparava para o compromisso assumido, todos os dias.
Todos os dias, com o passar dos anos (a memória dos homens!) as pessoas foram se esquecendo do jovem
soldado que não voltou. Casou-se a noiva com um primo. Os familiares voltaram-se para outros familiares. Os
amigos para outros amigos. Só o cachorro já velhíssimo (era jovem quando o jovem partiu) continuou a
esperá-lo na sua esquina. As pessoas estranhavam, mas quem esse cachorro está esperando?…Uma tarde (era
inverno) ele lá ficou, o focinho voltado para aquela direção.

1. Relacione as palavras destacadas nas frases com a classe gramatical correspondente.

a) O cão ficou velho.


b) O jovem partiu para a guerra.
c) Havia duas pessoas na esquina.
d) Olá! Quem é você?
e) O cão nunca esqueceu seu dono.
( ) Pronome
( ) Substantivo
( ) Adjetivo
( ) Numeral
( ) Artigo

2. Classifique os pronomes destacados nas frases a seguir. Empregue o código.

(A) Possessivo
(B) Demonstrativo
(C) Pessoal do caso reto
(D) Indefinido
(E) Interrogativo
(F) Pessoal do caso oblíquo

a) Seu dono não voltou, mas o cachorro nunca deixou de esperá-lo. ( ) ( )


b) Esse texto nos conta uma história emocionante. ( ) ( )
c) Ninguém mais se lembrava do jovem soldado. ( ) ( )
d) Depois de alguns anos, quem poderia saber por que aquele cãozinho ia todos os dias até a esquina? ( )
( )( )
e) Muita gente conhecia o cachorro e lhe fazia festinhas. ( ) ( )
f) Nós costumamos ler várias histórias na aula de português. ( ) ( )

3. Releia esta passagem do texto "A disciplina do amor": "Só o cachorro já velhíssimo (era jovem quando o
jovem partiu) continuou a esperá-lo na sua esquina".

a) Nessa passagem, a palavra jovem foi usada como substantivo e também como adjetivo. Em qual ocorrência
ela é substantivo? Em qual é adjetivo?
b) A que palavra anterior refere-se o pronome pessoal lo na expressão "esperá-lo"?

4. Releia esta outra passagem do texto "A disciplina do amor": "Foi na França, durante a Segunda Grande
Guerra: um jovem tinha um cachorro que todos os dias, pontualmente, ia esperá-lo voltar do trabalho.
Postava-se na esquina, um pouco antes das seis da tarde". Destaque desse trecho:

> Um substantivo próprio.


> Um numeral cardinal.
> Um adjetivo.
> Um substantivo comum.
> Um artigo definido.

5. No texto, a palavra velhíssimo é o superlativo absoluto sintético do adjetivo velho. Escreva na forma
superlativo os adjetivos relacionados a seguir.

a) Amigo.
b) Disciplinado.
c) Ansioso.
d) Belo.
e) Pobre.

6. Sublinhe os substantivos coletivos e explique o significado de cada um deles. Se for necessário, consulte o
dicionário.

a) O pessoal entrou no pomar.


b) A multidão invadiu a praça.
c) Quando a orquestra acabou de tocar, a plateia aplaudiu.
d) A torcida vibrou quando o time entrou em campo.
e) O elenco da peça voltou ao palco e agradeceu ao público pelos aplausos.
f) Os policiais prenderam a quadrilha que assaltou o banco.

7. Sublinhe os substantivos abstratos presentes abaixo.

a) A bondade desse homem.


b) A simpatia dessa moça.
c) A valentia desse rapaz.
d) A beleza desse rosto.
f) A utilidade dessa ferramenta.

8. Sublinhe e classifique os adjetivos presentes nas frases abaixo, informando se eles são simples ou
compostos.

a) A seleção brasileira vai jogar na Europa.


b) Um cantor norte-americano vai se apresentar no Brasil.
c) Nosso time tem uma camisa alvinegra.
d) Ele comprou uma paletó azul-marinho.
e) Ele é um homem gentil e educado.

9. Complete as lacunas com artigos definidos ou indefinidos.

a) Gostaria de aprender ___ letra desta música.


b) Durante ___ viagem que fiz no domingo, li ____ livro interessante.
c) Quem são ___ autores desta música?

10. Classifique as palavras destacadas, dizendo se elas são artigo indefinido ou numeral cardinal.

a) Você terminou só um exercício? Por quê?


b) Ontem, uma pessoa procurou por você.
c) Enquanto esperava, peguei uma revista qualquer e fiquei lendo.
d) Você quer uma ou duas folhas de papel?
11. Leia o trecho do livro O DIÁRIO DE UM BANANA - UM ROMANCE EM QUADRINHOS - Jeff Kinney

Após a leitura das páginas do diário de Greg, leia e responda às questões seguintes.

a. Observe a data na abertura da página do diário de Greg? O que isso indica?


b. As pessoas do discurso são: 1ª. (eu/nós), aquela que fala; a 2ª. (tu/vós), aquela com quem se fala; e a 3ª.
(ele, ela/ eles, elas). O diário é escrito em que pessoa do discurso? Por quê?
c. Transcreva do texto palavras que identificam o sexo da pessoa que escreveu.
d. Qual seria sua idade? Justifique sua resposta com passagens do texto.
e. Que pessoas são citadas nessas páginas de diário?
f. Conclua: que tipo de acontecimento é registrado em um diário?
g. Em um diário, também se registram pensamentos, um modo de enxergar a vida. Qual é a opinião, o ponto
de vista do autor sobre o seu futuro e sobre os seus colegas do ensino fundamental?

12. Assinale a alternativa em que a vírgula está empregada inadequadamente.

a.( )Bataguassú, 20 de fevereiro de 2014.


b.( )Maria seu jantar, está na mesa.
c.( )Pedro, venha cá imediatamente!
d.( )Rua Dourados, nº 232, 5º andar.